Page 1

Em Santo André, Internet gratuita chega ao Parque Celso Daniel

Cidades 3, 4, e 5 Política _________ 6, 7 e 8 Cultura __ 9 Esportes 10 e 11 São Caetano 12 Últimas 13 Economia 14 e 15 Tecno 16

4Pág. 03

Foto: Divulgação

NESTA EDIÇÃO

34ª Festa Junina de Mauá dá oportunidade aos artistas locais. 4Pág. 05

Cadastro do Cartão Prioridade já pode ser feito na sede da AESA 4Pág. 04

ABC

Terça-feira, de 2018 Quarta-feira,12 21de dejunho outubro de 2015 Edição 2798 2125 Ano XI IX

SBC inicia construção do último andar do Hospital de Urgências Diadema abre inscrições para Mostra de Artes e Cultura

Depois de consolidar um ritmo acelerado para os serviços do futuro Hospital de Urgência (HU), localizado no Centro da cidade, a Prefeitura de São Bernardo anunciou o início da construção do 8º e último andar do prédio.

4Pág. 09

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

4Pág. 13

Seguranças patrimoniais são valorizados com reclassificação de cargos e salários

DESTAQUE SQN

ACONTECE Em busca de investimentos, ‘Missão Santo André-Colômbia’ promove encontro em Bogotá. . 4Pág. 15

POLÍTICA País terá eleição sem proteção de dados na internet. 4Pág. 06

Siga-nos ESPORTES

Conmebol confirma Libertadores com final única e define data; veja cidades interessadas.

• @grupohojelivre • jornal.hojelivre

Foto: Divulgação

4Pág. 10

TECNO

Em Santp André, medida entrará em vigor em janeiro de 2019 e beneficiará 86 servidores da Prefeitura. 4Pág. 14

SP Serviços ultrapassa os 13 milhões de downloads. 4Pág. 16


terça-feira, 12 de junho de 2018

www.jornalhojelivre.com.br

2 EDITORIAL

PASSANDO A LIMPO Foto: Divulgação

Os riscos da desconfiança

AFASTAMENTO n A aliança política entre os prefeitos de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira

(PSB), e de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (sem partido), parecia indestrutível. Parecia. Nas últimas semanas, criador e criatura se distanciaram politicamente e um rompimento está próximo de acontecer, segundo interlocutores dos dois lados. Eleito em 2012 e reeleito em 2016 na esteira dos governos de Kiko em Rio Grande, Maranhão apareceu em eventos ao lado do ex-vice-prefeito de Ribeirão Edinaldo de Menezes, o Dedé (PPS), principal adversário eleitoral do então padrinho político. Mais do que isso, tem incentivado o jornal da família Menezes, a Folha de Ribeirão Pires, periódico crítico ao governo Kiko.

ALIADOS n Outros dois episódios que estremeceram a relação envolvem aliados

diretos da dupla. Com a proximidade com Dedé, Maranhão também passou a frequentar rodas políticas do deputado federal Alex Manente (PPS). Kiko sempre defendeu o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB). O tucano, aliás, recebeu apoio de Maranhão na eleição de 2014, quando concorreu, com sucesso, a uma cadeira de deputado estadual.

QUEDA DE BRAÇO n Além disso, Maranhão entrou em rota de colisão com Morando ao

anunciar que deixaria o Consórcio Intermunicipal – depois recuou do discurso –, entidade presidida pelo tucano. Curiosamente, foi Morando quem atuou, em 2014, para manter Maranhão no PSDB. Naquele ano, o prefeito rio-grandense anunciou voto na então presidente da República, Dilma Rousseff (PT). Neste ano, fechou apoio ao governador Márcio França (PSB), a despeito de o PSDB ter João Doria, ex-prefeito de São Paulo, como candidato ao Palácio dos Bandeirantes. Diante da reincidência, foi expulso do partido.

Rua José Versolato 111, Torre B- Conjunto 802 - SBC CEP 09750-730 Tel: 23791915

Além das consequências desastrosas para a população e a economia, a greve dos caminhoneiros provocou outro efeito devastador sobre o País. A crise causada pela paralisação dos transportadores, somada a um conjunto de erros do poder público, fez recrudescer a desconfiança da população no Estado e em suas instituições, o que é extremamente prejudicial ao País. Essa desconfiança da população não afeta apenas a popularidade do presidente Michel Temer. Se fosse assim, talvez não houvesse maiores consequências. Antes da crise, Temer já tinha um altíssimo índice de rejeição e seu governo terminará em menos de sete meses. O problema, no entanto, não se resume à imagem do presidente. O clima de descrédito nas instituições agravado pela crise dos caminhoneiros tem três grandes efeitos deletérios. O primeiro diz respeito à governabilidade do País. Já não estava fácil dar continuidade à política reformista, mas agora ficou ainda pior. O governo enfraqueceu, a pressão populista aumentou e o esforço pela racionalidade na gestão pública perdeu vigor. A demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobrás ilustra com realismo essa nova relação de forças. Como segundo efeito do aumento da desconfiança em relação ao Estado e suas instituições, tem-se um agravamento das dificuldades para a retomada do crescimento econômico. As novas circunstâncias políticas conduzem invariavelmente a uma reavaliação mais negativa do ambiente econômico do País. O clima de descrédito da população nas instituições é um sinal de alerta para quem

