Issuu on Google+

PUB

PUB

PUB

PUB

Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2012

Director: Bruno Maia

Aumento do IVA

Empresários travam subida dos preços

Página 4 DR

PUB

ANO V | Nº 114 | Distribuição Gratuita

Comissão agenda vigílias em Centros de Saúde e fala em “destruição do SNS”

DR

CUSCS critica estado da saúde

Página 9

Plataforma liderada por Marco Almeida

Associação “Viver Sintra” apresentou composição dos órgãos sociais em Meleças PUB

Página 3


2

Abertura

Sexta-feira13deJaneiro2012

(*) Francisco de Queiroz francisco.queiroz.actualsintra@gmail.com

Por Bruno Maia(*)

O ponto de partida Na primeira edição de 2012, damos conta das acções desenvolvidas pela Comissão de Utentes da Saúde do Concelho de Sintra. A par das recentes notícias relacionadas com o transporte de doentes não urgentes, que os bombeiros chegaram a suspender, e que agora é provisoriamente reatado, fica-nos a ideia de a saúde merece, no mínimo, mais atenção, procurando diminuir, na medida do possível, desequilíbrios graves para quem mais precisa. Um estudo recentemente publicado pela Comissão Europeia, que avalia o impacto potencial da implementação das medidas de austeridade, efectuado em seis países que atravessam crises orçamentais, indicou Portugal como o único onde as medidas foram mais fortes para os pobres do que para os mais abastados. Este trabalho incide sobre o período compreendido entre 2008 e Junho de 2011, e pode sofrer diferentes análises económicas, mas os tempos em apreço e os que se seguiram, não parecem inverter este sentido. A lógica de maiores prejuízos para quem menos tem, em tempos de austeridade, precisa ser revista, e a saúde é um bom ponto de partida. Faço votos que 2012 faça esquecer, pela positiva, 2011. (*) Director do Actual Sintra PUB

PUB

Bons conselhos Da mesma forma que existem bons exercícios para o corpo e para a mente – a fim de mantê-los sadios – também o espírito necessita de pequenos exercícios durante o dia a dia das nossas vidas. Notem que falei “pequenos exercícios”, isso porque são os pequenos gestos e atitudes feitas em quantidade durante as nossas vidas que nos fazem crescer espiritualmente e assim merecer de DEUS sempre oportunidades melhores, sejam nessa ou em outra vida. Assim, gostaria de nesta coluna mostrar como poderemos ser melhores e melhorar a vida do nosso próximo a partir de pequenas mudanças de comportamento e de atitude, dia após dia. 1º) Ao acordar agradeça a Deus, de todo o coração, por estar vivo e assim ter a oportunidade de ajudar as pessoas durante esse dia. A verdade é que, na maioria das vezes, acordamos e pensamos em como melhorar a nossa vida, como ganhar mais dinheiro, como pagar as contas, mas nunca pensamos que só o fato de estarmos vivos e com saúde já é uma grande benção de DEUS. 2º) Peça ao Nosso Pai que nos proteja durante esse dia, nos encorajando e nos mostrando o melhor caminho para a tomada de decisões. É costume ficarmos indecisos na hora de tomar algumas decisões ou que caminho seguir. Isso porque não temos o poder de ver o futuro

nem a certeza de qual trilha devemos seguir. Quando isso acontecer, lembre-se de que você é filho de DEUS e ele o ama muito, mas muito mesmo, de tal forma que Fará com que a sua “consciência” saiba o que fazer. Na verdade, essa consciência é o nosso Anjo de Guarda que está sempre conosco, mas que muitas vezes se afasta de algumas pessoas exatamente porque essas pessoas estão trilhando um caminho perigoso para o espírito, tais como as drogas, corrupção, crimes, etc. 3º) Seja educado com as pessoas que o cercam e até com aquelas que você não conhece mas que apareceram por alguns minutos na sua vida. 4º) Pense sempre de forma positiva, principalmente ao acordar raciocine que esse será um excelente dia para você. Porém, é importante você fazer a sua parte, ou seja, se esforçando para tal acontecer. Mesmo que ao final do dia os objetivos não tenham sido alcançados, lembre-se que existe um novo dia, e que você mais uma vez trabalhará duro para torná-lo um bom dia! 5º) Nunca, mas nunca mesmo, desista de seus desejos e ideais! Eles são o nosso combustível para enfrentar a dureza que a

vida nos oferece. 6º) Não perca tempo se lamentando por erros passados, lembre-se que todos erramos, inclusive muitas vezes. Não importa quantas vezes caímos, mas quantas vezes levantamos. 7º) Sempre que tiver a oportunidade de ajudar alguém, faça-o com boa vontade e sem pensar em ter algo em troca. A felicidade do outro com certeza influenciará na sua vida, mesmo daqui a alguns anos. 8º) O mais importante é ter sempre fé em DEUS e pedir a ELE que nos ilumine no nosso dia a dia, de maneira que os nossos sofrimentos aqui na terra sejam minimizados e abreviados, mas também que tenhamos coragem para suportá-los. Lembre-se que a nossa vida é como uma balança. As nossas boas atitudes e bons gestos serão pesados, da mesma forma que as nossas atitudes mesquinhas, egoístas e más também o serão, de maneira que nada passa despercebido aos olhos de DEUS. Tudo o que fazemos terá consequência no futuro, seja nessa vida ou em uma outra próxima.

(*) Escritor Brasileiro

FICHA TÉCNICA DIRECTOR: Bruno Maia (bruno.maia.@actualsintra.com) SECRETARIADO: Fabíola Inácio DEPARTAMENTO COMERCIAL: Alberto Parente (alberto. parente.actualsintra@gmail.com) e Helena Martins (helena. martins@actualsintra.com) COLABORADORES: Cátia Tavares, Desidério Zeffir, Domingos Elias, Francisco de Queiroz (francisco.queiroz.actualsintra@ gmail.com), Hugo Miguel (hugo.miguel.actualsintra@gmail. com), Joana Guerra, João Pereira (joao.pereira.actualsintra@ gmail.com), Luís Geirinhas, Nuno Cruz (nuno.cruz.actualsintra@gmail.com), Nuno Trinta de Sá (nunotrinta@netcabo.pt) e Sandra Cruz DIRECÇÃO DE ARTES E PAGINAÇÃO: Fabiano Rodrigues EDIÇÃO ON-LINE E INFORMÁTICA: Magnólia Pontes PUBLICIDADE: comercial.actualsintra@gmail.com

ADMINISTRADOR: António Maia (antonio.maia@actualsintra.com) DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE: Sérgio Folgado IMPRESSÃO: GRAFEDISPORT - Impressão e Artes Gráficas, SA TIRAGEM MÉDIA MENSAL: 30.000 exemplares PROPRIEDADE: Centrais a Cores - Publicações Periódicas e Artes Gráficas, Lda. Registo: ICS- 125276 NIPC – 508290600 Inscrito na CRC Castelo Branco. Capital Social: 5.000€ Depósito Legal: 265617/07 REDACÇÃO E PUBLICIDADE: Avenida do Brasil, nº 27, Loja C 2735-668 São Marcos Telefone: 309 973 189 Fax: 309 973 190 E-mail: geral@actualsintra.com comercial@actualsintra.com PUB


Destaque

Sexta-feira13deJaneiro2012

3

Dia 7 de Janeiro

Associação “Viver Sintra” apresenta órgãos sociais O auditório do Colégio Vasco da Gama, em Meleças, recebeu, no passado sábado, a cerimónia que deu a conhecer os órgãos sociais da Associação “Viver Sintra”. Marco Almeida, o mentor deste projecto, voltou a frisar os principais objectivos da plataforma.

M

arco Almeida e a Associação “Viver Sintra” apresentaram, no dia 7 de Janeiro, a constituição dos órgãos sociais desta plataforma, encontro em que, salientou o mentor da iniciativa, se cumpriu “mais um passo na implementação de uma associação cívica”, que foi publicamente apresentada no último mês de Maio. A iniciativa teve lugar no Colégio Vasco da Gama, em Meleças, cujo auditório teve lotação esgotada. O também vice-presidente da Câmara de Sintra destacou ainda os objectivos que pretende concretizar, referindo que, no seu percurso de 18 anos como autarca, constatou “inúmeras manifestações da sociedade civil em diferentes áreas e em diferentes comunidade”, num concelho que classificou como “absolutamente extraordinário na sua dimensão humana”. É por isso, necessário conhecer mais, “sentir a vida que é dada às nossas associações pela entrega voluntária de muitos dos que amam a sua terra, do empenho de todos aqueles que fazem viver as PUB

AS

Marco Almeida quer “acolher o maior número de entidades ou indivíduos” nossas escolas,do empreendedorismo existente nas nossas empresas e do trabalho de muitos autarcas”. “Todos conhecemos a beleza da paisagem natural e do património cultural que temos em Sintra, mas poucos sabem dos feitos que muitos dos nossos mu-

nícipes e instituições têm alcançado”, frisou, para concluir, a este respeito, que “é por sentirmos que para valorizar é preciso conhecer que surge a associação Viver Sintra. O valor humano que aqui é gerado tem de ser partilhado. Na Missão desta associação cabe a

intenção firme de divulgar as boas práticas individuais e colectivas que entre nós são realizadas”. No seu discurso, o autarca frisou ainda a abertura da Associação, salientando que esta “será mais eficaz do ponto de vista da sua Missão se for capaz de acolher o maior número de entidades ou de indivíduos”. Na lista dos corpos sociais apresentada constam nomes de várias áreas e distribuição geográfica do concelho.“Tenho a certeza que acabarão por se identificar com algum deles. São a expressão de todos vós, das vossas freguesias, das vossas localidades e das diferentes entidades e, acima de tudo, da entrega que imprimem no exercício das vossas actividades”, finalizou Marco Almeida. Nos órgãos sociais constam, entre outros, os nomes de Hermínio Santos e Herculano Pombo, antigos autarcas, Manuel do Cabo, presidente da Junta de Freguesia de Algueirão Mem Martins e da Associação Empresarial do Concelho de Sintra.


