Page 1

DOIS

Revista Malaparadois Edição Nº 24 Março 2016 Ano III The Malaparadois Group

aveiro Aveiro capta a essência de um destino que esperaríamos ver num livro de viagens

Por que ir?

As selvagens Ilhas Faroé com suas falésias gigantes são ideais para o trekking

Daqui pra lá... De lá pra cá Uma viagem para Europa custa muito?

Pelo mundo

Dê um mergulho em... Curaçao

Ao visitar Aveiro... percebemos que a cidade se desenvolveu as margens de seus canais e do mar

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site! www.malaparadois.com


Quem

Somos?

Edi Marques, Administrador especializado em Gestão Pública e Flávia Ghelli, Advogada especializada em Direito Tributário. Somos aventureiros, desbravadores, curiosos, apaixonados pela emoção de viajar! Adoramos cultura, histórias e conhecer locais e povos diferentes. Casados desde 2006, mas amigos desde 1996, somos dois brasileiros que amam viajar. Sempre que conseguimos escapar do trabalho arrumamos um jeito de fazer as malas e embarcar em uma nova aventura pelo mundo.

Administradores dos canais malaparadois, que envolvem várias redes sociais e mídias digitais resolvemos em 2013 lançar o website malaparadois, onde começamos a contar nossas histórias de viagens e dar dicas com um único propósito: Divulgar a emoção de viajar! Hoje o malaparadois.com possui mais de 8000 fotos, dicas de mais de 60 cidades, especiais, várias revistas sobre o tema, um blog e conta ainda com apoio e colaboração de vários blogueiros e do Chef Celso Rossi na Seção Gastronomia. Todas as informações no malaparadois são gratuitas, pois acreditamos que a emoção de viajar deve ser compartilhada sempre. Pois... "Às vezes o que falta para alguém viajar é uma boa dica e uma boa história"

Staff: Editor Chefe Edi Marques Redatora Flávia Ghelli Colunistas Celso Rossi Amanda Fontenele Ana Patrícia Expediente: Diagramação - ESM Produções Arte Final - MG www.malaparadois.com

Para anunciar: +55 21 998271647 - malaparadois@gmail.com Tiragem: Livre para download


DOIS


Nesta Edição Estivemos em Aveiro, Portugal e ao visitar a cidade descobrimos uma paisagem com marca de água. Aveiro é atravessada por uma rede de canais por onde passeiam barcos moliceiros. Estas embarcações, esguias e coloridas, serviam para recolher algas e sargaço, e hoje em dia são usadas em passeios turísticos. Aveiro possui um conjunto de edifícios em estilo “Arte Nova” que vale a pena apreciar.

14

06

08

12

24

Tour

Programe-se

Travel Tips

Lifestyle

Ilhas Cíes: O maior tesouro da ria de Vigo

Descubra a esplêndida Eslovênia

Sidney Opera House o verdadeiro cartão postal da Austrália

Brinde à vida em Bento Gonçalves, por Karina Motta Blog Viagens pelo Brasil

Colunistas 26 A Grécia do seu jeito Amanda Fontenele Vai fazer um cruzeiro pela Grécia? Confira algumas dicas para otimizar a sua viagem!

30 De carro pela Itália Ana Patricia Itinerário de sete dias com o carro em Trentino Alto Adige

34 Gastronomia

Chef Celso Rossi Espetadas de Mexilhões à moda de Aveiro


Ao Leitor A encantadora cidade de Aveiro é atravessada por canais e é tida como um dos destinos mais encantadores de Portugal, graças aos seus coloridos moliceiros, aos edifícios em tons pastel de estilo Arte Nova e à sua tranquila atmosfera urbana, um cenário ideal para as suas férias. Enquanto estiver na cidade, visite o famoso Mercado do Peixe – um mercado tradicional que abriga alguns dos melhores restaurantes de marisco de Aveiro. Nas redondezas encontrará inúmeros restaurantes e uma ampla oferta de lojas e bares. Escolha um dos cafés tradicionais enquanto passeia pela cidade e prove os divinais ovos moles, que são a especialidade do distrito. Pode ainda fazer um passeio de bicicleta nas chamadas BUGAS (as bicicletas cedidas pela câmara), percorrer o cintilante canal da cidade, as ruelas pitorescas e explorar algumas das atracções mais afastadas do centro. Viaje pelo distrito e descubra Ílhavo à beira-mar que ostenta o patrimônio marítimo de Aveiro e onde está sediada a famosa fábrica de porcelana da Vista Alegre. Visite o farol mais antigo de Portugal na Praia da Barra e pare na Praia da Costa Nova para contemplar as suas típicas casas de riscas coloridas. Costa Nova também é excelente para relaxar nos dias de sol e praticar esportes marítimos. Prove os doces conventuais que tornaram a cidade de Arouca famosa e visite a cidade da Mealhada, mais a sul, para saborear um belo prato de leitão assado acompanhado pelo vinho regional da Bairrada. Para completar as suas férias, relaxe no Luso ou na Curia, duas sossegadas freguesias conhecidas pelas magnícas águas termais e pelas suas belezas naturais. Edi Marques - CEO Malaparadois

DOIS


Tour

Ilhas Cies As Ilhas Cíes são o maior tesouro da ria de Vigo: um incrível Parque Nacional Marítimo-Terrestre e um dos lugares mais bonitos do país, daí que os romanos lhes tenham dado o nome de ilhas dos deuses. O arquipélago de Cíes é composto por 3 ilhas: Monte Agudo, O Faro e San Martiño. Cíes faz parte do Parque Nacional Ilhas Atlânticas: um paraíso de praias paradisíacas e águas cristalinas, com um ambiente natural que as torna um observatório de fauna e flora único. Uma visita a Cíes é ideal não só para praticar trekking em família como para uma escapada à procura de praias virgens e tranquilas. Pode fazer-se uma excursão de um dia de barco a Cíes ou alugar um iate em Vigo. E até mesmo, se assim preferir, passar um fim-de-semana em Cíes a fazer campismo. Além disso, é um lugar excecional para mergulhar na ria de Vigo e, com sorte, poderá nadar rodeado de roazes (os golfinhos autóctones, de menor tamanho).

COMO CHEGAR Do aeroporto de Vigo, que está a 10 quilômetros da cidade, decolam voos diretos para as principais cidades espanholas e para destinos estrangeiros como Paris, Lisboa, Frankfurt e Estocolmo. A cidade é ponto de parada de famosos cruzeiros de navios como o Queen Mary II. Do porto de vigo saem barcos em direção as Ilhas Cies de hora em hora.


DOIS


Programe-se

Eslovênia Descubra a esplêndida arquitetura, paisagens montanhosas e a adorável costa do mar Adriático na Eslovênia.


DOIS

Situada na parte setentrional da Europa Central, a Eslovênia faz fronteira com a Itália a oeste, a Áustria a norte, a Croácia a sul e a sudeste e a Hungria a nordeste. A norte do país, dominam os Alpes, enquanto a sudoeste a região do planalto de Karts é rica em grutas calcárias e ravinas. A Eslovênia tem uma faixa costeira de 43 km banhada pelo Mar Adriático entre a Itália e a Croácia. Em 2014, os principais setores da economia eslovena foram a indústria (27,1 %), o comércio grossista e retalhista, os serviços de transportes, alojamento e restauração (20,4 %), a administração pública, a defesa, a educação, a saúde e os serviços sociais (17,0 %).

A Eslovênia é um país pequeno, mas rico em diversidade. Há paisagens cársicas de grande beleza como as grutas de Postojna e Škocjan, lagos alpinos como os de Bled e Bohinj e picos alpinos imaculados como o Monte Triglav nos Alpes Julianos. Do ponto de vista artístico a influência dos Habsburgos é evidente nos centros históricos do interior tais como nas cidades de Liubliana e Maribor. A influência de Veneza é marcada nos países ao longo da costa da Ístria como nas antigas cidades de Koper (Capodistria) e Piran (Pirano). A capital Liubliana é uma concentração de palácios e edifícios barrocos, museus e centros culturais, teatros e galerias de arte.


