Page 68

Para concretização destes objectivos foram equacionados pela equipa dois percursos metodológicos alternativos: A. Elaborar estimativas para um contingente global indicativo correspondente à Unidade Territorial Portugal e proceder, numa segunda fase, à regionalização para as Unidades Territoriais (UT), Continente e Regiões Autónomas e a especificação por domínios de actividade e grupos profissionais B. Elaborar estimativas para cada uma das Unidades Territoriais referidas, separadamente. O percurso metodológico prosseguido no desenvolvimento do estudo corresponde ao enunciado na opção A. Ela é justificada pelas seguintes ordens de razões: •

A manifesta impossibilidade de, no prazo definido para a realização do estudo, se proceder à recolha da informação necessária para o levantamento das necessidades e inventariação das oportunidades de emprego ao nível de cada uma das Unidades Territoriais. Com efeito, os dados acessíveis através das principais fontes estatísticas utilizadas para estudos nesta área (Inquérito ao Emprego, Registos da procura e oferta de emprego, Estatísticas da Imigração,) não cobrem ao nível regional a totalidade das dimensões, ficando a descoberto variáveis importantes para o estudo, nomeadamente os fluxos, que somente estão disponíveis para a Unidade Portugal.

O contexto de incerteza e aceleração da degradação económica que, no plano da informação, se traduziu numa elevada volatilidade e provisoriedade dos dados que foram sendo recolhidos, mesmo ao nível global.

As estimativas dos contingentes dos postos ou oportunidades de trabalho para mão-de-obra imigrante no Continente, Região Autónoma dos Açores e Região Autónoma da Madeira são apresentadas no Quadro 29, e a sua distribuição pelos três sectores identificados como mais relevantes para a mão-de-obra imigrante no Quadro 30. Quadro 29 – Cenários de mão-de-obra Imigrante para 2009 e 2010, por Continente e Regiões Autónomas 2000-2007 Unidade Territorial

Continente RA Açores RA Madeira Portugal

% no total (*)

85,0% 6,0% 9,0% 100,0%

2009

Cenário Arco-Iris 6 630 468 702 7 800

2010

Cenário Cenário Emergente Fortaleza 2 805 0 198 0 297 0 3 300

0

Cenário Arco-Iris 9 860 696 1 044 11 600

Cenário Emergente 3 443 243 365 4 050

Cenário Fortaleza 782 55 83 920

(*) % dos fluxox liquidos de imigrantes de cada uma das unidades territoriais no periodo de 2000 a 2007

59

Necessidades de mão-de-obra imigrante em Portugal  

Relatório Final

Necessidades de mão-de-obra imigrante em Portugal  

Relatório Final

Advertisement