Page 1

Departamento das Expressões Grupo 600, das Artes Visuais

Relatório da disciplina

Educação Visual e Tecnológica 6º ano 2º ciclo Ano lectivo 2009 - 2010

Ana Facada Luiz Carvalho Margarida Barros Maria Céu Monteverde Sofia Silva Tatiana Pereira Teresa Fontes Julho de 2010

Agrupamento de Escolas de Carcavelos

-

Escola Básica e Secundária de Carcavelos


Relatório da disciplina – Educação Visual e Tecnológica 6º ano, 2009 - 2010

continuação 2

Índice

Introdução

-

3

Desenvolvimento

-

4

Constituição das turmas

-

4

Metodologias de trabalho

-

4

Actividades desenvolvidas

-

5

Visitas de estudo

-

6

Participação em Projectos

6

Avaliação

-

6

Constrangimentos

-

7

-

8

Conclusão

Agrupamento de Escolas de Carcavelos

-

Escola Básica e Secundária de Carcavelos


Relatório da disciplina – Educação Visual e Tecnológica 6º ano, 2009 - 2010

continuação 3

Introdução

Dá-se conta no presente relatório do funcionamento geral da disciplina de Educação Visual e Tecnológica no 6º ano de escolaridade, do ano lectivo de 2009 – 2010 nas seis turmas existentes. São analisados os aspectos considerados mais pertinentes, nomeadamente o número elevado de alunos por turma, a falta de sala específica de desenho e equipamento e mobiliário adequado à faixa etária em presença, o excesso de actividades das turmas dentro e, especialmente, fora da sala de aula, as faltas sistemáticas de material de trabalho, e o trabalho realizado ao nível das atitudes e comportamentos por oposição ao tempo útil de aula disponível. Deixa-se um conjunto de recomendações que poderão ser problematizadas no próximo ano lectivo, sabendo-se que algumas delas são inexequíveis por circunstancialismos externos não dependentes da vontade e possibilidades da escola.

Agrupamento de Escolas de Carcavelos

-

Escola Básica e Secundária de Carcavelos


Relatório da disciplina – Educação Visual e Tecnológica 6º ano, 2009 - 2010

continuação 4

Desenvolvimento

Constituição de turmas e pares pedagógicos

Turmas

 alunos

Alunos com Necessidades educativas especiais

A

26

3

Teresa Fontes e Margarida Barros

B

28

2

Luiz Carvalho e Margarida Barros

C

28

3

Teresa Fontes e Maria do Céu Monteverde

D

29

1

Teresa Fontes e Maria do Céu Monteverde

E

27

6

Teresa Fontes e Ana Facada

F

26

2

Sofia Silva e Tatiana Pereira

Par Pedagógico

É de referir que o número elevado de alunos por turma prejudica o normal desenvolvimento da actividade a desenvolver ao nível da disciplina. O número de alunos por turma devia cumprir o mínimo imposto por imperativo legal, tout court, a bem do processo ensino / aprendizagem e sem cedências, que não sejam de excepção, à pressão externa para mais inscrições, logo no início deste ciclo de escolaridade. É, também, a ter em conta, o número de alunos com necessidades educativas especiais por turma, o que torna inviável um ensino mais individualizado, sobretudo em turmas grandes.

Metodologias de trabalho Foram realizadas as planificações anuais e a médio e curto prazo. Foi iniciado o ano lectivo com um trabalho relativo aos comportamentos e atitudes em sala de aula, posturas de trabalho e funcionamento da disciplina como meio de reforçar a acção iniciada no anterior ano lectivo de forma sistemática.

Agrupamento de Escolas de Carcavelos

-

Escola Básica e Secundária de Carcavelos


Relatório da disciplina – Educação Visual e Tecnológica 6º ano, 2009 - 2010

continuação 5

Os critérios de avaliação foram comunicados e explicados, de acordo com as indicações do Conselho Pedagógico, do departamento Curricular das Expressões e do grupo 600, das Artes Visuais. Os critérios específicos de cada professor foram também explicados. Dado o carácter misto da disciplina, teórica e prática, essencialmente, o recurso às aulas expositivas remeteu-se ao mínimo indispensável para consolidar conhecimentos teóricos, já aflorados no ano lectivo anterior, e alguns a aprofundar como no caso da Geometria. O recurso à utilização do computador portátil e a projectores foi sistemático o que significou, para além dos materiais físicos mostrados, a apropriação de meios electrónicos de comunicação de conteúdos e exemplos formais de temas ou actividades a desenvolver. O trabalho prático centrou-se numa diversificação de técnicas e de materiais, dentro das condicionantes estruturais existentes. Consta-se que se dedica cerca de 25% do tempo efectivo de aula a tratar de assuntos de natureza disciplinar, atitudinal e comportamental, levando a que a efectividade da aplicação de planos detalhados de aula não possam, na maioria das vezes, ser executados.

