Page 1

DOIS

Revistas malaparadois Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site! www.malaparadois.com

Edição Nº 17 - Agosto 2015 Ano II

Bela, quente e vibrante... A porta de entrada para o nordeste Brasileiro

Fortaleza

Shirley Gomes Dicas de Viagens Baratas

Tour

Programe-se

Tavira é um dos destinos Génova, La Superba preferidos no Algarve para por Patrícia Veludo. quem busca tranquilidade.

Travel Tips

Por que Ir?

Parque Ibirapuera Massachusetts a história O verdadeiro Cartão Postal dos EUA começou a se de São Paulo. desenhar lá.

Lifestyle Você tem um plano B para sua viagem se algo acontecer de errado?


Quem Somos? Edi Marques, Administrador especializado em Gestão Pública e Flávia Ghelli, Advogada especializada em Direito Tributário. Somos aventureiros, desbravadores, curiosos, apaixonados pela emoção de viajar! Adoramos cultura, histórias e conhecer locais e povos diferentes. Casados desde 2006, mas amigos desde 1996, somos dois brasileiros que amam viajar. Sempre que conseguimos escapar do trabalho arrumamos um jeito de fazer as malas e embarcar em uma nova aventura pelo mundo.

Administradores dos canais malaparadois, que envolvem várias redes sociais e mídias digitais resolvemos em 2013 lançar o website malaparadois, onde começamos a contar nossas histórias de viagens e dar dicas com um único propósito: Divulgar a emoção de viajar! Hoje o malaparadois.com possui mais de 6000 fotos, dicas de mais de 60 cidades, especiais, várias revistas sobre o tema, um blog e conta ainda com apoio e colaboração de vários blogueiros e do Chef Celso Rossi na Seção Gastronomia. Todas as informações no malaparadois são gratuitas, pois acreditamos que a emoção de viajar deve ser compartilhada sempre. Pois... "Às vezes o que falta para alguém viajar é uma boa dica e uma boa história"


DOIS


Nesta Edição 06

Tour Tavira - antiga cidade costeira construída em ambas as margens do rio Gilão.

Matéria de Capa Fortaleza Bela! Shirley Gomes conta tudo sobre Fortaleza uma das mais belas cidades brasileiras.

14

08

Programe-se Génova, La Superba - A cidade tem uma história bem antiga e cheia de acontecimentos importantes. Travel Tips O Parque Ibirapuera - O Parque foi concebido pelos arquitetos Oscar Niemeyer e outros famosos arquitetos.

12 24

A Grécia do seu jeito O sol ainda brilha na Grécia, mesmo com a crise econômica.

Pelo mundo Isabel Alves nos leva a um passeio pela gastronomia de Portimão, Portugal.

Lifestyle Plano B? Sucessos e insucessos em viagens são dois lados da mesma moeda. Mas como tornar os insucessos.

30

26

28

Gastronomia

Com o Chef Celso Rossi Baião de Dois A gastronomia de fortaleza tem como inuencia os Indígenas, Africanos e Europeus.

32

Por que ir? Massachusetts - a visita a este estado norte americano deve-se levar em conta a importância histórica..

No website Este mês Na seção Blog Praia dos Arrifes Um paraíso desconhecido

Na Seção Dicas Praia dos Alemães Tranquila e perfeita para os banhistas

DOIS

42

Daqui pra lá... De lá pra cá Penedo - Aliado à beleza natural, o vilarejo oferece uma vasta e variada rede hoteleira, restaurantes de alta qualidade, diversos bares e muito mais! Staff: Editor Chefe - Edi Marques Redatora - Flávia Ghelli Colunista - Celso Rossi e Amanda Fontenele

38 Blogs Ana Patrícia estréia nesta seção com matérias sobre Viajar de Carro pela Itália e todo mês trará muitas dicas. Neste mês: Calábria!

Expediente: Diagramação - ESM Produções Arte Final - MG www.malaparadois.com

Para anunciar: +55 21 998271073 malaparadois@gmail.com Tiragem: Livre para download


Ao leitor

DOIS

Olá! Foi um trabalho de difícil escolha. Como escolher uma cidade brasileira se o Brasil está repleto delas? Pensamos, analisamos e escolhemos: FORTALEZA! Capital do estado do Ceará, situado na região Nordeste do Brasil, Fortaleza encanta com sua beleza, diversidade cultural e pelos seus habitantes que fazem de tudo para agradar os visitantes. Nesta matéria elaborada especialmente para o malaparadois a blogueira Shirley Gomes do blog Dicas de Viagens Baratas conta como chegar, o que fazer e dá dicas valiosas para visitar a cidade. Conheceremos também Tavira, um dos destinos preferidos no Algarve para quem busca tranquilidade; Patrícia Veludo conta como foi sua viagem e dá dicas de Génova, La Superba; Parque Ibirapuera o verdadeiro cartão postal de São Paulo; Amanda Fontenele fala sobre a crise na Grécia; Abordaremos a questão - Você tem um Plano B para suas viagens?; Mostraremos os motivos para você visitar Massachusetts; Conheceremos um pouco mais sobre a história de Penedo; nos deliciaremos com a deliciosa Gastronomia do Chef Celso Rossi - O Baião de Dois; Ana Patrícia estréia na Seção Blogs Vijando de Carro pela Itália na maravilhosa região da Calábria; Isabel Alves da Izzie’s Travel traz a gastronomia e dicas de Portimão na região do Algarve. À todos uma ótima leitura - Edi Marques, Ceo malaparadois

05


Tour

Tavira Tavira é um dos destinos preferidos no Algarve para quem busca tranquilidade. É uma antiga cidade costeira construída em ambas as margens do rio Gilão que tem prosperado com o turismo e com a sua indústria pesqueira. Possui uma ponte moderna e outra da época romana, e uma ilha (a Ilha de Tavira), próximo da costa. Perto existem boas praias como por exemplo a praia do Barril e diversos resorts dedicados ao turismo como o Pedras d'el Rei. Tavira é um bom lugar para saborear um belo peixe, os restaurantes locais são muito bons ou então pode deslocar-se à pequena localidade de pescadores de Santa Luzia, onde lhe será servido um excelente peixe fresco. Os edifícios históricos de Tavira foram construídos seguindo o padrão do século XVIII, após a cidade ter sido devastada pelo terremoto de 1755. Antes disso, Tavira era um importante porto que fazia trocas comerciais com o norte da África. Se partirmos do centro, da Praça da República, podemos ir pela margem do rio pela Rua da Galeria e iremos veremos uma bela igreja, a Igreja da Misericórdia. No seu interior existem representações de cenas bíblicas em azulejos artísticos e elementos que vão do barroco ao neoclássico. Próximo ca o castelo de Tavira, onde repousam os restos mortais de D. Paio Peres Correia, que conquistou o Algarve durante reconquista dos mouros, que haviam sido expulsos de Tavira em 1242. Um bom passeio por Tavira é seguindo o curso do rio para explorar as ruas na periferia, os restaurantes, bares e lojas. Há um centro comercial e cultural, o antigo Mercado da Ribeira junto ao rio, com cafés, lojas e exposições de artesanato local. Seguindo pelo mercado está a “lota” e os barcos de pesca. Nesta área há muitos restaurantes que oferecem peixe fresco. Junto à ponte ca o mercado da cidade.


DOIS Um pouco de história | Castelo de Tavira O castelo de Tavira foi conquistado dos muçulmanos por volta do ano de 1240, pelas forças de D. Paio Peres Correia, Mestre da Ordem de Santiago a quem D. Sancho II, doou a região de Tavira. Esta região, segundo as campanhas arqueológicas realizadas, tem ocupação humana desde a pré-história, existindo vestígios de várias épocas como, restos de uma muralha Fenícia, do século VIII a.C.. Em 1292, o rei D. Dinis mandou fazer reparações e o reforço das defesas do castelo, assim como a construção da Torre de Menagem. Com a época dos descobrimentos Tavira viria a crescer em importância, que se manteve até à Guerra da Restauração, quando o castelo foi modernizado, por ordem de D. João VI. Em 1755, o terremoto provocou sérios danos na forticação dos quais nunca seria recuperado. Classicado como Monumento Nacional, o que resta do castelo medieval permite perceber as diversas etapas de construção desta estrutura militar.


Programe-se

GĂŠnova, La Superba


DOIS

Por Patrícia Veludo – Descobrir Viajando

09


Génova, La Superba Localizada no noroeste da Itália, Génova é a capital da província com o mesmo nome, na região da Ligúria. Esta encantadora cidade tem uma história bem antiga e cheia de acontecimentos importantes. Em 209 a.C. foi destruída pelos Cartaginenses, tendo sido posteriormente reconstruída pelos Romanos, que a utilizaram como base durante a guerra que travaram com a Ligúria. Com a queda do Império Romano Génova passou a ter um papel secundário e só a partir do séc. XI voltou a estar na boca do mundo, quando se tornou uma república marítima governada por cônsules e passou a contribuir ativamente na defesa do território italiano. No séc. XII os genoveses começaram a alargar o seu território, tendo partido para as cruzadas e regressando com valiosos saques. Ao mesmo tempo, os mercadores começaram a transportar diversas mercadorias (seda, pedras preciosas e especiarias) para o Médio Oriente, sendo o comércio bastante facilitado pelo bom relacionamento com o Império Bizantino. Contudo, este fato levou a que Génova tivesse graves conitos com Veneza, sua rival comercial, levando mesmo a que entrassem em guerra. A partir de 1257, Génova entrou em crise, devido às disputas pelo poder, sendo necessário o auxílio de forças externas para ajudar a repor a tranquilidade. Apesar destas disputas a cidade conseguiu manter a sua importância até o ano de 1380, onde começou o declínio com a derrota da marinha perante os venezianos. E só em 1528 conseguiu de novo atingir a estabilidade pelas mãos do doge Andrea Doria. Atualmente, Génova é uma cidade bem moderna, com um dos portos mais importantes da Europa e o mais importante da Itália, mas ainda assim consegue preservar o seu lado mais antigo, cheio de história e de arte. Quem visita a cidade ca encantado pelas suas cores, pela sua agitação e pelas suas bonitas paisagens.