4

Local

Sexta-feira13deJaneiro2012

Restauração é dos sectores mais afectados

Maioria dos comerciantes do concelho não sobe preços Manuel do Cabo, presidente da AESintra, informou, na semana passada, que os preços praticados não devem subir, apesar das alterações verificadas no IVA, desde o início do ano. A Associação quer que os empresários do concelho “mantenham a esperança”.

D

esde o início do novo ano que o IVA sofreu aumentos, situação que tem vindo a preocupar a AESintra (Associação Empresarial de Sintra). Manuel do Cabo, presidente desta entidade salientou, em comunicado do passado dia 3 de Janeiro, que “todas as actividades comerciais são afectadas”, sendo mais preocupante “o sector do ramo alimentar, (restauração, pastelaria e cafetaria) onde o IVA passou dos 13 para os 23%”. Ainda assim, destaca que “a maioria dos comerciantes não vai agravar os preços, vai procurar isso sim, manter os preços inalterados e se possível proporcionar um conjunto de promoções, como por exemplo café e pastel ou galão e sandes com um preço intermédio, tal como manter um menu para almoço, tipo refeição completa, disponível por um preço acessível”. Manuel do Cabo sublinha que este já é “um sector que suporta um conjunto de encargos muito elevados, aos que se vão acrescentar este ano os aumentos de electricidade

DR

O sector da restauração teme maiores dificuldades com esta subida do IVA e de água, cuja facturação foi substancialmente agravada, mesmo muito antes do ano novo”.

Ainda de acordo com o presidente da AESintra, os comerciantes do concelho pretendem, “com este gesto, garantir a contínua

procura dos consumidores às suas lojas, onde encontram os produtos sem qualquer agravamento fiscal e com a qualidade sempre garantida pela confiança das relações desde há muitos anos mantidas entre comerciantes e consumidores locais”. Sobre a acção da Associação, referiu ter apelado aos seus associados para “que mantenham a esperança de que esta situação não será uma tragédia. O país já passou por situações bem mais graves e felizmente conseguiu sair delas com uma determinação e com uma forte coragem para enfrentar novos desafios”, sublinhou. Neste momento, a AESintra tem à disposição dos seus membros diversos gabinetes técnicos, “para os auxiliarem a ultrapassar este momento. Os comerciantes e empresários do concelho devem ser apoiados, pois as consequências de entrarem em desespero, seriam verdadeiramente nefastas para o concelho de Sintra e para o país”, finalizou Manuel do Cabo.

PUB

Artigo 23.º Isenção de TRIU para 2012 Durante o ano de 2012, como forma de protecção à economia e empreendedorismo local, ficam isentos os sujeitos passivos da taxa devida pela realização, reforço e manutenção das infra-estruturas urbanas prevista no artigo 137º e seguintes do Regulamento Municipal de Urbanização e Edificação do Concelho de Sintra. ....................

AVISO Fernando Jorge Loureiro de Roboredo Seara, Presidente da Câmara Municipal de Sintra, ao abrigo da sua competência constante da alínea v) do n.º 1 do artigo 68.º e para os efeitos do estatuído no nº 1 do artº 91º da Lei 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, torna público que por deliberação da Assembleia Municipal de Sintra, tomada na sua 5ª Sessão Ordinária de 22 de Dezembro de 2011 (2ª Reunião), ao abrigo da alínea b) do nº 2 do artigo 53º Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro foi aprovado por maioria o Orçamento Municipal, as Grandes Opções do Plano e Normas Regulamentadoras da Execução Orçamental para o ano de 2012. I No âmbito das Normas Regulamentadoras da Execução Orçamental para o ano de 2012, para os efeitos do disposto na Lei n.º 53-E/2006, de 29 de Dezembro, levam-se a público conhecimento os artigos 22º, 23º e 28º: Artigo 22.º Tabela de Taxas e outras Receitas para o Ano de 2012 1. Até entrada em vigor de nova Tabela, a Tabela de Taxas e Outras Receitas do Município de Sintra vigente em 2012 corresponde à Tabela de Taxas e Outras Receitas do Município de Sintra vigente em 2011, com as actualizações decorrentes da Taxa de Inflação Anual, nos termos do n.º 1 do artigo 9.º da lei n.º 53-E/2006 de 29 de Dezembro, a qual aprova o Regime Geral das Taxas das Autarquias Locais; 2. Tal, não invalida que qualquer alteração dos valores das taxas de acordo com qualquer outro critério que não o referido no parágrafo anterior seja oportunamente efectivado mediante alteração ao Regulamento e Tabela de Taxas de acordo com uma fundamentação económico-financeira subjacente ao novo valor. 3. Sem prejuízo das demais normas insertas no Regulamento de Taxas e Outras Receitas do Município de Sintra, durante o ano de 2012, a Assembleia Municipal pode, sob proposta da Câmara Municipal, excepcionalmente e através de deliberação fundamentada, em casos de natureza social ou de relevante interesse económico para o Município, isentar ou reduzir de taxas, pessoas singulares ou colectivas. 4. A interpretação dos conceitos referidos na norma que precede efectiva-se, nos termos do artigo 65º do Regulamento de Taxas e Outras Receitas do Município de Sintra, devendo ser respeitados na apreciação em concreto, entre outros, os princípios da igualdade entre casos similares e da proporcionalidade.

Artigo 28.º Vigência do Orçamento O Orçamento, as Grandes Opções do Plano e as Normas Regulamentadoras da Execução Orçamental vigorarão, após a aprovação em Assembleia Municipal, a partir de 01/01/2012. II Torna ainda público, ao abrigo da sua competência constante da alínea v) do nº1 do artigo 68º e para os efeitos do estatuído no nº 1 do artº 91º da Lei 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, que por deliberação da Assembleia Municipal de Sintra, tomada na sua 5ª Sessão Ordinária de 22 de Dezembro de 2011 (2ª Reunião), foram aprovados os seguintes Regulamentos Municipais: 1. Regulamento Municipal de Gestão e Utilização da Estrutura Artificial de Escalada do Parques das Merendas, acompanhado de Parecer da Comissão Permanente de Assuntos Sociais. 2. Regulamento Municipal do Programa “À Descoberta dos Tempos Livres” - Componente de Apoio à Família, acompanhado de Parecer da Comissão Permanente de Educação, Juventude e Emprego. 3. Regulamento de Inspecção de Ascensores, Monta-Cargas, Escadas Mecânicas e Tapetes Rolantes do Município de Sintra, acompanhado de Parecer da Comissão Permanente de Obras Municipais, Trânsito, Segurança e Protecção Civil da Assembleia Municipal de Sintra. 4. Regulamento Municipal de Atribuição de Apoios Sociais a Grupos Desfavorecidos da População - Pessoas e Famílias em Situação de Carência Económica, acompanhado de Parecer da Comissão Permanente de Assuntos Sociais. Os documentos constantes do Grupo II do Aviso, encontram-se, sem prejuízo da publicação do presente Aviso em II Série de Diário da República e da demais publicitação legalmente prevista, disponíveis ao público no Gabinete de Apoio ao Munícipe e Controlo de Processos, suas Delegações e na página da Câmara Municipal de Sintra na Internet em www.cm-sintra.pt. Paços do Concelho de Sintra, 23 de Dezembro de 2011


Local

Sexta-feira13deJaneiro2012

Rápidas

5

Monte Abraão DR

Gabinete de Apoio à Família aposta em Loja Social Com o objectivo de responder às necessidades da população mais carenciada, a Junta de Freguesia, através do Gabinete de Apoio à Família, continua a aposta na Loja Social. Este instrumento conta com a colaboração de outras entidades e de voluntários, permitindo aos beneficiários usufruir de vários bens.

