Page 1

Ano I - Nº 2 - Maio de 2014

www.malaparadois.com

Lifestyle Rio de Janeiro Um pouquinho de como vivem os cariocas nos dias de hoje.

L i s b o a

-

L i s b o a

-

L i s b o a

A capital Lusa merece ser visitada várias vezes Lisboa é muito além dos três mil anos de história. A Lisboa moderna é uma das mais belas, conservadas e procuradas cidades européias.

Gastronomia

Nós testamos: Hotel Graspo Ua

Com o Chef Celso Rossi

Testamos o Graspo em Veneza por duas noites.

Sonho de Consumo As mansões dos seus sonhos

Programe-se! Santorini, Grécia

Por Amanda Fontenele

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Quem Somos?

Viajar é muito bom e ter informações sobre os locais a visitar, dicas, roteiros, histórias e fotos é imprescindível para qualquer viajante.

Hoje estamos presente em diversas redes sociais, interação 24 horas por dia, nos 7 dias da semana, com mais de 112 mil acessos!

Pensando nisso criamos o malaparadois. Começamos com um formato parecido com blog (a verdade é que nunca tivemos este formato) onde contávamos nossas histórias de viagens.

Mas como tudo na vida necessitamos sempre de mais informação. Este é o nosso foco: INFORMAÇÃO.

Nesse ponto um simples "blog" já não suportaria tanta informação, por isso criamos um site (www.malaparadois.com) com grande capacidade de armazenamento, além de meios de interação com o público. E não paramos de crescer!

Ainda nos faltava mais uma mídia interativa e digital: Revista Eletrônica! Por que revista eletrônica e não impressa? Simples resposta: Com a revista eletrônica nosso publico pode ter acesso a todos os nossos canais e as informações onde quer que estejam, seja por meio de smarts, tablets ou notes.

Edi Marques Administrador, especializado em Gestão Pública. É editor chefe dos canais malaparadois. Viajente de carteirinha, começou a relatar suas viagens como diversão e para bate papo com amigos. Apaixonado pela Europa e sua história. Flávia Ghelli Advogada, especializada em Direito Tributário. É redatora chefe e tradutora dos canais malaparadois. A d o r a v i a j a r, c a s o u - s e c o m E d i M a r q u e s e n ã o pararam mais de viajar.

Acesse: www.malaparadois.com www.facebook.com/malaparadois

Casados desde 2006, mas amigos desde 1996, somos dois brasileiros que adoram viajar. Sempre que conseguimos "escapar" do trabalho arrumamos um jeito de conhecer lugares novos, pessoas, culturas e nos divertir ao máximo. "Nossas viagens baseiam-se sempre por uma escolha concensual, mas confesso que alguns locais tive uma boa influência na decisão. (Edi Marques)". "Amo viajar! Conhecer povos e culturas diferente da nossa é fantástico. Além de poder viver cada "esquina", cada ruína, cada lugar... como se fosse um morador local, não tem preço. (Edi Marques).

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Sumário 06

32

Fotos e histórias dos nossos fãs, amigos e seguidores pelos canais malaparadois.

Receitas e delicias preparadas pelo Chef Celso Rossi.

08

33

Santorini, Grécia! O malaparadois e A Grécia do seu jeito trazem essa deliciosa matéria sobre um dos locais mais visitados no verão europeu.

As mansões dos seus sonhos.

Fãs

Programe-se

10 Lisboa

Gastronomia

Sonho de Consumo

34 Cinema

A capital Lusa merece ser visitada várias vezes.

As novidades do cinema.

28

35

Nós Testamos: Hotel Graspo de UA

Testamos o Hotel Graspo de UA em Veneza. Durante duas noites ficamos hospedados neste hotel que fica próximo a Ponte di Rialto.

30

Lifestyle - Rio de Janeiro

Um pouquinho de como vivem os cariocas.

Daqui pra lá, de lá pra cá

As idas e vindas de nossa equipe, amigos e fãs.

37 Parceiros

Nossos parceiros oferecem o que há de melhor.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Ao Leitor Um pouco sobre a história de Lisboa Lisboa nasceu de um vilarejo localizado a norte do atual castelo de S. Jorge. Através dos romanos (195 a.C.), que ali estavam estabelecidos e, do crescente desenvolvimento sócio econômico, não demorou muito para atribuir a classificação de "cidade" ao lugarejo. Os romanos ainda colaboraram com o desenvolvimento da recém criada cidade construindo monumentos, teatros, termas e estradas. Uma das mais importantes estradas da época era a que levava para Bracara (Braga). Com uma característica própria e natural, os romanos concentravam suas defesas estratégicas, no estuário do Tejo. A crise do séc.III que minava e fragilizava a sociedade romana teve reflexo em toda a Península Ibérica. As sucessivas invasões de novos povos, quer germanos em 500 d.C. (visigodos, suevos), quer árabes em 700 d.C., transformam a fisionomia da população. Devido ao clima de insegurança e de guerra, a cidade adquire uma feição muito peculiar: fortaleza onde se refugiam os habitantes fugidos do avanço dos exércitos cristãos. É uma população de ricos proprietários agrícolas e comerciantes, que se transferem para o interior das muralhas e constroem uma cidade magnífica. No período da Reconquista Cristã , a Lisboa muçulmana é uma cidade cobiçada e várias vezes atacada e ocupada pelos exércitos cristãos (ocupação por Castela em 1000 d.C.). Lisboa era então o mais magnífico centro comercial de toda Europa e de uma grande parte da África com abundâncias de todas as mercadorias: ouro e prata jorravam. E a história antiga da cidade não para por aí, mas vamos deixar para os livros de história. A Lisboa Moderna Depois da 1ª Guerra Mundial, preenchem-se as malhas vazias resultantes dos traçados dos eixos das novas avenidas. A Avenida da Liberdade apresenta-se como eixo primordial da nova cidade. Aparecem então edifícios como o Hotel Palace e o Palácio de Castelo Melhor (Foz). O estilo Arte Nova (tardio) revela-se em obras como o Cinema Tivoli do Arquiteto Raul Lino, o Eden Teatro e o Hotel Vitória do Arquiteto Cassiano Branco. Surgem novos bairros com imóveis ocupados por uma classe média em expansão, logradouros ajardinados etc. A partir da década de 30 começa em Lisboa uma maior intervenção na construção de edifícios novos. É nesta época que a abertura da Alameda Dom Afonso Henriques acontece. Após este período surgem planos de urbanização para a cidade que deveriam envolver um programa de criação de parques e jardins, não só como fundamento de beleza, mas também como reserva de ar puro imprescindível à vida na cidade. São criados novos bairros (Encarnação e Alvalade) antecessores do Olivais e Chelas. É a época dos grandes blocos residenciais, livres e separados por zonas verdes, procurando uma maior exposição solar e melhor arejamento, segundo os modelos já ensaiados em outros países. É também desta época o arranjo ajardinado das praças que resultam da composição urbanística, com o objetivo de criar zonas de lazer e jogos infantis. Mais recentemente aparecem iniciativas municipais de conjunto coabitando com urbanizações privadas localizadas aqui e ali, que preenchem os espaços, "ainda livres", das zonas limítrofes da cidade de Lisboa. Hoje Lisboa preserva sua história mas demonstra que está pronta para os próximos anos. Lisboa mostra o seu lado mais contemporâneo para o mundo, com hotéis maravilhosos e conceituados, lojas e restaurantes que estão em evidência, cultura e lazer. Poucas cidades do mundo têm tanta beleza e personalidade como a capital Lusa... História, cultura e muito entretenimento em uma só cidade. E este cenário tem trilha sonora. O fado, música de timbre melancólico e grande poesia que surgiu no século 19, emana de suas tavernas todas as noites, enquanto o vinho verde é servido de mesa em mesa. A boa culinária, por sua vez, faz parte da vida diária e pode ser saboreada a qualquer hora, seja numa velha padaria, na fábrica de pastéis de Belém ou num luxuoso bistrô. E o apetite por cultura é saciado a cada incursão a museu ou igreja antiga. Por essas e outras razões que me apaixonei por Lisboa. Espero que vocês também se apaixonem. Texto: Edi Marques - Administrador dos Canais malaparadois

04

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Uma parceria que nos acompanha em todas as nossas viagens. Quer viajar com tranquilidade e confiança? Faça sua viagem com a SBHtour. As últimas seis viagens do malaparadois no exterior foram através da SBHtour e sua Diretora Thalita Ribeiro está pronta para atendê-los. Passagens áreas; Passagens de Trem ou Navio; Translados; Locação de veículos; Reservas nos melhores hotéis do mundo; Seguro viagem e, Muito mais! A SBHtour está aguardando vocês! Endereço: Av. Cônsul Antônio Cadar, 126 lj 92 Center São Bento, Belo Horizonte, MG

Thalita Ribeiro - Sbhtour INFORMAÇÕES E RESERVAS: Sbhtour - Thalita Ribeiro - thalitammrp@gmail.com FONES: 55 (31) 3291.4771 ou 55 (31) 9910.5646

SBHtour A agência oficial do malaparadois

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

05


Fãs Ramon Quintanilha Esteve presente na nossa comemoração em Campo Grande, Rio de Janeiro Brasil.

Francisco Goes e Marilia Ghelli Direto de Buzios, Rio de Janeiro - Brasil. Alexandre Martins Trindade, Paraty (RJ) Brasil

Jefferson & Teresa Cristina Folena Os amigos Jeff & Teka estiveram em Puerto Varas no Chile e enviaram várias fotos maravilhosas para o malaparadois.

Marco Antônio Sá Direto do Cristo Redentor no Rio de Janeiro - Brasil Andréa Maia & Cristian Maia Praia do Forte, Cabo Frio (RJ) - Brasil

Quer ver sua foto publicada neste espaço? Basta enviá-la para o e-mail malaparadois@gmail.com, com o texto “Seção Fãs” contando um breve relato do local que teremos satisfação em publicá-la.

