Page 1

Ano II • Edição 13 • Abril/2012

Edição de

Aniversário vida

Jornal Design | Serra 1


Foto: Anderson Pagani

Um Ano! É muito mais do que a comemoração de um aniversário: é a confirmação de uma ideia que deu certo. Após 365 dias respirando design, o Jornal Design lançou uma corrente de conexões especialmente para clientes, apoiadores, lideranças e apaixonados pelo design que, conosco, constroem uma história, passo a passo, lado a lado, erguendo bandeiras, disseminando conceitos e valorizando os segmentos Vida | Casa | Estilo com o que há de mais expressivo – A arte de realizar sonhos! Uma data que será destaque no calendário da empresa, pois o objetivo é o reconhecimento pelo espírito empreendedor, pela grande credibilidade e pelo alto grau de profissionalismo das empresas e profissionais especificadores. Com o tema “Uma vitrine de negócios!” o JD Network reuniu mais de 300 pessoas que puderam conferir produtos, lançamentos e tendências das empresas apoiadoras do evento, degustando um saboroso coquetel, interagindo com os convidados e divulgando sua marca. E nesta edição comemorativa, além da cobertura completa do evento, contamos ainda com as novidades no projeto gráfico pensadas especialmente para nossos leitores e apoiadores que, ao inserir sua marca no mercado, optam pela qualidade de imagem e informação que a equipe Jornal Design | Serra proporciona. Vida longa ao Design! Silvana Aibel Silvia Perusso

Capa Nesta edição comemorativa, a produção de capa foi pensada especialmente na “decolagem” do Jornal Design | Serra que completou um ano em março. Para tanto, os consultores de moda Ricardo Rambo e Rodrigo Britzke escolheram os looks Quorum, Horos, Gehlen Joias e Identidade Homem para os modelos Bia Valduga e Rodrigo Perusso que, na oportunidade, foram produzidos por Jane Beauty e fotografados por Anderson Pagani. O cenário foi o Aeroclube de Garibaldi presidido por Cesar Lorenzon, juntamente com o presidente do Aeroclube de Bento Goncalves e piloto, Rafael Siviero, agregou beleza e modernidade ao momento com o avião Cirrus SR20. O making of ficou por conta de Ana Cris Photo e a coordenação geral por Maikon Mattiello e Bernardo Gehlen, da Berrô Design de Ideias.

Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Diagramação: Berrô | Design de Ideias Jornalista Responsável: Marlove dos Santos REG. 6668/28/57 Assessor Jurídico: Ranulfo Cardoso Fernandes Junior OAB/GO 19915 Tiragem Mensal: 10 mil exemplares Impressão: Gráfica Serafinense Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa Farroupilha | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo Contato: 54 2621.3134 contato@jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados. 2 Jornal Design | Serra

vida


Nutrição e Humor Sintomas que caracterizam a depressão sazonal

vida

Por isso, uma alimentação composta de alimentos fontes dos nutrientes moduladores do bom humor, aliada ao tratamento multidisciplinar, é a melhor conduta para corrigir os males da depressão, principalmente nesta época do ano em que as folhas caem e os dias ficam mais cinzentos. Giovanna Enriconi CRN2 6510 Nutricionista Pós Graduada em Nutrição Clínica

Foto: Divulgação

C

om a chegada do outono, é possível perceber a dieta ocidental é desequilibrada, com muito ômega que muitas pessoas se sentem tristes ou até 6 e pouco ômega 3, além de rica em gorduras trans e mesmo depressivas em horários como o final gorduras saturadas, o que gera um ambiente pró-inflada tarde e o início da noite. Este sintoma caracmatório. O ômega 3 deve sempre estar em maior proteriza a chamada depressão sazonal. A falta de luminoporção, inclusive acreditando-se, hoje, que o mesmo sidade causa mudanças na melatonina, um hormônio interfere positivamente na modulação da serotonina, secretado pelo cérebro durante a noite e inibido pela a qual é um neurotransmissor que regula o humor, o manhã, com o retorno da luminosidade natural. sono, a atividade sexual, o apetite, o ritmo circadiano, A alimentação tem um papel muito importante no as funções neuroendócrinas, entre outros. Dentre a facombate aos sintomas da depressão. Desde a Grécia mília do ômega 3, um ácido graxo essencial como Antiga, os filósofos já acreditavam que os alimentos teo DHA, por exemplo, é um componente crítico riam a capacidade de alterar os estados de humor e a das membranas celulares do cérebro e da retina, saúde humana. Vários estudos científicos comprovaram onde está envolvido na função visual e neural, que a ingestão de ácidos graxos mono e poliinsaturabem como metabolismo de neurotransmissores. dos, presentes no abacate, castanhas, nozes e azeite de A insulina também exerce papel importante por oliva, combatem os sintomas da depressão. favorecer a captação do tripftofano pelos neurôUm aspecto que se deve levar em conta é o consumo nios, tornando-o precursor da serotonina. É imelevado de ácidos graxos trans prescindível analisar, portanto, a qualie saturados, já que os mesmos É imprescindível analisar a dade dos carboidratos da alimentação. provocam um estado de inflaqualidade dos carboidratos Já que os carboidratos refinados mação sistêmica de baixo grau, como o açúcar e a farinha branca da alimentação. a qual interfere na produção provocam um súbito aumento na de citocinas pró-inflamatórias concentração sanguínea de glie, desta maneira, acabam interferindo no metabolismo cose e intensa liberação de insulina, com dos neurotransmissores, reduzindo os níveis de triptoqueda posterior na produção do hormôfano no plasma e diminuindo a disponibilidade de senio. Ao contrário, quando há ingestão de rotonina em nível cerebral. carboidratos complexos (cereais inteDietas equilibradas em nível de ácidos graxos ômegrais), haverá liberação gradual de insulina ga 3 e 6, em proporções adequadas na dieta, são mee, assim, aumenta-se a disponibilidade do nos inflamatórias e imunossupressoras. Infelizmente, triptofano na corrente sanguínea.

Jornal Design | Serra 3


Dor Aguda nas Costas?

4 Jornal Design | Serra

nas pernas podem tratar-se de lesões mais sérias e um exame de imagem se fará necessário pra um melhor diagnóstico. A quiropraxia entra como uma prevenção para a sua coluna vertebral para que não ocorra uma carga tão grande com um movimento, por exemplo, pois no tratamento buscamos prevenir esses desalinhamento e pressões que ocorrem com os nossos hábitos diários. Alongamentos e atividades físicas também são importantes para o bom funcionamento da sua coluna.

Foto: Divulgação

É

A coluna vertebral é um empilhamento organizado difícil encontrar quem não conheça uma história de alguém que sentiu aquela fisgada nas costas ao de vértebras, encaixadas perfeitamente umas nas outras. Unidas, elas formam um longo canal que traz a melevantar algo pesado, ou pela manhã saindo com pressa da cama, foi obrigado a ficar na mesma posição, dula em seu centro, que é o chamado canal medular. A medula é uma extensão do cérebro com diversas porque simplesmente “travou”. ramificações ao longo da coluna. E, sendo uma extensão As histórias podem ser muitas: jogando futebol, escorregões inesperados, desdo cérebro, carrega uma informação preciosa, a informação nervosa. Tudo no seu corpo funciocendo uma escada correndo, “A postura de um entre outras situações, podem homem depende da sua na porque a medula traz a mensagem do cérebro até seus órgãos e tecidos de como e quando ser o suficiente para gerar um coluna e de seus atos”. as coisas devem acontecer no seu organismo. desconforto grande nas costas. Ateémesmo como uma leve baGeralmente quando você “trava” é que o motida de carro, ainda depois de algum tempo pode provimento foi tão rápido, impensado ou com tanta carga, que a sua inteligência corporal não acompanhou e uma vocar desconforto na coluna e no corpo. das vértebras não pôde retornar totalmente ao seu loVocê se identificou com alguma dessas situações ou cal de origem, causando a compressão de um desses conhece alguém que passou por um momento desses? Foi comprovado que 60 a 80% da população adulta deramos que saem da medula. Essa compressão implica verá se queixar de dores nas costas algum dia e a maior em uma dor aguda e contínua, como uma facada - formigamento, perda de força ou perda da sensibilidade incidência é dos 35 aos 55 anos.

Carla Parisotto Quiropraxista ABQ: O254

vida


casa

Jornal Design | Serra 5


Sua casa:

O melhor lugar do mundo para se estar!

