Page 1

Revista de informação ANO X — Nº 86-B OMNI EDITORA

www.revistafale.com.br

9 7715199 5309

ISSN 1519-9533 OMNI EDITORA

0086-B >

A COBERTURA DA QUINTA EDIÇÃO DO TWEETFOR, EM FORTALEZA

R$ 12,00

TWEETFOR, A CARA DAS REDES SOCIAIS


2 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2


O Livro do Ano é um documento valioso sobre Economia, Política, Ceará, Tecnologia, Meio Ambiente, Cultura, Cronologia e muito mais. 384 páginas de Informação em grande formato. E tudo com a qualidade Omni Editora.

EU

PEÇA S R LA EXEMP I. N NA OM www.omnieditora.com.br

(85) 3247.6101 e-mail: df@fortalnet.com.br

.

O Omni Editora edita também as revistas Fale! n Luxury www.revistafale.com.br

n CEARÁ POCKET GUIDE

www.luxurymag.com.brJ A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 3


ISSN 1519-9533

REVISTA DE INFORMAÇÃO

EDITOR&PUBLISHER LUÍS-SÉRGIO SANTOS

EDITOR ASSOCIADO Luís Carlos Martins EDITOR DE ARTE Jon Romano REDAÇÃO Juliana Dias, Larissa Sousa COLABORADORES Fernando Maia, Roberto Martins Rodrigues e Roberto Costa ARTE Diego Sombra, Larissa Sousa, LSS JR JURÍDICO Mauro Sales BRASÍLIA (61) 8188.8873 SÃO PAULO (11) 6497.0424 IMAGEM Agência Brasil, AE, Reuters REDAÇÃO E PUBLICIDADE Omni Editora Associados Ltda. Rua Joaquim

Sá, 746 n Fones: (85) 3247.6101 n CEP 60.130-050, Aldeota, Fortaleza, Ceará n e-mail: fale@revistafale. com.br n home-page: www.revistafale.com.br Fale! é publicada pela Omni Editora Associados Ltda. Preço da assinatura anual no Brasil (12 edições): R$ 86,00 ou o preço com desconto anunciado em promoção. Exemplar em venda avulsa: R$ 9,00, exceto em promoção com preço menor. Números anteriores podem ser solicitados pelo correio ou fax. Reprintes podem ser adquiridos pelo telefone (85) 3247.6101. Os artigos assinados não refletem necessariamente o pensamento da revista. Fale! não se responsabiliza pela devolução de matérias editoriais não solicitadas. Sugestões e comentários sobre o conteúdo editorial de Fale! podem ser feitos por fax, telefone ou e-mail. Cartas e mensagens devem trazer o nome e endereço do autor. Fale! é marca registrada da Omni Editora Associados Ltda. Fale! é marca registrada no Instituto Nacional de Propriedade Industrial. Copyright © 2010 Omni Editora Associados Ltda. Todos os direitos reservados. IMPRESSÃO Celigráfica n Impresso no Brasil/Printed in Brazil. Fale! is published monthly by Omni Editora Associados Ltda. A yearly subscription abroad costs US$ 99,00. To subscribe call (55+85) 3247.6101 or by e-mail: df@fortalnet.com.br A Omni Editora não autoriza ninguém a falar em seu nome para angariar convites, presentes, empréstimos, permutas, benefícios de qualquer ordem. Qualquer relação comercial só terá validade sob contrato formal com a Omni através de sua diretoria.

DIRETOR EDITOR LUÍS-SÉRGIO SANTOS TIRAGEM DESTA EDIÇÃO: 10.400 EXEMPLARES

4 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2


TalkingHeads, 6 Brasília, DF, 7 Online,8 Persona,43

Cibercultura, 26 Artigo,38

CULT. O Rappa está de volta Após dois anos de recesso O Rappa volta aos shows. O repertório da banda continua com o dvd gravado em 2009 na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, meses antes da banda se afastar dos palcos. PÁGINA8

.

VISIONÁRIOS. O que Gutenberg teria a ver com Bill Gates? Com o embate entre a mídia virtual e os ícones e regras do jogo da indústria cultural, a que ponto estaria-se vivendo uma encruzilhada de transposição de procedimentos da ordem capitalista, por conta da diluição das normas de consumo tradicional dos bens culturais. PÁGINA15

.

EM CENA. Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de Natal com servidores do Palácio do Planalto, Cantata de Natal, com apresentação do Coral da UNB - Brasília, DF (16 dedezembro de 2011).

E REPORTAGEM ESPECIAL REDES SOCIAIS. A explosão das redes sociais no mundo ganhou uma festa com avatares em forma humana no Brasil. A festa reuniu cerca de 1500 convidados no bosque do Marina Park Hotel, o V Tweetfor consolida-se como um dos maiores eventos de redes sociais do país. Confira a cobertura completa da festa. CAPA: JARBAS OLIVEIRA

u queria cumprimentar todos os funcionários aqui, do Palácio, e dizer que hoje é uma festa de todos nós, que passamos uma parte de nossas vidas aqui dentro. E a parte melhor dessa festa é que vocês, hoje, trouxeram os filhos, os netos, os sobrinhos aqui. Então, essas crianças lindas, essas meninas e esses meninos, para a gente compartilhar uma festa de Natal, não há melhor companhia. E eu queria também agradecer ao Coral da UnB, que nos premiou, inclusive, com “Não há, ó gente, ó não, luar”. O Gilberto só tinha anunciado até “Borboletinha”, vocês deram uma colher de chá para nós. Agradeço muito. DILMA ROUSSEFF, presidenta do Brasil sobre o Natal dos servidores do Palácio J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 5


FOTO ABR_ ROBERTO MOREIRA

Eu fui muito feliz [no Jornal Nacional] e, o melhor, eu sabia. Eu só posso agradecer, muito, pelo carinho com que os telespectadores sempre me recebem por onde quer que eu passe. A torcida para que a minha vida pessoal e profissional dê certo. Eu sinto isso nos olhares, nos sorrisos, nos abraços e beijos que ganho pelas ruas. FÁTIMA BERNARDES, ex-apresentadora do

Jornal Nacional, da Rede Globo, sobre a sua saída

Independentemente de problemas, vamos oferecer uma segurança pública que a população e os turistas merecem, para consagrar o Réveillon de Fortaleza como a melhor festa do Brasil. prefeita de Fortaleza sobre o Réveillon da cidade

Não houve nada. O pessoal ficou com medo e começou a fechar as lojas, foi apenas tumulto. presidente da Associação dos Empresários do Centro de Fortaleza sobre o dia que a cidade parou sob boato de arrastões, em 3 de janeiro de 2012, durante a greve da Polícia Militar JOÃO MAIA SANTOS JÚNIOR,

LUIZIANNE LINS,

Eu recebi com muita alegria a notícia de que tudo correu bem na sua cirurgia. Tenho certeza de que estamos juntos e que, em breve, vamos nos reencontrar, ambos com saúde. LULA, ex- presidente do Brasil em mensagem à

presidente da Argentina, Cristina Kirchner, operada para remover um tumor da tireoide

Um surto de cocaína que lembra aquele que devastou cidades dos EUA nos anos 1980 começa a tomar conta desta nação sul-americana [o Brasil], à medida que traficantes com dificuldade de vender dentro dos EUA estão desbravando mercados em outros lugares. JOHN LYONS, repórter do

Wall Street Journal em uma reportagem com o título “Mercado emergente do Brasil: o crack”, com chamada de pimeira página

O Brasil ilustra uma tendência global. 6 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

JOHN LYONS, do WSJ


FOTO ABR_ ROBERTO MOREIRA

S

E

Ç

Ã

O

O twitter ta virando vaso sanitário... muita merda twittando. (Oimacacos)nordestinospiauiensescearenses... , saindo aqui, bjs.

GABRIEL ZAVERUCHA, E studante do Rio de Janeiro

que conseguiu na Justiça o direito de ter acesso às suas redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) corrigidas.

