Page 1

A MELHOR FORMA DE PREVENÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA É A VACINAÇÃO

FEBRE

AMARELA

INFORME-SE ANTES DE SE VACINAR E PROCURE A UNIDADE DE SAÚDE MAIS PRÓXIMA. É IMPORTANTE SABER QUE PESSOAS COM MAIS DE 60 ANOS DE IDADE DEVEM SE VACINAR APENAS SOB ORIENTAÇÃO MÉDICA.

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE Calçados Femininos Masculinos Roupas Fitness Fone: (44) 3624

A loja onde você se sente em casa.

1659

Av. Astorga, 4449 (final da Av. Maringá) Umuarama - PR.

www.reginacalcados.com.br


FEBRE AMARELA

FEBRE AMARELA

O QUE É A FEBRE AMARELA?

ÍNDICE O QUE É A FEBRE AMARELA?

02

FEBRE AMARELA SILVESTRE (FAS)

03

FEBRE AMARELA URBANA (FAU)

04

INFORMAÇÕES PARA LEVAR NA BAGAGEM

05

SINTOMAS

06

3 ESTÁGIOS SINTOMÁTICOS

07

OS MACACOS NÃO TEM CULPA

08

CICLO DE NOTIFICAÇÃO DE MACADOS INFECTADOS

09

MAPA DAS REGIÕES DE RISCO

10

VACINAÇÃO - TABELA DE VACINAÇÃO

11

É uma doença infecciosa febril aguda, causada por um arbovírus (vírus transmitido por artrópodes), que pode levar à morte em cerca de uma semana, se não for tratada rapidamente. Dependendo da localização é definida como febre amarela silvestre (FAS) e febre amarela urbana (FAU). A febre amarela é uma doença viral que causa dores no corpo, mal-estar, náuseas, vômitos e, principalmente, febre. Os sintomas duram em média três dias. Em alguns pacientes, o vírus da febre amarela ataca o fígado. São as complicações hepáticas que levam as pessoas infectadas a ficar com uma cor amarelada, daí o nome febre amarela. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que em torno de 30% das pessoas que contraem a doença podem morrer, se não forem diagnosticadas precocemente. Por isso, a recomendação é a de que o paciente deve buscar imediatamente atendimento adequado nas unidades de saúde. A febre amarela não é transmitida de pessoa para pessoa, nem de macaco para seres humanos. Os macacos são os principais hospedeiros do vírus, mas os únicos vetores de transmissão da doença são os mosquitos silvestres Haemagogus e o Sabethes. No meio silvestre, os mosquitos picam o macaco, que depois de infectado pelo vírus pode ser picado por outro vetor e este, por sua vez, transmite para o homem. No caso da área urbana, a transmissão ocorre pela picada do mosquito Aedes aegypti. O Ministério da Saúde ressalta, no entanto, que a possibilidade de contágio no meio urbano é remota e informa que não há registro de infecção da doença pelo ciclo urbano desde 1942. Com a construção de conjuntos residenciais e condomínios em áreas ecológicas, ambiente onde vivem os mosquitos que transmitem a doença, o risco de transmissão aumenta.

QUAL É A PREVENÇÃO MAIS EFICAZ? A melhor forma de prevenir a febre amarela é por meio de vacina. Ela é indicada, principalmente, para pessoas que residem ou que vão se desoocar para áreas que têm foco da doença. Deve-se tomar a vacina 10 dias antes da viagem, pois é o tempo do organismo produzir anticorpos (defesa) contra o vírus. A vacinação é recomendada para pessoas a partir de 9 meses de idade.