deseja empreender ou investir. Não há dúvida de que, nas duas últimas semanas, investir no Brasil ficou mais arriscado. Por ser mais duradouro, o terceiro efeito talvez seja o mais importante. A desconfiança da população no Estado e em suas instituições é um péssimo prelúdio para as eleições de outubro. Em vez de aproximar o eleitor do processo político, evidenciando sua responsabilidade na hora de votar, tal descrédito traz novas dúvidas sobre a democracia representativa. O cidadão sente-se pouco relevante no processo político. De certa forma, essa desconfiança é o pior elemento possível no processo eleitoral, já que dá margem para radicalismos políticos e ineficiências funcionais. Em vez do debate público sereno sobre os problemas nacionais, há o risco de que as luzes se voltem para as promessas populistas, que, num primeiro momento, fascinam, mas, depois, quando seus parcos resultados se tornam patentes, alimentam ainda mais a frustração e a desesperança na política e nas instituições, num triste círculo vicioso. O quadro é grave e recomenda especial prudência das autoridades. De nada servem lamentos, desculpas ou defesas retóricas das instituições democráticas. É urgente que os Três Poderes, cada um na sua esfera, colaborem efetivamente para que se restabeleça a confiança da população no poder público. Para tanto, não são necessárias medidas mágicas ou espalhafatosas. O que é preciso é dar atenção cuidadosa ao interesse público.

FRASES

www.jornalhojelivre.com.br Publisher: Luciana Sereno Diagramação: Luciana Sereno comercial.hojelivre@gmail.com redacao.hojelivre@gmail.com ANUNCIE: 950600843

Circulação: SCS, SBC, Santo André, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e RGS

Só penso em férias! Estou num momento pressão máxima, com três filhos e obra em casa.

TIRAGEM E VEICULAÇÃO: 30 MIL EXEMPLARES

Giovanna Antonelli, atriz

Foto: Divulgação


www.jornalhojelivre.com.br

terça-feira, 12 de junho de 2018

CIDADES

3

santo andré

Em Santo André, Internet gratuita chega ao Parque Celso Daniel Foto: Divulgação

Segundo parque mais visitado de Santo André, com média de 5 mil visitantes por semana, o Parque Celso Daniel passou a disponibilizar na última sexta-feira (8) acesso gratuito à internet sem fio. O prefeito Paulo Serra esteve no local para conferir o primeiro dia de disponibilização do serviço aos usuários. “Inauguramos hoje o ponto de acesso ao wi-fi livre no Parque Celso Daniel, após uma pesquisa junto à população para definir quais parques deveriam receber o sinal gratuito de internet primeiro. Nos dois parques onde o serviço está ativo, já temos mais de 2.800 usuários cadastrados e cerca de 500 pessoas navegam frequentemente conectadas nestas áreas. Até o fim do ano, todos os parques da cidade terão acesso à internet. Santo André está a cada dia mais conectada, interativa e tecnológica”, afirmou o prefeito Paulo Serra. Além do Parque Celso Daniel, já contam com wi-fi gratuito os parques Antonio Pezzolo (Chácara Pignatari), na Vila Metalúrgica, e Ana Brandão (Parque da Juventude), no Jardim Ipanema. Também farão parte do programa “Wi-fi Livre SA – Santo André Conectada” os parques Ipiranguinha, na Vila Alzira; Regional da Criança-Palhaço Estremilique, no Parque Jaçatuba; Ulysses Guimarães, na Vila Francisco Matarazzo; Cidade dos Meninos, no Parque Novo Oratório; Centenário da Imigração Japonesa Norio Orimura, no Parque Capuava; Parque Escola, no Valparaíso e também o Parque do Pedroso. O investimento da Prefeitura é de R$ 20 mil por parque. Acesso Para ter acesso à rede de internet sem fio, basta o visitante acionar no celular o wi-fi na opção “Santo André Conectada” e fazer um cadastro com senha. Depois, será enviada uma confirmação por e-mail e o acesso estará liberado. O cadastro é válido para todos os parques.


terça-feira, 12 de junho de 2018

4

www.jornalhojelivre.com.br

CIDADES

desde ontem

Cadastro do Cartão Prioridade já pode ser realizado na sede da AESA Desde ontem (11), o cadastro do Cartão Prioridade será realizado somente na sede da AESA (Associação das Empresas do Sistema de Transporte de Santo André), na avenida Industrial, 600, das 8h às 18h. Durante o período de cadastramento no saguão do Teatro Municipal, que foi de 8 de março até a última sexta-feira (8), foram emitidos 32.269 cartões. Para efetivar o cadastro e garantir o acesso ao benefício, o usuário de ônibus com 65 anos ou mais deve apresentar CPF, documento com foto e comprovante recente de residência (conta de água, luz ou telefone) emitido nos últimos três meses e em seu nome. A obtenção do cartão não é obrigatória, mas sim um facilitador do embarque para garantir aos idosos mais conforto, comodidade e se-

gurança nos ônibus. Caso o idoso maior de 65 anos não tenha interesse em obter o cartão, poderá continuar entrando normalmente pela porta de trás dos ônibus, apresentando o RG ao motorista. O cartão Melhor Idade, que já existia, continua funcionando e sendo emitido normalmente. Este cartão é destinado apenas a idosos com idade de 60 anos a 64 anos e 11 meses de idade. O funcionamento do Cartão Melhor Idade é semelhante ao Cartão Prioridade, onde o idoso entra pelo coletivo pela porta da frente e utiliza a biometria para passar a catraca. De direito O Cartão Prioridade é destinado apenas àqueles com mais de 65 anos de idade.

acontece

Prefeitura de Mauá promove aulas de dança e transforma vida dos idosos da cidade “Foi aqui que reconquistei minha alegria de viver”. As palavras de Marleide Santos podem parecer simples, mas notando a voz embargada, percebemos que as aulas de dança oferecidas pela Prefeitura de Mauá vão muito além de movimentos, passos e palmas.

