Issuu on Google+

jornalalpesdamantiqueira@hotmail.com www.jornalalpesdamantiqueira.com.br

ANO 2 - Nº 7 - Agosto de 2011.

Bully ou “Valentão” É o praticante do bulling, um indivíduo que pratica atos agressivos e de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, executados dentro de uma relação desigual de poder. É uma forma de assédio praticada por quem impõe o seu poder sobre alguém ou sobre um grupo. A atitude do “valentão” se manifesta por ameaçar, assediar, intimidar, judiar e implicar com as pessoas que ele sente inveja e ou deseja molestar O “valentão” (Bully) costuma ser hostil, intolerante, tem personalidade autoritária e sente a necessidade de controlar ou dominar tudo a sua volta. Também tem deficiência em habilidades sociais e é preconceituoso sobre subordinados, é invejoso e pode enraivecer-se facilmente e usar da força bruta ou de uma corporação para atacar quem o questiona ou contraria. É autoritário, ditador e pode vir a praticar a violência doméstica, agindo com agressão contra os familiares. Geralmente o “valentão” sofre de uma vulnerabilidade mental, “vai mal” na escola e tem experiências traumáticas na vida social e enquanto a sociedade não resolver o problema de bulling nas escolas, dificilmente conseguirão reduzir as outras formas de comportamentos agressivos e destrutivos entre adultos. No Brasil, a palavra bulir equivale a mexer causar incômodo, caçoar, zombar etc. O termo também pode ser usado para descrever o assédio indireto. Uma agressão social, caracterizada por tentar afastar as pessoas e forçar as vítimas ao isolamento social por meio de técnicas, que incluem: Espalhar comentários negativos sobre a vítima recusar-se a socializar com a outra pessoa, “ficar de mal”, ameaçar, impedir as pessoas de realizar atos ou atividades de subsistência como as ameaças de demissão e perda do emprego. O “valentão” age também por ameaçar as pessoas para seguir suas ordens, colocar a vítima em situação problemática com alguém (geralmente, uma autoridade), ou conseguir uma ação disciplinar contra a vítima, por algo que ela não cometeu ou que foi exagerado por ele; Fazer comentários depreciativos sobre a família de uma pessoa (particularmente a mãe), sobre o local de moradia de alguém, aparência pessoal, orientação sexual, religião, etnia, nível de renda, nacionalidade ou qualquer outra condição que ele tenha tomado conhecimento; Fazer que a vítima passe vergonha na frente de várias pessoas. Intimidar em voz alta e ofendendo sua auto-estima. Uma forma mais cruel e severa é manipular a comunidade contra uma pessoa expondo a humilhação ou difamando-o ao acusá-lo de atos que não cometeu. O assédio pode acontecer em qualquer lugar, nas escolas, nas universidades, no serviço público, na política, entre vizinhos e em locais de trabalho. Tais atos violam os direitos humanos e podem ser denunciados em um Boletim de Ocorrência numa delegacia ou no Ministério Público. A revisão de provas pode ser requerida, em caso de recusa, por medida judicial. Para que o “valentão” possa ser responsabilizado civil e criminalmente pelos seus atos e pagar indenizações pelos danos causados, sob as penas da lei. O “valentão” é um doente, covarde e criminoso contumaz. Para contê-lo são necessárias medidas judiciais para reprimir a sua brutalidade e encaminhá-lo para um médico da família, psiquiatra ou psicólogo.


2 Editorial

ANO 2 - Nº 7 - www.alpesdamantiqueira.com.br

Edição de Aniversário!

Comemoramos no dia 31 de agosto um ano de existência do Jornal Alpes da Mantiqueira, deste veículo de informação e promoção da cidadania que foi idealizado pelo editor e médico Dr. Tarcísio Almeida que é meu amigo desde o curso pré-vestibular em Itajubá. Como grande entusiasta pelo desenvolvimento social e político da região do extremo sul de Minas Gerais e em especial o de Delfim Moreira, sua terra natal. Ele argumentou e me convenceu a iniciar este empreendimento em Delfim Moreira pelo fato de que esta é “uma oportunidade e espaço para que possamos divulgar o que pensamos e o que produzimos nesta região. E temos certeza que são muitas coisas a serem divulgadas para que a nossa região seja conhecida e apreciada por todos aqueles que queiram aspirar ar puro das montanhas e viver em segurança e liberdade. Iremos dedicar nosso trabalho nas atividades de educação, saúde e cidadania”. E acrescenta ainda, “Educação para a convivência democrática entre os que aqui nasceram e os que para aqui vierem, pois assim contribuiremos para a união do conhecimento e experiências dos que chegam com a prática de vida do povo que aqui se desenvolveu”. Acreditamos no sonho do Dr. Tarcísio em promover a transformação desta região que guardava ainda no âmago de suas relações sociais uma característica peculiar do interior com suas mazelas do autoritarismo e descaso com as necessidades sociais básicas, como a saude que necessita urgentemente de evoluir do atual sistema assistencialista e clientelista para um sistema de promoção da saude e prevenção de doenças com participação e controle social através dos conselhos gestores de cada unidade de saúde. A educação que deve ser igual em todas as escolas, sem discriminar os moradores da zona rural, sem destruir os ônibus escolares para atender interesses de aliados e clientes da administração municipal. Para o Dr. Tarcísio “a saude, a preservação do meio ambiente e a educação responsável são necessidades globais a serem conquistadas com planejamento popular e administração participativa”. Foi acreditando neste sonho que o transformamos em projeto e que se tornou realidade com lançamento no dia 31 de agosto de 2010, na cidade de Delfim Moreira, onde também iniciou o desenvolvimento do Sul de Minas Gerais, quando ali chegaram os bandeirantes paulistas que fundaram o arraial de Itagybá. Nosso jornal foi e é um sucesso e uma esperança para promover o desenvolvimento da imprensa regional, em especial pela luta em prol da melhora na qualidade de vida e saúde. Neste um ano publicamos oito edições e estamos trabalhando para que possa ser mensal o que ainda depende dos colaboradores e das publicidades veiculadas. Também é um sonho quase realizado o de editar uma revista voltada para divulgação de produtos e serviços da região do Alpes da Mantiqueira, região que fica entre as cidades de Campos do Jordão em SP e São Lourenço em MG. Uma região onde a natureza encanta a todos, e com certeza uma região que tem um povo hospitaleiro e acolhedor, mas ainda carente de uma administração voltada para o turismo e desenvolvimento social. Parabéns a todos os colaboradores, anunciantes e em especial ao leitores do Jornal Alpes da Mantiqueira e ao Dr. Tarcísio Almeida pelo sucesso alcançado.

