Page 1

ANIMA é o componente intrínseco de todo ser vivo. É o sopro que transforma a matéria em criatura e pode ser definido como o ponto em comum entre todas as obras que a La Lampe apresenta nesta exposição. São luminárias que nos convidam para a interação criativa ou fazem uso de utensílios prosaicos para rodear a imaginação com novas formas; são composições que remetem a unidades atômicas ou simples matéria transformada em poesia. São objetos como meio de reafirmar que estamos vivos e criativos.

ESTÚDIO MAMELUCA As obras da artista Lygia Clark e seus questionamentos sobre o verdadeiro intuito da arte - e como o indivíduo é influenciado e influencia seu próprio mundo propõem a libertação das pessoas do papel passivo perante um objeto, transformandoas no próprio objeto. “O Homem objeto de si mesmo. Introspecção total, regressão aparente.” Lygia Clark Influenciada pela série Óculos (1968), o Estúdio Mameluca, da designer e neta da artista, Alessandra Clark, cria um objeto que permeia o mesmo universo de estrutura e conceito, buscando uma alteração visual e transformando o espaço em um local introspectivo e contemplativo. A CRIATURA é um objeto de luz pendente da série Pu#a InsPIRAÇÃO (2014). Já seus filhotes, chamados de CRIATURINHAS, formam uma série de 20 objetos de mesa e suas “patas” são mais curtas. As CRIATURINHAS são confeccionadas em aço inox e espelhos móveis, que possibilitam o controle da intensidade e o ajuste da posição dos focos de luz, conforme a vontade. Produzem efeitos inesperados, alterando a atmosfera e criando uma verdadeira experiência ótica.

ALISSON LOUBACK O fotógrafo e designer Alisson Louback tem 37 anos e desde muito cedo faz colagens de objetos ready made como parte de seu trabalho criativo. Nos últimos anos, apurou seu processo de produção para passar a fabricar peças que cumprissem funções utilitárias como a durabilidade, segurança e acabamento. Unindo utensílios corriqueiros e normalmente encontrados em feiras e supermercados populares, como funis e bacias de alumínio, Alisson faz uso de suas formas prosaicas para compor novos objetos complexos que abrigam a luz ao mesmo tempo que a refletem, salientando os volumes e texturas dessas esculturas curiosas. Uma coleção particular do artista pode ser vista no interior da loja e uma instalação suspensa, criada exclusivamente para a La Lampe, usa os mesmos materiais para ocupar a frente da loja de forma extraordinária.


NEUTE CHVAICER A dupla paulista Ana Neute e Rafael Chvaicer desde 2010 desenvolve um trabalho de viés experimental no campo do design de objetos. Apesar de jovem, a dupla é reconhecida por seu talento e originalidade e já conta com uma peça de sua autoria no acervo de design do Museu de Arte Moderna de São Paulo.

LINHA DE LUMINÁRIAS BEIJO A linha de luminárias BEIJO proporciona simultaneamente dois tipos de iluminação, uma focada diretamente no ambiente e outra voltada para o teto. As cúpulas metálicas repuxadas evocam inevitávelmente as incontáveis luminárias clássicas - e outras bem comuns - fabricadas usando-se os mesmos componentes e métodos. Contudo, a junção inusitada de suas cúpulas de tamanhos distintos introduz um elemento estranho neste objeto conhecido. Nas peças, as duas superfícies esféricas se encontram delicadamente e sua imagem evoca o toque de um beijo.

INSTALAÇÃO MOLÉCULA A instalação MOLÉCULA é um sistema mutável de cúpulas e hastes, montadas através de um método que permite a experimentação de formas variadas, modelando o objeto pela combinação de posições e ângulos diversos de seus componentes. Assim, através de pequenas alterações dos mesmos elementos, é possível construir inúmeras geometrias e criar um caráter distinto para cada nova peça.

LaLampe - Jornal dw 2015  
LaLampe - Jornal dw 2015  
Advertisement