Page 1

Veneza

Ano II - Nº 11 - Fevereiro 2015

www.malaparadois.com

Por que ir?

Nashville, Tennessee – A cidade da música country

Programe-se

Tour Peru um país de culturas vivas

St. Petersburg seduz em cada estação

Patrícia Veludo do blog Descobrir Viajando traz Veneza! Romântica, bela, acolhedora e simplesmente fantástica.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Casados desde 2006, mas amigos desde 1996, somos dois brasileiros que adoram viajar. Sempre que conseguimos "escapar" do trabalho arrumamos um jeito de conhecer lugares novos, pessoas, culturas e nos divertir ao máximo. "Nossas viagens baseiam-se sempre por uma escolha concensual, mas confesso que alguns locais tive uma boa inuência na decisão. (Edi Marques)".

Quem Somos?

"Amo viajar! Conhecer povos e culturas diferente da nossa é fantástico. Além de poder viver cada "esquina", cada ruína, cada lugar... como se fosse um morador local, não tem preço. (Edi Marques). Edi Marques Administrador, especializado em Gestão Pública. É editor chefe dos canais malaparadois. Viajente de carteirinha, começou a relatar suas viagens como diversão e para bate papo com amigos. Apaixonado pela Europa e sua história. Flávia Ghelli Advogada, especializada em Direito Tributário. É redatora chefe e tradutora dos canais malaparadois. Adora viajar, casou-se com Edi Marques e não pararam mais de viajar.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Sumário 06

12

15

06 Por que ir?

12 Tour

15 Capa

Nashville A cidade da música country

Peru Um país de culturas vivas

“Ciao Venezia…” Veneza é muito mais do que canais, pontes, gôndolas e majestosos edifícios, ela é das mais belas cidades do mundo e mostra, a quem a visita, até onde a genialidade do homem pode chegar.

35

30

29

29 Lifestyle

30 Travel Tips

35 Programe-se

Bath, Inglaterra Muito conhecida pelos seus banhos termais que encantaram imperadores romanos

Varsóvia A fênix da Europa. A cidade foi totalmente reconstruída após a Segunda Grande Guerra

St. Petersburg Seduz em cada estação

/malaparadois

Staff

/malaparadois Editor Chefe: Edi Marques Redatora Chefe e tradutora: Flávia Ghelli Fotos: Edi Marques e Flávia Ghelli

/groups/malaparadois/

Expediente

/malaparadois

/malaparadois

Diagramação: ESM Arte final: MG www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único Site! Tel.: 55 21 997867034 e-mail: malaparadois@gmail.com

/edimarques/malaparadois /malaparadois

Para anunciar: Ligue: 55 21 997867034 ou envie e-mail para malaparadois@gmail.com com o assunto: Quero anunciar

p.02 Quem Somos p.05 Ao leitor p.34 Gastronomia com o Chef Celso Rossi

Tiragem: Digitalizada para internet Acesso: Notebooks, Tablets, Smarts, IOS, Android e Pcs Copyright © 2014 • Trade Mark ® • malaparadois • All Rights Reserved © 2023 by malaparadois. Proudly created by Edi Marques

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Uma parceria que nos acompanha em todas as nossas viagens. Quer viajar com tranquilidade e confiança? Faça sua viagem com a SBHtour. As últimas seis viagens do malaparadois no exterior foram através da SBHtour e sua Diretora Thalita Ribeiro está pronta para atendê-los. Passagens áreas; Passagens de Trem ou Navio; Translados; Locação de veículos; Reservas nos melhores hotéis do mundo; Seguro viagem e, Muito mais! A SBHtour está aguardando vocês! Endereço: Av. Cônsul Antônio Cadar, 126 lj 92 Center São Bento, Belo Horizonte, MG

Thalita Ribeiro - Sbhtour INFORMAÇÕES E RESERVAS: Sbhtour - Thalita Ribeiro - thalitammrp@gmail.com FONES: 55 (31) 3291.4771 ou 55 (31) 9910.5646

SBHtour A agência oficial do malaparadois

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Ao Leitor Veneza romântica e misteriosa. Suas pontes, belezas escondidas... Situada na região nordeste da Itália, na região do Vêneto, é banhada pelo mar Adriático. Ao longo de 10 edições recebemos várias mensagens dos nossos leitores perguntando: “Vocês não irão fazer uma revista sobre Veneza?” Nossa resposta sempre foi “Sim, vamos!”, mas queriamos fazer algo especial, não só com as nossas impressões. Quando recebemos o convite de nossa parceira Patrícia Veludo do blog “Descobrir Viajando”, perguntando se aceitaríamos fazer Veneza... aceitamos de imediato! Patrícia conta um pouco da fabulosa história veneziana, com belas fotos e dicas para sua viagem. Esperamos que nesta matéria, você nosso leitor, possa se sentir em um dos canais de Veneza. Que possa deslumbra-se com a Piazza San Marco e que possa amar Veneza. E como dizem os venezianos e visitantes que por lá passam: “Ciao Venezia”.

E para sermos eis a nossa parceira, o idioma utilizado na matéria será o Português de Portugal. À todos uma excelente leitura. Edi Marques - Administrador dos Canais malaparadois

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Por que ir?

A cidade da mĂşsica country

06

Dicas de Viagens & Lifestyle em um Ăşnico site!


Por que ir? Nashville, Tennessee – A cidade da música Nashville é a capital e também a segunda cidade mais populosa do estado norte-americano do Tennessee, no Condado de Davidson. Localizase no centro do estado, nas margens do rio Cumberland. Foi fundada no dia de Natal no ano de 1779, tendo como nome Fort Nashborough e tornou-se capital estadual em 1843. Foi nomeada assim em homenagem a Francis Nash, um soldado da Guerra da Independência. Em 1784 passou a chamar-se, então, Nashville. Apelidada de Music City, U.S.A. (Cidade da música), é um centro importante da indústria discográca. Também é chamada a Atenas do Sul por causa das suas instituições de ensino e da arquitetura clássica. Um importante jornal diário de Nashville é o Tennessean. Outro é o Nashville City Paper. Nashville tem uma rivalidade com a cidade de Branson, no Missouri, pois esta última é um destino turístico de ponta da música country. Rivaliza igualmente com a segunda cidade do Tennessee, Memphis. A cidade é cruzada por três rodovias interestaduais: 40, 24 e 65. A Metropolitan Transit Authority (Autoridade de Trânsito Metropolitana) é a responsável pelo serviço de ônibus dentro da cidade. A cidade é servida pelo Aeroporto Internacional de Nashville. Embora Nashville seja conhecida como um importante centro da indústria discográca, as suas maiores indústrias são na realidade os seguros e a nanceira. Nashville é a casa dos Tennessee Titans, time prossional da NFL. O que fazer em Nashville? O melhor da nightlife de Nashville ca localizado na Printer's Alley. Este famoso beco ainda não perdeu o seu charme com os visitantes, e continua a ser um refúgio para quem procura diversão noturna e aventura. Grandes sonhos podem ser iniciados no Miss Kellie Karaoke Bar ou de Lonnie Western World onde os cantores amadores aparecem todas as noites. Um dos pontos mais divertidos é Bourbon Street Blues e Boogie Bar onde várias bandas tocam ao vivo.

