Page 1

Ano I - Nº 9 - Dezembro de 2014

www.malaparadois.com

Paris Patrícia Veludo, administradora do Blog Descobrir Viajando fala sobre sua experiência em Paris.

Por que ir?

Tour

Programe-se

Liguria uma região em forma de arco voltado para o mar

Costa Rica: A natureza é o ponto forte!

País de Gales, a terra dos “dragões”

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Quem Somos?

Casados desde 2006, mas amigos desde 1996, somos dois brasileiros que adoram viajar. Sempre que conseguimos "escapar" do trabalho arrumamos um jeito de conhecer lugares novos, pessoas, culturas e nos divertir ao máximo. "Nossas viagens baseiam-se sempre por uma escolha concensual, mas confesso que alguns locais tive uma boa inuência na decisão. (Edi Marques)". "Amo viajar! Conhecer povos e culturas diferente da nossa é fantástico. Além de poder viver cada "esquina", cada ruína, cada lugar... como se fosse um morador local, não tem preço. (Edi Marques).

Edi Marques Administrador, especializado em Gestão Pública. É editor chefe dos canais malaparadois. Viajente de carteirinha, começou a relatar suas viagens como diversão e para bate papo com amigos. Apaixonado pela Europa e sua história. Flávia Ghelli Advogada, especializada em Direito Tributário. É redatora chefe e tradutora dos canais malaparadois. Adora viajar, casou-se com Edi Marques e não pararam mais de viajar.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Sumário 06

12

15

06 Por que ir?

12 Tour

15 Capa

Ligúria A Ligúria é uma região em forma de arco voltado para o mar, com uma longa costa escarpada e com uma estreita faixa ocupada por colinas e montanhas.

Bem vindo à Costa Rica Quem visita a Costa Rica não faz a viagem somente pela cultura, gastronomia ou vida noturna. A natureza é o ponto forte!

Paris, a cidade luz contada por Patrícia Veludo administradora do Blog Descobrir Viajando.

24

28

21 Programe-se

28 Travel Tips

País de Gales A terra dos dragões e Castelos.

35

Dubai Destino desaador, mesmo para quem acha que já viu quase tudo.

35 Lifestyle Nas proximidades de Lisboa

/malaparadois

Staff

/malaparadois Editor Chefe: Edi Marques Redatora Chefe e tradutora: Flávia Ghelli Fotos: Edi Marques e Flávia Ghelli

/groups/malaparadois/

Expediente

/malaparadois

/malaparadois

Diagramação: ESM Arte final: MG www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único Site! Tel.: 55 21 997867034 e-mail: malaparadois@gmail.com

/edimarques/malaparadois /malaparadois

Para anunciar: Ligue: 55 21 997867034 ou envie e-mail para malaparadois@gmail.com com o assunto: Quero anunciar

p.02 Quem Somos p.05 Ao leitor p.34 Gastronomia com o Chef Celso Rossi

Tiragem: Digitalizada para internet Acesso: Notebooks, Tablets, Smarts, IOS, Android e Pcs Copyright © 2014 • Trade Mark ® • malaparadois • All Rights Reserved © 2023 by malaparadois. Proudly created by Edi Marques

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Uma parceria que nos acompanha em todas as nossas viagens. Quer viajar com tranquilidade e confiança? Faça sua viagem com a SBHtour. As últimas seis viagens do malaparadois no exterior foram através da SBHtour e sua Diretora Thalita Ribeiro está pronta para atendê-los. Passagens áreas; Passagens de Trem ou Navio; Translados; Locação de veículos; Reservas nos melhores hotéis do mundo; Seguro viagem e, Muito mais! A SBHtour está aguardando vocês! Endereço: Av. Cônsul Antônio Cadar, 126 lj 92 Center São Bento, Belo Horizonte, MG

Thalita Ribeiro - Sbhtour INFORMAÇÕES E RESERVAS: Sbhtour - Thalita Ribeiro - thalitammrp@gmail.com FONES: 55 (31) 3291.4771 ou 55 (31) 9910.5646

SBHtour A agência oficial do malaparadois

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Ao Leitor

Paris

“A cidade luz”, a capital do romantismo, palco da mais famosa revolução do mundo... Paris, quantos atributos à uma única cidade. Nesta deliciosa matéria contada em fotos e histórias por nossa parceira Patrícia Veludo, uma norte americana que adotou Portugal como lar e Administradora do Blog Descobrir Viajando, vamos levar à vocês mais uma grande emoção e, desta vez, nada menos que Paris!

Patrícia conta um pouco da história da cidade, fala sobre a rede de transporte, o que deve ser visitado e sobre a sempre premiada e deliciosa gastronomia. Sendo el ao texto enviado por nossa parceira, não editamos a matéria, seguindo o idioma por ela escolhido: Português de Portugal. Vamos viajar com a Patrícia Veludo nesta nova aventura que a Revista malaparadois traz à vocês, nossos queridos leitores. Museu do Louvre Foto: Marília Ghelli

Bon Voyage! Flávia Ghelli Administradora dos canais malaparadois

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Ligúria

Por que ir?

A Ligúria é uma região em forma de arco voltado para o mar, com uma longa costa escarpada e com uma estreita faixa ocupada por colinas e montanhas: um território durante muito tempo inóspito, onde, por serem o mar e a terra os únicos recursos, a opção de vida limitava-se àquela vida rude dos marinheiros, do pescador, do portuário, ou igualmente dura, do camponês, em solos quase sempre íngremes e de difícil acesso. Em compensação, sempre ofereceu abundância de pontos para serem invadidos e, em tempos remotos, nela veio a estabelecer-se um povo primitivo, os Lígures, de quem tomou o nome. Para os Romanos, que a duras penas a conquistaram, a Ligúria era antes de tudo área de passagem, tanto que as cidades romanas foram levantadas nas poucas áreas planas: Albenga, que guarda o traçado ortogonal das ruas, Luni e Gênova. Após a queda do Império, ali sucederam-se Bizantinos, Longobardos e Francos, enquanto, na Idade Média, a Ligúria foi primeiramente dividida em três regiões (ou "marcas") e, mais tarde, em vários feudos ou em cidades autônomas. Hoje a região é formada pelas províncias de Gênova, Impéria, La Spezia e Savona.

Gênova Com uma riquíssima história, a bela cidade de Gênova é a capital da província de mesmo nome, sendo a quinta maior cidade da Itália, com mais de 600 mil habitantes. Gênova foi fundada há mais de 2500 anos ao redor de sua zona portuária, que até hoje é uma das mais movimentadas da Itália. A posição estratégica rendeu aos genoveses uma contundente inuência comercial, a ponto de rivalizarem com os venezianos na Idade Média. Mas não apenas por isso a cultura marítima da cidade é lendária: Cristóvão Colombo teria nascido lá, embora esse fato seja contestado por alguns historiadores. Polêmicas à parte, foi justamente em 1992, na celebração dos 500 anos da chegada do explorador ao Novo Mundo, que Gênova passou pela reformulação que lhe conferiu seu aspecto atual. Com a renovação, Gênova instalou-se entre as cidades modernas da Itália, sendo inclusive escolhida como Capital Cultural da Europa em 2004. O que ver: Il Porto Antico di Genoa É uma das principais atrações da cidade, lá existem várias atrações inclusive o imperdível aquário de Gênova.