SOPHIA FERNANDES,

gaúcha, 18 anos, acusada pela OABPE pelo crime de racismo no Twitter contra os nordestinos (xenofobismo). Pelo endereço @ SophiaOfDreams

Cadê as notícias de Fortaleza? Já que lá é terra do humor, os palhaços deveriam virar correspondentes de guerra.

no programa CQC da Band sobre a greve dos policias militares em Fortaleza. Pelo endereço @MarceloTas MARCELO TAS,

Sempre estive acima da média em redação. Parece que ninguém leu o texto.

Já são 12 mil homens parados no estado. Cerca de 5 mil pessoas já passaram no quartel da 6ª Companhia do 5º Batalhão, onde os PMs montaram acampamento desde o início da greve. WAGNER SOUSA, presidente da Associação dos Profissionais de Segurança Pública do Ceará — Aprospec — sobre a greve de policiais militares e bombeiros

Não acreditem que um regime foi deposto e que um outro foi imposto com a ajuda dos ataques aéreos e marítimos. É difícil depor o regime porque representa milhões de líbios. MUAMMAR KADHAFI, ex-líder líbio em mensagem transmitida a uma rede de televisão síria sobre os embates entre a oposição e forças leais a Khadafi, em 20 de setembro de 2011

Ao contrário do que estão falando sobre mim, eu amo os animais, cometi um erro, eu sei, admito, só que ninguém parou pra analisar o porque de eu ter feito aquilo, eu sei que errei, porém tive meus motivos, não devo desculpa à niguém, somento a minha cachorra que morreu, e lamento não poder me desculpar com ela. CAMILA Correia

de Moura, acusada de espantar seu cachorro da raça Yorshire até a morte na frente da sua filha de três anos

O que é estimulante é a compreensão clara de que a cidade de Fortaleza perdeu oito anos, oito grandes oportunidades de avançar. Sei que é possível, com boa gestão e competência, compensar o tempo perdido. vereador e candidato à Prefeitura de Fortaleza MARCELO MENDES,

J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 7


Online

Videogame “retrô” A empresa Entertainment Games resolveu apostar na

nostalgia para se conectar com o público de mais de 40 anos, que já usa o Facebook e está adotando a tecnologia dos tablets. Elvis Presley e Marilyn Monroe são personagens do jogo “Retro World” ( Mundo Retrô, em português), voltado para o público mais velho e que tenta aproveitar a eterna popularidade dessas lendas da cultura pop norte-americana. O jogo é organizado em episódios que serão disponibilizados gratuitamente a partir de 8 de novembro no Facebook, para ser depois ampliado para o Google+ e para tablets. “Achamos que a nova geração de ‘gamers’ é a galera com mais de 40, e eles não querem jogos que pareçam desenhos animados de sábado de manhã”, disse Gene Mauro, presidente da Entertainment Games. “Eles querem algo que lhes chame a atenção visualmente, e que tenha um jogo de verdade no centro. Jogos de aventura com histórias ajudaram a impulsionar a indústria dos games há 20 anos, e acreditamos que o que é velho é novo de novo.” Michael Pachter, analista de videogames da Wedbush Morgan

Securities, considera que até metade dos 150 milhões de usuários que passam mensalmente pelo Facebook têm mais de 40 anos. “O público maior de 40 cresce a cada dia”, disse Pachter. “Mais gente maior de 40 entra no Facebook, e mais gente menor de 40 fica mais velha. Há uma tonelada de oportunidades neste mercado.”

Tablet de plástico

A estatal russa Rosnano, especializada em nanotecnologia, pretende iniciar no próximo ano a produção em massa de tablets de plástico com baixo custo e, segundo a companhia, devem concorrer diretamente com o iPad. O alvo seriam estudantes escolares. Anatoly Chubais, diretor do conglomerado, afirmou ao primeiroministro russo Vladimir Putin que o novo tablet custará US$ 420, menos que o iPad mais barato, de US$ 670. O dispositivo empregaria plástico ou técnicas de eletrônica orgânica, desenvolvidas na Universidade de Cambridge nos anos 1990, em vez de condutores de silício. Chubais prevê que a tecnologia obterá 10% do mercado global de eletrônicos. O tablet de plástico lembra o iPad visualmente, mas o excede em tamanho: 20cm de largura por 30 cm de altura. “Esse tablet é mais leve, não há vidro nem mesmo na tela. Mesmo se

O QUE É NOVO Galaxy Note

A Samsung apresentou o Galaxy Note, com sistema operacional Android Honeycomb. Dispositivo com dimensões maiores que um smartphone, mas menores que um tablet, o Galaxy Note tem um processador dual-core de 1,4 GHz,

8 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

Mais redes sociais, menos livros

estudantes decidirem lutar uns contra os outros com esses tablets, eles são absolutamente assegurados contra lesões”, brincou Chubais, promovendo sua tecnologia.

tela tátil de 5,3 polegadas com resolução de 1280x800 Super AMOLED, câmera frontal de 2 MP e traseira de 8 MP, Além de poder ser utilizada com os dedos, a tela permite a criação de arquivos com um ponteiro. Segundo a empresa, o dispositivo representa a criação de uma nova categoria na tecnologia.

Jovens britânicos estão abandonando a literatura em troca do Facebook e do Twitter. Segundo um levantamento que envolveu entrevistas com 18.141 crianças e jovens de oito a 17 anos, um em cada seis jovens passa um mês sem ler livro algum e menos da metade optam por ler livros não obrigatórios para a escola ao menos uma vez por mês. A tendência que isso revela pode ter consequências significativas para jovens a caminho de se tornarem adultos. “Estamos preocupados com a possibilidade de que um em cada seis adultos venha a enfrentar problemas de leitura sérios, porque sua capacidade de ler pode ser igual ou inferior à de uma criança de 11 anos”, afirmou o diretor da National Literacy Trust, órgão responsável pela pesquisa.


M A I O

2 0 1 2 ,

F O R T A L E Z A ,

1. OBJETIVOS Premiar anualmente 30 Cearenses utilizando o critério de influência. No famoso Dicionário Aurélio o adjetivo influente é definido como “quem influi ou exerce influência”. Trata-se de um fato ou ação que afeta pessoas, coisas ou o curso de um evento, especialmente quando funciona sem qualquer esforço aparente direto. Influência também se traduz no poder de influenciar ou afetar, sustentado no prestígio, riqueza, habilidade ou posição. Em qualquer situação, traduz reconheci­mento e credibilidade. 2. O PROCESSO O Processo de escolha se inicia em consulta aberta na internet. A lista final é fechada por equipe da Omni Editora. Os escolhidos são comunicados por Carta protocolada assinada pela direção da Omni.

C E A R Á

3. O EVENTO O evento da entrega do Prêmio é totalmente patrocinado pela Omni Editora. Serão entregues diploma e troféu aos homenageados que comparecem ao evento. Simultaneamente circulará edição especial da revista Fale! com o perfil e retrato de todos os Influentes. A edição 2012 acontecerá em maio e terá convidado especial que falará sobre O Brasil e as Megatendências Globais e Regionais. 4. CATEGORIAS SÃO SEIS CATEGORIAS 1. Politicos 2. Empresários&Empreendedores 3. Artistas&Intelectuais 4. Profissionais Liberais 5. Esportes. 6. Ícone w w w . r e v i s t a f a l e . c om .b r J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 9


REPORTAGEM ESPECIAL

É O D N O MU

10 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2


E D E R UMA

J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 11


E

E FAZEM PARTE DE ET N N ER T IN A N O Ã T LAS ES SOCIAIS, TRANSES ED R S A . S A ID V S A NOSSS EM emissor de inIO R Á U S U A D A C M A R FORMA es de boato e de ês v às e, o iã in op , ão formaç geral as redes ta on c na as M s. to ei c precon sitivo ao conferir po o en m nô fe um ão s sociais caicidadannia na boca do REPORTAGEM ESPECIAL usuários. Facexa a cada um dos seus o uma rede mais book se consolida com a como microblog id ol s on c e s r te it Tw a. eclética e poderos de sons e imagens. lia bé ba e nd ra g a um e o YouTube, como ial composta por oc s a ur ut tr es a um é Uma rede social por um ou vários s da ta ec on c s, õe aç iz pessoas ou organ s e objetivos core lo va am ilh rt pa e qu tipos de relações, entais na definição am nd fu as c ti s rí te ac muns. Uma das car ibilitando s s po e, ad id s ro po e ertura das redes é a sua ab

