Page 1

Distribuição Gratuita

Edição do Anunciante

Ano I - Edição IV

R$ 4,90

VIDA

Cuidados com a pele no outono | inverno CASA

Jovens empreendedores na construção civil ESTILO

Especial Dia dos Namorados 1


EDITORIAL O outono é sempre uma agradável e refinada estação. As folhas secas pelo chão e o clima da Serra favorecem um ar europeu resultando em pessoas muito bem vestidas. Porém, com a queda de temperatura a qualidade de vida é sempre um pilar, em evidência, que norteia o equilíbrio entre corpo, mente e espírito. Para isso, preparamos dicas de profissionais mesclando áreas de atuação a fim de fortalecer práticas cotidianas e incentivar novas técnicas para o bem estar de nossa saúde. Enaltecendo a AEARV, que está conosco a cada edição mostrando o trabalho da Associação e o empenho de seus associados que buscam oferecer métodos inovadores e eficazes para a sociedade, entrevistamos dois jovens empreendedores engenheiros, que nos esclarecem fatos relacionados à construção civil, bem como seus anseios na área de engenharia, para que sua casa possa tornar-se o seu refúgio tranqüilo e aconchegante, de acordo com as diversas sugestões de decoração que apresentaremos a seguir. Nesta edição, abordamos em especial o Dia dos Namorados, a data mais romântica do calendário e, como poucas, é capaz de operar milagres, como o de rejuvenescer o coração. Também faz o milagre de converter corações de pedra em gotas de orvalho, pétalas de rosa, melodias angelicais, sedosas palavras, gestos refinados. Aproveitamos, então, para sugerir mimos, presentes e lugares especiais para esta comemoração, alimentando assim nossos corações e, fortalecendo este sentimento inexplicável. Afinal de contas, é o amor que faz a diferença! Silvana Aibel Silvia A. Perusso

EXPEDIENTE CAPA Os enamorados Letícia Sperotto e Maurício Tecchio vestem os despojados looks da Pastore Griffes e Identidade Homem, respectivamente, e acessórios Mel de Assis. O Make ficou por conta da Iva Espaço da Beleza, por Miriane Buckel Rosalen. A rusticidade somada à elegância do Espaço Gastronômico Casa Vanni e ao belo prato da chef de cozinha, Jerusa Vanni, resultaram nos clicks do fotógrafo Anderson Pagani.

2

Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvana Aibel | Silvia A. Perusso Diagramação: SimpleComm | www.simplecomm.com.br Jornalista Responsável: Marlove dos Santos - Reg 6668/28/57 Assessor Jurídico: Ranulfo Cardoso Fernandes Junior OAB/GO 19915 Tiragem Mensal: 10 mil exemplares Impressão: Gráfica Serafinense Abrangência: Serra Gaúcha Circulação Dirigida: Segmentos Vida | Casa | Estilo Contato: 54 2621.3134 | contato@jornaldesign.com.br


3


Sinta os benefícios da uva na pele e fique protegida neste inverno Depois da exposição ao sol e ao calor do verão, novas ameaças pairam sobre a pele dos homens e mulheres. O ar seco, o frio, o vento e os banhos quentes, típicos do inverno, são inimigos que precisam ser contidos o mais rápido possível, sob pena de provocar estragos sérios. Desde o início da humanidade, os benefícios da uva contribuem para a beleza e a saúde das pessoas. Com o passar do tempo, os ativos das uvas têm sido muito estudados e vêm substituindo muitas substâncias químicas e abrasivas encontradas em cosméticos. Assim, a Vinoterapia, que se baseia no tratamento da pele através de ativos derivados da uva ou da videira, apresenta comprovadamente efeitos benéficos à pele, e resultados muito positivos para a pele nesta estação onde a mesma requer cuidados especiais.

4

Com uma linha cosmética exclusiva desenvolvida a partir dos princípios ativos das uvas vitis viníferas e ativos modernos, a Vinotage Cosméticos está localizada no coração da maior região produtora de uva e vinho do País, a Serra Gaúcha, no Rio Grande do Sul. Os cosméticos Vinotage trazem na composição, os polifenóis das uvas, complexo de bioflavonóides conhecido como Procyanidolic Oligomers que possuem ação comprovada contra os radicais livres e podem ser vinte vezes mais potentes que a Vitamina C e cinquenta vezes mais potentes que a Vitamina E, harmoniosamente combinados com os demais ativos para levar os benefícios dos frutos da videira a seus produtos, atualizados com os resultados das mais recentes e inovadoras pesquisas científicas.

Destaque para os hidratantes corporais Banho de Uvas e Leite de Uvas, que possuem além dos polifenóis da uva (efeito antioxidante e protetor da pele), altas concentrações de Ômega 3 e Ômega 6. Assim, é possível se observar melhora na pele, que vem de dentro para fora como o aumento das fibras de colágeno e efeitos antiinflamatórios, além de um excelente efeito anti-aging. Cada embalagem concentra as propriedades benéficas da uva, visando acentuar e prolongar a saúde e a beleza naturais da pele e corpo e transferir a energia positiva dos produtos Vinotage a quem valoriza a auto-estima pessoal. Venha nos visitar na Av. Independência 1011 sala 03, Centro – Garibaldi/RS Fone: 54 3462 3158 www.vinotage.com.br


Amamentação: prazer ou obrigação? O ato de amamentar pode ser facilmente conduzido, desde que a mãe esteja disposta e tenha recebido o devido preparo durante o pré-natal. Demanda tempo, disponibilidade e dedicação, mas é extremamente compensador, quando orientado desde a gestação. De acordo com o Centro de Estudos do CPDT (Centro Pré-Natal de Diagnóstico e Tratamento / RJ), a realização de exercícios para as mamas e mamilos durante a gestação visando o preparo dos mesmos para a amamentação não demonstrou ter algum benefício de acordo com as evidências mais modernas. Os resultados das pesquisas referentes ao “preparo” das mamas fundamentam-se no oferecimento de informações, condições sociais, familiares, psicológicas e emocionais para ocorrer de forma saudável. Fato é que, sem orientação técnica,

preparo e apoio adequados, esta prática pode facilmente, ser abandonada pela mãe. Muitos profissionais acabam apoiando a mãe nesta desistência, até mesmo para que não se sintam culpadas ou “obrigadas a desempenhar” uma função que demanda tanta dedicação e paciência, bem como, para não provocar conflitos pessoais e emocionais, principalmente entre a maternidade e o profissionalismo da mulher atual. Ao constatar a dificuldade da mãe em amamentar, incentivam o uso de mamadeiras e fórmulas infantis para amenizar a culpa da mulher e por ser mais fácil, em primeiro momento, desistir da amamentação. Porém, muitas vezes, não é valorizada a necessidade secreta desta mãe, em amamentar seu filho. Em virtude de todo um sucesso nesta prática e satisfação total das mães que defendem e dedicam-se

ao aleitamento materno com prazer, publicamos nesta matéria, algumas considerações de extrema importância sobre a amamentação: - A amamentação deve ser conversada e aprendida, durante o período da gestação, e não após o nascimento do bebê, como num passe mágica; - Amamentação não tem segredo, mas tem técnica; - Toda gestante será capaz de produzir leite para alimentar o seu bebê; - Mamilos não projetados dificultam a técnica e favorece o abandono precoce da amamentação; - Mulheres com mamilos totalmente invertidos, podem prepará-los antes de engravidar ou próximo ao parto, facilitando desta forma, a pega correta do bebê ao seio da mãe; - Opiniões e interferências sem fundamentação científica e respaldo

técnico, refletem de forma negativa no sucesso desta experiência; - A técnica incorreta da amamentação transforma-se em sofrimento para a mãe, sendo uma das principais causas para o abandono precoce do aleitamento materno e da justificativa para recorrer a mamadeiras e chupetas; A assistência prática para o ato de amamentar após o nascimento do bebê, desde que realizada por profissionais, é fundamental para o sucesso da lactação. Papel importante para auxiliar mãe e bebê neste período, pode e deve ser estabelecido com a interferência e incentivo de todos os envolvidos com a gravidez, bem como, por meio do suporte assistencial e emocional, geralmente oferecidos em cursos e encontros para gestantes e casais, favorecendo o entendimento e a liberdade de escolha da mãe, em querer ou não amamentar.

Enfermeira Daniela Donini Mamma Bella Assistencial Fone: 54 3452.4227 mammabella@mammabella.com.br www.mammabella.com.br

5


Jovens empreendedores na construção civil Bento Gonçalves é uma cidade muito acolhedora e com oportunidades de crescimento. Em entrevista, conversamos com Marcelo Rodrigo Ticiani e Fabio Cezar Ticiani, ambos formados em Engenharia Civil pela UPF. Marcelo também é pós graduado em estruturas pela mesma instituição e em Perícias e Avaliações pela PUCRS e Fábio pós graduado em Produção Civil na PUCRS. Naturais de Ciríaco, na região noroeste do Rio Grande Sul, onde seus pais Nair e Darci Ângelo Ticiani ainda vivem, tomaram gosto pela engenharia na loja de materiais de construção do pai. Depois de formados mudaram para Bento Gonçalves, onde com muito trabalho, dedicação e conhecimento conquistaram a confiança da comunidade e lideranças comunitárias dirigindo a Ticiani Engenharia e Arquitetura. A empresa desenvolve projetos e construções, do planejamento a execução da obra. Jornal Design | Porque escolheram Bento Gonçalves? Marcelo e Fabio | É uma cidade que acolhe muito bem os visitantes, que tem muitas oportunidades de trabalho e também valoriza quem tem espírito empreendedor e vontade de crescer. JD | Quais as principais dificuldades que enfrentaram na carreira? MF | O período de maior dificuldade certamente foi no início da carreira, época em que o profissional liberal busca a inserção na sociedade a fim de conquistar a confiança dos clientes. JD | Como vocês descobriram esta veia de empreendedores? MF | Ou você nasce com ela, ou não. O que você descobre no mundo real, em um certo momento, é que você é capaz de fazer algo diferenciado e que o sucesso é uma consequência do trabalho realizado.