Na capital é ainda perceptível a influência da dominação dos Habsburgos. Esta influência é também visível noutras cidades da Eslovénia como na segunda cidade do país, Maribor, que durante o período austríaco foi chamada Marburg, e na cidade vizinha de Ptuj, que tem um rico centro histórico. Perto de Liubliana existem outras interessantes vilas históricas interessantes como Škofja Loka e Kamnik, enquanto a sudeste de Liubliana na direção de Zagreb e da fronteira croata fica a vila histórica de Kostanjevica na Krki com um mosteiro cisterciense bonito.

Ao longo da costa eslovêna da Ístria há três belas cidades medievais, Koper (Capodistria), Piran (Pirano) e Izola (Isola d'Istria), onde a influência de Veneza é claramente visível em arte, arquitetura e lingua. Nessas três cidades o idioma italiano é a língua oficial ao lado do esloveno. Dentro da pequena aldeia de Hrastovlje (Cristoglie) a poucos quilómetros de Koper/Capodistria encontrase na igreja românica da Santíssima Trindade um maravilhoso ciclo de afrescos do século XV. As maravilhas naturais do Carso esloveno, em particular as espetaculares grutas de Postojna e Škocjan, esta última incluída no Património Mundial da UNESCO, estão entre os pontos turísticos mais visitados da Eslovénia. O Parque Nacional de Triglav (Triglavski narodni park) é um outro lugar, onde a natureza é espetacular com base na mais alta montanha dos Alpes Julianos, o Monte Triglav. O parque contém lagos alpinos de origem glacial, incluindo o belo lago Bohinj e o vale dos sete lagos, picos e montanhas de calcário majestosas, rios e cachoeiras como as de Savica, tudo num ambiente natural intacto. Ao redor do Parque Nacional de Triglav existem alguns dos destinos turísticos mais populares da Eslovênia como o lago Bled com a pequena ilha no centro, a estância de desporto de inverno de Kranjska Gora e a cidade medieval de Radovljica. Nesta área há também lugares famosos pela Primeira Guerra Mundial como a vila de Caporetto (Kobarid).


DOIS

Como chegar A capital Liubliana é facilmente acessível por trens diretos da Áustria (Viena), Alemanha (Munique), Itália (Veneza), Suíça (Zurique), Croácia (Zagreb), Hungria (Budapeste) e Sérvia (Belgrado). Não há voos diretos entre o Brasil e a Eslovênia. A principal porta de entrada para o país é sua capital Liubliana, servida por um número razoável de companhias aéreas, entre elas a companhia nacional Adria Airways (www.adria.si). A EasyJet tem voos para lá a partir de Paris, enquanto que a Ryanair vai até Trieste, na Itália, mas junto à fronteira, desde Valência, Londres e Barcelona.


Travel Tips Post Card

Sidney Opera House, Sidney

O monumento que dene a cidade australiana tem um telhado branco que imita uma vela de barco. Foi comcluído em 1973 pelo arquiteto, até então desconhecido, Jørn Utzon. Sidney Opera House é o verdadeiro cartão postal da Austrália!


DOIS


aveiro

Aveiro capta a essência de um destino que esperaríamos ver num livro de viagens, com os seus moliceiros semelhantes as gôndolas venezianas, lagoas naturais, uma elegante arquitetura do século XIX e passagens calcetadas. É um local especial onde o antigo se conjuga com o moderno.

A capital do Concelho de Aveiro, situa-se na Região Centro, subregião do Baixo Vouga, com mais de 60.000 habitantes. Localizada a 250 km de Lisboa, você poderá chegar a cidade de várias formas. Saindo de Lisboa a melhor opção é de Trem (comboio) pela estação Gare Oriente. Os trens Alfa Pendulares partem em média a cada 60 minutos e a tarifa para dois passageiros, categoria Conforto (primeira classe) custam € 75,80 somente ida.


DOIS


UM POUCO DE HISTÓRIA A cidade que na época ainda não era um município, foi doada pela condessa Mumadona Dias, ao mosteiro de Guimarães em 26 de Janeiro de 959, consta a referência a "Suis terras in Alauario et Salinas", sendo este o mais antigo registro que se conhece do topônimo Aveiro. No século XIII, Aveiro foi elevada à categoria de vila, desenvolvendose a povoação à volta da igreja principal, consagrada a S. Miguel e situada onde é, hoje, a Praça da República, vindo esse templo a ser demolido em 1835. Mais tarde, D. João I, a conselho de seu lho, Infante D. Pedro, que, na altura, era donatário de Aveiro, mandou rodeá-la de muralhas que, já no século XIX, foram demolidas, sendo parte das pedras utilizada na construção dos molhes da barra nova.


DOIS

Em 1434, D. Duarte concedeu à vila privilégio de realizar uma feira franca anual que chegou aos nossos dias e é conhecida por Feira de Março. Em 1472, a lha de D. Afonso V, Infanta D. Joana, entrou no Convento de Jesus, onde viria a falecer, em 12 de Maio de 1490 (feriado municipal). A estada da lha do Rei teve importantes repercussões para Aveiro, chamando a atenção para a vila e favorecendo o seu desenvolvimento. O primeiro foral (documento real da coara portuguesa que reconhecia os concelhos) conhecido de Aveiro é manuelino e data de 4 de Agosto de 1515, constando do Livro de Leituras Novas de Forais da Estremadura. A magníca situação geográca propiciou de Aveiro a xação da população, sendo a salinagem, as pescas e o comércio marítimo fatores determinantes de desenvolvimento. Em nais do século XVI, início do XVII, a instabilidade da vital comunicação entre a Ria e o mar levou ao fechamento do canal, impedindo a utilização do porto de Aveiro e criando condições de insalubridade, provocadas pela estagnação das águas da laguna, causas estas que provocaram uma grande diminuição do número de habitantes (muitos dos quais emigraram, criando póvoas piscatórias ao longo da costa portuguesa e, consequentemente, estiveram na base de uma grande crise econômica e social. Foi, porém e curiosamente, nesta fase de recessão que se construiu, em plena dominação lípina, um dos mais notáveis templos aveirenses: a igreja da Misericórdia. Somente em 1759, D. José I elevou Aveiro a cidade, poucos meses depois de ter condenado por traição, ao cadafalso, o seu último duque, título criado, e 1547, por D. João III. Por essa razão à nova cidade foi dado o nome de Nova Bragança em vez de Aveiro. Esse nome foi mais tarde abandonado, voltando a cidade à denominação anterior. Em 1774, a pedido de D. José, o papa Clemente XIV instituiu a Diocese de Aveiro. No século XIX, destaca-se a ativa participação de aveirenses nas Lutas Liberais e a personalidade de José Estêvão Coelho de Magalhães (a gura mais marcante da cidade), parlamentar que desempenhou um papel determinante no que respeita à xação da atual barra e no desenvolvimento dos transportes, muito especialmente, a passagem da linha de caminho de ferro LisboaPorto, obras estas de capital importância para o desenvolvimento da cidade, permitindo-lhe ocupar, hoje em dia lugar de topo no contexto econômico português.


Como Chegar Se preferir alugar um carro a partir de Lisboa as estradas a se seguir até Aveiro são: A1 – em média 2h de viagens, 248 km, estrada com pedágios. A17 e A8 – em média 2h15min, 249 km, estrada com pedágios. Da cidade do Porto a distância para Aveiro são aproximadament e 75 km. As opções são trens (comboio) Alfa Pendulares da estação Porto Campanhã (intervalos a cada 30 minutos consulte o site da CP https://www.cp.pt ) ou se preferir alugar um carro as estradas a se seguir são: A1 – em média 46min de viagens, 74 km, estrada com pedágios. A32 – em média 55min, 89 km, estrada com pedágios. Os trens Alfa Pendulares são super confortáveis e dispõem de serviços de bordo que variam de lanches a almoçoes e jantares. A Estação Ferroviária de Aveiro é pequena se comparada a Gare Oriente de Lisboa, mas possui boa infraestrutura.