12 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2


quicos entre ár er hi o nã e s ai nt zo relacionamentos hori , apenas uma to an rt po , ão s o nã es os participantes. “Red a não estruum e as qu as m a, ur ut outra forma de estr a está na harç fo ua s de e rt pa e tura, no sentido de qu te”, defendem en m da pi ra r ze fa s de e bilidade de se fazer Urbanas. es ed R o ai s en no ei Fr Fábio Duarte e Klaus nkedIn— , redes Muito embora um dos princípios da rede seja sua abertura e capilaridade, por ser uma ligação social, a conexão fundamental entre as pessoas se dá através da identidade. “Os limites das redes não são mas limites de limites de separação, Fritjof Capra identidade”, argumenta s. “Não é um no ensaio Vivendo Rede de expectaite limite físico, mas um lim ade, o qual é ld lea e tivas, de confiança o e renegociapermanentemente mantid es”, As redes çõ do pela rede de comunica ar em difeer sociais online podem op exemplo, redes rentes níveis, como, por book, orkut, ce de relacionamentos — fa profissionais s de re , myspace, twitter —

— Li comunitárias — redes sociais em bairros ou cidades —, redes políticas, dentre outras, e permitem analisar a forma como as organizações desenvolvem a sua actividade, como os seus objectios indivíduos alcançam social – o valor vos ou medir o capital da rede social. que os indivíduos obtêm irido imporAs redes sociais tem adqu moderna. dade tância crescente na socie ariamente pela São caracterizadas prim senho, pela sua autogeração de seu de scentralização. horizontalidade e sua dedentre os diversos

Um ponto em comum compartilhamento de tipos de rede social é o ntos, interesses e esforinformações, conhecime s comuns. A intensiços em busca de objetivo J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 13


REPORTAGEM ESPECIAL O F UTURO BRUCE STERLING, Rscritor,orador, designer e futurista

S

teve Jobs nunca foi exatamente um futurista. Eu sou um futurista, porque os futuristas têm público. Jobs teve usuários. Se ele tivesse morrido de câncer há 70 anos atrás, a história o teria categorizado como Nikola Tesla o foi como o Thomas Edison de Bill Gates. O cara era um excêntrico, um vegetariano hippie com a cabeça embalada pelo ácido, um maluco do estilo Tesla salvo de ser considerado ruim para os negócios pelo próprio cargo. Jobs era por demais irascível, judicioso e competitivo para ser um futurista. Os futuristas são indivíduos que enxergam longe e cosmopolitas ao ponto de se tornarem amorais. Elas deixam as coisas pequenas ficarem de lado, porque a própria história deixa as coisas pequenas de lado. Steve Jobs nunca deixou nada de lado. Ele leu o livro “ 1984” de George Orwell, e designou um assessor da Superbowl que berrava que o 1984 de Orwell nunca aconteceria, justo porque, ele, Steve Jobs, havia decidido de outra maneira. Seu senso de planejamento o tornou diferente depois que ele largou a universidade, viajou para a Índia e deu uma boa verificada em um certo tipo de espiritualidade instantânea. Ele renunciou aos bens materiais e contraiu escabiose e desenteria. Jos nunca falou muito acerca de suas lições aprendidas durante a sua viagem à Índia, o que me leva a

ficação da formação das redes sociais, nesse sentido, reflete um processo de fortalecimento da Sociedade Civil, em um contexto de maior participação democrática e mobilização social.

Formas de redes sociais.

As redes sociais costumam reunir uma motivação comum, porém podem se manifestar de diferentes formas. As principais são: Redes comunitárias, estabelecidas em bairros ou cidades, em geral tendo a finalidade de reunir os interesses comuns dos 14 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

pensar que devem ter sido cruciais para ele. Com sua astuta ênfase ao utilitário, ele tornou minha vida mais fácil subvertendo tudo na qual ela se centralizava- manuscritos datilografados, cartas ponderadamente escritas, música em discos de vinil obscuros e difíceis de encontrar, longas e caras conversas ao telefone e cenas regionais intensamente criativas. Ele evaporou tudo, projetando-as em um avatar iCloud do tamanho da palma da mão. Hoje eu migro entre cidades em dois continentes, tirando a parafernália de Jobs dos meus bolsos dúzias de vezes durante o dia. Pensar diferente significa viver diferente, apesar de que o termo diferente não vincula necessariamente ao fato de ser melhor. Assim sendo, não vai demorar até que cada buginganga polida de Jobs seja sucateada ou reciclada. Isso contudo não irá mudar o seu legado-um instrumento de diferença.

habitantes, melhorar a situação do local ou prover outros benefícios. Redes profissionais, prática conhecida como networking,tal como o linkedin, que procura fortalecer a rede de contatos de um indivíduo, visando futuros ganhos pessoais ou profissionais. Redes sociais online, tais como facebook, orkut, myspace, twitter, que são um serviço online, plataforma ou site que foca em construir e refletir redes sociais ou relações sociais entre pessoas, que, por exemplo, compartilham interesses e/ou atividades.


INTERNET VERSUS INDÚSTRIA CULTURAL

O

que Gutenberg teria a ver com Bill Gates? Bem, tudo, ou quase tudo. Com o atual embate entre a mídia virtual e os ícones e regras do jogo da indústria cultural, fica a indagação a que ponto estaria-se vivendo uma encruzilhada de transposição de procedimentos da ordem capitalista, justo por conta da diluição das normas de consumo tradicional dos bens culturais. J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 15


REPORTAGEM ESPECIAL A gratuidade e o acesso livre ofertados pela Internet de obras musicais, literárias e imagísticas, ingressa no debate que posiciona o comprometimento da auto-sustentabilidade da indústria cultural em face da abertura de acesso aos bens culturais proporcionada pela rede virtual e suas vias de compartilhamento. Voltando à pergunta inicial sobre Gutenberg e Bill Gates, se conduz a resposta de ambos terem vivido em momentos históricos similares e de transição. Com a invenção da imprensa Gutemberg, abriu na Alemanha do século XV, uma via de acesso ao conhecimento adstrita anteriormente ao âmbito do binômio Igreja- Estado, cujo programa ideológico congelava o conhecimento na curralização do dogmatismo. O próprio regime feudal com seus desdobramentos mesmo estertorais, passou a ter seus dias contados com as possibilidade ampla de acesso ao conhecimento propiciada pela invenção da imprensa. Com a Internet as regras do jogo do consumo de massa passam a sofrer uma reciclagem, na medida em que os limites financeiros da informação simplesmente deixam de existir, para dar lugar uma deselitização do conhecimento e do acesso pura e simples às criações artísticas. Á nível de ensejo a uma conscientização social mais ampla e crescente, foi uma mudança mais do que oportuna, agora no que se refere à sustentabilidade da própria indústria do conhecimento e da arte, as ferramentas virtuais criaram uma lacuna e uma indagaçãoQual será o próximo passo?

GUTENBERG E BILL GATES, VIVERAM MOMENTOS HISTÓRICOS SIMILARES E DE TRANSIÇÃO.

Capitalismo se recicla.

