Page 1

ESPECIAL

Ano I - Edição VI R$ 4,90

1

Distribuição Gratuita

Edição do Anunciante


EDITORIAL Se você preza por qualidade de vida, bom gosto, sofisticação e funcionalidade com originalidade e estilo, seu lugar é aqui mesmo! Jornal Design | Serra apresenta uma edição especial CASA dedicada ao design, um tema que tanto amamos. Nossa proposta é de imersão na Casa Brasil 2011. Buscamos incluir diferentes protagonistas desse mundo tão plural e explorá-los sob diversos enfoques. A opinião de líderes do setor moveleiro como Ivo Cansan, presidente da Movergs e do próprio presidente da Casa Brasil e do Sindmóveis, Glademir Ferrari, enriquecem e enaltecem ainda mais a importância da feira, além de Alexandre Lazzarotto, diretor do Salão Design. Para finalizar este número tão nobre, o Jornal Design agrega, ainda, um giro pelos segmentos que buscam qualidade de VIDA aliado ao ESTILO próprio de cada um dos nossos leitores. Um mar de ideias para apreciar página a página. Sugestões para atiçar o instinto artístico e, acima de tudo, inspirar. Silvana Perusso Silvia A. Perusso CAPA O vestido que a top Erica Dias usa em nossa capa é uma moulage do estilista Ricardo Rambo, que, na ocasião, orientou make up de Patrícia Pereira, hair de Jane Beauty e complementou o look com sapatos Triton Cadoro e Acessórios Mel de Assis. O efeito aveludado e uniforme do vidro Piano Zaffiro, juntamente com os sofisticados puxadores Jazz enobrecem a cozinha conceito Cinex, fotografada por Anderson Pagani.

Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia A.Perusso | Silvana Aibel Equipe: Dirce Heuser e Raquel Geórgia Konrad Diagramação: SimpleComm Jornalista Responsável : Marlove dos Santos REG. 6668/28/57 Assessor Jurídico: Ranulfo Cardoso Fernandes Junior OAB/GO 19915 Tiragem Mensal: 10 mil exemplares Impressão: Gráfica Serafinense Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Farroupilha | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo Contato: 54 2621 3134 | contato@jornaldesign.com.br

Fotografia: Anderson Pagani

EXPEDIENTE


Sustentabilidade

em primeiro lugar

Jornal Design | Que serviços a Eco-Preservação Ambiental desenvolve e como a empresa atua nessa área da sustentabilidade? Marinete | A Ambiental atua na implementação de técnicas de tratamento e gestão adequada de resíduos, efluentes, energia, emissões atmosféricas e recursos hídricos. O foco da empresa são os processos que envolvem coleta seletiva, reciclagem, estações de tratamento de efluentes e uso de tecnologias limpas. Tudo isso para garantir que as indústrias e empresas dos mais variados setores possam aumentar sua produtividade e gerar desenvolvimento com o menor impacto ambiental possível. Para isso, contamos com uma equipe de engenheiros, biólogos, geólogos e outros profissionais tecnicamente preparados para atender a essas demandas. Temos o privilégio de trabalhar numa área especificamente voltada para a pre-

Fotografia: Divulgação

As engenheiras químicas Marinete de Carli e Cláudia Carraro são diretoras da Eco-Preservação Ambiental, empresa de Bento Gonçalves especializada em assessoria e desenvolvimento de licenciamentos, diagnósticos, treinamentos e projetos na área do meio ambiente. Com 17 anos de atuação no mercado, a empresa comemora uma trajetória de sucesso não apenas na Serra Gaúcha, mas nas diferentes regiões do Estado e do Brasil onde presta atendimento para organizações dos mais diversos segmentos. Atualmente, a Ambiental contabiliza cerca de 800 clientes, número que atesta seu êxito no mercado e dimensiona seu compromisso com a produção limpa e o desenvolvimento sustentável. Nesta entrevista ao Jornal Design, elas falam sobre o trabalho que vem desenvolvendo em favor da natureza e avaliam como a região está se mobilizando para cuidar do meio ambiente e garantir qualidade de vida para as futuras gerações.

Cláudia Carraro e Marinete de Carli, diretoras da Eco - Preservação Ambiental

servação da natureza e promoção da qualidade de vida. Jornal Design | Quem são os clientes atendidos pela empresa e em que área eles atuam? Cláudia | Temos um grande orgulho de nossos clientes, pois são

organizações totalmente comprometidas com o futuro do planeta. Elas assumem sua responsabilidade com a disponibilidade e qualidade dos recursos naturais, conscientes de que não podem se preocupar apenas em produzir, gerar empregos e contribuir para o desenvolvimento econômico, mas, além disso, precisam investir em

3


Marinete | São variadas as iniciativas que podem ser adotadas por empresas para economizar recursos naturais. Eliminar ou reduzir a geração de resíduos, fazer coleta seletiva de lixo, reciclar materiais, tratar efluentes e transformar lixo orgânico para adubação do solo são algumas dessas iniciativas. Em primeiro lugar, as empresas que buscam a responsabilidade ambiental devem adotar medidas visando minimizar ou eliminar a geração de resíduos industriais. O segundo passo é reciclar os resíduos que não podem ser eliminados, para seu reaproveitamento na indústria. Ao mesmo tempo, é fundamental preocupar-se com o destino de resíduos tóxicos e com o tratamento de efluentes. Cláudia | Todo processo industrial envolve a utilização de matéria-prima e insumos, como água e energia. Algumas empresas chegam a utilizar um milhão de litros de água por dia em limpeza, processos de fabricação de materiais ou uso sanitário. Assim, toda empresa ecologicamente consciente deve preocupar-se em tratar a água utilizada, purificando-a de produtos tóxicos, para reaproveitamento na indústria ou devolução aos mananciais. As estações de tratamento de água permitem às empresas devolver ou reutilizar essa importante fonte de vida da natureza, evitando seu desperdício e sua escassez. Jornal Design | E como reaproveitar os resíduos gerados nos processos industriais?

4

Marinete | Todo resíduo gerado deve ser reciclado ou disposto em aterro de resíduos industriais, como forma de preservar os recursos naturais e impedir a contaminação do meio ambiente. O primeiro passo para isso é a coleta seletiva do lixo, que separa resíduos secos (plástico, metal, vidro, papel, madeira, borracha) e resíduos orgânicos. Os resíduos secos são encaminhados para usinas ou centrais de triagem, onde uma equipe faz a separação dos materiais e um sistema de prensagem reduz seu volume para transporte e posterior comercialização. As usinas permitem que os resíduos sejam 100% reciclados e reutilizados na fabricação de novos produtos. A cada mil quilos de papel reciclado, por exemplo, cerca de 20 árvores são poupadas. Cada 30 toneladas de plástico reciclado podem produzir cerca de 300 mil novos potes feitos do material. O plástico de garrafas de refrigerante, o chamado pet, é também 100% reciclável e pode ser transformado em produtos como cadarço, roupas, vassouras e diversos tipos de cordas. Seu reaproveitamento é importante, pois, se for jogado em aterro, reduz significativamente a vida útil do solo, levando, em média, 100 anos para se decompor. Cláudia | No caso dos metais, a cada tonelada de alumínio reciclado, o homem deixa de retirar da natureza cinco toneladas de minério bauxita. Os metais são separados e classificados por nobreza, de acordo com seu tipo, como zinco, estanho, cobre e níquel. Assim, podem ser vendidos à indústria para a produção de tubos e estruturas metálicas, com 100% de aproveitamento. Os vidros também são 100% recicláveis, num processo de fundição em alta temperatura. Todo quilo de vidro reciclado transforma-se em 1 kg de vidro novo, num processo que representa uma economia de 30% no uso de energia elétrica. A reutilização do vidro também economiza areia, elemento a partir do qual é feito, e impede a contaminação do solo, já que o material pode levar até quatro mil anos para se decompor quando jogado em aterro. No caso da madeira, sua reciclagem é fundamental para reduzir o corte de árvores e evitar o desma-

Fotografia: Divulgação

tecnologias e processos que garantam sua sustentabilidade. São muitas as empresas associadas à Ambiental nesse compromisso com a natureza. Atendemos vinícolas, metalúrgicas, mecânicas, moveleiras, galvânicas, alimentícias, plásticas, mineradoras, entre outras. Apenas como exemplo, podemos citar marcas como Tramontina, Miolo, SCA, Keko, Artesano, Fasolo, Carraro, Santa Clara, Vipal, Todeschini, Ceran, entre outras. Jornal Design | O que as empresas devem fazer para gerar menos poluição e garantir um desenvolvimento sustentável?

Equipe Ambiental especializada em projetos na área do meio ambiente

tamento. A indústria moveleira, por exemplo, produz uma grande quantidade de resíduo de madeira, resultante dos cortes feitos nas chapas do material, no processo de fabricação dos móveis. Esses resíduos podem ser aproveitados para a produção de novas chapas de madeira ou ainda como combustível de caldeiras, utilizadas para o aquecimento de estufas responsáveis pela secagem do material. Também a borracha pode ser reciclada, evitando seu desperdício e economizando petróleo. Em unidades de criogenia, a borracha velha é triturada por processo de congelamento e pode ser reutilizada para forrar cilindros industriais ou outros produtos, como tapetes. Jornal Design | De modo geral, como a indústria da Serra Gaúcha trata a questão ambiental? Os empresários hoje estão mais conscientes dessa questão? Marinete | Felizmente, a classe empresarial da nossa região se preocupa muito com o meio ambiente e com todas as questões que envolvem a sustentabilidade. Para nós, é um grande orgulho trabalhar na Serra Gaúcha, onde essa consciência está muito disseminada no setor produtivo. Em geral, as pessoas pensam que é a indústria que mais polui a natureza, mas essa ideia é errada. Nossas empresas estão fazendo o tema de casa e investindo muito nessa área. Existe um grande investimento por parte dos nossos empresários em

redução das emissões atmosféricas, tratamento de resíduos sólidos e economia de água e energia. Há grandes projetos para reaproveitamento das águas nos processos industriais, refeitórios e sanitários, bem como para coleta seletiva de lixo e reciclagem de materiais. Ao construírem novas unidades ou expandirem suas plantas, os empresários hoje já pensam em como farão isso sem degradar a natureza, incorporando logo de início processos e tecnologias de produção limpa. Jornal Design | Quais são então os pontos fracos da nossa região no que se refere ao cuidado com a preservação ambiental? Onde ainda é preciso avançar? Cláudia | Pode-se dizer que o resíduo doméstico é hoje o maior responsável pela poluição de rios, arroios e meio ambiente como um todo. Falta principalmente a implementação de um sistema integrado para tratamento de esgoto sanitário. Cada habitante gera hoje uma média de 150 litros de esgoto por dia. Se pensarmos num município como Bento Gonçalves, com cerca de 100 mil habitantes, são 1,5 milhão de litros de esgoto lançados diariamente em nossos mananciais, sem nenhum tipo de tratamento. Com relação ao resíduo sólido, para ficarmos no exemplo de Bento Gonçalves, o município recicla apenas 25% do volume gerado. Isso é muito pouco, considerando que 60% desse lixo é reciclável.


Jornal Design | Como resolver esse problema? Marinete | A solução passa por um alto investimento por parte do poder público. Se pensarmos em Bento Gonçalves, a topografia da cidade é extremamente acidentada e isso encarece bastante a implementação de um sistema desse tipo. Para construir toda essa rede hidráulica, a parte da tubulação é o maior problema, porque hoje ela é a mesma para água da chuva, água de cozinha e água sanitária. Então, o primeiro passo seria separar todos os encanamentos de esgoto. E criar estações de tratamento em pontos diferenciados, além de prever essas estações em todos os loteamentos novos. Como isso envolve muitos recursos financeiros e de pessoal, uma boa estratégia seria começar por algum bairro, e depois

partir para os outros. Já começa a haver mobilização por parte dos nossos governantes para fazer esses investimentos. Cidades como Caxias do Sul já estão começando a investir em estação de tratamento, que é fundamental para reduzir a poluição. Jornal Design | E como os cidadãos estão contribuindo com a sustentabilidade? Como está o nível de sensibilização e conscientização da nossa comunidade com relação ao tema? Cláudia | As pessoas estão cada vez mais conscientes da questão, até pela grande visibilidade que o tema tem despertado na mídia. Mas ainda é preciso avançar, especialmente no que se refere à necessidade de economizar água e energia, manter as ruas limpas e separar o lixo domésti-

co. Acreditamos que, nesse processo, a educação ambiental é muito importante, através de campanhas educativas e, principalmente, ações em escolas. As crianças têm mais facilidade para mudar comportamentos e levar essas novas atitudes para dentro de suas casas. Marinete | Além de seu trabalho junto às empresas, a Ambiental desenvolve muitas ações de educação ambiental. Fazemos muitas palestras gratuitas em escolas da região e apoiamos projetos de conscientização. No ano passado, por exemplo, inauguramos o Bosque “Vida Verde”, na Escola Municipal Alfredo Aveline, em Bento Gonçalves. Esse bosque, que abriga flora nativa, uma nascente e uma grande variedade de aves, foi alvo de um trabalho de reestruturação, melhoria e conserva-

ção. Em parceria com nossa equipe e a comunidade escolar, as plantas e a fauna existentes no bosque ganharam placas de identificação. Também foi feito um quiosque para estudos ecológicos e foram programadas diversas atividades voltadas ao manejo do jardim florestal e à preservação ambiental. Os 770 alunos da escola participaram das atividades, orientados por professores de diferentes áreas do ensino, numa abordagem interdisciplinar. Com isso, criou-se um centro de aprendizagem para estudantes de outras instituições da rede municipal, beneficiando cerca de 10 mil crianças e jovens. Ações como esta combinam preservação com educação, e ajudam a comunidade a desenvolver uma relação mais consciente com o meio ambiente.