A cegueira no olho esquerdo e a solidão após a morte de seus pais tornaram Marleide, de 70 anos, uma senhora triste. Trancada em casa, ela não conseguia ter forças para levantar, conhecer pessoas e se sentir viva novamente.

Quando chegou para o baile da terceira idade promovido pelas Oficinas Culturais, a moradora da Vila Magini não imaginava que um grupo de idosos poderia mudar sua vida para sempre. “Melhorei 100% desde que comecei a dançar. Hoje não sinto mais aquela tristeza e nem fico deprimida. Não falto a uma aula”, conta Marleide. A responsável por levar a idosa para as aulas é sua irmã, Marlene Santos, 64 anos. “Eu não sabia mais o que fazer. Levava minha irmã ao psicó-

logo e percebia que ela estava piorando a cada dia. Até que resolvi trazê-la para dançar. Foi a melhor coisa. Vejo que ela está mais feliz, mais motivada. Agora eu também faço as aulas junto com ela. Até meu marido percebeu que estou mais motivada”. Benefícios Se você acha que os benefícios da dança são apenas para alma, está enganado. A dona Alzira de Melo, 73 anos, viu sua diabetes diminuir desde janeiro, quando começou a frequentar o baile. “Fiquei viúva há 19 anos e

nunca mais tinha arriscado uns passos. Desde que comecei a dançar, minha saúde melhorou, consigo fazer tudo dentro de casa: varrer, passar pano, estender roupa. Moro sozinha e sou bem independente”, disse.

A aposentada, moradora da Vila Bocaina, não dispensa o batom para participar das aulas. “Passava muito tempo em casa e não tinha uma distração. Nas aulas, eu fiz amigos, conheci muita gente. Hoje sou muito mais feliz”, destacou dona Alzira. As aulas do baile focam na

movimentação da terceira idade. A mistura de ritmos e as músicas animadas tornam melhor a tarde dos 50 alunos. O baile começa às 15h30, na sede da Oficinas Culturais, na Rua dos Bandeirantes, 611, Vila Bocaina. Como participarr Para participar, basta chegar com vontade de dançar. Como o professor Marcelo, responsável pelo curso, diz antes de toda aula: “aqui só não tem vaga para quem não gosta de dançar!”.


www.jornalhojelivre.com.br

tera-feira, 12 de junho de 2018

CIDADES

lazer

34ª Festa Junina de Mauá dá oportunidade aos artistas locais Os artistas de Mauá ganharam espaço nos palcos da 34ª Festa Junina da cidade para exibirem seus talentos. Os cantores e bandas mauaenses têm destaque na programação da festividade que, apenas no último fim de semana, reuniu mais de 20 mil pessoas. A maioria dos artistas escalados para a Festa Junina estão diretamente ligados ao projeto “Quartas Culturais”, que oferece espaço para os talentos da cidade e atrações de qualidade ao povo, evento que acontece sempre na Praça 22 de Novembro. A organização do projeto, inclusive, é a responsável pela programação dos artistas filhos de Mauá. Mauá tem tradição em revelar talentos musicais dos mais variados segmentos, destaque para Karen K. que também está na programação da 34ª Festa Junina. No sábado (9), na abertura do show do Péricles, o grupo É D+ animou a galera. O conjunto foi formado em Mauá há mais de 20 anos e já tocou com Leci Brandão, Neguinho da Beija Flor, Zeca Pagodinho, Beth Carvalho, Fundo de Quintal e Belo, por exemplo. “Nossos maiores sucessos foram feitos em Mauá, pois foi onde nossa história nasceu e onde moramos”, afirmou Sandrinho, vocalista do grupo. Eric Ribeiro foi outro talento mauaense que subiu ao palco da festa e cantou hits de samba e pagode dos anos 90 até os atuais. “É muito importante para os artistas da cidade terem espaço para mostrar seu trabalho. Essa oportunidade dada pela Prefeitura tem mudado minha vida”, disse. O grupo Patrulha Dance, dos coreógrafos Oliver Diih e Kaká Morena, também realizou apresentação no sábado (2/6). O DJ Lobinho colocou todo mundo pra dançar no fim de semana. Com 11 anos de experiência, seu set vai do progressive até o tech-house. Sua carreira começou nas baladas de Mauá e o projetaram nacionalmente. Participação ilustre Durante o show da Simone, da dupla Simone e Simaria, no do-

mingo (3), os artistas de Mauá ganharam espaço. O cantor mirim Vinny Moraes foi chamado ao palco para cantar o hit “Regime Fechado”. “Estou de técnica do The Voice Kids hoje”, brincou a cantora em referência ao programa da TV Globo, do qual é jurada. Na abertura do show da coleguinha, a Banda Calyphornia tocou os maiores sucessos de forró e sertanejo. Juntos desde 2012, eles já lançaram seu primeiro CD “My City” e fazem show por todo o Brasil, principalmente nas regiões Norte e Nordeste. Os cantores de Mauá também demonstraram união. A dupla Andrew e Raí se juntou aos cantores Erivelton Modesto e Fael Tozzi para fazer um grande bailão. O show foi bastante aplaudido pelo público e relembrou os grandes sucessos da música sertaneja.