06

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Fique Antenado Faltando apenas um mês para Copa do Mundo da Fifa, o Brasil tenta se preparar ao máximo para receber mais de 500 mil visitantes do mundo inteiro. E você já comprou seu ingresso? Você sabe onde ficam os estádios? Quais as cidades sedes? Serão 12 cidades espalhadas pelo «continetal» Brasil. São elas: Belo Horizonte, Minas Gerais Brasília, Distrito Federal Cuiabá, Mato Grosso Curitiba, Paraná Fortaleza, Ceará Manaus, Amazonas Natal, Rio Grande do Norte Porto Alegre, Rio Grande do Sul Recife, Pernambuco Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Salvador, Bahia São Paulo, São Paulo

Mineirão, Belo Horizonte

Mané Garrincha, Brasília

Arena Pantanal, Cuiabá

Arena da Baixada, Curitiba

Estádio Castelão, Fortaleza

Arena Amazônia, Manaus Para adquirir ingressos o torcedor interessado deverá se cadastrar no site oficial da FIFA: http://pt.fifa.com/worldcup/organisation/ticketing/index.html Estádio das Dunas, Natal

Estádio Beira-Rio, Porto Alegre

Arena Pernambuco, Recife

Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro

Arena Fonte Nova, Salvador

Arena de São Paulo, São Paulo

Acesse: www.malaparadois.com

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

07


Programe-se

Santorini, Grécia Textos e Fotos: Amanda Fontenele A Grécia do seu jeito... Santorini, essa ilha cujo o nome é Santa Irene, está situada no sul da Grécia e fica mais ao sul das ilhas Cíclades, grupo de 200 ilhas situadas no sul do mar Egeu. Há milhares de anos Santorini era habitada pela Civilização Cicládica e tinha um formato circular, antes de ser destruída por uma erupção vulcânica, que ocorreu há aproximadamente 3.500 anos, a qual originou a forma atual e a separou das ilhas Thirassia, Nea Kameni e Palea Kameni. Essa erupção provocou o maremoto que destruiu a cidade antiga de Knossos, pertencente a Civilização Minoica de Creta. Consagrado como um dos destinos mais desejados pelos amantes de viagens e da Grécia, Santorini começou a ser explorado de forma turística, há mais de cinco décadas, juntamente com outra ilha famosa: Corfu. Essas foram as duas primeiras ilhas gregas que atraíram visitantes.

Pôr do sol no farol de Akrotíri.

O acesso à ilha pode ocorrer de muitos lugares da Grécia, pois, a mesma, possui vários portos pequenos, sendo local de parada para navios de cruzeiros e pequenas embarcações.

O aeroporto internacional é bem estruturado e realiza muitos voos diários durante o período de alta temporada. Ao desembarcar no aeroporto ou no porto indicamos que você alugue um automóvel ou quadriciclo pois essas são as melhores formas de se deslocar na ilha que, por ser pequena, possibilita que o visitante conheça os principais pontos turísticos, gastando pouco com o combustível e assim, compensando mais do que utilizar outros meios de transporte. Para percorrermos a ilha por no mínimo duas vezes, tivemos um gasto médio de 25 euros com a gasolina, valor

Cratera do vulcão

Pôr do sol em Oía

farol de Akrotíri

Rocha de Skaros

Oía

Oía

irrisório diante de tanta praticidade que tivemos. Mas, caso opte por outras formas de deslocamento, existem ônibus e táxi. As opções de hospedagem são inúmeras.

Praia de Kamari

08

Existem hotéis, pousadas e casas de vila para todos os gostos e bolsos. As acomodações, com vista para a caldeira,

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Ilha Nea Kameni


Programe-se

Santorini, Grécia

situadas em Fira, Oía, Firostefani e próximo a Akrotíri, são as mais desejadas e também as mais caras, posto que, permitem um cenário super romântico e relaxante, principalmente na hora do pôr do sol. Caso esteja procurando um bom lugar para ficar e queira algo mais econômico, existem duas alternativas: hospedar-se em quartos sem ter a vista para a caldeira, nos quais você poderá economizar até 75% do valor de uma hospedagem com vista privilegiada ou escolher outros lugares da ilha. Fira

Catedral de Oía

Uma boa sugestão é a região de Kamari, distante a cerca de 15km de Fira, capital da ilha. Nesse lugar existem alguns bares, restaurantes, lojas turísticas, hotéis e pousadas, com valores acessíveis e vista para a praia, a qual é conhecida pela tonalidade da areia ser escura, quase preta. O que visitar em Santorini:

Imerovigli, próximo à Rocha de Skaros

Fira, capital da ilha, fica no topo de um penhasco, de frente para a caldeira. Nela é ideal fazer uma caminhada pelas ruas estreitas e apreciar as casas brancas, as igrejas com a cobertura azul, nas quais se realizam muitos casamentos chiques. Aqui existem muitas lojas de grifes, produtos turísticos, joalherias, cafés, restaurantes e casas noturnas. Oía, situada no norte da ilha, é o lugar que possibilita a melhor vista da ilha e tem o pôr do sol considerado um dos mais lindos do mundo. Se você quer presenciar o pôr do sol nesse lugar e não está hospedado em um local com vista para a caldeira, deverá se antecipar por no mínimo duas horas, para encontrar um espaço entre a multidão, que fica acampando por algumas horas à espera desse espetáculo da natureza. Aqui você verá uma concentração de pessoas nas varandas das casas, dos hotéis, restaurantes, todas querendo ver o dia terminar na famosa Oía. Mas se você prefere algo mais tranquilo, sugerimos um jantar romântico, em algum desses restaurantes com vista para a caldeira ou passe a hora do pôr do sol em Fira, Firostefani ou no farol de Akrotíri, sudoeste da ilha, cerca de 20km de Fira. Um dos cartões postais de Santorini. Se estiver por mais um dia em Santorini, indicamos o passeio de barco pela cratera do vulcão. Essa será uma ótima oportunidade de ver Santorini do alto das rochas vulcânicas. Então reserve o quanto antes o seu ingresso para o passeio. Conforme o tempo disponível, enquanto espera a hora da excursão, é sugestivo visitar algum museu ou conhecer o Vinsanto, uma tradicional vinícola de Santorini.

Caldeira de Santorini

Chegando a hora do passeio, existem duas alternativas para se deslocar até o porto antigo: usando o teleférico ou descendo montado em um dos burros ou mulas, que são formas tradicionais de transporte para descer os mais de 500 degraus. Ambos lhe permitirão uma vista extraordinária do mar Egeu. Embarcando para conhecer as ilhas próximas à cratera do vulcão, você terá a chance de estar em um vulcão ainda ativo.

A primeira parada que o barco faz é na ilha de Nea Kameni, a qual possui águas mornas, propícias para um banho relaxante. Mas é aconselhável apenas para as pessoas que sabem nadar bastante devido à profundidade. Depois de visitar Nea Kameni, as embarcações seguem para a ilha Palea Kameni. Aqui é possível sentir o cheiro de enxofre, contido nas rochas vulcânicas.

Ammoudi

Com alguns minutos de caminhada e subida, presenciamos uma das mais lindas paisagens do passeio: as casinhas brancas de Santorini, todo o penhasco e alguns navios de cruzeiros para

completar todo o cenário. No verão, é indicado o uso de chapéus ou bonés para proteger-se do sol, pois a temperatura é bastante elevada. Dependendo da excursão escolhida, existem algumas que fazem o percurso até a ilha de Thirassia, incluindo uma parada para o almoço. Outras retornam para Santorini e existem as que permanecem no mar, até o pôr do sol, voltando apenas no final do dia.

Ammoudi

contraste do azul do mar, as casinhas brancas e um pôr do sol indescritível, que proporciona muito romantismo. Esteja em Santorini e sintase um privilegiado por ver tanta beleza. Visite: A Grécia do seu jeito...

Visitar Santorini é ter a oportunidade de conhecer um lugar que existe há milhares de anos, embora a forma inicial tenha sido extremamente modificada. Essa ilha que abrigou uma das primeiras civilizações da humanidade, é dona de uma beleza singular, que encanta a todos, com o

Mar Egeu, com vista para Santorini

Pôr do sol em Oía

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

09


Matéria de Capa

L i s b o a

-

L i s b o a

-

L i s b o a

A capital Lusa merece ser visitada várias vezes Lisboa é muito além dos três mil anos de história. A Lisboa moderna é uma das mais belas, conservadas e procuradas cidades européias.

Falar de Lisboa para mim é um grande prazer. Há tanta coisa para se fazer e ver que é quase impossível ver tudo em uma única viagem. A capital Lusa merece ser visitada várias vezes. Ao enumerar as principais coisas a ser fazer e ver para esta matéria fiquei dias pensando no que escolher. Talvez devesse ter escolhido outra pessoa para fazer e editar esta matéria, pois a paixão influencia e sou apaixonado por Lisboa. Lisboa é muito além dos três mil anos de história. A Lisboa moderna é uma das mais belas, conservadas e procuradas cidades européias. Edi Marques - Administrador dos Canais malaparadois

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Lisboa A capital lusitana encanta e apaixona. Por EDI MARQUES

Cosmopolita, com acessos variados e sendo uma cidade considerada como "hubport", onde chega-se a qualquer capital européia em poucas horas, Lisboa desponta como um dos destinos mais procurados em todo o mundo. No website malaparadois (www.malaparadois.com) temos várias dicas sobre Lisboa, inclusive o que você pode fazer em apenas 4 noites.

para casa. Para quem sai do Rio e São Paulo a TAP tem vôos diários e diretos (http://www.flytap.com/) para Lisboa e Porto. Dica importante: Não leve muita coisa na mala, você precisará de espaço para trazer de tudo! Vestuário, bebidas, souvenirs... É tudo muito acessível.

Ao chegar em Lisboa, a primeira coisa que surpreende é o Aeroporto! Portela é lindo, moderno e dinâmico. Viajar para Portugal, além de ser maravilhoso, você só precisa ter um passaporte válido e um pouco de euros.

Se estiver em dúvida da localidade por onde se hospedar, recomendo ficar no Rossio, lugar fantástico e no Centro de Lisboa, de onde você pode ir a qualquer lugar do País através de transporte público, além de ficar no meio dos acontecimentos da capital portuguesa.

O nosso país-irmão é muito bonito, charmoso e moderno. Moderno sim, mas sem deixar os encantos do passado. Aqui nesta matéria tentamos descrever um pouco do que se tem para conhecer nessa terra maravilhosa que encanta e que vai fazer você se apaixonar e não querer voltar Rossio, Lisboa

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

11


Lisboa

CLÁSSICOS DE LISBOA L i s t a m o s alguns clássicos de Lisboa. Uma pequena degustação do que vem pela frente com essa matéria.

1 - Castelo de São Jorge É o ponto mais alto da cidade. Ir à Lisboa e não visitar o castelo é imperdoável! Mas é um bom motivo para voltar. Lá de cima você verá porque essa cidade tem uma forte ligação com o rio Tejo. Neste mesmo ponto, o visitante ainda terá o bairro do Alfama para desvendar.

2 - Fado Patrimônio cultural da humanidade (UNESCO), o Fado é um dos cartões postais de Portugal e de Lisboa. Goste ou não do estilo, um belo jantar à luz de velas ouvindo o Fado é magnífico e romântico. Ouve-se Fado por toda parte em Lisboa? Não. Mas quem tiver o privilégio de passar pelas ruas do Alfama, Madragoa ou da Mouraria poderá aproveitar verdadeiros Fadistas (Fado Vadio) cantarolando o estilo totalmente de graça. Cuca Roseta Fadista

Amália Rodrigues A Rainha do Fado

3 - Terreiro do Paço Conhecida também como Praça do Comércio, é a maior praça de Lisboa e uma das mais belas que já pude ver. Recomendo um passeio pela praça e algumas horas no entardecer para ver o pôr do sol às margens do Tejo. É inexplicável o entardecer no Tejo! Tem que ver com os próprios olhos. Com acesso na praça, o visitante ainda pode desfrutar de um belo passeio de barco no Tejo.