5


Viva com saúde Mês de Comemoração

constatações, Sadi percebeu a carência da sociedade bento-gonçalvense em relação à qualidade de vida. Por isso, em 2007 inaugurou a loja Viva com Saúde, que se encontra na Travessa Silva Paes, sala 103 e conta com uma estrutura favorável para as devidas orientações de como viver melhor. E, neste mês comemorativo, a Viva com Saúde preparou uma promoção especial para você, que busca qualidade de vida em seu dia-a-dia. Não deixe de conferir!

“Com os produtos Anew melhorei as dores de cabeça, nas pernas, formigamento nas mãos, cansaço, depressão e os resfriados sumiram. Toda minha família faz uso dos produtos Anew, pois nos dias atuais eles são imprescindíveis.“ I.A. “Gosto muito dos produtos Anew, certamente fazem a diferença no meu dia a dia. Recomendo a todos.” L.D.P.

Fotografia: Divulgação

No mês de agosto a loja Viva com Saúde, Autorizada Anew na cidade de Bento Gonçalves completa quatro anos de atuação na região da Serra Gaúcha. O projeto do empresário Sadi Vignati em representar a marca concretizou-se no momento em que recuperou-se de uma grave doença através de tratamentos com os produtos há 18 anos. O trabalho de representação em toda a região foi bastante satisfatório e de acordo com algumas

Fotografia: Anderson Pagani

Clientes Anew

Depoimento Miss Anew No dia 6 de agosto, acontecerá, pelo segundo ano consecutivo, uma nova seletiva, onde conheceremos as duas finalistas para a grande final que acontecerá em 24 de setembro, em Porto Alegre. Venham conferir belos depoimentos de transformação! Os ingressos são limitados e, ao adquirir o mesmo, terá direito a uma Chlorella 100 pastilhas e 10 sachês de Floranew no local. Haverá palestra, coquetel com degustação e sorteio de prêmios. A atual Miss Anew deixa seu depoimento em relação ao concurso e aos benefícios dos produtos: “Quando conheci a Anew eu estava num estado de saúde muito grave. 6

Sofria depressão profunda, lúpus, estava muito gorda e infeliz. Eu estava no meu limite, não tinha mais forças nem esperança. Depois que passei a me reeducar e cuidar do meu corpo e da minha vida, que é o meu bem maior, tudo mudou. Passei a me sentir bem, forte, com disposição, animada; novamente estou amando viver. Hoje eu penso: é tão fácil! Se eu estiver bem nutrida, com corpo e mente fortalecidos, não tenho o que temer, é só ser feliz! O uso do medicamento para tratar do lúpus estava afetando a minha visão. Eu passei a não tomar esse medicamento e estou feliz por estar me livrando desta droga. Eu creio em

Deus e na minha qualidade de vida, creio que o lúpus seja coisa do passado. Sabe o que penso hoje? Seu eu tivesse conhecido a Anew há 10 anos, estaria muito mais saudável e também muito mais jovem. Estar saudável fez com que eu passasse a gostar mais de mim mesma e passei a gostar das outras pessoas e de conviver com elas. Agradeço as pessoas que me ensinaram a ter qualidade de vida. Saúde e qualidade de nutrição Anew! Receita perfeita e saudável para um viver verdadeiro.” Maira Goreth de Sá Tenedini

Promoção de aniversário ANEW Na compra de um destes produtos, ganhe um Mini Acenew Acenew 120 cápsulas Levedo 540 cápsulas Linhaçanew 120 cápsulas Omeganew 120 cápsulas Óleo de Prímula 100 cápsulas Lecitinanew 120 cápsulas New Power 500 ml Sophia Collagene Calcionew 120 cápsulas Natuki 80gr Maracanew Floranew 20 sachês Dia Chlorella 80 gr Na compra de um destes produtos, ganhe uma Mini Chlorella Linhaça 360 cápsulas Omega 360 cápsulas Óleo de Prímula 360 cápsulas Lecitina 360 cápsulas Floranew 90 sachês New Power 900 ml Geléia Real 100gr Natuki 350gr Suncogumelo 150 cápsulas Geleviamin 150 cápsulas Calcionew 360 cápsulas Na compra de um destes produtos, ganhe um Culinária. Lançamento da Anew! Geléia Real 500gr Detólia Premium Suncogumelo 540 cápsulas Geleviamin 540 cápsulas Chlorella 300gr


Estrutura da Loja Atualmente a Viva com Saúde, Autorizada Anew é gerenciada por Roselei Duarte, e conta também com consultores tecnicamente orientados para atendimento nas cidades de Veranópolis, Nova Prata, Serafina Corrêa e Caxias do Sul. Nas demais cidades da Serra, o atendimento é feito pelo proprietário Sadi Vignati. Agende seu horário com seguintes consultores e viva com saúde e

Consultores José Francisco Fontana Veranópolis | RS fontana.vivacomsaude@yahoo.com.br 54 3441 6267 Eliane Grandi Nova Prata | RS ellygrandi@hotmail.com 54 3242 3393 Norberto Sordi Serafina Corrêa | RS norberto.sordi@brturbo.com.br 54 3444 1705 Egídio Roman Caxias do Sul | RS roman.ge@yahoo.com.br 54 3212 4142

bem estar!

Samantha Pedroni Chemello Caxias do Sul | RS samantha.p.chemello@hotmail.com

Fotografia: Anderson Pagani

Fotografia: Anderson Pagani

Maira Goreth de Sá Tenedinni Caxias do Sul | RS maira_desa@hotmail.com 54 3211 4885

Sadi Vignati Bento Gonçalves | RS sadi@vivacomsaude.org 54 9979 5441

tos, sou também consumidor, por vivenciar uma recuperação depois de estar com uma doença grave, este foi o fator determinante para que eu desenvolvesse este projeto de qualidade de vida junto à Viva com Saúde Anew. Por se tratar de um produto nobre, ele tem seu valor e, no entanto ainda temos falta de produtos, pela tamanha busca do consumidor. Neste sentido, agradeço a população da Serra que visita a loja frequentemente buscando melhorias em suas vidas e convido a todos

que ainda não nos conhecem para que venham até a loja, com certeza serão muito bem recebidos, afinal de contas a conscientização do público em relação a qualidade de vida vem aumentando muito não só pelos produtos Anew como pelos orgânicos e também pelas atividades físicas. É essa mudança que me deixa muito mais grato de ter construído essa equipe em prol da saúde e, também nos instiga a prospecção de novas lojas em outras cidades, num futuro bem próximo.

Fotografia: Divulgação

Sadi Vignati Através dos depoimentos das pessoas que atendemos e pela quantidade de consumo de nossos produtos, a Viva com Saúde Anew é campeã de vendas no Brasil, concorrendo com grandes capitais. Com a nossa estrutura, juntamente com a equipe e o atendimento domiciliar que realizo temos grande representatividade tanto na região da Serra e a nível nacional, por ser muito reconhecido pelo grande resultado dos produtos, que atualmente o único certificado no mundo. Além de trabalhar com os produ-

7


Você tem alergia alimentar tardia? Cerca de 20% da população mundial sofre de algum tipo de desordem alérgica. As alergias ou hipersensibilidades alimentares incluem qualquer reação anormal resultante da ingestão de um alimento, que pode ser imediata ou tardia (podendo aparecer até 4 dias após o contato com o alimento alergênico). Diversas patologias de diferentes sistemas e vários sintomas estão associados às hipersensibilidades alimentares: constipação intestinal; azia; síndrome do intestino irritável; urticária aguda; angioedema; dermatites; acne; caspa; tosse; rouquidão; secreção na garganta; congestão nasal; asma; rinite; coriza; dores de cabeça; distúrbios de ansiedade; cistite de repetição; insônia; distúrbios de concentração; síndrome do pânico; alteração de humor; cansaço freqüente; entre inúmeros outros. Além destes, es-

8

tudos associam as alergias alimentares à ocorrência de doenças auto-imunes, dentre elas, a artrite reumatóide. Se você se identificou com algum ou vários itens citados, provavelmente vem expondo seu organismo a várias reações de hipersensibilidades tardias. O alimento é, provavelmente, a maior carga antigênica à qual um indivíduo está exposto e a individualidade bioquímica faz com que os organismos reajam de maneira diferente ao mesmo alimento, podendo desencadear processos crônicos durante toda a vida. A alergia alimentar é uma resposta do organismo contra determinado antígeno, que depende de uma série de fatores, tais como: predisposição genética, sistema imunológico debilitado, integridade do organismo, equilíbrio nutricional, má digestão, infestação - infecção

intestinal (parasitas, vírus, fungos e bactérias). Quando pedaços de comida que não foram totalmente digeridos ou, por alguma razão, normalmente um aumento da permeabilidade da mucosa intestinal, migraram para a corrente sanguínea, são recebidos como antígenos pelo nosso sistema imunológico. Isso ocorre, principalmente, quando uma pessoa possui um “intestino doente”. Estas alterações podem ser tratadas. Primeiramente, é preciso saber a qual tipo de alimento você é alérgico. E como fazer? É simples, existem diversos exames específicos que podem identificar a qual(is) alimento(s) uma pessoa pode ter alergia. Caso isso não seja possível o ideal é fazer uma “dieta de exclusão”, onde se exclui da dieta todo alimento que possa estar causando essa alergia. Após um período pré-determinado de

exclusão, o possível alimento alergênico deve ser reitroduzido para que se possa fazer uma avaliação da ocorrência de qualquer tipo de reação alérgica. Mas para a realização dessas condutas, é fundamental o acompanhamento com um nutricionista funcional, pois só ele poderá lhe ajudar a identificar os possíveis alimentos alergênicos, bem como indicar as melhores condutas dietéticas individualizadas para que se possa ter uma vida com mais saúde e disposição!

Giovanna Enriconi Nutricionista Clínica Bento Gonçalves: 54 3454.7489 Carlos Barbosa: 54 3461.5924


9


Fotografia: Anderson Pagani

ESPECIAL

A vitrine do design Durante cinco dias, Bento Gonçalves será palco do encontro dos melhores profissionais de design do país e do mundo. A Casa Brasil, realizada há três edições, é um evento de design e negócios, com exposição de produtos contemporâneos de alto padrão para arquitetura e decoração, exposições culturais e seminários internacionais. A mostra bienal, que reúne profissionais da área, fabricantes e lojistas já se consolidou como uma referência única do setor moveleiro, acessórios, iluminação e utilidades domésticas na América Latina.

Considerada o pólo nacional do design, devido à sua grande influência no setor moveleiro nacional, Bento Gonçalves além de inspirar naturalmente com suas casas de pedra, madeira, moinhos e cantinas, também se tornou um imã para os apreciadores do setor. O diretor do Salão Design, Alexandre Lazzarotto garante que a feira brasileira quer ser uma grande experiência. “Além de mostrar nosso melhor no design, quem vier a Bento Gonçalves terá outras experiências como sentir nosso frio, degustar nosso vinho, conhecer um pouco da nossa italiana e toda essa energia

peculiar“, garante. Promovida pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis), a feira reúne as maiores marcas do Brasil para lançar tendências em mobiliário, iluminação, decoração e complementos para ambientes residenciais e corporativos. A Casa Brasil desponta como uma das ações responsáveis por projetar Bento Gonçalves (RS) em nível internacional como o pólo moveleiro mais forte e inovador do Brasil. A terceira edição segue até o dia 6 de agosto, das 12h às 20h, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves.

Fotografia: Dilvulgação Allê Design

Novidades da edição

Mesa de Centro Híbridos da Allê Design. Padronagem esclusiva por José Marton.

