Issuu on Google+

news “Nós confiamos em Deus”

ANO 4, Nº 10, Janeiro 2010

A Revista da Engenharia de Movimento

Ampliação da Frota: De olho nos grandes projetos

O desafio da qualificação profissional

Energia Pecém: A Termelétrica do Ceará

RT’s - Mobilidade em terrenos acidentados


Nesta Edição

Editorial

Negócios

04 TERMELÉTRICA A implantação da Terméletrica Energia do Pecém no Ceará reafirma o potencial do Estado como um dos maiores provedores de energia do país.

Operações Fernando Rodrigues

PROJETO SALOBO (PA)

Presidente

Caros leitores, 2009 foi um ano singular na história da economia mundial, entre altos e baixos o Brasil apresentou o melhor desempenho, trazendo novos investimentos para o país. Na Makro Engenharia não foi diferente, serviu para que nos preparássemos com mais planejamento, estreitando laços com nossos parceiros, clientes, fornecedores e colaboradores. O ano de 2010 iniciou em clima de desenvolvimento para a economia mundial. E, vislumbrando esse crescimento econômico, a Makro realizou grandes investimentos, adquirindo guindastes sobre esteira de 750 ton (Liebherr LR 1750) e o maior guindaste telescópico do mundo, com capacidade para 1.200 ton (Liebherr LTM 11200-9.1), especifico para projetos de energia eólica, segmento que ganhou notoriedade a nível internacional. Sempre procurando as melhores soluções em Engenharia de Movimento, investimos também em guindastes RT’s (Rough Terrain), com capacidade para 130 ton, proporcionando aos nossos clientes o atendimento em projetos com terrenos de baixa compactação do solo. Além disso, iniciamos o projeto de manutenção da planta de exploração de gás na unidade da Petrobras em Urucu (AM). Acompanhe as novidades na primeira edição de 2010 da Revista Makro News. .

Boa Leitura. 2

news

06

Implantação de projeto de extração de minério de cobre da mineradora Vale no Pará tem suas operações de logística implementada pela Makro.

Capa

08 EQUIPAMENTOS PESADOS Investimento em novos equipamentos proporciona a Makro Engenharia a exploração de novos mercados.

Gestão

14 ÓLEO & GÁS Manaus: Com a ampliação de mercado, a Makro da apoio na operação e manutenção da unidade da Petrobras em Urucu-AM.

Expediente Revista MAKRONEWS Nº10 | ANO 4 | Jan | Fev | Mar | 2010 MAKRONEWS é uma publicação trimestral da Makro Engenharia, dirigida aos seus colaboradores, clientes e usuários da engenharia de movimento nos serviços de montagens industriais, estudos de rigging, movimentação de cargas e transportes especiais. Redação / Publicidade: Departamento de Marketing Br. 116, Km 05 Nº 1289 - Cidade dos Funcionários Fortaleza-CE | CEP: 60823-105 | Brasil Tel.: (85) 3444.3022 / 8705.3722 marketing@makroengenharia.com.br Supervisão Geral: David Rodrigues Assessor de marketing: Cayo Silva

Diretor Financeiro: Fernando Filho Conselho Editorial: Fernando Rodrigues, Rodrigo Rodrigues, David Rodrigues, Fernando Filho, Carlos Rigailo, Cláudio Morais, Edvaldo Eufrásio, Regina Célia, Cayo Silva, Renata Franco, Kalyne Dias Editor: Cayo Silva Projeto Gráfico: Cayo Silva Diagramação: Euricélio Rocha Textos: Colaboradores Makro Engenharia Fotos: Arquivo Makro Engenharia | Imagens ilustrativas Impressão: Gráfica Sérgio

Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010


Especial

WORKSHOP GERENCIAL: Líder das

idéias e também das grandes conquistas A capacitação de lideranças promove a integração e permite um melhor desempenho nas bases operacionais. Aprimorar a gestão, criar sincronismo entre os gestores da matriz e filiais, qualificando e integrando empresa foram algumas das ações que levaram a Makro Engenharia a realizar o seu segundo Workshop Gerencial. O encontro realizado no mês de dezembro/2009 em Fortaleza (CE), com a presença de diretores e gestores da matriz e filiais, foi divido em três etapas: um treinamento ao ar livre (TEAL), promovido pela área de recursos humanos da Makro em

e projeções 2010. A terceira fase, comandada pelo professor Valdemar Barros da Barros Consultoria, representante da Fundação Dom Cabral no Ceará, reuniu os gestores para capacitá-los e fornecer elementos de aprimoramento da gestão. Momento no qual foi apresentado o planejamento estratégico para o período 2010 – 2014. “Foi um momento enriquecedor para todos, pois aproximou as pessoas, fazendo com que elas

parceria com a SERH Consultoria, especializada em treinamento e desenvolvimento de líderes. A segunda etapa, promovida pelas áreas de qualidade e marketing, aconteceu no auditório da empresa, com a apresentação dos resultados de cada área durante o ano de 2009

interagissem mais, saindo do cotidiano e se aprofundando na análise e promoção do planejamento estratégico da empresa em todas as esferas operacionais”. Afirma o Engº. Fernando Rodrigues, diretorpresidente da Makro Engenharia.

Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010

Napoleão Luna (Ger. Comercial), o desempenho das áreas depende do trabalho em equipe.

Valdênia Pompeu (Coord. Suprimentos). Resultados do ano refletem o planejamento da área.

news

3


Negócios

Termelétrica Energia Pecém, unidade operacional com investimentos que garantem a produtividade em larga escala .

Energia Pecém, a Termelétrica do Ceará Investimentos contínuos no projeto garentem a produtividade e aceleração do cronograma de obras A Usina Energia Pécem, do Grupo EBX em parceria com o grupo português EDP - Energias do Brasil, é hoje um dos maiores investimentos que o Estado do Ceará vem recebendo. O cronograma de obra mobiliza 10 empreiteiras e mais de 1.500 colaboradores diretos e indiretos. O empreendimento está em fase de montagem eletromecânica das estruturas. Localizado no município de São Gonçalo do Amarante (CE), nas proximidades do terminal portuário do Pecém, esse investimento vem para somar a capacidade de geração de energia do Estado, sendo, considerado o maior gerador de energia alternativa graças aos investimentos ja realizados em energia eólica. Do ponto de vista ambiental, 4

news

a Termelétrica está se estruturando de forma que minimize os impactos ambientais naquela região, preservando a costa marítima bem como as comunidades locais. Nesse projeto, a Makro Engenharia através de suas parceiras Enesa, SMI-ICEC, Integral Engenharia, BM Premoldados/ CIL e Grupo Asca é responsável por toda a operação logística e movimentação de cargas, realizando também o transporte das principais cargas que chegam no Terminal Portuário do Pecém destinadas à obra. Para o gerente comercial regional da Makro, o administrador Paulo

Robson, “este é um projeto que requer muita atenção e para isso destinamos parte da nossa equipe de apoio para oferecer todo o suporte necessário aos clientes atendidos naquela localidade. A nossa proposta é estabelecer uma base operacional no local com toda infra-estrutura de suporte mecânico e logístico”, afirma.

Paulo Robson (Ger. Comercial) e Miguel Angelo (Coord. Operacional), sinergia entre comercial e operacional . Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010


Capacitação

O Desafio da Qualificação Profissional Operar equipamentos requer mais que conhecimentos, é fundamental a interação entre o operador e o painel de comando do seu guindaste. Operar equipamentos pesados em canteiros de obra está se tornando cada vez mais uma atividade confortável, ergonômica e segura ao passo que cada vez mais a tecnologia incorporada nestes equipamentos evolui vertiginosamente, desta forma operar tais equipamentos passou a exigir maior especialização por parte dos operadores e do pessoal da manutenção. Operar estes veículos requer mais que conhecimentos. A interação entre operador e o painel de comando do equipamento agora é acompanhar informações e inserir dados ao invés de simplesmente acionar pedais e alavancas. A qualificação técnica de operadores pelas empresas surge como solução para esta demanda tendo em vista o baixo índice educacional do país. Pesquisas revelam que o treinamento de operadores resulta em ganhos de produtividade e redução de custos. As empresas devem selecionar corretamente o profissional a ser qualificado, identificando os prérequisitos necessários e essenciais para o bom exercício da profissão e, principalmente, responder aos