4 - Elevador Santa Justa Localizado na Baixa, é impossível passar por ele e não percebê-lo. A vista que se tem lá de cima é invejável. Localizado na parte antiga da cidade, com mais de cem anos de existência, foi desenhado por um discípulo de Gustave Eiffel, Ponsard.

12

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Lisboa 5 - Elétricos Andar de Bonde. Os eléctricos (bonde como são chamados por lá - vejam nossa matéria no website do malaparadois), são o principal meio de transporte do dia-a-dia lisboeta, mas é uma das atrações turisticas de Lisboa, além de ser a melhor maneira de andar pelos bairros. O mais emblemático é o Eléctrico 28 e também mais famoso (Atravessa Lisboa dos Prazeres até a Graça). 6 - Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém Em um único dia (ou parte dele) o visitante pode conhecer os dois marcos da arquitetura lisboeta. Patrimônios Mundiais, são duas jóias do estilo gótico manuelino. Toda história dos dois monumentos podem ser encontradas facilmente na internet, mas vale ressaltar que o mosteiro é sepulcro de famosos, tais como Vasco da Gama, D. Manuel I, Luís de Camões, Fernando Pessoa e muitos outros. A Torre está localizada na margem direita do Tejo, na Freguesia de Santa Maria de Belém. Teve sua construção iniciada em 1514 e sua conclusão em 1520. Composta por cinco andares a cima do Baluarte, a Torre encanta pela arquitetura manuelina medieval, tornando o passeio imperdível. 7 - O Famosos Pastel de Belém

8 - Oceanário de Lisboa Localizado no Parque das Nações, área atualmente nobre (nem sempre foi assim) em Lisboa, tem uma localização privilegiada à margem do Tejo. É um dos maiores da Europa, com centenas de espécies de animais e flora marinha de todos os continentes e oceanos.

Com uma receita secreta milenar, é único e, como na região de Champagne na França, somente lá Belém pode-se saborear o verdadeiro. A maioria dos lisboetas degustam todos os dias os seus pastéis com uma deliciosa "bica".

9 - Bairro Alto

10 - Compras

Muito movimentado e animado, é imprescindível para quem gosta de sair à noite e se divertir muito.

Em Lisboa tudo é barato! Esta afirmação sem nenhuma dúvida é verdadeira. Passear pelo Chiado e fazer compras, além de divertido e elegante, é barato. A Rua Augusta é um shopping à céu aberto. Tem lojas, restaurantes e cafés maravilhosos. No final da Augusta... O Arco Triunfal, que ao ser ultrapassado chega-se ao Terreiro do Paço.

Bares e restaurantes oferecem uma boa variedade de refeições, petiscos e bebidas. 11 - Estação Oriente ou Gare do Oriente É a estação ferroviária mais moderna de Lisboa. Mas o que tem de especial em uma estação de trem? Resposta simples: Sua arquitetura projetada por Calatrava. Facilmente acessada após a visita ao Oceanário, Parque das Nações ou Shopping Vasco da Gama (um dos maiores da cidade).

Pode-se, durante o entardecer, apreciar o crepúsculo dos miradouros de Santa Catarina e de São Pedro de Alcântara.

12 - As Docas de Lisboa Antes, reduto não aconselhável para qualquer visitante, hoje é uma das atrações de Lisboa. Localizada em Alcântara, as Docas é uma excelente opção para os amantes da vida noturna. Atualmente é um dos principais centros visitados por turistas e lisboetas que procuram boates e casas noturnas. Espalhadas pelas antigas fabricas das Docas que ainda conservam o conjunto arquitetônico do século 17, as casas noturnas localizadas nesta região ficam sempre cheias.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

13


O que visitar em Lisboa

Baixa Lisboeta A Baixa Pombalina, como é também chamada, por ter sido edificada por ordem do Marquês de Pombal, na sequência do terremoto de 1755, cobrindo uma área de cerca de 23,5 hectares. Compreende o Terreiro do Paço, junto ao rio Tejo, o Rossio e a Praça da Figueira, o Cais do Sodré, o Chiado, o Carmo, a Sé e a colina do Castelo de São Jorge. Praça do Comércio A Praça do Comércio, mais conhecida como Terreiro do Paço, esta localizada à margem do Rio Tejo e durante mais de dois séculos neste local havia um palácio real. Em 1511 o Rei Dom Manuel II mudou-se para o Castelo de São Jorge. No terremoto de 1755 mais de 70000 volumes da biblioteca que ali existia foram destruídos. A reconstrução da praça foi um elemento chave do projeto de recuperação do Marquês de Pombal. Hoje em dia à sua volta existem edifícios do governo assim como o famoso Café o Martinho da Arcada, um dos mais antigos de Lisboa e um dos favoritos de Fernando Pessoa. O ferry que atravessa o Tejo para o Barreiro parte do terminal na parte mais ao sul da praça. A estátua do Rei Dom José foi erigida em 1775 por Machado de Castro, o maior escultor português do século XVIII. Ao norte da praça há um enorme Arco do Triunfo que abre para a Rua Augusta na Baixa Lisboeta.

14

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


O que visitar em Lisboa

Elevador da Glória Elevador da Glória é um "eléctrico" do tipo teleférico que o transportará pela encosta íngreme entre a Praça dos Restauradores e o vizinho Bairro Alto. Este elevador é essencial para transportar os moradores locais nas suas investidas à Baixa para compras, mas também é uma grande atração turística. Em 1914 o elevador era movido a vapor e hoje é a eletricidade que faz o serviço. No topo da colina o turista poderá visitar a Casa Do Vinho do Porto que oferece sessões de provas de alguns dos melhores vinhos do Porto do país num cenário bastante apropriado. Muito perto dali, poderá ver a maravilhosa vista do Miradouro de São Pedro de Alcântara. Elevador de Santa Justa Uma atração muito procurada em Lisboa é o Elevador do Carmo ou Elevador de Santa Justa que é um elevador clássico com armação em aço que sobe 30 metros desde o nível da Rua do Ouro até ao Largo do Carmo, cujo acesso se faz por um passadiço. A estrutura, que lembra vagamente o estilo da Torre Eiffel, foi desenhada por Raoul Mesnier de Ponsard, um engenheiro português de ascendência francesa.

Quando foi construída, a torre do elevador foi considerada uma maravilha da engenharia e é hoje um Monumento Nacional. Felizmente o elevador não ficou danificado no incêndio do Chiado em 1998. Rua de Santa Justa. Aberto diariamente das 8h às 21h no Inverno e até as 23h no Verão.

A estrutura cinzenta metálica foi inaugurada em 1902 e, como a maioria dos elevadores daquela altura, era inicialmente movido a vapor, mas foi convertido a eletricidade em 1907. As cabines com interiores em madeira têm capacidade para 29 pessoas de cada vez.No topo há um café com música ao vivo para os turistas. A estrutura neo-gótica muda de padrão em cada piso. Chega-se ao seu piso superior por uma escada metálica, que embora seja vertiginosa, compensa pois a vista é fantástica do Castelo de São Jorge, Praça do Rossio, Baixa e estuário do Tejo.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

15


O que visitar em Lisboa

Restauradores

Palácio Foz

Praça dos Restauradores Esta enorme praça no centro da cidade, entre a Avenida da Liberdade e a Praça do Rossio, contém um obelisco construído para comemorar a libertação do país em 1640 depois de 60 anos de domínio espanhol. Todo seu contorno é detalhado em pedras portuguesas (lembra Copacabana). No lado oeste da praça poderá encontrar o recentemente restaurado Palácio Foz do século XVIII, que é também o posto central de informação turística e no lado leste no antigo Cinema Condes dos anos cinqüenta, o Hard Rock Café, que atrai centenas de turistas com saudades de casa. Também poderá reparar no fabuloso edifício art deco conhecido como o Cinema Eden desenhado pelo arquiteto Cassiano Branco. Há uma grande variedade de cafés à volta da praça e se for em direção à Praça do Rossio irá passar pela lindíssima Estação do Rossio no estilo neo-manuelino. Estação do Rossio Praça do Rossio

Praça da Figueira Ponto de encontro de lisboetas e gente do mundo todo, com todas as crenças e raças que convivendo pacificamente nesta praça. Muito freqüentada por Mochileiros, a praça atrai os serviços informais de Lisboa (engraxates, vendedores ambulantes etc.). Esta praça faz parte da Baixa Pombalina, famosa por suas esplanadas. A maioria dos edifícios que rodeiam a praça são hotéis azulejados, lojas e Cafés, inclusive a Confeitaria Nacional, uma das mais elegantes pastelarias da Europa que data de 1829. Particularmente não me senti confortável lá durante à noite, mas acho que foi só uma má impressão. Praça e Estação do Rossio É sem soma de dúvida a mais emblemática praça de Lisboa. A Praça do Rossio é onde a maioria dos visitantes se dirigem quando chegam à cidade. Se perdeu em Lisboa? Procure pela Praça do Rossio. Como ela está localizada em uma zona central, serve de orientação para os mais desatentos. Na Praça, o Café Nicola sobressai dentre os vários existentes no local. O Teatro Nacional D. Maria II exibe peças todos os dias. Ao longo do teatro há um Café com aquecedores (para o inverno) e que possibilita uma vista fantástica da praça e seus freqüentadores.

Praça do Rossio

A estátua de Dom Pedro IV (Dom Pedro I como primeiro imperador do Brasil) ergue-se no topo do seu pedestal. Muitos dizem que a estátua é na realidade do Imperador Maximiano do México que foi assassinado antes de a estátua ser entregue e, por isso, foi vendida por um valor muito baixo e exposta como sendo a estátua de Pedro IV.

Praça da Figueira

Mas isso é uma outra discussão que faz parte do folclore local. A Estação outrora a mais importante de Lisboa, conserva todo esplendor daquela época. Atualmente na estação circulam trens (comboios) para Sintra e o serviço suburbano. Praça do Rossio

16

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


O que visitar em Lisboa Rua Augusta Esta rua grandiosa do século XVIII que começa no magnífico arco triunfal do Terreiro do Paço e vai até o Rossio, foi criada como a principal rua pedestre de compras de Lisboa. É uma rua com um belíssimo trabalho de calçada portuguesa e atrai numerosos vendedores ambulantes de flores e de castanhas e artistas de rua, tornando-a numa das mais coloridas partes da cidade. Junto à Rua Augusta você encontrará muitas sapatarias e joalherias em ruas com o nome sujestivo: Rua dos Sapateiros, Rua da Prata e Rua do Ouro. A arquitetura Pombalina após o terremoto de 1755 permaneceu intacta. As ruas que cruzam com a Rua Augusta estão cheias de lojas interessantes e esplanadas de cafés e restaurantes que servem os muitos turistas que despontam há cada metro. Experimente o marisco fresco e o bacalhau no Concha d'Ouro no número 238 ou tente virar na Rua da Conceição e depois continuar até o Largo da Madalena e visite a Sé Catedral românica e o Miradouro de Santa Luzia com o seu jardim de buganvílias e um das vistas mais deslumbrantes do Tejo. Sé Catedral A única catedral de Lisboa e a igreja mais antiga da cidade, construída no século XII, nos alicerces de uma mesquita, e foi originalmente desenhada seguindo uma arquitetura românica e terminada como uma capela gótica. Apesar da igreja principal ter sobrevivido ao terremoto de 1755, a capela-mor gótica e o panteão real foram destruídos. Praça Marquês de Pombal Ao fundo do Parque Eduardo VII esta localizada a Praça Marquês de Pombal ou Rotunda (como os lisboetas a chamam). É o principal cruzamento do sistema de metrô de Lisboa e um dos pontos mais agitados em termos de trânsito e de pedestres. Ao centro tem uma estátua de nove metros do Marquês de Pombal segurando-se num leão em cima de um pedestal de 34 metros comemorando a reconstrução de Lisboa após o terremoto de 1755. O pedestal tem representado cenas da reconstrução e até do próprio terremoto e do tsunami que o seguiu. Após o desastre, o Marquês respondeu a perguntas sobre o que é que iria ser feito com a famosa frase: ”Enterramos os mortos e alimentamos os vivos”. Vale a visita.

