Page 1

[CPOVO: CORREIO_DO_POVO-MAIS_PREZA-MATERIAS <MAISPREZA> [EDITORIAL] ... 21/09/12]

Author:PVELOSO

Date:21/09/12

Time:14:40

#help Ocidente

Esteban lança álbum na Capital

■ Um dos pontos de encontro mais tradicionais da cena underground

■ Nesta domingueira tem um showzaço de lançamento do álbum da

de Porto Alegre, o bar Ocidente (Osvaldo Aranha, 960), está construindo seu acervo digital. Para isso, o local está contando com a ajuda de quem viveu essa história, que já contabiliza mais de 30 anos. Fotos, objetos, até histórias inusitadas e documentos são bem-vindos. Para fazer doações, basta acessar o site acervodigitalbarocidente.com.br e no facebook/AcervoOcidente.

carreira solo do músico e ex-baixista da Fresno, Rodrigo Tavares. A estreia do projeto do cantor, denominado Esteban, rola no Opinião (José do Patrocínio, 834) cedinho, a partir das 17h. E a gente te dá uma barbada. Uma não, três! O Mais Preza tem três pares de ingressos dando sopa lá no facebook/maispreza para quem for esperto. Passa lá e não perde tempo, que a promoção encerra hoje mesmo! ARTHUR PULS

O lanche ficou

elegante ■ SUSI BORGES sborges@correiodopovo.com.br

A

quele cachorro-quente que você comia na carrocinha da esquina, agora tem grife. O hambúrguer, feito primitivamente de pão, queijo, maionese e carne, ganhou toque especial de chef de cozinha e expert da culinária francesa. Essa transformação de lanches rápidos e baratos para pratos gourmet é a mais nova onda de Porto Alegre (e que onda bem boa). Há três meses, a região do Moinhos de Vento ganhou uma hamburgueria que, até entre os mais enraizados aos costumes da culinária gaúcha, baseada em churrasco, churrasco e churrasco, está fazendo sucesso. Com receitas exclusivas, criadas pelo chef e proprietário do local, Alexandre Amorim Lise, as especialidades se baseiam todas no legado da gastronomia francesa. Só que acompanhados daquela descontração peculiar do hambúrguer. Desde a decoração, tudo tem um conceito por trás. Também pudera, Alexandre ficou um ano estudando o mercado, antes de abrir o negócio. “Queria criar algo que todo mundo gostasse. Comecei a estudar a alta gastronomia, viajei e vi que poderia aproveitar esse conceito da culinária francesa no hambúrguer”, conta. Dentre as combinações excêntricas, e que, inclusive, tornaramse releituras de pratos franceses, está frango marinado no vinho e ervas, acompanhados de legu-

Céu, sol, Sul Foi ontem, mas não podemos deixar passar batido. Dizem (e com toda razão) que somos bairristas, mas tem como não ser? Rio Grande do Sul, praticamente uma nação. Somos um estado que tem a sua cara para tudo. Dentro de um só estado, paisagens para todos os gostos. A fronteira com seus campos e plantações. A serra com seu ar europeu. Nossas praias (mesmo com o nordestão) viram a casa da gente dois meses do ano. Temos nossas comidas, nosso modo de falar (que é muito tri), nossa música produz e exporta talentos para o Brasil todo. Temos até uma “escola de treinadores” e o nosso jeito aguerrido de jogar futebol. Temos orgulho de tudo isso e devemos ter mesmo. Não sou daqueles que acha que devemos nos separar do Brasil, mas, sim, acredito que o Rio Grande tem tudo que um país precisa ter. Em qualquer estado que visitamos, fica na cara que somos do Sul e o melhor, todos nos recebem bem. Nos veem como um povo “gente boa”. E somos mesmo. Parabéns, gaúchos. Parabéns, Rio Grande do Sul e muito obrigado por ser o estado mais completo do Brasil. Falamos!

