Page 56

indicadores apresentados já no corrente mês de Janeiro Portugal4.

pelo Banco de

Os dados da Comissão Europeia têm por fonte a publicação Interim Forecast, de Janeiro de 2009, apresentada pela Direcção Geral de Assuntos Económicos e Financeiros em Conferência de Imprensa no dia 19 de Janeiro. Da leitura do Quadro 22 destacam-se como mais relevantes as seguintes considerações: •

A estabilidade do nível de actividade da população, com um registo, desde meados da década, de taxas oscilando entre os 62-63% no que respeita à população em idade activa (15 e mais anos);

Um crescimento sustentado da taxa de desemprego ao longo de toda a década, com taxas da ordem dos 4% no início da década e estimativas de valores superiores a 8% para o final da actual e início da próxima década. A excepção a esta regra, implícita na redução de 7,9% para 7,7% da taxa calculada para 2008, com base nos trimestres homólogos (III), é de prever que venha a ser anulada quando conhecidos os valores anualizados de 2008, tendo em conta o crescimento acentuado dos pedidos de emprego registados no IEFP no último trimestre do ano;

O número de desempregados deverá aproximar-se ou ultrapassar mesmo no corrente ano de 2009 a barreira dos 500 mil desempregados (acima dos 480 mil nas previsões nacionais; 498,3 em 2009 e 516,5 em 2010, nas previsões da Comissão Europeia).

4

Indicadores acolhidos pelo Governo no Orçamento Suplementar para 2009 e na versão actualizada do Programa de Estabilização e Crescimento recentemente submetidos à aprovação da Assembleia da República.

47

Necessidades de mão-de-obra imigrante em Portugal  

Relatório Final

Necessidades de mão-de-obra imigrante em Portugal  

Relatório Final

Advertisement