Ao visitar Aveiro... percebemos que a cidade se desenvolveu as margens de seus canais e do mar. Junto ao mar e à ria, Aveiro é atravessada por uma rede de canais por onde passeiam barcos moliceiros. Estas embarcações, esguias e coloridas, serviam para recolher algas e sargaço, e hoje em dia são usadas em passeios turísticos. Fazer a visita a pé também não implica em esforço já que a cidade é plana, e quem gosta de pedalar pode optar pelas ”bugas” (as bicicletas de utilização gratuita disponibilizadas pela Câmara Municipal de Aveiro). Aveiro possui um conjunto de edifícios em estilo “Arte Nova” que vale a pena conhecer. Grande parte está situada junto ao canal principal, mas existem alguns fora das rotas tradicionais e até noutras localidades. A localização dos edifícios está indicada no roteiro disponível no Posto de Turismo e podemos conhecer ainda melhor este estilo no Museu que lhe é dedicado na praça ao lado. Outro local a visitar obrigatoriamente é o Museu de Aveiro instalado no Convento de Jesus, onde podemos admirar o Mausoléu da Princesa Santa Joana e a talha dourada que decora o interior da igreja. Também a vamos encontrar em profusão no interior da Capela do Senhor das Barrocas e com menos exuberância na Igreja da Misericórdia, cujo portal maneirista merece destaque. Já aqueles que apreciam arquitetura contemporânea portuguesa não devem perder os edifícios da Universidade.

DOIS


O que visitar e fazer? As Salinas de Aveiro – Aveiro é uma região com enorme tradição na pesca. Bem pertinho do centro da cidade o visitante poderá visitar o Eco Museu da Troncalhada. 5 minutos à pé pela Rua Clube dos Galitos. Praia da Costa Nova – Conhecida como “praia das casinhas listradas” é um passeio imperdível. Um passeio pela marginal junto à ria é altamente recomendado assim como provar uma “tripa” ou bolacha americana feita na hora em uma das muitas barraquinhas que se encontram ao longo da avenida. Para se chegar lá, o visitante pode optar por taxi ou ônibus que saem a cada 1h (consulte nas “paragens”) e a viagem dura em torno de 40min.

Farol de Aveiro – Estando na Costa Nova não deixe de visitar o Farol da Barra, na praia de mesmo nome (chega-se tomando o mesmo ônibus). Este é o maior farol de Portugal e o segundo maior da península ibérica. Ao lado está a Ria de Aveiro. Passeio de Moliceiros – Existem diversos trajetos e diversas empresas de passeios de barcos moliceiros para se escolher. Esta é a melhor opção para se conhecer a Ria de Aveiro. O passeio de moliceiro é que obrigatório na visita a Aveiro. Visita à Ílhavo – A vila de Ílhavo é um belo passeio, onde o visitante poderá visitar o Museu Marítimo, o Aquário de Bacalhaus (único em Portugal), ir até a Fábrica Vista Alegre e seu museu onde se fazem verdadeiras obras primas com porcelanas e louças (marca típica de Aveiro).


Não deixe de ir

Aveiro possui diversas praças, jardins, igrejas e grandes centros comerciais. Os destaques são:

DOIS

 Parque Infante Dom Pedro  Antiga Estação Ferroviária de         

Aveiro Moliceiros de Aveiro Mercado de Peixe Mercado Manuel Firmino Antiga Fábrica de Cerâmica Forum Aveiro (shopping center) Sé Catedral Ria de Aveiro Museu da “Arte Nova» Confeitaria Diamond (Tradição em Ovos Moles)

Bares, Restaurantes e nightlife

Por ser uma cidade onde os jovens estão sempre presente, devido a Universidade, Aveiro possui uma “nightlife” agitada no verão. No inverno o movimento cai um pouco devido às férias. Se você é daqueles que preferem mais tranquilidade, esta é a estação ideal, apesar das temperaturas estarem bem baixas (média de 8°C). Os bares e restaurantes de Aveiro oferecem o que há de melhor na gastronomia do centro-norte de Portugal. A tradição marítima inuencia vertiginosamente a culinária. Saboreie diversos pratos quentes e frios, os doces – destaque para os tradicionais e famosos “Ovos moles”. Mas a gastronomia também tem bastante variedade de carnes de “vaca” e caça.

Rede Hoteleira

Aveiro possui uma boa estrutura hoteleira, disponde de mais de 50 propriedades. Recomendamos o Hotel Imperial, localizado a apenas 300 metros do principal canal da Ria e próximo à Praça do Marques de Pombal. Agradecimentos: Acesse a Seção Hotéis em Não poderíamos deixar de agradecer ao Sr. Luiz (LA Cubata), a Sra. www.malaparadois.com Elsa Souza (À Portuguesa) e ao amigo João Almeida por toda hospitalidade e carinho.


Culinรกria Portuguesa & Internacional

Portuguese Cuisine and International


"Nossos pratos e bebidas passam por sabores de Portugal, Espanha, França, Itália, Reino Unido, Alemanha, Argentina, Brasil, Holanda e Países Escandinavos»

DOIS

“Our dishes and drinks undergo flavors of Portugal, Spain, France, Italy, United Kingdom, Germany, Argentina, Brazil, Holland and the Scandinavian countries”

A gastronomia do Infante Restaurante abrange todas as técnicas, práticas e conhecimentos que ajudam a construir uma alimentação com qualidade. Estudamos não apenas os vários modos de preparação dos alimentos, mas também as bebidas indicadas para cada refeição e os materiais utilizados na confecção dos pratos. Nosso Chef renomado e com vasto conhecimento gastronômico, tem como objetivo unir de maneira harmoniosa diferentes sabores, provocando uma sensação de plena satisfação por todos os sentidos: olfato, paladar, visão e tato.

Infante Restaurante

Sensação de plena satisfação por todos os sentidos The Malaparadois Group

MORADA | ADDRESS Rua do Estádio Urb. Quinta Belavista Lote E4 Lojas G I J L - Albufeira - 8200-127, Portugal Email: novoinfanterestaurante@gmail.com +351 91 440 93 36


Lifestyle

Brinde à vida em Bento Gonçalves

Por Karina Motta, administradora e gestora de conteúdo do Blog Viagens pelo Brasil Para comemorar meu aniversário de 40 anos, escolhi Bento Gonçalves/RS, Capital brasileira dos vinhos, onde uma vinícola oferece charmoso piquenique nos parreirais. O evento é privativo a um grupo de no máximo seis pessoas. Cada detalhe iluminou meus olhos. Um pergolado coberto com tecido ninho no meio do parreiral, grandes almofadas e um edredon grosso garantiram o conforto e o aconchego sob a sombra das videiras e música ambiente. Uma enorme bandeja com geleia, frios, queijo, molho pesto, torradas, tomate seco e uvas de mesa fecharam os tira-gostos. Ainda zemos o último brinde à luz da lua e de velas, em castiçais feitos com garrafas de vinho. A Cristofoli ca na rota das cantinas históricas, no distrito de Faria Lemos. Paramos também no mirante da cidade onde há uma vista deslumbrante do morro do campanário.

Vale dos Vinhedos – A

paisagem é maravilhosa: vales e

montanhas repletos de parreirais. Em 2013, o Vale dos Vinhedos foi eleito um dos dez melhores destinos enoturísticos para se visitar no mundo pela revista americana Wine Enthusiast. Estar na capital dos vinhos signica experimentar grande variedade da bebida. São oferecidas degustações gratuitas, com visita guiada aos interessados em que é possível conhecer toda a infraestrutura da vinícola, métodos de fabricação, parreirais,

produção, engarrafamento e armazenamento dos vinhos para coroar com brindes. A região produz os melhores tintos do país, com destaque para a casta merlot. São quase cem vinícolas – a maior parte delas está no Vale dos Vinhedos: 82 Km² – e diversos roteiros históricos e gastronômicos, espalhados por 16 municípios. Alguns comparam a localidade à Toscana, região da Itália com os melhores vinhos do mundo. Como não pudemos visitar muitas, mesclamos as de grande e

pequeno porte, privilegiando a Cave de Pedra, que ca em um castelo medieval. Conheci diferentes tipos de uvas. Algumas nem sabia que existiam, mas não deixei de experimentar as clássicas Merlot, Cabernet Sauvignon e Chardonnay. Das que eu não conhecia, destaco a Sangiovese, a tannat, a peverella e a Marselan.