Recentemente foram feitas escavações no pátio central da Sé e foram encontrados vestígios romanos, árabes e medievais. Todos os anos em Junho a Sé torna-se o centro das atenções durante a Festa de Santo Antônio, quando são consumidas milhões de sardinhas.

Avenida da Liberdade Se sua viagem é para comprar grifes famosas, este é o lugar em Lisboa! Aqui nomes como Ermenegildo Zegna, Escada, Louis Vuitton, Emporio Armani, Trussardi, Burberry e Longchamp, estão por toda sua extensão. A construção da avenida terminou em 1882 e utilizou os Champs Elysées em Paris como modelo. Alguns dos edifícios originais foram substituídos por modernos escritórios e hotéis de vidro e aço, mas algumas das jóias arquitetônicas originais ainda permanecem, incluindo alguns quiosques art deco que servem de restaurante na parte central da avenida. Os seus passeios e rotundas estão decorados com muitas estátuas e monumentos. Originalmente o estrada de carruagens era rodeada por largos passeios de mosaico azul, palmeiras, fontes e lagos ornamentais com peixes dourados e cisnes. A avenida é arborizada com vários jardins floridos.

Parque Eduardo VII Localizado no extremo da Avenida da Liberdade, atrás da Praça Marquês de Pombal é o maior espaço verde da cidade de Lisboa. É um parque Anglo Português construído em homenagem ao Rei Edward VII. A vista maravilhosa da cidade faz com que este parque seja freqüentado por lisboetas e turistas, possuindo ainda um pavilhão esportivo.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

17


O que visitar em Lisboa Bairro Alto

bem-vindos.

É um bairro residencial, de compras e entretenimento para os mais moderninhos de Lisboa e nele estão alguns dos restaurantes e bares mais animados da cidade.

Além das musicas da atualidade mundial, o Fado também tem seu espaço.

O bairro é conhecido pela diversidade e todos são

Miradouro de São Pedro de Alcântara O visitante terá a fantástica vista do Castelo de São Jorge, da Graça e da Igreja de São Vicente de Fora, um dos vários pontos altos da cidade construídos especificamente para que as pessoas pudessem beneficiar-se da sua vista panorâmica.

O problema dos bares e restaurantes que tocam Fado neste bairro é porque são destinados à turistas e costumam ser muito caros.

No jardim superior podemos ver um painel em azulejo que mapeia os locais e monumentos de interesse visíveis do miradouro, além de ser uma grande ajuda para nos orientarmos. Do outro lado da rua poderá experimentar mais de 400 tipos de vinhos do Porto incluindo alguns vinhos

Quer ouvir um bom Fado? Vá para a Baixa. Ainda no Bairro Alto, aproveite o ambiente da Praça Luís de Camões, um largo na parte de baixo do antigo bairro que faz fronteira com o mais chique, Chiado. Depois suba as vielas do Bairro repletas de bares e diminutas lojas de roupa

alternativa. Entre os bares da moda existem muitas tascas tradicionais, como a Adega do Ribatejo.

raros reserva que datam até de 1837. A zona vizinha no topo do Bairro Alto tem também maravilhosos cafés, restaurantes e diversão com muita gente caminhando. É um dos melhores pontos de Lisboa para um bate papo descontraído.

Convento do Carmo O convento do Carmo e a sua igreja de Nossa Senhora do Monte do Carmo do Rio de Janeiro foram fundados em 1389. Pertencente a ordem das Carmelitas, o convento e sua igreja teve grande parte destruídos no terremoto do ano de 1755 e mais de 5000 livros foram queimados em incêndios. O convento foi reconstruído várias vezes, por causa do terremoto, mas a igreja não.

18

O que resta da igreja é visível da Praça do Rossio e tem uma distinta rosácea. Vale a pena visitar o pequeno museu dentro da antiga igreja que tem objetos préhistóricos assim como o túmulo decorado do Rei Dom Fernando I e até um

Zona do Castelo Símbolo da História de Lisboa, o Castelo de São Jorge oferece ao mesmo tempo espetacular vista panorâmica sobre a cidade e o rio Tejo. Fontes indicam que a primeira fortificação nesta colina remonta aproximadamente ao ano de 48 a.C., tendo sido ampliada e reforçada pelos sucessivos povos que a habitaram, nomeadamente os Mouros por volta do século X. Após a Conquista Cristã em 1147, o castelo assumiu o estatuto de residência oficial da família real, mas o terremoto de 1755 danificou em grande parte a sua estrutura. Nos séculos seguintes, o castelo foi restaurado e declarado Monumento Nacional de Portugal em 1910.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


O que visitar em Lisboa No Castelo de São Jorge você poderá ver a exposição multimídia sobre a história de Lisboa. Um periscópio oferece vistas únicas sobre a capital a partir da Torre de Ulisses – uma das 11 torres ainda de pé. Outros destaques são a magnífica Sala Ogival, ruínas arqueológicas que remontam ao século VII e um museu instalado no antigo Paço Real da Alcáçova. Caso não seja de interesse a visita completa, o visitante poderá desfrutar apenas de um passeio pelos jardins e muralhas, apreciando as esplêndidas vistas sobre o centro histórico. Quando estivemos em Lisboa o castelo estava fechado para visitação devido a uma reforma, mas hoje já está funcionando normalmente. O Castelo de São Jorge localiza-se no Bairro do Alfama e está aberto diariamente das 9h às 18h (de Novembro a Fevereiro) e das 9h às 21h (de Março a Outubro). Alfama A história de Lisboa pode ser contada nos becos, vielas e miradouros do Alfama. Derivado do árabe Al-Hama que significa fonte ou nascente, este bairro contém uma grande influência árabe, em contraste com as disposições dos prédios do Chiado e da Baixa (padrão europeu). Construído sobre uma colina de pedra maciça, este bairro medieval é um dos que menos sofreu com o terremoto de 1755 e parece mesmo que o tempo voltou atrás. Passear pelas ruas do bairro é estar presente em séculos passados. Cheias de modestas mercearias e minúsculos restaurantes escondidos o bairro do Alfama é um charme! Os eléctricos 12 ou 28 levam você direto para lá. A pé pela Rua Madalena e Santo Antônio da Sé é possível caminhar lentamente e admirar a Sé Catedral, o Museu do Teatro Romano, Museu das Artes Decorativas, Museu Nacional do Azulejo e o Convento da Madre de Deus. Outro lugar fantástico para visitar no Alfama é a Feira da Ladra, às terças e sábados, há apenas 5 minutos a pé da Estação de Santa Apolónia, entre a Igreja de São Vicente de Fora e o Panteão Nacional. Uma tradição popular é que o nome da feira vem do feminino de ladrão mas é contestado pelos lisboetas mais estudiosos.

Graça

Ponte 25 de Abril

É o ponto de parada mais clássico do Eléctrico 28.

A Ponte Abril é a 17ª maior ponte suspensa do mundo e liga Lisboa ao sul do Rio Tejo.

O Largo da Graça e o Miradouro de Santa Graça com uma exuberante esplanada cheia de quioques e uma visão de deixar o visitante de boca aberta torna a visita uma obrigação.

Quando foi construída em 1966 a ponte era a 3ª maior de seu modelo com 2,277 metros e seis faixas de rodagem na plataforma superior e tendo hoje na plataforma inferior duas linhas ferroviárias em dois sentidos.

A poucos metros de distância fica o Miradouro da Senhora do Monte, um dos melhores locais para casais românticos verem o por do sol.

Construída pela American Bridge Company e 11 companhias locais, o aço foi importado dos EUA e o projeto envolveu cerca de 3000 operários, foi concluído em menos de 4 anos. A Ponte chamava-se originalmente Ponte Salazar como o ditador António de Oliveira Salazar, mas foi renomeada 25 de Abril no dia seguinte a revolução de 1974. Hoje a ponte é gerida por uma concessão privada que cobra pedágio somente para quem entra em Lisboa, mas é grátis durante o mês de Agosto.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

19


O que visitar em Lisboa Belém e Mosteiro dos Jerónimos O Bairro de Belém dispensa apresentações graça a sua figura mais famosa: A Torre de Belém Sem nenhuma dúvida, a Torre é um dos símbolos mais conhecidos de Portugal e disputa com o Castelo de São Jorge, Terreiro do Paço, Jerónimos e Descobridores o título de monumento mais famoso e visitado de Lisboa. Datada do século XVI, foi construída para marcar a expedição de Vasco da Gama às Índias. Também era utilizada para a defesa de Lisboa na época dos descobrimentos.

20

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Este forte do século XVI, na margem do Tejo, defendeu a capital e abrigou presos políticos; hoje é um dos marcos mais fotografados de Lisboa. Do lado de dentro, há um museu de armas e armaduras, e você pode escalar até o topo da torre para avistar o Estuário do Tejo.

Avenida de Brasília - Fone 213 620 034 Visitação: Maio-Setembro, de Terça a Domingo, das 10h às 18h:30. Outubro-Abril, de Terça a Domingo, das 10h às 17h. Electrico 15 da Baixa, ônibus 29 e 43 de Belém.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

21


O que visitar em Lisboa Mosteiro dos Jerónimos O mosteiro, classificado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, foi local da assinatura em 2007 do Tratado de Lisboa pelos chefes de estado da União Europeia, estabelecendo as bases para uma constituição européia e para grandes reformas na União Européia. Como já dito nos Clássicos de Lisboa, em um único dia (ou parte dele) o visitante pode conhecer os dois marcos da arquitetura lisboeta (Torre e Mosteiro). Patrimônios Mundiais, são duas jóias do estilo gótico manuelino. É preciso um pouco de paciência para entrar no mosteiro pois a fila é grande, mas costuma andar rápido. A arquitetura surpreende pelo seu interior cavernoso, sustentado em grandes colunas decoradas com palmeiras colossais onde o nível de detalhe é tão impressionante que é possível ver as nervuras das folhagens. À frente do mosteiro, o Jardim da Praça do Império é um bom local para lazer e apreciação desta belíssima obra de arte.