5


www.jornalhojelivre.com.br

terça-feira, 12 de junho de 2018

POLÍTICA

6

contexto

País terá eleição sem proteção de dados na internet, diz especialista A menos de quatro meses das eleições, a ausência de uma lei específica para proteção de dados pessoais coletados na internet pode deixar o Brasil vulnerável a suspeitas de interferência nos resultados do pleito, similares às denúncias que atingiram a campanha de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos em 2016. A avaliação é de especialistas ouvidos pela reportagem. O projeto que cria a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (PL 4060/2012) foi aprovado na Câmara dos Deputados em 29 de maio e aguarda votação no Senado. Apesar da possibilidade de sanção presidencial ainda este ano, existe um prazo de 18 meses para adaptação às novas regras. “Infelizmente, a lei não teria efeito para este ano. Porém, ela deve ser aprovada logo, devido à sua importância”, opinou a especialista em direito digital Poliana Banqueri. De acordo com especialistas, a ausência de regulação abre caminho para que empresas vendam e compartilhem informações pessoais de internautas e favorece a prática da propaganda dirigida e a disseminação de notícias falsas. Para a pesquisadora do Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS) Chiara de Teffé, tais práticas prejudicam o debate político em tempos de polarização e proliferação de candidaturas, especialmente à Presidência da República. “Quando empresas enviam material político de forma direcionada, pode haver manipulação da opinião pública e influência no debate. É um controle do que vai chegar às pessoas – que, em determinado momento, passam a receber apenas o que é direcionado a elas”, afirmou. A lógica é simples: ao concordar com os termos de uma rede social, como Facebook ou Instagram, o usuário autoriza não apenas a coleta de informações básicas como nome completo e número de celular,

mas também de seus rastros digitais. Pesquisas feitas, páginas curtidas, interações e conteúdos acessados ajudam a compor bancos de dados com indicações de gostos e preferências dos eleitores. Usado no contexto eleitoral, este perfil indica a um candidato quem é potencialmente mais receptivo às bandeiras e ideologias que ele representa. Desta forma, a propaganda paga é direcionada com precisão, independentemente da qualidade da informação contida nela, que pode ser deturpada ou falsa. Além disso, o eleitor acaba entrando em uma espécie de bolha. Quanto mais ele navega, mais fornece suas preferências, que limitam o tipo de conteúdo recebido. Desta forma, a equipe de um candidato pode identificar não apenas preferências políticas, mas até mesmo as demandas de uma determinada região, de acordo com o comportamento dos usuários nas redes sociais. O consultor político Gilberto Musto explicou que as campanhas podem usar essas informações como bem entenderem. “Sem uma lei específica, esse trabalho e a manipulação da opinião pública ficam mais simples. Mal intencionados levam vantagem, como ocorreu nos Estados Unidos.” Com a redução de 90 para 45 dias de campanha e o menor tempo disponível durante a propaganda eleitoral gratuita na televisão, a internet surge como o melhor meio de exposição para candidatos, especialmente os menos conhecidos, ressaltou o advogado especialista em direito de internet Ademir Pereira. “A internet terá mais peso na propaganda deste ano e tanto partidos quanto militantes e empresas que trabalham com dados de usuários estão com os olhos voltados para isso”, disse. Legislação A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais aprovada na Câmara, relatada pelo deputado

Orlando Silva (PCdoB-SP), prevê a criação de uma autoridade nacional com atribuição de fiscalizar e punir responsáveis pelo mau uso de informações pessoais. O órgão também seria responsável por detalhar como seria a coleta e o tratamento das informações. A ideia é parecida com o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR), que entrou em vigor na União Europeia em maio. Três perguntas para... Orlando Silva, relator do PL 4060/2012 1. Qual a importância da existência de uma lei de proteção

de dados no contexto das eleições? A lei permite que o Brasil tenha regras para o tratamento das informações das pessoas. Atualmente, isso acontece sem que elas entendam como funciona e virem instrumento de propaganda. É perigoso usar esses dados para fins políticos de maneira deturpada e sem o conhecimento dos usuários. 2. A ausência de uma lei dá abertura para que aconteça aqui o mesmo que ocorreu na eleição americana? Risco sempre há, não podemos negar isso. No plenário, houve uma corrida para votação do

texto – que, inclusive, foi unânime porque há uma preocupação com a manipulação de dados em período eleitoral. A proximidade das eleições chamou a atenção para o tema novamente. 3. Atualmente, o que pode ser feito para minimizar os efeitos da manipulação de dados e propagação de fake news nas eleições? Sem lei, é uma questão de consciência, seja do cidadão, sobre o que é feito com suas informações, seja das empresas, para que os dados não sejam usados de maneira nociva.


www.jornalhojelivre.com.br

terça-feira, 12 de junho de 2018

POLÍTICA

7

eleições 2018

Articulação ligada a FHC vê Marina como alternativa nas urnas este ano Lançado na semana passada com o apoio do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o movimento suprapartidário que busca viabilizar uma candidatura comprometida com as reformas estruturais avalia que Marina Silva (Rede) pode se consolidar como uma alternativa do chamado “centro democrático” na disputa presidencial. Líderes políticos que integram o grupo acreditam que as conversas devem se concentrar em três nomes: a ex-ministra do Meio Ambiente, o presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin e Alvaro Dias, pré-candidato do Podemos. A preocupação é criar uma terceira via para enfrentar eventual polarização entre o deputado Jair Bolsonaro (PSL-SP) e um candidato que represente uma coalizão de esquerda. Parte dos signatários do manifesto Por um Polo Democrático e Reformista, lançado na semana passada, incentivou a entrada de um outsider na corrida presidencial, no caso, o apresentador Luciano Huck, que declinou do convite feito pelo PPS. Nesse aspecto, a avaliação é que, além do desempenho nas pesquisas de intenção de voto, Marina ainda é um nome menos contaminado pelo desgaste com os partidos e a política tradicional. Pesquisa Na pesquisa Datafolha divulgada ontem, a ex-ministra se mantém em segundo lugar, com até 15% das intenções de voto, nos cenários sem o expresidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, preso e condenado na Operação Lava Jato. Bolsonaro lidera com 19% das preferências na ausência de Lula. Alckmin, que tenta unir o “centro”em torno do seu nome, alcança 7% das intenções de voto, em situação de empate técnico com o ex-ministro Ciro Gomes. O pré-candidato do PDT oscilou entre 10% e 11%. Já Alvaro Dias aparece com 4%. “Marina é uma candidata desse campo. O nome dela deve ser levado em consideração. Achamos no PPS que Alckmin é o melhor candidato, mas não podemos ir para a conversa im-