Para o jornalista Luís Sérgio Santos, o sistema capitalista se reinventa, de modo que todo o dinheiro que deveria ir para gravadoras, editoras e similares encontrará outros destinos, seguindo a própria lógica do capitalismo em si, onde nada se perde, tudo se fatura. Já o radialista Ronaldo César, coordenador da Rádio FM Assembléia, de Fortaleza, acredita que a grande saída para o mercado fonográfico seria a gravadora vender antecipadamente os fonogramas para uma comunidade virtual qualquer que o viabilizaria o produto virtualmente como bem lhe aprouvesse. Acontece que os dados não são bem animadores, com grandes nomes da música em geral, recuando diante de grandes projetos fonográficos, para produções menos dispendiosas do registro de seu trabalho, o que coloca instâncias mercadológicas prioritárias em relação à própria qualidade de sua 16 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

Internet sob censura

Um deputado americano do Partido Republicano, Lamar Smith foi o principal articulador de um projeto de lei antipirataria da Câmara dos Deputados dos EUA intitulado S.O.P.A — Stop Online Piracy Act —, ou seja Ato pelo Fim da Pirataria na Internet, enquanto também no Senado americano surgiu um projeto semelhante intitulado P.I.P.A — Project IP Act. Caso fosse aprovado o projeto SOPA, , os EUA poderia obrigar provedores de conteúdo como o Google e o Yahoo, por exemplo, a retirarem conteúdos e até sites inteiros do ar, independente até mesmo dos países onde estivessem hospedados, sob a alegação de estarem violando direitos de propriedade sobre músicas, filmes, fotos ou textos. Lamar Smith justificou a medida como recurso contra a pirataria que se apropria inclusive da propriedade intelectual dos Estados Unidos. Sites e blogs do mundo inteiro se manifestaram contrários ao projeto tido como uma ameaça à liberdade de expressão, bem como uma forma de censura. Diante das pressões, Lamar Smith decidiu suspender a legislação.


produção artística em si. Exemplo maior é a ausência fonográfica de Roberto Carlos dos finais de ano, quando seu disco era um presente de Natal, com 1 milhão ou 1 milhão e meio de cópias vendidas. Desde 2006, RC retirou-se dos estúdios, segundo informações do então divulgador da gravadora Sony Music, Everardo Ramos, justamente por conta da queda vertiginosa da venda de discos, em função de sua própria coleção de lançamentos estar disponibilizado para download gratuito na Internet. Diante do fato, vários outros artistas já disseram amém diante do liberou geral virtual, deixando suas obras navegarem à vontade nos oceanos multiculturais da web. No mercado editorial o quadro é o mesmo, com a disponibilização até de obras didáticas e culturais, como registros literários que vão de Dante e Shakespeare, até o nosso atualíssimo Paulo Coelho, cujos livros estão oferecidos virtualmente de mão beijada com todo o seu conteúdo esotérico e tudo mais. O mesmo acontece com as obras cinematográficas, o que determinou pelo menos em Fortaleza o fechamento de locadoras de DVD. Dados de 2008 mostram o fechamento de cerca de 2 mil lojas de disco em todo o Brasil, enquanto as gravadoras se debatem em uma crise sistêmica pilotada inclusive pelas implantação dos estúdios caseiros e devidamente informatizados, crise essa que assola o mercado fonográfico do mundo inteiro. Resultado- O artista musical passa a depender exclusivamente de shows, com sua aposentadoria postergada ad infinitum, só para dar um exemplo bem emblemático. Com todo esse quadro a indústria cultural passa a ter que se reinventar, dentro de uma sociedade que também se reinventa dado ao volume de informações e consequentemente de questionamentos. Como a imprensa de Gutemberg, a Internet de Bill Gates, passa a inovar os procedimentos do próprio sistema capitalista que passa a ser por conta disso até autofágico, em decorrência das suas próprias contradições enfatizadas por todo um programa de inovações tecnológicas. Vamos esperar pela nova coisa que virá. A crise não se limita a pequenos espaços localizados, atinge também ás grandes corporações como a superpoderosa gravadora EMI, e até os grandes empreendimentos cinematográficos

como o filme “ Tropa de Elite”, estrelado pelo ator brasileiro Wagner Moura, que detectou uma evasão de uma cópia do filme para a pirataria causando um desvio de milhões em faturamento que deveriam ser destinados aos produtores legais. A pirataria é a grande vilanizada por violações óbvias de direitos autorais e desvios de recursos causadores de impactos sucessivos nas produções formais, mas ela é apenas a ponta do iceberg, a causa final de toda uma proliferação de mídias e ferramentas de acesso à manipulação imediata da obra de arte em sua versão final e acabada. Com Internet e estúdios caseiros, as

MASSIFICAÇÃO DA INTERNET É FATO QUE MUDA A MANEIRA DE VENDER OS PRODUTOS CULTURAIS gravadoras entram rota de queda livre, já que ninguém compra mais CD e DVD legais, todo mundo faz download, o mesmo acontecendo com filmes e livros. Em suma-liberou geral, democratizou-se a informação, mas o lucro de todo esse processo saiu da mão do artista que perdeu o poder de gestão da sua própria obra. A EMI, gravadora dos Beatles e do Pink Floyd, registra quedas desapontadoras de seu retorno financeiro, o que aponta para uma busca imediata e quase emergencial de saídas virtuais à nível de mercado, já que o crescimento e a penetração da informática são dados irreversíveis. A própria Hollywood, detentora tradicional de grandes e portentosos investimentos com retornos nababescos, apresentou em 2011, uma arrecadação 8,5% inferior ao mesmo período no ano anterior, o que demandaria uma recuperação de 51% a mais do que o mesmo período de dezembro de 2010, só para dar uma compensada. J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 17


0 D S A R A AS C

R A T A AV

N

ros tiveei it tu OS OR TF EE TW DO A QUINTA EDIÇÃO

s caras, ua s ar tr os m de de da ram a oportuni avatar — a repredo a ur g fi da o nd pi s se de r. O Tweetfor não te it Tw no a ic ôn ic ão ç senta Começou com um o. m s ni io rs ve di te en foi som s 2012 e õe ç ei El e is ia oc S es ed debate sobre R encheu de to en ev O . da oa j i fe em , elhor terminou e pizza, ou m a. Promoez al rt Fo em , el ot H k ar ina P cores bosque do Mar únior e Sávio QueiJ s ta ei Fr , es qu ar M vido por Alfredo tos de mídias en ev es or ai m s do um roz, o Tweetfor é cada edição socais no Brasil, que a não só de reúne um número maior REPORTAGEM também de pessoas as m s, ro ei it tu ESPECIAL virtual, que conectadas ao mundo alecer amirt fo de de da ni tu or op veem na festa a des sociais. re s la pe s da uí tr ns co zades já R LA RI SS A SO US A PO

18 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2


“Nós somamos todos, sem fazer crítica a ninguém. E essa é a ideia. Simplesmente abraçar um amigo que você já conhece pelo computador”. Foi assim que Alfredo Marques, organizador do evento, definiu a grande proposta do Tweetfor. A festa vem há 4 edições convocando um número maior de pessoas a saírem do mundo virtual e dividirem experiências fora da tela do computador. Nesta edição, o evento reuniu cerca de 1.500 convidados. A festa iniciou-se às 13 horas, logo após ao debate “O papel das redes sociais nas eleições de 2012”, coordenado pelo jornalista Luís Sérgio Santos e com a presença de nomes importantes da política nacional, como a ex-senadora

Marina Silva. As atrações musicais Grupo Maravilha, Bloco Carnavalesco Bons Amigos / Bateria Surdo Bom e Banda Mix Brasil alegraram a festa enquanto os convidados se deliciavam com a feijoada servida. Durante o evento, os organizadores Alfredo Marques, Sávio Queiroz e Freitas Júnior fizeram premiações. Os jornalistas Luís Sérgio Santos, Roberta Fonteles, Paulo César Norões, Pompeu Vasconcelos, Eliomar de Lima e a banda O verbo foram homenageados com o troféu Tweetfor. Ao longo do bosque os stands da Omni Editora, Vivo, Macavi, Frans Café e Messejana Shopping expuseram seus produtos. Houve também

J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 19


REPORTAGEM ESPECIAL

sorteio de brindes. A disposição das mesas foi feita em todo o bosque, de frente para o mar. Enquanto a festa acontecia, os convidados permitiam, por meio de tweets, uma maior interação entre pessoas que não puderam ir ao evento e entre os próprios convidados de outras mesas. O número de participantes do Tweetfor aumenta a cada edição, agregando todas as faixas etárias. Isso prova que fazer amigos virtualmente não tem idade. A festa continuou até o anoitecer.