Printer’s Alley

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

07


Por que ir? O destaque: Lower Broadway O Lower Broadway não é apenas onde turistas e visitantes vão para ver o coração da música country no centro de Nashville, mas também é o “celeiro” onde os moradores levam seus amigos para sentir a música, hospitalidade e diversão de Nashville. Bares famosos e locais como o Tootsie Orchid Lounge, Roberts Western World, Legends Canto e The Stage, atraem grandes multidões. O Rippy também é famoso por suas bandas country e seu churrasco. Se você desejar um pouco mais de tranquilidade (e uma bebida sosticada), basta fazer uma pausa e entrar no Merchant, que é o melhor local para jantar e beber um belo vinho. Nashville tem muito mais a oferecer além de música ao vivo e restaurantes incríveis. Aprecie a beleza natural de Nashville e Middle Tennessee, experimentando algumas das melhores atividades ao ar livre que a região tem para oferecer. Espaços ao ar livre, como o Parthenon no Centennial Park, trilhas para caminhadas na Warner Parks, são espaços ideais para passar o tempo na natureza. Se você estiver interessado em fazer caminhadas, andar de bicicleta, ou simplesmente relaxar em um belo parque com uma vista incrível, Veja a lista:

Lower

01 - Arrington Vineyards é uma vinícola localizada nos arredores de Nashville em Arrington, localiza-se a 30 minutos de carro de Nashville. Em seu caminho para Arrington, você vai desfrutar das vistas panorâmicas dos campos e colinas, um belo vinhedo, e uma degustação de vinhos. Após a sua degustação, você pode comprar queijo, frios, biscoitos e outros petiscos na loja de presentes, além é claro do fabuloso vinho. Em seguida, fazer um piquenique no jardim para desfrutar suas compras.

Arrington Vineyards

02 - Se você está procurando uma maneira de arrefecer durante os meses quentes de verão de Nashville, Nashville Shores Water Park é o lugar para ir. Nashville Shores apresenta mais de 1 milhão de litros de diversão para o verão, incluindo lâminas emocionantes, uma piscina de ondas, rio calmo, piscinas, uma bela praia, cruzeiros no lago e muito mais atrações para toda a família. Você pode desfrutar dos tobogãs, piscinas e praias para uma tarde, ou car por alguns dias em um dos quartos da RV na Nashville Shores Lakeside Resort. O resort dispõe de 20 quartos de luxo à beira do lago e mais de 100 quartos mais simples. Durante os meses de verão, o parque está aberto diariamente. 03 - Cheekwood Jardim Botânico e Museu de Arte oferecem aos visitantes a chance de escapar, descobrir e se surpreender. Piscina

Nashville Shores Water Park

08

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Por que ir? para relaxamento, jardim japonês e sua natureza são santuários perfeitos. Este jardim botânico também é um museu de 55 hectares, localizado na propriedade histórica Cheek, existe para celebrar e preservar a sua paisagem.

Cheekwood Jardim Botânico

04 - A ponte de pedestres que se estende sobre rio Cumberland e leva os visitantes de East Nashville para o centro é um dos locais favoritos para fotograa, piqueniques, passeios românticos na cidade e bate papos entre amigos. Nos últimos anos, a ponte foi restaurada para incluir um elevador, rampas e escadas. O centro da ponte é uma ciclovia, de modo que os ciclistas e os pedestres possam desfrutar do seu próprio ritmo. Se você decidir por um passeio pela ponte, não se esqueça de levar uma câmera e um lanche, para que você possa car por um tempo e apreciar a

Ponte de pedestres

vista enquanto você caminha. 05 - Centennial Park é um grande espaço perto do centro de Nashville. O parque contém um lago lindo com caminhos à beira da água e áreas verdes que atraem animais selvagens, Centennial Park é a casa do Parthenon. Esta réplica em escala real do monumento grego que foi construída em 1897 para a Centennial Exposition do Tennessee. No interior, uma estátua de 42 metros de Athena é o foco do Parthenon, assim como era na Grécia antiga. Centennial Park é um grande espaço para piqueniques e festivais de música.

Centennial Park

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

09


Por que ir? 06 - Warner Parks é o lugar perfeito para um passeio panorâmico ou uma caminhada pitoresca, Warner Parks oferece inúmeras oportunidades para aventuras ao ar livre. Com cerca de 3000 hectares de oresta localizadas apenas nove quilômetros do centro de Nashville, Edwin e Percy Warner Parks juntos formam uma versão do Central Park em Nashville. Os dois oferecem trilhas para caminhadas, trilhas equestres, campos esportivos, mirantes e uma estrada sinuosa de 11 quilômetros que é popular entre ciclistas e aqueles que procuram um passeio panorâmico agradável.

Warner Parks

Fontes: USA Today - City of Nasville - www.nashville.com

10

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Anuncie nos canais malaparadois

Nossos canais são o que há de melhor para seu sucesso! Mais de: 116 mil acessos no website 6000 fotos reais no website 3500 fotos reais no facebook 11000 fãs na fanpage 2300 Tweets 178 mil visualizações no Google Plus 260 mil downloads nas Revistas malaparadois Contato comercial: malaparadois@gmail.com Skype: edimarques74 Fone: +55 21 998271073 www.malaparadois.com

Estamos presente nas principais redes sociais:

Dicas dedeViagens Lifestyle um Dicas Viagens &&Lifestyle em umem único site!único site!


Tour 4

Quando pensamos em Peru pensamos em Machu Picchu. Mas este país da América do Sul possui uma innidade de atrações. Peru é um país de culturas vivas possuindo uma grande variedade de festivais e tradições que constituem o seu patrimônio cultural (1). É um país de aventuras para todos os gostos (2).

1

2

Um país com gastronomia moderna (3) e com a civilização mais antiga da América (4).

3

Como Chegar no Peru O acesso por via aérea: Peru goza de uma localização privilegiada no coração da América do Sul, transformando Aeroporto Internacional Jorge Chavez (em Lima) em um centro internacional de turismo e de várias companhias aéreas que chegam a muitos destinos na América do Sul por lá. Há voos diretos e escalas múltiplas para Lima a partir das principais capitais do mundo. Por terra: Os pontos de entrada por terra são: Do Equador: Aguas Verdes (Tumbes), através da Panamericana Highway and La

12

Tina (Piura) da cidade de Loja (Equador). Da Bolívia: Há dois cruzamentos, Desaguadero e Kasani, por viajantes provenientes de La Paz e Copacabana, respectivamente. No Chile: Paso a Santa Rosa (Santa Rosa Pass) (Tacna) através da estrada Panamericana

Pelo Lago: Você pode viajar de Guaqui (Bolívia) para Puno via lago Titicaca. Por Mar: Cruiseiros atracam em principalmente no porto de Callao (a 30 minutos de Lima).

Pelo Rio: Peru pode ser acessado pelo rio. A cidade peruana de Iquitos pode ser acessado através do rio Amazonas a partir de Leticia (Colômbia) e Tabatinga (Brasil).