Fique atento às orientações para a vacinação contra a Febre Amaqrela recomendadas pelo Ministério da Saúde. INDICAÇÃO

ESQUEMA

Crianças com 6 a 8 meses de vida NÃO VACINADAS

NÃO ADMINISTRAR NENHUMA DOSE

Crianças com 6 a 8 meses de vida JÁ VACINADAS

ADMINISTRAR 1 DOSE AOS 9 MESES DE IDADE

Crianças com 9 meses a 4 anos de idade NÃO VACINADAS Crianças com 4 ANOS de idade JÁ VACINADAS

ADMINISTRAR 1 DOSE NÃO ADMINISTRAR NENHUMA DOSE

A PARTIR DOS 5 ANOS

ESQUEMA

Pessoas a partir dos 5 anos de idade NÃO VACINADAS

ADMINISTRAR 1 DOSE

Pessoas a partir de 5 anos de idade VACINADAS

NÃO ADMINISTRAR NENHUMA DOSE

Gestantes NÃO VACINADAS

Administrar 1 dose (em qualquer período da gestação), se residir em local onde há confirmação da circulação do vírus.

Gestantes ou mulheres amamentando VACINADAS

NÃO ADMINISTRAR NENHUMA DOSE

Mulheres amamentando crianças menores de 6 meses NÃO VACINADAS

Administrar 1 dose se residir em local onde há confirmação da circulação do vírus. Deve-se suspender o aleitamento por 10 dias após a vacinação.

Pessoas acima de 60 anos NÃO VACINADAS

Poderá ser vacinada somente após avaliação de um profissional do serviço de saúde. Pessoas que apresentem comorbidades (mais uma doença) não deverão ser vacinadas.

Pessoas acima de 60 anos VACINADAS

NÃO ADMINISTRAR NENHUMA DOSE

Pessoas com doenças hematológicas e/ou com HIV/AIDS

Poderá ser vacinada somente após avaliação de um profissional do serviço de saúde.

R

3639 6170 (44) 98455 7075 (44) 98455 7073 (44)

Avenida Brasil, 2496 - Umuarama - PR.

contato@vidracariavidromais.com.br

44 3621

Os melhores Negócios Residenciais e Comerciais.

4500

Avenida Brasil, 4261 - Umuarama - PR. morena@morenaimoveis.com.br www.morenaimoveiscom.br


FEBRE AMARELA

FEBRE AMARELA

FEBRE AMARELA SILVESTRE (FAS)

*Todos os municípios, inclusive as capitais. **Verifique os municípios em risco em: http://www.cives.ufrj.br/informacao/fam/fam-br.html

ESTADO Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins Bahia, Maranhão* e Piauí Goiás (incluindo Brasília-DF), Mato Grosso e Mato Grosso do Sul

A doença é transmitida pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes presentes em áreas rurais, em matas e às margens de rios. Apesar disso, o vírus transmitido é o mesmo, resultando na mesma doença. Outra diferença é que os macacos são os principais hospedeiros do vírus, sendo o ser humano um hospedeiro acidental, ou seja, quando o mosquito pica um macaco doente, torna-se capaz de tnasmitir o vírus a outros macacos e ao ser humano. O vírus que causa a febre amarela urbana ou a silvestre é exatamente o mesmo. Isso significa que os sinais, sintomas e evolução da doença são exatamente os mesmos. Tudo igual. Qual é a diferença, então? A diferença está “apenas” nos mosquitos transmissores e na forma de contagio. A febre amarela silvestre é transmitida por mosquitos (Haemagogus e o Sabethes) que vivem nas matas e na beira dos rios. Estes mosquitos picaram macacos contaminados e depois picaram pessoas que adoeceram. Por isso há relato de mortes de macacos nas regiões acometidas.

Mosquito Haemagogus ou Sabethes

Espírito Santo, Minas Gerais*, (todos, incluindo Belo Horizonte e São Paulo** Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina

Farmácia de Manipulação www.reginacalcados.com.br Av. Astorga, 4449 (final da Av. Maringá) - Umuarama - PR.

(44) 3621

6600

(44) 98455

0023

A loja onde você se sente em casa. Fone: (44) 3624

1659

Avenida Flórida, 3920 | Umuarama - PR.