Fotos: Anderson Pagani

JD | Na opinião de vocês, o que é indispensável em um projeto?

6

MF | Ser elaborado e acompanhado por um profissional habilitado, sempre atendendo as normas técnicas e as necessidades do cliente. JD | Um engenheiro passa por reciclagem? MF | Sem dúvida, é importantíssimo


estar sempre atualizado, principalmente contando com auxílio das universidades e cursos técnicos, buscando se inteirar de novas técnicas construtivas e novos materiais que surgem no segmento. JD | Consideram a tecnologia importante para a sua vida profissional? Por quê? MF | Muito importante, a evolução tecnológica tem possibilitado realizar trabalhos com melhor qualidade e apresentação, e com maior rapidez. A facilidade de comunicação então mudou e acelerou muito todos os processos na construção. JD | Dentre os seus projetos, qual deles merece destaque? MF | Destaque especial para os prédios que projetamos, pois buscamos sempre proporcionar aos moradores o conforto e segurança desejados, aliados a funcionalidade e beleza. JD | O que faz a diferença para um recém-formado no mercado de trabalho? MF | Bom relacionamento, agilidade

e disponibilidade são algumas qualidades que farão a diferença em um profissional. JD | O que diriam aos jovens que estão diante das escolhas profissionais? MF | A área de Engenharia e Arquitetura são profissões um tanto promissoras, porém o jovem que pretende entrar no mercado de trabalho a nível profissional, deverá se identificar com a área, para justificar a sua escolha. JD | Como analisa o futuro da engenharia no país ? MF | Vejo com grande otimismo na medida em que o estado exerça o seu real papel, estimulando a formação profissional e fazê-lo dentro de um contexto vinculado à educação para o desenvolvimento. JD | Qual a expectativa para o Brasil, com tanto investimento em infra-estrutura, a fim de sediar eventos esportivos tão importantes como a Copa do Mundo de 2014? MF | O futuro do Brasil é virtualmente maravilhoso. Mas tudo pode se trans-

formar em pó se não houver a compreensão adequada de que só a educação dará às fundações de conhecimento, base de qualquer desenvolvimento social e econômico. Estão aí os exemplos do Japão, da Coréia e de outros países que, graças à educação, conseguiram prosperar e oferecer melhores condições de vida aos seus cidadãos. JD | Qual é a importância de participar de uma entidade como a AEARV? MF | A Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos possibilita a oportunidade de aprimoramento profissional através de cursos, palestras e treinamentos, além de proporcionar a integração e troca de expe-

riência entre os profissionais associados. É também uma força junto à sociedade na fiscalização e reivindicação por melhorias na comunidade. JD | Quais os rumos da Ticiani Engenharia? MF | Sempre trabalhamos com o intuito de servir as necessidades dos nossos clientes, aliado às novas tecnologias e a boa prática de execução, focando na elaboração de projetos e construção de edificações, sejam elas residenciais, comercias e industriais. Assim, a Ticiani Engenharia e Arquitetura pretende continuar trabalhando para aprimorar cada vez mais a qualidade dos serviços e o atendimento aos clientes.

7


Transformar conceitos de tendências na prática do design industrial. As tendências estão globalizadas e fluídas. O caminho é unânime para todos os setores. Do automóvel, a moda e ao mobiliário. Basta olharmos criticamente o comportamento e movimento da sociedade como um todo, que o design de móveis trilhará o mesmo caminho. Traduzir e transformar informações teóricas na prática do design industrial é tarefa que demanda técnica. A tendência deve ser analisada com questionamento e não simplesmente seguirmos na cópia fiel da Europa. O interessante é identificar o que o mercado brasileiro comprará dentro das nossas realidades. No momento, a realidade brasileira na sua grande maioria se apresenta em residências com espaços reduzidos. Nós criadores de produtos, temos que ter a percepção de orientar nossos clientes pela escolha de produtos que garantam multifuncionalidade e praticidade. A Europa está ditando tendências para o mundo de sensações de aconchego que se apresentam desde nas matizes de cores de acinzentados a terrosos e

numa infinidade de combinações de tons coloridos e diferenciados. Porém, as cores estão sendo utilizadas de forma correta, internamente no mobiliário e pontual no ambiente. As decorações e fachadas dos móveis estão mais duradouras. As cores blasés se estendem por toda a casa. Em todas as matérias primas e acessórios, como no tecido, vidro e painéis. É possível perceber e transformar nossos projetos na escolha correta de materiais e acabamentos que transmitam estas mesmas sensações de calor e conforto. Mas, temos que ter ainda mais os sentidos apurados para perceber as tendências nas formas, funções, acabamentos e tecnologias. São escolhas e especificações que podemos orientar para um produto ter ainda mais a aceitação do consumidor. Tendência é um dos quesitos que interpretamos para desenvolver novos produtos. O nosso desafio diário é criar formas e tecnologias inovadoras dentro da nossa realidade, a brasileira!

Marta Manente Designer marta@martamanente.com.br

8


Center Luz Iluminação também em Caxias do Sul

A Center Luz conta com três lojas: Bento Gonçalves: Rua Visconde de São Gabriel, 497 Fone: 54 3454 6500 Farroupilha: Rua Pinheiro Machado, 64 Fone: 54 3268 6500 Caxias do Sul: Rua Pinheiro Machado, 2941 Fone: 54 3419 6500

È com grande satisfação que a CenterLuz Iluminação, a loja de iluminação mais inovadora da Serra Gaúcha, abriu mais uma filial , desta vez no coração de Caxias do Sul. “Arquitetos, decoradores e clientes poderão conhecer os produtos diferenciados que estamos trazendo para Caxias e região”. A Loja tem uma fachada imponente e conta com dois andares de loja , um laboratório especializado de luz e conta com uma equipe de profissionais dinâmicos e entendida no assunto. “Afinal iluminar o dia-a-dia dos nossos clientes é nossa especialidade”. A Center Luz, esteve na maior feira de tendência mundial em Milão, a Euroluce. O especialista em Iluminação Giovani Foresti Carlet retornou com as novas tecnologias de led para iluminação residencial e para projetos comerciais, os led’s estão mais eficientes e com melhor qualidade de luz, hoje a Center Luz aplica nos projetos o led’s que você encontra na Europa porém com valores muito mais competitivos, isso nos torna um grande incentivador desta tecnologia e traz muitos benefícios aos clientes como, por exemplo a economia de energia, baixa manutenção, baixa emissão de calor entre outros. Faça como vários clientes, vá ate uma de nossas lojas e conheça estas novas tecnologias e solicite um acompanhamento do seu projeto, ou um orçamento sem compromisso, teremos o maior prazer em lhe atender da maneira que você merece.

A.G.O. Desenvolvida no estilo Art Retro ela alia conforto, funcionalidade, versatilidade e conceitos estético-formais contemporâneos. É construída sobre uma base de alumínio polido, com armação de madeira com origem certificada FSC e espuma de alta densidade. A poltrona decant é apropriada especialmente para personalizar seus ambientes, sendo oferecida em diversos padrões de revestimentos.

AKEO Sensibilidade e atenção aos materiais de pesquisa e novas utilizações inovadoras para uma melhoria contínua de produtos, esteticamente agradável e atemporais: a única forma de medir objetos nascidos das reais necessidades de quem os escolhe. Estilo e versatilidade são as palavras que resumem o puxador Petra. Inspirado no desenho geométrico que agora imprime a tridimensionalidade no desenho da superfície do metal. O desenho do puxador Petra remete a superfície rústica, de uma pedra esculpida.

PRIMA STORE

Visite o site: www.centerluz.com.br

Giovani Foresti Carlet Especialista em Iluminação giovani@centerluz.com.br

Da designer Eulália de Souza Anselmo, o Sofá Vimeiro é uma peça diferenciada da Prima Store, como todas diga-se de passagem. Maços de vime natural amarrados com imbira e arame tornam a forma de um sofá único, de personalidade marcante. Almofadas em algodão natural complementam o estilo da peça.