06

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Por que ir? Elevador Panorâmico Chamado localmente de Bigo, constitui num guindaste gigante que levanta as pessoas até uma altura de 40 metros, oferecendo uma vista panorâmica e privilegiada desta belíssima cidade. O Bigo faz um giro de 360º permitindo que todas as pessoas que estiverem dentro dele possam apreciar a vista da mesma forma.

Cattedrale di San Lorenzo di Genoa Dedicada a São Lourenço é a sede do arcebispado de Gênova. A primeira igreja no local foi fundada entre os séculos V e VI e devotada a São Sírio, bispo de Gênova.

Boccadasse Uma antiga e bela aldeia de pescadores de Gênova, que faz parte do distrito de Albaro. Com seu mar completamente límpido, Boccadasse hoje é uma das principais atrações da cidade.

Piazza De Ferrari Principal praça de Gênova. Localizada no coração da cidade e, em especial, no antigo distrito de Portoria, além de ser o coração dos negócios, econômico e nanceiro. A praça também auxilia os visitantes por ser o principal ponto de referência da vida cotidiana da cidade. Lanterna di Genova Além de ser indispensável à noite para os navios que entram e saem do porto, o farol é também o símbolo da cidade, quase um totem para os genoveses, e como tal, é parte da história da cidade. O monumento é composto por uma torre em dois conjuntos de seções quadradas com um terraço no topo de cada uma.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

07


Por que ir? Palazzo Rosso Teatro Carlo Felice O edifício Rodolfo e Francesco Maria Brignole ou É o principal teatro da cidade de Gênova. Utilizado habitualmente para ópera, ballet, Palazzo Rosso é um edifício na Via Garibaldi, no centro recitais e apresentações de orquestras. Está localizado na Piazza De Ferrari. histórico de Gênova e entrou em 13 de julho de 2006 na lista dos edifícios que são Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Impéria Limitada pelo Norte por Piemonte, província de Savona, no leste e no oeste pela fronteira francesa dos Alpes Marítimos. No sul, faz fronteira com o Mar da Ligúria. A capital da região é a cidade de Imperia com mais de 40 mil habitantes. A região montanhosa possui quatro comunidades que são destinos turísticos de europeus: Comunidade Olivo, Valle Arroscia, a Armea, e o Intermelia. A cidade de Imperia é divida pelo rio Impero que divide a cidade em duas partes: Porto Maurizio e Oneglia. O trecho da costa que faz fronteira com a província de Impéria na fronteira francesa é a chamada "Riviera dei Fiori" (Riviera das Flores), e é caracterizada por uma série de baías, enseadas, pequenos portos, vales, desladeiros e montanhas. O mar em torno desta parte da costa é conhecida por sua temperatura quente que permanece durante todo o ano, inclusive no inverno, o que torna a província disputada durante o ano inteiro por turistas, principalmente franceses. O Duomo di San Maurizio é a Catedral da cidade e o monumento mais importante da provincia.

08

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


La Spezia

Por que ir?

Localizado entre Gênova e Pisa no Mar da Ligúria, é um dos principais portos comerciais e militares italianos e abriga o arsenal da marinha italiana. É o principal ponto de ligação para o Palio del Golfo e Cinque Terre. La Spezia tem um clima tipicamente mediterrânico, com verões quentes, invernos temperados e outonos muito chuvosos. A primavera é a estação ideal para o turismo. A cidade portuária de La Spezia é cercada pela espetacular paisagem da Toscana. De lá é possível explorar Florença, o berço do Renascimento italiano, Pisa para ver a famosa torre do sino ou caminhe pelas adoráveis vilas de Cinque Terre. Principais pontos turísticos: Igreja Cristo Re dei Secoli, igreja de Santa Maria Assunta, Museu do Castelo de San Giorgio e Castelo de San Giorgio.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

09


Por que ir?

Savona A cidade é um importante porto marítimo sendo a cidade mais importante da Itália para indústrias pesadas. Ao longo dos séculos, quando a cidade esteve sob o domínio dos romanos, bem como os lombardos, as inuências de ambos podem ser vistas em toda a cidade. Savona está bem ligada às vilas e cidades da Ligúria por trens. Como está localizada muito perto de Gênova e Nice, na França, ambas com trens conectando-se a Savona, a cidade é uma das mais visitadas na costa oeste da Itália. Além dessas cidades, Savona também tem trens vindos de outros destinos no norte da Itália. Serviços regulares de ferry tornam a cidade um lugar turístico importante e durante o verão europeu ca completamente “lotada”. Quem está planejando viajar para a cidade nas temporadas turísticas devem atentar para pré-reserva de hotéis com bastante antecedência.

Casa de Cristóvão Colombo A residência de Cristóvão Colombo está localizada a poucos quilômetros da cidade e acredita-se que o famoso navegador passou muitos anos da sua juventude nesta residência. A casa está no nome de seu pai. Movendo-se em torno da cidade Savona não é uma cidade muito grande. As principais atrações estão todos agrupadas em algumas áreas da cidade que pode ser explorada a pé. No entanto, durante os meses de Verão, caminhar a pé pode ser um pouco sacricante por causa do calor intenso. Portono

Priamar

Atrações em Savona Priamar A Fortaleza de Priamar situa-se perto de Rocca di San Georgio e foi construída em 1542 pelos genoveses.

Antiche Torri

Cappella Sistina A Cappella Sistina localiza-se perto da Catedral e foi construída no ano de 1480. A capela tem um mausoléu que foi construído pelo Papa Sisto IV em honra de seus pais. Palazzo Della Rovere O Palazzo Della Rovere é um antigo palácio localizado perto da Catedral e ainda está incompleto. Antiche Torri As antigas torres da cidade ainda estão de pé intactas mesmo após séculos. Há aproximadamente quatro a cinco torres que ainda existem e estão localizados em diferentes partes da cidade. Igreja da Nostra Signiora de Castello É bastante interessante não por causa de sua arquitetura, mas por causa de seus interiores. Os interiores são muito bem decorados com várias obras de arte. A principal atração é a peça de altar que foi desenhada por Vincenzo Foppa e posteriormente foi pintada no século XV.

10

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Igreja da Nostra Signiora Centro Storico


Quer que seu momento de viagem seja lembrado por muito tempo e ainda possa estar em uma revista de viagem?

PROMOÇÃO MINHA VIAGEM INESQUECÍVEL

Envie duas fotos de viagem contando em poucas palavras o que ela representa para você. As melhores fotos com as melhores histórias receberão como prêmio uma publicação de página dupla na Revista malaparadois e o ganhador ainda receberá de forma impressa a revista com suas fotos publicada em impressão especial com capa dura no endereço que indicar. Como Participar: I - Envie história e foto para: malaparadois@gmail.com Referência: “MINHA VIAGEM INESQUECÍVEL” Mencionando no e-mail nome e endereço completo com código postal. A promoção é válida para fotos recebidas até 20/01/2015 no formato JPEG com resolução mínima de 300dpi. II – Através da Fanpage do facebook: malaparadois fanpage III – Através do Grupo do facebook: malaparadois Grupo de Viagem

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Bem vindo à

Tour

Costa Rica Quem visita a Costa Rica não faz a viagem somente pela cultura, gastronomia ou vida noturna; A natureza é o ponto forte! O país tem garantido o seu futuro pelo apelo de uma região bio-diversa, designando quase um terço de suas terras como parques e reservas nacionais. Ecoturistas podem andar em terreno que incluem um vulcão ativo rodeado pela oresta tropical, praias do Pacíco e do Caribe cristalinas, orestas magnícas, selva verdejante e rios caudalosos. Essas áreas naturais estão cheias de vida selvagem. As atividades mais populares incluem observação guiada de aves e caminhadas pela oresta tropical, observação de baleias na temporada adequada e observação das tartarugas marinhas ameaçadas de extinção. Uma experiência inesquecível é atravessar uma das passarelas do dossel das copas de árvores altas acima do chão da oresta. Monteverde Cloud Reserva Biológica Florestal, possui macacos bugios e uma ora diversicada. Com 20 parques naturais e oito reservas biológicas, as áreas protegidas da Costa Rica é rica em atividades de eco-turismo, mas os três destaques a seguir devem estar no topo da sua lista.