DOIS O que visitar Basílica Ss. Annunciata - Esta é uma das igrejas mais representativas da arte de Génova e do inicio da era barroca, do séc. XVII. Arco da Victoria - É um arco triunfal, dedicado aos genoveses caídos durante a Primeira Guerra Mundial. Scalinata delle Caravelle - Bonito jardim onde se pode observar três caravelas feitas com decorações orais, que representam os navios utilizados por Cristovão Colombo na descoberta da América. Casa de Colombo - Apesar de não haver certeza de que o famoso navegador tenha nascido em Génova, aqui se encontra uma casa que se acredita, que terá sido o local onde este terá passado a sua infância. Esta é uma pequena casa junto à Porta Soprana coberta de heras. Porta Soprana - É uma das portas de entrada da cidade, que data de 1155. Esta marca os limites entre o centro histórico e a parte moderna da cidade. Praça Ferrari - Conhecida pela sua bonita e enorme fonte, mas nela também se podem encontrar inúmeros edifícios históricos. Em tempos, foi o centro comercial da cidade e atualmente, é o local dos vários festejos e eventos. Palácio Ducale - Este era a moradia dos doges de Génova. É constituído por dois pátios e várias arcadas do séc. XVI. Atualmente abriga um centro de cultura e arte, onde se encontram várias exposições de arte, debates e convenções. Catedral de São Lourenço - Consagrada no séc. XII, foi escolhida como catedral devido à sua localização protegida, no interior das muralhas da

cidade. Terá sido nanciada pelo primeiro saque das cruzadas. Via Garibaldi - É o centro de Génova, sendo conhecida pelos seus palácios ancestrais. Data de 1550 e em 1882 foi dedicada a Giuseppe Garibaldi. Esta possui 250 m de comprimento e 7,5 m de largura. Desde 2006 a Via Garibaldi está inscrita na lista da UNESCO. Palácio Real - Data do séc. XVII e serviu de lar das famílias Balbi, Durazzo e Savoia, mantendo intacto toda a mobília e obras de arte. Palácio do Príncipe - É uma rica e suntuosa casa de Génova, onde morou o príncipe de Génova. Este palácio apresenta jardins maravilhosos. Aquário de Génova - É o segundo maior aquário da Europa, e nele podem-se encontrar uma panóplia de peixe, que incluem tubarões, pinguins, entre outros. Barco do Filme “Piratas” - Belíssimo barco, de Roman Polanski, está ancorado em Génova desde 2001. Este foi construído em 1986 especialmente para o lme e é um local bem engraçado para poder tirar fotos. Spianata Castelletto - Este é o local mais visitado pelos turistas e pelos moradores locais, pois daí é possível observar toda a beleza desta encantadora cidade portuária. Porto Antigo de Génova - É uma das principais atrações da cidade, tendo sido requalicado (1995) para que o antigo porto se transformasse numa área habitável e turística, com espaços que promovessem a cultura e o turismo. Para quem está de visita à cidade, mas não tem muito tempo e pretende ver o maior número de locais possíveis, pode sempre optar por fazer o City Tour nos Hop On Hop Off, e terá uma visão geral desta bela cidade.

11


Travel Tips Post Card

Parque Ibi Inaugurado em 21 de agosto de 1954 durante as comemorações do IV Centenário de São Paulo, o projeto do Parque foi concebido pelos arquitetos Oscar Niemeyer, Ulhôa Cavalcanti, Zenon Lotufo, Eduardo Kneese de Mello, Ícaro de Castro Mello, além do paisagista Augusto Teixeira Mendes. O Parque Ibirapuera é o verdadeiro cartão postal de São Paulo. O parque possui 10 portões com horários e formas de acesso diferenciados. Para pedestres:  Avenida IV Centenário, portões: 05, 06 e 07A;  Avenida Pedro Álvares Cabral, portões: 02, 03, 04, 09 e 10  Avenida República do Líbano, portões: 07, 08 e 09A. Para veículos:  Av. Pedro Álvares Cabral – Portões: 03 (cartão zona azul) e 10 (somente veículos credenciados).  Av. República do Líbano – Portão 07 (cartão zona azul). Horário dos portões:  Portões: 02, 03, 05 e 10, das 05h as 24h.  Portões: 04, 06 e 09, das 05h as 22h.  Portões: 07, 08 e 09A, das 06h00 as 20h.  Portão: 07A, das 07h as 17h.

Localização:  Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº (Portão 10) – Vila Mariana - Subprefeitura Vila Mariana Área:  1.584.000 m² Funcionamento: Diariamente das 5h às 0h - Fone: (11) 5574-5045 – Fax: (11) 5573-4180

12


DOIS

rapuera

13


Fortaleza Fortaleza é uma das capitais mais visitadas do Nordeste segundo pesquisas do Ministério do Turismo, tendo alcançado a marca do segundo destino mais procurado do Nordeste e a quarta cidade que mais recebe turistas. Essa fama não é à toa, já que a capital cearense é a porta para muitas praias e serras, além do ótimo clima tropical o ano inteiro. Em Fortaleza não tem tempo ruim, todo dia tem alguma coisa bacana para fazer, um local novo para conhecer e muita comida saborosa para experimentar. Vamos conhecer agora o melhor de Fortaleza: praias, passeios, o que fazer, badalações à noite, onde comer, curiosidades, onde comprar barato e muito mais. Matéria: Shirley Gomes - Dicas de Viagens Baratas

DOIS


DOIS

COMO CHEGAR Carro: saindo do Sul, Sudeste e capitais do Nordeste (exceto Teresina e São Luis): acesso pela BR-101 (até Natal), BR-406, BR304 e BR-116. Saindo do Maranhão: acesso pela BR-135, BR-316 (até Teresina), BR-343 e BR-222 Saindo do Piauí: acesso pela BR-343 e BR-222 Ônibus: através das empresas Guanabara, Itapemerim e São Geraldo. Avião: através do aeroporto internacional Pinto Martins Dica: se você preferir fazer alguns passeios de ônibus em Fortaleza, aconselho utilizar os ônibus da linha Top Bus, são ônibus diferenciados com poltronas acolchoadas e ar-condicionado, a tarifa é única (não recebem meia passagem de estudantes) e realizam os principais percursos da cidade: Praia do Futuro, Beira Mar e Aldeota (bairro nobre onde se concentra ótimos shoppings e restaurantes). Veja aqui o itinerário das linhas do Top Bus


DOIS


O QUE FAZER A terceira maior cidade em área urbana, atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro tem muita coisa boa para fazer. Veja algumas delas: Show de Humor A cidade é muito conhecida pelo humor, daqui saíram ótimos humoristas como Chico Anysio, Tom Cavalcante, Adamastor Pitaco, Tiririca e muitos outros, portanto é praticamente passeio obrigatório ir para um show de humor em Fortaleza. Muitos restaurantes e barracas de praia oferecem essa apresentação, tais como restaurantes Lupus Bier e Beira Mar Grill, e as barracas de praia Atlantis, Chico do Caranguejo e Crocobeach. Praias Praia do Futuro: famosa pela excelente estrutura das barracas com parques aquáticos para crianças, mesas com sobreiros individuais de palhas, porta-volumes com chaves, chuveiros de água doce, ambientes para massagens, som ambiente... A praia do futuro é a minha predileta. Muito boa para o banho, caminhar ou correr pela areia, jogar frescobol, beber água de coco geladinha, comer caranguejo e camarão frescos, bem como macaxeira frita! Algumas barracas turísticas são Vila Galé, Crocobeach, Chico do Caranguejo e Atlantis. Quando estou a m de comer um excelente caranguejo vou no Chico do Caranguejo, lá tem os melhores, já que eles distribuem para os demais restaurantes. Normalmente vou para barraca Marambaia, ela é uma ótima opção para quem gosta de comer barato, mas sem abrir mão da qualidade. Praia de Iracema / Praia do Meireles: coração do turismo em Fortaleza pois concentra muitos hotéis, pousadas e restaurantes, além de casas de shows e monumentos históricos espalhados pela orla. Muitos passeios de turismo no Ceará podem ser contratados na praia de Iracema, pois vários agentes de viagens cam de olho no turista para oferecer seus serviços. Viagens para as principais praias do Ceará: Canoa Quebrada, Jericoacoara, Praia das Fontes, Lagoinha, Flexeiras entre outras. Praia de Sabiaguaba: separada da praia do caça e pesca (continuação da praia do futuro) pelo rio Ceará. Se você estiver no Caça e Pesca um barco faz o traslado pequeno para a praia de Sabiaguaba. Esta praia é ideal para quem gosta de pescar e


DOIS possui barracas com guarda sol. A culinária local é especializada em ostras. A praia possui muitas pedras e o mar costuma ser violento, portanto cuidado ao tomar banho, mas quando o rio Ceará desemboca no mar forma piscinas naturais ótimas para o banho. Praia do Cumbuco: é uma das praias muito procurada por turista devido a proximidade com Fortaleza, apenas 23km de distância da capital cearense. Essa praia possui uma excelente estrutura hoteleira, muitas atividades bacanas para fazer como o passeio de buggy, a cavalo e de jangada, além de esquibunda e a prática de kitesurf. No Cumbuco você também pode conhecer a Lagoa do Banana e Barra do Cauípe, nelas além do banho maravilhoso em águas calmas você pode passear de caiaque e de bananaboats (bem legal). Dica: todo e qualquer passeio que você for fazer verique se o prestador de serviço é credenciado, caso ele pergunte se o passeio é com ou sem emoção tenha cuidado, pois “com emoção” é muita adrenalina e você pode não gostar! Praia do Porto das Dunas: excelente praia a 20 minutos de Fortaleza. A principal atração dessa praia é o Complexo do Parque Aquático do Beach Park, maior parque aquático do Brasil e da América Latina, você não precisa pagar para ter acesso à Barraca de Praia do Beach Park. Essa é uma praia muito boa para o banho, a qualidade dos serviços e dos pratos oferecidos pela Barraca é excelente, porém são caros, mas nem por isso deixe de visitar, esse passeio vai te render ótimas recordações e lindas fotos. Dica: Não deixe de comer o caranguejo, é o melhor de Fortaleza, muito bom mesmo!