Equipe de operadores da Makro, capacitação teórico e prática para aprimorar o desenvolvimento individual.

seus esforços de crescimento com um plano de carreira adequado, ou seja, ele precisa querer aprender, precisa estar motivado. Algumas experiências vitoriosas têm mostrado que treinamento de qualificação que tornam o operador polivalente tem dado certo. Tal experiência resulta em uma maior produtividade e disponibilidade do equipamento. A adoção de um programa deste tipo no qual o operador fica responsável por pequenas intervenções na máquina

Treinamento para as áreas administrativas e operacional, otimizam o conhecimento da empresa. Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010

pode resultar em uma maior durabilidade do equipamento visto que, o operador munido de uma maior compreensão deste e seus devidos cuidados poderá evitar quebras inesperadas. Montar um bom programa de treinamento requer uma estreita comunicação entre empresa e colaborador, evitando que ele chegue à sala de aula sem ao menos saber por que esta lá. Outro detalhe interessante na didática utilizada é que não se pode utilizar a metodologia de ensino escolar, deve-se adotar o inverso. Como todos normalmente já possuem experiências com outros equipamentos, essas devem ser utilizadas como ponto de partida, ou seja, o treinamento deve se desenrolar do prático para depois ir para o teórico, dando assim uma maior retenção do aprendizado.

Eng. Claudio Morais Ger. de Treinamento Técnico

news

5


Operações

Projeto Salobo (Vale), Planejamento e Logística Operacional no Pará

Frota de guindastes e veículos de apoio garantem a perfeita logística do projeto.

A expertise e os investimentos feitos em capacitação garantem maior produtividade nas operações de exploração de minério de cobre. O cobre é o terceiro metal mais utilizado no mundo, atrás somente do ferro e do alumínio. É utilizado em diversos objetos e materiais que estão presentes em nosso dia a dia, como fios e cabos condutores de energia elétrica e aparelhos eletrônicos, como televisores e celulares. É, ainda, utilizado em esculturas e ornamentos em ligas com zinco (latão), estanho (bronzes) e prata (jóias). Boa parte das reservas são compostas por minérios sulfetado e oxidado e estão localizadas na

região da Serra dos Carajás, no Estado do Pará, um dos maiores pólos de minério do País. Naquela região, além da Mina do Sossego que foi o primeiro investimento da Vale rumo à diversificação mineral, o Projeto Salobo tem despontado como grande fornecedor de cobre. Salobo prevê a implantação de um complexo industrial (mina, usina, instalações auxiliares e infraestrutura) localizado na Floresta Nacional do Tapirapé-Aquiri, distrito de Marabá (PA). Foi concebido para

Cleber Felipe - Supervisor de campo e equipe de operadores do Projeto Salobo, integracao da equipe garante a produtividade. 6

news

produzir concentrado de cobre com capacidade de processamento de 12 milhões de toneladas de minério/ano e produção média anual estimada de 270 mil toneladas de concentrado do mineral. Atuando nesse projeto, desde o início das obras de terraplanagem em 2007, a Makro foi a primeira empresa de guindastes a atuar na implantação dessa unidade de exploração mineral, quando o acesso era apenas via terra batida. A empresa disponibiliza um efetivo de profissionais especializados, como operadores de guindastes, de caminhão munck, empilhadeira, riggers, coordenador operacional e o técnico de segurança que está sempre presente na obra. Atualmente, a Makro está realizando operações de movimentação de cargas na fase da construção civil a montagem 01 e 02 do projeto.