FEBRE AMARELA

FEBRE AMARELA

CICLO DE NOTIFICAÇÃO DE FEBRE AMARELA EM MACACOS

FEBRE AMARELA URBANO (FAU) A doença é transmitida pelo Aedes aegypti, o mesmo mosquito que trnsmite os vírus da Dengue, Zika e Chikungynya. Neste caso, o homem é o único hospedeiro. Fala-se em febre amarela urbana e silvestre: é a mesma doença ou são vírus diferentes? Por que diz-se que o surto atual é de febre amarela silvestre? O vírus que causa a febre amarela urbana ou a silvestre é exatamente o mesmo. Isso significa que os sinais, sintomas e evolução da doença são exatamente os mesmos. Tudo igual. Qual é a diferença, então? A diferença está "apenas" nos mosquitos transmissores e na forma de contagio. A febre amarela silvestre é transmitida por mosquitos (Haemagogus e o Sabethes) que vivem nas matas e na beira dos rios. Estes mosquitos picaram macacos contaminados e depois picaram pessoas que adoeceram. Por isso há relato de mortes de macacos nas regiões acometidas. A febre amarela urbana não existe no Brasil desde 1942 e é transmitida quando um mosquito urbano, o Aedes aegypti, pica uma pessoa doente e depois pica outra pessoa susceptível, transmitindo a doença. Exatamente como acontece com a dengue, zika e chikungunya.

Indivíduo identifica primata morto.

Investigação da causa da morte começa em até 24h após a notificação.

Mosquito Aedes aegypti

Indivíduo repassa Informações sobre a Situação do animal morto para órgãos de saúde que realizam a notificação em 24 horas.

Coleta de amostra biológica do macaco deve ser feita por profissionais treinados para identificação da febre amarela.

Material é enviado para laboratório de referência

24h Começa busca ativa de casos suspeitos de febre amarela em seres humanos.

É feita avaliação da necessidade de intensificar a vacinação da população na área de ocorrência da morte do animal.

FONE: 44

3622 6206

UMUARAMA - PR. FONE: 44

3662 1297

MARIA HELENA - PR. CRECI F18062 Avenida São Paulo, 4494 - Umuarama - PR. 44 3622-2696

FONE: 44 44

99974-1618

3652 1165

IPORÃ - PR.


FEBRE AMARELA

FEBRE AMARELA

VAI VIAJAR?

OS MACACOS NÃO TEM CULPA

INFORMAÇÕES PARA LEVAR NA BAGAGEM

As notícias sobre um surto de febre amarela no país, especialmente em algumas regiões, trouxe, além da preocupação com essa doença que pode matar, mais um dado triste: algumas pessoas, especialmente residentes em áreas rurais e com risco de contaminação, passaram a matar macacos por medo de contágio, achando que isso ajudaria a combater a febre amarela. Mas não existe razão alguma para se acreditar que macacos possam oferecer riscos à população. Como assim? Na verdade, os macacos, assim como os seres humanos, são vítimas da doença, que também pode matá-los, e não efetivos causadores, como muitos podem erroneamente pensar. Não há como vacinar os macacos que vivem em áreas de mata, contrariamente ao que ocorre com os humanos, que podem se vacinar. Na verdade, no ciclo silvestre da febre amarela, os macacos são os principais hospedeiros do vírus, mas os vetores, ou seja, aqueles que carregam o vírus e o transmite, são os mosquitos com hábitos estritamente silvestres, que vivem nas matas. Durante essa fase do ciclo, o ser humano pode se tornar um hospedeiro acidental, quando ele entra em áreas de mata e é picado pelo mosquito que carrega o vírus.

CHEGANDO EM SEU DESTINO ORIUNDO DE ÁREA DE RISCO/COM RECOMENDAÇÃO DA VACINA FEBRE AMARELA

Surto de febre amarela não é culpa dos macacos e eles não devem morrer por isso IMPORTANTE Se você encontrar macacos mortos na sua região, avise imediatamente às autoridades competentes. Os macacos não são causadores da doença. MATAR OS ANIMAIS É UM CRIME AMBIENTAL, PASSÍVEL DE MULTAS E ATÉ PRISÃO. Mantenha sua casa e seu quintal limpos e sem água parada, para evitar focos de mosquitos.