A

mente selecionados com vistas a proporcionar compleTolotti Cama, Mesa, Banho & Bazar oferece hoje à Bento Gonçalves um novo conceito em morar mento e conforto ao seu lar, primando pela qualidade e bom gosto. Sua proposta de atendimento faz com que bem. Embora a Tolotti tenha sido durante a maior parte de seus quarenta anos de existência uma referêno cliente sinta-se em sua própria casa, desfrutando de uma atmosfera agradável e aconchegante. cia em calçados e vestuário, a mudança de segmento Compartilhar os prazeres da boa mesa com os amicomeçou no final da década de 1990, quando sua proprietária Adriana Tolotti vislumbrou a necessidade de gos ou na intimidade da família há muito faz parte de nosso estilo de vida, e fazê-lo com requinte e bom gosuma loja exclusiva para atender especificamente o segmento de cama, mesa e to tem-se tornado tão importanbanho. A partir de ente quanto os deleites gastronôCompartilhar os prazeres da boa mesa com micos que caracterizam nossa tão, a inclusão do bazar os amigos ou na intimidade da família há e a radical mudança cultura. As mudanças em nosso muito faz parte de nosso estilo de vida estilo de vida proporcionadas da linha de calçados e pelo novo milênio, pela globalivestuário para a exclusividade no segmento de cama, mesa, banho e bazar zação e pelo ritmo acelerado de nosso dia a dia fizeram de hábitos antes prazerosos uma necessidade em nosforam consequências do trabalho desenvolvido com sas vidas, como um bom banho e uma cama confortámuito profissionalismo, competência e foco no cliente. vel ao final de um dia estafante. A Tolotti Cama, Mesa, Localizada em pleno centro de Bento Gonçalves, a Banho & Bazar sabe da importância disto, oferecendo loja oferece uma ampla linha de produtos cuidadosa-

6 Jornal Design | Serra

uma completa linha para fazer de seu banho uma experiência revigorante e de seu sono um ato reconfortante. Juntamente com produtos de cama, mesa, banho e bazar também figuram lista de noivas, chá de panela, linha gourmet, panelas importadas, aromatizantes de ambiente, cristais e artigos de decoração. Acompanhando a evolução, a loja está em fase de desenvolvimento de seu site que possibilitará aos clientes o acesso aos últimos lançamentos, novidades e promoções, onde também serão disponibilizadas dicas de utilização de produtos, receitas e muito mais. A loja procura oferecer uma linha de produtos diferenciados que unem qualidade, beleza e praticidade fazendo com que cada momento em sua casa seja vivido de forma única. A transformação do cotidiano do seu lar em momentos de puro encanto é o que a Tolotti Cama, Mesa, Banho & Bazar procura tornar possível aos seus clientes contribuindo para fazer de sua casa, “o melhor lugar do mundo para se estar”!

casa


Artelana por Casa das Persianas

N

o último dia 03, foi inaugurada em Bento Gonçalves a Artelana – uma das cinco lojas Centurion da Luxaflex® no Rio Grande do Sul. A Artelana apresenta um show room diferenciado com espaços conceituais e projetados exclusivamente para atender seus clientes e profissionais. A Artelana disponibiliza de um mix diversificado de produtos: cortinas, persianas, toldos, tapetes, sancas, redes de proteção, telas para insetos, pisos, papéis de

parede, tecidos, objetos decorativos e móveis em fibras naturais e sintéticas. Sempre prezando pelo bom atendimento e em constante inovação, agora a Casa das Persianas passa a ser chamada de Artelana, trazendo como inspiração o designer Artelano, que tão bem sabe dar exclusividade a cada cliente, oferecendo um atendimento personalizado e único. A Artelana é gerenciada por Rejane, Fernando e Luísa Cobalchini Damasio.

Os diretores da Artelana Fernando, Rejane e Luísa Cobalchini Damasio com o diretor comercial da HunterDouglas Marco Antônio Pereira, na abertura oficial da loja.

casa

Jornal Design | Serra 7


Design:

Cristiano Gallina

GallinaVisentini Designers

Quando somos contratados pelas empresas para criar um novo produto, seja ele novo ou até mesmo um incremento de mix de produtos, logo iniciamos nossos pensamentos para a inovação. O que fazer de novo para criar diferenciais mercadológicos sem comprometer os fatores econômicos e objetivos estéticos e funcionais do produto? Inspirada sob a observação dos movimentos e fases da lua, criamos a Luminária Lunari. Seu formato semi-circular lembra uma meia-lua, denominação que se dá a lua no quarto crescente ou no quarto minguante que ocorrem quando o ângulo Terra-Lua-Sol é aproximadamente reto, de modo que vemos apenas cerca da metade do disco lunar. Os círculos que discipam a luz representam as crateras lunares e proporcionam uma discipação de luz suave, macia e regular, lembrando o luar. A mesma peça pode ser utilizada como arandela (luminária de parede) e como luminária de mesa. Este foi o conceito que criamos para esta luminária: uma única peça que pudesse ser utilizada de diversas maneiras, minimizando os custos de produção e maximizando as possibilidades de uso, sem esquecer da sua função. Gostamos de comparar o nosso processo criativo

8 Jornal Design | Serra

com o funcionamento de um grande liquidificador. Colocamos nele os ingredientes mercadológicos, psicológicos, econômicos, ecológicos, tecnológicos e antropológicos, que são os objetivos de cada projeto e dele criamos nossas ideias, levando em conta a medida de cada um dos ingredientes ali colocados. A Luminária Arandela Lunari é perfeita para dar um toque especial na decoração de qualquer ambiente, externo ou interno. Por outro lado, a Luminária de Mesa Lunari é indicada para um ambiente aconchegante com luminosidade amena. Pode ser utilizada em quartos, salas ou mesmo no escritório. Os detalhes vazados na superfície de ambas as peças garantem maior charme e delicadeza, fazem a diferença, garantindo maior luminosidade e charme ao produto. Podem ser usadas com lâmpadas incandescentes de 60 W, no máximo, e com fluorescentes de, no máximo, 11 W – que são muito mais econômicas e duráveis. Estas luminárias mereceram destaque no final do mês de Fevereiro, durante o seu lançamento na Gift Fair 2012, em São Paulo. Fazem parte da coleção de luminárias da Coza e foram criadas especialmente para as comemorações dos 30 anos da empresa.

Foto: Divulgação

Inovação, prática e negócios

casa


casa

Jornal Design | Serra 9


Design + Negócios O valor do design está em provocar experiências.

10 Jornal Design | Serra

Há tempos atrás o foco do design estava no objeto, hoje, esse conceito é muito mais amplo, está atrelado ao comportamento. O design saiu do objeto para invadir o espaço humanitário. Como as pessoas vivem se relacionam e suas necessidades, são os pontos essenciais para os novos projetos. Esse comportamento força as empresas e os designers a projetar para a experiência do uso. Na Kitchen & Bath as empresas apresentaram produtos como chuveiros com cromoterapia, hidromassagem e TV LCD, ba-nheiras acionadas a distância por aplicativos de Iphone e smartphone, grelhas que desaparecem no piso, e outras cheias de estilo que o cliente escolhe o tamanho. Produtos com apelo sustentável e que economizam água. Para todos os gostos uma certeza sempre está presente: a tecnologia está a serviço do se fazer melhor e para um mundo melhor. A Intervento Design esteve presente com projetos juntos a Altero Design explorando tecnologia e novos conceitos em metais para a casa. Para saber mais acesse o site: www.altero.com.br

Fotos: Divulgação

Aconteceu de 20 a 23 de março, no Transamérica Expo, em São Paulo a Kitchen & Bath 2012, uma das mais importantes feiras destinadas a produtos e acessórios para banheiro e cozinhas da América Latina, que chega a sua sétima edição apresentando novidades, lançamentos e conteúdo inovador associado ao estilo de viver. A feira atraiu um público altamente qualificado, reunindo designers, arquitetos, especificadores, revendas e boutiques que se preocupam em oferecer soluções inovadoras para um cliente exigente e formador de opiniões. Um dos pontos altos da mostra foi à preocupação das empresas com a experiência do morar. A arquitetura e o design de interiores tem poder transformador na vida das pessoas e na cidade. Todos nós sofremos interferências do ambiente em que vivemos e os arquitetos e designers têm a responsabilidade de compreender as pessoas e seus ambientes para poder projetar objetos e espaços que melhorem a experiência do morar. A força do design de interiores é centrada em como se vivencia o espaço. É muito importante criar de forma que se permita a interação entre o meio ambiente e as pessoas, e que elas possam explorar a iluminação natural, o vento, os aromas, as cores, e outros elementos envolvidos. Estamos cada vez mais lidando com espaços menores e passando muito mais tempo em locais públicos, o que nos faz considerar esses ambientes tão importantes quanto nossas casas. Para essa tendência corrente as empresas oferecem soluções e experiência com produtos muito próximos entre a casa e o mundo lá fora (ambiente público), um exemplo disso são as soluções em automação e produtos sustentáveis, muito explorados na feira.

Juliana Desconsi Designer

Design relacional Quero debater novamente um assunto que já toquei diretamente ou pelo menos de raspão. Por que nós, designers, não projetamos relações sociais ao invés dessa obsessão por criar, produzir e reproduzir objetos? Imaginem a cena: um casal de classe média alta em conflito pede a um designer uma solução. Este lhes responde: “Desculpem-me, mas sou um designer, só sei solucionar problemas cuja fórmula acabe em um produto industrial. Acho melhor procurarem um médico, um psicólogo, um psicanalista, um terapeuta de casais...”. Frustrados com a resposta, o marido deixa a mulher na frente do instituto de beleza mais caro da cidade e vai à revenda da Hyundai ver os últimos lançamentos. Já falei da shop therapy, pois bem, é isso o que, sem prescrições médicas, este casal acaba fazendo. Ou então vão a um spa, ou ao jogo de futebol, num bar, quem sabe encontrem amantes, enfim, agenciarão dispositivos que lhes proporcionem uma experiência do tipo “válvula de escape” que lhes permitam uma breve fuga da infeliz realidade em que se encontram. Os designers não tem nada haver com isso? Claro que tem! São eles que projetam as experiências de um roteiro turístico, as terapias de um spa, o frasco de um perfume, as linhas insinuantes de um carro esportivo, um quarto de motel, o layout de um site de relacionamentos. Pois então, porque muitos ainda respondem, tão conservadoramente, que só projetam produtos industriais? Precisamos de uma quebra de paradigma, uma ruptura com o modelo mental que produziu o design moderno: o design não trabalha somente com indústrias, e nem as indústrias trabalham

somente com produtos, e os produtos não são somente entidades físicas. Parafraseando Horácio: “Há mais coisas entre os produtos e as pessoas do que sonha a vã filosofia do design”. Primeiro, o que interessa às pessoas não é o produto em si, mas o fenômeno que o envolve e revela. Segundo, na economia capitalista, o produto se torna mercadoria, isto é, moeda biface com valor de uso e valor de troca, algo que Marx já descobriu ser muito mais metafísico que propriamente físico. Terceiro: o que é um produto senão um conjunto de informações que nos proporcionam uma experiência estética, ética, econômica e política em um determinado período de tempo? Portanto, por favor designers, não sejam medrosos. Chega de partir das cadeiras, das bicicletas, dos pratos, garfos e automóveis, torneiras, camisas, calças e cintos (de castidade). Isso só leva à redundância informacional (vide as feiras de móveis!), à cegueira mental, e à preguiça dos sentidos. Tentem partir do que faz sentido para as pessoas. E, pelo amor de deus, pensem que essas pessoas possam ser sujeito de suas vidas. Questionem-se sobre o que pode produzir sentido nas relações entre os sujeitos. Para inovar, é preciso muito mais que novas máquinas em um chão de fábrica. Necessitamos experimentar novas perspectivas sobre a realidade. Quem sabe uma pequena (r) evolução esteja a caminho. Douglas Pastore