O PAPEL DAS REDES SOCIAIS NAS ELEIÇÕES DE 2012 NO BRASIL

A

partir das 10 horas da manhã, o auditório do hotel Marina, em Fortaleza, já era palco para o painel “O papel das redes sociais nas eleições de 2012”. O debate teve como foco principal a força de mobilização das redes sociais na campanha 20 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

de um candidato. A mesa foi coordenada pelo jornalista Luis Sérgio Santos, que recebeu como convidados o ator José de Abreu, o secretário nacional do movimento popular do partido dos trabalhadores, Renato Simões (PT), o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), o ex-governador do

Ceará e secretário da saúde Lúcio Alcântara (PR), o presidente do diretório municipal do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Karlo Kardoso, o secretário municipal do meio ambiente, Deodato Ramalho (PT), o presidente da Câmara, Acrísio Sena (PT), o jornalista e blogueiro Eliomar de Lima e a ex- senadora e ambientalista Marina Silva. A participação ou protagonização dos cidadãos na política por meio das novas mídias, as redes sociais como espaço para a militância e fiscalização dos atos políticos e o twitter como ferramenta de ação política foram alguns dos temas que nortearam o debate. “Tão importante ou talvez mais importante do que a sua presença [twitter] no momento eleitoral, é justamente a capacidade que o twitter tem de manter atualizada a relação entre cidadãos e pessoas que têm cargos executivos”, disse Renato. As falas dos participantes foram divididas de forma que cada um expusesse seus questionamentos e os


comentasse em blocos de tempo de, no mínimo, 10 minutos cedidos por Luís Sérgio Santos. A cada pronunciamento, novos temas passavam a construir as ideias da plateia. Alfredo Marques deu início ao debate dando boas vindas aos palestrantes e reafirmando o objetivo do evento. “As rede sociais demostram o seu instrumento democrático que viabilizam uma interlocução verdadeira com as pessoas, e isso aproxima a todos”, disse o organizador. José de Abreu iniciou as discussões falando sobre o fenômeno da atomização do twitter nas próximas campanhas eleitorais. Para o ator, os cidadãos vão ser envolver com a campanha do seu município, cabendo ao candidato escolher se faz a campanha à nível de partido, com o intuito de uniformizar seus eleitores, ou à nível local, atingindo porções. “O twitter, que é a rede social que eu mais uso, na eleição para prefeito, vai ser a primeira experiência forte das mídias sociais nas eleições municipais que há 3-4 anos não havia tanta força assim”, afirma José de Abreu. Já Renato Simões falou sobre a participação do indivíduo na política, como agente

As rede sociais demostram o seu potencial democrático que viabiliza uma interlocução verdadeira com as pessoas, e isso aproxima a todos. ALFREDO MARQUES

ativo, e a migração dos movimentos sociais para a Internet. “Além do crescimento institucional, há um número crescente de militantes políticos que querem fazer da rede o seu espaço de militância. O seu espaço de dar opinião, de interagir, de mobilizar, de ser criativo”, disse. Lúcio Alcântara analisou a capacidade de adesão virtual do cidadão às ideias presentes na rede. Para ele,

não se pode ter a pretensão de que “é tuitando compulsivamente que você vai chamar uma multidão para estar em qualquer lugar”, pois nem sempre as pessoas que comentam ou postam são as mesmas que realizam manifestações nas ruas. Mas o ex-governador não duvidou que quanto maior o número de pessoas tem acesso a Internet, maior o alcance da campanha Lúcio também atribuiu a perda dos furos pelos jornais à instantaneidade da Internet, apesar ainda da sua falta de credibilidade. Para ele, o uso das redes sociais na Internet é “um canal da oposição para extravasar” sua indignação. “A Internet, pela questão do anonimato, tem um caráter predador. Ela é um instrumento muito mais para destruir do que construir a imagem de uma pessoa”, afirmou. Lúcio encerrou sua fala dizendo não saber se a próxima campanha municipal vai ter o mesmo efeito que a campanha nos estados Unidos, visto que os contextos sociais, culturais e políticos desses países são diferentes. Karlo Kardoso posicionou-se a favor da ideia que prevê a saída de uma campanha baseada em sanJ A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 21


tinhos e apertos de mão para uma campanha vinculada às redes sociais. “Ainda faz parte da nossa cultura a questão dos vereadores de bairros. Ora se eu estou preso aos interesses de uma comunidade, como que eu vou sair dessa relação corpo a corpo e discutir a cidade?”, disse o presidente do diretório municipal do PSB. Já Roberto Pessoa acredita que as redes sociais devem ter um papel preventivo nas eleições, fiscalizando os atos dos políticos. Porque, segundo o prefeito, os partidos brasileiros e a Justiça não realizam esse trabalho. “Está sendo comprado passe em dinheiro vivo, para uma pessoa sair de um partido e ir para outro. Quando não é com dinheiro é com cargo”, explicou. Para o prefeito, as redes sociais podem fazer com que o público conheça mais os candidatos antes mesmo do início da campanha. Deodato Ramalho destacou o “oportunismo” pelos quais muitos políticos submetem seus eleitores. Para o secretário do meio ambiente, a imersão no twitter, muitas vezes se dá por modismo, “como é uma moda todo mundo vê, passou a eleição todo mundo some [do twitter]”, afirmou. Deodato disse ain22 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

O twitter, a rede social que eu mais uso, viverá em 2012, a primeira experiência forte das mídias sociais em eleições municipais que há 3-4 anos não havia tan. JOSÉ DE ABREU

da que o nível de desinformação, principalmente da juventude com relação à política é imenso. Para ele, é dever dos políticos destruir essa mentalidade que condiciona a política a uma organização perversa. Marina Silva iniciou sua fala afirmando ser “recém adotada” no mundo digital e que se utilizou da Internet para que as pessoas tomassem um maior conhecimento da sua campa-

nha presidencial. Mas posicionou-se contra o uso da Internet voltada como única meio de fazer campanha. “A gente tem que olhar para a Internet muito mais como uma ferramenta, não como essência”, disse. A ambientalista também criticou o consumo exagerado que nos torna “exterminadores do futuro”. Para ela, as crianças desde pequenas são indagadas sobre o que vão ser, e não sobre o que elas vão fazer quando crescer. Acrísio Sena concordou com Marina na questão das redes socias serem ferramentas. O presidente da Câmara também reforçou que a capacidade das redes sociais substituírem os movimentos sociais é um mito. “As redes sociais estão conectadas com a ideologia”, afirmou. Eliomar de Lima, que possui cinco anos de blog, brincou ao dizer que “as redes sociais são uma feijoada”. O jornalista usou a metáfora para mostrar que nas redes sociais, qualquer pessoa pode opinar e postar conteúdo, e que essa nova forma de democracia, assusta os “donos da mídia”. Mas ele também afirma que é preciso ter cuidado ao fornecer informação à Internet. “Quem não oferecer um bom feijão, não fica no mercado”.


J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 23


A ideia é essa: tirar a pessoa da frente da tela do computador e trazer pro mundo real, para fortalecer essas amizades. A gente já faz isso há cinco festas. “O Tweetfor dá a oportunidade a pessoa de conhecer no mundo real o amigo que fez no mundo virtual”.

uma oportunidade que a gente tem aqui de interagir com pessoas das mais diferentes áreas de trabalho, amizade. É um contraponto daquilo que a gente diz que a Internet isola as pessoas”. PAULO CÉSAR NORÕES, jornalista e comentarista esportivo @ pcnoroes

SÁVIO QUEIROZ, publicitário e organizador do TweetFor @ Queirozcostaart

PEDRO FURLAN, estudante @ Pedrofurlannn

24 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

ALERRANDRO LIMA, colunista e diretor de marketing @ Alerrandrolima

“A importância do Tweetfor é o momento de confraternização e de encontro de temas inclusive importantes pro Brasil. Acho que é uma nova forma de se divertir, comer feijão, ouvir samba, fazer amizade e de fazer uma relação entre o mundo virtual e a vida real”. PRETO ZEZÉ, presidente da

“Hoje eu conheci em torno de umas 30 pessoas que eu conheço só pelo twitter”.