Napoleao Luna Gerente Comercial Região Norte + Maranhão

Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010


Mineração, ampliação de um projeto ousado Carajás, desenvolvimento da comunidade local, empregabilidade e responsabilidade social Presente em operações de mineração na região de Carajás há mais de 10 anos, a Makro Engenharia vem desenvolvendo ações de responsabilidade social naquela região, influenciando diretamente na capacitação de operadores. Além da valorização da mão de obra local, o trabalho dos gestores da Makro é focado no desenvolvimento de profissionais, fidelizando-os, “o nosso processo de conscientização é determinante para os resultados que a organização almeja, pois todas as iniciativas para o desenvolvimento dos colaboradores somente se tornam eficazes quando existe envolvimento e vontade por parte das pessoas”, comenta Cristiane Araújo, gerente de RH da Makro. A área de recursos humanos da empresa vem atuando como integrador nesses processos, buscando ferramentas e tecnologias adequadas para estimular através de padrão de avaliações, formatando treinamentos vinculados à cultura e estratégia da organização. “Vale ressaltar que este é um trabalho de mudança de cultura, de comportamento, o que não acontece de maneira rápida e onde os resultados não são comuns

Parada Geral de Usina de Beneficiamento de Minério de Ferro Carajás (PA), realizando operação de desativação e reativação de contrapesos das correias transportadoras.

“o nosso processo de conscientização é determinante para os resultados que a organização almeja’’.

Claúdio Morais - Ger. de Treinamento Técnico da Makro Diálogo de Segurança para os colaboradores da Vale em Carajás. Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010

para todos”. Comenta Sergio Luiz, gerente administrativo da Makro em Carajás. Além disso, o forte investimento da empresa em treinamentos de segurança em movimentação de cargas faz com que os próprios operadores desenvolvam uma sinergia, promovendo a responsabilidade de um para com o outro, ampliando o conceito de segurança coletiva que a empresa vem pregando desde sempre.

Sergio Luiz Gerente Administrativo Parauapebas(PA)

news

7


Foto meramente ilustrativa

Capa

LTM 11200.9-1, desenvolvido com foco na instalação de parques eólicos, ganha mercado pela versatilidade apresentada nas operações.

Maior Guindaste Telescópico do Mundo, agora no Brasil Makro Engenharia, pioneira em desenvolvimento de soluções para o mercado de engenharia de movimento, oferece o maior guindaste telescópico do mundo com capacidade de 1.200 toneladas para o mercado da América do Sul. Guindaste telescópico O guindaste móvel sobre pneus da fabricante Liebherr, modelo LTM 11200-9.1, é hoje o guindaste de maior capacidade dessa categoria (1.200 ton) com a maior lança telescópica no mercado (100 metros + JIB). Nele está presente a mais moderna tecnologia do setor, merecendo destaque a lança com 08 elementos telescópicos que é estendida de forma totalmente automática até o comprimento desejado e o sistema de travamento por pino que contribui efetivamente para a segurança da operação. Os diversos acessórios e prolongamentos treliçados existentes o tornam extremamente versátil, permitindo obter consideráveis incre8

news

mentos na capacidade de carga da lança telescópica. Apesar das suas grandes dimensões e peso, é um equipamento de fácil mobilidade de tráfego podendo atingir velocidade de até 75 km/h,

boa dirigibilidade, pois nos 9 eixos do chassi está integrada a direção ativa do eixo traseiro em dependência da velocidade. Nas aplicações onde a movimentação da máquina entre os locais de içamento é constante, seu tempo de montagem e desmontagem é muito curto quando comparado com máquinas treliçadas. Outro aspecto é o da largura dos caminhos para deslocamento da máquina no site, que tem alto impacto no custo final da obra. De acordo com o Eng. Cesar Schmidt, gerente comercial da fabricante Liebherr aqui no Brasil, esse guindaste representa bem o que podemos chamar de “a arte da tecnologia a serviço do cliente”. “Com esta máquina, o mercado Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010


Tobias Böhler, Christoph Kleiner e César Schmidt (Liebherr); e Diretoria da Makro Engenharia. Parceria gerando novos negócios.