Coord. Design Gráfico UCS

casa


Foto: Divulgação

Elemento Natureza Agregue essa energia ao seu ambiente

S

empre pensando na funcionalidade, beleza e prinao sol, flores e mar, totalmente integrados com os todos cipalmente no estilo de cada consumidor, a Criare os padrões madeirados. A cor amarela, Horus – seu termo faz alusão ao deus Móveis Planejados agregou à sua coleção, três novos padrões laqueados: Petróleo, Rouge e Horus. Inssol, foi inspirada em toda sua vitalidade e energia. Como referência, essa cor vibrante traz pirado na arte, moda e natureza as novas lacas tem um apelo estético bastante luminosidade ao amAs cores fortes, quando usadas arrojado e moderno. Seu brilho nabiente. A cor Rouge, traz seu tom adequadamente enriquecem vermelho característico, quente tural é de grande impacto, deixanvisivelmente os ambiente. do o espaço atraente e agradável. e vibrante que traz alegria. Assim como a luz do sol e do fogo, elas As cores fortes, quando usadas adequadamente enriquecem visivelmente os ambiensugerem vitalidade, alegria, excitação e movimento. te. As três tonalidades, estão diretamente relacionadas O vermelho e suas respectivas combinações, reprecom o chamado “elemento natureza”. Fazem referência sentam o calor e são psicologicamente dinâmicas e es-

casa

timulantes. O Petróleo representa o azul do grande mar. O azul é uma cor fresca, tranquilizante, que se associa com a parte mais intelectual da mente. O azul Petróleo nos faz sentir descontraídos e calmos, assim como o grande mar em repouso. Esses tons vibrantes, que foram forte tendência no verão 2011/2012, ainda têm fôlego para mais uma estação. Na moda, junto com a tendência do color blocking, que mistura diversas cores vibrantes em uma mesma produção, as nuances vivas ganham sobrevida e colorem os looks. Estas foram algumas propostas apresentadas este ano em Nova York, Londres, Paris e Milão.

Jornal Design | Serra 11


Para comemorar o aniversário do Jornal Design | Serra, a empresa promoveu o JD Network, evento que reuniu mais de 300 pessoas no Espaço Novalle. Mais que uma comemoração, foi um encontro para a ampliação de redes de contato. Uma oportunidade única de trocar experiências e conhecimento, criando uma corrente de conexões para colaboradores, apoiadores, lideranças e apaixonados pelo design. O JD Network trouxe como tema “Uma Vitrine de Negócios!” como forma de homenagem aos clientes do Jornal Design que constroem a história, passo a passo, lado a lado, erguendo bandeiras, disseminando conceitos e valorizando os segmentos Vida | Casa | Estilo com o que há de mais expressivo – A arte de realizar sonhos! Durante o Network foram apresentados produtos, lançamentos e tendências em estética, móveis, estofados, decoração, carros e moda. Na oportunidade, as diretoras Silvia Perusso e Silvana Aibel contaram um pouco da trajetória, objetivos, diferenciais e alguns detalhes que fizeram diferença na construção da história do jornal. Ainda enfatizaram: “Esta comemoração será um marco na história da

12 Jornal Design | Serra

Fotos: Anderson Pagani

Uma vitrine de negócios empresa, pois o objetivo é reconhecer o espírito empreendedor, a credibilidade, o alto grau de profissionalismo das empresas apoiadoras e dos profissionais especificadores que prestigiam as nossas edições.” Como representante dos empresários, o Presidente do CIC - Jordano Zanesco, falou sobre a importância do design e inovação na atualidade, além de ressaltar a sua admiração pelas empresárias e família pela garra, ousadia e amor pela profissão. Por fim, o Secretário de Desenvolvimento, Leandro Santarossa, representando o poder público municipal elogiou o sucesso da publicação pelos seus diferenciais e trajetória. Além disso, o secretário fez questão de lembrar de ter participado do projeto desde o princípio, como formador de opinião e cliente, ainda quando tudo estava no papel. Feitas as homenagens e saudações, os convidados puderam saborear um delicioso coquetel, harmonizado com espumante da Asprovinho, além de conhecer as novidades dos segmentos, receber informações, trocar ideias e cartões: de fato potencializar as redes de contato, o grande propósito do evento. Tudo isso no cenário maravilhoso do Vale dos Vinhedos.

casa


Charm

Horos

No dia 21 de março, a Charm fez sua pré-inauguração no evento JD Network. Na ocasião, a loja apresentou um preview das roupas que farão parte do seu portfólio. Atuando no segmento feminino, a Charm possui um conceito de marca onde se vestir bem e estar na moda são apenas detalhes do que faz o charme e elegância da mulher atual. Baseada na consciência e valores desta mulher, o ponto de venda, pensado sob uma estética modernista, tem todos os detalhes para proporcionar uma compra tranquila e agradável. A loja traz ao mercado, marcas exclusivas que acompanham tendências mundiais, e que estão nas principais passarelas de São Paulo e Rio de Janeiro: Lucy in The Sky, Reserva Natural, Baldo Gabriela, Esquire, Verty, Angelika Favoretto, Zue, entre outras. A Charm, localizada na Rua Xingú, 577, abre as portas oficialmente a partir do dia 12 de abril. Conheça!

A Horos esteve abrilhantando o evento com todo estilo e glamour de suas peças. Além de antecipar tendências, a Horos também fez o lançamento do seu novo espaço, ambiente amplo e aconchegante, especialmente pensado para receber as clientes e amigas com muito conforto e alegria. O evento possibilitou a divulgação desta nova proposta, deixando a Horos em contato direto com seu público, que aproveitou a festa para entender este novo momento Horos.

casa

Jornal Design | Serra 13


Fotos: Divulgação

Huomem

Honda

Entre um espumante e um bate papo, conferimos no lounge Estilo, os looks da Huomem moda masculina que destacou dois perfis diferentes para homens, sendo um mais formal e outro despojado.

A Honda Scapini recebeu holofotes na chegada do evento, onde se encontravam os carros Fit, City, Civic e a CRV 2012. Além do desenho completamente renovado, tanto por fora quanto por dentro, o modelo da marca japonesa ficou mais sofisticado. Agora é possível equipá-lo com novos itens de segurança incluídos na versão EXL, como os sistemas MA-EPS (Motion Adaptive Electric Power Steering), que colabora com a estabilidade do veículo, e HSA (Hill Start Assist), que auxilia nas subidas mantendo acionado o freio por até três segundos depois que o motorista tira o pé do pedal. Na lista de equipamentos disponíveis também está entre os destaques o sistema i-MID (intelligent Multi-Information Display). Trata-se de uma central inteligente, que exibe em uma tela de LCD diversas informações, como sistemas de áudio e de navegação, computador de bordo, imagem da câmera de ré e conexão Bluetooth, e opera como interface para customização do veículo. Isso sem contar o botão ECON, que ativa e desativa a função de assistência à condução econômica. Venha conhecer o Suv mais desejado do Brasil na Scapini Honda Bento Gonçalves.

Saara Garden Center A Saara Garden Center foi concebida a partir de um projeto pensado a fim de contemplar as necessidades dos clientes, entre elas diversidade e qualidade dos produtos, credibilidade dos serviços, comodidade e conforto no estacionamento coberto. Especializada no serviço de paisagismo, oferece mudas de flores, folhagens internas e externas, vasos de plástico, cimento e cerâmica, cachepôs de vidro, inox, madeira, bambus e ferramentas. Os cachepôs e folhagens, que deixaram o Novalle ainda mais charmoso para o JD network, foram escolhidos pela equipe da Saara.

14 Jornal Design | Serra

casa


casa

Jornal Design | Serra 15


Estilo 14 é o programa mais jovem da TV Cidade de Bento Gonçalves, com uma linguagem moderna e formato bem descontraído este programa de televisão apresentado por Débora Luz leva ao telespectador do Canal 14 da Net informações do que acontece de interessante na região através de entrevistas, cobertura de feiras e festas eventos em geral.