INSTITUCIONAL

Responsabilidade Social Essa coluna é dedicada ao reconhecimento das pessoas ou empresas que trabalham com responsabilidade e dedicação voltadas para o cliente, com educação ambiental e promoção da saúde. * Nosso reconhecimento desse mês é para a equipe do PSF de Marmelópolis Pelo trabalho dedicado à comunidade de jovens na promoção da saúde e combate ao uso de drogas “ESPORTE CONTRA AS DROGAS” Organizado pelos Agentes de Saúde da equipe do Programa de Saude da Família de Marmelópolis, e tem como objetivo desenvolver uma atividade coletiva que promova a saude, aprimora a convivência em grupo e evita que o tempo ocioso leve a prática de atividades que possam prejudicar o desenvolvimento social dos adolescentes. Uma iniciativa dos integrantes do PSF Terras Altas, com a coordenação do Agente Antonio Carlos, o Kandimba e Denise. Com a participação de toda a equipe: Denise, Wanessa, Edilaine, Erika, Míriam, Júnior, Sênio e Antonio Carlos. Os participantes foram divididos em grupos e será feito um campeonato com direito a medalhas e troféus, patrocinados pelo Jornal Alpes da Mantiqueira, entre outros.

O Jornal Alpes da Mantiqueira é uma publicação da Praia News Empresa Jornalística S/C Ltda., CNPJ: 02.273.956/0001-92 Editor: Dr. Tarcísio Marcos de Almeida, CRM/MG 21086 - Jornalista responsável: Armando Barreto, MTB 23108 - Colaboradores: - Diagramação: Daniela Lima - Fotografia: Edvaldo Carniati e Tarcísio Almeida - Publicidade: Luiz Carlos Campos e Edvaldo Carniati - Revisão de textos: Rodrigo Bitencourt - Email: jornalalpesdamantiqueira@hotmail.com - Edições anteriores: www.alpesdamantiqueira.com.br - Tiragem desta edição: 5.000 exemplares Ressalva legal: Artigos assinados não correspondem necessariamente à opinião do jornal. ENDEREÇOS PARA CORRESPONDENCIA: Rua: Luiz da Ponte, Nº 12 - Delfim Moreira - MG CEP: 37514-000 - Tels.: Editor: 35 - 9974 1580 Reportagem: 35 - 9865 0445

Onde encontrar o Jornal Alpes da Mantiqueira Minas Gerais: Delfim Moreira, Marmelópolis, Virginia, Wenceslau Braz, Itajubá, Piranguçu, Maria da Fé, Cristina, Carmo de Minas, São Lourenço, Conceição das Pedras, Pedralva, São José do Alegre, Piranguinho, Brazópolis, Santa Rita do Sapucaí e Pouso Alegre. São Paulo: Piquete: Fábrica de Chocolate Chocovales - Telefone (12) 3156-3517 Lorena: Café da Morga - Telefone (12) 3152-7536 São José dos Campos: Banca do Jonas - Telefone (12) 8808-7770 e no Centro de Informações Turísticas Se no seu Município ainda não existe a distribuição do JAM, contate-nos pelo e-mail: jornalalpesdamantiqueira @hotmail.com

3

www.alpesdamantiqueira.com.br - ANO 2 - Nº 7

Bairro do Barreirinho (Serra Clara) em Delfim Moreira A festa tradicional no Bairro do Barreirinho reuniu muita gente de várias regiões de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, nos dias 18 e 19 de junho de 2011, que vêm todos os anos sabendo da garantia de um bom divertimento e tranqüilidade do interior com um atendimento educado e hospitaleiro, característico do mineiro. Este ano a festa contou com a colaboração especial do Sr. Pedro Benedito de Souza, que coordenou muito bem os trabalhos de toda a comunidade do Bairro que com muito amor e simpatia fizeram os doces e salgados tradicionais do evento. Alem da missa que foi celebrada pelo padre Carlos Roberto Rodrigues, no domingo teve o almoço com muita descontração, num dia limpo com muito sol que esquentou o animo de todos que saborearam a comida típica da região com assados de frango e leitoa pururuca, sem dúvida, um gostoso almoço feito pela comunidade do Bairro, no sa-

A comunidade unida

Equipe da radio futura fm

lão paroquial e claro, aquele bate-papo descontraído com os amigos e visitantes. No canto da rua também havia as tradicionais barracas de bebidas quentes e brincadeiras de tiro ao alvo e as crianças não ficaram de fora da brincadeira, foi instalado

Uma festa familiar

Jornalista Armando Barreto, MTB 23108

Expediente

COMUNIDADE EM FESTA

Uma festa com muito amor e felicidade

na rua uma cama elástica onde todas as crianças puderam brincar tanto no sábado à noite como no domingo durante o dia. A equipe do Jornal Alpes da Mantiqueira vem parabenizar o organizador Pedro Benedito de Souza o “Ditão”

Moradores do Biguá e Salto prestigiando o Bairro vizinho

e a todos da comunidade pelo evento e não podendo deixar de lado a todas as pessoas que vieram prestigiar com muita paz, alegria e conscientização de confraternização com as pessoas sem violência e com muito respeito pelo próximo.