9


Sobre o conceito de design Três bilhões e 450 milhões: é o que afirma o Google sobre o número de vezes que aparece a palavra design em páginas da internet do mundo inteiro. Por meio desse dado, não é exagerado afirmar que é uma palavra de uso universal. No entanto, o que quer dizer o emissor de uma frase onde aparece binômios como hair design, body design, food design, experience design, systemic design, strategic design, design thinking, emotional design, fashion design, interior design, product design, graphic design, web design, ecologic design, sustainable design? Certamente, não se trata de significados iguais, e não acredito também que haja uma semelhança entre todos eles. Ou seja, há conceitos diferentes de design, e o que alguém quer dizer com o uso dessa palavra em um determinado contexto talvez não seja o mesmo que outros queiram dizer com outros usos. A fim de procurar um entendimento em comum e não só divergências, é preciso definir o conceito da palavra design, caso contrário, o diálogo se torna inviável. No entanto, o diálogo só é necessário e possível em um espaço de pensamento diferencial, composto por posições divergentes, pois, em um consenso onde há somente posições equivalentes e ideias dominantes, não há troca de informações, logo, não há aprendizagem, não há transformação. Os conceitos só nascem e florescem em ambientes que ofereçam condições propícias para isso. Há uma ecologia do conceito. Que condições são essas? Em um ambiente de estabilidade, onde a previsão domina o horizonte de eventos, dificilmente há necessidade de invenção de novos conceitos, afinal, todos seriam dados de antemão. Mas também, em um ambiente de instabilidade, isso se torna muito difícil, devido à impermanência de ideias capazes de se encontrar e propor pontes e laços próprios à complexidade da composição conceitual. No entanto, segundo Gilbert Simondon, estabilidade e instabilidade, ordem e caos, eram os dois únicos modos de entendimento sobre a existência dos seres até a descoberta moderna do estado de metaestabilidade. O Que é a metaestabilidade? Ao estudar o princípio de individuação, Simondon rejeita as duas teorias clássicas que dominam as explicações sobre a origem e o desenvolvimento das coisas, isto é, a

teoria substancialista, a qual afirma que os seres são compostos por minúsculas partes indivisíveis – os átomos –, e a teoria hilemórfica, que defende que a existência de qualquer indivíduo depende da ação de uma forma sobre uma matéria. Na primeira teoria, já se parte de indivíduos, que se tornam, assim, inexplicáveis. Na segunda, fica-se refém de um plano mágico do além – o mundo das ideias de Platão – que atuaria sobre a matéria, em si passiva, mas único veículo possível da manifestação das formas. Novamente, nem a forma nem a matéria se tornam explicáveis por si, pois somente teríamos acesso ao resultado de sua conjunção, sem podermos acompanhar o processo de informação e materialização das coisas. Para tanto, Simondon propõe um deslocamento de perspectiva: devemos nos posicionar antes da criação das coisas. Nessa posição, encontramos um estado pré-individual que o filósofo chamou de metaestável. O que observamos aqui? Um campo de forças, de potências, mas não seres, indivíduos, unidades, coisas. Não há nada identificável, não há identidades. São clivagens, aglomerações, contrações desse campo de forças que vão disparar processos de surgimento dos seres. Big Bang. Não falta nada para a metaestabilidade, pelo contrário, tudo transborda, tem-se sempre a mais, e os seres surgem como tendências mais ou menos fortes inerentes a essa dinâmica, nunca completos, acabados, mas somente resultados parciais. Logo, os indivíduos não passam de uma fase mais ou menos estável, e a própria palavra indivíduo se torna velha. O que temos são planos de consistência, platôs. Sim, palavras novas e conceitos radiantes como diamantes. E assim também surge e se destrói o conceito de design. Portanto, no momento, não importa defini-lo, mas tentar entender as condições de seu surgimento e transformação (que fica para um futuro ensaio). Mas atenção! Ao pensarmos com o conceito de metaestabilidade, deslocamos tanto a teoria hilemórfica que abastece o conceito tradicional de design (veja-se Flusser), assim como a teoria substancialista, a qual recorrem alguns cientistas do processo projetual. Isso pede, portanto, um novo conceito de design, uma nova teoria de design, uma nova visão sobre as práticas e métodos de design. Estamos abertos a sugestões.

Prof. Douglas Pastori Coord. Design Gráfico UCS douglaspastori@gmail.com 10

design+negócios A empresa orientada pelo Design em busca da inovação. O Design cresce cada vez mais visto como um importante recurso estratégico. No entanto, apenas poucas empresas dominam verdadeiramente a abordagem do design orientado para a inovação. Neste contexto o Design é o elemento central do processo de negócio, agregando valor aos produtos e criando novos mercados. Há poucos estudos hoje sobre como as empresas podem alcançar com sucesso esses resultados. Portanto, entender melhor o que significa fazer o design fundamental para o processo de negócio e desenvolvimento da cultura da inovação nas empresas é fundamental. Interpretando o processo de desenvolvimento de novos produtos com a integração dos conhecimentos, dois pontos são fundamentais: o conhecimento sobre a disponibilidade de novas tecnologias e o conhecimento sobre as necessidades do clientes. Na primeira a forma de guiar a inovação é através de uma pespectiva conduzida pelo mercado (indústrias). A inovação resulta de uma pesquisa da empresa em atividades de desenvolvimento que, através da identificação e desenvolvimento de novas tecnologias, permitem a criação de novos produtos. Os seja, primeiro se identifica a tecnologia, depois se insere no produto. Na segunda abordagem, o mercado (pessoas) é a principal fonte de inovação e desenvolvimento de novos produtos e é uma conseqüência direta das necessidades explícitas expressas pelos consumidores. O pressuposto fundamental desta abordagem é que as necessidades do usuário são elementos explícitos que podem ser identificados, capturados e convertidos em novos produtos que satisfaçam essas necessidades. Em uma abordagem vista sob a ótica do design, a inovação decorre de uma terceira fonte, a que agrega conhecimentos sobre as necessidades do usuário e oportunidades tecnológicas: o motor da inovação é a capacidade de compreender, antecipar e influenciar o surgimento de novos sentidos aos produtos. Assim, a inovação orientada pelo design é baseada na idéia de que cada produto tem um significado especial para os consumidores; estilo é apenas uma linguagem possível que pode ser explorado para comunicá-lo. Inovações incrementais são adaptações feitas aos produtos numa evolução contínua e natural de melhorias adotadas pelas

empresas. Na inovação radical os fatores de mercado perdem a importância, visto que as inovações originam novos cenários culturais. Quanto mais a tecnologia representa um meio de gerar uma mudança de sentido, mais a abordagem impulsiona a inovação tecnológica, e pode ser considerada também como impulso de design. Ou seja, após o produto da inovação radical ser inserido no mercado o paradigma de como as pessoas usam as coisas é alterado. Um exemplo disso é a massificação da internet e a criação do e-mail, o que praticamente colocou a escrita de uma carta em desuso. A grande maioria das pessoas hoje não escreve mais cartas para outras contando as novidades. As empresas que oferecem as melhores soluções em termos de produtos hoje no mercado são as empresas que são orientadas pelo design. O pensamento projetual aplicado a inovação investiga a tecnologia e os significados dos produtos para os seus públicos de forma hábil descobrindo novas respostas e também novas perguntas. Esta não é uma tarefa somente do design ele precisa constantemente da colaboração dos outros setores da empresa além da relação muito estreita com os fornecedores externos que controlam diferentes tecnologias. Empresas orientadas pelo design criam novas aplicações aos produtos, ao invés de novas tecnologias para o mundo. Os departamentos de P&D das empresas deveriam gastar seus investimentos em pesquisas sobre a linguagens dos produtos e como as pessoas as compreendem ao invés de desenvolver novas tecnologias sem sentido. As tecnologias oriundas de outros segmentos podem servir de solução para um novo produto que terá maior sucesso pois compreendeu a essência da necessidade. Considerando que a introdução de inovações radicais de significado aos produtos requer muita experiência de terceiros, uma rede de abastecimento que oferece suporte a experimentação de novas tecnologias é particularmente importante. Os recursos do projeto envolvidos no processo de inovação devem ser alocados de modo a favorecer a criatividade e a possibilidade de exploração e recombinação. Não é possível para uma empresa orientada pelo design possuir ou desenvolver internamente todas as competências necessárias para inovar; em suma, os recursos do projeto devem ser obtidos a partir do exterior, desenvolver parcerias é uma boa solução.

Juliana Desconsi Designer julianadesconsi@gmail.com


Tecnoarte | loja renovada, assim como sua casa pode ficar! Do clássico ao contemporâneo, a TecnoArte – Móveis e Decorações - tem por objetivo despertar diversos sentidos e emoções através de seus móveis e novos ambientes. A loja conta com salas de jantar e estofados direto de fábrica e agora também adornos e peças decorativas de bom gosto que complementam e embelezam ainda mais os ambientes. Totalmente revitalizada, demonstra a preocupação em sempre oferecer os melhores móveis para complementar os ambientes, como: home theaters, aparadores, mesas de centro, espelhos e outros. Possui design próprio e diversas composições de matérias primas, buscando sempre se remodelar em sintonia com tendências da casa moderna.

A loja está sendo apresentada com uma composição de tons aconchegantes e elaborados para despertar as melhores sensações e criar atmosferas especiais também nas residências dos nossos clientes. Confira os ambientes diferenciados , que oferecem conforto e ousadia através de peças básicas de decoração, como lustres ou almofadas integrados perfeitamente aos estofados e mesas de jantar. Também, da mesma forma com outras cores marcantes em peças ousadas como mesinhas de canto ou de centro coloridas, que combinam com papéis de parede, cristais e tapetes se destacam e criam espaços contemporâneos. Não se esqueça, na próxima vez que quiser renovar o seu ambiente dê um toque de arte nele, com a TecnoArte.

anos

11


12


13


Foto: Gilmar Gomes

Começou a Expobento 2011 A comunidade bento gonçalvense está em festa, no clima da Expobento, uma feira sem limites. A diretoria da 21º edição, liderada por André Sain, preparou uma feira recheada de atrações, entre elas o Salão Automotivo, um dos projetos mais visitados na Expobento. As maiores e melhores mar-

cas de automóveis estarão neste local com suas novidades e lançamentos. Carros, motos, caminhões e acessórios estão à disposição no Salão Automotivo que já provou ser um projeto vitorioso pelo número de negócios que são fechados e os altos valores que o setor movimenta.