pondo o nome dele. Temos de admitir que pode não ser”, disse ao Estado o presidente nacional do PPS, Roberto Freire. Segundo Freire, em conversa recente, a mesma avaliação foi feita por Fernando Henrique. Ao jornal O Globo, FHC disse que “não convém” fechar portas para a ex-ministra. O grupo ainda acredita que Alckmin terá fôlego de “maratonista” e vai crescer quando a campanha começar de fato. O nome de Marina, porém, é visto como alternativa, especialmente em face à crise interna que afeta a pré-campanha tucana. Estacionado nas pesquisas de intenção, o ex-governador enfrenta a desconfiança de aliados e até de setores do próprio PSDB sobre suas chances e está sendo pressionado a adotar uma estratégia mais agressiva.

A articulação do grupo ligado a FHC irritou o entorno de Alckmin. A leitura é que o movimento criou um clima ruim e “espantou” os dois principais alvos do partido nesse momento: o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e Alvaro Dias. Os tucanos marcaram um jantar com Maia na semana que vem para recompor a relação. “O objetivo é estarmos todos juntos no primeiro turno, mas com Geraldo na cabeça da chapa”, disse o deputado Nilson Leitão (MT), líder do PSDB na Câmara. Fernando Henrique se reuniu recentemente com a senadora Rose de Freitas (Podemos-ES) em São Paulo para falar sobre a necessidade de união do centro já no primeiro turno e demonstrou preocupação com a fragmentação desse campo político em muitas candidatu-

ras. Em conversas com aliados, o pré-candidato do Podemos tem dito que acredita em um afunilamento no primeiro turno para dois candidatos do centro: um liderado pelo PSDB e outro à margem dessa composição. “É difícil saber agora qual é o nome mais adequado para liderar essa convergência. É muito cedo para identificarmos. O ambiente está muito confuso”, afirmou Dias. Resistências Na Rede, há resistências a uma aproximação com o PSDB – Marina já apontou falta de “identidade programática” entre as siglas – e partidos do centro. Interlocutores avaliam que, do ponto de vista pragmático, uma aliança seria positiva, mas veem dificuldade em conciliar temas da economia e do meio

ambiente. “Em hipótese alguma, Marina abriria mão de ser candidata e, dificilmente, abriria mão da independência da polarização entre PT e PSDB”, disse o coordenador da Rede, Bazileu Margarido. O “plano A “da pré-candidata é reavivar as alianças de 2014, principalmente o PSB, que tem 26 deputados na Câmara e também é cortejado pelo PT e o PDT (mais informações na pág. A6). Polarização O receio de uma polarização entre Bolsonaro e um candidato da esquerda e a percepção de que nenhum candidato mais identificado com as reformas estruturais tem chance de vitória ajudou a estressar o mercado na semana passada. Na quinta-feira, o dólar registrou uma disparada e chegou R$ 3,91, enquanto a Bolsa caiu 2.93%.


terça-feira, 12 de junho de 2018

8

www.jornalhojelivre.com.br

POLÍTICA

bastidores

Ciro e aliados tentam contornar mal-estar com DEM e PP

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, tenta contornar o mal-estar causado por declarações dadas por ele de que uma ampla aliança eleitoral em torno de seu nome pode até incluir o DEM e o PP, partidos de centro-direita, desde que antes seja fechado acordo com o PSB e o PCdoB para garantir a “hegemonia moral e intelectual” da chapa.

O comentário de Ciro foi feito na sexta-feira, em Buenos Aires – onde ele foi recebido pela vice-presidente da Argentina, Gabriela Michetti –, e provocou curto-circuito político. O clima esquentou porque, com a esperada desistência do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de concorrer ao Palácio do Planalto, DEM e PP estão justamente inclinados a apoiar a candidatura de Ciro. A cúpula dos dois partidos, porém, não escondeu a irritação com a frase do exministro. Nos bastidores, a leitura foi a de que, com a ressalva feita por ele, ficou parecendo que essas siglas seriam um apêndice de segunda linha em uma eventual dobradinha nas eleições. Objetivo Com o objetivo de conter o princípio de crise, o ex-governador do Ceará Cid Gomes – irmão de Ciro – logo telefonou para dirigentes do DEM e do PP e procurou jogar água na fervura, sob o argumento de que tudo não passou de um mal-entendido. Cid desembarcará primeiro em Brasília. Nos próximos dias, terá conversas reservadas com políticos das duas

legendas. A reunião de Ciro com os partidos será logo depois. “Nesse primeiro momento, minha prioridade é o PSB e o PCdoB. Se esta aliança se faz, posso avançar em partidos do centro à direita, porque a hegemonia moral e intelectual do rumo estará afirmada. Poderia incluir o PP e o DEM, desde que eu tenha o PSB e o PC do B”, afirmou Ciro na cidade de Buenos Aires, na última sexta-feira (8), quando questionado por jornalistas sobre a possibilidade de uma coligação com o DEM de Rodrigo Maia e o PP do senador Ciro Nogueira (PI).