Moradora do bairro e visitantes


4

ANO 2 - Nº 7 - www.alpesdamantiqueira.com.br

REGIONAL

Hideki Maeda - 50 anos de Montanhismo

É nos Alpes da Mantiqueira que se encontra um dos picos mais procurados do mundo que é o Pico dos Marins com mais de 1.500 m de altitude. La é que você também encontra a Pousada do Maeda, que além da tranqüilidade, beleza natural e vistas panorâmicas através de mirantes esplendorosos, acomodação de boa qualidade, sauna e ofurô, você encontra ainda uma culinária do estilo japonês e brasileira preparadas pela sua mulher Sra. Kariho que também cuida de duas mil hortênsias plantadas ao redor da pousada. O Sr. Maeda relata que além da ajuda das agencias de turismo ele recebe a ajuda de um lugar muito especial, ao lado de sua pousada, que é a Gruta de São José que ele preserva com muito

carinho e amor, aonde de vez em quando vai para orar e refletir um pouco da vida. Aos montanhistas e ecoturistas do Brasil e afins. Hideki Maeda (montanhista desde 1956 no Japão) vem divulgando o montanhismo no Brasil desde 1960, principalmente na Serra da Mantiqueira. Março de 2008: a Rede Globo de televisão fez uma reportagem sobre a relação entre a Serra da Mantiqueira e o Sr. Maeda com destaque a própria natureza, a trilha

ecológica da Pedra Montada e o Museu do Montanhismo (localizado na Pousada do Maeda). Em agosto de 2010 foi realizada uma produção cinematográfica na Pousada do Maeda para um documentário intitulado “Caminhos da Mantiqueira” em comemoração aos 50 anos de montanhismo do Sr. Maeda que tem data prevista para

lançamento no dia 06 de setembro próximo. O jornal Montain Voice fez uma reportagem especial em janeiro deste ano, falando sobre a Pousada do Sr. Maeda e a trilha do Marinzinho. E para vocês que gostam de flores, principalmente as hortênsias, Maeda, sua mulher kariho e o ex-gerente da Indústria Agrícola Tozan, plantaram 2.000 mudas da flor ao redor da pousada Maeda. Com o clima frio da Serra, as hortênsias se adaptaram bem ao local

1º COMBOIO COMTUR

MARMELÓPOLIS/MG – APARECIDA DO NORTE/SP Em uma realização e organização do COMTUR – Conselho Municipal de Turismo de Marmelópolis aconteceu em caráter inédito no dia 11 de junho de 2011 o 1º Comboio de Marmelópolis a Aparecida do Norte. O grupo que participou do evento foi de 30 pessoas com 5 carros de passeio e uma Kombi. A saída se deu da praça CICA às 6h50 e o retorno por volta da 21h00. O trajeto contemplou paradas na Barreira, em Piquete, em Lorena, em Aparecida do Norte, em Cachoeira Paulista e em Delfim Moreira. O objetivo do evento é dar à região maior visibilidade sobre o município de Marmelópolis. Para isto os carros foram adesivados, numerados e todos os participantes usaram uma camiseta promocional do evento. Houve participação em rápida fala na TV Aparecida e na Canção Nova o grupo foi identificado ao adentrar o recinto dos eventos. O objetivo de divulgação do município foi alcançado. Parabéns a todos que acreditaram no projeto e participaram do evento. Vocês estão vestindo a camisa e participando da história do desenvolvimento do turismo em sua cidade.

e florescem praticamente o ano inteiro. Mas é na época chuvosa de março que ela esta em plena floração. Na próxima temporada, o Sr. Maeda pretende realizar o festival das hortênsias, pois as flores apresentam uma variedade de cores que vão do branco ao azul Royal, tendo ainda as tonalidades rosadas.

Pousada Maeda

Serra da Mantiqueira Marmelópolis – MG Escritório: Rua pederneiras, Chácara da Barra, Campinas-SP CEP: 13090-717 Telefones para contato: 19 3252-6834 em Campinas-SP 35 9949 8803 em Marmelópolis - MG

Mande seu e-mail para hmaedacec@yahoo.com.br ou Visite nosso site: http://pousadaecampingmaedasuldeminas.blogspot.com.

EDUCAÇÃO

www.alpesdamantiqueira.com.br - ANO 2 - Nº 7

Marmelópolis

Meio Ambiente e Sustentabilidade foi o tema da Nona edição da Feira de Ciências de Marmelópolis. A IX Fecima da Escola Estadual Albano de Oliveira ocorreu nos dias 6 e 7 de junho de 2011, com objetivo de conscientizar os alunos e visitantes sobre a necessidade de preservar a Natureza e cuidar do Meio Ambiente. Os projetos não vão ficar somente na teoria, vão ser colocados em prática na escola, principalmente o de captação e utilização da água da chuva.

Os ganhadores da IX FECIMA foram:

Ensino Médio: 1º lugar: Captação da Água das Chuvas, desenvolvido pelos alunos Ana Lúcia, Andreza, Jenniffer, Nícolas, Mônica, Tássia, Ronan, Marcos, Juliana, Larissa, Oires, Glaysson, Miguel, Lenilda, Natanael, Helton, Rafael, Thalita, Luis Ricardo; 2º lugar: Tratamento Natural de Esgoto, desenvolvido pelos alunos Cairo, Bruno, Christian, Débora, Marcos Torres, Eduardo, Ana Cristina e Josiane; 3º lugar: Economia Movida a Hidrogênio apresentado pelos alunos David, Jose Camilo, Iasmyn, Letícia, Luana, Luis Felipe, Danilo, Renata, Fabiana, Amanda e Jéssica.

Ensino Fundamental: 1º lugar: Projeto História de Marmelópolis 2º lugar: Projeto Simulador de Terremoto 3º lugar: Projeto Papel Reciclável.

5

Para o Professor e Vice-Diretor Sérgio Coura, há possibilidade de ser implantado no colégio o Projeto ganhador, sobre a captação e utilização da água da chuva pela sua utilidade e por ter sido o projeto que despertou maior interesse nos visitantes e alunos. Alunos, professores e visitantes da Fecima da Escola Estadual Albano de Oliveira participaram do plantio de mudas de arvores no pátio da escola, em comemoração a semana do Meio Ambiente. Funcionários da Prefeitura, dos Correios e do jornal Alpes da Mantiqueira também participaram.


