Issuu on Google+

Montagem fotos divulgação

Trabalho conjunto do governador e da presidenta beneficia população.

O

s times de Agnelo e Dilma jogam juntos a favor da melhoria da qualidade de vida da população do Distrito Federal (DF). O trabalho do governador e da presidenta da República apoiam as famílias mais pobres e com menos oportunidades de renda e de instrução. No âmbito do Governo Federal, Dilma implantou, aqui no DF, diversos programas de caráter social. Deu início à distribuição gratuita de remédios para pressão alta; diabetes e asma; aumentou o valor dos investimentos no Bolsa Família, que possui 77,8 mil inscritos no DF; criou o Pronatec – programa de qualificação profissional que concede bolsas de estudos nas unidades pertencentes ao sistema S – Sesi, Sesc, Senai, Senac e Sebrae; implantou o Brasil Sem Miséria; o programa Brasil Carinhoso – que amplia o acesso às creches públicas para as mães que precisam trabalhar; e, na saúde, o projeto Rede Cegonha – que realiza exames e consultas de pré-natal e assistência integral gratuita às gestantes de baixa renda.

Agnelo não deixou por menos. Ao lado de Dilma, iniciou vários programas direcionados à população de baixa renda. Distribuiu mais de cinco mil geladeiras para as famílias pobres economizarem na conta de luz; criou o Qualificopa – programa de capacitação de mão-de-obra para prestação de serviços de qualidade durante os jogos mundiais; implantou o DF Alfabetizado – programa que pretende erradicar o analfabetismo entre os adultos no DF; entre outros programas habitacionais, de segurança e de melhoria da infraestrutura de Brasília. Com muito empenho, o governador decidiu melhorar e reforçar a qualidade da merenda servida às crianças e adolescentes nas escolas públicas. Agora, as unidades de ensino contam com café da manhã com leite e pão para esses jovens. O almoço e o lanche vespertino das nossas escolas são preparados com alimentos adquiridos dos pequenos produtores rurais do DF, o que significa geração de mais emprego e renda para as famílias que residem na zona rural. O programa DF sem Miséria unificou o cadastro social das famílias carentes de Brasília. Com a unificação do cadastro, muitas famílias conseguiram ampliar o valor dos be-

nefícios. Houve também a ampliação da cobertura do programa Bolsa Família, que agora acrescenta R$ 102 ao orçamento familiar para a aquisição de pão e leite, por meio do programa Nosso Pão, Nosso Leite. Agnelo ampliou a rede de Restaurantes Comunitários. A nova unidade, inaugurada em março deste ano, funciona no Riacho Fundo II e serve comida boa e de qualidade a R$ 1,00 para o trabalhador. O Caminhão da Saúde da Mulher realiza exames gratuitos de mamografia e presta consultas nas áreas especializadas da saúde feminina. As escolas infantis, que prestam atendimento a crianças de quatro a seis anos de idade, começaram a funcionar na Estrutural e a próxima escola será inaugurada em Brazlândia. Nessas escolas, as crianças contam com um turno integral de atendimento e recebem carinho, atenção e alimentação adequada. O PT/DF parabeniza o trabalho conjunto da presidenta Dilma e do governador Agnelo. Essa dobradinha faz bem ao DF e à sua população. Você vai conhecer, nesse boletim, as informações detalhadas de cada um dos programas aqui citados.


ONDE O PT GOVE Educação

WPessoa

Saúde

Com Dilma, o Governo Federal criou o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), que tem o objetivo de capacitar oito milhões de jovens, trabalhadores e estudantes do ensino médio em diversos cursos profissionalizantes em todo o País, até 2014. Os investimentos nesse projeto são da ordem de R$24 bilhões.

Governador do DF fiscaliza o estoque de medicamentos da Farmácia Popular.

Com Agnelo, o DF atingiu a marca de 150 drogarias cadas-

O Pronatec foi lançado no dia 26 de outubro de 2011, pela presidenta Dilma Rousseff

Com Agnelo, o Pronatec se tornou realidade em todo o DF.

Em parceria com o Sistema S (Sesi, Senac, Senai, Sebrae e Sesc), serão abertas 3.145 vagas nos cursos gratuitos disponibilizados até o fim do ano. A prioridade é assistir os alunos da rede pública, beneficiários do Bolsa-Família, agricultores e trabalhadores. São oferecidos, por meio do programa, mais de 70 cursos, entre eles os de Almoxarife, Auxiliar Administrativo e Operador de Caixa.

Com Dilma, o Governo Federal promove em todo o País o programa Brasil Alfabetizado, voltado para a alfabetização de jovens, idosos e adultos em regiões onde a taxa de analfabetismo é igual ou superior a 25%.