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Tour Quais cidades visitar? Na lista de cidades e atrações imperdíveis está Cusco, Patrimônio Histórico da Humanidade, cujas ruas e becos de pedras parecem respirar os mesmos ares da época dos incas (5). A capital, Lima, tem encantadora arquitetura colonial (6). Miraores um distrito de Lima, próspero e de grande movimento comercial, cultural e turístico (7). Mas são os misteriosos territórios de Machu Picchu o ponto de atração mais intensa dos turistas que visitam esse país mestiço (8). Na costa norte, o eixo entre a colonial Trujillo (9) e a pacata Chiclayo reserva descobertas arqueológicas impressionantes. Ali foram encontrados o Senhor de Sipán, um semideus da cultura moche, anterior aos incas, além da Dama de Cao, múmia preservada depois de 1700 anos que evidencia o relevante papel das mulheres nas sociedades pré-colombianas. Nessa região também estão as ruínas de Chan Chan, a monumental capital de barro chimú, Patrimônio da Humanidade desde 1986. Em sua visita ao altiplano andino, lembre-se de que a altitude pode vir a lhe causar o mal da montanha (soroche), então siga um ritmo lento

5

6 7

8

9

10

Praia de Miraores

7

11

para adaptação e curta o lugar com calma, sem afobação, e se não se sentir bem, pare e descanse, mantendo a calma e a respiração. Já ao sul encontram-se as misteriosas linhas de Nazca (10), fonte das mais amalucadas teorias sobre sua função e construção, indo de alienígenas a uma civilização superior perdida. Seja como for, somente pode-se apreciar sua dimensão de avião, helicóptero ou balão. Outra faceta peruana que começa a entrar no mapa é sua gastronomia. Imigrantes espanhóis, italianos e japoneses criaram suas próprias versões de receitas de sua pátria e as adaptaram ao que encontravam nos mercados locais. Com sua imensa variedade de batatas, milhos, tomates, pescados e pimentas, pratos cada vez mais elaborados e únicos foram nascendo e deram origem à cozinha local. Agora, o antes simples ceviche, uma marinada de pescados, amplia seus horizontes e ganha versões maravilhosas. Aqui também você encontra o pisco, a bebida nacional, um destilado do mosto da uva, base para elaborados drinques (11). Ruínas espetaculares, trekkings fundamentais, uma cultura única e uma rica gastronomia: o Peru é muito mais do que você imagina! Fontes: Peru Travel - www.peru.trave Promperú - www.promperu.gob.pe Fotos Miraores: Flávia Ghelli

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

13


Pensamos em viagens todos os dias. Pensamos que viajar faz bem ao corpo e a mente. Pensamos em levar à vocês informações, dicas, fotos e histórias dos mais diversos locais no mundo. Estes são os canais malaparadois!

"Às vezes o que falta para alguém viajar é uma boa dica e uma boa história" www.malaparadois.com Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Veneza “Ciao Venezia…” Veneza é muito mais do que canais, pontes, gôndolas e majestosos edifícios, ela é das mais belas cidades do mundo e mostra, a quem a visita, até onde a genialidade do homem pode chegar. Veneza, por Patrícia Veludo Blog Descobrir Viajando

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

15


16

Dicas de Viagens & Lifestyle em um Ăşnico site!


Esta bonita cidade, classicada como Património da Humanidade pela UNESCO, foi totalmente construída sobre a água e conseguiu sobreviver sem carros até ao século XXI. Tudo se iniciou com a ocupação das ilhotas no nordeste de Itália, por parte dos habitantes da região do Véneto, que fugiam das invasões germânicas. Quando todas as ilhas caram ocupadas houve a necessidade da cidade crescer e a única saída foi avançar sobre as águas que separavam as ilhas. Como tal, os venezianos precisaram desenvolver um sistema para aterrar as áreas anexas à terra e assim encurtar a distâncias entre as ilhas. Atualmente, a cidade é composta por 177 canais, 400 pontes e 118 ilhas.

Esta é uma cidade diferente, símbolo do romantismo, que parece ter parado no tempo e que merece que quem a visita se perca nos seus canais cortados por pontes em arco, deslize de gôndola em silêncio pelas águas, que visite os bonitos palácios e basílicas espalhadas pela cidade, que se deslumbre com as magnícas praças que vai encontrando ou que pare para beber um fantástico café no Caffè Florian, inaugurado em 1720 e considerado o mais antigo do mundo. A grande ameaça ao património da cidade prende-se com o avanço das águas. Pesquisas recentes têm mostrado, que Veneza se está a afundar lentamente, ou seja, o nível das águas na cidade tem subido cerca de 2 mm por ano. As cheias também têm sido cada vez mais severas e a longo prazo esta fantástica cidade pode mesmo desaparecer. Para tentar amenizar a situação, encontra-se em construção um sistema de diques. Como chegar Quem chega a Veneza de avião, pode chegar por dois aeroportos distintos, o Marco Polo (principal) e o Teviso. Quem chega a Marco Polo pode apanhar um autocarro mesmo à porta do aeroporto, com direção à Piazzale Roma, que será o ponto de partida para qualquer lado da cidade. Contudo, se preferir poderá ainda apanhar uma ligação de barco junto ao aeroporto diretamente à área de San Marco, na rede de barcos Alilaguna. Já de Treviso a opção será o autocarro que o levará até à estação de comboios, onde poderão então apanhar o comboio até à cidade. Para os que chegam de Navio, ao porto de Lido poderão chegar à cidade de várias formas nomeadamente, através do comboio elétrico, o People Mover, da rede de barcos Alilaguna ou ainda através da rede de autocarros. Chegar a Veneza de carro não é das melhores opções, uma vez que não poderão utilizá-lo pela cidade.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

17


1 Como se locomover na cidade Veneza é uma cidade pequena, e como tal ideal para ser percorrida a pé e se deixar perder nas suas inigualáveis ruelas. Contudo, se por algum motivo precisar de arranjar um meio de transporte existem algumas opções que lhe trarão experiências únicas. Gôndola (1) Para passear pela cidade, as gôndolas são o transporte mais famoso e romântico, estando estacionados por toda a parte. O passeio de gôndola é uma obrigação, para quem visita a cidade.

2

Vaporetto (2) Conhecidos como os autocarros marítimos da cidade, que por ser toda feita de canais permite que estes se desloquem por quase toda a cidade. Traghetto (3) Esta embarcação é uma espécie de gôndola que cruza o Grande Canal e leva os passageiros a locais a que não é possível aceder através de pontes.

18

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

3


O Carnaval de Veneza O Carnaval de Veneza é considerado o mais importante e famoso de toda a Europa, caracterizando-se por ser uma festa carnavalesca que dura dez dias e onde os participantes utilizam trajes típicos do séc. XVIII e máscaras. Esta tradição surge a partir do séc. XVI, onde a nobreza se disfarçava com máscaras brancas, roupa de seda negra e chapéu de três pontas, e se misturava com o povo. Nessa época o Carnaval começava ocialmente com o “Liston delle Maschere” (o caminho das máscaras), ou seja, um desle dos habitantes, onde estes ostentavam as suas riquezas em sedas e joias. Contudo em 1797, os festejos foram proibidos e só em 1999 foram restabelecidos de forma ocial, após quase dois séculos de ausência. Hoje em dia o fabrico destas máscaras, verdadeiras obras de arte feitas de couro, papel, alumínio ou seda, generalizou-se por toda a cidade e a cada esquina encontram-se pequenas ocinas onde se pode apreciar o fabrico das mesmas.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

19


O que visitar A cidade de Veneza pode ser dividida em 6 áreas centrais, os sestieri (bairros), cada um deles com características muito próprias. São eles San Marco, San Polo, Santa Croce, Cannaregio, Castello e Dorsoduro. De notar, que poucas cidades possuem tantas atrações para quem as visita como Veneza. Grande Canal O Grande Canal é conhecido como a “autoestrada” de Veneza e como tal o trânsito uvial neste canal por vezes é extremamente caótico. Este possui cerca de 4000 metros de comprimento e a largura varia entre 30 a 70 metros. As suas margens encontram-se serpenteadas por alguns dos mais belos monumentos da cidade, o que torna o passeio pelo Grande Canal um dos programas mais apetecíveis da cidade.