6

ANO 2 - Nº 7 - www.alpesdamantiqueira.com.br

Comunidade

Bairro da Barra tem Quinta Nobre

Luiz Alberto Ribeiro conhecido como Cochada e sua turma, ha mais de dois anos, se reúnem todas as quintas-feiras para um bate-papo descontraído no bairro da Barra no Município de Delfim Moreira – MG com música sertaneja ao vivo e comida boa. O lugar mais freqüentado é o bar do Sr. José Henrique Ribeiro e sua esposa Cleuza Ribeiro onde se serve um macarrão com galinha e caldo de mandioca muito bom. Quando não podem fazer em um bar fazem em outro bar. Um encontro que chama a atenção de outros bairros porque se tornou uma tradição que em

poucos lugares se vê. O encontro não visa lucro nenhum apenas interagir com os amigos sem passar dos limites com a bebida para que todos

troquem idéias e compartilhe alegria. O cardápio é variado a cada semana, uma noite é galinha, outra é pato, outra é caldo de mandioca com macarrão enfim, o que importa é o encontro dos amigos para prosear. Conta Francisco, o irmão do Cochada, que certa vez foi em uma cidade vizinha fazer um consulta medica e chegou ao consultório com certa timidez e ao ser perguntado pelo medico onde morava, disse que era na Barra, logo o Doutor perguntou: E ai como vai a Quinta Nobre? A partir daí eles conversaram como se já se conhecesse ha muito tempo.

Com isso Francisco ficou mais a vontade vendo que pequenas atitudes fazem uma grande diferença. Por isso ele convida a todos para compartilhar com eles deste encontro com música sertaneja e comida boa sem custo nenhum (Só se paga o que se bebe). Fizeram uma caixinha (cofrinho) para que todos possam colaborar com o que podem apenas para ajudar a fazer a comida da próxima quinta. E advertem os bairros vizinhos, que se for fazer uma festa dessas que faça numa quarta ou sexta porque Quinta Nobre só tem uma e é no Bairro da Barra.

Vivência nos Sacramentos O JOVISA é um encontro em que se procura despertar no jovem, através da vivência sacramental, a necessidade de

um maior conhecimento e prática da fé cristã, causando uma ação transformadora no indivíduo, na família e na sociedade. É apresentar a todos um DEUS bondoso, fiel e amigo. Apresen-

tar os Sacramentos da Igreja Católica que é muito rica. Toda vida litúrgica da Igreja gira ao redor da Celebração do Sacrifício Eucarístico de JESUS CRISTO e dos Sacramentos instituídos por Ele. Mergulhando nos Sacramentos iremos compreender porque todos e cada um deles em particular são Sacramentos de CRISTO e da Igreja, de Fé, de Salvação e de Vida Eterna. Assim, considerando a mística do nosso movimento “Vivência nos Sacramentos”, o objetivo do encontro é levar o jovem a uma reflexão de sua vida em cada Sacramento. Todos os domingos têm reuniões do grupo, após a Missa, no Salão Paroquial da Igreja de Nossa Senhora da Soledade de Delfim Moreira. OBJETIVO O JOVISA tem o objetivo de vivenciar a fé cristã em família, na família e nos ambientes que freqüentamos. Além disso, objetiva catequizar e ser catequizados, conhecendo e vivenciando

melhor os Sacramentos da santa Igreja Católica Apostólica Romana. Ser servo do Senhor, na juventude de nossa Paróquia, formando lideranças para a atuação nos grupos de jovens, além da participação ativa nas comunidades. Durante todo ano são realizados encontros de continuidade, conscientizando os jovens de sua importância na igreja. O encontro em si procura mostrar a necessidade de uma ação transformadora do indivíduo, da família, da sociedade e do mundo, de modo que pensamentos e atos contrários a religião, a moral e aos bons costumes (consumismo exagerado, prazer momentâneo, poder a qualquer preço), possam ser trocados por um maior conhecimento e prática da fé cristã, pela vivência sacramental. É doutrina cristã de jovem pra jovem! Colaboradora :Nayara Fernanda L. Garcia. Espaço cedido pelo Jornal Alpes da Mantiqueira

www.alpesdamantiqueira.com.br - ANO 2 - Nº 7

7

XVI Torneio leiteiro e XIV Exposição de artesanatos

José Henrique - Organizador

Rubinho, Henrique e Vicente

O QUE É O JOVISA?

MARMELÓPOLIS

Foi realizada a XIV Exposição de artesanatos e XVI Torneio leiteiro ocorrido entre 28 a 30 de Julho em Marmelópolis. Uma festa tradicional, o acontecimento anual que todos esperam, no dia 28 teve a apresentação de Gabriel Lorenzato e Banda, no dia 29 show com o Trio Parada dura e no dia 30 show com a dupla Ronny e Rangel. O Jornal Alpes da Mantiqueira falou com Mangabinha do Trio Parada Dura, que nos falou um pouco de sua carreira, dos altos e baixos comuns na profissão de artista e afirmou que está satisfeito com a formação atual do Trio. Falou que a região de Marmelópolis é encantadora e que espera voltar o mais breve possível para conhecer melhor a região com sua natureza. Durante a festa ficam expostos trabalhos de arte e artesanato, bordado, pintura, tricô e crochê, e principalmente as vacas que participam do concurso leiteiro. Uma festa que acontece em ambiente de família e conta com a participação de moradores do local e recebe muitos turistas e visitantes do sul de Minas, vale do Paraíba e dos municípios vizinhos, que procuram um lugar tranqüilo para se divertir e fazer amigos. Alem de curtir a natureza, ar puro e o frio que é característico desta região dos Alpes da Mantiqueira.


