Issuu on Google+


Pesquisadores do Maranhão

São Luís/MA – 2011


Governo do Estado do Maranhão Roseana Sarney Murad Secretaria de Ciência, Tecnologia, Ensino Superior e Desenvolvimento Tecnológico (SECTEC) João Bernardo Bringel Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA) Diretora Presidente Rosane Nassar Meireles Guerra Diretora Científica Rita de Maria Seabra Nogueira de Candanedo Guerra

Diretora Administrativo-Financeira Stael Chaves Pereira


Ficha Técnica Organização - Núcleo de Difusão Científica (NDC) Coordenação Nathália Ramos Designer gráfico Motta Junior Editoração Márcio Majewski Motta Junior Edição e Revisão Romulo Gomes Colaboração Elizete Silva, Antovenilson Gusmão e Carla Renata Rolim

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLOGICO DO MARANHÃO – FAPEMA Av. Beira Mar, 342 – Centro, São Luís – MA. CEP: 65010-070www.fapema.br - Fone: (55) (98) 2109-1400


Apresentação A FAPEMA é a entidade que oferece maior número de modalidades de incentivo ao desenvolvimento científico e tecnológico do Maranhão. Suas ações de fomento envolvem o repasse de recursos aos usuários, a partir de editais públicos, atendendo às várias áreas do conhecimento. Essa é a estratégia da Fundação para fortalecer a infraestrutura técnico-cientifica e os Programas de Capacitação de Recursos Humanos. Somente entre janeiro e dezembro de 2010, a FAPEMA investiu mais de R$ 7 milhões na qualificação profissional voltada às atividades de ensino e pesquisa, por meio de diversas modalidades de bolsas e auxílios. Como mecanismo de democratização do acesso aos financiamentos, a FAPEMA adotou a política de editais, que garante a seleção de propostas com base no mérito técnico-cientifico. O volume crescente de recursos oriundos de fontes orçamentarias do Estado do Maranhão e da União tem contribuído para a promoção do desenvolvimento cientifico e tecnológico maranhense, corroborado pelos números históricos alcançados no setor.

Os recursos repassados, tanto às

universidades como às empresas, apresentam resultados mais expressivos quando são considerados: o fortalecimento dos Programas de Pós-graduação Stricto sensu; o aumento significativo de profissionais capacitados para o desenvolvimento de atividades cientificas e tecnológicas; além da melhoria na infraestrutura destinada à pesquisa e a inovação no Maranhão. Investimentos em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) precisam ser constantes, para permitir o engajamento permanente, assegurar a competitividade em segmentos industriais e contribuir para o desenvolvimento sustentável e redução das assimetrias sociais. A atuação do Estado no processo de fortalecimento das atividades de CT&I deve ser crescente, face às grandes transformações que ocorrem no momento e as novas propostas que se avizinham do Maranhão.


Este livro traz 190 resumos relativos aos projetos financiados em duas edições do edital Universal/FAPEMA, nos anos de 2009 e 2010; 16 do Edital de Infraestrutura para Jovens Pesquisadores – Programa Primeiros Projetos (PPP); e seis do Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex), totalizando 212 resumos. Pelo Pronex, a FAPEMA apoiou projetos de grupos já consolidados em CT&I, dando aporte a pesquisadores de ponta do Maranhão. O edital é executado em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Mas foram lembrados, também, aqueles que estão começando a percorrer os caminhos da investigação científica. Com o PPP, a Fundação incentivou a aquisição, instalação, modernização, ampliação ou recuperação de infraestrutura de novos grupos, favorecendo a fixação dos jovens pesquisadores no Estado. Nesta publicação, trazemos informações sobre os Pesquisadores do Maranhão contemplados nas três modalidades supramencionadas. Foram sistematizados elementos fundamentais para facilitar o acesso e a prospecção do que está sendo produzido, em termos de CT&I, no Estado. Traz também informações sobre os coordenadores dos projetos e os valores investidos em cada um. Espero que o material seja aproveitado para consultas e possíveis intercâmbios com outros pesquisadores. Conhecer os avanços alcançados ajuda a construir os novos horizontes a atingir. É assim que o Maranhão está consolidando seu desenvolvimento, apoiado em Ciência, Tecnologia e Inovação. Boa leitura! Rosane Nassar Meireles Guerra Diretora presidente da FAPEMA


Índice Ciência Agrárias Edital Universal 010/2009 Adenir Vieira Teodoro..........................................................................................................22 Alan Bezerra Ribeiro............................................................................................................23 Alana das Chagas Ferreira Aguiar.....................................................................................24 Alcina Vieira de Carvalho Neta.....................................................................................25 Altamiro Souza de Lima Ferraz Junior..............................................................................26 Ana Lúcia Abreu Silva..........................................................................................................27 Ana Paula Ribeiro de Jesus .................................................................................................28 Antônia Alice Costa Rodrigues ........................................................................................29 Celso Yoji Kawabata.............................................................................................................30 Christoph Gehring...............................................................................................................31 Emanoel Gomes de Moura................................................................................................32 Flávio Henrique Reis Moraes.............................................................................................33 Francirose Shigaki................................................................................................................34 Francisca Neide Costa.........................................................................................................35 Ilka Márcia Ribeiro de Souza Serra..................................................................................36 Ivaneide de Oliveira Nascimento......................................................................................37 José Ribamar de Souza Torres Junior................................................................................38 José Ribamar Gusmão Araújo............................................................................................39 Livio Martins Costa Junior.................................................................................................40 Maria José Pinheiro Corrêa.................................................................................................41 Mauricélia Ferreira Almeida...............................................................................................42 Raimunda Nonata Santos de Lemos...............................................................................43 Rita de Maria Seabra Nogueira de Candanedo Guerra...............................................44


Índice Rosane Cláudia Rodrigues..................................................................................................45 Sinval Garcia Pereira.............................................................................................................46 Taciana Galba da Silva Tenório..........................................................................................47 Edital Universal 04/2010 Adenilde Ribeiro Nascimento...........................................................................................49 Fabrício de Oliveira Reis....................................................................................................50 Felipe Barbosa Ribeiro.........................................................................................................51 Guillaume Xavier Rousseau................................................................................................53 Helder de Moraes Pereira...................................................................................................54 Jussara Silva Dantas..............................................................................................................55 Manoel de Oliveira Dantas................................................................................................56 Maria da Cruz Chaves Lima Moura.................................................................................57 Maria Rosangela Malheiros Silva.......................................................................................58 Mariano Oscar Aníbal Ibanez Rojas.................................................................................59

Ciências Biológicas Edital Universal 010/2009 Alexandra Martins dos Santos Soares...............................................................................62 André Luiz Gomes da Silva................................................................................................63 Andrea Christina Gomes de Azevedo Cutrim................................................................64 Carlos Martinez Ruiz..........................................................................................................65 Cláudio Urbano Bittencourt Pinheiro..............................................................................66 Elizabeth de Sousa Barcelos Barroqueiro........................................................................67 Elmary da Costa Fraga........................................................................................................68 Francisca Helena Muniz.....................................................................................................69


Índice Gilda Vasconcellos de Andrade.........................................................................................70 Jorge Luiz Silva Nunes.........................................................................................................71 Larissa Nascimento Barreto................................................................................................72 Lígia Tchaicka........................................................................................................................73 Lucilene Amorim Silva........................................................................................................74 Manuel Alfredo Araújo Medeiros.....................................................................................75 Maria Claudene Barros........................................................................................................76 Maria Nilce de Sousa Ribeiro......................................................................................77 Marilene Oliveira da Rocha Borges..................................................................................78 Nivaldo Magalhães Piorski.................................................................................................79 Patrícia de Maria Silva Figueiredo....................................................................................80 Patrícia Maia Correia de Albuquerque............................................................................81 Péricles Sena do Rêgo.........................................................................................................82 Regis Catarino da Hora......................................................................................................83 Ricardo Rodrigues dos Santos..........................................................................................84 Sônia Maria de Farias Freire..........................................................................................85 Silma Regina Ferreira Pereira..............................................................................................86 Valéria Cristina Soares Pinheiro.........................................................................................87 Valério Monteiro Neto........................................................................................................88 Victor Elias Mouchrek Filho...........................................................................................89 Zafira da Silva de Almeida...................................................................................................90

Ciências Biológicas Edital Universal 04/2010 Andréa de Araújo.................................................................................................................92 Antônio Marcus de Andrade Paes....................................................................................93


Índice Arlene de Jesus Mendes Caldas.........................................................................................94 Carlos Augusto Silva de Azevêdo......................................................................................95 Francinaldo Soares Silva......................................................................................................96 Francisco Limeira de Oliveira............................................................................................97 Jivanildo Pinheiro Miranda................................................................................................98 José Manuel Macario Rebelo..............................................................................................99 José Roberto Pereira de Sousa..........................................................................................101 Luís Fernando Carvalho Costa........................................................................................102 Márcia Cristina Gonçalves Maciel..................................................................................104 Marcos Augusto Grigolin Grisotto.................................................................................105 Nivaldo de Figueiredo.......................................................................................................106 Selma do Nascimento Silva.............................................................................................108 Tito da Silva........................................................................................................................109

Ciências da Saúde Edital Universal 010/2009 Adalgisa de Souza Paiva Ferreira......................................................................................111 Aline Guimarães Amorim.................................................................................................112 Ana Paula Silva de Azevedo dos Santos..........................................................................113 Antônio Luiz Amaral Pereira...........................................................................................114 Antônio Rafael da Silva....................................................................................................115 Bruno Braga Benatti...........................................................................................................116 Cecília Cláudia Costa Ribeiro..........................................................................................117 Célia Regina Maio Pinzan Vercelino...............................................................................118 Cláudia Maria Coêlho Alves............................................................................................119 Conceição de Maria Pedrozo e Silva de Azevedo......................................................120


Índice Erick Miranda Souza.........................................................................................................121 Ivone Garros Rosa..............................................................................................................122 João Batista Santos Garcia................................................................................................123 José Roberto de Oliveira Bauer.......................................................................................124 Manuel dos Santos Faria..................................................................................................125 Nêuton da Silva Souza.....................................................................................................126 Raimundo Antônio Gomes Oliveira..............................................................................127 Rudys Rodolfo de Jesus Tavarez.......................................................................................128 Silvana Amado Libério......................................................................................................129 Silvana Martins de Araújo...............................................................................................130 Valdinar Sousa Ribeiro.....................................................................................................131 Edital Universal 04/2010 Adriana de Fátima Vasconcelos Pereira..........................................................................133 Alcione Miranda dos Santos............................................................................................134 Andrea Cristina Oliveira Silva..........................................................................................135 Antônio Carlos Romão Borges........................................................................................136 Darlon Martins Lima........................................................................................................137 Elba Gomide Mochel........................................................................................................138 Eloisa da Graça do Rosário Gonçalves...........................................................................140 Erika Bárbara Abreu Fonseca Thomaz...........................................................................141 Fernanda Ferreira Lopes...................................................................................................142 Fernando Lamy Filho........................................................................................................143 Francisca Georgina Macedo de Sousa............................................................................144 Ivone Lima Santana...........................................................................................................145 Leily Macedo Firoozmand..............................................................................................146


Índice Liberata Campos Coimbra..............................................................................................147 Luciane Maria Oliveira Brito...........................................................................................148 Marcelo Donizetti Chaves................................................................................................149 Marcos André dos Santos da Silva...................................................................................150 Maria Bethania da Costa Chein......................................................................................151 Maria Carmen Fontoura Nogueira da Cruz.................................................................153 Maria do Carmo Lacerda Barbosa.................................................................................154 Maria do Desterro Soares Brandão Nascimento.........................................................155 Soraia de Fátima Carvalho Souza..................................................................................156 Vanessa Camila da Silva....................................................................................................157 Vinicius José da Silva Nina.............................................................................................158 Zeni Carvalho Lamy..........................................................................................................159

Ciências Exatas e da Terra Edital Universal 010/2009 Adalto Rodrigues Gomes dos Santos Filho...................................................................161 Adeilton Pereira Maciel....................................................................................................162 Adenilson Oliveira dos Santos........................................................................................163 Anselmo Cardoso de Paiva...............................................................................................164 Aristófanes Corrêa Silva...................................................................................................165 Auro Atsushi Tanaka.........................................................................................................166 Carlos William de Araújo Paschoal................................................................................167 Cicero Wellington Brito Bezerra......................................................................................168 David Lima Azevedo.........................................................................................................169 Denivaldo Cicero Pavão Lopes........................................................................................170 Fernando Carvalho Silva...................................................................................................171


Índice Isaide de Araújo Rodrigues.............................................................................................172 Jerias Alves Batista..............................................................................................................173 José Hilton Gomes Rangel...............................................................................................174 Luzeli Moreira da Silva.....................................................................................................175 Manoel Messias Ferreira Júnior.......................................................................................176 Maria Del Rosario Girardi................................................................................................177 Marta Célia Dantas Silva..................................................................................................178 Paulo Roberto da Silva Ribeiro........................................................................................179 Paulo Roberto Saraiva Cavalcante...................................................................................180 Roberto Sigfrido Gallegos Olea......................................................................................181 Rodolfo Alvan Casana Sifuentes.....................................................................................182 Ridvan Nunes Fernandes..................................................................................................183 Zair Abdelouahab..............................................................................................................184 Edital Universal 04/2010 Eder Nascimento Silva......................................................................................................186 Francisco José da Silva e Silva.........................................................................................187 Geraldo Braz Junior...........................................................................................................188 Gilmar Silvério da Silva...................................................................................................190 Hildo Antônio dos Santos Silva.....................................................................................191 Jorge Diniz de Oliveira.....................................................................................................192 Natilene Mesquita Brito...................................................................................................193 Pedro de Freitas Facanha Filho........................................................................................194 Ricardo Jorge Cruz Lima..................................................................................................195 Roberto Batista de Lima..................................................................................................196 Silvete Coradi Guerini.......................................................................................................197


Índice Sirlane Aparecida Abreu Santana ....................................................................................198 Welberth Santos Ferreira..................................................................................................199 William da Silva Cardoso................................................................................................200

Ciências Humanas Edital Universal 010/2009 Adalberto Luiz Rizzo de Oliveira..................................................................................202 Álvaro Roberto Pires.........................................................................................................203 Benedito Souza Filho.........................................................................................................204 César Augusto Castro........................................................................................................205 Cynthia Carvalho Martins...............................................................................................206 Denise Bessa Leda..............................................................................................................207 Horácio Antunes de Santana Júnior................................................................................208 Jeferson Francisco Selbach................................................................................................209 José Odival Alcântara Júnior..........................................................................................210 Josenildo de Jesus Pereira..................................................................................................211 Lyndon de Araújo Santos.................................................................................................212 Maria da Gloria Rocha Ferreira.......................................................................................213 Marileia dos Santos Cruz.................................................................................................214 Maristela de Paula Andrade..............................................................................................215 Marize Helena de Campos...............................................................................................216 Paulo Fernandes Keller......................................................................................................217 Shirley Cristina dos Santos...............................................................................................218 Edital Universal 04/2010 Antônio José de Araújo Ferreira......................................................................................220


Índice Marcelo Cheche Galves.....................................................................................................221 Marcelo Domingos Sampaio Carneiro..........................................................................222 Regina Helena Martins de Faria......................................................................................223 Roberta Maria Batista de Figueiredo..............................................................................224 Rosirene Martins Lima.....................................................................................................226 Sérgio Eduardo Martins Pereira......................................................................................227

Ciências Sociais e Aplicadas Edital Universal 010/2009 Carlos Frederico Lago Burnett.........................................................................................229 Cláudio Alberto Gabriel Guimarães...............................................................................230 Flávia de Almeida Moura..................................................................................................231 Francisco Gonçalves da Conceição.................................................................................232 Grete Soares Pflueger.........................................................................................................233 Larissa Leda Fonseca Rocha.............................................................................................234 Márcia Tereza Campos Marques.....................................................................................235 Marluce Wall de Carvalho Venancio................................................................................236 Raquel Gomes Noronha...................................................................................................237 Vera Lúcia Rolim Salles....................................................................................................238 Edital Universal 04/2010 Eliene Cristina Barros Ribeiro.........................................................................................240 Francisco Paulo Jamil Almeida Marques........................................................................242 José Ribamar Ferreira Junior............................................................................................244 Patrícia Kely Azambuja.....................................................................................................245 Valéria Ferreira Santos de Almada Lima.......................................................................246


Índice Salviana de Maria Pastor Santos Sousa...........................................................................247

Engenharias Edital Universal 010/2009 Aluisio Alves Cabral Junior..............................................................................................251 André Pereira Santana.......................................................................................................252 Cláudio Leão Torres..........................................................................................................253 Keyll Carlos Ribeiro Martins...........................................................................................254 Marcelo Moizinho Oliveira.............................................................................................255 Maria de Fátima Salgado...................................................................................................256 Edital Universal 04/2010 Antônio Ernandes Macêdo Paiva....................................................................................258 Ginalber Luiz de Oliveira Serra.......................................................................................259 Jean Robert Pereira Rodrigues.........................................................................................260 Jomar Sales Vasconcelos....................................................................................................261

Linguística, Letras e Artes Edital Universal 010/2009 Conceição de Maria de Araújo Ramos...........................................................................263

Edital PPP/2009 Ciências Agrárias Fabrício de Oliveira Reis...................................................................................................266 Helder de Moraes Pereira.................................................................................................267 Henrique Nunes Parente..................................................................................................268


Índice Ciências Biológicas Flávia Maria Mendonça do Amaral................................................................................270

Ciências da Saúde Darlon Martins Lima........................................................................................................272 Erika Bárbara Abreu Fonseca Thomaz...........................................................................273 Fernanda Ferreira Lopes...................................................................................................274 Maria Carmen Fontoura Nogueira da Cruz..................................................................275

Ciências Exatas e da Terra Elizabeth Nunes Fernandes.............................................................................................277 Ozelito Possidônio de Amarante Junior.........................................................................278 Roberto Batista de Lima...................................................................................................279 William da Silva Cardoso.................................................................................................280

Ciências Humanas Johnni Langer......................................................................................................................282 Lélia Cristina Silveira de Moraes.....................................................................................283

Engenharias Walter Canales Sant´Ana..................................................................................................285

Linguística, Letras e Artes Diógenes Buenos Aires de Carvalho................................................................................287


Índice Edital Pronex/2009 Ciências Agrárias Emanoel Gomes de Moura...............................................................................................290 Francirose Shigaki..............................................................................................................291

Ciências Biológicas Flávia Raquel Fernandes do Nascimento.......................................................................293

Ciências Exatas e da Terra Adenilson Oliveira dos Santos.........................................................................................295 Anselmo Cardoso de Paiva................................................................................................296 Manoel Messias Ferreira Junior.......................................................................................297


Edital Universal

20


Edital Universal 010/2009

CiĂŞncias AgrĂĄrias

21


NOME: ADENIR VIEIRA TEODORO E-MAIL: adalgisa@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: 27.464,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: VARIÁVEIS AMBIENTAIS ABIÓTICAS E INIMIGOS NATURAIS COMO MECANISMOS DETERMINANTES DA POPULAÇÃO DE PRAGAS DA MANDIOCA RESUMO: O ácaro-verde e o percevejo-de-renda são as principais pragas da cultura da mandioca no Maranhão. Enquanto o controle químico dessas pragas é considerado inadequado, o controle biológico natural é visto como uma alternativa sustentável. No entanto, não há estudos sobre a eficiência de inimigos naturais nativos na supressão da população de pragas da mandioca na região Centro-Norte do Maranhão. Da mesma forma, nada se conhece sobre a eficiência dos estádios ativos de predadores sobre as fases do desenvolvimento de pragas, haja vista que colônias de pragas e inimigos naturais coexistem no campo. Adicionalmente a inimigos naturais, a variação sazonal de variáveis ambientais abióticas também pode estar associada à supressão das populações do ácaro-verde e do percevejo-de-renda no campo, no entanto, não se conhece a contribuição relativa dessas variáveis na abundância das fases do desenvolvimento dessas pragas. O objetivo desse projeto é determinar a importância de variáveis ambientais abióticas na abundância das fases do desenvolvimento do ácaro-verde e do percevejo-de-renda e estudar a dinâmica populacional de tais pragas e de inimigos naturais ao longo do ciclo de cultivo da mandioca. Experimentos de laboratório adicionais serão conduzidos para avaliar a eficiência dos estádios ativos de predadores sobre as fases do desenvolvimento dessas pragas, através das respostas funcional e numérica bem como de estudos da taxa de crescimento. Tais estudos são importantes para acessar as fases de desenvolvimento de predadores mais importantes no controle biológico, assim como as fases do desenvolvimento de pragas mais consumidas pelo predador, auxiliando, portanto, na seleção de espécies de inimigos naturais. Palavras chave: Ácaro-Verde; Percevejo-de-Renda; Controle Biológico

22


NOME: ALAN BEZERRA RIBEIRO E-MAIL: alanbr@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 13.560,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXTADAS E DA TERRA TÍTULO: ESTUDO DAS CONSEQUÊNCIAS DO USO DE AGROTÓXICO SOBRE OS METABÓLITOS SECUNDÁRIOS DE HORTALIÇAS RESUMO: O uso de agrotóxico, que objetiva combater, repelir ou até exterminar insetos indesejáveis em uma agricultura, tem ação sobre a constituição física e saúde do homem e de toda a biota próxima à exposição, e essa ação, quando fora dos limites permitidos, tornam o alimento inadequado para o consumo. Os alimentos com qualidade nutricional são essencialmente importantes. Muitas pesquisas vêm sendo desenvolvidas com intuito de identificar e quantificar o potencial desses alimentos; muitas afirmam a superioridade nutricional de alimentos orgânicos. Culturas realizadas com uso de agrotóxico, além de exercerem ações indesejáveis aos serem humanos, podem causar danos ao ecossistema próximo às plantações agrícolas. A ANVISA divulgou dados mostrando altíssimos índices de resíduos de agrotóxicos em alguns alimentos. Entre eles, o Pimentão aparece como maior “vilão”, com contaminação de 64,36%, além do Tomate com 18,27%. Muitas espécies vegetais sofrem alterações de seus metabólitos secundários por vários fatores e o uso de agrotóxico pode ser um deles. Algumas pesquisas mostram variações de praticamente todas as classes de metabólitos. Os nutrientes utilizados na agricultura, como o nitrogênio, podem afetar não somente o metabolismo primário, mas também induzem a formação de diferentes metabólitos secundários. Em cultivos com enxertia, foi encontrado no enxerto metabólitos referentes ao porta-enxerto, compostos estes que podem ser considerados como fatores colaboradores na melhor qualidade dos frutos produzidos. Desta forma, podemos verificar que existem diversas formas de alteração dos metabólitos secundários em vegetais, ocasionando diferentes consequências aos mesmos. É com base nessas observações que a presente pesquisa se insere, com o intuito de estudar as consequências que o uso de agrotóxico pode causar sobre as alterações dos metabólitos secundários em hortaliças, principalmente pelo avanço no uso de agrotóxico nas culturas de hortaliças na região do sul do Maranhão. Palavras chave: Metabólito Secundário; Agrotóxico; Produtos Naturais

23


NOME: ALANA DAS CHAGAS FERREIRA AGUIAR E-MAIL: alanaaguiar@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.585, 00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA CAMPUS IV – CHAPADINHA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS E AMBIENTAIS TÍTULO: USO DE LEGUMINOSAS ARBÓREAS E ANUAIS EM SUBSTITUIÇÃO AO SISTEMA DE CORTE E QUEIMA. RESUMO: A região Centro-Norte do Maranhão localiza-se numa posição geográfica que lhe faculta a representação de uma grande área com características ambientais especificas e inerentes à sua situação entre o Nordeste e a Amazônia. Do ponto de vista agronômico, o que destaca nesta área são peculiaridades de solo e clima tão diferenciadas que tecnologias geradas em outras locais dificilmente poderão ser utilizadas para solucionar os graves problemas da agricultura familiar do Maranhão. O objetivo desse estudo é avaliar uma alternativa adequada para o manejo agroecológico de sistemas de produção familiar, da região, em substituição ao uso do fogo como processo de preparo das áreas de plantio. A unidade demonstrativa (UD) de um hectare está instalada na Casa Familiar Rural de Chapadinha, localizada no assentamento Vila União, estrategicamente escolhida por representar a realidade no centro-norte do Maranhão. Foram semeadas, em janeiro de 2009, quatro leguminosas arbóreas, sombreiro (Clitoria fairchildiana R.Howard), leucena (Leucaena leucocephala (Lam.) de Wit), gliricidia (Gliricidia sepium) e acácia (Acacia mangium Willd) no espaçamento de 4,0m entre linhas e 0,5m entre plantas. Próximo ao final do período chuvoso, após a colheita do milho, será semeado o feijão caupi (Vigna unguiculata) como cultura de safrinha, inoculado com as estirpes UFLA 03-36, UFLA 0384, UFLA 03-84, UFLA 03-129, BR 3267. Para as análises químicas do solo, serão determinados P, Ca, Mg, K, H+Al, pH em CaCl2. Para as análises físicas do solo, serão determinadas a capacidade de aeração, porosidade e densidade do solo. A matéria orgânica do solo será fracionada utilizando dois métodos, o densimétrico e o granulométrico. Os atributos biológicos estudados serão o carbono da biomassa microbiana. Serão realizadas amostragem, extração e identificação de nematóides. Os dados serão analisados com auxílio do programa STATISTICA e submetidos à análise de variância, com comparação de médias pelo teste de Tukey a 5%. Palavras chave: Indicadores Biológicos; Indicadores Químicos; Agrossistemas

24


NOME: ALCINA VIEIRA DE CARVALHO NETA E-MAIL: alcinavcn@yahoo.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 25.060,83 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: BRUCELLA sp. COMO BIOAGENTE DA BURSITE CERVICAL EM BOVINOS ABATIDOS NO MUNICÍPIO DE SÃO LUÍS, MARANHÃO: uma abordagem sorológica, imunohistoquímica, microbiológica e molecular RESUMO: A brucelose é uma antropozoonose de evolução preferencialmente crônica, caracterizada pela infecção do sistema fagocítico mononuclear, que acomete várias espécies domésticas, dentre elas bovídeos de corte e leite, sendo a mesma de elevado risco à saúde pública. No Brasil, a brucelose animal ocorre de forma endêmica em todas as regiões, com prevalência variável levantada nos inquéritos epidemiológicos e nos diagnósticos sorológicos, que demonstram índices de 2,5% a 18,7%. Considerando a hipótese do abate de animais infectados por B. abortus e o seu risco potencial ao homem, faz-se necessário avaliar a correlação da presença do bioagente Brucella sp. com o processo inflamatório comumente observado nas bursas de animais acometidos. Além disso, é importante avaliar e descrever as características histopatológicas e imunohistoquímicas das bursites de animais infectados, com intuito de subsidiar o julgamento dos inspetores e fornecer conhecimento sobre as amostras de Brucella que acometem o rebanho maranhense. Diante disso, a presente pesquisa se propõe a avaliar a Brucella sp. como bioagente da bursite cervical em bovinos abatidos no Município de São Luís, Maranhão - em uma abordagem sorológica, imunohistoquímica, microbiológica e molecular. Serão coletadas amostras de sangue, líquido da bolsa cervical, bursite e linfonodos regionais de 90 bovinos abatidos em abatedouros sob Inspeção Municipal. O período de coleta será de aproximadamente 12 meses. Realizar-se-ão, posteriormente, análises laboratoriais dessas amostras, através de métodos sorológicos (AAT - Antígeno Acidificado Tamponado e 2-Mercaptoetanol), histológicos, imunohistoquímicos, isolamento bacteriano e PCR. Os resultados obtidos nesta pesquisa serão publicados em revistas científicas de circulação nacional e internacionais qualificadas pela CAPES, além de repassados aos órgãos cabíveis, responsáveis pelo serviço de Inspeção Sanitária. Palavras chave: Brucella sp; Brucelose Bovina; Bursite cervical

25


NOME: ALTAMIRO SOUZA DE LIMA FERRAZ JUNIOR E-MAIL: aferrazjr@yahoo.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 26.876,56 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: USO DE ESPECTROSCOPIA DE IMPEDÂNCIA E T E R M O D I L ATO M E T R I A C O M O A LT E R N AT I VA T E C N O L Ó G I C A À AGRICULTURA DE PRECISÃO RESUMO: A diagnose do status nutricionais de culturas alimentares é uma importante ferramenta para elevar o uso eficiente de adubos nitrogenados e potássicos das culturas alimentares. Este projeto tem por objetivos desenvolver e disponibilizar uma alternativa tecnológica visando à detecção do status nutricional de plantas de milho e arroz, por meio de técnicas rápidas e não destrutivas de análise foliar, em substituição aos métodos de detecção laboratoriais que consomem tempo, são poluidores e não permitem uma tomada de decisão imediata pelos técnicos para a correção eficaz do problema. Para tanto, serão conduzidos dois experimentos em casa de vegetação e em campo para ajustar a curva de calibração dos teores com de nutrientes das folhas com as medidas elétricas e térmicas das folhas. No decorrer do projeto e ao final deste, a equipe executora espera dispor dos seguintes resultados: 1) curvas de calibração das medidas elétricas e térmicas como: impedância, ângulo de fase e constante dielétrica, assim como coeficiente de dilatação térmica com o status nutricional de N e K das culturas de interesse econômico milho e arroz em ambiente controlado (casa de vegetação); 2) a validação da tecnologia gerada ao nível de campo com produtores de milho e arroz; 3) aumento da eficiência das adubações nitrogenadas e postássicas, seguido do aumento de produtividade média das lavouras de arroz e milho do Estado; 4) redução dos custos de produção das lavouras de milho e arroz; 5) O registro de patente da tecnologia gerada; 6) a apresentação de trabalhos em congressos nacional e internacional de física e de nutrição de plantas; 7) a publicação de pelo menos quatro artigos em periódicos internacionais nível A1; 8) confecção de uma dissertação de mestrado; 9) o presente projeto também tem o propósito de integrar pesquisadores do Curso de Agronomia da UEMA e do Curso de Engenharia de Alimentos do Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia da UFMA, Campus de Imperatriz. Palavras chave: Diagnose Nutricional; Adubação de Cobertura; Eficiência de Uso de Nutrientes

26


NOME:ANA LÚCIA ABREU SILVA E-MAIL: anabreu@ioc.fiocruz.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 19.425,69 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO – UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DA EXPRESSÃO DE CITOCINAS E QUANTIFICAÇÃO DA CARGA PARASITÁRIA DE CAMUNDONGOS BALB/C EXPERIMENTALMENTE INFECTADOS POR LEISHMANIA AMAZONENSIS E TRATADOS POR ESTRATO SECO DE MORINDA CITRIFOLIA (NONI). RESUMO: A pesquisa se propõe avaliar a expressão de citocinas (interferon gama (INF), IL-4 interleucina tipo 12 (IL-12) e carga parasitária de camundongos BALB/c, experimentalmente infectados por Leishmania (Leishmania) amazonensis e tratados com Morinda citrifolia (noni). Serão utilizados camundongos singênicos BALB/c fêmeas de 4 a 8 semanas, os quais serão divididos em quatro grupos de 30: G-1: animais infectados com Leishmania amazonensis e tratados com extrato seco de Morinda citrifolia, 30 dias após a infecção; G2: camundongos infectados e não tratados, G3: animais não infectados e tratados com extrato seco de Morinda citrifolia; e G4: animais controle não tratados e não infectados. Os animais de todos os grupos serão clinicamente avaliados e eutanasiados nos seguintes intervalos: 30, 60, 90, 120 e 150 dias, ocasião em que será colhido linfonodo para análise da expressão de citocinas e pele e baço para a quantificação da carga parasitária. Nesses mesmos intervalos, serão eutanasiados três animais para análise histopatológica. Também será realizado provas bioquímicas se M. citrifolia tem efeito hepatotóxico ou citotóxico nas dosagem estabelecida no protocolo experimental. Palavras chave: Leishmania; Morinda citrifolia; tratamento.

27


NOME: ANA PAULA RIBEIRO DE JESUS E-MAIL: btpaular@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.945,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DE CABRITOS F1 NA REGIÃO DO BAIXO PARNAÍBA-MA RESUMO: O rebanho brasileiro de caprinos é constituído principalmente por animais denominados SRD (Sem Raça Definida), os quais são resultados do cruzamento da raça nativa conhecida com raças importadas. Os rebanhos SRD são caracterizados pelo baixo peso e reduzida capacidade de produzir carne e leite, porém apresentam alta resistência às doenças e ao clima, mesmo quando submetidos a uma alimentação reduzida. Apenas recentemente se vem melhorando este rebanho, introduzindo-se raças com aptidão para a produção de carne, a exemplo da raça Bôer, especializada em carne. Entre as raças exóticas predominantes no Brasil, para a produção de carne, sobressaem a Anglo-nubiana, Boer e Alpina. Pretende-se, com esse projeto, avaliar a influência do reprodutor sobre as características de crescimento de caprinos para abate; identificar o melhor resultado de cruzamento das espécies caprinas que possibilitem a máxima produtividade, com viabilidade operacional e econômica, principalmente nas condições do Baixo Parnaíba. Para obtenção dos cabritos F1, serão utilizadas 30 cabras mestiças sem raça definida (SRD). Dez serão cobertas por um reprodutor Anglo Nubiano, dez por um reprodutor Boer e dez serão cobertas por um reprodutor Alpino, gerando os grupos ½ Boer + ½ SRD , ½ Anglo nubiana + ½ SRD e ½ Alpino + ½ SRD. Avaliaremos os pesos corporais ao nascimento, aos 56 dias de idade, ao desmame, aos 112 e 140 dias de idade, os ganhos em peso do nascimento ao desmame, do nascimento aos 140 dias e do desmame aos 140 dias de idade. A referência a acasalamentos adequados é importante, já que o grau de heterose depende da diversidade genética das raças que estão sendo cruzadas. A heterose é o fenômeno que permite que a média da progênie cruzada tenha um desempenho melhor que a média de seus pais, podendo, inclusive, chegar a ter um desempenho superior ao pai com o melhor desempenho. Com a consolidação do projeto, espera-se melhorar o sistema de criação de caprinos no Baixo Parnaíba. Palavras chave: Cruzamentos; Ganho de Peso; Cabritos F1

28


NOME: ANTONIA ALICE COSTA RODRIGUES E-mail: alicecosta@cca.uema.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 23.800,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: ALTERNATIVAS DE MANEJO ECOLÓGICO NO CONTROLE DA FUSARIOSE DO TOMATEIRO EM SÃO LUÍS-MA RESUMO: Entre as doenças de importância econômica que afetam o tomateiro destaca-se a murcha de fusário, causada pelo fungo denominado Fusarium oxysporum Schlecht f. sp. lycopersici. Com o objetivo de estudar alternativas ecológicas de controle da fusariose do tomateiro, serão avaliadas várias alternativas de manejo, como a resistência das variedades comerciais IPA 6, BHRS 2,3, Gaúcho Melhorado, Santa Clara, Santa Cruz , Santa Adélia, Floradade, Caline IPA 6 e Cereja Caroline de tomateiro à fusariose do tomateiro. Testar os produtos abióticos produtos Stubble-AID, Ecolife®, ASM, Biopirol, Óleo de Nim e Bioneem® no crescimento micelial e esporulação de F. oxysporum f. sp. lycopersici “in vitro” e na indução de resistência do tomateiro à fusariose “in vivo”. Outra alternativa que será avaliada é o efeito da incorporação de partes aéreas das leguminosas leucena, guandu, amendoim forrageiro e feijão de porco, nas concentrações 0, 20, 40, 60 e 80 g/L-1, ao solo, visando a detectar qual leguminosa apresentará um melhor resultado na redução da severidade da doença. O controle biológico será testado através do efeito biocontrolador de dez isolados de Bacillus spp e dez isolados de Trichoderma na fusariose do tomateiro. Os experimentos serão implantados em casa de vegetação, usando-se a variedade de tomateiro Santa Cruz, em solo autoclavado, inoculada com uma concentração de 1 x 10 6 conídios/ml do patógeno, sendo que a doença será avaliada com base em escala de notas. Em laboratório, será avaliando o efeito direto dos indutores de resistência sobre F. oxysporum f. sp. lycopersici, em meio de cultura BDA, avaliado através da medição do diâmetro da colônia e da esporulação do fungo, assim como o pareamento dos antagonistas com o patógeno, envolvendo mecanismos de ação e produção de substâncias para inibir o desenvolvimento do patógeno Palavras chave: Patologia de Planta; Manejo Integrado; Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici

29


NOME: CELSO YOJI KAWABATA E-MAIL: celsoyk@yahoo.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DO CONFORTO TÉRMICO EM INSTALAÇÕES ANIMAIS, UTILIZANDO DIFERENTES TIPOS DE COBERTURAS E SUA RELAÇÃO COM A PRODUTIVIDADE ANIMAL NO ESTADO DO MARANHÃO. Resumo: Este projeto tem como objetivo geral a comparação de 3 (três) opções de cobertura em abrigos para animais, com base nos índices de conforto térmico, bem como sua relação com as variáveis de termorregulação dos animais. Tem como principal objetivo específico caracterizar o ambiente sob diversos tipos de cobertura e verificar sua relação com as variáveis fisiológicas dos animais. A região Nordeste brasileira apresenta grande fonte de materiais alternativos (fibras, caules, folhas) que podem ser substitutos aos materiais convencionais para utilização em coberturas de instalações animais, e também de habitações humanas, tornando viável a linha de pesquisa presente nesse projeto para futuras pesquisas que contemplem a utilização de outros materiais, o aprimoramento dos sistemas construtivos em uso, bem como a monitoração do seu desempenho. A presente proposta visa à aproximação de grupos com atividades afins, que se dedicam ao estudo da ambiência em instalações animais, através de materiais não-convencionais. A junção de tecnologias e pesquisas em desenvolvimento pelos docentes envolvidos no presente projeto poderá levar a sistemas construtivos de baixo custo, reduzido consumo de energia e fácil aplicação, tanto na construção urbana como rural. O projeto tem como meta final a divulgação dos resultados obtidos, bem como suas possibilidades de aplicação, por meio de artigos científicos, relatórios de atividades e apresentação em simpósios. Palavras chave: Ambiência; Conforto térmico; Bioclimatologia

30


NOME: CHRISTOPH GEHRING E-MAIL: christophgehring@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 19.339,40 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTUOLO: POTENCIAL E DINÂMICA DO CARBONO PRETO NA AGRICULTURA FAMILIAR DO MARANHÃO - MELHORIA DO SOLO E SEQUESTRO DE CARBONO RESUMO: O fogo é o principal fator degradante na agricultura itinerante de subsistência (roça queimada) na região de estudo, a periferia sudeste da Amazônia no Maranhão. As queimadas frequentes resultam em severa degradação ambiental, baixa fertilidade do solo, baixa produtividade agrícola, e, consequentemente, grave pobreza rural. A carbonização insitu da vegetação de pousio (slash-and-char) tem sido proposta como manejo alternativo de grande potencial para substituição do fogo, para melhoria das principais características físicas, químicas e biológicas do solo e para um sequestro duradouro de carbono no solo. Este projeto visa a avaliar o potencial do carbono preto (carvão vegetal) como uma saída para esta crise sócio-ambiental. Propõem-se ensaios experimentais envolvendo a aplicação experimental de diferentes doses de carvão vegetal (do casco de babaçu) moído. Serão avaliados os seus efeitos na qualidade física, química e biológica do solo, na retenção de fertilizantes e na produtividade agrícola. Também está previsto a estimação das entradas atuais de carbono preto pelas queimadas repetidas na região (taxas de transformação da biomassa aérea em carvão). O projeto dá continuidade às pesquisas sobre a dinâmica da matéria orgânica do solo sob manejo melhorado (CNPq CT-Universal 2007). A equipe está centrada no Curso de Mestrado em Agroecologia da UEMA, com o coordenador, duas estudantes de mestrado, um estudante de Iniciação Científica e um bolsista recém-doutor, e envolve ainda um pesquisador da Embrapa-Agrobiologia (RJ) e um agrônomo experiente para a experimentação de campo em Arari. Palavras chave: Carvão Vegetal; Slash-and-Char; Qualidade do Solo

31


NOME: EMANOEL GOMES DE MOURA E-MAIL: egmoura@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 27.600,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: AVALIAÇÃO E MELHORIA DOS INDICADORES QUE AFETAM A EFICIÊNCIA DO USO DE NUTRIENTES EM SOLOS PROPENSOS À COESÃO NO TRÓPICO ÚMIDO RESUMO: No trópico úmido, as elevadas temperaturas e os altos índices pluviométricos, quase sempre combinados com solos de baixa fertilidade, produzem situações adversas para a sustentabilidade dos agrossistemas, principalmente porque diminuem a disponibilidade e a eficiência do uso dos nutrientes vegetais. Este trabalho será conduzido com o objetivo de estabelecer critérios de melhoria e avaliação dos agrossistemas do trópico úmido, a partir da determinação das alterações nos indicadores que afetam a absorção e a eficiência do uso dos nutrientes, no sentido de esclarecer as relações entre a produtividade da cultura do milho e a qualidade de um solo susceptível à coesão, submetido à cobertura com diferentes combinações de resíduos de leguminosas em aléias. O projeto procura identificar a melhor combinação de quatro espécies de leguminosas arbóreas, duas de alta qualidade de resíduos: (Leucaena leucocephala e Gliridicia sepium), e duas espécies de baixa qualidade de resíduos (Clitoria fairchildiana e Acacia mangium), combinadas entre si, nos seguintes tratamentos: T1 (Clitoria fairchildiana + Gliricidia sepium); T2 (Leucaena leucocephala + Gliricidia sepium); T3 (Acacia mangium + Gliricidia sepium); T4 (Clitoria fairchildiana + Leucaena leucocephala); T5 (Leucaena leucocephala + Acacia mangium); T6 (controle, sem leguminosas). As parcelas são de 20m x 4m, divididas em subparcelas de 10m x 4m, onde estão sendo avaliados dois sistemas de rotação, envolvendo arroz e milho. A condutividade hidráulica do solo saturado no campo (Kfs) será determinada utilizando-se o permeâmetro de Guelph. Para a determinação da capacidade de aeração (CAR) e da capacidade de água disponível (CAD), serão retiradas três amostras indeformadas, por parcela, em anéis volumétricos de 100cm³ na profundidade de 10 cm. A dinâmica da matéria orgânica será determinada por meio do fracionamento físico feito por densimetria e granulometria. Todos os procedimentos serão repetidos durante dois anos. Palavras chave: Sustentabilidade; Agroecologia; Sistemas Agrícolas

32


NOME: FLÁVIO HENRIQUE REIS MORAES E-MAIL: fhrmoraes@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.936,00 INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO - UNICEUMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO MORFOFISIOLÓGICA E MOLECULAR DE ISOLADOS DE FUSARIUM OXYSPORUM F. SP. PASSIFLORAE ORIUNDOS DA CULTURA DO MARACUJÁ DOS PRINCIPAIS PÓLOS AGRÍCOLAS DA ILHA DE SÃO LUÍS - MA. RESUMO: Atualmente a fusariose do maracujazeiro, ocasionada pelo F. oxysporum emend. f. sp. passiflorae Purss., é a doença que limita a manutenção e o desenvolvimento desta cultura nos pólos agrícolas da Ilha de São Luís - MA. Portanto, objetiva-se contribuir com informações sobre o fenótipo e genótipo do patógeno, para auxiliar na diagnose mais rápida e precisa e na construção de futuras estratégias de controle. Com este projeto, pretende-se estudar a diversidade genética de isolados de F. oxysporum f. sp. passiflorae, provenientes dos principais Pólos Agrícolas da Ilha de São Luís, quanto as suas características morfofisiológicas, utilizando as técnicas ARDRA e a PCR/RFLP. Serão utilizados 10 isolados de F. oxysporum f. sp. passiflorae, obtidos do Laboratório de Fitopatologia da UEMA. A caracterização morfológica dos isolados de F. oxysporum f.sp. passiflorae será realizada quanto ao aspecto, crescimento e coloração da colônia. O DNA será extraído de acordo com o protocolo de SDS, com algumas modificações. A PCR será realizada de acordo com o padrão, com modificações na temperatura de anelamento específico para cada primer. Os produtos de amplificação das reações de PCR serão incubados, com as endonucleases de restrição BglII, SmaI, Sal I, BglII, EcoRI, HaeIII, HindIII, EcoRV, HapII e NruI, seguindo especificações dos fabricantes. Após a restrição, será construída uma matriz binária, com os dados obtidos da análise do universo total de fragmentos, do perfil gerado pelas enzimas. Os isolados serão agrupados pelo método das médias das distâncias e representados, graficamente, por um dendrograma (NTSYS-pc versão 2.1, Exeter Software, USA). A caracterização morfológica dos isolados F. oxysporum f. sp. passiflorae vai permitir descrever a espécie, comparando com os identificadores moleculares e, no futuro, a identificação rápida e precisa de isolados de F. oxysporum patogênicos ao maracujazeiro. Palavras chave: F. oxysporum f. sp. Passiflorae; formae speciales; Ardra, PCR-RFLP

33


NOME: FRANCIROSE SHIGAKI E-MAIL: francirose@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.100,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TITULO: SELEÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR PARA O ESTADO DO MARANHÃO VISANDO À PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL DE ETANOL RESUMO: O crescimento populacional do nosso planeta e a necessidade por energia para a indústria e o comércio têm aumentado gradativamente, e as reservas de petróleo, principal fonte de energia do modelo de desenvolvimento atual, estão se esgotando. Por esse motivo, dentre outros, é que várias instituições de pesquisa do mundo inteiro estão em busca de outras fontes de energia, de preferência limpas e renováveis. Uma das alternativas de uso de energia limpa que é sucesso no Brasil é o álcool, um biocombustível produzido a partir da cana-de-açúcar. De acordo com dados da Conab (2009), em 2008, a área plantada de cana no Nordeste foi de 1,1 milhão de hectares, representando um aumento de 4,3% em relação a 2007 (995 mil ha). Particularmente, no Estado do Maranhão, embora representando uma área plantada menor, se comparado com alguns estados dessa região, observou-se um crescimento significativo de 25,2% nas lavouras de cana do setor sucroalcooleiro. Esse fato nos leva a acreditar que em poucos anos, considerando-se a expansão do setor de produção de fontes alternativas de energia (etanol e biodiesel), o plantio de cana no Maranhão terá maior expressão. Desde já, esta cultura necessita de atenção na avaliação de seus aspectos produtivos e ambientais. Diante do exposto, esse projeto propõe a indicação de variedades de cana-de-açúcar mais adaptadas às condições edafo-climáticas da região, e, também, avaliação de técnicas de manejo que visam à produção sustentável do Etanol no Estado do Maranhão, verificando-se, para tal, as formas e doses de aplicação de nitrogênio, com intuito de minimizar as peras de N por lixiviação (nitrato) e volatilização (amônia). Palavras chave: F. oxysporum f. sp. Passiflorae; formae speciales; Ardra, PCR-RFLP

34


NOME: FRANCISCA NEIDE COSTA E-MAIL: franeidec@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.999,80 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO -UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TITULO: EPIDEMIOLOGIA MOLECULAR DO STAPHYLOCOCCUS AUREUS ISOLADO DE MASTITES CLÍNICA E SUBCLÍNICA RESUMO: A mastite causa grandes perdas econômicas para o rebanho leiteiro, interferindo na produtividade e na qualidade do leite. Com o objetivo de identificar o gênero Staphylococcus como agente causador das mastites bovina e caprina, determinar o perfil de sensibilidade antimicrobiana, e caracterizar a epidemiologia molecular das cepas isoladas serão analisadas amostras de leite provenientes de vacas e cabras com mastite clínica e subclínica do rebanho leiteiro da ilha de São Luís (Municípios de São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa). Para determinar a prevalência das mastites clínicas e subclínicas, serão utilizados os testes da caneca de fundo escuro e California Mastitis Test (CMT), respectivamente. Serão utilizados métodos bioquímicos e microbiológicos para a identificação da espécie Staphylococcus aureus e realizada a confirmação molecular dos isolados de S. aureus. O perfil de sensibilidade antimicrobiana das cepas isoladas das amostras de leite será avaliado pelo método de difusão em discos, segundo Bauer et al. (1966). A avaliação da enterotoxigenicidade das cepas de Staphylococcus aureus será feita a partir do filtrado obtido, pesquisando-se as enterotoxinas A, B, C e D (EEA, EEB, EEC e EED), de acordo com a técnica de aglutinação passiva reversa em látex, enquanto que a amplificação de suas sequências codificadoras (sea, seb, sec e sed) será efetuada por intermédio da reação em cadeia da polimerase (PCR: Polymerase Chain Reaction). Os perfis genotípicos das cepas de S. aureus envolvidas nos casos de mastite clínica e subclínica serão pesquisados pela técnica de PCR-ribotipagem e a presença dos genes icaA e icaD, responsáveis pela produção de biofilme, identificada pela PCR. Ao final da pesquisa, espera-se determinar a prevalência das mastites clínicas e subclínicas nas espécies bovina e caprina; conhecer quais os antimicrobianos mais eficientes para o tratamento da doença; identificar o perfil genotípico das cepas de S. aureus; identificar os genes produtores de biofilmes relacionados à resistência bacteriana e verificar a enterotoxigenicidade de modo a contribuir para diminuir os casos de mastites; e melhorar a qualidade do leite produzido e contribuir para o entendimento dos aspectos epidemiológicos da mastite bovina e caprina, na Ilha de São Luís-MA. Palavras chave: Enterotoxinas; Mastites; PCR Ribotipagem

35


NOME: ILKA MÁRCIA RIBEIRO DE SOUZA SERRA E-MAIL: ilkamarcia@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 28.838,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: USO DE TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS NO MANEJO SUSTENTÁVEL DE DOENÇAS DE HORTALIÇAS EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO ORGÂNICA NO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: A agricultura orgânica produz alimentos com qualidade, livres de agrotóxicos e resíduos químicos, e também em quantidade. Além disso, é uma prática sustentável e que tem condições de garantir o sustento dos agricultores familiares, permitindo que produzam com qualidade, livres de contaminações, em harmonia com o meio ambiente, cessando o processo de degradação ambiental que a agricultura provoca na natureza há séculos. A produção orgânica de hortaliças tem crescido significativamente nos últimos anos, em todo o mundo. A comercialização de produtos orgânicos brasileiros cresce, anualmente, o dobro da média mundial, em uma porcentagem estimada em 50%. Considerando que a indução de resistência, a aplicação de resíduos orgânicos e a rotação de culturas vêm se firmando como uma opção ecologicamente correta e economicamente viável, o uso dessas técnicas surge como alternativa sustentável no controle de doenças no sistema de produção orgânica. Diversos autores acreditam que a resistência sistêmica induzida é uma proposta promissora para o controle de doenças, reduzindo, efetivamente, a dependência aos agrotóxicos, e promovendo a proteção contra um amplo número de patógenos, incluindo fungos, vírus, bactérias e nematóides. Há, portanto, necessidade de estudos envolvendo métodos alternativos que eliminem ou reduzam a severidade das principais doenças que afetam as hortaliças. Nesse contexto, a indução de resistência através de produtos naturais constitui método mais eficiente de controle sustentável dessas doenças em sistemas orgânicos de produção, com a vantagem de serem mais econômicos e evitarem a poluição ambiental. Espera-se desenvolver uma metodologia com a utilização de indutores naturais de resistência e a aplicação de diferentes resíduos orgânicos que possam contribuir de forma decisiva para gerar tecnologias alternativas no controle sustentável de doenças de hortaliças em cultivos orgânicos no Estado do Maranhão. Palavras chave: Hortaliças Orgânicas; Indução de Resistência; Produtos Naturais

36


NOME: IVANEIDE DE OLIVEIRA NASCIMENTO E-MAIL: ivaneide_agro@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 6.878,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: EFEITOS DOS ÁCIDOS HÚMICO E FÚLVICO NA MICROFLORA DO SOLO E NA QUALIDADE DA LACTUCA SATIVA L. (ALFACE) EM RELAÇÃO ÀS CONCENTRAÇÕES DE CLOROFILA E NUTRIENTES MINERAIS RESUMO: Alternativas que viabilizem incrementos na produção de forma saudável para o ambiente e para o consumo humano são importantes na busca de uma agricultura sustentável. Neste sentido, pesquisas sobre a ação dos ácidos orgânicos (fúlvico e húmico) na produtividade e qualidade das hortícolas são fundamentais para o desenvolvimento de uma horticultura ecologicamente correta e saudável, contribuindo para a ampliação dos produtos orgânicos, alvo dos consumidores conscientes da necessidade de uma alimentação livre de insumos químicos. Nesta perspectiva, propõe-se desenvolver uma pesquisa, voltada à agricultura familiar, cujo fundamento agroecológico está na utilização de estratégias eficientes para a melhoria do solo e qualidade da planta. A presente pesquisa será realizada nos Laboratório de Química e Biologia, localizados na Universidade Estadual do Maranhão - UEMA/CESI (Centro de Estudos Superiores de Imperatriz), e em Casa de Vegetação, no Centro de Difusão Tecnológica, localizado na área da INFRAERO, no município de Imperatriz - MA, selecionado de acordo com o histórico de cultivo de hortaliças, integrado ao regime de agricultura familiar. Os ácidos fúlvicos e húmicos serão extraídos do esterco bovino, de acordo com metodologia proposta por Benites (2003), e aplicados ao solo para avaliação da qualidade da alface (Lactuca sativa L.) e interferência na população fúngica do solo cultivado, utilizando a metodologia do Instituto Adolfo Lutz (2008), Passos( 1996), Arnon (1949) e Menezes & Assis (2004). Dessa forma, indicar-se-á as melhores dosagens de ácido fúlvico e húmico que proporcionam qualidade da alface (Lactuca sativa L.) em relação ao peso fresco, área foliar, teor de clorofila e sais minerais, bem como a interferência destes na população fúngica do solo, através de uma prática potencialmente eficaz de baixo custo e condizente com os princípios agronômicos e ecológicos que regem o desenvolvimento sustentável de um agroecossistema. Palavras chave: Ácidos Orgânicos; Qualidade Nutricional; Alface

37


NOME: JOSE RIBAMAR DE SOUZA TORRES JUNIOR E-MAIL: ttorresjunior@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 13.094,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: FATORES ANATOMOFISIOLOGICOS QUE AFETAM A QUALIDADE OOCITÁRIA EM BOVINOS

RESUMO: A produção in vitro (PIV) de embriões bovinos tem obtido avanços consideráveis nos últimos anos, e estão sendo, rapidamente, incorporados aos meios de produção. A qualidade do oócito é de suma importância nas tecnologias de reprodução assistida, porém a média atual do desenvolvimento in vitro permanece em torno de 30% do total de oócitos maturados. Nesta perspectiva, objetiva-se verificar se a qualidade de oócitos bovinos obtidos em abatedouro é influenciada por fatores anatomofisiológicos, tais como: época do ano; status ovariano; diâmetro ovariano; diâmetro folicular; e subespécie da fêmea doadora. Serão obtidos ovários de fêmeas bovinas abatidas em unidades frigoríficas em duas épocas distintas do ano. No laboratório, será aferido o número e o diâmetro de folículos e corpos lúteos presentes em cada ovário. Para efeito de análise, os folículos serão categorizados em pequenos (<6mm), médios (6 a 9mm) e grandes (>9mm). Previamente às mensurações, todos os folículos com diâmetro 3mm serão puncionados sob baixa pressão de aspiração e os complexos cúmullus-oócitos (CCO´s) coletados serão avaliados e classificados, de acordo com seu potencial de desenvolvimento in vitro. Para contemplar os objetivos, a metodologia será delineada de forma a distribuir a qualidades dos CCO´s (variável-resposta) de acordo com as categorias anatomofisiológicas (variáveis classificatórias). A análise dos dados será realizada com auxílio do software Statistical Analysis System for Windows SAS®. As médias dos quadrados mínimos geradas pelo PROC GENMOD do SAS® serão comparadas por contrastes ortogonais. As variáveis classificatórias consideradas no modelo estatístico para verificação dos efeitos e interações são: categoria, dia de colheita e animal.

Palavras chave: PIV; Oócitos; Fertilização

38


NOME: JOSÉ RIBAMAR GUSMÃO ARAÚJO E-MAIL: gusmao@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 18.372,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DA ÉPOCA DE PLANTIO E DETERMINAÇÃO DO PONTO DE COLHEITA DO ABACAXI TURIAÇU, NO MUNICÍPIO DE TURIAÇU, MARANHÃO RESUMO: O abacaxi Turiaçu é cultivado exclusivamente no município de Turiaçu, Maranhão, localizado na microrregião do Gurupi, sofrendo forte influência do clima amazônico. O plantio é basicamente familiar com baixo emprego de tecnologias. Em face deste cenário e da crescente demanda de mercado do abacaxi Turiaçu no Maranhão, esta pesquisa objetiva avaliar a qualidade do fruto em diferentes épocas de plantio e definir um ponto de colheita, visando a aumentar a vida de prateleira, reduzir o nível de perdas e oferecer maior segurança aos produtores na comercialização. O trabalho será conduzido na Comunidade Rural de Serra dos Paz, no município de Turiaçu, MA. O plantio será realizado manualmente em covas individuais, em diferentes épocas (janeiro a junho), durante o período chuvoso, utilizando-se mudas tipo filhote, provenientes do próprio local, com dimensões entre 30cm e 40cm de comprimento. Será adotado o espaçamento em fileiras simples de 1,0m x 0,30m, gerando uma densidade de 33.300 plantas/ha. A parcela experimental será constituída de 5 fileiras de 5,0m de comprimento, com 17 plantas por fileiras e totalizando 85 plantas por parcela. A área útil para avaliações biométricas da planta e de qualidade dos frutos será constituída de três fileiras centrais. O delineamento para épocas de plantio será em blocos ao acaso, com 5 repetições e 6 tratamentos, correspondentes às épocas de plantio. Para determinação do ponto de colheita, será utilizado o delineamento inteiramente casualizado, com 5 tratamentos correspondentes aos estádios de maturação e totalizando 8 avaliações consecutivas, sendo que cada fruto constituirá uma repetição. Os dados obtidos na avaliação das plantas e frutos serão submetidos à análise de variância pelo teste F e as médias dos tratamentos comparadas pelo teste de Tukey, ao nível de 5% de probabilidade. Análises de correlações fenotípicas entre variáveis quantitativas serão estabelecidas com o objetivo de explicar relações de causa e efeito. Palavras chave: Abacaxi Turiaçu; Maturação Fisiológia; Época de Plantio

39


NOME: LIVIO MARTINS COSTA JUNIOR E-MAIL: livioslz@yahoo.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 24.151,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE FITOTERÁPICO PARA O COMBATE AO CARRAPATO DOS BOVINOS RHIPICEPHALUS (BOOPHILUS) MICROPLUS OBTIDO DO ÓLEO E DA TORTA DE PINHÃO MANSO (JATROPHA CURCAS) E SUAS FRAÇÕES RESUMO: O uso de plantas medicinais vem sendo intensamente investigado para o controle de diversos agentes causadores de doenças. O objetivo desta proposta é avaliar a atividade carrapaticida do óleo e da torta de pinhão manso sobre Rhipicephalus (Boophilus) microplus, além de avaliar a atividade de diferentes frações desta torta obtida por fracionamentos cromatográficos e identificar alguns possíveis compostos ativos. A ação carrapaticida será verificada com testes de sensibilidade larvar e de fêmeas ingurgitadas sob imersão. As tortas serão maceradas na solução Triton X-100 0,6% e Etanol 33% sendo utilizadas as concentrações de 150; 100; 75; 50 e 10 mg de torta por mililitro de solução. O óleo será dissolvido nesta mesma solução e concentrações. Frações de diferentes massas moleculares e frações enriquecidas com ester de forbol e curcina de pinhão manso também serão testadas. Além disso, proteína total, vitelina, lipídeos e a perda de água dos ovos serão quantificados nos ovos oriundos de fêmeas ingurgitadas tratadas e não tratadas. Espera-se, ao final deste projeto, obter resultados suficientes para agregar mais um valor comercial para o óleo e a torta de pinhão manso e, em médio prazo, possa iniciar a utilização como carrapaticida, fornecendo assim aos produtores uma alternativa natural ao combate a este ectoparasito e assim patentear um fitoterápico a partir deste subproduto. Palavras chave: Pinhão manso; Torta; Óleo

40


NOME: MARIA JOSÉ PINHEIRO CORRÊA E-MAIL: mjcorreazea@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.961,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: LEVANTAMENTO FITOSSOCIOLÓGICO DE PLANTAS ESPONTÂNEAS NAS CULTURAS DO FEIJÃO-CAUPI E MILHO NO SISTEMA DE CAPOEIRA TRITURADA RESUMO: A pesquisa será conduzida com o objetivo de identificar e quantificar a composição florística de plantas espontâneas nas culturas do feijão-caupi e do milho, no sistema de capoeira triturada na Pré-Amazônia Maranhense, no município de Santa Luzia do Paruá. O levantamento da comunidade infestante será realizado durante dois anos agrícolas (2009/2010, 2010/2011), em área de produtores que praticam o sistema de capoeira triturada. Serão utilizados, como unidade amostral para os levantamentos florísticos das plantas espontâneas na área com feijão-caupi, quadros de 0,50 m x 0,50 m e, para o milho, retângulos de 1,5 m x 0,30 m, lançados aleatoriamente dentro das entrelinhas das culturas, até perfazer 1% da área útil das parcelas. A cada lançamento, as plantas daninhas serão colhidas e identificadas, contando-se o número de indivíduos, por espécie. A massa seca das plantas daninhas será quantificada após secagem em estufa com ventilação forçada de ar, a 70° C, até atingir massa constante. Os parâmetros fitossociológicos a serem obtidos são: densidade relativa, frequências absoluta e relativa, dominância relativa e o índice de valor de importância. Palavras chave: Comunidade Infestante; Índices Fitossociológicos; Zea Mays; Vigna Unguiculata

41


NOME: MAURICÉLIA FERREIRA ALMEIDA E-MAIL: mauricellia1@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.979,40 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: DIVERSIDADE DE CIGARRINHA-DAS-PASTAGENS (HEMIPTERA) NO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: As cigarrinhas-das-pastagens são insetos sugadores, essencialmente graminícolas, pertencentes à ordem Hemiptera, família Cercopidae, que compreendem várias espécies, distribuídas nas mais diversas condições ecológicas. Na fase adulta, os insetos sugam a seiva das folhas e inoculam toxinas, causando intoxicação sistêmica nas plantas, que interrompem o fluxo de seiva e o processo vegetativo. Assim, o trabalho tem como objetivo estudar a diversidade de cigarrinhas-das-pastagens no Estado do Maranhão. O trabalho será conduzido em propriedades localizadas nos municípios de Imperatriz, Açailândia, Ribamar Fiquene e João Lisboa/MA. A avaliação do nível de infestação de cigarrinhas-das-pastagens será determinada por meio de contagem de ninfas e adultos, através de coletas realizadas mensalmente. Na coleta de adultos, serão efetuadas quatro amostragens por piquete com a utilização de uma rede entomológica do tipo rede de varredura. Na amostragem de ninfas, será efetuada contagem de ninfas no interior de um quadrado de madeira com 0,25m² arremessado ao caso em 10 pontos por piquete. A caracterização das comunidades de cigarrinhas-das-pastagens será feita por meio de diferentes índices faunísticos: frequência relativa, constância, dominância, riqueza, diversidade e similaridade, calculados para cada agroecossistema. Os dados de precipitação pluviométrica (mm), temperatura (ºC) e umidade relativa do ar (%) serão obtidos, mensalmente, junto ao Laboratório de Metereologia do Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão por intermédio de plataformas de Coleta de Dados (PCDs) instaladas nas cidades de São Luís e Imperatriz (MA). Palavras chave: Pragas; Pastagem; Biodiversidade

42


NOME: RAIMUNDA NONATA SANTOS DE LEMOS E-MAIL: rlemos@cca.uema.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.845,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: BIOLOGIA DA MOSCA NEGRA DOS CITROS ALEUROCANTHUS WOGLUMI ASHBY (HEMIPTERA: ALEYRODIDAE) E PREFERENCIA DE OVIPOSIÇÃO EM DIFERENTES HOSPEDEIROS NATURAIS RESUMO: A mosca negra dos citros é uma praga fitófaga que se aloja na face abaxial das folhas e, atualmente, vem se tornando uma grave ameaça à fruticultura brasileira. Este trabalho objetiva conhecer os aspectos bioecológicos de A.woglumi e a preferência de oviposição em diferentes hospedeiros naturais, para as condições do Maranhão. A biologia de A.woglumi será realizada em três plantas hospedeiras: caju (Anacardium occidentale), manga (Mangifera indica) e laranja (Citrus sp.). As mudas serão plantadas em vasos de 3,0 litros, contendo substrato composto por solo, esterco, cal e adubo químico. Posteriormente, os vasos com as mudas de mesma idade serão colocados dentro de gaiolas (20cm x 85cm), onde serão liberados 10 casais. Em cada espécie hospedeira, serão selecionadas três folhas por vaso para o acompanhamento do ciclo de vida do inseto. Das posturas colocadas, serão mantidos 10 ovos em cada folha, sendo os demais eliminados. O monitoramento será efetuado diariamente com o auxílio de um estéreo microscópio, observando-se as variáveis: duração dos períodos de ovo, ninfa, pupa e adulto; determinação das taxas de sobrevivência em cada hospedeiro; determinação do número de posturas e viabilidade das mesmas. Para os testes de preferência de oviposição, serão confeccionadas 50 gaiolas (16,5cm x 55cm). Serão utilizadas 10 mudas enxertadas das espécies frutíferas abacate, goiaba, caju, manga, laranja e limão, totalizando 50 plantas. Em cada gaiola, serão isolados 30 insetos adultos, durante 48 horas. Após esse período, os insetos serão recapturados e contados o número de postura/planta e o número de ovos/postura. Para as variáveis que apresentarem dados com distribuição normal, os resultados serão submetidos à análise de variância segundo o delineamento inteiramente casualizado, e as médias comparadas pelo teste de Tukey (5%). E quando os dados não apresentarem normalidade, utilizar-se-á o teste não-paramétrico de Kruskal-Wallis para comparação das médias. Palavras chave: Praga Quarentenária; Biologia; Plantas frutíferas