Fotos: Anderson Pagani

Estilo 14 DWR

Sempre atento às necessidades do mercado, a DWR foi a empresa responsável pelo som, luz e imagem do JD Network, proporcionando um cenário lindo e valorizando ainda mais os produtos ali expostos.

Vértice

Há oito anos no mercado, a Vértice é formada por profissionais especializados em Design e Propaganda, atuando nas mais diversas áreas da comunicação, ou seja: editorial, impressos (PDV), embalagens, promocional, etc. Sempre comprometidos com os valores da profissão, buscam sempre a satisfação dos seus clientes. Trabalham com equipamentos e ferramentas de última geração para garantir a qualidade do material produzido. Suas técnicas estão em constante aprimoramento pela pesquisa e upgrade de conhecimento. A Vértice prioriza clientes fixos pela possibilidade de desenvolver uma comunicação mais precisa e de acordo com os objetivos propostos. Prezam muito a opinião e o conhecimento do cliente, trabalham em conjunto, reunindo as ideias e concepções para chegar a um objetivo comum e obviamente, lucrativo.

16 Jornal Design | Serra

A4 Visual

Os convidados foram fotografados em um belíssimo hall da fama, impresso pela A4 Visual, na entrada do evento.

casa


Dell Anno

A Dell Anno Contemporânea, autorizada Bento Gonçalves esteve em seu lounge em grande estilo. Na proposta de um living com horizontalidade, que transmitisse conceito aliado à elegância, no home theater nichos decrescentes em formatos aleatórios, gavetas no sistema push, dispensando assim puxadores e permitindo um visual mais leve. Seguindo essa linha de raciocínio, não poderíamos ter definido outro padrão se não o Chamalote Noir, padrão exclusivo Dell Anno, assinado por um dos maiores designers da moda na atualidade o estilista Reinaldo Lourenço, afinal, trata-se de uma proposta ousada onde moda e decoração se encontram, um sucesso!

casa

Omega Viratto

Ideias únicas para ambientes exclusivos. Desta forma, a Omega Viratto participou do lounge Casa. A arquiteta Silvana Ferrari Copat pensou na adequação dos móveis para a proposta do evento, priorizando estofados de diferentes opções de cores, estilos e funções. Para o ambiente home theater, o estofado Malbec, que dispõe de todas as características de conforto necessárias. Já o estofado Donatello em composição com as poltronas Anita, em cores bem alegres, foram pensados para uma sala de estar jovem. Para ambientar outro espaço, a chaise Passione, uma proposta diferente tanto em seu design como em sua funcionalidade. A enorme diversidade que a Omega Viratto tem em suas composições de modelos, estilos e tecidos, proporciona à todas as pessoas uma escolha de acordo com sua necessidade.

Jornal Design | Serra 17


Fotos: Anderson Pagani

Novalle

Serafinense

Localizado no coração do Vale dos Vinhedos, cartão postal da cidade de Bento Gonçalves, o Espaço Novalle é um projeto idealizado e inspirado para um publico que procura algo especial para seus eventos. Inaugurado em maio de 2011, o espaço está à disposição das pessoas que buscam um local diferenciado, com um ar sofisticado, rodeado por vales e montanhas. Liberdade de escolha e um atendimento personalizado faz parte da filosofia da empresa. A proposta do local é deixar a todos os frequentadores uma sensação de bem estar e felicidade.

Por ter um papel fundamental na história da publicação, a Gráfica Serafinense também esteve prestigiando o evento, afinal, o resultado da publicação precisa do toque final das mãos mágicas, porém naturais de toda a equipe que, quando se trata de empenho e determinação, estão sempre dispostos.

18 Jornal Design | Serra

casa


Light Shape

Mel de Assis

A LightShape esteve presente e mais próximo aos seus clientes e apreciadores, para explicar sobre os métodos e serviços oferecidos, tendo como destaque a fotodepilação, que é hoje sem dúvida, o mais avançado tratamento para eliminação dos pelos indesejáveis. Técnica de aplicação rápida, não invasiva e indolor. Destaque também para o tratamento shape, tecnologia avançada para tratamentos corporais e faciais, sem danos à pele, sem cirurgia e sem interferência na rotina normal. O maior atrativo é o custo benefício que a LightShape prioriza em seus tratamentos, com as tecnologias mais avançadas da atualidade à um custo acessível, democratizando desta forma, os melhores tratamentos com acessibilidade à todos. Afinal, quem não quer ter uma pele bonita, jovem, suave, sem pelos e sem dor?

Os acessórios Mel de Assis deram um toque apaixonante no lounge Estilo. Com as peças desenvolvidas pela designer de joias, Cassiane de Assis, era impossível resistir aos modelos arrojados, modernos e de acordo com a personalidade de cada mulher.

casa

Jornal Design | Serra 19


Fotos: Anderson Pagani

Mais que sabor Estação Bangalô

Gastronomia diferenciada é isso que a Mais que Sabor trás como proposta, a ideia é inovar, fazer diferente e surpreender através da gastronomia. Descobrir o prazer em experimentar algo novo, em proporcionar encantamento através de um prato cuidadosamente elaborado, apresentado e servido, em combinar cores e sabores, texturas e temperos, de valorizar e explorar produtos nossos, é o que verdadeiramente pretendemos, ir além do esperado, ir além do comum, ser diferente. Para o evento JD Network a Mais que Sabor preparou uma deliciosa e exclusiva sobremesa a base de mousse de frutas secas e coulis de pêssego com farofa de amêndoas, batizada carinhosamente de “Mousse JD”. A personal gourmet Janete Canello é quem assina a Mais que Sabor. Ao longo dos últimos anos tem trabalhado com foco na diferenciação e inovação de seus pratos e criações gastronômicas, com especialização na França e na Itália, países que são sua inspiração. Janete imprime marca própria em seu trabalho, com personalidade, delicadeza e paixão pela arte de cozinhar. Ser diferente não é tarefa fácil, exige criatividade, inovação, qualidade e sobretudo comprometimento, requer sensibilidade para apresentar algo novo e conceitual, esse é o nosso desafio, a nossa paixão, é Mais que Sabor!

20 Jornal Design | Serra

Não poderíamos deixar a casa mais badalada da região fora desta. Por isso a equipe Estação Bangalô preparou e orientou seus garçons para prestar o melhor atendimento ao público presente no JD Network. O bar, pub e danceteria dispõe de uma programação especial de quinta à sábado, das 19 as 21h, entrada free, das 21h as 23h, feminino R$ 15 e masculino R$ 25 consumação e, após as 23h, feminino R$ 15 e masculino R$ 25 ingresso.

casa


Asprovinho As vinícolas associadas à Asprovinho, Don Giovanni, Aurora, Geisse e Valmarino aguçaram os paladares mais exigentes da noite oferecendo seus renomados espumantes.

Castellar Pensou em lareiras de alto desempenho, pensou Castellar. Em um lounge projetado com cores quentes, a empresa destacou seus modelos mais badalados para o melhor inverno de todos os tempos. Neste mesmo dia, houve o lançamento da Gran Firenze, uma lareira especialmente desenvolvida para sua segurança e conforto na estação mais elegante da Serra Gaúcha. Afinal de contas, faz bem aquecer os sentimentos! A Castellar Lareiras é uma empresa especializada em oferecer conforto e design traduzidos em lareiras de alto desempenho. Localizada em Carlos Barbosa, a marca esta no mercado ha mais de sete anos, e agora conta com um show room próprio na loja Mercatto, também em Carlos Barbosa, visando facilitar e melhorar o atendimento aos seus clientes.

casa

Jornal Design | Serra 21


Projeto de living do no JD Network: O projeto do espaço living assinado pelo Studio Marta Manente, teve como briefing o acondicionamento das mais de 360 garrafas de água que foram entregues como souvenier do evento. Foi idealizado a partir do mote: refresque as suas ideias, com o lettering com pixel adotado para a campanha do evento. A estante foi construída em MDF, da Contemporânea Dell Anno, cor nude com prateleiras de vidro iluminadas por LED, da Center Luz, criando aspecto de leveza e intensificando o tema o objeto principal, a água. Nas laterais da estante foram penduradas várias cordas, onde as pessoas durante o evento deixaram seus recados em um post it para o Jornal Design. Os papéis eram coloridos e possuíam a forma de um quadrado, remetendo à ideia do pixel. A mesa de centro foi construída também com painel de MDF e a base com tronco de madeira. Este tronco tem origem no Rio das Antas, onde muitas vezes, durante as enchentes, deve ter rolado pelo rio afora. É uma verdadeira escultura feita pela natureza das águas. O destaque ficou por conta das projeções de imagens no tampo da mesa, que contou a história de um ano de parceria com o Jornal Design e Studio Marta Manente. Os puff’s de madeira possuíam almofadas coloridas, Omega Viratto, acompanhando o tema, assim como a luminária da Allê Design, assinada pelo designer Marton.

Marta Manente Designer

Foto: Anderson Pagani

Assinatura do Studio Marta Manente

Receber bem seus amigos: Está em suas mãos

22 Jornal Design | Serra

Foto: Silvia Tonon

chafariz, piscina, portões, câmeras de segurança, luzes do jardim, entre outras. Os benefícios da automação são inúmeros, além do controle e praticidade, conforto, economia, segurança, flexibilidade e versatilidade, valorização dos ambientes e aumento de produtividade dos ambientes são os principais motivos que tornam esta tecnologia cada dia mais acessível e indispensável para o dia a dia. A CenterLuz Iluminação conta com um show room de automação (sem fio) e convida você a conhecer melhor esta tecnologia e sentir as “novas sensações” que um bom projeto pode proporcionar. Estamos em uma época de tecnologia, devemos usufruir de seus benefícios, compartilhar com os nossos amigos e familiares. Um abraço iluminado a todos!