Pesquisas Com porcentuais que variam de 1% a 2% nas pesquisas de intenção de voto, Maia já disse a interlocutores que vai desistir de sua candidatura ao Planalto, como antecipou a Coluna do Estadão, e disputar novo mandato. Na prática, toda a estratégia eleitoral do parlamentar é voltada para a construção de uma sólida base suprapartidária que permita a sua reeleição ao comando da Câmara. Nessa empreitada, Maia conta com a adesão de Ciro Nogueira, presidente do PP e, se avalizar a campanha do PDT, também exigirá como contrapartida o apoio na briga

pela presidência da Câmara, em 2019. Tucanos Há no DEM quem pregue uma aliança com o pré-candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, hoje estagnado nas pesquisas. Em recente entrevista ao Estado, Maia disse que o tradicional casamento entre o seu partido e o PSDB está perto do fim. A portas fechadas, no entanto, líderes das duas legendas argumentam que é preciso esperar mais um mês para o fechamento de qualquer acordo, porque o cenário eleitoral ainda está muito indefinido.

Defensor do aval do PSB a Alckmin, o governador de São Paulo, Márcio França, concordou que será muito difícil para o partido tomar uma decisão antes de julho. “A disputa vai ser voto a voto na convenção, mas também pode haver neutralidade”, ponderou. Além de Ciro, que precisa do PSB para aumentar o seu tempo no horário eleitoral de TV, a partir de agosto, o PT também negocia a união com os a sigla, mesmo que para isso tenha de sacrificar a candidatura ao governo de Pernambuco da vereadora petista Marília Arraes.


www.jornalhojelivre.com.br

terça-feira, 12 de junho de 2018

CULTURA

9

fique de olho

Diadema abre inscrições para Mostra de Artes e Cultura A Prefeitura de Diadema abriu ontem (11) as inscrições para a Mostra de Artes e Cultura que será realizada nos meses de agosto, setembro e outubro. O cadastramento deve ser presencial e acontece desde ontem (11) e o prazo limite para os interessados realzarem a inscrição, de acordo com a Prefeitura é dia 12 de julho, em sete centros culturais da cidade. A mostra funcionará como um panorama da produção cultural local, além de ser uma forma de dar visibilidade aos artistas e às ações culturais da cidade e em todas as categorias haverá premiações. Quem pode participar? Podem se inscrever pessoas a partir de 18 anos com trabalhos individuais, coletivos ou de grupos ligados a comunidades. Abaixo dessa idade, o cadastramento deverá ter a chancela de um responsável. As inscrições serão aceitas de segunda-feira a sábado (veja abaixo o horário de funcionamento de cada Centro Cultural). Os interessados podem consultar o regulamento no site da Prefeitura (www.diadema.sp.gov.br). Servidores públicos municipais também podem participar da Mostra Cultural. Porém, não serão contemplados com a premiação, que será em dinheiro, e que terá classificações diversas e de acordo com cada linguagem. Esta edição Nesta edição, a mostra será descentralizada e terá dura-

ção de três meses. A abertura oficial acontecerá no dia 3 de agosto, às 19h, no Teatro Clara Nunes, e prossegue até o dia 31 de outubro com entrada gratuita. “A descentralização é uma maneira que encontramos para dar oportunidade às pessoas de verem uma ação artística no bairro onde moram e ao mesmo tempo disseminar cultura em dife-

rentes lugares de Diadema e divulgar as produções locais”, afirma o secretário municipal de Cultura, Eduardo Minas, responsável pela organização da Mostra.

Museu de Arte Popular Diadema - MAP - Rua Graciosa,300, Centro. Tel.: 4071-4243

Centro Cultural Serraria Rua Guarani, 790, Bairro Serraria. Tel.: 4056-4950

Veja abaixo os locais das inscrições:

Casa da Música de Diadema - Av. Alda, 255, Centro. Tel.: 4072-9302

Centro Cultural Eldorado - Rua Frei Ambrósio de Oliveira Luz, 55. Eldorado. Tel.: 4059-1649

Centro Cultural Diadema - Rua Graciosa, 300, Centro. Tels.: 4056-3366/ 40559200

Biblioteca Olíria de Campos Barros - Rua Graciosa, 300, Centro. Tel.: 40559205

Circo-Escola Diadema - Av. Afonso Monteiro da Cruz, 259. Jardim União. Tel.: 4044-5263


terça-feira, 12 de junho de 2018

www.jornalhojelivre.com.br

10 ESPORTES contexto

Conmebol confirma Libertadores com final única e define data; veja interessadas

Em Congresso realizado nesta segunda-feira (11) em Moscou, na Rússia, a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) confirmou que a Copa Libertadores passará a ter final em jogo único e em sede neutra a partir da edição de 2019. Na reunião, foi definido que a decisão do próximo torneio será disputada no dia 23 de novem-

bro, um sábado. Essa é outra grande alteração, já que a decisão tradicionalmente é às quartasfeiras. Segundo apurou a reportagem, há três cidades interessadas em receber a partida: Lima (Peru), Santiago (Chile) e Montevidéu (Uruguai). A final O local da final de 2019 será anunciado em de-

zembro deste ano. Também no Congresso realizado nesta segunda-feira, os dirigentes da Conmebol definiram que irão apoiar a candidatura tríplice de Estados Unidos, México e Canadá para a Copa do Mundo de 2026, assim como a reeleição do atual presidente da Fifa, Gianni Infantino. A sede do próximo Mun-

dial será definida no Congresso da Fifa, nesta quarta-feira (13), também em Moscou. Por que não Brasil ou Argentina? A Conmebol decidiu que não terá uma final única sendo realizada em Argentina e Brasil. A escolha da entidade é por um campo neutro, levando em conta o favoritismo de argentinos

e brasileiros para alcançarem a decisão. Com isso, será possível medir a capacidade de uma cidade receber a primeira final única - logística, deslocamentos, comércio, impacto, torcida. Caso a experiência se mostre abaixo da esperada, o formato com dois jogos na final voltará a ser adotado.