RESTAURANTE

Buffet com carne assada todos os dias Av. Brasil, 4116 | Umuarama - PR.

44

3622 1044

99739 1416

SAINDO DO SEU LOCAL DE ORIGEM COM DESTINO PARA ÁREA DE RISCO/COM RECOMENDAÇÃO DA VACINA FEBRE AMARELA

Deve estar com a caderneta de vacinação atualizada. Caso tenha sido a primeira vez que recebeu a vacina de Febre Amarela, deve ter sido vacinado dez dias antes da viagem. Na presença de sintomas compatíveis com a Febre Amarela, busque imediatamente o serviço de saúde mais próximo. Se possui uma dose da vacina Febre Amarela com menos de dez anos, não precisa adiantar o reforço. Caso a primeira dose tenha sido há mais de dez anos, necessário realização do reforço. Procure a Unidade de Saúde para proceder à vacinação levando comprovante de viagem. O indivíduo com duas doses da vacina Febre Amarela é considerado imunizado.

Deve estar com a caderneta de vacinação atualizada. Caso tenha sido a primeira vez que recebeu a vacina de Febre Amarela busque imediatamente o serviço de saúde mais próximo. Se possui uma dose da vacina Fe bre Amarela com menos de dez anos, não precisa adiantar o reforço. Caso a primeira dose tenha sido há mais de dez anos, necessário realização do reforo. Procure a Unidade de Saúde para proceder à vacinação levando comprovante de viagem. O indivíduo com duas doses da vacina Febre Amarela é considerado imunizado.

ORIUNDO DE ÁREA SEM RISCO/SEM RECOMENDAÇÃO DA VACINA FEBRE AMARELA

COM DESTINO PARA ÁREA SEM RISCO/SEM RECOMENDAÇÃO DA VACINA FEBRE AMARELA

Não há recomendação formal da vacinação da Febre Amarela. Caso vá se deslocar para área de risco, a vacinaçãoestá indicada.

Não há uma recomendação formal da vacinação da Febre Amarela. Caso vá se deslocar para área de risco, a vacinação está indicada.


FEBRE AMARELA

SINTOMAS

CABEÇA CEFALEIA OBNUBILAÇÃO MENTAL TORPOR

CORPO

SANGRAMENTO NASAL, GENGIVAS E OUVIDOS

FEBRE CALAFRIOS

1a FASE

3a FASE - FEBRE ALTA

Não chega a apresentar os sintomas ou são muito fracos. As manifestações são repentinas e p o d e m a p re s e n t a r f e b re , calafrios, dores no corpo, na cabeça, nas costas, náuseas, vômitos, fadiga e fraqueza.

LOMBALGIA MIALGIAS GENERALIZADAS

FASES SINTOMÁTICAS ª

CORAÇÃO PULSAÇÃO LENTA

PROSTAÇÃO ICTERÍCIA

ICTERÍCIA (pele amarelada) - INFLAMAÇÃO NO FÍGADO - INFLAMAÇÃO NOS RINS - VÔMITOS COM SANGUE - URINA ESCURA - SANGRAMENTO DA PELE - OLHOS AVERMELHADOS - EVOLUÇÃO ATÉ A MORTE

2a FASE FÍGADO INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA

ESTÔMAGO NÁUSEAS VÔMITOS

Esta fase se apresenta cerca de 24h depois. Ocorre uma diminuição dos sintomas e uma sensação de melhora aparente.

