Page 6

6Corpo

E

m um passado não muito distante, os idosos eram comumente retratados como pessoas muito cansadas para fazer qualquer tipo de movimento e que, por isso, ficavam sentados o tempo todo, evitando atividades mais bruscas. Pois é. Os tempos mudaram, e os mesmos senhores e senhoras que já passaram dos 65, hoje, mostram que a disposição se renova diariamente, e que mais se cansa quem não faz nada. Confirmando essa tendência, um estudo feito nos Estados Unidos, realizado com pessoas acima dos 60 anos, comprovou que os idosos que praticam exercícios sentem menos dores e aumentam sua resistência. Como a expectativa de vida dos brasileiros passou dos 70 anos, isso comprova que exercícios devem ser praticados diariamente, em todas as

musculação também é recomenda articulações e fundamental como idades. Conforme vamos envelhecendo, se torna mais difícil manter a massa muscular, a flexibilidade e a força da juventude. O metabolismo acaba ficando mais lento e diminuindo. Com isso, a tendência é ganhar mais gordura. Porém, esses efeitos podem ser minimizados com a musculação. Diferentemente do conceito de que a musculação apenas resulta em corpos vigorosos, a prática dessa modalidade vem crescendo entre as pessoas da terceira

idade, sendo altamente recomendada por profissionais da saúde, já que, alem de fortalecer os músculos, restaurar as articulações, é fundamental para prevenir e acabar com o estresse e a falta de disposição. “Mesmo quem nunca praticou nenhum tipo de atividade física pode iniciar um programa e ainda alcançar bons resultados. Sabe-se, hoje, que este tipo de treinamento é fundamental, não só para a manutenção da massa magra (ossos e músculos), necessária

para a realização de tarefas diárias, como para levantar-se de uma cadeira e subir escadas, como também contribui para com os sistemas respiratório e vascular. As atividades físicas ainda impactam positivamente a frequência cardíaca e a pressão arterial de repouso desta população”, afirma Leandro Galiano, professor de educação física e especialista em Fisiologia do Exercício. A atividade física destinada aos idosos também influencia a execução de tarefas básicas do dia a dia,

pois auxilia na redução dos riscos da osteoporose no que diz respeito à densidade óssea; promove o fortalecimento geral da musculatura, articulações e tendões, preservando a independência na vida das pessoas de maior idade. “O envelhecimento, agravado pela inatividade física e consequente enfraquecimento muscular, resulta, por exemplo, na redução da amplitude de elevação do joelho durante a caminhada. Isso culmina em uma

JORNAL NOV.IDADE Nº 3  

Publicação mensal, criada e editada pela Mago Ideias para a cliente Funcab, com notícias sobre a chamada terceira idade. A Funcab é gestora,...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you