Diretoria Expobento 2011

Segundo o Presidente da ExpoBento 2011 André Sain, “este é sem dúvida um ano vitorioso para este projeto, pois é a primeira vez que temos tantas marcas presentes”. Cada expositor trabalha o seu mar­ keting da melhor forma possível em seu estande para atrair o público visi-

tante. Durante os 12 dias da feira são esperados em torno de 180 mil visitantes nos estandes dos mais de 400 expositores. ExpoBento - Variedade, qualidade e bons negócios de 2 a 13 de junho no Parque de Eventos em Bento Gonçalves.

21ª edição

Variedade, Vari iedade, qualidade qua alidade e bons negócios. negócioss.

02 a 13 de Junho

Segunda a Sexta - 18h às 22h30min Sábados - 10h às 22h30min Domingos e Feriado - 10h às 21h

Apoio:

14

Confira a programação completa:

www.expobento.com.br/programacao Realização:


CADERNO AEARV

Nossa Obra ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DA REGIÃO DOS VINHEDOS Ano 25 – Edição 15 Editor Responsavel: Eng. Gil Palazzo – e-mail: gil@palazzo.com.br

Visconde de São Gabriel, 392, Sala 43 Bairro Cidade Alta | CEP 95700-000 Bento Gonçalves / RS | Fone: (54) 3451.9533

Eng. Gabriel B. Schuvartz gabriel@adubare.com.br No mês de maio realizamos o “Workshop sobre revestimentos metálicos em ACM” nas instalações do Hotel Viverone, em Bento Gonçalves/ RS. As apresentações de soluções para revestimentos utilizando ACM e execução de coberturas em policarbonato foi alvo de grande interesse dos associados, que participaram em grande número na palestra. Para a realização deste evento contamos o apoio da D&D Comunicação Visual Especializada e da

Ascon Vinhedos. No mesmo período realizamos um ciclo de palestras, em conjunto com a Ascon Vinhedos, no Auditório do CIC, sobre o uso de materiais sustentáveis na construção civil. Nele acompanhamos a apresentação de produtos com utilização de matérias-primas 100% recicláveis, que substituem materiais tradicionais e com uma boa relação custo-benefício. A utilização de iluminação com led’s, o uso de materiais provenientes de reúso, entre outros, mostraram que hoje é cada vez mais viável técnica e economicamente a utilização de mate-

Eng. Marco Antônio de Sena Pereira marco@poletto.com.br

Caros leitores, o assunto que trago a essa coluna, é polêmico e interessante, apesar de

parecer simplório. Ele é o responsável direto, pelo sucesso ou fracasso do profissional ou empresa que milita na construção civil. Vamos apenas relembrar juntos alguns tópicos que julgamos importantes para quem vai iniciar e terminar um orçamento de construção civil. Primeiro a definição clássica: “O orçamento é um produto definido, informando o valor para a realização de um determinado produto ou serviço, as condições necessárias para a sua realização, o objeto a ser realizado e o prazo para que este produto ou serviço se realize.” Lembramos que a boa técnica orçamentária, exige identificação clara do produto e/ou serviço. Somado a isso, a descrição correta, quantificação, análise e valorização de uma série de itens, requerendo técnica, atenção e, principalmente, conhecimento de como se executa uma determinada obra e/ou serviço. Um bom orçamento, começa num bom projeto. Se o projeto não é bom, ou seja, não define com clareza as especificações, não mostra corretamente espessuras, elevações, vistas, etc., definitivamente, não teremos um orçamento confiável e sim uma estimativa de custos. O que um bom orçamento realmente consegue, é uma avaliação de custos bem precisa e em função do qual a empresa construtora irá atribuir o seu melhor Preço de Venda. Em geral, um orçamento é elaborado

Palavra do Presidente riais ecologicamente corretos. Gradativamente a conscientização ambiental vai tomando corpo e fazendo parte do dia-a-dia da comunidade. Sem dúvida uma das grandes responsáveis pelo crescimento da consciência ambiental na nossa região é a Proamb (Fundação Bento Gonçalves Pró-ambiente) que comemorou 20 anos de fundação no mês corrente. A dedicação e empenho dos envolvidos nesta grande causa geram o sucesso desta instituição. A nossa região recebeu nestes dias a decisão de que o aeroporto regional será instalado em Vila Oliva, infeliz-

mente distante 90 km de Bento Gonçalves. A partir deste momento cabe a nós unirmos forças para garantirmos a execução deste empreendimento. Novos debates surgirão, porém devemos demonstrar união regional para a efetiva concretização desta obra. No dia 17 de junho, realizaremos a palestra com o eng. Fernando Sabattini, o qual é mestre e doutor pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, onde ele irá expor seus conhecimentos sobre a utilização de processos inovadores na construção civil. Contamos com a presença de você neste grande dia.

Com a palavra A DIRETORIA - O orçamento de obras

classicamente e simplificadamente, considerando-se: • Custos diretos: Mão-de-obra própria ou terceirizada, materiais e equipamentos. • Custos indiretos: equipes de supervisão, taxas, emolumentos etc. • Preço de venda: Incluindo custos diretos e indiretos e adicionando-se o BDI= taxa de administração central, impostos, custos financeiros e o lucro líquido da operação. O BDI (Bonificação ou Beneficios e Despesas Indiretas) é um índice definido previamente pela empresa construtora que se aplica à planilha de custo. É sempre uma das tarefas mais difíceis ajustar o orçamento e gerenciamento às reais necessidades do negócio. Essa não é tarefa fácil, pois as formas de gestão são variáveis e dependem do amplo conhecimento do mercado. Outra questão fundamental é, ao finalizar um orçamento, efetuar-se a verificação e checar se os preços de vendas parciais e finais estão em conformidade com a prática vigente no mercado. Algumas técnicas são: • Comparar ítens de grande peso, com auxílio da curva ABC (oportunamente falamos mais dela). • Comparar o custo do metro quadrado final, com o custo por metro quadrado vigente no mercado. Esperamos, de forma absolutamente simplória, abordar o tema e chamar a atenção sobre sua importância. 15


Nossa Obra Eng. Gil C. Palazzo da Rosa gil@palazzo.com.br

Curso Prático de

TECNICAS PARA DESENVOLVER UM BOM PROJETO Pela aplicação de técnicas e práticas do Gerenciamento de Projetos. Parte III – O DOMINIO DO TEMPO (O cronograma) Nos capítulos anteriores aprendemos quais as três principais fases de um projeto, depois aprendemos como utilizar a “Ferramenta do curioso” como técnica básica a ser utilizada desde o início até as últimas etapas do mesmo. Agora trataremos de como obter o tempo para executar todo o nosso projeto, e como controlaremos todas as suas etapas. Começamos com a “imaginação”, passando pelo “caminho”, até chegarmos no “objeto imaginado” – veja os capítulos anteriores para entender bem os conceitos. Ao usarmos nossa “Ferramenta do curioso”, mesmo tendo respondido as perguntas, o que poderá nos faltar será o estabelecimento do tempo, desde o início até concluirmos todas as etapas e fases do projeto com segurança, e para isto precisamos elaborar o cronograma. O cronograma é uma ferramenta importante para que se responda as perguntas “quando?”. Quanto mais detalhada for a lista de atividades, tarefas, etapas e fases de nosso projeto, mais preciso será o nosso Cronograma. É claro que poderá ser estipulada uma data-chave para termos o nosso projeto concluído, e isto determina um formato de trabalho para esta obtenção. Esta normalmente não será a melhor maneira para se começar a calcular ou estabelecer o tempo deste projeto. O CRONOGRAMA Cronograma, basicamente, é um instrumento de planejamento e controle, onde são listadas e detalhadas as atividades a serem executadas. É um dispositivo importante para o controle das atividades que foram previstas e suas respectivas realizações, não só para o acompanhamento, quanto para eventuais necessidades de correções de desvios que surjam durante o desenrolar das atividades. Com isto poderemos ter certeza de concluir o projeto no tempo previsto ou até mesmo antecipá-lo. No gerenciamento de um projeto, um cronograma é um artefato importante para o estabelecimento dos custos a partir das previsões de duração / tempo de cada atividade deste projeto. Isto permite que seja feita uma análise de viabilidade antes da aprovação final para a realização deste projeto. Para que tenhamos a duração deste projeto com segurança, precisaremos, então estabelecer este cronograma. É necessário dizer-se que um cronograma preciso, é criado a partir de informações reais, “quentes”, obtidas por fatos históricos anteriores e iguais aos que queremos usar, ou por medições de tempo de tarefas semelhantes, e que serão executadas do mesmo modo. A perfeição do cronograma estará atrelada a uma lista de atividades tão detalhada quanto se possa obter, aos dados de tempo de cada uma, a seqüência de atividades atreladas entre si, e 16