20

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


4

San Marco Este é o sestiere mais pequeno, mas também o mais conhecido de Veneza, estando rodeado pelo Grande Canal e girando em torno da magníca Piazza de San Marco e do fantástico Palazzo Ducale (4).

Piazza de San Marco Bonita e enorme praça, que segundo Napoleão é “a sala de visitas mais elegante da Europa”, é também o local mais conhecido e frequentado de Veneza.

É sede de inúmeras atrações da cidade, nomeadamente a Basílica de San Marcos (5), o Palácio dos Doges, a Torre dell'Orologio (6), o Campanile (7), e o famoso Caffè Florian. Uma dica é visitar esta praça durante a noite, ela torna-se absolutamente mágica.

5

7

6

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

21


Basílica de San Marco Esta fantástica basílica bizantina é o cartão postal da cidade, tendo sido construída para demonstrar o poder da República Veneziana e ao mesmo tempo guardar o túmulo de S. Marcos. Foi proclamada Catedral de Veneza em 1807 e é o monumento mais visitado e conhecido da cidade. Campanile Torre com 98,5 m, com formas simples e onde aloja cinco sinos. Possui no seu topo um cubo, em cujas faces estão representados leões (símbolo de São Marcos) e a representação feminina de Veneza (a Justiça). Foi outrora um farol, torre de vigia e salão de tortura, é local ideal para apreciar as vistas incríveis da cidade.

Palazzo Ducale Este é um bonito palácio que resulta da combinação da arquitetura bizantina, gótica e renascentista, tendo servido em tempos como residência ocial de 120 doges, que governaram Veneza. Atualmente é sede do Museu do Palazzo Ducale, sendo o local ideal para os amantes de arte e história, que conta com pinturas e esculturas de Ticiano, Tintoretto e Bellini. Torre dell' Orologio Bonita torre, de estilo renascentista, construída entre 1496 e 99. O arco da torre dá acesso à principal rua da cidade. A parte central do relógio é feita em ouro e esmalte azul, e não dá apenas acesso às horas, mas também o dia, as fases da lua e do zodíaco, possui ainda duas guras em bronze na plataforma superior. Conta a lenda que os artíces desta obra caram cegos para que não a pudessem repetir. Mercerie Artéria que liga a Piazza de San Marco ao Rialto, e onde se encontram todas as lojas de marcas. Por debaixo da arcada da Torre dell'Orologio encontra-se uma gura feminina, como homenagem a uma dona de casa que ali viveu e que matou inadvertidamente um líder revolucionário, pondo m à breve revolta em 1310.

22

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Chiesa di San Moisè (8) Bonita igreja do séc. XVII, foi chamada por muitos como a “loucura arquitetónica”, devido à sua fachada repleta de decorações barrocas de pedra. A quantidade de decorações era tal, que em 1878 foi necessário retirar algumas estátuas para que não houvesse o risco de desmoronamento. É totalmente desprovida de símbolos religiosos e como tal, foi vendida à família aristocrata Fini.

8

Chiesa di Santa Maria del Giglio Igreja com fachada absolutamente inesquecível, característica do estilo barroco veneziano. Foi mandada construir pela família Barbaro e a sua fachada exalta os triunfos marítimos e políticos de várias gerações com brasões, galés e estátuas. Campo San Stefano (9) Praça encantadora, rodeada por cafés e com a presença de imensos pombos que por ali passeiam. É um local que foge um pouco à agitação da cidade e onde se pode apreciar a vida dos habitantes locais. Bem no centro da praça encontra-se uma estátua de Niccolò Tommaseo, patriota e autor do Risorgimento. Ponte dell'Accademia Bonita e enorme ponte de madeira, construída em 1932 pelo engenheiro Miozzi, é caracterizada pelos inúmeros cadeados que a compõem. É o local onde os namorados deixam o seu cadeado e atiram a chave para o Grande Canal, apesar de ser proibido faze-lo.

9

Museo Fortuny Palácio do séc. XV de estilo gótico-veneziano transformado num exótico estúdio pelo artista espanhol Mariano Fortuny Y Madrazo. Aqui podese sempre encontrar algumas exposições temporárias, ao mesmo tempo que podemos admirar os veludos de Fortuny conhecidos mundialmente, bem como os vestidos de seda, candeeiros e quadros. Scala Contarini del Bovolo Palácio do séc. XV, que serviu de cenário de vários lmes. Os visitantes podem subir a sua bela escadaria em caracol para chegar à cúpula e obter magnícas imagens dos telhados da cidade. San Polo e Santa Croce É nestes dois sestieri que se encontra a maior concentração de atrações. Nesta zona encontraremos esplendorosas igrejas, monumentos e palácios inesquecíveis e locais cheios de história. O nome Santa Croce faz referência à cruz de Jesus Cristo, sendo o único sestiere onde há locais possíveis de circularem automóveis. Já o sestiere de San Polo é uma das partes mais antigas da cidade, e que recebeu o seu nome do santo evocado na Igreja de San Polo.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

23


10

Ponte de Rialto (10) Ponte magistral em arco, construída no séc. XVI, pelo arquiteto António da Ponte. É a ponte mais famosa sobre o Grande Canal e até determinada altura a única ligação permanente entre os dois lados do Grande Canal

Mercado do Rialto Esta zona é o coração histórico da cidade e supõe-se que este mercado exista desde 1097, fornecendo peixe, legumes e outros alimentos à população. A maioria dos edifícios localizados neste local são relativamente recentes, datado do séc. XVI, uma vez que os edifícios originais foram completamente destruídos num incêndio em 1514.

11

Chiesa de San Giacomo di Rialto (11) Acredita-se que esta é a igreja mais antiga de Veneza. A sua fachada é diferente de todas as outras que se encontram espalhadas pela cidade, com um pórtico gótico e um magníco relógio dignos de serem admirados. Ca'Pesaro Grandioso palácio barroco que se situa junto ao Grande Canal, foi projetado no séc. XVII pelo arquiteto Baldassarre Longhena. É sede da Galeria Internacional de Arte Moderna e do Museu de Arte Oriental, sendo o local ideal para os amantes de arte. Se por um lado pode-se encontrar Coleções de Arte Moderna essencialmente europeia, com obras de artistas como Klee, Kandinsky, Matisse, Wildt e Martini, entre outros. Por outro lado temos a impressionante Coleção de Arte Oriental do séc. XIX, do qual fazem parte armaduras, porcelanas e trajes,

requintadas caixas lacadas e instrumentos musicais. Palazzo Mocenigo Palácio do séc. XVIII, onde se encontram as salas cheias de rico mobiliário e de tecidos e trajes históricos, entre os quais coletes bordados, leques, corpetes e espartilhos. Possui ainda uma galeria onde se encontram os retratos da família Mocenigo e onde se podem observar retratos de sete doges.

24

Chiesa di San Giacomo dell'Orio Igreja do séc. IX, possui um teto de madeira do séc. XV e um conjunto de colunas de granito colorido e

calcário preto vindo do Medio Oriente. Podemos ainda encontrar o chão está coberto de inúmeros fósseis.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Santa Maria Gloriosa dei Frari (12) Fantástica obra-prima da arquitetura eclesiástica gótica, que data do século XV, levou mais de 100 anos a car concluída. Estes é um dos locais de paragem obrigatória, para contemplar os inúmeros tesouros artísticos que aqui se encontram, nomeadamente a estátua de João Batista, de Donatello, o Tríptico da Virgem com os Santos, de Bellini ou ainda o magníco Campanile, segundo maior de Veneza.