“É uma festa que eu gosto muito de vir por saber que é

grande valor.”

“Eu acho que um evento desse maravilhoso para se reunir pessoas maravilhosas que integram essa rede social é de

Cufa Brasil

“Estou aqui para confraternizar, conhecer pessoas que eu conhecia só pelo twitter. Interagir com os amigos que a gente já interage pessoalmente”. RITA FEITOSA, empresária @ Ritafeitosa

“O network é muito importante saber que as pessoas não são só 140 caracteres, elas existem, elas são de verdade, não são só recrios numa rede social”. JÉSSICA NAYANNE, jornalista social media @Jessica_ nayanne

“Muitas pessoas aqui eu conheço. A festa também fez com que eu conhecesse pessoas que me seguiam e que eu também sigo”.

LUCAS MACHADO, estudante @ Lucasmachadop15

“Na verdade, eu acho que tanto o objetivo do evento quanto o meu é conhecer as pessoas


A internet e as redes sociais vêm desempenhando um papel cada vez mais importante para a mobilização cívica na vida política. Vimos o poder dessas ferramentas no despertar democrático dos países do Norte da África e do Oriente Médio sacudidos pela Primavera Árabe. DILMA ROUSSEFF, durante o encontro do governo aberto, evento que ocorreu em paralelo à 66ª assembleia geral da organização das nações unidas (onu), em 20 de setembro de 2011

que participam desse mundo virtual, acho que essa é o objetivo dos encontros”. DYEGO FELIPE, corretor de imóveis @ Dyegofelipe

“No twitter, com 140 caracteres, todo mundo é do mesmo tamanho”. FREITAS JÚNIOR, advogado e organizador do TweetFor @ Freitas_Jr

num ambiente diferente e descontraído onde a gente possa aproveitar um pouquinho mais foi o que me motivou a vir”.

evento”.

CLÁUDIO ARY, engenheiro civil

ALFREDO MARQUES, advogado e organizador do tweetfor @ Alfredomarques

BIA BOCAYUVA, jornalista @ Biabocayuva

“ As redes sociais são uma feijoada. Quem não oferecer um bom feijão, não fica no mercado”. ELIOMAR DE LIMA, jornalista e blogueiro

“É uma festa muito divertida, bacana, sempre com uma boa gastronomia, uma boa banda e gente bonita. Todas as edições do Tweetfor nós estamos presentes. Todos os eventos para tuiteiros”.

PATRÍCIA XIMENES, administradora de empresas @ patixspresentes

“O mundo hoje ficou pequeno através do twitter”. DENNY FEITOSA, editor e publicitário @Dennyfeitosa nacional do movimento popular do partido dos trabalhadores

“O encontro com os amigos não no trabalho, mas

“Nosso trabalho hoje é a recuperação da Praia de Iracema e tudo que o twitter puder ajudar em termos de divulgação, em termos de divulgar informações do que está sendo feito me interessa. Eu vim aqui para apoiar o

nenhum estereótipo sexual sem um posicionamento político definido ou de todos os posicionamentos políticos”.

“O Tweetfor agrega porque é uma festa, um organismo, uma organização sem preconceito. Nós somamos todas as pessoas de todas as cores, de todos os credos, inclusive aqueles que não possuem credo. Sem nenhuma preferência ou sem

“Tão importante ou talvez mais importante do que a presença no momento eleitoral, é justamente a capacidade que o twitter tem de manter atualizada a relação cidadão entre pessoas que têm cargos executivos”. RENATO SIMÕES, secretário nacional do Movimento Popular dodo PT

J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 25


FOTOS: TAMARA LOPES E NELY DE CARVALHO

Artemísia Melo e Larissa Fortes

Nely de Carvalho e Montiele Arruda

Bia Bocayuva

Maurício Lima, Demetrius Andrade e Eliomar de Lima

Alerrandro Lima e Denny Feitosa 26 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

Cláudia Vasques e Rosana Kopf


Alexandre Cabral e Cláudio Ary

Juliana Dias e Inara de Almeida

Lavínia e Arthur Araripe

Roberta Fonteles e Sônia Bayma

Lucas Machado e Pedro Furlan

Banda Mix Brasil J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 27


Jason Stone, Artur Costa Lima e Iran Ribeiro

Lílian Carneiro, Excelsa Costa Lima e Jason Stone

Freitas Jr., Victor Bayma e Eduardo Castelo

Sônia Bayma, Maria Aguiar, Flávio Melo e Priscila Cavalcanti

Raoni e Maíra Marques

Alfredo Marques, Freitas Jr., Marina Silva e Sávio Queiroz

Lídia Militão, Lúcia Leiva e Rita Feitosa 28 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

Eugênio Vasques, Erinaldo Dantas e Leandro Vasques


Sérgio Brasilis e Iratuã Freitas

José de Abreu

Rui Martinho

Alessandra e Mauro Carmélio

João Alves, Jéssica Nayane e Jair Dangelo

Patrícia Ximenes e Edson Júnior

Eliomar de Lima e Deodato Ramalho J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 29


Darlene Braga e Marcos Otávio Monteiro Adalberto Alencar, Sávio Queiroz e Preto Zezé

Banda Surdo Bom

Paulo César Norões e Tarcires Soares

Alfredo Marques, Geraldo Sinclair (Louro Maia) e Edson Guimarães

Liana Ximenes e Armando Costa

Edvaldo Filho e Freitas Jr.

Banda O Verbo e Luís Carlos Moreira

Fran’s Café Bosque do Marina Park Hotel

Fernando Dantas, Leonardo Bayma e Eduardo Galdino 30 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

Luís Sérgio Santos, Ferrúcio Feitosa e Preto Zezé


Leandro e Aline Vasques

Iratuã Freitas e Inara de Almeida

Acrísio Sena

Ivete e Gabriel Seffair

Humberto e Montiele Arruda

Alfredo Valente, Edson Santana, Ricardo Filho e Felipe Bayma

Luís Sérgio Santos, Assis Martins e Chico Mauro

Fernanda e Fernando Dantas J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 31


Os destaques da cena cultural no Ceará em 2011

O

não tão populares, mas de muito bom gosto. Guga ainda comanda um quadro na rádio chamado “Coisas estranhas que só o Guga conhece”, onde o próprio toca músicas bizarras e desconhecidas. Talvez por fazer tanta pesquisa, tenha se tornado um conhecedor nato da boa musica. n

JORNALISTA E DJ GUGA de Castro se destacou em

2011 pelo seu talento em várias atividades. Começando pelo projeto “Farra na Casa Alheia”, iniciado em 2001, que fez com que muitos jovens marcassem presença no bar Buoni Amicis, em todas as edições da festa. A “Farra”, como é conhecida pelo público, surgiu para difundir os gêneros musicais produzidos no Brasil. O samba, carimbó, maracatu e guitarras, são alguns deles. O projeto também realizou grandes shows, como: Mundo Livre S/A (PE), Moacyr Luz (RJ), Wado (RJ), Lucas Santtana (RJ), Orquestra Contemporânea de Olinda (PE), etc. Além da excelente iniciativa em fortalecer o pensamento cultural de uma juventude madura, o DJ assinou a programação musical

da rádio Beach Park FM (101,7), em Fortaleza. Quem é ouvinte, pode se divertir com ritmos marcantes, e apreciar um bom soul, jazz, pop internacional, lounge, grandes clássicos do rock, e novas regravações de outros clássicos mundiais, assim como também, uma linha alternativa de bandas

Um clássico da literatura

P

arabélum, do autor cearense Gilmar de Carvalho, saiu agora em nova edição da editora Armazém da Cultura sua primeira versão foi escrita na década de 70. O livro é renovador na literatura brasileira, ficou por décadas escondido do grande público. Parabélum é hoje um romance considerado pós-moderno, com sua narrativa incandescente e um anti-herói que se

32 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

transmuta de Jesus Cristo a Lampião e depois em Che Guevara. Natural de Sobral, Gilmar de Carvalho vive em Fortaleza desde os dois anos de idade. A obra não é o seu único livro ficcional. Publius Flavius, escritor romano que viveu no século 4 d.C., escreveu: “Si vis pacem, para bellum”. A locução latina diz: “Se queres a paz, prepara-te para a guerra”. Muito tempo depois a indústria alemã de

armas usaria o “Parabélum” para designar o calibre de suas pistolas. As tais pistolas foram muito usadas no Nordeste na época do cangaço. Lampião e seu bando usaram a arma que se cunharia Parabélum, com acento e um L a menos. Escritor, professor universitário e publicitário, é também um dos mais raros autores do Brasil e certamente o grande autor ainda não revelado do Ceará.