Actividades desenvolvidas As planificações foram cumpridas de um modo geral, mesmo que sofrendo pequenos ajustamentos de circunstância. O currículo prescrito foi integralmente cumprido. Especificamente foram realizados trabalhos dentro da temática de época, no Natal, no Carnaval e na Páscoa, com visibilidade exterior à sala de aula. Verificou-se a exposição circunstancial e sistemática de trabalhos seleccionados em espaços públicos da escola, de acordo com os temas que estavam em desenvolvimento. A divulgação electrónica de trabalhos dos alunos foi prática constante ao longo do ano lectivo, quer na disciplina do Moodle quer na internet. Foi utilizado o correio electrónico para entrega formal de trabalhos de investigação, em algumas turmas, com algum sucesso de adesão. A disciplina Moodle serviu de suporte, ainda que de forma incipiente na taxa de penetração dos alunos, àqueles que, inscritos, utilizaram os materiais aí disponibilizados. A comunicação, em algumas turmas, por afixação na sala de aula de avaliações intermédias globais, ao longo de todo o ano lectivo. A exposição em sala de aula de trabalhos que vão sendo desenvolvidos. A participação em várias actividades previstas no Plano Anual de Actividades e registadas em sede de livro de ponto. A contribuição pontual para os projectos curriculares da respectiva turma, na medida das possibilidades de desenvolvimento desta disciplina na conjuntura presente. Agrupamento de Escolas de Carcavelos

-

Escola Básica e Secundária de Carcavelos


Relatório da disciplina – Educação Visual e Tecnológica 6º ano, 2009 - 2010

continuação 6

Visitas de estudo As Visitas de estudo efectuadas, foram: 

6ºA, 6º.C, 6ºD e 6ºE – visita à exposição interactiva “Os Gémeos” e participação nos workshop “de 2 para 3 dimensões” e “reinventar a cidade” que ocorreram no Centro Cultural de Belém.

6ºF – Casa das Histórias de Paula Rego e exposição de Joana Vasconcelos “sem rede”, no Centro Cultural de Belém.

Participação em projectos A participação de 1 turma no Projecto Moodle 2009 – 2010 com a disciplina “Educação Visual e Tecnológica” na qual se inscreveram 10 alunos, o que pode ser considerado um sucesso mesmo considerando o carácter experimental de execução e a falta de recursos e infra-estruturas informáticas que facilitassem o respectivo envolvimento, nomeadamente em termos de horários disponíveis. Alguns alunos participaram nas actividades da Oficina Artística.

Avaliação O comportamento geral das turmas pode ser considerado mediano mas em que se verifica a não apropriação de conceitos de disciplina pessoal e de trabalho em contexto de sala de aula. A avaliação foi contínua e resultou da aplicação integral dos critérios definidos na escola. As competências transversais estão dentro do esperado e as específicas, portanto as directamente relacionadas com a disciplina, estão ao nível de entrada para um novo ciclo de aprendizagem, no entanto convém notar que há problemas de prática ao nível do manuseio de materiais e instrumentos específicos de desenho e deficiências na área temática da Geometria.

Agrupamento de Escolas de Carcavelos

-

Escola Básica e Secundária de Carcavelos


Relatório da disciplina – Educação Visual e Tecnológica 6º ano, 2009 - 2010

Turma

Nº de alunos

Níveis de Avaliação 1

2

3

4

5

Classificação média por turma

A

26

0

3

15

7

1

3 (3.23)

B

28

0

4

19

5

0

3 (3.03)

C

28

0

2

16

9

1

3 (3.32)

D

29

0

2

15

9

3

3 (3.44)

E

27

0

10

13

3

1

3 (2.81)

F

26

0

4

14

5

3

3 (3.26)

0

25

92

38

9

3 (3.18)

164 Total de alunos

continuação 7

A distribuição das classificações está na média deslocada para a direita, portanto em valoração positiva e o resultado final pode ser considerado médio.

Constrangimentos O principal constrangimento ao bom funcionamento da disciplina prende-se com a falta de sala específica de desenho, assim como de equipamento adequado e mobiliário de apoio. O número elevado de alunos por turma, nas presentes circunstâncias, é desregulador duma normal actividade na disciplina. O tempo perdido com as questões do foro disciplinar e comportamental pode ser desmotivador para os actores educativos, em sala de aula. O excesso de faltas de material, registadas ou não, leva à inactividade e a tempos mais prolongados de trabalho, ao contrário do que seria necessário para este nível de escolaridade. Para minimizar este problema, e depois das estratégias já experimentadas, que não tiveram o sucesso esperado, sugere-se que após três faltas de material, seja marcada falta disciplinar.

Agrupamento de Escolas de Carcavelos

-

Escola Básica e Secundária de Carcavelos


Relatório da disciplina – Educação Visual e Tecnológica 6º ano, 2009 - 2010

continuação 8

Conclusão Deve ser reforçado o trabalho a fazer no início do 2º ciclo sobre atitudes e comportamentos em sala de aula, o material de desenho e sua conservação e o cumprimento dos deveres do aluno nomeadamente quanto ao estudo, hábitos e métodos de trabalho, dedicação e perseverança. Mesmo que no início do ano lectivo se dê mais tempo a esta necessidade, tal deve redundar em benefício do funcionamento geral da disciplina ao longo do ciclo e do próprio grupo turma. A existência de sala específica de desenho, equipada e mobilada de acordo com o nível etário, é condição sine qua non para o bom funcionamento da disciplina, tal como previsto nas orientações curriculares, e da maior adesão dos alunos às áreas das expressões artísticas e tecnológicas. A falta de horas em sala de computadores, para trabalho complementar da disciplina, é uma condicionante a ultrapassar, já que o trabalho na Biblioteca não resulta por fragmentação do grupo turma em segmentos não articulados de trabalho efectivo continuado.

Agrupamento de Escolas de Carcavelos

-

Escola Básica e Secundária de Carcavelos

relatório EVT6_2009-2010  

Educação Visual e Tecnológica 6º ano Julho de 2010 Relatório da disciplina Departamento das Expressões Grupo 600, das Artes Visuais Agrupame...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you