12

Scuola Grande di San Rocco (13) Este local foi projetado por Bartolomeo Bon em 1517 e foi nanciado por um grupo de venezianos ricos, mesmo ao lado da igreja de San Rocco. Serve atualmente de galeria onde se encontram expostas as obras-primas de Tintoretto, sendo o local ideal para os admiradores de obras de arte. Giardino Papadopoli (14) Os Jardins Papadopoli é um paraíso ao estilo francês que remonta a 1800, tendo sido o local onde em tempos se realizavam festas extravagantes da nobreza. O seu nome grego surgiu, pois pertenceu durante algum tempo a vários empresários de Corfú. Tribuna Pública Local onde os nomes dos criminosos e as novas leis eram anunciadas. A coluna é suportada por uma imagem de pedra denominada de Il Gobbo, o corcunda.

13

Tre Ponti (15) Ponte composta não por três mas por cinco pontes entrelaçadas que atravessam o canal Rio Nuovo. Desta diferente ponte tem-se vista para outras treze pontes. Dorsuduro É um bairro de contrastes, que se estende desde a Zattere e do Grande Canal até Punta della Dogana, uma zona de consulados e residências. O Dorsuduro, "dorso duro" de Veneza (foi construído em ilhas de subsolo duro), era pouco povoado devido à sua exposição aos ataques piratas. Hoje, local de maior parte dos edifícios universitários da cidade, está repleto de cafés animados, bares e vida noturna. As atrações incluem galerias de arte, repletas de obras de arte antigas e modernas, bem como Palácios e fantásticas igrejas. San Nicolò dei Mendicoli Igreja véneto-bizantina, do séc. VII, sendo a segunda Igreja mais antiga de Veneza, foi palco de várias alterações ao longo dos séculos. O seu belo pórtico servia de abrigo aos pobres. Esta igreja é essencialmente conhecida por ter sido palco do lme de Nicholas Roeg "Aquele Inverno em Veneza". Chiesa di San Sebastiano Modesta igreja renascentista, do séc. XVI, dedicada a São Sebastião, o mártir. Paolo Veronese decorou praticamente toda a igreja e como tal, encontra-se ali sepultado.

14

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

15

25


Zattere Bonita marginal, que deve o seu nome às jangadas de madeira, que vinham das orestas na zona das Dolomites. Aqui podemos obter bonitas vistas da laguna, sendo o local ideal para um passeio ao nal da tarde.

16

Chiesa dei Gesuati Igreja dominicana, construída em 1726 por Giorgio Massari, possui um interior bem iluminado e com uma fantástica preservação do seu layout original. Situa-se na marginal de Zattere ao lado dos ancoradouros do ferry. Squero di San Trovaso Este é o estaleiro de gôndolas mais famoso da cidade, que terá sido em tempos um chalé alpino. Contudo, encontra-se fechado ao público.

17

Chiesa Santa Maria della Salute (16) Fantástica Basílica barroca, que domina a entrada para o Grande Canal. Foi construída devido a uma promessa feita à Virgem Santíssima, pelos habitantes da cidade, quando a população foi dizimada pela peste. Projetada por Longhena em 1630 e possui no seu interior obras de Ticiano e Tintoretto. Palazzo Venier dei Leoni Aqui encontraremos a Coleção Peggy Guggenheim, composta por obras de mais de 200 artistas contemporâneos (Picasso, Max Ernst, Jackson Pollock, Paul Klee, entre outros), que incluem os retratos O Poeta, de Pablo Picasso, O Traje da Noiva, de Max Ernst ou A Mulher da Lua, de Jackson Pollock. Ou ainda, as escultoras O Anjo da Cidadela, de Marini, as Três Figuras de Pé, de Henry Moore, ou o Pássaro no Espaço, de Brancusi, entre muitas outras. Gallerie dell'Accademia As Galerias da Accademia possuem uma grandiosa coleção de arte, iniciada por Giovanni Battista Piazzeta, em 1750. Ela reúne obras de arte veneziana desde o Bizantino ao Renascimento, Barroco e Rococó. Ou seja, podemos encontrar obras como Pietá, de Ticiano, o fantástico ciclo da Procissão de São Marcos em 1444, de Bellini ou ainda a Coroação da Virgem, de Paolo Veneziano, entre muitas outras. Ca' Rezzonico Resplandecente palácio, que alberga o Museu da Vida Veneziana do séc. XVIII e que possui um teto magníco ornamentado com frescos de Tiepolo e lustres majestosos de vidro Murano. Este é um dos melhores museus da cidade, muito em parte devido ao seu carácter único, em que se obtém uma harmonia entre os conteúdos e o local. Chiesa di Santa Maria dei Carmini (17) Pequena igreja do séc. XIII, que resistiu à abolição da Ordem Carmelita do Mosteiro contíguo, a mando de Napoleão. Possui uma decoração extremamente rica. Cannaregio Este é o bairro onde nasceu Marco Polo, Ticiano e Tintoretto e é conhecido pelas suas bonitas igrejas. O seu nome provém dos canaviais (canne) que outrora enchiam os pantanais. É atravessado pela Strada Nuova, a principal via da cidade, mas também tem a viela mais estreita de Veneza, a Calle Varisco com 58 cm de largura. Chiesa di san Giobbe Igreja fundada no séc. XIV, serviu de oratório e hospital dos pobres. Esta é um local repleto de obras de arte, nomeadamente um tríptico de 1445 de Vivarini, a Natividade, de Girolamo Savoldo, ou ainda várias decorações de Pietro Lombardo.

26

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Ponte dei Tre Archi Invulgar ponte com três arcos, de 1688 obra do engenheiro Andrea Tirali. Esta atravessa o Canal Cannaregio, bem no local onde este se encontra com a laguna.