43


NOME: RITA DE MARIA SEABRA NOGUEIRA DE CANDANEDO GUERRA E-MAIL: grita62@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.851,12 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS DE BABESIA SP., EHRLICHIA SP. E RICKETTSIA SP. EM CÃES DE AMBIENTE URBANO E RURAL DA MESORREGIÃO DO LESTE MARANHENSE, MICRORREGIÃO DE CHAPADINHA-MA, BRASIL. RESUMO: As hemoparasitoses e riquetsioses são causadas por um grupo de parasitos que afetam os animais domésticos, silvestres e o homem. Infecções por Ehrlichia, Babesia e Rickettsiai podem causar doenças importantes na clínica de pequenos animais, além disso, são de interesse em saúde pública, devido ao potencial zoonótico. Apesar disso, no nordeste brasileiro, onde existe uma alta prevalência do parasitismo de cães por carrapatos transmissores, há poucos estudos com o objetivo de conhecer aspectos epidemiológicos, ou determinar fatores associados à infecção, bem como caracterização molecular destes parasitos. Dessa forma, ainda não se conhece a verdadeira magnitude dessas doenças. Dada a indiscutível relevância das hemoparasitoses e riquetsioses em saúde animal e pública, aliado ao fato de não haver dados para o Estado do Maranhão que nos permita avaliar o impacto destas infecções e as mudanças ambientais ocorridas na microrregião de Chapadinha, é que propomos a realização deste projeto de pesquisa. Objetiva-se estudar a soroepidemiologia e epidemiologia molecular de infecção por Ehrlichia, Babesia e Rickettsia em cães de ambiente urbano e rural na mesorregião do Leste Maranhense; avaliar a frequência de anticorpos anti-E. canis, anti-B. canis e anti- Rickettsia pela Reação de Imunofluorescência Indireta; detectar Ehrlichia, Babesia e Rickettsia por meio da Reação em PCR; quantificação dos patógenos pela PCR em tempo real; estudar a taxa de coinfecção entre a Ehrlichia, Babesia e Rickettsia; determinar a soroprevalência de infecção por Ehrlichia, Babesia e Rickettsia em cães infectados naturalmente; identificar as espécies de carrapatos em cães naturalmente infestados; determinar os fatores associados para infecções causadas por Ehrlichia, Babesia e Rickettsia. Os resultados permitirão avaliar se na região em estudo estes agentes estão circulando em ambiente rural e/ou urbano, assim como identificar as espécies de carrapatos, potenciais vetores. Palavras chave: Hemoparasitas; Riquetsias; Maranhão

44


NOME: ROSANE CLAUDIA RODRIGUES E-MAIL: rosanerodrig@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 28.399,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: ECOFISIOLOGIA DO CAPIM-XARAÉS (BRACHIARIA BRIZANTHA) SUBMETIDO A DIFERENTES INTENSIDADES DE CORTE RESUMO: Pretende-se, com este trabalho, avaliar a ecofisiologia do capim-xaraés (Brachiaria brizantha) em diferentes intensidades de cortes nas condições edafoclimáticas de Chapadinha. O experimento será conduzido no Setor de Forragicultura, em área pertencente ao CCAA/UFMA. Os tratamentos utilizados serão determinados através da combinação entre intervalos de cortes baseados na interceptação luminosa (IL) pelo dossel durante a rebrotação (95% de IL) e quatro intensidades de desfolhação (alturas do resíduo de 10, 20, 30 e 40cm). Estes serão impostos às unidades experimentais em delineamento experimental de blocos completos ao acaso, com cinco repetições e quatro tratamentos, totalizando 20 unidades experimentais, que receberão as seguintes denominações (95/10, 95/20, 95/30, 95/40). Durante as épocas de maior crescimento dos pastos (período das chuvas), as leituras serão realizadas a cada sete dias e, na época de menor crescimento (período seco), a cada 15 dias, até que valores próximos às metas de 95% de IL sejam atingidos. A partir desse momento, as avaliações serão realizadas a cada três dias até que as metas pré-corte sejam alcançadas. A altura do pasto será medida com régua de 1m de comprimento graduada em centímetros. Para a determinação da massa de forragem e composição morfológica, serão colhidas amostras representativas dos pastos nas condições de pré e pós-corte, utilizando armações metálicas de 0,5m². As sub-amostras serão levadas ao laboratório para determinação da percentagem de matéria seca e estimativa de produção de massa de forragem por parcela. As variáveis morfogênicas analisadas serão: Taxa de aparecimento de folhas (TApF); Filocrono (FIL); Taxa de alongamento de folhas (TALF); Duração de vida das folhas (DVF); e número de folhas verdes (NFV). Será realizada as seguintes análises químico-bromatológica: MS, MO, PB, EE, FDN e FDA. Os dados serão analisados por meio do programa estatístico SA. Palavras chave: Acúmulo de Forragem; Interceptação Luminosa; Características Morfogênicas

45


NOME: SINVAL GARCIA PEREIRA E-MAIL: sinval@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: ESTUDO FITOQUÍMICO E BIOLÓGICO DE QUATRO ESPÉCIES DE PLANTAS DA FAMÍLIA LECYTHIDACEAE UTILIZADAS POR CRIADORES NO COMBATE A ECTOPARASITOS RESUMO: Pelo nome de sapucaia é conhecido, no Brasil, um grande número de árvores que pertencem à família botânica das Lecythidaceae, a mesma que pertence a imponente castanheira-do-pará. No cerrado leste maranhense, existem muitas espécies desta família que são usadas no controle e combate a ectoparasitos, entre elas, destacam-se as espécies conhecidas pelos nomes populares sapucaí, sapucarana, sapucaia-castanha e sapucaiamirim. Deste modo, o presente estudo avaliará a atividade ectoparasitária de extratos e frações em testes de atividade carrapaticida. Palavras chave: Família Lecythidaceae; Atividade Carrapaticida; Cerrado Maranhense

46


NOME: TACIANA GALBA DA SILVA TENÓRIO E-MAIL: tacianagalba@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA SOBRE A ATUAL SITUAÇÃO DA LEPTOSPIROSE EM PEQUENOS RUMINANTES NA MICRORREGIÃO DE CHAPADINHA, ESTADO DO MARANHÃO. RESUMO: A leptospirose é uma doença bacteriana infecto-contagiosa que acomete o homem e os animais domésticos e silvestres, largamente disseminada, assumindo considerável importância como problema econômico e de saúde pública. A caprinovinocultura, no Estado do Maranhão, destaca-se no cenário brasileiro em termos efetivos de rebanho, porém o principal risco no processo de comercialização de animais e de seus produtos derivados resume-se ao ingresso e a difusão de agentes causadores de doenças transmissíveis, a exemplo da Leptospira, com suas inúmeras variantes sorológicas, que pode causar aos pequenos ruminantes sérios distúrbios reprodutivos, além do que a enfermidade também pode estar associada à profissão do indivíduo e, portanto, ser considerada uma enfermidade ocupacional para profissionais que lidam com animais ou águas contaminadas pela urina destes. Portanto, tendo em vista a ausência de informações a respeito da leptospirose no rebanho de pequenos ruminantes na microrregião de Chapadinha, Estado do Maranhão, além da importância desta doença como zoonose, o presente trabalho tem por objetivo analisar a ocorrência de aglutininas para Leptospira interrogans, através da técnica de soroaglutinação microscópica (SAM), durante o período de dois anos, nos rebanhos de ovinos e caprinos de pequenos produtores, além de estabelecer os principais fatores de risco associados à enfermidade. Ao término da presente pesquisa, espera-se estabelecer a(s) propriedade(s) na microrregião de Chapadinha de maior prevalência e os principais fatores de risco associados à ocorrência da enfermidade nos ovinos e caprinos, além de se estabelecer um controle efetivo da leptospirose através das várias estratégias citadas pela literatura. Palavras chave: Anticorpos Anti-leptospiras; Caprinos; Ovinos

47


Edital Universal 004/2010

CiĂŞncias AgrĂĄrias

48


NOME: ADENILDE RIBEIRO NASCIMENTO E-mail: adenild@bol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 21.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TITULO: COMIDA DE RUA COMERCIALIZADA EM SÃO LUÍS/MA: diagnóstico higiênico-sanitário RESUMO: Muitos estudos têm sido realizados para discriminar as características do segmento de comida de rua, em diferentes continentes. No Brasil, de modo oposto a esta tendência e dado o caráter informal da atividade, pouco é sistematizado, estudado e publicado sobre o assunto, havendo uma lacuna na disponibilidade de informações e número limitado de textos na área de alimentos, com referências predominantemente de caráter microbiológico (CLARKE, 2000). Apesar de estes estudos sinalizarem o risco potencial relacionado à comida de rua, a insuficiência de dados sobre o setor, nos aspectos social, econômico, alimentar e nutricional e de magnitude de despesas com doenças de origem alimentar, não sustenta (ou dificulta) a tomada de decisões políticas e o planejamento locais. Destaca-se, ainda, que os baixos níveis de educação formal e de educação sanitária da população, associados à quase inexistência de uma regulamentação específica para este tipo de comércio, agravam ainda mais o quadro (GÓES, 1999; GERMANO et al., 2000). Tomando por base a comida de rua como um segmento da cadeia de suprimento de alimentos para populações urbanas e as projeções de crescimento populacional para as cidades de médio e grande porte no Brasil (IBGE, 2002), as questões ambientais e de saúde pública relativas a este comércio tendem a piorar, na ausência de planejamentos efetivos (CLARKE, 2000). Mediante a consolidação deste segmento, e considerando o interesse internacional de organismos como a Organização Mundial de Saúde (OMS), Organização Panamericana de Saúde (OPAS) e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), assim como a necessidade de estabelecer programas e recomendações para o alcance de melhores níveis de saúde para populações, pela prática da alimentação saudável, prioritário se faz assegurar a formulação, implementação e avaliação de políticas públicas que visem à aquisição e o consumo de alimentos seguros, por toda a população. Assim, justifica-se a realização de um estudo que desvende aspectos associados à comida de rua no Brasil, de modo que se possa traçar o perfil do trabalhador e da atividade, dimensionando os impactos sob a ótica social e econômica e a sua influência na condição de saúde da população. A partir destas informações, o estudo contribuirá para: a proposição e a implementação de programas educativos para comerciantes e manipuladores de alimentos; a regulamentação da comercialização dos diferentes produtos; para o desenvolvimento de tecnologias voltadas ao desenho e instalação dos pontos de venda; e, também, que faculte atividades com vistas à educação e conscientização do consumidor, quanto ao seu papel na determinação da qualidade dos alimentos vendidos nas ruas. Palavras Chave: Comida de Rua; Higiene; Toxinfecções Alimentares 49


NOME: FABRÍCIO DE OLIVEIRA REIS E-MAIL: fareoli@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.492,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TITULO: CARACTERIZAÇÃO DA FISIOLOGIA PÓS-COLHEITA DAS CULTIVARES “TURIAÇU” E “PÉROLA” DE ABACAXI: UM ESTUDO COMPARATIVO RESUMO: A excepcional qualidade do fruto de abacaxi Turiaçu, atualmente muito propalada pela mídia e pelos consumidores, parece resultar da combinação de três fatores: a genética superior da variedade, a relativa riqueza química do solo em nutrientes minerais como potássio e magnésio e a boa adaptação ao microclima local que propicia a maturação dos frutos em pleno período seco do ano (agosto a novembro), com baixa umidade relativa e temperaturas elevadas, produzindo frutos de sabor doce agradável. O Maranhão e os pesquisadores não podem abrir mão de conhecer e desenvolver um produto que tem reais condições de oferecer oportunidades de mercado e de geração de renda àqueles que vivem da agricultura familiar. Como uma variedade nativa e em processo de domesticação, o aparato tecnológico é insuficiente para atender os produtores, notadamente no que se refere às técnicas e práticas culturais e constitui-se num desafio para os pesquisadores e organizações de produtores. Somente a partir de 2006 que uma pequena equipe de pesquisadores deu início às pesquisas realizadas diretamente nas áreas dos produtores, o que, de certa forma, facilita a transferência dos resultados aos interessados. Por outro lado, a baixa inserção dos resultados das pesquisas aplicadas à agricultura familiar (tecnologias apropriadas) no Maranhão está associada ao anêmico sistema de assistência técnica oficial existente. Os experimentos sobre espaçamentos e adubação realizados nas áreas de produtores de Serra dos Paz, com a efetiva participação da Comunidade, já permitiu imediata mudança no sistema de plantio (AGUIAR JÚNIOR & ARAUJO, 2009). Apesar do recente sucesso comercial do abacaxi Turiaçu, muitos gargalos do sistema de produção precisam ser superados. A elevada percentagem de frutos comercializados com sintomas de podridões, broca-do-fruto, defeitos morfológicos, frutos fora de padrão (peso baixo ou excessivo) e em estádio avançado de maturação, tem gerado perdas e prejuízos significativos aos produtores. Nesse sentido, os esforços da pesquisa e das agências de fomento nesta área devem se concentrar, na ampliação da época de plantio que venha resultar no alargamento do período de colheita e consumo e na melhor definição do ponto de maturidade fisiológica dos frutos. A caracterização da cultivar 'Turiaçu' em um estudo comparativo com a variedade mais consumida no Brasil (cultivar 'Pérola'), com um respaldo técnico-científico, pode divulgar suas qualidades no meio acadêmico e científico, com a possibilidade de introduzir o abacaxi 'Turiaçu' no cenário nacional e vir a competir por uma fatia de mercado. O entusiasmo dos pesquisadores e técnicos da região e o forte envolvimento das comunidades de agricultores, além da maior segurança aos órgãos de fomento que financiam os projetos produtivos, constituem razões para que a equipe técnica submeta a presente proposta à FAPEMA. Palavras Chave: ananas comosus (l.) Merril; Fisiologia Pós Colheita; Qualidade de Fruto

50


NOME: FELIPE BARBOSA RIBEIRO E-MAIL: felipebribeiro@yahoo.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.912,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: COMPOSIÇÃO QUÍMICA E VALORES DE ENERGIA METABOLIZÁVEL DE ALIMENTOS ALTERNATIVOS DETERMINADOS EM FRANGO DE CORTE CAIPIRA EM DIFERENTES IDADES RESUMO: O atual consumidor vem demonstrando exigências por melhores produtos que supostamente estariam relacionados à qualidade de vida. Busca-se não somente a simples satisfação do valor nutricional, mas também o prazer com o ato de comer e a garantia de que o alimento não tenha qualquer efeito negativo sobre a saúde. Esta exigência influencia a indústria em procurar satisfazer os clientes, gerando produtos diferenciados que atendam a preferência do consumidor. Em relação aos produtos de origem animal, particularmente carne de frangos, nota-se um maior interesse por questões como bem estar animal, higiene, conservação, apresentação e valor nutricional, enfim, características que garantam a qualidade do produto, sem que os animais sejam criados em condições estressantes, nem que apresentem um crescimento consideravelmente rápido (Carrijo & Menezes, 2004). O frango tipo caipira ou tipo colonial, que é resultado do frango de corte de desenvolvimento lento, criado no sistema semi-intensivo ou caipira, vem atender a exigência dos consumidores que, cada vez mais esclarecidos e interessados em adquirir produtos com maiores atributos de qualidade, estão em busca de uma alimentação mais próxima do natural. A procura pelo frango de corte tipo caipira ocorre, principalmente, porque sua carne possui um sabor mais acentuado do que a do frango industrial. Espera-se que aves de crescimento lento que são criadas com ração concentrada, acesso a piquetes de gramíneas e abatidas em idade mais avançada apresentem carne mais rígida e mais saborosa do que a carne de aves criadas em sistema intensivo (Fanatico et al., 2005). A melhor textura e maior resistência encontrada na carne do frango tipo caipira pode ser atribuída ao fato da possibilidade de exercício durante o pastejo (Santos et al., 2005), favorecendo a mastigação mais lenta, permitindo assim que o seu sabor seja mais ressaltado (Silva & Nakano, 2001). Somado a isto, a criação de frangos de corte do tipo caipira permite a utilização de instalações mais simples e, consequentemente, de menor custo de implantação, sendo ideal para pequenos e médios produtores. Entre os elementos que compõem o custo de produção na criação de frangos de corte do tipo caipira, o item referente à alimentação representa o de maior proporção dentre os demais. Para formular as rações, o farelo de soja tem sido utilizado como a principal fonte de proteína e aminoácidos e o milho principal alimento energético. Em todo o país, devido aos constantes aumentos de preço dessas matérias primas, há uma crescente preocupação em pesquisar alimentos alternativos que propiciem às aves um bom desempenho e permitam redução nos custos de produção. A preocupação é maior no Nordeste, devido à baixa capacidade da produção de grãos. Considerando essa necessidade e em virtude do aumento das agroindústrias locais, com um consequente

51


incremento da produção de resíduos, surgiu o interesse de se estudar a utilização de subprodutos regionais, como possíveis substitutos do milho e do farelo de soja na alimentação animal. Em geral, os subprodutos, são ingredientes de baixo custo e podem ser facilmente encontrados em certas áreas, em determinadas épocas do ano (Lima, 2000). A região Nordeste é a maior produtora de mandioca, mamona e babaçu do Brasil, sendo que o uso de matérias-primas oriundas desses vegetais regionais na substituição parcial do milho e do farelo de soja nas rações de frango de corte tipo caipira pode ser uma alternativa viável e menos onerosa. Para isso, a avaliação qualitativa desses alimentos, pela medição do grau de eficiência da digestão e da absorção dos componentes nutricionais é de suma importância. Dentre os parâmetros qualitativos, o conhecimento do valor energético é fundamental para permitir o correto balanceamento das rações, de maneira a atender as exigências nutricionais, sem prejudicar o desempenho e o desenvolvimento dos frangos de corte do tipo caipira. Palavras Chave: Frango do Tipo Caipira; Alimentos Alternativos; Valor Nutricional

52


NOME: GUILLAUME XAVIER ROUSSEAU E-MAIL: guilirous@yahoo.ca TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 21.400,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TITULO: O EFEITO DA FREQUÊNCIA DE FOGO E O PAPEL DO CARVÃO NO SOLO EM ECOSSISTEMAS DA AMAZÔNIA MARANHENSE RESUMO: Na Amazônia, os ecossistemas naturais estão sendo destruídos em um ritmo acelerado, e, no Nordeste da região (Maranhão e Pará), os remanescentes de florestas primárias estão muito reduzidos e continuam sendo desmatados. Há uma urgência em estudar esses fragmentos para resgatar informações sobre sua biodiversidade e seus processos naturais. Entender o funcionamento desses sistemas pode gerar ferramentas para garantir a sustentabilidade da agricultura que se estabeleceu sobre áreas semelhantes. Essa urgência é ainda mais crítica considerando a grande fragilidade estrutural dos solos da região (Moura et al., 2009). Em particular, não se sabe como o uso do fogo afeta o ciclo do carbono nesses solos, qual é o papel do carbono preto nesse ciclo, e mais desconhecida ainda é a diversidade de invertebrados, principais engenheiros da estrutura física, essencial para uma produção sustentável (Lavelle et al., 2006). Por outro lado, existe um potencial muito grande de conservação da qualidade e biodiversidade do solo no mosaico criado na paisagem pela agricultura familiar de corte-queima, considerando que capoeiras antigas sejam preservadas (Rousseau et al., 2010, Mathieu et al., 2005). A presente proposta visa integrar e complementar os dados coletados no âmbito de dois projetos em andamento: o projeto PNPD (Edital CAPES/FINEP n° 10/2009), do qual o proponente é bolsista, e o projeto “Diversidade e conservação de pequenos fragmentos no Maranhão” do Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Conservação (PPGBC) da UFMA. Essa integração permitirá o uso das áreas de capoeira com dados de taxa de conversão da biomassa vegetal em carvão e perfil do carvão no solo do projeto PNPD, junto com os dados de biomassa dos fragmentos de mata primária do projeto da UFMA. Além de fornecer um balanço completo do carbono nesses sistemas, esse estudo permitirá a combinação de dados de diversidade do solo e da vegetação, essencial para uma compreensão aprofundada do funcionamento dos ecossistemas (Wolter et al., 2000; Wardle et al., 2004). Finalmente, a caracterização do balanço de carbono ao longo de uma cronosequência, junto com os dados já disponíveis de conversão em carvão das matas primárias (Fearnside, 1991; Hairiah et al., 2001), constituirá uma base para o desenvolvimento de futuros modelos do ciclo do carbono nesses sistemas, ferramentas essenciais para avaliar as perdas de carbono pelas queimas, o potencial de sequestro de carbono (Vasques et al., 2010) e o cálculo dos serviços ambientais proporcionados pelas diferentes estratégias de mitigação do desmatamento (Hairiah et al., 2001; Engel e Palmer, 2008) e conservação do solo (Hairiah et al., 2001; Swinton et al., 2007). Palavras Chave: Fogo; Carbono Preto; Estabilidade Estrutural

53


NOME: HELDER DE MORAES PEREIRA E-mail: helderpereira@cca.uema.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 24.334,90 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: DETECÇÃO DE ANTICORPOS CONTRA O VÍRUS DA DVB (DIARRÉIA BOVINA VÍRUS) NO LEITE INDIVIDUAL E DE CONJUNTO EM TANQUE DE REBANHOS NÃO VACINADOS NO MARANHÃO/BRASIL RESUMO: A produção de leite no Brasil, inicialmente, era voltada para a subsistência devido à ausência de políticas sociais que incentivassem tal atividade. Só em 1945, houve a interferência do governo quando passou a regulamentar o preço do leite através do tabelamento. Isto se deu através de estímulos à produção, redução da sazonalidade e incentivo do consumo. Até a década de 50, a produção apresentava grande deficiência de controle sanitário e a comercialização era feita de porta em porta. Mais tarde com o Regulamento de Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (RIISPOA) foram estabelecidos padrões de industrialização e comercialização, por meio da pasteurização, tornando o leite um produto de interesse comercial. A atividade leiteira tem um importante papel na sustentabilidade das propriedades agrícolas, tanto no autoconsumo, como na geração de renda. O Estado do Maranhão apresenta grande potencial para o desenvolvimento da pecuária leiteira moderna. Dos Estados que compõe a Região Nordeste, o Maranhão está menos exposto a instabilidades climáticas periódicas, o que permite uma programação em médio prazo, capaz de definir um efetivo de rebanho, compatível com as potencialidades de produção da região. É oportuno afirmar que ganhos de produtividade estão relacionados, basicamente, ao uso de tecnologias capazes de melhorar a eficiência dos fatores de produção, principalmente genética, alimentação e sanidade dos animais. Quanto à sanidade do gado leiteiro no Estado do Maranhão, avanços consideráveis ainda são esperados, principalmente no que se refere às doenças infecciosas, como no caso da Diarréia Viral Bovina. A repercussão econômica e sanitária da BVD é significativa pela ampla distribuição e alta prevalência nos rebanhos. Estudos recentes têm demonstrado que essa infecção está amplamente difundida no rebanho bovino do Brasil e que as amostras brasileiras do vírus apresentam variabilidade antigênica marcante. Além disso, o aumento no número de casos envolvendo esta enfermidade deve-se às grandes importações, por criadores de gado Holandês através das fronteiras Brasil com Argentina e Uruguai. Considerando a importância que a enfermidade possui dentro dos rebanhos bovinos, principalmente aqueles voltados à exploração leiteira, juntamente aos poucos dados epidemiológicos da ocorrência de BVD nos rebanhos do Maranhão, aliado a prática deficiente e/ou inexistente de sanidade nas propriedades leiteiras e a ausência de programas de assistência técnica especializada, é que se propõe este projeto. Palavras Chave: Bovinos; Elisa; Diarréia Viral Bovina

54


NOME: JUSSARA SILVA DANTAS E-MAIL: jussara@ufma.br TOTAL: R$ 6.370,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: COMPORTAMENTO VEGETATIVO E NUTRICIONAL DO NIM (AZANDIRACHTA INDICA A. DE JUSSIEU) EM RELAÇÃO À ADUBAÇÃO ORGÂNICA SOB DOIS SOLOS NA MICRORREGIÃO DE CHAPADINHA-MA RESUMO: Os solos da região do Cerrado Maranhense apresentam geralmente baixos teores de matéria orgânica, sendo a produtividade dependente dos níveis de fertilidade natural e da possibilidade de mantê-los através da ciclagem de nutrientes (Sampaio et al., 1995), por isto é imprescindível a incorporação de estercos, compostos orgânicos e adubos verdes. As formas para adicionar matéria orgânica aos ambientes degradados podem ser bastante variáveis, indo desde a aplicação de serrapilheira da própria vegetação, passando por compostos orgânicos. Dentre os compostos orgânicos, os estercos animais são os mais importantes, devido a sua composição, disponibilidade e benefícios de aplicação (Maia, 2002). A capacidade do nim para crescer com poucas exigências a torna uma espécie indicada para reflorestamento em áreas degradadas; ele não exige solos de alta fertilidade, desenvolvendo-se bem até em terrenos áridos. A árvore se adapta bem a locais com temperaturas que variam entre 8°C a 40°C. Quanto mais quente, mais rápido é o seu crescimento. Também se desenvolve em regiões com poucas chuvas e solos profundos (Laredo, 2003). Portanto, faz-se necessário o estudo e a implantação de espécies florestais exóticas para auxiliar na recuperação de enormes áreas degradadas, tanto pelo uso do fogo, quanto pelo manejo inadequado. Diante do exposto, o objetivo da pesquisa é avaliar a absorção de nutrientes e o crescimento vegetativo do Nim (Azandirachta indica A. de Jussieu) sob adubação orgânica em duas classes de solos na Microrregião de ChapadinhaMA. Palavras Chave: Espécies Florestais; Degradação do Solo; Revegetação

55


NOME: MANOEL DE OLIVEIRA DANTAS E-MAIL: escritorio_imperatriz@fapema.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.990,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TITULO: ESTUDO ELETROCARDIOGRÁFICO METABÓLICO E ERITROCITÁRIO DE EQUINOS DE TRAÇÃO EXISTENTE NA CIDADE DE IMPERATRIZ/MA RESUMO: O Eletrocardiograma (ECG) é o registro extracelular das variações do potencial elétrico do músculo cardíaco em atividade. As ondas de despolarização e repolarização que se propagam ao longo das fibras cardíacas podem ser consideradas dipolos em movimento como momentos dipolares variáveis. Estes dipolos determinam campos elétricos variáveis que podem ser detectados pela medida da diferença de potencial através de eletrodos colocados na superfície cutânea. Desta forma, os potenciais gerados pelo coração durante o ciclo sístole-diástole (contração/relaxamento) podem ser registrados aplicando-se eletrodos em diferentes posições do corpo. Na prática, existem locais padronizados onde os eletrodos de registro são colocados, de acordo com orientações pré-estabelecidas. Na realidade, o que se mede é a diferença de potencial elétrico entre dois pontos no campo elétrico gerado pelo dipolo elétrico cardíaco ao longo do ciclo cardíaco. Os pontos de medida são escolhidos e padronizados, originando as várias derivações. Os cavalos existentes na cidade de Imperatriz, Estado do Maranhão, são submetidos a exercícios físicos intensos aliados ao clima forte da cidade, falta de um correto manejo alimentar e hidratação, induzindo, desta forma, a mudanças bruscas do seu comportamento animal. Nessas atividades, os animais são submetidos a exercícios físicos intensos aliados ao clima que passa por enormes mudanças. Estas variações climáticas são fatores estressantes para os animais, que devem ser capazes de induzir respostas fisiológicas, a fim de suportar melhor as condições ambientais adversas (PALUDO et, 2002). Para os cavalos, entre os fatores mais estressantes, pode-se citar ainda o transporte, o exercício, a laminite, além de mudanças na temperatura e umidade ambiental (FOREMAN & FERLAZZO, 1996). Os quatro elementos ambientais que mais afetam a temperatura corporal são: temperatura do ar, umidade do ar, radiação e vento. A exata combinação desses elementos na qual se inicia o estresse calórico é difícil se não impossível de se especificar, uma vez que, dada combinação, pode ser favorável ou desfavorável, dependendo do animal e das condições particulares na qual ele se encontra (BARBOSA & SILVA, 1995). A adaptabilidade pode ser avaliada pela habilidade do animal de se ajustar às condições ambientais médias, assim como aos extremos climáticos (BACCARI Jr. 1986). Animais bem adaptados caracterizam-se pela manutenção ou mínima perda no desempenho produtivo durante o estresse, alta eficiência reprodutiva, alta resistência às doenças, longevidade e baixa taxa de mortalidade. Palavras Chave: Eletrocardiograma; Metabolismo Sanguíneo; Cavalos

56


NOME: MARIA DA CRUZ CHAVES LIMA MOURA E-MAIL: avmmoura51@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: ALTERNATIVAS DE PRÁTICAS DE MANEJO NO SISTEMA DE PRODUÇÃO DA SOJA E FEIJÃO CAUPI SOB DIVERSOS RIZÓBIOS, NA MICRORREGIÃO CHAPADINHA, NORDESTE MARANHENSE RESUMO: O Estado do Maranhão tem vivenciado um forte crescimento econômico como resultado da exploração dos seus recursos naturais. Esse crescimento tem proporcionado grandes mudanças na paisagem vegetal e nos agrossistemas, sendo também causa de profundas mudanças nos padrões sócio-culturais. Além das alterações diretas das mudanças na cobertura vegetal, o modelo agrícola utilizado, com tecnologias que agregam mecanização agrícola com uso intensivo do solo, sem cobertura morta, desmatamento intensivo e uso de genótipos não adaptados às condições ambientais locais, representa um conjunto de fatores que conduzem às principais causas de impactos negativos decorrentes da ocupação das áreas, notadamente aquelas localizadas no bioma cerrado, onde a ocupação tem ocorrido de forma mais intensa. Após a grande ocupação do cerrado no sul maranhense, iniciada na década de 1970, a microrregião de Chapadinha vem sofrendo grandes pressões de uso da terra, com profundas mudanças no modelo tecnológico, principalmente nas áreas de cerrado. A redução de áreas disponíveis no sul do Estado e as vantagens comparativas desta nova microrregião agrícola, devido à proximidade com São Luís, onde se localiza o complexo portuário do Itaqui, têm sido condições decisivas no aumento do uso dos recursos naturais. A microrregião de Chapadinha abrange nove municípios (Chapadinha, Urbano Santos, Belágua, Anapurus, Mata Roma, Milagres do Maranhão, Buriti, Brejo e Benedito do Rio Preto), todos pertencentes à Bacia Hidrográfica do Rio Munin (predominância de rios perenes); com clima tipo Úmido, com temperatura média mensal em torno de 18ºC, com predominância de 45% de um complexo de solo (argissolo Vermelho-Amarelo + Argissolo Vermelho-Amarelo concrecionário) e Latossolo Amarelo (22% de predominância na microrregião), com Índice de Desenvolvimento Humano em torno de 0,56-um dos mais baixos do Brasil (NuGeo, 2007). Portanto, apresenta grandes potencialidades e desafios para o desenvolvimento sustentável, como a indicação de alternativas de práticas de manejo das matrizes tecnológicas de sistemas de cultivo e de genótipos, para a melhoria contínua dos cenários de desenvolvimento diversificado, e assim podem ser assegurados benefícios sócio-ambientais. Atualmente, são cem sojicultores presentes na microrregião de Chapadinha, com áreas plantadas em torno de 400 a 2.000 ha, com produtividade cerca de 40 a 60 sacas/ha (2.400 a 3.600 kg/ha). O feijão-caupi é cultivado principalmente para a produção de grãos, secos ou verdes, para consumo humano, ocupando uma área de aproximadamente 210 mil hectares (NuGeo, 2007). Entretanto, baixos níveis de produtividade (500 kg/ha) têm sido observados nas áreas produtoras do Estado e uma das principais causas é a baixa fertilidade natural dos solos e manejo inadequado do solo e sistema de produção rudimentar. Um aspecto relevante nesta pesquisa é o estudo sobre a fixação biológica de nitrogênio por meio da associação do feijão-caupi e soja com bactérias do grupo rizóbio presentes no solo. A obtenção de materiais com maior capacidade de fixação biológica de nitrogênio poderá melhorar muito a produtividade da cultura na microrregião de Chapadinha, uma vez que, na grande maioria das áreas onde estas duas leguminosas são cultivadas, os solos são de baixa fertilidade natural. Palavras Chave: Leguminosas; Sistemas de Produção; Desenvolvimento Sustentável

57


NOME: MARIA ROSANGELA MALHEIROS SILVA E-MAIL: rmalheir@yahoo.com.br TOTAL DE AUXÍLIO: R$ 11.835,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS T Í T U L O : I N T E R F E R Ê N C I A D A C O M U N I D A D E I N F E S TA N T E N A PRODUTIVIDADE DA CULTURA DO ARROZ DE TERRAS ALTAS DO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: No Maranhão, a cultura do arroz de terras altas tem uma grande importância sócio-econômica, principalmente para agricultura familiar, que a cultiva no sistema de "corte e queima", cujas perdas de produtividade provocada pelas plantas daninhas não se tem quantificado. Porém, sabe-se que o custo de controle das plantas daninhas é muito oneroso. Segundo Silveira Filho et al (1984), no sistema de arroz de sequeiro ou terras altas, se as plantas daninhas não forem adequadamente controladas, a população aumenta de ano para ano e os seus efeitos tornam-se mais drásticos. No primeiro ano de cultivo, a população de plantas daninhas geralmente é baixa, e a sua concorrência com o arroz não constitui maiores problemas. Todavia, a partir do segundo ano de cultivo na mesma área, o problema se agrava de tal maneira que se torna um dos mais sérios obstáculos para produção de arroz. Os fatores que afetam o grau de interferência entre plantas infestantes e culturas agrícolas estão em esquema proposto por Bleasdale (1960) e adaptado por Pitelli (1985). Segundo este esquema, o grau de interferência depende de fatores ligados à própria cultura (espécie, espaçamento e densidade de plantio), à comunidade infestante (composição específica, densidade e distribuição), às condições edáficas, climáticas e tratos culturais, e, finalmente, dependem também da época e da extensão em que ocorreu a associação. Existem vários estudos dos períodos críticos de interferência das plantas daninhas na cultura do arroz de terras altas no Brasil, no entanto, nem sempre os resultados obtidos foram semelhantes devido às diferenças de condições edafoclimáticas e da cultivar usada nos experimentos. Para o período anterior à interferência (PAI), foram encontrados valores variáveis de 12 até 45 dias após a emergência (SILVA e DURIGAN, 2006; OLIVEIRA e ALMEIDA,1982). Enquanto para o período total de prevenção da interferência (PTPI) os valores variaram dos 30 dias (SILVA e DURIGAN, 2009), 40 dias (ALCÂNTARA et al.,1982; SILVA e DURIGAN, 2006), até 50 dias após a emergência da cultura (AZEVEDO e COSTA, 1988). Esses trabalhos forneceram informações com base em um período de tempo definido, ou seja, dias após a emergência cuja variação é função das espécies de plantas daninhas, da cultivar usada, das condições ambientais (água, luz e temperatura) e edáficas (fertilidade e textura do solo), onde crescem as plantas. Isso mostra que para cada condição ambiental poderá haver um período crítico de competição diferente em número de dias, evidenciando a regionalização para esta linha de pesquisa. Palavras Chave: Plantas Daninhas; Período Crítico de Competição Oryza Sativa

58


NOME: MARIANO OSCAR ANÍBAL IBANEZ ROJAS E-MAIL: ibanez@ifma.edu.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.800,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - IFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TITULO: IDENTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DAS POTENCIALIDADES AMBIENTAIS, SOCIAIS, CULTURAIS E ECONÔMICAS DO MUNICÍPIO DE CODÓMA: ASPECTOS SUSTENTÁVEIS RESUMO: As microbacias se caracterizam por sua diversidade biológica, seu potencial hídrico e pelos recursos naturais que permitem o uso e ocupação dos seus solos por comunidades principalmente humanas. As unidades paisagísticas, preferenciais das microbacias, onde os assentamentos humanos se localizam encontram-se, frequentemente, em áreas próximas aos rios. Os efeitos provocados pelas ações antrópicas oriundas das atividades humanas desenvolvidas nestes locais são extremamente deletérios a estes ecossistemas afetando, sobretudo, a qualidade ambiental dos corpos hídricos. A identificação e caracterização do “status quo” destes ambientes em seus diferentes compartimentos – principalmente água e biota - e sua correlação com as questões sociais e econômicas que se refletem diretamente sobre o ambiente onde estas atividades ocorrem são de vital importância para a compreensão e planejamento das ações a serem desenvolvidas nestas áreas. A identificação e caracterização da vegetação marginal (mata ciliar e vegetação ripária) são, também, de fundamental relevância, uma vez que aspectos sociais estão intimamente associados com essas formações vegetacionais, principalmente no tocante às populações tradicionais, que obtinham, e ainda obtêm, o sustento próprio, o tratamento de doenças e as vias de locomoção a partir dos ecossistemas aquáticos e ripários. Muitos conhecimentos tradicionais, quanto ao uso de recursos naturais, estão associados à vegetação ripária. O conhecimento da diversidade de espécies, vegetais marginais fornecerá subsídios para futuras ações de uso racional e recomposição destas matas. A identificação e caracterização das macrófitas aquáticas tornam-se de suma importância, uma vez que o crescimento excessivo das populações de macrófitas aquáticas indica alterações das condições ambientais destes ecossistemas, através de processos naturais ou de gênese antrópica que ocorrem no meio. Essas alterações promovem diversos problemas, tais como: degradação da qualidade da água, mudanças de sua composição, diminuição da concentração de oxigênio dissolvido, alteração da cor, liberação de gases, produção de odores e distúrbio funcional do metabolismo do ambiente. O conhecimento da diversidade de espécies de macrófitas aquáticas permitirá estabelecer o grau da qualidade ambiental dos corpos hídricos das microbacias objeto deste estudo. A identificação e caracterização da ictiofauna das microbacias estudadas revestem-se de particular importância para o desenvolvimento de ações estratégicas para sua conservação. A ictiofauna está intrinsecamente associada à sobrevivência das comunidades tradicionais, quando não da população codoense. O conhecimento das inúmeras espécies de peixes possibilitará futuras ações para sua repopulação nos ecossistemas aquáticos estudados. Ações de educação ambiental nas comunidades que exercem suas atividades em ou próximos a estes 59


ecossistemas aquáticos permitirão um manejo sustentável destes recursos, viabilizando uma melhor qualidade de vida para estas populações, constituindo mais uma justificativa para a execução deste projeto. Neste projeto, estão previstas a participação de professores, estudantes - Curso Técnico em Meio Ambiente (IFMA - Codó), Graduação (IFMA - Codó e UFMA - São Luís) e Pós-Graduação (Mestrado em Sustentabilidade de Ecossistemas DEOL/UFMA) - junto às comunidades ribeirinhas e de áreas de influência das microbacias aqui estudadas. Esta interação oportunizará aquisição de informações técnico-científicas que permitirão o fornecimento de subsídios para a execução de ações conjuntas para o uso e conservação sustentável dos recursos naturais das microbacias estudadas. O registro e publicação dos dados aqui adquiridos permitirão a socialização destas informações em nível local, nacional e internacional, além de possibilitar a qualificação dos participantes discentes e da comunidade. Palavras Chave: Potencialidades Ambientais; Microbacias Codó; Aspectos Sustentáveis

60


Edital Universal 010/2009

Ci锚ncias Biol贸gicas

61


NOME: ALEXANDRA MARTINS DOS SANTOS SOARES E-mail: alexandrasoares@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.430,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: EFEITO DO METIL JASMONATO E DO ÁCIDO SALICÍLICO EXÓGENOS NO METABOLISMO DE EXTRATOS FOLIARES DE JATROPHA CURCAS (PINHÃO MANSO) RESUMO: As plantas estão sujeitas a grande variedade de estresses, o que compromete sua fisiologia e bioquímica, causando grandes perdas anuais em termos de produção agrícola. Contudo, existem mecanismos de resposta das plantas a estresses que vêm sendo estudados nos últimos anos e que possuem grandes lacunas a serem elucidadas. Jatropha curcas, conhecida como pinhão manso, é uma planta da família Euphorbiacea, com grandes aplicações econômicas, sendo uma das oleaginosas com maior destaque na produção de biodiesel no Brasil e uma das culturas com maior produtividade. Muitas pragas, incluindo ácaros, insetos, fungos, nematóides, dentre outros, atacam J. curcas, diminuindo o desenvolvimento deste vegetal e causando prejuízos na produção de óleo. Neste contexto, surge a necessidade de uma investigação acerca das respostas de Jatropha curcas a estresses, para que possa aumentar a produtividade desta cultura, gerando renda de forma sustentável, assim como contribuindo para a agricultura familiar. Este projeto tem como objetivo avaliar o metabolismo protéico das folhas de J. curcas submetidas ao tratamento com dois hormônios de defesa: metil jasmonato e ácido salicílico. Para tanto, serão realizadas: verificação da melhor concentração de cada hormônio a ser utilizada; quantificação das proteínas; verificação de alterações protéicas induzidas pelos hormônios através de análises por eletroforese e ensaios enzimáticos; identificação das proteínas que forem alteradas de forma mais significativa após os tratamentos. Espera-se, ao final deste projeto, entender os mecanismos de defesa de Jatropha curcas ao estresse e gerar subsídios para a futura criação de cultivares desta planta resistente a estresses, auxiliando o Programa Nacional de Biodiesel do governo federal. Palavras chave: Jatropha Curcas; Estresse; Defesa

62


NOME:ANDRE LUIZ GOMES DA SILVA E-MAIL: andrebotanico@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.196,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: BIOLOGIA REPRODUTIVA DE DUAS ESPÉCIES DE FABACEAE OCORRENTES NO CERRADO MARANHENSE RESUMO: O Bioma Cerrado é um complexo de formações vegetais que ocupa uma área de aproximadamente 2 milhões de km² no território brasileiro, ocorrendo, principalmente, nos estados do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais, Tocantins, Bahia, Piauí e Maranhão, além do Distrito Federal. No Estado do Maranhão, o cerrado está situado entre as regiões norte, nordeste e centro-oeste e ocupa uma área de aproximadamente 30% do território do estado. O município de Chapadinha está localizado na microrregião de Chapadinha (03°44'17” Sul e 43°20'29” Oeste), também conhecida como microrregião do Alto Munim (IBAMA, 2006) e toda sua área está incluída dentro do bioma Cerrado. O mecanismo reprodutivo de espécies nativas é um parâmetro importante na manutenção do equilíbrio ecológico de muitos sistemas biológicos, pois permeiam as diversas relações planta-animal existentes, seja no mecanismo de polinização, de dispersão e até mesmo na pilhagem dos recursos florais, de frutos e sementes. Além do que, a estrutura genética das populações vegetais está diretamente ligada ao comportamento de forrageio dos seus polinizadores e dispersores de frutos e sementes. O conhecimento acerca da biologia reprodutiva de espécies vegetais também é um parâmetro importante na manutenção e propagação de culturas agrícolas, pois pode maximizar o sucesso reprodutivo de tais espécies e propor medidas estratégicas para aumentar a produção vegetal, além de melhorar a qualidade dos frutos e sementes. Os estudos sobre a biologia reprodutiva de plantas dos cerrados maranhenses ainda são incipientes. Este trabalho tem como objetivo avaliar a biologia reprodutiva de Bowdichia virgilioides e Pterondon emarginatus, espécies de ampla distribuição no cerrado brasileiro ocorrentes nas savanas da Reserva da Itamacaoca e de grande importância ecológica e econômica em virtude das suas propriedades fitoterapêuticas e também da sua madeira. Palavras chave: Polinização; Cerrado; Biologia floral

63


NOME:ANDREA CHRISTINA GOMES DE AZEVEDO CUTRIM E-MAIL: andreacgazevedo@uol.com.br TOTAL DO AUXILIO: R$ 16.404,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: INFLUÊNCIA DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS PARA O PLÂNCTON NA REGIÃO PORTUÁRIA DA BAÍA DE SÃO MARCOS - MA. RESUMO: Em seu conjunto, o plâncton é de vital importância para os ecossistemas marinhos, pois representa a base da teia trófica nos ecossistemas aquáticos. Mudanças em sua composição e estrutura podem ocasionar profundas modificações em todos os níveis tróficos. Variações no regime meteorológico, características geomorfológicas regionais e os impactos antropogênicos nas áreas costeiras estabelecem, em conjunto, o regime hidrográfico particular de cada região e, consequentemente, as características taxonômicas e a dinâmica espaço-temporal de suas comunidades planctônicas (BRANDINI et al., 1997). O estudo da ecologia do plâncton marinho e estuarino é de enorme importância, uma vez que as comunidades planctônicas desempenham papel primordial na dinâmica das cadeias tróficas marinhas, assim como na produtividade ictiológica. O plâncton é muito sensível a qualquer alteração que ocorra no ambiente em que vive, desde a simples elevação da temperatura da água até a ausência de luz. A poluição causada pelo homem, que lança resíduos industriais e esgoto doméstico em rios, lagos e oceanos, representa uma ameaça a esses organismos. O objetivo deste trabalho é identificar possíveis influências das alterações climáticas para o plâncton, na região portuária da baía de São Marcos - MA. Palavras chaves: mudanças climáticas; plâncton; região portuária

64


NOME:CARLOS MARTINEZ RUIZ E-MAIL: nyctic@yahoo.com TOTAL DO AUXILIO: R$ 17.316,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: AVIFAUNA MARANHENSE: BIOGEOGRAFIA E CONSERVAÇÃO NUM MOSAICO ECOTONAL RESUMO: A avifauna do Maranhão é particularmente rica. As comunidades de aves refletem muito bem a complexidade e heterogeneidade dos biomas presentes num entorno geográfico. Pouco se sabe, entretanto, sobre a distribuição geográfica das aves maranhenses, e, particularmente, no contexto geográfico tão significativo da transição entre biomas. Mesmo a lista da avifauna do Estado precisa de atualização. O presente projeto se propõe melhorar o conhecimento da avifauna do Maranhão, identificando os limites geográficos da distribuição de cada espécie e os parâmetros ecológicos críticos para essa distribuição, identificando o status de conservação de cada espécie. Pretende-se preencher as lacunas ainda existentes quanto à composição da avifauna maranhense; definir os limites da distribuição geográfica de cada espécie; quantificar a densidade populacional das espécies que oferecerem tamanho amostral suficiente; testar com que parâmetros ambientais e aspectos geográficos é possível correlacioná-las; avaliar o status de conservação de quantas espécies seja possível; emitir hipóteses sobre as consequências que qualquer migração de biomas sofre devido à intervenção humana ou as mudanças sistêmicas globais que poderá ter sobre a distribuição das aves, tanto no Maranhão quanto na transição Norte-Nordeste, em geral; e oferecer, assim, dados-base para a utilização das aves como indicadores de migração de biomas em avaliações ambientais, tanto de longo prazo quanto de emergência. Palavras chave: avifauna; biologia da conservação; biogeografia

65


NOME:CLAUDIO URBANO BITTENCOURT PINHEIRO E-MAIL: cpinheiro@elo.com.br TOTAL DO AUXILIO: R$ 23.056,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: AS FLORESTAS DE JUÇARA (Euterpe oleracea Mart.; Palmae) NA BAIXADA MARANHENSE: UMA ALTERNATIVA REGIONAL DE VALOR AMBIENTAL, UTILITÁRIO E ECONÔMICO PARA A RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES RESUMO: O projeto pretende desenvolver um programa de revegetação dos Juçarais nativos da região lacustre de Penalva, na Baixada Maranhense, e em especial das Matas de Aterrados, que resulte na recomposição da vegetação ciliar de lagos, rios e igarapés da região, contribuindo, no curto prazo, para a geração de renda, pelo extrativismo dos frutos e, no médio prazo, para o incremento na pesca, pela reposição dos ambientes de abrigo, alimentação e reprodução da fauna ictiológica. Penalva, município objeto deste estudo, está localizada no conjunto hidrográfico formado pela Bacia do rio Pindaré. São vários os rios (em geral temporários), lagos e igarapés existentes. O rio formador das áreas inundáveis e lagos da região de Penalva é o Pindaré. Em termos gerais, espera-se que o projeto resulte em: 1) Levantamento e mapeamento de áreas de Aterrados e Matas de Galeria no município de Penalva-MA; 2) Revegetação de áreas-piloto de Aterrados e Matas de Galeria no município, recompondo as funções ecológicas e sócio-econômicas desses ambientes; 3) Entendimento da dinâmica de uso e a relação dos Juçarais com a conservação - as razões para devastação desses ambientes. Com este conhecimento, contrapor as razões para conservação; 4) Geração de conhecimento sobre produção de mudas de Juçara para uso local, de forma a garantir a continuação do programa de revegetação de Aterrados e Matas de galeria; 5) Criação de uma consciência e entendimento local da importância da vegetação ciliar constituída pelos Juçarais; 6) Incremento da renda regional pelo aumento na produção e venda de frutos de Juçara; 7) Melhoria na pesca local pela recuperação dos ambientes ciliares de Aterrados e Matas de galeria. Palavras chave: Juçara; Mata Ciliar; Revegetação

66


NOME: ELIZABETH DE SOUSA BARCELOS BARROQUEIRO E-MAIL: edsbb@uol.com.br TOTAL DO AUXILIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA IN VITRO E IN VIVO DE MESOCARPO DE BABAÇU (ORBIGNYA PHALERATA, MART) RESUMO: O pó de mesocarpo de babaçu (Orbignya phalerata, Mart) tem relevada importância regional como alimento e como medicamento, sendo muito utilizado como antiinflamatório e analgésico e consumido por pessoas em tratamento de reumatismo, artrite reumatóide, úlceras, tumores e inflamações em geral. Por ser rico em fibras, é indicado para tratamento de prisão de ventre, colite e emagrecimento. Devido o seu teor de amido, vitaminas e sais minerais também é indicado como suplemento alimentar. Curiosamente, nenhum dos rótulos de embalagens do produto faz referências quanto à existência de resultados pré-clínicos ou clínicos que comprovem cientificamente as atividades preconizadas. Estudos pré-clínicos demonstram que o mesocarpo de babaçu possui atividade moduladora sobre a inflamação, anti-úlcera, antitireoide, aumento de glicemia, fosfatase alcalina, hemoglobina total e glicada, além de aumentar o número de células secretoras de anticorpos auto-reativos em camundongos. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é investigar atividade antimicrobiana do extrato hidroalcóolico de mesocarpo de babaçu in vitro e in vivo. Na investigação in vitro, será utilizado o método de difusão do disco (Kirby-Bauer), determinação da concentração inibitória mínima (CIM) e bactericida mínima (CBM), utilizando cepas American Type Culture Collection (ATCC) de Enterococcus faecalis, Staphylococcus aureus e Escherichia coli, segundo as recomendações do Clinical Laboratorial Standards Institute, 2008 (CLSI). A investigação in vivo utilizará a indução de sepse pelo método de ligação e perfuração cecal - CLP (Cecal Ligation and Perfuration) e indução intraperitonial de sepse experimental por Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis e Escherichia coli em camundongos. A avaliação da sepse considerará sobrevida dos animais, quantificação das células do exsudado, quantificação das unidades formadoras de colônias bacterianas, dosagem de óxido nítrico e determinação da concentração de citocinas. Espera-se que os dados obtidos gerem informações seguras que viabilize a utilização do pó de mesocarpo de babaçu como alternativa terapêutica em programas de atenção primária à saúde da população, agregando valor e certificação ao produto regional. Palavras chaves: Mesocarpo de Babaçu; Orbignya Phalerata; Atividade Antimicrobiana

67


NOME:ELMARY DA COSTA FRAGA E-MAIL: elmaryfraga@yahoo.com.br TOTAL DO AUXILIO: R$ 23.456,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: DIVERSIDADE GENÉTICA E PADRÕES FILOGEOGRÁFICOS DE CHARACIFORMES DE IMPORTÂNCIA ECONÔMICA: subsídios para resolução de incertezas taxonômicas e planos de manejo RESUMO: Os Characiformes constituem um grupo de peixes dominantes em ambientes de água doce da América do Sul, ocorrendo mais da metade de suas espécies na Amazônia. Nas bacias hidrográficas do Estado do Maranhão, representantes desta ordem pertencentes às famílias Anostomidae (Leporinus piau), Erythrinidae (Hoplias malabaricus) e Prochilodontidae (Prochilodus lacustris) ocorrem com frequência, exibindo problemática em sua taxonomia baseada, principalmente, em caracteres morfológicos. Dessa forma, dificulta a correta identificação e compromete a implementação adequada de planos de manejo e conservação para estes táxons. Nesta proposta, serão utilizadas sequências do genoma mitocondrial (COI e Região Controle/Alça D) e nuclear (RAG2), para identificar (barcoding), caracterizar e estimar os níveis de variabilidade genética de populações de peixes da ordem Characiformes de importância econômica (Leporinus piau, Prochilodus lacustris e Hoplias malabaricus). A amostragem será obtida em diferentes pontos da bacia do rio Parnaíba, Itapecuru, Pindaré e Mearim. Para a coleta, serão utilizados apetrechos de pesca como redes de arrasto, malhadeiras de vários milímetros, espinhel de fundo e tarrafas. Nas análises genéticas, o DNA total será isolado, utilizando-se o protocolo de fenolclorofórmio, e os fragmentos da região do genoma mitocondrial (COI e D-loop) e nuclear (RAG2) serão amplificados através da técnica de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR), usando-se primers universais. Os produtos das PCRs purificados serão sequenciados, utilizando-se o método didesoxiterminal nos sequenciadores automáticos de DNA MegaBace ou ABI 377 do Campus de Bragança/UFPA. As sequências serão editadas e alinhadas no programa BioEdit. Os níveis de variabilidade e a estrutura genética das populações serão analisados no programa Arlequin versão 3.01 e DnaSP v5. Os cladogramas filogenéticos serão gerados no programa MEGA 4 e PAUP. Palavras chave: Piau; Curimatá e Traíra; Peixes; Maranhão

68


NOME:FRANCISCA HELENA MUNIZ E-MAIL: fhmuniz@yahoo.com TOTAL DO AUXILIO: R$ 29.170,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO – UEMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: PROGRAMA DE PESQUISA EM BIODIVERSIDADE (PPBIO) DA AMAZÔNIA: INVENTÁRIO DA VEGETAÇÃO DA AMAZÔNIA MARANHENSE NA RESERVA BIOLÓGICA DO GURUPI RESUMO:O projeto se dispõe a realizar o levantamento da diversidade e da estrutura da vegetação da Amazônia maranhense, na região do Gurupi, a fim de estabelecer sítios de coleta integrada padronizada, que possam agregar outros grupos biológicos e estudos ecológicos, dentro dos pressupostos do Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBIO) da Amazônia. Será utilizada a metodologia dos protocolos padronizados para estudos de vegetação arbórea e arbustiva, visando à identificação das espécies vegetais, de seus padrões de distribuição e abundância, e o entendimento de processos ecológicos na Amazônia maranhense, o que fornecerá subsídios para as tomadas de decisão, tanto no nível das políticas públicas quanto na conservação desse ecossistema e de seus recursos naturais. O projeto será executado em dois anos, dispondo da infraestrutura material e humana da Universidade Estadual do Maranhão, além de contar com o apoio do PPBIO e do ICMBio. Palavras chaves: Estrutura de Vegetação; Inventário de Vegetação; Reserva Biológica

69


NOME: GILDA VASCONCELLOS DE ANDRADE E-MAIL: gildavandrade@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: DIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO DE PEQUENOS FRAGMENTOS NO MARANHÃO RESUMO: Apesar do volume de conhecimento acumulado sobre os efeitos da fragmentação dos ambientes naturais, pouco foi esclarecido sobre a relação entre a fragmentação e a degradação ambiental antropogênica, que é o foco central desse projeto. Pretendemos dar continuidade aos estudos sobre diversidade de vertebrados terrestres e plantas vasculares em áreas ecotonais no Maranhão, adicionando uma abordagem analítica através dos métodos da ecologia de paisagem. Assim, poderemos avaliar os efeitos de variáveis locais e regionais nos padrões de diversidade, incluindo o grau de degradação ambiental. Continuaremos, também, os estudos autoecológicos e sobre interações populacionais, especialmente competição e parasitismo, aliando-se métodos observacionais e experimentais. A ênfase será nas espécies suscetíveis ou resistentes à fragmentação ou à degradação do ambiente natural e às espécies invasoras dos fragmentos de vegetação nativa. Além da aplicação dos conhecimentos gerados para a conservação e manejo nos fragmentos remanescentes, esperamos incrementar a publicação científica e de divulgação e a formação de recursos humanos para atuação em ecologia e conservação no estado. Palavras chave: Biodiversidade; Cerrado; Restinga

70


NOME: JORGE LUIZ SILVA NUNES E-mail: silvanunes@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 28.091,50 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: ESTRUTURA DA COMUNIDADE DE PEIXES DO MÉDIO RIO MUNIM, MARANHÃO, BRASIL RESUMO: A América do Sul apresenta a ictiofauna de água doce mais rica do mundo, com uma grande diversidade de formas e adaptações, entretanto, é reduzido o número de trabalhos versando sobre a distribuição longitudinal, composição das espécies e ecologia trófica, sendo ainda limitado o número de rios e riachos estudados (Gomes et al., 1960). No Brasil, cerca de 85% das espécies são peixes primariamente de água doce, e o restante são peixes de grupos marinhos que invadiram secundariamente a água doce (Malabarba e Reis, 1987). No Estado do Maranhão, os estudos taxonômicos visando ao conhecimento das espécies ícticas e suas distribuições geográficas, base apropriada para delimitação de áreas de endemismo, ações de manejos e gestão adequada desses recursos, ainda são muito deficientes (Piorski et al., 1998). O objetivo do presente projeto é inventariar a composição ictiofaunística do Médio Munim, levando em consideração sua variação espaço-temporal e suas características biológicas e ecológicas. A metodologia constará de coletas dos peixes com variados petrechos de pesca a fim de melhor representar a ictiocenose do rio Munim. Também serão levantadas características alimentares e reprodutivas para uma melhor compreensão dos aspectos da dinâmica da sua ecologia em função de condições sazonais. Associado aos dados primários que serão obtidos através das coletas e análises em laboratório, serão realizadas entrevistas com moradores ribeirinhos para complementar com suas informações culturais e empíricas, consolidando atividades de etnoictiologia. Por fim, as expectativas são de resultados consistentes sobre a biologia e ecologia de ictiocenose do Munim e realizar um feedback com a população ribeirinha sobre conservação e preservação dos recursos pesqueiros, para sua sustentabilidade e produção científica em vários veículos de divulgação. Palavras chave: Ictiocenose; Cerrado; Chapadinha

71


NOME:LARISSA NASCIMENTO BARRETO E-MAIL: laraufma@yahoo.com.br TOTAL DO AUXILIO: R$ 29.930,40 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: ECOLOGIA E CONSERVAÇÃO DE TARTARUGAS DO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO:Esta proposta tem como objetivo geral obter informações sobre a ecologia e "status" da conservação de espécies de tartarugas no Estado do Maranhão. Para as espécies de água doce, serão obtidos dados complementares, a fim de subsidiar o manejo adequado de algumas delas, tais como: de estrutura populacional, análise de gônadas, ecologia de nidificação e diversidade genética. Os estudos de gônadas, por exemplo, vão dizer a idade da maturidade sexual e apontar se os indivíduos estão maturando mais cedo, devido à pressão de caça na área estudada. Para as marinhas, será feito o mapeamento de áreas de ocorrência, de desovas e observações de impactos sobre suas populações na natureza, com o envolvimento de comunidades locais que auxiliem na conservação das mesmas. Os trabalhos com tartarugas devem ser de longo prazo, uma vez que as espécies têm vida longa. Muitos deles já estão em andamento, pois dependem de tempo para dar respostas satisfatórias. Os estudos com estrutura populacional, por exemplo, estão sendo desenvolvidos desde 2000, pois os resultados advindos deste estudo só terão validade se puderem ser avaliados em longo prazo. Eles serão úteis para se mostrar flutuações no tamanho populacional das espécies ao longo do tempo e assim subsidiar ações de conservação e manejo. Os trabalhos de avaliação de comercialização e proposta de criação em cativeiro também estão sendo desenvolvidos em longo prazo, pois os resultados finais irão gerar um documento que será entregue ao IBAMA para a liberação das atividades. O trabalho completo depende de: análises microbiológicas e químicas da água, dados de ecologia de alimentação, ecologia de ninho etc. Muitos desses ainda não estão concluídos. Palavras chave: Conservação; Manejo; Tartarugas

72


NOME: LIGIA TCHAICKA E-mail: ltchaicka@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 28.013,20 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: VARIABILIDADE GENÉTICA EM POPULAÇÕES DE MACROBRACHIUM ROSENBERGII NAS REGIÕES DO LITORAL ORIENTAL E BAIXADA MARANHENSE: investigações sobre a dispersão de uma espécie invasora RESUMO: Macrobrachium rosenbergii, o popularmente conhecido Camarão Gigante da Malásia, é uma espécie nativa da região Indo-Pacífica, cuja criação em cultivo ocorre em muitos países, entre eles o Brasil. A espécie é hoje considerada exótica invasora devido a eventos de escape para a natureza que possibilitaram M. rosenbergii invadir muitos ambientes naturais da costa brasileira, desde o estado do Paraná até o Pará. No Maranhão, o Camarão Gigante da Malásia já pode ser encontrado em toda a costa e na região da Baixada Maranhense, habitando, assim, áreas de extrema importância ecológica, onde estão localizadas várias unidades de conservação. Tendo em vista que invasões biológicas são eventos determinantes da saúde e composição das comunidades aquáticas, este estudo tem como proposta a investigação da variabilidade genética e estruturação populacional de M. rosenbergii introduzido nas regiões da Baixada e Litoral Oriental Maranhense. Para tal, serão obtidos fragmentos de duas regiões do DNA mitocondrial (genes 16S e COI) de animais coletados em cinco diferentes municípios (Primeira Cruz, Humberto de Campos, Penalva, Pinheiro e Anajatuba). Através dos dados obtidos, buscar-se-á o entendimento de padrões de dispersão da espécie em ambientes recentemente colonizados, níveis de variabilidade genética e possíveis eventos diferenciais de introdução. Tais informações poderão subsidiar a elaboração de planos de manejo e controle para o Camarão da Malásia, bem como contribuir com a compreensão acerca dos impactos causados pelas invasões biológicas em ambientes aquáticos. Palavras chave: Camarão; Invasão Biológica; Variabilidade Genética

73


NOME:LUCILENE AMORIM SILVA E-MAIL: lucileneamorimsilva@yahoo.com.br TOTAL DO AUXILIO: R$ 7.999,70 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: AVALIAÇÃO IMUNOFARMACOLÓGICA DOS EXTRATOS HIDROALCOÓLICO DE TEPHROSIA CINEREA E JULOCROTON TRIQUETER RESUMO:As leishmanioses são infecções parasitárias de elevada morbi-mortalidade em populações Asiáticas, Africanas e Latino-Americanas. No Brasil, a leishmaniose é uma antropozoonose emergente devido, principalmente, às condições sociais, econômicas e culturais da população. Registram-se casos em todos os estados brasileiros, destacando-se o Maranhão com 88% dos Municípios atingidos, sendo o estado de maior prevalência na região Nordeste. Antimoniais pentavalentes e anfotericina B são os fármacos rotineiramente usados no tratamento desta enfermidade, porém são potencialmente tóxicos, inconvenientes de administrar e podem causar resistência clínica. Pesquisadores vêm buscando alternativas terapêuticas para o tratamento da leishmaniose, destacando-se os estudos com espécies vegetais com base nos levantamentos etnofarmacológicos e relação quimiotaxonômica. Recentemente, a alta taxa de notificação de casos no Brasil, tanto de leishmaniose tegumentar quanto de leishmaniose visceral, tem aumentado os investimentos governamentais e despertado o interesse da biotecnologia no sentido de desenvolver alternativas profiláticas bem como alternativas terapêuticas viáveis, eficazes, com menos efeitos colaterais e mais acessíveis à população. A presente proposta visa à identificação imunofarmacológica das espécies vegetais com potencial anti-leishmanial. As espécies escolhidas nessa proposta são Tephrosia cinerea (L) Pers e Julocroton triqueter (Lam.) didr. var. triqueter. A escolha dessas espécies deve-se ao uso popular no tratamento das úlceras leishmanióticas, mas, principalmente, aos resultados promissores obtidos por nosso grupo que, recentemente, avaliou a atividade leishmanicida in vitro para formas promastigotas de L. amazonensis de dez extratos vegetais, detectando que os extratos hidroalcoólico de Julocroton triqueter e Tephrosia cinerea apresentaram expressiva atividade antiLeishmania com Concentração Inibitória 50% (CI50) de 29,5 µg/mL e 43,6 µg/mL, respectivamente. Palavras chave: Tephrosia Cinérea; Julocroton Triqueter; Atividade leishmanicida.