8

Em Delfim Moreira

ANO 2 - Nº 7 - www.alpesdamantiqueira.com.br

A

9

www.alpesdamantiqueira.com.br - ANO 2 - Nº 7

XXII Exposição Agropecuária

abertura da Exposição Agropecuária de Delfim Moreira – MG, foi no dia 29 de julho com um desfile de cavalos, tropas, boiada e charretes passando pelo centro da cidade com a participação de moradores, em especial os da zona rural e autoridades como o prefeito e com a segurança da Policia militar. Houve premiações com medalhas e troféus de varias categorias com participação de pessoas de toda região com destaque para o Sr. Robson do Restaurante de Itajubá e Marcilio de Pirangussu. No dia 30 de julho, teve a apresentação da dupla sertaneja, Marcos e Belluti com grande animação do publico que lotou o parque de exposição. Alem da exposição houve ainda um torneio leiteiro e a premiação de vários criadores de cavalos, vacas, boi, búfalo, pônei e suínos.

O primeiro colocado no torneio leiteiro foi o Sr. Valdir Vieira que ao receber o troféu, ganhou um banho regado a leite para a alegria de seus amigos. Os participantes do torneio leiteiro foram: João Itamar, Celso Fortes, Mariana Pontes, Valdir Vieira, José C. Rodrigues, Messias G. Souza, Robson C. Moreira, Antônio Vieira, José O. de Souza, Carlos do Calite, José B. Filho, Lúcio Pereira, Peterson Pontes e Donizete da Silva. Foi feita também a apresentação do novo mural de fotos dos ex-prefeitos da cidade de Delfim Moreira que ficará exposto no interior da prefeitura de hoje em diante. E foi feita uma homenagem aos pioneiros de Delfim Moreira, o Sr. Noé Silva, Sr. Vitor, Dona Santa e Sr. José Expedito, e seus familiares receberam uma placa simbólica da homenagem das mãos do prefeito. Houve também a feira de

Jovens a cavalo

artes e artesanato, exposição e venda de doces, salgados e licores, entre outros produtos da agropecuária delfinense. Chamou-nos a atenção a produção de Morango orgânico (sem agrotóxico) que está sendo desenvolvida no município de Delfim Moreira, no bairro do Rosário. Com apoio da secretaria de agricultura (Professor Ricardo Oliveira) e orientação da associação dos produtores de orgânicos do município. Todos os participantes, expositores e publico estão de parabéns, pois demonstraram que cidadania é a participação nos atos e eventos da comunidade. O organizador Maurílio Braga, a Caica, o vice-prefeito Luiz Antonio e o secretário Marcelo Braga trabalharam ininterruptamente para garantir a boa qualidade do evento, e em prol do divertimento de todos nesta que é a mais tradicional festa da cidade, a Exposição Agropecuária.

Barzinho 2

O romantismo da roda gigante

Parque de Exposições

Jovens

O banho do vencedor do torneio leiteiro

Puxando a tropa

Abertura Jovem a cavalo

Jovens recebem trofeu

Organizador Maurilio Braga de Souza

Policia Militar a caráter

Alana Peres e amigas Desfile a cavalo

Mulheres de todas as idades Prêmio com orgulho

Desfile

Desfile - Familia

Boiada com arado

Desfile - Romantico


10

MARIA DA FÉ

ANO 2 - Nº 7 - www.alpesdamantiqueira.com.br

IV FESTIVAL DE INVERNO

Fachada da igreja

Acontecimento tradicional na cidade, o Festival de Inverno de Maria da Fé - MG é uma atividade turística e cultural organizada pela Secretaria Municipal de Turismo e tem sido muito visitado por pessoas de varias regiões do sul de Minas e do Brasil. Alem da comida maravilhosa, doces e artesanatos, a cidade proporciona para o visitante um bem estar inigualável. A festa é bem organizada, onde você tem opções de conhecer vários produtos da própria cidade e cidades vizinhas. Móveis com fibra natural

Móveis em madeira

Broa de milho

sanato. O Espaço Azeite e Cia com a comercialização do 1º azeite brasileiro produzido em Maria da Fé alem de cosméticos, chás de oliveiras, tinturas, dentre outros. No espaço Musa há degustação de cachaças de frutas, espaço Casa Joka com a comercialização de vestuários e assessórios de inverno. O Espaço Minas Brasil com a exposição e comercialização de artesanatos de Maria da Fé e também o Empório onde se pode degustar e comprar produtos orgânicos como os queijos, doces, geléias, compostas, cachaças, entre outros produzidos em Maria da Fé.

Ambiente impecável para receber turista de bom gosto

Ambiente para um público de bom gosto

Acontece no dia 15 de Agosto no Santuário de Nossa Senhora da Piedade em Itajubá – MG, a maior e mais tradicional festa religiosa do Sul de Minas, há mais de 80 anos. É uma grande festa

e vem atraindo cerca de 10 mil pessoas de diversos estados do Brasil. São celebradas missas durante todo o dia e tem varias barracas com variados produtos à venda para os visitantes. Neste ano, mesmo com o sol forte, vários devotos fizeram fila para ver a imagem da Nossa Senhora da Piedade. Nossa Senhora da Piedade é aquela que recebendo o Divino Filho em seus braços, depois de sua morte trágica na Cruz, levou-o com os fiéis discípulos e piedosas mulheres até o sepulcro. Piedade, porque toda Ela não é senão compaixão. Compaixão do Filho. Compaixão dos filhos, porque Ela não tem só um filho, se tornou igualmente a Mãe de todos os homens. E Ela não tem

Fachada da capela

Lugar de gente bonita

11 Missa durante o dia 15

apenas compaixão do Filho, mas também dos filhos. Nossa Senhora assentada ao pé da Cruz, tendo nos braços Jesus Morto, foi o emblema das Fila de fiéis

Interior da igreja

Na antiga Estação Ferroviária funciona o Centro Cultural, inaugurado em 1º de junho de 1986, no prédio que foi tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Municipal. O local é um dos principais atrativos da cidade, funcionando como Centro de Informações Turísticas e Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. Onde podemos encontrar a simpática Secretária Ana Paula Torres que muito bem representa o trabalho do atual prefeito o Sr. Adilson dos Santos.