dependentes uma das outras. Sim, se não fizermos a interdependência entre atividades e tarefas, poderemos errar na obtenção do prazo final do projeto. Também devemos pensar que pode-se ter atividades não dependentes ocorrendo paralelamente, o que reduzirá o prazo. Outra possibilidade, quando poderemos reduzir o tempo, é termos mais recursos sendo utilizados simulta-neamente para obter os resultados. Por exemplo: isto significa que se aumentarmos a quantidade de mão-de-obra aplicada na obtenção de um item, reduziremos o tempo para obtê-lo. Com este recurso altera-se o tempo total. Isto tudo poderá estar contido na lista de atividades ou tarefas, dando clara imagem de cada item deste cronograma, e definindo o tempo total - a data final. OS TIPOS DE TEMPOS DE DURAÇÃO DO PROJETO Bem, considerando que, quando estabelecemos um objetivo, automaticamente imaginamos um tempo para atingi-lo, temos aí um tipo, definido como o tempo desejado. Este tal tempo desejado para a obten-ção, muitas vezes poderá ser inatingível, não porque não chegaremos nele, mas porque passaremos dele. Temos de pensar sempre nos tempos extremos: o minimo tempo possivel e o máximo tempo aceitável. Hora, veja que estes três dados lançados inicialmente, são dados de suposição, ou de imaginação. Para um bom projeto, não podemos ter suposições, mas sim um bom cálculo para o tempo – teremos aí o tempo calculado, normalmente estabelecido a partir de um cronograma detalhado de todas as atividades. Quando não se pode ter dados para calcular e mesmo assim se estabelecer um tempo, teremos aí o chamado tempo estimado, principalmente quando sujeito a alguma variação causada por tarefas cuja estipulação da duração não tem um tempo certo definido ou mesmo dependendo de fatores não controlados. O tempo de duração de uma atividade, quando estabelecido em um cronograma inicial que estabelecerá a duração de um projeto será chamado de tempo previsto, e pode ter sido obtido por cálculo, por comparação a outra atividade semelhante ou simplesmente por suposição (por estimativa). COMO FAZER UM CRONOGRAMA NA PRÁTICA Um cronograma básico, nada mais é do que uma lista de todas as atividades, tarefas, etapas ou fases, contendo informações adicionais, tais como: tempo de duração de cada item, Intervalo entre itens, atividades ou tarefas que devem preceder (isto é, que devem ser executadas antes, para que a nossa nova tarefa possa ser iniciada; por exemplo: o telhado de uma casa só pode ser colocado depois que as paredes estejam construídas). Nem sempre, ao se iniciar a fazer um

cronograma, se tem a lista de tarefas, então cabe ao executor, estabelecer esta listagem. Um executor de cronograma que desconheça o todo ou parte do que será feito, provavelmente fará um cronograma errado. Por isto é necessário obter todas as informações possíveis antes de iniciar a montagem desta lista. Fazendo-se uso de informações repassadas pelo executores poder-se-á se aproximar do que efetivamente acontecerá e se estabelecer uma data-chave de finalização. FERRAMENTAS DE INFORMATICA PARA OBTENÇÃO DE CRONOGRAMAS: Esta listagem poderá ser feita diretamente dentro do software Microsoft Excel, a planilha eletrônica mais utilizada no mundo atualmente, que oportunizará ao usuário ter dados calculados pela planilha, sem ser necessário calcular de forma separada antes de lançar os dados. Pela facilidade de confecção desta planilha o usuário poderá, além de ter dados calculados pelo sistema, visualizar os “avanços” de tempo item por item, mas para que isto ocorra de forma automática será necessário “programar” a planilha. Porém a própria Microsoft lançou um software específico para cronogramas que se chama Microsoft Project, que faz um cronograma mais rápido e eficiente do que os obtidos no Excel. Os dados lança-dos serão os mesmos, mas, enquanto que no Excel nós usuário temos de informar como e quando calcular, no Project, o próprio software faz isto, e sem muitos segredos. Além deste software da Microsoft, existem outros que se propõe a fazer a mesma coisa. Um deles é o OpenProj que é desenvolvido com código aberto e em Java, ou seja, multiplataforma. Se instalado em um pendrive, abre em qualquer computador com Windows, Linux ou Mac, sem precisar de instalação. Temos também o GanttProject, entre outros. O CRONOGRAMA INVERSO O cronograma inverso, nada mais é do que um cronograma realizado de “trás para frente”. Começa-se pelo fim e vão sendo colocadas tarefas anteriores para se obter cada uma das atividades necessárias, até termos o início. Quando estiver completo, tomam-se os dois cronogramas: o realizado no formato tradicional, e o “inverso”, realizando-se uma comparação entre eles, com o objetivo de tentar encontrar falhas e outros problemas. Ao uni-los teremos um cronograma mais otimizado, e mais próximo da realidade. O CAMINHO CRÍTICO Caminho Crítico é uma expressão destinada a identificar o conjunto de tarefas, vinculadas entre si, cuja seqüência de atividades devem ser concluídas nas datas programadas para que o projeto possa ser concluído dentro do prazo final. Isto é, são atividades que estão em

seqüência, vinculadas entre si, sendo que uma atividade depende da conclusão da atividade anterior e determinam o maior tempo total, partindo desde o início até o fim do projeto, passando por todas estas atividades seriadas. Matematicamente, uma tarefa é crítica quando o seu ponto inicial é igual ao ponto final de outra tarefa antecessora, e se o seu tempo de duração for alterado, altera a data final do projeto. Desta forma, se o prazo final original for excedido, é porque no mínimo, uma das atividades do caminho crítico não foi concluída na data programada. É importante entender a seqüência do caminho crítico para saber onde você tem e onde você não tem flexibilidade. Por exemplo: você poderá ter uma série de atividades que foram concluídas com atraso, no entanto, o projeto como um todo ainda será concluído dentro do prazo, porque estas atividades não se encontravam no caminho crítico. Por outro lado, se o seu projeto está atrasado e você alocar recursos adicionais em atividades que não estão no caminho crítico, não fará com que o projeto termine mais cedo. CONCLUSÃO: Sabemos o que precisamos e como obter. Agora, temos que ter certeza que estamos tendo um cronograma próximo do que será obtido. A captação de informações próximas da realidade de cada item, nos proporcionará isto, mas devemos nos certificar de sua possibilidade de ser obtida. Estabeleceremos a listagem de tarefas, com suas datas e seus prazos, com suas seqüências, e exigências, e chegaremos a uma data. Provavelmente uma data “tarde”, em relação ao imaginado, antes de termos o cronograma, mas estará próxima da realidade. Precisaremos otimizar o resultado até então obtido. Então, tendo o cronograma inicial, será necessário pôr em seqüência absolutamente lógica, sobrepor atividades no tempo que não dependem umas das outras ou que podem ser realizadas simultaneamente. Isto, sem dúvida, nos dará um tempo menor de duração total de nosso projeto. Depois, quando iniciarem as atividades constantes em nosso cronograma, iremos acompanhar uma-a-uma, controlando efetivamente os prazos previstos em relação aos prazos realizados. Este controle, a cada novo instante, quando lançamos estes dados em cima do cronograma, nos fornecer dados para sabermos se estamos “no tempo”, atrasados ou adiantados. Isto nos permitirá tomarmos decisões para acelerar ou retardar todo o processo, para que não comprometa o prazo final necessário. Então, mãos a obra, e com muita paciência, pois só assim teremos um bom trabalho a apresentar.


Nossa Obra Arq. Andréa Jaconi Tesoureira da AEARV Foi realizado no CREA/RS um encontro de “ Tr e i n a m e n t o de Capacitação” das Entidades de Classe no dia 7 de abril no plenário do CREA, em Porto Alegre, com o intuito de esclarecer a situação financeira provocada pela separação em dois conselhos distintos. Para entender melhor, leia quadro a baixo. A seguir um breve relato sobre os assuntos tratados. 1.Assuntos Gerais: Foi apresentado que só as entidades que possuem apenas arquitetos como sócios, serão afastadas do CREA, isto é, as que tem como sócios arquite-

*CAU: Conselho de Arquitetos e Urbanistas *CREA: Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura *ART: Anotação de Responsabilidade Tecnica

O CAU*, o CREA* e o repasse de verbas oriundas das ART’s*

tos e engenheiros, continuarão ligadas ao CREA, mas o repasse de verbas será apenas dos engenheiros. Com isso, de um total de 76 entidades de classe, apenas 4 não terão seus contratos renovados junto ao CREA, as demais ficam como está.

tura uma nova resolução de prestação de contas, tendo sido apresentado a todos a resolução 1032 recém “saída do forno”, que nem o CREA tinha conhecimento. A nova resolução substitui a 1027, e agora está em vigor.

Note-se que o repasse das verbas estava cancelado temporariamente, mas o prazo de cancelamento está no fim, e então serão finalizadas as análises das prestações de contas enviadas no ano passado pelas entidades, e prevê-se que em meados de maio, será feito o primeiro repasse.

Segundo os presentes ao evento, “só veio a dificultar ainda mais a prestação de contas”, e claro, o pessoal “meteu a boca” e com toda razão. A prestação de contas agora será mensal, não importando se gastamos ou não o dinheiro, e apresentado ao CREA constando todas as atividades feitas no mês.