Passeios Gratuitos Caminhada no Centro sobre a História de Fortaleza: evento promovido pelo Centro Cultural Banco do Nordeste. O passeio ocorre aos sábados das 13h30min as 16h no Centro de Fortaleza passando pelos pontos históricos da cidade. A partir das 16h sai o trenzinho da História ideal para levar crianças a conhecer um pouco da cultura da cidade. Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura: Este é um dos maiores centros culturais do Brasil, contem salas de cinema, anteatro, planetário, biblioteca, auditórios, espaço para exposições e uma área verde onde normalmente acontecem apresentações em períodos festivos, como as festas juninas, por exemplo. O Centro de Arte e Cultura Dragão do Mar traz apresentações gratuitas em sua programação mensal. A área é super ventilada e arborizada, amo comer pipoca doce quando vou visitar o Dragão do Mar. Esta área é bem movimentada no período da noite por causa dos barzinhos e casas de show ao redor. Tem do forró à música eletrônica, da comida cearense a italiana. A diversidade de gostos e sabores é grande. Aqui também tem uma lojinha do CEART (Centro de Artesanato do Ceará). O preço destes artesanatos é mais caro, porém são artesanatos diferenciados. Ponte dos Ingleses: Localizada na Praia de Iracema, a Ponte dos Ingleses é um excelente passeio para o nal de tarde pois possui um pôr-do-sol belíssimo. O local é muito visitado por turistas e moradores de Fortaleza. Ponto de encontro de amigos que se reúnem para tocar violão e jogar conversa fora ou de casais apaixonados. A ponte possui armação de madeira em toda sua extensão sendo possível ver o mar debaixo dos pés, às vezes até sentir os respingos da água quando ela bate nas pedras. Dica: vá no nal da tarde e aproveite o lindo pôr-do-sol. Ah... tem um senhor que vende uma pipoca doce deliciosa! Jardim Japonês: Localizado na Avenida Beira Mar, o Jardim Japonês possui um lindo projeto arquitetônico muito visitado por fortalezenses e turistas. O local rende lindas fotos, inclusive a noite por causa da iluminação típica japonesa. O local é pequeno, mas muito aconchegante. O jardim japonês ca em frente a pracinha dos estressados, logo após a feirinha da Beira Mar.


Noite em Fortaleza Fortaleza é uma capital festeira, todos os dias da semana tem badalação em algum lugar.

DOIS

Kukukaya: casa de show com o melhor forró pé-de-serra da cidade. Aberto às sextas-feiras e aos sábados, o kukukaya resgata o melhor da cultura nordestina: a música e a gastronomia. Enquanto escuta um “Forrozim” é possível se deliciar com as guloseimas da cozinha nordestina. A comida servida é gostosa e os preços bem acessíveis. O local possui decoração rústica, muito artesanato espalhado pelo jardim, bar, palco, salão de dança, mesas e banheiros. Se você gosta da cultura nordestina, se jogue nesse passeio, é bom demais. Localizado na Avenida Pontes Vieira, 55. Pirata Bar: tradicionalmente aberto às segundas-feiras. Aqui tem forró, show de humor e serviços de bar. A decoração do ambiente é como um Navio Pirata e enche os olhos de quem o visita. Alegria, diversão e forró é o que não faltam. Se você gosta de festa este é um ótimo local para se divertir a noite em Fortaleza. A casa se localiza próximo a ponte dos ingleses, em frente a Lupus Bier, um restaurante muito conhecido por causa das apresentações de show de humor com os melhores humoristas do Ceará. Bar do Bixiga: muito famoso em Fortaleza por causa do excelente shop de vinho. Este é um barzinho tradicional, ideal para quem gosta de jogar conversa fora com amigos, escutar uma música ao vivo e “biritar” (como chamamos aqui no Ceará quem gosta de bebidas alcóolicas). Localizado no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Pizzaria Amicis: ambiente para quem gosta de samba e pizza. Localizada ao lado do Bar do Bixiga no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, possui apresentações de grupo de samba todos os sábados a partir das 20h30min. Ambiente muito agradável, de comida e música boa. Boate Órbita: localizada próxima ao Centro Cultural Dragão do Mar é um local para quem gosta de música eletrônica. Uma das boates mais famosas de Fortaleza. Bar e Restaurante Fiteiro: esse é o point da galera em Fortaleza, muitos jovens se encontram aqui para curtir música ao vivo e comida de qualidade. Possui rodízio de chopp das 17h as 20h aos sábados e alguns pacotes promocionais. Localizado na Rua Júlio Abreu,131, bairro Varjota.

Onde comer Fortaleza é uma cidade muito bem servida de restaurantes, lanchonetes e pizzarias. Além de estabelecimentos conhecidos nacionalmente, há aqueles regionais que não cam para trás na qualidade. Tapioqueiras: localizada na Av. Washington Soares, nº 10215, ótima opção de lanche durante o retorno do passeio à Praia de Canoa Quebrada. Aqui você encontra tapioca com muitos recheios para agradar todos os paladares, do tradicional ao mais ousado. Tem tapioca com recheio de carne de sol, queijo, presunto, ovos, doce de leite, chocolate... imaginação não falta para as tapioqueiras. Eu sempre como apenas tapioca com queijo. Para beber você pode pedir refrigerantes, sucos ou cafezinho básico (minha preferência). O Centro das Tapioqueiras no Ceará é famoso, tanto pelas tapiocas quanto pelo artesanato vendido do local, funciona de segunda a domingo das 05:30h às 24h. Vale a pena a visita.


Mercado dos Peixes: localizado na praia do Mucuripe, perto da feirinha da Beira Mar e do Jardim Japonês, é um ótimo local para comer bem e barato em Fortaleza. Você compra camarão, lagosta ou peixe fresquinho e coloca nas barracas para fritar. Costumo comprar camarão e peço para fritar uma parte no alho e óleo e a outra parte cozido no vapor. Hum... deu até água na boca! Picanha Iracema: restaurante localizado próximo à praia de Iracema, na rua Joaquim Alves, nº 89. É um restaurante simples, porém a comida é muito saborosa, por um preço justo. Costumo saborear maminha com baião de dois e macaxeira. Tudo de bom! Dica: baixe o aplicativo “Pedida de Hoje” para buscar informações sobre promoções em ótimos restaurantes. Esta é uma excelente ferramenta para comer bem e barato em qualquer lugar que você vá! Vale a pena consultar para fazer uma boa pedida na hora de comer. Onde se hospedar A grande parte da rede hoteleira de Fortaleza ca na Avenida Beira Mar, acredito que seja o melhor lugar para você se hospedar, pois nesta área a segurança é reforçada bem como a assistência para o turismo. Muitos serviços são oferecidos aqui, a maioria dos passeios partem dessa avenida, a mobilidade é boa, tem linhas de ônibus para todo canto da cidade. Inclusive com bicicletas compartilhadas. Onde comprar barato Mercado Central: Melhor custo-benefício para comprar artesanato. Tem redes, centros de mesas, calçados, moda praia, moda infantil, castanhas, rapadura, bebidas e comidas regionais. Acredito que é onde se concentra mais variedade de produtos. Também é possível encontrar muitas lembrancinhas para presentear os amigos e familiares. Seja qual for o box que você for, pechinche, porque sempre tem como comprar mais barato! Localização: Av. Alberto Nepomuceno, 199 – Centro. Tel.: (85) 3454-8586 Monsenhor Tabosa: É uma avenida em Fortaleza onde tem muitas lojas de roupas, sapatos, bolsa, moda praia, moda infantil e artesanato. A Monsenhor Tabosa é como um shopping a céu aberto, tem lojas de grife e lojas populares, ou seja, tem para todos os gostos e bolsos. Aqui você pode comprar barato sandálias, bolsas, roupa de academia, biquínis. Localização: Av. Monsenhor Tabosa, Centro. Próximo ao Centro Cultural Dragão do Mar.

Feirinha da Beira Mar: A Feirinha da Beira Mar parece o Mercado Central a céu aberto! É uma ótima opção para quem vai caminhar no nal da tarde no calçadão da Beira Mar, tomar aquela água de coco geladinha e depois apreciar o artesanato cearense. É possível encontrar de tudo na feirinha da beira mar: roupas, calçados, artefatos de couro, bebidas, castanhas, bolsas, biquínis e muito artesanato lindo. O horário de funcionamento é das 17h às 24h todos os dias. Localização: Avenida Beira Mar (entre Oswaldo Cruz e Desembargador Moreira) Centro de Artesanato do Ceará – CEART: encanta por ser bem decorado e localizado na Praça Luiza Távora. Esta praça de convivência tem pessoas caminhando, fazendo cooper, patinando, fazendo exercícios físicos nos equipamentos públicos instalados da praça, tem também um vagão de trem que hoje funciona uma biblioteca. Enm é uma linda praça para conhecer. Voltando ao CEART, seu artesanato é mais sosticado, é diferenciado, tem artigos em couro, madeira, metal, rendas, alimentos, bebidas. Aqui tem opções que você não encontra no Mercado Central e na Feirinha da Beira, porém os produtos são mais caros, mas nada que não caiba no bolso. Se você