ANO 2 - Nº 7

Festa tradicional de Nossa Senhora da Piedade

A rua principal

Licor e aguardente de Frutas

A programação é diversificada, muita musica e comida, produtos artesanais e com oficinas técnicas de culinária e artesanato. A festa conta com o espaço Arte e Designer, com exposições e comercialização das peças dos ateliês de Artes em Ferro e Madeira de Demolição, Cabeça de Frade, Galeria Monti Cruz, Gente de Fibra e JP Arte-

TURISMO RELGIOSO E TRADIÇÃO DE FÉ

Vista do bairro Piedade

Vista do bairro Piedade, entre Itajubá e Piranguçú

Santas Casas de Misericórdia, que por iniciativa de frei Miguel de Contreiras, se fundaram em Portugal, começando pela de Lisboa.


12

ANO 2 - Nº 7 - www.alpesdamantiqueira.com.br

Congresso de Saúde Temperança no Sul de Minas Realizado nos dias 24, 25 e 26 de junho de 2011, o Segundo Congresso de Saúde Temperança da Organização Adventista para o Sul de Minas, na cidade de Poços de Caldas, com a participação de mais de cem pessoas entre os adventistas e também de profissionais da saúde e naturalistas. O convidado especial o Dr. Silmar Cristo, médico formado na Loma Linda University, nos EUA e doutorando em saúde natural, afirmou que há inúmeras evidencias de que a alimentação que usamos hoje em dia é a causa das principais doenças que nos limita, aniquila e mata diariamente, como é o caso da hipertensão arterial, do diabete, do reumatismo (gota) do derrame cerebral e do infarto no coração. Advertiu sobre o consumo de açúcar refinado e relacionou o consumo de carne com a ação do índice de degradação ambiental do planeta. Os desmatamentos para formação de pastos têm áreas maiores que as áreas agricultáveis. Esses pastos provocam erosões, assoreamentos dos córregos e rios provocando enchentes. O gás metano emitido pelo arroto do gado na Austrália e nos EUA são os maiores responsáveis pela destruição da camada de ozônio, que nos protege dos raios Ultra Violetas B, causadores do câncer de pele. A produção de grãos para a ração animal, por sua vez, consome muito agrotóxico, assim prejudicando o produto final

que é a carne. O Dr. Silmar Cristo orientou o consumo de nozes, castanhas, feijões, cereais integrais, frutas e muita água, mínimo de oito copos por dia para obtenção de uma vida mais saudável. Salientou que o produto de origem animal mais tolerável ou menos prejudicial é a qualhada e o yogurte natural. Quanto à proteína alegada pelos consumidores de carne, disse que as proteínas vegetais das lentilhas, feijões em geral, inclusive a soja e também de hortaliças, como o quiabo, são de melhor qualidade e existentes em maior quantidade disponível nos alimentos vegetais em geral. Uma das maiores duvida dos vegetarianos é sobre a Vitamina B12, que não é encontrada em nenhum vegetal. Por ultimo, orientou que se consumisse, com orientação médica, esta vitamina em questão, nas farmácias através de injeções. Para os vegetarianos, a vitamina B12 poderá ser suprida por hortaliças frescas, açúcar mascavo, rapadura ou caldo de cana. Esses produtos não têm a vitamina B12 em sua composição, no entanto, bactérias existentes na terra onde são cultivadas e não eliminadas totalmente no processo de limpeza, fornece uma dosagem necessária de vitamina B12 para os vegetarianos, segundo Dr. Silmar Cristo. Luiz Carlos Campos, especial para o Alpes da Mantiqueira

Padre Manoel é Cidadão Marmelopolense A Câmara de vereadores da cidade concedeu o título que foi entregue na noite em que o Padre Manoel se despediu da Comunidade Nossa Senhora Aparecida em Marmelópolis, entre outras homenagens, o reverendíssimo Padre Manoel foi agraciado com o Título pelos relevan- Padre Manoel e José Carlos Ribeiro tes serviços prestados à comunidade. A placa foi entregue pelo Presidente da Câmara, vereador José Carlos Ribeiro, acompanhado pelos vereadores Antonio Adenilson Ribeiro, Francisco de Paula Rodrigues Batista, José Geraldo e Luzia Maria.

SAÚDE

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

ANO 2 - Nº 7

13

EQUOTERAPIA

Saúde, educação e inclusão para crianças, jovens e adultos

Em uma conversa com o jornalista Armando Barreto, do jornal Alpes da Mantiqueira, a presidente do Centro de Reabilitação e Equoterapia Projeto Caminhar, Lucíola Brasil, falou sobre essa terapia que vem revolucionando e se tornando cada vez mais popular no tratamento de pessoas portadoras de necessidades especiais. Segundo a presidente do caminhar, a Equoterapia, como tratamento para crianças e jovens com mobilidade e cognição reduzidas tem produzido excelentes resultados, “haja vista”, salienta Lucíola, “o grande numero de centros que estão se abrindo em todo o Brasil”. A equoterapia usa o cavalo pela noção de tridimensionalidade que esse animal apresenta. É uma terapia que têm dado excelentes resultados. Para Lucíola a equoterapia como uma terapia complementar, diferenciada que trabalha com ambientes abertos e por contar com uma equipe transdisciplinar, a criança o adolescente e o adulto reagem mais rápido. “A parte da fisioterapia e da psicologia, assim como o próprio equilíbrio passam por transformações e a melhora dos pacientes pode ser percebida logo nos primeiros dias de tratamento”, diz a Presidente. Quanto especificamente a atuação do Projeto Caminhar na região Lucíola salienta que, o caminhar se soma aos vários centros existentes em todo o vale e também no Litoral Norte

na busca pela divulgação da terapia. Quanto ao trabalho que vem sendo realizado em Lorena, Lucíola diz que “ao longo desses 11 anos de serviços prestados temos atendido a portadores de deficiência das cidades, além de Lorena, de Piquete, cidade que divisa com Delfim Moreira, já no Sul de Minas, Cruzeiro, Cachoeira Paulista, Canas, Guaratinguetá, Aparecida do Norte, entre outras”. A presidente do Caminhar lembra que, segundo dados do IBGE, em toda população 10% é portadora de algum tipo de deficiência. Lucíola Brasil lembra que a Equoterapia é uma modalidade que visa o equilíbrio biopsiquicosocial e, portanto agrega a educação, a saúde e a inclusão social, sem esquecer os esportes. A presidente do Caminhar salienta a necessidade da participação da iniciativa privada no apoio a esses centros e abre as portas do Projeto Caminhar em Lorena para a visita de possíveis parceiros e apoiadores para este trabalho de grande importância para as cidades da região. Para aqueles que quiserem maiores informações sobre o Centro de Equoterapia e Reabilitação Projeto Caminhar, basta acessar www.projetocaminhar. amaweb.com ou fazer uma visita ao centro que se localiza em Lorena, na estrada municipal do campinho, no bairro da Ponte Nova.