Na edição de 2009, o evento contou com 148 expositores, de seis estados brasileiros, e mais de 18 mil visitantes. Os negócios realizados a partir da Casa Brasil 2009 somaram cerca de 200 milhões de reais. Mais do que gerar um número ainda maior de negócios - a expectativa é que em 2011 sejam 30% superiores – o evento apresenta novidades. De acordo com a gerente executiva do Sindmóveis, Denise Valduga, nesta edição cresceu o número de projetos,

www.brazilsa.com.br produção@brazilsa.com.br 011. 3392 5992 facebook.com/brazilsa twitter.com/brazilsa

10

a moda foi inserida no evento, bem como a participação da comunidade e a intensificação do trabalho da curadoria – departamento responsável pela organização de toda a feira. “Fizemos um trabalho de porta em porta nos principais lojistas do Brasil. E continuamos trabalhando forte com os especificadores, que são designers, arquitetos, enfim”. A Casa Brasil 2011 já se consolida como a maior e melhor edição já realizada. São 170 expositores confirmados.

RENDA- SE A


“Ver todo o planejamento de mais de dois anos sair do papel e se materializar no Parque de Eventos de Bento Gonçalves e pelas ruas da cidade é uma sensação sem igual. A terceira edição da Casa Brasil foi elaborada com muito cuidado e extrema preocupação de que cada detalhe estaria impecável. Nosso maior desafio em 2011 foi envolver toda a comunidade em nossas ações, para que quem pise em Bento Gonçalves de 2 a 6 de agosto possa sentir a Casa Brasil por todos os cantos. Queremos que a feira contribua para de fato tornar Bento Gonçalves a capital nacional do design, que proporcione negócios e cative os visitantes. Nosso objetivo maior é mostrar a importância do design para a indústria moveleira, causa na qual invisto e aposto, e sei que gera resultados. A inovação é o caminho. E o nosso negócio é o design”.

“Bento Gonçalves surpreende não só pelo que representa economicamente em nível nacional, mas também pelo movimento de vanguarda que lidera em termos de inovação, exportando tendências e qualidade mundo afora. O sucesso da Casa Brasil 2011 é uma prova do tamanho desta influência. Somos ao mesmo tempo um pólo de inspiração e de produção. E vamos seguir avançando na construção de uma indústria gaúcha cada vez mais vigorosa, amparada pela união das forças entre empresários e entidades empresariais”. Glademir Ferrari, Presidente do Sindmóveis e da Casa Brasil 2011.

Cátia Scarton Diretora da Casa Brasil 2011

“Para Bento Gonçalves é um privilégio sediar uma feira como a Casa Brasil. A equipe da organização é formada por profissionais da área, que selecionou os expositores de forma criteriosa para oferecer o melhor aos seus convidados e visitantes. A Administração Municipal forma uma grande parceria com as entidades promotoras destes eventos privados que são muito importantes para o desenvolvimento econômico do município.”

Roberto Lunelli Prefeito de Bento Gonçalves

“Mais uma grande feira abre as portas em Bento Gonçalves. A Casa Brasil, tão jovem e já tão madura. O conceito e o design desfilarão pelos corredores de tão importante feira que prima em estimular que novidades sejam as grandes atrações dos expositores. Nosso município agradece, pois toda a economia local será beneficiada indireta ou diretamente e mais uma vez estaremos nos holofotes dos grandes eventos mundiais. Por isso desde já cumprimentamos o senhor Glademir Ferrari e toda equipe do Sind­ móveis por mais esse belo espetáculo onde todos nós estaremos sem dúvida aplaudindo em pé. O sucesso já é uma realidade.”

“A Casa Brasil é um divisor para o setor moveleiro nacional. Desde sua criação o nosso setor passou a ter uma grande referência nos móveis de decoração e os planejados. A grande certeza que temos é que a cada edição o evento se supera e gera excelentes oportunidades a todos os envolvidos neste segmento. Os profissionais que criam, como arquitetos e designers, utilizando-se destes meios buscam constantemente criar e inovar os produtos que possam satisfazer as necessidades dos consumidores modernos, os quais a cada dia buscam um produto com mais valor agregado e de qualidade superior. A Casa Brasil nasceu com este propósito e na sua terceira edição já comprova que atendeu a todas as expectativas dos envolvidos.”

“O Salão Design nasceu através de uma necessidade que as indústrias tinham de criar valor agregado ao setor moveleiro. Todo mundo fazia os móveis populares, e o Salão nasceu para divulgar, trazer o design. Os empresários daquele momento perceberam isso indo para o exterior. O concurso se tornou um dos mais importantes do país. Com o passar do tempo, ao longo de 30 anos, o Salão Design chegou na maturidade e ocorreram mudanças. Ele deixou de ser apenas um concurso que todo mundo conhece. O Salão Design que era conhecido como concurso, agora vai ser uma manifestação. O concurso fará parte do Salão Design e abraçará tudo que faz parte do Design. E isso estará bem em evidência no Pavilhão F, que dará um contraste com o pavilhão principal, que tem grandes expositores, estandes belíssimos e maravilhosos, com algo minimalista que está no F. Estamos criando uma cultura. Além disso, todos poderão ter outras experiências, como o frio de Bento, o nosso vinho, um pouco da nossa imigração italiana e toda essa energia peculiar.”

Henrique Tecchio Presidente do CIC

Ivo Cansan Presidente da Movergs

Alexandre Lazzarotto, Diretor do Salão Design

AO B R A SIL 11


Criatividade e inovação Integrar a criatividade e a inovação tecnológica por meio do design e destacar a capacidade e o talento de profissionais, estudantes e indústria. Esse é o objetivo do Salão Design, concurso realizado há 22 anos pelo Sindmóveis e que em 2011 chega a 15ª edição. O evento é realizado junto aos dois grandes eventos da entidade: a Movelsul Brasil e a Casa Brasil. Neste ano, foram 1105 inscrições de 18 países para avaliação. Destes, os jurados escolheram 152 projetos que foram avaliados na etapa final do Salão Design, maior concurso de design de produtos da América Latina. Desses, 42 são de estudantes, 74 de profissionais e 35 de empresas. Eles concorreram nas categorias Acessórios Domésticos, Iluminação, Móveis Residenciais, Móveis

Institucionais e na categoria temática chamada Design de Superfície Aplicado ao Mobiliário. De acordo com a coordenadora do Salão Design, Celi de Freitas, o concurso evolui muito depois de duas décadas de existência. “Acho que os designers, profissionais e estudantes estão entendo mais a necessidade da indústria e se adaptando para atender. Não temos recebidos tantos projetos de vanguarda, hoje eles se preocupam em criar projetos que sejam factíveis de produção já imediatas e sempre pesquisando novos materiais, novas formas de utilização de produto e principalmente a preocupação com a sustentabilidade, redução do uso de materiais, projetos com mais uma utilidade”, explica. Segundo a presidente do júri, Maria

Helena Estrada, a grande surpresa nessa edição foi o não predomínio de forma absoluta de madeira, que cede lugar ao acrílico e ao metal. Ela ainda acrescentou em sua análise: “Do ponto de vista da tecnologia não apareceram grandes avanços, o low, low-tech predomina”. Na visão de Leonardo Lattavo, houve um esforço de alguns designers em buscar materiais alternativos – e foram justamente esses que chamaram a atenção do júri. “Os estudantes mostraram mais preocupação do que os profissionais em sair do convencional trinômio assento-mesa-utensílio de mesas”, destacou o jurado. Os finalistas participam de uma exposição durante a Casa Brasil 2011, no Pavilhão F do Parque de Eventos. Confira aqui os vencedores.

Categoria Estudantes 3

1 5

2 4

12

6

1. CLIPonlight, Design de Luciana Laura Feo Mourelle 2. Carrinho de Ferramentas, Design de Érik Gurski Lima 3. Immi Mesa Baixa, Design de Regis Padilha 4. Aixa, Design de Timothy Goodman 5. Cubiertos para Pastas, Design de David Berdellans Cabrera 6. Mesa Mínima, Design de Alvaro Assis Pontes, Marcelo Coelho, Maurício Siquinelli Nakane, Nathalia Siqueira Totti, Wanderson Limeira


Categoria Profissionais

2

3

5 4 1

6

10

8

9

12

11 7

1. Phosphoro, Design de Gustavo Engelhardt 2. Linha Farroupilha para Varandas, Design de Rodrigo Braga França e Ulisses Andrade Noronha Neuenschwander Penha 3. Troca Lâmpadas, Design de Rodrigo da Silva Motta 4. Astrid e Las Olivias, Design de Luciana González Franco 5. Linha Clips, Design de Ilse Lang 6. Muira Design, Design de Ana Claúdia Maynardes, Dimitri Lociks, Fred Hudson, Itiro Iida, Rafael Dietzsch 7. Pazzo, Dosador de Espaguete, Design de Pedro Braga e Marcelo Lobo 8. Tweety Table Lamp, Design de Giorgio Bonaguro 9. Módulo 7, Design de Zanini de Zanine Caldas 10. Sofá Indigo, Design de Flavia Pagotti Silva 11. Sistema Um - Mobiliário de Uso Múltiplo, Design de Ricardo Grisolia Esteves, Daniele Mancz e Mônica Geraes Duran 12. Coleção Vergalho, Design de Carolina Armellini e Paulo Biacchi

13


Categoria Empresas

2

4

1

3

6

5

7 8

9

10

12

14

11

1. Linha Crocco, Design de Heloisa Crocco 2. Suporte para Talheres, Design de Rafael Alberto Osorio Sanchez e Rafael Osório Montañez 3. Carteira Escolar Informatizada Desk One, Design de Maurício Oppitz, Paulo Joel Telles e Clécio Zeithammer 4. Aparador Babilônia, Design de Brunno Jahara 5. Linha Minha Escolha, Design de Centro de Design Electrolux América Latina 6. Projeto Cozinha Murano, Design de P&D Cinex Lab 7. Cadeira Rio, Design de Carlos Lichtenfels Motta 8. Melamina Copa, Masisa do Brasil 9. Sistema Manga, Design de Bernardo Senna 10. Luminária de Mesa Batucada, Design de Brunno Jahara 11. Linha Byographos, Flexiv: Dari Beck e Ronaldo Duschenes / Cinex: Edson Daloski 12. Sofá Cordas, Design de Mila Rodrigues.


AF_JornalDesignSerra.indd 1

15

21/07/11 16:50


Sem limites para

inovação

Jornal Design | César, a Cinex foi a pioneira a utilizar no Brasil o alumínio combinado com vidro. Como surgiu a ideia da empresa nesse segmento? César Cini | A Cinex nasceu com o propósito de ser a empresa das “novidades”. Esse era o termo antes de “inovação” ser a palavra mágica e virar moda. Buscávamos o que existia de mais moderno no segmento de matérias-primas, seja nas ferragens, sistemas de montagem, de deslizamento, de acabamentos de superfície. Até que encontramos uma novidade que era a porta de alumínio e vidro no mobiliário. E do estético passamos ao estrutural. Era algo que ninguém precisava e que virou uma coqueluche. O móvel planejado não vive mais sem a solução do alumínio e do vidro. Jornal Design | A empresa é uma referência hoje na questão de inovação e tecnologia de novos produtos. Você acredita que o design próprio é o caminho?

Fotografias: Divulgação

César Cini | Acredito em “identidade própria”. Temos um direcionamento e um investimento altíssimo para a busca de novas soluções, novo design. E nossos clientes sabem que toda esta estrutura de P&D, Cinex Lab na Itália, uma verdadeira usina de novidades está a serviço deles. 3 – Moda, design e mobiliários. A Cinex está apostando nessa tríade com muito sucesso. É a identidade da marca? César Cini | Sim, tudo esta interligado. As cores, os formatos, os tecidos, as texturas. E a informação como um todo anda muito rápido. E as pessoas querem sempre novidades. Os produtos “vencem” mais rápido e temos que estar constantemente lançando novos produtos. Mas tínhamos carência de

um local para mostrar isto e que estivesse mais perto do mercado. Para isso fizemos os nossos “Ateliers”, que são o cenário perfeito para levar ao mercado a novidade no mais curto espaço de tempo. Já estamos presentes em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e, em setembro, em Salvador. 4 – César, há uma forma de “unir” design, inovação social e desenvolvimento sustentável? César Cini | Sim. Nós acreditamos que uma empresa deve ter um objetivo social que vai além da rentabilidade como negócio. O seu time deve ter um objetivo de integração comunitária, além do desenvolvimento de sua equipe e seus familiares. No nosso Relatório de Sustentabilidade traçamos ações de maior interação com o nosso município, através de ações de voluntariado focadas prioritariamente nos bairros dos nossos colaboradores. O desenvolvimento de produtos com pré-requisitos de sustentabilidade já são uma realidade na Cinex desde 2010. 5 - Sua visão sobre a Casa Brasil e o Salão Design César Cini | É o evento que veio para preencher a lacuna do Design nas feiras do mobiliário e é o único evento que a Cinex manteve em seu calendário. Uma grande oportunidade para as empresas se reunirem com o propósito de mostrar e discutir o design de interiores. Já o Salão Design virou a grande vitrine para aqueles que pensam o design. A Cinex ficou muito honrada com o prêmio da Ilha Murano, aonde agregamos toda a capacidade tecnológica da Cinex, desde o puxador usinado no vidro até as elegantes laterais curvas de vidro. Com o prêmio, a equipe premiada da Cinex vai para o Salone em Milão!