mes. Ou, quem sabe, algo mais exótico, como o casamento entre cordeiro e iogurte e carne de porco com maçã grelhada. Ao todo, são dez especialidades, sempre acompanhadas com batatas rústicas (em que se mantém a casca) e um molho especial da casa, que substitui a maionese. Para Alexandre, uma das maiores diferenças no hambúrguer gourmet , além de proporcionar a descoberta de sabores, é não deixar aquela sensação de “estufamento”. Quem está acostumado a se jogar nos big xis da vida sabe o que é. “Tem todo um cuidado, até no corte da cebola, para evitar aquele desconforto”, complementa. RODRIGO FERNANDES / DIVULGAÇÃO / CP

O chef Alexandre Lise e o Délices d’Abricots que leva chutney de damasco

Da França para os Estados Unidos Mas digamos que você é um daqueles fãs inveterados pelo junk food americano. Do outro lado da Capital, o bairro Cidade Baixa abriga, há cerca de um mês, uma lancheria especialista em cachorro-quente gourmet, que já no slogan promete, “o melhor do mundo dos hot dogs”. A ideia, do empresário Eduardo Natalício, veio direto de uma feira em Chicago. De lá, ele trouxe a inspiração, mas não o cardá-

pio. Todas as 16 variedades foram criadas e testadas por ele e sua equipe. E criatividade e ousadia não faltaram na elaboração das receitas. Ou vocês já imaginaram que foie gras (patê de fígado de pato, considerado uma das maiores iguarias da culinária francesa) poderia rimar com cachorro-quente? Eduardo afirma que não existe lugar ainda no Brasil com tanta variedade. E ai de quem ouse

discordar. No hot dog gourmet, que não dispensa salsicha em nenhuma receita para não se descaracterizar, tem camarão e catupiry, salsicha de cordeiro, linguiça de frango com maçã e até mexicano, com nachos. Tudo acompanhado por um clima que reproduz as lanchonetes americanas, mantendo a característica de um dos lanches mais aprovados no mundo e, ao que parece, muito valorizado pelos gaúchos.

#drops

Te programa DIVULGAÇÃO / CP

■ Longe de comparações, mas quem simpatiza com o som do Marcelo Camelo já tem meio caminho andado pra se apaixonar por Cicero. O cantor está em turnê com seu disco “Canções de Apartamento” e há chances de trazêla à Capital. A ideia é da plataforma de crowdfunding Queremos, com base no Rio de Janeiro que, pela primeira vez, compartilha com os gaúchos a oportunidade de viabilizarem o show. Até o dia 1˚/10 é necessário que se arrecade 200 ingressos (no valor de R$ 25). Meta atingida, a apresentação rola no dia 11/11, no

Opinião. E tem mais, quem pagar este valor, caso lote a casa, recebe os R$ 25 de volta. O processo para participar deve ser feito pelo site queremos.com.br. ■ O Creed apresenta sucessos como “My Sacrifice” no Pepsi on Stage, em Porto Alegre, dia 26/11. Os ingressos já estão à venda no valor de R$ 100 pista (1 lote) e R$ 200 (mezanino) na Multisom (Andradas, 1001), 4003-5588 e no ticketsforfun.com.br. LUCY NICHOLSON / DIVULGAÇÃO / CP

Olha que legal! Por uma iniciativa da Prefeitura de Porto Alegre, inicia amanhã o serviço de aluguel de bicicletas públicas, chamado BikePoa. Neste primeiro momento serão 50 bicis e cinco estações (Largo Glênio Peres/ Mercado Público, Praça da Alfândega, Casa de Cultura Mario Quintana, Usina do Gasômetro e Câmara de Vereadores), onde elas poderão ser retiradas. Mas a previsão é que este número chegue a 400 bikes distribuídas em 40 estações espalha-

das por diversos pontos da Capital. O valor do passe mensal é de R$ 10 e diário R$ 5 e devem ser feitos com cartão de crédito, através de cadastro prévio aqui no site, que também tem tudo explicadinho: movesamba.com/bikepoa. DIVULGAÇÃO / CP

■ Todo mundo tem um colega chato, não interessa o tipo, sempre tem um que a galera apelida, não suporta. Pois, neste começo de semestre, o Mais Preza foi atrás do pessoal pra saber

quais são os piores tipos de chatos da facul. Quer saber? Então vai lá dar uma conferida no blog: maispreza.com.br

@maispreza

/maispreza

Mais Preza - 21/09  

Mais Preza do dia 21/09

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you