74


NOME:MANUEL ALFREDO ARAUJO MEDEIROS E-MAIL: alf@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 19.997,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: EXPEDIÇÃO PARA COLETA DE MATERIAL FÓSSIL NAS FORMAÇÕES CODÓ, ITAPECURU E ALCÂNTARA, CRETÁCEO INFERIOR E MÉDIO DA BACIA SÃO LUÍS-GRAJAÚ, MARANHÃO RESUMO:A Bacia de São Luís, localizada no extremo Norte do Maranhão, juntamente com as bacias Grajaú e Parnaíba, estas duas englobando o Centro-Sul do Maranhão, recobrem, juntas, 90% do território maranhense. A origem destas bacias sedimentares está relacionada à fragmentação do supercontinente Gondwana, especificamente à separação da América do Sul e África. Pesquisas em Paleontologia e Geologia têm produzido um volume considerável de informações relacionadas ao clima, à geografia, à fauna e flora da Era Mesozóica no Maranhão. Associado à fauna dinossauriana, encontram-se, ainda, na Ilha do Cajual, fragmentos de troncos silicificados de coníferas, fragmentos mineralizados de pteridófitas (samambaias arborescentes estimadas em 3,5m de altura), dentes de crocodilos (estes podendo atingir mais de 6m), escamas ósseas, espinhos e placas dentárias de peixes (alguns podendo atingir 3,5m ou mais, como Mawsonia), fragmentos de tartarugas e inúmeros outros vertebrados. Também no interior do estado, particularmente no vale do Rio Itapecuru, são frequentes os achados de restos fossilizados de dinossauros, peixes, outros animais e vegetais petrificados do Cretáceo, expostos pela erosão das correntes fluviais na estação chuvosa. Registros são mais comuns no trecho que inclui as cidades de Codó, Coroatá e Itapecuru Mirim. Levantamentos de campo recentemente realizados no município de Brejo confirmaram o rico potencial de exploração fossilífera daquela localidade. Foram coletados dezenas de exemplares em apenas um dia de trabalho em uma das pedreiras de calcário abandonadas da localidade Fazenda Santa Alice. Os fósseis, peixes, restos vegetais e invertebrados foram preliminarmente identificados como do Período Aptiano (parte da sub-divisão mais inferior do Cretáceo). O presente projeto tem por objetivo a continuidade dos trabalhos de coleta e pesquisa nestes sítios fossilíferos. Palavras chave: Fósseis; Cretáceo; Bacia de São Luís-Grajaú

75


NOME:MARIA CLAUDENE BARROS E-MAIL: mbdene@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 22.668,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO – UEMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: USO DA ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL DO INHAMUM CAXIAS/MA POR PEQUENOS MAMÍFEROS NÃO VOADORES COM ÊNFASE NA IDENTIFICAÇÃO MOLECULAR DOS MARSUPIAIS RESUMO:Os marsupiais e pequenos roedores formam o grupo ecológico mais diversificado de mamíferos das florestas neotropicais, com mais de 1900 espécies reconhecidas para o Brasil. As informações sobre a ecologia das espécies e das comunidades de pequenos mamíferos não-voadores indicam que marsupiais e pequenos roedores exercem importante influência na dinâmica das florestas neotropicais e são bons indicadores tanto de alterações locais do habitat como alterações da paisagem, portanto, indicadores da qualidade ambiental, pois estes atestam o grau de alteração em que se encontra o seu habitat. A grande diversidade florística e fitofisionômica que ocorrem no domínio morfoclimático do cerrado traduz-se numa heterogeneidade de habitats para a fauna. Pelo menos 100 espécies de mamíferos, distribuídas em 67 gêneros, ocorrem no cerrado - a maioria representada por pequenos mamíferos. Os marsupiais didelfídeos têm sido estudados quanto a sua distribuição geográfica e sistemática na América do Sul, apresentando diferenças razoáveis entre as populações e possibilitando a diferenciação das espécies. No entanto, há muito ainda para se conhecer sobre os limites de distribuição geográfica e a sistemática das espécies de pequenos mamíferos. A complexidade da heterogeneidade e verticalidade das florestas neotropicais contribui para o aumento da diversidade como um todo, pois os estratos superiores das florestas são ocupados por muitos organismos que não ocorrem ao nível do solo. Apesar disso, as copas das florestas têm sido relativamente pouco estudadas. Análises filogenéticas de Marsupiais brasileiros com base na variação das sequências do DNA mitocondrial têm sido pouco levantadas. Neste contexto, objetiva-se fazer um levantamento que possa avançar significativamente no conhecimento dos pequenos mamíferos não voadores do cerrado e gerar uma base de dados com marcadores moleculares que possa identificar os grupos de marsupiais e inferir quanto às incertezas taxonômica do grupo. Palavras chave: Variabilidade Genética; APA do Inhamum; Marsupial

76


NOME: MARIA NILCE DE SOUSA RIBEIRO E-mail: jnegb@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: VALIDAÇÃO DE PRODUTOS BIOATIVOS DE GEOPRÓPOLIS DE MELIPONA FASCICULATA (TIÚBA) DA BAIXADA MARANHENSE RESUMO: O cultivo das abelhas nativas (meliponicultura) e sua exploração racional vêm sendo desenvolvidos em diversas regiões do Brasil, principalmente nas regiões Norte e Nordeste e têm contribuído para a preservação da biodiversidade. No Estado do Maranhão, destacamos Melipona fasciculata Smith, vulgarmente conhecida como tiúba ou tiúba do Maranhão, cujo cultivo para produção e comercialização de mel, cera e geoprópolis é uma das principais fontes de renda para várias famílias principalmente da Baixada Maranhense. A tiúba produz geoprópolis através da coleta de material resinoso de plantas, misturado com cera e secreções salivares e ainda adiciona terra, diferente de própolis de abelhas com ferrão, como Apis mellifera, que coleta apenas material resinoso de plantas, mistura com cera e secreções salivares. Considerando a importância social, econômica e ecológica do potencial meliponícola existente no Estado do Maranhão, o potencial de desenvolvimento no setor, a situação do mercado internacional dos produtos apícolas e a possibilidade de inserção de produtos oriundos do geoprópolis de Melipona fasciculata (tiúba), este projeto objetiva estabelecer perfil de qualidade, como parâmetros para validação dos produtos antioxidantes e antitumorais originários da meliponicultura, promovendo, assim, com emprego de tecnologia padronizada, melhor utilização como matéria prima e/ou produtos derivados, para uso alimentício e/ou farmacêutico, cujos resultados a serem obtidos poderão indicar alternativa tecnológica para o fortalecimento da agricultura familiar no município de Palmerândia na Baixada Maranhense. Palavras chave: Geopropolis; Melipona Fasciculata; Ação Antioxidante; Antitumoral

77


NOME:MARILENE OLIVEIRA DA ROCHA BORGES E-MAIL: morborges@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.164,59 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: ESTUDO PRÉ-CLÍNICO DE PLANTAS MEDICINAIS DA FLORA MARANHENSE UTILIZADAS NAS HIPERLIPIDEMIAS E OBESIDADE RESUMO:A doença aterosclerótica (DA) é uma das principais causas de morbidade e mortalidade em adultos jovens em todo o mundo, com a tendência de acometer pessoas cada vez mais jovens, principalmente em países em desenvolvimento (LEVI et al, 2002). A DA é uma doença inflamatória que se inicia na primeira década de vida, mas com longo período pré-sintomático caracterizado por obstrução progressiva da luz arterial por placas de ateroma e trombos, disfunção endotelial e processo inflamatório (FUSTER, 1999). Na América Latina, esta doença é responsável por cerca de 20 a 35% de mortalidade, sendo uma das principais causas de gastos em saúde na maioria dos países desta região (NICHOLLS et al, 1993). Muitas drogas com atividade hipolipemiante estão disponíveis clinicamente para tratamento de indivíduos com aterosclerose prematura e aqueles com outros fatores de risco, como hipertensão e diabetes melito (BROWN & GOLDSTEIN, 1992). Porém, os fitoterápicos estão sendo empregados com a mesma intenção, de modo a direcionar o desenvolvimento de novas drogas hipolipemiantes (GHASI et al, 2000). Dentre as espécies vegetais utilizadas pela população maranhense para reduzir as concentrações de lipídeos séricos encontram-se Syzigium cumini (jambolão), Cymbopogom citratus (capim-limão) e Morinda citrifolia (noni), apesar de serem poucos os estudos que descrevem os efeitos destas plantas no metabolismo celular. Assim sendo, o objetivo deste projeto é validar o efeito de plantas medicinais em modelos experimentais de hiperlipidemia e obesidade. Para isto, serão utilizados ratos hiperlipidêmicos induzidos pelo triton WR-1339 e tratados com extrato das plantas, para a determinação de seus lipídeos séricos e gorduras retroperitoneal e perigonadal e, animais obesos-MSG tratados cronicamente com os extratos e determinados parâmetros morfométricos, hematológicos, cardiovasculares, bioquímicos séricos, peso corporal e consumo de alimento. A toxicidade aguda dos extratos também será determinada. Palavras chave: Plantas Medicinais; Obesidade; Hiperlipidemias

78


NOME:NIVALDO MAGALHAES PIORSKI E-MAIL: nivaldopiorski@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.802,50 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: ESTUDO DA COMUNIDADE ICTIOFAUNÍSTICA DA ZONA DE ARREBENTAÇÃO DAS PRAIAS DA ILHA DO MARANHÃO, MARANHÃO-BRASIL RESUMO: A grande concentração de recursos pesqueiros na costa maranhense ocorre em função de um litoral caracterizado por reentrâncias e vários rios que nele desembocam, oferecendo grande quantidade de nutrientes necessários para a manutenção de cadeias tróficas. A disponibilidade de recurso possibilita, assim, uma ampla atividade pesqueira que congrega cerca de 10.000 pescadores, abrangendo centenas de comunidades espalhadas por todo o litoral do Maranhão. As praias arenosas abertas são ambientes dinâmicos, atuando como uma interface entre o continente e o oceano, com habilidade para absorção de energia das ondas, além de apresentar variações nos fatores abióticos que são refletidos na composição faunística. A zona de arrebentação é a área entre o limite externo de quebra das ondas e a linha de costa da praia. As comunidades de peixes nesta área geralmente acompanham mudanças relacionadas ao domínio energético de ondas. As praias que possuem o domínio dissipativo com ondas de baixa energia favorecem sua exploração por uma alta diversidade de espécies de peixes que são encontradas em ambientes recifais e poças de marés. Estes ambientes são muito ricos em recursos alimentares para os peixes, distribuindo os nutrientes para o ambiente através dos vários efeitos hidrodinâmicos locais. Devido à riqueza alimentar, muitas espécies desovam e permanecem apenas durante as primeiras fases do seu ciclo de vida (larvas e juvenis), indicando que a zona de arrebentação pode atuar como áreas de berçários naturais, de proteção e forrageio para várias espécies ícticas antes de seu recrutamento na população adulta. Assim, esse projeto tem como principal objetivo determinar a estrutura da comunidade de peixes da zona de arrebentação das praias urbanas da Ilha do Maranhão, Maranhão - Brasil. Palavras chave: Ictiofauna; Zona de Arrebentação; Ecologia de Comunidades

79


NOME:PATRICIA DE MARIA SILVA FIGUEIREDO E-MAIL: figueiredo.patricia@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 18.231,35 INSTITUIÇÃO:CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO – UNICEUMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO DA ATIVIDADE HEMOLÍTICA E CITOTÓXICA DE ESCHERICHIA COLI ENTEROAGREGATIVA ISOLADAS DE FEZES DIARRÉICAS DE CRIANÇAS DE 0-5 ANOS DA CIDADE DE SÃO LUIS - MA RESUMO:A diarréia infecciosa é uma das causas mais comuns de morbidade e mortalidade infantis nos países em desenvolvimento, principalmente em crianças pertencentes a famílias de baixo nível sócio-econômico, e constitui um dos indicadores utilizados na avaliação do nível de saúde de uma população (HANSON et al., 1993). No Nordeste do Brasil, segundo a Organização Pan-Americana de Saúde, a diarréia infecciosa representa uma causa importante de internação hospitalar em 25% dos casos de crianças de até 1 ano de idade, perdendo apenas para a pneumonia com 30% (TRABULSI et al., 1985, PAHO, 1998). Atualmente, a região apresenta uma das mais altas taxas de mortalidade da América Latina em crianças com menos de 1 ano, com 64 por 1.000 nascidos vivos, o que representa uma taxa 2,5 vezes mais alta do que na região Sul do país, com 25 por 1.000 nascidos vivos (PAHO, 1998). De acordo com investigações realizadas sobre o perfil etiológico, a doença diarréica de natureza infecciosa tem sofrido alterações ao longo dos anos, demonstrando que a prevalência dos enteropatógenos depende de fatores como classe sócioeconômica; localização geográfica; condições de saneamento básico; idade da população estudada; entre outros (LEVINE et al., 1987, HANSON et al.,1993, NATARO; KAPER, 1998). Adicionalmente a esses fatores, o perfil etiológico tem apresentado alterações em decorrência da emergência de alguns microorganismos como enteropatógenos. Neste contexto, encontra-se a Escherichia coli enteroagregativa (EAEC) que é uma classe das Escherichia coli diarreiogênicas (DAEC), causadora de diarréia aquosa e persistente, isolada de crianças e adultos em todo mundo. A designação EAEC é dada devido à habilidade da bactéria em aderir em células epiteliais, em especial células Hep-2, em um arranjo padrão denominado adererência agregativa, onde as bactérias se empilham uma sobre as outras de maneira ordenada (NATARO; KAPER, 1998). A EAEC têm sido isolada e estudada em países desenvolvidos e o mecanismo de patogenicidade ainda não está bem esclarecido. Alguns autores sugerem que a EAEC inicialmente adere à mucosa intestinal onde forma uma camada de biofilme, causando efeitos tóxicos na mucosa intestinal, ocasionando a diarréia aquosa persistente com febre baixa e dor abdominal (NATARO and KAPER, 1998). Diversos fatores de virulência descritos recentemente em amostras de EAEC como toxinas (EAST-1), adesinas (AAF-I, AAF-II) e outros fatores talvez contribuam para a patogenicidade da EAEC, entretanto nenhum deles ocorre apenas nas amostras de EAEC e nem todas as amostras de EAEC já estudadas apresentam tais fatores. No Brasil, são poucos os estudos que tentam identificar a importância dos fatores de virulência para a ocorrência da diarréia causada pelas E. coli diarreiogênicas, principalmente porque só recentemente foram caracterizados como enteropatogênicos ( MURRAY et al.,1999). Em São Luís, não existem dados sobre a etiologia e epidemiologia da diarréia infantil, sendo que um aspecto preocupante diz respeito à sua situação geográfica, pois o município localiza-se às margens da Baía de São Marcos, cujas águas recebem diversos estuários, destacando-se os rios Bacanga e Anil, os quais percorrem áreas urbanas da capital e com os quais as populações ribeirinhas mantêm estreita relação. Palavras chave: EAEC; Diarréia; Virulência; Crianças

80


NOME:PATRICIA MAIA CORREIA DE ALBUQUERQUE E-MAIL: patemaia@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 22.469,60 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: COMUNIDADE DE ABELHAS (HYMENOPTERA, APIDAE) EM ÁREA DE RESTINGA, BARREIRINHAS - MA RESUMO: O Parque Nacional dos Lençóis, inserido na região do litoral oriental maranhense, é composto principalmente por formações dunares, restinga e manguezais. Tais formações abrigam uma rica e delicada fauna e flora, além de serem fontes indispensáveis para a subsistência das populações tradicionais que interagem com a paisagem. Nas últimas décadas, muitos levantamentos sobre abelhas e interação com plantas foram realizados no Brasil, sendo a região sul-sudeste a mais estudada. Somente nos anos 90, os estudos sobre fauna de abelhas se intensificaram no Maranhão, sendo, porém, poucos os trabalhos em ecossistemas de restinga (REBÊLO et al, 2003, ALBUQUERQUE et al, 2007). O conhecimento da diversidade de polinizadores e das suas relações com a comunidade vegetal é fundamental para que ocorra a conservação da biodiversidade (RODARTE et al 2008). Sendo assim, o objetivo principal desse trabalho é realizar levantamento da fauna de abelhas silvestres e analisar a estrutura da comunidade em uma área de restinga no município de Barreirinhas. Objetivos Específicos: Analisar os hábitos alimentares, observando a existência de sincronia com a floração, relacionando-a com as estações do ano; Conhecer a riqueza, a diversidade, a abundância e as tendências fenológicas da comunidade; Identificar a apifauna e analisar o grau de atração por determinadas cores; Analisar as cargas de pólen das abelhas mais frequentes, para identificação das fontes que são utilizadas por estes visitantes florais ou polinizadores; Comparar resultados encontrados com outros estudos de mesmo enfoque em ecossistemas semelhantes; Elaborar cartilha educativa para a comunidade sobre visitantes florais. Palavras chave: Abelhas; Biodiversidade; Restinga

81


NOME:PÉRICLES SENA DO RÊGO E-MAIL: periclessena@yahoo.com.br TOTAL DO AUXILIO: R$ 7.890,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO – UEMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: IDENTIFICAÇÃO MOLECULAR E INFERÊNCIA FILOGENÉTICA DE TUBARÕES (ELASMOBRANCHII, CHONDRICHTHYES) PESCADOS NO LITORAL DO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: O processo de exploração pesqueira dos recursos marinhos de maneira não sustentável tem levado a uma diminuição da abundância e diversidade dos estoques de tubarões. A prática adotada de valorização de somente partes do corpo (finning) e a questão da pesca acompanhante têm provocado um substancial declínio do tamanho das populações deste grupo. Um problema adicional no desenvolvimento de medidas de conservação e manejo é a identificação da diversidade de espécies que são afetadas pela pesca em uma determinada região, dado a similaridade morfológica e aos escassos registros de estatística pesqueira. No Brasil, a produção pesqueira anual de elasmobrânquios colocou diversos representantes desta classe na lista das espécies sob ameaça de extinção, contudo, poucos estudos abrangem a atividade pesqueira de elasmobrânquios no que se refere a uma lista das espécies de tubarões explorados no litoral brasileiro, incluindo o Estado do Maranhão. A utilização de técnicas moleculares surge como uma ferramenta decisiva no processo de identificação das espécies e na avaliação da diversidade genética dos estoques populacionais de tubarões, através de técnicas de sequenciamento de regiões específicas do genoma. O objetivo principal deste projeto é identificar, a nível específico, os tubarões pescados no litoral maranhense através do sequenciamento de segmentos mitocondriais (rRNA 12S e rRNA 16S) e realizar inferências filogenéticas dos mesmos, fornecendo subsídios para elaboração de planos de manejo, consolidando este tipo de ferramenta no estudo da biodiversidade do Estado do Maranhão. Através de parcerias com pescadores e vendedores de mercado, buscaremos obter o maior número possível de informações sobre todo o processo da cadeia produtiva, bem como a obtenção de amostras de tecido para o desenvolvimento da pesquisa no laboratório. Desta forma, poderemos montar um cenário mais próximo da realidade da biodiversidade de elasmobrânquios presentes no litoral maranhense. Palavras chave: Tubarões; Identificação Molecular; Genética

82


NOME:REGIS CATARINO DA HORA E-MAIL: reghora@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.448,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: ANÁLISE DA COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA E ESTRUTURA DA MATA CILIAR NA REPRESA DA ITAMACAOCA - SUBSÍDIOS PARA CONSERVAÇÃO AMBIENTAL RESUMO: O Projeto visa a desenvolver a pesquisa de levantamento de dados sobre a área da represa Itamacaoca, com o estudo da vegetação, relacionando a fisionomia e a estrutura da mata ciliar, além de verificar a situação de unidade ecológica com relação ao seu entorno, possibilitando o reconhecimento e caracterização dessa paisagem. Assim, pretende examinar a heterogeneidade da mata ciliar da represa, abordando, especificamente, a composição florística e a estrutura da vegetação; analisar o estado de conservação (ou grau de degradação) da mata, e comparar a riqueza e a diversidade de espécies com outros estudos disponíveis para outras áreas; descrever as influências que potencialmente afetam direta e indiretamente as funções desse ecossistema. Palavras chaves: Florística; Fitossociologia; Mata Ciliar; Itamacaoca

83


NOME:RICARDO RODRIGUES DOS SANTOS E-MAIL: ricardo.ufma@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.330,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: GOMIVORIA EM SAGUIS: UM MODELO EXTRATIVISTA SUSTENTÁVEL? RESUMO:Os sagüis são considerados como os menores macacos do mundo. Além do pequeno tamanho, várias características os distinguem dos demais primatas, como a capacidade de gerar gêmeos e a grande flexibilidade ecológica associada a estruturas sociais complexas, que permitem alcançar altas densidades demográficas em áreas pouco exploradas por outras espécies de primatas. A capacidade de induzir plantas a produzirem alimentos e regular a produção por meio de estratégias de rotatividade na exploração são características únicas desses primatas que não é compartilhada por todos os sagüis, mas é típica de sociedades humanas que vivem do extrativismo. Como extrativistas, os sagüis consumidores de gomas garantem disponibilidade de alimentos o ano todo. Desse modo, compreender o contexto ecológico que permite o desenvolvimento desse comportamento em sagüis pode fornecer importantes insights sobre a evolução deste comportamento nas sociedades humanas. Palavras chaves: Comportamento Alimentar; Callithrix Jacchus; Extrativismo

84


NOME: SÔNIA MARIA DE FARIAS FREIRE E-mail: soniafreire@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DO EXTRATO DE STRUTHANTHUS MARGINATUS NO SISTEMA DIGESTÓRIO DE ROEDORES RESUMO: Struthanthus marginatus (Desr.) Blume, pertencente à família Loranthaceae, e é conhecida vulgarmente como erva de passarinho. No Maranhão, informações populares indicam a planta para o tratamento de enfermidades do estômago. O projeto tem por objetivos pesquisar a atividade farmacológica da espécie vegetal S. marginatus no sistema digestório de roedores, especialmente a atividade antiúlcera do extrato da planta, e identificar as frações ativas do mesmo e/ou compostos responsáveis pela referida atividade. A planta será coletada no município de São José de Ribamar/MA. As características morfoanatômicas da espécie serão analisadas para a identificação da mesma. As folhas, depois de secas, trituradas e moídas serão submetidas à extração com solventes de diferentes polaridades; a seguir os extratos serão concentrados e determinados os rendimentos; uma parte dos extratos será submetida a testes para pesquisa da atividade biológica e o extrato mais ativo será submetido a processos químicos de fracionamento biomonitorado, com a finalidade de caracterizar a(s) fração(ões) e composto(s) farmacologicamente ativo(s). O fracionamento será realizado por métodos cromatográficos e as substâncias isoladas serão analisadas por espectroscopia de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) de Hidrogênio (¹H) e de Carbono (¹³C). O extrato será testado em modelos experimentais, utilizando-se animais de laboratório, tais como: lesão gástrica induzida por indometacina, por estresse e por etanol em ratos; determinação do muco da mucosa gástrica e da acidez do suco gástrico em ratos; avaliação da velocidade do trânsito intestinal e da secreção em camundongos. Outros testes poderão ser realizados, de acordo com a evolução da pesquisa. Pretende-se, com os resultados, identificar compostos com atividade antiulcerogênica e/ou fornecer subsídios para utilização de extratos vegetais no tratamento de úlceras gástricas, como forma de contribuir com os programas de fitoterapia. Palavras chave: Struthanthus Marginatus; Agentes Antiulcerogênicos; Planta Medicinal

85


NOME:SILMA REGINA FERREIRA PEREIRA E-MAIL: silmaregina@yahoo.com.br Total do Auxílio: R$ 29.787,68 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: AVALIAÇÃO GENOTÓXICA E MUTAGÊNICA DE ANTILEISHMANIAIS: EXTRATOS VEGETAIS VERSUS GLUCANTIME® RESUMO: Pretende-se, com este projeto, avaliar a genotoxicidade de antileishamaniais, alopáticos (Glucantime) e fitoterápicos, utilizados pela população maranhense no tratamento de lesões leishmanioticas. O primeiro já foi avaliado pelo nosso grupo e mostrou-se mutagênico em sistemas in vivo, corroborando com a literatura cientifica que sugeria a sua atividade genotóxica. Por outro lado, nosso grupo já demonstrou a ação leishmanicidade de duas plantas medicinais: Tephrosia cinerea e Julocroton triqueter. Propomos, assim, realizar estudos para avaliar a mutagenicidade de extratos hidroalcoólicos de ambas as plantas em sistemas in vitro e in vivo, utilizando-se 4 diferentes métodos (Teste do Cometa in vivo e in vitro, teste do micronúcleo in vivo, teste de aberrações cromossômicas in vitro e apoptose). Além disso, busca-se avaliar a capacidade de isoflavonas de modular com o efeito mutagênico do Glucantime em sistemas in vivo, a fim de melhor entender o mecanismo de ação desse fármaco, e comparar sua ação com a atividade dos fitoterápicos. Neste trabalho, participam estudantes de mestrado e iniciação científica, bolsistas da Fapema, REUNI, CAPES, PIBIC/UFMA e CAPES/PET, e trará, como resultados, duas defesas de dissertação de mestrado e 5 trabalhos de conclusão de curso de graduação. Almeja-se a publicação de, pelo menos, 3 artigos científicos. Temos como meta a validação de novos produtos naturais que possam ser utilizados no tratamento das leishmanioses, diminuindo os efeitos tóxicos, inclusive genotóxicos, do atual fármaco utilizado no tratamento clínico dos pacientes. Palavras chave: Antileishmaniais; Produtos Naturais; Mutagenese

86


NOME:VALÉRIA CRISTINA SOARES PINHEIRO E-MAIL: valeria@cesc.uema.br VALOR DO AUXILIO: R$ 29.410,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO –UEMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLOGICAS TÍTULO: DINÂMICA DE TRANSMISSÃO DA MALÁRIA NO ESTADO DO MARANHÃO: BIOECOLOGIA E TAXA DE INFECÇÃO DE ANOPHELES (DIPTERA: CULICIDAE) RESUMO: As medidas de controle à malária implementadas nos últimos anos no Maranhão resultaram na significativa redução dos casos, mas esta doença ainda continua endêmica em muitas áreas do Estado, considerando-se as condições climáticas e geográficas locais. Esse contexto indica a necessidade de dar continuidade aos programas de controle para evitar a elevação dos casos, sendo uma das estratégias fundamentais a vigilância entomológica. Considerando-se a localização do Estado do Maranhão entre as regiões norte e nordeste, o que determina uma complexidade de ecossistemas e que vem sofrendo intenso processo de devastação, isso favorece a migração dos mosquitos vetores e desenvolvimento de novos mecanismos comportamentais. Esses fatores mostram a importância de monitorar as áreas de risco e obter informações sobre a diversidade, bioecologia e capacidade de transmissão da malária pelas espécies encontradas na área. Essas informações são incipientes no estado e testes para detecção de infecção nos vetores ainda não obtiveram resultados satisfatórios. No município de São Mateus, localizado em na zona dos Cocais, mesmo não sendo área de alto risco para malária, a característica de sua população de migrar para outros Estados e mesmo a países limites com o Brasil, a procura de trabalho e o retorno para encontrar os familiares favorecem a manutenção da malária, cujos casos oscilam anualmente, mas mantém-se endêmica na região. A pesquisa será realizada durante 12 meses, com realização de coletas mensais para obtenção de informações relativas aos padrões de comportamento, diversidade e abundância das espécies de anofelinos nas estações chuvosa e seca. Além disso, os espécimes coletados no período de transmissão de malária serão analisados para verificar a taxa de infecção pelo plasmódio. Essas informações são fundamentais para determinação da sazonalidade das espécies e do pico de casos da doença, além da realização de campanhas educativas junto à população. Palavras chave: Malária; Anopheles; Controle

87


NOME:VALÉRIO MONTEIRO NETO E-MAIL: vmonteironeto@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 27.830,00 INSTITUIÇÃO:CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO – UNICEUMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLOGICAS TÍTULO: VIRULÊNCIA DE ISOLADOS ESCHERICHIA COLI ENTEROPATOGÊNICA ATÍPICA (EPEC): ASPECTOS CELULARES E MOLECULARES RESUMO: Os isolados de Escherichia coli enteropatogênica (EPEC) são considerados importantes agentes de diarréia infantil, principalmente nos países menos desenvolvidos. Atualmente, a EPEC tem sido classificada em dois tipos: típica (tEPEC) e atípica (aEPEC). Estudos realizados no Brasil têm mostrado que as aEPEC são mais prevalentes do que as tEPEC, sendo mais importantes. Enquanto que vários dos aspectos celulares e moleculares da patogênese das tEPEC já estão bem definidos, muito ainda está por ser esclarecido com relação às aEPEC, principalmente porque elas têm sido consideradas heterogêneas com relação a várias características de virulência. Desta forma, este projeto pretende investigar as alterações celulares induzidas por essas bactérias, bem como a indução da resposta inflamatória, a capacidade hemolítica e marcadores moleculares de virulência, tentando estabelecer uma correlação com a severidade da doença diarréica. Palavras chave: Escherichia coli; EPEC; Virulência

88


NOME: VICTOR ELIAS MOUCHREK FILHO E-MAIL: victo@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: EXTRAÇÃO, CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE BACTERICIDA, FUNGICIDA E TOXICIDADE DE ÓLEOS ESSENCIAIS DE PLANTAS AROMÁTICAS DO MARANHÃO

RESUMO: O Brasil é um dos países que possui uma das maiores biodiversidades em plantas medicinais do mundo. No entanto, ainda é desconhecida a atividade biológica de grande parte das espécies de plantas nativas no nosso país. Estudos mostram que dentre produtos extraídos de plantas, os óleos essenciais são responsáveis por diversas propriedades biológicas, como atividade antimicrobiana, larvicida, antifúngica, analgésico e antiinflamatório, dentre outros. O uso de plantas medicinais é uma alternativa no controle de bactérias e fungos fitopatogênicos. Os produtos naturais de origem vegetal e seus análogos são importantes fontes de novos defensivos agrícolas usados no controle de doenças de plantas. Dentre esses produtos, os óleos essenciais, caracterizados como metabólitos secundários de plantas e de baixa toxicidade a mamíferos são amplamente testados no controle de fitopatógenos. A interação entre plantas e agentes antimicrobianos são de extremo interesse para a humanidade, uma vez que grande parte da economia mundial tem por base a utilização de espécies vegetais, as quais podem sofrer sérios danos em virtude do ataque de fungos patogênicos. Portanto, esta proposta sugere caracterizar, analiticamente, os óleos essenciais das plantas aromáticas selecionadas e testar suas atividades bactericidas e fungicidas. Palavras chave: Óleos Essenciais, Bactérias, Fungos

89


NOME: ZAFIRA DA SILVA DE ALMEIDA E-mail: zafiraalmeida@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.977,50 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: BIOECOLOGIA E PESCA DA ICTIOFAUNA NA BAÍA DE SÃO MARCOS COMO SUBSÍDIO AO MONITORAMENTO AMBIENTAL RESUMO: As informações científicas sobre a ictiofauna dos estuários maranhenses, em sua maioria, detêm-se a estudos de levantamentos, enquanto os bioecológicos ainda são escassos, difusos e com grandes lacunas ao longo da costa. Apesar da importância dos recursos pesqueiros como fonte de proteína e renda, há um desconhecimento sobre vários aspectos da biologia e pesca de importantes recursos pesqueiros maranhenses. Diante disso, a presente proposta tem por objetivo determinar, dentre os aspectos, ecologia, biológicos e da pesca dos peixes estuarinos e marinhos, bons indicadores de impacto ambiental. Para tanto, a metodologia utilizada será a realização de duas campanhas experimentais na região da baía de São Marcos. Ao longo de um ano, deverão ser realizadas duas campanhas nos períodos chuvosos (mês de março) e outra no período de estiagem (mês de outubro). As referidas campanhas compreendem os estudos da pesca experimental, nas quais serão utilizadas, como principais apetrechos, redes de arrasto (em condições favoráveis), redes de emalha, espinhéis de diferentes tamanhos e armadilhas fixas. Todo o material pescado será, na medida do possível, triado a bordo, provisoriamente identificado, contado e pesado. As amostras das campanhas experimentais serão acondicionadas em sacos plásticos, etiquetados e congeladas. Por meio destes estudos, pretende-se identificar bons indicadores, relacionados à ictiofauna, para monitoramento da qualidade ambiental em situação de impacto ambiental, com base nos parâmetros de pesca, relações tróficas, biologia reprodutiva e bioindicadores/biomarcadores. As informações obtidas neste projeto servirão como parâmetros de monitoramento (marco zero) caso haja uma eventual situação de impacto, como, por exemplo, derramamento de petróleo na região. Palavras chave: Pesca; Biologia; Monitoramento Ambiental

90


Edital Universal 04/2010

Ci锚ncias Biol贸gicas

91


NOME: ANDRÉA DE ARAÚJO E-MAIL: andrea_araujoc@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.070,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS T I T U L O : L E VA N TA M E N T O TA X O N O M I C O D A S D E S M Í D I A S (ZYGNEMAPHYCEAE) DO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: São algas exclusivamente de água doce que foram assim chamadas porque os primeiros microrganismos verdes deste tipo descritos foram interpretados como sendo pares de células unidas entre si. Daí o uso da palavra grega 'δεςμος (desmós)', que significa cadeia. Entretanto, investigações subsequentes indicaram que os tais pares de células eram, na verdade, as duas semicélulas de um mesmo organismo e não duas células unidas uma à outra. Constituem um grupo de 60 gêneros e entre 4.000 e 6.000 espécies, variedades e formas taxonômicas, apresentando a combinação das duas características seguintes: (1) ausência de célula flagelada em seu histórico-de-vida e (2) processo sexual chamado conjugação, que envolve a fusão de gametas amebóides. A taxonomia das Desmidiales está, atualmente, quase que inteiramente baseada na morfologia externa das células vegetativas. A diversidade morfológica exibida no grupo é enorme e verdadeiramente fantástica. Considere-se, ainda, que a célula de uma desmídia pode apresentar morfologia bastante diferente quando vista em diferentes posições. Assim, pelo menos as vistas vertical (ou apical) e frontal (ou taxonômica) são bem distintas. As desmídias são conhecidas, desde há muito, como bons marcadores ecológicos. No Estado do Maranhão, há carência de trabalhos acerca da biodiversidade alfa especialmente de organismos criptógamos, como as algas de água doce, o que destaca a relevância deste estudo. Palavras Chave: Taxonomia; Algas; Desmídias

92


NOME: ANTONIO MARCUS DE ANDRADE PAES E-MAIL: marcuspaes@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.933,32 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TITULO: AVALIAÇÃO PRÉ-CLÍNICA DE SYZYGIUM CUMINI (L.) SKEELS NO TRATAMENTO DE PATOLOGIAS ASSOCIADAS À SÍNDROME METABÓLICA: investigação do mecanismo de ação molecular RESUMO: A síndrome metabólica é uma patologia que se caracteriza pela conjunção de fatores que determinam risco elevado de eventos cardiovasculares e cerebrovasculares, os quais estão entre as principais causas de morbimortalidade ao redor do mundo. Evidências recentes têm sugerido que o estresse oxidativo é um evento inicial na patologia das doenças crônicas associadas à síndrome metabólica e não apenas uma consequência das mesmas. O modelo de obesidade animal induzida pelo MSG agrega vários destes fatores e o nosso grupo o tem utilizado para o estudo de espécies vegetais que inibam a progressão da síndrome metabólica. As espécies do gênero Syzygium apresentam uma variedade de compostos fenólicos consistentes com as atividades hipoglicemiante, hipolipemiante e antioxidante a elas atribuídas, em especial, a espécie Syzygium cumini (jambolão), que é amplamente utilizada pela população do estado do Maranhão com estes fins. Dados obtidos por nosso grupo de pesquisa têm corroborado o uso popular de S. cumini e demonstrado os efeitos antiobesidade, anti–hiperglicemiante e anti–hiperlipemiante da mesma, tanto em uso agudo quanto crônico. Ademais, o reconhecimento da importância terapêutica do uso de S. cumini foi sobremaneira aumentado com a recente inclusão desta espécie na Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS – MS (RENISUS). Esta relação é um resultado do Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, que tem o objetivo de estimular a pesquisa e subsidiar a cadeia produtiva das espécies vegetais ali arroladas. Assim, observa-se que a espécie em questão apresenta enorme potencial terapêutico, especialmente se levado em conta sua aplicação no tratamento das dislipidemias e diabetes melito tipo 2, patologias com expressivo impacto nos índices de morbimortalidade e retentoras de vultosos recursos públicos. A partir destes elementos, o nosso grupo tem perseguido a hipótese de que os flavonóides e/ou polifenóis presentes nas folhas de S. cumini são os responsáveis pelas atividades observadas em nosso laboratório. Mais, que estes efeitos são decorrentes da ação destes compostos sobre a geração de espécies reativas de oxigênio, especialmente sobre a atividade das isoformas da NADPH oxidase ou de enzimas antioxidantes intracelulares. Para tanto, propomos o presente projeto, segundo os objetivos e obordagem experimental que se seguem, como forma de testar esta hipótese e contribuir com a validação farmacológica da espécie em questão. Palavras Chave: Syzygium Cumini (l.) Skeels; Síndrome Metabólica; Atividade Antioxidante

93


NOME: ARLENE DE JESUS MENDES CALDAS E-MAIL: ajmc@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 26.560,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TITULO: FUNÇÃO RENAL EM PACIENTES COM LEISHMANIOSE VISCERAL E O EFEITO NEFROTÓXICO DO TRATAMENTO MEDICAMENTOSO RESUMO: Estima-se que, aproximadamente, 350 milhões de pessoas residam em áreas de risco para Leishmaniose Visceral(LV) e que 12 milhões estejam infectadas. O Estado do Maranhão é um dos que apresentada o maior número de casos notificados no território nacional. A maior incidência da doença é em menor de dez anos de idade, sendo 41% dos casos registrados em crianças com idade inferior a cinco anos. A infecção pelo gênero Leishmania causa acometimento renal, assim como as medicações utilizadas para o seu tratamento. Para um melhor entendimento das alterações clínico-laboratoriais da LVA e posterior uso deste no manejo clínico desta doença, objetivamos investigar prospectivamente o envolvimento renal decorrente da infecção por LVA e o efeito nefrotóxico do tratamento medicamentoso em pacientes provenientes de área endêmica do Maranhão. Palavras-Chave: Leishmaniose Visceral; Aspectos clínico-laboratoriais; Função renal.

94


NOME: CARLOS AUGUSTO SILVA DE AZEVÊDO E-MAIL: carlosaugusto@cesc.uema.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 23.915,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: TAXONOMIA E BIOECOLOGIA DE IMATUROS AQUÁTICOS NA ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL DO INHAMUM, CAXIAS-MA. FERRAMENTAS IMPORTANTES PARA O CONHECIMENTO DA BIODIVERSIDADE. RESUMO: A entomofauna aquática representa um dos grupos mais importantes dentro dos ambientes lóticos, principalmente pelas ordens Ephemeroptera, Plecoptera, Trichoptera, Odonata, alguns Coleópteros, Dipteros entre outros. Estudos sobre as comunidades de insetos aquáticos geralmente tratam os grupos em nível taxonômico de ordem, família ou gêneros. No Brasil, estudos sobre estrutura da comunidade de macroinvertebrados aquáticos, sua diversidade e suas relações com variáveis abióticas vêm despertando grande interesse por participarem ativamente na produtividade dos ambientes aquáticos e serem bons indicadores de modificações antropogênicas, entretanto, estudos do conhecimento da entomofauna aquática para o Estado do Maranhão e município de Caxias, ainda são incipientes, necessitando de estudos mais sobre a taxonomia, biologia e a ecologia para a região. No ambiente aquático, fatores abióticos como velocidade da correnteza d'água, tipo de substrato, temperatura da água, concentração de oxig��nio dissolvido, vazão, ordem do igarapé, cobertura vegetal, entre outros, podem controlar a ocorrência de macroinvertebrados aquáticos. Fatores esses ainda não abordados em relação às comunidades de insetos aquáticos para o Estado do Maranhão. O conhecimento da entomofauma aquática e sua diversidade são importantes para o Estado e para a área de estudo, por existirem espécies até o momento desconhecidas na região, e esse estudo poderá descobrir novas espécies para a ciência é ampliar o conhecimento sobre biologia das espécies até o momento desconhecidas, como as relações dos fatores físico-químicos que possam ser determinantes. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho é inventariar a diversidade da entomofauna aquática existente na área de Preservação Ambiental do Inhamum, através das ferramentas Taxonomica e Bioecologia. Palavras-chave: Taxonomia; Bioecologia; APA do Inhamum; Entomofauna Aquática

95


NOME: FRANCINALDO SOARES SILVA E-MAIL: sandflybr@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.193,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO DA TECNOLOGIA LED (LIGHT-EMITTING DIODE) NAS CAPTURAS DE FLEBÓTOMOS (DIPTERA, PSYCHODIDAE) TRANSMISSORES DAS LEISHMANIOSES EM ESTUDOS DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA RESUMO: No município de Chapadinha ocorrem as duas vertentes da leishmaniose, a tegumentar e a visceral, e um estudo entomológico para esta parte do Estado revelou uma fauna flebotomínica composta de insetos de ampla distribuição geográfica e de vetores reconhecidos na transmissão das leishmanioses (Silva et al., no prelo). Diferentemente da luz incandescente das armadilhas convencionais, os LEDs, diodos emissores de luz (light emitting diode), podem emitir isoladamente uma porção do espectro luminoso, variando de 350 nm a 700 nm. A luz incandescente emite 94% de sua luz na área do infravermelho (Cohnstaedt et al., 2008), porção do espectro luminoso invisível à grande maioria dos insetos (Briscoe e chittka, 2001), e o restante (6%) é composto por emissões fracas do azul, verde e vermelho. A luz vermelha também é invisível à maioria dos insetos (Briscoe e chittka, 2001). Mesmo a radiação ultravioleta, que é visível aos insetos, não é produzida pela luz incandescente. Desta forma, as lâmpadas incandescentes convencionais apresentam pontos negativos que diminuem muito a eficiência das armadilhas luminosas. Além disto, os LEDs modernos, em comparação, são mais econômicos, duram mais, são pouco substituíveis, difíceis de danificar, e podem apresentar cores monocromáticas que variam do ultravioleta (350nm) ao infravermelho (700nm), propiciando até estudos fotobiológicos com os insetos vetores. Nos estudos realizados com a tecnologia LED (Bishop et al., 2004; Hoel et al., 2007; Mann et al., 2009), os insetos foram mais atraídos por um espectro luminoso em particular, estando os resultados atrelados diretamente à fauna e às condições ambientais próprias de cada região estudada. Portanto, propõe-se, no presente projeto, realizar a substituição das lâmpadas incandescentes por LEDs e averiguar a eficiência das armadilhas assim modificadas em comparação às convencionais, em área de transmissão de leishmaniose do nordeste maranhense. Serão possíveis as análises concernentes à atração de determinadas espécies aos LEDs, inclusive de espécies de vetores que não são prontamente encontradas neste tipo de abordagem metodológica (armadilhas CDC), como os anofelinos transmissores da malária e outros vetores de importância médica, como os triatomíneos, que também ocorrem na área de estudo do presente projeto. Também será examinada a possibilidade de captura de espécies que ocorrem em uma determinada área estudada, mas que se associam fracamente às armadilhas CDC usuais, amplificando a eficiência das ações de vigilância epidemiológica e dos estudos de fauna vetorial. Palavras Chave: Leishmaniose; Lutzomyia; Armadilha Luminosa

96


NOME: FRANCISCO LIMEIRA DE OLIVEIRA E-MAIL: franciscolimeira@cesc.uema.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 25.138,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TITULO: RIQUEZA, DIVERSIDADE E COMPOSIÇÃO DOS TÁXONS DE INSETOS DO PARQUE ESTADUAL DO MIRADOR, ESTADO DO MARANHÃO, BRASIL RESUMO: Embora não existam estudos amplos sobre a região do Cerrado maranhense, sabe-se que, pela localização do Estado numa zona de transição entre a Floresta Amazônica e as regiões mais áridas, há uma diversidade imensa em sua entomofauna com ocorrência de táxons ainda desconhecidos pela ciência. Assim, esta proposta visa incrementar o conhecimento sobre a diversidade de insetos do Parque Estadual do Mirador. Nos últimos anos, vem sendo realizados trabalhos de inventário de artrópodes no Maranhão, com a descrição de vários táxons novos (Limeira-de-Oliveira, 2003; Limeira-de-Oliveira & Rafael, 2005; Limeira-de-Oliveira, 2008; Limeira-de-Oliveira et al., 2009a, 2009b; Lourenço et al., 2006 e 2009; Martins et al., 2009a, 2009b; Machado et al. 2010). Além dos trabalhos mencionados acima, outros se encontram em fase final de preparação, como a catalogação de outros táxons, bem como descrições de táxons novos de Scorpiones, Lepidoptera, Ephydridae e Tabanidae. Palavras Chave: Insecta; Taxonomia; Inventário

97


NOME: JIVANILDO PINHEIRO MIRANDA E-MAIL: jivanildo@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 17.320,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: HERPETOFAUNA DA ITAMACAOCA: subsídios para a conservação da biodiversidade em um dos últimos remanescentes de vegetação nativa em Chapadinha, leste do Maranhão. RESUMO: A história da vida na terra sempre foi marcada por extinções naturais. Em certas épocas, ocorreram extinções em massa, as quais normalmente estiveram associadas a eventos catastróficos de mudança ambiental extrema ou súbita. No entanto, as taxas de extinções atuais têm sido mais altas do que jamais previamente registrado na história da vida em nosso planeta. Aparentemente, a poluição, a introdução de espécies exóticas, o uso desmedido de certas espécies e, principalmente, a destruição dos habitats têm provocado a extinção de um número muito elevado de espécies. Em certos grupos animais, como é o caso dos anfíbios e dos répteis, as taxas de declínio no número de espécies já são percebidas em escala global, produzindo ampla discussão das causas e das medidas para diminuir as taxas de extinções. Contudo, para que se possa efetivamente remediar a situação, faz-se necessário a compreensão dos processos e das populações e comunidades envolvidas. Riqueza e composição de espécies são os descritores mais simples de quaisquer taxocenoses. Assim sendo, este dois descritores constituem a base de vários modelos de análise da estrutura das comunidades, figurando como tema central para a compreensão da distribuição e abundância das espécies e, por conseguinte, para sua conservação. A conservação da biodiversidade, por sua vez, é um tema muito complexo, que normalmente ultrapassa as barreiras da Ecologia e se conecta a outras disciplinas, notadamente aquelas ligadas à Economia. Devido a quantidade de espécies ameaçadas ser muito elevada e os recursos para a conservação limitados, emerge a indagação sobre quais seriam as maneiras de otimizar o uso destes recursos em favor da conservação. Neste contexto, surgiu a idéia dos “hotspots”, que seriam áreas prioritárias para conservação. Originalmente, os “hotspots” eram definidos em função do alto índice de endemismo de espécies e/ou altos níveis de ameaça a seus respectivos ambientes. Contudo, atualmente são considerados e discutidos vários tipos de “hotspots” (e.g. de endemismos, de ameaça e de riqueza de espécies). Inicialmente, os “hotspots” representavam áreas em escalas amplas, como os biomas (e.g. Cerrado, Mata Atlântica). Atualmente, dada a descaracterização da maioria das áreas dentro de muitos biomas, há uma tendência da definição de “hotspots” em escalas menores. Em qualquer situação, a existência de informações básicas sobre determinada área é fundamental para que ela possa ser avaliada em relação à prioridade para conservação. Assim sendo, a presente proposta se dirige para o conhecimento da Herpetofauna existente em um dos poucos remanescentes de vegetação nativa na microrregião de Chapadinha, leste do Maranhão. Palavras Chave: Serpentes; Lagartos; Anuros

98


NOME: JOSE MANUEL MACARIO REBELO E-MAIL: macariorebelo@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 18.300,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: LEVANTAMENTO DAS ESPÉCIES DE MOSCAS ECTOPARASITAS (DIPTERA: STREBLIDAE E NYCTERIBIIDAE) DE MORCEGOS (MAMMALIA: CHIROPTERA) NO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: O conhecimento atual da associação entre moscas ectoparasitas e morcegos no Maranhão resume-se apenas ao trabalho publicado por Dias et al. (2009), no qual foram registradas 23 espécies de estreblídeos, parasitando 21 espécies de morcegos, em 4 municípios, e ao realizado por Santos et al. (2009), que apresenta dados ecológicos de 17 espécies de morcegos e 15 de estreblídeos no município de São Luís. Todos realizados na fase inicial deste projeto. Apesar de estes trabalhos demonstrarem uma elevada riqueza de espécies, ainda são insuficientes quanto ao esforço amostral e não possuem uma regularidade de coletas em que se possa fazer comparações entre as áreas. Na perspectiva de aprofundar o estudo das comunidades de morcegos e de suas moscas ectoparasitas no Estado, assim como de suas associações co-específicas, este projeto pretende realizar o primeiro registro da quiropterofauna do nordeste maranhense e das suas interações com a paisagem fragmentada do cerrado desta região. Outrossim, as comparações com trabalhos realizados em biomas com características diferentes possibilitarão um maior entendimento de como se relaciona a dinâmica das comunidades de parasitas e de hospedeiros em ambientes com estágios de fragmentação diversos. No Brasil, a taxa anual de desmatamento no Cerrado é alarmante, chegando a três milhões de hectares/ano, sendo as principais pressões a expansão da fronteira agrícola, as queimadas e o crescimento não planejado das áreas urbanas (Machado et al., 2004). A exploração da madeira do Cerrado pode ainda representar elevada lucratividade (Oliveira et al., 2002), o que reforça esse cenário bastante pessimista. Neste contexto, o Estado do Maranhão não se encontra em uma situação diferente, tendo as plantações de soja e eucalipto ocupado áreas extensas de sua vegetação nativa. A formação nordeste do cerrado maranhense apresenta as maiores riquezas e diversidades fitossociológicas junto com o cerrado da porção sul do Estado (Silva et al. (2008), quando comparadas com as regiões central-leste e oeste. Em função da elevada diversidade de espécies de plantas do cerrado entre as regiões do Estado, assim como do padrão aparentemente agregado de distribuição destas, faz-se necessária a criação de estratégias de conservação na proposição de áreas mínimas para reservas, haja vista a rápida conversão de extensas áreas de cerrado desta região em monocultivo. A fragmentação de habitats naturais é um dos mais importantes fatores responsáveis pela elevada taxa de extinção das espécies e perda da diversidade biológica (Wilcox & Murphy, 1985). Em função do processo de fragmentação reduzir a quantidade de hábitat disponível e subdividir ou isolar as populações, acaba modificando, também, o comportamento, a interação entre as espécies e os processos ecossistêmicos (Fahrig, 2003). Por esta razão, a resposta de populações e comunidades à fragmentação de habitat tornou-se um tópico central na biologia da conservação e na ecologia de paisagem (Gorrensen et al., 2005). Devido a

99


abundância, riqueza e diversidade ecológica, os morcegos formam um grupo promissor no estudo das consequências da fragmentação de habitats no Neotrópico (Fenton et al., 1992; Kalko, 1998). Em relação aos ectoparasitos, a influência dos elementos da paisagem nos padrões de parasitismo está relacionada fortemente à facilidade de contato com seus hospedeiros, que é afetada pela densidade destes e pela suas respostas diferenciadas quanto à heterogeneidade do hábitat (Taylor & Merriam, 1996; Cornell et al., 2003). Os padrões de contato dentro de condições complexas de heterogeneidade ambiental ainda são pouco compreendidos (Tham et al., 2010), mas já sugerem uma influência negativa de habitats mais fragmentados, em estudos com carrapatos, sobre a densidade e prevalência de ectoparasitos (Estrada-Peña, 2003, 2004). Apesar de ainda não existir estudos sobre o efeito da dinâmica da paisagem nas comunidades de moscas ectoparasitas de morcegos, a elevada especificidade (Dick, 2007) e o longo período em contato direto com seus hospedeiros (Patterson et al., 2007) indicam uma influência indireta da paisagem, por reduzir a densidade dos hospedeiros e a quantidade de abrigos destes onde as moscas possam reproduzir. Este estudo contribuirá para a compreensão do efeito da fragmentação de habitat da formação de cerrado do nordeste maranhense, causada pela expansão da fronteira agrícola, na estrutura da comunidade de morcegos e de suas moscas ectoparasitas. A partir deste estudo, será possível registrar quais aspectos da alteração da paisagem da região são mais influentes na manutenção das populações de quirópteros e, assim, sugerir quais tipos de estratégias de conservação deveriam ser adotadas na delimitação de reservas naturais nesta região. Palavras Chave: Insetos; Mamíferos; Fragmentação da Paisagem

100


NOME: JOSÉ ROBERTO PEREIRA DE SOUSA E-MAIL: jrszoo@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.375,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: A FAUNA DE CALIFORÍDEOS E SARCOFAGÍDEOS (DIPTERA, OESTROIDEA) EM TRÊS DIFERENTES ZONAS FITOGEOGRÁFICAS DO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: Os insetos são adequados para uso em avaliação de impactos ambientais, efeitos de fragmentação florestal, perda e recuperação da diversidade biológica (Longino 1994), pois além de ser o grupo animal mais numeroso do globo terrestre, apresentam grande diversidade em termos de espécies e habitats e são importantes no funcionamento de ecossistemas naturais, atuando com predadores, parasitos, saprófagos e polinizadores (Schoereder 1997). Estudos faunísticos sobre dípteros muscóides têm revelado que estes podem ser importantes para avaliar impactos ambientais sobre áreas de florestas, como, por exemplo, os trabalhos com califorídeos desenvolvido pelos autores Leandro & D' Almeida (2005) na Ilha do Governador, RJ; Furusawa & Cassino (2006) na Mata Atlântica, RJ. Diante disso e em decorrência da carência de estudos de comunidade com estes táxons no Estado do Maranhão, especificamente abordando a comparação entre zonas fitogeográficas, justifica-se o desenvolvimento deste projeto, uma vez que este irá proporcionar o conhecimento das espécies existentes neste ambientes, bem como verificar como se comportam os padrões de abundância, riqueza e diversidade de califorídeos e sarcofagídeos, podendo servir para a possível avaliação destas áreas no que se refere ao grau de antropização, como também servirá para subsidiar planos de manejo e monitoramento dos impactos, visando à conservação dos ambientes. Palavras Chave: Dipteros Caliptrados; Diversidade; Riqueza de Espécies

101


NOME: LUIS FERNANDO CARVALHO COSTA E-MAIL: lfecc@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 35.016,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DA DIVERSIDADE GENÉTICA DE ESTOQUES DO SURUBIM PSEUDOPLATYSTOMA PUNCTIFER (TELEOSTEI, PIMELODIDAE) NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO MUNIM: subsídios para o manejo da pesca e conservação da espécie RESUMO: Diversidade, variação ou variabilidade genética corresponde à variedade de alelos e genótipos dentro de uma população (Frankham et al., 2010). Dentro do nível de espécie, a diversidade genética pode ser dividida em variação intra e interpopulacional (Wright, 1978). Para fins de conservação, é necessário manter ambos os tipos de variação para minimizar riscos de extinções locais e assegurar estabilidade para a espécie, já que a diversidade genética é requisito para adaptação evolutiva a um ambiente em mudança (Wright, 1978; Avise 2000; Frankham et al., 2010). Estudos teóricos sugerem que populações geneticamente exauridas têm reduzida capacidade de adaptação a mudanças ambientais e altas probabilidades de extinção (Hoffmann & Parsons, 1997; Frankham et al., 2010), de maneira que a World Conservation Union (IUCN) reconhece a manutenção da diversidade genética como uma das três prioridades globais de conservação (McNeely et al., 1990). De acordo com Stone (2000), entender os padrões causais que formam a base da estrutura populacional é pré-requisito para análises sobre outros aspectos da biologia de uma espécie. Dessa forma, a avaliação da estrutura genética de estoques e da diferenciação ao nível populacional constitui o melhor método para manejo visando à conservação de espécies, incluindo aquelas de importância pesqueira (Pullin et al.,1999; Crandall et al., 2000). Isso ocorre porque o entendimento da distribuição dessa variação dentro e entre populações geograficamente separadas permite averiguar a existência de demes distintos, merecedores de estratégias diferenciadas de conservação. No caso do manejo de estoques pesqueiros, além do conhecimento das áreas de desova, a formulação de estratégias efetivas de conservação para as espécies extremamente ameaçadas exige conhecimento sobre a intensidade na qual a diversidade genética é afetada pelo tamanho populacional (Stone, 2000). Essas informações também permitem preservar os processos dinâmicos (seleção natural, fluxo gênico, deriva genética etc) que podem ter criado a estrutura de diversidade genética atual dentro e entre populações de uma espécie ameaçada (Vrijenhoek, 1998). Essas avaliações são, em geral, conduzidas em áreas geográficas específicas, mas a comparação entre áreas distintas é fundamental para identificação de espécies e populações evolutivamente singulares, bem como para delimitar grupos que estejam limitados em diversidade genética (Krajewski, 1994). Essas informações ajudam a identificar e priorizar áreas de monitoramento, manejo e proteção, e assim alocar mais eficientemente os escassos recursos para conservação da biodiversidade. Entretanto, o pobre estado de conhecimento genético-populacional da ictiofauna neotropical cria barreiras para análises de diferenciação genética dos estoques nativos. Pouco se sabe sobre a estrutura genéticopopulacional dos nossos peixes de água doce, especialmente dos grandes migradores. 102


Estudos recentes, utilizando ferramentas genéticas para compreender a biologia e ecologia de grandes peixes migradores sul-americanos, têm indicado que, embora esses peixes tenham em comum o comportamento de migração, diferentes espécies podem se apresentar em grandes e únicas populações genéticas panmíticas (Revaldaves et al., 1997; CarvalhoCosta et al., 2008) ou em populações geneticamente diferenciadas (Wasko & Galetti, 2002; Hatanaka & Galetti, 2003; Hatanaka et al., 2006). Esses achados têm uma importância muito grande quando se pensa na conservação desses peixes e de seus estoques, porque auxiliam na identificação de espécies crípticas, de populações geneticamente diferenciadas e na identificação das causas que podem levar a reduções populacionais e até mesmo a sua extinção (Frankham et al., 2010). Por exemplo, uma significativa diferenciação genética foi identificada em uma espécie migradora do Rio São Francisco, o matrinchã Brycon orthotaenia (=B. lundii), quando foram comparados distintos pontos de amostragem, sugerindo a ocorrência de estruturação populacional (Wasko & Galetti, 2002, 2003). Resultados similares também foram descritos para o curimbatá Prochilodus argenteus (=P. marggravii), coletados em três diferentes pontos, com características ambientais diferentes, localizados a jusante da barragem da hidroelétrica de Três Marias, no Rio São Francisco (Hatanaka & Galetti, 2003; Hatanaka et al., 2006). Esse padrão também foi relatado para Brycon hilarii da sub-bacia do Rio Miranda (bacia do Paraguai), onde se observou diferenças genéticas significativas entre indivíduos coletados em quatro localidades da região de Bonito (MS), além de diferenciações genéticas significativas entre as épocas de coleta durante o ano (Sanches & Galetti, 2007). Assim, considerando o objetivo maior da conservação, o conhecimento relativo à subdivisão de uma metapopulação em diversas populações, cuja integridade deve ser preservada, estudos que possam contribuir para a identificação dessas unidades populacionais distintas do ponto de vista genético assumem relevada importância, especialmente porque orientam os gestores destes recursos na construção de novas estratégias de manejo e proteção. Palavras chave: Microssatélites; Pesca; Conservação

103


NOME: MÁRCIA CRISTINA GONÇALVES MACIEL E-MAIL: macielmcg@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

TÍTULO: AVALIAÇÃO DO TRATAMENTO COM VENENO DE TITYUS SERRULATUS E TITYUS BAHIENSIS SOBRE A SEPSE LETAL EM CAMUNDONGOS RESUMO: O veneno de escorpião possui diversas atividade, dentre elas a do peptídeo bactridina, isolado do veneno de T. discrepans, relatando o efeito bactericida sobre bactérias Gram-positivas e Gram-negativas, devido a vários mecanismos, dentre eles a alteração da permeabilidade de sódio, comprometendo o balanço eletrolítico da membrana e do citosol destes microrganismos (DÍAZ et al. 2009) e/ou feito imunomodulatório (PETRICVICH, 2002). Além disso, Fialho et al (2009) descreveram o efeito profilático do tratamento com veneno de Tityus serrulatus em camundongos, nos quais se induziu sepse letal, mantendo a sobrevida dos animais tratados. Esses estudos indicam a necessidade de continuação de trabalhos para a avaliação do efeito do veneno de Tityus serrulatus e Tityus bahiensis , além de validar a eficácia dos peptídeos deste produto em modelos de infecção polimicrobiana in vitro e in vivo, pois inúmeros compostos naturais isolados de plantas e animais tiveram um grande impacto na sobrevida e no tratamento de várias enfermidades humanas. Além disso, os venenos destes aracnídeos são importantes fontes de substâncias, muitas das quais se constituem em matérias-primas ou protótipos para síntese de novos fármacos ou bioprodutos. Estima-se que 40% dos medicamentos comercializados são desenvolvidos de fontes naturais (SIMÕES et al., 2003). Aproximadamente 60% das drogas anti-tumorais, antiparasitárias, antibacterianas e antivirais comercializadas ou na fase dos testes clínicos são de origem natural (SHU, 1998). Palavras Chave: Veneno; Sepse; Imunologia

104


NOME: MARCOS AUGUSTO GRIGOLIN GRISOTTO E-MAIL: marcos.grisotto@ceuma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.900,00 INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO - UNICEUMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS T Í T U L O : AVA L I A Ç Ã O D E A S P E C T O S I M U N O F E N O T Í P I C O S E EPIDEMIOLÓGICOS ENVOLVIDOS NA RESPOSTA AO TRATAMENTO DA HEPATITE C CRÔNICA RESUMO: Tendo em vista o alto índice de falha terapêutica verificado com os atuais protocolos de tratamento da hepatite C, que atualmente não alcançam nem a metade dos pacientes que iniciam a terapia, vários pesquisadores têm se esforçado, nos últimos anos, para melhor compreender a patogenicidade do HCV, assim como as características imunológicas dos pacientes frente à cronificação da doença. O grande fardo socioeconômico que a hepatite C traz a vários países tem direcionado o estudo e desenvolvimento de novos tratamentos imunomodulatórios, que possam melhorar, substancialmente, a resposta ao tratamento convencional, o qual demanda muito custo frente a resultados ainda não satisfatórios. Levando-se em conta o crescente número de casos novos notificados à vigilância epidemiológica do Estado do Maranhão, o alto custo do manejo desta população e a completa escassez de estudos na área de imunologia em pacientes com a doença no Estado, este estudo intenta contribuir para uma melhor elucidação de lacunas no conhecimento científico da patogenia e resposta imunológica da hepatite C crônica. No Estado do Maranhão, esta é uma iniciativa até certo ponto inédita, pois visa a estabelecer uma correlação entre a expressão de marcadores imunofenotípicos, como o CD81, TLRs 3, 7 e 9 e citocinas com estado funcional de linfócitos T CD4+ e CD8+ e DCs em pacientes com resposta viral sustentanda (RVS) e pacientes Não Respondedores (NR) com o prognóstico e evolução da hepatite C crônica. Tendo em vista que o estudo de aspectos imunológicos durante a infecção pelo HCV é uma abordagem relativamente recente, a nosso ver, faz-se necessário e pertinente um estudo imunofenotípico entre dois grupos que respondem de maneira diferente ao tratamento antiviral preconizado pelo Ministério da Saúde. Este estudo pretende contribuir para a geração de conhecimento científico que possibilite um melhor entendimento da patogenia da hepatite C crônica. Pretendemos, com este projeto, descobrir novos alvos terapêuticos que possibilitem ajudar a traçar novos parâmetros para o tratamento da hepatite C, a assistência médica e farmacêutica, bem como contribuir para um melhor planejamento das ações em saúde no Estado voltadas para este problema. Palavras Chave: Hepatite C Crônica; Marcadores Imunofenotípicos Linfócitos T e Dcs

105


NOME: NIVALDO DE FIGUEIREDO E-MAIL: nivaldo@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 15.980,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: FLORA DO CERRADO DO MARANHÃO RESUMO: O Estado do Maranhão situa-se numa posição de transição entre três macroregiões brasileiras: Norte, Nordeste e Centro-Oeste, apresentando características climatológicas e fitogeográficas típicas destas três macroregiões. Possui uma extensão territorial de 328.663 Km2 localizados entre as latitudes 01001'00'' e 10021'07'' S e longitudes 41048'30'' e 48040'51'' N (SEMATUR,1991). O clima do Estado do Maranhão caracteriza-se, sobretudo, pelo seu caráter de transição entre os climas úmidos da Amazônia e semi-árido do Nordeste, predominando um clima semi-úmido, que ocorre em grande parte da sua porção norte, central e sul, tendo a leste e a oeste, respectivamente, amplas faixas de clima semi-árido e clima úmido (NIMER, 1977 e SEMATUR, 1991). Quanto ao relevo, o estado também é bastante peculiar, podendo ser didaticamente comparado a um grande platô com cotas altimétricas descendentes da região Sul até a região Norte. Assim, ao Sul do estado, encontramos altitudes variando de 400 m a 700m, na região central as altitudes variam entre 200 m a 400 m até chegar ao nível do mar nas regiões norte nordeste (FEITOSA, 1983). A vegetação do Estado reflete em grande parte estas condições de transição e toda esta heterogeneidade ambiental, que fazem do Maranhão um estado ímpar, com formações de Floresta Amazônica, Cerrado, Caatinga, Restinga, Campos inundáveis, Manguezais, entre outras (FREIRE, 1993 e SEMATUR, 1991). Estudos mais detalhados vêm indicando que esta heterogeneidade se reflete também dentro de uma mesma formação, como é o caso da vegetação dos Cerrados que diferem florística e estruturalmente entre as formações encontradas na região nordeste com os da região sul (SILVA et al. 2008). Outra característica importante é que no estado ocorre o extremo da distribuição destas formações (extremo oriental da vegetação Amazônica, extremo nordeste da vegetação do Cerrado e da Caatinga) o que, pelo menos em tese, deve apresentar divergências com as respectivas áreas core, conferindo uma maior singularidade à flora do estado. Apesar de todo esse “patrimônio”, os botânicos ainda não deram grande atenção à região, visto que pouquíssimos trabalhos foram desenvolvidos, e pouco se conhece de sua flora. As coleções botânicas mantidas nas instituições de pesquisa não são representativas, estando geralmente em mal estado de conservação e via de regra inacessíveis. Não há em todo o estado um Sistemáta de plantas superiores, com doutorado, atuando nas instituições de pesquisa. Todos estes fatores tornam a pesquisa no Estado do Maranhão morosa, dependente e impõe ao pesquisador uma dificuldade e sobrecarga muito grande na conclusão de suas atividades. De outro lado, a degradação das áreas naturais vem ocorrendo num ritmo muito intenso, principalmente com os grandes projetos agro-florestais que estão sendo implantados, como os pólos de produção de soja nas regiões sul e nordeste e mais recentemente a conversão de extensas áreas para a produção eucalipto. Toda esta riqueza e diversidade da flora nativa vêm sendo devastada rapidamente sem que ao menos tenha sido registrada. Neste sentido, podemos definir como prioridades para o estado o estabelecimento de coleções botânicas 106


que representem a diversidade de sua flora, a formação de Sistematas que possam atuar nas diversas instituições de pesquisas e a confecção da Flora do Estado do Maranhão que com certeza constituirá um marco na ciência do estado. O recém aprovado projeto do programa CAPES - Programa Nacional de Apoio ao Desenvolvimento da Botânica no Brasil - em convênio UFMA - Departamentos de Biologia e Farmácia com o Instituto de Botânica do Estado de São Paulo IBT-SP, prevê sanar em parte esta deficiência, sendo que nos quatro anos de duração do programa deverão ser estabelecidas coleções da flora do estado nas duas instituições, formar sistematas através de uma bolsa de pós-doutorado (do coordenador deste projeto), 2 bolsas de doutorado e 4 de mestrado, produzir publicações sobre as espécies encontradas (publicações em sistemática, bioprospecção, flora apícola e polinizadores entre outras) e alavancar o conhecimento da Flora Maranhense. Esta proposta visa a complementar os recursos do programa aprovado, uma vez que o programa PNAB/CAPES não prevê gastos com material de consumo, material permanente e despesas de coleta de campo. Palavras chave: Flora do Maranhão; Cerrado; Sistemática

