Issuu on Google+

comportamento

mĂşsica

cultura

internet

carreira

cinema

moda

agito

PORTO ALEGRE, QUARTA-FEIRA, 19 de outubro de 2011

#

14 Guilherme Fontana Divulgação/CP

Com que roupa

vocĂŞ vai?

É certo barrar a entrada de uma pessoa em uma festa pela maneira como ela se veste? Denise Rosa

drosa@correiodopovo.com.br

Diga-me o que vestes e eu te direi quem ĂŠs! Quem frequenta a noite sabe os vĂĄrios cĂłdigos de vestimenta que traduzem os pĂşblicos das mais diversas baladas. Os roqueiros gostam do trio camiseta, calça jeans e tĂŞnis All Star, as funkeiras adoram uma legging de cintura baixa e os mauricinhos amam uma camisa pĂłlo La Martina bem ajustada. Todos tĂŞm passe livre entre seus pares, mas podem encarar um nariz torto quando arriscam festejar entre outras “tribosâ€?. Agora, e se vocĂŞ preferir ser diferente da manada e nĂŁo quiser se enquadrar em nenhum grupo, como fica? HĂĄ algum tempo, o figurinista AndrĂŠ Dullius, 23 anos, resolveu arriscar. Começou a se produzir para a noite com combinaçþes escalafobĂŠticas, brilhos, mĂĄscaras e adereços de cabeça. Virou uma figura notĂłria das festas do underground. PorĂŠm, hĂĄ duas semanas, foi barrado na casa noturna Kimik, que classificou suas roupas como inadequadas, incluindo-as na norma que nĂŁo permite “chinelos e bonĂŠsâ€? no recinto. AndrĂŠ (que alega na ocasiĂŁo estar vestindo camiseta preta, blazer, calça jeans, sapatos sociais e um adereço na cabeça) deu meia volta, foi para outra festa, e, no dia seguinte, escreveu em seu perfil no Facebook uma carta aberta em repĂşdio Ă  casa noturna. Deu o que falar. “Foi um fato absolutamente isolado. Ando livremente no supermercado, no restaurante, no museu, Ă s vezes atĂŠ no metrĂ´â€?, conta o “Lady Gagaâ€? da noite portoalegrense. É de praxe que as casas noturnas estabeleçam normas para selecionar o pĂşblico frequentador. O que chama atenção no caso de AndrĂŠ ĂŠ que sua indumentĂĄria,

naquela noite, estava completamente de acordo com as normas da casa. A não ser, talvez, pelo adereço na cabeça. Procurada por esta reportagem, a direção da Kimik preferiu não se pronunciar sobre o ocorrido.

Na dĂşvida, vai de bombacha “A atitude da casa noturna foi, alĂŠm de preconceituosa, cafonaâ€?, opina a consultora de moda PatrĂ­cia Pontalti, do site aspatricias.com. br. “A gente entende que existam algumas regras estipuladas pelas casas, mas elas precisam ficar claras e valer para qualquer cliente, sem exceçþes ou avaliaçþes pessoais.â€? A “stylistâ€? e blogueira de moda Roberta Weber estudou por seis anos em Londres e conta como a “montaçãoâ€? ĂŠ incentivada por lĂĄ: “A maioria das pessoas acha o mĂĄximo. Creio que jĂĄ ouvi falar de alguĂŠm ser barrado por estar ‘simples’ demais. Quanto mais personalidade e criatividade forem demonstrados atravĂŠs do modelito, melhorâ€?. No exterior (e mesmo em SĂŁo Paulo), ĂŠ muito comum a prĂĄtica do “door policeâ€? ou “door delectionâ€?, em que uma pessoa faz uma triagem deliberada na porta para decidir quem entra ou nĂŁo. Em Porto Alegre, essa prĂĄtica ainda nĂŁo ĂŠ muito difundida. Apesar disso, a publicitĂĄria Luisa Bettio jĂĄ fez as vezes de “hostessâ€? na Disc-o-nexo, festa que acontece no club Cabaret. “As pessoas que nĂłs conhecĂ­amos tinham prioridade de entrada, pois entendiam o som. Mas nĂŁo havia discriminação, era apenas uma preocupação que quem estivesse no club participasse do clima da festa. Antes de ter

Mesmo vestido de acordo com as normas da casa, AndrĂŠ Dullius foi barrado na Kimik