Brasil operações com guindastes da tecnologia AT (All Terrain), assim sendo, pode-se considerar como um processo natural para a empresa a adesão a esse tipo de equipamento. Baseado nos investimentos feitos

Foto meramente Foto meramente ilustrativa ilustrativa

brasileiro estará no mesmo patamar tecnológico dos países desenvolvidos”. Afirma. A Makro sempre foi uma empresa pioneira, sendo ela, há cerca de 15 anos, a primeira a dar inicio no

Guindastes LR 1750, ampliação da frota requer investimentos em mão de obra. Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010

recentemente, a Makro alcança uma nova escala operacional com máquinas de grande porte, constituindo-se numa das maiores e mais modernas frotas do Brasil. “Esse investimento é a materialização de um sonho que começou há mais de 30 anos quando o Eng. Fernando Rodrigues criou a empresa”, afirma Eng. César Schmidt. O guindaste LTM 11200-9.1 foi desenvolvido com foco nos projetos de implantação de parques eólicos, otimizado de forma que proporcione praticidade e agilidade na movimentação de cargas nesse tipo de projeto, pois facilita o processo de deslocamento entre uma torre e outra. Um dos pontos mais fortes desse equipamento, na visão do gerente de negócios da Makro Engenharia, o administrador Carlos Rigailo, é a economia que os investidores terão na construção e terraplanagem de vias de acesso e vias internas dos sites, pois o guindaste utiliza apenas 5 m de largura de estradas, evitando o investimento em construção e terraplanagem de pistas de 13 metros normalmente utilizadas para os guindastes sobre esteira destinados a implantação de parques eólicos. news

9


Foto meramente ilustrativa

Capa

Guindastes LR, a empresa passou a investir mais em segmentação, como forma de atingir os grandes projetos de infraestrutura para o período de 2010 a 2014. 10

news

Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010


Foto meramente ilustrativa

Foto meramente ilustrativa

Guindaste LR 1750, equipamento versátil, mais produtividade em obras de infra-estrutura.

Além disso, por ser telescópico sobre pneus ele reduz custos com a mobilização e desmobilização, dispensando parte das carretas auxiliares para transporte dos módulos de lança. “O nosso compromisso sempre foi propor as melhores e mais seguras soluções em engenharia de movimento. Assumir isso, requer que estejamos atentos às necessidades

do cliente, buscando apresentar estas soluções com base no que há de mais moderno no mercado de movimentação de cargas, por isso, contianuaremos investindo sempre em novas tecnologias para proporcionar um melhor atendimento”. Comenta o diretor administrativo financeiro da Makro, Eng. Fernando Filho.

Guindaste LR 1600, narrow track opcional para atender o segmento de energia eolico no Brasil. Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010

Guindaste sobre esteira O mercado para guindastes sobre esteira é outro fator importante a ser colocado devido à tendência de aumento das obras de infraestrutura no país que requerem esse tipo de equipamento. Vislumbrando esse nicho mercadológico, a Makro investiu também em guindastes sobre esteira, sendo lotes compostos de guindastes de 750, 600, 400 e 250 toneladas. O guindaste LR 1600, adquirido com o objetivo de atender a demanda do segmento eólico pela versatilidade, tem mais uma vantagem, ao colocar como opcional, a montagem de esteiras curtas, conhecidas como narrow track, especiais para áreas com pouco espaço de trânsito do guindaste. Para o diretor comercial da Makro Engenharia, Eng. David Rodrigues, a aquisição deste equipamento representa a inserção definitiva da Makro na categoria dos grandes içamentos tornando-se fundamental na vantagem competitiva que a empresa adere para o mercado da América Latina. news

11


Negócios

RT’S – Mobilidade em terrenos acidentados Equipamentos de lança articulada e capazes de operar em terrenos diversos e de baixa compactação representam a expansão de soluções ofertadas pela Makro. Investindo na ampliação da frota, a Makro Engenharia adere a uma nova linha de equipamentos, ofertando no mercado nacional os guindastes RT’s (Rough Terrain) desenvolvidos pela fabricante Grove/Manitowoc para maximizar a produtividade em projetos com terrenos acidentados. Além disso, devido ao seu formato compacto, facilitam o tráfego interno nos sites uma vez que em grande parte das operações não há necessidade da utilização de patolas de sustentação. O novo lote de guindastes com capacidade para 130 toneladas é considerado o maior equipamento da linha, sendo os primeiros adquiridos no Brasil. Com a parceria firmada, a Grove garante equipamentos de primeira linha com todo o know how oferecido pelo suporte técnico da gigante americana. “Esses equipamentos mostram que ainda estamos dispostos a lançar soluções diferenciadas para atender a demanda do cliente, não nos limitando a apenas um tipo de serviço”. Comenta Eng. Fernando Rodrigues, presidente da Makro Engenharia. Com esses investimentos a Makro multiplica a sua capacidade de atendimento no país, agregando amplos conhecimentos nas operações de guindastes AT’s e RT’s para atender ao mercado de engenharia de movimento com as melhores e mais seguras soluções técnicas. 12

news

Luciano Dias (Grove), Fernando Rodrigues (Makro) e Kyle Nape (Grove). Parceria e novos negócios em 2010.