107


NOME: SELMA DO NASCIMENTO SILVA E-MAIL: selmansilva@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TITULO: EFEITO DE MORUS NIGRA L. (amora) COMO TERAPIA DE REPOSIÇÃO HORMONAL EM RATAS OOFORECTOMIZADAS RESUMO: A terapia hormonal (TH) estrogênica ou estroprogestativa é empregada em geral para aliviar os sintomas da menopausa. Entretanto, a longa exposição aos estrogênios e aos progestagênios pode incrementar o risco de câncer ginecológico, principalmente mamário e endometrial. A busca por alternativas, a partir de plantas para a TH, tem aumentado atualmente, porém estudos sobre seus efeitos colateriais ainda são escassos. Morus nigra L. (amora) é uma espécie vegetal largamente usada na medicina popular como repositor hormonal durante a menopausa e também para aliviar seus sintomas (principalmente os fogachos). O trabalho tem como objetivo avaliar a atividade estrogênica do extrato hidroalcoólico (EH) a 70% das folhas de M. nigra L. em ratas Wistar ooforectomizadas. As folhas serão coletadas e catalogadas no Herbário Ático Seabra da UFMA. Após secagem à temperatura ambiente, as mesmas serão pulverizadas e maceradas em etanol a 70% para obtenção do extrato hidroalcóolico (EH). A seguir, o EH será submetido ao fracionamento com clorofórmio/água (2:1 v/v) para obtenção das frações clorofórmica (FC) e aquosa (FA) e posterior triagem fitoquímica. Serão utilizadas 75 ratas adultas (60 dias de idade) da espécie Rattus norvegicus, distribuídas em 5 grupos de 15 cada: Falso operado, injetado com óleo mineral (0,1 mL/100g); Ooforectomizado, injetado com óleo mineral (0,1 mL/100g); estro-progestativo administrado com 0,02 mg/kg; grupo Amora, que receberá a dose de 200mg/kg de EH das folhas de M. nigra L.; e grupo EH de M. nigra L. e estro-progestativos, que receberá as doses de 200 mg /Kg e 0,02 mg /Kg de peso do animal, respectivamente. Com exceção do grupo Falso-operado, todos os grupos serão ooforectomizados. Após 21 dias da ooforectomia, todos os animais receberão, diariamente, suas respectivas soluções, por via oral, durante seis meses. Diariamente, serão analisados a frequência do ciclo estral, pela coleta do esfregaço vaginal, o consumo alimentar, massa corporal e a pressão arterial sistólica (PAS), pelo método não-invasivo (indireto). Após o período de tratamento, os animais serão anestesiados para coleta do sangue e análise dos parâmetros bioquímicos e hormonais, e, em seguida, sacrificados para investigação da reatividade de suas artérias mesentéricas à noradrenalina (Nor), para a remoção e a aferição da massa do útero, comparada à massa corporal e realização do histopatológico do endométrio e da mama. Palavras-chave: Morus Nigra L.; Terapia Hormonal; Ooforectomia

108


NOME: TITO DA SILVA E-MAIL: titodasilv@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 13.755,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: PROJETO DE PESQUISA: ESTUDO FITOQUÍMICO E BIOLÓGICO DE ESPÉCIES VEGETAIS UTILIZADAS NA MEDICINA TRADICIONAL COMO ANTIMALÁRICO RESUMO: Em virtude da ocorrência de compostos com interessantes atividades biológicas nas espécies vegetais que ocorrem na Amazônia legal, propõe-se fazer o estudo fitoquímico e biológico de espécies vegetais utilizadas na medicina tradicional como antimalárico. Este estudo envolverá o isolamento dos constituintes químicos das espécies selecionadas por métodos de partição e cromatográficos, e suas elucidações estruturais por métodos espectrométricos (RMN de 1H e de 13C, EM, IV, UV e DC) e físicos (αD, p.f.). Pretende-se, também, avaliar a ação antimalárica in vitro e vivo dos extratos e substâncias. Palavras chave: Antimalárico; Vegetais; Região Tocantina

109


Edital Universal 010/2009

Ciências da Saúde

110


NOME: ADALGISA DE SOUZA PAIVA FERREIRA E-MAIL: adalgisa@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: 29.884,96 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: GENOTIPAGEM DO VÍRUS DA HEPATITE B EM SÃO LUIS (MA) RESUMO: A hepatite B é uma das doenças infecciosas mais frequentes em todo o mundo, sendo considerada um dos mais sérios problemas de Saúde Pública no mundo. Cerca de 350 a 400 milhões de indivíduos são portadores crônicos do vírus, estimando-se que mais de 1/3 da população mundial já tenha sido infectada pelo VHB, que apresenta uma diversidade viral complexa e dos quais já foram descritos oito genótipos (A, B, C, D, E, F, G, H), com diversos subtipos. No Brasil, alguns estudos em regiões isoladas identificaram a predominância do genótipo A subtipo africano. Este estudo visa a caracterizar os genótipos do vírus da Hepatite B (VHB) de portadores crônicos do VHB, a ser realizado em São Luís/MA, com todos os pacientes atendidos no Núcleo do Fígado do HUUFMA, portadores do VHB por mais de seis meses, HBsAg positivo (por mais de seis meses). O estudo será do tipo transversal, sendo a genotipagem e subtipagem do HBV baseados na sequência de nucleotídeos, nos quais serão utilizados produtos amplificados do gen-S e sequenciados utilizando-se o programa SEQSCAPE do sequenciador automático ABI 3100. Será realizada por Real - Time PCR (RT-PCR) PCR em Tempo Real. Além da diversidade regional, muitos estudos recentes têm sugerido que os genótipos do VHB podem influir na gravidade da doença e na resposta ao tratamento dos pacientes. O paciente será definido como portador crônico com replicação quando o HBeAg for positivo ou quando o HBeAg for negativo, mas a carga do VHB-DNA for igual ou maior que 10.000 cópias do genoma/ml. Será considerado sem replicação ou com baixa replicação quando o VHB-DNA estiver negativo ou abaixo de 10.000 cópias/ml. Serão ainda avaliados os níveis de alaninamainotransferase (ALT) e aspartatoaminotranferase (AST). Os tipos de genótipos encontrados e a carga viral serão relacionados com o estado clínico do paciente Palavras chave: HBV; Carga Viral; Genotipagem; PCR; Sequenciamento

111


NOME: ALINE GUIMARÃES AMORIM E-mail: amorimag@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.980,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: EFEITO DA INTERVENÇÃO NUTRICIONAL SOBRE FATORES DE RISCO PARA DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS DE ADULTOS ACOMETIDOS PELA SÍNDROME METABÓLICA RESUMO: A síndrome metabólica é caracterizada pelo agrupamento de fatores de risco cardiovascular, como hipertensão arterial, resistência à insulina, hiperinsulinemia, intolerância à glicose / diabetes tipo 2, obesidade central e dislipidemia. Tais fatores de risco, usualmente relacionadas às doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), estão relacionados à inadequação alimentar e a inatividade física, e merecem toda atenção de profissionais da área da saúde. Com a relevância da caracterização da população brasileira quanto aos fatores de risco para DCNT, o presente estudo busca realizar intervenção nutricional em indivíduos residentes no município de São Luís, acometidos pela síndrome metabólica e verificar se há redução nos fatores risco para DCNT. Para tanto, planeja-se acompanhar, em caráter voluntário, indivíduos com síndrome metabólica (SM), dentre moradores do Bacanga, da comunidade universitária, e pacientes do Laboratório de Avaliação e Reabilitação Psicomotora Orgânica (LAREPO). Tal patologia será identificada de acordo com o agrupamento de fatores de risco da NCEP-ATP-III. Para tanto, serão verificados parâmetros antropométricos (IMC, RCQ, circunferência da cintura), pressão arterial e parâmetros hematológicos (glicemia jejum, LDL-C, HDL-C e triglicerídios), todos ligados a fatores de risco para DCNT. O inquérito nutricional terá informações sobre hábitos de vida, assim como questionário de frequência alimentar e recordatório alimentar de 24 horas. A intervenção nutricional consistirá em um protocolo de 16 semanas, com atendimento individualizado e palestras educacionais em grupo. Após o acompanhamento nutricional, serão repetidos os exames relacionados aos fatores de risco para DCNT, para verificação da eficácia da intervenção nutricional. Desse modo, poderá ser obtido um diagnóstico mais preciso do estado nutricional dos indivíduos, bem como informações adicionais sobre os benefícios nutricionais associados ao tratamento em questão. Palavras chave: Nutrição; Síndrome Metabólica; Intervenção

112


NOME: ANA PAULA SILVA DE AZEVEDO DOS SANTOS E-mail: apsazevedo@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTITUMORAL TURNERA ULMIFOLIA L. EM MODELO MURINO RESUMO: As plantas medicinais ainda são uma importante fonte para a descoberta de novos fármacos. O Brasil apresenta uma grande diversidade de espécies com potencial terapêutico, e o Maranhão destaca-se por apresentar diversos ecossistemas com uma flora rica. Entretanto, o conhecimento científico não é suficiente para desenvolver fitoterápicos das várias espécies já catalogadas, sendo que a maioria das plantas consideradas medicinais tem seu uso baseado no conhecimento popular. Atualmente, uma planta conhecida vulgarmente como chanana (Turnera Ulmifolia l.) tem chamado atenção. Alguns trabalhos têm relatado melhoria na qualidade de vida de pacientes HIV positivos que fazem uso desta planta. Uma hipótese para esta ação seria a presença de constituintes vegetais capazes de estimular o sistema imune, melhorando a resistência dos pacientes a doenças oportunistas. Outro fator relacionado à imunossupressão é a maior probabilidade de desenvolver o câncer. O câncer é uma das doenças que mais mata no mundo. Apresenta-se como um grupo de mais de cem doenças diferentes, e o custo do tratamento, apesar de difícil de ser quantificado, é seguramente bastante elevado. Neste contexto, o presente projeto propõe-se a realizar uma triagem fitoquímica do extrato bruto da Turnera Ulmifolia l., avaliar sua potencialidade como agente antitumoral, utilizando o modelo in vivo murino, e posteriormente determinar possíveis ações tóxicas do uso oral do extrato vegetal. Assim, com os resultados obtidos neste projeto, espera-se determinar novas possibilidades terapêuticas para validação de novo fitoterápico ou mesmo de um novo princípio ativo; determinar se o sistema imunológico pode ser um possível alvo para a ação desta planta, devido suas atuais aplicações medicinais; e abrir novas perspectivas para uma forma mais acessível de tratamento do câncer. Palavras chave: Turnera Ulmifolia L.; Anti-tumoral; Sistema Imune

113


NOME: ANTONIO LUIZ AMARAL PEREIRA E-MAIL: alap@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.500,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: RELAÇÃO ENTRE MARCADORES SÉRICOS, SALIVARES E A CONDIÇÃO PERIODONTAL DE PACIENTES SUBMETIDOS À TERAPIA RENAL SUBSTITUTIVA: UM ESTUDO TRANSVERSAL RESUMO: A doença periodontal caracteriza-se como um processo inflamatório resultante do desequilíbrio entre espécies bacterianas específicas e os componentes da resposta imunológica do hospedeiro, apresentando grande prevalência em pacientes renais crônicos. Pesquisas têm sido desenvolvidas abordando uma possível interação entre esses dois processos patológicos, contudo as resultados ainda não são claros. O objetivo desse estudo será testar a hipótese de associação entre o nível de marcadores séricos, citocinas salivares (interleucina-1β, interleucina-6 e fator de necrose tumoral-α) e o grau de comprometimento periodontal em pacientes submetidos à terapia renal substitutiva. O estudo terá caráter observacional analítico de corte transversal. A amostra será composta por 187 indivíduos que se encontram sob terapia renal substitutiva no município de São Luís, MA. A coleta de dados será composta de quatro etapas: entrevista e coleta de dados médicos; coleta de saliva; avaliação da condição periodontal e análise laboratorial da saliva através de ensaio imunoenzimático. Para testar as hipóteses, serão utilizadas, na análise das variáveis quantitativas, o teste t de Student, para os dados paramétricos, e o teste de Mann-Whitney, para os dados não paramétricos. No caso das variáveis categóricas, será utilizado o teste quiquadrado convencional. Caso a hipótese nula seja rejeitada, seria uma forte evidência científica de que marcadores séricos dosados rotineiramente durante o tratamento renal podem estar associados com os níveis de citocinas inflamatórias na saliva e com o grau da doença periodontal, o que teria grande impacto na identificação da susceptibilidade.

Palavras chave: Doença Periodontal; Doença Renal; Hemodialise

114


NOME: ANTONIO RAFAEL DA SILVA E-MAIL: regionalsbmt@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: PARACOCCIDIOIDOMICOSE NO ESTADO DO MARANHÃO: ASPECTOS GEOGRÁFICOS, EPIDEMIOLÓGICOS E CLÍNICOS.

RESUMO: Ao longo das últimas décadas, têm sido observadas grandes alterações na frequência, nas características demográficas da população atingida e na distribuição geográfica da paracoccidioidomicose (PCM), doença sistêmica de natureza granulomatosa, causada pelo fungo termo-dimórfico Paracoccidioides brasiliensis. No Maranhão, estes aspectos ainda não são bem conhecidos, o que motivou a equipe do CRDIP a propor o presente projeto, cujos objetivos são: localizar as áreas de ocorrência dos casos e produzir o mapa da distribuição da doença no Estado; levantar as características ambientais das áreas com maior ocorrência de casos; realizar busca ativa de casos; levantar dados demográficos e epidemiológicos dos casos; descrever os achados clínicos e a evolução dos casos diagnosticados e tratados; treinar os profissionais das áreas afetadas para a realização do diagnóstico e tratamento da doença. Palavras chave: Paracoccidioidomicoe; Epidemiologia; Maranhão

115


NOME: BRUNO BRAGA BENATTI E-MAIL: brunobbenatti@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: INFLUÊNCIA DO DIABETES MELLITUS (DM) NA PRODUÇÃO DE CITOCINAS RELACIONADAS A REGULAÇÃO DE LINFÓCITOS TH17 EM PACIENTES COM DOENÇA PERIODONTAL CRÔNICA.

RESUMO: As células Th17 representam uma população distinta de linfócitos sem relação com os linfócitos Th1 e Th2. São células pró-inflamatórias muito potentes, que produzem interleucina (IL)-17, e possuem atividades que incluem a expressão de outras citocinas próinflamatórias, quimiocinas e metaloproteinases. A produção de IL-17 já foi reportada em níveis aumentados em células de pacientes com doenças periodontais também no fluído crevicular gengival de sítios com periodontite. Mesmo que a presença de biofilme dental seja o fator etiológico primário das doenças periodontais, a resposta imune do hospedeiro tem um papel importante na progressão da doença. O DM é reconhecido como um fator de risco para doença periodontal, afetando sua incidência e severidade. Sua influência na complexa rede de interações entre as moléculas participantes do processo inflamatório tem sido relatada na destruição dos tecidos periodontais. No entanto, o papel das células Th17 na relação patógeno-hospedeiro em pacientes periodontais ainda necessita ser estabelecido. Sendo assim, o presente estudo tem como objetivo avaliar a influência do DM na produção de citocinas relacionadas à regulação de linfócitos Th17 em pacientes com doença periodontal crônica. Serão removidas biópsias gengivais de pacientes saudáveis sem doença periodontal; pacientes sistemicamente saudáveis com periodontite crônica; e pacientes com DM tipo II controlada e não-controlada com periodontite crônica. Serão quantificadas, através de ELISA, a produção de IL-17, de IL-23 (estimulador da proliferação de células Th17), e de IL-6 e fator de crescimento transformador (TGF)-β (estimuladores da diferenciação de células Th17). Palavras chave: Doença Periodontal; Diabetes Mellitus; Linfócitos

116


NOME: CECILIA CLAUDIA COSTA RIBEIRO E-MAIL: cecilia_ribeiro@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.800,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO DE FERRO NA SALIVA E NO BIOFILME ORAL DE CRIANÇAS COM CÁRIE DE ESTABELECIMENTO PRECOCE RESUMO: Tendo em vista que evidências têm apontado para um efeito preventivo do ferro contra a doença cárie, mas ainda se desconhece esse efeito no biofilme oral e na saliva de humanos a partir de experimentos clínicos, o objetivo desse estudo será avaliar o efeito anticárie na saliva e no biofilme oral da suplementação de ferro para o tratamento da anemia ferropriva em crianças com cárie de estabelecimento precoce. O estudo será clínico, experimental, com uma amostra de 20 crianças, com idade de 48 a 60 meses, que tenham o diagnóstico de anemia ferropriva e que apresentem cárie de estabelecimento precoce (lesões ativas não cavitadas). Os critérios de exclusão na amostra serão: crianças com doenças sistêmicas debilitantes que podem ter influência sobre a doença cárie e anemia ferropriva; crianças com alterações salivares (xerostomia), crianças que já tiveram o sangue coletado para diagnóstico de anemia nos últimos 6 meses, com anemia ferropriva e lesões iniciais de cárie. Serão coletadas amostras de biofilme e saliva, antes do início da suplementação com o sulfato ferroso. O biofilme será dividido em duas alíquotas, uma para avaliação microbiológica: microorganismos totais, estreptococos mutans e Lactobacillos. A outra será para a avaliação das variáveis bioquímicas relacionadas à cárie: cálcio, fósforo, flúor e polissacarídeos, além do ferro, que está sendo avaliado em sua relação com a cárie. Na saliva, serão avaliados: fluxo salivar estimulado e da quantidade de íons cálcio, fosfato, ferro e flúor. Durante a suplementação com ferro, uma nova coleta do biofilme e da saliva será realizada com 15, 30 e 60 dias. Assim, as mesmas variáveis serão confrontadas com os dados do tempo 0, e nos diferentes tempos num total de 160 amostras (80 saliva e 80 biofilme). Os dados das variáveis antes e após uso do ferro serão submetidos a análise estatística através de teste t pareado utilizando-se o software BIOSTAT 3.0, com significância de 5%.

Palavras chave: Cárie Dentária; Anemia Ferropriva; Crianças

117


NOME: CÉLIA REGINA MAIO PINZAN VERCELINO E-MAIL: cepinzan@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 10.000,00 INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO - UNICEUMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: AVALIAÇÃO IN VIVO DE UMA ABORDAGEM ALTERNATIVA PARA A COLAGEM DIRETA DE TUBOS ORTODÔNTICOS RESUMO: Apesar de a colagem direta despender menor tempo clínico, com maior preservação da integridade gengival, ainda hoje se observa uma alta incidência de bandagem dos molares. Portanto, torna-se interessante a idealização de recursos para o aumento da eficiência deste procedimento para dentes submetidos a maiores impactos mastigatórios, como por exemplo, os molares. Com o propósito de avaliar se a resistência à adesão da aplicação de uma camada de resina adicional na região oclusal da interface tubo/dente aumenta a qualidade do procedimento de colagem direta de tubos em molares, realizaremos este estudo. Para tanto, selecionaremos uma amostra composta por 110 molares com indicações de terapia ortodôntica. O estudo será do tipo Split mouth (boca dividida), onde os lados direitos e esquerdos serão randomizadamente divididos em dois grupos: grupo 1: aplicação de uma camada de resina na porção oclusal da interface tubo/dente; e grupo 2: somente colagem direta convencional (grupo controle). Os acessórios serão observados por 6 meses, onde serão anotados, mês a mês, as possíveis quedas de acessórios de ambos os grupos. Procederemos com a estatística descritiva (média e desvio padrão) e, a comparação entre os grupos, será analisada por meio do test t independente de Student e sobre o tempo de permanência do tubo pela produção das curvas de estimativas de sobrevida estratificada pelo fator Kaplan-Meier.

Palavras chave: Dente Molar; Colagem Dentária; Ortodontia

118


NOME: CLÁUDIA MARIA COÊLHO ALVES E-MAIL: cmcoelhoa@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.910,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: EFEITO DO TRATAMENTO PERIODONTAL EM PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA SUBMETIDOS OU NÃO À HEMODIÁLISE RESUMO: A Insuficiência Renal Crônica (IRC) representa uma alteração estrutural renal que implica na redução ou limitação da capacidade de filtração glomerular dos rins, causando a uremia, caracterizada pelo acúmulo no sangue de substâncias que devem ser filtradas e excretadas pelos rins. A IRC pode exibir variadas manifestações bucais como: xerostomia, estomatite urêmica, alterações radiográficas dos ossos maxilares, formação de cálculo dentário e outras menos frequentes. A existência de possíveis doenças periodontais ou de quaisquer alterações da saúde bucal pode representar focos de infecções aos pacientes renais crônicos em hemodiálise, os quais são extremamente suscetíveis a estas. A doença periodontal (DP) é um processo destrutivo progressivo que afeta os tecidos periodontais, causado por microrganismos que colonizam áreas dento-gengivais na forma de placa dental. Várias pesquisas desenvolvidas detectaram que pacientes com IRC têm pobre higiene oral e inflamação gengival, maior acúmulo de placa bacteriana e maior formação de cálculo dentário. No entanto, quanto à inflamação gengival, alguns estudos indicaram que a mesma foi comparável em relação a pacientes saudáveis. O exame periodontal em muitos estudos foi efetuado em momentos diferentes. Em alguns, foi durante a hemodiálise; em outros, durante a diálise peritoneal e ainda em outros durante a fase final da doença. Outro fator a ser considerado é que a maioria dos estudos é de natureza transversal e, além disso, não utilizaram os mesmos critérios de definição de DP. Não há dúvida de que programas de controle efetivos de placa são imprescindíveis para a melhora da saúde bucal, no entanto, na literatura, existem poucos relatos da resposta de paciente com IRC submetidos ou não à hemodiálise, ao tratamento periodontal enfatizando o controle de placa. Desta forma, o objetivo deste projeto é avaliar o efeito de um programa de controle regular de Higiene Bucal após o tratamento periodontal em pacientes com IRC submetidos ou não a hemodiálise. Serão selecionados, aleatoriamente, 150 pacientes (sendo 50 no Grupo experimental I e 50 no grupo experimental II), com IRC sendo que 50 em hemodiálise e 50 em diálise peritoneal, tratados no Hospital Universitário Presidente Dutra e que não possuam qualquer outra doença sistêmica. Serão selecionados, aleatoriamente, no mesmo hospital, 50 pacientes sem IRC e com doença periodontal (Grupo controle). Todos os pacientes serão encaminhados à Clínica de Periodontia da Faculdade de Odontologia da UFMA para receber tratamento periodontal. No exame inicial, os pacientes serão avaliados quanto às condições periodontais. Os parâmetros utilizados serão Índice de Placa (Loe & Silnes, 1964), Índice Gengival (Silness & Loe, 1963), Índice de cálculo (BJÖRBY; LÖE, 1967), Profundidade Clínica de Sondagem (PCS), Nível de Inserção Clínica (NIC) e recessão gengival. Depois, seguirão o plano de tratamento periodontal que consistirá de Terapia Periodontal Básica por meio de Orientação de Higiene Bucal e Raspagem, Alisamento e Polimento coronário radicular para todos os pacientes. A cada 3 meses, será feita uma reavaliação dos parâmetros avaliados, para observar os resultados obtidos com a terapêutica periodontal, e os pacientes receberão reforço na Orientação de Higiene Bucal, assim como a eliminação de fatores retentivos de placa. Palavras chave: Doenças Periodontais; Insuficiência Renal Crônica; Hemodiálise

119


NOME: CONCEIÇÃO DE MARIA PEDROZO E SILVA DE AZEVEDO E-MAIL: pedrozo@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO CLÍNICA, EPIDEMIOLÓGICA E LABORATORIAL DA CO-INFECÇÃO HIV/LEISHMANIOSE VISCERAL NO MARANHÃO RESUMO: A LV se encontra em processo de expansão geográfica, acometendo, nas últimas décadas, populações de regiões urbanas, principalmente aquelas que residem em condições precárias na periferia das grandes cidades. Estima-se uma incidência bruta global de aproximadamente 500.000 casos de LV por ano. O Brasil é um dos cinco países que contribuem com 90% dos casos no mundo e responde por 90% dos casos notificados nas Américas, apesar do problema de subnotificação que se estima em torno de 40%. A LV que acomete indivíduos adultos no Brasil é considerada como indicadora de imunodepressão grave no contexto da co-infecção por HIV, no entanto, não é considerada uma doença definidora de AIDS para fins de notificação junto aos sistemas de vigilância epidemiológica. Uma pesquisa realizada dentro da Gerência de Leishmanioses mostrou que, relacionando os dados dos sistemas de informação disponíveis, tomando como base os 16.210 casos de LV notificados no SINAN de 2001 a 2005 e todos os casos de AIDS notificados neste período, identificaram-se 268 casos de co-infecção. Após o relacionamento dos bancos por meio do software RecLink, foi possível identificar 176 casos de co-infecção. Desses 176 casos, 129 já apareciam como co-infectados no SINAN. Portanto, os casos identificados após o relacionamento corresponderam a 47 indivíduos, dando uma estimativa final de 315 casos de co-infecção no período (ELKHOURY, 2007). A informação disponível sobre os 176 casos detectados nos sistemas avaliados mostrou que: os pacientes residiam nas Regiões Nordeste (52,8%), Sudeste (29,1%), Centro-Oeste (10,8%), Norte (6,3%), e Sul (1,1%). Os estados que apresentaram maior número de casos foram: Maranhão (16,5%); Minas Gerais (14,8%); São Paulo (13,6%); Piauí (12,5%); e Mato Grosso do Sul (9,1%). Objetivos: a) caracterizar a clínica dos pacientes com a coinfecção LV/HIV; b) determinar o perfil epidemiológico dos pacientes com a co-infecção; e c) identificar os genótipos de Leishmania spp nesta população.

Palavras chave: Leishmaniose visceral; AIDS; Leishmania spp

120


NOME: ERICK MIRANDA SOUZA E-mail: erickmsouza@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 21.798,30 INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO - UNICEUMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: EFEITO DA MOVIMENTAÇÃO ORTODÔNTICA INTRUSIVA NA C A PA C I D A D E S E L A D O R A A P I C A L E M D E N T E S T R ATA D O S ENDODONTICAMENTE RESUMO: O tratamento ortodôntico, usualmente, envolve a movimentação de dentes tratados endodonticamente. A reabsorção apical, principal sequela da movimentação ortodôntica, tem sido observada após a aplicação de força em dentes previamente obturados. A despeito da reabsorção apical em dentes tratados endodonticamente espera-se que, mesmo após a movimentação ortodôntica, a estabilidade dimensional da obturação seja mantida, com o objetivo de impedir ou minimizar a percolação de fluidos através do endodonto. Apesar de não comprovado, é possível especular que a reabsorção apical induzida pela aplicação de forças ortodônticas em dentes obturados possa implicar em danos à estabilidade da obturação apical, resultando na criação de defeitos no material obturador ou na ampliação de falhas previamente existentes. Considerando que deficiências na obturação podem contribuir para o insucesso endodôntico em longo prazo (Orstavik et al., 2004) é absolutamente essencial que a obturação endodôntica se mantenha estável durante a movimentação ortodôntica. Apesar de vários estudos terem se dedicado à investigação da ocorrência de reabsorção apical decorrente da movimentação ortodôntica em dentes tratados endodonticamente, não há relatos na literatura indicando a ocorrência de danos à obturação endodôntica pós-movimentação ortodôntica. O objetivo do presente projeto é demonstrar o efeito da movimentação ortodôntica intrusiva na capacidade seladora apical de dentes tratados endodonticamente. Para observar este efeito, pacientes portadores de premolares indicados para extração ortodôntica serão submetidos a tratamento endodôntico e, em seguida, à força ortodôntica intrusiva seguida de extração dental e teste de capacidade seladora. Os dentes contra laterais servirão como controle onde nenhuma força ortodôntica será aplicada. A hipótese nula testada é que a aplicação de força intrusiva não resulta em alteração na capacidade seladora apical. Palavras chave: Intrusão Ortodôntica; Capacidade Seladora Apical; Tratamento Endodôntico

121


NOME: IVONE GARROS ROSA E-MAIL: ivonegarros@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 17.302,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: ESQUISTOSSOMOSE NOS BAIRROS DE PERIFERIA DE SÃO LUÍS DO MARANHÃO RESUMO: A esquistossomose mansônica é uma endemia causada pelo Schistosoma mansoni que envolve o hospedeiro definitivo (homem) e o hospedeiro intermediário (caramujo). O clima tropical do Brasil permite que a maioria dos estados brasileiros ofereça condições necessárias para a transmissão dessa doença. As principais espécies de caramujos envolvidos na transmissão da esquistossomose são: Biomphalaria tenagophilea, B. straminea, B. glabrata que estão distribuídas de Norte a Sul do Brasil. No Maranhão, a esquistossomose vem sendo observada desde 1920 e constitui um relevante problema de saúde pública, apresentando focos em diversas regiões, principalmente na Baixada Maranhense (Silva-Souza, 2000). Em São Luis, vários trabalhos foram realizados nos bairros de periferia, na investigação da presença do caramujo e verificou-se a disseminação da doença (GONÇALVES, 1995; LIMA, 2001). Segundo Ramos (2007), a Vila Embratel é um bairro de periferia com 46,6% de caramujos positivos para o S. mansoni e com sérios problemas sanitários. O único meio de resolver o problema da esquistossomose mansônica, como da maioria das parasitoses, seria dar destino adequado aos dejetos humanos, impedindo, assim, que as fezes com ovos do esquistossomo favorecessem o desenvolvimento da doença. A esquistossomose, como todas as endemias parasitárias, é uma doença resultante do baixo poder aquisitivo da população. Diante dessas perspectivas, é necessário que haja um engajamento educativo no sentido de levar conhecimento para a população local, principalmente no que diz respeito aos meios de prevenção, modos de transmissão da esquistossomose. Daí, a importância do envolvimento com a comunidade local, em especial, com crianças e adolescentes, além de líderes comunitários, para estabelecer metas de prevenção dessa doença. A nossa proposta vem ao encontro de aportar e diagnosticar os vários ângulos dessa endemia e favorecer uma grande parte da sociedade comprometida. Palavras chave: Esquistossomose; Bairros de Periferia; Caramujo

122


NOME: JOAO BATISTA SANTOS GARCIA E-MAIL: jbgarcia@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: PREVALÊNCIA DE DOR CRÔNICA NA POPULAÇÃO DE SÃO LUÍS, MARANHÃO RESUMO: A dor é definida como uma experiência sensorial e emocional desagradável. Quando persiste por certo período de tempo e não pode ser atribuída a uma causa específica se torna crônica. Atualmente, a dor crônica é um problema de saúde pública devido à alta prevalência na comunidade. Assim, esse estudo tem como objetivo estimar a prevalência de dor crônica e identificar fatores associados a esta morbidade na população de São Luís, MA. Será realizado um estudo transversal de base populacional. A população-alvo serão pessoas de ambos os sexos, maiores de 18 anos de idade, residentes no município de São Luís, selecionadas por amostragem probabilística do tipo conglomerado, em múltiplos estágios. A partir da relação numérica dos 979 setores censitários do município de São Luís, do IBGE, serão sorteados 30 setores censitários. Em cada setor censitário serão estudadas 54 pessoas, com o objetivo de alcançar o total de 1600 pessoas. Nos domicílios sorteados, todos os adultos maiores de 18 anos de idade, residentes há mais de seis meses, serão entrevistados. Será utilizado um questionário com 30 perguntas fechadas, envolvendo questões sobre perfis sócio-demográficos, psicossociais e sócio-ambientais, além de questões específicas para dor crônica (em anexo). Utilizou-se, como base para o estudo da dor, perguntas do banco de dados da IASP. Este estudo possibilitará o conhecimento da prevalência da dor crônica no município de São Luís-MA, facilitando estratégias para o controle do problema e direcionando investimentos que possam reduzir os custos com a saúde. Os resultados podem gerar impactos sociais e econômicos positivos, ajudando a minimizar o sofrimento dos portadores de dor crônica. Espera-se que esta proposta possa despertar o interesse de serviços especializados em aprofundá-lo através de estudos ambulatoriais e longitudinais. Como perspectiva clínica, acredita-se que protocolos de avaliação e tratamento podem ser desenvolvidos a partir dos dados obtidos. Palavras chave: Dor Crônica; Prevalência; São Luís

123


NOME: JOSÉ ROBERTO DE OLIVEIRA BAUER E-MAIL: jrob@usp.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.786,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSDIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: MÉTODOS QUE VISAM MAXIMIZAR OS VALORES DE RESISTÊNCIA DE UNIÃO E PROLONGAR A LONGEVIDADE DOS SISTEMAS ADESIVOS. RESUMO: Há algumas alternativas clínicas que podem ser empregadas para maximizar o desempenho dos adesivos convencionais simplificados. Essas técnicas visam de alguma forma melhorar a penetração do adesivo na rede de colágeno exposta (Gwinnett, 1992). A aplicação ativa, o aumento do tempo de aplicação (dobro ou triplo do recomendado), aumento do número de camadas (Frankenberger et al., 2001; Pashley et al., 2002; Ito et al., 2005; Hashimoto et al., 2004; Nakaoki et al., 2005), o uso de uma corrente elétrica após aplicação do adesivo (Pasquantonio et al., 2005; Breschi et al., 2006) e o aumento do tempo de exposição da luz do fotopolimerizador permitirem uma maior infiltração no substratos dentais, o que, por sua vez, garante melhoria no seu desempenho em curto prazo. Alguns autores especulam que um maior números de camadas pode aumentar a infiltração do adesivo na rede de colágenos, que levaria a um aumento considerável nos valores de resistência de união à dentina (Pashley et al., 2002, Hashimoto et al., 2004). Este aumento de resistência de união está ligado à remoção da água residual devido a aplicação de sucessivas camadas, formação de cross-linkings no interior da rede de colágeno, eliminação da camada inibida por oxigênio (1ª Camada) e, finalmente, o aumento da saturação de adesivo no interior da rede de colágeno. Dessa forma, apesar dos excelentes resultados desta técnica em curto prazo, o seu papel no efeito na durabilidade da união ainda necessita de estudos. Outra manobra que deve ser considerada para melhorar o desempenho dos adesivos convencionais simplificados é o aumento no tempo de exposição à luz. Isso levaria a uma camada adesiva menos permeável e um maior grau de conversão dos monômeros. Entretanto, há poucos estudos que mostram o impacto do aumento do tempo de exposição de luz na resistência de união, e não há ainda estudos, em longo prazo, mostrando eficiência desta técnica. Palavras chave: Adesivos; Resina Composta; Resistência de União

124


NOME: MANUEL DOS SANTOS FARIA E-MAIL: mfaria@inlab.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.933,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: ANÁLISE DA EXPRESSÃO GÊNICA DOS RECEPTORES DA DOPAMINA E DA SOMATOSTATINA EM ADENOMAS HIPOFISÁRIOS RESUMO: Os tumores da adeno-hipófise representam 15% das neoplasias intracranianas e são geralmente benignos. Apesar de serem comuns na população geral, apenas uma pequena fração destes tumores leva a manifestações clínicas, seja pela presença de compressão de estruturas vizinhas (hipopituitarismo, sintomas visuais, cefaléia) ou devido a síndromes endócrinas causadas pela hipersecreção hormonal. A maioria dos adenomas hipofisários é de crescimento lento e em uma fração pequena ocorre metástase, caracterizando malignidade. O tratamento mais comumente usado em pacientes com adenomas hipofisários é a remoção cirúrgica do tumor, com objetivo primário de retirar a massa tumoral preservando as funções da hipófise, entretanto, o procedimento cirúrgico não é certeza de cura. Dependendo de fatores como a localização do tumor e da experiência do neurocirurgião existe sempre a possibilidade de uma recidiva, variando a eficácia do processo cirúrgico entre 60% e 90% dos casos. O processo cirúrgico não sendo eficaz faz-se necessário o uso de outros tratamentos, na tentativa de controlar os níveis hormonais e da proliferação celular. Entre eles, está disponível a utilização dos agonistas dopaminérgicos e dos análogos da somatostatina. A ação biológica da DA é mediada por cinco diferentes subtipos de receptores, D1-D5. A DA liga-se a todos os cinco tipos de receptores com afinidades diferentes. Entre os agonistas dopaminérgicos, a Cabergolina e a Bromocriptina podem ligar-se aos receptores D1 e D2, possuindo alta afinidade para ambos e alta seletividade para os receptores D2. A ação biológica da somatostatina é mediada por seis receptores, chamados Sst1-Sst5, codificados por cinco diferentes genes e localizados em cromossomos distintos. Os receptores da somatostatina são amplamente expressos em diferentes tipos de tumores, principalmente em adenomas hipofisários com predominância dos receptores tipo Sst2 e Sst5 e menos frequentemente do subtipo Sst4. Palavras chave: Receptores; Somatostatina; Dopamina

125


NOME: NÊUTON DA SILVA SOUZA E-MAIL: neutonsouza@cecen.uema.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 5.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: ANÁLISE ESPACIAL DOS FOCOS DE HOSPEDEIROS DA ESQUISTOSSOMOSE MANSONICA EM SÃO BENTO - MUNICÍPIO DE ÁREA ENDÊMICA DO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: Em 1920, foram detectados os primeiros casos de esquistossomose no Maranhão, sendo 8 na cidade de Cururupu e 2 em São Luís (LISBOA & MORAES, apud ARAÚJO, 2005). A área endêmica da esquistossomose mansônica no Maranhão, a Baixada Ocidental Maranhense, é uma das regiões economicamente mais pobres do estado, com a população sobrevivendo à custa dos lagos naturais, da pesca, da caça, lavoura e pecuária de pequeno porte. A adaptação do S. mansoni a diversas espécies de Biomplalaria e a participação de hospedeiros vertebrados não-humanos no seu ciclo têm contribuído para a evolução de populações com variações intra-específicas (cepas) na morfologia externa do verme adulto e diferenças em nível molecular. Em meados do século XX, foram registrados os primeiros casos de roedores naturalmente infectados por S. mansoni no Brasil e na África (AMORIM, 1953; KUNTZ, 1952; SCHWETZ, 1952). Hoje, sabe-se que o roedor é um importante elo da cadeia epidemiológica do S. mansoni por albergar grande número de vermes e atuar como um possível reservatório natural (VEIGA-BORGEAUD et al., 1986; BASTOS et al., 1984). Bastos et al (1984) constataram que na Baixada Maranhense coabitavam dois hospedeiros definitivos do S. mansoni: o homem e o roedor silvestre, que se integram com seus hábitos semi-aquáticos à ecologia da região. Os espécimes de H. brasiliensis nanus são dotados de pequenas membranas interdigitais que auxiliam na locomoção dentro d'água, por essa razão, são comumente encontrados nos banhados naturais como juncos ou em habitats úmidos alterados. O município de São Bento (que faz parte da Baixada Ocidental Maranhense) é destacado na literatura como local propício a ocorrência de criadouros naturais de moluscos Biomphalaria glabrata e roedores H. brasiliensis nanus, sendo que nesse mesmo município foram encontrados roedores silvestres H. brasiliensis nanus infectados durante todo o ano (BASTOS et al. 1982; 1984; 1985). Portanto, reconhecendo que a esquistossomose é uma realidade no Maranhão, a realização deste trabalho se justifica na medida em que se torna necessário conhecer o padrão da distribuição espacial desses hospedeiros, no município de São Bento. Palavras chave: Molusco; Roedor Silvestre; Baixada Maranhense

126


NOME: RAIMUNDO ANTONIO GOMES OLIVEIRA E-MAIL: rago@usp.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.952,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: AVALIAÇÃO DE PARÂMETROS MOLECULARES NO PROGNÓSTICO DE CRIANÇAS COM LEUCEMIAS AGUDAS NO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: O projeto ora proposto busca o estudo de parâmetros moleculares importantes na avaliação do prognóstico de pacientes com leucemias agudas em nosso Estado. Tem como objetivos específicos: avaliar os rearranjos BCR/ABL p190 e p210, AF4/MLL, E2A/PBX1 e TEL/AML1 por biologia molecular e sua frequência em pacientes com leucemias agudas (LAs); identificar possíveis padrões imunofenotípicos específicos de LAs que estejam diretamente associados a marcadores moleculares recorrentes; correlacionar subtipos imunomoleculares de LAs a fatores de riscos (genético ou ambiental) e sua influência na resposta terapêutica. Nossa casuística incluirá crianças, de ambos os sexos, a serem encaminhadas pelo Instituto Maranhense de Oncologia Aldenora Belo e diagnosticadas com leucemia aguda, no período de janeiro de 2010 a janeiro de 2012. Também serão incluídos os casos já diagnosticados através do Projeto “Estudo Imunofenotípico por Citometria de Fluxo das Leucemias Agudas na Infância no Estado do Maranhão” e que tiveram seu RNA extraído e estocado. A parte experimental será realizada no Laboratório de Pesquisa Clínica do Centro de Pesquisa Clínica do Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão, que possui estrutura física e equipamentos adequados para o estudo. A população estudada será analisada em relação ao sexo, idade, evolução da doença (remissão ou recidiva), contagem de leucócitos, tipo de leucemia aguda diagnosticada por imunofenotipagem e a expressão das principais alterações moleculares (BCR/ABL p190 e p210, AF4/MLL, E2A/PBX1 e TEL/AML1) do sangue periférico e medula óssea. Espera-se incrementar a biologia molecular como recurso prognóstico na estratificação de pacientes com leucemias agudas para mudanças de rotinas e procedimentos em Hematologia Pediátrica, no sentido de trazer melhorias no atendimento ao paciente leucêmico, com elevação do percentual de cura, diminuição das taxas de morbimortalidade e de custos em nosso Estado. Palavras chave: Leucemias Agudas; Prognóstico; Marcadores Moleculares

127


NOME: RUDYS RODOLFO DE JESUS TAVAREZ E-mail: rudysd@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 28.446,00 INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHAO ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: AVALIAÇÃO CLÍNICA DE PRÓTESES FIXAS CERÂMICAS - ESTUDO LONGITUDINAL RESUMO: Este estudo tem o objetivo de acompanhar o comportamento de próteses parciais fixas de três elementos confeccionadas em material IPS e.max em 40 pacientes, instalados na pós graduação do Centro Universitário de Maranhão (UNICEUMA), avaliadas inicialmente e após 6, 12, 18, 24 meses. Em uma segunda etapa, esta mesma amostra servirá de base para a continuação da avaliação. Para este estudo, 20 pacientes serão selecionados no setor da triagem do UNICEUMA, para receber restaurações estéticas posteriores. Serão considerados como critérios de exclusão e inclusão os descritos por McLAREN, e serão obedecidas as indicações do fabricante para o material. Os procedimentos operatórios de confecção e colocação das próteses serão realizados pelos dez alunos do curso de especialização em prótese dentária do UNICEUMA, coordenado pelo proponente deste projeto. Os alunos receberão uma aula sobre as características do material e um treinamento sobre forma e características dos preparos dentários, provas dos retentores, espessura e características das infraestruturas e cimentação. Todos os procedimentos serão orientados pelo coordenador do projeto. Para a confecção das próteses, será seguido o protocolo clínico de confecção de prótese fixa. Todas as PPF's deverão ter as dimensões dos conectores no sentido VL e OG, segundo McLAREN e SORENSEN, utilizando-se um paquímetro digital. Os pacientes serão reavaliados (numa primeira etapa) após 30 dias, 06, 12, 18, 24 e 30 meses, para julgamento de critérios objetivos: Integridade marginal; Compatibilidade de cor; Cáries dentais secundárias; Desgaste da coroa; e Fraturas visíveis nas estruturas. Uma modificação do critério USPHS será utilizada para julgar uma taxa de Alpha, Bravo e Charlie, para cada uma das cinco categorias da avaliação. Os pacientes completarão a pesquisa a respeito da higiene oral, uso de dentifrício fluoretado, sensibilidade pós-operatória após cimentação e satisfação com o tratamento. Palavras chave: Cerâmicas Odontológicas; Prótese Fixa; Sistema Cerâmico

128


NOME: SILVANA AMADO LIBÉRIO E-MAIL: SILLIBERIO@HOTMAIL.COM TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DA PRÓPOLIS DE MELIPONA FASCICULATA SOBRE A MICROBIOTA CARIOGÊNICA E A PRODUÇÃO DE ANTICORPOS SALIVARES

RESUMO: A cárie é uma doença de natureza infecciosa, cuja ocorrência se dá pela colonização e acúmulo de microorganismos orais, sendo o processo metabólico bacteriano influenciado pela dieta, flúor, saliva, higiene bucal. Entre os fatores de resistência do hospedeiro, a saliva está entre os mais importantes. A IgA é, quantitativamente, a mais importante das imunoglobulinas e atua como primeira linha de defesa nas infecções orais. A titulação de anticorpos IgA específicos para Streptococcus mutans na saliva tem sido utilizada para demonstrar o grau de sensibilização dos pacientes e a possível correlação com o aparecimento de cárie. A terapia antimicrobiana, quando utilizada preventivamente, objetiva evitar um desequilíbrio na microbiota bucal e, no sentido terapêutico, visa ao reequilíbrio da microbiota e determinação de um biofilme ecologicamente estável. Substâncias antimicrobianas como a clorexidina, triclosan, timol e cloreto de cetilpridínio têm sido empregadas na cariologia. Embora a clorexidina tenha propriedades antimicrobianas para bactérias cariogênicas, a ocorrência de efeitos locais adversos limita o seu emprego. Assim, tem sido incansável a busca de novos produtos com atividade equivalente e efeitos colaterais menores no controle profilático e terapêutico de bactérias cariogênicas. O uso da própolis, uma substância totalmente natural, surge como uma opção diferenciada para ser empregada como agente anticárie, e tem tido sua atividade antiinflamatória e bactericida comprovada. Esse projeto tem como enfoque a avaliação da efetividade da própolis de Melipona fasciculata em ensaios clínicos in vivo e em ensaios in vitro, utilizando tanto os extratos, como um produto à base de própolis sobre o crescimento de Streptococcus mutans salivares. Além disso, será também investigado o efeito do tratamento com a própolis sobre a produção de anticorpos salivares na perspectiva de contribuir para obtenção de dados acerca da atividade da própolis na cavidade oral. Palavras chave: Própolis; Microbiota Cariogênica; Anticorpos Salivares

129


NOME: SILVANA MARTINS DE ARAUJO E-MAIL: silvanaaraujo@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.994,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE. TÍTULO: POLÍTICA PÚBLICA DE ESPORTE E LAZER: UM ESTUDO SOBRE O PERFIL DO MUNICÍPIO DE ALCÂNTARA-MA

RESUMO: Este projeto tem como objeto principal investigar a existência ou inexistência de políticas públicas de esporte e lazer, no Município de Alcântara -MA, identificando se os principais aspectos que integram a política setorial estão sendo executados, como forma de garantir ou negar esporte e lazer como direito social à população. É um projeto de continuidade da pesquisa sobre o mapeamento das políticas publicas, na grande Ilha de São Luís (Municípios de Raposa, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e São Luís), que vem sendo realizado pelo Núcleo da REDE CEDES/UFMA, coordenado pelo Grupo de Estudos e Pesquisas Pedagógicas em Educação Física (GEPPEF), vinculado ao Departamento de Educação Física da Universidade Federal do Maranhão. Para alcançar o objetivo citado, serão realizadas as seguintes atividades: aproximação do campo de pesquisa, através do mapeamento dos seguimentos sociais do município em estudo; registros fotográficos, filmagens dos espaços e das atividades de esporte e lazer; aplicação dos instrumentos de pesquisa aos gestores e agentes comunitários; tabulação e análise dos dados colhidos nas entrevistas e questionários; e elaboração do relatório final da pesquisa. Como principal resultado, espera-se subsidiar a elaboração de diretrizes gerais para a estruturação da política municipal de esporte e lazer no que se refere a: recursos humanos, financiamento, legislação, instalações, equipamentos e política de animação, bem como favorecer a adesão do Município de São Luís ao Sistema Nacional de Esporte e Lazer. Palavras chave: Esporte e Lazer; Políticas Públicas; Perfil Municipal

130


NOME: VALDINAR SOUSA RIBEIRO E-MAIL: zmribeiro@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.631,20 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: ANÁLISE DOS FATORES DE RISCO E ASSOCIADOS À SÍNDROME METABÓLICA EM HIPERTENSOS E DIABÉTICOS ACOMPANHADOS EM UNIDADES DE SAÚDE EM CIDADES DO MARANHÃO EM 2010 RESUMO: A Síndrome Metabólica (SM) é a principal causa de eventos cardiovasculares na população. Objetivos: analisar em pacientes hipertensos e diabéticos os fatores de risco (hipertensão, glicemia de jejum alterada, obesidade central, hipertrigliceridemia, diminuição do HDL colesterol) e os fatores associados à SM relacionados a hábitos de vida: tabagismo, etilismo, atividade física, lazer e hábitos alimentares; analisar relação com variáveis socioeconômicas e demográficas e estimar a prevalência de SM em pacientes hipertensos e diabéticos; determinar o estado nutricional, o padrão dietético e sua relação com SM em pacientes acompanhados em Unidades de Saúde em cidades do Maranhão em 2010. Metodologia: Estudo transversal onde será avaliada a SM em hipertensos e diabéticos cadastrados no programa Hiperdia, nas cidades de São Luís, Timon e Barra do Corda, MA. O número total de pacientes para o conjunto das cidades foi estimado em 1.070, considerando prevalência de 0,3 e erro de 0,03 e nível de confiança de 95%. Para diagnóstico metabólico, serão solicitados exames laboratoriais. O estado nutricional será caracterizado por dados antropométricos e o padrão alimentar por questionário de frequência alimentar. Variáveis qualitativas (frequências e porcentagens) serão comparadas pelo teste Quiquadrado e Exato de Fisher e as quantitativas (média e desvio padrão) pelo teste t-Student, com normalidade analisada pelo teste Shapiro Wilk. Para identificar os fatores associados (Odds Ratio) à SM será utilizada a técnica de regressão logística multivariada, com significância de 5%. Palavras chave: Síndrome Metabólica; Estado Nutricional; Padrão Alimentar

131


Edital Universal 004/2010

Ciências da Saúde

132


NOME: ADRIANA DE FÁTIMA VASCONCELOS PEREIRA E-MAIL: adriana.ufma@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 9.527,50 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO -UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: ESTUDO CLÍNICO DA RELAÇÃO ENTRE ASPECTOS PERIODONTAIS E LESÕES CERVICAIS NÃO CARIOSAS EM ADULTOS RESUMO: Lesões cervicais não cariosas são patologias relativamente comuns que afetam uma grande população, geralmente sintomática. Os pré-molares são os dentes mais afetados por essas lesões. Apesar de esses tipos de lesões serem amplamente discutidas, pouco se tem comentado sobre os aspectos periodontais dos dentes envolvidos com essas lesões. O presente estudo tem o propósito de avaliar clinicamente lesões cervicais não cariosas, relacionando os aspectos periodontais dos dentes envolvidos de uma população adulta atendida em uma Instituição Pública de Ensino Superior de São Luís – MA. Os pacientes, de ambos os sexos e na faixa etária de 18 a 60 anos, serão convidados a responder um questionário que abordará perguntas relacionadas aos seus hábitos de escovação e parafuncionais, dieta, presença de sensibilidade na região da lesão, ingestão de algum medicamento e saúde geral. Pretende-se identificar as lesões cervicais não cariosas, quanto ao tipo, formato, dente afetado, localização, bem como condição dos tecidos periodontais subjacentes por meio de avaliação do índice de placa, gengival, profundidade de sondagem, nível de inserção clínica, recessão gengival e sangramento à sondagem. A hipótese que se pretende alcançar com a pesquisa é verificar se lesões cervicais não cariosas causam danos aos tecidos periodontais, já que estes se encontram intimamente relacionados, em especial, devido aos términos cervicais das lesões se encontrarem localizados ao nível cervical ou, até mesmo, subgengival. Palavras Chave: Lesões Cervicais; Doença Periodontal; Adultos

133


NOME: ALCIONE MIRANDA DOS SANTOS E-MAIL: alcione.miranda@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.247,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: MODELOS ESPAÇO-TEMPORAIS PARA CASOS DE TUBERCULOSE PULMONAR NO ESTADO DO MARANHÃO, NO PERÍODO ENTRE 1999 A 2008 RESUMO: A atualidade da questão da tuberculose é indiscutível, pois os avanços no seu conhecimento e a tecnologia disponível para o seu controle não têm sido suficientes para impactar, significativamente, a sua morbidade e mortalidade, principalmente nos países em desenvolvimento. Os recursos financeiros disponíveis no setor público para execução de programas de controle são cada vez mais escassos e indicam a necessidade de estratégias que otimizem esses recursos e permitam ações mais efetivas. O comportamento da TB, como o de tantas outras endemias, está sujeito às influências do meio onde incide. Portanto, é importante e oportuno aprofundar o conhecimento da TB segundo a ótica de sua distribuição espacial e temporal. No Estado do Maranhão, são poucos os estudos que buscam conhecer as causas da variação do comportamento dessa doença em pequenos espaços urbanos ou rurais que mostram condições favoráveis ao seu desenvolvimento. Assim, neste estudo, os modelos Bayesianos propostos possibilitarão estudar a dinâmica espacial e temporal da ocorrência da TB pulmonar no Estado, identificando regiões de risco, como também período de maior incidência da doença. Palavras Chave: Tuberculose Pulmonar; Análise Espacial; Modelos Estatísticos

134


NOME: ANDREA CRISTINA OLIVEIRA SILVA E-MAIL: andreacris09@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 5.230,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: AVALIAÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES ESCOLARES RESUMO: Para que haja uma diminuição do número de portadores de hipertensão arterial no país, é preciso investir na prevenção dos riscos associados ao surgimento e desenvolvimento da hipertensão (DIRETRIZES 2006). Certamente, uma boa parcela desse público poderia ser reduzida se houvesse uma abordagem mais efetiva na infância, principalmente quando há uma predisposição ao surgimento dessa patologia. A partir da observação na prática da enfermagem, podemos perceber a necessidade de intervenções precoces na educação em saúde com intuito de reduzir os agravos provocados e/ou associados a PA elevada. Concordamos com Vier et al (2008) quando este afirma que trabalhos que investiguem a condição hipertensiva em jovens, na adolescência e início da fase adulta fomentam o elemento de detecção prévia de uma patologia que explica, atualmente, 40% das mortes por acidentes vascular cerebral e 25% daquelas por doença coronariana. Percebe-se que a investigação sobre os fatores de risco para a hipertensão arterial não é uma conduta tão enfatizada como deveria ser, uma vez que a prevenção se dá principalmente por uma intervenção precoce ao desenvolvimento da doença, possibilitando, dessa forma, uma melhor resposta para um eventual tratamento. Para tanto, sentimos a necessidade de investigar a presença de alterações na pressão arterial de crianças e adolescentes, assim como os possíveis fatores de risco relacionados ao surgimento e desenvolvimento da hipertensão arterial. Sendo de interesse do Ministério da Saúde, como uma de suas prioridades, o desenvolvimento de pesquisas que investiguem a morbimortalidade, adesão ao tratamento da hipertensão arterial bem como o desenvolvimento de métodos de promoção de saúde e métodos de prevenção, diagnósticos e tratamento precoce da doença, abordando na saúde da criança e do adolescente mecanismos básicos, clínica e epidemiologia relacionados à hipertensão arterial (BRASIL, 2008). Dessa forma, investigar alterações de pressão arterial e fatores de risco para a hipertensão é uma maneira de possibilitar o conhecimento da nossa realidade frente a esse grande problema de Saúde Pública, buscando-se intervir na infância e na adolescência para que os custos com o tratamento da patologia e/ou suas complicações na vida adulta sejam diminuídos por meio da promoção de saúde e intervenção precoce. Palavras Chave: Pressão Arterial; Saúde da Criança; Saúde do Adolescente

135


NOME: ANTONIO CARLOS ROMÃO BORGES E-MAIL: romao@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: AVALIAÇÃO FARMACOLÓGICA PRÉ-CLÍNICA DE EXTRATOS VEGETAIS DA FLORA MARANHENSE RESUMO: A Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que as doenças crônicas representam cerca de 59% do total de 57 milhões de mortes por ano e 46% do total de doenças. A expansão das doenças crônicas reflete os processos de industrialização, urbanismo, desenvolvimento econômico e globalização alimentar. Nos últimos anos, o ressurgimento do interesse pela Fitoterapia despertou uma maior preocupação com a comercialização e utilização de produtos que estão no mercado, sem o prévio conhecimento da ação de sua(s) substância(s) ativa(s). Assim, é indispensável um rigoroso controle de qualidade dos dados que revelam a origem de plantas medicinais utilizadas nos medicamentos e suas especificações técnicas. O Maranhão é um dos estados do Nordeste do Brasil que possui um dos maiores centros de biodiversidade do país, principalmente de espécies vegetais. Essa flora tem beneficiado a economia do Estado, onde os vegetais são muito empregados como fonte de alimentos, cosméticos e medicamentos, permitindo, a exemplo da grande maioria dos estados brasileiros, um crescimento no uso de plantas medicinas com fins terapêuticos. Dentre as espécies vegetais utilizadas pela população maranhense para reduzir os níveis séricos de glicose, hipertensão arterial, ulcera péptica, a fratura óssea e como repositor hormonal durante a menopausa encontra-se Avehrroa carambola L., Syzygium cumini (L.) Skeels, Struthanthus marginatus (Desr.) Blume, Chenopodium ambrosioides L. e Morus nigra L., respectivamente. Considerando que estas espécies vegetais são muito utilizadas pela população maranhense, sob a forma de chá das folhas, no controle de diversos estados patológicos e devido aos poucos estudos científicos descritos na literatura, relatando estas atividades farmacológicas, este Projeto tem por objetivos estudar as ações dos extratos e/ou frações obtidos das folhas destes vegetais nos modelos experimentais de diabetes, hipertensão arterial, úlcera péptica, fraturas ósseas e menopausa em roedores, a fim de realizar a validação pré-clínica de seu uso como medicinal. Para isto, serão avaliados os efeitos dos extratos, sistemas orgânicos envolvidos, contemplando-se os aspectos séricos e teciduais de cada órgão alvo acometido por cada patologia respectivamente; além da investigação de sua toxicidade, quando utilizados os extratos e frações tanto de forma aguda como crônica. Este estudo nos fornecerá bases científicas específicas que contribuirão para a validação de fitoterápicos produzidos a partir destes vegetais, assim como para constatar se a população faz uso correto e seguro destas plantas para o tratamento do diabetes, hipertensão, gastrite, correção de fraturas e menopausa. Palavras Chave: Farmacologia; Toxicologia; Plantas Medicinais

136


NOME: DARLON MARTINS LIMA E-MAIL: darlonmartins@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.961,80 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: EFEITO DO DIÂMETRO E TIPO DE RETENTOR INTRA-RADICULAR NA RESISTÊNCIA À FRATURA DE DENTES TRATADOS ENDODONTICAMENTE RESUMO: Dentes despolpados apresentam-se frequentemente com extensas destruições coronárias resultantes da atividade de cárie, restaurações prévias, traumatismos ou pelo acesso necessário ao tratamento endodôntico propriamente dito. Esta situação clínica compromete a retenção coronária da restauração e sua solução representa um grande desafio para clínicos e especialistas. Apesar dos avanços na Odontologia de materiais adesivos, o modelo universalmente aceito e ainda indicado para a restauração protética de elementos dentais, nestas condições, envolve a utilização de retentores intra-radiculares a fim de permitir a reprodução das características biomecânicas necessárias à retenção da restauração. Considerando que as diferenças estruturais e no desenho dos vários sistemas disponíveis podem influenciar na biomecânica desse conjunto, o entendimento da complexa relação entre as variáveis relacionadas à colocação de pinos se constitui em um desafio constante que afeta o poder de decisão clínica do cirurgião-dentista. Desta forma, aspectos como o material de fabricação do pino, a morfologia da superfície, o comprimento, o diâmetro, e o módulo de elasticidade têm sido relacionados ao sucesso da restauração de dentes tratados endodonticamente com diferentes sistemas de pinos. Entretanto, poucos estudos têm sido conduzidos com o objetivo de verificar os efeitos da variação nas dimensões dos pinos pré-fabricados no desempenho biomecânico do dente restaurado. Todos são focados na retenção do pino ou na distribuição de estresse na dentina, quando restaurados com pinos metálicos apenas. Em tese, quanto maior o diâmetro do pino, maior resistência à fratura deveria ser transmitida ao dente restaurado, desde que obedecida a relação ideal de 1/3 do diâmetro da raiz. No entanto, recentemente, Rodriguez-Cervantes et al. (2007) demonstraram que dentes restaurados com pinos metálicos são mais suscetíveis à variação no diâmetro do pino do que pinos de fibra de vidro, sugerindo que variações no diâmetro dos pinos repercutem diferentemente na resistência à fratura do dente restaurado na dependência do material de fabricação do pino utilizado. Estas novas evidências corroboram a idéia de que fatores associados às dimensões (diâmetro e comprimento) e à forma do pino não atuam isoladamente na dinâmica biomecânica do elemento dental restaurado. Outros fatores como o módulo de elasticidade do material de confecção do pino também integram esta complexa relação resistência/retenção que deve ser alcançada na reabilitação de dentes tratados endodonticamente, necessitando ser melhor investigado, justificando-se assim a realização do presente estudo. Palavras Chave: Resistência à Fratura; Pinos; Núcleos

137


NOME: ELBA GOMIDE MOCHEL E-MAIL: elba@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 19.130,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE

TÍTULO: CONTINGÊNCIAS E PARADIGMAS NO ANÚNCIO DA MÁ NOTÍCIA: ANÁLISE DOS MODELOS OPERANTES ENTRE PROFISSIONAIS DE SAÚDE DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE SÃO LUÍS/MA SÃO LUÍS, MA, 2010 RESUMO: O direito à informação cobre tanto o direito de acesso de paciente e familiares, quando for o caso, quanto o de não querer acessá-la, o que envolve tanto disposições jurídicas fundamentais quanto perfis psicológicos e profissionais. Isso significa que o direito à informação não é uma realidade apartada da história das pessoas físicas, jurídicas e formais envolvidas no processo, bem como dos conflitos que estão em jogo quando o acesso à informação se torna necessário ou é negligenciado, o que nos leva a postular que esse direito é um evento circunstanciado, historicamente determinado e pautado por inúmeras contradições. As complicações aumentam quando se tratam de informações que podem trazer respostas aversivas: as más notícias. Pois, desde os tempos em que éramos caçadores nas savanas, aprendemos a associar a boa notícia com um comportamento reforçado positivamente pelos elogios, euforia e festividade dos aldeões. Já a má notícia foi associada ao fracasso, à perda e à culpa, de modo que seus portadores, desde ao longe, eram avistados caminhando cabisbaixos, como sinal visível dessas reprovações. E, mesmo quando não se trata mais das savanas, e sim da prática de profissionais da saúde, ainda encontramos esse tipo de associação. Nesse sentido, é bastante comum observarmos profissionais dessa área associando má notícia a emoções como culpa ou fracasso terapêutico, o que certamente pode ter a sua funcionalidade, mas que não deveria interditar o processo comunicacional entre eles, pacientes e familiares. Diz-se isso em virtude da observação empírica de que, para se esquivar de reações aversivas por parte do paciente ou de familiares e acompanhantes, ou mesmo para não ter que enfrentar as suas próprias emoções, muitos profissionais acabam sonegando a informação, transferindo essa responsabilidade para outros, ou anunciando-a de forma negligenciada, por meio de uma linguagem de difícil acesso. Além disso, o ambiente no qual esse tipo de anúncio tem sido feito é comumente marcado por interferências, tais como rumores de diagnósticos trocados ou precipitados e características físicas que o tornam inapropriado para esse tipo de anúncio. Entre essas, destacam-se a ausência de ambiente privativo com mobiliário adequado, seguro e confortável, no qual pacientes e familiares possam sentir-se acolhidos, sem a sensação de que estão sendo abandonados, bem como um ambiente no qual possam expressar suas emoções e receber conforto adequado. Soma-se, ainda, a existência de paradigmas concorrentes que vão contra o respeito à autonomia dos pacientes, produzindo verdadeiros complôs entre profissionais e representantes legais, para suprimir suspeitas ou negligenciar informações verdadeiras e completas ao paciente. Desse modo, como um dos resultados dessa prática observada, temos que muitos pacientes apresentam quadros de 138


desconhecimento pleno ou parcial de sua condição nosológica, bem como o prejuízo para a adesão ao tratamento e ao acesso a alguns direitos sociais que decorrem dessas informações. Como esse quadro costuma ser recorrente, somos tentados a postular que esse é um hábito comum de muitos profissionais, familiares e acompanhantes, e, por que não, de muitas instituições de saúde. Nesse sentido, na qualidade de paradigma comportamental, esse hábito precisa ser analisado e bem compreendido para que possa ser alterado, pois, sendo as valorações eventos contingenciados, elas são passíveis de modelagem e controle. Desta forma, ao identificarmos os operadores que reforçam essas valorações, podemos propor um processo de extinção para o comportamento que se deseja alterar e um novo esquema para o comportamento que se quer implementar. Sabe-se que todas as culturas têm problemas com paradigmas comportamentais, sendo que a diferença entre elas está no modo como os administram, seguindo quase sempre a mesma regra: tentar evitá-los (prevenção), e, se eles ocorrerem, tentar deles se livrar (terapias). Com isso, tem-se a hipótese de que o conflito entre paradigmas é uma realidade cultural, cuja explicação passa, necessariamente, pela análise da função que o comportamento indesejado desempenha e do que pode mudar a sua probabilidade de ocorrência. Portanto, dentro dessa abordagem, a aprendizagem de novos comportamentos é algo tanto possível como, em muitas situações, desejável, o que nos direciona a pensar a má notícia sob a ótica da ética prática, porque se fundamenta na valoração baseada em consequências. Por consequências se compreende aqui as modificações que o nosso comportamento produz no ambiente, visto que a nossa aprendizagem é um processo dialético que interage diretamente com o meio no qual vivemos: tanto somos modificados por ele quanto o modificamos. Teoriza-se, portanto, que as consequências de nossos comportamentos vão influenciar diretamente suas ocorrências futuras, significando dizer que nossos hábitos, inclusive a forma como anunciamos más notícias, são produtos de uma tríade de ações dialeticamente articuladas em contingências: ocasião, resposta e consequência. Palavras Chave: Má Notícia; Morte; Comunicação