RINS INSUFICIÊNCIA RENAL AUSÊNCIA DE URINA

INTESTINOS DIARRÉIA

O

INSTALCON - Instalações e Construções Av. Presidente Castelo Branco, 4192 | Umuarama-PR. instalcon@uol.com.br 44 3622 1085

S H O P P I N G

D A

S A Ú D E

Rua Governador Ney Braga, 4339 - Zona I - Umuarama - PR. contato@dimensaosaude.com.br

www.dimensaosaude.com.br


FEBRE AMARELA

SINTOMAS

CABEÇA CEFALEIA OBNUBILAÇÃO MENTAL TORPOR

CORPO

SANGRAMENTO NASAL, GENGIVAS E OUVIDOS

FEBRE CALAFRIOS

1a FASE

3a FASE - FEBRE ALTA

Não chega a apresentar os sintomas ou são muito fracos. As manifestações são repentinas e p o d e m a p re s e n t a r f e b re , calafrios, dores no corpo, na cabeça, nas costas, náuseas, vômitos, fadiga e fraqueza.

LOMBALGIA MIALGIAS GENERALIZADAS

FASES SINTOMÁTICAS ª

CORAÇÃO PULSAÇÃO LENTA

PROSTAÇÃO ICTERÍCIA

ICTERÍCIA (pele amarelada) - INFLAMAÇÃO NO FÍGADO - INFLAMAÇÃO NOS RINS - VÔMITOS COM SANGUE - URINA ESCURA - SANGRAMENTO DA PELE - OLHOS AVERMELHADOS - EVOLUÇÃO ATÉ A MORTE

2a FASE FÍGADO INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA

ESTÔMAGO NÁUSEAS VÔMITOS

Esta fase se apresenta cerca de 24h depois. Ocorre uma diminuição dos sintomas e uma sensação de melhora aparente.

RINS INSUFICIÊNCIA RENAL AUSÊNCIA DE URINA

INTESTINOS DIARRÉIA

O

INSTALCON - Instalações e Construções Av. Presidente Castelo Branco, 4192 | Umuarama-PR. instalcon@uol.com.br 44 3622 1085

S H O P P I N G

D A

S A Ú D E

Rua Governador Ney Braga, 4339 - Zona I - Umuarama - PR. contato@dimensaosaude.com.br

www.dimensaosaude.com.br


FEBRE AMARELA

FEBRE AMARELA

VAI VIAJAR?

OS MACACOS NÃO TEM CULPA

INFORMAÇÕES PARA LEVAR NA BAGAGEM

As notícias sobre um surto de febre amarela no país, especialmente em algumas regiões, trouxe, além da preocupação com essa doença que pode matar, mais um dado triste: algumas pessoas, especialmente residentes em áreas rurais e com risco de contaminação, passaram a matar macacos por medo de contágio, achando que isso ajudaria a combater a febre amarela. Mas não existe razão alguma para se acreditar que macacos possam oferecer riscos à população. Como assim? Na verdade, os macacos, assim como os seres humanos, são vítimas da doença, que também pode matá-los, e não efetivos causadores, como muitos podem erroneamente pensar. Não há como vacinar os macacos que vivem em áreas de mata, contrariamente ao que ocorre com os humanos, que podem se vacinar. Na verdade, no ciclo silvestre da febre amarela, os macacos são os principais hospedeiros do vírus, mas os vetores, ou seja, aqueles que carregam o vírus e o transmite, são os mosquitos com hábitos estritamente silvestres, que vivem nas matas. Durante essa fase do ciclo, o ser humano pode se tornar um hospedeiro acidental, quando ele entra em áreas de mata e é picado pelo mosquito que carrega o vírus.

CHEGANDO EM SEU DESTINO ORIUNDO DE ÁREA DE RISCO/COM RECOMENDAÇÃO DA VACINA FEBRE AMARELA

Surto de febre amarela não é culpa dos macacos e eles não devem morrer por isso IMPORTANTE Se você encontrar macacos mortos na sua região, avise imediatamente às autoridades competentes. Os macacos não são causadores da doença. MATAR OS ANIMAIS É UM CRIME AMBIENTAL, PASSÍVEL DE MULTAS E ATÉ PRISÃO. Mantenha sua casa e seu quintal limpos e sem água parada, para evitar focos de mosquitos.

RESTAURANTE

Buffet com carne assada todos os dias Av. Brasil, 4116 | Umuarama - PR.