12

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Tour Arenal Volcano National Park Uma visita, fornece uma boa quantidade de emoção, já que o parque contém um ativo vulcão de 5.357 metros, responsável por 87 mortes em 1968, dependendo do clima da época em que você estiver por lá, é possível ver fumaça que saí do vulcão e o brilho de lava vermelho à noite. Mas há muito mais a fazer em Arenal que o vulcão. Existem inúmeras trilhas pelo parque que proporcionam muitas oportunidades para observar a vida selvagem. Uma simples caminhada pelo parque e você poderá encontrar manadas de porcos selvagens correndo pelo mato. O parque é também o lar de antas, veados e macacos de cara branca e uma innidade de aves, incluindo papagaios. A estação seca do Arenal vai de fevereiro a abril, enquanto a chuva cai de maio a janeiro. Durante esses meses é aconselhável ter capas de chuvas ou os chamados “ponchos” ultrano em seu bolso. Para a emoção nal, reserve um quarto no Arenal Observatory Lodge, onde é capaz de ver o uxo de lava à noite. Embora a experiência não seja para todos.

Caño Negro National Wildlife Refuge Localizado bem ao norte, perto da fronteira com a Nicarágua, o Caño Negro ca um pouco distante da capital, mas vale a visita. Na Costa Rica, mapa e GPS são tudo! É sempre bom contar com guias locais, pois a facilidade de se perder é muito grande, sem contar que 30 minutos de carro no mapa podem virar uma viagem de seis horas! O Caño Negro passeio ecológico é acessível por barco a partir da cidade de Los Chiles para uma excursão até o Rio Frio e depois ao Lago Caño Negro. O Caño Negro Wildlife Refuge é composto por oresta tropical e pântanos e com certeza será uma experiência úmida e molhada, principalmente se você for na cheia dos rios que transbordam de julho a novembro. A estação seca atrai a maioria dos pássaros, quando eles vêm para a reserva para fazer seus ninhos. Observadores dedicados vão querer ver de perto os jabirus, a maior ave da América Central. Os visitantes devem também manter-se atento para os muriquis, tubarõestouro de água doce, jaguatiricas, preguiças de três dedos e jacarés.

Parque Nacional Corcovado A National Geographic Society referiu-se a este parque da Costa Rica, na Península de Osa como "o lugar mais biologicamente intenso no planeta". Este é o lugar onde os ecoturistas irão encontrar o Parque Nacional Corcovado, que compreende 127 mil hectares de oresta que são o lar de 400 espécies de aves e 100 espécies de répteis e anfíbios, incluindo o sapo de vidro, cuja pele da barriga transparente permite um olhar para seus órgãos. Outras criaturas dentro do parque: araras, onças, macacos-esquilo e rãs seta de veneno estão por lá. Para chegar ao Corcovado é preciso alguns cuidados já que não há estradas e pode ser cansativo, por tanto se prepare para caminhar horas. Uma maneira conveniente para visitar o parque é garantir sua hospedagem na cidade vizinha de Puerto Jiménez, assim facilita e muito seu passeio.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

13


Pensamos em viagens todos os dias. Pensamos que viajar faz bem ao corpo e a mente. Pensamos em levar à vocês informações, dicas, fotos e histórias dos mais diversos locais no mundo. Estes são os canais malaparadois!

"Às vezes o que falta para alguém viajar é uma boa dica e uma boa história" www.malaparadois.com Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Paris Matéria: Paris Escrita por: Patrícia Veludo Blog: Descobrir Viajando

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

15


Paris

Paris “Paris nunca desilude. Cidade histórica de França, banhada pelo Rio Sena, foi palco de grandes batalhas que moldaram o mundo.” A história de Paris, e em parte a história de França, é uma história extremamente rica, se por um lado surge associada à morte causada pela fome e pela doença, por outro é conhecida pela sua riqueza e ostentação. No séc. XIX, Paris era uma cidade sem lei e de difícil controlo, muito em parte devido às características da planta da cidade e ao povo rebelde que ali habitava. Então Napoleão III, decidiu alterar a planta de Paris, ao mesmo tempo que tentou disciplinar a população rebelde. Foram alargadas as ruas principais, criados parques, construída a rede subterrânea de esgotos e construídas as várias linhas de caminhos de ferro, tendo surgido assim os arrondissements (bairros) tão conhecidos de Paris. Actualmente, Paris é composta por 20 bairros, sendo o 1º o Louvre e a sua numeração é feita em espiral, no sentido dos ponteiros do relógio, o que facilita a orientação do turista na cidade. Paris situa-se num dos meandros do Rio Sena, sendo considerada como a cidade mais romântica do mundo. É também uma cidade com importantes monumentos arquitectónicos, desde a gloriosa Catedral de Notre Dame, passando pela magnicência de Versailles e indo até ao espectáculo vanguardista do Centro Georges Pompidou. Esta cidade é um esplendor, que decidiu o destino de reis e impérios e albergou muitos dos maiores artistas, escritores, lósofos e músicos do mundo. E apesar de ser uma daquelas cidades lendárias, não cou parada a viver as glórias do passado, sendo uma cidade pró-activa e que segue uma estratégia de desenvolvimento sustentável. É uma cidade para desfrutar sem pressa. Calce uns sapatos bem confortáveis, decida o que vai visitar e depois, percorra-a com calma. Transportes de Paris Devido à sua localização central na Europa, Paris possui uma rede de transportes bastante desenvolvida, que engloba três aeroportos, ParisCharles de Gaulle, Orly e Le Bourget e ainda uma rede de comboios que liga a cidade a outras capitais europeias.

16

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Paris Para passear na cidade e caso não consiga caminhar durante muito tempo, não tem que estar preocupado pois Paris oferece uma rede de transportes absolutamente fantástica, que engloba o metro, o comboio e o autocarro. Eu pessoalmente aconselho o metro, pois em qualquer lado existe uma estação pronta a levá-lo para o próximo destino. E pode sempre comprar vários bilhetes de uma vez, em packs de 10, e assim poupar tempo na la para comprar o mesmo, sempre que quiser andar de metro. Existe ainda uma alternativa aos bilhetes que é o Paris Pass, que lhe oferece descontos em vários monumentos da cidade.