Foto: Divulgação

Já imaginou sua residência se transformando em vários ambientes para receber seus convidados com apenas um toque? Percebo que muitos amigos e futuros moradores de seus novos apartamentos ou casas se interessam e querem conhecer melhor sobre esta tecnologia, então rapidamente vou abordar sobre os benefícios da automação residencial. A automação é um jeito fácil e prático de comandar os equipamentos dos ambientes com conforto e economia, além de trazer bem estar aos usuários. Com automação é fundamental criar cenários para diversos eventos, como um simples jantar, onde as luzes são reduzidas, uma música romântica é acionada e as persianas são baixadas, até uma festa super badalada onde as luzes “piscantes” são acionadas e mudam de intensidades conforme a música, a piscina troca de cor integrando o ambiente, o telão reproduzindo o clipe das musicas, enfim, tudo é possível neste mundo de tecnologia. Com sensores de presença, temporizadores ou até um simples toque em um botão ou controle remoto é possível automatizar todos os equipamentos que possuam um comando elétrico ou eletrônico, então podemos comandar a iluminação e fazer vários cenários, acionar o som, televisores, projetores, persianas, telão, ar condicionado, lareira, calefação, persianas, irrigação,

Giovani F. Carlet

Especialista em Iluminação

casa


Movelsul

Negócios e visitantes acima do previsto na edição de 2012

Festa dos premiados

expressivos de negócios para os próximos meses, de U$ 35 milhões. No total a feira recebeu 514 importadores, de 44 países. Voltada para a classe C, a feira se propôs a criar soluções para este público que consome, por ano, R$ 19,4 bilhões em móveis. Um dos destaques da feira foi a Casa do Novo Consumidor do Brasil, aonde um apartamento de 60m² foi completamente mobiliado com móveis de expositores da feira. Segundo uma pesquisa realizada pelo Sindmóveis, promotor da feira, a nova segmentação, que dividiu os produtos por critérios de semelhança, foi aprovada. Junto a abertura dos pavilhões, o governo federal anunciou a redução do IPI para móveis, trazendo o impulso que faltava para a consolidação dos resultados da maior feira do setor da América Latina. A estimativa é que esta medida tenha sido responsável pelo aumento de 10% da projeção de negócios. Foto: Evandro Soares

João Paulo Pompermayer, presidente da Movelsul 2012

A estimativa de vendas para importadores, também teve volume recorde nesta edição. Todas as expectativas foram ultrapassadas na 18ª edição da Movelsul Brasil, encerrada em Bento Gonçalves, na última sexta-feira, dia 30. A estimativa de volume de negócios que deverão se concretizar ao longo dos próximos 12 meses foi 10% acima do esperado: U$ 360 milhões. Durante os cinco dias de feira, mais de 38.000 visitantes conferiram os lançamentos expostos pelos 327 expositores. Nessa edição, alguns recordes foram quebrados, como por exemplo o maior número de visitantes em um único dia, com mais de 8 mil pessoas na quarta-feira. Além disso, o número de países participantes do Projeto Comprador, foi outro recorde: foram realizadas mais de 600 rodadas de negócios com representantes de 30 importadores, vindos de 18 países. Igualmente ao volume total da feira, o Projeto Comprador prevê números

Na noite de quarta-feira, dia 28, os autores dos 19 trabalhos premiados para a 16ª edição do Salão Design Movelsul recebem o troféu do concurso, em cerimônia realizada no Dall’Onder Grande Hotel. Este ano, a temática foi alinhada à da feira, que aborda as necessidades e o estilo da classe C.

casa

Jornal Design | Serra 23


Combinação perfeita entre design e praticidade

C

Fotos: Divulgação

Cozinhas de Aço, a linha Domus renova sua condição ores, formas e estilos interagem para originar linhas que enchem os olhos e conquistam não só de hit ao ser eleita para ambientar a Casa do Consumidor do Novo Brasil”. A linha marca a participação de pelo charme, mas também pelo apelo da tecnologia, funcionalidade e durabilidade aplicado ao dia a cozinhas fabricadas em aço no projeto-modelo de residência, evidenciando todas as vantagens agregadas dia. Exemplo dessa união de atributos são as opções aos móveis fabricados com essa matéria-prima. apresentadas pela Bertolini Cozinhas de Aço. A marca gaúcha coloca em evidência seus mais de 40 anos de Quem procura cozinhas de aço que sejam excelentes na combinação de diferenciais como conforto, beexperiência no segmento e explora esses diferenciais com os lançamentos e destaleza, durabilidade e resistência, ques que traz para a Movelsul “Estamos trabalhando para oferecer além de oferecer uma vantajosa relação custo x benefício na hora Brasil 2012. cozinhas de aço que sejam o reflexo Uma das estrelas da partida compra, precisa conhecer as dos desejos do consumidor” opções da Bertolini – e a série de cipação da empresa na feira diferenciais únicos que oferece. é a Cozinha Gourmet. Desenvolvida especialmente para os amantes da arte de coziResistência: a tecnologia para tratar, cortar e dobrar nhar, aposta em um visual limpo e elegante – sem abrir o aço permite oferecer produtos que não quebram ou mão de um toque irreverente - as portas, por exemplo, deformam.. apresentam estampas ou vidros decorados com moDurabilidade: Ao contrário de outros materiais, que, tivos lúdicos. “Para satisfazer o consumidor, hoje, não basta mais oferecer produtos de qualidade, com boa com o tempo expandem, empenam e/ou retorcem, o durabilidade e preços acessíveis. O objeto da compra aço apresenta propriedades físicas imbatíveis. Por isso é amplamente utilizado na indústria automobilística, na tem que ser capaz de expressar estilo e agregar valor construção civil, na linha branca, entre outros. Sua coziaos espaços da casa, por exemplo. Atentos a essa nenha Bertolini vai manter as características originais da cessidade, estamos trabalhando para oferecer cozinhas estrutura por muito tempo. de aço que sejam o reflexo dos desejos do consumidor”, diz o designer da Bertolini Cozinhas de Aço, GusSustentabilidade: O aço é 100% reciclável, ou seja, tavo Bertolini. não agride a natureza. Seu ciclo de vida é inesgotável, sem perder as propriedades e características originais. A outra opção inovadora no portfólio da Bertolini

24 Jornal Design | Serra

Praticidade: a superfície do aço é lisa e não absorve gordura ou outros tipos de sujeira em seus poros. Assim, é muito mais fácil manter a limpeza. Por isso que em laboratórios e hospitais, por exemplo, essa matéria-prima aparece largamente. Imagine a praticidade que isso representa em uma cozinha: basta passar um pano e está tudo higienizado. Higiene: o móvel de aço não sofre a ação de parasitas como cupins, por exemplo, e é resistente a umidade. Sua manutenção é bastante simples. Tecnologia: todas as peças que a Bertolini agrega no projeto de uma cozinha de aço passam por uma série de processos produtivos que garantem sua qualidade. Na fábrica, a matéria-prima recebe tratamentos químicos e anti- corrosão, além de passar por um sistema de pintura eletrostática a pó que não descasca e resiste a riscos (a mesma utilizada na indústria automobilística e de eletrodomésticos). Tudo isso funciona como garantia de um acabamento com alto padrão de qualidade. Design: o aço é um material nobre e altamente sofisticado, que traduz conceitos de modernidade aos ambientes. Hoje, é possível investir em produtos com acabamento diferenciado e estampas – criando um ambiente esteticamente atrativo. As cozinhas de aço Bertolini apresentam esses atributos com excelência: seus modelos são versáteis e elegantes. É possível obter combinações surpreendentes com a variedade de cores e acabamentos disponíveis.

casa


Fotos: Divulgação

Panquequeira Cadence

Cadeira Fantasminha

Cooktop Venax

Maior facilidade na hora de preparar panquecas. Massa fininha e crocante, base antiaderente, acompanha espátula e recipiente para a massa. É muito prática e simples de usar, basta colocar a massa no recipiente que acompanha, encostar a parte superior antiaderente na massa por menos de três segundos, virar, deixar dourar a massa e pronto, em alguns segundos você tem deliciosas panquecas. Prática, rápida e fácil de usar.

Entre os lançamentos da Prima Design, destacam-se as versões da cadeira Fantasminha. Esta coleção nasceu inspirada na nova classe consumidora em ascensão, que busca produtos funcionais, confortáveis, agradáveis ao olhar e com preço justo. De um assento redondo já existente na Prima Design, surgiu o desenho da primeira Fantasminha, por Eulália. Em seguida, reconhecendo as possibilidades de novos desenhos com a mesma linha de pensamento, foram criadas as Fantasminhas por Senna e Marton.

Conjunto de fogões de embutir (Cooktop) com base de vidro. Composto por trempes em ferro fundido, individuais e removíveis, que facilitam a manutenção e limpeza. Encaixadas sobre apoios vedados, também individuais, possibilitam o uso de formatos diferenciados de trempes num mesmo conjunto de apoios. A cor é utilizada, além da questão estética, como requisito de informação de segurança, estendendo-se aos detalhes(topo e base) dos botões dos acionadores dos queimadores. O desenho gráfico de indicação facilita a compreensão da relação acionador/queimador o que também privilegia a segurança.

casa

Jornal Design | Serra 25


26 Jornal Design | Serra

nossa obra


nossa obra

valorizando o conhecimento, unindo profissionais

Fotos: Divulgação

Porque construir em aço?