44

3622 1044

99739 1416

SAINDO DO SEU LOCAL DE ORIGEM COM DESTINO PARA ÁREA DE RISCO/COM RECOMENDAÇÃO DA VACINA FEBRE AMARELA

Deve estar com a caderneta de vacinação atualizada. Caso tenha sido a primeira vez que recebeu a vacina de Febre Amarela, deve ter sido vacinado dez dias antes da viagem. Na presença de sintomas compatíveis com a Febre Amarela, busque imediatamente o serviço de saúde mais próximo. Se possui uma dose da vacina Febre Amarela com menos de dez anos, não precisa adiantar o reforço. Caso a primeira dose tenha sido há mais de dez anos, necessário realização do reforço. Procure a Unidade de Saúde para proceder à vacinação levando comprovante de viagem. O indivíduo com duas doses da vacina Febre Amarela é considerado imunizado.

Deve estar com a caderneta de vacinação atualizada. Caso tenha sido a primeira vez que recebeu a vacina de Febre Amarela busque imediatamente o serviço de saúde mais próximo. Se possui uma dose da vacina Fe bre Amarela com menos de dez anos, não precisa adiantar o reforço. Caso a primeira dose tenha sido há mais de dez anos, necessário realização do reforo. Procure a Unidade de Saúde para proceder à vacinação levando comprovante de viagem. O indivíduo com duas doses da vacina Febre Amarela é considerado imunizado.

ORIUNDO DE ÁREA SEM RISCO/SEM RECOMENDAÇÃO DA VACINA FEBRE AMARELA

COM DESTINO PARA ÁREA SEM RISCO/SEM RECOMENDAÇÃO DA VACINA FEBRE AMARELA

Não há recomendação formal da vacinação da Febre Amarela. Caso vá se deslocar para área de risco, a vacinaçãoestá indicada.

Não há uma recomendação formal da vacinação da Febre Amarela. Caso vá se deslocar para área de risco, a vacinação está indicada.


FEBRE AMARELA

FEBRE AMARELA

CICLO DE NOTIFICAÇÃO DE FEBRE AMARELA EM MACACOS

FEBRE AMARELA URBANO (FAU) A doença é transmitida pelo Aedes aegypti, o mesmo mosquito que trnsmite os vírus da Dengue, Zika e Chikungynya. Neste caso, o homem é o único hospedeiro. Fala-se em febre amarela urbana e silvestre: é a mesma doença ou são vírus diferentes? Por que diz-se que o surto atual é de febre amarela silvestre? O vírus que causa a febre amarela urbana ou a silvestre é exatamente o mesmo. Isso significa que os sinais, sintomas e evolução da doença são exatamente os mesmos. Tudo igual. Qual é a diferença, então? A diferença está "apenas" nos mosquitos transmissores e na forma de contagio. A febre amarela silvestre é transmitida por mosquitos (Haemagogus e o Sabethes) que vivem nas matas e na beira dos rios. Estes mosquitos picaram macacos contaminados e depois picaram pessoas que adoeceram. Por isso há relato de mortes de macacos nas regiões acometidas. A febre amarela urbana não existe no Brasil desde 1942 e é transmitida quando um mosquito urbano, o Aedes aegypti, pica uma pessoa doente e depois pica outra pessoa susceptível, transmitindo a doença. Exatamente como acontece com a dengue, zika e chikungunya.

Indivíduo identifica primata morto.

Investigação da causa da morte começa em até 24h após a notificação.

Mosquito Aedes aegypti

Indivíduo repassa Informações sobre a Situação do animal morto para órgãos de saúde que realizam a notificação em 24 horas.

Coleta de amostra biológica do macaco deve ser feita por profissionais treinados para identificação da febre amarela.

Material é enviado para laboratório de referência

24h Começa busca ativa de casos suspeitos de febre amarela em seres humanos.

É feita avaliação da necessidade de intensificar a vacinação da população na área de ocorrência da morte do animal.

FONE: 44

3622 6206

UMUARAMA - PR. FONE: 44

3662 1297

MARIA HELENA - PR. CRECI F18062 Avenida São Paulo, 4494 - Umuarama - PR. 44 3622-2696

FONE: 44 44

99974-1618

3652 1165

IPORÃ - PR.