Champs-Élysées Ao longo dos tempos se foi tornando num passeio muito popular. Inicialmente, era uma zona de passeio público, mandada fazer em 1667 por Luís XIV e Le Nôtre. Actualmente, é uma zona de construção densa carregada de lojas de griffe, salas de cinema, bares e cafés. A gastronomia Comer e beber bem é próprio dos franceses. E para eles, comer bem signica comer com requinte, qualidade e sosticação, o que faz com que os sabores elegantes associados à gastronomia francesa façam as delícias de qualquer apreciador gastronómico. Paris é reconhecida mundialmente pela sua excelente gastronomia e quando visitar esta bonita cidade não pode deixar de experimentar o Blanquette de veau (ensopado de vitela), o coq au vin (galo cozido em vinho tinto), o foie gras (fígado de pato), o escargot (caracóis), entre outros. Assim como, os coloridos macarrons, os famosos croissants, os maravilhosos crepes quentes com chocolate e a famosa baguete francesa. Não podendo nunca deixar de apreciar os famosos vinhos, tal como o Champagne, o Bourgogne ou o Bordeaux e os deliciosos queijos roquefort ou camembert.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

17


Paris

O que visitar em Paris

Paris é considerada uma cidade-museu, possuindo cerca de 1800 monumentos espalhados por toda a cidade. Contudo, é também um destino vivo e vibrante, sempre em constante mutação. Rio Sena O primeiro lugar a visitar em Paris é o Rio Sena. A viagem pelo rio de Bâteaux Mouches é obrigatória. Este passeio deu-nos uma outra perspectiva da cidade e permitiu-nos ver monumentos que não tivemos hipóteses de visitar e passar por de baixo de belas pontes, incluindo a bonita Ponte Alexandre III. Foi um passeio agradável e que serviu também para conhecermos um pouco mais da história da cidade, pois dentro do barco tínhamos uns auscultadores, que em diferentes línguas, nos ia dizendo o que estávamos a ver. Museu do Louvre É o maior palácio real do mundo e é uma das mais grandiosas galerias de arte. A ultra moderna pirâmide em vidro foi acrescentada em 1988 pelo arquitecto I.M. Pei, como entrada principal para o museu. Endereço: 162 Rue de Rivol Horário de Funcionamento: Segunda, Quinta, Sábado e Domingo das 9h às 18h. Quartas e Sextas das 9h às 21h45. Encerra à Terça-feira. http://www.louvre.fr

Sainte Chapelle Foi construída em 1246-8 pelo arquitecto Pierre Montreuil, para o santicado Rei Luís IX poder exibir a Coroa de Espinhos de Cristo, entre outras relíquias. Com a chegada das relíquias, Paris ganhou prestígio na Europa medieval. Este elegante edifício, trabalhado com ligrana é actualmente um museu. Endereço: 8 Boulevard du Palai Horário de funcionamento: Inverno: Todos os dias das 9h às 17h. Verão das 9h30 às 18h. http://Saintee-chapelle.monuments-nationaux.fr Igreja de St. Germain l'Auxerrois Esta igreja é dedicada a São Germano de Auxerre, que foi bispo de Auxerre. O edifício original foi destruído em 885-886 e na primeira metade do séc.XII, foi reconstruída. Tem sofrido várias remodelações ao longo dos anos, a última das quais no séc. XIX. Endereço: 2 Place du Louvre http://www.saintgermainauxerrois.cef.fr

18

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Paris

Museu Grevin Combina guras de cera com meios audiovisuais para recriar Paris do virar do século e é inspirado no Museu Madame Tussaud. O bilhete não é propriamente barato, mas eu pessoalmente acho que vale a pena, ca em 22€ por pessoa. Lá encontramos essencialmente personalidades francesas, mas também mundiais. Nomeadamente, Madonna, Madre Teresa de Calcutá, Papa João Paulo II, Obama, entre outros. Endereço: 10 Boulevard Montmartre Horário de Funcionamento: De Segunda a Sexta das 10h às 18h30. Sábado e Domingo das 10h às 19h. http://www.grevin-paris.com Praça da Concórdia Localizada entre o Museu do Louvre e os Champs-Èlysées, esta bonita praça teve um papel importante na história de Paris, tendo sido palco de festas, casamentos reais, sede da guilhotina, durante a revolução francesa. Aqui foram decapitadas centenas de pessoas, nomeadamente a Rainha Maria Antonieta e o Rei Luís XVI. Actualmente, a Praça da Concórdia é uma das mais bonitas de Paris, e local onde encontramos um lindo obelisco egípcio com a ponta dourada e duas fontes extravagantes gêmeas.

Praça de la Bastille A Praça da Bastilha foi em tempos o local de uma prisão, a Bastille, que funcionou desde o séc.XVII até ao séc. XVIII.

Colonne de Juillet Construída em 1830, em homenagem àqueles que morreram nesse ano, na revolução dos três dias.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

19


Paris Catedral de Notre Dame Localizada na Praça Parvis, esta é uma das mais antigas Catedrais francesas em estilo gótico, culminando numa série de templos erguidos em honra do Deus pagão, Cernuno. Foi construída entre 1163 e 1330, a sua soberba fachada oeste, inicia-se com três arcos, dedicados à Virgem (esquerda), a St.Anne (direita) e ao Juízo Final (centro). Existe uma estrela colocada no pavimento à frente da Catedral que marca o Point Zero, o ponto exacto a partir do qual são medidas todas as distâncias em França. Endereço: 6 Parvis Notre-Dame Horário de Funcionamento: Todos os dias das 8h às 18h45 (19h15 aos sábados e domingos). http://www.notredamedeparis.fr Praça Igor Stravinsky Onde observámos as bonitas esculturas aquáticas de Niki de Saint-Phalle e pelo controverso e futurista Centre Georges Pompidou.

Centre Georges Pompidou O Centro Georges Pompidou é um complexo fundado em 1977, e um dos principais exemplos da arquitectura high-tech, inspirada na arquitectura industrial e nas novas tecnologias. Actualmente abriga um museu, uma biblioteca, teatros, entre outros, sendo um dos locais mais visitados de Paris. http://www.centrepompidou.fr

20

Pigalle A zona de Pigalle, é sobretudo conhecida pela vida nocturna, simbolizada pelo mítico Moulin Rouge e pelas inúmeras sex-shops, teatros e shows para adultos. Moulin Rouge Famoso desde a última década do séc. XIX, pela sua vida nocturna tipicamente parisiense. Passeamos pela rua absolutamente cheia de sex-shops e clubes eróticos. Endereço: 82 Boulevard de Clichy http://www.moulinrouge.fr

Montmartre É um local que realmente vale a pena visitar, pois para além da bonita basílica, podemos ver a cidade toda e ainda sentir o ambiente fervilhante que se sente na "aldeia" Montmartre. Montmartre foi em tempos o centro do mundo artístico, actualmente encontra-se a abarrotar de de artistas de rua e de turistas.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Paris

Arco do Triunfo Monumento de estilo romano, mandado construir em 1806, por Napoleão, como gloricação das suas vitórias militares. Por debaixo do arco encontra-se o Túmulo do Soldado Desconhecido, em memória dos que deram a sua vida na batalha de Alsácia-Lorena. Há ainda umas escadas e um elevador que conduzem ao telhado e no interior encontraremos um pequeno museu. Endereço: Place Charles de Gaulle arc-de-triomphe.monuments-nationaux.fr Champ Mars O Campo de Marte é uma das áreas verdes maiores de Paris. A origem do seu nome é ainda discutida, havendo quem defenda que é uma homenagem a Marte, o deus romano da guerra e outros que acreditam deve a sua origem ao Campo de Marte, uma zona de Roma antiga. Actualmente, serve de palco a muitos eventos, nomeadamente a concertos, com grandes nomes da música clássica. O que permite a quem assiste obter uma vista privilegiada desde a École Militaire à Torre Eiffel.