DOIS procura um artesanato com mais qualidade vale a pena conferir as opções do CEART. Localização: Av. Santos Dumont, 1.589 . Tel: (85) 3101-1637 Centro de Turismo: localizado no Centro de Fortaleza, ele reúne várias lojinhas de artesanato. Este é um excelente local para comprar o artesanato cearense, principalmente se você gostar de tranquilidade, pois é bem mais tranquilo do que o Mercado Central e possui os mesmos itens: camisas, rendas, chapéus, bolsas, chaveiros, castanhas, licores, cachaças e muito mais. Os preços dos produtos são muito bons e você ainda pode pechinchar. Tem estacionamento grátis e local para lanchar. Não saia sem comer a castanha caramelada com gergelim! Cuidados Fortaleza é uma metrópole com mais 2,5 milhões de habitantes, segundo dados do último censo, então é uma cidade grande e como tal requer cuidados. Veja alguns deles: 1. Não ostente objetos de valor; 2. Ande sempre que possível em turma; 3. Estacione em ruas movimentadas e iluminadas, e nunca deixe objetos de valor dentro do carro de forma visível; 4. Jamais cone a chave do carro a anelinha (pessoas que cam olhando seu carro em troca de dinheiro); 5. Pegue táxi caracterizado e sempre peça para ligar o taxímetro; 6. Evite transitar a noite por ruas pouco movimentada; 7. Mantenha bolsa, carteira e pacotes na frente do corpo; 8. Evite andar do lado da janela do ônibus com ela totalmente aberta; 9. Ande com pouco dinheiro; 10. Divida o dinheiro nos bolsos; 11. Evite car sozinho nas paradas de ônibus. Curiosidades 1. Segundo o escritor José de Alencar, o nome Ceará vem de Siará que em tupi signica “onde canta a jandaia”, ave parecida com um papagaio. 2. O Ceará aboliu a escravatura 4 anos antes da Lei Áurea, sendo o primeiro Estado do país a libertar os escravos. Participou do movimento Francisco José do Nascimento, conhecido como Dragão do Mar, jangadeiro que encabeçou o movimento abolicionista ao comandar seus companheiros para recursar o transporte de escravos para dentro ou para fora da província. Devido a isso o Ceará foi chamado como Terra da Luz. Fortaleza é uma cidade maravilhosa. Tenho certeza que você vai gostar dessa linda capital. Quer saber mais sobre Fortaleza e o Ceará? Acompanhe o Blog Dicas de Viagens Baratas, lá eu conto minhas experiências, não somente sobre lugares turísticos, mas também como exploradora da cidade onde moro. Abraço e Boa Viagem!

Shirley Gomes Dicas de Viagens Baratas


A GrĂŠcia

do seu jeito


DOIS O sol ainda brilha na Grécia, mesmo com a crise econômica Há tempos a Grécia e o cotidiano grego não era tão exposto na mídia quanto nestes dois últimos meses e com algumas cenas que até impactam, gerando várias opinões. Quem já está com viagem marcada ca com receio, pensando como serão os dias aqui. Até que desembarca em solo grego e percebe que a vida vai seguindo em um ritmo quase normal, exceto quando se depara com as acentuadas las nos caixas eletrônicos. Em um cenário divergente, ruas, cafés, restaurantes, praias, sítios históricos e arqueológicos, continuam movimentados por gregos e turistas de vários lugares do mundo. Orgulhosos de suas origens e bastante receptivos, os gregos priorizam o bem-estar dos visitantes e fazem questão de deixá-los bem acomodados, evitando transparecer a ansiedade destes dias, objetivando passar a melhor imagem possível da Grécia. Pois anal, a economia grega é muito baseada no Turismo. E, juntando toda esta hospitalidade à impecável culinária mediterrânea, vastidão da cultura e beleza natural, não demora muito para o turista esquecer que está em um país turbulento economicamente e sob olhares do mundo. Se você já está com férias programadas, venha tranquilo e aproveite um dos destinos mais visitados e sonho da maioria dos viajantes! Chegando para este verão, além de protetor solar, chapéu ou boné, não esqueça de trazer roupas leves e calçados confortáveis, pois as temperaturas cam bastante elevadas. Em 13 de Julho, foi noticiado pela impressa grega sobre um possível acordo e permanência da Grécia na Zona do Euro. Caso isto ocorra, em breve a rotina deve voltar ao normal. Mas para a sua maior comodidade, durante a sua vinda, além de cartões de crédito e débito, sugiro que traga uma reserva de dinheiro para evitar as las que mencionei anteriormente, caso ainda existam. Sobre as manifestações, acontecem de forma passiva e, se presenciar alguma, prera manter distância, evitar não custa nada. Não tenha dúvidas de fazer uma viagem à Grécia será algo inesquecível!

Amanda Fontenele, Administradora do site "A Grécia do seu jeito..." é colunista do malaparadois e trará informações, dicas, fotos e muita história todos os meses sobre este país milenar e maravilhoso que é a Grécia. www.agreciadoseujeito.com

25


Organize a sua viagem para Itália conosco! Garantimos total assistência durante toda a sua viagem em língua portuguesa. Transfers e city tours em língua portuguesa em toda Itália. Com touristico você nunca vai se sentir sozinho! www.touristico.it

Touristico - Consultoria Turística Itália Brasil - (Partita IVA: 03187610781) Horário: 09:00 - 19:00 (horário italiano) Tel/whatsapp: (+39) 3286417928 Skype: anapatriciaconsultant MSN: anapatriciaconsultant@hotmail.it www.touristico.it Visite nosso blog e siga nossos conselhos turísticos sobre a Itália: www.touristico.it/blog Perfil público linkedin: http://it.linkedin.com/pub/ana-patricia-da-silva/42/a44/b1a


DOIS

Para a realização dos itinerários/city tour contamos com o apoio técnico de Bonjour Italie Tour Operator Importante: - Passageiros com destino ao exterior devem portar passaporte com validade mínima de 6 meses, contabilizados a partir da data de seu embarque. - Visto válido - consultar necessidade de visto para o seu destino. - Sobre reservas - reservas aéreas/hotel/carro são sujeitas a reajustes sem prévio aviso. Pedir sempre a cotação antes de fechar um contrato. - Sobre reservas - pacotes de turismo são sujeitos a reajustes sem prévio aviso. Pedir sempre a cotação antes de fechar um grupo. - Seguro de Viagem – obrigatório para viagens à Europa (cobertura mínima €30.000) e demais destinos aconselhável. Não nos responsabilizamos por clientes que viajam sem seguro. - Vacina de febre amarela (10 dias antes do embarque) - consultar necessidade para o seu destino (www.anvisa.gov.br); - Verificar documentação necessária para viagens de menores desacompanhados. CONDIÇÕES DE PAGAMENTO: 30% de entrada e saldo final até 30 dias antes da chegada do cliente na Itália. Com transferência bancária para Itália ou com cartão de crédito (adicionando 2% de fee) NOTA IMPORTANTE: os vouchers serão entregues entre duas semanas do início do serviço ou após a confirmação oficial de todos os fornecedores. CONDIÇÕES DE CANCELAMENTO: Entre 30 dias: 10% de penalidade do total geral Entre 29 dias e 20 dias: 30% de penalidade do total geral Entre 19 dias e 10 dias: 50% de penalidade do total geral


Lifestyle Você tem um plano

B para sua viagem se algo acontecer de errado?

Sucessos e insucessos em viagens são dois lados da mesma moeda, isto é fato. Mas como tornar os insucessos cada vez menores e como lidar com eles caso isso aconteça?

inglês, tente pelo menos ter o espanhol como opção. Muitos países da Europa e cidades norte americanas entendem bem o espanhol.

Nos preparamos por dias, semanas, às vezes até meses planejando aquela viagem para que tudo transcorra bem... mas de repente, eis que lá no destino você se encontra com alguma situação não planejada e o pior, nem imaginava a possibilidade disso acontecer. Já aconteceu conosco, ocorreu com pessoas que conhecemos e com certeza pode acontecer com qualquer um. Esses imprevistos acontecem e nada melhor que estar preparado para qualquer inconveniente que possa acontecer, não falo de coisas pequenas, falo de um ticket emitido de forma errada que pode gerar uma multa altíssima, falo de um hotel que não recebeu a reserva que você fez por um site, da perda de um bem, enfim, podem acontecer muitas situações que a gente nem imagina, mas chegando lá precisamos ter um plano B e saber lidar com a situação.

Vocês devem estar pensando: “Que mala esse Edi!” Mas a verdade é essa minha gente. Inglês é fundamental. Você pode até se virar em países latinos ou algumas cidades espalhadas pelo mundo, mas tente por exemplo fazer um simples nativo em Tokyo entender português!

Como assim um plano B? É bom ter sempre um plano B para colocar em ação se for preciso. Evidentemente que esse plano irá variar de acordo com a necessidade, mas dominar qualquer que seja a situação requer prática e comunicação. Preciso falar todos os idiomas dos países onde viajarei? A resposta é NÃO. Mas o inglês se torna uma ferramenta imprescindível e que muita gente tem ignorado em seus projetos de viagem. As pessoas saem de casa sem preparo algum, sem um inglês básico, sem conseguir se comunicar em absoluto, lidando com mímicas, às vezes tentando forçar um português para que o interlocutor se vire e lhe ajude de alguma forma. As vezes funciona, mas um dia pode não funcionar. Se você não sabe sequer perguntar onde fica o hotel em

Já passei por alguns perrengues em viagens e o que me salvou foi em primeiro lugar o inglês (que nem é tão bom assim, mas para isso temos a Flávia), o espanhol e o “jeitinho

brasileiro” (odeio usar isso, mas as vezes é preciso). Lidar com algo inesperado? Você precisa estar preparado para isso, o básico do básico é conseguir se expressar minimamente em inglês, depois claro, ter o dom do argumento, conhecimento das regras e assim levar a conversa para um nível de solução, não de penalização. Sem contar com outros inconvenientes que também exigem um plano B:    

Se chover? Atrações fechadas por reformas Comercio fechado Perder horas em filas


DOIS  Serviços funcionando parcialmente por razão climática (neve      

forte, por exemplo). Excesso de bagagem na volta ao seu país Problemas com a locação de veículos Ficar doente ou passar mal durante a viagem Sofrer furtos e roubos (mesmo na Europa isso acontece) Horários para refeições Reservas fantasmas

