Issuu on Google+

TERÇA-FEIRA, 16 DE FEVEREIRO DE 2010

Memória A autobiografia do ator Sidney Poitier

DIVULGAÇÃO

Editor: REGIS MALLMANN ☎ 3216-3590/3591

Subeditora: Márcia Feijó

variedades@diario.com.br

Altos voos Tocando hard rock, Sexy Pearl se destaca ao vencer festival

Joinville

O som hard rock da banda joinvilense Sexy Pearl chegou ultrapassou fronteiras. Ao vencer a etapa Sul do 9º Festival Coletânea de Bandas os cinco integrantes vislumbram voos mais altos. Em maio, recebem o prêmio: a gravação do CD ao vivo, com outros seis grupos, no Hard Rock Café, do Rio de Janeiro.

O

O vocalista Dinho, tendo ao fundo os demais integrantes da Sexy Pearl, grupo joinvilense que foi premiado no Coletânea

s joinvilenses disputaram o concurso com bandas do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Santa Catarina. Foram cerca de 200 inscrições, das quais170 foram selecionadas para as apresentações regionais.Na etapa da região Sul, com candidatos dos três estados,foram 14 concorrentes. Os shows ocorreram em Blumenau e três grupos chegaram à final. Agora, eles levam o título de primeira banda catarinense a vencer essa etapa. – Isso é um plano de carreira. Vamos usar estes feitos para ‘novos voos’.Vamos dizer que saímos de uma banda mediana, para uma que puxa a turma – afirma Dinho, o vocalista, que divide os louros do sucesso com Juliano Stumm, na bateria, Fernando Ferreira, no baixo, e guitarras reforçadas com Luiz Vargas e Marcos Buschmann. Embora os músicos trabalhem durante o dia, conseguem tempo para os ensaios. Como resultado disso, lançaram o EP em 2008.Além destas músicas, a banda compôs outras 15. A maioria das letras são assinadas pelo vocalista. Porém, a autoria é coletiva, pois todos contribuem nas composições. Segundo eles, o diferencial é a performance de palco dos cinco. O produtor local do Coletânea,Flávio Siqueira, confirma:“a banda Sexy Pearl tem composições próprias muito boas e faz um excelente cover. Eles foram muito bem e, consequentemente,venderam a etapa”. Antes do show no Hard Rock Café, a banda se apresenta em Juiz de Fora,Minas Gerais. – Sem dúvida alguma, qualquer artista de Joinville que fizer algo fora, tem tudo para estouras aqui na cidade. Agora, eles procuram patrocínio e um estúdio que aposte na banda. – Nós procuramos um lugar que seja como uma vitrine, para dar destaque ao nosso trabalho. Não é fácil, para uma banda que está começando, tocar lá – explica Anderson Rocha, organizador do festival. Desde a quarta edição, o Hard Rock sedia as gravações do Coletânea. Os joinvilenses da Sexy Pearl não esperavam tocar no lugar que recebeu grupos nacionais e internacionais de trajetória consolidada o que por si só torna o prêmio algo emblemático.


Diário Catarinense