“Trabalhar nesse mercado é investir continuamente em parceiros e juntos promovermos o desenvolvimento do país.”

Kyle Nape (Grove) , Fernando e David Rodrigues (Makro). Aquecimento de mercado requer novos equipamentos. Nº 10 Jan | FEV | Mar 2010


Gestão

Benchmarking: Aprendizado com a fabricante Área de Treinamento e Manutenção: viagem aos Estados Unidos favorece o aprendizado e permite maior análise sobre os novos equipamentos da empresa diretamente na fabricante Grove. Em razão dos investimentos feitos recentemente, as áreas mais afetadas com a chegada desses novos equipamentos - manutenção e treinamamento - representadas pelo Eng. Alex Lima e Eng. Claudio Morais, respectivamente, viajaram aos Estados Unidos com o intuito de realizar benchmarking na fabricante dos guindastes RT’s, (Rough Terrain) a americana Grove, no Estado da Pensilvânia. Durante a estadia na fábrica da Grove, os engenheiros tiveram contato com o Eng. Paul Cutchall, especialista de produtos, responsável pelo desenvolvimento da linha RT. Para o engenheiro mecânico, Claudio Morais, “esse foi um momento de muito aproveitamento, pois permitiu maior conhecimento técnico sobre os equipamentos, em especial aos RT’s.” “Essa oportunidade proporcionou crescimento profissional para ambos, pois houve uma troca de experiência entre cliente e fornecedor,

Alex Lima (Makro), Paul Cutchall (Grove) e Cláudio Morais (Makro), Conhecer o equipamento na integra favorece o melhor desempenho operacional.

tanto sobre as características técnicas e operacionais dos equipamentos como pela usabilidade destes em campo”. Comenta Alex Lima,

gerente de manutenção da Makro. O treinamento contou com explanação teórica, seguida de visitação a linha de montagem, e tambem com a participação em treinamento operacional, “onde foi possível observar a grande versatilidade do RT 9130, a sua robustez e as facilidades de manutenção.” Afirma.

Alex Lima (Makro), Elton Lima (Grove) e Cláudio Morais (Makro), aquisição favoreceu o benchmarking.. Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010

news

13


Gestão

Manaus: Exploração de Mercados Diferenciados

Vista aérea da unidade de extração da Petrobras em Urucu, operação com guindastes RT’s.

Investimentos em novos equipamentos e infra-estrutura levam a Makro Engenharia a exploração de novos mercados. A Makro Engenharia ampliando o seu número de filiais no Brasil inicia 2010 com a abertura de uma nova filial. Localizada em Manaus (AM), esta unidade tem toda uma estrutura operacional e de suporte dotada de oficina, escritório administrativo, garagem para a frota. Com efetivo de mais de 120 colaboradores, a filial terá como foco os projetos da região amazônica. Diferentemente das outras, essa unidade tem formato singular, já inicia suas operações

com uma frota de guindastes RT’s (Rough Terrain), com capacidade para 130 ton, especialmente desenvolvidos para projetos em terrenos de solo com baixa compactação, característico daquela região. Além disso, outros guindastes telescópicos sobre pneus (AT’s - All Terrain) já se encontram em operação. O nosso primeiro contato em julho de 2009 vislumbrava grandes oportunidades de negócios na região, fato já concretizado com a for-

malização de um contrato junto a Petrobras para operar na manutenção da planta de exploração de gás, predominantemente no Porto Encontro das Águas em Manaus e na Base de Operações Geólogo Pedro de Moura (BOGPM) no município de Coari/AM. É uma unidade que de acordo com as diretrizes do Governo Federal, deve ampliar a sua capacidade produtiva, reduzindo a compra de gás da Bolívia como é feita atualmente. “Nossa meta é expandir naquela região com guindautos, transportes, empilhadeiras e plataformas elevatórias”, comenta o gerente de apoio, Edvaldo Eufrasio. “A atuação em Manaus é como um ponta pé inicial que a Makro dá para desenvolver um posicionamento estratégico na exploração desse nicho mercadológico”. Afirma.