Disneyland Paris A Disneyland Paris é uma versão do complexo norte-americano, sendo ideal para crianças e adultos. Aqui somos invadidos pela magia, diversão e momentos absolutamente inesquecíveis, rodeados de todas as personagens da Disney. A Disneyland Paris oferece a possibilidade de passar um dia absolutamente fantástico em família, com direito a vários presentes, souveniers e fotograas para mais tarde recordar. Endereço: Marne-la-Vallée

Jardins du Trocadéro Os Jardins do Trocadéro, situam-se em frente ao Rio Sena, entre o Palais de Chaillot e a Ponte de Iéna. Inicialmente foi criado para a Exposição Universal de 1878, mais tarde, em 1937, foi reformado cando tal como é hoje. No centro, estende-se uma vasta relva e a célebre Fontaine de Varsovie. O grande lago articial, possui vinte fortes canhões de água, e desce em direcção ao Rio Sena numa cascata de lagos. À noite pode observar-se um bonito jogo de luzes que ilumina as estátuas douradas com cabeças de touro e cavalo. Palais de Chaillot O Palais de Chaillot é um palácio de exposições, localizado na Praça do Trocadéro, na colina de Chaillot. Foi mandado construir no âmbito da Exposição Universal de Paris, em 1937, pelos vencedores do Prémio de Roma, Léon Azéma, Jacques Carlu e Louis-Hippolyte Boileau. Actualmente alberga o Museu do Homem, o Museu Nacional da Marinha, o Teatro Nacional de Chaillot e ainda o Museu dos Monumentos Franceses, a Escola de Chaillot e o Instituto Francês de Arquitectura.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Paris Palais Garnier O Palais Garnier é uma casa de ópera, que abriga a Ópera de Paris. O edifício é considerado uma das obras-primas da arquitectura neo-barroca, tendo sido mandado construir por Luís XIV, em 1669. Endereço: 8 Rue Scribe https://www.operadeparis.fr

Basília Sacre-Coeur A Basílica encontra-se no ponto mais alto de Paris, esta foi construída pela Nação em sinal de devoção ao Sagrado Coração, após a Guerra Franco-Prussiana. Endereço: 35 Rue du Chevalier de la Barre http://www.sacre-coeur-montmartre.com Palácio de Versalhes Património Mundial da Unesco, o Palácio, o Castelo e os Jardins de Versalhes são os maiores símbolos da monarquia francesa do séc. XVIII. Este palácio levou 21 anos a car com as dimensões desejadas pelo Rei Luís XIV, que acreditava estar a um passo do divino, e quis para si próprio um palácio a condizer. Este é um local que surpreende pela grandiosidade e pelo cunho histórico. A visita ao Palácio está muito bem programada, com a possibilidade de colocarmos auscultadores e estar a ouvir a história de cada divisão ao longo do percurso. Por outro lado, quando acaba a visita ao interior podemos passar para o exterior e passear pelos bonitos jardins formais, com relvados, fontes e caminhos ornamentados com cerca de 200 estátuas. Endereço: Place d'Armes http://en.chateauversailles.fr/homepage

22

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Paris

Torre Eiffel Situada no Champ de Mars. Apesar de ser bastante cedo, encontramos alguma la para comprar os bilhetes para a subida até ao cimo. A construção da Torre Eiffel iniciou-se em 1887 e foi concluída em 1889, tendo 320,75 metros de altura. Esta foi mandada construir para assinalar o centenário da Revolução. No interior da Torre Eiffel, encontra-se a história deste monumento, contada em pequenos quadros 3D. E ao chegarmos ao cimo da torre surge-nos uma vista de tirar o fôlego, podendo ver Paris de uma perspectiva muito mais ampla. Endereço: Champ Mars Horário de Funcionamento: Todos os dias das 9h às 24h. http://www.toureiffel.paris

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

23


Programe-se

País de Gales

Um passeio pela terra dos dragões e castelos

24

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Programe-se País de Gales Com um passado histórico rico em cultura, mitos e lendas. Conhecido como "a terra dos castelos e dragões", possui 641 castelos, mais castelos per capita do que em qualquer outro lugar no mundo e repleto de belezas naturais. O País de Gales faz fronteira com o leste da Inglaterra. É um país pequeno, com um passado histórico rico e interessante, além de paisagens espetaculares. Há três Parques Nacionais e cinco áreas de Beleza Natural Excepcional. Com apenas 270 quilômetros de norte a sul e 100 quilômetros de leste a oeste, não importa onde esteja, você nunca ca longe das montanhas ou do mar. Mas o País de Gales também tem cidades agitadas, vilarejos tradicionais e excelentes atrações turísticas. Embora a população fale inglês, o galês (welsh) também é falado por muitos. É uma língua de origem celta, que está entre as mais antigas do mundo. O passado histórico e os mitos de uma das mais antigas civilizações do mundo criaram uma grande variedade de atrações para explorar: fortes romanos, 641 castelos e incontáveis locais ligados ao rei Artur e ao mago Merlin. Desde os pequenos vilarejos rurais até cidades movimentadas, cheias de opções musicais e animada vida noturna, Gales tem atrações interessantes por todo lado. Localizado a apenas duas horas de trem saindo de Londres, poucos sabem o quanto é fácil, econômico e divertido visitar Gales. Sua capital, Cardiff, tem tudo que um visitante precisa: bons hotéis e restaurantes, ótimas lojas e marcas famosas, museus gratuitos e atrações musicais. Mas além de Cardiff, qualquer visita a Gales enriquece muito sua experiência de viagem. São 641 castelos, lindas paisagens naturais e raízes de uma cultura celta que não se encontra em outro lugar no mundo.

A lenda dos dragões Segundo a lenda dos galeses, o país foi outrora povoado por dragões, onde humanos e esses animais mitológicos viviam sob fortes batalhas e disputas. Claro que ao nal da história venceram os humanos. Em uma terra tão rica de cultura e paisagens naturais, sendo humanos ou seres mitológicos é muito fácil entender as razões de viver neste lindo país.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

25


Programe-se As principais atrações à visitar Seu ponto de partida deverá ser Cardiff. Inicie sua visita às maravilhas de Gales pelo Castelo de Cardiff. No mesmo lugar foram construídos 2 castelos totalmente diferentes. O primeiro excepcionalmente decorado, o segundo uma construção romana de dois mil anos. Do alto, uma linda vista da cidade. Mas foi o castelo mais decorado que virou o ícone da cidade. A visita aos dois dura em média 1h30m e custa £11 por pessoa.

Saindo do castelo o ideal é pegar o ônibus turístico City Sightseeing. O tour passa em frente aos pontos famosos como a Baía de Cardiff, o estádio de rugby e o centro artístico Millennium. Você pode descer do ônibus quando quiser para ver as atrações e tirar fotos, retornando no ônibus do horário seguinte. Sem nenhuma parada o trajeto é de 50 minutos. Preço: £10 por pessoa.

Pelas montanhas e ruínas romanas O parque nacional de Brecon Beacons, reserva várias ruínas romanas, como as de Augustinian nas Black Mountain, onde a caminhada se estende por uma região de paisagem natural espetacular repleta de colinas, lagos e montanhas.

26

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Programe-se Península de Gower Praias de areia dourada e maravilhas pré-históricas estão neste pequeno tour, que começa em Swansea. Lá você fará uma visita ao centro Dylan Thomas, que conta um pouco sobre a vida e a obra do poeta mais célebre de Gales. O tour segue para Gower, onde você poderá fazer pequenas paradas até chegar a paradisíaca Rhossili Bay. Foi desta região que foram retiradas as pedras principais de Stonehenge, segundo historiadores. Rhossili Bay

Rhossili Bay

Farol de Gower

Swansea Bay

Snowdonia Situado na costa oeste o parque abrange 823 quilômetros quadrados de paisagens diversas. Localiza-se no Parque Nacional Snowdonia a montanha mais alta da Grã Bretanha e o maior lago natural no País de Gales, bem como uma riqueza de vilas pitorescas como Betws y Coed e Beddgelert.