FEBRE AMARELA

FEBRE AMARELA

FEBRE AMARELA SILVESTRE (FAS)

*Todos os municípios, inclusive as capitais. **Verifique os municípios em risco em: http://www.cives.ufrj.br/informacao/fam/fam-br.html

ESTADO Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins Bahia, Maranhão* e Piauí Goiás (incluindo Brasília-DF), Mato Grosso e Mato Grosso do Sul

A doença é transmitida pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes presentes em áreas rurais, em matas e às margens de rios. Apesar disso, o vírus transmitido é o mesmo, resultando na mesma doença. Outra diferença é que os macacos são os principais hospedeiros do vírus, sendo o ser humano um hospedeiro acidental, ou seja, quando o mosquito pica um macaco doente, torna-se capaz de tnasmitir o vírus a outros macacos e ao ser humano. O vírus que causa a febre amarela urbana ou a silvestre é exatamente o mesmo. Isso significa que os sinais, sintomas e evolução da doença são exatamente os mesmos. Tudo igual. Qual é a diferença, então? A diferença está “apenas” nos mosquitos transmissores e na forma de contagio. A febre amarela silvestre é transmitida por mosquitos (Haemagogus e o Sabethes) que vivem nas matas e na beira dos rios. Estes mosquitos picaram macacos contaminados e depois picaram pessoas que adoeceram. Por isso há relato de mortes de macacos nas regiões acometidas.

Mosquito Haemagogus ou Sabethes

Espírito Santo, Minas Gerais*, (todos, incluindo Belo Horizonte e São Paulo** Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina

Farmácia de Manipulação www.reginacalcados.com.br Av. Astorga, 4449 (final da Av. Maringá) - Umuarama - PR.

(44) 3621

6600

(44) 98455

0023

A loja onde você se sente em casa. Fone: (44) 3624

1659

Avenida Flórida, 3920 | Umuarama - PR.


FEBRE AMARELA

FEBRE AMARELA

O QUE É A FEBRE AMARELA?

ÍNDICE O QUE É A FEBRE AMARELA?

02

FEBRE AMARELA SILVESTRE (FAS)

03

FEBRE AMARELA URBANA (FAU)

04

INFORMAÇÕES PARA LEVAR NA BAGAGEM

05

SINTOMAS

06

3 ESTÁGIOS SINTOMÁTICOS

07

OS MACACOS NÃO TEM CULPA

08

CICLO DE NOTIFICAÇÃO DE MACADOS INFECTADOS

09

MAPA DAS REGIÕES DE RISCO

10

VACINAÇÃO - TABELA DE VACINAÇÃO

11

É uma doença infecciosa febril aguda, causada por um arbovírus (vírus transmitido por artrópodes), que pode levar à morte em cerca de uma semana, se não for tratada rapidamente. Dependendo da localização é definida como febre amarela silvestre (FAS) e febre amarela urbana (FAU). A febre amarela é uma doença viral que causa dores no corpo, mal-estar, náuseas, vômitos e, principalmente, febre. Os sintomas duram em média três dias. Em alguns pacientes, o vírus da febre amarela ataca o fígado. São as complicações hepáticas que levam as pessoas infectadas a ficar com uma cor amarelada, daí o nome febre amarela. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que em torno de 30% das pessoas que contraem a doença podem morrer, se não forem diagnosticadas precocemente. Por isso, a recomendação é a de que o paciente deve buscar imediatamente atendimento adequado nas unidades de saúde. A febre amarela não é transmitida de pessoa para pessoa, nem de macaco para seres humanos. Os macacos são os principais hospedeiros do vírus, mas os únicos vetores de transmissão da doença são os mosquitos silvestres Haemagogus e o Sabethes. No meio silvestre, os mosquitos picam o macaco, que depois de infectado pelo vírus pode ser picado por outro vetor e este, por sua vez, transmite para o homem. No caso da área urbana, a transmissão ocorre pela picada do mosquito Aedes aegypti. O Ministério da Saúde ressalta, no entanto, que a possibilidade de contágio no meio urbano é remota e informa que não há registro de infecção da doença pelo ciclo urbano desde 1942. Com a construção de conjuntos residenciais e condomínios em áreas ecológicas, ambiente onde vivem os mosquitos que transmitem a doença, o risco de transmissão aumenta.

