Issuu on Google+

Universidade Federal da Fronteira Sul AcadĂŞmica: Luciane Abertol Willers Turma:C


Noz-Moscada Nome científico: Myristica fragrans Houtt

Família: Miristicácea


Classificação científica: Reino: Plantae Divisão: Magnoliophyta Classe:Magnoliopsida Ordem:Magnoliates Família:Myristicaceae Gênero:Myristica


Hábito: Árvore Flores: amarelo-pálido Duração: Perene Tamanho: 30-40 m de altura.


Cultura: Espaço 30-40 'de distância. Luz solar: Exposição de Sol para sombra parcial. Temperatura: Frio Clima.


Parte usada:Semente

A semente, que 茅 a parte usada como medicamento, produz um 贸leo usado nas massagens e na aromatoterapia.


Origem: Originária das Ilhas Molucas, na Indonésia e em seguida introduzida na Índia, comumente usada, foi colocada no ocidente pelos árabes, logo se tornando, junto com a páprica uma das especiarias mais caras e procuradas.


Propriedades Terapêuticas: Analgésica, antiespasmódica, antiemética, afrodisíaca, carminativa, laxativa.


Indicações terapêuticas: Facilitadora do parto, revigora a mente, ajuda na recuperação dos sentidos após desmaios, tônica para os cabelos, regula menstruações escassas, alivia cólicas menstruais, dores musculares, reumatismos.


Referências bibliográficas: http://www.google.com/url?q=http%3A%2F% 2Fwww.jornallivre.com.br http://ci-67.ciagri.usp.br/pm/ver_1pl.asp https://www.google.com.br/search? q=imagens+noz+moscada& FRANCO, L.C.L.; LEITE, R. C. Fitoterapia para a mulher. Corpomente, Curitiba, 375p. 2004.


Noz-moscada