Igrejas – Cada

igreja de Bento Gonçalves possui peculiaridades em aspectos arquitetônicos. A São Bento possui formato de pipa – barris utilizados para armazenamento ou transporte de vinho. A Matriz Cristo Rei é em estilo gótico. A de Santo Antônio foi erguida em 1890 em estilo romano, com uma torre de 40 metros de altura e sinos importados de Bassano, na Itália. Já a igreja no Vale dos Vinhedos, a Capela Nossa Senhora das Neves, tem a singularidade de ter sido usado vinho em sua construção. A bebida foi adicionada à palha de trigo formando a liga empregada para unir os tijolos.

Gastronomia – A

culinária de Bento Gonçalves é farta, com refeições servidas em sistema de rodízio, que inclui até sobremesa e não é apenas em churrascaria que este serviço é utilizado. Começam com capeletti, salada de folhas com bacon e tomate seco, maionese, polenta, queijo coalho, pão italiano, massas caseiras com diversos molhos e a carne (à sua escolha: rodízio com diversos tipos ou galeto) e termina com sobremesa – ambrosia, sagu, pudim ou mousse. A especialidade é o galeto e o mais gostoso que comemos foi no restaurante Di Paolo, eleito o melhor do Brasil pelo guia quatro rodas. É maravilhoso mesmo, derrete na boca! Geralmente, é temperado com sálvia, salsinha, sal, vinho branco e é assado em brasa de carvão. Recomendo o galeto primo canto. E nos explicaram que esta denominação se deve ao fato de se tratar de um frango, apelido dado a um galo que é abatido muito jovem, ao seu primeiro canto.


Vale do Rio das Antas/RS – Há

pessoas que moram em lugares maravilhosos, cercados pela natureza. Agora, morar e trabalhar é sorte ao extremo. O Vale do Rio das Antas é desse jeito e, para provar que o Rio Grande do Sul não vive só de vinho, a cachaçaria Bucco ca bem no meio deste lindo roteiro. A vista é de tirar o fôlego de tão linda. O rio das Antas dá volta entre as montanhas e forma imagem que lembra uma ferradura. Ainda há a Ponte Ernesto Dorneles. É uma das maiores do mundo em arcos paralelos suspensos. Possui 278 metros de extensão e sem pilares de sustentação, pois em épocas de cheia as águas do rio atingem grande velocidade. Este vale ca no distrito de Tuiuty onde também se encontram instalações dos vinhos Salton. Ao chegar, a proprietária nos recebe e apresenta todo o alambique, a vista do vale e, depois, degustação das cachaças e, na capital do vinho, até aqui encontramos produtos fabricados com uva, a grapa.

Casas Especializadas – Do total de casas deste roteiro visitamos apenas a

do Chá e da Tecelagem, pois, em alguns lugares as explicações são extensas, mas passamos na porta de quase todas. São sete quilômetros de extensão e 15 casas especializadas, além das particulares, que podem ser visitadas. O Caminhos de Pedra traz casas centenárias, típicas dos colonos, com venda de lembrancinhas e produtos típicos. O roteiro é considerado museu vivo pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico do Estado do Rio Grande do Sul. As paredes de pedra ou madeira aparente são comuns nestas construções, que remetem ao norte da Itália. Nesta região, também ca a vinícola Salvati & Sirena. Fomos visitála e nos encantamos com a simpatia do dono. Neste roteiro, localizado no distrito de São Pedro, há também a Cantina Strappazon, onde foram lmadas partes do lme O Quatrilho.

City-tour – Na

homenageiam os imigrantes e prédios históricos de arquitetura que lembram a Europa, como é o belo Palácio Municipal, inaugurado em 1902, com arquitetura neoclássica e inuência portuguesa. O charme da cidade está na Via del Vino. Foi no entorno desta rua histórica que Bento Gonçalves se desenvolveu e tem os prédios mais antigos do município. Há lojas, prédios públicos além da Calçada da Arte, além de espaços como o Santuário de Santo Antônio, a Praça Walter Galassi e a Prefeitura Municipal. A Via del Vino é a principal do município e onde ca La Fontana, um chafariz que jorra água na cor de vinho.

Epopeia Italiana

– Descendentes de um dos primeiros casais italianos a chegarem ao Brasil revivem essa história e homenageiam os

entrada da cidade, o pipa pórtico dá as boas vindas aos turistas. O portal foi construído em 1985 e tem 17 metros de altura. Na cidade

onde imperam os descendentes de italianos, não podiam faltar monumentos que

imigrantes em uma peça teatral interativa no Parque Temático Epopeia Italiana. O espetáculo conta toda a saga dos italianos para chegarem e se estabelecerem no

Brasil. No parque, a história começa a partir dos anos de 1875. A atmosfera e ambientação é toda montada em cenários. Atores caracterizados encenam o período da imigração e propõem interação com o público, que é transportado para o século XIX. Emocionante!

Maria Fumaça –

Boa mineira que sou, o trem corre em minhas veias e eu não poderia deixar de lado esta experiência. Diferente do que já vi em termos de maria fumaça, a atmosfera criada deixa tudo ainda mais encantador. Impossível não ver lágrimas nos rostos

DOIS dos turistas quando a maria fumaça aponta nos trilhos, apitando. Apresentações artísticas, belas paisagens e degustações de vinho marcam o passeio, que dura em média duas horas. São 23 km recheados por muita natureza, alegria, festa, música, teatro... Todas atrações típicas italianas e gaúchas. Curiosidades: a locomotiva em que o passeio é feito serviu de cenário para cenas do lme O Quatrilho. Em todos os vagões, a inscrição de primeira classe deixa clara a elegância do passeio. No embarque, recebemos taças personalizadas para degustarmos vinho ou suco de uva em cada parada. Durante toda a viagem, tarantela, esquetes cômicos e, ao nal, um grande baile se forma com os atores tirando os passageiros para dançarem.


A Grécia do seu jeito Vai fazer um cruzeiro pela Grécia? Conra algumas dicas para otimizar a sua viagem! Percorrer a Grécia a bordo de um navio de cruzeiro, pode ser uma das formas mais práticas e econômicas de conhecer o país. Com alguns dos mares mais famosos do mundo, a ideia de navegar pelas águas Gregas é perfeita para quem quer visitar vários lugares de um modo breve. E para que você, aprimore o seu tempo, seguem sugestões de passeios imperdíveis em cada destino:

Creta

Os dois portos de grande destaque da ilha, cam em Heraklion, recebendo mais de 90% dos cruzeiros e em Souda, próximo a Chania, que está se destacando na rota dos cruzeiros, o que é merecido, pois é uma região com beleza singular. Em Heraklion, recomendo um tour pelo centro histórico e se você, gosta de arqueologia e mitologia, é indispensável uma visita ao sítio arqueológico de Knossos, origem da civilização minoica e da lenda do Minotauro. E ao Museu Arqueológico de Heraklion, rico em objetos minoico, com importância mundial nesse quesito. Desembarcando em Souda, visite Chania. Cenário de lmes nacionais, é renomada pelo charme dos becos pitorescos, com inuência arquitetônica da época árabe, veneziana e otomana. Em Akrotíri, terá vista panorâmica para a cidade e se deseja conhecer um vilarejo tradicional, inclua Theriso, origem de Elefthérios Venizelos, considerado o político mais importante da Grécia moderna.

