Page 1

As TICs e a Educação a Distância1 Hoje estamos vivendo num mundo globalizado em que o uso das tecnologias de Informação e de Comunicação se torna indispensável. Temos sistemas informáticos mais sofisticados o que sem dúvida, tornam mais veloz a comunicação e a troca de informações entre as pessoas e em qualquer parte do mundo. Assim, qual a importância das TICs num curso de EAD, por exemplo? Com o uso das TICs na EAD temos uma aproximação, mesmo que virtual, entre professores/alunos/tutores e as relações estabelecidas, as formas de comunicação entre os sujeitos são facilitadas e se dão de forma rápida podendo se dar por diversos meios, entre eles, pelo chat, fórum, e-mail, diário de bordo, blog etc. Podem ser relações síncronas ou assíncronas, mas em todas elas a relação, as trocas, construção de saberes, esclarecimento de dúvidas, acontece. Entendo que os recursos tecnológicos são peças fundamentais de um curso de EAD, mas não se pode deixar de estar atento ao fato de que os “recursos tecnológicos por si só não criam aprendizagens significativas” (Rev. Colabora, p.38). O sucesso no uso das TICs numa modalidade a distância está vinculado aos usos que o professor faz delas de forma adequada, consistente, embasada teoricamente e coerente com os pressupostos do curso em questão. Depende assim, da forma como os encontros, nesta modalidade, são planejados, pensados, sistematizados, considerando-se sempre o ritmo dos alunos, seus conhecimentos prévios e nestes incluem os seus conhecimentos tecnológicos. Ainda depende da forma como os professores planejam as atividades com qualidade e significado, explorando recursos áudios-visuais, oportunizando aos alunos espaços para interlocução, pesquisa, exploração de sites, o navegar pelo prazer de conhecer, descobrir, aprender, construir. Além disso, o professor ou o curso de forma geral deve contribuir para o desenvolvimento progressivo de uma postura mais autônoma por parte desse aluno e organizar o material no ambiente virtual fazendo uso de uma linguagem clara, específica, objetiva, coerente e envolvente. Vejo que quanto mais houver a preocupação com a preparação, criação e adequação das aulas, mais facilidade os alunos terão em se apropriar das ferramentas, dos conteúdos, de estabelecer relações, vencendo os desafios diante do novo e para alguns até desconhecido mundo das TICs e EAD e, assim, se sentirão convidados a também fazer uso de programas, explorar outras ferramentas, enfim de outros meios de interação e criação virtual. Tudo isto interfere, sem dúvida, na aprendizagem por parte dos alunos e na própria relação estabelecida entre os envolvidos. Não basta ter os recursos disponíveis, é necessário saber suas potencialidades e utilizá-los de forma a viabilizar uma relação com os alunos que seja, cooperativa, colaborativa, construtiva. Uma relação em que há o diálogo e que se acredita e se prioriza a construção do conhecimento. E as TICs fundamentais e mediando este processo de construção. Para que se chegue a uma aprendizagem significativa em EAD estas questões não podem ser jamais esquecidas.

Elaborado por Alexandra Dalpiaz.. Graduada em Pedagogia – Séries Iniciais do Ensino Fundamental, na Ufrgs (2005/2), cursando Pedagogia Habilitação Educação Infantil – Ufrgs (2006/1), atua como tutora do Curso de Licenciatura em Pedagogia a Distância da Ufrgs. 1


As Tics e a Educação de Jovens e Adultos  

Hoje estamos vivendo num mundo globalizado em que o uso das tecnologias de Informação e de Comunicação se torna indispensável. Temos sistema...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you