Page 12

ENTREVISTA

usos e o Brasil vai indubitavelmente ter um papel de liderança no setor. Segundo dados recentes divulgados pela Ibá, de janeiro a junho de 2017, as exportações de celulose cresceram 6,8% na comparação com mesmo período do ano passado, atingindo 6,8 milhões de toneladas, sendo que as receitas de exportações de celulose alcançaram US$ 3,0 bilhões. Já para o ano completo de 2016, o volume de exportações alcançado foi de 12,9 milhões de toneladas de celulose, com receitas de exportações de US$ 5,5 bilhões. Ainda, em 2016 o setor de papel, celulose e árvores plantadas alcançou uma participação de 4,2% do total da balança comercial de exportações brasileiras e 9,1% da balança comercial de exportações do agronegócio. Esses números demonstram a importância e o potencial de crescimento do setor. Outro segmento que creio ter muitas oportunidades (e desafios de mesma monta) é o de madeira sólida. Ainda temos muito pouco uso de um recurso tão versátil e renovável. Esses

12

B. FOREST

dias vi uma apresentação sobre Cross Laminated Timber (laminado de madeira cruzada) e fiquei positivamente impressionado. Pensei comigo, “alguém conseguiu misturar design de alto padrão e sustentabilidade”.

08

Como você enxerga o futuro da Eldorado nesse cenário? A Eldorado é um projeto vencedor, de classe mundial, que apresenta o menor o custo de produção e melhor margem do setor, de forma consistente e sustentável, por meio de operações provenientes de florestas próprias plantadas e certificadas. Essa eficiência operacional é resultado de iniciativas desenvolvidas nas áreas industrial, comercial, logística e florestal. Ainda, a Eldorado guarda um potencial extraordinário de ganho de competitividade com a construção de mais uma linha de produção no mesmo site e sem dúvida vai, nos próximos anos, colher o que plantou.

B. Forest | Edição 35  

B.Forest - A revista eletrônica do setor florestal | Edição 35 | ano 04 | Agosto 2017

Advertisement