Mais ao norte do país estão outros roteiros que valem muito a pena, além é claro de Snowdonia, os castelos famosos, como o Conwy, Beaumaris e Caernarfon. E também da pitoresca ilha de Anglesey, o lar de William e Kate. Conwy Castle

Beaumaris Castle

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Caernarfon Castle

27


Travel Tips

Dubai A cidade de Dubai é um dos sete emirados que formam os Emirados Árabes Unidos. A população em quase sua totalidade é Islâmica, por tanto, observe bem a cultura local. É um destino desaador, mesmo para quem acha que já viu quase tudo. Meca do consumo e principal polo turístico dos Emirados Árabes Unidos, a cidade-Estado altera radicalmente a sua geograa de região desértica com espantosos arranha-céus, ilhas e lagos articiais, parques e praias com bosques de palmeiras e alguns recordes da engenharia. A torre mais alta do mundo, o Burj Khalifa, com 828 metros de altura, pertence ao mesmo complexo futurista onde os visitantes passeiam pelo maior shopping center do mundo. O luxo e a extravagância estão presentes por lá, tanto que Dubai registrou, segundo dados ociais, o ingresso de 5,5 milhões de visitantes apenas no primeiro semestre de 2013. Quem vai a Dubai planeja voltar não apenas porque as novidades são constantes, mas porque a viagem provoca assombro e prazer: em geral, os serviços são gentis e ecientes, a rede hoteleira esbanja conforto, as compras são livres de impostos, com preços atraentes. A ancestral cultura islâmica vai se revelando aos poucos, na gastronomia, nas roupas brancas ou pretas que escondem o corpo de homens e mulheres, em monumentos como a Grande Mesquita e a Casa do Xeque Saeed Al Maktoum, nos delicados tapetes árabes e sobretudo nos labirintos que são as ruas de Bur Dubai e Deira, nas margens do Creek. Ali teve início o povoamento multicultural da região, num canal aberto para o comércio de grandes navios nos anos 30 do século XX, quando a exploração de pérolas já declinava. Os dhows (embarcações) de madeira continuam lá, abarrotados de produtos que seguem para o Irã, Paquistão e Índia, terras natais de milhares de imigrantes. Em anos recentes, a cidade viu a explosão de seu crescimento rumo ao sul, nos arredores da Sheikh Zayed Road, seus hotéis de luxo e centros nanceiros, e na Marina de Dubai. Empreendimentos como a Palm Jumeirah, a primeira das grandes ilhas articiais, acrescentam centenas de quilômetros de orla à cidade, o que inclui novos resorts, parques aquáticos e paredes com aquários fazendo a decoração exótica de suítes e restaurantes.

28

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Travel Tips A maior parte da população de 1,5 milhão de habitantes é estrangeira, o que torna o inglês um idioma corrente, junto da língua árabe ocial. Uma decisão importante é quando ir, considerando as temperaturas extremas do Oriente Médio e eventos como o Ramadã, celebração em que os muçulmanos fazem jejum durante o dia, o que altera a rotina de bares e parques temáticos. Quem associa as férias a longas caminhadas deve deixar a viagem para os meses de outubro a abril, de calor suportável. As grifes internacionais de luxo estão por toda parte. Num mesmo shopping, o Wa City, de design egípcio, dá para sair do spa feito uma Cleópatra e ainda se vestir na Chanel, ou tomar café na loja da Godiva. Não se intimide: ver calçados, bolsas e vestidos que parecem obras de arte nas vitrines ainda é grátis em Dubai. E, querendo fugir das compras, tome o rumo das dunas alaranjadas do deserto, onde os dromedários continuam lentos e impassíveis, alheios a tanta badalação.

O que é quase uma obrigação em Dubai Burj Khalifa Com 828 metros de altura e 163 andares, o arranha-céu pode ser visto a uma distância de até 95 quilômetros. Sua grandeza ca ainda mais evidente se comparada a outras construções famosas: ele ultrapassa em mais de 300 metros o segundo prédio mais alto do mundo, o Taipei 101, em Taiwan. É também duas vezes maior do que o Empire State, em Nova York. Chamado de Burj Dubai durante toda a obra – que em árabe quer dizer a Torre de Dubai –, o arranha-céu teve o nome modicado para Burj Khalifa no dia da inauguração, em janeiro de 2010, em homenagem ao presidente dos Emirados Árabes, Khalifa Nahyan. O deque de observação "At The Top" do Burj Khalifa, localizado no 124o andar, é uma das principais atrações turísticas da cidade. Do topo, pode-se ver uma vista em 360o do oceano, do deserto e da cidade. Em abril de 2010, foi inaugurado o primeiro hotel Armani, que ocupa dez andares do edifício, destinado para hóspedes exclusivíssimos. Cada detalhe foi pessoalmente supervisionado pelo estilista italiano Giorgio Armani. Cheio de mimos para os clientes, as diárias são a partir de R$ 1.000,00.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

29


Travel Tips The Dubai Mall É o maior centro comercial do mundo. Está localizado no complexo Burj Khalifa Sheikh Zayed Grand Mosque É uma belíssima obra da arquitetura islâmica. Inaugurada em 2007 e nomeada em homenagem ao falecido Sheikh Zayed Bin Sultan Al Nahyan, o fundador dos Emirados, que também se encontra enterrado no pátio externo da mesquita. Jumeirah Beach Hotel É um hotel 5 estrelas. O hotel contem 598 quartos e suítes e 19 vilas. O charme ca por conta das vilas em forma de palmeiras.Os hóspedes do hotel tem 33,800 metros quadrados de praia para uso. Além do parque aquático Wild Wadi. Todos os visitantes do hotel tem acesso ilimitado ao parque aquático.

Nossa indicação de restaurantes e bares 101 Dining Lounge e Bar Um restaurante dos deuses! Localizado no lado ocidental da ilha, este lounge bar é divino! A culinária como ponto forte é a mediterrânea com pitadas de espanhol. Prepare o bolso, é bem carinho. Localização: One & Only The Palm, Palm Jumeirah, Dubai Tel: 04 440 1010 Dubai Marina Tem que ir! Como o próprio nome já diz é a Marina de Dubai. Lá você poderá encontrar hotéis fantásticos e o Dubai Mall Marina. A orla é perfeita para uma caminhada ao entardecer e um belo jantar em um dos lindos restaurantes. Madinat Jumeirah Conjunto arquitetônico árabe, conta com um Souk, restaurantes mega luxuosos. Se tiver tempo e quiser aproveitar o visual, faça um passeio de barco até o The World - Arquipélago Articial. Grandes hotéis e milionários do mundo todo compraram casas nesta região, ou melhor, ilhas no formato de países. Obtenha informação nos hotéis em Palm Jumeirah Park. Passeio no deserto - Para os amantes e sonhadores com um belo passeio no deserto, sugiro ir ao Egito, Marrocos ou Arábia Saudita. O passeio no deserto em Dubai não é original! Mas vale pelo passeio. No seu próprio hotel (pode ser qualquer um) você encontrará folders de empresas locais que fazem este tipo de passeio, se não achar pergunte aos atendentes. Mas o passeio consiste em andar de camelo, em jipe 4x4 ou os dois, você decide. Ver o pôr do sol no deserto, segundo nossos colaboradores não tem preço! Não esqueça de beber muita água. Os passeios desse tipo costumam custar em torno de $ 90.