2.Prestação de contas: Foi elaborado pelo CONFEA-Conselho Federal de Engenharia e Arquite-

3. Opinião e considerações finais: O evento foi de grande proveito, sendo muito importante a nossa par-

ticipação. Sobre esta nova resolução, questionamos, pois o Confea deveria consultar a opinião das entidades. Afinal é o nosso dinheiro que está indo para lá! Outra coisa importante a salientar: todas são pessoas voluntárias que trabalham em prol das entidades, isso que eles exigem é um exagero, já que existem entidades, que ao ano, recebem apenas em torno de R$1.000,00 de repasse, e não tem estrutura para o que eles exigem, sendo que nem secretária alguma tem. Bem, fiquei muito feliz em perceber que a nossa associação está muito bem estruturada e consolidada, somos uma associação muito forte.

Entenda o caso: A Lei Federal 12.378/2010 criou o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil – CAU/BR e os Conselhos de Arquitetura e Urbanismo Regionais – CAU-UF e regulamenta o exercício da profissão de arquiteto e urbanista, e foi publicada do Diário Oficial da União no dia 31 de dezembro de 2010. Ao longo de 2011, os arquitetos e urbanistas inscritos nos diversos CREA’s de todo país, continuarão sujeitos às normas do CREA vigentes até a instalação do CAU de seus respectivos estados. Da mesma forma, os estudantes de arquitetura e urbanismo que finalizarem o curso neste período de transição, deverão se inscrever normalmente nos CREA’s onde receberão o número de registro para exercer a profissão sem nenhuma alteração, devendo migrar do CREA para o CAU, quando o CAU estiver em funcionamento. O grande impasse ficou por conta do repasse das verbas oriundas das ART’s, que ainda passará por processo de definição da distribuição desta receita.

17


Nossa Obra Por Eng. Gil C. Palazzo da Rosa gil@palazzo.com.br

Agenda 31.05.2011 a 30.06.2011 Aqui você encontra eventos interessantes que se realizarão no período, e no futuro.

CASACOR – Rio Grande do Sul - 2011

Expobento 2011

Edição de aniversário – 20 anos De: 31 de Maio a 19 de Julho – Horários | Terça a Quinta: 15:00 às 21:00 Sextas, Sábados, Domingos e Feriados: 12:00 às 21:00 Local: Antiga fábrica da Fiateci | Av. Voluntários da Pátria, 3085 | Porto Alegre/RS Informações: http://www.casacor-rs.com.br

De: 02 a 13 de junho Local: Pavilhões da Fenavinho Cidade: Bento Gonçalves/RS Horários | Segunda a Sexta: 18:00 às 22:30 Sábados: 10:00 às 22:30 Domingo e feriado: 10:00 às 21:00

Está iniciando mais uma edição deste evento, já tradicionalíssimo em nosso estado. Frequentado tanto por um grande público consumidor quanto por profissionais, principalmente da área de arquitetura, este ano os organizadores esperam bater recorde de público. Neste ano, o local escolhido para abrigar a edição de aniversário é a antiga fábrica da Fiateci, localizado na região do 4º Distrito em Porto Alegre. É um prédio histórico com mais de 100 anos de construção. Com 6 mil m² , os antigos pavilhões vão receber lofts, áreas residenciais, paisagismos, áreas comercial e de gastronomia. Para os interessados nas aquisições dos ambientes expostos, o já tradicional “Special Sale” acontece nos dias 18 e 19 de julho.

Uma das maiores feiras multisetorial do sul do país. Promovida pelo CIC, reúne mais de 400 expositores diretos e indiretos com um público que deverá superar os 170 mil visitantes nos 58 mil m² de área coberta do Parque de Eventos

Salão de Motos De: 11 a 19 de junho Local: “Centro de Eventos” da FIERGS – Porto Alegre Horários | Segunda a Sexta: 14h as 22h Sábados: 10h as 22h Domingos: 10h as 20h Para os amantes de aventura sobre duas rodas ou mesmo para aqueles que usam moto no seu dia-a-dia.

Palestra eng. Fernando Sabattini Dia: 17 de junho Cidade: Bento Gonçalves/RS Informações e inscrições: Secretaria AEARV Fone: 54 3451.9533 E-mail: aearv.bg@gmail.com O eng. Fernando Sabattini nesta palestra ele irá expor seus conhecimentos sobre a utilização de processos inovadores na construção civil. Fernando é Engenheiro Civil, Mestre e Doutor em Engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (EPUSP), Pós-doutorado no Politécnico de Turim (Itália), é professor da graduação e pós-graduação da EPUSP, na área de Gestão e Tecnologia na Produção de Edifícios, é Consultor na área de tecnologia de processos construtivos. Na Universidade de São Paulo, entre 1985 e 1994, propôs, estruturou e coordenou diversos convênios de desenvolvimento tecnológico Universidade-Empresa, na área de Construção Civil

Para o futuro

Humor

Brasil Móveis

De: 09 a 12 de agosto Local: Pavilhão de Exposições Anhembi Cidade: São Paulo/SP

Movimat do

Idealizada para ser uma plataforma de negócios, a Brasil Móveis retratará toda a diversidade do móvel brasileiro e, na presença de visitantes altamente qualificados, apresentará as tendências e novidades do setor. Sua segunda edição consolida a importância conquistada junto às indústrias do segmento e o mercado mundial. A Brasil Móveis é realizada pela MOVERGS. A entidade empresta seus mais de 20 anos de experiência no associativismo e na defesa da indústria, conquistando assim a credibilidade em âmbito nacional para buscar soluções em prol do desenvolvimento sustentado do setor moveleiro. Ao assumir a realização da Brasil Móveis, a entidade encampa o desafio de unir os pólos moveleiros em busca de novas oportunidades de negócio e crescimento para a cadeia produtiva de madeira móveis. Aliando seu know-how com a credibilidade conquistada em âmbito nacional, a MOVERGS acredita na importância de uma feira realizada no centro econômico do país e por isso assumiu o compromisso de dirigir a Brasil Móveis. Ao aceitar este desafio, a associação tem o intuito de preservar o setor, colocando como objetivo principal o sucesso do mercado moveleiro como um todo, sempre através de oportunidades de negócio e crescimento para todo o Brasil. 18

De: 02 a 05 de agosto Local: Expocenter Norte Cidade: São Paulo/SP Feira de Intralogística - Embalagem, Movimentação, Armazenagem, e Tecnologia da Informação e Serviços É uma feira de negócios especializada que, anualmente, apresenta os últimos avanços e tendências da tecnologia no setor logístico, é a maior feira de negócios do setor na América do Sul e é realizada desde 1981. Reúne tradicionalmente, fabricantes e distribuidores de veículos industriais e seus acessórios, peças, rodas, baterias, estruturas porta-paletes, equipamentos de elevação, pontos rolantes, talhas, transportadores contínuos, paletes, embalagens, acessórios, software, hardware e serviços de operação logística.

Book dos Arquitetos

Continua em plena montagem a terceira edição do Book dos Arquitetos com lançamento marcado para a Casa Brasil. Informações com a Arq. Juliana Jaconi Carlotto (e-mail: andreaejuliana@yahoo.com.br).

Casa Brasil

De: 02 a 06 de agosto Local: Pavilhões da Fenavinho Cidade: Bento Gonçalves – RS Será a feira que reúnirá as maiores marcas do país para lançar tendências em mobiliário, iluminação, decoração.

Pavilhões da Festa da Uva 2011 Caxias do Sul-RS 01 a 05 de agosto: Febramec 16 a 19 de agosto: Plastech 18 a 21 de outubro: Mercopar 24 a 27 de novembro: Contrufair

Centro de Eventos FIERGS 2011 Porto Alegre 03 a 06 de agosto: Construsul 23 a 25 de agosto: Expoagas 27 a 30 de outubro: Expoacabamentos

Cursos que serão promovidos pela AEARV no 2º semestre: A AEARV apresenta dois cursos de grande valia para os associados, e demais interessados, que serão apresentados através da AEA Cursos (Academia de Engenharia e Arquitetura), sobre Gestão de Escritórios de Arquitetura e Design de Interiores e Gerenciamento de Obras. Os palestrantes serão, respectivamente, a Arq. Daniela Corcuera e o Eng. Leonardo Manzione. Gostaríamos que você indicasse qual o curso de sua preferência para viabilizarmos no decorrer do próximo semestre. Estamos fazendo as pré-inscrições no intuito de identificar os interessados em cada um dos cursos. Informações e pré-inscrições diretamente com a secretaria da AEARV, pelo fone (54) 3451.9533. ou pelo e-mail aearv.bg@gmail.com

Como se faz ? Um comerciante, um engenheiro e um advogado estão pescando, em férias no Pantanal. O comerciante comenta: - Estou aqui porque minha loja foi destruída num incêndio com tudo que estava dentro. O seguro pagou tudo. O engenheiro, então, falou: - Que coincidência! Minha casa foi destruída num terremoto e perdi tudo. E o seguro pagou tudo. O advogado olha intrigado para o engenheiro e pergunta: - Como você faz para provocar um terremoto? Você pode ser um engenheiro se: Você sabe cálculo vetorial, mas não lembra como fazer uma divisão com virgula; Você tem uma calculadora científica e conhece todas as suas funções; Você já usou o AutoCAD para projetar uma pipa para o seu filho; Você passa horas realizando o relatório de um experimento que durou alguns minutos; Você tem um bichinho de estimação com o nome de um grande cientista. Você ri de piadas sobre matemáticos; Você considera qualquer curso não-científico “fácil”; Você não entende como algumas pessoas podem achar difícil programar um videocassete; Você assistiu “Apollo 13” e achou que os verdadeiros heróis foram os caras no “Controle da Missão”;