Construir com aço apresenta uma série de vantagens, já consagradas em todo o mundo, que devem ser levadas em consideração quando se escolhe o sistema construtivo da obra. Muita gente ainda acha que estrutura de aço é sinônimo de obra cara e com jeito comercial, ao contrário disso, optar por esse sistema, pode render belas construções residências, com custo viável e tempo bastante reduzido. Velocidade trazendo economia A alta velocidade de construção quando se utiliza estrutura de aço, se comparada com a de uma obra convencional, se deve a um conjunto de fatores, dentre os quais podemos destacar: • Planejamento para minimizar atrasos devido à retrabalhos e improvisações: as peças, que são produzidas com precisão de milímetros, precisam se encaixar perfeitamente na obra sem espaço para erros e improvisações que causam tantos atrasos. • Alto grau padronização: pelo fato da estrutura ser industrializada, isso implica em produtos e processos padronizados e repetitivos, tornando os prazos e custos bem definidos e reduzidos. • Leveza da estrutura e a agilidade no transporte: estruturas leves implicam em transportes horizontais e verticais econômicos e rápidos. • Montagem rápida e simplificada: as peças chegam na obra já pré-fabricadas tendo apenas que serem fixadas. Sem necessidade de tempo para cura ou desforma. • Mão de obra mais bem treinada e qualificada: por causa da maior exigência operacional da mão de obra na construção metálica, ela necessariamente teve que ser mais bem selecionada e treinada. Administração de custos e prazos Quando se constrói com aço, a variabilidade de custo e prazo entre o planejado e o realizado tende a ser menor por diversas razões. • A estrutura de aço tem custo direto com baixa variabilidade: uma vez tendo o projeto executivo concluído, os quantitativos das listas são

nossa obra

muito mais precisos do que os de uma estrutura de concreto. • Os serviços são mais padronizados: quando se conhece bem a tarefa que se vai fazer, a qual foi muito bem definida, os custos e prazos tendem a se repetir e, portanto o planejamento tende a ser mais acertado. Facilidade em vencer grandes vãos A facilidade de vencer grandes vãos deriva de propriedades mecânicas, químicas e geométricas que as peças em aço têm em particular: • Alta resistência mecânica: para se ter uma idéia, uma peça de aço submetida a uma carga de tração requer uma área 1/20 menor do que a área de uma peça de concreto armado. Isso faz com que para uma mesma altura de viga de aço e concreto, o aço vença um vão bem maior. • Homogeneidade química e dimensional: o aço é um material produzido em usina, através de processos rigorosos e muito bem controlados do ponto de vista dimensional e químico. Esbeltez, leveza e outros diferenciais estéticos. Essas são características bem visíveis nas construções em aço: • Estrutura esbelta e leve: consegue-se vencer o mesmo vão que vence as vigas de concreto, mas com peças mais esbeltas. Da mesma forma as colunas metálicas precisam de menos seção transversal para resistir à mesma carga que atuaria numa coluna de concreto. • A estrutura é montada: a particularidade de que a estrutura de aço é trazida da fábrica para ser montada, e não moldada “in loco” como é o caso do concreto, abre um leque grande de possibilidades geometrias, viáveis para o projeto arquitetônico. • A estrutura metálica pode contribuir muito com o projeto arquitetônico principalmente quando se leva em consideração as peculiaridades do aço como elemento estrutural. Resistência a corrosão As estruturas em aço, quando projetadas apropriadamente, não apresentam problemas quanto à corrosão.

Todas as formas de garantir a integridade da estrutura apesar dos ataques corrosivos ao longo da vida útil da edificação estão regulamentadas por normas técnicas nacionais e estrangeiras amplamente utilizadas ao longo de décadas. Resistência ao incêndio Assim como a resistência à corrosão, a resistência ao incêndio das estruturas de aço também são reguladas por normas técnicas brasileiras e estrangeiras. O objetivo dessas normas é basicamente dar tempo para que as pessoas desocupem os edifícios quando esses estão em situação de incêndio. Daí surgiu o conceito de TRRF (Tempo de Resistência Requerido ao Fogo). Hoje temos vários sistemas de revestimentos no mercado capazes de dar a proteção térmica adequada à estrutura como pintura intumescente, placas de gesso, argamassa projetada, etc. Respeito ao meio ambiente. No aspecto de adequabilidade ao meio ambiente a construção com aço tem muito que contribuir.: • Baixo índice de desperdício: durante a construção de uma obra com aço, a matéria prima é adquirida no tamanho exato em quantidades precisas e a estrutura é fabricada em milímetro reduzindo a praticamente zero o desperdício. • Redução de formas e escoramentos: sem as formas e escoramentos, muita madeira deixa de ser retirada da natureza e jogada fora. • O aço é reciclável: o aço pode retornar aos fornos siderúrgicos após a vida útil da edificação para ser reutilizado para um novo fim como estruturas metálicas novamente, automóveis, geladeiras, tubos de condução, etc.

Adilson Biasin Engenheiro civil engadilsonbiasin@hotmail.com

Jornal Design | Serra 27


nossa obra

Fonte: Global Design Workshop

valorizando o conhecimento, unindo profissionais

apoio:

Arquitetura no varejo: valorizar a emoção dos consumidores Sentar-se em um sofá para descobrir se é confortável ou não. Experimentar o toque de um tecido. Sentir o efeito de uma iluminação. Nada substitui o contato direto do consumidor com o produto quando o assunto é vendas. A internet é mais uma ferramenta de compra e informação para a seleção de marcas, mas para decidir a compra, o consumidor vai querer ver, ouvir e sentir tudo sobre o produto desejado. Com isso, o ambiente da loja deve buscar proporcionar uma experiência estimuladora para os consumidores. Uma loja bem projetada apresenta características bem definidas. • Ambientes criativos e sugestivos, proporcionando um ambiente agradável • O layout da loja precisa facilitar a troca constante dos produtos expostos. Visitar uma loja é um programa. A exposição de produtos e a interatividade com imagens permitem que os clientes recebam orientações e troquem experiências Após escolher a localização e a estratégia de vendas, nenhum tema é tão influente em um projeto comercial como a questão da luz . Em qualquer loja, seja qual for a atividade, a iluminação vai

28 Jornal Design | Serra

determinar o ambiente, os destaques, as cores e os pontos de maior interesse. Uma boa iluminação comercial deve atender as seguintes necessidades: • Chamar a atenção • Gerar interesse • Criar uma atmosfera agradável • Integrar-se a arquitetura e a identidade da loja • Ser flexível A iluminação influencia as vendas tanto quanto as promoções, a sinalização e os vendedores. Bem integrada a estratégia do lojista, a iluminação se torna uma poderosa e indispensável ferramenta de marketing e deve estar diretamente relacionada a sua arquitetura. O varejo vem assumindo uma importância crescente no panorama empresarial do Brasil e do mundo. Portanto, estimular a venda por meio de experiências dentro da loja, em ambientes bem projetados, será a melhor estratégia de venda.

MESTRE

arquitetura apoio:

Arq. Juliana Pereira arquijps@hotmail.com Fonte: www.ricardobotelho.com.br

nossa obra


Tendências Outono/Inverno 2012

Foto: Divulgação

Surpreenda-se com os caminhos da próxima estação

estilo

Tendências que emitem sensações, provocam os sentidos e traduzem leveza e bom gosto em um único universo. A Drops de Menta apresenta os caminhos da moda para a próxima estação. Original / Terras distantes A natureza, de fato, inspira a nossa maneira de vida e adiciona toques intensos oriundos de suas texturas, cores, aromas, manifestações múltiplas. A ideia de utopia aparece nesta tendência, em uma tentativa de repensar a relação com a natureza. O meio ambiente inspira um guarda-roupa cheio de leveza, poesia e suavidade, como fuga da vida acelerada urbana. Itens chave: Tons neutros e opacos, peças românticas, rendas e babados, acabamentos empoeirados, brilho suave e luxuoso, metálicos polidos, texturas macias e quentes, texturas delicadas e puras em looks transparentes. Irreverente / World mix Como tempero de todos os temas, este serve como manifestação da necessidade de rebeldia, reconhecida como saudável dentro do nosso atual contexto social. O mix agressivo das referências resultará em algo que vai além dos padrões, que contesta conceitos do fetiche, do gótico, de inúmeras culturas, do antiquado, traduzido por uma estética colorida e revigorante. A população não para de se mover no espaço, e as interações culturais continuam a todo vapor. A ideia é incorporar um pouco de diversidade e essa característica nômade que a globalização imprimiu na sociedade. Itens chave: tons terrosos, vermelhos e amarelos, calças flare, pantalonas, estampa étnica, estampa xadrez e franjas. Geometria / Eco-otimista A inspiração vintage está bastante em alta na moda, portanto veremos looks inspirados nas décadas de 20, 30,

40 e 60, esta última ofertará um minimalismo inovador, mesclado com a enérgica juventude que recolocará todas as ideias num conceito mais apurado, novo e oxigenado. O movimento do color blocking, onde as cores super saturadas aparecem, quase sempre, na peça como um todo, será bastante trabalhado como proposta de cor. A alfaiataria masculina está presente no vestuário feminino como forte referência de processo e construção das peças. Soluções sustentáveis com foco em uma utopia ativa. O tema pede a reinvenção da vida diária, e traz cores usadas de forma pragmática e simples. O casual, simples e sustentável (mas ainda assim atrativo) vem para atender uma nova geração que aceita as restrições do mundo moderno, mas que as encara com humor. Itens chave: Cores vivas, sobreposições, alfaiataria em calças, blazers e coletes, capas e casacos estruturados, vestidos alinhados e peças vintage. Hereditário / Medalhista de ouro Este tema oportuniza o reviver da autoconfiança e da verdadeira elegância, pensando em know-how, conhecimento e experiência. Luxo não adquirido ou aprendido, mas natural. A energia da herança, algo simbólico que tem pesado significado. Olhar forte para os clássicos com uma tradução moderna, permitindo variações inusitadas e excêntricas. Neste, esportes como equitação, caça, pesca, e demais esportes “finos”, estarão em evidência. Uma tradução dos clássicos em uma versão altamente contemporânea e moderna permite incomuns e um pouco excêntricas, a busca é por novos padrões chave. Itens chave: peças com brilho, peles, cor dourado e bronze, calças croped (não existe mais fazer bainha), saias, estampas de bichos (principalmente cobra).