30

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Travel Tips

Burj Al Arab Este hotel de luxo em forma de vela de embarcação é um dos ícones de Dubai, uma síntese escultural para muitas nalidades, reunindo desde o passado de tradição comercial marítima até a atualidade do consumo extravagante. Desde que foi inaugurado, em 1999, considerando atenções especiais como mordomos para as suítes e torneiras banhadas a ouro, o hotel se apresenta como “sete estrelas”, uma categoria que ocialmente não existe, mas que conseguiu chamar a atenção do mundo para si. O hotel oferece frota de Rolls-Royces aos hóspedes e possui heliponto no 28° andar, na cobertura, onde desembarcam celebridades de Hollywood e magnatas de todos os continentes. A arquitetura impressiona já pela localização, numa ilha aterrada nas proximidades da costa, o que dá leveza e a impressão de que a pesada estrutura utua na água. Quem não está disposto a pagar uma fortuna para se hospedar ali, onde o tamanho das 202 suítes duplex varia de 170 a 780 metros quadrados, pode conhecer o Burj Al Arab fazendo reserva antecipada para um dos nove bares, cafés e restaurantes do hotel. Outra forma de ver este ícone de Dubai de pertinho, em ângulos frontais, cercado de mar azul, é frequentando o parque aquático Wild Wadi, vizinho famoso no mesmo bairro que abriga também o complexo de hotéis e shopping Madinat Jumeirah.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

31


Anuncie nos canais malaparadois

Nossos canais são o que há de melhor para seu sucesso! Mais de: 115 mil acessos no website 2000 fotos reais no website 2700 fotos reais no facebook 8500 fãs na fanpage 1500 Tweets 145 mil visualizações no Google Plus 113 mil downloads nas Revistas malaparadois

Dicas dedeViagens Lifestyle um Dicas Viagens &&Lifestyle em umem único site!único site!


Estamos presente nas principais redes sociais:

Contato comercial: malaparadois@gmail.com Skype: edimarques74 Fone: +55 21 998271073 www.malaparadois.com

Praia do Carvalho

Dicas dedeViagens Lifestyle um Dicas Viagens &&Lifestyle em umem Ăşnico site!Ăşnico site!

33


Coq au Vin

Gastronomia Chef Celso Rossi Tradicionalmente, cada região francesa tem uma culinária própria: a culinária do noroeste usa manteiga, creme de leite e maças; a culinária provençal (do sudeste) prefere azeite, verduras e tomates; a do sudoeste usa gordura de pato, fígado (foie gras), cogumelos e moelas; a culinária do nordeste lembra a culinária da Alemanha e usa banha de porco, salsichas e chucrute.

Ingredientes: Marinar por 48 horas 1 Frango 4 Cebolas cortadas em cubos 4 Cenouras cortadas em cubos 3 Litros de vinho tinto seco 1 Talo de salsão cortado em cubos 1 Bouquet amarrado com um barbante, contendo 1 folha de salsão, 1 dente de alho, 2 folhas de louro, 2 ramos de tomilho e 2 ramos de salsa crespa 1/2 xícara (chá) de óleo vegetal, como o de girassol 1/2 xícara (chá) de conhaque 60gr de farinha de trigo 1 Litro de fundo de carne (ou caldo em cubos) diluído em água 200gr de bacon 500gr de champignons Paris, frescos 30gr de manteiga 30gr de açúcar Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo: 1. Corte o frango em pedaços pequenos e deixe marinando por 48 horas; 2. No dia do preparo, separe o frango, o vinho e os legumes. 3. Tempere os pedaços de frango com sal e pimenta. 4. Em uma caçarola, aqueça 30 ml de óleo e refogue os legumes em fogo baixo. 5. Enquanto isso, em uma frigideira com um pouco de óleo, doure os pedaços de frango de ambos os lados. Quando estiverem dourados, polvilhe com um pouco de farinha. 6. Acrescente uma parte do conhaque, ambe e junte os pedaços dourados com os legumes na caçarola. 7. Cubra com o vinho e o caldo e cozinhe lentamente por aproximadamente 1h30 (até car macio). Enquanto cozinha o frango, prepare a guarnição, doure e bacon e reserve. 9. Em uma pequena frigideira, derreta o açúcar com a manteiga e caramelize as cebolas. Junte o bacon e reserve e em outra pequena frigideira, doure os champignons com um pouco de manteiga e uma pitada de sal e também reserve. 10. Quando o frango estiver bem macio e o molho, bem encorpado, coe o molho para nalizar e retire o bouquet. Coloque os pedaços de frango no centro de uma travessa e cubra com o molho e as guarnições. 11. Arranje as batatas cozidas no sal à sua volta e sirva imediatamente.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Lifestyle

Nas proximidades de Lisboa

Dicas de Viagens & Lifestyle em um Ăşnico site!

35


Lifestyle Sem nenhuma dúvida quando pensamos em Portugal pensamos em Lisboa! A capital lusa possui atrações, história e uma vida cotidiana vibrante. Mas estando em Lisboa, que tal reservar um ou dois dias para conhecer seus arredores? Cidades e freguesias próximas a Lisboa podem ser uma excelente opção de passeios. Estivemos em algumas delas e garantimos: Vale muito a pena! Um pequeno Roteiro de um ou dois dias Óbidos, Lousa, Mafra, Sintra, Cabo da Roca e Cascais. Saindo pela manhã de Lisboa, podemos seguir em direção à Óbidos pela rodovia A8. No caminho passamos pelas cidades de Loures, Torres Vedras e Leiria até chegar à Óbidos. Esse trajeto todo leva mais ou menos 58mim pela A8 e 1h10min pela A1 de carro. Se a opção for de transporte público, sugerimos hospedar-se em Óbidos e seguir viagem no outro dia, pois o tempo gasto entre os trens levarão em média 2h42min e os horários são pela manhã e noite. Dica: a melhor opção é o aluguel de veículo, mas existem Táxis que fazem todo esse trajeto por cerca de €150 (das 6h às 20h).

Óbidos Logo na entrada da cidade amuralhada podemos encontrar uma obra de arte: A entrada da cidade com seu portal imponente e seus azulejos. A Vila de Óbidos é uma joia! Caminhar por suas ruelas e becos, saborear a gastronomia local, deslumbra-se com a vista 360° de cima da muralha que envolve a cidade, a Igreja de Santa Maria e seu castelo dão o charme a Vila. Uma história contada pelos portugueses: Óbidos é uma das vilas mais lindas e preservadas de Portugal. Em parte porque a trajetória desta cidadela protegida por uma alta murada de pedra é fortemente ligada à nobreza desde o século XIII, quando o rei Dinis se casou com Isabel de Aragão. Entre os presentes que o monarca deu à mulher estava... a vila de Óbidos inteirinha. A tradição de ser dote real se estendeu até o século XIX. Como chegamos à Óbidos: Era uma manhã ensolarada, mas fria, no começo do inverno português, saímos do hotel às 6 da manhã em Lisboa. O perfume das castanhas assando na brasa já tomava conta do ar. Da janela do taxi, com minha esposa Flavia Ghelli e com meu amigo português, o taxista João, acompanhei a mudança da paisagem: deixamos Lisboa e o cenário urbano para trás e, de repente, dos dois lados da estrada, haviam vinhedos e mais vinhedos - com folhas que começam a ganhar tons avermelhados, uma beleza. Em pouco mais de uma hora de viagem, com algumas paradas pelo caminho, já estamos na entrada de Óbidos. O passeio foi uma das melhores escapadas que pudemos fazer a partir da capital portuguesa.

