Issuu on Google+

Imigração – Emigração Escola Secundária D. Inês de Castro – Alcobaça Curso de Educação e Formação de Adultos – EFA Cidadania e Profissionalidade UFCD 4 - “Processos Identitários” 2011/2012


Índice • Introdução……………………………………………pág. 2 • Imigração……………………………………………..pág. 3 • Emigração…………………………………………….pág. 4 • Principais fluxos migratórios para Portugal………...pág. 5, 6 e 7 • Politica de imigração em Portugal/União Europeia...pág. 8 • Vantagens e desvantagens da imigração (impactos económicos, culturais e sociais em Portugal)……………………...pág. 9 e 10 • Web grafia/ Bibliografia………………………………pág. 11


Introdução A Imigração enquanto fenómeno tem vindo a acentuar-se e a afirmar

na sociedade portuguesa nos últimos anos. Pretendemos abordar vários assuntos, tais como, a definição de emigração e imigração; os principais fluxos migratórios para

Portugal; a politica de imigração em Portugal/União Europeia e as vantagens e desvantagens da imigração incluindo os impactos económicos, culturais e sociais em Portugal.


IMIGRAÇÃO  É

o

movimento

de

entrada,

permanente ou temporário e com a intenção residência,

de

trabalho de

e/

pessoas

ou ou

populações, de um país para outro.


EMIGRAÇÃO  É o ato e o fenómeno espontâneo

de

deixar

residência

o para

seu se

local

de

estabelecer

numa outra região ou nação.


PRINCIPAIS FLUXOS MIGRATÓRIOS PARA PORTUGAL O que é?

É o grupo de pessoas que se desloca do seu país e/ou lugar de origem para

outros

melhores

locais

à

oportunidades

nível de vida.

procura

e

de

melhor


Estas migrações têm contribuído para o aumento da população. Após o último processo de legalização extraordinária

de

estrangeiros

em

Portugal, a população de estrangeiros legalmente

residentes

aumentou,

passando de 5% para 10% da população total, ultrapassando a relação existente na maioria dos países da União Europeia.


Principais imigrantes: Até aos anos 90 a maioria dos imigrantes era proveniente dos países lusófonos principalmente de Cabo Verde e Angola. A partir de 1999 os imigrantes eram provenientes dos países do Leste Europeu, divididos em dois grupos, eslavosucranianos, russos e búlgaros; e os latinos de Leste- romenos e moldavos. Em 2003 este tipo de imigração abrandou, tendo sido substituído por brasileiros e, em menor escala, por asiáticos de várias origens, nomeadamente, paquistaneses, indianos e chineses.

Para finalizar, em 2009 residiam em Portugal 457,306 cidadãos de nacionalidade estrangeira. Destes, 39% eram provenientes da Europa; 25% da Africa Lusófona; 25,6% de origem brasileira e 3,3% da China.


Política de imigração em Portugal/União Europeia Portugal optou por uma política de abertura regulada à imigração, adotando uma estratégia em torno de três eixos: regulação; fiscalização e integração. A política de acolhimento e integração de imigrantes é orientada por sete princípios-chave: Igualdade; Hospitalidade; Cidadania; Coresponsabilidade; Consenso.

Participação;

Interculturalidade

e

por

fim


Vantagens e desvantagens da imigração Vantagens :  os imigrantes fazem aumentar a procura de bens e serviços;  contribuem para o aumento do produto interno bruto e para os cofres do Estado, mais do que aquilo que recebem de retorno;  os imigrantes tem a responsabilidade de procurar uma vida melhor, com condicionalismos mais favoráveis, conhecimento de novas realidades e enriquecimento de mentalidade;  aumento populacional  acréscimo da taxa de natalidade e da população ativa.


Desvantagens :  perda de mão de obra qualificada  produtividade mais reduzida, ainda que com qualidade  abandono da terra natal, com possíveis consequências psicológicas e emocionais  racismo e xenofobia  diminuição populacional com o seu consequente envelhecimento  diminuição de oferta de trabalho para as pessoas de nacionalidade portuguesa  aumento da criminalidade


Bibliografia / Web grafia • http://pt.wikipedia.org/wiki/Imigra%C3%A7%C3%A3o • http://pt.wikipedia.org/wiki/Emigra%C3%A7%C3%A3o • http://www.empacult.parlamento.pt/pt/Documentos/DCDuarteMendes210808pt.pd f • http://www.oi.acidi.gov.pt/modules.php?name=News&file=article&sid=3205 • http://www.portugalglobal.pt/PT/Biblioteca/LivrariaDigital/PortugalPerfilPais.pdf • http://www.pordata.pt/Portugal/Ambiente+de+Consulta?MicroId=1622 • http://web.ccdralg.pt/sids/indweb/imagens/docs_extra/Grandes%20linhas%20da%20pol%C3%ADt ica%20de%20acolhimento%20e%20integra%C3%A7%C3%A3o.pdf • http://carvalhadas-on-line.blogspot.com/2004/12/vantagens-e-desvantagens-daimigrao.html • http://www.slideshare.net/fernandosamup/cp-processos-identitrios-imigraomulticulturalidade-e-direitos-das-minorias • http://www.acime.gov.pt/ • www.oi.acime.gov.pt • www.acidi.gov.pt


Trabalho realizado por: TELMO CARREIRA TÂNIA DIAS MARTA COITO


Emigraçao e migraçao