Associação Portuguesa de Arboricultura promove sector

No passado mês de Outubro foi criada, com o apoio da Parques de Sintra – Monte da Lua, a Associação Portuguesa de Arboricultura, reunindo 24 sócios fundadores na missão de apoiar o desenvolvimento do sector da Arboricultura em Portugal, promover a sua regulamentação e representálo junto das associações internacionais congéneres. A APA, com sede no Parque de Monserrate, em Sintra, é uma Associação técnica e científica, sem fins lucrativos, cujos objectivos principais se prendem também com o incentivo à preservação e gestão sustentável do património arbóreo, a divulgação do papel social, paisagístico e ambiental da árvore, bem como a promoção das boas práticas no cultivo e gestão das mesmas.

VII Encontro de Alternativas agendado para Maio

O VII Encontro de Alternativas em Sintra está agendado, no ano de 2012, para os dias 25 a 27 de Maio. A iniciativa terá lugar nas instalações da Biblioteca Municipal de Sintra - Casa Mantero. No momento, estão abertas as candidaturas para o encontro, nas áreas da música, teatro, poesia, dança, workshops, oficinas, artesanato, palestras, terapias, práticas, massagens, desenvolvimento pessoal, ecologia, solidariedade, produtos biológicos e cozinha vegetariana. As propostas podem ser enviadas para o email encontroalternativas@gmail.com.

Assunção Cristas visitou Sintra

A Ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, Assunção Cristas, visitou, no dia 30 de Dezembro, em Sintra, obras de reabilitação no centro histórico da Vila. A visita inseriu-se no âmbito das reformas legislativas recentemente anunciadas, sendo um dos principais objectivos conseguir dinamizar o mercado de arrendamento, que, em conjunto, com o impulso à reabilitação urbana, possam também requalificar e revitalizar as cidades. Assunção Cristas foi recebida na ocasião pelo presidente da Câmara Municipal de Sintra, Fernando Seara, pelas 15h00, junto ao terreiro do Palácio Nacional de Sintra.

A

Junta de Freguesia de Monte Abraão dinamiza, há cerca de 8 anos, através do Gabinete de Apoio à Família, a loja social, que “surgiu enquanto resposta à população mais carenciada”, explica a instituição presidida por Fátima Campos. A loja permite a quem mais precisa dispor de bens como vestuário, calçado, utensílios domésticos, têxteis, brinquedos e mobiliário. A loja social está disponível à população acompanhada pela autarquia local e referenciada pelos diversos parceiros sociais, como o Agrupamento de Centros de Saúde X Cacém-Queluz, o Centro de Convívio da 3.ª Idade da Igreja de Nossa Sra. da Fé, Escolas e a Policia de Segurança Pública, entre outros. O espaço, sito na Rua Diogo Cão, Loja 10, no Bairro 1º de Maio, abre à comunidade todas as quintas-feiras, no horário compreendido entre as 9h30 e as 12h30 e a distribuição de bens é assegurada pela equipa técnica que compõe a Área Psicossocial da Junta de Freguesia, com a colaboração de 5 voluntárias. “O voluntariado tem sido uma peça cha-

JFMA

A freguesia procura dar resposta a situações de carência ve no desenvolvimento e crescimento deste projecto, na medida em que é assegurada a manutenção e arrumação do espaço, a triagem e selecção dos bens oferecidos que, diariamente, chegam às nossas instalações”, refere ainda a Junta. Para reforçar as competências das voluntárias, foi realizada em 2011 uma acção de capacitação para voluntários, dinamizada pela Câmara Municipal de Sintra e “que dado o sucesso da iniciativa, prevê-se que no decorrer do ano de 2012

seja realizada outra acção para abranger potenciais interessados em ajudar o próximo através do voluntariado”, sublinhou a Junta, referindo ainda que “todo o trabalho psicossocial dinamizado assenta nos pilares da responsabilidade e solidariedade social”, pelo que, ao longo dos anos, tem trabalhado “em colaboração com outras instituições que careçam de bens disponibilizados pelo Gabinete de Apoio à Família, assegurando a doação dos materiais em falta”.

Dias 8 e 9 de Janeiro

PSP faz 5 detenções em poucas horas O

Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, através da Divisão Policial de Sintra, procedeu à detenção de 5 homens com idades compreendidas entre os 17 e os 31 anos de idade, no passado domingo. A primeira situação ocorreu de madrugada, na rua Fernão Mendes Pinto, freguesia de Queluz, pelas 3h00, “quando a esquadra da área recebeu um contacto telefónico de uma testemunha ocular a informar que estaria a ocorrer um furto no interior de uma residência”, informou a Polícia. Ao chegar ao local, os agentes verificaram sinais de arrombamento e interceptaram no interior da casa dois indivíduos com 17 e 18 anos de idade, sendo os mesmos detidos. Mais tarde, pelas 12h00, na estação de Massamá, foram detidos dois homens com 19 e 29 anos de idade, por furto de cobre, situação também decorrente de uma denúncia telefónica. Nos pertences dos suspeitos foi “encontrado na mochila um rolo de cobre com cerca de oito metros de comprimento, uma chave-inglesa, uma chave de fendas e uma chave de estrelas, materiais utilizados para efectuar o furto”, informou a PSP. A última detenção aconteceu já na madrugada de segunda-feira, quando foi inter-

DR

ceptado um homem de 31 anos por roubo. O crime efectuado pelo método de esticão aconteceu pelas 15h30, na rua Elias Garcia, freguesia da Falagueira, Amadora. “A vítima deslocou-se a um departamento policial para apresentar queixa e, com as características físicas foi abordado um suspeito que correspondia à descrição feita pela vítima na rua Vasco Santana, freguesia de Monte Abraão”, referiu a mesma fonte. PUB


6

Local

Sexta-feira13deJaneiro2012

De 12 a 19 de Janeiro

Campanha Gerir€Poupar promove acções de formação O Serviço Municipal de Informação ao Consumidor, em colaboração com a Rede Social, da Divisão de Saúde e Acção Social, irá promover a realização de duas acções de formação para técnicos de acção social. A iniciativa insere-se no âmbito da Campanha Informativa Gerir€Poupar.

E

sta campanha, uma iniciativa promovida pela DECO, que conta com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, “procura dar o seu contributo para a melhoria das competências de literacia financeira das famílias portuguesas, elemento fundamental na adopção de comportamentos mais racionais, que levem à tomada das melhores decisões financeiras”, explicou a Câmara Municipal de Sintra, referindo ainda que “estudos internacionais têm demonstrado a existência de um baixo grau de compreensão das questões financeiras por parte dos consumidores. A informação disponibilizada está concebida para consumidores médios, não acautelando os baixos níveis de literacia funcional e impedindo a tomada de decisões financeiras adequadas”. Assim, “os grupos socialmente desfavorecidos são os principais afectados, na medida em que, não dispõem de competências

DR

As acções pretendem conseguir uma gestão mais eficiente do orçamento

que lhes permitam uma gestão eficiente do seu orçamento”. Muitas destas famílias são acompanhadas pelos serviços sociais das diferentes autarquias, nem como pelas Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), que no terreno lidam directamente com as pessoas carenciadas, e a quem lhes é solicitada, de forma cada vez mais frequente, ajuda. “Nesse sentido, é necessário formar os técnicos que trabalham com estas famílias, com vista ao desenvolvimento de competências neste domínio”, sublinhou o município sintrense. As referidas acções de formação tiveram início ontem, decorrendo no Palácio Valenças, prolongando-se até ao próximo dia 19 de Janeiro, cada uma com a duração de 7 horas, e destinadas a grupos com 15 a 20 participantes. Os destinatários destas sessões são os técnicos de acção social das autarquias e IPSS do município. PUB


Local

Sexta-feira13deJaneiro2012

Doentes não urgentes

Dia 17 de Janeiro

Acordo provisório permite que transporte seja efectuado

Centro Cultural comemora nascimento da Marquesa de Cadaval

D

epois de, no passado 29 de Dezembro, o secretariado das Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários dos Concelhos de Sintra e Amadora ter anunciado a suspensão do transportes de doentes não urgentes, a partir de 4 de Janeiro deste ano, um entendimento classificado como “provisório” permitiu, logo no dia seguinte, que este serviço fosse retomado, dado que a Associação Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) terá aceite manter o pagamento nos moldes em que decorria até ao último mês de Novembro. A situação vai vigorar até que hajam conclusões do grupo de trabalho encarregue deste dossier, e as reuniões prosseguirão. Em causa, estão as alterações implementadas pela ARSLVT, que decidiu alterar as regras quanto ao pagamento desses serviços. O resultado, como havia destacado o presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Lisboa, António Carvalho, foi “uma drástica redução” naquela que é a “mais importante receita” dos Bombeiros. Na prática, explicou, esta redução pode traduzir-se “em 70% dos valores auferidos antes da entrada em vigor das referidas regras”, considerando ser “insustentável continuar a fazer este serviço, nestas condições”. PUB

7

O Centro Cultural Olga Cadaval celebra a 17 de Janeiro o nascimento da marquesa de Cadaval. A ocasião será assinalada com um concerto da pianista Teresa Palma Pereira.