Jornal Design | Serra 29


Outono/inverno masculino

Fotos: Divulgação

A alfaiataria vai reinar nessa temporada!

Para a sorte das mulheres, os homens estão cada vez mais interessados em moda e cuidadosos com a própria aparência. Hoje eles se depilam, fazem a unha e perdem horas fazendo compras. Então, vou falar aqui sobre algumas tendências da moda masculina Outono/Inverno 2012. As estações mais frias do ano prometem tons de cinza, azul marinho e o clássico preto por proporcionar um estilo mais sofisticado e elegante. As cores quentes e vibrantes, como tons de amarelo e mostarda que destacam o visual também entrarão para o “cardápio” em 2012. O vermelho irá propor um visual mais refinado e estará muito presente nas estampas em xadrez. Outros detalhes com toques esverdeados e demais cores servirão na maioria das vezes como contraste, a fim de criar um visual completo. São os paletós, casacos e sobretudos com cortes alinhados, comprimentos e tecidos que se unem para conferir personalidade ao visual. Além dos tradicionais artigos de alfaiataria e da casualidade de jaquetas e casacos esportivos, os sobretudos masculinos chegam como peças-chave, combinando sofisticação e estilo para arrematar, com conforto, os looks outono/inverno. A temporada pede muito charme e elegância, por isso o trenchcoat não poderia ficar de fora. A peça, marca registrada da Burberry, esteve presente na moda nacional de diversas marcas como João 30 Jornal Design | Serra

Pimenta, Lino Villaventura e a Colcci, que apresentou a charmosa opção em oliva, que foge a rotina do preto. Como já é típico das estações frias, as padronagens xadrezes retomam a cena de destaque, chegando em alta esses tecidos conquistam, especialmente, camisas e calças; no entanto, ternos e paletós também podem trazer tal estampa. Tanto para garantir a originalidade dos mais casuais, quanto para atualizar produções clássicas, o jogo de sobreposições entre: camisas, coletes, moletons, cashmeres, casacos, paletós e sobretudos; chega como aliado dos homens que possuem maior liberdade e ótimas referências para aprenderem a coordenar melhor os shapes, volumes, texturas e diferentes estilos na hora de compor seus looks.

Rodrigo Britzke Personal stylist estilo


Foto: Anderson Pagani

Renove-se neste inverno!

Já estamos no outono, em breve o frio chega de vez. É hora de se preparar para virar a página do verão e pensar no inverno. Nessa edição, falo do que vai ser essencial para você ficar com a cara da nova estação. As tendências são muitas, e com certeza uma delas irá figurar no seu guarda-roupa. Vamos lá então: forte tendência da temporada os pelos e as peles, se consolidaram para o frio. O material, na maior parte das vezes verdadeiro, podendo ser falso também, aparece em coletes, casacos e mantôs, além de decorar golas e barras. Em termos de cores, o clima é gótico, o preto reina absoluto. O inverno apresenta uma cartela de cores restritas, passando por preto, cinza, marrom e o tom de mostarda, o azul e o verde mais fechados. Outra dica, é compor uma silhueta ampla, uma subversão de volumes, que brinca de criar shapes amplos com casacos, mangas e saias. As sobreposições, estão mais elaboradas e modernas. Você pode apostar na combinação de casacos, vestidos ou saias e calças de barra encurtada, tudo no mesmo look. O mix de diferentes materiais, confere variadas texturas e acabamentos às peças: lã, malha, pele, seda e principalmente couro e veludo, são os materiais mais usados. São eles que proporcionam charme extra a blusas, casacos, jaquetas, saias e vestidos. O couro, por sua vez, seja verdadeiro ou falso, este mais usado, invade o inverno 2012. E surge em peças mais sofisticadas, não somente em calças e jaquetas. A nova proposta é adotá-lo em saias, vestidos cinturados, até em camisas. Outro destaque, que promete invadir as ruas é o veludo. Não o cotelê, mas o veludo alemão, italiano, crystal ou molhado. O material empresta seu brilho a peças como vestidos, saias, blusas e até macacões, aparecendo ora sozinho, ora acompanhado de outros materiais. Falando em brilho, ele estará mais forte do que nunca: os tecidos metalizados ou peças com detalhes são protagonistas estilo

e prometem fazer sucesso também em looks diurnos. Outra novidade é o retorno do canutilhos em bordados, os paetês, que voltam a dar brilho às peças de inverno. No que diz respeito a comprimento, a novidade da estação visto em vestidos e saias, é o comprimento mimolet. Depois da ascensão das saias longas (que continuam) e das midis, chegou a vez do mimolet roubar a cena. Para quem não conhece o termo, ele é usado para designar a saia que termina um pouco abaixo dos joelhos, dando um ar romântico ao visual. Falando em saia, a saia lápis, surge absoluta. Justa, com cintura no lugar e na altura dos joelhos, ou logo abaixo, o modelo é sinônimo de elegância. A outra novidade, ocupa a camisaria feminina, mais forte do que nunca, feitas em seda, reina absoluto. A dica é usá-las abotoadas até o colarinho. Para seus pés, além de botas, o calçado mais usado pelas mulheres do sul. A novidade, fica por conta dos loafer, o sapato do momento. A peça must-have do inverno 2012, sai do armário masculino e está fazendo a cabeça e os pés das fashionistas. Sem cadarço ou salto, são charmosos e superconfortáveis, o resultado da mescla entre mocassins e slippers. São perfeitos para dar um toque boyish ao look. É bem simples usá-los no dia a dia: vão bem com saias, vestidos, jeans. Evite usá-los com pantalonas. Visto isto, é hora de ir às compras e renovar-se para o inverno.

Ricardo Rambo Estilista

Jornal Design | Serra 31


Foto: Retratus Atelie Fotográfico

Brasil - 6ª economia mundial – E daí?

Momentos únicos Uma das coisas mais gratificantes para quem se dedica a clicar crianças é quando uma mãe olha o resultado e diz: “Nossa! Esse é exatamente meu filho! Essa carinha diz tudo!” Por isso, não menos especial quanto essa singularidade dos pequenos detalhes desvendada nessas imagens, é a intensidade da relação mãe e filho que se captura em sessões conduzidas pelos profissionais. É da espontaneida-

32 Jornal Design | Serra

de dos gestos que nascem as melhores imagens: o olhar de um para o outro que denuncia a mais profunda conexão, o abraço, o colo, o jeito que um segura a mão do outro, o sorrisinho da mãe que é um “eu te amo” sem precisar usar palavras. Confira alguns desses momentos especiais de mães e filhos no nosso site www.retratusbg.com.br à partir da segunda quinzena de abril.

No final de 2011 fomos alçados a condição de 6º maior PIB mundial, todavia a conquista esconde como de hábito grandes deficiências de nosso país, as quais nos deixam muito longe de nações propriamente desenvolvidas. Ora, tudo bem que é um grandioso feito sermos a 6ª economia mundial, o que não deixa de ser uma obrigação dos governantes, em decorrência da gama de nossas matérias primas, prósperas e competentes empresas e a vastidão continental, mas de que adianta galgarmos posições entre os primeiros colocados em relação à economia, enquanto que nas demais condições, ainda figurarmos lado a lado com países pobres e subdesenvolvidos? O Brasil, infelizmente ocupa uma fraca colocação no ranking de 65 países avaliados pelo PISA, teste que avalia os conhecimentos de matemática, leitura e ciências entre estudantes de 15 anos de idade.Somos respectivamente, segundo dados de 2009, o 52º lugar em ciências o 51º em leitura e o 55º em matemática. O próximo teste será em meados desse ano. Tomamos como exemplo a Coréia do Sul, que figura como 15º maior PIB e no ranking do mencionado teste de educação figura entre os primeiros nas matérias avaliadas. É um país muito menor que o nosso, não possui grandes reservas naturais de matérias primas, mas por outro lado registra grande avanço tecnológico, social e econômico, superior ao nosso. Os coreanos investem pesado na educação, seus alunos seguidamente são enviados ao exterior para aprender nas melhores universidades e voltam ao país trazendo bagagem cultural e tecnológica avançada a ser aplicada no país. A média de escolaridade do brasileiro é de 7,2 anos, enquanto que nas nações mais desenvolvidas fica acima de 9,5 anos.