Santorini

Na ilha Grega mais romântica, desembarcará no porto de Firá e subirá para essa, que é a capital da ilha, através do teleférico ou amontado em mula (não recomendo muito). O tour panorâmico pode conter Firá, Oia, Pyrgos e Akrotíri, trajeto com cenário deslumbrante em toda a duração. E conforme o ritmo das atividades, insira uma adega, para a degustação dos famosos vinhos locais e/ou o sítio arqueológico de Akrotíri, para entender como era Santorini, milênios antes. Fazer um cruzeiro pelas ilhas da caldera, proporcionará recordações inesquecíveis.


DOIS Mykonos

Essa ilha tão desejada como destino de férias das celebridades, tem ruas centrais acessíveis facilmente, através de adoráveis caminhadas. Para aproveitar alguma das praias populares, utilizará táxi ou ônibus. Um passeio bastante requisitado é para o sítio arqueológico na ilha Delos. Aproximadamente 20 minutos, com embarcação.

Rhodos

Famosa pelo Colosso de Rodes, uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, essa ilha, está na rota da maioria dos cruzeiros. Bastante cultural e bem preservada, a cidade medieval é considerada Patrimônio Mundial e pode ser explorada a pé. Se optar em prolongar o passeio, acrescente a inusitada cidade de Lindos, que também tem uma Acrópole. Percurso feito com ônibus ou carro.

Katakolon

A distância aproximada de 40 Km é o que separará você de Olímpia, origem dos Jogos Olímpicos e que merece estar em seu roteiro, por toda a riqueza de informações do sítio arqueológico e do acervo do Museu Arqueológico de Olímpia. Para esse trajeto, utilizará um táxi.

Atenas

O desembarque acontecerá no porto do Pireus e utilizará táxi para a chegar até o centro de Atenas. Também acessível com metrô, mas mesmo assim precisará de transporte para se deslocar até a estação. São tantos os atrativos que é inevitável não fazer um roteiro em ritmo apressado, para que conheça o máximo possível. O tou pode ser realizado a pé e não deixe de incluir: Praça Syntagma, Sede do Parlamento, Estádio Panathinaiko, Zappeion, Templo de Zeus, Arco de Adriano, Museu da Acrópole, Acrópole, Plaka e Monastiraki. Então, não tenha dúvidas de que viajando através de cruzeiro, será uma experiência incrível e que despertará o seu desejo de retornar mais vezes e explorar calmamente cada um desses destinos. Pois é essa a sensação que a Grécia nos causa, que sempre há algo para ser visitado e vivenciado.

Amanda Fontenele, Administradora do site "A Grécia do seu jeito..." Colunista do malaparadois www.agreciadoseujeito.com


UNIQUE APARTMENTS Short Term Rentals Bem vindos ao Unique Design Apart ments, a melhor forma de se sentir em casa e o ponto de partida ideal para descobrir a apaixonante cidade de Lisboa. www.uniqueapartments.pt

O nosso conjunto de apartamentos está localizado num elegante edifício pombalino no centro Histórico de Lisboa a apenas 100 metros de distância do Terreiro do Paço/Praça do Comercio e com vista para a famosa e visualmente apelativa Rua Augusta, a mais emblemática, cosmopolita e cénica rua da baixa lisboeta. Estes apartamentos foram idealizados de acordo com os princípios do Feng Shui com o objectivo de obter a harmonia dos espaços, proporcionando o máximo bem estar e conforto aos nossos hóspedes. Experiências UNIQUE Sinta a História da cidade de Lisboa, os Unique Design Apartments oferecem uma decoração temática que se encontra associada às ruas da baixa Pombalina e seus respectivos ofícios, assim como um vasto conjunto de comodidades e serviços que tornam os Apartamentos Unique na sua verdadeira casa em Lisboa.

Tlm: +351 934 852 578 info@uniqueapartments.pt Rua de São Julião, nº 116, Lisboa


2º Piso - Decoração Fanqueiros: Apartamento T1 de 70 m2 com um quarto com cama de casal king size, sala de estar com sofá cama de casal e área de refeições, cozinha equipada e casa de banho. Máximo: 4 pessoas Apresenta uma temática ligada aos ateliers de costura e design de moda destacando-se pelas suas cores vibrantes. Existem estilos que precisam de poucas palavras bastando um simples olhar, isto acontece quando os valores urbanos e românticos são sintonizados com a decoração para torna-la apaixonante. Descubra e aproveite pois é amor à primeira vista.

DOIS

3º Piso – Decoração Sapateiros: Apartamento T1 de 70 m2 com um quarto com duas camas individuais, sala de estar com sofá cama de casal e área de refeições cozinha equipada e casa de banho. Máximo: 4 pessoas Apresenta-se com uma temática ligada às oficinas dos sapateiros e às fábricas de produção de calçado. De cores sóbrias e com elementos de design industrial esta proposta estabelece uma linha cronológica entre o design do passado ate á produção mais contemporânea. Viaje nesta proposta

4º Piso – Decoração Correeiros: Apartamento T1 de 70 m2 com varanda em torno de todo o apartamento com um quarto, sala de estar com sofá cama de casal, e área de refeições, cozinha equipada e casa de banho. Máximo: 4 pessoas O seu tema está ligado ao oficio de trabalhar o couro. Esta é uma proposta clássica e requintada conjugando a elegância, sobriedade e conforto da decoração com a deslumbrante visão da luz e envolvente exterior numa simbiose perfeita. Deixe-se seduzir. 5º Piso – Decoração Douradores: Apartamento de aproximadamente 60 m2 em open space com kitchnette, cama de casal king-size, sofá cama individual, área de refeições e casa de banho. Máximo: 3 pessoas Estúdio-penthouse onde o bom gosto clássico divide as luzes da ribalta com o conforto e luxo dos nossos tempos Ideal para casais este é um apartamento onde a fantasia não tem limites e onde Tejo e um bom companheiro penetrando por entre o Arco Triunfal da rua augusta Sinta o Amor no ar e desfrute de momentos de paixão para mais tarde recordar.


Blogs Viajando de carro na Itália Itinerário de sete dias com o carro em Trentino Meta turística de excelência, o Trentino Alto Adige acolheos seus visitantes com um verdadeiro espetáculo de belezas naturais. Do esplendor das cidades à magia das geleiras, do encanto dos vales à magestosos cumes. O Trentino Alto Adige tem sempre uma solução diferente para cada exigência do turista, mas todas com muito prossionalismo e cortesia, que caracterizam o seu sucesso, por essas e outras representam uma das regiões mais fascinantes da Itália. A região se diferencia pelas suas paisagens e tradições de uma terra ancorada a sua cultura e onde a natureza não só é respeitada como vem acentuado o seu valor. Essa região apresenta, entre outro, números itinerários, que consentem de atrair muitos visitantes também no verão, de fato, essa é uma região capaz de oferecer atividades e eventos durante todo o ano. O nosso itinerário nessa magníca região será realizado com o carro, durará sete dias e começa em Bolzano, a “Porta dos Dolomitas”, cidade símbolo da união entre a cultura latina e a tedesca, como é testemunhado pelo seu duomo gótico. A segunda etapa será Trento, famosa por ter hospedado o Conselho Ecumênico , com a sua catedral no estilo românico lombardo ee o Castello del Buonconsiglio, depois paramos dois dias em Madonna di Campiglio e terminamos às margens do Garda. A esse ponto não resta outra coisa que dar início a nossa viagem através da regiao do Trentino Alto Adige. Vamos lá! 1) Primeiro Dia (chegada ao aeroporto de Bolzano, aluguel de carro, visita à cidade e reserva de duas noites) A primeira etapa da nossa viagem é Bolzano, a principal cidade do Trentino Alto Adige, essa cidade sabe conciliar as luzes da modernidade à atmosfera dos tempos passados, os costumes e tradições dos habitantes mais velhos. Maravilhosa no inverno pelo clima natalício e pelas famosas feirinhas de Natal, perfeita no verão para os amantes do ar fresco da montanha, Bolzano é capaz de superar as expectativas de qualquer turista. O característico estilo tirolês da arquitetura de Bolzano é particularmente característico, com os seus esportes típicos, janelas que se projetam da fachada. Iniciamos a visita partindo do centro histórico, onde é notável essa fusão das duas diversas culturas, aquela mediterrânea e aquela mittleleuropéia, como é evidente das suas arquiteturas, becos, arcos, praças do seu centro histórico. O primeiro monumento para visitar é o Duomo de Bolzano, que é o emblema da cidade de Bolzano, se localiza no centro, de frente a praça Walther, e é uma verdadeira jóia da arte românica e gótica, construído no século XI. A particularidade do duomo de Bolzano consiste nesse vantajoso encontro de duas culturas, uma proveniente do norte e a outra do sul. Aos pés do campanário é