www.jornalhojelivre.com.br

terça-feira, 12 de junho de 2018

ESPORTES 11

contagem regressiva

Ronaldo e Robbie Williams estarão na cerimônia de abertura da Copa

O cantor britânico Robbie Williams vai se apresentar na cerimônia de abertura da Copa do Mundo da Rússia-2018, que acontece na próxima quinta-feira (14), em Moscou, evento que também contará com a presença do ex-jogador brasileiro Ronaldo, o fenômeno.

é um “sonho de infância”.

Williams, ex-integrante do grupo Take That e fanático por futebol, disse que este

Robbie Williams lançou em 2016 o single “Party Like a Russian” (Festeje como um

“Fiz muitas coisas em minha carreira e estar na abertura do Mundial da Fifa diante de 80.000 torcedores no estádio e milhões em todo o mundo é um sonho de infância que vira realidade”, afirmou em um comunicado.

Russo), que recebeu críticas na Rússia por promover estereótipos sobre o país. A soprano russa Aida Garifullina representará o país sede na cerimônia de abertura, de acordo com a Fifa. Do Brasil O ídolo brasileiro Ronaldo também teve a presença confirmada na cerimônia,

que acontecerá 30 minutos antes da partida de abertura da Copa do Mundo, entre Rússia e Arábia Saudita, programada para quinta-feira às 18h00 locais (12h00 de Brasília). “A partida de abertura sempre é muito simbólica. É quando você percebe o grande momento pelo qual, jogador ou torcedor, espera há quatro anos e que finalmente chegou”,

comentou Ronaldo, campeão mundial em 1994 e 2002. “É um momento emotivo também para os anfitriões. Depois de tanto trabalho, de repente todo o mundo está na sua casa para celebrar o amor pelo futebol. Senti isso no Brasil há quatro anos e agora estou feliz por poder compartilhar este entusiasmo com os russos”, completou.


terça-feira, 12 de junho de 2018

www.jornalhojelivre.com.br

12 S.CAETANO meio ambiente

Ações marcam o Dia do Meio Ambiente em São Caetano do Sul

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado na semana passada, São Caetano do Sul realiza entre terça e sexta-feira uma série de ações de conscientização sobre a preservação da natureza e do respeito à biodiversidade. As atividades são feitas por meio de parceria do o Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental) com a Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação. O plantio de novas árvores no Espaço Verde Chico

Mendes, que vem sendo realizado desde o mês de maio, integra as atividades desenvolvidas pelo Saesa para a ocasião: Foi feito o plantio de aproximadamente 150 árvores de 23 espécies nativas. Nas escolas Também nesse Dia do Meio Ambiente, crianças entre 2 e 3 anos da EMI Cláudio Musumeci assistiram de perto ao plantio de duas árvores na escola por funcionários do Saesa. Elas acompanharam a perfuração das cavidades onde foram inseridas as

mudas de aldrago e de acácia e, ao final do trabalho, ajudaram a cobrir com terra. “Procuramos mostrar aos alunos não só a importância do plantio de uma árvore, mas de tudo o que envolve o respeito à natureza, como reciclagem e a convivência com seres de outras espécies”, explica a diretora da EMI, Alba Mari Cappelli. Na Escola de Ecologia ‘Jânio da Silva Quadros’, localizada dentro do Parque Botânico da cidade, alunos do 2º ano da EMEF

Anacleto Campanella participaram de uma oficina de reciclagem, onde aprenderam a fazer uma aranha de plástico a partir de garrafas pet. Os estudantes também receberam panfletos informativos do Saesa com dicas para preservar o ambiente entre outras informações competentes ao tema em questão. Triagem Na parte da tarde, alunos do 5º ano da EMEF Elvira Paolilo Braido visitaram o Centro de Triagem de Coleta Seletiva, onde tiveram

oportunidade de observar a separação de materiais recicláveis. Foi também ministrada uma aula no Núcleo de Desenvolvimento Ambiental. Programação Até o final da semana, em continuidade às atividades de educação ecológica, a EMI Pedro José Lorenzini, EMEI José Auricchio, EMEI João Barile e EMEI Primeiro de Maio também receberiam o plantio de árvores, segundo programação divulgada pela Prefeitura da cidade à imprensa.


www.jornalhojelivre.com.br

terça-feira, 12 de junho de 2018

ÚLTIMAS

13

saúde

São Bernardo inicia construção do último andar do Hospital de Urgências

Depois de consolidar um ritmo acelerado para os serviços do futuro Hospital de Urgência (HU), localizado no Centro da cidade, a Prefeitura de São Bernardo anunciou o início da construção do 8º e último andar do prédio. O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, acompanhado do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, vistoriaram o andamento dos serviços, confirmando também que o projeto já atingiu 45% de execução. “Na primeira vistoria, não tí-

nhamos dimensão de como seria esse hospital. Hoje, podemos dizer que esse sonho está se tornando realidade e deixando de ser uma promessa. Retomamos uma obra que estava abandonada e entregaremos um hospital, com estrutura e atendimento de qualidade. Essa é uma enorme conquista para a nossa cidade”, destacou o prefeito de São Bernardo. Início do Gverno No início deste governo, em janeiro de 2017, o canteiro apresentava menos de 1% de serviços realizados, deixados

pela gestão antecessora.

to Socorro Central”, disse.