Exemplo clássico da arquitetura manuelina, o mosteiro foi construído no local do Erimitério de Santa Maria e fundado pelo príncipe Henrique, o Navegador, em 1460. O mosteiro foi totalmente ornamentado por Dom Manuel no século seguinte para comemorar a descoberta da rota marítima para as Índias por Vasco da Gama, em 1498. A fachada sul, observada do Estuário do Tejo, é sensacionalmente imponente. Metrô: Estação Belém Linha Cascais Eléctrico: 15 da Baixa Balsa: Trafaria

22

Fábrica de Pastéis de Belém Os pastéis de nata são conhecidos em todos os cantos de Portugal e no mundo, mas Pastéis de Belém só em Belém! Com uma receita secreta, o pastel de nata é saboroso. Estes deliciosos pastéis podem ser encontrados por todo o país em pastelarias e cafés, mas a receita original permanece em segredo ferozmente guardado por três pessoas. Originalmente foi criada antes do século XVIII por freiras católicas numa padaria da ordem de

clausura no Mosteiro dos Jerónimos. Hoje, a Fábrica de Pastéis de Belém é o único local no mundo onde pode comprar o verdadeiro pastel de Belém, que tem um sabor único e delicioso. Desde 1837, locais e visitantes curiosos são atraídos até esta fábrica em constante desenvolvimento para provar os pastéis acabados de sair do forno e depois polvilhados com açúcar e canela a gosto. A Fábrica contém um labirinto de salas forradas de antigos azulejos onde poderá visitar juntamente com uma multidão que

come os pastéis no café ou pode comprar uma caixa de pastéis para levar (depois de alguns minutos ele esfria e não é mais tão diferenciado dos demais pastéis de natas). De acordo com o gerente da fábrica, são fabricados diariamente cerca de 20.000 pastéis.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


O que visitar em Lisboa Monumento aos Descobrimentos (Descobridores) O nome oficial é Padrão dos Descobrimentos. Este colossal monumento dos anos sessenta na margem do Rio Tejo celebra os heróis do período dourado das descobertas do século XV e XVI. O Edifício pode ser visitado facilmente com uma bela caminhada após as visitas a Torre de Belém e ao Mosteiro dos Jerónimos. Possui um elevador para subir ao topo ou, se preferir, poderá subir de escada. O gigantesco friso mostra o Infante Dom Henrique olhando por cima da proa para o rio, seguido em ambos os lados por famosos descobridores como Vasco da Gama, Pedro Álvares Cabral e Fernão de Magalhães. A paisagem vista do topo do monumento, como o rio Tejo, a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos, é espetacular. Estando no topo, avista-se o mapa-mundo em mosaico de pedra e uma rosa dos ventos que foi oferecida pela África do Sul localizada no largo à frente do monumento. O monumento está localizado na Avenida Brasil e aberto diariamente das 10h às 19h entre Maio e Setembro e das 10h às 18h entre Outubro e Abril. As segunda-feira não abre para visitação. Outras atrações de Lisboa

Oceanário

Lisboa ainda reserva muito mais! Oceanário de Lisboa – Localizado no Parque das Nações, este oceanário espetacular é o maior da Europa. www.oceanario.pt Shoppings – Lisboa possui diversos shoppings. Escolha o seu e boas compras. Museu da Marinha – Conta história de Portugal nos séculos XV e VXI www.museu.marinha.pt Palácio da Pena

Museu Nacional dos Coches – Próximo ao Palácio Presidencial de Belém, exibe diversas obras, dentre elas a maravilhosa coleção de charretes. www.museudoscoches-ipmuseus.pt Cascais – Maravilho resort e cidade residência de lisboetas. www.cm-cascais.pt Estoril – Resort mais popular e de alto padrão de Portugal localizado ao norte do Algarve. www.estorilcoast-tourism.com Sintra – Maravilhosa, bela, fantástica! No alto de uma colina e rodeada por florestas Sintra é pura inspiração. Camões se inspirava lá. Do alto de sua colina, surge um castelo fenomenal. O Palácio Nacional, ou simplesmente Palácio da Pena é inexplicavelmente lindo! www.cm-sintra.pt

Mafra

Óbidos

Óbidos – A cidade amuralhada de Óbidos deve ser apreciada com muita tranquilidade. Entre seus encantos, passei pelo topo da muralha e veja a deslumbrante vista que ela reserva. De carro leva-se aproximadamente duas horas de Lisboa. E ainda tem muito mais: Mafra, Lousa, Cabo da Roca... Portugal é lindo. Lisboa é maravilhosa. Vá e curta Lisboa sem moderação.

Cabo da Roca

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Cabo da Roca

23


Um pedaço do paraíso

Arraial do Cabo é uma cidade brasileira do estado do Rio de Janeiro, na Região dos Lagos.

Arraial do Cabo Arraial do Cabo Arraial do Cabo

A cidade é costeira, e tem uma altitude média de apenas oito metros. Fundada em 1985, após a emancipação de Cabo Frio, o município possui cerca de 28000 habitantes. A Cidade de Arraial do Cabo, como o nome indica é realmente um cabo, um pedaço de terra adentrando ao mar que possui grande diversidade de praias, entre estas pode se considerar que estão algumas das praias mais belas do mundo. Localizada a aproximadamente 140 km do Rio de Janeiro e com acesso pela Rodovia BR 101 Norte, RJ 124, RJ 106, RJ 128 e RJ 140, é muito fácil de se chegar. A maior dificuldade de acesso é no verão e no período de feriados, como exemplo no carnaval. A cidade fica cheia demais e as rodovias intransitáveis! Em média se leva da capital do Estado cerca de 2:00 para se chegar, mas durante o verão e feriados pode-se chegar ao absurdo de enfrentar engarrafamentos de 6 horas! Com clima quente e úmido as temperaturas são em médias de 20 a 25 graus, e quem agradece são os mergulhadores, que encontram os melhores pontos do país para praticar o esporte. Além das águas transparentes, Arraial do Cabo abriga uma diversificada vida marinha - são tartarugas, meros, lulas, lagostas, arraias e até golfinhos que vivem em harmonia nas ilhas do Farol e dos Porcos, nos sacos do Cherne e do Cordeiro, na praia do Forno, na Ponta d'Água e na Gruta Azul. Além das belezas naturais, a cidade é atraente também quando o assunto é preço - dos restaurantes às pousadas, as tarifas são bem mais em conta que as praticadas nos arredores.Em Arraial do Cabo não há estabelecimentos luxuosos, mas encontra-se muito conforto e os pratos de frutos do mar mais frescos da região. Os passeios de barco, imperdíveis e que apresentam paisagens encantadoras e com direito a parada na praia do Farol, uma das mais bonitas do Brasil, também têm valor acessível. Sem contar que assistir ao pôr-do-sol no Pontal do Atalaia, um dos programas obrigatório e é de graça!

As Praias Pontal do Atalaia Belíssima vista em qualquer hora do dia, especialmente no pôr do Sol, e como local de observação de estrelas a noite. É um dos em um dos pontos turísticos mais altos da região da Costa do Sol. Acesso de paralelepípedo com descidas e subidas íngremes. Praia Grande É um dos cartões postais

de Arraial do Cabo. É uma linda praia com extensa faixa de areia, onde a natureza foi mais que generosa. Prainha Muito movimentada e com mesas e cadeiras espalhadas pela areia. Graçainha A trilha começa no canto direito da Prainha, de onde se pode observar uma linda vista após 20 minutos de caminhada, tem pouco grau dificuldade, mas devese ir sempre acompanhado, munido de água, celular e protetor solar. Figueira Completamente deserta! Esta praia quase "virgem" é na minha opinião a mais

24

linda de Arraial. Com uma imensidão de areia e dunas brancas, Figueira é fantástica para curtir sem o agito das praias mais badaladas. A praia de Figueira ainda se divide em Praia Grande Figueira, Praia da Massambaba (fantástica) e Praia do Centro. Por Arraial do Cabo ainda tem-se acesso a Lagoa de Araruama, Lagoa de Saquarema (point do surf na década de 1980), Praia Seca dentre outras.

Comprar passagem aérea barata em Promoção, Hotéis e Pacotes de viagem com melhor preço garantido – Encontre sua Viagem e os melhores destinos. e-mail cuiaba@encontresuaviagem.com.br ou através do site: www.encontresuaviagem.com.br/11336

Permanente) que protege e é fiscalizada diariamente em função de seus manguezais, praias e salinas. A cidade também é rica em Sal, isso mesmo! Sal. Com muitas salinas, grande parte do sal consumido no Estado do Rio de Janeiro tem origem lá.

Arraial ainda conta com uma APA (Área de Proteção Ambiental

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Arraial do Cabo Arraial do Cabo Arraial do Cabo

Pontal do Atalaia Um dos mais belos pôr do sol do mundo!

«A vista do Pontal do Atalaia é deslumbrante» (Edi Marques). O acesso ao Pontal do Atalaia não é um dos mais simples. À pé é uma subida de 30 minutos, bem cansativa, mas o visual compensa. De carro o melhor acesso é pelo centro da cidade, Avenida Getúlio Vargas, Rua Quintas Borba, Rua José Francisco e Rua José de Castro Neto. Informações: www.arraialdocabo-rj.com.br Quer saber mais? Acesse: www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

25


Informativos Como escolher seu hotel, pousada ou albergue. Já decidiu a sua viagem, agora tem que escolher o hotel! Fechar por conta própria ou procurar ajuda profissional? Essa deve ser a primeira pergunta a se fazer. Se a escolha for por conta própria, com certeza você irá gastar menos, mas pode ter sérios problemas se não escolher direito seu hotel, pousada, albergue etc.

as funcionalidades e serviços especiais. Além disso, normalmente não oferecem banheiro privativos. Veja algumas dicas para fazer uma reserva segura: 1. Não confie nas fotografias disponíveis nos sites relacionados. Os quartos podem parecer maiores e melhores do que realmente são. Para fugir de armadilhas, busque por comentários e tenha muita calma e paciência. 2. Olhe a localização do hotel, os pontos turísticos e os pontos de transportes públicos que estão por perto do hotel. Se o local do hotel for longe do que interessa para você, saiba que terá que gastar um pouco mais com transporte durante a viagem e perder mais

E se a hospedagem for em outro País? A primeira coisa a fazer se a hospedagem for em outro país é diferenciar hotel de hostel. Hotel: Os quartos são individuais. Os hóspedes têm o café da manhã, que é obrigatório, e outras refeições que podem ser cobradas à parte, além das funcionalidades e serviços que podem ou não serem pagos. Albergue ou hostel: Os quartos são compartilhados com outros hóspedes que você pode ou não conhecer. É uma opção mais simples, e também mais barata, mas esqueça tempo. 3. Antes de fechar a reserva online, veja se o site é seguro para compras ou se utiliza o meio de pagamento tais como PayPal ou PagSeguro. Após fechar a reserva, guarde uma cópia do comprovante e leve com você na viagem. Para maior garantia, envie e-mail diretamente para o hotel apenas para confirmação, caso a reserva seja efetuada através de sites como booking.com. 4. Confirme a reserva por e-mail, para não ter imprevistos quando chegar no local.