guardado um tesouro, um museu dedicado ao “Tesouro do Duomo!, com uma das mais ricas coleções de kits sagrados medievais e barrocos tirolês. Seja o Duomo, seja o Tesouro do Duomo é aberto de segunda-feira a sábado das 10h às 12h e das 14h às 17h. Prosseguimos a nossa visita na cidade parando na bela e histórica Piazza Walther, que no período natalício, se transforma em um espaço mágico e fascinante, hospita o tradicional Mercantino di Natale com as características casinhas em madeira que oferecem decorações, produtos artesanais e especialidades gastronômicas, entre luzes, melodias e fragâncias. A esse ponto não podemos perder o Museu Arqueológico do Alto Adige que expõe achados e documentações sobre a história do Alto Adige da origem ao primeiro medieval. A maior atração é representada pelo homem que veio do gelo, a múmia de “Ötzi“, um corpo mumicado de 5300 anos atrás, vindo do gelo de Similaun, no conm ítalo-austríaco. A esse punto damos uma outra volta para encontrar um lugarzinho típico onde pode apreciar uma boa gastronomia local e depois, dormir. 2) Segundo Dia (visitamos entorno de Bolzano, como Merano, Bressanone, Vipiteno e a noite retornamos a Bolzano para dormir) Depois de um bom café da manhã nos apressamos para visitar as localidades mais notórias da província de Bolzano. Efetivamente, Merano merece uma visita pois é uma cidadezinha fascinante e de grande atração turística graças ao seu particular clima suave e as suas esplêndidas estâncias termais, um oásis de repouso e bem-estar. Merano é também rica de história e arte, o seu centro histórico preserva vários monumentos, incluindo o Castelo do Príncipe, pequena e sugestiva residência nobre do século XV. Entre as arquiteturas mais características, a mais marcante é a Kurhaus, o grandioso complexo do início do século XX, a acanto tem o suntuoso Castel Trauttmansdorff, circundado por suas magnícos e coloridos jardins. O castelo, grandiosa residência senhoril com mais de sete séculos de história, foi a residência invernal da Princesa Sissi que amava vir ao Alto Adige onde o clima era mais suave. Hoje, o castelo é ssede do singular Touriseum, o Museu provincial do Turismo, que traça a história do turismo do Alto Adige. Depois de Merano vamos a uma importante cidade de arte, Bressanone. O seu centro histórico compreende um notável patrimônio artístico, entre eles o Duomo com o claustro afrescado. Continuamos com a visita do magníco Palácio dos Príncipes Bispos, sede do interessante Museu Diocesano que inclui o característico Museu dos Presépios. Uma produção típica de Bressanone são os objetos de cera e de velas decorativas, antigamente usados para a iluminação, mas hoje sao muito apreciadas como elementos de decoração. Chegamos então a Vipiteno, onde admiramos o lindo Palácio Comunal que possui o interno ricamente decorado, a Torre dos Doze, símbolo da cidade, enquanto em seus arredores permanecem fascinados com as espetáculares cascatas de Stanghe em Racines. A esse ponto retornamos para Bolzano para um bom jantar e repouso. 3) Terceiro Dia (deixamos a cidade de Bolzano para chegar em Trento, onde dormiremos) Depois de um abundante café da manhã, andamos em direção a cidade de Trento. Chegando lá, deixamos o carro e vamos ao redor da cidade. Começamos com uma visita ao centro histórico, mais precisamente na Praça Duomo, rico de monumentos e provas de um glorioso passado e que constirui o centro político, religioso e monumental da cidade. Nessa praça temos esplêndidos palácios nobres e é também nesse lugar que surge o homônimo Duomo, no qual foi sepultado S. Birgilio, no estilo românico, construído em 1212. O Duomo domina a

DOIS


praça, e junto a Fonte de Netuno, presenteia à primeira vista um panorama digno das mais belas cidades de arte italianas. Visitaremos, então, a Tridentum subterrânea, sítio arqueológico romano de 2000 anos atrás e o Castello del Buonconsiglio, a antiga residência do Príncipe Viúvo de Trento, que no decorrer dos séculos foi perfeitamente conservada. O custo do ingresso é de oito euros, o horário de abertura é das 10h às 18h, de terça-feira à domingo. Durante os meses invernais, porém, o Castelo abre das 9h30 e fecha às 17h. Esse maravilhoso palácio, hoje, oferece uma incrível viagem no tempo, principalmente graças aos móveis e os esplêndidos afrescos do Ciclo dos Meses, na Torre Águia. Notáveis são também os palácios no estilo renascentista-veneto e com as fachadas afrescadas que surfem na elegante rua Belenzani. Depois de ter girado, merecemos um delicoso jantar e uma boa noite de sono. 4) Quarto dia (Deixamos Trento e vamos para Rovereto onde dormiremos) Depois de um bom café da manã voltamos a andar pela cidade de Rovereto, um dos lugares mais renomados, além de um centro cultural de grande atenção, tanto no passado quanto hoje em dia. A visita pela cidade pode começar pela Piazza San Marco para prosseguir em direção a Piazza del Podestà. Ao longo da estrada podemos admirar a arquiterua da aldeia medieval e a potente estrutura dos muros. Continuando o percurso podemos admirar a Igreja de San marco, do século XV e o Palácio Municipal. A etapa fundamental é, com certeza, o Castelo de Rovereto, uma imponente estrutura poligonal, aqui também podemos visitar o Museu Histórico da Guerra. Horário de abertura do museu: terça-feira a domingo das 10h às 18h. O custo deo ingresso é de sete euros. Depois de visitar a cidade, vamos para a parte rural de Rovereto para chegar em um agriturismo onde nos espera um maravilhoso jantar, e depois, cama! 5) Quinto dia ( Deixamos Rovereto para visitar as Dolomitas e Madonna di Campiglio onde dormiremos por duas noites) O Trentino Alto Adige é, entre outras regioes italianas, aquela mais notável pela beleza das montanhas, de fato, possui uma estraordinária variedade de paisagens, picos majestosos, bosques, amplos vales, cursos d'água, lagos, um encantador jogo de luzes entre os picos das Dolomitas. Uma grande área de esqui com centenas de quilômetros de pistas põe a região à frente em relação ao turismo invernal. Alguns dos lugares mais renomado são Madonna di Campiglio, Canazei, Moena, San Martino di Castrozza, muito frequentadas seja no inverno, que no verão. Paramos em Madonna di Campiglio, uma das mais famosas estâncias de esqui da Itália. Chegando em Madonna di Campiglio nos organizamos para viver dois dias à mercê da natureza, do esporte e da diversão, mas também de relaxamento com muitos passeios, para apreciar esses lugares maravilhosos. As atividades esportivas que podem ser praticadas além do esqui, são innitas, como snowboard, escalada, alpinismo e para quem não ama esquiar, parapente ou asa-delta, patinação no gelo, equitação, mountain bike e rafting. Basta escolher o que quer fazer, nós tentaremos preticar boa parte dessas atividades. Madonna di Campiglio oferece aos seus visitantes também a possibilidade de ir ao shopping nas graciosas lojas do centro ou relaxar nos centros de bem-estar. Os serviços nesse lugar são muito ecientes, equipados para garantir as férias ideais para toda a família. A noite se você quer viver uma emoção romântica e espetacular, se deve optar, como zemos, por um jantar a base de pratos típicos locais em um dos tantos lugares, para depois desce o vale de esqui, com as luzes das tochas que se confundem com as estrelas da noite. Se vivem atmosferas e emoções inesquecíveis.


