Page 65

Figura 11 – Saldos dos fluxos de activos e empregos estimados para 2010 Fluxos do Mercado Trabalho

Situação de partida ano 2009

População activa Emprego Taxa de crescimento do PIB Taxa de crescimento emp rego Taxa de crescimento da p rodutividade Trabalhadores por conta de outrem (TCO) Indice TCO

5 659,4 5 178,3 0,3% 0,1% 0,2% 3 977,9 76,8%

FLUXOS DA POPULAÇÃO ACTIVA Ingressos X%

FEIVA

90,0

EPI

OIPA

60,0

DESPI

125,0 40,0

TOTAL

150,0 -15,0

TOTAL

165,0

Variação Activos X%

2010 Saídas

FLUXOS DA POPULAÇÃO EMPREGADA Oferta

2010 Procura

EMINA CLE

66,0 5,2

PTNP

7,0

TOTAL Postos trab alho global

78,2 -56,2

FEIVAE OIPAE

40,0

60,0

EMP-DES (saldo)

34 ,4

TOTAL

134,4 X%

X%

FLUXOS DO EMPREGO ESTRUTURADO Critério : Peso do Trabalho por Conta de Outrem (%TCO) Oferta

2010 Procura

EMINA CLE PTNP

50,7 4,0 5,4

TOTAL

60,1 -43,2

Postos de trabalho - Emprego estruturado

FEIVAE OIPAE EMP-DES (saldo)

TOTAL

46,1 30,7 26,4

103,2

IV.3. Estimativas relativamente a sectores especialmente relevantes para a população imigrante A estimativa global da situação do mercado de trabalho desenvolvida até agora, nomeadamente no que se refere aos saldos (negativos) de postos potencialmente mobilizáveis para o emprego, não deverá prejudicar a possível existência de postos de trabalho por preencher em domínios de actividade e/ou grupos profissionais específicos. Estas possibilidades são mais visíveis em sectores como a Agricultura, a Construção e alguns Serviços, nomeadamente, Comércio, Hotelaria e Restauração, e Serviços de Apoio às Empresas e às Famílias. Nestes sectores, tem sido elevada a importância da população imigrante, sendo admissível considerar que a sua relevância se manterá, embora de forma mais mitigada, no futuro. A aferição qualitativa realizada recorrendo a estudos de caso e à auscultação de importantes actores nesta área, embora com as reservas que a situação económica actual explica, continuam, no entanto, e ainda que com menos intensidade, a indiciar a necessidade de nestes sectores se recorrer a esta componente da mão-de-obra.

56

Necessidades de mão-de-obra imigrante em Portugal  

Relatório Final

Necessidades de mão-de-obra imigrante em Portugal  

Relatório Final

Advertisement