Palazzo Labia Palácio com uma longa história, foi abandonado pelo seu dono, quando este fugiu para Viena. Serviu como fábrica de sedas, serralharia e escola primária. Em 1945 cou parcialmente destruído quando um barco carregado de munições rebentou mesmo à sua frente. Ghetto Judaico A residência neste bairro foi imposta os judeus refugiados se xaram quando foram expulsos de Espanha. Atualmente, vivem aqui cerca de 33 judeus e é onde se encontram os prédios mais altos da cidade. Apesar de ter sido sempre um dos bairros mais modestos de Veneza, foi reabilitado no nal do séc. XX. Campo dei Mori Invulgar praça onde se encontram três estátuas em estilo árabe (Rioba, Sandi e Afani). Estes eram comerciantes medievais que habitaram no palácio. Farmácia Ponci Mais antiga farmácia de Veneza, que ainda se encontra em funcionamento e onde se pode encontrar leiras de jarras de porcelana do séc. XVII, usadas para os ingredientes medicinais. Ca´d'Oro Bonito palácio gótico, edicado entre 1421 e 40 por encomenda do mercador veneziano Marino Contarini, cujo nome surge pelo facto de inicialmente a sua fachada ter partes recobertas a ouro. Aqui encontra-se a Galleria Franchetti, onde está uma fantástica coleção de pinturas, esculturas, moedas e cerâmica doada ao Estado, pelo barão Giorgio Franchetti. Chiesa de Santa Maria dei Miracoli Igreja renascentista, construída entre 1481 e 89 por Pietro Lombardo, deve o seu nome a uma imagem milagrosa de Virgem Maria em 1409, que dizem ter ressuscitado um homem afogado. Possui no seu teto miniaturas douradas de guras sagradas. Castello O seu nome provém das forticações construídas aqui na época romana. Castello é a “cauda” de Veneza, sendo um típico bairro com ambiente provinciano que aumenta o seu estilo rústico.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Ponte dos Suspiros (18) Bonita ponte barroca, do séc. XVII, que atravessa o rio e que liga o Palazzo Ducale à antiga prisão da cidade. É uma das pontes mais famosas do mundo. Conta a história que os condenados “suspiravam” ao verem pela última vez o céu e o mar. Chiesa de San Zaccaria Igreja com uma mistura gótica e renascentista, do séc. IX, foi dedicada ao pai de São João Batista, o sacerdote Zacarias, cujo corpo ali jaz. A sua fachada foi efetuada por Coducci, no séc. XV e possui no seu interior uma pintura de A Virgem e os Santos, de Bellini. Riva degli Schiavoni Este é um cais invadido sempre por excursões e apinhado de bancas de bugigangas. Aqui é proporcionado um encantador passeio, junto de palácios majestosos, que atualmente na sua maioria são hotéis. Chiesa Santa Maria della Pietà Igreja clássica, construída entre 1745 e 1760, está ligada ao compositor e músico António Vivaldi. Aqui terá a possibilidade de assistir a um concerto noturno. Chiesa di San Francesco della Vigna Igreja franciscana que possui uma combinação de estilos arquitetónicos de Sansovino e Palladio. Aqui podemos apreciar A Virgem e o Menino, de Giovanni Bellini. Campo Santi Giovanni e Paolo Este campo é dominado pela fachada de tijolo da Igreja gótica SS Giovanni e Paolo. Aqui também se pode encontrar uma das estátuas equestres mais imponentes do mundo, a gura estilizada do condottiere Bartolomeo Colleoni.

Patrícia Veludo - A minha opinião Já tive o prazer de visitar Veneza por duas vezes e se da primeira quei extremamente desiludida com o que encontrei e com algumas experiências por que passei, certo é que resolvi dar uma segunda oportunidade à cidade e vim de lá completamente rendida. Como tal deixo algumas dicas que poderão ser úteis para que não vos aconteça como me aconteceu a mim da primeira vez. Quando forem escolher um hotel, tentem pesquisar o máximo que poderem sobre o mesmo, ler a opinião de outras pessoas e perceber se a relação custo-benefício é justa, pois podem pagar um valor astronómico e car num local a esquecer. Ainda em relação ao hotel, o meu conselho vai para que escolham um que que perto da Piazzale de Roma para não terem que andar a atravessar pontes cheias de degraus com malas de viagens às costas e com um calor absolutamente abrasador. Quanto a restaurantes, uma das coisas que aprendi com as viagens que tenho feito é a não entrarem em locais onde têm empregados à porta a tentar aliciá-los, pois geralmente a experiência não é das melhores tanto a nível gastronómico como a nível de preço. De resto só vos posso dizer que esta é uma cidade única, ideal para se percorrer sem rumo e sem pressa, observando todos os detalhes. Em cada esquina encontrará uma história, uma surpresa, uma nova experiência…Deixe-se perder…

18

28

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Lifestyle

Bath

A jóia da Bretanha Romana Bath é uma cidade do sudoeste da Inglaterra, localizada no Condado de Somerset. É muito conhecida pelos seus banhos termais que provém de três nascentes (ou captações de água). Se diz que a cidade foi criada devido aos romanos terem ali descoberto uma água com propriedades milagrosas (curativas), no qual o Império Romano construiu

várias termas. Só que a tradição indica que já era conhecida antes. Ainda hoje, a água proveniente das suas nascentes é considerada curativa para muitos males (doenças). Desde a época Elizabetana até a época Georgiana, foi um complexo termal para os ricos. Por causa disto, a cidade possui numerosos exemplos de arquitetura georgiana, como o expressivo ao Royal Crescent (Crescente Real). A cidade tem uma população de cerca de 80.000 habitantes e é Patrimônio da Humanidade. Bath foi para os Celtas um lugar sagrado, que dedicaram a Sulius, ao qual na Mitologia romana identicaram como Minerva, apesar do qual a cidade se chamou Aquae Sulis (literalmente: "As águas de Sulis") durante o domínio romano, quando se construíram grandes edifícios para o banho (termal), incluindo a Grande Terma. Estes edifícios foram convertidos em uma das principais atrações turísticas da cidade. Após o abandono da Bretanha por parte do Império Romano, a vida urbana desapareceu do país, mas apesar de terem sido abandonadas as termas romanas de Bath, há evidencias de que continuaram a ser usadas esporadicamente. Os anglo-saxões chamaram ao lugar Baðum, Baðan ou Baðon (nos banhos - ou em português antigo 'nas caldas'), da qual deriva o nome atual. De seu nome saxão deriva a teoria que diz que Bath é o lugar onde se travou a batalha de Mons Badonicus, onde o Rei Artur se dirigiu aos bretões, conseguindo vencer os saxões.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

29


Travel Tips

Varsóvia Varsóvia A maior atração da cidade é o seu Centro Histórico. Totalmente destruído durante a Segunda Grande Guerra, foi reconstruído sob um trabalho colossal que demandou incansável pesquisa e até as clássicas pinturas de Canaletto. Outros destaques são o Castelo Real e o Museu do Levante, em memória da resistência polonesa dizimada pelos nazistas. Esta cidade surpreendente é cheia de contrastes, pontos de interrogação e surpresas. Varsóvia vai emocionar e inspirar você. Varsóvia está entre as metrópoles mais verdes do continente europeu, com o mais selvagem rio da Europa que ui através do centro da cidade, o rio Vistula. A cidade possui a mais alta torre do relógio de quatro faces do mundo. A torre ca em um dos edifícios mais jovens, no entanto, um dos mais proeminentes símbolos da arquitetura socialista.

O que ver

1

Old Town – Cidade Velha Obrigatória em qualquer visita a Varsóvia. Notoriamente reconstruída a partir de uma pilha de escombros após a Segunda Guerra Mundial, este lugar transborda de charme e tranquilidade. Deixando Plac Zamkowy (1), ou Praça do Castelo. A Praça do Mercado (2), com os seus edifícios renascentistas, não pode deixar de ser visitada. Mesmo para os padrões da cidade velha, esta praça é surpreendentemente calma e acolhedora, um ótimo lugar para descansar, revitalizar e planejar sua próxima caminhada. Explorando as ruas mais baixas e vielas: “Jogue-se” em suas ruas estreitas e deslumbre-se com todos os tipos de locais inesperados. Pátios escondidos e praças, jardins e estátuas irão encantar você. Faça o caminho de volta por Brzozowa (3) (no lado leste), onde a vista sobre o rio Vístula (4) é uma das mais belas da cidade. A Estrada Real Esta rota recebe o seu nome a partir do respectivo ponto inicial e nal, O Castelo Real e da residência real suburbana de Wilanow. O Castelo Real e Praça do Castelo (5) devem seu status de capital para o homem que pode ser visto de pé em cima da coluna no meio da Praça do Castelo. No nal do século VI, o rei Zygmund III mudou a capital de Cracóvia para Varsóvia,

30

2

3 4

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

5


Travel Tips transformando este pequeno centro de comércio no centro do maior império renascentista da Europa. A elegância de Varsóvia pode ser vista em Krakowskie Przedmiescie (6) uma larga avenida com casarões. Outro ponto forte é a Plac Trzech Krzyzy (Praça dos Três Reis) (7) que foi um importante cruzamento na Rota Real, mas agora é mais famosa pelas lojas de grifes que você pode encontrar no seu entorno. O Palácio Real em Wilanow (8) é um dos poucos grandes edifícios a sobreviver a Segunda Guerra Mundial e, como tal, vale bem a pena uma visita.