N

o dia 17 de Janeiro, pelas 21h30, Teresa Palma Pereira será protagonista de um concerto que assinala o nascimento da marquesa de Cadaval. Para esta comemoração, a pianista escolheu um programa especial, com obras de Liszt, Schubert e Schumann que darão o mote para recordar a homenageada. Teresa Palma Pereira iniciou os estudos pianísticos aos sete anos com Mariana Cruz e concluiu o ensino médio com 20 valores. Licenciou-se na Escola Superior de Música de Lisboa com 19 valores, sob a orientação de Tania Achot. Estudou também com Artur Pizarro, Grigory Gruzman, Filipe Pinto-Ribeiro, Jan Michiels e Claudio Mehner, com o qual mantém ainda contactos regulares. Após concluir o mestrado em Performance (com 20 valores na prova de concerto), realizou uma pós-graduação no Conservatório Real de Bruxelas e está agora a preparar o

DR

A data será assinalada com um concerto de Teresa Palma Pereira doutoramento, sendo investigadora no CITAR da Universidade Católica do Porto. Tem-se apresentado em recitais em Portugal e em países como o Brasil, a França, a Suécia, a Bélgica e a Itália, atuando como solista ou com orquestra. A marquesa de Cadaval teve um especial papel na recuperação do património da família portuguesa não só em Sintra mas,

também noutras propriedades. Ainda uma jovem viúva dedicou-se a actividades musicais. O Festival de Sintra terá sido um dos grandes beneficiários do seu mecenato. A entrada é gratuita, mediante o levantamento de convite na bilheteira do Centro Cultural, limitado à lotação disponível. Levantamento máximo de dois convites por pessoa.


8

Publicidade

Sexta-feira13deJaneiro2012


Manchete

Sexta-feira13deJaneiro2012

9

Comissão agenda vigílias em Centros de Saúde

CUSCS quer “demonstrar condições inaceitáveis no acesso à saúde no concelho”

A Comissão de Utentes da Saúde do Concelho de Sintra deu esta terça feira a conhecer a sua posição sobre as últimas medidas de gestão apresentadas pelo Governo, relacionadas com a área da saúde, bem como a apresentação de um diagnóstico genérico acerca das condições de acesso à Saúde no Concelho de Sintra. Na conferência de imprensa foi ainda apresentado um calendário de acções que decorrerão já este mês.

A

Comissão de Utentes da Saúde do Concelho de Sintra (CUSCS) efectuou esta quarta-feira, dia 10 de Janeiro, uma conferência de imprensa, onde apresentou críticas ao actual estado da saúde, em consequência das medidas adoptadas pelo Governo. A iniciativa decorreu ao início da manhã, junto ao Centro de Saúde de Agualva. A justificar esta acção, a CUSCS destacou “as últimas medidas de gestão relacionadas com a saúde dos portugueses, e naturalmente também, com a dos sintrenses, tornadas efectivas pelo actual Governo, suportadas por uma pseudo imposição da denominada troika”, razão que “torna necessária a urgência de os utentes do concelho de Sintra serem informados para as consequências das medidas agora implementadas”.

DR

Comissão quer “promover a resistência cívica” Manifestamente contra estas medidas, a Comissão vai promover algumas acções “com o objectivo de informar os utentes, denunciar as manipulações, defender o SNS e promover a resistência cívica contra quem pretende destruir uma conquista civilizacional de dimensão única”. Assim, estão agendadas vigílias, que decorrerão nos centros de saúde do concelho, no hospital AmadoraSintra e solicitar uma audiência junto da ARSLVT. Estas vigílias decorrerão nos Centros de Saúde de Belas, no dia 16 de Janeiro, em Queluz, a 17 de Janeiro, em Agualva, a 18, em Rio de Mouro a 23, e em Mem-Martins, no dia 24 de Janeiro, sempre às 7h00 da manhã. No Hospital Amadora Sintra, a iniciativa está marcada para 27 de Janeiro pelas 18h00. “Dessa forma vamos demonstrar que os utentes do concelho estão contra as medidas agora impostas e exigem a sua revogação, e demonstrar como são inaceitáveis as condições de acesso à Saúde no Concelho de Sintra”, finalizou a CUSCS.

“Medidas atacam o Serviço Nacional de Saúde” De acordo com esta Comissão, as medidas em causa “atacam o Serviço Nacional de Saúde, com contornos cujas consequências poderão originar a sua extinção”. É que, frisa esta entidade, os utentes não têm culpa da “incompetência dos gestores que negociaram os acordos de adesão à CEE, onde não foram salvaguardados os interesses dos Portugueses, da megalomania que levou à construção, com derrapagens orçamentais escandalosas, do CCB, Expo98, Euro 2004, estudos de viabilidade para TGV’s, aeroportos, do conluio das negociações com a Lusoponte, obras em Parcerias Público Privadas nas SCUTS e nos hospitais empresa”. Por isso, questiona se “os utentes da saúde não merecem usufruir do seu direito constitucional a um SNS universal e tendencialmente gratuito”. E a resposta, sublinha a CUSCS, “não pode ser outra que aquela que nos diz, claramente, não caber ao direito à saúde dos portugueses, a responsabilidade de resolver o problema do défice estrutural do país”. “Não pode, não deve, nem será pelos utentes aceite que seja através do aumento nas taxas moderadoras, nas consultas hospitalares, nos cortes nos apoios ao transporte dos doentes, no desinvestimento na prestação de cuidados de saúde, que se pretenda resolver um problema cuja resolução passa por outras soluções, porventura bem mais

necessárias e susceptíveis de serem, com coragem, promovidas”, frisou a Comissão.

A divulgação dava conta dos aumentos conforme o quadro abaixo

TAXAS ANTES TAXAS DEPOIS DO AUMENTO DO AUMENTO Consultas nos Centros de Saúde Urgências Polivalentes Urgências Básicas Cuidados pessoal não Médico Consulta de Especialidade

VARIAÇÃO

2,25 €

5€

+ 122 %

9,60 €

20 €

+ 108 %

8,60 €

15 €

+ 74 %

0€

5€

4,60 €

10 €

+ 117 %


10

Regional

Sexta-feira13deJaneiro2012

Rápidas

Agência passa a ser atualmente o único BIC na região de Lisboa

DNA Cascais certificada como Centro Europeu de Negócios e Inovação A DNA Cascais tornou-se recentemente membro oficial do European Business & Innovation Centre Network (EBN - BIC), passando a fazer parte de uma rede com mais de 200 BICs de vários países da Europa, como a Áustria, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Suécia, Reino Unido, entre outros.

C

arlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, reconhece que este é mais um sucesso alcançado pela agência municipal de empreendedorismo: “Esta adesão confirma as certezas daqueles que, como nós, acreditam no modelo da DNA e no seu Ecossistema Empreendedor. Estamos orgulhosos por tornar-nos um BIC reconhecido pela Comissão Europeia e por integrarmos oficialmente a EBN, passando a ter acesso à experiência, conhecimentos e recursos dos demais membros desta rede”. O CEO da EBN, Philipe Vanrie, considera que “a DNA Cascais é um ótimo exemplo de um projeto criado para apoiar o empreendedorismo e a inovação. Assim, para nós é muito importante ter a DNA como membro da EBN. Para além disso, os empreendedores da área Cascais-Lisboa podem agora contar

CMC

A DNA Cascais faz agora parte de uma rede com mais de 200 BICs com o apoio não só da agência mas também de toda a rede EBN, sua experiência e recursos”. A EBN foi criada em 1984 através de uma iniciativa conjunta da Comissão Europeia, líderes industriais europeus e o primei-

ro BIC, então criado. Esta rede conta atualmente com mais de 200 Centros de Negócios e Inovação (Business & Innovation Centre) e organizações de natureza semelhante, como incubadoras e centros de empreendedorismo europeus.

CMO

Missa assinala ano novo na Ramada

A presidente da Câmara Municipal de Odivelas marcou presença na Missa de Ano Novo e do Dia Mundial da Paz que se realizou no dia 1 de Janeiro, na Igreja de Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos, da Ramada. Acompanhada pela vereadora da Acção Social, Fernanda Franchi, Susana Amador assistiu à homília do cardeal-patriarca de Lisboa. D. José Policarpo apelou “a todas as forças que nos dão coragem de lutar”, reforçando ainda o papel dos jovens nessa missão. O cardeal-patriarca está confiante que será este “optimismo da esperança que os jovens hão-de introduzir na sociedade”. PUB


Regional

Sexta-feira13deJaneiro2012

Rápidas

11

Oeiras DR

Conversas na Aldeia Global recebem Luís Filipe Borges “Sou Português...E Agora?”é o mote da próxima sessão das“Conversas na Aldeia Global”, que tem como convidado Luís Filipe Borges, marcada para o dia 19 Janeiro, às 21H30, no Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras A moderação é do jornalista Vasco Trigo.