O relatório do Desenvolvimento Humano de 2011 classifica o Brasil na 84ª posição entre 187 países. Na América, estamos atrás, de Chile, Uruguai, Bahamas, Panamá, México, ou seja, com exceção do México os demais países sequer freqüentam a lista dos 10 maiores PIBs mundiais. Para ter uma idéia, à renda bruta per capita anual do brasileiro é de US$ 10 mil enquanto as nações no topo da lista têm médias acima de US$ 30 mil. Nosso país precisa de um “choque” de gestão, principalmente no serviço público, nossos políticos precisam aprovar reformas tributárias, previdenciárias e trabalhistas urgentes, também, seria de bom alvitre que tornassem crime hediondo o desvio de verbas públicas, mas isso parece uma utopia, infelizmente. Para finalizar cabe lembrarmos que somos um dos líderes em arrecadação tributária e números de impostos, taxas e contribuições, em contrapartida temos serviços deficitários e que se opõem a destinação da estupenda arrecadação. Portanto, não adianta sermos o 6º PIB mundial se ainda existem pessoas que morrem por falta de atendimento em hospitais públicos, se a criminalidade é elevada, se as estradas são de péssima qualidade, e principalmente se alguns políticos continuam preocupando-se com o próprio bolso do que com o bem coletivo e adotando o fisiologismo como moeda de troca, entre outras situações.

Sidgrei Machado Spassini Advogado - OAB/RS 66.077

estilo


Fotos: Evandro Soares

Nova Horos A Planalto ficou ainda mais charmosa no último dia 22, quando inaugurou a Nova Horos . Um lugar para estar e se encantar! Consolidada pela honestidade e pelo diferencial dos produtos, a Horos foi criada para mulheres apaixonadas por moda e que buscam realizar seus desejos. Tula e Aidana recepcionaram lindamente seus convidados em uma noite muito agradável, aconchegante, onde entre sapatos e espumantes, todos brindaram um novo momento, uma nova experiência. Na ocasião, esteve prestigiando o evento Sarah Scheffel, designer da Esdra Calçados que comentou conosco os diferenciais da marca envolvendo o cuidaSarah Scheffel, designer da Esdra, na inauguração da Nova Horos do com os detalhes na proporção da forma, na comca, que possuem o perfil das peças, que binação de artigos e cores, na precisão se preocupam com seu estilo, seu bem do formato perfeito de seus saltos, além estar.” dos solados exclusivos desenvolvidos e produzidos na Itália. Sobre a parceria A Horos, convida a todos, para saber com a Nova Horos ela afirma: “Pra mim mais sobre seus novos projetos, como o é um prazer fazer parte desta loja linda, Chá de Sapatos, no site: atender às necessidades das mulheres www.novahoros.com.br da região, que identificam-se com a mar-

estilo

Jornal Design | Serra 33


Eccentric Schutz Day A Eccentric Shoes lançou a coleção outono/inverno onde recebeu suas convidadas para participar de uma programação cheia de glamour e novidades. Com a proposta Schutz Day, Lisiane Vebber oportunizou às suas clientes uma palestra, seguido de um desfile conduzido pela consultora comercial da Schutz, Priscila Simon que revelou sua paixão por sapatos e nos contou um pouco de sua trajetória e filosofia da marca que tanto encanta as mulheres. “Paixão por sapatos e algo que já nasce nas mulheres e trabalhar com

34 Jornal Design | Serra

esta marca conseguindo transmitir nosso jeito de pensar na moda é muito prazeroso. Sou formada em marketing e atualmente trabalho com consultoria comercial onde além de vender os produtos, estamos sempre presente no dia a dia do cliente, ajudando a crescer, se desenvolver enquanto negócio, enquanto marca. O Schutz Day é um exemplo disso, acontece duas vezes ao ano para abrir temporadas, sendo o maior incentivo de comunicação de marca que realizamos com os clientes VIP’s, que trabalham em

conjunto, que fazem um trabalho bacana, onde disponibilizamos os materiais para o evento, tornando um dia especial para as mulheres que prestigiam a loja”, afirma. Em constante contato com o processo de confecção, Priscila conta que a produção dos calçados é artesanal e que exige ainda muita mão de obra. Já trabalhou na produção e afirma a fundamental importância disso para entender a essência do produto, para poder transmitir ao cliente a real credibilidade.

Lisiane Vebber com a consultora comercial da Schutz, Priscila Simon

Sobre tendências da estação, Priscila ministrou uma palestra de como se vestir, comentou da promessa Schutz de ser, tendências e temas da coleção outono/ inverno e como usar os calçados linkando com looks, evidenciando sempre o living for pleasure, ou seja, viver pelo prazer!

estilo


Foto: Divulgação

Carrê de Cordeiro Ingredientes - 2 carrês de cordeiro inteiros, com 8 ossos cada - ½ xícara de azeite - ½ xícara de vinho tinto - 2 colheres de sopa de alecrim fresco debulhado - 4 dentes de alho amassados - sal e pimenta-do-reino branca moída na hora

Preparo Misture o vinho, o azeite, o alho, sal, alecrim e pimenta-do-reino. Tempere bem a carne com essa mistura. Deixe reservado por no mínimo 3 horas. Leve ao braseiro brando com a parte do osso voltada para baixo. Efetue o selamento e fique atento ao ponto. Sirva bem quente.

estilo

Jornal Design | Serra 35


Fotos: Anderson Pagani A arquiteta Adriana Peccin e Cátia Scarton, presidente do Sindmóveis

A cerimonialista Lara Silva e Eliana Passarin secretária municipal de governo

Aldo Sankio, da FGVTN com as diretoras do Jornal Design

Alexandra Pimentel e Diego Gehlen da Mobistore

Antonio Natal de Barba, da Natal Fitness e Lizeti Milan, da Milan Moda Masculina

As anfitriãs do evento com Sadi Vignatti, da Anew Produtos Naturais

Camila Basso e Cláudia Magro Reolon, da LightShape

Juliana Desconsi, da Intervento Design, Marta Manente, Studio Marta Manete e Lucinara Masiero da Conceitocom

Kely Viana, Claudia Alberici Pinto e Lucimar Grechi, da Finger Móveis Planejados

Os estilistas responsáveis pelo Lounge Estilo, Ricardo Rambo e Rodrigo Britzke com Silvana Aibel

Mais de 300 pessoas prestigiaram o JD Network, reunindo empresários, lideranças, profisionais especificadores, clientes e amigos do Jornal Design | Serra

36 Jornal Design | Serra

estilo


Proprietário da Criare Bento André Possamai, a esposa Sandra Pagot, e Rogério Francio, diretor da Movergs

Silvano Peruzzo e Solange Pavan, da Dolce Lar Italinea, com Silvia e Juliano Muller Bettim

Presidente do CIC Jordano Zanesco, Jovino Demari, presidente do Sindilojas e o vereador Neri Mazzochin

Silvia com Fernanda, Karla, Raquel, Eliane e Renan Piccoli da Dell Anno

Silvia Aibel Perusso, Sheila Bertolini e Silvana Aibel

Carolina Dias e Márcio Reginatto, da Marmoraria Universitária

Otaner Scaravonatti e Marilan Argenta, da Romanzza

Juliana Sacchett e Helena Ben, da Diga Comunicação

Felipe e Ana Luisa Borges, da Allegria Festas acompanhados de Simone e Ricardo Da Campo

Os irmãos Leando e Elaine Ourives

Silvia Perusso, Dirce Heuser e Silvana Aibel

Presidente da Aprovale Rogério Valduga, Moysés Michelon, diretor do Complexo Villa Michelon e Renato Scapini da Honda Scapini

Engenheiro Fábio Ticiani, André Zanatta, da Persolle e Marcelo Ticiani, da Construtora Ticiani

estilo

Luigi Capovilla, filho de Adriana e Vanderlei, curtindo o espaço Refresque Suas Ideias

Jornal Design | Serra 37


Fotos: Leila Pompermayer Andréa Jaconi, Ítalo Galeazzi,Valquíria Sfredo, Érika Bortollini, Letícia Zanesco, Juliana Stefani, Juliana Carlotto, Margit Fensterseiffer e Sandra Vivan, no happy hour da Book dos Arquitetos da Aearv

Gilberto Bertarello, Henrique Bertolini, Cacildo Tarso e depois o Luiz Attilio Troes, na posse da Diretoria da Fimma 2013

Teresinha Bressan Filippon e Elis de Moraes, da Anavic Óptica

Arquiteta Fabiana Ruaro, Eng. Ricardo Cobalchini e a Arquiteta Elisabete Valduga

Caroline Cusin e Luciana Tumelero, no badalado estande da Multimóveis, na Movelsul

Márcio Pozoco, Cláudio Machado e Luciano Castelli, linha de frente da Top House transações imobiliárias

Gabriela Lange, Eliana Romagna e Teresa Federizzi, na inauguração da Artelana

Diretoria da Ascon Vinhedos, liderada por Diogo Parisotto, na comemoração dos 16 anos da entidade

Simone Faggion e Jerusa Vanni, no happy hour do Viverone Café Boutique

38 Jornal Design | Serra

Rosane Raymondi, Eliana Poletto e Maria Isabel Galves, em evento da Ascon Vinhedos

Lisiane Vebber e Alessandra Moro, no Schutz Day da Eccentric Shoes

estilo


Fotos: Evandro Soares

Um novo conceito de loja, para agradar aos mais exigentes caprichos femininos. Com espaço especial para eventos, chá de sapatos e degustações, várias esperiências em um local único! Venha nos conhecer, na Herny Hugo Dreher, 349, Planalto.

www.novahoros.com.br

estilo

Jornal Design | Serra 39


Jornal Design Ed. 13  

Jornal Design

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you