“O Salão Design virou a grande vitrine para aqueles que pensam o design.“ 16


Coleção 2011 MADEPAR

a resistência de sempre com padrões ainda mais bonitos.

Seguindo as tendências internacionais de decoração e acabamento, a MADEPAR lança sua nova coleção com padrões diferenciados: griggio

fresno

granito oliva

cipreste

noce cognac

mármore carrara

azul capri

LAMINADOS MADEPAR A resistência e a qualidade que você já conhece com padrões novos feitos para dar um toque especial em qualquer projeto de sucesso. ✔ Resistente a umidade ✔ Não queima ou deforma com o calor ✔ Resistente a riscos e arranhões ✔ Cores não se alteram com o passar do tempo ✔ Inibe a proliferação de fungos e bactérias

Madepar: laminados de alta resistência perfeitos para qualquer aplicação. Solicite a nova cartela de cores.

an_madepar_an190711.indd 1

sac 0800 174616 www.madepar.com.br 17

19/07/11 11:47


Fotografia: Divulgação

Uma criação exclusiva dos

Irmãos Campana para a Casa Brasil

Curadora Maria Helena Estrada

Fotografia: Divulgação

Curadoria:

profissionais focados no sucesso Um trabalho de dois anos para garantir o sucesso da edição da Casa Brasil 2011. Desde o primeiro evento, a curadoria da feira, realiza um trabalho de assessoramento para os expositores e especificadores. Mas ao final da edição de 2009 o trabalho mudou. Em vez de atender os profissionais na sede da Sindmóveis, o grupo botou o pé na estrada. “É um trabalho gratuito que a entidade faz para toda a indústria que quer expor na Casa Brasil”, afirma Denise Valduga, gerente executiva do Sindmóveis. Formada por um grupo de profissionais das áreas de mercado, arquitetura, design, comunicação e qualidade, a curadoria é responsável pelo alinhamento dos expositores ao público-alvo da Casa Brasil. Compõem a curadoria os profissionais Maria Helena Estrada, Renato Bernardi, Ana Cristina Sant’anna Schneider, Celi de Freitas, Ana Luisa Cuervo Lo Pumo e Maria Cristina Moura. De acordo com a curadora Maria Helena Estrada, que também é crítica de design, jornalista, editora da revista ARC Design, a CasaBrasil cresce, aumenta qualidade e ganha respeito nacional. “A feira tem diferenciais interessantes. A parte cultural é bem estruturada e a questão de não ter um dono, não visar lucro, permite uma avaliação com mais liberdade”, garante.

18

O arquiteto Fernando e o advogado Humberto Campana conquistaram o mundo com suas peças ousadas, que exigiram adaptação nas indústrias de móveis e acessórios que quiseram reproduzi-las. Os Irmãos Campana, como são conhecidos os designers brasileiros de criações de vanguarda, assinam uma peça exclusiva para exposição na Casa Brasil 2011 que ficará exposto no hall de entrada do Parque de Eventos de Bento Gonçalves durante a feira. Para dar origem a obra, os designers solicitaram ao Sindmóveis a arrecadação de 10 mil garrafas pet de 1,5 e 2 litros. A entidade contou com o apoio da

comunidade para conseguir o volume necessário do material. De acordo com a gerente executiva da entidade, Denise Valduga, todo o material é cortado manualmente. “Dois grupos, um do bairro Municipal e outro do Shopping L´América estão fazendo elos e unindo todos os cortes das garrafas com arame, na qual será formado uma cortina”, explica. Durante a feira, os Campana receberão o prêmio Designers da Década, homenagem criada pelo Sindmóveis em reconhecimento aos profissionais brasileiros que se destacam pelo trabalho inovador.


Design Concreto: Com o objetivo de mostrar ao público da Casa Brasil 2011 a importância de designers e indústria se unirem, foi criada nesta edição o projeto Design Concreto. Foram formadas cinco duplas compostas por designer e indústria, para a elaboração de um produto que será exposto, juntamente com o histórico de seu desenvolvimento, no Pavilhão F. As duplas são: Alle Design e Luiz Pedrazzi, Schuster Móveis & Design e Fetiche Design, Prima Design e Haz Design, Móveis Casa de Pedra e Flávia Pagotti Silva e Saint James e Bruno Jahara. Os participantes aprovaram a ideia.

“A St. James está pela primeira vez na Casa Brasil e fomos convidados a participar também desse projeto, Design Concreto. Apesar de ser uma constante trabalhar com vários designers brasileiros, nunca havíamos trabalhado com o designer Brunno Jahara. Nós abraçamos a ideia. Sugeri ao Brunno que criasse uma peça de mobiliário, pensando no público do salão Casa Brasil. Foi assim que surgiu o projeto das mesas, uma iniciativa do salão, abraçada pela empresa e pelo designer. Serão apresentadas três mesas, de diferentes tamanhos, produzidas artesanalmente e com design moderno e funcional, pois os tampos das mesas também podem ser utilizados como bandejas. Inicialmente será uma edição limitada e após a apresentação das peças e a resposta do mercado, será analisada a possibilidade de ampliar a edição” Baba Vacaro Designer da Saint James

“Criamos uma cadeira empilhável que destaca o puro design com linhas retas e limpas, com estrutura em metal e assento e encosto em madeira. O diferencial é uma estrutura em ângulos nos pés que dão movimento e simplicidade a peça” Cátia Scarton Prima Design

Fotografias: Divulgação

profissionais e indústria juntos

Cadeira desenhada por Prima Design e Haz Design

Mesas projetadas por Saint James e Bruno Jahara

“Ao recebermos o convite para participar do Design Concreto ficamos muito entusiasmados com a proposta do projeto: um verdadeiro incentivo à indústrias e designers trabalharem juntos, e tendo a certeza da valorização e do reconhecimento desta parceria. `Amor declarado ao conforto`, foi assim que começamos a desenvolver o nosso conceito e o nosso produto. Com

total liberdade de criação, buscamos uma inspiração lúdica, mas que ao mesmo tempo fosse viável industrialmente. Com visitas da Flavia a empresa, muitas trocas de ideias e diversas alterações e ajustes ao primeiro protótipo, o projeto chegou então à sua forma final, uma perfeita declaração ao conforto”. Veronica Favaro Provensi Casa de Pedra Estofados

“O convite para participar do design concreto foi uma ótima oportunidade para conhecer e criar um relacionamento com uma nova empresa. Nosso processo começou com uma visita minha a fábrica. A partir deste momento definimos o conceito, produto, materiais, acabamentos e como expor o produto. Avaliamos o primeiro protótipo e fizemos as diversas alterações e ajustes.

Essa troca de ideias com o fabricante foi fundamental para viabilizar o produto. Como tínhamos liberdade total de criação, escolhemos desenvolver um móvel com um conceito forte, mas sem deixar de lado a viabilidade industrial e comercial do produto” Flavia Pagotti Silva Designer

Capa de sofá produzida pela Casa de Pedra e desenhada por Flávia Pagotti Silva

verticecom.com.br

sua vida, suas atitudes

Ambientes Personalizados Cozinhas | Dormitórios | Salas | Escritórios | Áreas de Serviço | Banheiros | 70 lojas exclusivas em todo o Brasil | 0800 702 8500 | www.evviva.com.br Av. Planalto, 751 - Bento Gonçalves - RS - T (54) 3055.2755 - evviva@lojaevvivabento.com.br 19


Um Pavilhão de Inspirações

Bancos da

A customização de bancos de madeiras levou arte e design para a população de Bento Gonçalves. Os olhares curiosos de homens, mulheres e crianças estampavam ao ver os bancos criados por designers criativos, artistas plásticos e arquitetos dos mais diferentes lugares do país. O Banco de Ideias, uma iniciativa da Casa Brasil, teve a intensão de promover a cultura do design na cidade e oportunizar o contato com o universo criativo que será vivenciado na feira. No total foram 40 objetos que, após a feira, serão leiloados e os valores revertidos a uma causa beneficente.

20

Fotografias: Divulgação

Criatividade

Mais uma novidade deve encher os olhos de quem participar da Casa Brasil 2011. O projeto Um pavilhão de Inspirações traz um espaço destinado exclusivamente ao design inspirado. O Sindmóveis, em parceria com o estilista e diretor de Criação Jum Nakao e das Arquitetas Tina&Lui, apostam em novos materiais e tecnologias que pretendem romper padrões, transformar valores e reconfigurar o mercado. A ideia destes renomados profissionais é a de transformar um simples pavilhão, em uma ferramenta para o exercício da criatividade. O Pavilhão F será ambientado com a união de diferentes materiais, simbolizando nossa típica brasilidade - na harmonia da união entre diferentes raças – e também colocando em prática o conceito Mottainai, baseado na lógica da existência de tudo o que nos rodeia. “São painéis todos feitos com sobras de matéria prima, espuma, tecido e madeira”, explica Denise Valduga, gerente executiva do Sindmóveis.


www.agomoveis.com.br

ESTILO, CONFORTO E SOFISTICAÇÃO Esperamos pela sua visita durante a Casa Brasil em nosso show room: Rua Raimundo Carvalho, 1517A ,Santo Antão,Bento, Gonçalves/RS - Fone/fax: 54 3453 1445

02 a 06 agosto | 9-12h

D ES I G N

D ES I G N

V

V

www.agomoveis.com.br

UN

UN

A A.G.O Home Idea apresenta uma nova marca, Mogano, produtos direcionados à alta decoração. A filosofia da Mogano é criar objetos de design que ultrapassem forma e conteúdo, de modo a transmitir sentidos ligados às emoções humanas: aconchego, conforto e bem-estar. Peças únicas minuciosamente pensadas para que o usuário sinta prazer tanto em mobiliar a sua casa, quanto em receber seus amigos e familiares nela.

Sofisticação | versatilidade | beleza | inovação - aguarde os produtos da Mogano

21


História e tecnologia brindam os 25 anos de Casa Cor SP Em 2011, Casa Cor completa 25 edições de sucesso na cidade de São Paulo. Reconhecida internacionalmente como o maior evento de arquitetura, decoração e paisagismo das Américas, e o segundo maior do mundo, Casa Cor chega à sua edição comemorativa com 56 mil m², 106 ambientes 155 profissionais e quatro mostras simultâneas: Realizou-se entre 24 de maio e 12 de julho, no Jockey Club de São Paulo. Ambientes que revelam o prazer de morar bem com tecnologia e conforto é o tema da edição 2011. O público teve a oportunidade de notar que a tecnologia, antes aplicada apenas em ambientes corporativos, também faz parte da rotina dos lares brasileiros, garantindo comodidade, economia de recursos e preservação do meio ambiente. Há uma forte demanda e um crescimento exponencial deste mercado, atenta às tendências do setor, Casa Cor trouxe esta temática para o evento. A mostra foi composta por 102 ambientes como: Living, Cozinha Gourmet,

Tudo de cor para você

Terraços, Joalheria Conceito, Antiquário, diversas Suítes, como a Suíte da Mulher Contemporânea, Suíte do Solteiro Convicto, Suíte do Preguiçoso, Suíte do Fanático por Futebol, entre outros. Vale destacar a Vila Casa Cor, ambiente que abrigou uma Capela ecumênica com um painel de seis metros de altura com detalhes compostos por mosaicos, além de ambientes especiais que prestaram homenagem a personalidades brasileiras como Fafá de Belém (cantora), Otávio Mesquita (apresentador) e Paulo Vilhena (ator). CASA KIDS Com a proposta de apresentar tendências do morar no universo infantil e teen para toda a família, a mostra Casa Kids, apresentou 11 ambientes como: Playground, Brinquedoteca, Cyber Game, Quarto do Bebê, além do Quarto da Menina e a Suíte do Menino. CASA HOTEL O segmento está em plena expansão em virtude dos importantes even-

Marta Manente Designer marta@martamanente.com.br

tos esportivos que o Brasil sediará como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Uma das marcas registradas da mostra é a homenagem às celebridades e personalidades brasileiras. Um seleto time é escolhido como fonte de inspiração para ambientes que reflitam seus gostos. Este ano os homenageados com suítes personalizadas em Casa Hotel são: Álvaro Garnero (empresário); Ana Botafogo (bailarina), Claudia Leitte (cantora), Gustavo Rosa (artista plástico), Luis Inácio Lula da Silva (ex-presidente do Brasil), Neymar (jogador de futebol), Ney Matogrosso (cantor) e Viviane Senna (empresária). CASA TALENTO A segunda edição da mostra Casa Talento, destaca de maneira especial a criatividade e o trabalho de artistas e designers em um espaço exclusivo. Peças originais em mobiliário, obras de arte e outros objetos , demonstrando o poder transformador dos detalhes em um ambiente.

