Page 1

[CPOVO: CORREIO_DO_POVO-MAIS_PREZA-MATERIAS <MAISPREZA> [EDITORIAL] ... 09/11/12]

Author:PVELOSO

Date:09/11/12

Escola de Fotografia Expandida

Até logo, Feira do Livro

■ Na terça, 13, a Fluxo — Escola de Fotografia Expandida abre as por-

■ Este domingo é o último dia para curtir a Feira do Livro de Porto Ale-

tas em Porto Alegre, na Tomaz Flores, 134. A ideia é de uma escola de fotografia totalmente focada em fotos artísticas contemporâneas, que facilite o encontro de uma linguagem visual própria. O espaço também irá abrigar exposições, estúdio, laboratório analógico preto e branco e uma loja com artigos fotográficos, dentre eles produtos exclusivos da marca Lomo. Demais, né? Mais informações: escolafluxo.com.br.

gre, ali na Praça da Alfândega. Depois, só em 2013. Então te liga que a gente tem uma diquinha para você aproveitar e passar por lá: o escritor, jornalista e biólogo moçambicano Mia Couto, autor do romance “Terra Sonâmbula” e comparado a Gabriel García Márquez, Guimarães Rosa e Jorge Amado, participa de um bate-papo no Teatro Sancho Pança, às 18h30min. E é gratuito. Não perde!

Luluzinhas on-line ARTHUR PULS

As que põem ordem no campinho: Stani Kniphoff, Alessandra Compagnioni, Laís Gusati e Bruna Mendes ROSS HALFIN / DIVULGAÇÃO / CP

#drops ■ Fã é assim: quer sempre estar perto da banda que curte a ponto de até se sentir integrante dela. Viaja junto acompanhando turnês e tem a possibilidade de testemunhar histórias que nunca vêm a público. Mas vamos combinar: nem todos têm essa oportunidade. A Niki Lee, fã do Green Day, teve. E resolveu contar tudo em um livro. “Aproveite o Green Day”, que já está em pré-venda na Internet, é a versão nacional do livro americano “Seize The Green Day”. Niki, que tem 52 anos, diz que teve sua vida transformada ao se tornar fã da banda. O relato de suas viagens acompanhando os caras pelo mundo está em capítulos curtos, com muitas fotos. “Aproveite o Green Day” é o primeiro livro editado em português sobre a banda e foi elogiado até pelo vocalista Billie Joe, que o classificou como “maravilhoso”. Quem quiser garantir o seu exemplar, já pode comprar pelo site horrorshop.com.br. O lançamento nas livrarias é no dia 30 de novembro.

I

magine um lugar em que uma menina anuncia que está vendendo uma blusa. Passam uns 30 segundos e outra anuncia um relógio. Mais uns minutos surgem ingressos para a festa de uma boate, capinha para celular e até um óculos Ray-Ban, “sem nenhum arranhão” garante a “vendedora”. Isso bem que podia ser uma tarde no camelódromo de Porto Alegre, mas trata-se do Brique das Meninas, um grupo no Facebook em que desde agosto, mais de 12 mil gurias de Porto Alegre e região Metropolitana passam o dia vendendo, trocando e anunciando pertences, de novos a usados, por puro desejo de renovar o guarda-roupa. O brique, como qualquer grupo na Internet, tinha tudo para ser uma bagunça. Quando a idealizadora acabou não dando mais conta, ela chamou a estudante de Publicidade Stani Kniphoff — e usuária nível hard do grupo — para ser uma das administradoras. Aos poucos, outras meninas foram incluídas na administração: Alessandra Compagnioni, 21, Bruna Mendes, 20, e Laís Gusatti, 21. Juntas, elas colocaram ordem na casa. Criaram regras, como organizar os produtos em categorias e uma página para responder as dúvidas das compradoras. Também fizeram uma limpa e deletaram perfis de lojas e de meninos. Mudanças que inicialmente causaram revolta em algumas usuárias. Outras saíram e resolveram criar seus próprios briques

no Face, mas nenhum ainda superou o original — em organização e número de ofertas. “Às vezes, parece uma loja R$ 1,99 online”, conta Alessandra. Para cuidar de tanta coisa — entre troca de bebidas a tiarinhas de cabelo e até perfumes — elas ficam 24 horas conectadas no Facebook, resolvendo os pepinos. Não largam o smartphone nem na balada. E, apesar de serem “sócias” on-line, as gurias ainda não se conheciam. O primeiro encontro foi justamente para esta matéria, em um café num shopping da Capital. Cuidado com o truque — segundo as gurias, histórias de golpes não acontecem muito. “Claro, que tem que ter uma noção na hora de pegar o produto”, afirma Bruna. Sempre é recomendado marcar em algum lugar público, como shopping, e pegar o telefone da vendedora. E, caso aconteça algum imprevisto, a vendedora é imediatamente banida do grupo. Para elas, essa possibilidade de compra não tão burocrática é a razão do sucesso. E já decretaram: brique on-line é o novo brechó! “Tu pode ficar até de madrugada na tua casa comprando direto das outras gurias”, defende Bruna. Inclusive já está sendo planejada uma versão mundo real do brique, que deve rolar até o fim do ano, onde as usuárias vão poder trocar os produtos e, claro, se conhecerem. “Só falta fechar o lugar!”, contam animadas.

Regras ■ Para participar é só procurar Brique das Meninas no Facebook e solicitar a participação. Atenção: meninos e perfis de lojas são proibidos! ■ Não é um leilão! Os produtos podem ser negociados, mas inicialmente precisam ter um preço definido. ■ É totalmente proibida a negociação de animais! E irmão e namorados também (acreditem, já aconteceu)...

Te programa

Preza JIMMY SWAMN / DIVULGAÇÃO / CP

■ Após um show histórico ano passado em Porto Alegre, o Sublime with Rome volta para repetir a dose. A apresentação rola no Pepsi on Stage, no dia 28. Os ingressos estão à venda ainda com lote promocional a R$ 50 nas Lojas Trópico e no opiniaoingressos.com.br. Os valores normais são de R$ 60 (pista) e R$ 90 (mezanino), no primeiro lote; R$ 70 e R$ 100, no segundo; R$ 80 e R$ 120, no terceiro lote.

MARCOS DE PAULA / AE / CP

DON EMMERT / AFP / CP

■ É hoje! Slash e sua trupe se apresentam em Porto Alegre, no Pepsi on Stage (Severo Dullius, 1995), com a turnê de seu trabalho mais recente, “Apocalyptic Love”. O show começa às 20h com as bandas de abertura Zerodoze e Porn Queen. E ainda dá tempo de você curtir o show do cara, os ingressos estão à venda no valor de R$ 100 nas lojas Chilli Beans dos shoppings de Porto Alegre.

■ A guria aí da foto tem 21 anos

e já publicou dois livros, “Contos de Mentira” e “Quiçá”, com os quais foi bicampeã do Prêmio Sesc de Literatura. Faz Ciências Sociais na Ufrgs e Relações Internacionais na ESPM (ufa!). Quer saber como a Luisa Geisler pilha tudo isso e ainda namora e sai com os amigos? A gente bateu um superpapo com a guria, que conta tudo. A entrevista tá lá no blog: maispreza.com.br

Time:14

MAIS PREZA - 09-11-12  

Mais Preza do dia 9/11/12

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you