K

HALIL GIBRAN, PRODUTOR e músico cearense que

D

ESTACO O PRÊMIO QUE

o artista cearense Manassés de Souza ganhou em Novembro – A medalha Lauro Maia. A Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) realizou uma sessão solene para conceder a Medalha Lauro Maia 2011 aos músicos Raimundo Fagnerww, Manassés e ao curso de música da Universidade Federal do Ceará (UFC). De acordo com o site da Câmara Municipal de Fortaleza, o prêmio é uma iniciativa da Comissão de Educação, Cultura, Lazer e Desporto, presidida pelo vereador Guilherme Sampaio (PT), com o intuito de valorizar a cultura musical cearense. Manassés é uma figura tão talentosa que marca sempre presença aqui na coluna, e com destaque. Natural de Maranguape, o cantor, compositor e multi-instrumentista teve sua carreira de músico destacada na década de 1970. Tocou com grandes estrelas da Música Popular Brasileira como Roberto Carlos, Chico Buarque, Nara Leão, Gal Costa, entre outros. No geral, lançou 10 discos solo. Participou de festivais no Brasil e no exterior e compôs trilhas sonoras para cinema e grandes comerciais. Hoje, reside em Brasília, onde idealizou um projeto que busca descobrir talentos musicais em escolas públicas do Distrito Federal. n

escreve artigos bacanas e com muita sensibilidade sobre músicos locais no site Brasil 247, e um dos criadores do Caldas Fest — que acontece todos os anos em Barbalha, CE —, recebe nossa homenagem como destaque na cena cultural em 2011. Um novo talento da música brasileira que lançou seu primeiro CD chamado “Noturno”. O interesse específico pela música veio lá pelos seus 13 anos em sua escola que ficava em frente a rodoviária, e lá, tinha uma lanchonete cujo dono era fã do Raul Seixas, com isso, o jovem sempre encontrava uma chance de ir lanchar todos os dias no local. A partir de Raul seguiram-se descobertas nacionais como Lobão, Legião Urbana, Ira!, Paralamas do Sucesso, Inocentes, Ultraje a Rigor, Titãs, além de estrangeiras, como Beatles, Bob Dylan e Ramones.

I

nara de Almeida (foto) é a idealizadora e responsável pelo encontro mensal de mulheres empresárias e de destaque na sociedade cearense, o Mulheres em Pauta. Hoje, o evento é compromisso na agenda de todas as luluzinhas da high society, e presença marcante nas princi-

Paralelo a isso, passou a escutar músicos do Nordeste, como Fagner e Nelson Farias. No início da sua maturidade musical, juntou-se a alguns amigos e formaram a banda “Tribos e Tributos”. Em seguida liderou a banda “Retirantes”. No entanto, queria se aprofundar e investir seriamente na música, passou uns três anos pesquisando, ouvindo discos, e produzindo trabalhos de outros artistas em seu “Home Studio”. n

pais mídias sociais. Com muita simpatia, comprometimento e glamour, Inara conquistou credibilidade no mercado feminino, e o evento proporciona troca de informações, onde a mulherada aproveita para fechar negócios e fazer network. É um encontro mensal que tem o intuito de estreitar relações entre mulheres que têm um objetivo em comum, ajudar uma entidade beneficente, manter-se atualizadas sobre assuntos diversos como: tecnologia, moda, culinária e comportamento. O projeto que cresce cada vez mais, já está se preparando para receber também os homens. O evento Mulheres em Pauta cresce também através de uma rede de amigas que se forma a cada encontro. Contato pode ser feito via (85) 9985.0223

J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 33


O M U S CON

EU QUERO!

Confira os principais lançamentos no mercado do luxo com peças que esbanjam tecnologia, design e sofisticação

ANEL DUPLO EM TURMALINA PARAÍBA

Ara Vartanian US$ 526 Composto por ouro amarelo e branco, turmalina Paraíba, safiras azuais e diamantes, a joia da grife Ana Vartanian tem a mina da sua matéria-prima esgotada desde 1993. Pelas dificuldades de extração (são encontradas em veios finíssimos), beleza e raridade, a Turmalina Paraíba é considerada um tesouro.

BOLSA PARA MÁQUINA FOTOGRÁFICA

Kate Spade US$ 265 Essa bolsa caramelo em estilo vintage da Kate Spade é ideal para carregar o seu equipamento fotográfico. Com alças reguláveis e desenhos em alto relevo, ela faz parte da nova coleção de verão da marca. Dá vontade de ter um equipamento profissional só para desfilar usando essa bolsinha linda!

RELÓGIO MASCULINO COM PULSEIRA DE BORRACHA PRETA

SALTO CLARICE

Kate Spade US$ 325 Revestido de cetim e com fitas em forma de flor na ponta, o salto vermelho funciona perfeitamente com roupas de tons mais frios, o que proporciona um maior contraste e luxo nos pés.

CADEIRA COM ALTO FALANTE ACOPLADO

XRocker US$ 215 Aparentemente uma simples poltrona preta com detalhes em laranja. O que você não sabe é que essa poltrona foi desenhada especialmente para Gamers. Possui dois auto-falantes, fazendo com que você se sinta dentro do jogo. possui um design exclusivo que deixa o jogador com a coluna totalmente apoiada, evitando a má postura típica de quem passa horas jogando. As Poltronas X-Rocker também podem ser interligadas permitindo que você e seus amigos sintam a mesma emoção durante o jogo. Ela ainda pode ser utilizada como Home Theather. 34 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

Empório Armani US$ 571 Acessório masculino básico, o relógio preto com pulseira de borracha é indispensável para homens com estilo. Já que a pulseira propõe um ar mais esportivo, o relógio é indicado para o dia-a-dia. Os marcadores pratas juntamente com o visor e pulseira pretos somam discrição ao acessório.


Nº 5 Chanel US$ 133 “Durmo vestida com apenas algumas gotas do perfume”. Frase célebre de Marilyn Monroe que mostrou a paixão da atriz pelo perfume mais importante e conhecido da Chanel. Foi o primeiro a incorpoar o aldeído, nota sintética capaz de realçar o aroma dos ingredientes naturais presentes na fórmula.

BLUSH COM ESTAMPA EM ONÇA Dior US$

HYPNÔSE DOLLS EYES

Lancôme Paris US$ 42 Cílios de boneca e olhos 35% maiores: é isso que o novo rímel da Lancôme promete. O segredo está nas cerdas macias e duras do aplicador. O frasco tem um design em forma de silhueta e é decorado . E o mais gostoso é que o produto possui um perfuminho delicado e floral.

Com a alta das estampas “animal print”, a Dior lançou um blush em tons de marrons cintilantes com estampa de oncinha. O cosmético ficou batizado com o nome Mitzah, em homenagem a umas das musas da Dior, Mitzah Bricard, que ficou conhecida por sua paixão por animais. O bush é um luxo!

DOCKSIDE FEMININO ROSA

Capodarte US$ 96 Cabedal confeccionado em couro na cor Rose (rosa) com laço transpaçado ao longo do calçado, transmitindo charme e glamour à sapatilha. Palmilha almofadada, proporcionando conforto. Salto e solado emborrachados com estampa em relevos antiderrapantes, garantindo segurança e durabilidade ao calçado.