7) Sétimo e último dia (Deixamos Madonna di Campiglio para pararmos em Riva del Garda e depois para o aeroporto) Depois de um bom café da manhã, deixamos Madonna di Campiglio para chegar às margens do lado de Garda, uma das pérolas do patrimônio turístico italiano, Riva del Garda.

DOIS

A paisagem do lago, dominado pelas montanhas que a circundam, oferece um ótimo ambiente para passar, em qualquer período do ano, férias dedicadas ao esporte e à naturezam, sem renunciar à diversão e a descoberta da cultura e da história local. Percorremos as ruas estreitas da centro histórico e ao longo das estradinhas, e os muitos bares da moda, que do porto chegam ao interno, para admirar as testemunhas de uma história antiga. O centro de Riva del Garda conserva interessantes edifícios históricos como a Torre Apponale, dos séculos XII – XIV e a Câmara Municipal em 1482. Depois de visitar essa linda cidadezinha, paramos em um dos tantos restaurantes da beira do lago, para saborear as receitas locais, para depois retornar ao aeroporto, deixar o carro e voltar à vida de todos os dias.

Conclusões Meta turística de excelência para todos que preferem a montanha ao mar, o Trentuno Alto Adige acolhe os seus visitantes com um verdadeiro oásis de belezas naturais. Nessa região se deve viver todas as atividades esportivas a contato com a espetacular natureza, porque é isso que oferece, principalmente, essa região. O Trentino Alto Adige é maravilhoso em qualquer estação, aproveite para visitar, cará extasiado.

Como Chegar O território é fácil de se chegar graças a sua posição central entre o versante sil dos Alpes e la planície de Pádua e Vêneto.

De avião Para quem viaja de avião, pode aterrizar em Verona, Bergamo, Veneza ou Milão e chegar em Trentino em uma ou duas horas, clugando um carro, os serviços de ônibus ou o transporte ferroviário.

De trem Todos os trens que percorrem uma longa distância, seja os italianos quanto os europeus, param nas principais estações da cidade de Trento e Rovereto.

De carro A estrada de referência é a autoestrada Brennero – Modena A22, ligada no sul com a A1 Milão – Napoli e a A4 Milão – Veneza. Da A22 se ramicam as estradas estatais para chegar a todos os vales.A rede rodoviária de Trentino apresenta, geralmente, estradas amplas e cômodas, e as condições de condução no inverno são mantidos sob controlo constante.

Ana Patricia, ítalobrasileira, vive há 12 anos na Itália, formada em Scienze del turismo pela Universidade da Calábria, com mestrado em Turismo Cultural, única guia de turismo em língua portuguesa da Calábria, administradora dos site Touristico.It e Viajando para a Calabria.


Gastronomia Com o Chef Celso Rossi

Espetada de Mexilhões à moda de Aveiro Ingredientes para 4 pessoas:

Para doze espetadas: 60 a 70 mexilhões 200 ml de vinagre 2 folhas de louro 10 gramas de cravos Sal a gosto Pimenta do Reino a gosto 1 colher de sopa de azeite Óleo ou azeite para fritar Preparação: De véspera prepara-se o molho; junta-se o vinagre, as folhas de louro, os cravos, o azeite e tempera-se com sal e pimenta. Deixa-se de infusão mexendo de vez em quando com uma concha funda. Raspam-se e lavam-se os mexilhões impecavelmente e abrem-se num tacho sobre fogo forte, mas sem água. Retiram-se das conchas, tiram-se as barbas e põem-se os mexilhões para escorrer sobre um pano seco. Depois de bem escorridos, coloque os mexilhões em palitos de madeira e fritam-se em azeite ou óleo bem quente e abundante. Escorrem-se os mexilhões sobre papel absorvente. Põem-se numa tigela e regam-se com o molho preparado. Devem car neste molho durante dois ou três dias, sendo regados frequentemente com o mesmo molho com a ajuda de uma concha funda. Receba dicas gastronômicas diretamente no seu celular, tablet ou desktop. Acesse o WhatsApp do malaparadois e fale diretamente com o Chef Celso Rossi. www.malaparadois.com

No dia de servir os espetos podem ser servidos frios ou se preferir coloque-os sobre a churrasqueira ou grelha a 180ºC por 5 minutos virando constantemente. Estas espetadas de mexilhão servem-se geralmente como aperitivo.


DOIS

O BACALHAU DO REI tem cardápio variado com 18 tipos de prato de bacalhau em porções executivas (individuais) ou para duas pessoas, além de diversas opções em peixes, carnes e petiscos, sobremesas e bebidas. Os dois ambientes disponíveis na casa também permitem sua escolha entre o conforto do ar condicionado no salão principal e a informalidade da varanda. Rua Marquês de São Vicente, 11 - Gávea - Rio de Janeiro - (21) 2239-8945 / 3489-8646


Organize a sua viagem para Itália conosco! Garantimos total assistência durante toda a sua viagem em língua portuguesa. Transfers e city tours em língua portuguesa em toda Itália. Com touristico você nunca vai se sentir sozinho! www.touristico.it

Touristico - Consultoria Turística Itália Brasil - (Partita IVA: 03187610781) Horário: 09:00 - 19:00 (horário italiano) Tel/whatsapp: (+39) 3286417928 Skype: anapatriciaconsultant MSN: anapatriciaconsultant@hotmail.it www.touristico.it Visite nosso blog e siga nossos conselhos turísticos sobre a Itália: www.touristico.it/blog Perfil público linkedin: http://it.linkedin.com/pub/ana-patricia-da-silva/42/a44/b1a


DOIS

Para a realização dos itinerários/city tour contamos com o apoio técnico de Bonjour Italie Tour Operator Importante: - Passageiros com destino ao exterior devem portar passaporte com validade mínima de 6 meses, contabilizados a partir da data de seu embarque. - Visto válido - consultar necessidade de visto para o seu destino. - Sobre reservas - reservas aéreas/hotel/carro são sujeitas a reajustes sem prévio aviso. Pedir sempre a cotação antes de fechar um contrato. - Sobre reservas - pacotes de turismo são sujeitos a reajustes sem prévio aviso. Pedir sempre a cotação antes de fechar um grupo. - Seguro de Viagem – obrigatório para viagens à Europa (cobertura mínima €30.000) e demais destinos aconselhável. Não nos responsabilizamos por clientes que viajam sem seguro. - Vacina de febre amarela (10 dias antes do embarque) - consultar necessidade para o seu destino (www.anvisa.gov.br); - Verificar documentação necessária para viagens de menores desacompanhados. CONDIÇÕES DE PAGAMENTO: 30% de entrada e saldo final até 30 dias antes da chegada do cliente na Itália. Com transferência bancária para Itália ou com cartão de crédito (adicionando 2% de fee) NOTA IMPORTANTE: os vouchers serão entregues entre duas semanas do início do serviço ou após a confirmação oficial de todos os fornecedores. CONDIÇÕES DE CANCELAMENTO: Entre 30 dias: 10% de penalidade do total geral Entre 29 dias e 20 dias: 30% de penalidade do total geral Entre 19 dias e 10 dias: 50% de penalidade do total geral


DOIS

Burguês Hamburgueria Bar e Restaurante Americano Rua Aricuri, 1357 Loja, Campo Grande, Rio de Janeiro Horário de funcionamento: Ter-Sab 18h-00h | Dom 16h-00h


Por que ir?

Ilhas Faroé Localizada entre a Escócia e a Islândia, as pequenas ilhas vulcânicas Faroé fazem parte do território dinamarquês. O arquipélago é composto por 18 ilhas divididas em distâncias curtas, Stremoy é a maior ilha localizada no centro do arquipélago. Sua capital, Tórshavn possui 15.000 habitantes.

