Page 1

BOLETIM LUTE

Distribuição gratuita

acesse nosso site: coletivolute.org - página no facebook: facebook.com/luterevolucao

JAN/JUN - 2018

INFORME SEMESTRAL DO MOVIMENTO LUTE (LIGA UNITÁRIA DOS TRABALHADORES E ESTUDANTES)

Reforma de Temer dificulta direito à aposentadoria Tempo mínimo de contribuição:

Desemprego entre os mais jovens atinge 30%

40 anos de trabalho para chegar a 100% do valor. SOLUÇÃO CONCRETA

Foto: LUTE

O governo corrupto de Michel Temer continua empenhado em tentar aprovar a Reforma da Previdência, dificultando a aposentadoria, um dos principais direitos dos trabalhadores. A dificuldade para conseguir os 308 votos favoráveis , em duas votações no plenário, fez com que o governo modificasse a proposta mais uma vez, em uma tentativa de garantir a aprovação. Pela nova proposta, as idades mínimas para aposentadoria serão de

62 anos para mulheres e de 65 anos para homens, com exceção para professores (60 anos para homens e mulheres) e policiais (55 anos para ambos os sexos). OS PRINCIPAIS PONTOS DA REFORMA Idade mínima para se aposentar:

O movimento LUTE tem por objetivo colocar os trabalhadores no poder! Por isso, acreditamos que na atual crise econômica de nível global, é preciso edificar um novo modelo econômico, que coloque a classe trabalhadora como proprietária das terras, riquezas naturais, fábricas e máquinas, viabilizando não apenas um significativo crescimento dos salários e da arrecadação do governo, como também a geração de milhões de empregos com boa remuneração, e consequentemente, a superação da crise que já nos prejudica por mais de 2 anos, jogando milhões de famílias na mais perversa miséria.

65 anos (homens) e 62 anos (mulheres). Apoie essa luta!

Foto: ABr

O desemprego entre os jovens no Brasil atingiu no fim de 2017 a maior taxa em 27 anos, com 30% das pessoas de 15 a 24 anos em busca de uma ocupação. Os dados são do estudo Tendências Globais de Emprego para a Juventude 2017, divulgado em novembro pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). A taxa brasileira é mais que o dobro da média mundial, de 13,1%. O estudo da OIT aponta, ainda, que a juventude representa mais de 35% da população desempregada em todo o mundo em 2017.

Conheça o LUTE, a Liga Unitária dos Trabalhadores e Estudantes Somos o LUTE (Liga Unitária dos Trabalhadores e Estudantes), um movimento independente, sem vínculo partidário, anticapitalista e revolucionário. Acreditamos que o único e possível meio de criarmos uma sociedade com plena justiça social, onde todos consigam ter acesso às necessidades diárias, como alimentação, moradia, educação, saúde, segurança, saneamento básico, etc, num cenário de crise profunda do sistema capitalista, é através da construção de um novo sistema, no qual as riquezas que a classe trabalhadora brasileira produz sejam inteiramente entregues à ela. Isso significa que precisamos de uma radical distribuição de renda. DE QUE FORMA? Transferindo a propriedade das principais empresas nacionais e internacionais instaladas no Brasil para todo o povo trabalhador, retirando do controle de 1% de grandes empresários ricos, parasitas, corruptos e denunciados na Lava Jato (Eike Batista, JBS Friboi, Odebrecht,

OAS, entre diversos outros). Um estudo recente que fizemos mostra que se as grandes empresas fossem de propriedade da classe Cooperativa do LUTE é trabalhadora, o salário mínimo inaugarada em SP seria 4 mil reais e conseguiríaEm julho de 2017 foi criada mos gerar 15 milhões de empregos de imediato, resolvendo uma na cidade de São Paulo (SP) a Central de Cooperativas da Ciênsérie de problemas sociais. cia do Proletariado (CCCP). IniCOMO NOS ORGANIZAMOS? cialmente com produção de camisetas, esta ação do movimento Não acreditamos no proces- LUTE visa ajudar na geração de so eleitoral dentro desse siste- empregos sem exploração do ma, pois trata-se de uma farsa, trabalho. O lucro das vendas é um jogo de cartas marcadas, distribuído entre os próprios traonde os políticos eleitos servem balhadores e em melhorias técsomente aos grandes empresá- nicas. Em dezembro do ano passarios. Nos organizamos a partir da construção do poder popular, da do também foi criada a Livraria criação de núcleos de base onde LUTE, na qual os livros possuem milhões e milhões de estudantes, exclusivamente conteúdos de trabalhadores e trabalhadoras se interesse dos trabalhadores, os organizam, se conscientizam, lu- preços são acessíveis e o lucro tam e se unem para constituir um também é inteiramente distrigrande exército popular e revo- buído entre os funcionários e o lucionário, objetivando a tomada custeio das atividades sociais do do governo, das grandes fábri- movimento LUTE. As camisetas e os livros cas, terras e empresas das mãos dos parasitas que saqueiam e podem ser adquiridos através vendem aos estrangeiros o pa- dos seguintes sites: http://loja. trimônio do país; acreditamos na coletivolute.org/ e livraria.coletivolute.org revolução social!

Entenda a crise econômica global A crise econômica que afeta principalmente a população mais pobre em todo o mundo é um sintoma da lógica de funcionamento do atual sistema econômico, o capitalismo. Neste sistema convivemos com o seguinte conflito: os grandes empresários, com o objetivo de reduzir custos com mão de obra e aumentar o lucro, investem sem parar em novas tecnologias, substituindo os trabalhadores por máquinas. Pelo fato das maiores empresas instaladas no país serem privadas, os funcionários são cada vez mais demitidos, aumentando o desemprego, reduzindo o consumo, gerando mais desemprego, queda na arrecadação pública dos governos e uma crise que só pode ser solucionada de uma forma: colocando a economia e a política a serviço dos trabalhadores. Todas as grandes empresas devem ser colocadas sob propriedade dos próprios funcionários!

Boletim lute  

Boletim semestral do movimento LUTE (Liga Unitária dos Trabalhadores e Estudantes

Boletim lute  

Boletim semestral do movimento LUTE (Liga Unitária dos Trabalhadores e Estudantes

Advertisement