Então, como escolher um profissional do mercado? A escolha do profissional do mercado, que podem ser freelancers, agências, companhias aéreas etc, deve ser feito com cautela e paciência. Dicas que podem ser úteis: 1. Procure o máximo de informação sobre o profissional ou estabelecimento, pesquise, pesquise e pesquise. Leia os comentários e veja indicações de sites relacionados.

utiliza o serviço. Muitos sites/blogs de viagens são pagos para promover a agência, freelancer ou estabelecimento de turismo, portanto, a opinião deles está comprometida.

2. Verifique no Procon, Serasa etc, informações sobre o estabelecimento. Não acredite em apenas um belo site! 3. Antes de fechar a reserva, se puder visite o estabelecimento comercial do profissional. Veja se o estabelecimento é seguro e estruturado. 4. Opte por indicações de amigos, parentes, colegas de trabalho, sites/blogs de viagens confiáveis. Geralmente essas são as fontes mais seguras para você. 5. Em sites/blogs de viagens vejam se as indicações são meras informações ou se a dica é de quem realmente

26

Quer postar seus informativos aqui? Envie um email para nós: malaparadois@gmail.com

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Por que ir? Penedo (RJ) Porque Penedo é linda, tem restaurantes maravilhosos e passar pelo menos um dia e uma noite na cidade com suas cachoeiras, clima ameno e sua colônia finlandesa é sinônimo de boa diversão e compras de vestuário de couro e bebidas tipicamente brasileiras.

Recife (PE) A capital de Pernambuco é uma boa pedida para o verão. A praia de Boa Viagem é uma delicia, mas atenção para não passar dos arrecifes pois há perigo de tubarões.

Pisa Você deve ir a Pisa por alguns motivos: 1º - A bela e imponente Torre. 2º - A cidade tem uma história fantástica. 3º - Você pode visitar Pisa em um dia estando hospedado em outra cidade italiana. 4º - A gastronomia é excelente! De Florença para Pisa por trem leva-se em torno de 2 horas confortavelmente.

Paris

Ouro Preto (MG)

Paris não precisa de nenhuma desculpa. Paris é Paris. Mas Paris tem muito mais do que a Torre Eiffel. Acesse: www.malaparadois.com na Seção Cidades e veja o que Paris tem de melhor.

Apesar de ser uma das cidades mais pesquisadas do Brasil, Ouro Preto guarda segredos intrigantes. Acontecimentos inexplicáveis, personagens estranhos, lugares pouco visitados: há mistério para todos os gostos.

Salvador (BA)

Maragogi

A capital da Bahia é festa e carnaval o ano inteiro? Não é bem assim, é quase assim!

É muito barato e a paisagem é linda! A cidade fica bem no meio da Costa dos Corais, fascinante trecho do litoral nordestino entre Maceió e Recife.

As ruas do Centro Histórico transportam o turista para os primórdios da história do Brasil.

Passeio às piscinas naturais: R$ 65,00 (por pessoa) Passeio de buggy pela região: a partir de R$ 140,00 (até 4 pessoas) Almoço: a partir de R$ 35,00 (2 pessoas) Cerveja (garrafa 600ml): a partir de R$ 4,50 Cerveja (lata): R$ 3,00 Refrigerante (lata): R$ 3,00 Água de coco: a partir de R$ 2,00 (depende da época) Camiseta de Maragogi: R$ 15,00 Transfer (Recife/Maragogi ou Maceió/Maragogi): Cerca de R$ 220,00 para 2 pessoas.

Em Salvador, os mergulhadores encontram ambiente ideal. Além de belezas naturais submarinas, a cidade tem o maior número de naufrágios registrados no Brasil. Islândia É muito frio, mas é linda! Sabe aquele país que não existe assalto, violência ou crimes? Prazer, o nome é Islândia. Lindas paisagens naturais e vulcões que podem mudar a história da humanidade. Visite a Seção Videos do malaparadois (www.malaparadois.com) e veja o video promocional do turismo islandês.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

27


Nós Testamos Testamos o Hotel Graspo de UA em Veneza. Durante duas noites ficamos hospedados neste hotel que fica próximo a Ponte di Rialto. Construído sob a base de um antigo casario do século XVII, o Graspo apresenta-se ao hospede em um beco mal iluminado e úmido. A primeira impressão para quem nunca esteve em Veneza é de que voltou aos tempos medievais e que ali não é um bom local para se hospedar. A localização entre os becos faz lembrar filmes do tipo Sherlock Holmes (que não tem montagens em Veneza, mas Londres daquela época é bem íntima), onde tudo é obscuro e cinzento. Então por que ficar hospedados em um estabelecimento deste? Simples: Primeiro pela localização, ao lado da Rialto e estação dos Vaporettos. Segundo porque recebemos recomendações a respeito dele. Terceiro porque é um 3 estrelas com um bom atrativo de valor da estadia. Quarto porque queríamos experimentar a sensação de estar em Veneza não no século XXI e sim no século XIX. Avaliação: O Hotel - Excelente receptividade. Logo quando chegamos (cheios de malas) tivemos a grata e atenciosa receptividade dos carregadores e gerente do hotel, pois o hotel não possui elevador. Apesar da entrada e recepção ser bem apertadinha, é luxuosa e agradável. A decoração é estilo século XIX, cheio de cortinas nas cores vinho, azul turquesa e amarelo ouro, gritante aos olhos, mas acredito que faça parte da tradição veneziana, pois vi em todos os lugares cores assim. O gerente se esforçou ao máximo para falar o português, quando soube que éramos brasileiros. Não deu muito certo, mas com o inglês e espanhol nos viramos bem. Logo na entrada há o Restaurante de mesmo nome. Local agradável que lembra uma antiga taberna com requintes de modernidade. O dono é apaixonado por celebridades e exibe fotos de famosos por todo ambiente, além de expor sua motocicleta Ducati assinada por Valentino Rossi. As acomodações - Como mencionado, o hotel é um casario antigo (como toda Veneza), mas os quartos apesar da decoração um pouco chamativa, é bem luxuoso para um 3 estrelas e o WC muito limpo e arejado.

estávamos com três malas foi complicado a subida até o quarto andar e posterior descida. Outro fato problemático é para quem tem problemas respiratórios. Muito úmido, todo de madeira (a construção inteira é em madeira e alvenaria só a base estrutural), repleto de cortinas, tapetes e carpetes. A localização é boa, mas transitar pelos becos do Graspo com bagagem é uma aventura! E se estiver chovendo então... Não se consegue nem abrir guarda-chuvas. Nossa Avaliação: Pelas características e localização, recomendamos! Mas se puder escolher outro hotel mais moderno (se é o que procura) vá em frente. No Graspo é para você se sentir no século XIX. Nota: 7 (escala de 0 a 10). Endereço: Sestiere di San Marco, 30124 Venezia, Itália Telefone:+39 041 520 5644 Classificação do hotel: 3 estrelas

Nota: para quem não gosta de abrir a janela e dar de cara com muitos pombos, não abra! No quarto que ficamos, tivemos o privilégio de ter uma enorme varanda (não são todos) em que podíamos ver sobre os telhados da velha Veneza. Há um bom frigobar, TV 20" com assinatura, ar condicionado/aquecedor, Wi-Fi e telefone com DDI. A higienização - Muito boa. O quarto era bem limpo e o enxoval foi trocado várias vezes. Seus corredores e escadas muito bem limpos, mas a quantidade de tapetes e carpetes incomoda um pouco num ambiente tão úmido. Problemas encontrados - Não há elevador no prédio e para quem estiver hospedado depois do terceiro andar com muita bagagem ou até mesmo sem nenhuma pode ser um complicador. Nós tivemos esse problema. Como

28

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Travel Tips Miami - USA Miami é a alegria dos brasileiros no exterior, ou pelo menos era na década de 80 e 90, hoje já não é bem assim. Como em Buenos Aires (que também já foi um paraíso), o câmbio tem muita influência, mas ainda dá para se divertir e gastar pouco e, claro, fazer compras! Miami tem praias lindas, baladas, restaurantes ótimos e muitos lugares para fazer compras. INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Evite e tenha atenção:

Metrô: Funciona 24 hs por dia . Os trens chegam a cada 6 minutos durante a semana, (a cada 10 minutos ao meiodia), e a cada 15-30 minutos após às 18hs. Após a meianoite são de hora em hora.

Se estiver dirigindo e de repente a paisagem mudar… é sinal que deve sair desse lugar rápido! Miami tem contrastes como no Brasil; bairros bacanas e outros feios e perigosos. Nunca ande sozinho à noite. Mulheres, não devem facilitar! E não devem pegar carona com nenhuma pessoa que acabaram de conhecer numa balada. Não precisa nem recomendar para não aceitar drinks dos outros, pois Miami tem índices altíssimos de seqüestros, estupros e assaltos.

Ônibus: (Metrobus) Começou a operar em 1997 e é a maneira mais rápida para chegar às estações de metrô. Metromover : É o trem de superfície, um sistema automatizado que serve Miami do Omni à Brickell e o conecta com o Metrorail (Metrô) em estações do centro e do Brickell do governo. Ao todo o trem de superfície conta com 21 estações. Bicicletas: Andar de bicicleta é uma delícia e perfeito pois é tudo muito plano. É possível levar sua bike no metrô, ou ônibus. MIA (Miami International Airport): http://www.miami-airport.com/ TelefonesÚteis Polícia: 911 Bombeiros: 305-759-2468 Cruz Vermelha: 305-468-5900 Polícias da área: Aventura: 305-466-8999 Miami: 305-579-6111 Miami Beach: 305- 673-7900 North Miami Beach: 305-949-5500 Os hotéis variam de acordo com a localização e sua escolha depende se você vai alugar carro ou utilizar transporte público ou simplesmente caminhar à pé. Ficar perto do aeroporto é mais barato e você tem fácil acesso tanto a Miami Downtown quanto a Miami Beach. Em Downtown há boas promoções de hotéis executivos nos finais de semana, mas na alta temporada os preços tendem a serem mais altos. South Beach é mais caro do que Downtown, mas é bom para passear, andar a pé, e melhor se ficar hospedado perto da Lincoln Road. Mid Beach e North Beach têm preços mais econômicos que South Beach. Aqui você estará mais longe dos outlets, mas perto de boas compras no Aventura Mall, nas lojas da Lincoln, Collins etc. A hospedagem em Fort Lauderdale facilita tanto o embarque/desembarque de cruzeiros quanto o acesso ao Sawgrass.