‘hostess’, era sempre complicado, pois os DJs viviam na porta buscando o pessoal. Essa função surgiu mais como uma forma de facilitar a entrada destas pessoasâ€?, conta. E se vocĂŞ estĂĄ aĂ­ respirando aliviado porque nĂŁo ĂŠ uma pessoa “da modaâ€? e nunca vai ser barrado na balada, confere o depoimento de JĂşnior MaicĂĄ, o nosso ilustre Bairrista: “NĂŁo aguentava mais usar calça o inverno inteiro, entĂŁo coloquei uma bermuda para curtir o show de um amigo no bar OpiniĂŁo hĂĄ algumas semanas. Cansei de ir a shows lĂĄ durante a semana de bermuda, numa boa, mas era sexta-feira, noite para pegar mulher, e me barraram. Mas aprendi a lição: na sexta-feira, sĂł saio de casa de bombacha!â€?.

Leia mais no blog do Mais Preza www.maispreza.com.br

                        

Â?   €     ­ Â?    Â?Â? Â?    Â?                                              

Â?   €     ­ Â?    Â?Â? Â?    Â?                      


2

Quarta-feira, 19 de outubro de 2011

´

Formação de jovens líderes

O fórum Youth to Business, que é organizado pela AIESEC em várias partes do mundo, chega pela primeira vez a Porto Alegre nos dias 24 e 25, no teatro do prédio 40 da PUCRS, das 16h30min às 22h. O objetivo é formar jovens líderes e estimular o empreendedorismo. Entre os palestrantes estão Rodrigo Baggio, criador do Comitê para Democratização da Informática (premiado por ONU, UNESCO e UNICEF), e Claudio Bins, gestor de relações institucionais do CIEE. As inscrições são gratuitas para alunos da PUCRS e estudantes de outras universidades pagam R$ 25. Mais informações no site y2bpoa.aiesec.org.br.

Também nos próximos dias acontece a segunda edição do Circuito 4×1 em Porto Alegre. Mais de 25 palestrantes discutem novos modelos de comunicação e negócios. Participam das palestras Leo Prestes, diretor de Criação da Agência W3Haus, Fabiano Goldoni, gerente de Estratégias Digitais da Agência Escala, e Diego Fabris, editor do site Destemperados, entre outros. A lista completa de palestrantes está no site circuito4x1.com.br. O evento também acontece no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Curitiba e São Paulo (foto). As inscrições são gratuitas e limitadas.

Divulgação/CP

Circuito 4x1discute comunicação

Começa no sábado, 22, o curso “Documentário: Criação e Roteiro”, da Escola de Criação da ESPM. A coordenação é do professor Beto Souza e entre os tópicos da programação, estão: linguagem e diferenças entre documentário e ficção e desenvolvimento de argumentos para escrita de roteiros. O curso terá cinco encontros, sempre aos sábados das 9h30min às 12h30min e das 13h30min às 16h na própria universidade (Guilherme Schell, 268). Informações e inscrições pelo e-mail centralinfo-rs@ espm.br ou pelo site www. espm.br.

6º Seminário Externo da Faesp discute políticas de prevenção à violência

Bate-papo na Casa M

Amanhã, às 20h, os freqüentadores da 8ª Bienal do Mercosul terão chance de conhecer mais de perto os artistas Fábio Morais e Pedro Palhares. A partir das 20h eles discutem seu trabalho com o público na Casa M (Rua Cel. Fernando Machado, 513). Fábio é autor da obra “Antilla”, que faz parte da mostra Geopoéticas, e Pedro é o responsável pela obra “Quadraturas” (série paisagem sonora), que está instalada no Aeromóvel e faz parte da mostra “Cidade Não Vista”. O encontro é gratuito. A programação completa da Casa M pode ser conferida no site bienalmercosul.art.br.

Medicina da Ufrgs tem recorde de inscrições

Flávio Dutra/Especial/CP

Curso de criação de documentários na ESPM

Encerradas as inscrições para o vestibular, a Ufrgs divulgou a relação de candidatos por vaga para cada curso. Medicina continua sendo o mais concorrido, dessa vez com 51,88 candidatos por vaga. Em seguida aparecem os cursos de Psicologia no turno da noite (18,50) e Jornalismo (16,62). No total, pouco mais de 41 mil candidatos disputarão 5.290 vagas. As provas acontecem entre os dias 8 e 11 de janeiro. Mais informações no site ufrgs.br/ vestibular

A Faculdade de Direito da PUCRS (Fadir) e a Fundação de Apoio ao Egresso do Sistema Prisional (Faesp) promovem, no dia 19 de outubro, o 6º Seminário Externo da Faesp, com o tema Políticas de prevenção à violência - um imperativo social. Os encontros serão das 8h30min às 11h30min e das 19h30min às 22h30min, no auditório do prédio 11 do Campus (avenida Ipiranga, 6681 - Porto Alegre), e são destinados para alunos e diplomados da Fadir. As inscrições podem ser feitas na secretaria da Faculdade, no 8º andar do prédio 11. As vagas são limitadas e a participação é válida como atividade complementar para os alunos de Direito da PUCRS. Informações no site www.pucrs. br/direito, no link “Eventos”.