139


NOME: ELOISA DA GRAÇA DO ROSÁRIO GONÇALVES E-MAIL: eloisagoncalves@globo.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 20.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: HANSENIASE: Epidemiologia e Controle da Morbidade no Município de Buriticupu, Estado do Maranhão RESUMO: O município de Buriticupu apresenta indicadores que o caracterizam como hiperendêmico para a hanseníase. O projeto de pesquisa, implantado em 2003, ao adotar a busca ativa de casos, tornou possível o conhecimento mais preciso da situação epidemiológica da doença. Ao diagnosticar e tratar precocemente os casos novos, reduziu fontes de infecção, o que é importante para o controle da transmissão do bacilo. A redução significativa do coeficiente de detecção de casos, constatada nos últimos anos, indica que as ações que vêm sendo desenvolvidas são eficazes, indicando a importância da continuidade do projeto para o alcance da meta estabelecida de 1 caso/10.000 habitantes. A atual etapa da pesquisa propõe, ainda, caracterizar as incapacidades físicas, assim como intensificar a caracterização da hanseníase em menores de 15 anos de idade, indicador importante para a medida da força e do nível de transmissão recente da doença. (NORMAN, 2004; SILVA et al, 2007; IMBIRIBA et al, 2008). Palavras chave: Hanseníase; Epidemiologia; Controle da Morbidade

140


NOME: ERIKA BÁRBARA ABREU FONSECA THOMAZ E-MAIL: ebthomaz@globo.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.723,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE

TÍTULO: EFEITO DAS ALTERAÇÕES BIOQUÍMICAS E ENDÓCRINAS DA GESTAÇÃO NA INCIDÊNCIA DE DEFEITO DE DESENVOLVIMENTO DO ESMALTE NA DENTIÇÃO DECÍDUA. RESUMO: Pretende-se avaliar o efeito das alterações bioquímicas e endócrinas ocorridas no período gestacional no risco de desenvolver defeito de desenvolvimento do esmalte (DDE) na dentição decídua em crianças com 1 ano de idade. Trata-se de estudo de casocontrole aninhado a coorte prospectiva BRISA. Será definido, como caso, a criança que apresentar DDE na dentição decídua. Os defeitos serão classificados de acordo com o Índice Modificado de DDE, preconizado pela Federação Dentária Internacional (FDI), em 1992, considerando-se a opacidade demarcada, opacidade difusa e as hipopasias. Somente os defeitos de formação adquiridos na fase intrauterina serão considerados. Para isso, adotarse-á a cronologia da amelogênese proposta por Lunt e Law em 1974. A amostra do estudo compreenderá a totalidade dos bebês com lesões de DDE (casos incidentes) e uma amostra dos controles, na proporção de 1:2. As variáveis explicativas serão representadas pelas dosagens sanguíneas de vitaminas D e A, paratormônio (PTH), calcitonina, cálcio, fósforo, ferro, ferritina, albumina e potássio. As gestantes serão avaliadas em dois momentos: entre a 25ª e 28ª semana gestacional e nas primeiras horas após o parto. Decorrido 1 ano pós-parto, as crianças serão avaliadas para análise de DDE. A equipe de coleta dos dados será previamente treinada e estudo piloto será realizado, estimando-se as medidas de concordância intra e inter-examinadores (kappa). As associações de interesse serão estimadas pelo risco relativo (RR), adotando-se intervalos de 95% de confiança em análises de regressão múltipla. Pretende-se testar a hipótese de que desregulação nas concentrações séricas dos hormônios e íons citados relacionam-se com o metabolismo e formação das estruturas dentárias mineralizadas do feto, repercutindo em aumento na incidência de DDE na dentição decídua. Palavras-chave: Esmalte Dentário; Gestação; Metabolismo do Cálcio e Fósforo

141


NOME: FERNANDA FERREIRA LOPES E-MAIL: fernanda.f.lopes@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 24.020,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: COLABORAÇÃO AO PROJETO GERAVIDA: pesquisa multicêntrica sobre doença periodontal em gestantes e prematuridade/baixo peso ao nascer RESUMO: O projeto GeraVIDA tem por objetivo desenvolver uma investigação multicêntrica em Instituições de Ensino Superior sobre a temática acerca da relação entre a doença periodontal em gestantes e a ocorrência de nascimentos prematuros e/ou de baixo peso. O baixo peso ao nascer, importante preditor de morbimortalidade infantil (LIMA e SAMPAIO, 2004), não vem apresentando tendência de redução, mesmo em países desenvolvidos, onde a prevalência encontrase em torno de 6% a 9% (LAWN et al., 2004). Pretende-se neste estudo caso-controle multicêntrico investigar, nas cidades de São Luis-Maranhão, Petrolina-Pernambuco, Salvador/Feira de SantanaBahia e Montes Claros-Minas Gerais, a relação entre a doença periodontal materna e a ocorrência de nascimentos prematuros e/ou de baixo peso. Para tanto, a Universidade Federal do Maranhão irá participar desse projeto colaborando com as Instituições líderes que coordenarão a proposta multicêntrica, que são a Universidade Estadual de Feira de Santana-Bahia e a Universidade Federal da Bahia, através do Núcleo de Pesquisa, Prática Integrada e Investigação Multidisciplinar (NUPPIIM) e o Instituto de Saúde Coletiva (ISC), respectivamente. Caberá à UFMA atuar na execução da metodologia proposta pelas instituições líderes, sendo o estudo realizado em puerpéras que buscarem atendimento em cada Hospital Público selecionado. Será desenvolvido um estudo caso-controle, no qual constituirão o Grupo Caso (A1) mães de crianças nascidas com peso inferior a 2500g, no hospital local. As participantes do Grupo Controle (A2) serão mães de recém-nascidos do mesmo hospital, com peso igual ou superior a 2500g. As participantes voluntárias (casos e controles) serão convidadas a responder, mediante entrevista em horário agendado, um questionário com as seguintes seções: identificação, dados sócio-demográficos, história gestacional, hábitos de vida e aspectos relacionados com a saúde bucal. Após a entrevista, um único cirurgião-dentista, para cada centro, realizará no consultório odontológico portátil o exame clínico periodontal em cada participante, direcionado para possibilitar a construção de medidas dos parâmetros clínicos periodontais; Os procedimentos de análise dos dados: será procedida a análise de distribuição da variável principal (doença periodontal) e todas as covariáveis consideradas (patologias existentes; tipo de parto, nº de gestações, uso de medicamento, peso pré-gestacional; consumo de fumo ou de bebidas alcoólicas; atenção odontológica, tipo e frequência de higienização. A análise do estudo será basicamente uma comparação da frequência da doença periodontal entre os casos e os controles de todos os centros. Esta comparação será feita através da estimativa da razão de risco, obtida pela odds ratio. Será utilizado um modelo de regressão logística não condicional para estimar o efeito da associação principal, ajustando-se simultaneamente as co-variáveis de interesse através do procedimento de backward. Todos os procedimentos de análise serão realizados pelos epidemiologistas e estatísticos do Nuppiim. Ao final, serão obtidas informações de quatro diferentes estados brasileiros que podem nortear as ações de políticas públicas das referidas regiões, além de serem comparadas e sinalizarem o perfil epidemiológico das populações envolvidas. Palavras Chave: Periodontite; Gestantes; Nascimento Prematuro

142


NOME: FERNANDO LAMY FILHO E-MAIL: lamyfilho@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 6.696,30 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: INFLUÊNCIA DO CONTATO PELE-A-PELE (POSIÇÃO CANGURU) NA COLONIZAÇÃO BACTERIANA DE RECÉM-NASCIDOS INTERNADOS EM UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL RESUMO: O presente trabalho é de grande importância para a prática clínica no dia a dia das UTI neonatais. A questão da colonização bacteriana por germes resistentes nessas unidades pode ser determinante do desenvolvimento de quadros infecciosos em recém nascidos prematuros. Os atuais métodos de descolonização não são inócuos e podem acabar aumentando as chances de desenvolvimento de resistência bacteriana. A proposta do trabalho é esclarecer se a colocação dos bebês na posição canguru (pele a pele com a mãe) pode modificar a colonização desses pacientes devido ao contato com a flora bacteriana não resistente da mãe. Este seria um método natural e seguro que poderia, em médio prazo, impactar nos níveis de infecção hospitalar em UTIs neonatais. Esse trabalho já foi financiado pelo edital universal do CNPQ e foi executado de novembro de 2007 a novembro de 2009, quando foi apresentado o relatório final. Problemas com o cálculo amostral não permitiram que se verificasse a associação entre a intervenção (posição canguru) e o desfecho (mudança da colonização do bebê). Seria necessário novo financiamento que permitisse, basicamente, que se continuasse a coletar dados (o trabalho constitui uma dissertação de mestrado) de culturas bacterianas nasais no sentido de completar a amostra necessária para o trabalho. Palavras Chave: Prematuro; Contato Pele a Pele; Colonização

143


NOME: FRANCISCA GEORGINA MACEDO DE SOUSA E-MAIL: fgeorginams@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.103,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE

TÍTULO: O CUIDADO MATERNO E PROFISSIONAL À CRIANÇA PORTADORA DE CONDIÇÃO CRÔNICA RESUMO: As condições crônicas, segundo a OMS (2003), acometem cerca de 10% da população, constituindo-se questão de saúde pública. Além das questões epidemiológicas, a criança portadora de condição crônica tem a vida irreversivelmente alterada pelos tratamentos e consequências impostos pela doença, podendo tornar-se uma experiência multidimensional tanto par a ela como para sua família. Sob essa perspectiva, cuidar da criança em condição crônica é uma experiência difícil para o profissional, para a família e para a mãe. No cotidiano do cuidado, a criança é cada vez mais frequente os contatos e experiências com crianças portadoras de condição crônica. Estas experiências refletem uma dialética por onde permeiam sentimentos positivos e negativos, desejos e a concretude das ações e atitudes de cuidado que despertam curiosidade científica inquietante decorrente, em especial, do enfrentamento necessário para desenvolver as atividades do cuidado à criança e à família. Vivenciar não só o adoecimento da criança, mas os sentimentos, referenciais e dificuldades profissionais no cuidado à criança e à família, e, por outro lado, o esforço, a dedicação materna e as demandas de cuidado frente às condições clínicas do filho portador de condição crônica foram e configuram-se como propulsoras para realizar esta investigação. Essa dialética entre sentimentos despertou o interesse em compreender melhor o modo como o enfermeiro e a mãe lidam com a experiência do cuidado à criança portadora de condição crônica. A partir desse contexto, o estudo foi delimitado pela assertiva de que para o enfermeiro e a mãe o cuidado a essa criança reflete-se em um mundo de incertezas relacionadas ao futuro da mesma, e que a rotina de cuidados é penosa, demanda esforços, tempo e caracteriza-se, muitas vezes, por sentimentos e comportamentos ambivalentes, além de sobrecarga com repercussões na dinâmica familiar. Com essa percepção é premente a necessidade de desenvolver investigações dirigidas à figura do cuidador materno e profissional, pois é sobre eles que recaem o estresse e a sobrecarga advinda das responsabilidades do cuidado. Portanto, realizar uma investigação com essa problemática dirige-se tanto para a dimensão subjetiva quanto objetiva do cuidado. Por isso, revela-se como desafio para identificar, descrever e compreender o problema a ser investigado. Acredita-se que estudar a dimensão do cuidado profissional e do cuidado materno à criança com condição crônica poderá orientar alguns pressupostos para a saúde e para a Enfermagem. Palavras Chave: Enfermagem; Condição Crônica; Saúde da Criança

144


NOME: IVONE LIMA SANTANA E-MAIL: ivonelima@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 26.107,20 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: RESTAURAÇÃO DE DENTES POSTERIORES COM GRANDE DESTRUIÇÃO CORONÁRIA USANDO INLAYS/ONLAYS EM RESINA COMPOSTA PARA USO DIRETO, SUBMETIDAS A TRATAMENTO TÉRMICO ADICIONAL RESUMO: Apesar de os achados na literatura levarem a crer que o tratamento restaurador com inlays/onlays em resina composta direta tratada termicamente representa uma solução para recuperação de dentes permanentes posteriores, com grande destruição, de forma mais acessível para a população de baixa renda, existe ainda a necessidade de investigação sobre o comportamento bucal dos mesmos, ao longo do tempo, o que permitirá torná-lo uma alternativa viável para utilização no serviço público. Palavras Chave: Materiais Dentários; Restaurações Diretas; Resinas Compostas

145


NOME: LEILY MACEDO FIROOZMAND E-MAIL: leilyfiroozmand@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.942,00 INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO - UNICEUMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DO TRATAMENTO CLAREADOR, TEMPO DE CONDICIONAMENTO ÁCIDO E TIPO DE RESINA SOBRE A RESISTÊNCIA ADESIVA DE BRAQUETES CERÂMICO RESUMO: Atualmente, diferentes braquetes ortodônticos vêm sendo desenvolvidos a fim de satisfazer as necessidades funcionais e estéticas durante todo o tratamento. O sucesso do tratamento ortodôntico está diretamente relacionado com a adesão de braquetes e bandas sobre a estrutura dental, a fim de que possa ser impressa a força necessária para a movimentação ortodôntica do elemento dental. Este estudo visa avaliar a aplicação de braquetes cerâmicos cujo intuito é a satisfação estética dos pacientes. Assim sendo, será estudada a superfície do esmalte de dentes que receberam tratamento com um agente clareador de alta concentração e penetração na estrutura dental (peróxido de hidrogênio 35%), amplamente empregado nos consultórios odontológicos. Associada a necessidade de se realizar tratamentos ortodônticos, estes dentes precisam de um adequado condicionamento ácido para que apresentem uma satisfatória resistência à adesão. Um tempo mínimo de 15 segundos tem sido extensivamente empregado na ortodontia. Fatores tais como o tipo de esmalte, presença de fluoretos e características intrínsecas do esmalte poderiam alterar o tempo de condicionamento ácido desta estrutura. Assim sendo, propõemse avaliar, neste estudo, a influência do tratamento clareador no tempo de condicionamento ácido do esmalte; o tempo mais adequado de condicionamento; e a influência de uma resina composta convencional ou ortodôntica na resistência adesiva. Palavras Chave: Adesão Dentária; Tratamento Clareador; Braquetes Cerâmicos

146


NOME: LIBERATA CAMPOS COIMBRA E-MAIL: liberata@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.100,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE

TÍTULO: AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DOS SERVIÇOS DA ATENÇÃO BÁSICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NO MUNICÍPIO DE SÃO LUÍS, MARANHÃO RESUMO: A capacidade de medir os atributos da APS torna possível estabelecer metas para alcançá-los e aferir sua obtenção (STARFIELD, 2004). No modelo de atenção à saúde proposto no Brasil, mensurar esses aspectos significa, mais precisamente, possibilitar que as ações sejam planejadas, tendo como foco o impacto positivo sobre os indicadores de saúde da população brasileira por meio de um sistema de saúde pautado na qualidade. Os instrumentos nacionais de monitoramento e avaliação da APS foram criados com o intuito de examinar o alcance das modificações introduzidas na Atenção Básica e, mais amplamente, o resultado das ações de APS nos indicadores epidemiológicos e demográficos da população em nível local. O Pacto de Indicadores de Atenção Básica (Pacto) e o Sistema de Informações da Atenção Básica (SIAB) são as duas principais iniciativas com o intuito de monitorar e avaliar o desempenho da Atenção Básica. Embora sejam verificados avanços, os mecanismos atuais têm limitações importantes relacionadas à coleta de dados, à sistematização e integração de processos e ao dimensionamento do impacto das ações (ALMEIDA, MACINKO, 2006). Portanto, as limitações atuais em avaliar aspectos organizacionais e de desempenho da Atenção Básica em nível local justificam a realização desta pesquisa, visto que é de suma importância aperfeiçoar a capacidade e a performance dos serviços oferecidos com vistas à melhoria da qualidade e resolutividade dos mesmos. Além disso, são de grande relevância estudos que agucem a reflexão dos enfermeiros sobre sua prática, em especial a consulta de enfermagem, para que as lutas e desafios enfrentados no cotidiano possam ser vencidos cada vez mais e os propósitos de atender a necessidades de saúde das famílias possam ser atendidos. No campo da atenção básica, têm sido desenvolvidas várias pesquisas no Brasil nos últimos anos, mas em sua maioria se tratam de diagnósticos de situação e não de avaliações em profundidade de serviços, sendo escassas aquelas voltadas para avaliação organizacional ou do desempenho dos serviços de atenção básica como um todo (ALMEIDA, MACINKO, 2004). Considerando o cenário da Atenção Básica em São Luís, que apresenta uma cobertura da Estratégia Saúde da Família da ordem de 30,0%, associado ao fato de que na ainda não foi realizado estudo com o objetivo aqui proposto: avaliar o alcance da reestruturação do modelo assistencial e a prática da consulta de enfermagem na rede básica do município, a pergunta que orienta este trabalho é: a atenção Básica oferecida no município de São Luís, por meio da Estratégia Saúde da Família, cumpre os objetivos a que se propõe? Parte-se da compreensão de que a avaliação em saúde é um processo crítico-reflexivo sobre práticas e processos desenvolvidos no âmbito dos serviços de saúde (BRASIL, 2003). Então, será feita uma avaliação no sentido de identificar que fatores estruturais e processuais estão dificultando e quais fortalecem o desempenho da Atenção Básica, assim como será avaliada a consulta de enfermagem realizada no município de São Luís. Assim, espera-se que os resultados deste estudo venham contribuir com indicações úteis ao planejamento local do SUS e com apontamentos necessários para possíveis redimensionamentos das estratégias até o momento adotadas. Palavras Chave: Atenção Básica; Atenção Primária; Avaliação em Saúde

147


NOME: LUCIANE MARIA OLIVEIRA BRITO E-MAIL: luciane2406@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.312,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: BANCO DE TUMORES DO MARANHÃO: associação do Papilomavírus Humano e as neoplasias genitais RESUMO: Verificou-se a necessidade de ampliar o estudo de infecção do HPV, tendo em vista a inexistência de informações científicas no Maranhão. A elucidação o papel do HPV, bem como de cada genótipo e outros fatores de risco na patogênese do câncer peniano e NIC são de grande importância. O câncer do colo do útero continua a ser uma importante causa de mortalidade entre mulheres no mundo, e a infecção pelo HPV oncogênico é a principal causa. Os homens, parceiros sexuais, são considerados os principais reservatórios do HPV, aumentando a probabilidade de transmissão para as mulheres, embora comparativamente pouco se saiba sobre a história natural do HPV em homens. Um número limitado de estudos tem avaliado o genótipo-especificação e concordância HPV nos casais homem-mulher, necessitando, portanto, de mais estudos para elucidar a dinâmica da transmissão do HPV entre os parceiros sexuais. Palavras Chave: Papilomavírus Humano; NIC; DST.

148


NOME: MARCELO DONIZETTI CHAVES E-mail: mdchaves@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: ESTUDO DA ASSOCIAÇÃO DO HLA CLASSE II COM HANSENÍASE RESUMO: A hanseníase é uma doença infecciosa clinicamente classificada como virchowiana ou tuberculóide. O coeficiente médio de prevalência no Brasil, em 2007, foi em média 21,94/100.000 habitantes, sendo no Maranhão 68,47/100.000 habitantes, ficando em quarto entre os estados e em primeiro na região Nordeste; Imperatriz é considerada cidade hiperendêmica. Embora estudada, esta doença representa um grande campo a ser explorado, tanto na imunologia como na epidemiologia. A importância da imunologia tem sido demonstrada através do sistema HLA, que age na regulação da resposta ao agente, sendo um importante marcador genético envolvido na suscetibilidade ou proteção para diversas enfermidades. Diante então do fato de que nosso estado e nossa região são uma das mais afetadas, além da grande carência de estudos deste teor, pretende-se, neste projeto, fazer uma associação do HLA classe II com a Hanseníase, sabendo-se da necessidade de se entender melhor a doença a fim de que se possa instituir metas para sua erradicação. Palavras Chave: HLA; Hanseníase; Suscetibilidade

149


NOME: MARCOS ANDRE DOS SANTOS DA SILVA E-MAIL: profdrmarcos@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 25.577,60 INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO - UNICEUMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE

TÍTULO: AVALIAÇÃO DAS DESMINERALIZAÇÕES DO ESMALTE DENTÁRIO E DAS PERDAS E REPARAÇÕES ÓSSEAS, UTILIZANDO SISTEMA DIGITAL DE IMAGEM. RESUMO: Tendo em vista a carência desse tipo de informação, o incentivo a pesquisa dessa natureza, na região e no estado onde estamos inseridos, faz-se imprescindível. A falta de instrumentos de estudo e de diagnóstico, sejam eles de ensino, como de promoção da saúde, no ambiente no qual estamos desenvolvendo nossas atividades, nos despertou o interesse por essa pesquisa. É notório e importante que nossas pesquisas tragam respostas as indagações de muitas perguntas formuladas pela comunidade científica e acadêmica, mas também agregue, principalmente, em nossa área, atividades de promoção a saúde. A radiografia digital auxilia no processo de diagnóstico em praticamente todas as especialidades da Odontologia, pois permite imagens dinâmicas, com avaliação por meio de manipulação, aumentando a qualidade diagnóstica e permitindo estudos de alterações mínimas dentárias e ósseas. Comparados com a radiografia convencional, o sistema digital elimina o processamento químico da película, minimizando o tempo de trabalho. Resíduos perigosos sob a forma de substâncias químicas resultantes do processamento e lâminas de chumbo são eliminados em sistemas digitais, evitando que essas substâncias venham a contaminar o meio ambiente. Proporciona economia no espaço para arquivo (imagens armazenadas na memória do computador). As imagens podem ser eletronicamente transferidas a outros profissionais sem qualquer alteração na qualidade da imagem original, maior facilidade na manipulação de imagens (zoom, ajuste de brilho e contraste). Além disso, receptores ou sensores digitais requerem menos radiação que o filme, reduzindo a dose absorvida pelo paciente. As vantagens apresentadas, somadas à economia a longo prazo, das películas radiográficas e de material de processamento, tornam essa tecnologia atraente. O simples fato de trocarmos o sistema de radiografia convencinal pelo Sistema de Imagem Digital já seria uma contribuição efetiva. Palavras Chave: Cárie; Reparação Óssea; Imagem Digital

150


NOME: MARIA BETHANIA DA COSTA CHEIN E-mail: mbcchein@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: AVALIAÇÃO DE MARCADORES DE RISCO CARDIOVASCULAR E ASPECTOS NUTRICIONAIS DE MULHERES ENTRE 20 E 35 ANOS COM SÍNDROME DOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS RESUMO: Mulheres com SOP apresentam uma maior prevalência de dislipidemia, hipertensão, diabetes e marcadores precoces de aterosclerose, quando comparadas com mulheres sem SOP, de mesma idade e IMC. No entanto, embora o fator central, comum a estes distúrbios, seja a resistência periférica a insulina a qual ocorre independente do IMC, constatam-se que as alterações metabólicas do SOP se manifestam, preponderantemente, em mulheres com sobrepeso ou obesidade. (AZEVEDO et al., 2006). Costa et al (2007) observaram que as mulheres com SOP têm maior propensão para desenvolver doenças cardiovasculares. Não só em casos evidentes de mulheres obesas, que, por possuírem maior distribuição abdominal de gordura, têm risco maior de desenvolver síndrome metabólica, mas também em mulheres com sobrepeso e até com IMC dentro dos limites de normalidade, desde que a SOP esteja presente. Segundo Rogério e colaboradores (2000), mulheres que têm ovários policísticos referem o aumento de peso, e não há um consenso se é a doença que provoca o aumento de peso ou o aumento de peso que piora os sintomas da doença. Sabe-se que a obesidade andróide, presente em 38 a 88% das portadoras de SOP, tem papel crucial na manutenção e amplificação das anormalidades clínicas e bioquímicas e, presumivelmente, na gênese da SOP. Tanto as pacientes obesas como as não-obesas com SOP apresentam aumento da razão cintura-quadril e adipócitos de maior tamanho, quando comparadas às mulheres sem SOP, pareadas para o IMC (DUNAIF, 1992; PUDER, 2005). A obesidade é um estado nutricional mórbido que pode ser quantificado pelo IMC e avaliação de gordura corporal. Isoladamente, a obesidade oferece uma importante contribuição à fisiopatologia da SOP, encontrando-se, frequentemente, associada à hiperinsulinemia (DUARTE, 2005). Costa e colaboradores (2007), realizando trabalho em que diferenciaram as pacientes com SOP em obesas e não-obesas, demonstraram que a hiperinsulinemia é um distúrbio frequente na SOP, independente da obesidade, porém é agravada por ela. Já Melo e colaboradores (2001) demonstraram uma possível inter-relação entre a SOP e o IMC. No entanto, existem questões a serem esclarecidas, pois muitos fatores interagem em sua etiopatogenia, tornando-se um estímulo para realização de novos estudos sobre o tema. Na atualidade, os objetivos do tratamento na SOP não se restringem à abordagem das repercussões reprodutivas, como infertilidade, anovulação e hirsutismo, sendo direcionado para a promoção e prevenção da saúde. Nesse sentido, grande destaque tem sido dado às medidas não-farmacológicas, especialmente a orientação nutricional e ou prática regular de exercício e/ou atividade física (NORMAN, 2002; BRUNER, 2006; HOEGER, 2004; NORMAN, 2002; PALOMBA, 2008). Apesar de as estratégias de tratamento de longa duração não serem totalmente conhecidas, parece ser fato que mudanças no estilo de vida, 151


como modificações de dieta, atividade física e perda de peso sejam mandatórias na diminuição das sintomatologias ocasionadas pela SOP. É uma síndrome que tem relevância na nutrição por estar associada a patologias que necessitem de intervenção nutricional como a síndrome metabólica, diabetes tipo II, doenças cardiovasculares e obesidade (NORMAN, 2002; BRUNER, 2006; HOEGER, 2004; NORMAN, 2002; PALOMBA, 2008). Os marcadores séricos e ultra-sonográficos pré-clínicos de DCV estão aumentados entre as mulheres com SOP, porém não existe trabalho que integre todos os marcadores de disfunção endotelial e de hemostasia entre as pacientes com SOP, o que possibilitaria um melhor entendimento dos distúrbios associados à síndrome. A principal causa de mortalidade e morbidade mundial é a provocada pelas DCV, que são consequentes, em intensidades variadas e co-morbidades, à aterosclerose. A hipótese para a lesão inicial da aterosclerose é a disfunção endotelial, pelo reconhecimento de que o endotélio é fundamental na manutenção das características de fluidez do sangue, tônus vascular e sua permeabilidade. A disfunção endotelial é um marcador precoce das DCV e seu diagnóstico precoce poderá controlar a taxa de morbimortalidade por DCV, mesmo antes que alterações ateroscleróticas evidentes apareçam nas artérias (NASTRI et al, 2008). Diante do exposto, esta pesquisa se propõe avaliar os marcadores de risco para DCV e aspectos nutricionais em pacientes com SOP, uma vez que a identificação com acurácia destas variáveis contribuirá para condutas e estratégias que viabilizem qualidade de vida para estas pacientes.

Palavras Chave: Ovários Policísticos; Marcadores; Avaliação Nutricional

152


NOME: MARIA CARMEN FONTOURA NOGUEIRA DA CRUZ E-MAIL: ma.carmen@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 25.130,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE

TÍTULO: ANÁLISE CLINICO-PATOLÓGICA DAS LESÕES BUCO-MAXILOFACIAIS DE PACIENTES ATENDIDOS NAS CLÍNICAS DE CIRURGIA DO CURSO DE ODONTOLOGIA / UFMA RESUMO: Chama a atenção o fato de que muitas são as faculdades de Odontologia no país, entretanto, apenas algumas oferecem o Serviço de Anatomia Patológica, sendo o curso de Odontologia da UFMA uma das que não possui o referido serviço implantado. No Estado do Maranhão, observa-se uma considerável prevalência de lesões buco-maxilo-faciais, como registrado em levantamentos epidemiológicos já realizados em diferentes Serviços de Patologia, não vinculados ao Curso de Odontologia da UFMA (Moreira et al, 2009; Loiola et al, 2009; Mouchrek, 2008; Cruz et al, 2005). Tal fato caracteriza a necessidade de serem obtidos dados clínicos e patológicos dos indivíduos portadores de lesões buco-maxilofaciais atendidos nas clínicas especializadas nesse atendimento da referida instituição. Essa interface propicia o esclarecimento das diversas alterações dos tecidos orais e para-orais, possibilitando a busca constante pelo conhecimento do processo de diagnóstico. Este é o resultado de uma série ordenada de decisões baseadas em dados clínicos, da história e de exames laboratoriais, para o esclarecimento mais completo da doença (Sant'ana Filho et al, 1993; Rados et al, 1996; Mistro, Donato,1998). O curso de Odontologia da UFMA dispõe de espaço físico, estrutura de pessoal docente, discente e técnico, porém não dispõe dos equipamentos necessários à pesquisa e à incrementação do referido serviço, sendo necessárias verbas para a sua estruturação. Os órgãos de fomento à pesquisa desempenham papel essencial para este fim. O fomento a esta pesquisa propiciaria como resultado final uma condição de retorno importante à sociedade maranhense, em especial aos pacientes atendidos pela UFMA, uma vez que a população carente atendida pelo curso de Odontologia da referida universidade teria condições de acessibilidade a uma das modalidade do serviço odontológico, além de se criar uma rotina clínica de atendimento e condução do paciente do diagnóstico ao tratamento das lesões do complexo buco-maxilo-faciais em um mesmo centro de serviço de atenção em saúde bucal, o curso de Odontologia da UFMA. Frente ao exposto, acreditamos que o diagnóstico correto é um aspecto primordial no tratamento, prognóstico e preservação do paciente. Em virtude da relevância do assunto abordado e aliada à inexistência de um Serviço de Anatomia Patológica no curso de Odontologia da Universidade Federal do Maranhão, é de extrema importância a realização deste trabalho, considerando que a referida pesquisa poderá constituir benefício clínico de diagnóstico e de planejamento terapêutico. Palavras Chave: Lesões Buco-Maxilo-Faciais; Clínico; Biópsia

153


NOME: MARIA DO CARMO LACERDA BARBOSA E-MAIL: carminha13032009@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 6.435,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: INFLUÊNCIA DO CONSUMO ALIMENTAR NA PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS EM POPULAÇÕES QUILOMBOLAS NO ESTADO DO MARANHÃO-BRASIL RESUMO: No Maranhão não há estudos sobre o perfil alimentar e a prevalência de doenças crônicas em populações quilombolas. Sabe-se que as famílias rurais das quebradeiras de coco utilizam em sua alimentação o leite, azeite e o óleo de coco babaçu extraídos das amêndoas e a população quilombola é reconhecida como sendo as verdadeiras quebradeiras de coco, pois subsistem e se alimentam fundamentalmente do agroextrativismo do coco babaçu6,7. O óleo do coco babaçu possui ampla diversidade de ácidos graxos, como caprílico (4%), cáprico (5%), esteárico (7%), oléico (17%), linoléico (5%) e altas concentrações de ácido láurico (45%), mirístico (18%) e palmítico (10%) (MORAES, 1996). Do gênero Orbignya, a espécie phalerata, também chamada de babaçu verdadeiro, é a mais abundante e ocupa cerca de 90% da área de babaçuais do Maranhão. No Maranhão, cerca de 300 mil mulheres quebradeiras de coco sobrevivem do extrativismo do coco babaçu e fazem uso de seus componentes habitualmente, como um produto complementar na alimentação. O babaçu (Orbignya phalerata) é um dos principais produtos extrativistas do Brasil e a maior fonte de óleo silvestre para uso doméstico, tendo utilização industrial em perfumaria, saboaria e lubrificação, contribuindo de maneira significativa para a economia dos Estados do Piauí e Maranhão, sendo hoje também uma alternativa para a produção de biodiesel. Apesar disso, suas várias utilidades como fonte alimentar e terapêutica ainda não foram totalmente exploradas por falta de pesquisas que determinem suas potencialidades na saúde dos seres humanos, justificando-se, portanto o desenvolvimento desta pesquisa. Palavras Chave: Consumo Alimentar; Doenças Crônicas; População Quilombola

154


NOME: MARIA DO DESTERRO SOARES BRANDAO NASCIMENTO E-MAIL: cnsd_ma@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 26.780,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: EFEITO DO ÓLEO DE CÔCO DE BABAÇU NA MICROCIRCULAÇÃO: estudo comparativo com óleo de peixe e azeite de oliva RESUMO: O óleo do coco babaçu possui ampla diversidade de ácidos graxos, como caprílico (4%), cáprico (5%), esteárico (7%), oléico (17%), linoléico (5%) e altas concentrações de ácido láurico (45%), mirístico (18%) e palmítico (10%) (MORAES, 1996). Do gênero Orbignya, a espécie phalerata, também chamada de babaçu verdadeiro, é a mais abundante e ocupa cerca de 90% da área de babaçuais do Maranhão. Este é a maior fonte de óleo silvestre para uso doméstico na região, possuindo ainda outras utilizações como a industrial e produção de biodiesel. Ainda não há estudos sobre a ingestão de óleo de babaçu e seus efeitos sobre reatividade vascular. O endotélio possui um papel importante na função vascular e na produção de vários componentes vasoativos: vasodilatadores [fatores de relaxamento derivados do endotélio (EDRFs), tais como óxido nítrico, prostaciclinas e fatores de hiperpolarização derivados do endotélio –(EDHF)] e vasoconstritores [fatores constritores derivados do endotélio (EDCFs), tais como angiotensina II, endotelina, tromboxanos A2/ prostaglandina H2 e ânions superóxidos/isoprostano. Durante a disfunção endotelial, há uma tendência à vasoconstrição associada a vários fatores de risco cardiovascular, tais como hipertensão arterial, diabetes mellitus e tabagismo. Estudos de Bouskela e Gramp (1992) demonstram que a utilização da bolsa da bochecha de hamsters para estudos da microcirculação tem sido de muita utilidade, pois fornecem dados sobre a variação espontânea da motricidade dos vasos pré-capilares, denominado de vasomotricidade, da atividade miogênica através de um balanço da corrente de membrana através da qual corrente polarizada por K+ parece exercer um importante papel. O estudo permite ainda regular o diâmetro arteriolar (via NO e alterações no GMP) e a vasomotricidade (provavelmente via EDHF). O óleo de peixe, em experimentos desta natureza, é capaz de modificar a biossíntese de eicosanóides e aumentar a produção e liberação de óxido nítrico endógeno e a produção de óxido nítrico endógeno. Identificar a resposta microvascular ao óleo do coco de babaçu e os bioprocessos envolvidos na gênese de possíveis efeitos positivos ou negativos é de interesse em biotecnologia, uma vez que este é um produto de grande potencial de mercado no Brasil, mas que vem perdendo espaço para outros tipos de óleos, em decorrência, entre outros fatores, da falta de pesquisa e de evidências que comprovem os seus riscos e benefícios para a saúde do homem. Palavras-chave: Óleo de Babaçu, Reatividade Microvascular.

155


NOME: SORAIA DE FÁTIMA CARVALHO SOUZA E-MAIL: emaildasoso@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 21.175,52 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: ASSOCIAÇÃO ENTRE ANEMIA FALCIFORME E NECROSE PULPAR UTILIZANDO A OXIMETRIA DE PULSO E O TESTE DE SENSIBILIDADE A FRIO RESUMO: A Anemia Falciforme é uma hemoglobinopatia hereditária que acomete uma expressiva parcela da população mundial e brasileira, com repercussões potencialmente graves na saúde geral de seus portadores; por isso, é comumente apontada como uma questão de Saúde Pública. Uma de suas principais manifestações bucais é a necrose pulpar assintomática em dentes hígidos, causada pela isquemia e infarto tecidual decorrente da obstrução vascular local pelas células falciformes. Considerando isso, o objetivo deste estudo será avaliar se a anemia falciforme é fator de risco para a necrose pulpar. Palavras Chave: Anemia Falciforme, Necrose da Polpa Dentária; Oximetria

156


NOME: VANESSA CAMILA DA SILVA E-MAIL: silvavan@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.667,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: EFEITO DA IRRIGAÇÃO SUBGENGIVAL COM DIGLUCONATO DE CLOREXIDINA, HIPOCLORITO DE SÓDIO, DIÓXIDO DE CLORO E EXTRATO NÃO ALCOÓLICO DE PRÓPOLIS NO TRATAMENTO DA DOENÇA PERIODONTAL: estudo histológico e histométrico em ratos RESUMO: Alguns autores não conseguiram demonstrar um efeito significativo da irrigação subgengival como adjunto ao debridamento mecânico 3, 20, 21, 22, 23, 24, enquanto outros relataram o tratamento antimicrobiano subgengival como eficaz na redução da inflamação periodontal e no controle da placa subgengival 4, 11, 18, 25, 26. Visto que existem variações na metodologia dos diversos estudos, no que diz respeito ao tamanho de amostra, profundidade das bolsas periodontais, mecanismos de controle da placa supra e subgengival, tipo de solução irrigante utilizada, frequência das irrigações, dentre outros, torna-se difícil fazer qualquer conclusão válida sobre o potencial efeito da irrigação subgengival com antimicrobianos no tratamento da doença periodontal. É, portanto, consenso entre os autores a necessidade de estudos adicionais 6, para avaliar os benefícios e limitações da irrigação subgengival como coadjuvante ao tratamento periodontal em relação ao tratamento básico de raspagem e alisamento radicular. Além disso, a maioria dos estudos disponíveis na literatura é baseada nos parâmetros clínicos e microbiológicos, havendo uma escassez de dados histológicos e histométricos que relatem os efeitos das diferentes soluções utilizadas para irrigação subgengival sobre os tecidos periodontais. Palavras Chave: Periodontite; Irrigação Subgengival; Raspagem Dentária

157


NOME: VINICIUS JOSE DA SILVA NINA E-MAIL: rvnina@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 18.480,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: VALIDAÇÃO DA VERSÃO BRASILEIRA DO ESCORE CABDEAL NO PÓS- OPERATÓRIO DA CIRURGIA DE REVASCULARIZAÇÃO MIOCÁRDICA RESUMO: Uma revisão detalhada dos principais estudos envolvendo eventos neurológicos no pós-operatório da cirurgia de revascularização miocárdica permite-nos perceber a importância de prever essas complicações, tanto para o manejo do paciente quanto para diminuir os gastos hospitalares envolvidos no tratamento. Nos modelos preditores revisados na literatura brasileira, verificamos que há relatos da utilização de escores para predição dessas morbidades após a cirurgia. No entanto, não se verificou aplicação do escore CABDEAL para nossa realidade. Dessa forma, sendo esse um escore de simples aplicação e dado o grande impacto dessas complicações para o seguimento do paciente, faz-se necessária essa investigação, a fim de elaborar medidas preventivas mais eficazes, contribuindo para a redução da morbimortalidade entre os pacientes. Palavras Chave: Cirurgia Cardíaca; Morbidade

158


NOME: ZENI CARVALHO LAMY E-MAIL: zenilamy@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 15.365,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: QUALIDADE DE VIDA DE PORTADORES DE DOENÇA RENAL CRÔNICA EM HEMODIÁLISE, NO MUNICÍPIO DE SÃO LUÍS-MA RESUMO: O interesse em estudar a realidade do portador de doença renal crônica tem aumentado nos últimos anos (DUARTE, 2003). Este fato pode ser observado através da análise de artigos publicados por diferentes categorias profissionais da saúde entre os anos 2000 e 2005, em periódicos de circulação nacionais e internacionais, evidenciando elevação do número de publicações havendo predominância de estudos com análise quantitativa (OLIVEIRA et al., 2007). No Brasil, existe carência de estudos especialmente delineados para mensurar níveis de comprometimento de qualidade de vida, sobretudo aqueles que buscam esse conhecimento a partir da percepção dos sujeitos. Diferentes grupos sociais experimentam variadas percepções quanto às doenças, respondendo a uma lógica diferente daquela do saber médico, apoiando-se em noções, símbolos e esquemas referenciais interiorizadas de acordo com seus meios sociais e culturais (CARDOSO; GOMES, 2000). Restam muitas questões a ser resolvidas e respondidas neste campo de investigação, inclusive no que diz respeito às intervenções que, a partir do setor saúde, possam, mais eficazmente, influenciar de forma favorável a qualidade de vida (BUSS, 2000). Desta forma, esta pesquisa busca contribuir para o conhecimento do impacto da doença renal crônica na qualidade de vida do paciente a partir da sua experiência, possibilitando a reflexão e análise das ações desenvolvidas no sentido de promover uma construção coletiva assistencial ao paciente renal crônico, melhorando a atuação dos diversos profissionais da área de Nefrologia. A relevância deste estudo pode ser atribuída, ainda, ao fato de ser o primeiro desta natureza, realizado na cidade de São Luís. Palavras Chave: Insuficiência Renal Crônica; Hemodiálise; Qualidade de Vida

159


Edital Universal 010/2009

CiĂŞncias Exatas e da Terra

160


NOME: ADALTO RODRIGUES GOMES DOS SANTOS FILHO E-MAIL: argomes@pq.cnpq.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 25.150,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA - IFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: ESTUDO DE MODOS MASSIVOS FERMIÔNICOS RESSONANTES E GRAVITAÇÃO EM BRANAS DE ESPESSURA FINITA RESUMO: A física de branas se insere na área de física de altas energias, que tem por objetivo um melhor entendimento das interações fundamentais. Sua construção é inspirada na Teoria de Cordas, e tem abordado questões importantes, tais como a hierarquia de gauge e o problema do valor da constante cosmológica. Branas com espessura finita são objetos construídos, em sua forma original, pela ação de Einstein-Hilbert em (4, 1) dimensões, onde se acopla minimamente um ou mais campos escalares. Dependendo do potencial escolhido, soluções do tipo parede de domínio são possíveis, onde as quatro dimensões usuais pertencem à parede e os efeitos de localização são descritos pela única dimensão extra. Neste projeto de pesquisa, pretendo, em conjunto com meus colaboradores e alunos de iniciação científica e de mestrado, abordar problemas envolvendo localização de férmions, gravidade e campos de gauge em branas com espessura finita, construídas com campos escalares. O efeito de localização será confrontado com a estrutura da brana, evidenciada pela análise da densidade de energia. Problemas correlatos envolvendo colisões de branas e espalhamento de branas por ondas gaussianas serão também abordados. Palavras chave: Teorias Clássicas de Gravidade; Dimensões Extras; Localização de Campos

161


NOME: ADEILTON PEREIRA MACIEL E-MAIL: adeilton@pq.cnpq.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.900,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIA EXTADA E DA TERRA TÍTULO: OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES SÓLIDOS DE NIÓBIO MODIFICADOS COM METAIS ALCALINOS TERROSOS RESUMO: Catalisadores para reações de esterificação e transesterificação serão aqui obtidos pela modificação de superfície de matrizes sólidas a base de nióbio. A modificação da superfície será pela segregação de metais alcalinos terrosos, que atuam como soluto em solução sólida supersaturada. A fase superficial rica no modificador estará em escala nanométrica distribuída na superfície da matriz. A caracterização estrutural e morfológica dos catalisadores será realizada por espectroscopia na região do infravermelho, microscopia óptica e eletrônica, difração de raios-X e análise de superfície. A avaliação da atividade catalítica será realizada usando-se testes catalíticos em condições padronizadas. Será verificada a influência do tipo de modificador e da concentração na solução sólida supersaturada. Será realizada a esterificação do ácido oléico e a transesterificação de sebo bovino. Com o desenvolvimento deste projeto, pretende-se obter novos catalisadores heterogêneos otimizados. Palavras chave: Catálise Heterogênea; Matais Alcalinos Terrosos; Esterificação e Transesterificação

162


NOME: ADENILSON OLIVEIRA DOS SANTOS E-MAIL: adenilson1@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE CRISTAIS DE AMINOÁCIDOS DOPADOS POR DIFRAÇÃO DE RAIOS-X E DIFRAÇÃO MULTIPLA DE RAIOS-X.

RESUMO: Este projeto tem a finalidade de continuar as pesquisas do efeito de dopagem em aminoácidos através do estudo das propriedades estruturais cristais dopados crescidos pelo recém formado Grupo de Preparação e Caracterização de Materiais e Biocombustiveis (GPCMB) da UFMA. Para o estudo proposto, utilizaremos as Técnicas de Difração de Raios-X (DRX) associadas ao método de Rietveld e Difração Múltipla de Raios-X (DMRX) nas amostras puras e dopadas. As medidas de DMRX serão realizadas na temperatura ambiente e as DRX em função da temperatura. Para isso, são candidatos os aminoácidos Lalanina, L-histidina, L-asparagina monohidratada e Glicina. Esses aminoácidos serão dopados com íons 3d (Fe, Ni, Cu) e terra rara (Ce). O método de Rietveld será muito importante para estudar as modificações estruturais causadas pela dopagem dos aminoácidos e isso será feito através do refinamento de estrutura cristalina das amostras dopadas e puras e também o refinamento de estrutura para medidas de XRD em função da temperatura, para identificar e caracterizar possíveis transições de fase estrutural. A DMRX é uma ferramenta importante para o estudo pós cristais dopados, por possibilitar uma visão tridimensional da rede cristalina analisada (vários planos cristalográficos são colocados em condição de difração durante uma única varredura) e tem sensibilidade suficiente para detectar pequenas distorções da rede via mudança da simetria no diagrama de difração múltipla. Com essa técnica pretendemos acompanhar sistematicamente, as mudanças nas propriedades estruturais devido à inserção de impurezas nos aminoácidos. Palavras chave: Aminoácidos; Difração de Raios-X; Difração Multipla de Raios-X

163


NOME: ANSELMO CARDOSO DE PAIVA E-MAIL: paiva@deinf.ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.974,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: VISUALIZAÇÃO E PROCESSAMENTO DE IMAGENS MÉDICAS DA MAMA RESUMO: O câncer de mama é o líder em causa de morte por câncer entre a população feminina brasileira. Por outro lado, é conhecido que a melhor forma de prevenção é o seu diagnóstico precoce, fato que diminui a mortalidade, aumentando a eficácia do tratamento. Este projeto visa a pesquisar métodos e técnicas da computação gráfica e processamento de imagens que possam auxiliar os profissionais da área de saúde a lidar de maneira mais eficaz com este importante problema de saúde pública que é o câncer de mama. Neste sentido, serão desenvolvidos dois subprojetos: Detecção e diagnóstico de massas na mama; e Reconstrução e visualização tridimensional de modelos da mama. O primeiro subprojeto, Detecção e diagnóstico de massas na mama, objetiva propor uma metodologia para a detecção e diagnóstico de massas na mama. Para isso, será necessário estudar, implementar e aplicar técnicas de processamento de imagem e reconhecimento de padrões. Assim, a partir deste trabalho, será possível a criação de um software com o objetivo de auxiliar os especialistas da área médica, apresentando uma segunda opinião ao profissional, especialmente em casos de difícil detecção e visualização da anormalidade. O segundo subprojeto a ser desenvolvido, Reconstrução e Visualização Tridimensional de Modelos da Mama, pretende desenvolver uma metodologia para reconstrução tridimensional da mama a partir de imagens mamográficas 2D e tomografias computadorizadas, para visualização e auxílio ao profissional no treinamento de procedimentos médicos, tais como punção e procedimentos pré-cirúrgicos. Palavras chave: Câncer de Mama; Imagens Médicas; Processamento de Imagens

164


NOME: ARISTÓFANES CORRÊA SILVA E-MAIL: ari@dee.ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.921,79 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATADAS E DA TERRA TÍTULO: RECONHECIMENTO DE FACE DE PERSONALIDADES HISTÓRICAS PARA AUXILIAR NA RECUPERAÇÃO DE DOCUMENTOS EM ACERVOS DIGITAIS RESUMO: O reconhecimento de faces é uma das ações mais corriqueiras no dia a dia de um ser vivo inteligente. Esta atividade, executada com tanta naturalidade por seres humanos, tem despertado o interesse de pesquisadores que trabalham com Visão Computacional e Aprendizado de Máquina. Este projeto de pesquisa tem por objetivo pesquisar a viabilidade de desenvolvimento de uma metodologia para reconhecer faces de personalidades históricas para auxiliar na recuperação de documentos em acervos digitais. Uma metodologia híbrida será aplicada ao reconhecimento facial, mesclando características das técnicas de textura com técnicas geométricas para o reconhecimento de faces, às técnicas de aprendizado de máquina. Palavras chave: Reconhecimento de Face; Personalidades Históricas; Visão Computacional

165


NOME: AURO ATSUSHI TANAKA E-MAIL: auroatanaka@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE CATALISADORES PARA APLICAÇÕES EM CÁTODOS DE CÉLULAS A COMBUSTÍVEL ALCALINAS

RESUMO: O presente projeto de pesquisa tem como objetivo geral desenvolver catalisadores para cátodos de células a combustível alcalinas com base em estudos teóricos e dados experimentais resultantes da síntese, caracterização e medidas eletroquímicas das atividades eletrocatalíticas dos catalisadores binários Pt-M (M=Cr, V e Al) e tetrametóxifenil porfirinas (FeTMPP e CoTMPP) frente à reação de redução de oxigênio em soluções alcalinas na ausência e presença de boroidreto, para possíveis aplicações práticas. Para tanto, o desenvolvimento de estudos relacionados com 1) os fatores importantes que governam a atividade catalítica de ligas Pt-M (M=Cr, V e Al) e Tetrametóxifenil Porfirinas (FeTMPP e CoTMPP) frente a reação de redução de oxigênio, com o auxílio da Teoria do Funcional da Densidade (DFT) e 2) as propriedades eletrocatalíticas de ligas Pt-M (M=Cr, V e Al) e Tetrametóxifenil Porfirinas (FeTMPP e CoTMPP) suportados em carbono frente a reação de redução de oxigênio em soluções aquosas alcalinas na ausência e na presença de boroidreto, deverão ser realizados. A partir dos resultados obtidos, serão montados sistemas operacionais formadoS por semi-células e/ou células unitárias, através das quais os fatores fenomenológicos ligados às condições operacionais (temperatura, pressão e composição dos gases, circulação do eletrólito, etc.) dos eletrodos de difusão de gás serão avaliados. Palavras chave: Células a Combustível; Catalisadores; Reação de Redução de Oxigênio

166


NOME: CARLOS WILLIAM DE ARAUJO PASCHOAL E-MAIL: paschoal@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.999,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE CERÂMICAS DIELÉTRICAS COM ESTRUTURA PEROVSKITA OBTIDAS PELO MÉTODO CERÂMICO

RESUMO: Neste projeto, serão investigados, sobretudo, o efeito do método de preparação das amostras de peovskitas complexas de razão 1:1 e 1:2 nas suas propriedades dielétricas e a correlação dessas propriedades com a ordem/desordem que os íons B' e B” apresentam, devido, principalmente, aos processos de moagem inseridos na preparação das amostras. Essas propriedades serão analisadas em função da temperatura e da frequência de campo oscilante, em um intervalo de temperatura que vai desde a temperatura ambiente até 500°C, permitindo observar transições de fase estruturais (TFE's), ferróicas ou não, além de comportamentos específicos, como o efeito relaxor. A espectroscopia Raman também será utilizada para a caracterização das amostras, sendo aplicada em função da temperatura quando for necessário (quando o material apresentar TFE's, por exemplo), mas sobretudo na determinação do caráter de ordem do material, identificando se ele é ou não ordenado. Palavras chave: Perovskitas Complexas; Espectroscopia Raman; Espectroscopia de Impedância

167


NOME: CICERO WELLINGTON BRITO BEZERRA E-MAIL: cicero@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 26.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: COMPLEXOS DE Fe E Co DISPERSOS EM NANOSUPORTES DE CARBONO E TRATADOS TERMICAMENTE: APLICAÇÃO EM CÉLULAS A COMBUSTÍVEL (PEMFC) COMO ELETROCATALISADORES PARA REDUÇÃO DO OXIGÊNIO MOLECULAR

RESUMO: Ainda que nenhum catalisador isento de platina tenha apresentado viabilidade econômica para a redução do O2, isto é, sejam ativos e estáveis suficientes para aplicações práticas em células a combustível, os baseados em compostos de coordenação, especificamente os de Fe e Co com ligantes nitrogenados, dispersos em carbono e tratados termicamente têm apresentado resultados promissores quanto a redução do oxigênio. Esses catalisadores são bastante ativos, de baixo custo e, ao contrário da platina, tolerantes quanto à presença de alcoóis. Essa última característica é importante para células cujo combustível é o metanol ou etanol, realidade mais próxima do Brasil do que o hidrogênio, por exemplo. Outro aspecto positivo quanto ao emprego desses catalisadores é que muitos deles são capazes de promover a redução do oxigênio molecular por um mecanismo de 4e-, isto é, sem a formação do peróxido, o que aumenta a eficiência da célula e a durabilidade do catalisador. Esses fatos são motivadores para que se continuem as pesquisas com esses materiais. Outro aspecto importante é que a literatura registra que o tipo de suporte empregado, mesmo os baseados em carbono, tem influência direta na atividade catalítica e na estabilidade do catalisador. Assim, neste projeto, novos materiais preparados a partir da impregnação e tratamento térmico de compostos de transição em nanosuportes de carbono (nanopartículas e nanotubos) serão avaliados com relação à capacidade de reduzir o oxigênio molecular em meio ácido. Palavras chave: Eletrocatálise; Células a Combustível; Metais Não Nobres

168


NOME: DAVID LIMA AZEVEDO E-mail: david888@uol.com.br, david@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: MODELAGEM MOLECULAR APLICADA A NANOMOTORES A BASE DE NANOCONES DE CARBONO RESUMO: Neste projeto, investigaremos propriedades de nanomotores a base de nanocones anhinados, utilizando a dinâmica molecular. Estes nanomotores consistirão de 2 nanocones aninhados de diferentes ângulos de disclinação, por exemplo 60, 120, 180 e 240 graus. O nanocone da base fica fixo num substrato, enquanto o outro nanocone se encaixa no primeiro sujeito apenas pela ação das forças interatômicas. Cálculos preliminares de dinâmica molecular utilizando campos de força universal indicam que a energia térmica ambiente (300K) é suficiente para por o nanocone superior em movimento de rotação em torno de seu eixo, assim produzindo um nanomotor a base de nanocones aninhados. A frequência de rotação e vibrações do sistema poderá ser calculada a partir dos “frames” de dinâmica molecular. Estudaremos também como a frequência de rotação varia com a altura do cone, ângulo de disclinação, tipos de átomos de que os nanocones são feitos e quais os tipos de nanocones que oferecem maior estabilidade de rotação com a variação de temperatura. Palavras chave: Nanomotores; Nanocones; Modelagem Molecular

169


NOME: DENIVALDO CICERO PAVAO LOPES E-mail: denivaldo.lopes@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.999,50 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: GERAÇÃO SEMI-AUTOMÁTICA DE ESPECIFICAÇÃO DE CORRESPONDÊNCIAS ENTRE METAMODELOS: aplicação em MOF/QVT RESUMO: Recentemente, a indústria de software tem se defrontado cada vez mais com a complexidade no desenvolvimento, manutenção e evolução de sistemas de software. Nos anos 90, a indústria de software, as organizações e a academia acreditavam que a solução para esta complexidade estaria nos middlewares. Mais tarde, mesmo com o advento dos Serviços Web, a complexidade ainda existia e acarretava projetos de sistemas de software mal sucedidos e dispendiosos. A partir de então, a academia e organizações perceberam que a solução não estava nos middlewares. A fim de fornecer soluções racionais para suportar o gerenciamento desta complexidade, a academia e organizações propuseram abordagens baseadas em modelos. Esta nova tendência resultou em MDE (Model Driven Engineering), que pode ser definida como uma abordagem na qual modelos estão no centro do desenvolvimento, manutenção e evolução de software, permitindo a harmonização entre as diferentes tecnologias envolvidas e suportando diferentes domínios de aplicação. MDA (Model Driven Architecture) da OMG (Object Management Group), Software Factories da Microsoft e EMF (Eclipse Modeling Framework) do projeto Eclipse são exemplos de MDE. MDA propõe, basicamente, a criação de modelos independentes da plataforma (PIMs) e a transformação de PIMs em modelos específicos de plataforma (PSMs). Assim, a complexidade de desenvolvimento de software é gerenciada por modelos e transformação de modelos, sendo esta última descrita em uma definição de transformação. Entretanto, a criação de definições de transformações entre modelos é uma tarefa propensa a inserção de erros por ser manual, enfadonha e verbosa. Neste projeto de pesquisa, propõe-se gerar definições de transformação, a partir de especificações de correspondências, e gerar especificações de correspondências através de matching de metamodelos. Palavras chave: Engenharia Dirigida por Modelos; Correspondência entre Metamodelos; Definição de transformação de modelos

170


NOME: FERNANDO CARVALHO SILVA E-MAIL: fcs.ufma@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 23.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: PRODUÇÃO DE BIODIESEL DE ÓLEO DE SOJA (GLICINE SP) UTILIZANDO CATALISADOR DE TRANSFERÊNCIA DE FASES E ENERGIA DE MICROONDAS

RESUMO: O biodiesel é um combustível alternativo ao diesel de petróleo que é obtido por meio da reação de transesterificação. No processo de produção do biodiesel emprega-se, geralmente, alcoóis de cadeia curta, como o metanol e o etanol e catálise básica com catalisadores homogêneos, como o hidróxido e potássio. A imiscibilidade do óleo e do álcool induz a uma resistência na transferência de massa na reação, levando à formação de reação de duas fases (CTFs) dificultando a sua ocorrência. Os catalisadores de transferência de fases ajudam a superar essa limitação da reação, pois permitem que as reações ocorram e que os produtos obtidos apresentem elevados rendimentos. Os CTFs mais utilizados são os sais quaternários de amônio e fosfônio. O objetivo deste trabalho é a otimização da reação de transesterificação do óleo de soja com metanol e etanol, catalisada com hidróxido de potássio, na presença de CTFs, como co-catalisador. As variáveis a serem estudadas, razão óleo:álcool, o teor de catalisador, teor de CTF, e o tempo de reação. Como fontes de aquecimento serão utilizadas as microondas que apresentam maior eficiência que as fontes convencionais de energia. Conforme as normas estabelecidas pela ANP o biodiesel obtido será analisado e determinadas as suas características físico-químicas. Palavras chave: Transferência de Fases; Transesterificação; Microondas

171


NOME: ISAIDE DE ARAUJO RODRIGUES E-MAIL: isaide@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.724,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: UTILIZAÇÃO DE HPLC NA QUANTIFICAÇÃO DOS PRODUTOS DA ELETRO-OXIDAÇÃO DE METANOL E ETANOL SOBRE ELETRODOS BI E TRIMETÁLICOS RESUMO: No âmbito do Laboratório de Eletroquímica (LELQ) da UFMA, nossos estudos de eletrocatálise têm sido direcionados para a avaliação das propriedades eletrocatalíticas de materiais de eletrodos na eletro-oxidação de alcoóis com a finalidade de aplicações em sistemas eletroquímicos para geração e armazenamento de energia, como células a combustível e baterias. Outro aspecto importante do objeto de estudo neste campo é o conhecimento do mecanismo da reação de eletro-oxidação destes alcoóis que é de suma importância, tanto do ponto de vista fundamental como tecnológico, pois permite a identificação dos possíveis inibidores do desempenho desejável da célula. Normalmente, esta identificação requer o uso de técnicas instrumentais como FTIRS e DEMS para superar as limitações impostas ao estudo voltamétrico clássico. Estes instrumentos, no entanto, não são disponíveis em centros de pesquisas em processo de consolidação, como no caso do GELQ-UFMA. Uma alternativa seria o acoplamento do processo eletroquímico ao de HPLC, com a vantagem de possibilitar a identificação de compostos pouco voláteis que não seriam identificados por DEMS e do equipamento de HPLC ser facilmente encontrado nos laboratórios de Química Analítica. De um modo geral, a identificação de produtos de eletrooxidação por HPLC são realizados de forma operacional descontínua, onde o processo eletrolítico ocorre e, após algum tempo, as alíquotas são retiradas e introduzidas no cromatógrafo. Neste sentido, conceitos envolvendo procedimentos contínuos, como análise química por injeção em fluxo-FIA, poderiam ser avaliados. O propósito do presente projeto é avançar nos estudos que envolvam a reação de oxidação de alcoóis, identificar os produtos dessas reações por HPLC, como também avaliar a possibilidade do acoplamento FIAEletroquímica-HPLC, com o objetivo de identificar os produtos da reação utilizando uma estratégia que permita uma operação on-line, reduzindo o número de manipulações e os riscos de contaminação ambiental. Palavras chave: Etanol; Metanol; Eletro-Oxidação; Eletrodos bi e Trimetálicos, HPLC

172


NOME: JERIAS ALVES BATISTA E-mail: jerias@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: ESTUDO DE PROPRIEDADES ÓPTICAS E VIBRACIONAIS DE NANOTUBOS DE CARBONO E GRAFENO UTILIZANDO ESPALHAMENTO RAMAN E FOTOLUMINESCÊNCIA RESUMO: Nos últimos anos, tem havido uma revolução quase sem precedentes na história da ciência, resultante de expectativas quanto ao entendimento e aplicação de dois dos materiais mais extraordinários já produzidos: nanotubos de carbono e grafeno. Esta revolução vem ocorrendo pelo entendimento de que esses materiais, em escala nanométrica, apresentam comportamentos e propriedades muito diferentes daquelas do universo macroscópico da escala humana. Nanotubos de carbono e grafeno têm sido alvo de grande atenção por apresentarem propriedades físicas e químicas excepcionais, embora tenham estrutura extremamente simples. Por suas propriedades físicas singulares, esses novos materiais de carbono encontram aplicações em quase todos os ramos da tecnologia. Eles possuem propriedades mecânicas excelentes, possuem alta estabilidade térmica e química, e valores de condutividade térmica jamais observada em qualquer outro material. Os nanotubos a serem analisados durante este projeto de pesquisa estarão dispersos em diferentes surfactantes de origem biológica e em moléculas de DNA, ou dispersos em substratos de silício oxidado. Estes materiais podem ser utilizados como sensores capazes de detectar pequenos traços da espécie alvo e com alta seletividade. O desenvolvimento de sensores utilizando nanotubos de carbono funcionalizados como bloco de construção é uma das áreas mais promissoras para o uso desses materiais em nanotecnologia. Grafeno são estruturas planares formadas por uma única camada de átomos de carbono. A descoberta de algumas propriedades do grafeno tem permitido a comprovação de alguns princípios físicos fundamentais da Mecânica Quântica Relativística. Um exemplo é o efeito Hall quântico semi-inteiro, além da verificação em laboratório do paradoxo de Klein. O conhecimento das propriedades físicas e o domínio desse material possibilitarão a fabricação de uma futura geração de dispositivos que darão sustentação à nanoeletrônica baseada inteiramente no carbono. Palavras chave: Grafeno; Nanotubos de Carbono; Nanopartículas

173


NOME: JOSE HILTON GOMES RANGEL E-MAIL: hiltonrangel@ifma.edu.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIA E TECNOLOGIA - IFMA ÁREA: CIÊNCIAS AXATAS E DA TERRA TÍTULO: SINTESE E CARACTERIZAÇÃO DE ÓXIDOS CERÂMICOS A BASE DE ZrO2 DOPADOS COM Ti, La, Ca, Ce, Y POR PROCESSO QUÍMICO

RESUMO: A existência de interações de origem física e/ou química entre um material e o seu meio de operação conduz a alguma espécie de deterioração, o que impreterivelmente representará alterações indesejáveis, reduzindo tanto a durabilidade quanto o desempenho dos mesmos para aquele fim ao qual havia sido destinado originalmente [10]. Este projeto tem como proposta sintetizar materiais cerâmicos de ZrO2 estáveis por meio do método químico de precursores poliméricos. A escolha do ZrO2 é devido a sua elevada resistência a ataques químicos e/ou físico e baixo custo. O processo de sintetização será feito por meio da preparação do citrato de zircônia e dos precursores poliméricos. A partir dos precursores, serão obtidos pós cerâmicos e filmes finos depositados em substratos de aço e alumina utilizando-se a técnica de “spin coating” e “dip coating”. Após obtenção dos pós e deposição dos filmes, o material será submetido a tratamento térmico em diferentes temperaturas e atmosferas utilizando forno convencional e microondas. Os filmes e pós serão caracterizados por meio de técnicas microestruturais, tais como: Microscopia eletrônica de varredura (MEV) para analisar os aspectos superficiais e densificação; Difração de raios X (DRX) com ângulo de varredura normal e rasante para analisar a formação de fase e parâmetros de rede; Microscopia de Força Atômica (MFA) para caracterização da rugosidade superficial dos filmes. A porosidade dos pós será investigada por isotermas de Adsorção/Dessorção de nitrogênio. Serão utilizadas a análise termogravimétrica (TG) e a caloria de varredura diferencial (DSC) para acompanhar os processos de pirólise e nucleação dos precursores. Palavras chave: ZrO2; Processo Químico; Óxidos Cerâmicos

174


NOME: LUZELI MOREIRA DA SILVA E-MAIL: luzeli.m@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 24.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: ESTUDO DAS PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS INTERMETÁLICOS RNiX3 e RMIn4 ONDE R=La, Yb, Eu e Ce, X= Ge, Si e M=Cu e Ni. RESUMO: Este projeto tem como finalidade a produção e caracterização de compostos intermetálicos a base de Eu, Yb e Ce que apresentam propriedades físicas, tais como: ordenamento magnético acompanhado de efeito Kondo, comportamento tipo férmion pesado ou mesmo mudança de valência. Estudos realizados mostram que a hibridização entre os elétrons 4f do íon magnético e os elétrons da banda de condução tem grande importância nas propriedades destes materiais, o que influencia no estado fundamental do sistema. Além disso, estes compostos são extremamente sensíveis a estímulos externos como temperatura, campo magnético, pressão ou substituição química. Como por exemplo, os compostos de Yb na qual a proximidade energética das duas configurações ( 4f13 e 4F14) propicia uma tendência para o comportamento de valência mista, com relativamente poucos Yb exibindo comportamento tipo férmion pesado decorrente do efeito Kondo. Por outro lado, o efeito de pressão induz a uma redução da ocupação 4f, favorecendo o estado fundamental magnético (4f14 → 4f13). Este comportamento é oposto ao observado nos compostos Ce nos quais os efeitos da pressão conduzem a um estado fundamental não magnético (4f1 → 4f0). Desta forma, propomos o estudo das séries de compostos tipo RNiX3 e RMIn4 onde R=La, Yb, Eu e Ce, X= Ge, Si e M=Cu e Ni. O projeto envolve a síntese de amostras monocristalinas e policristalinas e caracterização usando técnicas, tais como: magnetometria, calorimetria, suscetibilidade magnética AC, medidas de transporte e XANES. Palavras chave: Ordenamento Magnético; Efeito Kondo; Valência Intermediária