Evite a qualquer custo: EL Portal, Liberty City, Little Haiti, Little Havana, Miami Gardens (parte leste), Opa Locka, Carol City, Design City, Overtown, Seminola, Allapatah, Richmond Heights, Borwnsville. Em estacionamentos de shoppings fiquem espertos! Quando for guardar as compras no porta malas e quiser entrar novamente no shopping para fazer mais compras, finja que vai embora e estacione em outro lugar. Acredite, há assaltos nos estacionamentos. Dirigir em Miami é quase a mesma coisa que no Brasil. Exceções: É permitido dobrar à direita mesmo com o sinal vermelho, a não ser que haja indicação em contrário. Prossiga sempre com cuidado e obedeça os limites de velocidade indicados: 15 mph (24 km/h) em zonas escolares, 30 mph (48 km/h) em zonas comerciais ou residenciais e 55 mph (90 km/h) na maioria das vias expressas, exceto quando as condições da estrada exigirem velocidades reduzidas. A Florida Turnpike e certas vias expressas exigem pagamento de pedágio. É obrigatório o uso de cinto de segurança por todas as pessoas que estiverem dentro do carro. Crianças menores de 5 anos de idade devem estar em cadeirinhas aprovadas pelo governo. Carteira de Habilitação para Dirigir - A carteira de motorista do Brasil é válida para dirigir em Miami. O estado da Flórida reconhece carteiras de habilitação americanas e internacionais, bem como carteiras emitidas em outros países. Tais carteiras devem estar válidas. A idade mínima para consumo de bebidas alcoólicas em Miami é 21 anos. Algumas night clubs onde são servidas refeições permitem a entrada de menores de 21 anos. Cada cidade tem suas próprias leis quanto à venda de bebidas alcoólicas.

Miami não é só comprar e comprar. Andar à toa e passear de carro pelas avenidas bem cuidadas é uma delícia! Museus e galerias de Arte, parques, campos de golfe, praias, concertos, shows... Existem mil coisas para se fazer em Miami. Acesse: www.malaparadois.com Seção: Dicas/Tips

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

29


Lifestyle Rio de Janeiro, Brasil

Matéria: Flávia Ghelli

Rio de Janeiro... uma das cidades mais famosas do Brasil, conhecida pelas belas praias e pelos famosos pontos turístico Cristo Redentor e Pão de Açucar, também é famosa pelos milhares de bares espalhados em cada ponto da cidade, pelas mulheres exuberantes com corpos esculturais moldurados em academias e pelo samba ... sim, é no Rio de Janeiro que podemos assistir a desfiles grandiosos e com muito brilho e glamour das escolas de samba. E, não podíamos esquecer dos blocos de rua do carnaval carioca, que ganhou força ao longo dos últimos anos.

www.acadesystem.com.br

O Carioca possui um estilo próprio e que acompanha a beleza natural da Cidade. É despojado, mas sem perder a elegância. No dia a dia, nos grandes centros empresariais, que atualmente se concentram nos bairros do Centro e Barra da Tijuca, podemos encontrar homens vestindo terno e gravata e mulheres vestindo vestidos e saias retos, acompanhadas também de ternos, blazeres ou casaquinhos mais leves, além da clássica calça preta social, que combina com as diversas variações de camisas sociais que o mercado oferece.

modamulher.org

www.temqueterestilo.com.br

No quesito camisa social feminina a febre do momento são as lojas DUDALINA e LOOX, mas, quem quiser ter uma peça dos sonhos é preciso preparar o bolso, pois os preços variam de R$ 300,00 a R$ 500,00, por peça. Para os homens, a DUDALINA também oferece modelos exclusivos e, para os mais conservadores a preferência ainda é pela Vila Romana e Borelli.

nadafragil.com.br

Com o calor que faz na Cidade, que se estende praticamente no ano todo, os homens sofrem mais para manterem-se no estilo social. Mas, nem tudo está perdido! No alto verão carioca, entre janeiro e fevereiro, muitas empresas e órgãos públicos (principalmente o Poder Judiciário) permitem o uso de calça e camisa social, sem o terno e a gravata. Poderíamos dizer então que nesse período do ano todos os dias é adotado o Casual Day? Na verdade não. O Casual Day é permitido somente às sextas-feiras e é mais despojado, sendo permitido até o uso de calça jeans.

expedientedamoda.com Citando o Wikipédia, “Dia casual (do inglês casual day) é uma ferramenta de gestão surgida inicialmente nos Estados Unidos e no Canadá e adotada no Brasil, que apregoa uma semiliberação de costumes de vestimentas formais no local de trabalho, na sextafeira. Ao contrário dos outros dias da semana, camisa social, paletó e gravata, além de sapatos sociais não são exigidos. No Casual day os funcionários de escritórios têm permissão implícita de se vestirem mais informalmente. Algumas empresas permitem jeans, camisetas e tênis, embora haja aquelas que exigem traje no estilo "esporte fino". Algumas empresas utilizam essa ferramenta de gestão para promover ações de qualidade de vida. Em algumas mesmo os gerentes são encorajados a trajarem roupas informais. Continua

30

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Lifestyle Rio de Janeiro, Brasil

E por falar em Havaianas, nada é tão a cara do carioca do que as Havaianas, hoje mundialmente conhecida e vendida a preço de ouro no exterior.

Algumas companhias e escolas adotam o Dia casual associando-o a ações de responsabilidade socioambiental. Nesses dias, empregados e colaboradores pagam uma pequena taxa para que sua roupa casual seja admitida. O dinheiro recolhido pela taxa é doado a instituições filantrópicas. O rito de Sexta-Feira Casual se iniciou no final dos anos 50, inicialmente como uma tentativa de encorajar os trabalhadores nos empregos onde é necessária roupa formal. Nesta época, somente algumas companhias encorajaram o hábito, ele não se tornou enormemente popular. No final dos anos 70, quando a produção de roupas baratas de fora dos Estados Unidos da América se tornou mais acessível, houve uma massiva campanha dessas empresas para que houvesse popularização da Sexta-Feira Casual, tornando-a um evento semanal. A Sexta-Feira Casual se espalhou, e no final dos anos 90 e início dos 2000, com o início da febre da internet, muitos trabalhadores passaram a utilizar roupas casuais para o trabalho durante um dia chamado de hey-day, iniciado na Baía de São Francisco. Durante este dia, muitas companhias ficavam tão informais que seus funcionários eram permitidos a trabalhar de bermudas e sandálias abertas, como Havaianas.”

Quando não estão no trabalho, os cariocas estão sempre prontos para curtir um happy hour em algum barzinho da cidade ou um passeio nos calçadões das praias. No bairro da Lapa, recentemente revitalizado, se encontram vários bares para todos os públicos. Montados em casarios do século XVIII e XIX, a região oferece ambiente agradável e democrático, com boa música, preços justos e uma oportunidade para conhecer pessoas. Na Lapa há gente de todas as “tribos”.

Nos finais de semana o programa preferido dos cariocas, e não podia deixar de ser, é ir à praia. Além das praias, outras boas opções de lazer são os passeios pela Lagoa Rodrigo de Freitas localizada no bairro Leblon e o Jardim Botânico, localizado no bairro de mesmo nome, onde é possível a prática de esportes. Mas é mesmo na praia que o carioca se sente em casa. O carioca passa o dia inteiro na praia, joga futvôlei, frescobol, pratica stand up paddle, surf e kite surf, dentre outros esportes. A praia também é democrática e o posto 9 da praia de Ipanema é local onde as pessoas mais descoladas da cidade freqüentam. Além dos esportes, uma preferência dos cariocas, após o mergulho e o relax nas areias, é jogar conversa fora com os amigos nos quiosques à beira mar. As cariocas são ousadas e na praia usam biquínis bem pequenos, diferentemente de outros países, principalmente na Europa. Aproveitam o forte calor para mostrar o resultado de todo o esforço que fazem nas academias durante a semana para se manterem em forma. E é justamente em função do clima tropical que remete o carioca a todo tempo às praias e motivo pelo qual o culto ao corpo é muito forte no Rio de Janeiro.

Mas nem só de praia e barzinho vive o carioca. A cidade oferece ainda opções culturais como salas de cinema com equipamentos de primeira geração, teatros e boates. Ve n h a p a r a o R i o d e Janeiro e divirta-se na Cidade Maravilhosa!!!!!

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

31


Com Chef Celso Rossi

Gastronomia

celsorossi800@gmail.com

Portugal e sua gastronomia! A culinária portuguesa é tradicionalmente conhecida pela abundante utilização de peixes em seu preparo. A base da gastronomia mediterrânea, assenta na trilogia do pão, vinho e azeite e repete-se em todo o território português, acrescentando os produtos hortícolas, em variadas sopas, e os frutos frescos. A carne e as vísceras, principalmente de porco, compõem também um conjunto de pratos e petiscos regionais, onde sobressaem os presuntos e os embutidos. Com a chegada das descobertas marítimas, a culinária portuguesa rapidamente integrou o uso, por vezes quase excessivo, de especiarias e do açúcar, além de outros produtos, como o feijão e a batata, que foram adaptados como produtos essenciais.

ARROZ DE PATO Ingredientes 01 Pato 02 Chouriço 01 Cebola Grande 01 Cenoura Grande 02 Dentes de Alho 01 Cubo Caldo Galinha 02 Folhas de Louro 08 Cravos Sal Grosso (á gosto) Pimenta do Reino Branca (á gosto) 600 Gr de Arroz

Note-se que a variedade de pratos regionais se verifica mesmo em áreas restritas. Duas cidades vizinhas podem apresentar, sob o mesmo nome, pratos que podem diferir bastante na forma de confecção, ainda que partilhem a mesma receita de base. Modo de Preparo Limpe o pato, separe os miúdos, corte o rabo e o excesso de pele. Corte o pato em quatro, e reserve. Corte a cebola no meio e espete 04 cravos em cada metade. Em uma panela com água, coloque as metades da cebola, os chouriços, o louro, os dentes de alho, a cenoura, o sal, cubinho de caldo e pimenta do reino branca. Deixe ferver. Quando estiver fervendo, coloque o pato que estava reservado para cozinhar junto. Deixe cozinhar por 40 minutos com a panela parcialmente tampada. Depois que o pato já estiver cozido retire todos os ingredientes da panela, deixe esfriar e coe o caldo usando uma peneira fina.

Coloque novamente o caldo ao fogo para ferver Lave o arroz e leve para cozinhar no caldo, por 15 minutos. Corte um chouriço em cubinho e o 2º em rodelas finas e reserve separadamente. Cortar os miúdos e desfiar o pato retirando toda a pele. Montagem do Prato Em um tabuleiro coloque uma camada de arroz, em seguida uma camada de pato desfiado com os chouriços cortados em cubinhos. Coloque a 2ª camada de arroz, e por cima o chouriço em rodelas. Leve ao forno a 220º para gratinar por 10 minutos.

Envie sua receita de viagem com fotos para: malaparadois@gmail.com Ela poderá estar aqui nas próximas edições. Não é mera semelhança: Pastel de Nata é o mesmo que Pastel de Belém sim!