QUAL É A PREVENÇÃO MAIS EFICAZ? A melhor forma de prevenir a febre amarela é por meio de vacina. Ela é indicada, principalmente, para pessoas que residem ou que vão se desoocar para áreas que têm foco da doença. Deve-se tomar a vacina 10 dias antes da viagem, pois é o tempo do organismo produzir anticorpos (defesa) contra o vírus. A vacinação é recomendada para pessoas a partir de 9 meses de idade.

Fique atento às orientações para a vacinação contra a Febre Amaqrela recomendadas pelo Ministério da Saúde. INDICAÇÃO

ESQUEMA

Crianças com 6 a 8 meses de vida NÃO VACINADAS

NÃO ADMINISTRAR NENHUMA DOSE

Crianças com 6 a 8 meses de vida JÁ VACINADAS

ADMINISTRAR 1 DOSE AOS 9 MESES DE IDADE

Crianças com 9 meses a 4 anos de idade NÃO VACINADAS Crianças com 4 ANOS de idade JÁ VACINADAS

ADMINISTRAR 1 DOSE NÃO ADMINISTRAR NENHUMA DOSE

A PARTIR DOS 5 ANOS

ESQUEMA

Pessoas a partir dos 5 anos de idade NÃO VACINADAS

ADMINISTRAR 1 DOSE

Pessoas a partir de 5 anos de idade VACINADAS

NÃO ADMINISTRAR NENHUMA DOSE

Gestantes NÃO VACINADAS

Administrar 1 dose (em qualquer período da gestação), se residir em local onde há confirmação da circulação do vírus.

Gestantes ou mulheres amamentando VACINADAS

NÃO ADMINISTRAR NENHUMA DOSE

Mulheres amamentando crianças menores de 6 meses NÃO VACINADAS

Administrar 1 dose se residir em local onde há confirmação da circulação do vírus. Deve-se suspender o aleitamento por 10 dias após a vacinação.

Pessoas acima de 60 anos NÃO VACINADAS

Poderá ser vacinada somente após avaliação de um profissional do serviço de saúde. Pessoas que apresentem comorbidades (mais uma doença) não deverão ser vacinadas.

Pessoas acima de 60 anos VACINADAS

NÃO ADMINISTRAR NENHUMA DOSE

Pessoas com doenças hematológicas e/ou com HIV/AIDS

Poderá ser vacinada somente após avaliação de um profissional do serviço de saúde.

R

3639 6170 (44) 98455 7075 (44) 98455 7073 (44)

Avenida Brasil, 2496 - Umuarama - PR.

contato@vidracariavidromais.com.br

44 3621

Os melhores Negócios Residenciais e Comerciais.

4500

Avenida Brasil, 4261 - Umuarama - PR. morena@morenaimoveis.com.br www.morenaimoveiscom.br


A MELHOR FORMA DE PREVENÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA É A VACINAÇÃO

FEBRE

AMARELA

INFORME-SE ANTES DE SE VACINAR E PROCURE A UNIDADE DE SAÚDE MAIS PRÓXIMA. É IMPORTANTE SABER QUE PESSOAS COM MAIS DE 60 ANOS DE IDADE DEVEM SE VACINAR APENAS SOB ORIENTAÇÃO MÉDICA.

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE Calçados Femininos Masculinos Roupas Fitness Fone: (44) 3624

A loja onde você se sente em casa.

1659

Av. Astorga, 4449 (final da Av. Maringá) Umuarama - PR.

www.reginacalcados.com.br

Febre Amarela  
Febre Amarela  
Advertisement