Especial

Foto: Anderson Pagani

Dia dosNamorados Amore Mio O dia dos namorados não é comemorado na mesma data em todos os países. A escolha desta data no Brasil ocorreu por ser véspera do dia de Santo Antônio que tradicionalmente é conhecido como santo casamenteiro. Flor é um dos presentes mais procurado nessa data, pois é um grande apelo de sedução, que vale para os namorados e os casais que já estão casados, mas é uma forma romântica de comemorar o eterno namoro. Neste ano o dia dos namorados será no domingo, mas a surpresa pode começar no sábado, com uma linda cesta de café da manhã da Saara Amore Mio. Além dos tradicionais ramalhetes, com opção de bichos de pelúcia, oferecemos também requintadas cestas com moscatel, vinhos e chocolates

Rua Fortaleza | nº 167 | Bairro Botafogo Bento Gonçalves | RS Fone: 54-3453-1122 E-mail: contato@floriculturasaara.com.br www.floriculturasaara.com.br

SAARA amore mio

19


A estação mais charmosa. coletes de pêlos, dando um ar sofisticado a composição. Trenchcoat – eterno e vanguarda, pode ser usado como capa em dias de chuva, sobre vestidos como os de tricôt, ou com as bermudas jeans para um visual mais descontraído. Prefira esses modelos em cores neutras como marinho, preto e caquis. Saia longa – sofisticada e super feminina, a saia longa veio para ficar. Referência nos anos 70 pode ser usada com camisa e casacos de tricôt. Enfim, a combinação desses elementos dará a você um visual único, moderno e altamente feminino e sofisticado.

Joelma e Thaís pastoregriffes@gmail.com

20

Foto: Anderson Pagani

O inverno se aproxima e com ele alguns hits indispensáveis para um visual moderno, atualizado e elegante. O tricot, indispensável, se destaca nos vestidos e cardigans alongados fazendo a vez nesta estação. Modelagens amplas e assimétricas marcando a cintura ganham destaque. A bermuda mais solta, referencia no verão é usada com meia calça, dando uma cara mais moderna e despojada ao look, como dica para não errar é procurar usar meias lisas e opacas na mesma cor do calçado, alongado a silhueta. Pelos e peles – charme da estação e indispensáveis no armário aposte em


% 20 10X ou

JÓIAS

DIA DOS NAMORADOS . 2011

Ricardo Rambo Estilista ricardobrambo@hotmail.com

desconto à vista

sem juros

EXCLUSIVIDADE E SOFISTICAÇÃO

Shopping Bento Gonçalves . Loja 03 . 54 3452.2693 L’América Shopping Center . Loja 203 . 54 3052.0399

O uso de jóias é uma das maneiras mais incrivelmente femininas de dar um depoimento. Desejo, beleza, vaidade, riqueza, explicam o gosto comum das mulheres por esse autêntico objeto que há séculos nos fascina. Jóias são pequenos luxos, que levam mulheres ao céu, voando alto com objetos desejo! Outro ponto incontestável é o fato de as jóias iluminarem. São assinaturas visuais que embelezam. Se, em outros momentos, jóias tinham sido incômodas, ostensivas, associadas apenas a ocasiões especiais, a nova época, pós-moderno, sugere praticidade e conforto, exatamente como no vestuário. Devem ser versáteis, confortáveis e sobretudo, belas. Devem, em geral, estar confortavelmente sobre a pele, deslizando em texturas. A jóia, mais desejada pelas mulheres, é o diamante. Leia-se “o melhor amigo de uma mulher”. A moda é muito efêmera; as jóias não. E diamantes podem ser usados em qualquer ocasião e jamais perdem valor. A muito tempo, que moda e joalheria caminham de mãos dadas. Como na moda, a joalheria, também dita tendências. As tendências no momento, é a força do ouro. O ouro amarelo retorna com tudo e pode ser usado, num mix sofisticado, com o ouro rosa, outra aposta, e com o ouro branco. Na parte de gemas, o diamante negro, ganha destaque. Assim como as pedras coloridas, em jóias de formato florais, exuberantes e delicados. As jóias com formato de bichos, também estão bem fortes, o objetivo aqui é mostrar atitude, chocar. Quanto mais exuberante melhor. Outro ponto forte, é o mix de materiais nas jóias, como couro, plumas, muranos, madeira, junto com metais preciosos e gemas. E se há uma jóia que é eterna e nunca sai de moda são as pérolas. Pérolas têm superpoderes para iluminar, e podem ser usadas sempre. As brancas, mais caras quanto mais claras forem, são sempre as mais clássicas entre todas. Em tons de cinza, negro e rosado, também tem alto poder de encantamento. O uso de pérolas, não ficam bem apenas em duas situações: quando a mulher está triste ou adoentada. E para finalizar, uma dica: Jóias foram criadas para adornar – e não para fazer você parecer rica.

21


Dicas de Viagem Muita neve, diversão e atrações imperdíveis em Bariloche Esquiar, andar de trenó, brincar na neve, sem dúvida Bariloche é um destino para curtir as ferias de julho em grande estilo. A enorme quantidade de atrações e belezas naturais atrai para essa pequena cidade da Patagônia argentina famílias, casais e grupos de amigos interessados em diversão. E não é à toa, as estações de esqui nessa epoca do ano são as mais procuradas, e ainda é possível fazer passeios de barco pelo Lago Nahuel Huapi. O clima frio, os hotéis e restaurantes aconchegantes também são muito convidativos.

Vale Nevado No alto da espetacular Cordilheira dos Andes, a apenas 60km de Santiago e a 3.000m de altitude, encontra-se uma das maiores superfícies esquiáveis do Hemisfério Sul, o Valle Nevado. Aberto durante o ano todo, o resort de montanha foi inaugurado em 1988 e forma com as estações El Colorado e La Parva, a região conhecida como “Os três vales dos Andes” com 10.700 hectares de terreno esquiável e 107 kilômetros de pista. A estação é considerada a maior em pistas esquiáveis da América do Sul. Nela, o turista pode praticar desde o heli-skiing, esporte no o qual se usa helicóptero para alcançar o cume das montanhas, ao snowmobile, uma espécie de motocicleta na neve. Os hotéis e seus condomínios oferecem infra-estrutura completa com grandes áreas de lazer em um ambiente confortável e requintado.

Cruzeiros Marítimos no Brasil Uma opção de conhecimento, lazer, conforto e entretenimento para você e sua familia é optar por fazer um cruzeiro marítimo na costa brasileira. Os cruzeiros oferecem muito lazer com piscinas, jogos, bailes, cabines com muito conforto, além de um clima mágico que traz felicidade e realização. O charme e o glamour fazem parte dos ambientes internos dos navios. A harmonia impera em todas as áreas sociais, elegantemente decoradas para proporcionar conforto e satisfação. Refeições, bebidas, shows e entretenimento a bordo. Com roteiros especialmente elaborados, você poderá optar em navegar por varios roteiros e destinos.

22


Normalmente nossa pele no inverno fica mais ressecada, pela alta temperatura da água, vento e por ingerirmos menos agua. É nesta estação que percebemos as manchas na pele, pelo excesso de exposição ao sol e não uso de proteção no dia a dia. É nesta época que temos de proteger, hidratar, tratar manchas e marcas de expressão. Os cuidados com a pele são indispensáveis: limpar, tonificar e hidratar a noite, e durante o dia hidratação e proteção. Está comprovado cientificamente que o inverno é a estação, que pela falta de calor, sol, alto-astral e atividades físicas, o organismo fica debilitado, portanto, fique alerta com qualquer um destes sintomas e trate de se previnir.

Você pode prevenir: - Deixe 1 a 2 dias sem esmalte a cada 15 dias. - Se sua unha já está fraca use esmaltes claros e base fortalecedora. - Hidrate suas unhas com cremes ou óleos. - Lixar as unhas sempre no mesmo sentido, evita que elas lasquem ou quebrem com facilidade. - Não tirar a cutícula em excesso, pois esta é uma proteção natural das unhas.

Unhas As unhas ficam mais frágeis e quebradiças, portanto devemos dar uma atenção especial a elas. O frio não é o maior problema e sim os esmaltes escuros, pois eles contem em sua fórmula quantidade maior de fixador, com isso a quantidade de removedor será maior, favorecendo muito o enfraquecimento das unhas.

Cabelo: - Não dormir de cabelo molhado; - Na lavagem trabalhar movimentos suaves, pois mantem a oxigenação no couro cabeludo; - Não usar secador em temperatura muito alta, pois resseca fios e couro cabeludo. O inverno é a estação que mais nos cria problemas com o cabelo no geral, não só se tratando dos fios, mas também do couro cabeludo, este sofre as mesmas reações que a pele escama, resseca e por estarmos mais sensíveis ficamos expostos a outras doenças de couro cabeludo.

