Page 1

JORNAL “ BRINCADEIRAS DE CRIANÇAS DO BALAMINUTI” Abril 2014 CABO-DE-GUERRA Os participantes são divididos em dois grupos, com o mesmo número de crianças. Cada grupo segura um lado de uma corda, estabelecendo-se uma divisão na sua metade, de forma a permitir que cada grupo fique com o mesmo tamanho de corda. É dado o sinal do início do jogo e cada grupo começa a puxar a corda para o seu lado. O vencedor é aquele que durante o tempo estipulado (um ou dois minutos) conseguir puxar mais a corda para o seu lado. http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaesco lar/index.php? option=com_content&view=article&id=37 2&Itemid=189

CABRA-CEGA Escolhe-se uma das crianças para ser a cabracega. Coloca-se um venda nos seus olhos, alguém faz com que ela dê vários giros e pedese que ela tente tocar ou segurar alguma das outras crianças participantes. Quem ela conseguir tocar ou segurar primeiro, será a próxima cabra-cega. A norma tem que ser combinada antes, se é só tocar ou tem que agarrar. A brincadeira deve ser realizada em um espaço pequeno e livre, com poucos obstáculos para que não haja acidentes e machucados. http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/ind ex.php? option=com_content&view=article&id=372&Ite mid=189


PASSARÁS

Sem que o grupo de crianças participantes da brincadeira saiba, duas crianças escolhem aleatoriamente dois nomes – podem ser de frutas, flores, animais, etc. – e cada uma guarda o nome escolhido. Posicionamse em pé, uma de frente para a outra e, de mãos dadas, formam um arco. O grupo de participantes forma uma fila que deverá ser encabeçada por uma criança maior ou mais esperta que

representará a mãe de todas elas. Esta criança puxará a fila e passará por baixo do arco, cantando: Passarás, passarás, algum deles há de ficar. Se não for o da frente, deve ser o de detrás. A última criança da fila fica “presa” entre os braços do “arco” e deve responder a pergunta: Você prefere uva ou maçã? (por exemplo). A opção escolhida levará a criança a ficar atrás daquela

que guardara aquele nome. A brincadeira mantém esta seqüência até o último participante ficar “preso” e escolher a fruta. Ganha a criança que tiver maior número de participantes na sua fila. http://basilio.fundaj.g ov.br/pesquisaescolar /index.php? option=com_content& view=article&id=372 &Itemid=189

MÃE DA RUA Escolha um dos participantes para ser a mãe da rua. Com um giz, desenhe duas riscas paralelas com uma distância de cerca de dois metros entre elas. O lado de dentro das riscas será a rua e o lado de fora, as calçadas. Cada time ficará em uma das calçadas. O objetivo é atravessar para o outro lado sem ser apanhado pela mãe da rua. Vence a equipe que ficar com maior número de jogadores. Você pode criar dificuldades para os jogadores atravessarem a rua, como atravessar pulando em um pé só.


BOLA DE GUDE É um jogo muito antigo, conhecido desde as civilizações grega e romana. O nome "gude" tem origem na palavra "gode", do provençal, que significa "pedrinha redonda e lisa". Atualmente, a bola de gude é feita de vidro colorido. Há várias modalidades do jogo, porém a mais conhecida é o chamado triângulo. Risca-se um triângulo na terra e coloca-se uma bola de gude em cada vértice. Se houver mais de três participantes, as bolas são colocadas dentro ou nas linhas do triângulo. Para saber quem vai iniciar o jogo marca-se um risco no chão, a uma certa distância do triângulo. Posicionando-se perto do triângulo, cada participante joga uma bola procurando fazer com que ela pare o mais próximo da linha riscada no chão. O nível de proximidade da bola define a ordem dos jogadores. O jogo começa com o primeiro participante jogando a bola para tentar acertar alguma das bolinhas posicionadas no triângulo. Se conseguir, fica com a bola atingida e continua jogando, até errar quando dará a vez ao segundo e assim por diante. Se a bola parar dentro do triângulo o jogador fica “preso” e só poderá participar da próxima rodada. Os participantes vão se revezando e tentando “matar” as bolinhas dos adversários, utilizando os dedos polegar e indicador para empurrar a bola de gude na areia, com o objetivo de atingir o maior número de bolas dos outros participantes. Ganha o jogo quem conseguir ficar com mais bolas. http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescola r/index.php? option=com_content&view=article&id=372 &Itemid=189