As ilhas possuem características selvagens com a maioria da costa formada por falésias gigantes, o ponto mais alto do arquipélago tem 882 metros e está situado na Ilha Eysturoy. A farta fauna marinha da região do Atlântico faz com que a pesca seja a principal atividade dos moradores das Ilhas Faroé. Mesmo fazendo parte da Dinamarca as ilhas possuem estatuto de autonomia especial para assuntos de Estado, excluindo a política militar e estrangeira, que na ilha são resolvidas de forma independente. A língua ocial é o Faroese, mas, especialmente os mais novos, também falam inglês. O que essencialmente atrai nas Ilhas Faroé é a sua natureza e paisagens incríveis, onde o ar fresco, o oceano azul profundo, falésias verticais e as montanhas verdes estão presentes. O arquipélago possui um clima imprevisível, por ser muito frio os moradores locais cobrem os telhados de suas casas com gramas, uma forma bem interessante de manter seus lares mais quentes. A ilha é considerada um ótimo local para fazer trekking, com um pouco de sorte ainda é possível ver a aurora boreal no céu Tórshavn. A National Geographic já classicaram as ilhas como as “As ilhas mais interessantes do mundo”.


DOIS Como Chegar: O único aeroporto das Ilhas Faroé está localizado na parte sul da ilha de Vágar. Neste aeroporto chegam e partem todos os voos internacionais e os voos de helicópteros, que ligam as várias ilhas do arquipélago. As ilhas Faroé são ligadas por voos com a Dinamarca, a Islândia e a Noruega. No verão há também voos para Edimburgo, Barcelona e Palma de Mallorca. A única empresa, que opera no arquipélago, são os Atlantic Airways, que é a companhia aérea das ilhas Faroé. O tempo de voo entre Copenhagen e as ilhas Faroé é de duas horas e meia.


Daqui pra lá... De lá pra cá

Uma Viagem para Europa custa muito?

Essa é uma das perguntas que mais recebemos em nossos emails. A resposta pode ser: “Varia muito do que você quer”. Explicamos muito bem isso no nosso GUIA - O QUE IMPEDE AS PESSOAS DE VIAJAREM? A Europa é sonho de consumo de 7 entre 10 pessoas que buscam viagem ao exterior. Mas destes 30% somente 15% pesquisam e planejam sua viagem ao “velho mundo”. A Europa pode ser mais “barata” do que viajar ao nordeste brasileiro vocês sabiam? Sim! Você pode ter uma diferença de 40% entre seus gastos numa viagem ao nordeste brasileiro e uma viagem para Lisboa por exemplo. O primeiro passo de qualquer viagem é o planejamento que consiste em uma série de pequenos detalhes que devem ser observados pelo turista/viajante (nosso Guia também entra nos detalhes). Opte sempre pelo que fará você feliz. Às vezes os custo podem ser até mais do que esperávamos, mas realizar seu sonho não vale a pena? Para essa pergunta cada um deverá avaliar suas necessidades e possibilidades, pois gastar muito além do previsto e programado pode gerar complicações futuras. Então como baratear minha viagem para Europa? Um outro método que empregamos em nossas viagens para Europa é colocar no mesmo plano de viagem mais de um destino sem “inflar” demais a sua viagem. Com isso você pode reduzir muito suas despesas com passagens aéreas. Mas como assim? Nosso Guia também explica o passo-a-passo, mas vamos resumir: Você já viu no site das companhias aéreas a função “múltiplos destinos”? Ele serve para que você num mesmo plano de voo escolha entre duas ou mais cidades na mesma compra e só isso já reduziria o custo com sua passagem. Outro fato que pode tornar sua viagem muito mais “em conta” para Europa é reservar com bastante antecedência sua hospedagem. E você sabia que para um período superior a 10 dias a melhor opção seria alugar uma casa ou apartamento? Pois é, sites como Air BnB trazem opções confiáveis e baratas de aluguel de casas e apartamentos pelo mundo. Hostel também é uma opção. Na verdade, uma viagem para Europa tem que ser bem programada, pois o “velho mundo” tem tanta coisa para nos mostrar que chega ser um sacrilégio nos privarmos de certas coisas e às vezes vale a pena gastar um pouquinho mais.


Pelo Mundo Dê um mergulho em..

DOIS

Curaçao

Curaçao é hoje um dos pólos turísticos mais procurados no Caribe. Sua história é rica e transparece toda a diversidade cultural que ainda faz da ilha um dos lugares mais amistosos do Caribe. Juntamente com Aruba e Bonaire formam as chamadas "Ilhas ABC", um paraíso tropical rico em recifes de corais e praias de areia branca e mar azul turquesa. Perfeita para mergulho, Curaçao ainda proporcionam passeios a cavalo, safáris de jipe, ciclismo de montanha e prática de esportes radicais, como o windsurf. A cultura popular é muito valorizada por lá e isso se reflete no grande número de museus e artistas locais. São cerca de 15 pontos a serem visitados, como por exemplo o Curaçao Museum, que abriga a história dos indígenas pré-colombianos, o Kas Di Pali Mashi, uma casa construída há 130 anos onde se vê um pouco do que era o dia-a-dia dos afro-curaçaoenses, ou ainda o Maritime Museum, que abriga 500 anos de história náutica. Em todas as "Ilhas ABC", as línguas faladas são o holandês, inglês, francês, espanhol e papiamento – o divertido dialeto creole que mistura tudo isso, mais o português. A moeda oficial é o florim, mas o dólar americano é aceito em praticamente todos os estabelecimentos, assim como cartões de crédito. Em 2010 os habitantes das diferentes ilhas do arquipélago das Antilhas Holandeses participaram de um referendo que decidiu seu destino político, sendo que Curaçao optou por tornar-se um país autônomo dentro do Reino dos Países Baixos. Bonaire, por exemplo, agora é uma municipalidade holandesa. COMO CHEGAR Voos da Avianca (www.avianca.com.br), com conexão em Bogotá, estão entre as opções mais práticas para se chegar à capital Willemstad (duração a partir de 10 horas). Uma outra alternativa é voar via Copa Airlines, com uma parada na Cidade do Panamá, um viagem um pouco mais longa (cerca de 11h45).

COMO CIRCULAR Se não se hospedar em um resort mais afastado, a capital Willemstad será sua base em Curaçao. Para circular pela ilha o ideal é utilizar os transfers oferecidos por muitos hotéis, alugar uma bicicleta ou scooter ou embarcar em passeios organizados. Um aluguel de carro também é uma boa opção para quem quiser ter mais independência. Redes tradicionais como Avis, Budget e Hertz têm filiais na ilha, mas cheque as promoções e ofertas de algumas operadoras locais. COMPRAS Curaçao é uma área livre de impostos, com muitos centros de compras que oferecem produtos que fazem a alegria dos consumistas de ocasião. Roupas de grife, cosméticos e perfumes estão entre as ofertas tentadoras. Tudo que você comprar nestes estabelecimentos são enviados para seu navio ou avião, onde ele deverá ser retirado.


DOIS

Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Anuncie nos canais malaparadois

Edição Nº 22 - Janeiro 2016 | Ano III

Revistas malaparadois www.malaparadois.com

Estamos presente nas principais redes sociais:

Contato comercial: malaparadois@gmail.com Skype: edimarques74 Fone: +55 21 998271073 www.malaparadois.com

Nossos canais são o que há de melhor para seu sucesso! Mais de: +120 mil acessos no website +9000 fotos reais no website +7500 fotos reais no facebook +15000 fãs na fanpage +3500 Tweets 230 mil visualizações no Google Plus + 360 mil downloads nas Revistas malaparadois

Profile for malaparadois

Revista Malaparadois Edição Nº 24 - Março 2016 - Aveiro  

Aveiro capta a essência de um destino que esperaríamos ver num livro de viagens. www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um...

Revista Malaparadois Edição Nº 24 - Março 2016 - Aveiro  

Aveiro capta a essência de um destino que esperaríamos ver num livro de viagens. www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um...

Advertisement