175


NOME: MANOEL MESSIAS FERREIRA JÚNIOR E-MAIL: manojr07@ibest.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 26.478,30 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: DESENVOLVIMENTOS TEÓRICOS DENTRO DO CONTEXTO DO MODELO PADRÃO ESTENDIDO

RESUMO: Atualmente, estudos da violação da simetria de Lorentz (VSL) são rotuladas como “Física Além do Modelo Padrão”, e originaram o chamado Modelo Padrão Estendido - MPE, desenvolvido por Colladay & Kosteleky. Neste, a violação da simetria de Lorentz é investigada tanto no setor fotônico quanto o setor fermiônico do MPE, com a geração de muitos trabalhos de impacto a nível internacional. O proponente deste projeto e o Grupo de Física de Partículas e Campos da UFMA insere-se neste cenário investigando questões que geram artigos qualis A e são temas de dissertação de mestrado. Nos últimos 4 anos, foram orientadas 6 dissertações de mestrado no Programa de Pós-graduação em Física com esta temática, que implicaram na publicação de 9 artigos em revistas internacionais produzidos em lócus, dos quais 5 são Physical Review D (revista qualis A2, de grande prestígio internacional). Todas dissertações geraram publicações. Este certamente é o maior mérito do Grupo de Partículas e Campos da UFMA. O presente projeto de pesquisa está ambientado no contexto do MPE de Colladay & Kosteleky, e consiste nas seguintes atividades: (i) Investigação do estudo da VSL no contexto de modelos envolvendo campos escalares, dotados de defeitos topológicos (“kinks” e “lumps”); (ii) Investigação do efeito da VSL sobre sistema de férmions e anti-férmions interagindo via troca de fótons; (iii) Estudo do efeito da VSL na eletrodinâmica do setor CPT-par do Modelo Padrão Estendido à temperatura finita; (iv) Investigação de configurações estáveis de vórtices no âmbito do modelo AHMCFJ [9], e sua versão reduzida [14], por meio do formalismo de Bogolmol'nyi [28] e Schaponisk-Vega [29]; (v) Estudo das soluções clássicas genéricas (usando o método de Green) para o modelo de Carroll-Field-Jackiw e o setor CPT-par do SME, em continuidade a atividades já realizadas; (vi) Prevê o cálculo de efeitos VSL, advindos de termos do setor fotônico do SME, sobre o efeito Casimir. Palavras chave: Modelo Padrão Estendido; Violação da Simetria de L, Eletrodinâmica Estendida; Distribuição de Planck; Soluções Clássicas; Vórtices e Defeitos Topológico

176


NOME: MARIA DEL ROSARIO GIRARDI E-MAIL: rosariogirardi@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: HERMES - APRENDIZAGEM E POVOAMENTO DE ONTOLOGIAS A PARTIR DE FONTES TEXTUAIS RESUMO: O projeto HERMES busca viabilizar a construção de sistemas baseados em conhecimento, através do desenvolvimento de técnicas para o povoamento e aprendizagem automatizada de ontologias. Objetivos específicos (metas). 1) Analisar a aplicação do processamento da linguagem natural e da aprendizagem de máquina na aquisição automática de conhecimento a partir de fontes textuais. 2) Baseada nos resultados obtidos na meta anterior, especificar uma metodologia e uma ferramenta computacional para o povoamento e aprendizagem automáticos de ontologias. 3) Avaliação da metodologia proposta através da análise da efetividade de sistemas baseados em conhecimento, que utilizem as bases de conhecimento geradas pela aplicação da metodologia e ferramentas propostas. Com a consolidação do projeto HERMES, espera-se dispor de soluções economicamente e tecnicamente viáveis para a construção de sistemas baseados em conhecimento que atendam os requisitos de efetividade e usabilidade. Espera-se também contribuir com o desenvolvimento de ontologias de referência em áreas de conhecimento específicas como o Direito e de sistemas baseados em conhecimento para o acesso à informação, tomada de decisões e ensino/aprendizagem assistido por computador. Do ponto de vista acadêmico esperamos publicar artigos em revistas e em congressos importantes na área de pesquisa abordada. Contribuiremos também na formação de recursos humanos através do envolvimento no projeto de estudantes tanto em nível de graduação, quanto de pós-graduação. Após o fim do projeto, espera-se o amadurecimento dos pesquisadores e alunos participantes nas seguintes subáreas de pesquisa da Inteligência Artificial: Aprendizagem de Máquina, Processamento da Linguagem Natural e Aquisição de Conhecimento. Palavras chave: Ontologias; Processamento da Linguagem Natural; Aprendizagem de Máquina

177


NOME: MARTA CELIA DANTAS SILVA E-MAIL: martacelia@yahoo.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.665,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: BIODIESEL: propriedades de fluxo a frio

RESUMO: Um dos maiores problemas na utilização do biodiesel como combustível é que suas propriedades a baixas temperaturas são pobres. Estas propriedades estão associadas com a temperatura na qual começam a se formar cristais num material graxo líquido, resultando na solidificação dos saturados. Estes sólidos e cristais crescem rapidamente, aglomerando-se e entupindo as linhas de combustível e os filtros, levando a maiores problemas operacionais do veículo. Na medida em que a temperatura diminui, mais cristais são formados até atingir a temperatura em que não ocorre mais escoamento do combustível. O Ponto de Entupimento de Filtro a Frio (PEFF) é um dos índices das propriedades a baixas temperaturas de combustíveis. Ele é definido como a maior temperatura em que o biodiesel (B100), quando resfriado, não flui através de um filtro padronizado, ou leva mais de 60s para passar através deste filtro. Segundo a Resolução n° 42 de 24 de novembro de 2004, as normas para determinação do PEFF são ABNT NBR 14747 e ASTM D 6371. Alguns autores vêm estudando o uso de aditivos para melhorar as propriedades a baixas temperaturas de biodieseis. Zhang et al. (2003) estudaram a adição de EVAP ao diesel, observando a diminuição do PEFF das amostras. Uma alternativa para melhorar as propriedades a baixas temperaturas de biodieseis é recorrer ao processo de “winterização”, que consiste na remoção de componentes que congelam em temperaturas elevadas, por cristalização parcial, quando a amostra é resfriada. Os cristais que congelaram em altas temperaturas, constituídos basicamente de ésteres de ácidos graxos saturados, são removidos, então, por filtração. Dessa forma, o biodiesel apresentará apenas ésteres de ácidos graxos insaturados, melhorando suas propriedades a baixas temperaturas e, notadamente, seu PEFF. Palavras chave: Winterização; Energia Sustentável; Análise Térmica

178


NOME: PAULO ROBERTO DA SILVA RIBEIRO E-MAIL: pauloufv@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.184,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TITULO: AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DA QUALIDADE DA ÁGUA NA BACIA DO MÉDIO TOCANTINS

RESUMO: A Bacia Tocantins-Araguaia é a segunda maior do país, sendo que o Rio Tocantins é o principal rio desta bacia. A prática de atividades poluidoras como o lançamento de esgotos domésticos e de efluentes de matadouros, frigoríficos e curtumes no Estado do Maranhão tem contribuído para a depreciação da qualidade das águas deste rio, bem como para o aumento de consumo de produtos químicos para tratamento da água utilizada para abastecimento público. Diante disso, as autoridades governamentais têm exigido condições mais restritivas visando à preservação dos mananciais e garantir a qualidade da água compatível para o consumo humano direto ou indireto. Assim, este projeto objetiva realizar um estudo inédito visando à avaliação e o monitoramento da qualidade da água na Bacia do Médio Tocantins, entre os municípios de Imperatriz (MA) e Estreito (MA) onde predominam as atividades poluidoras. Para tanto, amostras de águas superficiais serão coletadas em diferentes pontos localizados nas margens direita do médio curso do Rio Tocantins. Posteriormente, as amostras serão analisadas para a determinação de parâmetros físicos, químicos e microbiológicos, tais como: alcalinidade bicarbonato, alcalinidade total, amônia, cloretos, condutividade elétrica, cor, DBO, DQO, dureza (Ca), dureza (Mg), fosfato total, nitrato, nitrito, nitrogênio orgânico, óleos e graxas, oxigênio dissolvido, pH, potencial de óxido-redução, sólidos dissolvidos, sólidos em suspensão, sólidos totais, sulfatos, temperatura da água, vazão e turbidez. Serão coletadas amostras de sedimentos e de solos nos pontos de amostragem, para a caracterização dos componentes mineralógicos naturais. Dessa forma, a realização deste projeto contribuirá de forma inédita para a avaliação da qualidade da água na área investigada e para subsidiar os órgãos e programas de controle ambiental, bem como para avaliar a possível contaminação da Bacia do Médio Tocantins e gerar um mapa do índice de contaminação desta bacia. Palavras chave: Qualidade da Água; Poluição Aquática; Rio Tocantins

179


NOME: PAULO ROBERTO SARAIVA CAVALCANTE E-MAIL: prcavalcante@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 17.918,40 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: VALIDAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE TECNOLOGIA PARA REDUÇÃO DA ACIDEZ DO SOLO E DA ÁGUA, EM TANQUES DE PISCICULTURA, EM COMUNIDADE RIBEIRINHA DA BACIA DO RIO PERICUMÃ/BAIXADA MARANHENSE RESUMO: O projeto propõe otimizar e transferir tecnologia alternativa para redução da acidez do solo e da água, voltada para fins da atividade da piscicultura em uma comunidade ribeirinha da bacia do Pericumã, mediante o aproveitamento de cinza de olaria, como sucedâneo à utilização do calcário, tornando possível a rentabilidade e difusão da atividade. Neste sentido, além da realização de ensaio piloto a fim de testar a tecnologia proposta, em escala de viveiros, já obtidos em laboratório da UFMA, pretende-se realizar oficinas com a finalidade de difundir os objetivos e alcance da pesquisa junto à comunidade, na prática da piscicultura, ensejando igualmente a sua integração com a pesquisa. A interação e o envolvimento da comunidade ribeirinha participante serão importantes ferramentas na transferência de informações técnicas geradas pelo Projeto e na criação, entre os participantes, do interesse da aplicação do conhecimento prático na piscicultura familiar, contribuindo, dessa maneira, para difusão da tecnologia, promoção de renda, melhoria da qualidade de vida e inserção social da comunidade alvo. O projeto contará com a participação de professores e alunos do Curso Oceanografia do Departamento de Oceanografia e Limnologia da UFMA. Palavras chave: Rio Pericumã; Aquicultura; Correção da acidez

180


NOME: ROBERTO SIGFRIDO GALLEGOS OLEA E-mail: gallegos@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.750,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA T Í T U L O : AT I V I D A D E N O S I S T E M A N E RV O S O C E N T R A L D E GLICOALCALÓIDES DE SOLANUM MELONGENA L. – “BERINJELA” RESUMO: Com a elaboração deste projeto, pretende-se gerar informações para colaborar com o conhecimento científico quanto à ação no Sistema Nervoso Central dos frutos de Solanum melongena. Para isso serão realizadas, primeiramente, atividades que permitam avaliar a atividade farmacológica, ao nível do Sistema Nervoso Central, da fração alcaloídica dos frutos de Solanum melongena, assim como também determinar a toxicidade tolerável dessa fração. Posteriormente irá, também, ser isolada e elucidada a estrutura química dos glicoalcalóides presentes nos frutos de Solanum melongena, e com esses metabólitos realizar ensaios farmacológicos, em nível de Sistema Nervoso Central, procurando relacioná-los às atividades testadas. Serão realizadas também avaliações quanto à capacidade antioxidante das frações e dos metabólitos isolados. Para a realização deste projeto, a equipe de pesquisa é formada por doutores especializados nas diferentes áreas envolvidas, sendo químicos e farmacologistas em Produtos Naturais da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), uma Dra. em Química e especialista em Espectroscopia da Universidade Federal de São Carlos - SP, assim como também a participação direta de dois alunos de Cursos de Mestrado da UFMA. Consideramos adequado destacar que o presente Projeto de Pesquisa apresenta as seguintes características: a) Os seis professores que fazem parte da Equipe Executora são doutores; b) Os dois alunos, integrantes da Equipe Executora, estão matriculados em Cursos de Pós-Graduação da UFMA (Mestrado); c) O Projeto de Pesquisa é de caráter Multi- e Interdisciplinar, envolvendo áreas de conhecimento da Química (Extração e Isolamento e Elucidação Estrutural de Produtos Naturais), Toxicologia e da Farmacologia de Produtos Naturais. Palavras chave: Atividade Farmacológica; Toxicologia; Atividade Antioxidante; Glicoalcalóides; Elucidação Estrutural

181


NOME: RODOLFO ALVAN CASANA SIFUENTES E-mail: rodolfo.casana@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 23.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: ASPECTOS PERTURBATIVOS E NÃO PERTURBATIVOS EM TEORIA DE CAMPOS RESUMO: Segundo Dirac, existem somente três formas diferentes de parametrizar o espaço-tempo e não é possível relacionar ou passar de uma a outra via uma transformação de Lorentz. São chamadas de as três formas de dinâmica Hamiltoniana: a forma instantânea, com seu hiperplano dado por t=t0, é a dinâmica familiar; a segunda é denominada de frente de luz ou plano-nulo, e o seu hiperplano é um plano tangente ao cone de luz; e, finalmente, a forma pontual, cuja hiper-superfície é uma hipérbole. A quantização das teorias de campo na forma instantânea levou a obter resultados surpreendentes, levando ao estabelecimento do atual modelo padrão (MP), que descreve as partículas fundamentais e suas interações. Contudo, a estrutura teórica do MP assume a existência de uma partícula fundamental de spin zero, o bóson de Higgs, embora até o presente momento não exista evidência experimental da existência de tal partícula. Existem, ainda, outros problemas a serem resolvidos, como o confinamento de quarks e a quebra da simetria quiral, responsável pela geração de massa fermiônica. Esses problemas estão fora do alcance dos métodos perturbativos, usualmente empregados no estudo da teoria de campos. O interesse no formalismo do plano-nulo provém dos seguintes fatos: A dinâmica deve ser mais simples, e é, do que numa teoria de campos com interação. A estrutura dos parênteses de Dirac para os graus de liberdade físicos são os mesmos que a da teoria livre. Isso leva a pensar que, quando a teoria for quantizada, a estrutura do vácuo seja muito simples, tal como a da teoria livre. Modernas teorias, como a de supercordas, sugerem a possibilidade de que a simetria de Lorentz, tida como pedra fundamental na construção das teorias de campo, seja quebrada na escala de Planck, principalmente devido a efeitos da gravitação quântica. Assim, efeitos de tal quebra devem manifestar-se a baixas energias. A arena usual para o estudo desses efeitos é o Modelo Padrão Estendido (MPE). Palavras chave: Sistemas Bidimensionais; Geração Dinâmica de Massa; Cone de Luz; Sistemas Em e fora do Equilíbrio; Quebra da Simetria de Lorentz

182


NOME: RIDVAN NUNES FERNANDES E-MAIL: ridvan@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.362,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE ANÁLISE POR INJEÇÃO EM FLUXO PARA A DETERMINAÇÃO DE ESPÉCIES QUÍMICAS ENVOLVIDAS NO PROCESSO DE FLOCULAÇÃO NATURAL DO AMBIENTE AQUÁTICO DO RIO PERICUMÃ RESUMO: Para o corpo aquático do rio Pericumã, estudos revelam que processos de acidificação são notórios, já que o pH enquadra-se num intervalo de 2,8 à 4,2, dependendo da incidência de chuvas. Nestas condições, o alumínio pode se mobilizar para a coluna d'água e formar complexos com os íons fluoretos e sulfato. Existe ainda uma maior probabilidade de formar complexos com o sulfato, uma vez que o referido ecossistema é rico em material orgânico fosfatado e sulfatado proveniente de processos alóctones e autóctones e possui pH`s baixíssimos, o que torna significante a formação de complexos sulfatados. Do ponto de vista analítico, a determinação do teor de Al(III), relacionado com a concentração de íons sulfato, exige o estudo de especiação desse metal como forma de entender melhor a dinâmica deste elemento no meio aquático, já que ele pode estar ligado a quatro frações operacionais: alumínio total monomérico (Ala), alumínio monomérico lábil (Ali), alumínio monomérico não lábil (Alo) e alumínio solúvel em ácido (Alr). A fração Ali é a mais preocupante, porque, além de ter os complexos inorgânicos de Al, engloba o Al3+ livre, condição prejudicial ao ecossistema aquático. Por outro lado, os procedimentos FIA estão associados ao gerenciamentos de soluções,em que, fazendo-se uso de um sistema de propulsão de fluidos, pequenas quantidades dessas (da ordem de µL) são conduzidas, em fluxo contínuo, até um sistema de detecção. Esta ferramenta tem ampla aplicação no campo da Química Analítica e sua evolução chegou ao processo de multicomutação em fluxo, que tem como conceito básico a seleção das soluções por software. Deste modo, o objetivo do presente projeto é desenvolver procedimentos analíticos automatizados para investigar a relação da especiação do Al(III) com o processo de floculação natural do Rio Pericumã, Pinheiro/MA, utilizando o conceito de multicomutação em análise de injeção em fluxo (FIA) com detecção espectrofotométrica. Palavras chave: FIA; Especiação de Alumínio; Rio Pericumã

183


NOME: ZAIR ABDELOUAHAB E-MAIL: zair@dee.ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 23.300,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: DETECÇÃO DE INTRUSOS USANDO UMA ARQUITETURA SOA

RESUMO: Existe uma série de características de dispositivos móveis que limitam a possibilidade do uso de padrões de sistemas tradicionais, como a variação de localização, a restrição de capacidades e a diversidades das aplicações. Entretanto, aplicações móveis podem prover adição de valores para serem usados. Logo, as limitações de poder de memória e processamento dos dispositivos móveis tornam seu uso altamente restrito. Ou seja, apenas simples e pequenas aplicações podem rodar nesses aparelhos. SOA é um estilo de construção de aplicações compostos de componentes fracamente acoplados. SOA facilita o desenvolvimento de partes das aplicações. Permitindo os desenvolvedores a implementarem complexas e poderosas aplicações para os dispositivos móveis. Primeiramente, uma parte das funcionalidades pode ser colocada fora dos aparelhos. Segundo, através destas opções para o uso dos dispositivos móveis, serviços adicionados a valores podem ser disponibilizados para os usuários finais. Através do avanço das redes e tecnologias móveis, o comércio móvel tem criado um aumento das oportunidades para negócios oferecerem diferentes tipos de serviços para consumidores que possuam valor adicionado tão bem quanto empregado. M-commerce atrai parte da atenção de recursos. Recursos emergentes incluem desenvolvimento de serviços móveis, infra-estrutura wireless e móvel, segurança móvel e pagamentos, e aplicações móveis em vários domínios de aplicação tal como revendas, aprendizagem e turismo. Muitos aspectos têm empregado em valores móveis e recursos de serviços; alguns aspectos têm sido propostos como valores para m-commerce, que são: nomeação, ubiquidade, localização, personalização e conveniência. Percebemos que um ponto fundamental no processo de desenvolvimento de serviços móveis é a preocupação com a segurança, não apenas na captura de dados através de pontos maliciosos que estejam agindo na rede, mas também na preocupação do serviço se disponibilizado aos usuários. Palavras chave: Segurança; Arquitetura Orientada a Serviços; Dispositivos móveis

184


Edital Universal 04/2010

CiĂŞncias Exatas e da Terra

185


NOME: EDER NASCIMENTO SILVA E-MAIL: silvaen@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 15.300,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: SIMULAÇÕES COMPUTACIONAIS DAS PROPRIEDADES FÍSICAS DE PEROVSQUITAS DIELÉTRICAS E MULTIFERRÓICAS RESUMO: A proposta apresentada neste projeto justifica-se principalmente por continuar a estudar e entender algumas propriedades físicas através de simulações estáticas e de primeiros princípios, como é o caso dos fônons, propriedades estruturais, dielétricas, ferroelétricas e ferromagnéticas de perovsquitas dielétricas e multiferróicos que é de grande interesse estratégico sob o ponto de vista científico e tecnológico. A investigação deste sistema usando técnicas de simulação dos fônons óticos, por exemplo, permitirá avançar no sentido de melhor compreender as propriedades multiferróicas de diversos materiais sob um contexto mais amplo e generalizado. Além disso, tais informações vibracionais são bastante utilizadas para compreender a dinâmica da rede cristalina destes materiais como vem sendo feito pelo grupo de pesquisa local. Desde que pesquisas deste nível possam ser de interesse do estado, assim como vem sendo de outras cidades brasileiras, tais como Fortaleza-Ceará, São Carlos-São Paulo, Belo Horizonte-Minas Gerais e cidades argentinas como La Plata, Buenos Aires e San Luis, que vêm sendo parceiros legítimos neste ramo de pesquisa, este projeto pode dar sua contribuição para o desenvolvimento da linha de pesquisa em simulação relacionada às propriedades estruturais, vibracionais, elétricas e magnéticas de materiais de interesse tecnológico. Além disso, o desenvolvimento deste projeto no Departamento de Física da UFMA, mais precisamente no Laboratório LEII, vinculado ao programa de pós-graduação em física da UFMA, permitirá o envolvimento de alunos de iniciação científica e do mestrado em física do referido programa. Palavras Chave: DFT; Perovsquita; Multiferróicos

186


NOME: FRANCISCO JOSÉ DA SILVA E SILVA E-MAIL: fssilva@deinf.ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 19.880,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: INFRAESTRUTURA E APLICAÇÕES COLABORATIVAS PARA AMBIENTES COMPUTACIONAIS MÓVEIS RESUMO: A computação móvel, ubíqua e pervasiva propõe um modelo computacional centrado no usuário, que se integre de forma natural ao ambiente físico, tornando dispositivos computacionais quase invisíveis e onipresentes, disponíveis a qualquer hora e em qualquer lugar. Este modelo computacional demanda aplicações inteligentes, sensíveis ao contexto e que se adaptem não somente a mudanças na disponibilidade de recursos de computação e comunicação, mas também a informações contextuais, como quem está presente na vizinhança, a hora do dia, a localização do usuário, qual ação o usuário esta realizando e qual sua intenção. Aplicações da computação móvel são cada vez mais comuns no nosso cotidiano e é fácil perceber que estarão presentes nas mais diversas áreas, como, por exemplo, na segurança pública, na área da saúde ou no gerenciamento de emergências. Uma classe de aplicações de ambientes móveis compreende aplicações cooperativas, focadas em cenários de interação social, trabalho colaborativo e compartilhamento de conteúdo digital. Em estados como o Maranhão, com reconhecida vocação turística, o emprego de aplicações colaborativas para ambientes móveis pode enriquecer a experiência de visitantes. A saúde compreende uma segunda área de aplicação de sistemas móveis colaborativos, já que interações complexas entre grupos multidisciplinares de profissionais, como médicos, enfermeiras, nutricionistas e psicólogos são usualmente requeridas para o tratamento eficiente de pacientes. De um modo geral, desenvolvedores de aplicações para ambientes computacionais moveis precisam lidar com diversos desafios relacionados ao uso de dispositivos portáteis, redes sem fio e mobilidade do usuário. Para atender de modo eficiente os diversos requisitos impostos pela mobilidade, desenvolvedores de aplicações necessitam de um suporte adequado de middleware, assumindo esta camada um papel central em uma arquitetura de software voltada para esta classe de sistemas computacionais. A abordagem de middleware libera os desenvolvedores de aplicações da descoberta e implementação de soluções para muitas questões relativas à mobilidade, permitindo que se concentrem na lógica específica da aplicação. O desenvolvimento de aplicações inovadoras pode se beneficiar mais do desenvolvimento de middleware apropriado do que em avanços em linguagens e ferramentas. Recentemente, um novo paradigma para provisionamento de infraestrutura computacional denominado computação em nuvem tem ganhado destaque. A computação em nuvem propõe a disponibilizarão de software, plataformas e infraestrutura como serviço a usuários através da Internet, adotando-se uma política de “pague-pelo-uso”. Utilizando-se o paradigma da computação em nuvem, middleware para ambientes móveis e pervasivos podem ser organizados como uma coleção de serviços cuja composição e implantação são realizadas dinamicamente na infraestrutura provida pela nuvem. Estes serviços podem enriquecer a experiência de usuários móveis, provendo funcionalidades difíceis de serem disponibilizadas pelo software que executa somente no dispositivo portável. O objetivo deste projeto de pesquisa é explorar o paradigma da computação em nuvem para prover um ambiente pervasivo que enriqueça a colaboração entre usuários móveis. O projeto foca o desenvolvimento de uma infraestrutura de middleware, bem como a implementação de aplicações colaborativas que auxiliem na avaliação do mesmo. Palavras-chave: Computação Móvel; Computação em Nuvem, Aplicações Colaborativas

187


NOME: GERALDO BRAZ JUNIOR E-MAIL: ge.braz@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 4.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: DETECÇÃO E DIAGNÓSTICO DE LESÕES EM TECIDOS DA MAMA ATRAVÉS DE IMAGENS RESUMO: Nas últimas duas décadas, a taxa de mortalidade por câncer de mama no Brasil apresentou elevação de 68%, passando de 5,77 em 1979 para 9,70 mortes por 100 mil mulheres em 1998 (INCA, 2003). Dentre as explicações para esse aumento, estão o envelhecimento da população, a mudança do perfil reprodutivo, a exposição a poluentes, o sedentarismo, a obesidade, dentre outros. Como mudanças no perfil reprodutivo feminino, podem ser citadas a gravidez tardia, a nuliparidade, a diminuição no número de gestações e o tempo de amamentação (Silva, 2006). O aparecimento do câncer de mama pode ser explicado, entre outros fatores, pela perda do controle normal da proliferação celular (ciclo celular), em que as células são submetidas a um processo contínuo de síntese, mitose (divisão celular) e apoptose (morte celular fisiológica). Este processo permite a renovação das células que é regulado por diversos mecanismos que são direcionados conforme as necessidades do organismo. Porém, em determinadas ocasiões e por razões ainda desconhecidas, certas células reproduzem-se com uma velocidade maior e de maneira anômala, desencadeando o aparecimento de massas celulares denominadas neoplasias. Uma das maneiras para detectar os tumores não palpáveis que causam câncer de mama é realizar uma radiografia (mamografia) das mamas. A mamografia é atualmente a melhor técnica de detecção precoce de lesões não apalpáveis na mama com altas chances de ser um câncer curável (ACS, 2007). Sabe-se que as chances de cura do câncer de mama são relativamente altas se detectado nos estágios inicias. A partir do início da utilização da mamografia, foi observada uma redução da taxa de mortalidade associada a essa patologia (ACS, 2007). Outra categoria de imagem da mama, baseada nos padrões de calor obtidos do paciente, gerando uma imagem termográfica, tem sido utilizada como um método de diagnóstico de anormalidades na mama sem a necessidade de um método invasivo. Este método também tem contribuído como uma maneira importante de prevenção do câncer de mama. Os exames de rastreamento são apontados como o principal método diagnóstico do câncer de mama em estágios iniciais, sendo capaz de detectar alterações ainda não palpáveis. Entretanto, a sensibilidade desse exame pode variar bastante, em decorrência de fatores como qualidade do exame ou experiência do especialista. O processamento de imagens na medicina representa um conjunto de técnicas computacionais, que aplicados podem prover auxílio ao diagnóstico, planejamento de tratamentos, simulação de cirurgias, compressão de imagens em bancos de exames, recuperação de exames por conteúdo de imagens, auxílio à pesquisa em medicina, educação médica, dentre outros. O objetivo do uso do processamento digital de imagens consiste em melhorar o aspecto visual de certas feições estruturais para o analista humano e fornecer outros subsídios para a sua 188


interpretação, inclusive gerando produtos que possam ser posteriormente submetidos a outros processamentos. A evolução da tecnologia de computação digital, bem como o desenvolvimento de novos algoritmos para lidar com sinais bidimensionais está permitindo uma gama de aplicações cada vez maior. Sistemas de detecção e diagnóstico auxiliado por computador (respectivamente CAD - Computer-Aided Detection - e - CADx - ComputerAided Diagnosis) têm sido propostos com o objetivo de auxiliar o radiologista, indicando áreas suspeitas, bem como anormalidades mascaradas. Esses sistemas têm sido desenvolvidos por vários grupos de pesquisa, visando auxiliar na detecção e diagnóstico precoce do câncer de mama (Gupta, 1995) (Meersman, 1998) (Kinoshita, 2004). Estudos indicam que, não importando o nível de habilidade, todos os especialistas falham em detectar uma anormalidade em alguns momentos. Estudos recentes mostram que o índice de detecção da presença de câncer de mama poderia ser aumentado de 5% a 15% se ferramentas CAD fossem utilizadas (Kopans, 2000), (Freer, 2001). O objetivo deste projeto de pesquisa é propor uma metodologia para a detecção e diagnóstico de lesões em imagens da mama. Para isso, será necessário estudar, implementar e aplicar técnicas de processamento de imagem e reconhecimento de padrões. Assim, a partir deste trabalho, será possível a construção de um software de detecção e diagnóstico auxiliado por computador para a área médica que possa servir como uma segunda opinião ao profissional, especialmente em casos de difícil detecção e diagnóstico de lesões cancerígenas na mama. Palavras Chave: Mamografia; Termografia, Câncer de Mama, Geoestatística Transformada de Wavelet, Sift

189


NOME: GILMAR SILVÉRIO DA SILVA E-MAIL: gilmarsilverio@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 28.000,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - IFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: AVALIAÇÃO DO COMPORTAMENTO AMBIENTAL DE METAIS TRAÇO NA QUALIDADE DOS SEDIMENTOS DOS RIOS BACANGA E ANIL RESUMO: O ecossistema da região metropolitana de São Luís é formado por sistemas fluviais continentais e estuarinos muito ricos - por exemplo, os mangues - marcados por atividades urbanas, industrial e portuária, que exercem grande pressão sobre os diferentes compartimentos ambientais. Por exemplo, a dragagem e a mudança dos regimes hídricos são fatos consolidados, como a ampliação do Porto de Itaqui e construção da represa do Rio Bacanga. Novos empreendimentos industriais como a instalação da refinaria de petróleo Premium e expansão das atividades das indústrias Alumar e Vale promovem a rápida expansão urbano-industrial da região e enseja efetivos mecanismos de gestão e controle ambiental. Nesses termos, a avaliação dos sedimentos, no contexto da sustentabilidade dos recursos hídricos, conservando seus múltiplos usos e protegendo a vida selvagem e a saúde humana, é pertinente e aguardado pela sociedade. Além disso, o presente projeto permite a criação/consolidação de um núcleo de estudos ambientais de metais traço aplicáveis futuramente a inúmeros outros compartimentos e temas de interesse. Palavras Chave: Metais Traço; Extração Sequencial; Biodisponibilidade

190


NOME: HILDO ANTONIO DOS SANTOS SILVA E-MAIL: hildosilva@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.840,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: OTIMIZAÇÃO DE METODOLOGIA E DO PROCESSO DE OBTENÇÃO DA TIQUIRA RESUMO: Sobre o tema proposto, o Estado dispõe de um grande potencial para o crescimento da produção da Tiquira, por ser o maior produtor do País e por ainda ocorre de maneira artesanal. O conhecimento do perfil e a melhoria da qualidade da Tiquira, a partir da presente pesquisa, podem propiciar condições de o Estado congregar os microprodutores em cooperativas, como também divisas através da importação de produtos, entre outros benefícios. O incentivo do governo do Estado, com a promoção de pesquisa científica que podem levar inovação aos produtores, pode significar grandes avanços no setor social, tecnológico e industrial. É preciso, urgentemente, desenvolver estudos para que a composição da tiquira esteja dentro dos padrões exigidos pelas agências regulamentadoras, além da necessidade de otimizar a metodologia para que se tenha não só a melhoria da qualidade, mas também de produtividade. Assim, o Estado estará assumindo o verdadeiro interesse por esse destilado tipicamente maranhense. Aqui cabe um alerta para que o Estado do Maranhão reivindique a patente da marca tiquira. A falta de controle e conhecimento da composição do perfil da tiquira fabricada no nosso Estado representa um impedimento para a exportação do produto além de um grave risco à saúde pública. Os resultados alcançados por este trabalho, na medida em que permitem estabelecer um perfil deste produto, podem propiciar uma melhor aceitação do produto no mercado através da eliminação de componentes indesejáveis e prejudiciais à saúde do homem. Palavras Chave: Tiquira; Aguardente; Metodologia

191


NOME: JORGE DINIZ DE OLIVEIRA E-MAIL: Jzinid@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 9.595,25 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA

TÍTULO: TRANSPORTE E COMPORTAMENTO GEOQUÍMICO DE METAIS POTENCIALMENTE TÓXICOS (CU, CR, PB E CD) NA FOZ DOS RIACHOS CAPIVAR, BACURI, CACAU, RIBEIRÃO DANTAS E RIO BANANAL, AFLUENTES DA MARGEM DIREITA DO RIO TOCANTINS IMPERATRIZ/MA RESUMO: Propõe-se, neste projeto, avaliar a dinâmica e o comportamento do Cu, Cr, Pb e Cd em amostras de água superficiais, sedimentos e material particulado em suspensão (MPS) na foz dos riachos Capivara, Bacuri, Cacau, Ribeirão Dantas e rio Bananal, afluentes da margem direita do rio Tocantins na cidade de Imperatriz-MA. As amostras serão coletadas no período chuvoso e não chuvoso, o que possibilitará observação as influências sazonais no aporte das espécies metálicas estudadas nestes corpos hídricos. As amostras de água e sedimentos, após tratamento adequado, segundo normas da CETESB, serão mantidas sob refrigeração a 4°C para posteriores determinações de espécies metálicas por espectrofotometria de absorção atômica com chama (FAAS). Paralelamente, serão feitas determinações físico-químicas como pH, condutividade, material particulado em suspensos, carbono orgânico, carbono total, parâmetros estes que ajudarão a interpretar a distribuição e a avaliação da capacidade complexação do rio frente aos metais pesquisados. Em função dos dados obtidos, procurar-se-á obter um perfil quantitativo do potencial de toxicidade destas espécies metálicas, para detecção de problemas causados pelo despejo de resíduos industriais, domésticos, sanitários e agropecuários na biota aquática dos riachos Capivara, Bacuri, Cacau, Ribeirão Dantas e rio Bananal e gerar informações sobre o aporte e a distribuição destes metais na foz destes tributários, bem como estimar contribuição desses no processo de contaminação por esses metais no rio Tocantins. Palavras Chave: Biodisponibilidade; Especiação; Sedimentos

192


NOME: NATILENE MESQUITA BRITO E-MAIL: natilene@ifma.edu.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 20.500,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - IFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA

TÍTULO: ENSAIOS ECOTOXICOLÓGICOS E DETERMINAÇÃO DE INTERFERENTES ENDÓCRINOS EM ÁGUAS SUPERFICIAS DA CIDADE DE SÃO LUÍS, MA RESUMO: A qualidade da água é hoje uma preocupação mundial, já que os recursos hídricos, devido ao crescimento populacional mundial, estão ameaçados. O Brasil é o país com maior rede hidrográfica do mundo, por isso existem diversas iniciativas para conservar esses recursos. São Luís, a capital maranhense, é situada na ilha Upaon-Açu, no Atlântico sul, entre as bacias de São Marcos e São José de Ribamar e, segundo a Conjuntura dos Recursos Hídricos do Brasil, está situada na região hidrográfica Atlântico Nordeste Ocidental. Essa região, que abrange os estados do Maranhão e do Pará, tem uma disponibilidade hídrica de 320,4 m³/s (0,4% do montante nacional) e a vazão específica de 9,5 L/s/km², baixa quando comparada com o valor nacional de 20,9 L/s/km². Quanto à qualidade dos rios, a região apresenta, em geral, boa qualidade em seus principais rios, em relação à carga orgânica lançada, possuindo 70% de seus trechos analisados com qualidade “ótima” e 6% como “boa”. Por outro lado, 23% das extensões dos rios foram classificadas com qualidade “razoável” e 1% com “ruim” ou “péssima”, e ainda, o percentual da população urbana servida por esgotos é de apenas 15,3%, muito baixa, se comparada com a média nacional, que é de 47,4%. Porém, estes dados não incluem uma avaliação quanto à presença de poluentes orgânicos. Com esses dados, podemos concluir que São Luís tem recursos limitados quando comparada com outras cidades do país, e, por este motivo, está mais suscetível aos impactos ambientais. Outro fator preocupante é o crescimento constante da cidade sobre os limites dos rios que a cortam, gerando poluição e prejuízos ao equilíbrio ecológico da cidade. Ressalta-se, então, a importância em investigar a presença desses interferentes endócrinos que aumentam sua concentração no ambiente juntamente com o avanço tecnológico e social em uma cidade com recursos limitados, principalmente, quando se referem aos compostos bisfenol A e os hormônios sintéticos, pois seus usos estão cada vez mais frequentes nas grandes cidades. Portanto, faz-se necessário determinar a presença desses interferentes e aumentar o conhecimento dos possíveis efeitos que eles causam nos seres vivos, aumentando a gama de pesquisas relacionadas com o assunto no Brasil e principalmente na região Nordeste, que já sofre com escassez de água e com baixos índices de tratamento de esgotos, causando maiores riscos de contaminação por essas substâncias. As substâncias analisadas, nesse trabalho, serão os hormônios sintéticos 17α-etinilestradiol e o levonorgestrel, que foram desenvolvidos para uso médico em terapias de reposição e métodos contraceptivos, e o xenoestrogênio bisfenol A que é utilizado em embalagens para alimentos, tubulações plásticas e até mesmo em selantes dentais. Esses compostos foram escolhidos devido à potencialidade de poluição e também pelo fato do uso intenso dessas substâncias pela população. Eles serão investigados quanto a sua presença em águas superficiais da cidade de São Luís e estudos serão realizados quanto aos efeitos ecotoxicológicos desses interferentes endócrinos em anfíbios da espécie Physalaemus cuvieri, conhecida vulgarmente como rã-cachorro. Os ensaios ecotoxicológicos são importantes, pois geram dados que são utilizados na avaliação de risco ambiental, conservação de comunidades aquáticas, estabelecimento de critérios para a qualidade da água e controle da toxicidade de efluentes em geral. Palavras Chave: Poluentes; Girinos; Ecotoxicologia

193


NOME: PEDRO DE FREITAS FACANHA FILHO E-MAIL: freitasfacanha@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 18.100,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: CRESCIMENTO E ESTUDO DAS PROPRIEDADES VIBRACIONAIS DE CRISTAIS DE AMINOÁCIDOS RESUMO: A maioria dos estudos sobre crescimento e exposição de aminoácidos a condições externas extremas foi realizada em aminoácidos do tipo L. Apenas recentemente, estudos envolvendo os aminoácidos L e DL-serina foram realizados e mostraram diferenças significativas nos comportamentos de ambos a baixas temperaturas [ 9-12] e a altas pressões [9, 13]. É importante observar que, enquanto a L-serina sofre uma transição em torno de 5 GPa e outra por volta de 8 GPa, a DL-serina é estável até 8,6 GPa, pressão limite a qual o aminoácido foi exposto. Outro trabalho de espalhamento Raman, ainda mais recente, trata do comportamento dos aminoácidos L e DL-cisteína, submetidos a altas pressões [14]. Uma série de quatro transições reversíveis ocorre no cristal de DL-cisteína, com pressão variando desde a atmosférica à 5 GPa, enquanto que a L-cisteína sofre somente uma transição de fase em ~ 1,9 GPa, para o mesmo intervalo de variação de pressão. As modificações estruturais acima estão relacionadas aos movimentos dos radicais laterais da serina e da cisteína, bem como com o comportamento das pontes de hidrogênio envolvidas. Do exposto, vê-se claramente a grande lacuna com relação ao conhecimento do comportamento das propriedades físicas dos cristais de aminoácidos do tipo DL, ou aminoácidos racêmicos. O presente projeto propõe o crescimento e a caracterização desses aminoácidos. Pretende-se promover o crescimento dos cristais através da técnica de evaporação lenta do solvente, utilizando soluções aquosas ou ácidas. As técnicas de difração de raios-X e espectroscopia Raman serão usadas, respectivamente, para confirmação de estrutura e estudo dos espectros vibracionais a temperatura ambiente. O estudo do comportamento dos modos vibracionais dos cristais a extremos de temperatura ou pressão será feito, também, através da técnica de espalhamento Raman. No intuito de se alcançar o resultado esperado, é imperativa a aquisição de reagentes, bem como de equipamentos e acessórios, primordiais para a constituição de um laboratório de crescimento de cristais. Palavras Chave: Espalhamento Raman; Raios-X; Cristais de Aminoácidos

194


NOME: RICARDO JORGE CRUZ LIMA E-MAIL: ricardo_ufma@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 28.800,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: CRESCIMENTO E TERMODILATOMETRIA EM CRISTAIS DE AMINOÁCIDO RESUMO: No estado cristalino, as moléculas de aminoácido assumem a configuração de um zwitterion, onde a interação intermolecular é devida a forças do tipo dipolo-dipolo e pontes de hidrogênio, basicamente do tipo N-H---O entre os grupos NH3+ e CO2-. Isso faz com que suas estruturas sejam exemplos de sistemas flexíveis entre unidades moleculares, iônicas e zwitteriônicas. Poucos trabalhos na literatura tratam da aplicação da termodilatometria em cristais de aminoácidos. Citam-se os estudos em altas temperaturas realizados nos cristais com propriedades óticas não lineares: L-Treonina e L-Alanina. Portanto, existe uma lacuna para ser preenchida nas pesquisas referentes a essa classe de materiais no que se refere à técnica aqui proposta. Palavras Chave: Aminoácidos; Crescimento de Cristais; Termodilatometria

195


NOME: ROBERTO BATISTA DE LIMA E-MAIL: rblima@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 28.575,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: ELETROOXIDAÇÃO DE ETILENO GLICOL E GLICEROL: estudo fundamental dos intermediários de reação em superfícies de Rh e Pt RESUMO: A eletrocatálise de alcoóis de pequena cadeia vem tomando a atenção de pesquisadores. Esta atenção, em particular, é motivada pela possível aplicação dessas substâncias a dispositivos eletroquímicos denominados de células a combustível. Oxidados no ânodo da célula a temperaturas não superiores a 100 °C, esses alcoóis geram corrente elétrica suficiente para realizar trabalho. As reações de eletrooxidação de etileno glicol e etanol têm sido bastante estudadas, fundamentalmente, sobre eletrodos à base de platina em meio ácido. Para aumentar a eficiência da Pt em romper a ligação C–C, ela vem sendo utilizada em conjunto com ródio (Rh). Essa ruptura tem se configurado como um dos principais problemas encontrados no estudo de alcoóis contendo mais de dois carbonos. Propõe-se, nesse projeto, o estudo sistemático das reações de eletrooxidação de etileno glicol e glicerol sobre superfícies de monocristalinas e policristalinas de Rh e Pt, bem como eletrodos binários de PtRh em meio ácido. Palavras Chave: Adorbatos; Eletrocatálise; Ftiras

196


NOME: SILVETE CORADI GUERINI E-MAIL: SGUERINI@UFMA.BR TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 27.800,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TITULO: FULERENOS ENCAPSULADOS EM NANOTUBOS DE CARBONO E BN: uma abordagem teórica RESUMO: É reconhecido que a simulação computacional vem sendo uma ferramenta de grande importância na aquisição de conhecimento. É um meio de comparar teoria com experimento, de antever resultados experimentais ou de simular experiências difíceis de realizar. A grande demanda por novos materiais tem fornecido à engenharia e à física dos materiais uma gama de possibilidades muito grande de pesquisas. Teoricamente, com o desenvolvimento de computadores cada vez mais potentes e com o aperfeiçoamento de ferramentas de simulações computacionais, atualmente, é possível tratar sistemas moleculares com centenas e até milhares de átomos, tanto numa abordagem quântica quanto clássica. Estudar o C60 dentro de nanotubos de carbono e também em nanotubos de BN sob pressão hidrostática é de interesse tecnológico, pois poderá fornecer informações do comportamento destes sistemas em condições extremas e, desta forma, auxiliar na confecção de nanodispositivos moleculares. Palavras Chave: Nanotubos; Fulerenos; Primeiros Princípios

197


NOME: SIRLANE APARECIDA ABREU SANTANA E-MAIL: sirlane@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 18.550,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: MODIFICAÇÃO QUÍMICA DE MATERIAIS LIGNOCELULÓSICOS PARA A REMOÇÃO DE CONTAMINANTES EM MEIO AQUOSO

RESUMO: Neste projeto, novos materiais preparados a partir da incorporação de moléculas orgânicas e /ou inorgânicas serão avaliados com relação à capacidade de adsorção frente a diversos analitos, variando as condições experimentais e buscando elucidar os mecanismos envolvidos nesses processos. Esta proposta é bastante ampla, abrangendo vários aspectos relacionados com a Química de superfícies. Do ponto de vista de inovação, destaca-se o aproveitamento de resíduos oriundos de atividade agrícola regional, para a obtenção de materiais com alto grau de funcionalização. Quanto ao uso deste tipo de suporte, o ponto fundamental está relacionado ao fato de ser uma fonte barata e abundante e resulta da experiência anteriormente adquirida pelo grupo no trabalho com materiais lignocelulósicos, em sua forma natural. O objetivo é modificar a superfície para torná-la mais útil e despontar como um agente de uso na remoção de espécies causadoras de problemas nos mais variados ecossistemas. Palavras Chave: Adsorção; Metais; Corantes

198


NOME: WELBERTH SANTOS FERREIRA E-MAIL: welberthsf@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 5.758,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: PAREDES DE DOMÍNIOS EM MAGNETOELÉTRICOS RESUMO: Materiais magnetoelétricos podem ser considerados como sendo materiais, apresentando, no mínimo, dois estados ferróicos (ferroelasticidade, ferroeletricidade e ferromagnetismo). Nestes materiais, é possível o controle de propriedades magnoéticas/elétricas por aplicação de campos elétricos/magnéticos. Particularmente, estes compostos apresentam, em sua região de transição, domínios magnéticos denominados paredes de domínio. Porventura, até o presente momento, as aplicações tecnológicas para os materiais magnetoelétricos e o surgimento destas paredes nos mesmos não estão completamente estudados. Este projeto visa contribuir para estudo sistemático das paredes de domínio em magnetoelétricos, num conjunto selecionado de compostos com estrutura ortorrômbica ou hexagonal e a partir dos resultados obtidos pretende-se analisar, com detalhe, as potencialidades para aplicações tecnológicas. Palavras Chave: Magnetoeletricidade; Domínios; Tecnologia

199


NOME: WILLIAM DA SILVA CARDOSO E-MAIL: william@cecen.uema.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 27.370,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE SENSORES ELETROQUÍMICOS PARA A DETERMINAÇÃO DE METAIS EM AMOSTRAS DE BIOCOMBUSTÍVEIS RESUMO: O Brasil, através de ações governamentais, decididamente desponta no cenário mundial como uma referência na produção de biocombustíveis, mais precisamente na produção de biodiesel e bioetanol. O uso destes combustíveis alternativos gera cada vez mais a necessidade de monitoramento do impacto ambiental causado pelo uso dos mesmos. Diferentemente dos combustíveis fósseis, que naturalmente apresentam metais em sua constituição, tais como níquel e vanádio, os biocombustíveis podem apresentar traços de metais como sódio, potássio e cobre, oriundos do processo de produção, assim como ferro e zinco e outros que, por ventura, podem contaminar os biocombustíveis nas etapas de transporte e estocagem dos mesmos. Assim, o desenvolvimento e a implantação de programas de controle de qualidade destes biocombustíveis fazem-se, por demais, necessários e urgentes. Seguindo esse raciocínio, o presente projeto propõe o desenvolvimento de novos materiais de dimensionamento nanométrico, cujas propriedades físico-químicas permitem sua manipulação estrutural, tornando-os adequados para uso como sensores eletroquímicos e, portanto, ferramentas úteis para o desenvolvimento de metodologia eletroanalíticas, para determinação de metais em biocombustíveis. O projeto objetiva, também, somar esforços e contribuir na implantação definitiva de um grupo de pesquisa na UEMA, de modo que, num menor espaço de tempo, esta instituição de ensino se torne uma referência em pesquisas relacionadas ao controle de qualidade de biocombustível produzido e comercializado no Estado do Maranhão. Palavras-chave: Nanomateriais; Sol-Gel; Metais em Biocombustíveis; Sensor Eletroquímico.

200


Edital Universal 010/2009

CiĂŞncias Humanas

201


NOME: ADALBERTO LUIZ RIZZO DE OLIVEIRA E-MAIL: adrizzo@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.956,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: DESENVOLVIMENTO, TRANSFORMAÇÕES SÓCIO-AMBIENTAIS E POVOS INDÍGENAS NO CENTRO-SUL DO MARANHÃO RESUMO: Esse projeto investiga as transformações sócio-ambientais no centro-sul do Estado do Maranhão nas últimas décadas e seus impactos junto aos povos indígenas na região. Aborda processos econômicos e sócio-culturais decorrentes da implantação de programas de desenvolvimento regional e de projetos 'comunitários', 'étnicos', 'rurais' e outros resultantes da ação pública e privada junto a grupos indígenas e regionais, através de diferentes agências. Nos últimos anos, diante da expansão do agronegócio pelo centro-sul maranhense, o Estado brasileiro, através de sua agência tutelar (FUNAI), iniciou um processo de revisão demarcatória das Terras Indígenas Kanela e Porquinhos, com vistas à ampliação das mesmas. Na possibilidade de 'perder' as terras que ocupavam há várias gerações, famílias sertanejas têm vendido suas 'propriedades' a corretores, que as ampliam através da 'grilagem', negociando-as, posteriormente, com empresários rurais do sul do Brasil e do Exterior. A substituição dos sertanejos por empreendedores da soja nas terras 'devolutas', no entorno dessas áreas indígenas, apontam para uma nova situação que incide sobre as relações intersocietárias da região. Os Apaniekrá e os Ramkokamekra-Canela têm reagido de modo diverso em relação aos impactos do desenvolvimento, seja pela emergência de movimentos sócio-religiosos ou através de novas formas de organização política, como o associativismo indígena. Torna-se necessário investigar as consequências das ações vinculadas ao desenvolvimento sobre esses grupos étnicos e os impactos sobre sua organização social e simbólica. As conclusões dessa pesquisa serão apresentadas na forma de artigos, comunicações em eventos científicos e de produções fotográfica e audiovisual. Palavras chave: Desenvolvimento Regional e Étnico; Apaniekrá e RamkokamekraCanela; Transformações Sócio-Ambientais

202


NOME: ÁLVARO ROBERTO PIRES E-MAIL: logunede@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.879,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: O BOM BARRAQUEIRO QUE QUER VENDER SEU PEIXE EM PAZ DEIXA O OUTRO VENDER LIMÕES: o fenômeno da intolerância religiosa e discurso social de intervenção RESUMO: O projeto procura, em seu objetivo geral, investigar a pertinência de um discurso social que possa contemplar a atuação religiosa tendo como foco principal a atuação política dos sacerdotes e sacerdotisas das comunidades-terreiro, a partir do fenômeno da intolerância, fomentado na controvérsia entre as religiões neopentecostais e religiões afro-brasileiras, no universo da cidade de São Luís do Maranhão. O trabalho buscará também saber se este discurso social seria agregador de novas identidades assumidas pelos sacerdotes e sacerdotisas no interior da religião afro-brasileira, e qual a correspondência destas novas identidades no âmbito social global. Do ponto de vista dos objetivos específicos, investigará de que maneira é construído o discurso social atuante na esfera religiosa diante da ação política interventiva de seus membros; como tal discurso é recebido pelo povo de santo das comunidades-terreiro pesquisadas; investigar como as comunidades-terreiro atingidas pela intolerância das religiões neopentecostais veem este fenômeno, a partir da concepção de mundo que estrutura os eventos que lhe dão sentido; pesquisar como os gestores públicos se colocam diante destas novas demandas que surgem a partir do conflito instaurado entre duas concepções diferentes da relação entre o homem e o sagrado, com foco específico nas ações políticas de cunho social; averiguar quais as implicações entre o surgimento deste discurso social de intervenção e a implementação e manutenção de políticas públicas relacionadas com as religiões afro-brasileiras. Palavras chave: Intolerância Religiosa; Discurso Social de Intervenção; Religiões AfroBrasileiras

203


NOME: BENEDITO SOUZA FILHO E-MAIL: beso45@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.850,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: ENTRE O RECONHECIMENTO E A EXCLUSÃO: ação oficial, processos de territorialização e cartografia social de comunidades remanescentes de quilombo no Maranhão RESUMO: A implantação de projetos ou programas oficiais, orientados por perspectivas desenvolvimentistas ou modernizadoras, tende a valorizar os aspectos apontados como positivos desses empreendimentos e transformadores de realidades localizadas. Os efeitos negativos da implementação dessas políticas nem sempre são levados em consideração quando aqueles a quem tais programas ou projetos se dirigem reagem à sua efetivação ou reivindicam compensações por danos sociais, culturais e materiais causados a partir da consolidação dessas iniciativas. No Maranhão, a implantação do Centro de Lançamento de Alcântara, há mais de 20 anos, é um exemplo em que tais adversidades podem ser observadas. Objetivando entender os efeitos dessa política pública para famílias de remanescentes de quilombos, o presente projeto pretende desenvolver atividades em diferentes localidades do município de Alcântara. Em Alcântara, destina-se a realizar o mapeamento dos diferentes ecossistemas disponíveis em povoados do litoral Norte do município (Mamuna, Baracatatiua, Brito, Itapera e Canelatiua), bem como as formas de apropriação e uso dos recursos naturais por parte das famílias de remanescentes de quilombos localizadas nessa zona do município. A escolha dessas áreas se justifica porque o Estado pretende alugar a outros países zonas onde estão localizadas tais comunidades, destinando-se a reunir informações de natureza etnográfica passíveis de serem representadas em bases cartográficas. O trabalho buscará produzir mapas temáticos tomando como referência as redes sociais estabelecidas entre os povoados dessa ampla região do município de Alcântara, calcadas em laços de parentesco, casamento e compadrio, manifestos nas trocas materiais e simbólicas. O desenvolvimento da pesquisa permitirá a realização do mapeamento de distintos biomas, identificando os recursos naturais apropriados e manejados pelas famílias e que garantem sua reprodução material e social. Palavras chave: Quilombolas; Cartografia Social; Território

204


NOME: CESAR AUGUSTO CASTRO E-MAIL: ccampin@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: INSTITUIÇÕES ESCOLARES E POBREZA (MENINOS E MENINAS) NO MARANHÃO OITOCENTISTA RESUMO: A pesquisa “Instituições escolares de atendimento à pobreza (meninos e meninas) no Maranhão oitocentista” objetiva resgatar a trajetória das instituições escolares maranhenses no século XIX, em especial as instituições de recolhimento infantil e de educação profissional: Casa dos Educandos Artífices, Escola Agrícola do Cutim, Escola de Aprendizes Marinheiros e o Asilo de Santa Tereza. O construto historiográfico sobre estes estabelecimentos prescinde de três eixos epistêmicos: história da infância, história da educação profissional e história das instituições escolares, os quais, no conjunto das temáticas tratadas pela história da educação brasileira, mostram-se lacunares quando comparados a outros países. Para o Maranhão, em particular, esta pesquisa preenche uma lacuna no campo da história da educação, na medida em que os trabalhos nesta área e nessa temática: educação infantil, educação profissional e instituições escolares - são ainda pouco representativos, especialmente aqueles que se dedicam a incursões sobre o século XIX. A realização desses estudos mostra-se relevante para a história das instituições educacionais maranhenses ao mesmo tempo em que contribuirá para a escrita de uma nova história da educação brasileira, levando em conta as especificidades regionais e as singularidades locais e institucionais. Palavras chave: História da Educação; Maranhão Império; História da Infância

205


NOME: CYNTHIA CARVALHO MARTINS E-MAIL: martinscynthia@ig.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 5.580,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS SOBRE POVOS E COMUNIDADES TRADICIONAIS DO MARANHÃO RESUMO: O presente projeto é um desdobramento de atividades que já estão em andamento no âmbito do Projeto Nova Cartografia Social da Amazônia (PNCSA) desde outubro de 2006 até o presente. Intenciona-se montar uma equipe de pesquisa que possa refletir sobre temas como identidade, etnia, políticas governamentais e movimentos sociais, a fim de trocar conhecimentos já adquiridos ao longo de suas formações, assim como capacitar alunos no debate sobre os referidos temas. Ao longo do processo, serão elaborados fascículos e boletins informativos que subsidiem os movimentos sociais nas suas denúncias e reivindicações, assim como artigos a serem publicados em revistas na área. Os fascículos e boletins são fruto da contrapartida do Projeto Novo Cartografia Social da Amazônia (PNCSA), ao qual quatro integrantes já estão vinculados. A produção desses documentos já está em andamento e a equipe aqui apresentada já produziu onze fascículos. Os fascículos por sua vez serão produzidos em articulação com formas organizativas como associações e movimentos sociais que articulam os quilombolas, quebradeiras de coco, pescadores e povos de terreiro. A produção e impressão dos fascículos terão financiamento direto o PNCSA, já que implica na realização de trabalhos de campo, levantamento bibliográfico sobre os temas, sistematização do material realizado em campo e a realização das denominadas oficinas de mapa. Entretanto, os pesquisadores coletam um material de pesquisa rico, que pode ser utilizado para a produção de livros e artigos. A FAPEMA oferecerá o subsídio para essa produção a partir do investimento em equipamentos e material bibliográfico. Também teremos uma contrapartida da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), que dará o suporte necessário para o funcionamento das atividades, incluindo uma sala para produção dos trabalhos. Palavras chave: Identidade; Etnia; Movimentos Sociais

206


NOME: DENISE BESSA LEDA E-MAIL: denisebl@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.271,20 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: TRABALHO DOCENTE NA EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR RESUMO: O presente projeto tem como objetivo geral: analisar as repercussões das políticas de expansão da educação superior pós-LDB nas transformações do trabalho docente e da cultura das IES, levando em conta as suas contradições e relações com a apropriação dos fundos públicos e do conhecimento pelo processo de valorização do capital. Considera-se que o sistema de educação superior brasileiro vem se expandindo no sentido da iniciativa privada, e afirmá-lo, nesta direção, significa dizer que o trabalho docente ocorre, em sua maioria, num cenário em que predominam as atividades relacionadas ao ensino de graduação e que o financiamento conta com a participação ativa do consumidor do serviço educacional, numa clara definição da educação superior como mercadoria. Outros mecanismos para a análise da privatização do sistema de educação superior, além do crescimento do número de instituições, devem ser tomados em conta nesse projeto. Assim, cabe compreender em profundidade os processos mais recentes de financeirização, de formação de conglomerados de instituições de ensino superior e seus reflexos sobre o trabalho docente. Também deve ser motivo de análise a privatização no interior das próprias instituições públicas, o que envolve como objetos da pesquisa: as parcerias entre as universidades federais e as fundações de direito privado; a possibilidade de cobrança de cursos e venda de serviços educacionais; a transferência dos aportes patrimoniais, financeiros e humanos das instituições públicas para a iniciativa privada, como é o caso do Programa Universidade Para Todos - PROUNI, voltado para a iniciativa privada e a Lei de Inovação Tecnológica (Lei nº 10973/04), que possibilita o trabalho de docentes das IES públicas nas empresas privadas. Um segundo campo de análise, diretamente articulado ao anterior, refere-se à compreensão de que o aumento da exploração do trabalho docente, no Brasil, deu-se em especial pela flexibilidade registrada nos regimes de trabalho e consequente quebra da carreira docente, onde ela existia. É dentro deste diagnóstico e das questões aqui sumariamente pontuadas que este projeto transitará, procurando analisar, por meio de fontes bibliográficas e de rigoroso trabalho empírico, os rumos tomados pelo trabalho docente de ensino superior, a partir de 1996, no Brasil. Palavras chave: Trabalho docente; Expansão; Expansão

207


NOME: HORÁCIO ANTUNES DE SANTANA JÚNIOR E-MAIL: horacioantunes@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.560,56 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO E CONFLITOS SÓCIOAMBIENTAIS NO MARANHÃO RESUMO: A pesquisa Projetos de Desenvolvimento e Conflitos Sócio-Ambientais no Maranhão surge da preocupação do Grupo de Estudos: Desenvolvimento, Modernidade e Meio Ambiente (GEDMMA), vinculado ao Departamento de Sociologia e Antropologia (DESOC) e ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), em examinar projetos de desenvolvimento e modernização econômica e suas consequências sociais e ambientais. Os impactos de grandes projetos provocam o confronto de lógicas diferenciadas de apropriação do ambiente, seja dos grupos sociais atingidos, seja dos grupos que gerenciam os grandes projetos de desenvolvimento ou daqueles que se aliam aos mesmos, conduzindo esse cenário de disputas para conflitos sócio-ambientais, que envolvem diferentes formas de significação do modo de vida, a partir das diferentes categorias, representações e atores sociais que neles buscam legitimidade. O objetivo desta pesquisa é identificar e analisar conflitos sócio-ambientais no Maranhão decorrente de projetos de desenvolvimento instalados a partir do final da década de 1970 e, atualmente, em vias de instalação. Palavras chave: Projetos de Desenvolvimento; Conflitos Sócio-Ambientais; Maranhão

208


NOME: JEFERSON FRANCISCO SELBACH E-MAIL: jfselbach@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.983,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: ANÁLISE DA RURALIZAÇÃO NO MUNICÍPIO DE CHAPADINHA/MA, A PARTIR DE HISTÓRIAS DE VIDA RESUMO: O chamado Baixo Parnaíba é a área localizada na mesorregião do Norte Piauiense e Leste Maranhense. Pretendo focar a pesquisa na microrregião de Chapadinha, para analisar os efeitos da ruralização. Literalmente, ruralizar significa adaptar-se à vida rural e agrícola. Todavia, a ocupação desordenada do espaço urbano, fruto da migração rural-urbana que aliou ausência de infra-estrutura, empobrecimento econômico e diminuto controle social persuasivo e coercitivo, resultou num processo de ruralização às avessas. Num fluxo contrário, hábitos rurais é que se perpetuam no ambiente citadino, trazidos por aqueles que se deslocam de um espaço a outro. Isso resulta em peculiar situação do viver comunitário, pois desencadeia consequências na vida urbana, particularmente no que diz respeito ao comportamento social cotidiano. Objetivo analisar a ruralização na microrregião de Chapadinha, em especial o município-sede, a partir de histórias de vida realizadas com migrantes que vieram do campo para morar na zona urbana. O projeto vem sendo desenvolvido desde 2007 em âmbito institucional. Até o presente momento, foram levantados os dados estatísticos que permitiram entender a dinâmica populacional e as modificações demográficas da região e as tendências do viver em comunidade, através da análise da legislação pertinente ao tema. Além disso, foram realizadas em torno de 20 histórias de vida com habitantes locais, oriundos da zona rural e mesmo de outros Estados, que se instalaram na zona urbana de Chapadinha. Neste sentido, pretendo dar continuidade a pesquisa, com a ampliação da realização das histórias de vida com habitantes locais, oriundos da zona rural e mesmo de outros Estados, que se instalaram na zona urbana de Chapadinha. A partir deste levantamento, será possível entender melhor os caminhos que levam a perpetuação do quadro da ruralização. Palavras chave: Ruralização; Migração; Chapadinha

209


NOME: JOSÉ ODIVAL ALCÂNTARA JÚNIOR E-MAIL: josealcantarajr@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 22.980,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: SOCIABILIDADES EM MOBILIDADE URBANA: o caso dos passageiros de ônibus em São Luís e Berlim RESUMO: A capital do Estado do Maranhão apresenta as seguintes características: o município de São Luís ocupa uma área de 828,01 Km² e está localizado no Nordeste do Brasil a 2° ao Sul do Equador; está a 24 metros acima do nível do mar. Segundo dados do Censo 2000 - IBGE, o município possui 870.028 habitantes, sendo 837.584 na área urbana e 32.444 na área rural. Segundo o Censo, a população é jovem, sendo 63,87% (555.709 habitantes) com idade inferior a 29 anos, destacando-se que 375.624 (40,17%) são menores de 19 anos. A cidade de São Luís foi começar a ter uma acentuada necessidade de transportes coletivos nos últimos quarenta anos, quando veio a assistir uma grande emigração da sua população rural para o pólo urbano municipal. O Sistema de Transporte Coletivo é monofuncional. O ônibus é o único tipo de transporte disponível para os seus habitantes. Nesta realidade local, temos um sistema ineficaz, pois não atende ao universo desta cidade e, ineficiente, isto é, não toma em consideração a potencial demanda de deslocamentos do conjunto da sua população. O Sistema de Transporte Coletivo da cidade de São Luís é constituído exclusivamente pelo modo ônibus. São 146 linhas que atendem toda a cidade e alguns distritos. Todas as linhas de ônibus convergem para a área central. A extensão média das linhas do sistema é de 32,74 km, valor relativamente elevado em decorrência do processo de crescimento da cidade, intercalando entre grandes vazios urbanos e áreas de mangue. De acordo com os levantamentos realizados em novembro de 2000, a demanda média nos dias úteis é de cerca de 440.000 passageiros transportados. Os mesmos levantamentos identificam que o número de viagens é de 7.835, perfazendo 232.306 Km por dia útil, com índice de 1,9 passageiros por quilômetro (IPK) ( SIT, 2001, 29). Os moradores das cidades estão moldados e enfrentam estas condições. Palavras chave: Sociabilidade; Mobilidade Urbana; Trânsito

210


NOME: JOSENILDO DE JESUS PEREIRA E-MAIL: p.jose@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.400,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: AS TRAMAS DA COR: enfrentando o preconceito no dia-a-dia escolar RESUMO: A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), 9.394 de 1996, em seus artigos 26º e 79º, estabelece que os principais elementos que caracterizam a reforma da Educação Básica são: a consciência política e histórica da diversidade, ou seja, ter a compreensão de que a sociedade é formada por pessoas que pertencem a grupos étnicoraciais distintos, com cultura e história própria; o fortalecimento de identidades e de direitos, rompendo com imagens negativas contra negros (as) e índios e ampliando o acesso a informações sobre a diversidade do país; as ações educativas de combate ao racismo e às discriminações, como, por exemplo, cuidar para que se dê sentido construtivo à participação de diferentes grupos sociais e étnico-raciais na construção da nação brasileira. Sob esta perspectiva e propósito, com este projeto, quer-se analisar o processo da educação formal desenvolvido em escolas públicas, de nível médio, na cidade de São Luís, para compreender os fundamentos que caracterizam a prática didático-pedagógica de seus operadores, considerando-se o racismo como uma variante da cultura brasileira. A partir dessa compreensão, pode-se elaborar um diagnóstico crítico a respeito de problemas como evasão escolar, discriminação e preconceito sofridos, sobretudo, por alunos negros, e enfatizar a necessidade de se repensar o projeto político pedagógico da/s escola/s, ao se incorporar na organização curricular uma abordagem que fortaleça a perspectiva anti-racista, conforme está estabelecido na Lei 10.639/03. Palavras chave: Escola Pública; Preconceito; Discriminação Racial; São Luis