O que eu

“Eu curti o Coro de Queixas de Teutônia, que faz parte da 8ª Bienal do Mercosul. O trabalho mostra um coral cantando as reclamações da cidade. É muito divertido e já passou por vários lugares do mundo. A ideia bem-humorada faz com que as queixas mais comuns sejam ouvidas em forma de música. Para quem quiser conferir o vídeo, ele está em exposição em um dos armazéns do Cais do Porto, mas dá pra ver o coro de queixas de outras cidades, como Chicago e Tóquio, pelo YouTube. Bianca Carneiro, estudante de Jornalismo

“Eu curti o site causes.com; é uma plataforma que torna o ato de se engajar em uma causa social muito fácil. Nele, você escolhe causas com as quais simpatiza e o próprio sistema te dá opções de movimentos para ajudar, seja com dinheiro ou ações. Você ainda pode fazer um ‘wish’ e arrecadar fundos para sua própria causa. É muito simples de usar e não é muito conhecido, vale a pena conferir e ajudar lá, nem que seja apenas divulgando.” João Burzlaff, estudante de Publicidade Arquivo pessoal/CP

Jéssica Kichler/Divulgação/CP

curti

Pensamento Felipe Denz verde

@pensamentoverde

Projeto Oásis Aqui em Porto Alegre, neste último fim de semana, um grupo de amigos, liderados por Matheus Ferrareze e Camila Viana, deu início ao Projeto Oásis na Vila dos Pescadores. Nele, um jogo comunitário alavanca transformações sociais em comunidades locais, através da ação conjunta de moradores e uma rede de parceiros voluntários. O Jogo Oásis convida a comunidade a planejar e construir de forma cooperativa, um projeto desafiador escolhido pelos próprios moradores para satisfazer suas necessidades e desejos. Tive o imenso prazer de participar da primeira etapa, o Olhar. Além das transformações na comunidade, o projeto transforma intimamente todas as pessoas envolvidas. Ainda é possível participar desta ação. A próxima etapa acontece no dia 22/10, sábado. Os interessados podem mandar e-mail para felipedenz@gmail.com. Etapas do jogo Oásis: O Olhar – exercício e cultivo de uma visão apreciativa sobre o grupo voluntário e seu ambiente, buscando criar um cenário de abundância de recursos e possibilidades. O Afeto – estímulo para o estabelecimento de relações afetivas entre o grupo e a comunidade local, propiciando o surgimento da confiança e do cuidado mútuo, elementos que alimentam e fortalecem o trabalho coletivo. O Sonho – propicia o espaço e a relação adequados para a expressão das melhores e mais profundas aspirações de todos participantes. O Cuidado – planejamento cuidadoso de estratégias e projetos que realizarão as expectativas de um conjunto de sonhos comuns. O Milagre –  dois dias de ação do coletivo motivado pelas suas melhores qualidades e habilidades, munido da abundância de recursos existentes na comunidade. A Celebração – reencontro após a jornada de ação para partilhar a alegria da realização conjunta, reconhecer e celebrar a contribuição de cada um na conquista coletiva.

O disco legal da semana Daniel Soares

danielsoares@correiodopovo.com.br

Um novo tempo É chover no molhado dizer que o Sepultura ainda é a mais importante banda de heavy metal do Brasil. A prova foi sua excelente apresentação no Rock in Rio, ao lado do grupo francês de percussão, Tambours Du Bronx.  Com mudanças na formação, mas fieis a seus conceitos musicais, o Sepultura vive agora um novo tempo. É o lançamento do 12º álbum da carreira, “Kairos”, distribuido no Brasil pela Laser Company e com produção de Roy-Z, nome que já trabalhou com Judas Priest e Bruce Dickinson. A palavra kairos vem do grego, é um conceito de tempo não cronológico, como se fosse o tempo dos deuses da mitologia. “O conceito do álbum foi tirado da nossa própria história, dos 26 anos de carreira. Tem essa coisa do momento, do que é o Sepultura hoje. As letras falam das nossas famílias, da experiência na estrada, viagens pelo mundo e shows”, diz o líder e guitarrista Andreas Kisser. O guitarrista, que a cada dia parece tocar mais e melhor, também comenta da tranquilidade que foi fazer o álbum. “Foi tudo muito honesto e intenso.” A prova está em faixas como “Mask”, “Just one Fix” (cover da banda Ministry) e “Point of No Return”. Mas a grande surpresa está em outro cover, “Firestarter”, da banda industrial Prodigy, que funciona muito bem ao vivo.