Roteiros de Património regressam ao Palácio da Cidadela de Cascais

Após uma interrupção durante o período do Natal, os Roteiros do Património estão de regresso ao Palácio da Cidadela de Cascais, até 26 de Fevereiro, agora também com a colaboração da historiadora Margarida de Magalhães Ramalho. Com propostas diferentes todos os fins de semana, estes roteiros pretendem dar a conhecer a importância desta fortificação enquanto posto de defesa da vila de Cascais, abordando igualmente a fase que correspondeu à sua ocupação pela família real a partir de 1870 e à passagem para a Presidência da República após a implantação da República em 1910.

Loures: Santo António dos Cavaleiros celebra Dia de Reis

A Cooperativa Sócio Educativa Para Desenvolvimento Comunitário realizou, no dia 7 de Janeiro, o evento de solidariedade “Festival de Reis”, que decorreu no pavilhão desportivo da Escola General Humberto Delgado, em Santo António dos Cavaleiros. Esta iniciativa inseriu-se no contexto da campanha “Encaixe esta Ideia”, que tem como missão angariar fundos para equipar a Creche e o Lar de Idosos do projecto “Memórias que ajudam a Crescer”. O evento foi destinado a toda a família, com ateliês temáticos e um espectáculo musical apresentado por “Reis Magos”, a maioria actores conhecidos do público.

Loures promove turismo na Exponoivos

A Câmara de Loures marcou presença na Exponoivos, certame que decorreu de 6 e 8 de Janeiro, no Centro de Congressos de Lisboa. Com o intuito de auxiliar os casais na preparação do casamento, reunindo uma ampla selecção de empresas ligadas ao ramo, a participação do Município de Loures nesta feira teve como objectivo “a promoção do comércio e artesanato locais, bem como a região vinícola demarcada de Bucelas”, explicou a autarquia. A presença da Câmara Municipal no evento contou com o apoio da Confraria do Arinto de Bucelas, bem como de duas artesãs do concelho, Cristina Alcântara e Madalena Telles.

P

ortugal está a viver um dos mais conturbados períodos da sua história recente, não só por acção dos efeitos da incerteza financeira e económica mundial mas também resultado de opções políticas desajustadas nas últimas décadas. Neste sétimo ciclo de “Conversas na Aldeia Global”, da Câmara Municipal de Oeiras, são convidadas personalidades das áreas mais diversas, desde o Humor, a Cultura, o Jornalismo, a Ciência, passando pela Música, pela História e o Direito,“para partilhar ideias, opiniões e reflectir sobre possíveis soluções atenuadoras dos impactos desta crise e a construção de uma narrativa diferente para o seu futuro”, diz a autarquia. “As crises podem constituir oportunidades de mudança e uma postura optimista pode resultar como a melhor forma de resposta. É, sem dúvida, em momentos de crise que se testam as capacidades, as diferenças, a resiliência e a competitividade da sociedade. Em detrimento das atitudes pessimistas e de autoflagelação, a nossa história, criatividade,

DR

O ciclo de conferências continua a receber convidados de várias áreas cultura, conhecimento, partilha e confiança mútua são ingredientes essenciais para fazer face a estes desafios”, diz ainda esta Câmara. A abrir este ciclo, “contamos com Luís Filipe Borges, uma das referências actuais do humor nacional, para nos falar sobre as razões que temos para perspectivar com

optimismo os tempos de recessão”, finaliza a edilidade. E «quem é que quer deixar de ser tuga, quando somos invejados por todos os outros habitantes do planeta Terra, pelo clima do nosso belo país à beira mar plantado, pela bica quentinha, o pastel de nata, o fado, o Mourinho…»

Odivelas

Município inaugura novas instalações do CLAII A

Câmara Municipal de Odivelas alterou a localização, desde o dia 5 Janeiro, do Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes (CLAII) Itinerante da Vertente Sul, da Rua da Escola nº 10, Bairro Vale do Forno, para a Rua Padre Américo Monteiro de Aguiar, Lote 3, 1.º Bairro da Quinta do José Luís, na Freguesia da Pontinha. Em conformidade com a autarquia,“pretende-se servir toda a população imigrante residente nos cinco bairros que a constituem, bem como promover a sua integração na comunidade portuguesa, qualquer que seja a nacionalidade, religião ou etnia, procurando ajudar a encontrar as respostas aos vários problemas que se lhe possam colocar, com eficácia e humanidade, em interacção com as estruturas locais”. “Esta mudança ocorre, tendo em conta que os imigrantes se deslocam com mais periodicidade às instalações do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) da Vertente Sul, do que às da Equipa de Projeto de Reconversão Urbana de Áreas Criticas (EPRUAC), onde se encontrava desde 28 de Julho”, explica ainda a mesma entidade. O Centro Local de Apoio à Integração de Imigrante Itinerante, é uma das 3 opera-

CMO

O município quer apoiar a integração dos imigrantes da região ções de inclusão social do Programa de Ação “Regeneração da Vertente Sul do Concelho de Odivelas”, aprovado no âmbito do Eixo II – Sustentabilidade Territorial e III – Coesão Social do Programa Operacional Regional de Lisboa “Politica de Cidades – Parcerias para a Regeneração Urbana – Programas integrados de requalificação e reintegração urbana de bairros críticos, onde a situação social e económica ou a degradação urbana justifiquem uma intervenção especial” –

“Parcerias para a Regeneração da Vertente Sul do Concelho de Odivelas”. O CLAII Itinerante faz parte de uma rede de postos de atendimento e informação que visam o esclarecimento dos cidadãos imigrantes, relativamente ao tratamento de matérias relacionadas com a sua permanência em território nacional, nomeadamente: legalização, nacionalidade, reagrupamento familiar, acesso à saúde, educação, trabalho e retorno voluntário, entre outras.


12

Regional

Sexta-feira13deJaneiro2012

Rápidas

Gerir€Poupar em Camarate

Formação ensina a gerir orçamento familiar

Alunos cantam “as Janeiras” em Odivelas”

CMO

Realizou-se, no dia 4 de janeiro, mais uma sessão de literacia financeira, no âmbito da campanha Gerir€Poupar, promovida pela DECO. Desta vez o ponto de encontro foi na Junta de Freguesia de Camarate, local onde os munícipes puderam aprender mais sobre como gerir o seu orçamento familiar.

E

sta iniciativa da Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO), em parceria com a Câmara Municipal de Loures, tem como objectivo a melhoria das competências de literacia financeira por parte da comunidade: a capacidade de tomar decisões financeiras para melhor identificar e maximizar as oportunidades que surgem sem afectar a sua segurança financeira. A sessão do dia 4 de Janeiro teve lugar no Salão Nobre da Junta de Freguesia de Camarate, tendo contado com a presença do presidente daquela autarquia, Arlindo Cardoso, que ouviu atentamente as palavras do técnico da DECO, Tiago Branco. “O meu objectivo é passar um conjunto de informações que vos capacite a tomar as melhores decisões financeiras, tanto no diaa-dia, como a longo prazo”, começou por referir Tiago Branco. O ponto de partida da sessão foi o orçamento familiar: “este terá de incluir todos os rendimentos disponíveis e todos os gastos, mesmo os muito pequenos, e não só aqueles que estamos habituados a contabilizar. Só depois de listados todos os gastos é que é

DR

Loures: Plano de Desenvolvimento Social em curso A acção ensina os munícipes a gerir o seu orçamento familiar possível analisar de forma crítica e perceber quais os que são supérfluos para os tentar cortar”, acrescentou o técnico. Para Tiago Branco, “é necessário que os cidadãos tenham consciência da importância da poupança e da boa gestão dos seus recursos financeiros, quer para conseguir assegurar as suas necessidades básicas, mas

também para fazer face a imprevistos da sua vida quotidiana”. Entre os vários pontos abordados, destaque para as temáticas da organização do orçamento mensal, da redução dos gastos, do aumento das poupanças, da gestão dos créditos, do investimento em produtos financeiros e do sobre-endividamento.