Reginaldo freitas

Agência Brasília

Com Dilma, a distribuição gratuita de remédios aumentou. O DF terá medicamento de graça para hipertensão, diabetes e asma em 353 farmácias populares credenciadas no programa Saúde não tem Preço, do Ministério da Saúde. Nessas unidades, a população pode retirar gratuitamente 11 remédios para o tratamento da hipertensão e diabetes, além de três medicamentos para asma: brometo de ipratrópio, dirpoprionato de beclometasona e sulfato de salbutamol. Neste ano, serão investidos – por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) – R$  7,7 bilhões na compra de remédios para a população.

Divulgação Blog do Planalto

No Brasil, já são mais de 20 mil estabelecimentos credenciados no Programa Saúde não tem Preço

Segunda fase do programa teve início em abril

tradas no programa Aqui tem Farmácia Popular, do Governo Federal. Somente no período entre janeiro e novembro de 2011, 97.082 brasilienses foram beneficiados pela distribuição gratuita de medicamentos nessas unidades.

Roberto Barroso

Agnelo visita Centro de Saúde nº 2, em Samambaia

ano, o programa Rede Cegonha. Inicialmente, o DF receberá R$ 22,5 milhões por ano para ampliar o atendimento às gestantes. A Secretaria de Saúde estima que, até o final deste ano, sejam atendidas, em média, 44 mil gestantes.

o Caminhão da Mulher já visitou as comunidades de Ceilândia, Planaltina, Estrutural, Sobradinho e Itapoã. Desde a sua estreia, em março deste ano, a unidade foi responsável por 6.143 atendimentos.

Roberto Barroso

Com Agnelo,

Agnelo vistoria unidade instalada em Sobradinho

Agência Brasília

Com Dilma e Agnelo, o GDF lançou, em maio deste

Agnelo acompanha a rotina das crianças que estudam na rede pública de escolas infantis

Com Agnelo, a população de Brasília foi beneficiada com o lançamento do programa DF Alfabetizado, que contempla cidades como Ceilândia, Paranoá, Itapoã, Sobradinho, Recanto das Emas e Estrutural. No DF, estima-se que 65 mil pessoas são analfabetas ou analfabetas funcionais. A previsão é que, até 2014, o número de analfabetos na região seja zerado e que 10 mil pessoas aprendam a ler e a escrever ainda neste ano. O modelo de educação integral e intersetorial também já começou a ser aplicado no DF, com a entrega do Centro de Educação Infantil nº 01 da Estrutural, inaugurado oficialmente pelo governador em maio deste ano. O GDF pretende construir, em parceria com o Governo Federal, mais 50 creches públicas, com uma média de 220 vagas em cada unidade.


ERNA, DÁ CERTO! Divulgação Blog do Planalto

Infraestrutura

Com o Luz Para Todos, as distribuidoras de energia estão obrigadas a atender qualquer pedido em sua área de concessão.

Com Dilma, o Governo Federal investe, no Entorno do DF, recursos públicos do programa Luz Para Todos, que tem o objetivo de levar, gratuitamente, energia elétrica para os moradores do meio rural. O programa já chegou, até março deste ano, para cerca de 14,4 milhões de moradores rurais de todo o País. Os investimentos chegam a R$  20 bilhões, dos quais R$ 14,5 bilhões são do Governo Federal. A meta é fazer 495 mil ligações de energia elétrica no País entre 2011 e 2014. Somente no município de Luziânia, foram investidos R$ 1,881 milhão na construção de 96,6 km de rede elêtrica.

WPessoa

gia, criado em dezembro do ano passado. Até o momento, o GDF realizou, em parceria com a CEB, mais de 15 mil novas ligações de energia; instalou 2.632 pontos de iluminação pública; entregou 267.089 lâmpadas fluorescentes compactas e substituiu 5.305 geladeiras antigas por modelos mais novos, eficientes e econômicos. O programa atende moradores de cidades como Itapoã, Samambaia, condomínios Pôr do Sol e Sol Nascente, em Ceilândia, Riacho Fundo II, Estrutural e Varjão. No total, a CEB pretende distribuir 370 mil lâmpadas e 8.100 geladeiras em todo o DF. Outra ação de destaque realizada pelo governo Agnelo é o programa Regularizou, É Seu ! – que já promoveu a entrega de 57 escrituras e 173 cartas de indicação de comparecimento a cartórios aos moradores com processo de regularização de imóvel nas quadras QNP 22 e 24, em Ceilândia. Maria Isabel, diretora social da prefeitura do Condomínio Pôr do Sol, em Ceilândia. “Nossa, foi maravilhoso! Foi um sonho para a gente que vinha sempre lutando para as coisas acontecerem por aqui. Muitas pessoas não acreditavam que isso iria ocorrer. Para as pessoas carentes que ganharam essas geladeiras, iluminação nas ruas, asfalto, essa iniciativa é muito importante”, comemora a líder comunitária.