Foto: Anderson Pagani

Cuidados necessários durante o inverno

A umidade é outro inimigo, tanto para fios lisos como para crespos, a solução é mantê-los tratados e com o uso de um finalizador específico e de boa qualidade. O uso da água numa temperatura mais elevada faz com que os fios percam vitaminas e sais minerais, recomenda-se no mínimo uma vez por mês procurar um profissional na área de tratamento para fazer uma analise detalhada e sentir quais as necessidades atuais do couro cabeludo e dos fios, isso significa que nem sempre temos as mesmas necessidades. O Iva Espaço da Beleza possui ótimos profissionais para qualquer uma destas avaliações.

Iva Espaço da Beleza Av. Dr. Casagrande, 336, Cidade Alta Bento Gonçalves Tel: (54) 34511485 / 91957134 E-mail: ivaespaco@brturbo.com.br

Natura Serra Motel

O prazer está aqui!

O Natura Serra Motel é pelo segundo ano consecutivo o motel mais lembrado e preferido do interior do estado, segundo pesquisa da Qualidata para o Jornal do Comércio no Marcas de Quem Decide 2011, o que mostra que temos na Serra Gaúcha um motel de grande qualidade e ótima estrutura, com serviços que prezam pela excelência no atendimento das necessidades de seus clientes. Buscando inovar sempre o motel conta com Tv à cabo, Internet, Tv Lcd, serviços de restaurante e variedades de apartamentos luxo, suítes, suítes temáticas e suíte Master, trazendo muito conforto e prazer para seus clientes e garantindo total segurança e serviços especiais. Além dessas inúmeras vantagens oferecidas pelo motel, o mesmo

tem cuidado com a privacidade do cliente, possuindo um excelente sistema de auto-atendimento. No mês dos Namorados o Natura Serra Motel torna-se o ambiente adequado para incitar o romantismo do casal, utilizar uma das suítes temáticas do Natura Serra, por exemplo, estimula a fantasia e deixa esse dia ainda mais especial e romântico. Nada melhor que passar essa data romântica ao lado de seu amor em uma suíte com piso aquecido e calefação, junto a uma lareira, fazendo renovar a chama da paixão. RS 122 entre Caxias e Farroupilha. Fone: (54) 3227.5571/ 3225-7752 www.naturaserra.com.br

ar

tr s n o m e d e d É hora

seu amor!

10X

CARTÃO DE CRÉDITO

10X 46,20

ou 369,60 à vista

especialista em visão 10X 37,40

ou 299,20 à vista

10X 66,00

ou 528,00 à vista

Rua Marechal Deodoro, 139 - Sala 11 - 54 3452.5933 Rua Saldanha Marinho, 10- Sala 104 - 54 3452.2149 Rua José Mário Mônaco, 393 - Loja 02 - 54 3452.5796 23


Um carro com seu estilo. Escolha o carro ideal para você. Na Panambra Bento Gonçalves, você encontrará o carro com design, sofisticação, elegância e acessórios que você precisa, afinal seu carro tem que ser a sua cara. Você precisa de espaço, com um toque de modernidade? Na SpaceFox cabe tudo que você imagi-

A Amarok combina um motor potente e econômico, um design arrojado com linhas harmoniosas e elegantes e os mais altos níveis de segurança. O conjunto de equipamentos é um dos maiores atrativos do modelo, de série a Amarok trará 4 airbags, ar condicionado digital, sistema de som de alta potência com MP3 e Bluetooth, um moderno computador de bordo com tela LCD localizada no centro do painel, além de freios com ABS, controle de estabilidade (ESP), bloqueio eletrônico do diferencial traseiro EDL, há ainda um sistema de assistência em descidas. A Volkwagen Amarok tem váríos atrativos, é robusta e tem um bom conjunto de equipamentos de série, por isso o modelo que fazem mais sucesso.

Além do design exterior, a principal novidade da Space é a opção do câmbio automatizado I-Motion (DSG). As versões são 1.6 e Sportline, ambas com opção de câmbio automatizado. Todos os modelos saem de fábrica com ar condicionado, direção hidráulica e trio elétrico. A configuração top-de-linha acrescenta bolsas infláveis, freios anti-travamento (ABS), rodas de liga leve, sensor de chuva, mesas tipo-avião nos bancos traseiros, entre outros ítens. O banco traseiro corrediço que dá ao porta-malas um ganho extra de 97 litros de bagagem, aumentando a capacidade para 527 litros, a maior da categoria. Ou seja, cabe tudo, inclusive os detalhes que você sempre sonhou, é o design unido a tecnologia e ao conforto.

nar! Se é pratico, gosta de conforto e robustez, seu carro é o Gol, lindo como sempre, Gol como nunca! Agora você quer valentia, força, sofisticação e conforto? Sua cara é a pick-up Amarok, a essência de um 4x4, com espaço de sobra para design e ergonomia!

Novo Gol, disponível nas motorizações 1.0 e 1.6, é seguro, moderno, confiável e confortável. Com um novo motor na transversal, o carro tem muito mais espaço interno e tecnologia. Unindo robustez e luxo, foi eleito o Carro do Ano de 2009 no mais tradicional e disputado prêmio da indústria automobilística brasileira, organizado pela revista Auto Esporte, da Editora Globo.

Vicente Miranda Gerente comercial Panambra Bento Gonçalves

Amarok.

Só um Volkswagem poderia ter tanta força.

Panambra Rua Francisco Luiz Bertolini, 121 - Bairro Conceição – Bento Gonçalves RS – Fone 54 2102.8000

24

Bento Gonçalves


Capturando a

essência da vida Nos dias atuais a tecnologia atingiu níveis incríveis, o que exige uma grande dose de reciclagem em relação a softwares e técnicas de tratamento de imagem. Buscando sempre se atualizar e renovar seu estilo, Anderson Pagani ministrou classes de Photoshop durante quatro anos e atualmente está concluindo o Curso Superior de Formação Específica em Fotografia pela UCS, além de participar e ministrar diversos cursos e treinamentos em relação à imagem digital e fotografia em geral. Adepto ao estilo fotojornalista e com forte apelo para trabalho autoral, busca com exímia eficiência vincular técnicas de tratamento digitais e fotográficas. Com seu estilo arrojado e uma vasta experiência em diversas áreas, sua técnica vem se consolidando cada vez mais. Atualmente especializa-se em fotos para casamentos, desde o making of da cerimônia até o acompanhamento do evento. É com essa paixão ao trabalho que Anderson Pagani se lança no mundo da fotografia com compromisso, profissionalismo e muita dedicação aos seus clientes e amigos.

Neste mês dos namorados, o estúdio está com uma promoção de 25% de desconto para os álbuns de casais, sempre prezando pelo requinte e sofisticação da diagramação e acabamentos.

Av. Marechal Castelo Branco | 20 | Loja 01 Bairro Planalto | Bento Gonçalves | 54 2621 3607 www.andersonpagani.com

25


Picanha al pesto

Ingredientes 3 dentes de alho 1 ramo de manjericão 2 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem 1 taça de vinho branco Sal e pimenta do reino a gosto Preparo: Soque o alho junto com as folhas de majericão, o azeite de oliva, o sal e a pimenta do reino, tudo em uma pasta verde, cheirosa e consistente. Acrescente

o vinho branco e misture bem. Espalhe a mistura sobre a picanha e deixe marinando por uma hora. Pré aqueça a grelha e asse a picanha normalmente, selando a carne, fatiando e grelhando os dois lados de cada fatia, colocando um pouco da pasta verde em sua superfície. Retire a carne e sirva com a guarnição de sua preferência. Receita sugerida pelo Restaurante e Churrascaria do Barracão

Chopp Bar Um bar aconchegante e diferenciado, no endereço mais elegante da cidade, oferecendo cinco diferentes tipos de Chopp artesanal e excelente comida! Entre os pratos mais pedidos estão a salsicha bock, bauru ao prato especial e o picadinho de filé. Venha nos conhecer!

26

Rua Herny Hugo Dreher, 204 - em frente ao Dall’Onder Grande Hotel Tele-chopp 9142 0465 oficinabier@redesul.com.br


Matambre recheado acompanhado de purê de batata doce ao molho de cabernet sauvignon Ingredientes 500gr de matambre 150gr de linguiça calabresa 6 fatias de bacon 300 ml de vinho cabernet sauvignon Salsinha, cebolete, sal e pimenta a gosto 4 batatas doces médias Manteiga, sal e pimenta a gosto 200ml de leite desnatado Preparo Temperar a carne com sal e pimenta aberta, depois rechear com o tempero verde bem picado o bacon e a lingüiça. Enrolar a carne e amarrar bem com cordão de algodão. Em uma panela com óleo bem quente com alho e temperos selar a carne de to-

dos os lados. Quando selada, adicionar o vinho e cozinhar em fogo baixo de vinte a trinta minutos, sempre girando para que o vinho seja absorvido por toda a extensão do matambre. Para o purê cozinhar as batatas no vapor, amassar bem, acrescentar o leite e a manteiga aos poucos e misturar, depois temperar a gosto, deixando ele levemente adocicado, se preferir pode acrescentar uma colherada de mel ao final do preparo. Finalização Fatiar o matambre e servir com o purê . Decorar com um fio de molho de vinho da carne. Rende 4 porções

Fone: 54 9143.0359 E-mail: jerusavanni@hotmail.com

27


Jornal Design | Serra - Ed. IV  

Jornal Design Serra IV

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you