211


NOME: LYNDON DE ARAÚJO SANTOS E-MAIL: lyndon@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.981,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: REGISTROS HISTÓRICOS DO CATOLICISMO NO MARANHÃO (SÉC. XIX): Biografias, Festas e Instituições RESUMO: O presente projeto consiste na investigação histórica das manifestações religiosas do catolicismo maranhense, situada no âmbito da História das Religiões e da História Cultural. Por meio da digitalização de fontes e registros históricos do Acervo da Arquidiocese do Maranhão, estes situados no Arquivo Público do Estado do Maranhão (APEM), será constituído um acervo específico de fontes documentais e iconográficas sobre a história do catolicismo no Maranhão no século XIX, a partir das trajetórias biográficas de sacerdotes, das festas e do Seminário Santo Antônio. Este recorte permitirá novos olhares da religiosidade católica e suas relações com outros campos, como a política, a educação e a cultura, a partir dos interesses dos pesquisadores envolvidos. Os três temas centrais da pesquisa: biografias, festa e seminário reúnem os movimentos desse catolicismo na perspectiva da hierarquia, das manifestações populares da fé e da formação de quadros para o projeto da romanização. O levantamento biográfico dos sacerdotes representa o esforço de se detectar os perfis sócio-gráficos, as trajetórias, as posições e as contribuições de cada um no processo de legitimação da religião católica na sociedade. O levantamento das festas servirá para a identificação das manifestações populares da devoção, numa relação de conflito e complementaridade com a estrutura oficial. O levantamento da estrutura e do funcionamento da instituição de ensino (Seminário Santo Antônio) possibilitará a compreensão do processo de formação do clero católico e a construção do discurso oficial. Os resultados da pesquisa serão apresentados por meio de trabalhos em eventos científicos nas áreas da História, além da participação em eventos científicos. Os artigos serão produzidos para revistas de reconhecida qualidade acadêmica e editorial, dentro das áreas da História. Ao término da pesquisa, o relatório será publicado em forma de livro-fonte e CDroom, socializando os seus resultados. Palavras chave: Catolicismo; Registros Históricos; Maranhão (séc. XIX)

212


NOME: MARIA DA GLORIA ROCHA FERREIRA E-mail: mgloriaferreira@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 9.989,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: MUDANÇAS SÓCIO-CULTURAIS E ESPACIAIS DECORRENTES DA AGRICULTURA MODERNA NO SUL MARANHENSE RESUMO: O Estado do Maranhão, caracterizado historicamente por sua forte tendência agrícola, também se caracteriza por um baixo padrão nessa atividade, em virtude, principalmente, da negligência dos seus representantes políticos, nas várias esferas de poder, quase não existindo políticas públicas voltadas para o segmento formado por pequenos produtores agrícolas. Com a inserção da agricultura comercial no sul do estado, essa realidade é modificada quando significativos recursos, bem como programas do governo, são direcionados àquela área, tendo como finalidade maior estimular a instalação de grandes produtores, preferencialmente com experiência na agricultura moderna voltada para exportação. Desta forma, desencadeia-se um amplo processo de instalação, naquela região do estado, de imigrantes portadores das novas técnicas agrícolas, atraídos pelas facilidades disponibilizadas pelo governo, nas suas várias esferas e setores. Referidos contingentes adquirem as melhores áreas, por preços irrisórios, visando uma rentável agricultura, como são aquelas localizadas sob as chapadas, onde, pela sua altitude e planura, adequa-se às modernas técnicas e equipamentos de plantios. Por outro lado, o segmento formado pelos pequenos produtores familiares, inseridos nos processos produtivos tradicionais locais, é excluído dos benefícios/incentivos do governo, dada à magnitude do empreendimento a que se propunha, não preenchendo os requisitos estabelecidos, só lhes cabendo ficar à sua margem. É, portanto, nesse cenário de concessão de privilégios a um segmento produtivo que o sul do Maranhão implanta e implementa a atividade produtiva agrícola moderna. Assim, o presente projeto pretende investigar mudanças na organização sócio-espacial no município de Balsas, decorrentes da introdução de novos elementos culturais, inseridos a partir da instalação da agricultura moderna, bem como identificar e representar cartograficamente as configurações sócio-espaciais geradas pelas diferenciações sócio-culturais; analisar a existência de situações de conflitos sócio-culturais entre os segmentos formados por imigrantes “gaúchos” e os antigos habitantes; e ainda, investigar os principais motivos que geram situações aparentemente identificadas, como de separação entre estes dois seguimentos da população. Palavras chave: Mudanças Sócio-Espaciais; Identidade; Cultura

213


NOME: MARILEIA DOS SANTOS CRUZ E-MAIL: euluena@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.551,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: ESCOLAS DE PRIMEIRAS LETRAS, GRUPOS ESCOLARES E CULTURA ESCOLAR: estudo histórico da disseminação dos saberes por categorias sociais, gênero e raça em Imperatriz-MA no período 1867-1950 RESUMO: O estudo tem como objetivo analisar elementos que permitam a configuração da cultura escolar vivenciada em instituições escolares na cidade de Imperatriz, como forma de delinear os primeiros passos da história da educação do município e identificar as marcas da formação direcionada à reprodução de papéis sociais segundo o gênero, classe social e a raça. O trabalho consistirá na localização, identificação, transcrição e análise de fontes primárias sobre Imperatriz, produzidas no Maranhão do século XIX e na primeira metade do século XX. Palavras chave: Primeiras Letras; Cultura Escolar; Grupos Escolares

214


NOME: MARISTELA DE PAULA ANDRADE E-MAIL: saudadem@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 25.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: CAMPESINATO E CRISE ECOLÓGICA: segmentos camponeses diante do avanço da sojicultura no leste maranhense RESUMO: A partir de trabalhos anteriormente realizados e à luz de novas reflexões teóricas, pretende-se revisitar áreas já pesquisadas, realizando novos trabalhos de campo e novos levantamentos de fonte secundária. O objetivo é analisar qualitativa e quantitativamente os impactos sociais sobre a agricultura camponesa da região conhecida como Baixo Parnaíba. Este projeto pretende: estudar os vários aspectos (sociais, ambientais) implicados no processo de expropriação camponesa resultante do açambarcamento de áreas de usufruto comum e do avanço de plantios homogêneos sobre os recursos naturais existentes, além das estratégias de resistência camponesa diante de situações em que o estoque de terras disponível é incorporado ao mercado de terras. Sendo assim, deseja-se: levantar os distintos segmentos camponeses (posseiros, pequenos proprietários, arrendatários, moradores de terras de herança sem partilha, remanescentes de quilombos) existentes nessas regiões, a partir de sua condição em relação aos recursos fundamentais da terra, água, cobertura vegetal e à legislação existente; realizar levantamento das principais questões que afetam distintos segmentos camponeses em regiões para onde se expandem os plantios homogêneos (soja e eucalipto); fazer levantamento dos empreendimentos agrícolas instalados nas regiões em questão e de suas estratégias para obter terra e força de trabalho; levantar os possíveis movimentos de resistência à expropriação e ao açambarcamento das terras de uso comum; analisar como se manifestam os conflitos entre a lógica econômica camponesa. Palavras chave: Campesinato; Sojicultura; Cerrado

215


NOME: MARIZE HELENA DE CAMPOS E-MAIL: marizedecampos@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 5.493,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: AS DONAS DO PODER: economia e vida material de mulheres no Maranhão colonial (1755-1822) RESUMO: Esta pesquisa tem como foco o Maranhão colonial, especificamente entre 1755 e 1822, anos que o caracterizaram como grande centro produtor e exportador de algodão e arroz. Tomando como marco a instalação da Companhia de Comércio do Grão Pará e Maranhão, interessa-nos investigar a atuação das mulheres naquela dinâmica sócioeconômica, como proprietárias de escravarias, jóias, imóveis, gados etc.. Muito se tem falado sobre as mulheres do açúcar ou do nordeste açucareiro, das mulheres do ouro ou das minas, bem como daquelas dos "barões do café", paulistas e cariocas. Todavia, o que se sabe é que, de meados do século XVIII ao início do XIX, viveram e legaram seus bens sob o incremento das atividades ligadas à agricultura de exportação do algodão em terras maranhenses. Assim, dentro da dinâmica econômica que cunhou aquela sociedade, interessa-nos mostrar outras vivências para além daquelas defendidas por Gilberto Freyre, em que as mulheres pouco tinham a fazer em seu dia-a-dia, a não ser dar ordens estridentes aos escravos; brincar com papagaios, saguis, molequinhos; fazer doces para os maridos; cuidar dos filhos; coser camisinhas para o Menino Jesus ou bordar panos para o altar de Nossa Senhora. Tomando por referência os Inventários localizados no Arquivo do Tribunal de Justiça do Estado Maranhão – ATJ, pretendemos, agora, aprofundar as análises sobre quem foram aquelas mulheres e como viviam. Qual o rol de seus bens e seus respectivos valores monetários? A reflexão sobre estas questões nos parece importante, não só pela necessidade de um entendimento mais apurado sobre o objeto, mas também para uma melhor compreensão sobre o patrimônio declarado nos documentos e seu significado na composição econômica do período. A proposta é um estudo centrado na condição feminina, desejando, sobretudo, mostrar como no Maranhão colonial as mulheres atuaram, tomaram decisões, participaram do povoamento, chefiaram famílias e gerenciaram bens próprios. Palavras chave: História do Maranhão; História do Brasil Colonial; História das Mulheres

216


NOME: PAULO FERNANDES KELLER E-MAIL: paulo.keller@pq.cnpq.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.650,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: TRABALHADORES ARTESÃOS NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA: uma análise do trabalho e da produção artesanal a base de fibra de Buriti na Cidade de Barreirinhas/MA. RESUMO: Este projeto pretende investigar o trabalho e a produção artesanal, as condições e as formas de organização do trabalho, a inserção do trabalho e da produção artesanal na rede de relações sociais, econômicas e institucionais (o arranjo produtivo e criativo do artesanato) sejam as relações entre os artesãos e suas organizações com as agências de fomento e demais organizações, sejam as relações entre a cadeia do artesanato e a cadeia do vestuário/moda. Investigar de que forma o trabalho, a produção e o produto artesanal se inserem na rede de relações que conforma a cadeia intersetorial artesanato/moda na economia contemporânea. Palavras chave: Trabalho Artesanal; Economia do Artesanato; Sociologia do Trabalho

217


NOME: SHIRLEY CRISTINA DOS SANTOS E-MAIL: shirley1976@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.337,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NA ÁREA DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DE RIBAMAR, ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: Os estudos de sustentabilidade ambiental aplicados à organização do território maranhense denunciam lacunas no que se refere à interação dos agentes e processos modeladores da paisagem relacionados aos diferentes fatores ambientais, associando dados e informações obtidas através de sensores remotos com outros produzidos no campo e em laboratório. Por outro lado, diversas pesquisas foram ou estão sendo elaboradas, mas a quase totalidade desses trabalhos consta de relatórios técnicos e produção de dados não publicados e, portanto, de difícil acesso ao público. Relativamente à organização natural e antrópica do espaço costeiro do Maranhão, citados em estudos já efetuados, têm sido concentrados na área do Golfão (AB SABER, 1960) e setor norte e leste da ilha do Maranhão (FEITOSA, 1989, 1995a, 1995b, 1995c e 1995d, FEITOSA e CHRISTOFOLETTI, 1993) estudos abordando a complexidade dos fatores e agentes que atuam na configuração da paisagem maranhense numa perspectiva de dinâmica histórico-evolutiva do meio. Focalizando a área de São José de Ribamar, encontram-se alguns trabalhos cuja escala de abordagem não permite a compreensão razoável da sustentabilidade da paisagem local, haja vista que a intensidade da ação dos agentes responsáveis pelos processos de erosão, transporte e deposição de sedimentos determina rápidas transformações da paisagem costeira do município. Com o objetivo de melhor conhecer os mecanismos responsáveis pelo desenvolvimento dos processos modeladores da paisagem na área em referência, pretendese realizar a presente pesquisa esperando oferecer contribuições que possibilitem caracterizar as feições morfológicas, diagnosticar a configuração atual, identificar as causas e consequências dos eventos ambientais e humanos mais importantes e prognosticar sua evolução a curto e médio prazo. Palavras chave: Desenvolvimento; Planejamento; Gestão

218


Edital Universal 04/2010

CiĂŞncias Humanas

219


NOME: ANTONIO JOSE DE ARAUJO FERREIRA E-MAIL: ajaf@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 24.890,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS

TÍTULO: A ATUAL CONFIGURAÇÃO DA REDE URBANA MARANHENSE: 1990-2010 RESUMO: As transformações registradas no Estado do Maranhão, nos últimos vinte anos, têm sido pouco estudadas em termos de suas repercussões espaciais, sobretudo no que se refere às cidades. Os trabalhos revisados sobre essa unidade da Federação revelam que foram priorizados temas setorizados e/ ou isolados, sendo que a influência das cidades aparece apenas marginalmente. Exceção pode ser creditada aos trabalhos sobre rede urbana (ANDRADE, 1968; MARANHÃO, 1979), sendo que Ferreira (1989) analisou a estrutura espacial urbana maranhense constatando que São Luís permanecia sendo a cidade primaz e estavam em curso alterações no quadro inter-urbano, uma vez que Caxias perdia posição para Timon e Imperatriz, Santa Inês se sobressaía em relação a Pindaré-Mirim, enquanto Açailândia, Balsas, Chapadinha e Pinheiro cresciam, o que, todavia, requer atualização, sobretudo em função dos novos elementos e conteúdos que estão se materializando e reconfigurando a rede urbana estadual, haja vista que 1) o número de cidades passou de 90 em 1970 para 136 em 1991 e atualmente são 217, sendo que as melhor situadas no eixo rodoferroviário têm se destacado; 2) trinta e seis municípios maranhenses foram incluídos na área de atuação da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (CODEVASF), desde o ano 2000; 3) a ampliação da Ferrovia Norte Sul no trecho entre Estreito e Balsas (240 km) está em análise e objetiva ampliar o corredor de exportação dos pólos agroindustrial do sul, guseiro e gesseiro, diversificar o transporte de mercadorias, otimizar o escoamento de grãos do Cento-Oeste, sul do Piauí e de Barreiras-BA, pois integrará o sistema multimodal da hidrovia Araguaia-Tocantins; 4) o porto do Itaqui está sendo ampliado e modernizado como parte do Programa de Aceleração do Crescimento e o do Plano Nacional de Logística; 5) o incremento da oferta de energia elétrica está garantido devido à construção da Usina de Estreito; 6) oito terminais multimodais estão sendo preparados; 7) o Plano de Desenvolvimento Integral do Turismo no Maranhão, atualizado, selecionou nove pólos turísticos almejando receber 600.000 visitantes ao ano (hoje são 400.000) que “investirão receita líquida de U$$ 40.000.000”; 8) a sojicultura avançou dos cerrados do sul para o Baixo Parnaíba e impôs novos usos, a diversificação da prestação de bens e serviços, a melhoria da infra-estrutura e um dinamismo que foi ampliado pela cana-de-açúcar e proximidade da capital estadual; 9) 27,87% do território maranhense têm restrições ao uso, sendo 22,15% inerentes a 13 unidades de conservação e 5,72% relativos a 16 terras indígenas; 10) a fragmentação territorial poderá se concretizar em função da criação do Estado do Maranhão do Sul, que ocupará 43,98% (146.539 km²) do Estado-Mãe, o equivalente a 49 municípios e a 1.239.241 habitantes (Ferreira, 2006a); 11) é vislumbrada a instalação de novos empreendimentos, como a Refinaria Premium (PETROBRÁS) que investirá US$ 20 bilhões, entrará em operação em 2013 e será a “maior da América Latina”. Esta pesquisa, pois, visa a explicar o que concorreu para a reconfiguração das cidades maranhenses entre 1990 e 2010. Palavras Chave: Rede Urbana; Maranhão; Atual Configuração

220


NOME: MARCELO CHECHE GALVES E-MAIL: marcelocheche@ig.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 6.704,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: O MARANHÃO NAS CORTES CONSTITUCIONAIS PORTUGUESAS (1821-1822) RESUMO: A dinâmica das Cortes portuguesas e sua relação com as disputas provinciais permanecem pouco exploradas pela historiografia maranhense. O Maranhão foi uma das primeiras províncias a “aderir” ao movimento do Porto, em abril de 1821. Tal solicitude do então governador Bernardo da Silveira Pinto da Fonseca (1819-1822), salientada por diversos autores como prova de seu caráter constitucional, deixou em segundo plano dezenas de perseguições, prisões e deportações daqueles que se opuseram à sua permanência a frente do governo. Muitos desses cidadãos recorreram às Cortes, narrando suas desventuras e pedindo providências. A maioria das representações já identificadas vinha acompanhada por abaixo-assinados, cujo mapeamento pode contribuir sobremaneira para a compreensão das relações políticas que opunham “déspotas”, “constitucionais”, “partidistas” e “facciosos”, componentes do vocabulário político de então. Razões econômicas também motivaram representações. As expectativas geradas quanto à redução dos impostos; à política aduaneira; ao comércio de escravos; e a melhores condições para a exportação do algodão deram origem à impressão de folhetos e ao recolhimento de assinaturas. Tais demandas eram específicas e tinham uma relação direta com as mudanças econômicas pelas quais a província passara desde 1808, momento da conhecida “Abertura dos portos”. Identificá-las e analisá-las, a partir de seus autores e subscritores, é de fundamental importância para o lançamento de novos olhares sobre a história da província nas primeiras décadas do oitocentos. As dimensões políticas e econômicas das representações desses cidadãos às Cortes, aqui separadas para fins didáticos, estavam intimamente ligadas. As discordâncias políticas perdiam muito de seu vigor quando o assunto era a economia provincial. Proprietários que se digladiavam na arena política convergiam, por exemplo, quando os assuntos eram: preservação da propriedade – incluindo a escrava -, redução de impostos e medidas de cunho protecionista. Porém, a interseção destes dois campos também gerava dissensos, como aqueles provocados pela presença inglesa na economia algodoeira e pelo debate sobre a gradativa introdução de mãode-obra livre (européia) nas lavouras maranhenses. Por fim, reitero que o mapeamento e análise das representações supracitadas podem oferecer novas articulações entre a dinâmica política provincial, as transformações econômicas por quais passava o Maranhão, e as Cortes portuguesas enquanto instância de representação provincial. Palavras Chave: Maranhão; Cortes; Portugal

221


NOME: MARCELO DOMINGOS SAMPAIO CARNEIRO E-MAIL: mdscarneiro@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 25.650,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS

TÍTULO: CRÍTICA SÓCIO-AMBIENTAL E AÇÃO EMPRESARIAL: estudo da construção da certificação da carne bovina na Amazônia brasileira RESUMO: O objetivo principal da pesquisa é o de analisar o processo de construção da certificação sócio-ambiental para a carne bovina na Amazônia, tomando para reflexão a interação entre a crítica social e ambiental (BOLTANSKI; CHIAPELLO, 1999) e os principais agentes da cadeia produtiva da pecuária bovina, bem como das características do dispositivo de certificação (CARNEIRO, 2009) que está sendo criado. O estudo da construção desse certificado sócio-ambiental remete para a análise dos seguintes pontos, que constituem os objetivos específicos da nossa pesquisa: a) Descrição da cadeia produtiva da pecuária de corte na Amazônia; b) Análise da posição dos principais atores envolvidos na contestação do desmatamento associado à expansão da bovinocultura; c) Análise da ação estatal, tomando como referência os órgãos do governo (federal, estadual e municipal) que incidem nas dimensões centrais da atividade agropecuária; d) Estudo dos acordos criados para envolver as empresas da cadeia produtiva da pecuária no combate ao desmatamento na Amazônia; e) Discussão dos efeitos da criação do dispositivo de certificação face ao conjunto dos atores da cadeia produtiva da pecuária bovina na Amazônia; f) Verificar quais as repercussões da criação desse certificado para a pecuária maranhense. Palavras chave: Certificação Sócio-Ambiental; Desenvolvimento Sustentável; Pecuária

222


NOME: REGINA HELENA MARTINS DE FARIA E-MAIL: rhfaria@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 10.831,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: TRILHAS E RUMOS: UM ESTUDO BIOGRÁFICO RESUMO: Este projeto visa a compreender e analisar a situação da segurança pública no Brasil, nas últimas décadas do século XX, que possibilitou o crescente aumento de empresas privadas voltadas para a segurança pessoal e patrimonial. Tem como foco de análise a atuação do Sr. Ivan Loureiro Fernandes, um cearense que veio para o Maranhão em 1958 e, nas décadas seguintes, criou o Grupo Norsegel, a maior empresa de segurança privada e transporte de valores do Norte e Nordeste, com atuação do Maranhão ao Amazonas. A sua sede é em São Luís, cidade onde esse empresário viveu por mais de quarenta anos. Assim, possibilita a incursão em um gênero da escrita historiográfica em franca expansão – a biografia, bem como a investigação de uma temática bastante inquietante nos dias atuais: a segurança pública. Palavras Chave: Biografia; Segurança Pública; Empresa de Segurança Privada

223


NOME: ROBERTA MARIA BATISTA DE FIGUEIREDO E-MAIL: robertabflima@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 9.937,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: TERRITOTIALIDADE E RESISTÊNCIA CAMPONESA FRENTE À EXPANSÃO DA SOJICULTURA NA MICRORREGIÃO DE CHAPADINHA - MA RESUMO: Semelhante ao que ocorreu em outras regiões do país, a chegada da sojicultura no Maranhão provocou uma corrida pelas terras mais férteis e planas das chapadas e um processo gradativo de expropriação dos camponeses. Na microrregião de Chapadinha este processo inicia-se em meados da década de 1990. Em 1994, ocorrem os primeiros registros do IBGE sobre produção de soja nesta porção do estado, tendo sido produzidas, naquele ano, mais de 41 toneladas, distribuídas nos municípios de Anapurus, Brejo e Mata Roma. Do ano de 1998 em diante, a expansão da área cultivada nesta microrregião tem se mantido crescente, registrando um aumento expressivo nos últimos anos, segundo os dados do IBGE (Pesquisa Agrícola Municipal, 2004 a 2008), tendo ampliado a produção de 18.900 ton, em 2004, para 128.809 ton, em 2008. A expansão das áreas cultivadas com soja na microrregião em foco tem afetado diretamente a pequena produção camponesa, caracterizando um choque entre aquilo que Escobar (2005) denominou de regimes de natureza. De um lado, o regime de natureza capitalista, caracterizado pela separação epistêmica entre sociedade e natureza e representado, neste contexto, pela grande produção agroexportadora de soja; de outro, o regime de natureza orgânica, cujo traço definidor é o fato de a natureza e a sociedade não serem antologicamente separados, representado pela pequena produção camponesa agroextrativista. A economia camponesa desta região tem sido caracterizada pela combinação de atividades agrícolas, extrativismo vegetal e pequena criação de animais (CARNEIRO, 2008). Enquanto a pequena agricultura tem sido praticada em áreas úmidas denominadas regionalmente como baixões, a pequena criação e o extrativismo vinham sendo realizados, fundamentalmente, nas áreas de chapada, conforme Paula Andrade (1995). O presente projeto quer, portanto, compreender em que medida as restrições de acesso às áreas de Chapada e/ou a supressão das fontes de recursos extrativos, desencadeada pela expansão da monocultura da soja em grande escala, afeta a territorialidade dos pequenos produtores agroextrativistas da região; busca investigar, ainda, de que modo estas famílias vêm resistindo a tal processo. Carneiro (2008) reconheceu, através da análise dos dados do Censo Agropecuário de 2006, acerca do número de pessoas ocupadas nos estabelecimentos agrícolas e do número de pessoas ocupadas de laços de parentesco com o produtor, uma significativa involução no número de agricultores familiares na microrregião da Chapadinha. Neste sentido, compreender as estratégias de resistências levadas a cabo por esses seguimentos camponeses no processo de manutenção ou recuperação da condição de pequenos produtores familiares constitui-se o cerne deste projeto de pesquisa. Assim, interpretamos resistência como um conjunto de relações sociais manifestadas por meio de práticas e ações, que atuam no sentido de impedir ou tornar mais lento o progresso de algum processo de mudança. As resistências visam proteger os grupos sociais de ameaças externas 224


às suas condições de reprodução material, social e cultural, que podem ser identificadas no plano das práticas cotidianas e no plano das ações extraordinárias. A pesquisa em tela se justifica ainda pela importância que a pequena produção familiar assume enquanto geradora de ocupação e renda para maior número de pessoas, responsável pelo abastecimento do mercado interno com alimentos, além de gerar menor impacto ambiental, tornando, assim, imprescindível a realização de estudos voltados ao tema. Por sua vez, ressalta-se a necessidade de investigar, no sentido de reconhecer os efeitos negativos da expansão da sojicultura, tais como a degradação do tecido social pelos deslocamentos, a perda da biodiversidade local e a demais perdas sócio-culturais advindas de tais processos de mudança. Palavras Chave: Sojicultura; Extrativismo; Territorialidade

225


NOME: ROSIRENE MARTINS LIMA E-MAIL: ROSIRENELIMA@UOL.COM.BR TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: IMPLICAÇÕES DOS GRANDES EMPREENDIMENTOS ECONÔMICOS NA CIDADE DE IMPERATRIZ E AÇAILÂNDIA, MA RESUMO: Nas últimas décadas, o Estado do Maranhão tem sido palco da implantação de diversos empreendimentos econômicos, que, a despeito de não estarem localizados nas cidades, têm originado mudanças significativas na estrutura e no conteúdo dos espaços urbanos. A cidade de Balsas, no sul do Estado, é o maior exemplo das transformações recentes resultantes da expansão do agronegócio. As cidades de Imperatriz e Açailândia, objeto deste projeto, também vêm registrando mudanças significativas na organização de sua estrutura em decorrência de empreendimentos implantados na região. Vale ressaltar que o Estado e a sociedade possuem pouco poder na condução das políticas urbanas, na medida em que as decisões que afetam as cidades dependem, em grande parte, desses agentes econômicos. Nesse sentido, é importante refletir a respeito dessas questões, acompanhando as transformações que ocorrem, sobretudo porque essas mudanças, embora consideradas “positivas”, aprofundam os problemas das desigualdades sócioespaciais, colocando o direito à cidade em suspenso. Palavras Chave: Empreendimentos Econômicos; Reestruturação Urbana; Desigualdades Sócioespaciais

226


NOME: SERGIO EDUARDO MARTINS PEREIRA E-MAIL: sempereira@oi.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: REPRESENTAÇÃO POLÍTICO-SINDICAL ENTRE PROFISSIONAIS DE NÍVEL SUPERIOR: A TRAJETÓRIA DO SINDICATO DOS ENGENHEIROS NO ESTADO DO MARANHÃO (1983-2009) RESUMO: Voltado ao caso específico dos Engenheiros do Maranhão, este estudo ganha ares de pioneirismo, ainda que possa ser relacionado a outros estudos nos campos social, político e sindical, cujo acervo já se notabiliza através de estudos realizados por pesquisadores em instituições e programas de pós-graduação dentro e fora do estado. Além das justificativas teórico-metodológicas, há ainda, neste projeto, um claro deliberado esforço intelectual e operacional em promover a associação entre ensino, pesquisa e extensão, integrando a universidade, por intermédio de seus docentes e discentes, à sociedade, através de suas entidades de classe. Com o mesmo empenho, contribuiremos para a formação abrangente dos discentes envolvidos a partir de um reforço prático das atividades teóricas e de pesquisa. Abrem-se, assim, possibilidades de aplicação do conhecimento produzido, bem como de uma vivência in loco da atuação do cientista social para além dos muros da universidade. Palavras Chave: Trabalho; Sindicalismo; Engenheiros

227


Edital Universal 010/2009

CiĂŞncias Sociais Aplicadas

228


NOME: CARLOS FREDERICO LAGO BURNETT E-MAIL: fredlburnett@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.535,30 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: USO DO SOLO E OCUPAÇÃO TERRITORIAL NA REGIÃO METROPOLITANA DA GRANDE SÃO LUÍS: dinâmica econômica e realidade sócioambiental dos municípios de São Luís e São José de Ribamar, Maranhão RESUMO: Contribuir para o conhecimento do uso do solo e da ocupação territorial na Região Metropolitana da Grande São Luís, envolvendo os municípios de São Luís e São José de Ribamar, que ocupam uma área de 1.213 km² e contam com uma população de 1.088.894 habitantes, através do estudo dos processos de urbanização e metropolização, verificando a relação entre dinâmica econômica e as condições socioambientais e suas tendências de consolidação e expansão, realizando o resgate histórico da formação econômica e social e a ocupação territorial, com ênfase no período iniciado na segunda metade do século XX, identificando as intervenções, públicas e privadas, e suas consequências sobre o território e a sociedade, caracterizando os fatores responsáveis pela expressão territorial das relações sociais, a localização dos investimentos produtivos e postos de trabalho, vias e meios de transporte, modos de produção habitacional e exploração dos recursos ambientais, com vistas a elaborar mapas de uso e ocupação espaço-temporal dos municípios estudados, baseados na renda, escolaridade, faixa etária dos moradores, relação com o meio ambiente e a infra-estrutura e serviços públicos disponíveis e produzir uma cartilha educativa sobre a realidade pesquisa, a ser distribuída nas escolas, universidades, bibliotecas e centros de pesquisa. Palavras chave: Uso do Solo; Metropolização; Desenvolvimento Sócio-Econômico e Ambiental

229


NOME: CLÁUDIO ALBERTO GABRIEL GUIMARAES E-MAIL: calguimaraes@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 26.962,80 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: A EFICÁCIA CONSTITUCIONAL DO TRIBUNAL DO JÚRI: limites de observação do devido processo legal RESUMO: Sob o enfoque de que o estudo do processo penal constitucional deve ser feito a partir das garantias do devido processo legal, o projeto “A Eficácia Constitucional do Tribunal do Júri: limites de observação do devido processo legal” objetiva demonstrar, através de pesquisas bibliográficas e da análise dos processos da 2ª Vara do Tribunal do Júri São Luís/MA, que há, diuturnamente, uma mitigação do princípio do devido processo legal, fato esse que corrobora para a consolidação da eficácia simbólica do Tribunal do Júri e, por conseguinte, avilta um dos mais lídimos direitos daquele que se vê sentado no banco dos réus. Nesta trilha, a fim de se mensurar que os limites de observação do devido processo legal estão bastante aquém da eficácia constitucional que se propala ter o Tribunal do Júri, será exemplificado que o desrespeito ao direito penal do fato, o desprezo à razoável duração do processo, o subjetivismo, a falsa igualdade entre julgados e julgadores etc. são práticas corriqueiramente em voga no Tribunal do Júri. Dessa forma, a pesquisa ensejada pelo projeto ”A Eficácia Constitucional do Tribunal do Júri: limites de observação do devido processo legal” não prescindirá da noção de que, embora o Direito Penal seja apresentado como o instrumento que possibilita a convivência harmônica no meio social, garantindo a paz e a tranquilidade pela via da intimidação ou da aplicação da sanção penal, pautada sempre em princípios constitucionais, há como contraface de tal discurso, pressupostos teóricos, os quais, no âmbito da Criminologia Crítica, indicam para outro extremo: o Direito Penal e tudo que dele deriva nada mais é que um instrumento de controle social repressivo e opressivo, pautado, precipuamente, na desigualdade. Palavra chave: Tribunal do Júri; Devido Processo Legal; Garantismo

230


NOME: FLAVIA DE ALMEIDA MOURA E-mail: flaviaalmeidamoura@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: VOZES DA ESPERANÇA: Estratégias de comunicação em redes de aliciamento e denúncia no contexto do trabalho escravo contemporâneo no Maranhão RESUMO: A proposta desta pesquisa é dar continuidade aos estudos iniciados durante a elaboração da dissertação de mestrado, defendida pelo PPGCS/UFMA (Programa de PósGraduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Maranhão), em 2006, agora numa perspectiva aplicada no campo da Comunicação. Pretendemos envolver alunos e professores da UFMA para dar continuidade a este estudo, agora com o objetivo de compreender as estratégias dos principais sistemas de comunicação identificados durante a pesquisa anterior (assunto também do meu projeto para doutoramento). Durante o trabalho de campo, na ocasião da dissertação, identificamos uma rede de aliciamento para o recrutamento de mão-de-obra em atividades consideradas análogas a de escravos, tanto no Maranhão como para trabalhar em outros estados brasileiros ou até fora do país. Observamos ainda que, nesta rede de aliciamento, funcionam sistemas de comunicação que utilizam os canais mais acessíveis àqueles públicos (no caso, os trabalhadores), como emissoras de rádios locais e/ou “comunitárias” ou ainda aparelhos de som colocados em automóveis, bicicletas, postes, entre outros, que passam a informação de oferta de emprego, na maioria das vezes com propagandas “enganosas”, de promessas de oportunidades para ganhar dinheiro ou melhorar as condições de sustento. Outro sistema de comunicação identificado durante a pesquisa se dá entre agentes da igreja católica e/ou movimento social (que fazem um trabalho de prevenção e denúncia) e os trabalhadores ou entre os próprios trabalhadores que se encontram na situação de vítimas do trabalho escravo. Esses canais de comunicação são responsáveis por fazer chegar a informação aos trabalhadores acerca de seus direitos, bem como atraí-los aos locais de denúncia e mediação (na maioria das vezes as pastorais sociais ligadas à igreja católica ou os centros de defesa). Neste contexto, a pesquisa proposta busca compreender as estratégias de funcionamento desses dois sistemas de comunicação. Palavras chave: Estratégias de Comunicação; Mediação; Escravidão Contemporânea

231


NOME: FRANCISCO GONÇALVES DA CONCEIÇÃO E-MAIL: franciscogoncalvesdaconceicao@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.872,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: MERCADO E NOTÍCIA: jornal, interlocução e poder em São Luís (MA) RESUMO: As mudanças políticas, econômicas e tecnológicas, no contexto sócio-histórico do município de São Luís, estão (re) configurando o mercado dos jornais impressos e diários, em cujas relações intersubjetivas as notícias ganham forma e sentido. O projeto de pesquisa “Mercado e Notícia: jornal, interlocução e poder” pretende mapear essas mudanças econômicas, políticas e tecnológicas que estão (re) estruturando o mercado das notícias e, deste modo, as relações de (re) conhecimento que constituem o campo do jornalismo a partir dos jornais impressos e diários de São Luís (MA). A investigação será desenvolvida a partir de três campos de problematização: (a) as relações de produção, circulação e consumo dos jornais impressos e diários, a partir da contradição entre a expansão dos títulos e as baixas tiragens; (b) as relações entre os agentes da notícia a partir das disputas por posições de autoridade, credibilidade e legitimidade no campo do jornalismo; (c) as conexões entre produção e consumo dos jornais a partir da convergência das mídias, a cultura da participação e a inteligência coletiva. Como marco teóricometodológico, a pesquisa adota a economia-política do significante, ou seja, a economia política da notícia, já que nada acede à condição de significante fora de um processo de comunicação/troca, no qual os agentes sociais envolvidos disputam o poder de falar e se fazer ouvir e, deste modo, de intervir na formação das relações e dos objetos culturais. Entre os resultados e impactos esperados, a pesquisa pretende contribuir com o desenvolvimento de metodologias apropriadas a análise de mercados editoriais em realidades como a de São Luís (MA), a produção bibliográfica sobre jornalismo regional e a avaliação da formação profissional dos jornalistas no Estado do Maranhão. Palavras chave: Mercado; Jornais Impressos; interlocução

232


NOME: GRETE SOARES PFLUEGER E-MAIL: grete@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,0 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: POMPÉIA BRASILEIRA: Apogeu e decadência de Alcântara - Maranhão RESUMO: Este trabalho busca investigar como a cidade de Alcântara, nos diferentes momentos de sua formação, sofreu processos sócio-econômicos de apogeu e decadência, com consequente arruinamento de seu tecido urbano, e como estes processos de exclusão/inclusão serviram para conectá-la ou desconectá-la da rede urbana do período colonial e, mesmo, do atual. A hipótese central é que este processo de apogeu e declínio, que ocorreu no âmbito local, coincide com os momentos de conexão e desconexão, inclusive na contemporaneidade, como também por conta do marcante processo de arruinamento econômico, social e urbano. Em Alcântara, o processo de abandono e arruinamento foi tão intenso a ponto de ser chamada de Pompéia brasileira e Cidade Morta, por escritores, técnicos e viajantes, ao contrario de outras cidades brasileiras, que, mesmo tendo sofrido declínio econômico, conseguiram manter certa integridade no ambiente construído. Com o presente trabalho, pretende-se: compreender o processo de decadência e obsolescência econômica da cidade de Alcântara diante das transformações econômicas ocorridas no Estado do Maranhão, no Brasil e na Europa, no final do século XIX e inicio do XX; analisar o processo de apogeu e decadência da cidade de Alcântara à luz dos conceitos de redes urbanas globais. Os estudos sobre a formação da cidade de Alcântara no Maranhão são instrumentos teóricos para a compreensão das transformações urbanas na cidade, desde a decadência econômica e social até a implantação do projeto da base espacial, fundamentais às políticas de preservação do patrimônio histórico local, oferecendo subsídios teóricos aos planos de preservação da cidade histórica de Alcântara no Maranhão, com relação ao planejamento urbano e territorial. Palavras chave: Arquitetura; Patrimônio Histórico; Urbanismo

233


NOME: LARISSA LEDA FONSECA ROCHA E-mail: larissaleda@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: DOCUMENTÁRIO NO MARANHÃO: realização, linguagem audiovisual e memória RESUMO: Ao rememorar o documentário “Periquito Sujo”, de 1979, Camargo e Matos (2008, p. 57) nos dizem “cenas de uma São Luís que não existe mais: o trem passando embaixo da ponte Camboa”. A lembrança é feita como um alerta. E é justamente disso que nos fala este projeto de pesquisa: de memória, lembranças, esquecimentos, documentários e produção audiovisual no Maranhão. Data de meados dos anos de 1970 o início mais significativo de uma série de produções audiovisuais feitas no Maranhão, focadas no documentário como gênero. Desde então, uma geração de realizadores vem se dedicando a registrar a realidade que cerca os modos de viver do Maranhão, configurando um ciclo de cinema maranhense que deixa como legado quase uma centena de produções. Grande parte deste acervo, incluindo dados sobre suas realizações, condições históricas e sociais de produção, motivações artísticas, temáticas e plásticas dos realizadores, vem se perdendo com o passar dos anos, pela deterioração imposta pelo tempo ao material no qual foram realizados, em película na maioria dos casos, e pelo processo natural de esquecer, que o lembrar traz junto de si. Trata-se, de fato, de uma grande memória coletiva sobre a história do Maranhão, contada em áudio e vídeo. Uma memória não catalogada, não devidamente estudada e que tem, uma parte dela, o risco de perder-se finalmente. Este projeto de pesquisa tem como objeto estudar o documentário como gênero audiovisual na construção da narrativa da história do Maranhão. Desejamos estudar os documentários, resgatá-los como ferramenta de memória coletiva, bem como compreendê-los como linguagem audiovisual, catalogá-los, organizá-los e colocá-los à disposição da comunidade e dos estudiosos. É um rico material de memória de nossa história. Uma história que nos chega já há alguns anos em película e há poucas décadas em vídeo. Este projeto de pesquisa se junta a outro projeto de extensão, de constituição de um acervo audiovisual do documentário maranhense. Palavras chave: Documentário; Memória; Linguagem Audiovisual

234


NOME: MARCIA TEREZA CAMPOS MARQUES E-MAIL: marcia@mmarques.pro.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.937,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: RESGATE HISTÓRICO DOS FORTES SÃO SEBASTIÃO DE ALCÂNTARA EM ALCÂNTARA E SÃO MARCOS EM SÃO LUÍS-MA RESUMO: A pesquisa que ora estamos apresentando tem por objetivo elaborar o histórico e levantamento da iconográfica e plantas dos fortes São Sebastião de Alcântara, em Alcântara, e São Marcos, em São Luís no Maranhão, incluindo levantamento métrico arquitetônico e fotográfico, para compor o projeto maior, que vem sendo desenvolvido desde 2006 - Caminho Turístico pelos Fortes do Maranhão, sendo que a pesquisa sobre os Fortes Santo Antônio da Barra e São Luis, ambos na cidade de São Luís, já foram realizadas com apoio da FAPEMA e UEMA. Esta pesquisa compreende, além dos levantamentos das condições físicas dos prédios e o levantamento fotográfico, o resgate da história dos fortes desde a sua primeira construção, passando pelas diversas transformações e fenômenos (demolições, incêndio, abandono, depredação etc.), pelos quais os fortes possivelmente foram acometidos até chegar aos dias atuais. Conta a história das estratégias militares, pois a localização dos fortes era, para a cidade, muito importante, já que protegia um dos principais pontos de entrada da cidade da possível chegada de intrusos. No entanto, o que percebemos atualmente é que estes exemplares encontram-se em péssimo estado de conservação. No caso do Forte São Sebasti��o de Alcântara, pode ser considerado uma ruína. Com relação ao Forte São Marcos, faremos somente o resgate histórico, pois o mesmo já não mais existe. Nesse sentido, nosso trabalho irá resgatar a história de mais dois exemplares da arquitetura militar, contribuindo assim para a salvaguarda e preservação dos exemplares que ainda existem, através dos dados que serão levantados, e, posteriormente, divulgar os resultados para que a sociedade maranhense possa conhecer os belíssimos exemplares da arquitetura militar e um pouco de sua história. Palavras chave: Fortificações; Patrimônio Histórico; Arquitetura Militar

235


NOME: MARLUCE WALL DE CARVALHO VENANCIO E-MAIL: marluce.venancio@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.999,70 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDREAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: DA MORADA COLONIAL AOS ENCLAVES RESIDENCIAIS: Permanências e Transformações dos Modos de Morar em São Luís do Maranhão. RESUMO: O trabalho busca investigar o habitar contemporâneo em São Luís: os diferentes tipos de moradia, as antigas áreas residenciais e as novas, surgidas em decorrência do processo de modernização de São Luís, iniciado no período 1960-1970. As permanências, as transformações e as relações com o contexto urbano em que estão inseridas. Nos últimos anos, os modos de morar em condomínio ou loteamentos fechados têm constituído uma opção que vem acarretando mudanças na cidade. Entre outras consequências, o aprofundamento da segregação espacial e o desprezo pelos espaços públicos coletivos, além de prejuízos para a malha viária que passa a apresentar uma configuração de ruas sem saída, de caminhos interrompidos que dificultam a circulação ampla. Por outro lado, seria possível afirmar que são as aspirações ou as necessidades de um novo modo de viver que impulsionam as mudanças na forma da casa ou na localização das áreas residenciais. Ou seriam necessidades, por exemplo, do mercado imobiliário, que acabam por se passar por necessidades de cada um? Teriam sido as necessidades de um modo de viver moderno que levaram a mudanças na forma e no local de moradia? Existe e se existe o que é o modo de viver moderno? Ainda, o modo de viver moderno teria a capacidade de impor uma forma de morar? A capacidade de determinar os padrões da qualidade de vida almejada por todos? E por fazê-lo, seria inevitável a completa substituição dos antigos pelos novos modos de morar? É possível constatar que antigos modos de morar se contrapõem a esses novos e continuam a existir, dando a pista de que os espaços de sociabilidade são mais que necessários, especialmente para aquelas parcelas da população menos favorecidas. Assim, busca-se compreender as transformações nos modos de morar em São Luís, por um lado, identificando as mudanças sofridas pela habitação na sua materialidade, sua tipologia e localização, e, por outro, de que maneira essas mudanças foram vividas por seus moradores. Palavras chave: Habitação; Cultura do Morar; História Urbana

236


NOME: RAQUEL GOMES NORONHA E-MAIL: noronharaquel@ig.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 8.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: ICONOGRAFIAS DO MARANHÃO: embarcações e manguezais através de imagens RESUMO: O projeto “Iconografias do Maranhão: embarcações e manguezais”, através de imagens, tem, como fio condutor, a pesquisa iconográfica tangibilização da cultura viva em imagens. Este processo está relacionado à auto-identificação e valorização da identidade cultural local (HALL, 2001). Na prática, estamos propondo a aplicação de novas tendências e metodologias do Design no projeto de produtos, com enfoque na pesquisa de campo etnográfica, uma abordagem antropológica do Design, fazendo com que os sujeitos de nossa pesquisa, os agentes envolvidos nas práticas de construção e uso das embarcações, sejam os próprios protagonistas na identificação e inventário de sua produção artesanal. Este sentimento de co-autoria insere nossa proposta no âmbito das discussões sobre o Design & Emoção, uma recente abordagem do design que aborda a competência emocional (DAMÁSIO, 2000) das imagens e artefatos e a suas relações com as pessoas. O objetivo desta proposta é mapear a iconografia e inventariar o que é produzido artesanalmente nas comunidades que margeiam a ilha de São Luís, nas comunidades do Itaqui-Bacanga. Com estas informações quantitativas e principalmente qualitativas, pretendemos desenvolver estratégias de desenvolvimento de produtos baseados na identidade cultural destes agentes sociais que vivem da pesca e do manguezal. Estas estratégias visam ao reconhecimento dos saberes e fazeres locais, em um processo de preservação patrimonial. Dar visibilidade, por meio do mapeamento iconográfico é contribuir para a preservação deste patrimônio material, intangível e ambiental da cultura naval na área do Itaqui-Bacanga. Palavras chave: Design e Emoção; Etnometodologia; Patrimônio ambiental e imaterial

237


NOME: VERA LÚCIA ROLIM SALLES E-MAIL: vsalles@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO E A CULTURA DE PAZ: as formas de expressão dos jovens da Vila Embratel RESUMO: Este projeto pretende trabalhar com 80 jovens que se situam na faixa etária de 17 a 24 anos, residentes do bairro da Vila Embratel, localizado na área Itaqui-Bacanga, estudando as diferentes formas de comunicação que serão expressas através de diferentes meios e linguagens, a saber: rádio, vídeo, fotografia, jornal e web. Por meio das ações a serem desenvolvidas durante a pesquisa-ação, será oportunizado aos jovens o conhecimento dos valores da cultura de paz, logrando, assim, que eles possam disseminar esses valores na comunidade onde vivem, geralmente, estigmatizada como violenta. Desta forma, o projeto visa contribuir, através de oficinas de capacitação que irão utilizar os diferentes meios de comunicação, que os jovens sejam os protagonistas do seu desenvolvimento pessoal, social e comunitário. Depois que os pesquisadores observarem como esta ação interfere na realidade dos jovens, a pesquisa-ação pode se transformar em pesquisa aplicada, com a produção de suportes para a comunicação aliada à educação para a paz e, consequentemente, sua difusão a outros pesquisadores envolvidos em pesquisas semelhantes. Palavras chave: Meios de Comunicação- Formas de Expressão; Cultura de Paz; Jovens da Vila Embratel

238


Edital Universal 04/2010

CiĂŞncias Sociais Aplicadas

239


NOME: ELIENE CRISTINA BARROS RIBEIRO E-MAIL: elienecbr@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.700,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: O RELACIONAMENTO NA COMERCIALIZAÇÃO DE OLEAGINOSAS ENTRE PRODUTORES FAMILIARES E USINAS PRODUTORAS DE BIODIESEL FRENTE AO PNPB RESUMO: Em dezembro de 2004, foi lançado o Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB), com o objetivo principal de ampliar a participação das fontes de energia renováveis na matriz energética brasileira. O programa visa também fortalecer a agricultura familiar, por meio da sua integração à cadeia produtiva do biodiesel. As razões em defesa do Programa não se restringem ao aumento da oferta energética. O Governo Federal argumenta que, através do PNPB, estimulará a criação de emprego e geração de renda. A posição oficial é a de que metade da produção de sementes de oleaginosas e insumos na produção de biodiesel será fornecida pela agricultura familiar. Para estimular a produção e a inclusão da agricultura familiar como fornecedora de matéria-prima para a indústria, o Governo Federal instituiu o “Selo Combustível Social”. Este selo é a certificação direcionada às empresas produtoras de biodiesel, que dá acesso aos leilões de comercialização de biodiesel no Brasil, promovidos pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP. O Selo Social concedido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário - MDA, visa também proporcionar a redução dos tributos, como o Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS), e possibilita o acesso a linhas de créditos de bancos públicos para os agricultores familiares contratados para fornecimento de matéria-prima (MDA, 2005). Este selo passou também a ser um indicador de metas de inclusão social para favorecer a participação da Agricultura Familiar no PNPB, sendo concedido incentivo às usinas produtoras de biodiesel que comprarem matériasprimas da produção familiar nas distintas regiões do país (ACCARINI, 2006). De certa forma, a configuração do PNPB, com foco na agricultura familiar, foi possível em função das substantivas mudanças na concepção de controle que orienta a ação dos três principais agentes responsáveis pela formação do mercado de biodiesel: usinas passaram a adotar a responsabilidade social como núcleo dos seus negócios; movimentos sociais trocaram a contestação pela parceria com as usinas; e o governo passou a exercer o papel de catalisador de agentes, antes antagônicos, ao invés da tradicional prática corporativista (THOMAS, 1993, apud ABRAMOVAY e MAGALHÃES, 2007). Em outras palavras, como dito por Abramovay e Magalhães (2007), a garantia de acesso ao mercado pelas empresas depende de sua adesão a modalidades de funcionamento do mercado que vão incluir o movimento sindical rural em seu sistema de governança. Os sindicatos têm uma oportunidade formal de ação neste novo mercado do biodiesel, negociando preços e prazos, além de intermediar as relações entre os agricultores familiares e as indústrias. Para Couto et al (2006), a criação do selo social também representa uma mudança na lógica de ação do próprio governo, uma vez que o mesmo atua aproximando as organizações de produtores familiares às empresas, bem 240


como estimula o planejamento da produção através da participação dos dois segmentos em um mesmo fórum (conselhos). Isto ocorre via estímulos à formação de pólos regionais de produção do biodiesel, bem como através da exigência de contratos entre indústrias e agricultores, mediados pelos sindicatos (COUTO et al, 2006). Mais do que um caso de integração contratual, típico das modalidades conhecidas de supply chain, está em jogo aqui a formação de um padrão inédito de funcionamento do próprio mercado e de sua governança (BUSKENS et al, 2003). As empresas não apenas selecionam seus fornecedores com base no trabalho do movimento sindical, mas se apoiam na estrutura sindical para negociar os contratos e organizar a oferta. Palavras Chave: Biodiesel; Relacionamento; Comercialização

241


NOME: FRANCISCO PAULO JAMIL ALMEIDA MARQUES E-MAIL: marquesjamil@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.600,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: INTERNET, PARTICIPAÇÃO E REPRESENTAÇÃO POLÍTICA - UM ESTUDO DOS MECANISMOS DE PARTICIPAÇÃO PRESENTES NOS WEBSITES DE PARLAMENTARES BRASILEIROS RESUMO: É preciso perceber que a pesquisa proposta tem o objetivo de lidar com duas questões que vêm ganhando maior proeminência na pauta de preocupações das Ciências Sociais e Humanas: de um lado, a inquietação com as conseqüências promovidas pelas tecnologias digitais de comunicação; e, de outro lado, a preocupação revelada por uma reinterpretação das teorias da democracia (mais exatamente, refere-se à reflexão sobre os modos de se fortalecer a participação política da esfera da cidadania). Empreender uma pesquisa que articule estas duas dimensões se mostra importante na medida em que representa um esforço adicional em preencher lacunas persistentes na área de Internet e Democracia. De outro lado, a multidisciplinaridade testemunhada na tentativa de associar conhecimentos oriundos de duas áreas do conhecimento, Comunicação e Ciência Política, tende a gerar resultados e apontamentos mais consistentes ao final do empreendimento. Considere-se, ainda, que, se, por um lado, a existência de ferramentas de comunicação digital, bem como seu uso por agentes políticos (sobretudo em épocas eleitorais) não é mais um fenômeno tão recente, por outro lado, ainda são escassos os estudos brasileiros que procuram dar conta, de modo mais detido e promovendo uma associação, (a) da questão do oferecimento efetivo de ferramentas de participação aos cidadãos através dos new media, bem como (b) de suas conseqüências e efeitos políticos e, por último, (c) dos condicionantes que levam tais atores a lançarem mão (ou não) destes instrumentos. Não se tem conhecimento pesquisa no Brasil que procure considerar, adicionalmente, (d) a dimensão macro na qual estes atores estão inseridos, realizando-se um paralelo entre perfis individuais de uso e a composição das maiores bancadas parlamentares existentes na Câmara dos Deputados. Existe, ainda, uma preocupação fundamental (e) com o desenvolvimento próprio de metodologias de análise de iniciativas políticas empreendidas no ambiente digital de comunicação, o que constitui um fator a mais a afirmar a importância do trabalho. Enfatize-se que as próprias instituições do Estado vêm procurando incrementar seu relacionamento com os cidadãos através da Internet (inclusive candidatos como Barack Obama, nos Estados Unidos, e Fernando Gabeira, no Brasil, atuaram como protagonistas no envolvimento de eleitores nos pleitos em que concorreram), seja prestando serviços e informações, seja colhendo sugestões de aprimoramento quanto à elaboração e execução de políticas públicas. Nesse sentido, as ações e os fenômenos políticos gerados pela comunicação digital devem não apenas ser compreendidos, mas, também, é necessário propor caminhos práticos para o aperfeiçoamento da qualidade das democracias contemporâneas. Em outras palavras, existe a necessidade de amparar cientificamente 242


aquelas providências governamentais a lançarem mão da Internet não apenas do ponto de vista do aperfeiçoamento da prestação de serviços, mas, também, a partir do instante em que são indicadas direções para uma governança conjunta e mais efetiva entre instituições da esfera política e cidadãos em geral. Acredita-se que os resultados da proposta aqui delineada têm a capacidade de incrementar aquelas iniciativas que já envidam esforços no sentido de aproximar esfera civil e representantes políticos por meio da Internet. Por último, o projeto oferece ao Departamento a oportunidade de ampliar sua área de abrangência no que concerne (1) à diversidade dos objetos de pesquisa analisados e (2) às perspectivas de estabelecimento de parcerias com Programas de Pós-Graduação do país. Ademais, (3) abrese a chance de reforçar a capacidade do Departamento em orientar um novo conjunto de trabalhos de alunos de graduação na área de Comunicação e Tecnologia. Palavras Chave: Comunicação; Internet; Democracia

243


NOME: JOSÉ RIBAMAR FERREIRA JUNIOR E-MAIL: jferr@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 27.603,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: CONVERGÊNCIA DE MÍDIAS E SUAS IMPLICAÇÕES NO FLUXO DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE COMUNICAÇÃO: as redações jornalísticas e a formação na Universidade Federal do Maranhão RESUMO: O foco da investigação deste projeto é o espaço midiático em face da segmentação digital, tendo-se como lugar de observação o ambiente jornalístico em torno do qual está ocorrendo uma série de modificações no processo de construção da informação. O corpus de análise é o dimensionamento da impacção das céleres mudanças nas rotinas laboratoriais universitárias, no que concerne não somente a substituição de maquinário mecânico pelo eletrônico-digital, mas a inserção e a adequação a estruturas em rede. Necessita-se, consequentemente, observar o modo pelo qual as transformações ocorrem nas empresas de comunicação, o impacto que geraram e, sobretudo, como se pode, no ambiente universitário, formar recursos humanos que acompanhem essas mudanças e, quando se fizer preciso, antecipar demandas sobre as quais ainda não haja interesse mercadológico explícito. A matriz conceitual de onde emana a investigação, aqui empreendida, destaca o marco divisório da expressão digital. Entende-se como produção digital toda a possibilidade tecnológica de converter materiais distintos como textos, números, fotos, vídeos e áudio em uma espécie de denominador comum, isto é, arquivos digitais que partilham o mesmo “DNA eletrônico” (sequências binárias de zeros e uns) são a chave do que hoje se conhece por convergência. Tal fato, unido à capacidade de fazer trafegar esses arquivos digitais entre pontos interligados por uma estrutura de rede, amplia ainda mais esse novo cenário, gerando todos os outros termos com os quais atualmente se convive: web 2.0, redes sociais, blogs, wikis, gestão do conhecimento, comunicação um para muitos, interatividade, participação. Dois objetos de discussão, no caso do jornalismo, se colocam (MACHADO, 2003, p. 19) no debate acerca das tecnologias digitais. Elas são ferramentas para alimentar as redações com informações complementares àquelas obtidas pelos meios tradicionais e também criam um ambiente diferenciado, alvorecendo uma modalidade distinta de jornalismo, pela qual todas as etapas do sistema de produção ficam localizadas no ciberespaço. Para que tais vocações se consolidem, é indispensável a aquisição de hardwares e de softwares, além da capacitação adequada de recursos humanos para o trabalho com estas ferramentas operacionais. Evidencia-se, com efeito, a mudança no perfil do profissional de mídia, entrando em cena uma heterogeneidade pluritemporal (SANTAELLA, 2003, p. 59), deslocando-se o modus operandi no interior das redações, assim como a estrutura simuladora de redação nos laboratórios universitários que também terão, obrigatoriamente, de estar interligados em redes digitais, garantindo-se a estocagem de conteúdo para as diversas atividades disciplinares e para a experimentação de novos produtos e de novos serviços midiáticos. Palavras Chave: Convergência, Jornalismo, Laboratório

244


NOME: PATRICIA KELY AZAMBUJA E-MAIL: patriciaazambuja@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 4.800,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: PERFORMANCES COGNITIVAS EM INTERFACES CONVERGENTES RESUMO: Algumas situações me motivam hoje a pensar a relação do homem e suas práticas de comunicação. Algumas são experiências pessoais (como espectadora de cinema ou com a produção de vídeos digitais). Outras são reflexões pontuais em torno de mudanças observadas em algumas das situações de uso: sejam desencadeadas por novas experiências audiovisuais, motivadas pela democratização do acesso às técnicas de produção, ou, especificamente, pela convergência entre meios, de onde se amplia a discussão sobre possibilidades híbridas. De todo modo, penso ser importante perceber como as tecnologias sempre estiveram relacionadas às nossas “capacidades”, no entanto, não nos reconhecendo mais como senhores no processo de capacitação. E, tentando uma fuga estratégica da noção de aprendizagem centrada nas habilidades humanas, busco concordar com o sociólogo Bruno Latour, para o qual cognição, longe de ser atributo de um sujeito, passa a ser um efeito do enlace entre humanos e não-humanos, e, dessa rede de relações que emergem das ações entre actantes, podemos tentar estabelecer novas versões ou visualizar novos momentos para as práticas comunicacionais. Tenho, portanto, como objetivo para este trabalho a proposta de mapear performances cognitivas que emergem das práticas de uso em suportes comunicacionais diversos (impressos, telefones, televisão, internet etc.) e tentar descrever alguns efeitos na relação entre humanos e tecnologias. Para atingir o objetivo proposto, busco aproximação com a antropologia descrita pela Teoria Ator-rede, considerando o comportamento simétrico em campo. Para que, assim, torne-se possível a visualização a partir do múltiplo possível na rede a ser mapeada. De alguma forma, o objeto de pesquisa, inicialmente envolvido em um campo de dinâmicas estáveis e ações previsíveis, poderá se mostrar interferindo e sofrendo interferências, constituindo situações atravessadas uma pelas outras e com potência suficiente para instituir "outras possibilidades criativas". Universo de onde, possivelmente, também seja possível visualizar pequenos desdobramentos e efeitos sutis na formas de fazer de cada prática comunicacional. Palavras Chave: Convergência; Tecnologia; Cognição

245


NOME: VALÉRIA FERREIRA SANTOS DE ALMADA LIMA E-MAIL: neval@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.262,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: A INFORMALIDADE DAS RELAÇÕES DE EMPREGO NO MARANHÃO: dimensão e determinações RESUMO: O presente documento se constitui em um projeto de pesquisa que tem como objeto a informalidade das relações de emprego no Estado do Maranhão, objetivando dimensionar este fenômeno, assim como identificar os seus principais determinantes. Tratase de um projeto aprovado pelo CNPq para fins de concessão de bolsa de produtividade, nível 2, além de compor um dos eixos de investigação definidos no Projeto: “Observatório Social e do Trabalho no Maranhão”, desenvolvido por integrantes do Grupo de Avaliação e Estudo da Pobreza e de Políticas Direcionadas à Pobreza – GAEPP, articulado ao Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas da Universidade Federal do Maranhão – UFMA, e cadastrado no Diretório Nacional dos Grupos de Pesquisa no Brasil. Vincula-se à Linha de Pesquisa do GAEPP referente a Trabalho e Políticas de Geração de Emprego e Renda e à Linha de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas relacionada a Estado, Trabalho e Políticas Públicas. A informalidade objeto de investigação do presente projeto refere-se, especificamente, ao não reconhecimento, por parte do empregador, da relação de emprego mantida com os trabalhadores assalariados, isto é, à falta do registro, e ao consequente descumprimento dos direitos trabalhistas e previdenciários assegurados pelo marco legal de proteção ao trabalho no Brasil. Assim sendo, as outras situações de trabalho que se incluem no mercado de trabalho informal, tais como o trabalho autônomo ou em regime de economia familiar, não inscritos no Regime Geral da Previdência, não serão consideradas no recorte do objeto de estudo, embora também tenham participação bastante significativa na População Economicamente Ativa (PEA) ocupada do Estado. Constitui-se em um estudo de grande relevância, considerando-se as especificidades do Estado do Maranhão, caracterizado por um baixo grau de estruturação do seu mercado de trabalho, em comparação com o conjunto do Brasil, o que se expressa pelo ainda reduzido índice de assalariamento e, sobretudo, pela pequena participação dos trabalhadores assalariados com carteira de trabalho assinada no total dos empregados do Estado. Palavras Chave: Mercado de Trabalho; Informalidade Relações de Emprego

246


NOME: SALVIANA DE MARIA PASTOR SANTOS SOUSA E-MAIL: salvi200@globo.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 24.470,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DE POLÍTICAS RELACIONADAS AO FUNDO DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA NO BRASIL RESUMO: A pobreza é um fenômeno recorrente na história das sociedades, persistindo mesmo nas mais avançadas e até em conjunturas econômicas favoráveis. No Brasil, ela se cristalizou como resultado de um desenvolvimento concentrador e excludente, fruto, por sua vez, das especificidades de nossa formação socioeconômica. Tal fenômeno, porém, nem sempre se expressou com a mesma intensidade e tampouco o seu enfrentamento se processou atendendo a uma mesma lógica (GUILHON et al, 2006). De fato, no Brasil, por muito tempo, este fenômeno foi encarado, sobretudo pelos governantes, como uma questão a ser solucionada concomitantemente com o processo de crescimento econômico e com a ampliação das oportunidades de inserção no mercado de trabalho formal. No entanto, verificou-se que tal perspectiva não se objetivou, apesar de terem ocorrido movimentos expansivos, especialmente no período desenvolvimentista (COHN, 2004). De acordo com Guilhon et al (2006), nesse contexto, a pobreza era um componente estrutural da economia nacional e dela faziam parte a informalidade, a economia de subsistência e as diversas alternativas de sobrevivência arquitetadas pelos indivíduos. Sendo assim, o desemprego não se constituía em uma questão política relevante, haja vista que era subjacente o pressuposto de que o desenvolvimento econômico-industrial daria conta, em longo prazo, de processar a incorporação de todos às relações tipicamente capitalistas, como ocorreu nos países de capitalismo “maduro”. Mas, se por um lado, a pobreza não se colocava como um problema que requisitasse uma intervenção significativa, por outro lado, as ações na área social, quando implementadas, representavam estratégias para o crescimento econômico. A partir dos anos de 1990, em decorrência da reestruturação produtiva e tecnológica em curso no país, ganham realce novas expressões da pobreza, que, como lembra Schwartzman (2004), estão fortemente associadas ao desemprego, à desorganização e violência urbana, à insegurança pessoal e ao deterioro de alguns serviços públicos, como na área da saúde pública, com retorno de enfermidades tidas como erradicadas. Estas novas expressões associadas à “velha pobreza” passam a se constituir em objeto de interesse público e fazer parte da agenda governamental, sendo que a partir do primeiro governo de Fernando Henrique Cardoso (1995-1999), adota-se o conceito de exclusão social, para dar conta dessas atuais configurações. Nesse novo contexto, verifica-se que grupos específicos, tais como mulheres, jovens, negros etc., que por razões culturais, políticas e sociais padecem de histórica discriminação no país, passam a ser reconhecidos como sujeitos de direitos e suas demandas agregadas ao contexto das políticas públicas. “O fenômeno da exclusão social passa então a ser entendido como um fenômeno mais abrangente, envolvendo as esferas econômica, política, cultural e social da rede de sociabilidade dos indivíduos, e com essa ampliação remetendo ao conceito de vulnerabilidade social, ou de grupos socialmente vulneráveis, ou ainda, de grupos em situação de risco” (COHN, 2004, p.5). Pode-se afirmar, enfim, que, da