Odivelas

Município tem novo gabinete “Orienta-te” A

funcionar desde Dezembro de 2011, o novo Gabinete “Orienta-Te”, na Casa da Juventude, é um novo espaço que tem como principal objectivo ajudar e orientar os jovens em determinadas áreas. O novo espaço está localizado na Casa da Juventude, um edifício antigo, situado na zona histórica de Odivelas, que foi “totalmente recuperado e reabilitado, a pensar nos nossos jovens e na sua actividade”, disse a autarquia. É neste moderno espaço de referência que se podem realizar as mais variadas actividades de desenvolvimento pessoal, de interacção social e de partilha de conhecimentos, através exposições, workshops, concertos, utilização de computadores e incursões pela Internet, entre outras actividades. “A Casa da Juventude é o sítio certo para os jovens extravasarem a sua criatividade e

No dia 6 de Janeiro, Dia de Reis, a tradição cumpriu-se em Odivelas, com os Paços do Concelho a receberem alunos de várias escolas do concelho que foram cantar as janeiras ao executivo municipal. A presidente Susana Amador, e os vereadores Fernanda Franchi, Hugo Martins, Mário Máximo e Paulo César Teixeira ouviram os cânticos relativos a esta época do ano, cantados por alunos dos agrupamentos de escolas D. Dinis, Carlos Paredes e Avelar Brotero. Ao todo, 120 alunos que vieram de três escolas: EB1/JI Maria Lamas que apresentou um cântico inovador em forma de “rap” e ainda a EB1/JI do Olival Basto e a EB1 Máxima Vaz.

CMO

Esta valência ajuda os jovens do concelho, em diferentes áreas capacidade de inovar novas formas e caminhos para construir um Concelho mais coeso, solidário, inclusivo e pleno de oportunidades para todos”, garante a Câmara.

O atendimento deve ser efectuado através de marcação prévia para a Casa da Juventude, através do telefone 219 320 480 ou pelo email juventude@cm-odivelas.pt.

Encontra-se em discussão pública, até ao próximo 3 de Fevereiro, a proposta do Plano de Desenvolvimento Social do concelho de Loures 2012 – 2013. De acordo com a autarquia, “este plano pretende ser um instrumento de trabalho produzido a partir de uma consciência colectiva dos problemas sociais, assente numa responsabilidade partilhada, através de uma parceria efectiva e dinâmica que articula a intervenção social dos diferentes agentes locais, para que todos se sintam mobilizados na sua construção e na concretização de um projecto que é de todos”.

Guia Michelin distingue restaurante de Cascais

Pela mão do Chef Vincent Farges, o Restaurante Fortaleza do Guincho, em Cascais, renovou o direito de ostentar em 2012 uma estrela Michelin, prestigiada distinção internacional na área da restauração, juntamente com dois restaurantes de Lisboa - o Feitoria e o Tavares. Em pleno Guincho e com uma vista deslumbrante, o Chef Vincent Farges dá largas à criatividade e rigor, privilegiando a “aliança francoportuguesa”, espelhada na qualidade e variedade dos produtos portugueses e na elaborada técnica da alta cozinha francesa contemporânea. Conjuntamente com o Chef Antoine Westermann, consultor gastronómico, o menu é definido a cada estação, com uma forte influência da cozinha gaulesa. Inaugurado em 1998, o Fortaleza do Guincho conquistou a primeira estrela no prestigiado “guia vermelho” em 2001.


Desporto

Sexta-feira13deJaneiro2012

13

CIRCUITO MUNDIAL DE RC44 E TRANSAT CLASSIQUE 2012

Elite da Vela Mundial regressa este ano a Cascais C

Este ano, Cascais volta a ser palco de grandes eventos mundiais de Vela, com a realização da segunda etapa do circuito mundial de RC44 e a largada da Transat Classique 2012, que ligará a vila cascalense à ilha de Barbados. Ambas as provas têm como anfitrião o Clube Naval de Cascais e o apoio da Câmara Municipal de Cascais.

ascais recebe a segunda etapa do Circuito Mundial de RC44, organizada pelo Clube Naval de Cascais, entre 28 de Março e 1 de Abril de 2012. Reunindo uma frota competitiva, em que navegam alguns dos melhores velejadores do mundo e empresários de renome, os RC44 regressam a Portugal depois de alguns anos de ausência. O norte-americano Larry Ellison, CEO da Oracle Corporation, o neozelandês Russell Coutts, o italiano Vasco Vascotto, o sueco Torbjorn Tornqvist ou o francês Mathieu Richard, são apenas algumas das estrelas que estarão em águas cascalenses para regatas emocionantes. Os portugueses Nuno Barreto e Gilberto Conde estiveram recentemente no Mundial da classe, disputado na ilha de Lanzarote, e podem repetir presença a bordo do barco austríaco AEZ. Recorde-se que Portugal

DR

2012 promete ser intenso para esta modalidade, em Cascais

tem historial nos RC44, graças à vitória do Banco Espírito Santo, de Patrick Monteiro de Barros, no Circuito de frota em 2008. A Transat Atlantique 2012 deverá contar com a participação de trinta iates clássicos, que vão largar a 2 de Dezembro de 2012, de Cascais rumo à ilha de Barbados. A frota reúne-se em águas cascalenses, depois de efetuar duas regatas de aproximação, com largadas das cidades francesas de Douarnenez (22 Julho de 2012) e St.Tropez (25 Outubro de 2012). Durante a estadia, os clássicos terão provas integradas no Cascais Vela 2012, assim como uma regata e uma parada naval na segunda metade de Novembro 2012, antes da largada para a Transat. A Transat Classique 2012 foi apresentada oficialmente nas Voiles de St.Tropez 2011 e no Salão Náutico de Paris.

ENTRE 7 E 15 DE JULHO

Mafra recebe VIII Jogos Desportivos da CPLP O

concelho de Mafra foi escolhido pelo Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Alexandre Mestre, para receber os VIII Jogos Desportivos da CPLP que se realizam entre 7 e 15 do mês de julho. Este evento reunirá cerca de oitocentos jovens representantes de todos os países da CPLP que vão competir em seis modalidades: atletismo e atletismo para

portadores de deficiência, em masculinos e femininos; andebol masculino, basquetebol feminino, futebol masculino, ténis e voleibol de praia, em masculinos e femi-

DR

ninos. Os Jogos Desportivos da CPLP são abertos a praticantes do grupo etário sub-16. Nesta edição, a título experimental, a competição de voleibol de

praia é aberta a sub-17. Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste são os membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa e estarão representados no evento a decorrer em Mafra.

João Pereira(*) joao.pereira.actualsintra@gmail.com

«Os portugueses dão voltas e mais voltas antes de chegar ao assunto.» “Aproximam-se de forma indireta, indiciando uma recusa do enfrentamento.” Isto diz respeito aos portugueses. Isto foi referido há já algum tempo pelo filósofo José Gil no seu livro, Portugal, Hoje, tendo como subtítulo, O Medo de Existir. O credo religioso, sabe-se, impunha a confissão como o caminho para expiar os pecados. A genuflexão derivava da submissão exigida ao pecador; o seu ar contristado provinha da pena ouvida: umas quantas ave-marias e uns quantos padres-nossos. No

Ajoelhou?

fim o confessor, o túmulo em pessoa, não apregoava aos quatro-ventos as fraquezas do seu interlocutor. No Portugal de hoje, os tempos obviamente mudando, verificamos contudo que as mentalidades não. Por isso, os portugueses continuam a dar voltas e mais voltas antes de chegar aos assuntos. Por isso, os portugueses continuam a confessar os seus pecados, talvez um pouco de forma singular… Confirmemos com um exemplo. Um certo árbitro do nosso escalão principal, andou às voltas num certo jogo. Andou, an-

dou, não indo direto ao assunto. Quando lá chegou, finalmente, pareceu ficar com um ar de quem acabara de cumprir um dever: não assinalara uma grande-penalidade. Não teria sido mais fácil não assinalar logo aquela grande-penalidade, do que andar às voltas antes de se decidir a fazê-lo? Ou a não fazê-lo? O mesmo árbitro do nosso escalão principal sentiu arrependimento do seu pecado. O seu credo (religioso? ético?) impunhalhe a confissão. E confessou-se. E como os tempos mudaram, a confissão teve lugar numa rede social, parente afastada dos ver-

dadeiros confessionários. O seu confessor, porém, que se saiba, não frequentou o seminário e, ouvida a confissão, deixou o pobre pendurado perante a sua própria confissão, pois do outro lado já não havia ninguém. O confessor saíra daquela espécie de confessionário, e gritando “blasfémia, blasfémia” assim condenara de forma inequívoca o pobre pecador, sem lhe prover a absolvição e condenando-o às penas pesadas do inferno. Como santo já não será, que se lixe, pensa, aguardando então nós os próximos pecados que mereçam ser relatados nestas páginas. (*)Árbitro Licenciado da AFL