A lista é interminável de situações que podem prejudicar sua viagem, por isso temos que ter sempre um plano B. Se tiver problemas com autoridades estrangeiras? Se for na imigração – Manter a calma é imprescindível sempre. Seja assertivo nas suas respostas, tenha os documentos sempre em mãos e corretos. Plano B: Não importa o idioma do local que você está ingressando, mas se for qualquer coisa diferente de português, mantenha a calma e use seu inglês ou o idioma do país, se você souber é claro. Se não souber o idioma aí o inglês se torna sua “moeda” de troca. Nunca tivemos problemas com imigração de nenhum país visitado por nós, mas já ouvimos cada história de tirar o fôlego. Se for com a Polícia – Nem é preciso dizer para manter a calma não é? Pois bem, as polícias europeias costumam ser muito educadas, mas dependendo da situação são bem ríspidas. Plano B: Procure olhar nos olhos do agente, diga a ele que você não tem nada com a situação (se tiver... tenha em mãos ou na sua memória o telefone da embaixada e consulado, você irá precisar). Procure não gesticular muito, seja coerente nas respostas. Tive um problema recentemente com a polícia de Faro (GNR), onde na saída do aeroporto fui parado com a seguinte pergunta: “What's in Portugal?”Primeiramente respondi calmamente em português, afinal estávamos em Portugal e disse que estava a turismo. Não foi preciso mostrar nenhuma documentação ou explicar mais, pois a Flávia entrou na conversa mostrando seu passaporte português e afirmando que era minha esposa. Se for com fiscalização em trens/ônibus/metrô – Calma, muita calma. A maioria dos fiscais, atendentes e prestadores de serviços estão preparados para auxiliá-lo. Eles vivem o turismo, por tanto estão preparados para as mais diversas situações. Mas havendo problema, haja com calma e seja assertivo. Nada de gírias que só você e seus conterrâneos entendem e muito menos use a “brasilidade”, nestes casos eles odeiam. Plano B: Busque entender o que eles querem. Seja direto, vá ao assunto sem rodeios. Para algumas situações inesperadas o plano B pode ser feito no momento, mas tenha sempre em mente que o planejamento da sua viagem é fundamental para evitar muitos dos problemas. Leia a matéria na íntegra em: LIFESTYLE malaparadois


Pelo mundo Comer e beber em Portugal

Por Isabel Alves do Blog IZZIE'S TRAVELS Quando viajo, gosto sempre de experimentar a cozinha local e aprender sobre ela. Para uma verdadeira experiência cultural, a cozinha é o ponto de partida, que implica conhecer os locais e perceber a história e cultura da região. Embora Portugal seja um país pequeno, cada região tem os seus próprios petiscos e do sul até ao norte do país vai uma grande diferença. No sul do país, no Algarve, distinguimos-nos pela cozinha mediterrânica onde predomina o azeite, o peixe e as saladas. Cresci a comer tiborna (pão molhado em azeite e alho), a comer saladas de tomate e pepino com óregãos, sardinhas no pão, bolos de alfarroba e a apanhar gos das árvores. Conhecer o Algarve sem conhecer a nossa cultura gastronómica é não conhecer a nossa história e o que nos marca. Em todo o Algarve se pode encontrar bom peixe e bons restaurantes, mas, ainda na primeira metade do século XX, Portimão tinha uma das maiores fábricas de conservas de peixe e a pesca era uma actividade muito importante na região. Aliás, o museu na zona ribeirinha de Portimão é imperdível. Na zona velha de Portimão, à beira do rio Arade, encontram-se os melhores restaurantes, onde nós, locais, gostamos de ir almoçar ou jantar bem e barato. Começamos por tomar o pequeno almoço na Casa da Isabel, na Rua Direita, um salão de chá e de doces conventuais. Aqui podemos encontrar biscoitos secos de amêndoa até aos mais típicos doces conventuais. Opto por uma bica (café português), um sumo de laranja feito com as laranjas do Algarve (são as mais doces do país) e uma fatia de torta de amêndoa.

Na mesma rua há uma loja de conservas e produtos algarvios digna de uma visita. Subimos até ao Teatro Municipal e ao Jardim 1º de Dezembro, que conta em painéis de azulejos os momentos importantes da história de Portugal. Descendo o jardim, está a Casa/Museu Manuel Teixeira Gomes, onde nasceu um dos Presidentes da República de Portugal e uma gura muito importante na história da cidade. Para o almoço, o restaurante Zizá, na Rua Judice Fialho, frequentado por locais que trabalham no comércio, é uma escolha acertada e a bom preço. Para além dos pratos do dia, há sempre variedade de peixe fresco. Fora este restaurante, os restaurantes à beira rio na zona ribeirinha são também uma escolha, embora mais caros. Para menu, peixe fresco a acompanhar de uma salada ou de um "arjamolho", batatas cozidas e vinho. Para nalizar e apenas para os mais fortes de estômago, pede-se um digestivo, como o medronho ou o bagaço, bebidas típicas da região. De barriga cheia, dá-se um passeio à beira rio até chegar ao Museu de Portimão, que por um preço simbólico, nos leva numa viagem ao tempo.


DOIS Volta-se, seguindo junto ao rio, uma vista que nunca nos cansa, até chegarmos à Praça Manuel Teixeira Gomes - a Casa Inglesa -, onde é imperativo provar dois típicos doces algarvios, o D. Rodrigo e o Doce Fino, com uma bica a acompanhar. Vai-se para a rua das lojas de Portimão à procura de típicos produtos portugueses e para visitar a Igreja Matriz de Portimão. No nal do dia, antes do jantar, descansa-se na companhia de uma imperial (cerveja de pressão) e um prato de tremoços, na Tapa Latina, no Largo do Dique. Para o jantar, o destino é o Largo da Barca e a rua da Barca.

Estar em solo português signica comer bacalhau, então a primeira paragem é o restaurante A Bacalhoada para comer uma bucha de bacalhau e pastéis de bacalhau. Seguimos para o Largo da Barca onde no ar se sente o cheiro a peixe assado na grelha. Escolhemos um dos dois restaurante, a Dona Barca ou o Forte e Feio. No menu deve constar amêijoas ou percebes e uma cataplana de marisco ou papas de berbigão, pratos tradicionais da cozinha algarvia. Acompanha-se com um bom vinho branco ou verde. Para adocicar a refeição, a

tarte de alfarroba e go ou a torta de laranja fazem as delícias do estômago. Se for sexta-feira, por que não ir beber um copo no bar O Almareado na rua da Barca e ouvir alguma música ao vivo? Nesta região privilegiamos os sabores da terra, sendo os coentros, a salsa e os óregãos as ervas imprescindíveis em quase todos os pratos. Há muitas mais iguarias a provar e não há melhor peixe e marisco em todo o Portugal que no Algarve. Ficou a faltar o tradicional pastel de nata ou pastel de Belém, mas por que não visitar Lisboa e comer o verdadeiro pastel de Belém em Belém?

Boas degustações e vemos-nos no Algarve!


Gastronomia Com o Chef Celso Rossi

DOIS

Baião de Dois A gastronomia de fortaleza tem como inuência os Indígenas, Africanos e Europeus. Com seus temperos peculiares, como pimenta de cheiro, pimentão verde, tomate, cheiro verde, alho, pimenta, cebola, além dos toques com leite de coco e o azeite de dendê e manteiga de garrafa. A culinária muita saborosa, com cores e aromas, são pontos importantes nas preparações dos pratos. Baião de Dois Ingredientes · 350 gramas de bacon em cubos · 40 ml de manteiga de garrafa · 1 pimentão verde picado · 1 cebola cortada em brunoise · 50 gramas de alho picado · 500 gramas de feijão de corda cozido (com o caldo) · 350 gramas de arroz branco cozido · 250 gramas de queijo coalho em cubos · 30 gramas de cebolinha verde picada · Cebolinha para decorar Modo de preparo · Em uma panela grande, frite o bacon em cubos até soltar a gordura. Retire e reserve. · Na mesma panela, aqueça a manteiga, adicione o pimentão verde, a cebola e refogue até que a cebola que transparente. · Acrescente o alho, e frite por 2 minutos. · Junte o feijão de corda com o caldo e misture para incorporar o sabor, mas com cuidado para não amassar os feijões. · Junte o arroz e misture. · Adicione o queijo coalho, o bacon reservado, a cebolinha, misture e sirva decorado com cebolinha. Dica · A manteiga de garrafa pode ser substituída por manteiga comum, o feijão de corda pode ser trocado por feijão manteiga.

Receba dicas gastronômicas diretamente no seu celular, tablet ou desktop. Acesse o WhatsApp do malaparadois e fale diretamente com o Chef Celso Rossi. www.malaparadois.com


DOIS

O BACALHAU DO REI tem cardápio variado com 18 tipos de prato de bacalhau em porções executivas (individuais) ou para duas pessoas, além de diversas opções em peixes, carnes e petiscos, sobremesas e bebidas. Os dois ambientes disponíveis na casa também permitem sua escolha entre o conforto do ar condicionado no salão principal e a informalidade da varanda. Rua Marquês de São Vicente, 11 - Gávea - Rio de Janeiro - (21) 2239-8945 / 3489-8646


Por que ir?