Confira alguns ambientes: HALL DE ENTRADA Para compor o seu espaço e homenagear a edição comemorativa da Casa Cor, o arquiteto Julio Takano estudou a evolução do design nos últimos 25 anos. O resultado pode ser apreciado no Hall de Entrada que traz uma linguagem box concept, conceito minimalista resultante da adição e subtração de sólidos em outros sólidos. O destaque fica na aplicação de manequins com acabamento no tom prata, simbolizando o ano de aniversário do evento. Takano explorou também o tema “Dia a dia com tecnologia” através das TVs de LED, projetores e sistemas de sonorização de última geração para compor o ambiente. Já a sustentabilidade está presente nas placas de alumínio recicláveis de alto desempenho de isolamento térmico e acústico. O revestimento do piso é Madepar. O padrão escolhido foi lançamento Griggio.

TUDO DE COR PARA A Pró-Cor Tintas traz a Bento Gonçalves o projeto Tudo de cor para Igreja Cristo Rei, com o objetivo de restaurá-la através de uma nova pintura. E a cor é você quem decide.

Agora é com você!

100 95

Vote pelo site:

om.br www.procortintas.c

75

25 5

Apoio:

Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves

22

Mais Informações: PRÓ-COR Tintas: 54 3453.2764

0


Fotografias: Divulgação

SUÍTE GUSTAVO ROSA Para homenagear o artista plástico, sem deixar de mostrar as principais características de suas obras, as arquitetas Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli usaram materiais nobres e naturais como madeiras, pedras e palhas, além de cores bastante utilizadas nas obras de Gustavo Rosa, como os tons de cinza e branco. As arquitetas se inspiraram nas galerias de arte de Nova York e adaptaram o espaço ao gosto do homenageado. O estilo de vida de Gustavo também foi levado em conta. As arquitetas construíram uma adega, pois vinho é a bebida preferida dele, além de um quadro virtual na entrada da suíte, onde serão apresentadas as obras do artista. Projetos de automação de áudio e vídeo valorizam o ambiente, que será controlado por um painel touch screen.

SALA DE ESTAR E GALERIA O projeto de Aquiles Nícolas e Iara Kílaris utiliza as linhas curvas, as formas orgânicas e cores da natureza, com objetivo de trazer vida e movimento ao ambiente. A tendência apresentada é a sustentabilidade no traçado arquitetônico, criando assim um espaço aconchegante e agradável que acolhe a família e os amigos. Os visitantes são surpreendidos pela sinuosidade de um curso de rio no gesso do teto do ambiente, também utilizado na confecção de esculturas e móveis. A alegria e a cor da Sala de Estar ficou por conta da galeria de arte, onde quadros instalados em nichos especialmente projetados para a mostra recebem iluminação focada, ganhando destaque diferenciado.

23


24


25


design+negócios Iluminação em estandes Podemos falar do espaço de uma feira como show room comercial, loja conceitual ou, simplesmente, como um espaço de exposição do novo, do moderno, das combinações e adequações da luz à beleza. O estande e o show room são alternativos inteligentes e criativos de fazer autopublicidade. Para os fabricantes, atualmente, trata-se de uma ferramenta quase indispensável para promover seus produtos e fortalecer a marca em feiras nacionais e mundiais. O maior objetivo de um show room é integrar os produtos em um mesmo espaço, com ambientações diferenciadas, de forma que os visitantes possam ter uma visão pelo menos perto dos 360 graus de suas funcionalidades, acabamento e beleza. Tal objetivo pode ser alcançado com uma iluminação bem projetada e implantada, transportando, assim, o efeito visualizado – ou algo muito próximo dele – para o ambiente que se deseja iluminar. Uma ferramenta importante para isso é a iluminação. Projetar a luz, que cada dia ganha mais espaço  aqui no Brasil, é uma tendência mundial. Acompanhamos muitas feiras mundiais e a luz é importante para mostrar, valorizar, destacar produtos e até mesmo esconder infor-

mações desnecessárias. Costumo brincar muito com isso, mas é a pura verdade. Em um espaço comercial de uma feira, temos que ser objetivos, destacar produtos e marcas, por isso iluminamos o que os olhos do consumidor quer ver. Para isso existem projetos luminotécnicos ou o total desenvolvimento deles. Porém, aqui está o nó causador de muitas críticas. Este suporte é considerado uma pedra no caminho de alguns profissionais, principalmente decoradores e lighting designers. No entanto, há a necessidade de se ver com bons olhos essa extensão de serviços. É preciso entender que a área de projetos está lá porque muitos consumidores finais desejam cuidar sozinhos da iluminação de seus ambientes. Uma boa dica é sempre aliar-se a profissionais que entendem do assunto. A técnica aliada ao conhecimento do produto e do seu consumidor é a premissa de bons resultados para o sucesso dos negócios. Também é importante entender que se trata de um espaço permanente de exposição das inovações, onde o visitante tem a oportunidade de conhecer as vantagens de poder optar, dentre vários produtos, aquele que se encaixe às suas necessidades.

CenterLuz Iluminação Bento Gonçalves | 54 3454 6500 Farroupilha | 54 3268 6500 Caxias do Sul | 54 3419 6500 www.centerluz.com.br Giovani Foresti Carlet Especialista em Iluminação giovani@centerluz.com.br

26

O design no ambiente médico-hospitalar.

A atividade do design em produtos médico-hospitalares é vista de forma tímida onde o design ainda não é parte fundamental do processo de novos produtos como é para o moveleiro, ou para o projeto de outros artefatos da casa, por exemplo. A incessante busca pela humanização no meio médico-hospitalar traz à tona a necessidade de se pensar mais no usuário (paciente) como um ser movido por emoções, sensações e percepções, e não somente na função dos artefatos e equipamentos utilizados no seu tratamento. Neste contexto entra o design como uma atividade técnica, inventiva e criativa que tem o foco principal o ser humano. Embasado sobre essa premissa o projeto da Poltrona de Hemodiálise desenvolvido pelo escritório Intervento Design, e apresentado no Salão do Design da Casa Brasil atenta para a necessidade projetual em ambientes pouco assistidos pelo design. Com um desenho articulável a poltrona permite as cinco posições necessárias para o tratamento de hemodiálise. Além disso, o braço pode ser retirado da poltrona para que as pessoas idosas, obesas e feridas possam ter um melhor acesso ao assento pela lateral. O dimensional de 640 mm de largura também permite melhor acessibilidade a essas pessoas. O braço permite duas regulagens de altura e através de uma catraca interna ele pode ir sendo direcionado conforme o corpo da poltrona vai se articulando. A maior contribuição projetual deste produto está na solução para pacientes que possuem fístulas na dobra do braço e necessitem permanecer com o mesmo

estendido durante quatro horas sem poder dobrar. Com uma área de apoio de 250 mm e articulável para esquerda ou direita o paciente tem a oportunidade de poder mover melhor o seu braço, já que não pode dobrar. Com esta articulação também é possível que o paciente faça atividades no longo período do tratamento, como apoiar uma bandeja para comer, apoiar revistas, objetos, notebooks, entre outros. O resultado projetual para a poltrona de hemodiálise garantiu grandes diferenciais ao produto, como: braços articuláveis para permitir a mobilidade e o conforto do paciente para comer e fazer atividades durante o seu tratamento de 4 horas; construção das estruturas e materiais que garantam resistência, facilidade de assepsia e custo; todas as posições necessárias para que o paciente fique confortável no tratamento; posição trendelemburg para os casos de queda de pressão; posição maca; estética agradável remetendo ao mobiliário doméstico; e a contribuição do design para o meio hospitalar. Este projeto exemplifica como a interação do design com o objeto de projeto pode trazer soluções simples e eficazes para determinado problema, e como o design pode beneficiar o projeto de novos produtos para o meio hospitalar. O projeto da Poltrona de Hemodiálise do escritório Intervernto Design pode ser conferido no Salão do Design da Casa Brasil de 2 a 6 de agosto, das 12h às 20h no pavilhão F.

Juliana Desconsi Designer julianadesconsi@gmail.com


27


Fotografias: Divulgação

SOFISTICAÇÃO E REQUINTE PARA SEU AMBIENTE

Priscila Conte Penso Basso, Stela Maris Conte Penso, Euclides Vitor Penso e Igor Araci Basso, brindando a inauguração da loja exclusiva Omega Viratto

28

Com o objetivo de proporcionar produtos compatíveis às expectativas do mercado, cada vez mais exigente, a Omega Viratto oferece produtos que agregam beleza, sofisticação e qualidade. Focada neste mesmo objetivo, foi inagurada dia 1º de junho de 2011 a primeira loja exclusiva Omega Viratto, contando com uma linha de produtos diferenciados. Além de estofados, possui tapetes,

mesas de centro, de apoio e de jantar, objetos de decoração, poltronas, almofadas, pufs, sofás com chaise, luminárias, aparadores, quadros, cristaleiras e cadeiras. Materiais de alta qualidade, longa durabilidade e de excelente acabamento com design diferenciado. Nosso compromisso é adequar o produto a sua necessidade e prazo de entrega, com valores competitivos para o mercado.


Estou no vermelho. Semana passada, vi o saldo em conta corrente e – surpresa –, meu salário sumira consumido pelo meu desejo de pequeno burguês com bom gosto. O cartão de crédito absorveu quase um mês de trabalho convertido em valor de troca. Pelo quê troquei meu trabalho? Objetos. O que fiz? Compras, é claro. Todas absolutamente necessárias. Afinal, meu desejo só funciona por necessidades, converte tudo em necessidades urgentes. Creio que o seu também. Depois, obviamente, refletimos um pouco e avaliamos a necessidade das necessidades. Arrependemo-nos de nossos impulsos. Mortificamo-nos pela imbecilização da saciedade. Porém, ao menos, em raros momentos de clarividência, conseguimos teorizar sobre nossas atitudes ao ponto de classificarmos as necessidades em algumas categorias, tais como, de sobrevivência, de autoafirmação, de lazer e prazer, mas, principalmente, de cura. Não é de hoje que já se fala em shop therapy (o antropólogo Collin Campbel é uma das melhores referências, donde destacamos Ética Romântica e o Espírito Consumismo Moderno). Você está estressado? Cansado? Com taquicardia? Irritado? Depressivo? Com baixa autoestima? Nós temos a solução para os seus problemas. Roupas, automóveis, casas, perfumes, televisores, tapetes, cortinas, cortes de cabelo, panelas, estojos de maquiagem, computadores, máquinas fotográficas, livros, revistas, artigos esportivos, bebidas, pets, viagens, comidas, espelhos. Temos tudo para você canalizar sua fúria, sua energia, sua força vital, sua libido no reencontro com o prazer e dar um pontapé no tédio, no desencanto, no desespero. O comércio é uma grande farmácia. Alguns dizem que os objetos que nos circundam são o espelho de nosso estado d’alma. Discordo. Eles são nossa alma, são componentes de nossa alma, são máquinas produtoras de espírito, engrenagens maquínico-anímicas. E minha alma é muito exigente, é muito caro satisfazê-la. Faz-me exigências que comprometem mi-

nhas finanças. Nossa alma foi secularizada. Não funciona mais com promessas divinas. Não se sacia com hóstias. Nem mesmo com Mefistófeles, a não ser que seja muito eficiente, objetivo e rápido (não temos mais paciência com longos jogos religiosos). É uma questão de combustível. Uns motores trabalham com combustão a álcool, outros com gasolina, diesel. Minha alma exige gasolina aditivada. Porém, nem sempre posso alimentá-la dessa forma, e substituo por gasolina comum, por vezes, até adulterada. É óbvio que depois de certa quilometragem, terei de fazer reparos, caso contrário, ela não terá mais conserto. Estudei design, estudo o Design, e hoje posso afirmar que alguns designers são mecânicos da alma, clínicos gerais do espírito. Observam e analisam seu funcionamento, coletam sintomas, fazem o diagnóstico dos problemas e propõem soluções. Um novo engate aqui, um corte ali, sutura, monta, recicla ou cola. Alguns projetam soluções perversas para almas perversas, soluções sádicas para almas sádicas, e poucas vezes, soluções caridosas para alma caridosas. Em geral, criam-se soluções prazerosas para almas doentes, ópio para pacientes – placebo e simulacro. Sim, eles fazem o que Deleuze e Guattari afirmaram ser a atividade mais abjeta das ciências da alma – uma psicanálise do objeto, do gagdet, do automóvel, do pacote de massas. Talvez não uma psicanálise, muito complexa para mentes com más formações, mas uma psicologia cognitiva, mais esquemática, simplória, fácil de entender e boa de aplicar. Isso funciona? Claro, basta olhar ao redor! No entanto, particularmente, por vezes, encontro-me cansado e em busca de novos remédios. Alguém estaria a fim de fazer um clube da luta? Assim, quem sabe eu salve meu saldo do vermelho.