247


mesma forma como no passado, atualmente, a pobreza e a exclusão são acarretadas por uma concertação de heranças históricas, associadas a opções de natureza econômica, política e cultural. Desse modo, o seu efetivo enfrentamento, qualquer que seja a adjetivação que se lhe atribua, não depende da “vontade política” dos governantes ou da mera redistribuição de recursos dos ricos para os pobres. Depende, sim, de esforços conjugados, capitaneados pela capacidade de mobilização da sociedade nesse sentido. Analistas como Schwartzman (2004) entendem que o maior correlato da desigualdade de renda no país são as diferenças em educação, pois a ausência desse requisito inviabilizaria o acesso ao emprego garantido. Ao mesmo tempo, a ampliação dos postos de trabalho de qualidade estaria diretamente relacionada à existência de uma população educada. E, na medida em que poucos têm a qualificação exigida para os postos mais cobiçados, algumas áreas têm o seu valor de mercado aumentado, acentuando-se o círculo vicioso da desigualdade. Nas últimas décadas, a pobreza vem aparecendo no discurso governamental como um eixo relevante da questão social e que, portanto, deve ser enfrentada com mais firmeza. Mais recentemente, tal enfrentamento tem ocorrido, sobretudo, através de políticas de transferência monetária que, apesar de serem formas discutíveis e tensionadas de intervenção estatal, têm contribuído para a melhoria de indicadores sociais. Assim, se há 21,7 milhões de pessoas em todo o país, vivenciando os males decorrentes da extrema pobreza, de acordo com os dados da PNAD 2006. Se fossem retirados da renda domiciliar os benefícios da previdência e da assistência, esse número subiria para 38,9 milhões. Esses números associados à melhoria de indicadores sociais relevantes, como os relacionados ao campo do trabalho e da educação, vêm permitindo aos institutos de pesquisa, mesmo ancorados em bases iniciais restritas, afirmar que tem havido uma redução da pobreza no país. De fato, os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2008 indicam que a média de fecundidade passou para 1,89 filho por mulher em 2008 (em 2007 era de 1,95) e a média de moradores por domicílio manteve o comportamento de queda, de 3,4 em 2007 para 3,3 em 2008. O percentual de domicílios ligados à rede de esgoto, por sua vez, subiu de 51,1% (2007) para 52,5% (2008). A telefonia e o acesso à Internet foram os serviços que mais avançaram: de 2007 para 2008, 4,4 milhões de domicílios passaram a ter telefone, e aqueles ligados à Internet aumentaram de 20% para 23,8% do total, ainda que as desigualdades regionais de acesso se mantenham. Em relação ao trabalho, de 2007 para 2008, o número de trabalhadores cresceu 2,8%, totalizando 92,4 milhões de pessoas de dez anos ou mais de idade. Tal crescimento foi impulsionado pelo setor da construção civil, que gerou cerca de 900 mil novos postos de trabalho em todo o país. A formalização também foi ampliada de 33,1% dos ocupados em 2007 para 34,5% em 2008, o que resultou em elevação de 5,9% entre os contribuintes da Previdência. Também melhorou a escolaridade dos trabalhadores: o contingente de ocupados com 11 anos ou mais de estudo passou de 39,0%, em 2007, para 41,2%, em 2008. Por outro lado, de 2007 para 2008, rendimento que mais cresceu foi o dos empregados sem carteira e, em relação ao trabalho infantil, embora tenha reduzido (de 10,8% para 10,2%), em 2008, 4,5 milhões de crianças e adolescentes trabalhavam, sendo que a maioria era de meninos ocupados em atividades agrícolas e sem registro. Em relação à educação, de 2007 a 2008, continuou a tendência de avanço de indicadores, sendo que a taxa de analfabetismo entre pessoas de 15 anos ou mais de idade passou de 10,1%, em 2007, para 10,0%, em 2008; e a média de anos de estudos aumentou de 6,9 para 7,1 anos e a taxa de analfabetismo funcional caiu de 21,8% para 21,0%. Ao lado desses indicadores, porém, permaneceu o nível de desigualdade no país. De fato, em 2008, em relação à renda, os 10% de trabalhadores mais bem remunerados detinham 42,7% dos rendimentos e as mulheres, em média, recebiam R$ 839 por mês, o que representava 71,6% do rendimento médio dos

248


homens (R$ 1.172). As disparidades regionais também continuam. Em relação à educação, em 2008, no Brasil, havia 14,2 milhões de analfabetos entre as pessoas com 15 anos ou mais de idade. A taxa de analfabetismo, para esse grupo etário, foi estimada em 10,0% (em 2007, era de 10,1%). Porém, no Nordeste (19,4%), esse indicador representa quase o dobro do nacional. O Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza, regulamentado através da Emenda Constitucional de nº 31 de 14 de dezembro de 2000, pode ser considerado um dos mecanismos utilizados pelo governo Lula com o propósito de congregar políticas estruturantes com ações de transferência de renda. Seu artigo 79 preconiza que ele foi instituído para vigorar até o ano de 2010, no âmbito do Poder Executivo Federal, e deve ser regulado por lei complementar estadual com o objetivo de viabilizar, a todos os brasileiros, acesso a níveis dignos de subsistência. Seus recursos devem ser aplicados em ações suplementares de nutrição, habitação, educação, saúde, reforço de renda familiar e outros programas de relevante interesse social voltados à melhoria da qualidade de vida. Sua estrutura administrativa deve contar com um Conselho Consultivo e de Acompanhamento, incorporando a participação de representantes da sociedade civil, nos termos da lei. O eixo fundante do debate sobre a instauração desse tipo de Política e que se constitui o objeto de investigação do presente projeto pode ser sintetizado em três indagações básicas: qual o significado sócio-político desse Fundo para o enfrentamento da pobreza no país, isto é, ele se constitui, de fato, em uma possibilidade de socialização da riqueza produzida? Como os estados subnacionais vêm incorporando e traduzindo em ações concretas o que é preconizado na Emenda Constitucional que dá origem ao Fundo? E como os recursos desse Fundo vêm sendo administrados pelo governo do Estado do Maranhão? O pressuposto teórico que orienta o presente estudo é que, para além de ações pontuais ou articuladas, a pobreza, enquanto parte estrutural do sistema capitalista, só pode ser eliminada mediante uma ruptura com esse modo de produção. Pode, no entanto, ser enfrentada e reduzida com a utilização de políticas públicas distributivas e redistributivas. Para tal, não basta que a gestão governamental seja compartilhada e que se envolvam diferentes sujeitos sociais interessados na implementação das políticas públicas. É fundamental que sejam garantidos recursos, socializadas informações, respeitada a autonomia dos três entes governativos e afiançado o respeito à cultura e à situação particular das regiões envolvidas. Considerando-se a natureza pública dos recursos empregados, também é importante que a avaliação, tanto interna, quanto externa seja valorizada como uma ferramenta essencial ao processo de gestão. Tais reflexões justificam um estudo mais aprofundado do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza, em termos do seu significado sócio-político, no contexto da nova atmosfera intelectual e valorativa em que situa no início desse século. O estudo, portanto, comporta três dimensões: Mapeamento das propostas desenvolvidas nos estados subnacionais com recursos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza; Avaliação política da Emenda Constitucional e de propostas formuladas em estados subnacionais para dar dinamicidade ao Fundo; Avaliação da implementação das ações desenvolvidas no Estado do Maranhão com recursos do Fundo. Palavras Chave: Pobreza; Avaliação; Políticas Públicas

249


Edital Universal 010/2009

Engenharias

250


NOME: ALUISIO ALVES CABRAL JUNIOR E-MAIL: acabraljr@cefet-ma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 19.850,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA - IFMA ÁREA: ENGENHARIAS TÍTULO: CRISTALIZAÇÃO NÃO ISOTÉRMICA EM VIDROS DE SILICATOS RESUMO: Neste projeto, pretende-se determinar a dependência temporal do número de cristais, N(t), e da fração cristalizada, α(t), em uma determinada faixa de temperatura em dois vidros de composições quase estequiométricas, obtidos do mesmo batch, que apresentam nucleação interna: 2BaOTiO22SiO2 (B2TS2) e Ba2O2SiO2 (BS2). Os experimentos serão realizados, independentemente, através de três técnicas: Microscopia Ótica (MO), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e Calorimetria Exploratória de Varredura (DSC) (medida indireta). As duas primeiras técnicas serão aplicadas para a determinação direta de I(T) e alfa(t); e a terceira determinará, indiretamente, as dependências de I(T) e alfa(t). Assim sendo, será possível testar o poder de previsão dos modelos propostos por Ray et alli [13-15]. Palavras chave: Vidros de Silicatos; DSC/DTA; Cristalização Não Isotérmica

251


NOME: ANDRE PEREIRA SANTANA E-MAIL: andre@ifma.edu.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 3.299,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA - IFMA ÁREA: ENGENHARIAS TÍTULO: ESTUDO DE DEFORMAÇÕES, MOMENTOS E TENSÕES EM ESTRUTURAS DE MATERIAIS COMPÓSITOS LAMINADOS USANDO O MÉTODO DOS ELEMENTOS DE CONTORNO RESUMO: Neste projeto, serão desenvolvidas formulações dinâmicas para a análise de deformações, momentos e tensões em materiais compósitos, usando o método dos elementos de contorno. Todas as integrais de domínio serão transformadas em integrais de contorno, usando o método da integração radial. Uma equação integral para a segunda derivada de deslocamento é desenvolvida e todas as derivadas da solução fundamental são calculadas analiticamente. Os resultados serão comparados com resultados disponíveis na literatura e também com resultados de programas comerciais de elementos finitos. Palavras chave: Método dos Elementos de Contorno; Materiais Compósitos; Placas

252


NOME: CLÁUDIO LEÃO TORRES E-MAIL: claudioleaotorres@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.878,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA - IFMA ÁREA: ENGENHARIAS TÍTULO: ARQUITETURA DE TESTES DE CONVERSORES A/D EM CIRCUITOS INTEGRADOS RESUMO: Projetos de sistemas eletrônicos estão cada vez mais se baseando em processamento digital de sinais que, por sua vez, tem como um de seus componentes críticos os conversores analógico-digitais (ADCs) que convertem grandezas reais analógicas (provenientes de sensores, transdutores, etc.) para o formato digital. Falhas nos ADCs afetam de forma significativa a confiabilidade do processamento como um todo. Dessa forma, neste projeto de pesquisa, serão realizados estudos e o levantamento do Estado da Arte dos principais métodos de testes desses tipos de conversores, tais como: métodos estatísticos; método de análise espectral e o método por excitação senoidal, degrau e rampa. Adicionalmente, o padrão IEEE 1241, que trata da uniformização de testes de ADC, será estudado e serão implementadas simulações computacionais dos métodos estudados e, em seguida, serão feitas as implementações práticas com as montagens dos circuitos propostos. Palavras chave: Conversores; Analógico-Digitais; Esquemas de Testes

253


NOME:KEYLL CARLOS RIBEIRO MARTINS E-MAIL: kmartins@ifma.edu.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 7.255,20 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA - IFMA ÁREA: ENGENHARIAS TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA MECÂNICO PARA EXTRAÇÃO DE ÓLEO VEGETAL DE ALTA VISCOSIDADE RESUMO: O presente trabalho aborda o desenvolvimento de sistemas mecânicos de simples manuseio para extração de óleos vegetais, detalhando-se todas as variáveis envolvidas no processo, deste a seleção das sementes até atingir a etapa de extração do óleo vegetal. As oleaginosas escolhidas para estudo foram a mamona, o girassol e o gergelim, que se apresentam em abundância na região Nordeste. Para o desenvolvimento do protótipo de esmagadora foram estimados valores de pressão de esmagamento conforme a literatura. Da mesma forma, a escolha do material para construção das prensas extrusoras foram definidos durante o esboço do projeto. As variáveis físicas foram entendidas e aplicadas neste estudo para viabilizar o dimensionamento do projeto. Os mecanismos de prensas mecânicas foram estudados e avaliados quanto a seu rendimento e, em seguida, calculados. As análises das variáveis físicas do projeto permitiram discutir sua dimensão estrutural para viabilizar uma prensa extrusora mecânica que atenda às necessidades do pequeno agricultor do Estado do Maranhão, bem como ser aplicados aos laboratórios de pesquisa. Palavras chave: Extração de óleo; Projeto Mecânico; Prensa Extrusora

254


NOME:MARCELO MOIZINHO OLIVEIRA E-MAIL: marcelo@ifma.edu.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 26.350,00 INSTITUIÇÃO:INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA - IFMA ÁREA: ENGENHARIAS TÍTULO: OBTENÇÃO DE CATALISADORES A BASE DE NÍQUEL SUPORTADOS EM SNO2 POR MEIO DO MÉTODO HIDROTERMAL ASSISTIDO POR MICROONDAS RESUMO: As propriedades físicas e químicas de materiais em escala nanométrica são de imenso interesse e crescente importância para futuras aplicações tecnológicas. Neste trabalho, será estudado a influência do método hidrotermal assistido por microondas para obtenção de nanopartículas a base de SnO2, dopadas com níquel, a fim de serem usadas como catalisadores. As partículas ultrafinas de dióxido de estanho dopadas com o níquel serão preparadas utilizando sais dos metais em meio alcalino e sinterizados em um forno de microondas adaptado com uma câmara hidrotermal. As diferentes fases cristalinas presentes e a formação de uma camada de segregação após o tratamento térmico em elevadas temperaturas podem levar à formação de materiais com propriedades catalíticas interessantes, principalmente na obtenção com elevada seletividade. Serão realizadas caracterizações morfológicas e estruturais a fim de verificar a incorporação das partículas de níquel na matriz de SnO2. Espera-se, portanto, obter catalisadores nanométricos, com alta área superficial para aplicações, tais como, na conversão catalítica de biodiesel a partir de óleos vegetais disponíveis na região, reforma de gases, entre outras. Palavras chave: Microondas; Hidrotermal; Catalisador

255


NOME:MARIA DE FÁTIMA SALGADO E-MAIL: fatima.salgado@pq.cnpq.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 14.041,00 INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA: ENGENHARIAS TÍTULO: COMPORTAMENTO DE OXIDAÇÃO EM ALTAS TEMPERATURAS E EFEITO DA PRESSÃO DE OXIGÊNIO SOBRE O AÇO INOXIDÁVEL FERRÍTICO AISI 409 RESUMO: Neste estudo, investigaremos o comportamento de oxidação do aço inoxidável ferrítico AISI 409 em atmosfera de ar seco e mistura de Ar-H2-H2O. Este aço será oxidado a altas temperaturas em duas atmosferas, sendo uma delas em baixa pressão parcial de oxigênio, com o objetivo de verificar o efeito da pressão parcial de oxigênio sobre suas taxas de oxidação. As amostras serão polidas, nas duas superfícies, com pastas de diamante de 3 e 1μm e oxidadas em um forno tubular por 5min, 10min, 20min e 40min, e, também, em termobalança entre 850 e 950°C, por 50h. A cinética de oxidação será estabelecida, medindo-se o ganho de massa por unidade de área em função do tempo de oxidação. A microestrutura e a composição química dos óxidos serão analisadas por microscopia eletrônica de varredura (MEV), Espectroscopia de Energia Dispersiva (EDS) e Difração de raios X de ângulo de incidência rasante (DRX). Será realizada também simulação computacional de micrografias obtidas e da cinética de oxidação dos filmes, utilizando-se o método Monte Carlo. O estudo do comportamento de oxidação em alta temperatura do aço inoxidável ferrítico AISI 409 será o primeiro trabalho desenvolvido sob a coordenação da autora e tem por objetivo, também, contribuir para se montar um laboratório no qual serão desenvolvidas pesquisas, na área de Engenharia de Materiais, no Centro de Estudos Superiores de Caxias/ Universidade Estadual do Maranhão - CESC/UEMA, contribuindo, assim, para a nucleação de um novo grupo de pesquisa. Palavras chave: Aço Inoxidável Ferrítico; Oxidação em Altas Temperaturas; Baixa Pressão de Oxigênio

256


Edital Universal 04/2010

Engenharias

257


NOME: ANTONIO ERNANDES MACÊDO PAIVA E-MAIL: ernandes@ifma.edu.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 30.000,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - IFMA ÁREA DO CONHECIMENTO: ENGENHARIAS TÍTULO: PRODUÇÃO DE AGREGADO SINTÉTICO DE ARGILA FUNDIDA COM ADIÇÕES DE RESÍDUOS DE BAUXITA PARA USO EM CONCRETOS RESUMO: O estudo de novos agregados sintéticos a base de materiais alternativos tem sido uma fonte constante de pesquisa no Brasil e na nossa região, devido às características peculiares da formação geológica do nosso País. A utilização de adições para a formulação de agregados sintéticos em substituição aos naturais vem se tornando cada vez mais uma preocupação dos engenheiros e de toda sociedade, por uma necessidade de melhoria da qualidade e por uma questão ambiental, em busca de uma maior conservação dos recursos naturais. Com o objetivo de proporcionar a viabilidade técnica de um agregado alternativo, para o uso em concreto, este trabalho apresenta um estudo de duas argilas do nosso Estado, juntamente com a adição de um resíduo de bauxita proveniente do processo Bayer que servirão como matéria-prima para fabricação do agregado sintético. As massas cerâmicas serão submetidas a ensaios de difração de raios X, determinação de composição química e de distribuição do tamanho das partículas, e plasticidade. Serão confeccionados corpos-deprova por prensagem uniaxial a 20 MPa para a queima nas temperaturas de 850, 950, 1050, 1150 e 1200 oC. sendo as propriedades tecnológicas após queima avaliadas por retração linear, absorção de água, massa específica aparente, massa unitária e temperatura de gresificação. A massa cerâmica que apresentar menor massa específica aparente e o menor percentual de umidade de moldagem será escolhida como matéria-prima para a fabricação do agregado sintético de argila calcinada. Esses agregados serão usados em concreto com diferentes consumos de cimento. Os resultados obtidos, em termos de resistência à compressão, serão comparados com os concretos que utilizam agregados naturais para avaliar o potencial de aplicação como agregado em substituição aos agregados naturais no processamento dos concretos. Palavras Chave: Agregados Sintéticos; Resíduos de Bauxita; Concretos

258


NOME: GINALBER LUIZ DE OLIVEIRA SERRA E-MAIL: ginalber@ifma.edu.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 20.938,47 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - IFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: ENGENHARIAS

TÍTULO: PROPOSTA DE METODOLOGIA PARA CONTROLE AVANÇADO DE PROCESSOS NÃO-LINEARES INCERTOS VIA INSTRUMENTAÇÃO DE ALTO DESEMPENHO RESUMO: A necessidade de projetistas e engenheiros lidarem com problemas cada vez mais complexos tem possibilitado, via técnicas de inteligência computacional, a modelagem e o controle de sistemas dinâmicos reais difíceis de serem modelados matematicamente. As técnicas de inteligência computacional, uma vez associadas às técnicas de controle clássicas e modernas, possibilitam o uso de restrições em sua formulação e a satisfação de requisitos de robustez e estabilidade de forma eficiente e prática. A implementação de sistemas inteligentes, principalmente a partir dos anos 70, vem de encontro à crescente necessidade de melhorar a eficiência dos sistemas dinâmicos industriais no aumento da qualidade dos seus produtos, diminuição de perdas, além de outros fatores vinculados ao aprimoramento e tratamento de deficiências dos métodos de modelagem e controle clássicos. As metodologias de modelagem e controle inteligente empregam técnicas motivadas por sistemas biológicos, inteligência humana, e têm sido introduzidas explorando esquemas de representações alternativas, usando linguagem natural, regras, redes semânticas ou modelos qualitativos. Modelagem e controle nebulosos são exemplos típicos de técnicas que fazem uso de conhecimento humano e processo dedutivo. Sua estrutura permite a modelagem de uma larga classe de sistemas dinâmicos, em muitas aplicações, e oferece maior flexibilidade no projeto de controle de alto desempenho com certo grau de transparência para interpretação e análise, isto é, eles podem ser usados para explicar soluções ou serem construídos a partir do conhecimento do especialista em um determinado campo de interesse. As pesquisas sobre sistemas nebulosos desenvolveram-se em duas direções principais. A primeira direção é a abordagem linguística ou qualitativa, na qual o sistema nebuloso é construído a partir de uma coleção de regras (proposições). A segunda direção é uma abordagem quantitativa e está relacionada à teoria de sistemas clássica e moderna. A combinação de informações qualitativas e quantitativas, que constitui a principal motivação e justificativa para o uso de sistemas nebulosos, deu origem a várias contribuições sobre estabilidade, robustez, controle adaptativo e controle adaptativo robusto. Ainda, a hibridização das técnicas de inteligência computacional e sua aplicação no projeto de controle adaptativo de sistemas dinâmicos também apresentam importância prática. A satisfação de critérios de desempenho, a garantia de robustez a incertezas e nãolinearidades, a estabilidade do sistema dinâmico em malha-fechada, bem como a geração de restrições e/ou ações de controle oriundas de um especialista para otimização de desempenho, têm motivado o surgimento de novas arquiteturas de controle inteligente. Neste contexto, este projeto de pesquisa visa propor uma metodologia de controle avançado a partir de técnicas de inteligência computacional, especificamente sistemas nebulosos, explorando a possibilidade de implementar uma estratégia de controle nebuloso baseado em modelo, em tempo real, a partir de uma instrumentação virtual de alto desempenho, com aplicações em sistemas dinâmicos não-lineares incertos, comumente encontrados no ambiente industrial. Palavras Chave: Controle Nebuloso; Instrumentação Virtual; Sistemas Não-Lineares Incertos

259


NOME: JEAN ROBERT PEREIRA RODRIGUES E-MAIL: jrobert@ibest.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 29.999,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - IFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: ENGENHARIAS TÍTULO: ESTUDO MICROESTRUTURAL DE LIGAS DE ALUMÍNIO NA SOLIDIFICAÇÃO UNIDIRECIONAL TRANSITÓRIA ASCENDENTE. RESUMO: Nos últimos anos, houve um grande crescimento do número de trabalhos desenvolvidos e publicados internacionalmente utilizando o processo de solidificação unidirecional para a análise da influência dos parâmetros de solidificação na formação de estruturas e na geração de defeitos em ligas ferrosas e não-ferrosas. Apesar da gama de aplicações das ligas Al-Si e Al-Mg, observa-se uma escassez de trabalhos científicos que enfatizem as condições transitórias de extração de calor correlacionados com parâmetros térmicos e estruturais. Há um interesse em desenvolver trabalhos científicos teóricos e experimentais que contribuam para compreensão das interações entre as variáveis térmicas e estruturais dessas ligas. Palavras Chave: Ligas de Alumínio; Solidificação Unidirecional; Parâmetros de Solidificação

260


NOME: JOMAR SALES VASCONCELOS E-MAIL sales06@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 15.500,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO – IFMA ÁREA: ENGENHARIAS TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE UM SENSOR OLFATIVO ARTIFICIAL APLICADO À CARACTERIZAÇÃO DE BIODIESEL RESUMO: O biodiesel apresenta características essenciais para substituir, de forma gradual, o diesel de origem fóssil nos mercados automotivos e na geração de energia elétrica. O mercado automotivo compreende grandes consumidores, como transportes urbanos e transporte de cargas. A geração de energia elétrica por biodiesel pode ser aplicada em regiões remotas, de difícil acesso aos meios tradicionais de transmissão de energia e por pequenas indústrias e comércios, para a redução de consumo. O consumo de diesel no Brasil é de aproximadamente 57% do total do mercado de combustíveis. Isto representa que a inserção de biodiesel no diesel é um excelente negócio e sua inclusão neste nicho necessita, principalmente, de investimentos constantes em pesquisas. Quando se trata do Estado do Maranhão, pode-se citar o uso do babaçu como matéria-prima. Dos aproximadamente 17 milhões de hectares de florestas nativas de babaçu do país, grande parte se encontra no Estado do Maranhão. Esta oleaginosa apresenta uma das melhores taxas de rendimento em relação a outras candidatas a matéria-prima geradora de biodiesel. Apesar do grande volume desta matéria-prima no Estado, seu uso só é economicamente viável para pequenas produções e consumo localizado. A mistura do babaçu com outras oleaginosas é uma possível contribuição para melhorar o processamento de biodiesel. Por outro lado, tal mistura deve ser controlada, para que se obtenha a otimização do processo. Neste caso, pesquisas para desenvolvimento de dispositivos que permitam determinar os componentes da mistura no biodiesel são de fundamental importância. Dentre as técnicas existentes, a espectrofotometria de NMR e espectrofotometria de infravermelho são as mais utilizadas para caracterização de biocombustíveis quanto a sua concentração. Entretanto, estas técnicas são de custos elevados e restritas a determinação de concentração. Considerando o desenvolvimento de dispositivos eficientes e de baixo custo, neste trabalho, pretende-se desenvolver sensores olfativos artificiais baseados em SnO2, para determinação da origem do biodiesel. Técnicas computacionais de inteligência artificial serão desenvolvidas para construção de um dispositivo sensorial embarcado em um microcontrolador. Quanto ao uso de óxido de estanho neste projeto, pode-se citar que o Brasil dispõe de grandes reservas minerais, com capacidade para produção de SnO2, o que o torna um candidato para aplicações em dispositivos de baixo custo. Além disso, suas características semicondutoras propiciam sua utilização como sensor olfativo. Em relação à análise dos dados advindos do sensor olfativo, podem-se utilizar técnicas matemáticas, de tal forma que seja possível obter associações, comparações e classificações dos materiais que possam interferir no comportamento deste sensor. Neste projeto, serão utilizadas técnicas de inteligência artificial embarcada em microcontrolador. Palavras chave: Sensor Olfativo; Caracterização; Biodiesel

261


Edital Universal 010/2009

LinguĂ­stica, Letras e Artes

262


NOME: CONCEIÇÃO DE MARIA DE ARAÚJO RAMOS E-MAIL: comendes@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.732,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA: LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES TÍTULO: DICIONÁRIO CRÍTICO DA OBRA DE DOMINGOS VIEIRA FILHO RESUMO: O projeto Dicionário Crítico da Obra de Domingos Vieira Filho tem como objeto de sua investigação a produção científica escrita do pesquisador. O ponto de partida para a coleta da produção do pesquisador foi o registro feito por Cordeiro (2003), no artigo “Domingos Vieira Filho: um amante da cultura popular maranhense”, publicado no Boletim da Comissão Maranhense de Folclore n. 25/junho de 2003. Este trabalho propõe-se coletar e organizar os textos produzidos por Domingos Vieira Filho e publicados em jornais, revistas e livros, a fim de elaborar um dicionário crítico da obra completa do autor, que contará, para a redação dos verbetes, com a participação de especialistas das diferentes áreas sobre as quais Domingos Vieira Filho escreveu. Com o Dicionário Crítico pode-se oferecer a estudiosos, pesquisadores e comunidade letrada um material de referência sobre a obra de Domingos Vieira Filho e iniciar uma linha de pesquisa fundamentada na Lexicografia, no âmbito do Curso de Letras. Palavras chave: Domingos Vieira Filho; Dicionário; Cultura

263


Edital PPP 2009

264


Ciências Agrárias

265


NOME: FABRÍCIO DE OLIVEIRA REIS E-MAIL: fareoli@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 23.975,40 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DO ESTRESSE HÍDRICO EM PINHÃO-MANSO: uma espécie destinada à produção de biocombustível por meio da eficiência fotoquímica potencial RESUMO: O uso sustentável de terras consideradas marginais ou degradadas, ou mesmo de terras de boa qualidade, para agricultura e pecuária, depende do aprimoramento das atuais práticas de manejo, bem como da inserção da produção sustentável de biomassa nos modelos atuais de uso da terra. Um dos recursos tidos como críticos para viabilizar tais programas sustentáveis é a água. As perspectivas de elevação dos preços da energia, as incertezas em relação ao suprimento mundial de petróleo e as emissões de gases de efeito estufa são fatores que têm despertado o interesse para o uso de energia derivada de fontes biológicas, com destaque para os biocombustíveis líquidos. Estudos que visem a avaliar, baseando-se em características fisiológicas, o comportamento de diferentes espécies vegetais a condições adversas, podem fornecer subsídios necessários para recomendação de espécies à produção de biocombustível. A fluorescência da clorofila pode ser utilizada na avaliação de danos causados por estresse hídrico. O principal parâmetro utilizado na avaliação desses danos ao sistema fotossintético é a razão FV/Fm, que indica a eficiência fotoquímica do fotossistema II. Uma das alternativas fitotécnicas para a produção de óleo com vistas à síntese de biodiesel e que tem sido evidenciada é o pinhão manso, planta originária do Brasil, e ainda não totalmente domesticada. Embora o pinhão manso seja citado como tolerante à seca, existem relatos sobre a sensibilidade dessa espécie ao déficit hídrico nos estágios iniciais do crescimento. Em virtude desses relatos, percebe-se a importância de estudos que busquem selecionar materiais mais eficientes em relação ao uso da água. Sendo assim, o objetivo deste estudo é estabelecer estratégias de manejo de irrigação que resultem em maior eficiência de uso da água em pinhão manso.

266


NOME: HELDER DE MORAES PEREIRA E-MAIL: helderpereira@cca.uema.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 21.570,37 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TITULO: DIAGNÓSTICO SOROLÓGICO ATRAVÉS DO TESTE ELISA PARA PESQUISA DE ANTICORPOS CONTRA O VÍRUS DA DIARRÉIA VIRAL BOVINA (BVDV) E DA RINOTRAQUEÍTE INFECCIOSA BOVINA (IBR) EM REBANHO BOVINO LEITEIRO, DO ESTADO DO MARANHÃO RESUMO: Esta pesquisa objetiva pesquisar a presença de anticorpos contra o vírus da BVD e IBR em rebanhos leiteiros no Estado do Maranhão. Para tanto, serão coletadas 920 amostras de sangue de bovinos leiteiros da bacia leiteira do Maranhão. Estas amostras serão submetidas ao Teste ELISA INDIRETO, para posterior identificação de tais anticorpos. As bacias leiteiras, neste estudo, serão as pertencentes às regionais de São Luís, Bacabal, Pedreiras, Açailândia e Imperatriz, perfazendo um total de 92 municípios.

267


NOME: HENRIQUE NUNES PARENTE E-MAIL: hnparente@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 6.484,79 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: ECOFISIOLOGIA DO CAPIM-ELEFANTE ROXO (PENNISETUM PURPUREUM) SUBMETIDO À ADUBAÇÃO ORGÂNICA E MINERAL RESUMO: O estado do Maranhão detém o maior rebanho bovino e bubalino da região Nordeste, ressaltando que as pastagens são a base alimentar de todo esse rebanho. É necessário, portanto, o incremento da produção de biomassa forrageira, uma vez que estas constituem o alimento mais econômico para os ruminantes. Neste contexto, objetiva-se, com o presente trabalho, avaliar o comportamento ecofisiológico do Capim-Elefante Roxo (pennisetum purpureum), em duas situações: 1) cultivado sob doses crescentes de nitrogênio; e 2) cultivado com diferentes fontes de adubos orgânicos (caprino, bovino e suíno), nas condições edafoclimáticas do Baixo Parnaíba. O experimento será conduzido em área pertencente ao CCAA/UFMA, no município de Chapadinha. O solo da área experimental foi classificado como LATOSSOLO Amarelo. Os tratamentos dos experimentos 1 e 2 serão, respectivamente: quatro doses de nitrogênio na forma de uréia (0, 100, 200 e 300 kg/ha) e diferentes fontes de adubos orgânicos (sem esterco, caprino, bovino e suíno). Neste experimento, será utilizado um delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro tratamentos e quatro repetições, perfazendo um total de 16 unidades experimentais. Antes da implantação do experimento, será realizada uma calagem no solo para elevar a saturação por bases a 70%. As adubações com nitrogênio serão parceladas e aplicadas após os cortes pré-determinados, que ocorrerão quando o capim atingir 1,5 de altura. A adubação orgânica também será realizada após cada corte na quantidade equivalente a 20 ton/ha. As avaliações das características morfogênicas e estruturais serão acompanhadas através de leituras semanais e as medições serão realizadas com o auxílio de uma régua milimetrada, sendo marcados e anotados em planilhas específicas para análise dos dados. Desta forma, espera-se conhecer a resposta ecofisiológica do Capim-Elefante Roxo e determinar o intervalo de corte adequado nas condições edafoclimáticas regionais, ressaltando a produção de biomassa e a persistência do capim.

268


Ci锚ncias Biol贸gicas

269


NOME: FLAVIA MARIA MENDONÇA DO AMARAL E-MAIL: fmman@terra.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 24.900,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: ENSAIOS BIOLÓGICOS E TECNOLÓGICOS NA PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE FITOTERÁPICOS GIARDICIDAS RESUMO: A transformação da planta em produto tecnicamente elaborado implica a utilização de operações de transformação tecnológica, que devem assegurar a qualidade da matéria prima vegetal. Na garantia da eficácia e segurança terapêutica de fitoterápicos, estudos visando à padronização de extratos vegetais são fundamentais, considerando o interesse da indústria farmacêutica, devido à facilidade de armazenagem, manuseio, transporte e manutenção da estabilidade química, física e farmacológica. Nesse sentido, o projeto objetiva continuidade dos estudos do Grupo de Produtos Naturais/UFMA, com as espécies Eleutherine plicata, Jacaranda decurrens e Passiflora edulis, com potencial giardicida dos extratos comprovados em ensaios in vitro com trofozoítos de Giardia lamblia, no trabalho de tese da proponente intitulado “Potencial giardicida de espécies vegetais: aspectos da etnofarmacologia e bioprospecção”. O projeto contempla avaliar variáveis que podem interferir na obtenção dos extratos hidroalcoólicos obtidos das espécies vegetais referidas de potencial giardicida, fundamentado em metodologia de avaliação qualitativa e quantitativa de constituintes químicos e biológicos da atividade anti-Giardia em modelo in vitro e in vivo, empregando planejamento fatorial, possibilitando definir procedimentos operacionais para a padronização na obtenção dos extratos por metodologia rápida e eficiente. Determinado os procedimentos operacionais para padronização dos extratos hidroalcoólicos das espécies em estudo, será possível contribuição efetiva no desenvolvimento tecnológico de fitoterápicos no combate a giardíase, em atendimento a necessidade nosológica da população regional, contribuindo para a promoção da indústria nacional de fitoterápicos. O desenvolvimento desse projeto contemplará o incentivo à formação e capacitação dos recursos humanos para a realização de pesquisa, tecnologia e inovações em fitoterápicos em atendimento às determinações da Política Nacional de Saúde.

270


Ciências da Saúde

271


NOME: DARLON MARTINS LIMA E-MAIL: darlonmartins@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 9.327,94 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: INFLUÊNCIA DO DIÂMETRO DE PINOS PRÉ-FABRICADOS DE DIFERENTES MATERIAIS NA RESISTÊNCIA À FRATURA DE DENTES TRATADOS ENDODONTICAMENTE RESUMO: Na Odontologia moderna, o uso de pinos pré-fabricados, de diferentes materiais, tem tido grande aceitação devido às vantagens relacionadas à facilidade de uso, à colocação em sessão única e à possibilidade de redução do custo pela eliminação da fase laboratorial. Considerando que as diferenças estruturais e no desenho dos vários sistemas disponíveis podem influenciar na biomecânica desse conjunto, o entendimento da complexa relação entre as variáveis relacionadas à colocação de pinos se constitui em um desafio constante que afeta o poder de decisão clínica do cirurgião-dentista. Poucos estudos têm sido conduzidos com o objetivo de verificar os efeitos da variação nas dimensões dos pinos pré-fabricados no desempenho biomecânico do dente restaurado; todos são focados na retenção do pino ou na distribuição de estresse na dentina, quando restaurados com pinos metálicos apenas. Assim, o presente estudo objetiva investigar a resistência à fratura de dentes restaurados com pinos pré-fabricados de diferentes materiais após a variação uniforme de diâmetro do pino.

272


NOME: ERIKA BÁRBARA ABREU FONSECA THOMAZ E-MAIL: ebthomaz@globo.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.436,39 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: EFEITO DAS ALTERAÇÕES BIOQUÍMICAS, ENDÓCRINAS E COMPORTAMENTAIS DA GESTAÇÃO NA INCIDÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA RESUMO: Pretende-se avaliar o efeito das alterações bioquímicas, endócrinas e comportamentais, ocorridas no período gestacional, no risco de desenvolvimento de cárie dentária em mulheres grávidas. Trata-se de estudo de caso-controle aninhado a uma coorte prospectiva. Será definido como caso a gestante que desenvolver novas lesões de cárie dentária no período de observação do estudo (3º trimestre da gestação). O diagnóstico de cárie será baseado em critérios clínicos, considerando-se tanto as lesões iniciais, caracterizadas por manchas brancas ativas, quanto as lesões cavitadas, utilizando-se os índices CPO-D e ICDAS. A amostra do estudo compreenderá a totalidade das gestantes com lesões novas de cárie dentária (casos incidentes) e uma amostra dos controles, na proporção de 1:2. As variáveis explicativas serão representadas pelas dosagens sanguíneas de vitamina D, cálcio e fósforo, além de dosagens de cálcio, fósforo e flúor na saliva e biofilme. As gestantes serão avaliadas em dois momentos: entre a 25ª e 28ª semana gestacional e nas primeiras horas após o parto. A equipe de coleta dos dados será previamente treinada e estudo piloto será realizado, estimando-se as medidas de concordância intra e interexaminadores (kappa). As associações de interesse serão estimadas pelo risco relativo (RR), adotando-se intervalos de confiança a 95%, em análises de regressão múltipla. Pretende-se testar a hipótese de que as concentrações séricas dos íons cálcio e fósforo relacionam-se com as concentrações desses íons na saliva e biofilme/placa bacteriana, repercutindo na incidência de cárie dentária na gestação.

273


NOME: FERNANDA FERREIRA LOPES E-MAIL: fernanda.f.lopes@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 10.038,34 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: ALTERAÇÕES BUCAIS EM PACIENTES SUBMETIDOS À RADIOTERAPIA E SUA RELAÇÃO COM A QUALIDADE DE VIDA RESUMO: A presente proposta consiste em um estudo longitudinal que tem por objetivo analisar o impacto de fatores pré- e pós-tratamento com radioisótopos, na qualidade de vida dos pacientes com câncer de tireóide e de cabeça e pescoço. A amostra será constituída por pacientes com diagnóstico confirmado de câncer de tireóide ou de cabeça e pescoço, que ainda não iniciaram a terapia antineoplásica coadjuvante com radioisótopos. Os participantes serão instruídos a responder o Questionário de Qualidade de Vida da Universidade de Washington (UW-QOL), validado para a língua portuguesa, para ser utilizado em brasileiros, em dois momentos: antes da terapia com radioisótopos e um ano após o tratamento. No baseline, serão coletados dados como idade, sexo, sítio anatômico tumoral, estágio T, estágio N, doença recorrente na apresentação e pontuação do UW-QOL antes do tratamento. No pós-tratamento de um ano, serão coletados dados sobre a existência de gastrostomia, traqueotomia e status da doença (cura total, óbito, recidiva ou metástases). Será registrada existência ou não de alterações bucais decorrentes da terapia, especificando a quantidade e o tipo. Para o diagnóstico das alterações bucais, será realizado o exame clínico de cada paciente, para relatar tal informação durante a anamnese e o diagnóstico ocorrerá através do exame físico em três momentos: antes do tratamento com radioisótopos, durante e um ano após o mesmo. Com essa pesquisa, pretende-se contribuir fornecendo dados sobre a qualidade de vida dos pacientes com câncer de tireóide e de cabeça e pescoço, que servirão de base para o planejamento de estratégias de ação para atenuar os danos causados pelas terapias antineoplásicas e, assim, colaborar na melhoria da qualidade de vida das pessoas.

274


NOME: MARIA CARMEN FONTOURA NOGUEIRA DA CRUZ E-MAIL: ma.carmen@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 16.952,75 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA SAÚDE TÍTULO: EFEITO DO TRATAMENTO ENDODÔNTICO NO NÍVEL DE PROTEÍNA C-REATIVA EM PACIENTES COM DOENÇA CORONARIANA CRÔNICA RESUMO: Considerando que em pacientes com histórico de doença coronariana há uma grande incidência de lesões periodontais apicais crônicas (Willershausen et al., 2009) e o potencial risco da periodontite apical na exacerbação ou manutenção da DAC, o presente estudo tem como objetivo verificar o efeito do tratamento endodôntico nos níveis sistêmicos de PCR em pacientes portadores de DAC. Para permitir um controle adequado do efeito da redução da inflamação periodontal apical crônica, nos níveis de PCR, um grupo paralelo de pacientes será tratado via extração dentária e curetagem da lesão periodontal apical, sem que infecção residual seja mantida. A hipótese nula testada é de que ambos os tratamentos, endodôntico e cirúrgico, contribuem igualmente para a diminuição do risco representado pela lesão periodontal apical para DAC, via redução dos níveis de PCR.

275


CiĂŞncias Exatas e da Terra

276


NOME: ELIZABETH NUNES FERNANDES E-MAIL: bethnunes2004@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 24.900,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: ESTUDO DA ATIVIDADE ENZIMÁTICA DA UREASE E DOS METABÓLITOS SECUNDÁRIOS EM CULTIVARES DE SOJA TRANSGÊNICA E CONVENCIONAL RESUMO: Este projeto tem um como objetivo o estudo dos metabólitos secundários e da atividade enzimática da urease em cultivares de soja transgênica e convencional. Muitos estudos mostram que as proporções relativas de metabólitos secundários em plantas podem sofrer diferentes níveis (sazonais; intraplanta, inter- e intraespecífica) e, embora haja uma regularidade genética, esses metabólitos podem sofrer modificações resultantes da interação de processos bioquímicos, fisiológicos, ecológicos e evolutivos. Dentro deste contexto, encontram-se as enzimas como catalisadores biológicos específicos, responsáveis pelo poder da célula de ativar os milhares de reações indispensáveis ao seu funcionamento. A soja, em estudos anteriores, tem se revelado uma grande fonte de urease, que por sua vez é uma metaloenzima de níquel da família das hidrolases, que catalisa, em conjunto com outras funções biológicas, a hidrólise da uréia para a forma amônia e carbamato. Os estudos para avaliação da atividade enzimática serão realizados através de procedimento de análise em fluxo, empregando tecidos vegetais obtidos das referidas amostras. Os estudos dos metabólitos secundários empregarão métodos clássicos como Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE), CG-EM e UV. Trata-se de um projeto com caráter multidisciplinar e interinstitucional, envolvendo pesquisadores das áreas de agronomia e química. Este projeto é uma expansão da linha de pesquisa, que foi tema do trabalho da proponente. A execução do mesmo é totalmente viável tendo em vista a parceria firmada com os demais professores doutores membros da equipe executora. Espera-se, ao término do mesmo, correlacionar os dados obtidos para avaliar a influência do processo de transgenia sobre os aspectos estudados, comparando-os com os resultados da soja convencional.

277


NOME: OZELITO POSSIDÔNIO DE AMARANTE JUNIOR E-MAIL: ozelito@ifma.edu.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 21.165,00 INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - IFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: DETERMINAÇÃO CROMATOGRÁFICA DE GLIFOSATO EM ÁGUAS SUPERFICIAIS RESUMO: O presente projeto visa à avaliação dos recursos hídricos no Estado do Maranhão, tomando por base a bacia hidrográfica como unidade de gestão. Buscar-se-á relacionar as práticas agrícolas na área de drenagem de cada bacia estudada com a qualidade da água pela determinação de glifosato, herbicida da classe das glicinas, amplamente utilizado, por ser não seletivo e sistêmico e pós-emergente, o que facilita sua aplicação. Este composto apresenta muitas restrições à sua análise o que aumenta o custo, as etapas de prétratamento das amostras, uma vez que esta substância não absorve radiação em comprimentos de onda superiores a 200 nm, além de exigir colunas cromatográficas específicas, de modo que poucos laboratórios no país realizam determinação deste composto. Assim, será desenvolvido método analítico baseado em cromatografia líquida de alta eficiência, evitando-se a etapa de derivação pós-coluna com o emprego de detector eletroquímico, o que permitirá boa seletividade e sensibilidade, além de se obterem suficientes limites de detecção e quantificação. Após a validação do método, através de estudo de recuperação, serão analisadas amostras de águas superficiais na Ilha do Maranhão.

278


NOME: ROBERTO BATISTA DE LIMA E-MAIL: rblima@ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 24.796,25 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: ESPECTROSCOPIA DE INFRAVERMELHO IN SITU APLICADA À OXIDAÇÃO DE ALCOOIS (C2) EM SUPERFÍCIES METÁLICAS DE Rh-Sn RESUMO: A eletrocatálise de alcoóis de pequena cadeia vem tomando a atenção de pesquisadores. Esta atenção em particular é motivada pela possível aplicação dessas substâncias em dispositivos eletroquímicos, denominados de células a combustível. Oxidados no ânodo da célula a temperaturas não superiores a 100 °C, esses alcoóis geram corrente elétrica suficiente para realizar trabalho. As reações de eletrooxidação de etileno glicol e etanol têm sido bastante estudadas, fundamentalmente sobre eletrodos à base de platina em meio ácido. Para aumentar a eficiência da Pt em romper a ligação C-C, ela vem sendo utilizada em conjunto com ródio (Rh). Essa ruptura tem se configurado como um dos principais problemas encontrados no estudo de alcoóis contendo mais de dois carbonos. No tocante à oxidação dos resíduos, provenientes da adsorção dissociativa dos alcoóis, os melhores resultados tem sido observados na presença de estanho (Sn). Propõe-se nesse projeto o estudo sistemático das reações de eletrooxidação de etileno glicol e etanol sobre superfícies de monocristalinas e policristalinas de Rh em meio ácido, bem como o efeito do Sn nesses caminhos reacionais. Neste estudo, serão utilizadas técnicas eletroquímicas convencionais bem como a técnica de espectroscopia de infravermelho in situ por reflexão externa e FTIRAS e a técnica de espectroscopia de infravemelho realçada pela superfície (SEIRAS).

279


NOME: WILLIAM DA SILVA CARDOSO E-MAIL: william@cecen.uema.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 18.592,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE NOVOS MATERIAIS E DE METODOLOGIA ELETROQUÍMICA PARA A DETERMINAÇÃO DE METAIS EM AMOSTRAS DE BIOCOMBUSTÍVEIS RESUMO: O Brasil, através de ações governamentais, decididamente desponta no cenário mundial como uma referência na produção de biocombustíveis, mais precisamente na produção de biodiesel e bioetanol. O uso destes combustíveis alternativos gera, cada vez mais, a necessidade de monitoramento do impacto ambiental, causado pelo uso dos mesmos. Diferentemente dos combustíveis fósseis, que naturalmente apresentam metais em sua constituição, tais como níquel e vanádio, os biocombustíveis podem apresentar traços de metais como sódio, potássio e cobre, oriundos do processo de produção, assim como ferro e zinco e outros que, por ventura, podem contaminar os biocombustíveis nas etapas de transporte e estocagem dos mesmos. Assim, o desenvolvimento e a implantação de programas de controle de qualidade destes biocombustíveis fazem-se, por demais, necessários e urgentes. Seguindo esse raciocínio, o presente projeto propõe o desenvolvimento de novos materiais de dimensionamento nanométrico, cujas propriedades físico-químicas permitem sua manipulação estrutural, tornando-os adequados para uso como sensores eletroquímicos e, portanto, ferramentas úteis para o desenvolvimento de metodologia eletroanalíticas para determinação de metais em biocombustíveis. O projeto objetiva, também, somar esforços e contribuir para a implantação definitiva de um grupo de pesquisa na UEMA, de modo que, num menor espaço de tempo, esta instituição de ensino se torne uma referência em pesquisas relacionadas ao controle de qualidade de biocombustível produzido e comercializado no Estado do Maranhão.

280


CiĂŞncias Humanas

281


NOME: JOHNNI LANGER E-MAIL: johnnilanger@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 11.884,19 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: MULHER, MAGIA E SOCIEDADE: aspectos da religiosidade na Escandinávia da era Viking RESUMO: O projeto tem como proposta básica a investigação de algumas formas e aspectos da religiosidade escandinava pré-cristã, desenvolvidas durante os séculos IX a XI d.C., bem como realizar uma crítica historiográfica acerca da temática. Nosso principal recorte são as práticas e mitos relacionados ao chamado seidr (canto), especialmente vinculados às mulheres e à magia. Como principais fontes, utilizaremos os poemas édicos, as Sagas, fontes literárias não-escandinavas, fontes iconográficas da Era Viking e material arqueológico. Para pressupostos teórico-metodológicos, empregaremos referenciais antropológicos, literários e debates envolvendo a tradição oral.

282


NOME: LÉLIA CRISTINA SILVEIRA DE MORAES E-MAIL: leliacris@hotmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.139,58 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS TÍTULO: PROJOVEM - IMPACTOS SOBRE AS OPORTUNIDADES DE EMPREGO AOS JOVENS EGRESSOS DESSE PROGRAMA EM SÃO LUIS – MA RESUMO: O presente projeto tem como objeto o Programa Nacional de Inclusão de Jovens: educação, qualificação e ação comunitária - PROJOVEM, enquanto uma política pública voltada para a juventude brasileira, segmento extremamente vulnerável e ausente das políticas sociais, o que motiva a necessidade de pesquisas nesse campo. Trata-se de um estudo voltado aos egressos do PROJOVEM em São Luís, capital do Maranhão, avaliandose seus impactos na inserção desses jovens no mercado de trabalho. O PROJOVEM tem a finalidade de formação integral do jovem, associando elevação de escolaridade, qualificação profissional com certificação de formação inicial e desenvolvimento de ações comunitárias. Nesta pesquisa, o foco é a qualificação profissional oferecida no referido programa, em que se pretende analisar as mudanças reais apresentadas na vida social dos jovens participantes da formação profissional, na perspectiva de apontar indicadores que possam contribuir para estudos sobre métodos de avaliação de programas governamentais que envolvem a juventude. Trabalharemos com os ingressantes na primeira fase do programa, em 2005 e 2006, através de uma amostra representativa desse universo. Os egressos envolvidos deverão residir em cinco bairros de São Luís, e os acompanharemos durante dois anos. A apropriação do objeto dar-se-á com base na abordagem dialética. Para coleta de dados serão utilizados o questionário com questões abertas e fechadas e o roteiro de entrevista, além da análise documental.

283


Engenharias

284


NOME: WALTER CANALES SANT´ANA E-MAIL: canalessantana@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 16.420,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: ENGENHARIAS TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA DO ASFALTO UTILIZADO EM OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO NO ESTADO DO MARANHÃO E SUA INFLUÊNCIA NAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DAS MISTURAS ASFÁLTICAS RESUMO: A proposta deste estudo é caracterizar o asfalto recebido em algumas obras de pavimentação, de maneira a entender se atende às especificações brasileiras e, principalmente, a sua relação com as propriedades mecânicas das misturas asfálticas no qual ele foi utilizado. Serão escolhidas 5 (cinco) obras no Estado do Maranhão, 2 (duas) na ilha de São Luís e 3 (três) no interior. Destas obras, serão coletadas amostras de asfalto e compactados "in loco" corpos-de-prova das misturas asfálticas produzidas, além de outros dados, como laudo do asfalto recebido e sobre o processo de confecção da mistura asfáltica. Este material será levado ao LSP (UEMA), onde serão realizados os ensaios nos asfaltos: (i) penetração; (ii) ponto de amolecimento; (iii) viscosidade Saybolt-Furol; (iv) solubilidade; (v) ponto de fulgor; (vi) espuma de asfalto. Também serão ensaiadas as misturas asfálticas: (i) caracterização volumétrica; (ii) estabilidade e fluência Marshall; (iii) resistência à tração por compressão diametral; (iv) Cantabro; e (v) módulo de resiliência. Todos os resultados serão comparados com as especificações brasileiras. Ensaios especiais no asfalto serão realizados no LSP-UFC: (i) viscosidade rotacional; e (ii) durabilidade através do RTFOT Rolling Thin Film Oven Test. Após um período estimado de 6 (seis) meses, os trechos das obras onde os asfaltos foram utilizados serão visitados para avaliação do revestimento executado. O relatório final contará com os resultados do asfalto e das misturas asfálticas ensaiadas, além dos procedimentos para obtenção e aplicação do revestimento asfáltico em campo. Após um prazo de 6(seis) de sua execução, o trecho de obra será visitado novamente para verificação da existência de patologias. Espera-se concluir se asfalto tem participação nos defeitos que eventualmente surgiram ou nas não-conformidades verificadas nas misturas asfálticas em relação às normas brasileiras.

285


LinguĂ­stica, Letras e Artes

286


NOME: DIÓGENES BUENOS AIRES DE CARVALHO E-MAIL: dbuenosaires@uol.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 12.447,49 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA ÁREA DE CONHECIMENTO: LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES TÍTULO: GONÇALVES DIAS E AS HISTÓRIAS DA LITERATURA RESUMO: O presente projeto de pesquisa parte da seguinte questão norteadora: que lugar ocupa a obra de Gonçalves Dias nas Histórias da Literatura Brasileira dos séculos XIX e XX? Para responder tal indagação, busca-se atingir os seguintes objetivos: Geral: Analisar o lugar da obra de Gonçalves Dias nas Histórias da Literatura Brasileira dos séculos XIX e XX; Específicos: a) Identificar e analisar os “rastros” biográficos de Gonçalves Dias privilegiados pelos historiadores da literatura brasileira ao longo dos séculos XIX e XX, visto que tais “rastros” possibilitam apresentar que perfil ou perfis do poeta maranhense arquitetados por esses leitores especializados; b) Identificar e analisar os “rastros” sobre os aspectos estético-literários da obra de Gonçalves Dias privilegiados pelos historiadores da literatura brasileira ao longo dos séculos XIX e XX, configurando a historicidade da obra ao longo desse período; c) Contribuir para o processo de iniciação à pesquisa do aluno da graduação em Letras do CESC/UEMA. Tendo como fundamentação teórica os pressupostos da Estética da Recepção, formulada por Hans Robert Jauss (1994), e os de natureza historiográfica, postulados por Françoise Furet e Michel de Certeau (2000), aliado ao conceito de rastro de Paul Ricouer (1997). É com esse recorte que o presente projeto de pesquisa se insere na discussão da recepção literária e seus condicionantes, privilegiando o diálogo entre a obra literária de Gonçalves Dias e as histórias da literatura brasileira dos séculos XIX e XX, configurando, assim, através dos “rastros” desse encontro, uma microhistória literária da obra do poeta caxiense.

287


Edital Pronex 2009

288


Ciências Agrárias

289


NOME: EMANOEL GOMES DE MOURA E-MAIL: egmoura@elo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 163.859,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: CONSTRUÇÃO DE AGROECOSSISTEMAS ADEQUADOS AO TRÓPICO ÚMIDO, COM ÊNFASE NO USO DE SERVIÇOS AMBIENTAIS PARA ALTERAÇÃO DE VARIÁVEIS NATURAIS CRÍTICAS RESUMO: Infelizmente o conhecimento regional até agora disponível não permite o aproveitamento do potencial insinuado pelos sistemas agroflorestais no trópico úmido e, portanto, o maior desafio dos pesquisadores de ciências agrárias do Maranhão é o de se desvencilhar do paradigma estabelecido em outras regiões do país e se dedicar à compreensão do funcionamento dos agrossistemas equatoriais, complexos por sua diversidade. A partir destas premissas, este projeto procura integrar um grupo interdisciplinar de pesquisadores, com o objetivo de intervir nas principais variáveis que interagem nos agrossistemas do trópico úmido e que são determinantes para aperfeiçoar, de forma ambientalmente sustentável, os processos produtivos, na região. Fundamentalmente, estas investigações preveem o uso de serviços ambientais, para: de um lado, aumentar e diversificar a produtividade a partir da maior disponibilidade e maior eficiência do uso de nutrientes ao longo da cadeia produtiva; do outro, substituir o uso de insumos sintéticos, diminuir a emissão e aumentar o sequestro de carbono, melhorando a fertilidade do solo. Para atingir estes objetivos, serão estabelecidos três sub-projetos: i) Agroecossistema integrado lavoura-pecuária, associado ao plantio direto em palhas de leguminosas em aléias; ii) a contribuição do controle biológico natural e de variáveis ambientais como mecanismos de regulação da população de pragas em relação ao uso da terra; iii) comparação de formas contrastantes de preparo da qualidade física, química e biológica do solo e dos estoques e fluxos de carbono e nitrogênio. No final da execução desse projeto, espera-se esteja nucleado e ampliado o grupo de pesquisadores do Maranhão habilitados a estudar e avaliar alternativas sustentáveis para os agrossistemas da periferia amazônica, com ramificações importantes para grupos já consolidados do Brasil e do exterior. O reforço da parceria já existente com a EMBRAPA Agrobiologia e com a NORTH WIKE RESEARCH/UK faz parte desta meta.

290


NOME: FRANCIROSE SHIGAKI E-MAIL: FRANCIROSE@YAHOO.COM.BR TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 124.900,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRÁRIAS TÍTULO: OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE ETANOL NO ESTADO DO MARANHÃO COM PRESERVAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA E DO AR RESUMO: As águas cobrem ¾ da superfície do planeta Terra. Mais de 97,5% da água está nos oceanos, sendo impróprias para o consumo humano. Existem indicações de que, no próximo século, ocorra uma acirrada disputa pelas fontes de água doce no mundo. No âmbito da qualidade da água, é reconhecido que o crescimento de plantas que promovem o processo de eutrofização em sistemas aquáticos é influenciado por vários fatores como luminosidade, temperatura, turbidez e substâncias tóxicas. Porém, também se sabe que a adição de nutrientes de plantas, em particular a adição de nitrogênio (N) e fósforo (P) nos mananciais de água, pode causar o processo de eutrofização. A minimização das perdas e o controle da adição de N e P aos mananciais são essenciais para a redução do processo de eutrofização. Sendo assim, este projeto visa a minimizar os impactos ambientais que podem ser causados em áreas onde a cultura da cana-de-açúcar tem se instalado como monocultura para produção de etanol. Diante do exposto, esse projeto propõe: (1) a indicação de variedades de cana-de-açúcar mais adaptadas às condições edafoclimáticas da região; (2) avaliação de técnicas de manejo que visam à produção sustentável do etanol no Estado do Maranhão, verificando-se, para tal, as formas e doses de aplicação de nitrogênio, com intuito de minimizar as perdas de N por lixiviação (nitrato) e volatilização (amônia); (3) avaliação temporal das propriedades físico-químicas e da floração de cianobactérias em corpos d'água, localizados no entorno de áreas de monocultivo de cana-de-açúcar; (3) indicação de espécies nativas para compor a mata ciliar no entorno da área de monocultivo de cana, com o intuito de minimizar o carreamento de nutrientes e sedimentos para os corpos d'água adjacentes, diminuindo, dessa forma, o processo de eutrofização.

291


Ci锚ncias Biol贸gicas

292


NOME: FLÁVIA RAQUEL FERNANDES DO NASCIMENTO E-MAIL: nascimentofrf@yahoo.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 229.800,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: AVALIAÇÃO DO POTENCIAL PROFILÁTICO E TERAPÊUTICO DE PRODUTOS NATURAIS CONTRA AGENTES INFECCIOSOS. UMA ABORDAGEM IMUNOLÓGICA, PARASITOLÓGICA E MICROBIOLÓGICA. RESUMO: Segundo a OMS, 80% da população mundial utilizam os recursos da medicina popular para suprir as necessidades de assistência médica primária. Os produtos naturais de origem vegetal ou animal são importantes fontes de substâncias, muitas das quais se constituem em matérias-primas ou protótipos para síntese de novos fármacos. Contrariando o fato de que temos um potencial incalculável na biodiversidade como fonte de novos compostos para o desenvolvimento de fármacos, o Brasil possui hoje uma dependência tecnológica em áreas sociologicamente sensíveis. A bioprospecção e as parcerias entre a indústria e as universidades/centros de pesquisas, aproveitando os recursos humanos e naturais existentes, são de fundamental importância para o desenvolvimento do país. O mercado brasileiro de fitoterápicos começou a expandir recentemente e movimenta cerca de 500 milhões de dólares por ano. Um exemplo de cooperação de sucesso entre a iniciativa privada e o meio acadêmico ocorreu com a USP e o Laboratório Ache, que, estimulados pela FAPESP, desenvolveram um produto antiinflamatório tópico, obtido de Cordia verbenacea DC, que passou a ser o primeiro fitoterápico (Acheflam®) totalmente desenvolvido no Brasil. Levando-se em consideração que os produtos naturais são conhecidos como a principal fonte de drogas utilizada na terapia e que a maioria das pessoas que vivem em países em desenvolvimento é dependente de informações etnobotânicas para suprir as necessidades primárias de saúde, faz-se necessário o reconhecimento e validação dessas informações e a procura por novas estratégias derivadas de produtos naturais. O objetivo da atual proposta é desenvolver bioprodutos derivados de produtos naturais, para o controle de algumas doenças infecciosas, incluindo as leishmanioses, a malária e as de origem bacteriana, todas com elevada prevalência no Estado do Maranhão.

293


CiĂŞncias Exatas e da Terra

294


NOME: ADENILSON OLIVEIRA DOS SANTOS E-MAIL: adenilson1@gmail.com TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 298.546,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DO BIODISEL EM BAIXAS TEMPERATURAS POR DIFRAÇÃO DE RAIOS-X E CALORIMETRIA EXPLORATORIA DIFERENCIAL. RESUMO: O biodiesel é um substituto natural do diesel de petróleo, que pode ser produzido a partir de fontes renováveis, como óleos vegetais ou gorduras animais. Quimicamente, é definido como éster monoalquílico de ácidos graxos, derivados de lipídeos, e pode ser produzido através da reação de transesterificação, na presença de um catalisador ácido ou básico. Pode ser usado como combustível puro, 100% biodiesel (B100), ou como uma mistura que pode variar de 5 (B5) a 20% (B20) de biodiesel, ou em baixas proporções (1 a 4%) como um aditivo, complementando, assim, o diesel de petróleo. Qualquer que seja a fonte de sua matéria-prima, o biodiesel deve atender a alguns parâmetros físico-químicos que assegurem sua qualidade. Algumas das propriedades mais importantes para o controle de qualidade do biodiesel são as estabilidades oxidativas e suas propriedades sob baixa temperatura, dentre elas o Ponto de Entupimento de Filtro a Frio. Esta última propriedade é um fator limitante ao uso do biodiesel em locais ou épocas do ano, em que as temperaturas são mais amenas. Desse modo, este projeto visa a obter e avaliar o biodiesel derivado das oleaginosas nativas da região; avaliar o efeito de antioxidantes naturais na estabilidade termo-oxidativa; e conduzir estudos com o objetivo de verificar as propriedades de fluxo a frio do biodiesel. Neste sentido, pretende-se utilizar as técnicas de difração de raios X e calorimetria exploratória diferencial para acompanhar o processo de cristalização do biodiesel em baixas temperaturas, verificando as propriedades de fluxo com e sem aditivo polimérico comercial e as fases cristalinas do B100, em função da temperatura. Portanto, com o desenvolvimento deste projeto, será possível consolidar as atividades de pesquisa na área de biocombustíveis do Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia da UFMA no campus de Imperatriz - MA.

295


NOME: ANSELMO CARDOSO DE PAIVA E-MAIL: paiva@deinf.ufma.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 101.652,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: IMAGENS MÉDICAS: Processamento, Análise e Visualização para Detecção e Diagnóstico de Câncer de Mama e Pulmão RESUMO: Este projeto de pesquisa destina-se a apoiar a consolidação de um Núcleo de Excelência em Imagens Médicas, e se fundamenta na continuação das linhas de pesquisa do grupo, apoiando o desenvolvimento das mesmas e as parcerias já iniciada e com alguns resultados já obtidos. Este núcleo está sendo construído em torno da temática de utilização de técnicas computacionais para a detecção e diagnóstico de câncer. Assim sendo, esta é a linha de atuação do projeto, que envolve, de maneira complementar, todos os atores desta cooperação. Nesta direção, as técnicas desenvolvidas são aplicáveis e voltadas ao câncer de mama e ao câncer de pulmão. Portanto, este projeto apresenta como principais temas de pesquisa os seguintes: Detecção e Diagnóstico de Câncer de Mama e Pulmão; e Visualização Volumétrica de Dados Médicos. Para contribuir com a minimização dos problemas de detecção e diagnóstico de câncer de mama e pulmão, este tema de pesquisa visa desenvolver uma ferramenta computacional de detecção de neoplasias na mama ou no pulmão, e sugerir a malignidade ou benignidade das mesmas, através da análise de medidas de textura e geometria. As informações decorrentes destas medidas podem ser utilizadas para fornecer uma "segunda opinião" aos médicos, na rotina clínica básica, ou seja, eles poderão utilizar os resultados obtidos pelo computador na conduta diagnóstica de pacientes que apresentem neoplasias indeterminadas - aquelas que não possuem sinais radiológicos claros de malignidade ou benignidade. Além disso, pretende-se também abordar a questão do desenvolvimento de um framework de visualização volumétrica de dados médicos de forma genérica e expansível, mas com enfoque na simplicidade, de forma a maximizar a curva de aprendizagem de sua utilização.

296


NOME: MANOEL MESSIAS FERREIRA JUNIOR E-MAIL: manojr07@ibest.com.br TOTAL DO AUXÍLIO: R$ 114.361,00 INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM TEORIA DE CAMPOS E GRAVITACÃO RESUMO: O projeto Desenvolvimento de Estudos Avançados em Teoria de Campos e Gravitação é uma iniciativa do Grupo de Física de Partículas e Campos da UFMA, composto por três pesquisadores radicados no Estado do Maranhão, Manoel Messias Ferreira Jr e Rodolfo Casana (UFMA) e Adalto Rodrigues Gomes (IFMA). Este presente projeto encerra uma proposta multidisciplinar de pesquisa na área de Física de Partículas e Campos e Gravitação, contemplando algumas das principais linhas de pesquisa em desenvolvimento pelos pesquisadores das instituições locais e instituições participantes (UFPA, UFCG, CBPF, UFC). Trata-se de uma proposta una, harmônica e integrada, em que os objetos de pesquisa são apresentados de encadeada. O cerne deste projeto de pesquisa consiste em atividades bem definidas em três linhas de pesquisa principais: (i) Teoria de campos com violação da simetria de Lorentz, (ii) Teoria de campos em branas com estrutura, (iii) Teoria Quântica de Campos num espaço-tempo curvo. Este projeto é uma continuação de atividades em andamento e ao mesmo tempo envolve a proposição de 17 novas atividades de pesquisa dentro das 3 linhas de pesquisa mencionadas. A sua realização implicará na produção de pelo menos 7 dissertações de mestrado, e cerca de 17 artigos científicos em revistas internacionais qualis A ou B. A produção científica dos membros do Grupo de Física de Partículas e Campos, nos últimos anos, dentro das três linhas de pesquisa abordadas, foi de 44 artigos (entre 2004-2009), e a capacidade deste grupo de produzir qualis A de impacto em lócus é a melhor garantia de que as atividades propostas neste projeto serão realizadas com sucesso. Os resultados a serem obtidos neste projeto (publicações internacionais qualis A e dissertações de mestrado) representarão impactos muito positivos para o progresso científico do Estado do Maranhão, para a UFMA e o IFMA, para o Programa de PósGraduação em Física da UFMA, e instituições colaboradoras.

297


Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão. Avenida Beira Mar, n◦ 342, Centro – 65010-070. São Luís (MA). Fone: (98) 2109-1400 Fax: (98) 2109-1411 - Gabinete: 2109-1410 E-mail: fapema@fapema.br / Site: www.fapema.br

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

SECRETARIA DE ESTADO


Livro pesquisadores vol 1