3 por Denise Rosa

futebol clube

Sessões

tarantinescas

Existem alguns filmes da cinegrafia de Quentin Tarantino que eu não assisti. “Cães de Aluguel”? Não vi. “Kill Bill”? Também não. Nem o vol. I, nem o vol. II. E eu tenho prazer em admitir isso, principalmente numa rodinha de cinéfilos, para que todos me olhem com aquela cara de espanto. Pois bem. Agora eu tenho uma chance para reverter isso: a sala Redenção do Cinema Universitário da Ufrgs, em Porto Alegre, está com uma mostra especial do diretor americano até o fim do mês. São 7 filmes apresentados, entre eles “A Prova de Morte”, “Pulp Ficton”, além dos supracitados, todos na gratuidade. Bora lá? Mais informações em: bit.ly/qaNIF0

Pense em camisas de futebol. O que vem à sua cabeça? Uniformes oficiais com logos e mil merchãs? Pense de novo! Você não precisa sair por aí fantasiado de jogador só porque quer demonstrar o seu amor pelo esporte bretão: a Manto (mantofootball.com), marca especializada em camisetas com inspiração boleira, tem peças muito legais que referenciam o esporte. E ela faz isso de uma maneira muito original, com ilustras bacanas, que se inspiram em ídolos, fatos e momentos marcantes, enfim, tudo aquilo que faz parte do espírito e da paixão pelo futebol. “Buscamos inspiração nas nossas lembranças, nas lembranças dos amigos, em pesquisas na Internet, em histórias que lembramos ou que achamos interessantes e de acordo com a filosofia da Manto Football.”, fala Cristopher Bertoni, diretor executivo da marca. E fica a dica: camiseta oficial de futebol combina com campo, não com barzinho e balada ao lado da gata.

Divulgação/CP

Aurora boreal invade a Serra A maior festa open bar de espumante do Brasil cresceu e promete agitar Bento Gonçalves neste sábado. Mais que um fenômeno natural, a Aurora Boreal 2011 promete uma noite com bebida, dança e diversão em grandes quantidades. O destaque da festa, que este ano acontecerá no Fundaparque, fica por conta do DJ André Sarate (foto). O brasileiro que caiu nas graças de Kaskade vai colocar a pista para dançar ao som de House, ao lado de Rapha Costa, Tukka e Mause. Além disso, a função conta com um ambiente com os melhores hits dos anos 80. Tudo isso regado a Prosecco e Moscatel a noite toda. Todas as informações estão no festaauroraboreal.com.br. Te joga!

Pop rock português em Porto Alegre

MC Marcinho no Segredo!

Os portugueses da banda The Gift sobem ao palco do Opinião no próximo dia 25 (terça) para lançar o disco “Explode,” primeiro da banda a alcançar o primeiro lugar do Top Nacional de Vendas em Portugal. O disco está sendo lançado no Brasil pelo selo Coqueiro Verde e o grupo tem em sua formação Sônia Tavares (vocais), Nuno Gonçalves (teclados), John Gonçalves (teclados e baixo) e Miguel Ribeiro (guitarra e baixo), tendo como músicos convidados o baterista Mário Barreiros e os guitarristas Israel Pereira e Paulo Praça. Te liga no Twitter do @maispreza que vão rolar vários ingressos na faixa!

Amanhã é dia do príncipe do funk em Porto Alegre. MC Marcinho sobe ao palco do Segredo, na festa Royal Funk. No embalo da noite ainda tocam os DJs Daniel Faria (RJ) e Troá. Os ingressos de 1º lote custam R$ 25 o feminino e R$ 35 o masculino, e estão à venda no escritório do Café Segredo (das 10h às 18h) e ainda nas Lojas Vulgo (Iguatemi e Padre Chagas).

Festa Nacional da Música Confere lá no blog do Mais Preza! Desde a última segunda o Guilherme Alf está participando da Festa Nacional da Música. Corre lá no blog do Mais Preza (www.maispreza.com.br): “Estamos mais uma vez conferindo a Festa Nacional da Música. São dias para bater papo, ouvir histórias, assistir a encontros musicais inusitados, tudo isso Guilherme Alf

Guilherme Alf num clima muito intimista. É uma oportunidade de ver os artistas despidos de suas vaidades, ali estão todos no mesmo ambiente, de Ney Matogrosso a Charlie Brown. Logo na chegada encontro o pessoal do Pânico, galera que tem uma moral parecida com a das grandes bandas.”