Prof. Douglas Pastori Coord. Design Gráfico UCS douglaspastori@gmail.com

Fotografias: Divulgação Punto Mobile

(Meta)Física do desejo

A Gestão do Design

A Gestão do Design é a administração dos processos relacionados a inovação, envolvendo o marketing, a engenharia, o design, a pesquisa, o desenvolvimento e a produção. Nela, os designers fazem análise de mercado, a conceituação, o projeto de produto, a comunicação e a introdução no mercado. Neste processo se observa que, além do produto, a imagem e o mercado, ou seja, o branding, tem um papel importante. Por isso o design não se resume a questões estéticas, mas tem grande participação nas questões econômicas. A pesquisadora Brigitte de Mozota, em seu livro Gestão do Design – Usando o design para construir valor de marca e inovação corporativa, explica que o gestor de design auxilia no atendimento das metas da organização e na coordenação de recursos em todos os níveis da estrutura. Por isso a gestão do design pode e deve auxiliar a empresa a desenvolver suas estratégias baseadas em uma cultura de design. Assim, a empresa se torna menos voltada aos produtos e muito mais orientada para a visão de todo o sistema organizacional, de como fazer negócios, servir clientes e oferecer valores. Desta forma a equipe de design ajuda na transformação dos grandes objetivos da alta administração em objetivos específicos, define e mobiliza recursos e controla a realização das atividades. O gerente de design age como um mediador entre a área da gestão do negócio e do departamento de design. A sua função não é a de criar o design de novos produtos, mas sim a de implantar as políticas e estratégias de design, com o objetivo de tornar os produtos e a marca da empresa competitiva. O gestor deve pensar estrategicamente, permitindo a inserção da cultura do design na filosofia da empresa. Pela sua posição estratégica, o gerente deve apoiar os supervisores e funcionários

na elaboração de produtos e sua divulgação; na formalização e gestão de problemas e feedbacks de clientes; na difusão de tendências e dos desdobramentos da visão estratégica. O gestor deve auxiliar na formulação do planejamento estratégico, diagnosticando as necessidades da empresa através da análise dos ambientes internos e externos a fim de estabelecer uma visão sistêmica do negócio. O gestor de design possui tarefas relacionadas ao próprio departamento de design com o objetivo de colocar em vigor a parte do planejamento estratégico da empresa pertinente ao departamento de design. O gestor é responsável pelo estabelecimento dos recursos para o design (humanos, físicos, internos, externos) e pela descrição dos processos, normas e procedimentos para a gestão de design. Tem a função de organizar e padronizar os processos, bem como a seleção da equipe, formulação de encargos e treinamento de novos membros, acompanhamento, controle e avaliação das experiências realizadas. Quanto ao relacionamento da empresa com os clientes, é necessário que o gestor de design entenda o contexto e busque novas oportunidades e novas necessidades de mercado. E por outro lado, os empresários precisam entender a importância que o design tem para alcançar um diferencial competitivo. Ainda mais neste universo empresarial cada vez mais globalizado, no qual o concorrente não está apenas ao lado com o mesmo produto, mas o concorrente pode ser qualquer outro elemento de valor significativo que desvie a atenção do cliente. Sendo assim, o designer numa empresa deve coordenar as atividades do seu departamento numa visão global, do todo, a fim de manter a empresa competitiva, usando a inovação como força estratégica e diferencial competitivo.

Rodrigo Delazzeri Designer Proprietário Punto Móbile rodrigo@puntomobile.com.br

29


Uma biblioteca de novos materiais

Fotografias: Divulgação

O trabalho “de fibra” de Renato Imbroisi

Com mais de 20 anos de atividade, o designer Renato Imbroisi apresenta a exposição Desenho de Fibra, no Pavilhão F durante a Casa Brasil. Estarão expostas cerca de 150 peças criadas por Imbroisi em parceria com artesãos têxteis de todas as regiões do Brasil, totalizando em torno de 30 projetos coordenados por ele. A ambientação do espaço terá, entre outros elementos, 100 painéis tecidos à mão utilizando diversos tipos de fibras, produzidos no Muquém, Minas Gerais, especialmente para a exposição. Na oportunidade também será lançado o livro Desenho de Fibra, escrito por Renato Imbroisi e Maria Emilia Kubrusly, sobre artesanato têxtil com design.

Pela terceira vez, a Casa Brasil promove o Material Connexion, um projeto que tem a intensão de oferecer a seus exibidores e visitantes a grande oportunidade de entrar em contato com uma gama de novos materiais, tecnológicos ou naturais e estimular a inovação. São mais de cinco mil tipos de materiais inovadores e sustentáveis. A Casa Brasil selecionou 160 amostras destes materiais, representando as últimas novidades, em sua maioria, para a indústria moveleira. A feira também disponibiliza uma biblioteca on-line, com acesso às informações sobre os produtos expostos.

Estúdios em Desfile inspiração do design

Um espaço destinado aos estúdios de design e profissionais autônomos da área. Essa é mais uma das novidades da edição da Casa Brasil 2011. O objetivo é mostrar que há um design de qualidade no Brasil e servir de inspiração e incentivo para as indústrias valorizarem e utilizarem o design brasileiro em sua produção. São 17 estúdios confirmados: Alfio Lisi, Aristeu Pires, Brunno Jahara, Alcantarino, Cosumann Design, Em2 Design, Eurico Ugaya, Fetiche Design, Para a Casa, Flávia Pagotti Silva, Llussá Marcenaria, Lattoog Design, Pedrazzi, Gorban - OR Design, Oz Design, Domingos Tótora, Arte Punch e Hans Donner.

A arte não tem limite de tempo. 30

por

em arte.


www.finger.ind.br

mais uma EXCLusiViDaDE Dos aLEmãEs: maDEiRa maCiÇa PaRa CRiaR amBiENTEs ÚNiCos.

Linha Venen. 100% madeira maciça, certificada e proveniente de reflorestamento.

Telefone: (54) 3452.7520 Rua Gal. Góes Monteiro, 371 Bairro São Franscisco - Bento Gonçalves -RS

O d e s ig n europeu com a p r e c is ã o a le mã .

31


Seminários para revelar tendências

Cadeira Fronteira Eucalipto Designer Eulália Anselmo Prima Design

Um congresso para os profissionais do futuro Mais uma novidade da Casa Brasil 2011 deve enaltecer os profissionais do design do futuro. O 1º Congresso Nacional de Design – Desenhando o Futuro será realiza nos dias 5 e 6 de agosto no Senai Cetemo, em Bento Gonçalves. Habitat, Cultura e Design é o tema escolhido para o primeiro congresso. Serão apresentados artigos de estudantes de design de todo o país, selecionados entre 154 inscritos, de 13 estados brasileiros e Portugal.

O evento, promovido pelo Sindmóveis, em conjunto com a Universidade de Caxias do Sul (UCS), Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos), Universidade Feevale e Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), tem objetivo de abrir espaço para acadêmicos da área de design apresentarem estudos, discussões e resultados de pesquisas de vanguarda no país, além de ser um espaço para troca de experiências com profissionais e empresários do ramo.

Experiência Design crianças desenvolvendo talentos Mais de 180 crianças esbanjando criatividade. Através do Projeto Experiência Design, promovido pelo Sindmóveis, alunos de duas escolas municipais de Bento Gonçalves participaram de oficinas coordenadas pelo designer paraense Carlos Alcantarino, criando móveis e objetos a partir de materiais descartados pela indústria moveleira, além de vinícolas e outras indústrias da região. A ideia é promover o acesso dos jovens a um segmento cultural por meio 32

de uma ação de incentivo ao design sócio ambiental e inclusão social. O resultado do projeto será exposto durante a Casa Brasil 2011, na semana de 2 a 6 de agosto, no Senai Cetemo, em Bento Gonçalves. “Serão mais de 200 trabalhos expostos. As crianças fizeram bolsinhas, espaços para a casa, luminárias, cadeiras, sofás, com sobras de tecidos, madeira, além de rolhas das vinícolas. Ficou muito bacana”, garante a gerente executiva do Sindmóveis, Denise Valduga.

Konstantin Grcic (Alemanha) - Natural de Munique, Alemanha, Konstantin Grcic começou a estudar design entre 1988 e 1990, no Royal College of Art, em Londres, após ganhar experiência como marceneiro e restaurador no Pernham College, também na Inglaterra. Depois de abrir seu próprio estúdio, o Konstantin Grcic Industrial Design, Grcic tem desenhado móveis e objetos de design para as mais prestigiadas marcas internacionais, como Magis, Moormann, Authentics, Vitra, Thomas/Rosenthal, Flos, ClassiCon, entre outras. Além disso, seus projetos, nada minimalistas, já receberam dezenas de prêmios internacionais e renderam a ele o convite de honra para a Bienal de Interiores Kortjk, na Bélgica, onde apresentou uma grande exposição de seu trabalho no ano 2000. Em 2001, seu candeeiro Mayday (produzido pela Flos) ganhou o Compasso de Ouro daquele ano e passou a fazer parte da coleção permanente do MoMa, em Nova Iorque. Grcic também foi nomeado Designer of the Year pela Design Miami 2010.

Fred Gelli (Rio de Janeiro) - É sócio– fundador e diretor de criação da Tátil Design de Ideias, empresa de Branding e Design, responsável pela criação da marca dos Jogos Olímpicos Rio 2016, com grandes clientes, como Natura, Nokia, Coca-Cola, dentre outros. Conquistou mais de 80 prêmios nacionais e internacionais, entre eles o iF Design Award; IDEA –USA; D&AD Global Awards – USA; Cannes Lions; Caboré – Brasil. Participou como jurado dos mais importantes prêmios internacionais de design, como D&AD Global Awards e Cannes Lions. É professor do departamento de Design da PUC-RJ,  onde ministra os cursos de Ecoinovação e Biomimética; membro do Comitê de Tecnologias Sustentáveis da Natura e palestrante em inúmeros eventos nacionais e internacionais sobre Design, Branding e Sustentabilidade.

Fotografias: Divulgação

Fotografia: Divulgação Prima Design

Fotografia: Tibor Bozi

A Casa Brasil surpreende a cada edição pela qualidade da apresentação dos expositores e pela proposta de oferecer inspiração, em um espaço para a cultura e troca de ideias. Os seminários internacionais deste ano devem revelar as tendências para o futuro do design. Veja os nomes confirmados.

Riccardo Blumer (Suíça) - Designer e arquiteto, Blumer tem forte atuação na Itália. Atende empresas como Alias, Artemide, Poliform e Desalto e tem no currículo prêmios como Design Preis Schweiz (Suíça) e Compasso d’Oro ADI Award (Itália). É professor de planejamento arquitetônico na Academia di Architettura na Itália. Já trabalhou na Domus Academy e no Instituto Europeu de Design, em Milão.

Renato Imbroisi (Rio de Janeiro) Renato Imbroisi é um dos principais nomes brasileiros quando o assunto é design têxtil. Tecelão e empreendedor, ele dissemina sua arte mundo afora, produzindo peças artesanais com a cara do Brasil. Faz parte do projeto “Bichos do Mar de Dentro”, no qual é responsável por produzir cachecóis, fantoches, bolsas e ursos de pelúcia, tudo com enfoque na fauna da região da Costa Doce, que inclui o chamado Mar de Dentro, e que se estende de Guaíba ao Chuí (RS), constituindo o maior complexo lagunar do mundo, formado pela Laguna dos Patos, Lagoa Mirim e Mangueira. Idealizou e foi o curador de exposições com enfoque no reconhecimento e na valorização da cultura brasileira, tais como “Natureza e Arte no Brasil Central” e “Meninas Geraes”, no Espaço Cultural BNDES, Rio de Janeiro, em 2002 e 2003, respectivamente; “Terra do Pau-Brasil”, Espaço Manabu Mabe, na Embaixada do Brasil em Tóquio, em São Paulo e Salvador, no ano 2000; “Mãos Mineiras”, também na Embaixada do Brasil em Tóquio, em1999; “Nó”, no Museu de Arte de São Paulo, Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, e Casa Cambuquira, em Belo Horizonte, em 1996; “As Marias”, em Bolonha e Milão, na Itália, em 2002; Projeto da instalação de uma escola de artesanato para a Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade, em Moçambique, e Idealização e curadoria para a exposição “Que Chita Bacana”,  no SESC – Belenzinho, em São Paulo, em 2005.