Pastel de Nata

Porém, a iguaria só pode ser chamada assim se for produzida na fábrica da Rua de Belém, em Lisboa, fundada em 1837. A tradição tem mais de um século, mas você pode fazer um doce muito semelhante aos produzidos lá.

Para a massa: Massa folhada industrializada, um rolo (300 g). Para o creme: 250 ml Creme de leite fresco 100 Gr Açúcar refinado, 04 Gemas, 01 colher de chá Farinha de trigo, Raspas de ½ limão Açúcar com canela, para polvilhar.

32

Modo de Preparo da Massa Enrole a massa folhada como um rocambole. Corte fatias de menos de um cm e forre as forminhas. Depois, leve à geladeira por 1 hora, para descansar. Modo de Preparo do Creme Misture todos os ingredientes, com exceção das raspas de limão. Leve a mistura ao fogo brando até engrossar. Assim que iniciar a fervura, retire do fogo e adicione as raspas de limão. Espere, então, o creme esfriar. Quando o recheio já estiver frio, preencha as bases de massa folhada. Obs. Coloque pouco, para evitar que vaze durante o cozimento. Feito isso, leve ao forno preaquecido (250ºC - forno no máximo) até firmar e dourar. Retire das forminhas quando os doces estiverem prontos e, no momento de servir, polvilhe açúcar e canela.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Sonho de Consumo Já imaginou morando em uma dessas residências? Seu sonho pode se tornar realidade, basta ter uma pomposa conta bancária.

Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - Brasil

Linda mansão privilegiada com vista cinematográfica. Hall social em mármore Carrara, sala íntima, 2 suítes com closet e 2 suítes canadenses com closet em tábuas corridas, circulação com jardim de inverno, sala de almoço, cozinha, louceiro, despensa, lavanderia, 2 dependências e 9 banheiros. Sala de jantar, salão em 4 ambientes (Com varandas), suíte de hóspedes, home-theater integrado ao espaço gourmet. Sauna com Spa, um lindo jardim com piscina e quadra de tênis. Metragem:3500 m² Preço: € 4.832.400 (Quatro milhões, oitocentos e trinta e dois mil e quatrocentos euros), aproximadamente R$ 15 milhões de reais.

Nassau, New Providence District

Esta maravilhosa propriedade possui mais de 410 metros de fachada principal e fica em uma pitoresca península em Nassau. Construção recente, esta casa está em excelente estado. Perfeito para amantes do mar, com deck para seu barco. Com duas docas localizadas em cada extremidade do canal é própria para relaxar na piscina de borda infinita e jacuzzi aquecida. Com um pátio coberto, solarium, churrasqueira e lareira ao ar livre e com um terraço perfeito para apreciar a vista. A visão 360º, torna os amanheceres e entardeceres programas imperdíveis. Com seis quartos, seis banheiros e três lavabos, esta casa pode acomodar uma família e amigos confortavelmente. Privacidade não é um problema, esta linda propriedade foi projetada para sua privacidade. Tudo nela foi muito bem pensado. Revestida com azulejos de travertino, pisos de madeira do Brasil, aparelhos de aço inoxidável por toda parte, bancadas em granito e janelas/portas com proteção para furacões. O jardim projetado nos moldes de Versailles, com iluminação exterior que acentua as suas muitas características essência. Preço: € 3.536.600 (Três milhões, quinhentos e trinta e seis mil e seiscentos euros), aproximadamente R$ 10 milhões de reais.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

33


Cinema

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

Sinopse: No futuro, os mutantes são caçados impiedosamente pelos Sentinelas, gigantescos robôs criados por Bolívar Trask (Peter Dinklage). Os poucos sobreviventes precisam viver escondidos, caso contrário serão também mortos. Entre eles estão o professor Charles Xavier (Patrick Stewart), Magneto (Ian McKellen), Tempestade (Halle Berry), Kitty Pryde (Ellen Page) e Wolverine (Hugh Jackman), que buscam um meio de evitar que os mutantes sejam aniquilados. O meio encontrado é enviar a consciência de Wolverine em uma viagem no tempo, rumo aos anos 1970. Lá ela ocupa o corpo do Wolverine da época, que procura os ainda jovens Xavier (James McAvoy) e Magneto (Michael Fassbender) para que, juntos, impeçam que este futuro trágico para os mutantes se torne realidade. Estréia Mundial: 22 de maio de 2014 Direção: Bryan Singer

Planeta dos Macados O Confronto Sinopse: Continuação de Planeta dos Macacos - A Origem (2011). Seguirá a trajetória do macaco César (Andy Serkis) 15 anos após a revolução animal ocorrida no primeiro filme. Desta vez, o animal deve enfrentar um grupo organizado de seres humanos sobreviventes, que planejam reconquistar o domínio do planeta.

Estréia Mundial: 24 de julho de 2014 Direção: Matt Reeves Estrelando: Gary Oldman, Andy Serkis, Jason Clarke e Kodi Smit-McPhee

34

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Daqui pra lá, de lá pra cá Amigos reunidos para comemoração do aniversário da nossa Administradora, Flávia Ghelli. Agradecimentos: Jefferson Folena, Teresa Cristina, Maryana Ribeiro, Alexandre Martins, Andréa Maia, Vanessa Garrido, Celso Rossi, Alessandra Folena e Rodrigo Paulo. Bar E Adega Faustão Estrada Rio do A, nº 715 Campo Grande - RJ

Os amigos Ricardo Nascimento e Alessandra Folena estiveram em Arraial do Cabo participando do 16º Festival da Lula.

Francisco Goes e Marilia Ghelli já se encontravam na cidade e aguardavam ansiosamente pela nossa chegada.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

35


Tour

City Tour

4 Passeios em Salvador que você não pode perder! Por Shirley Gomes Administradora do Blog DVB - Dicas de Viagens Baratas Salvador, cidade com mais de 2,7 milhões de habitantes, conhecida por sua gastronomia, música e arquitetura, possui influência africana em sua cultura. Para descobrir o que a Bahia tem de bom, você não pode perder os seguintes passeios em Salvador: Passeio 1- Centro Histórico de Salvador: Elevador Lacerda conecta a Cidade Baixa à Cidade Alta, foi o primeiro elevador instalado no Brasil em 1973. Pelourinho, situado no coração do centro histórico, é um grande shopping ao ar livre. Igreja de São Francisco é toda revestida de talha dourada que dá a aparência de uma grande igreja de ouro. Mercado Modelo é o local ideal para comprar lembrancinhas de Salvador. No mesmo dia desse passeio no Centro Histórico de Salvador você pode ir ao Farol da Barra, é aproximadamente 15 minutos de ônibus. Para visitar a Igreja de São Francisco e o Farol da Barra você paga R$ 5 e R$10, respectivamente.

Passeio 2 - Praia do Forte (Projeto TAMAR) e Praia de Guarajuba: A Praia do Forte situada no município de São João da Mata é um dos destinos mais procurados do litoral norte da Bahia, esta praia possui um Centro de Visitantes do Projeto TAMAR. Hoje, o projeto TAMAR é reconhecido internacionalmente como uma das mais bem sucedidas experiências de conservação marinha e serve de modelo para outros países. Passeio 3 - Ilha dos Frades e Ilha de Itaparica Esse é um passeio de escuna em Salvador muito conhecido, vale a pena já que você pode desfrutar da linda paisagem da Baía da Todos os Santos. Normalmente as escunas saem às 9h permanecendo 2h em cada Ilha, com retorno previsto às 17h. A Ilha dos Frades é um paraíso tropical, água limpa e mar formando piscinas naturais. A Ilha de Itaparica é a maior das 56 ilhas da Baía de Todos os Santos com 13km de extensão. Passeio 4 - Píer bar do Hotel Sol Vitória Marina Para ter acesso ao píer bar, é necessário descer num teleférico, tem opção de escada também, com uma vista belíssima da Baía de Todos os Santos. Ao chegar você pode usar a piscina ou tomar banho de mar. É preciso pagar R$60, porém você pode usar esse valor na consumação. Acredito que seja um passeio que poucos turistas sabem. Para os hóspedes do hotel não há esse custo. Esses passeios são uma ótima opção para você que pensa em passar 4 dias em Salvador.

Passando por Coimbra, Portugal? Uma ótima dica de restaurante para quem estiver por Coimbra em Portugal é o Restaurante Estrela da Mó. Conceituado, charmoso e com pratos divinamente preparados, A Estrela da Mó em 2014 concorre ao Prêmio do Concurso Arroz de Portugal mais uma vez. Aliando o sabor tradicional a um atendimento personalizado, A Estrela da Mó destaca-se pela aposta num serviço de proximidade com o cliente. O restaurante ainda pode ser convertido para qualquer evento. A Estrela da Mó está rodeada por um ambiente rural e acolhedor, com capacidade para 85 pessoas. São Miguel , 3350-211 Vila Nova de Poiares Poiares, Coimbra, Portugal Acesse: https://www.facebook.com/estreladamo

36

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Parceiros Parceria entre o e A Grécia do seu Jeito... Quer conhecer a Grécia? Veja alguns dos nossos roteiros:

A Moto Travel Portugal é Parceira do malaparadois! "Gostas de passear de mota em estradas com curvas e com paisagens bonitas? Gostas de boa comida e bons hotéis? Gostas de festas populares e gente genuína? Se sim, então deves viajar conosco! Gostamos de partilhar experiências e de ver os outros felizes. Conhecemos bem as nossas estradas. Queres juntarte a nós numa aventura?" Equipa (Equipe): Antonieta Semeão Adoro motas, tenho formação em gestão e vasta experiência em organização de eventos. Na Moto Travel Portugal fiz o casamento perfeito: passeios de mota e gestão/organização de eventos. Paulo Gomes Comecei a conduzir mota muito novo e sempre foi uma das paixões da minha vida. Ao longo dos anos, fiz imensos quilómetros em estradas com muitas curvas e paisagens bonitas. Na Moto Travel Portugal junto o meu prazer por viagens de mota com a minha vasta experiência na estrada» Visite: http://www.mototravelportugal.com

Expediente

Edição nº 2 - Maio de 2014 Editor Chefe: Edi Marques Redatora Chefe e tradutora: Flávia Ghelli Fotos: Edi Marques e Flávia Ghelli

Para anunciar: Ligue: 55 21 997867034 ou envie e-mail para malaparadois@gmail.com com o assunto: Quero anunciar Diagramação: ESM Arte final: MG www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único Site!i Tel.: 55 21 997867034 e-mail: malaparadois@gmail.com

Tiragem: Digitalizada para internet Acesso: Notebooks, Tablets, Smarts, IOS, Android e Pcs

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

37


L i s b o a

-

L i s b o a

-

L i s b o a

A capital Lusa merece ser visitada várias vezes Lisboa é muito além dos três mil anos de história. A Lisboa moderna é uma das mais belas, conservadas e procuradas cidades européias.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Revista malaparadois Nº 2 - maio 2014  

www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you