O melhor colunista do Rio Grande. E do mundo também! Alexandre Mendez/CP memória

André Cavalheiro/Divulgação/CP

Moda

O Bairrista

Gaúcho encontra capivara em saco de Pastelina No Brazil*, rato foi encontrado em saco de salgadinhos GUAPORÉ, RS - Após uma brazileira de Joinville ter encontrado um rato morto dentro de uma embalagem de salgadinhos que havia comprado para o filho de 5 anos, o vivente Carlos Barros, 33 anos, encontrou uma capivara macho dentro de uma embalagem de Pastelina. ― Eu estava com uma fome desgraçada, daí achei essa capivara dentro do saquinho de Pastelina. O mais impressionante é que o bicho tava vivo - declarou Barros, que não notou o volume no pacote mesmo com o peso da capivara: 7 kg. ― Nem percebi. A fome era tanta que pensei em fazer um churrasco com a capivara disse. Após o incidente, o gaúcho afirma que não vê problema em encontrar um animal dentro da embalagem de algum produto. ― Vai que uma hora dessas eu acho uma ovelha... Daí me dei, né!

Todos os catarinenses serão aposentados por invalidez FLORIANÓPOLIS, Brazil - Após denúncia divulgada nos meios de comunicação, governo do Estado de Santa Catarina resolveu aposentar toda a população. Jornalistas denunciaram um esquema montado para aposentar funcionários públicos por invalidez, mesmo que eles tenham total capacidade para exercer suas funções. Em alguns casos, supostos doentes foram flagrados correndo maratonas de 10 km. Diante do caso, através de nota oficial, o governador catarinense, Raimundo Colombo, informa que não só o funcionalismo público, mas todos os catarinenses, morando no Estado ou não, serão aposentados automaticamente. ― Aproveitando o bom momento e a exposição que tivemos após as denúncias apresentadas na TV, sugerimos ao funcionalismo público que aposentasse todos os catarinenses.

Toddynho é vendido normalmente no RS PORTO ALEGRE, C.F.** - Após a proibição da venda do achocolatado Toddynho em todo o Brazil, crianças e algumas bandas de rock ficaram apreensivas com uma possível falta do produto no RS. Mas uma portaria do Ministério da Saúde do RS, divulgada na manhã desta terça-feira, confirma que a venda de Toddynho NÃO está suspensa no RS. Leia o trecho: “O Ministério da Saúde do RS vem por meio desta acalmar a população. O achocolatado Toddynho continuará sendo vendido normalmente em todo o Rio Grande do Sul. As crianças Gaúchas estão acostumadas com líquido queimando a boca, pois tomam chimarrão desde os 2 anos de idade. Não é qualquer pH mais alto que vai queimar a boca dos piá”. Especialistas afirmam que o alto teor de pH no achocolatado causou queimaduras em algumas crianças brazileiras, mas que não oferece perigo para as crianças gaúchas. De acordo com fontes próximas ao caso, algumas mães estão usando o Toddynho como desinfetante sanitário.

O Bairrista é uma coluna de humor com conteúdo do portal “obairrista.com”, que é uma enganação, um portal de mentira, totalmente fictício. Se tu, tua empresa, ou teu CTG se sentirem ofendidos ou difamados por qualquer conteúdo inventado pelos nossos gênios gaudérios, entre em contato imediatamente pelo e-mail editor@obairrista.com. *No vocabulário d’O Bairrista, “Brazil” é a forma como os nativos da República Rio-Grandense denominam a República Federativa do Brasil e “brazileiro” é o adjetivo gentílico correspondente. ** Segundo O Bairrista, Porto Alegre é a Capital Federal da República Rio-Grandense.


Quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Mauro Schaefer

Guilherme Coelho/Divulgação/CP

4

Bruno de Macedo Itaquy e Caroline Führ

Mauro Schaefer

Fábio Martins Foto Equipe/Divulgação/CP

DJ Lio Krieger

Claudia Sehbe e Pati Leivas na inauguração da Schutz do BarraShoppingSul

Cristiano Estrela

Fábio Martins Foto Equipe/Divulgação/CP

André Rodrigues da Silva e o fiscal Carlos Henrique Severo

Marcia Estima e Vitória Portes

Diego Nogueira


Mais Preza - 19-10