33


CADERNO AEARV

Nossa Obra ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DA REGIÃO DOS VINHEDOS Ano 25 – Edição 16 Editor Responsavel: Eng. Gil Palazzo – e-mail: gil@palazzo.com.br

Visconde de São Gabriel, 392, Sala 43 Bairro Cidade Alta | CEP 95700-000 Bento Gonçalves / RS | Fone: (54) 3451.9533

Palavra do Presidente

AEARV na Casa Brasil

Conforme o Sindmóveis, a “Casa Brasil é um evento de design e negócios, com exposição de produtos contemporâneos de alto padrão para arquitetura e decoração, exposições culturais e seminários internacionais. A convergência entre designers, fabricantes e lojistas consolida a Casa Brasil como uma referência única do setor moveleiro, acessórios, iluminação e utilidades domésticas na América Latina. O propósito de ser identificada como a nova referência para o mercado de móveis, iluminação, complementos e decoração de alto padrão. Em uma iniciativa pioneira no país, a Casa Brasil conta com uma curadoria formada por profissionais da área, os quais estabelecem critérios de seleção de expositores baseados em

Mais uma vez a AEARV estará presente na Casa Brasil, através da parceria entre AEARV e UCS. O estande foi instalado no pavilhão F, no parque de exposições de Bento Gonçalves. Os profissionais que participaram do projeto, criaram um espaço de integração entre as duas entidades, baseado no conceito da forma pura - o “Cubo”, onde a ideia era fracionar o mesmo criando assim uma área de convívio interno. Todo o estande será voltado ao seu interior, buscando a curiosidade do visitante. Foram utilizados materiais onde se manteve a sua composição natural: madeira sem tratamento e o aço enferrujado. Tudo isso sendo valorizado pelo resultado final da ambientação e

qualidade, atualidade e inovação.”. Estes tributos mostram a importância da feira para os nossos associados. A comissão da Casa Brasil, formada por nossos colegas arquitetos, dedicou-se durante o ano para a concretização do espaço AEARV + UCS. Esta comissão, que analisou materiais, tendências e viabilizou economicamente a participação da entidade, está pronta para apresentar o projeto. Devemos lembrar a importância de nossos apoiadores, que acreditam na nossa entidade. Durante a Casa Brasil, realizaremos o preview do Book dos arquitetos, apresentando seus participantes e preparando o lançamento que ocorrerá em setembro. Caro associado, visite-nos na Casa Brasil.

Eng. Gabriel B. Schuvartz gabriel@adubare.com.br

34

da iluminação. Equipe que participou da criação: Eliana Romagna, Fabiana Ruaro, Juliana J. Carlotto, Juliana Pereira, Juliana C. Stefani, Letícia Zanesco, Margit A. Fensterseifer, Maria A. Canozzi Herrera, Roberson Da Fré. Pela UCS colaboraram: Renata S. Medeiros, Paula L. Zwirtes, Douglas O. Pastori, Os seguintes fornecedores estão colaborando: Araupel, Cristo Rei, D&D Digital, Manfroi, Metalgiz, Procor tintas, Projeluz, Omega Viratto, Originale Maison, Sweet Home, Tedesco, Eng. Adilson Biasin. A AEARV agradece a todos que estão colaborando e tornando possível nossa participação.


Agenda 01.08.2011 a 31.08.2011 CASA BRASIL De: 02 a 06 de agosto Local: Pavilhões da Fenavinho Cidade: Bento Golçalves | RS

Feira de Intralogística - Embalagem, Movimentação, Armazenagem, e Tecnologia da Informação e Serviços

CONSTRUSUL De: 03 a 06 de agosto Local: “Centro de Eventos” da FIERGS Cidade: Porto Alegre

BRASIL MÓVEIS De: 09 a 12 de agosto Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi Cidade: São Paulo – SP

MOVIMAT De: 02 a 05 de agosto Local: Expocenter Norte Cidade: São Paulo | SP

MAQUINTEX De: 09 a 12 de agosto Local: Centro de Convenções do Ceará Cidade: Fortaleza – CE

Feira de máquinas, equipamentos, e serviços para a indústria têxtil. Ocorrerá de forma paralela o concurso BRASIL FASHION DESIGNERS.

FEBRAMEC De: 01 a 05 de agosto Local: Pavilhões da Festa-da-Uva Cidade: Caxias do Sul-RS

ROADSHOW PINI – Soluções sustentáveis em Fachadas Dia: 17 de agosto Local: Hotel Continental Cidade: Porto Alegre-RS Informações pelo site www.pinieventos. com.br ou pelo fone (11)2173.2395

PLASTECH De: 16 a 19 de agosto Local: Pavilhões da Festa-da-Uva Cidade: Caxias do Sul-RS

genharia e Arquitetura). Está em estudo o segundo curso da AEA, que é sobre “Gerenciamento de Obras”. Os palestrantes de cada curso são, respectivamente, a Arq. Daniela Corcuera e o Eng. Leonardo Manzione. Informações e pré-inscrições diretamente com a secretaria da AEARV, pelo fone (54) 3451.9533 ou pelo e-mail aearv.bg@ gmail.com

CIDADE COLABORATIVA O Conselho Federal de Engenharia Arquitetura e Agronomia promove uma campanha para criar a cidade ideal. No endereço http://www.cidadecolaborativaconfea.com.br você pode acompanhar o andam:ento. Entre no site e responda a pergunta “Que tal construir uma cidade moderna com suas idéias?”, confira e participe.

EXPOAGAS De: 23 a 25 de agosto Local: Centro de Eventos da FIERGS Cidade: Porto Alegre

Para o Futuro Pavilhões da Festa da Uva Caxias do Sul-RS

CURSOS PROMOVIDOS PELA AEARV NO SEGUNDO SEMESTRE:

18 a 21 de outubro – Mercopar 24 a 27 de novembro – Construfair

Já está definido que a AEARV apresentará o curso “Gestão de Escritórios de Arquitetura e Design de Interiores”, considerado de grande valia pelos associados. O evento está aberto também para demais interessados. O curso será apresentado através da AEA Cursos (Academia de En-

Centro de Eventos da FIERGS Porto Alegre - RS 27 a 30 de outubro - Expoacabamentos

35


comemora 15 anos

Desde que assumi a entidade em 1º de janeiro de 2011, colegas, principalmente engenheiros e arquitetos me perguntaram: Afinal, o que faz a Ascon? Quem e quantos são os associados? Como ela funciona e por aí vai. Por isso aproveito a oportunidade para tentar esclarecer. A Ascon existe há 15 anos. Ela foi fundada em 18 de março de 1996 por um grupo de empresários construtores (14 empresas), que na época, em função do surgimento do Programa Bento Qualidade, e com o apoio do CIC e do Sebrae, participaram de um curso de qualidade total. Com isso, foi criada uma diretoria da Construção Civil e consequentemente surgiu a ideia de formar a Ascon. Até foi cogitado em ser sindicato, mas a maioria optou por associação, principalmente pelo fato de ter por trás o respaldo do Sinduscon-RS. Eu sou o oitavo presidente e o mandato é de dois anos. Atualmente a diretoria é composta por mim e mais seis vice-presidentes, cada um responsável por uma área específica. Temos hoje 55 associados, entre construtoras, incorporadoras e prestadores de serviço. São feitas no mínimo duas reuniões por mês, sendo uma de diretoria e outra “aberta” onde todo o associado tem a oportunidade de participar. Das reuniões, são geradas atas que são enviadas aos associados para que todos possam saber o que está “acontecendo” na entidade. Temos nossa sede em uma sala no CIC, com uma secretária que divide o dia respondendo pela Ascon e por outras duas entidades. Quem já participou de diretorias de associações, tem noção de como é uma entidade. Mas, além do dia a dia, destaco algumas situações: A Ascon é quem negocia diretamente com o Sitracom (Sindicato

da Indústria da Construção e do Mobiliário de Bento Gonçalves), o dissídio coletivo da categoria. Anualmente a Ascon realiza o Censo Imobiliário de Bento Gonçalves, o qual apresenta para seus associados e para a população em geral, como está a situação dos imóveis, quantos foram construídos, quantos estão à venda, qual foi a velocidade de venda, valores médios, etc. Também está sendo realizado o Salão do Imóvel/Feirão da Caixa, o qual propicia aos associados exporem seus produtos à população. A entidade procura fazer constantemente algum tipo de evento (palestras, seminários, visitas técnicas, reuniões, etc.) com o intuito de aprimorar o conhecimento dos associados; gerando com isso melhor qualidade em suas obras. Para tanto, conta com o repasse de recursos do Sinduscon-RS. Eventos estes que na sua grande maioria são realizados em parceria com a AEARV. Ela também ocupa cadeira em vários conselhos municipais, como Complan, Compahc, Fórum, dentre outros. E a nível estadual tem cadeira no Conselho Estadual da Construção Civil; este é composto por Sindicatos de várias cidades, e são feitas reuniões mensais em diferentes cidades, inclusive em Bento, trocando ideias, experiências e debatendo assuntos e de interesse do setor. Tirando a questão das empresas / profissionais autônomos, dá para dizer que em linhas gerais, os interesses da Ascon e da AEARV se confundem. Enfim, de uma maneira bem sucinta, espero ter conseguido passar aos meus colegas um pouco de “como funciona” a Ascon. Aproveito para parabenizar o “Nossa Obra” pelo excelente retorno que este nos trás.

Eng. Irani Raimondi Presidente ASCON VINHEDOS

36

Sucesso nas décadas de 1970 e 1980, o papel de parede seria sinal de requinte, luxo e bom gosto. Porém, com a passagem dos anos perdeu status e ficou esquecido por algum tempo. Quem usava papel de parede sofria de mau gosto e seria no mínimo dispensável. As tintas estavam novamente no seu auge com um máximo de cores nunca antes atingido e as mais diversas características. Porém, a tecnologia evoluiu não só para as tintas, mas também para os papéis de parede, hoje requintados, luxuosos, sofisticados, de fácil aplicação, e de impacto imediato em qualquer decoração. O papel de parede está ganhando terreno e volta a marcar pontos, e hoje aparecem com grande frequência nos projetos de decoração. Ao contrário do que acontecia nas décadas passadas, hoje pode se contar com uma imensa gama de padrões, imagens, desenhos, fotos e painéis fotográficos e listras, feitos com base em diferentes materiais como vinil, fibras naturais, camurça e seda. Há alguns modelos nacionais, mas a grande variedade são os importados. No exterior, já existe até mesmo papéis de parede em 3D, com diferentes formas e padronagens que parecem saltar da parede. Além da questão estética, o avanço da tecnologia também está por trás da volta por cima do papel de parede. Atualmente, temos opções que podem ser utilizadas inclusive em lavabos e cozinhas, caso dos papéis vinílicos e emborrachados, que são mais resistentes. Não se recomenda o uso em banheiros, visto que o vapor do chuveiro faria à cola, que é composta a base de água, se soltar rapidamente. A superfície deve estar lisa, nivelada e sem umidade. É possível também aplicar sobre azulejo, desde que ele esteja perfeitamente regularizado.

A força do papel de parede no mercado hoje vem principalmente das suas vantagens: grande durabilidade, fácil aplicação e fácil manutenção. Enquanto a pintura precisa ser refeita a cada dois anos, o papel de parede tem uma durabilidade de cinco a dez anos. É um revestimento muito interessante, principalmente pela rapidez com que se consegue modificar um espaço. Outra vantagem é que sua aplicação gera bem menos sujeira e sua limpeza é muito simples, basta passar uma bucha ou pano úmido, ou ainda o aspirador de pó. E use apenas produtos neutros, nunca os abrasivos. No caso de enjoar da padronagem, é possível colocar um modelo sobre o outro, caso a primeira instalação ainda esteja em perfeito estado. Alguns cuidados de projeto podem aumentar a durabilidade e facilitar a conservação do papel de parede, principalmente nos ambientes úmidos, onde o rodapé deve ser mais alto (para evitar molhá-lo quando o chão for lavado). Em bancadas, o rodabancada ou espelho do tampo, também deve ser dimensionados de modo a evitar respingos no papel de parede. Uma maneira prática e bastante versátil de inovar a decoração de um ambiente, seja ele clássico, moderno, rústico ou tradicional.

Arq. Urb. Fabiana Ruaro fabianaruaro@gmail.com Fotografias: Divulgação

Ascon Vinhedos

Papel de parede volta à moda.


DRESSCODE

NO TRABALHO Vestir-se adequadamente no ambiente de trabalho é precondição para quem quer se dar bem profissionalmente. Discrição é fundamental e qualquer excesso, é inadequação. A roupa que você usa pode ajudar a passar a imagem certa. A roupa para trabalhar deve ser apresentável, confortável e se adequar ao ambiente da empresa. Dica fundamental: Conforto é sempre importante, mas no caso de estar em evidência isso

pesa ainda mais. Roupa que marca, que se mexe muito quando a gente se mexe, que repuxa, que não para no lugar, que marca quando a gente sua, devem ser evitadas. Tem que estar confortável, com dignidade, em 360° - de frente e de costas, sentado, agachado e mais. Todo guarda-roupa profissional tem “escalas de formalidade”, pra homens e mulheres. O dresscodes profissionais podem ser formais, semi-formais, casuais ou esportivos. Cada um com seus próprios

códigos de vestir. Na dúvida do dresscode adequado, é bom pensar em quem a gente vai ver, encontrar, visitar durante o dia. Também é válido pensar em que posição a gente quer assumir (na vida). A adequação do traje de trabalho tem a ver com a atividade, com o local e o horário em que será usado. Caso não for um uniforme obrigatório, segue o que se recomenda para o traje em geral: considerar a idade e o físico da pessoa.