Mecânica Multimarca Socorro 24 horas Marcus e Ildefonso:

340 ) 9917 5 5 3 ( : . l e T

Delfim Moreira – MG


14

ESPORTE

ANO 2 - Nº 7 - www.alpesdamantiqueira.com.br

Passeio de bicicleta foi um sucesso!

Retorno

Apoio da Secretaria da Saúde

É o que concluiu o organizador do primeiro passeio ciclístico de Delfim Moreira, o publicitário Edvaldo Carniati, colaborador do Alpes da Mantiqueira. O 1º Passeio Ciclístico da Paz de Delfim Moreira foi realizado em julho, mês de férias escolares, e o trajeto foi da antiga Estação de Delfim Moreira até o bairro Barreirinho, com cerca de 10 km, e durante o período de descanso e contemplação da região próxima ao antigo Mosteiro de Serra Clara, foi servido um almoço feito pela comunidade do bairro, com macarronada e suco de frutas, alem da boa conversa entre os moradores e os participantes. Após o almoço e o merecido descanso todos voltaram para Delfim Moreira onde terminou o passeio com a realização de um sorteio de brindes com animação do DJ Tiago Santos da Snake Som. Os participantes, na maioria

Chegada em Delfim

crianças e adolescentes foram predominantemente crianças e adolescentes, a partir de nove anos de idade, aproveitaram para descontrair e descobriram no passeio o verdadeiro espírito de aventuras por estas estradas da Serra da Mantiqueira. O trajeto é bastante plano na maioria do percurso, e de lá se tem uma visão magnífica da região por

Getúlio do camping Wind Inn recebendo seu premio

O jornalista Edvaldo Carniati entregando premios aos participantes do passeio

onde passava a ferrovia entre Itajubá e Delfim Moreira, da antiga Rede Mineira de Viação nos anos 30 e 40 do século passado. A sugestão era de que o passeio fosse até o bairro do Biguá (Terra natal do saudoso Padre Léo), o que não foi possível porque a estrada de acesso pela antiga ferrovia está obstruída pela terra que caiu no verão

Distribuiçao de agua, Luana e Carolina trabalhando

Equipe da cozinha

passado não foi desobstruída até a data do evento. O passeio foi divertido e tranqüilo e todos ficaram satisfeitos. O organizador agradece a todos que participaram, apoiaram ou patrocinaram deste que é o primeiro de uma serie que poderá acontecer e talvez faça da prática um costume de pedalar, pois este esporte é saudável, barato e prazeroso. Alem de que promove a integração das pessoas de diferentes meios sociais, promove a saude e não polui o ar nem causa danos ao meio ambiente. É tudo de bom, ressaltou a aluna da Escola Marques do Sapucaí, Luana Santos que foi participar na logística da distribuição de água e voltou para Delfim Moreira pedalando. Agradecimentos para: Padaria do Eduardo, Supermercado Lorena, Restaurante Recanto, Bar do Boi, Lojas Multi Opções, Quitanda do Helder, Pousada Solar da Mantiqueira, Mercearia Água Limpa, Vera Cruz Florarte, Equipe Triboo de Mountain Bike, Bicicletaria Ferreira de Itajubá, Loja Convicsom, Barraca do Décio, Milleton informática, Radio 106,9 FM (Futura FM) e especialmente a Prefeitura Municipal de Delfim Moreira que ajudou na divulgação e no acompanhamento do evento pela Equipe da Saúde (Tec. Enfermagem Terezinha). Ao Dr. Tarcísio Almeida, a Luana Santos e a sua irmã Carolina Santos pela cortesia e gentileza da distribuição de água mineral aos participantes no local mais apropriado, no meio do percurso e de onde se tem uma visão panorâmica da região, próximo da Usina Hidroelétrica – PCH Ninho da Águia.

CIDADANIA Quem pretende candidatar em 2012 é bom procurar o diretório municipal ou comissão de um Partido Político e fazer sua filiação. O primeiro turno acontece no primeiro domingo de outubro, dia 7. Até o dia 7 de outubro de 2011, todos os candidatos que pretendem concorrer deverão estar filiado em um partido e terem como domicílio eleitoral a circunscrição na qual pretendem disputar mandato eletivo. Todo eleitor tem direito a votar e ser votado além de que é uma oportunidade para a renovação dos que estão no poder e para melhorar a construção do município, para torná-lo mais moderno, mais humano e mais democrático, sem discriminação, sem autoritarismo, com mais diálogo e participação da sociedade organizada. A partir do primeiro dia do ano da eleição, os institutos de pesquisa ficam obrigados a registrar seus levantamentos. Também a partir desse dia, a Administração Pública fica proibida de distribuir bens, valores ou benefícios gratuitamente, a não ser em situações excepcionais. Em 9 de maio termina o prazo para que o eleitor possa requerer inscrição eleitoral ou transferência de domicílio. Neste mesmo dia termina o prazo para que o eleitor com deficiência ou com mobilidade reduzida peça transferência para uma seção eleitoral especial. As convenções para escolha dos candidatos acontecem entre os dias 10 e 30 de junho. Nesse período, emissoras de rádio e TV estão proibidas de transmitir programas apresentados por candidato escolhido em convenção. Os registros dos candidatos podem ser feitos, pelos partidos ou coligações, até o dia 5 de julho. No dia seguinte, passa a ser permitida a realização de propaganda eleitoral, como comícios e propaganda na internet (desde que não paga), entre outras formas. Os registros dos candidatos podem ser impugnados até o dia 18 de julho, seja por adversários, partidos políticos, coligações ou pelo Ministério Público. No dia 6 de agosto os candidatos devem apresentar à Justiça Eleitoral, para divulga-

