Page 1

A NOTÍCIA 2 QUINTA-FEIRA, 22 DE ABRIL DE 2010

RECONHECIMENTO Instituição já recebeu mais dois pedidos de quadros PENA FILHO

ANexo/Inclusão

Arte paciente CRIAR É O MELHOR REMÉDIO E ORGULHO DOS PACIENTES DO CAPS 3, QUE DECORARAM O PA DO AVENTUREIRO E JÁ ESTÃO COM NOVOS TRABALHOS ENGATILHADOS PENA FILHO

JOINVILLE

Saúde e arte são duas palavras que não rimam, mas, conjugadas, fazem a diferença para os pacientes do Centro de Atendimento Psicossocial Dê Lírios (Caps 3). Juntos, eles pintaram um painel e cinco quadros que dão cor às paredes do Pronto Atendimento 24 horas Leste, do bairro Aventureiro, em Joinville. Nas paredes das salas de espera e corredores, os quadros não apenas enfeitam, mas traduzem os sentimentos dos artistas.

!

Durante a semana, há atividades que envolvem desde a arte à culinária

A ideia foi do paciente Genivaldo dos Santos Teixeira e contou com a ajuda do Caps. “É a primeira vez que um posto de saúde tem um quadro feito por pacientes. Está lá para alegrar as paredes de um lugar que as pessoas só vão para emergências”, afirma a coordenadora do Caps, Ana Lúcia Urbanski. A instituição já recebeu outros dois pedidos de quadros: para o PA Sul e para o PAM (Posto de Atendimento Médico) do Boa Vista. “A arte é uma forma de expressão. Assim, eles podem ter outro lugar na sociedade”, explica. Um dos artistas é Eduardo Fernandes, 21 anos. No Caps, além de praticar a pintura, ele gosta de tocar violão. Entre uma atividade e outra, canta o “Xote da Dor”,

do grupo Harmonia Enlouquece, do Centro Psiquiátrico do Rio de Janeiro. No refrão, Eduardo repete a rima: “Dor, dor, dor. E assim acaba a dor”. Na unidade, 30 colaboradores atendem aos 130 pacientes cadastrados. Durante a semana, eles participam dos projetos Tramas de Desafios (artesanato), Oficina de Musicoterapia e Origami, Trabalhando a Cuca, Fazendo Eu Vendo, Danças Circulares, Misturando a Cuca (culinária) e Dê Lírios em Família. Os pacientes também recebem a visita das Deliretes, que, com uma boa dose de humor, tiram sorrisos do grupo. O Centro de Atenção Psicossocial atende maiores de 18 anos com sofrimento psíquico, egressos de internações psiquiátricas e pacientes atendidos na Rede de Atenção Básica. O serviço atende principalmente usuários da zona Norte, incluindo os bairros Saguaçu, Pirabeiraba, Costa e Silva, Comasa e Vila Nova. Mantido pela Secretaria Municipal de Saúde, oferece atendimento terapêutico 24 horas. Há uma semana a unidade está com endereço novo, no bairro América. Hoje, o Caps 3 comporta cinco leitos para pernoite. Esta é a única reclamação dos pacientes, pois, na nova casa, houve a redução no número de leitos. Segundo a coordenadora, a ampliação já foi solicitada.

AN.com.br ■ Confira o vídeo com o making of

do painel.

DEDICAÇÃO Acima, em uma oficina de origami, uma das técnicas trabalhadas nos projetos; à esquerda, o painel principal que decora o Pronto Atendimento 24 horas do Aventureiro. À direita, quadros criados pelos pacientes

FOTOS SALMO DUARTE

nx002_22  

A NOTÍCIA DEDICAÇÃO Acima, em uma oficina de origami, uma das técnicas trabalhadas nos projetos; à esquerda, o painel principal que decora o...