A roupa de trabalho sofre ainda mais alguns controles: deve guardar uma certa harmonia de nível entre os empregados, não exceder em luxo aos colegas, e sobre tudo ao chefe. Porém, não há medidas para o bom gosto. Este não depende de luxo, nem precisa respeitar hierarquias. Acredito que guarda-roupa de trabalho é guarda-roupa que valoriza o nosso trabalho e não a gente. Mas isso não quer dizer que a nossa personalidade não pode fazer um papel importante nessa história!

Ricardo Rambo Estilista ricardobrambo@hotmail.com

Dia dos Pais O CC AA RR II NN HH O

EE

.. II NN SS PP II RR AA ÇÇ ÃÃ O.O.

% 20 10X ou

desconto desconto vista ààvista

semsem juros juros

EXCLUSIVIDADE E SOFISTICAÇÃO

Shopping Bento Gonçalves . Loja 03 . 54 3452.2693 L’América Shopping Center . Loja 203 . 54 3052.0399 37


Fotografia: Divulgação Allê Design

Mais opções de Design na Serra

Do jeito que o setor moveleiro precisa Unisinos oferece formação profissional e complementar em Design Mobiliário, com ênfase na produção seriada.

Estético, formal e funcional. Com o objetivo de preparar profissionais para que desenvolvam produtos criativos e inovadores, conforme realidade da indústria moveleira, a Unisinos oferece a formação profissional e complementar em Design Mobiliário, com ênfase na produção seriada. O curso está com inscrições abertas até 22 de agosto e a oferta ocorre na sede da Unisinos em Bento Gonçalves, com duas aulas no Senai/Cetemo. A atividade é realizada em parceria e ministrada por profissionais do Centro Tecnológico do Mobiliário e da Escola Técnica do Mobiliário de Bento Gonçalves, orientando-se pelas referências de comportamento, materiais, acessórios e aca-

38

bamentos trabalhados pelo setor. Além disso, orienta sobre aplicação e prototipagem dos diferentes tipos de materiais, revestimentos, ferramentas e equipamentos na construção do móvel. De acordo com o professor Carlo Franzatto, um dos coordenadores, o grande diferencial da formação é a ênfase na produção seriada, que acompanha um dos grandes nichos de mercado da região. “Além de considerar questões referentes às fases concepção e desenvolvimento do produto, o curso aprofunda os aspectos produtivos envolvidos no projeto.” Inscreva-se e saiba mais em http:// www.unisinos.br/formacao-profissional-e-complementar/

Alinhada com as questões referentes à área de Design desde 2006, quando a Escola de Design Unisinos foi lançada, em parceria com a POLI.design – Consorzio Del Politécnico di Milano, a Unisinos, que já possui oferta em todos os níveis acadêmicos na capital, em 2011 estende seu portfólio para a Serra Gaúcha. Além dos cursos de formação profissional e complementar, será lançada, ain-

da no primeiro semestre do próximo ano, a especialização em Design Moveleiro, em Bento Gonçalves. Além disso, haverá nova turma da especialização em Design Estratégico, em Caxias do Sul, onde curso já ocorre. Toda a oferta de pós-graduação na região estará com inscrições abertas a partir de 15 de outubro. Conheça o trabalho da Escola de Design Unisinos através do site www.unisinos.br/design

Sobre a Unisinos Serra Presente na região desde 2009 - em Caxias do Sul e Bento Gonçalves - a Unisinos oferece possibilidades de qualificação em áreas como gestão, design, direito e tecnologia da informação, alinhando-se às necessidades do mercado local. Hoje a instituição disponibiliza nos locais cursos presenciais, entre especializações e MBAs, e a distância, estes com encontros presenciais em São Leopoldo. Além disso, a Serra abriga um polo de educação a distância com oito cursos de graduação. A oferta integra a estratégia de expansão da universidade, que conta também com unidades em Porto Alegre, além do

campus no Vale do Sinos: são 21 programas de pós-graduação (mestrados e doutorados) que contemplam as mais diversas áreas. Em graduação, além do polo de educação a distância de Caxias do Sul, outras seis cidades também contam com cursos EAD: Santa Maria, Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo, Florianópolis (SC), além de Curitiba (PR). As sedes da Unisinos na Serra estão localizadas na Rua Feijó Júnior, 1.132, no bairro São Pelegrino, em Caxias. Em Bento Gonçalves, a instituição está localizada no Centro, na Rua Treze de Maio, 675, 2° andar.


:

a h l o c s e a n e t Acer

ais dê P s o d a i D no ente! s e r p e d s o i relóg 10X 48,40

ou 387,20 à vista

especialista em visão 10X 28,60

ou 228,80 à vista

10X 74,80

ou 598,40 à vista

Rua Marechal Deodoro, 139 - Sala 11 - 54 3452.5933 Rua Saldanha Marinho, 10- Sala 104 - 54 3452.2149 Rua José Mário Mônaco, 393 - Loja 02 - 54 3452.5796

Quem nunca ficou com aquela dúvida na hora de se vestir para uma festa chic? A festa de formatura, pelo seu requinte, exige uma composição perfeita entre vestido, make up, penteado e acessórios. É muito importante saber combinar corretamente todos esses itens para formar um look elegante e moderno para um dia tão esperado e especial. Sinônimo de glamour e elegância, a festa de formatura pede acessórios à altura e, para não errar na escolha, vale seguir algumas regras básicas. Por

exemplo: Se a escolha do vestido para a festa de formatura for por um tom dourado ou prateado que apresente muito brilho, faça a opção por acessórios foscos e vice-versa. Além de estar atenta a tonalidade do vestido, também é muito importante identificar se o modelo escolhido para a noite da formatura apresenta muita informação, nesse caso, é recomendado usar acessórios mais discretos, mas, nem por isso, menos glamorosos, já se o vestido for mais liso, é possível usar acessórios mais poderosos e extravagantes.

Fotografia: Anderson Pagani

Dicas Mel de Assis

39


40


41


Dicas de Viagem Itália O país da bota A Itália é uma das mais fortes economias mundiais. Isso ninguém pode negar. Mas nenhum dinheiro do mundo compra o verdadeiro tesouro italiano, que é seu patrimônio cultural. Em quase toda a esquina, construções históricas e importantes para a cultura ocidental, como a Torre de Pisa, o Coliseu, a Catedral Duomo, a Basílica de São Pedro, entre outros monumentos. Estando na Itália, é ‘’proibido’’ sair de lá sem provar alguma das deliciosas massas, acompanhada por um saboroso vinho.

Portugal O paraíso colonizador Portugal é o típico país que conquista os turistas pela receptividade do seu povo. Os castelos são ingredientes da viagem que devem ser vistos à parte, pois contemplam a história do local. Saindo de Lisboa, os museus e as casas chamam a atenção com suas fachadas azulejadas - este adereço, inclusive, é a marca registrada de Portugal. A paisagem é de tirar o fôlego: ovelhas e natureza emolduram um cenário. Os restaurantes portugueses guardam delícias para os que queiram se esbaldar. Quanto aos doces, os mais tradicionais são os papos de anjo e toucinhos do céu.

42


Panambra A tecnologia e durabilidade da Volkswagem O aumento da exigência do consumidor é uma constante em todos os segmentos da economia. A inovação nos produtos e serviços é uma forma eficaz para a conquista de novas fatias de mercado. Além disso, o anseio por produtos personalizados vem crescendo de forma consistente. No limite, o usuário deseja “montar”

seu próprio carro a partir dos componentes disponíveis, escolhendo um a um os itens de acabamento, opcionais, etc. E também no que se refere a qualidade, o consumidor passa a ter novas expectativas, especialmente em termos de design, desempenho, segurança, confiabilidade e economia. Com sua diversidade de modelo, a

Panambra se aproxima cada vez mais do desejo de seus cliente, possuindo modelos para cada estilo e personalidade, com o DNA Volkswagen da melhor engenharia e tecnologia produzida pelos alemães, o que é sinônimo de qualidade e durabilidade.

Quem tem um Polo elogia o design, o torque do motor, o bom valor de revenda, o espaço interno e a quantidade de itens de série como Airbag e freios ABS. Mas há ainda uma vantagem adicional: como não tem grandes mudanças estéticas nos quatro anos em que está no mercado, ele passa por um modelo zero-quilômetro com facilidade, o que representa um certo sinal de status para seus donos.

Compacto pra quem vê. Valente pra quem anda. O CrossFox 1.6 vai além de ser um carro moderno, que combina ótima direção e tecnologia com a aparência imponente e arrojada de um veículo esportivo, além de Airbag e freios ABS de série. Por dentro, tem a praticidade e a versatilidade já conhecidas da linha Fox. Ele é o carro esportivo ideal para quem tem espírito aventureiro. Já no item design, conta com um pára-choque esportivo e spoiler traseiro na cor do veículo.

Pelo prazer de dirigir. Só de olhar, já dá para sentir a emoção de dirigir um Golf Sportline 1.6: design moderno, direção hidráulica com coluna ajustável, motores de alta performance, ar-condicionado eletrônico, I-System e piloto automático

Vicente Miranda Gerente comercial Panambra Bento Gonçalves

Jetta Variant

Tão rápido que nem precisava ser tão bonito.

Rua Francisco Luiz Bertolini, 121 - Bairro Conceição – Bento Gonçalves RS – Fone 54 2102.8000

Panambra Bento Gonçalves

43


Frango na Brasa

Ingredientes 1 lata de cerveja 1 frango 3 colheres de sopa de óleo de soja 3 dentes de alho Sálvia Alecrim Manjerona Coentro Cebolinha verde Louro Colorau Pimenta a gosto

Preparo: O ideal é abrir o frango no meio para facilitar o assar. Coloque todos os ingredientes, exceto a cerveja e o frango, no liquidificador e bata bem. Peneire tudo, Em seguida, acrescente um pouco de cerveja. Aperte bem os ingredientes com as mãos para retirar o suco. Despeje o tempero (suco do tempero) sobre o frango e deixe-o de molho por algumas horas. Lembre-se que a carne do frango demora um pouco mais do que a carne vermelha, devendo ser assada a uma altura maior e por mais tempo, para não queimar por fora e ficar crua por dentro. Receita sugerida pelo Restaurante e Churrascaria do Barracão.


Risoto de Alcachofra Ingredientes para o Risoto: 3 colheres de sopa de óleo; 4 colheres de sopa de cebola picada; 2 xícaras de arroz ; 10 corações de alcachofras cortados em quatro pedaços. Ingredientes para o Brodo:

Modo de Fazer o Brodo: Colocar tudo frio em uma panela e deixar cozinhar lentamente. Modo de fazer o Risoto: Colocar o óleo em uma panela. Unir a cebola e refogar até ficar transparente.

1 ½ litro de água com sal; cenoura; salsinha e salsão; cebola; 1 carcaça de galinha; 1 pedaço de osso de boi.

A SEGUND

01/08

QUINTA

04/08

Colocar o arroz (sem lavar) mexendo até ficar transparente nas pontas. Adicionar o brodo concha a concha mexendo sempre. E ir intercalando com 350ml de vinho chardonnay Don Giovanni. Na metade do cozimento colocar os corações de alcachofras. Quando estiver pronto colocar o queijo parmesão. O cozimento leva aproximadamente 30 minutos.

Fotografia: Divulgação

Bom apetite.

TERÇA

QUARTA

02/08

03/08

SEXTA

SÁBADO

05/08

06/08


Lar, Dolce’Lar!

Rodrigo Foresti da Construtora Serrana e Raquel de Marco do Hotel Dall’Onder brindaram o sucesso da inaguração com Solange Pavan

Inaugurada na avenida mais charmosa da cidade, a Dolce’Lar Italínea reuniu autoridades, imprensa e convidados para conhecer uma loja de muito bom gosto e requinte. Além de desfrutar da belíssima estrutura, os convidados foram carinhosamente recepcionados por Solange Pavan e Silvano Peruzzo que, na oportunidade, emocionaram com seus agradecimentos. Parabéns e sucesso à equipe que zela por um doce lar!

Fotografias: Pavan e Raquel Konrad

A anfitriã com as arquitetas Cenira Mazzotti e Adriana Peccin

Os empreendedores Solange Pavan e Silvano Peruzzo

Janete e Paulo Zatt, da Zatt Imóveis com os engenheiros Fábio Ticiani e Marcelo Ticiani da Construtora Ticiani


Prefeito Roberto Lunelli, Ivanor Ferro, diretor comercial da Italínia, Ricardo Farina, diretor presidente da empresa, Solange Pavan ao lado do pai Luis e irmão Marcos

Solange Pavan, Ricardo e Margarete Farina e a filha Letícia Farina

Silvano Peruzzo, Simone Pilão, Solange Pavan e Daniel Valenti

Lucrécia, Vanda e Fernanda, Equipe Dolce’Lar, preparada para bem atender

Cristina Pasqualotto e Eduardo Pasqualotto, da Engepas, parabenizaram a calorosa recepção de Solange Pavan

Marinês Rampon da Public, Natal de Barba da Natal Fitness, Janete Grégio da Jane Beauty prestigiaram o evento


Jornal Design | Serra - Edição IV  

Um jornal diferente.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you