Page 1

1958

COPYRIGHT ASSOCIAÇÃO CULTURAL «O MUNDO DE LYGIA CLARK»


1958

1958

Passei a experimentar o que chamei de Planos em Superfície Modulada. O virtual sólido do último grupo de trabalhos está agora reduzido à superfície plana, a qual, entretanto, aparece como que curvada pela percepção do olho. Esta ilusão pode ser provocada pelo fato de que os pontos A e B não estão juntos. Na verdade, o que eu queria fazer era expressar o espaço em si mesmo e não compor dentro dele. A superfície bidimensional apresentada, na qual o trabalho precisa ser criado, vem a ser apenas um suporte, o qual, só adquire significado quando é em si mesmo a expressão do espaço.

COPYRIGHT ASSOCIAÇÃO CULTURAL «O MUNDO DE LYGIA CLARK»


1958

Percebi que havia uma diferença entre o espaço expresso por formas seriadas e o outro espaço que chamei de orgânico. Na composição seriada existe o espectador e existe a obra. Ele está fora da obra e permanece nesta posição, explorando o espaço e usando cada forma como ponto de partida e segmento (Figura 6-A). Ele não percebe todo o espaço vivenciando-o, mas fabrica-o em sua mente pela junção seriada de formas. O que eu queria era que o espectador entrasse dentro deste espaço criado, vivenciando-o como um organismo (Figura 6-B). Experimente olhar para os objetos em sua sala a partir desses dois pontos de vista. Do segundo ponto de vista (espaçoorgânico), você mesmo toma parte numa situação na qual você e os objetos pertencem ao mesmo espaço. Este segundo ponto de vista é o de uma percepção “global”, ao contrário de uma sucessão de imagens.

COPYRIGHT ASSOCIAÇÃO CULTURAL «O MUNDO DE LYGIA CLARK»


1958

Ao mesmo tempo em que eu estava completando o grupo Plano em Superfície Modulada eu fiz o que chamei de Superfície Modulada, uma superfície composta de 3 quadrados, sendo que os 2 quadrados laterais tocavam o espaço real com 2 de seus quatro lados. Percebi algo muito estranho: estes quadrados laterais pareciam deslocar-se para frente, curvando-se numa dobra imaginária. Isto me fascinou, pois não havia nenhuma diagonal na composição que provocasse este efeito. Percebi que era o espaço real fora da superfície, o qual, atuando diretamente sobre ela, criava este movimento. Figura 7 – Levante a superfície e olhe para o plano. As letras A e A1, B e B1 marcam as linhas nas quais você sentirá os dois quadrados laterais inclinandose.

COPYRIGHT ASSOCIAÇÃO CULTURAL «O MUNDO DE LYGIA CLARK»

1958  

texto de Lygia clark, descreve a percepção global da Obra de Arte.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you