6

Lazienki Park Lazienki (9) é uma joia. Os moradores locais sentem-se orgulhosos do seu “pulmão verde” e você vai sentir o ar puro ao caminhar ao longo do seu percurso central, Ujazdowskie Avenue. Cada passo leva você mais longe do barulho da cidade. Lazienki tem tudo o que você esperaria de um parque da cidade, incluindo um lago central, um an-teatro, residências, um laranjal e concertos de Chopin grátis durante o verão. Wilanow Próprio Palácio de Versailles em Varsóvia! Não é exagero, é bem semelhante. É a recompensa adequada para quem caminhou por toda extensão da Estrada Real. Este edifício permaneceu praticamente intacto após a Segunda Guerra Mundial e é um lembrete glorioso da história régia da Polônia. Destacando ambos os estilos arquitetônicos poloneses e europeus, o Palácio foi construído por um dos líderes mais famosos da Polônia, Rei Jan Sobieski III por dentro e por fora, as paredes são decoradas com imagens de algumas das vitórias militares do rei mais famoso. Ele mudou de mãos várias vezes ao longo dos anos e tornou-se uma casa de veraneio preferido para aqueles que viveram lá. O resultado é um estilo baseado em muitas inuências e gostos diferentes, o que torna uma visita ao interior

7

8

uma obrigação. Os gramados e jardins franceses desenhados, oferecem um passeio tranquilo antes de visitar o museu Poster, o maior de seu tipo no mundo. Wilanow é uma excelente opção perto do centro da cidade e vale a pena a caminhada (10). Fonte: WarsawTour - www.warsawtour.pl

10

9

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

31


Foi uma difícil escolha. Recebemos vários e-mails com fotos e histórias belíssimas. Mas como todo concurso tivemos que escolher apenas um vencedor e, neste caso, uma vencedora! Parabéns Leandra Gomes! Continue participando e interagindo com o malaparadois. Aos nossos fãs que participaram, nosso muito obrigado e continuem conosco!

PROMOÇÃO MINHA VIAGEM INESQUECÍVEL Minha Viagem Inesquecível Leandra Gomes Já zemos diversas viagens desde que começamos a namorar. De cara zemos uma viagem de carro e inicialmente seria somente para o sul do Brasil, mas a coisa foi desenrolando, sem planejamento algum esticamos

até o Uruguai, Paraguai e chegamos a Argentina. Foi o início da nossa viagem pela América do Sul. Depois de 38 dias juntos vimos que além de toda sintonia, mil coisas em comum, nos descobrimos parceiros ideais de viagem. E não paramos mais. Depois dessa primeira viagem, um mês depois retornamos para a estrada. E com mais 60 dias pela frente atravessamos o deserto do Atacama, esquiamos em Bariloche, navegamos no Titicaca,

mergulhamos em Los Roque, subimos Machu Pichu, atravessamos a Cordilheira dos Andes, degustamos vinho em Mendoza, conhecemos Cartagena, apostamos em Punta del Este, sobrevoamos Canaima, trilhamos até Santo Angel, subimos montanha na Bolívia, contemplamos lagos andinos, vimos desertos de sal. E a cada viagem mais descobertas, novas experiências e mais cumplicidade. Temos um jeito peculiar de viajar, o que nos rende momentos inusitantes, surpresas e boas risadas. Com tanta conança no outro saímos a desbravar América

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Central e Cuba. Conhecemos ilhas de Belize, pirâmides no México, a cidade perdida na Guatemala, as praias de Cancun. Depois desmisticamos Cuba e bebemos muitos mojitos. Em outra temporada chegamos a Europa, indescritível a primeira vez em Paris. As sensações perduraram ao visitar Veneza, Roma, Toscana, Suíça, Berlin, Lisboa, Amsterdam, Barcelona, Fushen, Londres... Mas da viagem recente, Marrocos foi uma grata surpresa. E dessa vez, meu companheiro de viagem, agora era marido. Casamos

recentemente e fomos passar a lua de mel em Lisboa e de lá resolvemos, mais uma vez esticar até o Marrocos. Não sabíamos nada daquele país e quanto encantamento pôde ser ver. Seu conjunto arquitetônico muito bem preservado, considerando-se anos de existência; suas tradições milenares; cores fortes e vibrantes; suas medinas; suas tapeçarias, pratarias, pedrarias, cerâmicas; os rituais dos chás; sua comida e especiarias; seus doces.

Experimentar alguns quitutes na medina pode não apetecer a primeira vista, mas vale a pena uma dose de coragem e se deixar levar pelos aromas que temperam as carnes de carneiro e esfumaçam a feira. Há uma explosão de cores e sabores no Marrocos. La incorporei a personagem Jade da novela O Clone e percorri a medina, arrastando meu sari. A aventura maior cou por parte do deserto que resolvemos conhecer e passar uma noite no melhor estilo Mil e uma noite. A travessia é feita em cima de camelos em dunas douradas, até o local onde foram montadas as tendas árabes. O romance estava no ar e o meu sheik de Agadir disse que me presentearia com um céu estrelado. E a promessa foi cumprida. Assim, essa foi mais uma das nossas viagens inesquecíveis.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Gastronomia Chef Celso Rossi

Risoto al tastasal Os italianos dispensam o preparo sosticado, valorizam o sabor e o perfume natural dos ingredientes de suas terras, considerados alguns os melhores da Europa e complementam com molho e tempero. À mesa, os melhores momentos são oferecidos pelas pastas, peixes, frutos do mar e cortes especiais de carne. Estes pratos são preparados com azeite de oliva e acrescentam generosas doses de ervas frescas, como alecrim, estragão, salsa, sálvia, tomilho, manjerona, orégano, manjericão, e folhas de louro.

Vamos a um delicioso prato típico de Veneza. Risoto al tastasal Ingredientes 300 gr mistura de salame (Italiano / Milano) 300 gr cebola Alecrim (a gosto) 200 ml vinho branco seco 300 gr arroz arbóreo 70 gr de manteiga Caldo de legumes 100 gr de parmesão ralado Pimenta do reino (a gosto) Modo de Preparo Você pode fazer seu próprio caldo utilizando, alho, cebola, salsão, cenoura, pimenta em grãos, mostarda em grãos, cebolinha, salsinha, seu tempero a gosto! No nal, geralmente acrescento açafrão. Ou você pode utilizar um caldo de legumes em cubo, muito mais prático, mas acho que ca meio sem personalidade. Moer a mistura de salames e reservar. Em uma frigideira coloque o azeite e 50 gramas de cebola para refogar, acrescente a mistura de salame, o alecrim e a pimenta do reino. De uma leve fritada no salame e solte com o garfo. Reserve. Refogue o restante da cebola na manteiga (1 colher de sopa) e azeite até que que transparente, adicione o arroz arbóreo e deixe que absorva toda a gordura da panela, durante 2 minutos. Junte a mistura do salame. Adicione metade do vinho branco e deixe que evapore. Sem parar de mexer, vá adicionando o caldo, meia concha por vez, esperando para colocar a concha seguinte após a absorção da anterior. Após, aproximadamente, 10 minutos de cozimento, prove o arroz, deve estar levemente durinho, adicione o restante do vinho e deixe evaporar e continue despejando o caldo (que deve estar sempre quente) aos poucos. Passados mais 6-8 minutos, o arroz já deve estar al dente. Retire do fogo, o restante da manteiga (deve estar gelada) e o queijo parmesão, misture vigorosamente, porém com cuidado para não quebrar os grãos. Prove o sal, se necessário, corrija, tomando cuidado que o caldo de legumes, o salame e o queijo já são salgados. Sirva quente com queijo parmesão.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Programe-se

St. Petersburg Dicas de Viagens & Lifestyle em um Ăşnico site!