14

Vida & Lazer

Sexta-feira13deJaneiro2012

Destaques da semana DR

ESPAÇOS GERIDOS PELA PSML PROMOVEM ACTIVIDADESA O mês de Fevereiro nos parques e palácios sob gestão da Parques de Sintra será preenchido por actividades que incluem teatro de marionetas, concurso de máscaras de reis e rainhas com recriação histórica no Palácio da Pena, um espectáculo musical com sabor a chocolate no Palácio de Monserrate, e um atelier de máscaras de gesso para os mais crescidos. Assim, no dia 5 de Fevereiro, a Quintinha de Monserrate recebe às 15h00 “O Patinho Feio”, peça de Hans Christian Andersen apresentada em formato de teatro de marionetas musical, e na qual algumas crianças do público poderão participar enquanto atores. COMEMORAÇÃO DO NASCIMENTO DA MARQUESA DE CADAVAL Teresa Palma Pereira iniciou os estudos de piano aos sete anos com Mariana Cruz e concluiu o ensino médio com 20 valores. Licenciou-se na Escola Superior de Música de Lisboa com 19 valores, sob a orientação de Tania Achot. Vencedora de vários prémios, após concluir o mestrado em performance (com 20 valores na prova de concerto), realizou uma pós-graduação no Conservatório Real de Bruxelas e está agora a preparar o doutoramento, sendo investigadora no CITAR da Universidade Católica do Porto. Para a comemoração do nascimento da Marquesa de Cadaval escolheu um programa com obras de Liszt, Schubert e Schumann. Dia 17, às 21h30, no Olga Cadaval. OEIRAS APRESENTA “O CERCO A LENINGRADO”, COM EUNICE MUÑOZ O Centro de artes Dramáticas de Oeiras apresenta a obra de José Sanchis Sinisterra, no Auditório Municipal Eunice Muñoz, Oeiras. Esta comédia conta-nos a história de duas mulheres que vivem encerradas num velho teatro na cidade e que lutam contra a sua anunciada demolição. Uma obra em que ambas as personagens são testemunhas de um tempo que já não existe mas que alerta a nossa sociedade actual para os perigosos tempos que atravessarmos. Eunice Muñoz comemora assim nesta comédia “política” os seus 70 anos de carreira numa obra que e ao mesmo tempo presta uma homenagem a todos os profissionais de teatro. Em cena de 4 a 22 de Janeiro, de quarta-feira a sábado, às 21h30 e aos domingos, às 16h00. “VITRAIS E VIDROS” EM EXPOSIÇÃO NO PALÁCIO DA PENA Desde o dia 21 de setembro, a Parques de Sintra – Monte da Lua apresenta, no Palácio Nacional da Pena (Sala dos Veados), a exposição “Vitrais e Vidros: um gosto de D. Fernando II”, mostrando pela primeira vez ao público as colecções de vidros e vitrais do Palácio, após uma campanha de cerca de dez meses de trabalhos de conservação, restauro e reconstituição. As obras em exposição constituem um notável conjunto de vitrais dos séculos XIV a XIX, no qual se inclui o mais antigo vitral conhecido em Portugal. A excepcionalidade da ocasião motivou ainda a reorganização da colecção de vidros do palácio que, por se tratar de uma das mais representativas colecções da história do vidro europeu existente no nosso país, estará exposta na Sala dos Veados juntamente com os vitrais.

Previsão do Tempo

Agenda Cultural “O Quebra-Nozes”sobe ao palco amanhã «O

Quebra-nozes» convertido numa tradição Natalícia em todo o mundo é, juntamente com «A Bela Adormecida» e «O Lago dos Cisnes», o ballet mais célebre de Tchaikovsky. A história tem lugar na Alemanha. «O Quebra-nozes» é, uma fábula que fala da saudade perpétua pela infância perdida e do contraste entre a realidade do mundo dos adultos e o mundo dos sonhos das crianças. Graças ao seu colorido, a extraordinária imaginação que representam os personagens e as aventuras e a inesquecível música de Tchaikovsky, «O Quebra-Nozes» converteu-se num dos ballets mais representados do mundo. A obra vai ser protagonizada pelo Ballet do Teatro Nacional Russo de Moscovo, no Centro Cultural Olga Cadaval, amanhã, dia 14 de Janeiro, às 21h30.

Horóscopo CARNEIRO

Concertos para Bebés – Prokofiev no séc. XXI O

s Concertos para Bebés são uma produção portuguesa pioneira no domínio das artes performativas para a primeira infância. Tiveram início em Novembro de 1998 numa cidade no centro de Portugal, Leiria, e é seu autor o professor e musicólogo Paulo Lameiro. Têm a sua origem no trabalho com bebés desenvolvido pela Escola de Artes SAMP desde 1991 no programa Berço das Artes e são fortemente inspirados pela Teoria de Aprendizagem Musical do professor e pedagogo norte-americano Edwin Gordon. Depois de percorrerem as principais salas de concerto portuguesas são atualmente projetos residentes no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, no Teatro Miguel Franco, em Leiria, e na Casa da Música, no Porto, onde se apresentam com 70 concertos anuais. Domingo, dia 22 Janeiro, no Olga Cadaval, às 10h00 e 11h30.

Porto Coimbra Lisboa Faro

15º 02º 17º 07º 17º 08º 16º 06º

Porto Coimbra Lisboa Faro

13º 08º 15º 06º 16º 08º 15º 04º

Porto

13º 06º

Coimbra 14º 06º Lisboa Faro

15º 08º 14º 04º

Amor: Momento de partilha dos seus sentimentos e de partilha do que realmente sente! Trabalho: Nesta altura poderá ser chamado(a) a dar mais contributos… Saúde: Nada de importante a assinalar.

GÉMEOS

Regente: MERCÚRIO – 21/5 a 20/6

Amor: Período marcado por momentos em que sentirá mais perto aqueles que ama! Trabalho: Parece estar tudo a mudar e assim poderá ser… mas não tenha receios… Saúde: Possíveis dores de coluna.

CARANGUEJO

Regente: LUA – 21/6 a 21/7

Amor: Começa a sentir que amar vale a pena… não tenha medo e siga em frente! Trabalho: Os próximos dias podem ser de alguma irritação e cansaço… Saúde: Tente poupar o seu corpo a grandes caminhadas.

LEÃO

Regente: SOL – 22/7 a 22/8

Amor: Consiga mais tempo do seu dia para dedicar aos seus familiares e amigos… Trabalho: Tem consciência de que faz o seu trabalho, mas isso apenas não chega… Saúde: Nada de importante a assinalar.

VIRGEM

OS CORVOS VISITAM OS ANOS 80, NO OLGA CADAVAL Depois de terem visitado os U2, os Corvos decidiram ser mais abrangentes e vão trabalhar os grandes êxitos dos anos 80. Num espectáculo com cerca de 70 minutos os fabulosos hits dos 80 vão desfilar convidando todos a dançar e cantar. O início do Rock nacional não será esquecido e nomes como Sitiados, Heróis do Mar, Xutos & Pontapés, Grupo de Baile vão estar presentes juntamente com os internacionais Queen, U2, Metallica, Europe, Guns’ n’ Roses entre muitos outros. Uma noite divertida a não perder, dia 17 de Fevereiro, às 22h00, no Olga Cadaval. “JÁ CÁ CANTA” PROMOVE FINAL COM JOVENS REVELAÇÕES DE SINTRA O espectáculo consiste numa final de concurso com crianças e jovens para apuramento do(a) grande vencedor(a) de talento revelação do ano. Em competição estarão doze jovens na área do canto, seleccionados após vários castings efectuados nas escolas do concelho de Sintra. Os concorrentes actuarão na sua área específica com o tempo limite de 3 minutos. A final inclui ainda a presença de convidados especiais, e decorrerá no Centro Cultural Olga Cadaval dia 28 de Janeiro, às 21h30.

Amor: Há momentos em que pode duvidar de si, mas não se esqueça que há sempre alguém a pensar em si! Trabalho: Prepare-se para um período de grande exigência a nível laboral. Saúde: Atenção às dores de estômago.

BALANÇA

Regente: VÉNUS – 23/9 a 22/10

Amor: Aposte mais nos que o(a) rodeiam com pequenos gestos de amor e não se preocupe com a imagem… Trabalho: Seja você mesmo(a). Não duvide das suas capacidades e da sua imaginação! Saúde: Podem surgir dores de dentes.

ESCORPIÃO

Regente: PLUTÃO – 23/10 a 21/11

CASA DE CULTURA DE MIRA SINTRA EXPÕE ARTESANATO Casa de Cultura de Mira Sintra é palco de duas exposições de artesanato, ambas inauguradas no dia 17 de Dezembro e patentes até ao próximo dia 22 de Janeiro. Trata-se da exposição do Grupo de Artistas de Vale de Eureka e do trabalho de Carlos Costa, artista que transforma simples paus de fósforo em absolutas obras de arte. Os artesãos do GAVE vão dar a conhecer áreas tão distintas do artesanato como os trabalhos em xisto, vitrofusão, cerâmica, bordados, entre tantos outros.