CARTEIRA EM COURO

Dolce e Gabanna US$ 340 Trabalhada em couro marrom com uma placa em tom de ouro com o logotipo. O acessório possui bolso interno grande e oito compartimentos para cartões. O design da carteira é todo em alto relevo.

IMPRESSORA 3D

Dimension US$ 14.900 Você acaba de descobrir que tem uma festa à fantasia para ir e não tem tempo para comprar a máscara. Que tal imprimi-la com a forma que você quiser agora na sua casa? A impressora Printer 3D permite imprimir objetos de rigidez variável. A criação de objetos acontece a partir da substância halogênio, que derrete o pó de náilon. O material utilizado (plástico ABS) ainda pode receber um acabamento. Esse tipo de impressora não requer ambientes especiais e pode ser utilizada em ambientes de escritório. Embora seu uso ainda não esteja popularizado, ela é útil para empresas que querem visualizar o seu produto sem um maior acabamento ou até mesmo nas salas de aula, quando o professor precisa esqueceu o material e precisa imprimir formas geométricas. J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 35


CEARENSES MAIS INFLUENTES PRÊMIO OMNI 2011

A Omni Editora realizou no dia 11 de julho de 2011 a festa dos 30 Cearenses Mais Influentes 2011 no Centro de Convenções do Gran Marquise Hotel, em Fortaleza. O editor e publisher Luís-Sérgio Santos saudou os homenageados e convidados destacando que o Prêmio é um reconhecimento da Omni aos cearenses que influem com o seu exemplo e o seu trabalho a formação de parâmetros sociais qualitativos. O evento foi comandado pela jornalista Cristiana Lôbo, da GloboNews.

1 1. Chico Mauro Oliveira entrega o Troféu Omni ao almirante Fernando Mauro Barbosa de Oliveira. 2. Jason Stone e o editor da Omni Luís-Sérgio Santos. 3. Orlando Mota, da Mota Comunicação, Luís-Sérgio Santos com Binho Bezerram, presidente do Bicbanco. 4. Roseane Medeiros, presidente do CIC e Maria da Penha

2 36 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

3


FOTOS ACERVO OMNI

Os implantes são ‘raízes’ artificiais em titânio que substituem elementos dentários perdidos, com uma grande capacidade de suportar os dentes artificiais ou próteses.

4 2id Ferreira Gomes n Roberto Cláudio Rodrigues Bezerra n Camilo Santana n Patrícia Saboya n Eunício Oliveira n Luizianne Lins n Domingos Filho n Arialdo Pinho n José Teodoro Soares n Acrísio Sena EMPRESARIOS&EMPREENDEDORES Amarílio Proença de Macêdo n Ivens Dias Branco n Roberto Proença de Macêdo n Pio Rodrigues Neto n Binho Bezerra n Ednilton Gomes de Soárez n Mário Feitoza n Roberto Sérgio Oliveira Ferreira n Luiziane Cavalcante Fernandes n Luiz Eduardo Girão ARTISTAS&INTELECTUAIS Fagner n Ítalo & Renno n Twitters [Alfredo Marques, Freitas Jr, Sávio Queiroz n Jesualdo Farias n Pedro Henrique Saraiva Leão PROFISSIONAIS LIBERAIS Valdetário Monteiro n Almirante Fernando Mauro Barbosa de Oliveira n Pompeu Vasconcelos ESPORTES Silvana Lima n Evandro Sá Barreto Leitão ÍCONE Maria da Penha POLÍTICOS

J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 37


LEITURA E COMPREENSÃO DO MUNDO

A

Por Erika de Souza Bueno

NTES DE FORMULARMOS E MANIFESTARMOS quaisquer pensamentos, conceitos ou

preconceitos a respeito de algo ou alguém, é interessante atentarmos para a célebre frase de Leonardo Boff que intitula o presente artigo e que faz parte de seu livro A Águia e a Galinha. Isto porque todos enxergam o mundo e elaboram seus pontos de vistas (conceitos) de acordo com o ponto em que estão, seja este ponto real e concreto ou imaginário ou subjetivo. Como Boff mesmo disse no livro citado, a cabeça pensa de acordo com o lugar onde pisam os pés; por isso, nós, pais e professores, precisamos fazer dos nossos lares e escolas lugares onde todos tenham igualdade de condições. A escola e a casa devem ser lugares em que a criança aprenda desde cedo a pluralidade do mundo, dentro da qual situações e circunstâncias sempre contribuem para determinado condicionamento de pessoas. As nossas escolas precisam ser locais que permitam a criança ler e interpretar a realidade com um olhar amplo, sem preconceitos que geram atitudes de intolerância e até violência. Como são e estão os nossos olhos? Estão fechados apenas em nosso mundo? São e estão abertos para compreender e respeitar a realidade do outro, assim como suas experiências e contradições? Torna-se cada vez mais importante ampliarmos nossa visão de mundo diante daquilo que já nos é comum, ou seja, para além daquilo que nos é comum e confortável. Temos que atentar para situações de injustiça e violência que provocam dores e lágrimas em pessoas que nos são alheias. Precisamos romper as fronteiras de nossa confortável realidade e deixar de ser indiferentes à dor do próximo. É preciso respeito ao que se apresenta de maneira diversa daquilo que estamos acostumados dentro do nosso universo particular, pois as diferenças são riquezas que nos completam e nos fazem cada vez mais próximos da plenitude da vida e do amor. Na sala de aula, uma das possíveis causas de tantos dissabores possivelmente seja o fato de que as diferenças entre 38 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

a realidade do professor e a do aluno não estão sendo respeitadas e compreendidas pelos envolvidos no processo. Para se ter um bom relacionamento com o aluno, o professor não precisa anular o que julga ser correto e aceitável. Não, de forma nenhuma. Da mesma maneira, é preciso fazer chegar ao conhecimento do aluno que ele não precisa ser como o professor ou seus pais, ainda que estes precisem adotar um comportamento de exemplo do que ensina e transmite, tanto em casa como em sala de aula. Tanto professores e pais quanto alunos podem viver em harmonia mesmo sendo tão diferentes uns dos outros. É fundamental compreendermos que, assim como acontece conosco, os pontos de vistas do nosso aluno advêm do lugar onde ele está inserido e da situação que ele está vivendo - ou por algum motivo acredita que está vivendo. Às vezes, os problemas que o aluno apresenta como causas de seu mau relacionamento com o outro e consigo mesmo são pequenos e insignificantes para seus pais e professores, mas nem por isso devem ser desconsiderados, pois é a maneira como o mundo está sendo lido e interpretado por esse filho e aluno, uma vez que “cada um lê com os olhos que têm”. Nossa missão é ampliar a capacidade de percepção do mundo de cada um de nossos filhos e alunos, contribuindo para a construção coletiva de uma sociedade mais justa e igualitária para todos, diminuindo, desta forma, a rivalidade e o preconceito que só nos impedem de melhorar nosso papel de pais e professores de jovens tão ávidos por ser compreendidos, exercendo maior compreensão. Erika de Souza Bueno é Coordenadora-Pedagógica do Planeta Educação e Editora do Portal Planeta Educação (www.planetaeducacao.com.br). Professora e consultora de Língua Portuguesa e Espanhol pela Universidade Metodista de São Paulo. Articulista sobre assuntos de língua portuguesa, educação e família.


10

Razões para

o sucesso

das revistas

1 Revista é uma importante fonte de informação e análise. 2 O leitor de revista gosta de inovação. 3 Revista atinge todos os seguimentos da sociedade. 4 São mais de 4500 títulos para atender aos interesses do leitor. 5 O leitor de revista tem poder de compra. 6 Revista é o primeiro

passo para criar o hábito de leitura. 7 O leitor de revista valoriza a publicidade. 8 Revista gera credibilidade para produtos e marcas. 9 A combinação de revistas com outras mídias resulta em melhores resultados. 10 Revistas duram mais, seus anúncios também.

CONTEÚDO + DESIGN. www.omnieditora.com.br J A N E I R O 2 0 1 2 | Fale! 39


40 Fale! | J A N E I R O 2 0 1 2

Revista Fale!  

Revista de Informação