35


Programe-se St Petersburg (São Petersburgo) Uma das mais belas cidades do mundo, St. Petersburg tem todos os ingredientes para uma experiência de viagem inesquecível: arte, arquitetura exuberante, vida noturna, uma história extraordinária e ricas tradições culturais que inspiraram e alimentaram alguns dos maiores mestres da literatura do mundo moderno, música e arte visual. A partir do crepúsculo misterioso das Noites Brancas para produções de ópera e balé nas noites de inverno mágicos, os encantos de St. Petersburg seduz em cada estação. Pedro “O Grande” antes de ser conhecido por este adjetivo, passava boa parte de tempo entre homens comuns, que lhe davam idéias de uma terra distante. Quando Pedro se tornou o czar, o gênio militar, o homem que tirou o país da era medieval, resolveu construir uma nova capital, moderna e com renados ares europeus, num grande pântano no Báltico. Nascia São Petersburgo. Renomeada Petrogrado em sua homenagem e posteriormente Leningrado (graças ao Lenin), quando a perestroika de Mikhail Gorbachev acelerou a queda do comunismo o nome original retornaria aos mapas. Com desenho urbano elegante, estabelecida sobre uma extensa rede de canais e ilhotas é repleta de edifícios barrocos, palácios extravagantes e igrejas luxuosas. Os óbvios destaques são o Museu Hermitage, um dos melhores do planeta em arte ocidental, o Palácio de Catarina, a Catedral de Pedro e Paulo e a Catedral de Nosso Salvador , mas boa parte da diversão está em caminhar por suas agradáveis ruas e canais.

Museu Hermitage

No alto do verão a cidade vive um hipnótico crepúsculo durante toda a madrugada, fenômeno conhecido como 'noites brancas', eternizado no conto de Dostoievski. Isso seguramente vem a calhar para os que gostam da vida noturna, mas também afeta seu relógio biológico. Pelo menos é melhor que seu oposto no inverno, quando o sol do meio-dia está praticamente deitado no horizonte, provocando uma forte sensação de melancolia, preparando-o para uma longa e escura noite. Mais moderna e cosmopolita cidade russa desde sua fundação, aqui as opções de entretenimento são várias e de alto nível, como o Balé Mariinsky, ainda mais conhecido pelo seu antigo nome, o Kirov. Questões Financeiras Os preços subiram rapidamente nos últimos anos e St. Petersburg está agora em pé de igualdade com (ou mesmo um pouco mais caro do que) a maioria das principais cidades europeias para compras, jantares, vida noturna, entretenimento e turismo. Enquanto o custo de museus e eventos culturais é geralmente menor do que no resto da Europa, quase nada é de graça, e diversas instituições culturais (incluindo o Teatro Mariinsky e do Hermitage) continuar a operar um sistema de preços em conjunto em que os estrangeiros pagam consideravelmente mais do que os cidadãos russos. Dito isto, há ainda algumas agradáveis surpresas para os visitantes da cidade. O transporte público é em geral muito barato, e os táxis (desde

36

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Programe-se que você use empresas de taxis registradas) são uma pechincha comparado com o Rio de Janeiro, mas atenção! Muitos motoristas fumam e bebem muita vodka enquanto estão trabalhando. Um turista médio deve, provavelmente, gastar em torno de $30 por dia com um pouco de esforço, excluindo o hotel, enquanto que os viajantes com orçamentos mais “elásticos” provavelmente gastarão em torno de $100. O rublo russo é bem estável, com exceção de algumas oscilações valendo cerca de 30 rublos por dólar americano e cerca de 40 rublos por euro. Um rublo é composto de 100 kopeks e denominações são as seguintes: Notas: 50, 100, 500, 1000 e 5000 rublos; Moedas: 1, 5, 10 e 50 kopeks. Algumas notas 10 rublos ainda estão em circulação, mas raramente são vistas em Moscou ou São Petersburgo. Por que existe uma moeda de 1 kopek é um mistério, mas elas são muito divertidas para colecionar, já que não dá para comprar nada com elas. Vistos Apesar de existirem algumas exceções (veja: http://www.saint-petersburg.com/russian-visa/visa-free-travel), a grande maioria dos cidadãos não-russos que desejam entrar na Federação Russa devem apresentar um visto russo válido. Se você reservar sua viagem através de uma agência de viagens de ida e volta, então você não deve se preocupar com vistos, pois elas devem providenciar o necessário, mas mesmo assim é sempre bom conferir antes. Se, no entanto, você está viajando de forma independente, então você tem uma série de condições que complicam um pouco e caras para escolher a m de obter um visto válido para a sua viagem. Sugerimos buscar informações na Embaixada Russa (http://www.saopaulo.mid.ru/Pt/index_pt.html)

Palácio de Catarina

COMO CHEGAR O aeroporto de Pulkovo conecta São Petersburgo há várias cidades na Europa. Vans e ônibus (linha 39) ligam o aeroporto ao centro da cidade com saídas frequentes. A jornada leva cerca de 35 minutos. Via terrestre a cidade pode ser alcançada a partir de Moscou (viagens de 4 a 5 horas com o serviço de alta velocidade Sapsan) ou Helsinki, na Finlândia (3h30, através do serviço Allegro, da VR). Serviços via marítima com ferries de alta velocidade partem também de Tallinn, na Estônia, e Helsinki, mas é bom checar com antecedência sua disponibilidade, assim como linhas rodoviárias para cidades bálticas como Riga, na Letônia, com a Ecolines(ônibus noturno, 12h).

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

37


Programe-se Catedral de Pedro e Paulo

Informações Uteis: · Línguas: russo · Moeda: rublo · Como ligar para o Brasil: 81-0800-20971049 · Visto: É necessário · Saúde: Exige certicado internacional de vacinação contra febre amarela · Embaixada ocial no Brasil: · Avenida das Nações, SES, Q.801, Lote A, Brasilia/DF · (61) 3223-3094 - http://www.brazil.mid.ru ·

38

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Programe-se Catedral de Nosso Salvador

Catedral de Nosso Salvador

Melhor época para visitar: De setembro a dezembro, no outono, as temperaturas não estão tão baixas, as cidades cam mais tranquilas e as árvores ganham um tom amarelo-a vermelhado.

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!


Sintam a emoção de viajar! Sómente nos canais malaparadois dicas de viagens & lifestyle estão no mesmo lugar.

www.malaparadois.com

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Revista malaparadois Edição nº 11 - Fevereiro de 2015 - Veneza  

Veneza! Romântica, bela, acolhedora e simplesmente fantástica. www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you