EXPOSIÇÃO DE ESCULTURA AO AR LIVRE NA VOLTA DO DUCHE A Câmara de Sintra apresenta, pelo sétimo ano consecutivo, a maior exposição de escultura ao ar livre, – “Sintra Arte Pública VII” – sob o tema “Princípios Humanos” e que conta com a participação de 16 escultores. A exposição na Volta do Duche estará patente durante um ano, depois da inauguração a 17 de Julho, e é já aquela que tem um maior número de visitantes em Portugal. Cada peça será a representação de um dos múltiplos aspectos ligados à temática dos “Princípios Humanos”, que vai desde o início da existência, às problemáticas relacionadas com a ética, a moral ou a condição humana. Domingo

TOURO

Regente: VÉNUS – 1/4 a 20/5

Regente: MERCÚRIO – 23/8 a 22/9

ESPERANÇA MATOS APRESENTA ESCULTURAS NA ERICEIRA Esperança Matos apresenta os seus trabalhos na área da Escultura na Sala Atlântico do Parque de Santa Marta, na Ericeira. “Rasgos do Meu íntimo” encontra-se patente até ao dia 22 de Fevereiro de 2012. Esperança Matos, uma revelação na escultura em Portugal, que já é conhecida de um vasto público pelo talento e criatividade revelados nos inúmeros trabalhos que executou para todo o país e alguns para o estrangeiro. Pode visitar esta exposição todos os dias das 10h00 às 20h00.

Sábado

Regente: MARTE – 21/3 a 20/4 Amor: Quem lhe disse que não consegue atingir os seus objectivos pode também desejá-los… Trabalho: Período marcado por uma etapa de grande esforço… Saúde: Possíveis dores de garganta!

DR

GUSTAVO FERNANDES APRESENTA 40 OBRAS EM OEIRAS A exposição In Vino Veritas, que quebra fronteiras entre o Vinho e a Arte, fica patente entre 20 de Janeiro e 18 de Março, no Palácio do Egipto. Em exibição estão 40 novas peças deste artista plástico, de pintura a óleo e aguarela e de escultura em madeira e bronze, criadas propositadamente para este acontecimento e preparadas ao longo de um ano de trabalho intenso. Percorrendo esta exposição é possível admirarmos desde os monumentos de Oeiras à transparência do vidro, ou mergulharmos num copo de vinho através da música ou, ainda, contemplarmos pipas de vinho que ganham vida em formas de gente. O vinho, a mulher e a música são as fontes de inspiração deste pintor de cariz surrealista e hiperrealista.

Sexta

Por Desidério Zeffir

EXPOSIÇÃO ARCA DE NOÉ PATENTE NO CAMB Paula Rego, Júlio Pomar, Fátima Mendonça, Joana Vasconcelos e João Pedro Vale, entre outros, na colectiva ARCA DE NOÉ, patente ao público no CAMB - Centro de Arte Manuel de Brito, no Palácio Anjos, em Algés, de 14 de Outubro a 12 de Fevereiro de 2012. Quando o CAMB apresentou a exposição de Júlio Pomar dedicou uma sala aos trabalhos que representavam animais e uma das telas intitulava-se precisamente Arca de Noé. Daí nasceu o projecto desta exposição alargado aos artistas representados na colecção Manuel de Brito. Trinta e três artistas de Eduardo Viana a João Francisco, que está representado com um desenho chamado Arca de Noé.

Amor: Agir com ponderação é a palavra de ordem nos próximos dias! Trabalho: Não abuse da bondade de outros e dedique tempo às suas tarefas… Saúde: Nada de importante a assinalar.

SAGITÁRIO

Regente: JÚPITER – 22/11 a 21/12

Amor: Trabalhe para merecer a atenção de que usufrui e seja o(a) primeiro(a) a dar o exemplo… Trabalho: Não tente desviar a atenção para outros e analise a sua atitude perante os seus colegas! Saúde: Possíveis enxaquecas…

CAPRICÓRNIO

Regente: SATURNO - 22/12 a 20/1

Amor: Dar em demasia pode ser um mau sinal. Não no seu caso, saiba amar sem pensar no retorno… Trabalho: Período de alegria e de reflexão! Saúde: Consulte o seu médico e faça os seus exames de rotina.

AQUÁRIO

Regente: URANO – 21/1 a 19/2

Amor: Seja capaz de ultrapassar as barreiras e não tenha medo das reacções! Trabalho: Período favorável para uma possível ascensão na sua carreira… Saúde: O nervosismo pode causar alguma perda de peso!

PEIXES

Regente: NÉPTUNO – 20/2 a 20/3

Amor: O amor não está definitivamente no ar. A pergunta deve ser feita por si a si mesmo… Trabalho: Momento de grande exigência e de muito cansaço! Saúde: Possíveis enxaquecas e fase de algum nervosismo. Descanse um pouco mais!


Cultura

Sexta-feira13deJaneiro2012

15

ACTIVIDADES PROMOVIDAS PELA PARQUES DE SINTRA

Teatro, música e máscaras de Carnaval marcam Fevereiro O mês de Fevereiro nos parques e palácios sob gestão da Parques de Sintra será preenchido por actividades que incluem teatro de marionetas, nos qual as crianças podem participar, concurso de máscaras de reis e rainhas com recriação histórica no Palácio da Pena, um espectáculo musical com sabor a chocolate no Palácio de Monserrate, e um ateliê de máscaras de gesso para os mais crescidos. PSML

N

o dia 5 de Fevereiro, a Quintinha de Monserrate recebe, às 15h00, “O Patinho Feio”, peça de Hans Christian An-

dersen apresentada em formato de teatro de marionetas musical, e na qual algumas crianças do público poderão particiPUB

uma fantástica casa de chocolate onde antigamente eram confeccionados todos os doces do mundo, mas algo terrível aconteceu e caberá a uma feiticeira e um amigo especial, mudarem o rumo da história. Para adultos e jovens com mais de 12 anos, a Parques de Sintra preparou uma Oficina d’Artes sobre Máscaras de Gesso, no dia 11 de Fevereiro na Quintinha de Monserrate. Esta oficina permitirá aos participantes criar uma máscara de carnaval única e personalizável, em material de manipulação fácil e segura como o gesso, que permite reproduzir com detalhe todos os traços de um rosto. Todas as actividades são de lotação limitada e requerem inscrição prévia.

par enquanto actores. Este conto clássico foca o respeito e valorização da diferença, apontando o facto de esta poder ser a melhor característica de cada um. A 18 de Fevereiro, para celebrar o Carnaval, terá lugar às 14h30, no Palácio da Pena, o Concurso de Máscaras “Dias de Baile”, no qual crianças e adultos são desafiados a trazer o figurino de época, mascarados de reis, rainhas, príncipes, princesas, cavaleiros, aias ou outros. Será realizada uma visita de recriação histórica envolvendo todos os participantes na vida da corte do séc. XIX e contando a história do monumento. Será ensinada uma dança de corte e no final as máscaras mais criativas receberão prémios e títulos. “Os Segredos da Casa de Chocolate” terá lugar no dia 26 de Fevereiro e consiste num espectáculo musical que recria

Cristóvam Augusto(*) caviolao@yahoo.com.br

O que é música de qualidade?

Lançar juízos acerca da arte é algo usual em nosso cotidiano. Não obstante, para que se possa formular uma proposição válida em qualquer área do conhecimento, faz-se necessário o apoio em bases efetivamente sustentáveis, bem como em conceitos e conhecimentos específicos minimamente exigíveis. Nesse sentido, uma aproximação com o objeto musical propriamente dito, à luz de suas categorias fundamentais, consubstanciará o sentido maior das tematizações a serem desenvolvidas no espaço que ora se inicia. Aproximação essa que possibilitará um

olhar mais crítico-reflexivo acerca do que se pretende compreender no âmbito dos fazeres artísticos. E como qualificar uma expressão musical? Trata-se de uma ação aparentemente simples, mas que pode relacionar-se com aspectos filosóficos, etnológicos, antropológicos, sociológicos, musicológicos, etnomusicológicos e até da etnografia musical, termos talvez distantes ou desconhecidos para muitas pessoas. Pelo que se percebe, a existência de uma abrangência teórica significativa que nos impossibilita tecer juízos menos ponderados. Portanto, opi-

niões acerca da arte musical devem estar fundamentadas em referenciais conceituais concretas, em parâmetros efetivos, cuja compreensão poderá nos encaminhar para níveis de maior profundidade, distante de avaliações reducionistas situadas apenas no nível da epiderme, ou somente no ar, ao modo das nuvens... Esse pensamento nos permite ainda afirmar que o sentido de música de qualidade não depende apenas do gosto pessoal, mas da forma como os elementos constitutivos da arte sonora são trabalhados estilisticamente pelo compositor, devendo ser capturados

pelo ouvinte através da ação perceptiva, do ouvir consciente, ativo. Logo, a qualidade imanente da música depende do tratamento composicional na utilização de vários parâmetros – ritmos, melodias, harmonias, timbres, tessitura etc. – e não simplesmente da subjetividade de quem a ouve. Conforme se vê, o questionamento é simples apenas em sua aparência, motivo pelo qual retornaremos a desenvolver a temática. Até uma próxima oportunidade! (*) Musicólogo Brasileiro http://lattes.cnpq.br/5139071381170084


16

Publicidade

Sexta-feira13deJaneiro2012


Actual Sintra