Page 36

Estados Unidos da América A imigração permanente para os Estados Unidos da América (EUA) tem aumentado nos últimos anos. De Outubro de 2005 a Setembro de 2006, mais de um milhão e duzentos mil indivíduos receberam estatuto legal de residentes permanentes. Tal movimento representa um crescimento relativamente ao ano anterior de 13%. Grande parte desta população, cerca de 63%, diz respeito a reunificação familiar e 17% a imigração por motivos humanitários. Adicionalmente, os vistos temporários para emprego têm vindo a aumentar, tendo alcançado um valor de mais de quatro centenas de milhar em 2006. Deve ainda ser referido o contingente de alunos internacionais, que tem também vindo a crescer, atingindo, em 2006 e relativamente ao ano anterior, uma taxa de crescimento de 10%, e um número absoluto de 580 mil estudantes. Cerca de 20% destes alunos estrangeiros estão a frequentar um nível de pós-graduação, e os principais países de onde são originários são: Índia (15%), China (12%) e Coreia do Sul (11%). De acordo com estimativas oficiais, calcula-se que existam actualmente nos EUA um total de cerca de 12 milhões de indivíduos em situação irregular, representando um crescimento líquido de entradas entre 400 a 500 mil indivíduos irregulares, por ano, desde os finais dos anos 80, altura em que se realizou a última regularização geral de situações migratórias ilegais. Foi proposta ao Senado, em 2007, uma nova Lei sobre Imigração. Essa Lei integrava cinco áreas críticas: segurança nas fronteiras; responsabilização do empregador relativamente à contratação de trabalhadores imigrantes; criação de um programa para trabalhadores temporários; estatuto dos trabalhadores ilegais actualmente no país; novas formas de inserção de imigrantes na sociedade. Este projecto de Lei, bem como uma tentativa subsequente de Reforma do Programa para Trabalhadores Agrícolas Sazonais, não foram aprovados pelo Senado. Nesse contexto de dificuldades de aprovação de leis de âmbito nacional sobre esta matéria, tem vindo a aumentar a actividade regulatória dos governos estaduais e locais. Em 2007, cerca de 1.600 diplomas legais relativos a imigração foram aprovados ao nível estadual, o que representa cerca do triplo do ano anterior. Grande parte desta legislação de nível estadual diz respeito a acesso a benefícios e a emprego e sanções relativamente ao emprego de trabalhadores ilegais. Por sua vez, e com o objectivo de estancar a entrada ilegal de população imigrante pelas fronteiras terrestres com o México, foi construído uma barreira entre o México e os EUA, também conhecido pelo “Muro fronteiriço do Texas”. Esta barreira integra várias áreas de separação em três zonas distintas dos EUA: Califórnia, Texas e Arizona.

27

Necessidades de mão-de-obra imigrante em Portugal  

Relatório Final

Necessidades de mão-de-obra imigrante em Portugal  

Relatório Final

Advertisement