Massachusetts Massachusetts é um dos 50 estados dos Estados Unidos da América e está localizado na região da Nova Inglaterra. Sua capital, e maior cidade, é Boston. Por que ir a Massachusetts? A visita a este estado norte americano deve-se levar em conta a importância histórica do estado e da cidade de Boston. A região onde atualmente o estado de Massachusetts está localizado foi uma das primeiras a ser colonizada pelos britânicos. A província colonial de Massachusetts foi fundada em 1620. Apenas a província colonial da Virgínia foi fundada antes. Massachusetts é famoso no país pelo seu pioneirismo em diversas áreas: o primeiro jornal foi publicado em Massachusetts, e a primeira biblioteca pública também; a primeira instituição norteamericana de educação superior foi fundada em 1636 em Massachusetts. Posteriormente, o estado construiria as primeiras escolas públicas de ensino médio no país, durante a década de 1820. Massachusetts foi uma das Treze Colônias britânicas que rebelaram-se contra o domínio britânico em 1775, na guerra da independência dos Estados Unidos da América. Vários eventos que levaram ao início da guerra ocorreram em Massachusetts. Foi na cidade de Boston que o estadista Sam (Samuel) Adams, iniciou o movimento como líder da Revolução Americana. As primeiras batalhas da guerra também ocorreram no estado. Em 6 de fevereiro de 1788, Massachusetts ratificou a constituição, tornando-se assim o sexto estado dos Estados Unidos. O cognome mais conhecido de Massachusetts é The Bay State. A origem deste cognome vêm da localização do primeiro assentamento permanente fundado em Massachusetts, às margens da baía de Massachusetts. O gentílico dos habitantes do estado é bay staters.


DOIS

Outros cognomes menos usados são The Old Colony State, The Puritan State e The Baked Bean State. O que fazer? O estado de Massachusetts oferece uma série de opções. Suas seis regiões principais fornecem uma lista de opções para atrair qualquer viajante: aventura, relaxamento e rejuvenescimento, romance, artes e cultura. Boston - A capital do estado, é rica em história, cultura, entretenimento e um cenário culinário sofisticado. De restaurantes premiados a bistrôs acolhedores, há uma abundância de opções de restaurantes. O Freedom Trail serpenteia pelos locais da cidade que tiveram um papel importante na Revolução Americana. A African American Heritage Trail explora a comunidade afroamericana do século XIX em Boston. Passear de Swan Boats no Public Garden é uma experiência exclusiva de Boston. As instituições de arte mais importantes da cidade, o Museum of Fine Arts, o Isabella Stewart Gardner Museum e o ICA, oferecem exibições iluminadoras e provocantes. Letreiros luminosos iluminam a região dos teatros. A Newbury Street está sempre cheia de vida: galerias, cafés nas calçadas, boutiques e lojas de marcas. A multicultural e fashion Cambridge está do outro lado do Charles River e abriga o MIT, a Universidade de Harvard, e os restaurantes, lojas e livrarias da Harvard Square. Ao norte de Boston, o Lowell National Historical Park exibe a herança da cidade como um centro da indústria têxtil. Todas as comunidades costeiras, Newburyport, Rockport, Gloucester, Marblehead, têm ricas tradições marítimas. Os restaurantes a beira mar oferecem sanduíches de lagosta fresca, mariscos fritos e o produto do dia dos barcos de pesca. Salem é o local dos abomináveis julgamentos de bruxas do século XVII. O

Peabody Essex Museum apresenta coleções extraordinárias de arte e cultura. Ao sul de Boston, a Plymouth Plantation é um dos quatro museus de história viva de Massachusetts. Ele dá vida à chegada dos peregrinos e da experiência dos povos indígenas americanos. New Bedford tem uma rica história, como o primeiro centro de caça às baleias do mundo e inspirou Herman Melville a escrever Moby-Dick. Westport Rivers Vineyards é uma parada principal na trilha do vinho e do queijo da região. Os amantes de praias e de ilhas vão para Cape Cod e para as ilhas Nantucket e Martha's Vineyard. O Cape Cod National Seashore oferece quilômetros de faixas para ciclistas, natação e surf. Na ponta de Cape está Provincetown, uma comunidade eclética e criativa. O Provincetown Art Association and Museum reflete as raízes da cidade como uma colônia de arte. Balsas para as ilhas saem de vários portos de Cape. Nantucket é uma pequena ilha com arquitetura altamente distinta, uma rica história de caça às baleias e praias magníficas. Rica em história dos povos indígenas americanos, penhascos de argila e faróis distintos de Martha's Vineyard e pequenas cidades charmosas, oferece aos visitantes muita coisa para explorar a pé e de bicicleta. No centro de Massachusetts, a Old Sturbridge Village é uma vila vibrante e pulsante, que retrata a vida na Nova Inglaterra no início do século XIX. Programas especiais, atividades e celebrações autênticas da vila fornecem uma rica experiência aos visitantes. No oeste de Massachusetts, os caçadores de aventuras embarcam em viagens de rafting em corredeiras e voam sobre as árvores em tirolesas. Os amantes de cultura aglomeram-se na região na época de concertos em Tanglewood, residência de veraneio da Orquestra sinfônica de Boston, apresentações internacionais de dança no Jacob's Pillow Dance e arte de vanguarda em grande escala no Mass Moca em North Adams.


UNIQUE APARTMENTS Short Term Rentals Bem vindos ao Unique Design Apart ments, a melhor forma de se sentir em casa e o ponto de partida ideal para descobrir a apaixonante cidade de Lisboa. www.uniqueapartments.pt

O nosso conjunto de apartamentos está localizado num elegante edifício pombalino no centro Histórico de Lisboa a apenas 100 metros de distância do Terreiro do Paço/Praça do Comercio e com vista para a famosa e visualmente apelativa Rua Augusta, a mais emblemática, cosmopolita e cénica rua da baixa lisboeta. Estes apartamentos foram idealizados de acordo com os princípios do Feng Shui com o objectivo de obter a harmonia dos espaços, proporcionando o máximo bem estar e conforto aos nossos hóspedes. Experiências UNIQUE Sinta a História da cidade de Lisboa, os Unique Design Apartments oferecem uma decoração temática que se encontra associada às ruas da baixa Pombalina e seus respectivos ofícios, assim como um vasto conjunto de comodidades e serviços que tornam os Apartamentos Unique na sua verdadeira casa em Lisboa.

Tlm: +351 934 852 578 info@uniqueapartments.pt Rua de São Julião, nº 116, Lisboa


2º Piso - Decoração Fanqueiros: Apartamento T1 de 70 m2 com um quarto com cama de casal king size, sala de estar com sofá cama de casal e área de refeições, cozinha equipada e casa de banho. Máximo: 4 pessoas Apresenta uma temática ligada aos ateliers de costura e design de moda destacando-se pelas suas cores vibrantes. Existem estilos que precisam de poucas palavras bastando um simples olhar, isto acontece quando os valores urbanos e românticos são sintonizados com a decoração para torna-la apaixonante. Descubra e aproveite pois é amor à primeira vista.

DOIS

3º Piso – Decoração Sapateiros: Apartamento T1 de 70 m2 com um quarto com duas camas individuais, sala de estar com sofá cama de casal e área de refeições cozinha equipada e casa de banho. Máximo: 4 pessoas Apresenta-se com uma temática ligada às oficinas dos sapateiros e às fábricas de produção de calçado. De cores sóbrias e com elementos de design industrial esta proposta estabelece uma linha cronológica entre o design do passado ate á produção mais contemporânea. Viaje nesta proposta

4º Piso – Decoração Correeiros: Apartamento T1 de 70 m2 com varanda em torno de todo o apartamento com um quarto, sala de estar com sofá cama de casal, e área de refeições, cozinha equipada e casa de banho. Máximo: 4 pessoas O seu tema está ligado ao oficio de trabalhar o couro. Esta é uma proposta clássica e requintada conjugando a elegância, sobriedade e conforto da decoração com a deslumbrante visão da luz e envolvente exterior numa simbiose perfeita. Deixe-se seduzir. 5º Piso – Decoração Douradores: Apartamento de aproximadamente 60 m2 em open space com kitchnette, cama de casal king-size, sofá cama individual, área de refeições e casa de banho. Máximo: 3 pessoas Estúdio-penthouse onde o bom gosto clássico divide as luzes da ribalta com o conforto e luxo dos nossos tempos Ideal para casais este é um apartamento onde a fantasia não tem limites e onde Tejo e um bom companheiro penetrando por entre o Arco Triunfal da rua augusta Sinta o Amor no ar e desfrute de momentos de paixão para mais tarde recordar.


Blogs

Viajando de carro na Itália: A Calábria!

