Page 1

Jornal do trânsito Ano 3 – No. 5 – Ponta Grossa – PR - Brasil CRIANÇAS APRENDEM SOBRE TRÂNSITO

CADEIRINHAS REDUZEM MORTES DE CRIANÇAS EM ACIDENTES DE TRÂNSITO

Apesar de a redução ser muito positiva, o cuidado durante o período de férias escolares deverá ser ainda maior Mais três turmas se formaram no projeto de Educação para o Trânsito “Alto Feliz = Trânsito Seguro = Vida”, na noite de terça-feira, 29 de outubro. Os alunos de Maternal II A e B da Escola Municipal Raio de Luz, além do 1º ano da Escola Municipal Padre João Batista Ruland, mostraram aos pais e responsáveis um pouco do que aprenderam durante as aulas com o sargento da Brigada Militar, Sérgio Ricardo dos Santos. O programa trabalhou questões relacionadas à educação no trânsito com as crianças das escolas. Há alguns meses iniciaram as aulas teóricas, onde foi explorando o assunto “Trânsito”. No entanto, a parte mais aguardada foi a prática, onde os pequenos puderam mostrar o que aprenderam e estudar mais algumas lições. O projeto é desenvolvido em parceria entre as escolas, a Secretaria de Educação e Cultura, Brigada Militar, Secretaria Municipal de Assistência Social e empresas apoiadoras. A ideia é proporcionar aos pequenos a vivência de situações de trânsito reais. Para isso, uma rua foi pintada, simulando uma pista, com indicações de trânsito. Placas de sinalização também foram confeccionadas. Os brinquedos, como bicicletas e motocas, comprados com apoio das empresas.

Segundo o Ministério da Saúde, 528 crianças morreram e 1.347 foram internadas vítimas de acidentes como passageiras de veículos em 2010. Levantamento feito pela Polícia Rodoviária Federal mostra que, em 2011, um ano após a vigência da lei que obriga o uso de cadeirinhas para o transporte de crianças até 7 anos e seis meses nas vias e rodovias no Brasil, o número de mortes nesta faixa etária em acidentes diminuiu em 41% em comparação a 2010, quando o uso do equipamento ainda não era obrigatório. Já o uso do bebê-conforto, cadeirinha e assento de elevação, pode reduzir o risco de morte em 71% e o de hospitalização em 69%. Para o chefe da Seção de Educação no Trânsito, da Secretaria de Trânsito, Transportes Especiais e Proteção de Bens e Serviços Públicos (Settrans), Hélio dos Reis Santos, apesar de os dados serem positivos, em período de férias o cuidado deve ser ainda maior. “O trânsito nas estradas aumenta significativamente e muitas famílias viajam com crianças sem os devidos cuidados. Antes de sair de casa, é importante checar itens de segurança, como as condições de pneus, motor e freio, mas sem esquecer que a cadeirinha também deve estar nesta lista, pois já provou ser um equipamento importante, capaz de salvar a vida de uma criança em caso de acidente”, destaca.


Jornal do trânsito Ano 3 – No. 5 – Ponta Grossa – PR - Brasil

CRIANÇAS APRENDEM REGRAS DE TRÂNSITO DE UM JEITO BEM DIVERTIDO

Cidade Portinho Seguro Auto, espaço lúdico e educativo criado pela “Porto Seguro” visa incentivar o bom exemplo no trânsito de uma forma bem divertida. Destinada a crianças entre cinco e 11 anos, a atividade exibe um vídeo educativo para explicar as principais regras de trânsito. Já a mini cidade inflável com elementos que imitam ruas e avenidas, oferece no circuito para a garotada, multas fictícias quando não cumprem a lei e incentivos a corrigirem o erro. Além disso, eles participam de atividades que abordam conceitos de cuidado com o meio ambiente, como reciclagem e reaproveitamento de materiais. Na oficina ambiental, as crianças aprendem a construir um porta-lápis a partir de uma embalagem longa vida.

SETRAN ALTERA TEMPO DE SEMÁFOROS PARA AJUDAR IDOSOS EM CURITIBA A iniciativa da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) tem objetivo de ajudar os idosos a atravessar a rua com mais segurança.

DICAS DE SEGURANÇA NO TRÂNSITO PARA O IDOSO

No final, a meninada recebe um kit contendo uma revistinha com histórias e passatempos educativos, bloquinho de multas e carteirinha de motorista mirim.

Dicas importantes do que fazer ao caminhar    

Ande sempre pela calçada e afastado da rua; Em estradas ou vias sem calçada, caminhe o mais à esquerda possível, no sentido oposto ao dos carros para que possa ser visto; Sempre que estiver carregando sacolas, procure deixá-las para o lado oposto ao da rua; Quando acompanhado de mais pessoas, ande em fila única.

Lucimara jornal tarefa03