Edvaldo Eufrasio Gerente de Apoio Exploração de gás na Amazônia, a Makro Engenharia chega na região com uma nova frota de equipamentos.. 14

news

Nº 10 Jan | FEV | Mar 2010


Parceria

Gestão por Resultados: Makro e Fundação Dom Cabral no desenvolvimento de gestores Parceria com a melhor escola de executivos do país leva a Makro a adesão do programa Parceiros para a Excelência. A Makro Engenharia, compreendendo que o conhecimento constitui o principal ativo da organização, iniciou em 2009 um trabalho voltado para o desenvolvimento da gestão. Uma das ferramentas utilizadas foi a implantação do programa PAEX - Parceiros para a Excelência, voltado para a implementação de um modelo de gestão organizacional integrado através de um processo inovador de intercâmbio e aprendizagem que possibilita alcançar a excelência na gestão, melhorando os resultados e aumentando a competitividade. O programa é realizado em parceria com a Fundação Dom Cabral - FDC, uma das escolas de executivos mais conceituadas no mundo. Sob a coordenação da Gerente da Qualidade, Renata Franco, o projeto está sendo implantado pelo Sr. Valdemar Barros Filho, Coordenador do PAEX-CE e professor associado da FDC na área de estratégia. A seguir você acompanhará uma entrevista feita com o Prof. Alexandre Viana, especialista em Gestão Estratégica e tutor da Makro a respeito da mudança de cultura organizacional.

MNews: Que mudanças podem ser esperadas das empresas que adotam o PAEX como forma de desenvolvimento de líderes? Prof. Viana/FDC: A mudança mais significativa sem dúvida é o modelo de gestão e dos resultados da empresa. É essa a proposta do projeto, que funciona como uma ferramenta de suporte e, portanto para que a empresa na sua proposta de crescimento competitivo consiga ter uma gestão que comporte esse novo patamar e ao mesmo tempo que propicia o desenvolvimento dos gestores da empresa no dia a dia. MNews: Como o Sr. analisa a adesão ao programa pela equipe de gestores da Makro? Prof. Viana/FDC: Foi um processo bastante ágil quando comparado com outras empresas. Sabemos que é um programa difícil de conscientizar da necessidade de adesão, mas nós sentimos que houve uma aderência dos gestores, diferente de fazer a empresa parar completamente para se capacitar e depois colocar na rua, mas isso durante o desenrolar do próprio

Prof. Valdemar Barros, da Fundação Dom Cabral Programa de desenvolvimento de líderes reforça a gestão. Nº 10 Jan | Fev | Mar 2010

Prof. Alexandre Viana, Coordenador da Fundação Dom Cabral., “a gestão através do painel de controle favorece o desempenho dos gestores e otimiza os recursos disponibilizados pela empresa”.

programa. A Makro tem tomado uma postura muito ágil na colocação de passos que o programa pressupõe, quando comparado com empresas. MNews: Quando o Sr. observa o mercado de atuação da Makro, existe alguma empresa do segmento no programa PAEX? Esse é um diferencial, pode ser considerado um diferencial competitivo? Prof. Viana/FDC: Especificamente engenharia de movimento, não, até onde eu conheço. Nesse segmento, a Makro é pioneira no tocante ao investimento direcionado para esse tipo de metodologia. Olhando de maneira geral, sem dúvidas é algo que pode ser utilizado para a diferenciação da empresa no mercado. MNews: Observando pela ótica do cliente, que benefícios ele terá com esse diferencial da Makro? Prof. Viana/FDC: O cliente, por conta de toda melhoria no modelo de gestão, nos processos de certificação das ISOS, tem como principal benefício a melhoria na entrega dos produtos ou serviços, assim como nos diversos aspectos que envolvem o processo. news

15


Capa

16

news

Nยบ 10 Jan | Fev | Mar 2010


Revista Makro News