Ana Patrícia Touristico

Olá! No mês passado participei na revista malaparadois com o meu primeiro post: “Uma viagem segura, conselhos para quem vai pela primeira vez”. Itália!! E a partir desse mês estarei inaugurando uma nova seção: Viajando de carro na Itália: ... portanto a cada mês estarei escrevendo e dando um exemplo de um tour de carro em uma região Itália. Gostaram da idéia? Então não deixem de me seguir! Cada região na Itália é repleta de belezas, por isso se você já esteve na Itália e visitou o clássico turismo feito pelas cidades de arte como Roma, Nápoles, Capri, Florença, Siena, Verona, Veneza e Milão, aproveite para se inspirar com os meus artigos!! Tenho certeza que farei você se apaixonar por esse país maravilhoso! Neste mês, a primeira sessão (obviamente) com a minha região, a Calábria. Vamos lá? Viajando de carro na Itália: a Calábria! Existem regiões na Itália que são muito difíceis de conhecer com o transporte público (trens e ônibus) e que para conhece-las é necessário realmente ter um carro, a Calábria, é uma dessas regiões. Com um carro você poderá visitar os burgos que estão perdidos entre as montanhas, assim como poderá descobrir as belezas naturais dessa região, praticamente intocada pelo turismo tradicional. Infelizmente poucos brasileiros estiveram na Calábria e isso acontece devido a geograa local que acaba dicultando um pouco a locomoção nessa região e por falta de informações na web em língua portuguesa (não deixe de conhecer o meu blog que está tentando melhorar essa situação), além disso, a política de promoção do território é ainda pouco presente no mercado brasileiro, mas principalmente porque os brasileiros quando vêm na Itália têm pouco tempo a disposição (entre 7 a 15 dias) e acabam priorizando conhecer as regiões mais famosas turisticamente como o Vêneto, Lombardia, Ligúria, Toscana, Sicília, Campânia, e obviamente o Lácio com a cidade eterna “Roma”. Essa região faz parte do sul da península e possui um território montanhoso entre o Mar Adriático e o Mar Tirreno; as suas maravilhosas praias são destinos turísticos populares não somente para os italianos mas para os europeus de modo geral; apesar da região priorizar a promoção das suas localidades marítimas, em minha opinião o que vale mais a pena conhecer é o seu patrimônio de aldeias medievais incorporadas entre rochas, tantas vezes construídas com vista para o mar, para se proteger contra as invasões dos piratas, ou em lugares nas montanhas onde a vida ainda acontece de acordo com os ritmos das estações do ano. Por isso visitar a Calábria signica conhecer o que ainda existe de mais autêntico no povo italiano! Não posso deixar de lembrar que a Calábria, como todo o sul da Itália, foi povoada por diferentes povos: os gregos (povo que denominou essa região como Magna Grécia, ou seja terra mais importante que a terra de origem), os romanos, os bizantinos, normandos, suábios, angevinos e aragoneses. E é exatamente por isso que essa terra é tão diversicada e em cada parte do território calabrês encontraremos uma herança cultural e artística diferente! Em relação a tudo o que pode ser visitado te aconselho a ir no meu blog, para aprofundamento sobre as várias localidades, ok? Vamos lá? Estarei escrevendo um itinerário de 8 dias passando pelos burgos mais importantes e belos da Calábria, entre estes os burgos que fazem parte da associação “Club dei Borghi piú belli d Itália”, que hoje é composto por 217 burgos em toda Itália, desses 217 dez estão localizados na Calábria, assim como pelas metas turísticas marítimas / religiosas / arqueológicas mais importantes. Em média, este itinerário tem um mínimo de 60 quilômetros e um máximo de 240 quilômetros por dia de acordo com o local você escolher para dormir. Eu te aconselho a faze-lo em forma de itinerário itinerante, ou seja dormindo cada noite em uma localidade diferente; eu sei que não é uma ótima coisa abrir e desabrir as malas, mas acho que vale a pena estar sempre o mais perto possível das zonas a serem visitadas de modo que o tour seja menos cansativo. Basicamente estaremos fazendo um giro completo na Calábria, começando e terminando em Reggio Calabria. Independentemente de onde você chegará, Paola, Reggio Calabria ou Lamezia terme, você irá alugar o teu carro e partir para o primeiro dia de tour, que começará em Reggio.


DOIS

1º DIA - Reggio, Scilla e pentedatillo / 60 quilômetros Começaremos o nosso tour visitando o museu de Reggio Calabria para conhecer as famosas estátuas Bronzi di Riace, duas magnícas obras de arte, datadas por volta do século V a.C., exemplos de antiga escultura grega, pertencentes ao período transitório entre a escultura grega arcaica e o antigo estilo clássico, exemplares únicos ao mundo. Aconselho também uma breve visita a Catedral da cidade. Prosseguindo para visita do nosso primeiro burgo, Pentadatilo: esse burgo foi abandonado na década de sessenta do século XX e o que fascina nesse burgo é o mistério do lugar, conhecido como um dos burgos fantasma da Itália. Quer saber o porque? Vá conhece-lo! A sua excepcional beleza cênica também te deixará de bocas abertas. Por último, terminaremos o dia visitando Scilla (um dos burgos mais belos da Itália), conhecida como a "Veneza do Sul" pelo modo como as casas se “apóiam” ao mar. Não deixe de ir visitar o Castelo e de jantar um prato típico feito com peixe espada!! Aconselho pernoite em um b&b na Scilla ou em um hotel em Reggio Calabria. 2º DIA – Bova, Gerace e Stilo / 207 quilômetros Hoje visitaremos Bova, capital da área grecânica, onde ainda hoje falam um dialeto derivado do grego e onde se mantém tradições do Oriente. Em seguida continuamos para Gerace (um dos burgos mais belos da Itália), visita da cidade normanda por excelência. Não deixe de visitar a famosa Catedral de Gerace, umas das mais importantes da Calábria. Continuando para Stilo, que certamente preserva a jóia arquitetônica mais importante de toda a Calábria, a Cattolica, pequeno templo bizantino datado do século IX dC. com planta quadrada e cruz grega. Aconselho pernoite em um b&b ou agriturismo na zona de Stilo. 3º DIA - Squillace, Le Castelle e Santa Severina / 170 quilômetros A programação de hoje prevê diversas paradas. Primeiro passaremos pelo parque Arqueológico de Squillace, visita do parque e dos restos arqueológicos da maravilhosa Basílica de Santa Maria della Roccella. Prosseguindo para visita do Castelo dentro do mar em Le Castelle, perto de Capo Rizzuto, não deixe de parar para fazer fotos do maravilhoso litoral. Continuando a viagem para Santa Severina, e que sou totalmente apaixonada, conhecida como o "navio de pedra", não deixe de visitar o Batistério, uma das principais obras deixadas pelos bizantinos ao território e o seu Castelo que é considerado um dos mais belos do sul da Itália, totalmente restaurado, revelam 1200 anos de história!! Aconselho pernoite em um agriturismo na zona de Santa Severina. 4º DIA - Rossano, Corigliano e Sibari / 140 quilômetros Hoje visitaremos Rossano com o seu centro histórico com a importante igreja de San Marco, uma das mais obras bizantinas mais importantes da Calábria junto com a Cattolica de Stilo. Prosseguindo para Corigliano onde visitaremos o centro histórico e o seu maravilhoso Castelo totalmente restaurado onde você vai se deslumbrar com uma maravilhosa vista panorâmica. E por último pararemos em Sibari, uma das cidades mais importante do período grego, onde visitaremos o museu arqueológico que contará a história dessa civilização maravilhosa e única! Aconselho pernoite em um agriturismo ou em um hotel na zona de Sibari

Viajando de carro na Itália: A Calábria!


5º DIA - Civita, Morano Calalabro e Aieta / 125 quilômetro Hoje visitaremos Civita, burgo de origem “Arbëreshë” fundada no século XV, graças às populações albanesas que fugiam das perseguições dos turcos, prosseguindo para Morano Calabro, a delicada união de arte e de beleza natural faz desse burgo um dos mais belos do Sul da Itália. Continuando para Aieta, com visita do seu centro histórico que ainda conserva traços indeléveis do seu passado glorioso. Aconselho pernoite em um agriturismo ou em um hotel na zona de Aieta 6º DIA - Isola Dino, San Nicola Arcella, Cirella, Diamante e Paola / 90 quilômetros Hoje conheceremos algumas das localidades mais importantes e belas do litoral calabrês, como a Isola de Dina, San Nicola Arcella. Não deixe de conhecer o famoso Arco Magno, Diamante com o seu gracioso centro histórico e por m, como última etapa do dia visitaremos o Santuário de Santo Antonio em Paola. Aconselho pernoite em um agriturismo ou em um hotel na zona de Paola 7º DIA – Fiumefreddo, Altomonte e Cosenza / 172 quilômetros Depois do café da manhã partiremos para visita do burgo Fiumefreddo, antigo vilarejo medieval protegido por muros com pequenos becos, ruínas e torres. O panorama em torno ao burgo é de uma beleza inestimável. Continuaremos nossa viagem para Altomonte, localizado ao pé do Parque Nacional do Pollino, visita a sua antiga Igreja que testemunha sua longa e fascinante história. E por m para completar o dia, chegaremos em Cosenza, uma das cidades mais importantes da Calábria, visita do seu centro histórico, incluindo o famoso Duomo com reconhecimento da Unesco, o castelo recentemente restaurado e sobrando tempo

visita ao museu degli Enoltri, onde você poderá conhecer a história da região passando por todas as etapas históricas. Aconselho pernoite em um hotel em Cosenza 8º DIA – Pizzo, Tropea, Capo Vaticano Palmi e o promontário de Sant Elia / Reggio Calabria 231 quilômetros Terminaremos o nosso tour visitando um dos litorais mais belos da Calábria (e da Itália) passando por Pizzo onde visitaremos o seu castelo e degustaremos o famoso sorvete “tartuffo”e depois prosseguiremos para Tropea, conhecida como a Pérola da Calábria, Capo Vaticano com um mar maravilhoso e passaremos pelo promontório de Sant´Elia onde faremos maravilhosas fotos panorâmicas do Litoral Calabrês. Enm retorno para Reggio Calabria Aconselho pernoite na zona de Reggio 9º DIA - Partida O tour de ontem foi bastante cheio, por isso aconselho partida hoje para Lamezia (aeroporto) ou para o aeroporto de Reggio ou para a estação ferroviária e prosseguimento da nossa viagem por essa terra única e encantadora! Concluindo caro leitor, explorador do mundo ou aos milhares de descendentes calabreses do meu Brasil, venha descobrir a beleza da Calábria, tenho certeza que essa terra saberá “rapinar” o teu coração, como fez comigo há tantos anos atrás!


DOIS

COMO CHEGAR NA CALÁBRIA AÉREO O melhor modo de chegar na Calábria é com o aéreo Existem 3 aeroportos na Calábria Aeroporto Internacional de Lamezia Terme: esse é o aeroporto mais importante, inclusive têm vôos diretos de outros países europeus, caso você não esteja chegando por Roma ou Milão. http://www.lameziaairport.it/ Aeroporto de Reggio Calabria: com diversas chegadas e partidas de Roma e Milão - http://www.aeroportodellostretto.it/it/ Aeroporto de Crotone: com diversas chegadas e partidas de diversas cidades italianas - http://www.aeroporto.kr.it/ TREM Outra ótima opção é chegar com o trem, a partir da Sicília e toda Itália têm várias conexões que te ligará a Paola na provincia de Cosenza ou a Reggio Calabria na província de Reggio. Para você ter uma idéia do tempo que gastará em viagem: A partir de Roma (de 5 horas a 9 horas) e de Nápoles (de 4 horas a 6 horas), a partir de Messina na Sicília (menos de 1 hora). Para comprar bilhetes pode ir diretamente no site da ferrovia italiana http://www.trenitalia.com/ ou diretamente na estação de trem. CARRO Outra opção é fazer esse tour diretamente com o carro a partir de uma outra região italiana, como por exemplo Sicilia, Campânia ou a Puglia. A auto- estrada A3 é a espinha dorsal rodoviária da Calábria e liga a região a Nápoles e a Roma. Bem, quero terminar essa matéria denindo a Calábria como a ponta da bota (Itália é conhecida geogracamente pela forma de uma bota), mas principalmente como trampolim para a Sicília, uma das regiões mais visitadas da Itália e também a nossa meta do próximo mês!! E boa viagem!!!