WPessoa

Com Agnelo, Brasília ganhou o programa Cidadania com Ener-

Agnelo realizou a entrega de lâmpadas e geladeiras aos moradores do condomínio Pôr do Sol, em Ceilândia

Com Dilma e Agnelo, o Governo Federal incluiu o Distrito Federal no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf ), instituído este ano para custear os projetos dos pequenos agricultores, dos assentados da reforma agrária e das pequenas cooperativas. O programa beneficia os trabalhadores que tenham obtido renda bruta anual familiar acima de R$ 6 mil e de até R$ 110 mil nos últimos 12 meses que antecedem a solicitação da Declaração de Aptidão (DAP). Até o ano de 2010, cerca de 25 pólos de agricultura orgânica e familiar atendiam as diversas regiões administrativas, incluindo a localidade onde atualmente fica a Cidade Estrutural.

Com Agnelo,

Joaquina Rodrigues de Moura, dona de casa. "A refeição não poderia ser mais barata do que isso", comenta a dona de casa, que almoçou no restaurante comunitário da cidade pela primeira vez. Ela, que vive sozinha, disse que há dias em que, por causa da idade avançada e de problemas de saúde, não tem forças nem para cozinhar. "O restaurante pode ser uma boa solução", considera.

Hmenon Oliveira

Joaquim Rodrigues

o DF ganhou mais um restaurante comunitário, construído na cidade do Riacho Fundo II. A unidade, que foi inaugurada em março deste ano, serve 3.200 refeições por dia aos moradores da região.

Restaurante comunitário do Riacho Fundo II foi inaugurado pelo governador Agnelo em março deste ano


DILMA E AGNELO,

TRABALHANDO PELO POVO!

Com Dilma, as famílias pobres re-

Divulgação Sebrae

A empreendedora Rosicleia Mendes é uma das beneficiárias do programa

Com Agnelo, o GDF lançou, em 2011, o Plano pela Superação da Extrema Pobreza, o DF Sem Miséria. O programa tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população e garantir direitos de cidadania aos menos favorecidos. A iniciativa já retirou da extrema pobreza 31.670 famílias em todo o DF. Além desta ação, o governo está suplementando em até R$ 102 os benefícios do programa Bolsa Família à população extremamente pobre, medida que assegura a essas pessoas uma renda per capita de R$ 100.

Com Dilma, o Governo Federal investe em iniciativas para qualificar micro e pequenas empresas (MPE) na busca por oportunidades geradas pela Copa do Mundo de 2014. Por meio do programa Sebrae 2014, a empreendedora Rosicleia Mendes, de Taguatinga (DF), passou a contar com a consultoria do programa Agentes Locais de Inovação (ALI). Com o apoio do Sebrae, em seis meses, a empresária pretende abrir o seu segundo negócio, baseado na confecção de brindes sustentáveis como bonés, camisetas e mochilas produzidos com garrafa pet.

Roberto Barroso

Divulgação Blog do Planalto

cebem um valor maior do benefício oferecido pelo programa Bolsa Família. A partir deste mês, as famílias com crianças de até seis anos de idade terão um aumento de, no mínimo, R$ 70 mensais para cada beneficiado. Além disso, a presidenta criou o Brasil Carinhoso, que pretende ampliar o acesso das crianças pobres às creches e aos serviços de saúde. O investimento será de mais de R$ 10 bilhões até 2014.

O programa DF Sem Miséria já beneficiou 31.670 famílias

Agência Brasília

Beneficiários do Bolsa Família recebem incremento no valor do benefício

Divulgação

Bruno Spada

Desenvolvimento Social

Estudantes da rede de educação básica agora recebem reforço na alimentação

Com Dilma,

o Governo Federal desenvolve o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que garante, por meio da transferência de recursos financeiros, a alimentação escolar dos alunos de toda a educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos) matriculados em escolas públicas e filantrópicas. O orçamento do programa para este ano é de R$ 3,3 bilhões, valor que deve beneficiar 45 milhões de estudantes em todo o País.

Programa alimentar já é realidade nas escolas públicas de todo o DF

Com Agnelo,

o Governo do Distrito Federal lançou o programa Nutrindo a Mesa – Nosso Pão, Nosso Leite, que tem o objetivo de beneficiar as famílias em situação de vulnerabilidade ou exclusão social com a distribuição mensal de pão e leite em quantidade proporcional à composição da família. As creches e escolas da rede pública também ganharam reforço na alimentação. O objetivo é fornecer energia e nutrientes essenciais para o aprendizado, rendimento escolar e desenvolvimento dos estudantes.

Agnelo entrega diploma ao estudante Paulo Henrique dos Santos

Com Agnelo, a população do DF

foi beneficiada pelo lançamento do projeto Qualificopa, que tem como objetivo melhorar a qualidade dos serviços prestados na cidade e também qualificar trabalhadores para atender as demandas da Copa do Mundo de 2014. No DF, serão abertas mais de duas mil vagas em cursos gratuitos no segmento turístico, como de camareiro, garçom e operador de rede e telemarketing. Até 2014, a previsão da Secretaria de Trabalho é de que mais de dez mil trabalhadores sejam qualificados por ano.


Jornal do PT-DF - Junho