36

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Lifestyle A Vila de Óbidos merece, no mínimo, um dia inteiro dedicado a ela. Porque é preciso muita calma para saborear a cidade, seu casario precioso, sua gastronomia, seus vinhos e suas histórias. A entrada principal de Óbidos é imponente. Ao atravessar o arco de pedra parece que viajamos no tempo (com o perdão do lugar comum). Muito pouco mudou nas ruas intramuros desde o século XIV, época em que foi nalizada a forticação cuja origem é mourisca, anterior ao século XII, quando os árabes foram expulsos dali. Não só o cenário, mas também são antigos os ofícios de parte da população que ainda vive do artesanato. Para os que viajam por Portugal de carro, Óbidos também pode servir de base para visitas às principais cidades da Estremadura e do Ribatejo, como Tomar, Fátima, Alcobaça, Batalha e Peniche. É também ponto estratégico para explorar as belezas naturais da região: está a poucos quilômetros da Lagoa d'Óbidos, do Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros, e também de Peniche, de onde zarpam os barcos para as Ilhas Berlenga, a 12 quilômetros da costa, santuário de aves e peixes. Da muralha que virou mirante para turistas, avista-se toda a cidadela. O propósito original era permitir o rápido deslocamento dos soldados que tomavam conta da forticação. Mas hoje são os turistas que usam o caminho que acompanha todo o trajeto da muralha de pedra que protege Óbidos, com 1,5 quilômetro de extensão. Pelo alto é a melhor maneira de se apreciar a cidadela de arquitetura caprichada. Logo depois de entrar pelo portão sul, o acesso principal, também chamado de Porta da Vila. Basta subir a escada de pedras, à esquerda, para começar o passeio ao redor de Óbidos. Dali é possível avistar o movimento de turistas na Rua Direita, o principal corredor comercial, e muitas torres, tanto as do castelo, ao fundo, quanto as das 14 igrejas e capelas...

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

37


Lifestyle

Próxima parada... Mafra No caminho para Mafra passamos para almoçar na pequena Vila de Lousa. Esta Vila que conserva a tradição secular portuguesa foi uma recomendação do nosso amigo João. Almoçamos por lá e seguimos para Mafra. A Vila pode ser acessada pela IC1 saída 4 no município de Montachique.

Mafra Esta vila portuguesa, pertencente ao Distrito de Lisboa é famosa pelo seu Palácio-Convento. O Palácio Nacional de Mafra foi mandado construir por D. João V na primeira metade do século XVIII, em consequência de uma promessa que o jovem rei zera se a rainha D. Maria Ana de Áustria lhe desse um herdeiro. O Palácio de Mafra é o mais signicativo monumento do estilo barroco em Portugal, integrando um Paço Real, uma Basílica, um Convento Franciscano e uma importante Biblioteca, síntese do saber enciclopédico do século XVIII. O maior tesouro do palácio é sua a biblioteca, com uma coleção de mais de 40.000 livros com encadernações em couro gravadas a ouro, incluindo uma primeira edição de “Os Lusíadas de Luís de Camões”. No reinado de D. João VI o Palácio foi habitado durante todo o ano de 1807, antes da partida da corte para o Brasil, e a ele se deve a renovação decorativa de algumas das salas mais importantes. Na maior parte do tempo, o Palácio-Convento foi visitado apenas esporadicamente e o mesmo se passou depois do seu regresso à corte de Portugal. Deste palácio partiu para o exílio o último rei português, D. Manuel II, em 5 de Outubro de 1910, depois de proclamada a República. Depois da visita ao Palácio de Mafra seguimos para Sintra.

Sintra É um daqueles lugares cheios de magia e mistério onde a natureza e o homem se conjugaram numa simbiose tão perfeita, que a UNESCO o classicou como Patrimônio da Humanidade. Palácio da Pena: localizado no alto da Serra surge o Palácio da Pena, fruto do sonho de um rei artista, D. Fernando de Saxe-Coburgo Gotha, que hoje é considerado o mais belo e conservado palácio em terras portuguesas. Seu interior em arte barroca, os quartos reais, a vista panorâmica e suas cores farão o visitante perder (ou melhor ganhar) horas e mais horas caminhando entre suas diversas salas e saguões abertos. Sintra ainda exibe com elegância os palacetes como Monserrate, envolvido na exuberância do seu parque exótico e de quintas como a Regaleira. Andando por Sintra pode descer ao período neolítico na Tholos do Monge e desfrutar dos horizontes nas muralhas do castelo dos Mouros, sentir a austeridade do Convento dos Capuchos, sensibilizar-se nos recantos do Parque da Pena, local de amor e exotismo. No centro histórico da vila faça um apaixonante roteiro pelo passado humano, feito de ruas labirínticas, escadinhas e arcadas das casas. Castelo dos Mouros: construído no século VIII pelos mouros, durante sua ocupação, o Castelo dos Mouros está sobre dois cumes da Serra de Sintra. Conquistado denitivamente depois de várias tentativas, por D. Afonso Henriques, em 1147, ali foi

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Lifestyle construída a primeira capela cristã do Conselho, dedicada a São Pedro. Para visitar o local é preciso fazer caminhadas que levam em média 40 minutos entre os bosques de Sintra. Roupas e sapatos confortáveis ajudam na caminhada. O Palácio e Quinta da Regaleira são formados por jardins, poços, torres, lagos, estátuas e grutas, considerados pelos portugueses como um percurso sagrado.

Saindo de Sintra em direção a Lisboa passamos pelo Cabo da Roca.

Cabo da Roca O Cabo da Roca é o ponto mais ocidental do Continente Europeu ou, como escreveu Luís Vaz de Camões, o local “Donde a Terra se acaba e o mar começa” (Os Lusíadas, Canto VIII). Um “marco” em pedra com uma lápide assinalam esta particularidade geográca. O Cabo da Roca é também denominado “Focinho da Roca” pelos pescadores da região e mais poéticamente por “Promontório da Lua”. Está integrado no Parque Natural de Sintra-Cascais, na qual engloba uma vasta área de interesse natural e beleza paisagística que vai desde a Cidadela de Cascais até à foz do rio Falcão. Partindo do Cabo da Roca é possível seguir variadas trilhas ecológicas. No Cabo da Roca, o visitante depara-se com uma paisagem espetacular, um imponente farol e infraestrutura variada. Neste local encontram-se uma das espécies de vegetais mais raras do mundo: a “armeria pseudoarmeria”. De volta para Lisboa saindo do Cabo da Roca, passamos por Cascais e Estoril com seu fabuloso Cassino, hoje o maior em funcionamento em toda Europa. Quer saber mais sobre o que fazer em Lisboa e outras cidades pelo mundo? Acesse: www.malaparadois.com – Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


"As vezes o que falta para alguém viajar é uma boa dica e uma boa história". www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Revista malaparadois Edição nº 9 - Dezembro de 2014 - Paris  

A cidade luz”, a capital do romantismo, palco da mais famosa revolução do mundo... Paris, quantos atributos à uma única cidade. www.malapar...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you