Page 14

Nas abordagens globais e de cariz macroeconómico, as necessidades de mão-de-obra são analisadas, recorrendo a identidades, funções e modelos de simulação do crescimento económico. Sectorialmente, elas são percepcionadas, no dia a dia, para domínios de actividade ou grupos profissionais específicos ou, ainda, na dimensão microeconómica, pelas empresas em relação com a viabilidade da sua participação em novos projectos de investimento. No contexto global de um país é normal a coexistência de elevados índices de desemprego para o todo nacional com situações de carência de mão-de-obra em algumas regiões, domínios de actividade e/ou grupos profissionais. A estimativa de necessidades e oportunidades de emprego para mão-de-obra imigrante para o Continente e Regiões Autónomas no curto prazo, i.e., para 2009 e 2010, objectivo central do estudo, foi prosseguida através de uma abordagem metodológica, cuja lógica de percurso e de interligação entre os diferentes blocos, variáveis e determinantes, se representa em esquema na Figura 1 e se descreve nos pontos seguintes. Figura 1 – Esquema metodológico Necessidades de Mão de Obra Imigrante em Portugal Macroeconomia

Emprego

População Imigrante

1- Análise retrospectiva (2004-2008) e Base de partida (2008) Global Estruturas macroeconómicas • Evolução • Desempenho -: crescimento económico (PIB)

•Estrutura Emprego Evolução •Evolução (2004-2008) Estrutura •Stock População imigrante Fluxos Desemprego Inactividade desempregada (final 2008)

2-Estimativas globais (estimativas p/ 2009 e 2010) Crescimento económico (taxas) • PIB (g) g ≈ e+ p • Emprego (e ) • Produtividade (p) Aferição qualitativa • Empresas • Associações de imigrantes • Trabalhadores imigrantes 3 Estimativas sectorializadas / territorializadas (estimativas p/ 2009 e 2010) • Continente Domínios de • RA dos Açores Actividade • RA da Madeira

Estimativas Postos de Trabalho (globais)

Grupos profissionais

Fluxos • CLE – Criação líquida de emprego (via crescimento)

• Emprego / Inactividade

METODOLOGIA Resumo Esquemático

5

Necessidades de mão-de-obra imigrante em Portugal  

Relatório Final

Necessidades de mão-de-obra imigrante em Portugal  

Relatório Final

Advertisement