AMARELINHA Desenhe o diagrama com o giz sobre a calçada ou asfalto. O traçado tradicional é um retângulo grande dividido em dez retângulos menores – as ‘casinhas’ – numerados de 1 a 10. Na parte superior do diagrama, faça uma meia-lua e escreva a palavra ‘Céu’. Para jogar, fique atrás da linha do início do traçado – do lado oposto à palavra ‘Céu’ – e atire o marcador na casinha que não poderá ser pisada, começando pelo número 1. Atravesse o resto do circuito com pulos alternados nos dois pés e em um pé só. Ao chegar no ‘Céu’, faça o caminho de volta do circuito, pegue o marcador - sem pular na casa onde ele está – e volte para trás do traçado. Depois jogue o marcador na próxima casinha e assim sucessivamente. Se errar, será a vez do próximo jogador. Vence quem completar todo diagrama primeiro. http://delas.ig.com.br/filhos/brinc adeiras/amarelinha/4e3b1e4a3cb3 176863000001.html


Pega-pega

Uma das mais antigas e tradicionais brincadeiras de criança, o pega-pega pode ser brincado em qualquer lugar. Existem muitas maneiras de brincar, mas as regras são simples: um corre, o outro tenta pegar. Rapidez e agilidade são alguns dos requisitos para se dar bem nesta brincadeira.

(chamada de pique, que pode ser um local, uma posição ou uma ação), o que será considerado ser pego e qual é o castigo para quem for pego. Algumas das formas de brincar • Estátua ou pega-gelo: quem for pego deve ficar imóvel, só podendo voltar a se mexer se outro jogador tocar nele (essa regra Quantos jogadores: pelo não é obrigatória e menos três. deve ser definida antes Onde se brinca: Este é um do jogo começar). A brincadeira acaba jogo para se brincar ao ar quando o caçador livre. Os melhores lugares são conseguir pegar todos. quadras, galpões e ruas sem • Agarra-agarra: o movimento. pegador deve agarrar Regras: os fugitivos. Quem for agarrado passa a ser Uma criança será o pegador ajudante do pegador. ou caçador, e as outras, os • Rela-rela: é fugitivos. Os participantes considerado pego o combinam as regras no início, fugitivo que for decidindo o que servirá de simplesmente tocado pelo caçador. proteção contra o pegador • Pique-altinho ou

Trepa-trepa: os fugitivos que subirem em alguma coisa (um banco, uma pedra etc.) estão protegidos do pegador. • Ajoelha-ajoelha, abaixa-abaixa ou abaixa-levanta: o pegador não pode atacar quem estiver ajoelhado ou agachado. Assim que o jogador levantar, porém, perde a proteção e tem que ser rápido na fuga. • Pique-corrente: quem for pego dá as mãos para o pegador e sai à caça com ele. A cada criança pega, o grupo caçador cresceformando uma corrente formandocorrentehttp ://criancas.hsw.uo l.com.br/pegapega.htm


ESCONDE-ESCONDE

No jogo básico inicialmente o grupo elege um dos participantes para ser o ‘perseguidor’. Ele deve fechar os olhos e contar até 100 enquanto os outros jogadores se escondem dentro de uma área já pré-determinada. Quando termina de contar, o ‘perseguidor’ vai atrás dos jogadores escondidos. Quem for visto e tocado por ele está fora do jogo.

Outras duas variações comuns da brincadeira são o PiqueEsconde e o Polícia e ladrão. No primeiro, em vez de tocar o jogador quando o vir, o ‘perseguidor’ gritará o nome dele. Os dois então correm para o ‘pique’ – um poste ou uma árvore – se o perseguido chegar primeiro estará salvo, mas se o perseguidor chegar primeiro ele estará pego. Os

jogadores escondidos também podem tentar correr até o pique e se salvar enquanto o perseguidor não estiver olhando. http://delas.ig.com.br/fi lhos/brincadeiras/escon deesconde/4e3d6a565cf3 58183f000008.html

Brincadeiras de crianças são todas os tipos de jogos e atividades que envolvem imaginação, esforço físico e competição praticados pelas crianças. Existem vários tipos de brincadeiras, estas sofrem tem suas próprias subdivisões regionais. Atualmente as brincadeiras ainda persistem, mas sofrem concorrência com os jogos eletrônicos e esportes tradicionais. http://pt.wikipedia.org/wiki/Brincadeiras_de_crian%C3%A7 a Editado por Lucília Duarte Leite Prieto

Jornal balaminuti cabo de guerra 2  

O jornal Balaminuti descreve algumas brincadeiras de crianças e resgata a cultura de nossos antepassados.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you