ANO 2 - Nº 7

15

ELEIÇÕES 2012

ção pela internet, relatório dos recursos recebidos para financiamento da campanha eleitoral: a primeira prestação de contas parcial. A propaganda eleitoral gratuita na rádio e na TV começa no dia 21 de agosto, uma terça-feira, e encerra no dia 4 de outubro, três dias antes da votação. Na mesma data se encerra o prazo para propaganda mediante reuniões públicas ou

comícios, e também para realização de debates nas rádios e nas TVs. No dia 5, se encerra o prazo para divulgação de propaganda paga em jornal impresso. E no dia 6, acaba o prazo para propaganda mediante alto-falantes ou amplificadores de som, bem como para distribuição de material gráfico e promoção de carreatas. Se você quer saber mais sobre a eleição do ano que vem

ou quer se candidatar a algum cargo, mande um email para jornalalpesdamantiqueira@ hotmail.com que daremos todas as instruções necessárias ou telefone para 9974 1580. Vamos conduzir uma eleição democrática com ampla participação do povo e sem disputa pessoal ou brigas desnecessárias, vamos dar um show de boa educação e cidadania. Participe! É nosso direito!


16

ANO 2 - Nº 7 - www.alpesdamantiqueira.com.br

SOCIEDADE

Estratégias para a Superação da Pobreza

A verdadeira cidadania compreende algo além da participação na escolha de nossos representantes. A sociedade deve participar de todo e qualquer procedimento democrático que venha a contribuir ou buscar o desenvolvimento municipal, estadual ou federal. A superação da pobreza no campo passa, necessariamente, pela reforma agrária, pela valorização das culturas tradicionais e pelo conhecimento das realidades locais. Estes são alguns dos pontos listados pelos palestrantes do painel “Pobreza no campo e as comunidades tradicionais: como enfrentar a pobreza nas áreas rurais de Minas Gerais”, na tarde de sexta-feira (10/6/11). Para Wellington Emiliano Morais, da Via Campesina, o problema está no modelo de agricultura implantado no País e seguido por Minas. Segundo ele, a superação da miséria no campo passa por uma mudança de perspectiva: “não adianta combater a pobreza, é preciso combater suas causas”. Segundo ele, o Estado precisa encarar a questão da concentração de terras e criar subsídio agrícola e de comercialização da produção desse segmento. Wellington Morais reivindicou ainda que o Estado garanta cursos técnicos para os agricultores familiares e educação no campo, além de incentivo às formas cooperadas de produção

e redes de distribuição da pequena produção. Os mesmos benefícios foram sugeridos pelo representante da Fetaemg, Vilson Luiz da Silva, que enfatizou que todos os benefícios conquistados pelos trabalhadores foram resultado de muita luta e não de concessões. Ele também sugeriu acesso à água e energia, assistência técnica e organização da produção, além da redução de juros e recursos maiores para crédito do pequeno produtor. Outro enfoque em relação à superação da pobreza foi apresentado pela doutora em So-

ciologia e Política pela UFMG, pesquisadora e professora da Escola de Governo da Fundação João Pinheiro, Carla Bronzo Ladeira Carneiro. Para ela, os aspectos menos tangíveis da pobreza, envolvendo as dimensões psicossociais, e suas implicações para a formulação de políticas públicas devem ser considerados. A pesquisadora afirma que o enfoque da renda é necessário e importante, mas não é suficiente para caracterizar a pobreza, principalmente a crônica, e nem para enfrentá-la. Em primeiro lugar, ela pondera que é necessário mensurar os

efeitos dos programas de assistência social no âmbito do protagonismo das famílias, considerando a subjetividade e o sofrimento. “Além dos números da pobreza, estamos falando de pessoas com desejos, sonhos e projetos”, ponderou. No entanto, ressaltou que é necessário enfrentar a pobreza existente além da caridade ou compaixão, mas com compromisso efetivo com a cidadania e com os direitos sociais. Carla Bronzo explica ainda a diferença entre dois conceitos adotados, o primeiro no Brasil e o segundo em alguns países europeus. O conceito de pobreza absoluta considera apenas a renda e o da pobreza relativa observa também aspectos como acesso a bens e serviços, as oportunidades e a privação de capacidades. “Se analisarmos sob o aspecto da pobreza relativa, teríamos de 60% a 70% da população brasileira nesse quadro”, afirma Carla Bronzo. Outra ação apontada pela pesquisadora é a necessidade de criar políticas preventivas que devem ser desenvolvidas antes que o indivíduo dependa de um programa de renda para sobreviver. E, principalmente, combinar garantia de renda com promoção social. Texto parcial: Editado pelo Jornal Alpes da Mantiqueira. Leia o texto completo no site da Assembléia Legislativa de Minas Gerais no endereço: http://www. almg.gov.br/not/bancodenoticias/ not_846230.asp

Boa noticia para os pecuaristas Debate Público na ALMG abordará a política nacional do leite

A produção do leite no Brasil será tema de debate público promovido pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais. Requerimento solicitando a discussão foi aprovado nesta quinta-feira (1º/9/11), na reunião da Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial. Com o debate público “A política nacional para a cadeia produtiva do leite”, o autor do requerimento, deputado Antônio Carlos Arantes (PSC), pretende avaliar e propor medidas sobre a produção de leite no mercado nacional. Será discutida ainda a fixação de preços para produtores; o combate aos cartéis na produção do leite; o estabelecimento de mecanismos de proteção do mercado interno de importação de produtos subsidiados e a definição de carga tributária sobre leite in natura com ênfase para a demanda de Minas Gerais. O debate terá a participação de deputados federais membros da Subcomissão Permanente do Leite, da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural. Deputados Antônio Carlos Arantes (PSC), presidente; Fabiano Tolentino (PRTB), vice; e Deputada Luzia Ferreira (PPS).

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - www.almg.gov.br


Jornal alpes da mantiqueira edição 7