Page 1

O VALE DOS MORTOS

o_vale_dos_mortos_03.indd 1

05/02/14 17:04


o_vale_dos_mortos_03.indd 2

05/02/14 17:04


RODRIGO DE OLIVEIRA

O VALE DOS MORTOS

o_vale_dos_mortos_03.indd 3

05/02/14 17:04


o_vale_dos_mortos_03.indd 4

05/02/14 17:04


E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela ardendo como tocha (...) E o nome da estrela era Absinto... ...e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. E a fumaça que saiu do fundo do abismo escureceu o sol e o ar. E da fumaça vieram seres como gafanhotos sobre a terra, mas com poderes de escorpiões. E foi-lhes dito que não fizessem dano à erva da terra, nem a árvore alguma, mas somente aos homens. E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles. Apocalipse 8 e 9

o_vale_dos_mortos_03.indd 5

05/02/14 17:04


o_vale_dos_mortos_03.indd 6

05/02/14 17:04


Para minha esposa, Cláudia, e meus filhos, Felipe e Fernanda. Sem vocês minha vida não teria sentido.

o_vale_dos_mortos_03.indd 7

05/02/14 17:04


o_vale_dos_mortos_03.indd 8

05/02/14 17:04


SUMÁRIO

13 INTRODUÇÃO 17 CAPÍTULO 1 — O FENÔMENO 24 CAPÍTULO 2 — O DIA EM QUE TUDO MUDOU 49 CAPÍTULO 3 — APOCALIPSE 81 CAPÍTULO 4 — SEM DESTINO 100 CAPÍTULO 5 — CONFINADOS 126 CAPÍTULO 6 — EUTANÁSIA 152 CAPÍTULO 7 — O DESPERTAR 164 CAPÍTULO 8 — O ARSENAL 188 CAPÍTULO 9 — O CONDOMÍNIO 203 CAPÍTULO 10 — A COMUNIDADE 228 CAPÍTULO 11 — SOBREVIVENTES 253 CAPÍTULO 12 — INVASÃO 283 CAPÍTULO 13 — FRENTE A FRENTE 293 EPÍLOGO

295 AGRADECIMENTOS 297 NOTA DO AUTOR

o_vale_dos_mortos_03.indd 9

05/02/14 17:04


o_vale_dos_mortos_03.indd 10

05/02/14 17:04


o_vale_dos_mortos_03.indd 11

05/02/14 17:04


o_vale_dos_mortos_03.indd 12

05/02/14 17:04


INTRODUÇÃO

AO ABRIR OS OLHOS Ivan tentou entender onde estava. A cabeça e o corpo todo doíam demais, ele mal conseguia se mexer. Demorou um pouco, mas lembrou-se do que havia acontecido. Sofrera um acidente de carro. Tentara manter o veículo sob controle, mas fora impossível. A caminhonete praticamente empurrara seu carro para fora da pista, e em decorrência, ele perdera os sentidos. Mas, estranhamente, ninguém veio socorrê-lo, nem ambulância ou carro dos bombeiros. Foi quando Ivan se deu conta de que ainda estava dentro do carro. Ao olhar para os lados, via apenas o mato alto, que tingia de verde toda a paisagem. Logo à frente, muito capim, e pouco adiante, uma árvore ressecada, quase sem folhas, uma visão fantasmagórica que tornava a cena ainda mais desesperadora. Então, um pensamento surgiu de sobressalto: Onde estava sua família? Sua mulher, seus filhos? Sua última lembrança era dos gritos das crianças, chorando apavoradas, pedindo para ele ir mais devagar. Sua esposa também gritava, ora falando para ele desacelerar, ora implorando que ele pisasse mais fundo no acelerador. Depois de alguns instantes de verdadeiro pânico, Ivan lembrou o óbvio: olhar para trás. Estavam todos lá. Mas estariam bem ou feridos? Teria acontecido algo pior? 13

o_vale_dos_mortos_03.indd 13

05/02/14 17:04


co py r i g ht

©

faro e d ito r ial , 2014

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida sob quaisquer meios existentes sem autorização por escrito do editor.

Diretor editorial

pe d ro alm e i da

Preparação de textos Revisão

tu ca vi e i r a

m ô n i ca vi e i r a

capa e projeto gráfico Imagens de capa ©

|

proj ec t n i n e

os man e garcia f i lh o

r e n ph oto

©

artr an q

©

b e n goo d e

Imagens internas ©

|

|

i stock

d r e am sti m e

|

d r e am sti m e

d r e am sti m e

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (cip) (Câmara Brasileira do Livro, sp, Brasil) Oliveira, Rodrigo de O vale dos mortos / Rodrigo de Oliveira. — São Paulo : Faro Editorial, 2014. — (Série as crônicas dos mortos) isbn 978-85-62409-07-3 1. Ficção brasileira i. Título. ii. Série.

14-00960 Índice para catá­logo sis­te­má­tico: 1. Ficção : Literatura brasileira

cdd-869.93 869.93

1a edição brasileira: 2013 Direitos de edição em língua portuguesa, para o Brasil, adquiridos por faro editorial Alameda Madeira, 162 – Sala 1702 Alphaville – Barueri – SP – Brasil CEP: 06454-010 – Tel.: +55 11 4196-6699 www.faroeditorial.com.br

o_vale_dos_mortos_03.indd 303

05/02/14 17:05


esta obra foi impressa pela prol em fevereiro de 2014

o_vale_dos_mortos_03.indd 304

05/02/14 17:05

Profile for Lygia

O vale dos mortos projeto  

Preview do projeto gráfico de O Vale dos Mortos

O vale dos mortos projeto  

Preview do projeto gráfico de O Vale dos Mortos

Profile for lygia.rn
Advertisement