Ana Patrícia da Silva, vive na na Itália há 11 anos; formada em Turismo pela Universidade da Calábria e em Biblioteconomia pela Universidade Estadual de Londrina(UEL), fundadora de Touristico Consultoria Turística Itália Brasil, com um master em turismo cultural, além de ser a única guia de turismo em língua portuguesa na Calábria. «Acredito que não existe sonho impossível, basta muita coragem e disciplina. Amo viajar, conhecer novas culturas e escrever para o blog Viajando para Itália!» Visite o blog Viajando para Itália e Viajando para a Calábria


DOIS

Mansou Imóveis Estrada do Tingui, 658 - Campo Grande, Rio de Janeiro - RJ, 23075-007, Brasil Telefones: + 55 21 3402-6560 + 55 21 2411-6752 recepcaomansou@yahoo.com.br

Segurança nas vendas e Aluguel de Imóveis A Mansou Imóveis é uma empresa que atua a 7 anos no setor habitacional. Focada na assessoria da compra, venda, avaliação e legalização de imóveis. Desde que foi fundada a Mansou Imóveis tem se preocupado em atender o cliente de maneira dinâmica e eficiente. Sempre atuando em conformidade com as leis, cumprindo normas e padrões que garantam a segurança dos processos e dos negócios realizados.

Nossa equipe é formada por profissionais capacitados, motivados para assumir novos desafios, que trabalham antecipando-se às necessidades de nossos clientes e valorizando a continuidade de relacionamento com nossos clientes.

Destaque Mansou este mês Casa na descida da serra de Petrópolis km 90. Toda em blindex, porcelanato, área com churrasqueira, garagem para mais de 6 carros, cachoeira, piscina, 4 andares sendo 1 chalé em madeira, 4 banheiros 6 quartos, salas, cozinha.


Anuncie

DOIS

nos canais malaparadois

Nossos canais são o que há de melhor para seu sucesso! Mais de: Estamos presente nas principais redes sociais: +120 mil acessos no website +7000 fotos reais no website +6500 fotos reais no facebook +14000 fãs na fanpage Contato comercial: +2500 Tweets malaparadois@gmail.com 223 mil visualizações no Google Plus Skype: edimarques74 + 300 mil downloads nas Revistas malaparadois Fone: +55 21 998271073 www.malaparadois.com


Daqui pra lá... De lá pra cá

Penedo Penedo é um distrito e parque ecológico localizado na cidade de Itatiaia, sul Fluminense, às margens da Rodovia Presidente Dutra (BR116) que liga o Rio de Janeiro a São Paulo. Além de ser uma das mais belas paisagens do país, tem o privilégio de oferece acesso fácil a outros destinos turísticos aos visitantes: Parque Nacional de Itatiaia, Serrinha do Alambari e Visconde de Mauá. Aliado à beleza natural, o vilarejo oferece uma vasta e variada rede hoteleira, restaurantes de alta qualidade, diversos bares, lojas de artesanato e um comércio local diversificado, bem ao gosto de quem procura a região para fugir da agitação dos grandes centros urbanos. Na alta temporada (inverno) o distrito costuma ficar bem cheio, por tanto é importante reservar com antecedência e se preparar para entrar em algumas filas nas lojas e afins. A História de Penedo (visitepenedo.com) A Idéia - Conta Toivo Uuskallio, o idealizador e fundador da Colônia Finlandesa de Penedo, em seu livro "Na Viagem em Direção à Magia do Trópico", ter recebido um chamado para deixar sua terra natal e emigrar para o Sul longínquo. Chegou este chamado de forma misteriosa, à noite, e sem emissário aparente. O chamado era muito forte. E assim, em meados de 1927, embarcaram para o Brasil Toivo e sua mulher Liisa, acompanhados de três rapazes que compartilhavam de seus ideais. Pretendiam eles viver no longínquo Sul onde o clima permitia uma vida mais natural, praticando a nudez e permitindo o uso de vestuário mais leve, gozando assim dos benéficos raios solares. Também fazia parte de seu programa de vida a alimentação vegetariana e a abstenção de bebidas alcoólicas, chá e café. Após um período de aclimatação e início de aculturação no Rio de Janeiro, foi Uuskallio e o grupo contratado para trabalhar numa fazenda de propriedade do Mosteiro de São Bento, Três Poços, nas proximidades de Volta Redonda, Estado do Rio de Janeiro. Esse trabalho na fazenda, além de propiciar aos agricultores finlandeses o início do conhecimento das culturas praticadas no Brasil, fez com que conhecessem algumas propriedades para implantação de sua colônia ideal. Voltou Uuskallio para a Finlândia em 1928, onde publicou o livro "Matkalla Kohti Tropiikin Taikaa" (Na Viagem em Direção à Magia do Trópico), que relatando suas idéias e impressões de viagem influiu decisivamente na implantação de seu projeto de fundar uma colônia finlandesa vegetariana no Brasil. Ajudado pelo Pastor Pennanen e por Mikko Airila, procedeu ele a


DOIS intensa campanha de divulgação e recrutamento, com artigos na imprensa, especialmente no jornal Tyokansa, e conferências, para angariar recursos. Foi bem sucedido, e em 28 de janeiro de 1929 foi realizada a compra da Fazenda Penedo, localizada no Vale do Paraíba, 2º Distrito de Resende. A Colônia - Não existe em Penedo registro nominal sobre os que vieram, mas no perído de 1 de setembro de 1927 até 16 de outubro de 1940, chegaram ao porto do Rio de Janeiro 296 finlandeses, registrados 208 como imigrantes. O período de maior fluxo foi o ano de 1929 quando chegaram 122 colonos. Em 1930 ainda chegaram 21, e em 1931, 23. No restante do período, que terminou com o início da Segunda Grande Guerra, as chegadas foram pequenas, a não ser em 1938, quando chegaram 19 imigrantes. Como previsto no Projeto Habitacional de Penedo, nos primeiros anos, até que cada um pudesse construir sua casa em um dos 250 lotes da fazenda, a vida foi em comunidade. Praticava-se uma lavoura de subsistência, e cultivava-se viveiros de mudas de laranja, cuja venda constituía a principal fonte de renda da colônia. Muitos, decepcionados com as duras condições de trabalho, retornaram à Finlândia. As terras da Fazenda Penedo não eram boas. Assim, alguns obtiveram de volta o dinheiro que tinham investido e procuraram outras terras. Com a queda da indústria da laranja na Baixada Fluminense, cessou esse mercado, e os finlandeses tiveram que procurar outras alternativas. Foi tentado o cultivo de tomate, mas as dificuldades de fazer chegar a produção ao mercado fizeram com que alguns se dedicassem à criação de galinhas. E, agindo em conjunto, comprando rações e víveres por atacado, acabaram formando uma cooperativa informal. Essa cooperativa informal foi a base do atual Clube Finlândia, fundado em 1943. Dispersão da Colônia - O final da década de 30 foi de grandes dificuldades, a vida só melhoraria para os finlandeses com a venda, em 1942, de parte da fazenda a uma companhia suíça que lá estabeleceu a Companhia Plamed, para a produção de plantas medicinais. Com o produto dessa venda conseguiu Uuskallio saldar suas dívidas, tinha hipotecado a fazenda, e todos se beneficiaram. Alguns receberam de volta o que tinham investido outros obtiveram trabalho nos serviços de plantio de eucaliptos, beneficiamento das essências medicinais e na construção de estradas e pontes. Foi nesse período que a indústria hoteleira de Penedo teve seu início. A Colônia, com seus habitantes louros e costumes diferentes, a sauna por eles introduzida, seus bailes com polcas, mazurcas e tangos, atraía as pessoas. E, havendo agora lugar na Casa Grande, desocupada pelos colonos, passou lá a funcionar o primeiro hotel de Penedo. Aumentando o movimento, passaram os finlandeses a receber hóspedes também em suas casas. Naquela época havia o hábito de se passar as férias anuais, geralmente de duas semanas, em hotéis-fazenda, em regime de pensão completa. As reservas eram feitas por carta, telefone praticamente não havia, e os hóspedes chegavam após viajar em 6 horas de trem do Rio de Janeiro, ou um pouco mais de São Paulo. Da Estação Marechal Jardim, onde desembarcavam, eram transportados para Penedo às vezes até de carro de boi, quando não havia uma charrete. A boa comida, e a vida simples e agradável fazia com que voltassem e recomendassem aos amigos. E com a ampliação das casas nasceram as pensões de D.Lídia, D.Hilja, D.Siiri e D.Liisa. Início do Desenvolvimento - Terminada a guerra, cessou a Plamed suas atividades. Foi então sua área vendida para a AABB, Associação Atlética do Banco do Brasil, que loteou a parte baixa, mais tarde ampliada pela Companhia Campo até a Fazendinha, na parte alta de Penedo. Nessa época já existia a Rodovia Presidente Dutra, inaugurada em 1951, o que permitiu o acesso aos automóveis e gerou o turismo de fim de semana. Isto fez com que as antigas pensões fossem ampliadas e se transformassem no Hotel Bertell, Hotel Chácara das Duas (atual Pequena Suécia) e na Pousada Penedo que ainda hoje existem.


DOIS Revistas malaparadois Dicas de Viagens & Lifestyle em um Ăşnico site! www.malaparadois.com

Revista malaparadois Edição Nº 17 - Agosto 2015 - Fortaleza  

Bela, quente e vibrante... A porta de entrada para o nordeste brasileiro. www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único si...