Além de garantir a retomada ativa das intervenções, a atual Administração também fez readequações na planta, ampliando a capacidade de atendimento.

Responsável pela pasta de Saúde, Dr. Geraldo Reple detalhou sobre os avanços a estrutura do equipamento disponibilizará para população. “Neste hospital teremos centro cirúrgico, consultórios, sala de atendimento, sala de medicação, entre outras. Iremos oferecer aos pacientes um atendimento médico adequado, com dignidade, conforto e respeito”, adicionou Reple.

“Inicialmente, foi prometido 207 novos leitos. Porém, conseguimos remodelar a parte interna e passamos a oferecer 250 acomodações, sendo 236 leitos e 14 poltronas. Quando o HU estiver em funcionamento, teremos o dobro da capacidade de leitos existentes Hospital Pron-

Além de melhorar a Saúde do município, a construção tam-

bém está oferecendo mais oportunidades de emprego. Atualmente, 290 funcionários trabalham diretamente na obra e 900 de forma indireta. Quando a unidade estiver em funcionamento, cerca de 1.500 profissionais irão atuar no prédio. Prazo O prazo do término das obras do Hospital de Urgência é em 2019 e o início do atendimento será em 2020. Até o momento, foram utilizados R$ 43 milhões dos R$ 107,9 milhões que estão previstos para a finalização do projeto.


terça-feira, 12 de junho de 2018

www.jornalhojelivre.com.br

14 ECONOMIA santo andré

Seguranças patrimoniais são valorizados com reclassificação de cargos e salários

A Prefeitura de Santo André vai reclassificar os cargos e funções gratificadas dos seguranças patrimoniais, supervisores e seus encarregados, com o objetivo de valorizar a categoria.

Reclassificação Com esta reclassificação, os seguranças patrimoniais terão uma incorporação no salário base que poderá chegar a R$ 2.105,61, conforme a classe de cada funcionário.

correlatas.

As mudanças estão previstas em lei sancionada pelo prefeito Paulo Serra e entrarão em vigor em janeiro de 2019.

Antes, esta valor era de no máximo R$ 1.471,70. Já os cargos de supervisor e encarregado chagarão a R$ 2.888,13 e R$ 4.025,07, respectivamente, uma valorização salarial de mais de 65%.

“Nossa gestão mostra o comprometimento com estes servidores que zelam pela segurança de todos e dos próprios públicos, possibilitando que com o seu trabalho os índices e a sensação de segurança melhorem. Agora, mais um motivo para comemorar, pois os seguranças patrimoniais podem se sentir valorizados e reconhecidos por seu trabalho”, destacou.

A mudança altera a classificação salarial para uma nova tabela de vencimentos, incluindo as funções gratificadas de Supervisor de Segurança Patrimonial e Encarregado de Segurança Patrimonial, ocupadas apenas por servidores efetivos indicados pela Secretaria de Segurança Cidadã.

Os seguranças patrimoniais têm, entre outras funções, promover a zeladoria diuturna dos equipamentos públicos pertencentes à administração da cidade, além de executar serviços de portaria e desempenhar atribuições

O prefeito Paulo Serra comemorou mais uma conquista para os profissionais de segurança pública de Santo André.

O secretário de Seguran-

ça Cidadã, José de Oliveira, destaca ainda que esta gestão está constantemente empenhada na valorização do servidor de carreira e na melhoria das condições de trabalho, dando voz a estes servidores. “Estamos atentos às demandas dos nossos trabalhadores; já aprovamos o estatuto da Guarda Civil Municipal e, agora, pudemos proporcionar a mesma atenção aos nossos seguranças patrimoniais”, pontuou o administrador da pasta da cidade. Valorização Em novembro do ano passado, após uma espera de 28 anos, a Guarda Civil Municipal de Santo André ganhou

um novo estatuto para reger as suas atividades. Documento O documento em vigor visa reorganizar cargos e classes, direcionar o código de conduta e disciplina, entre outros itens que beneficiam a categoria, com isso se torna possível garantir ainda um plano de carreira próprio, com perspectivas de crescimento profissional para a categoria em questão. Um dos principais pontos também é a melhora significativa para todos os guardas civis municipais, das mais diferentes categorias, no valor salarial de cada profissional, de acordo com informações da Prefeitura.


www.jornalhojelivre.com.br

terça-feira, 12 de junho de 2018

ECONOMIA 15

em busca de investimentos

‘Missão Santo André-Colômbia’ promove encontro em Bogotá A Prefeitura de Santo André realizou nesta semana uma etapa crucial da ‘Missão Santo André-Colômbia’, criada com o objetivo de abrir novas oportunidades para empresas da cidade e gerar empregos no município. Na terça-feira (5) e na quarta-feira (6), foi realizado um encontro em Bogotá, capital do país vizinho, que reuniu 20 empresas brasileiras, sendo metade de Santo André, e diversos clientes em potencial nas mais diversas áreas. Durante os dois dias de reuniões e palestras, os empresários entraram em contato com cerca de 150 clientes e chegaram a concluir negociações, fechando pedidos de vendas. O secretário-adjunto da Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzatto, definiu a viagem como um sucesso e espera que os resultados beneficiem Santo André em breve. “Os encontros foram cercados de informações, experiências e negociações relevantes. Os empresários saíram extremamente satisfeitos e já em contato com clientes em potencial. Agradecemos a embaixada brasileira em Bogotá que nos ajudou nesta missão e a Câmara Comercial da cidade que nos cedeu o espaço com uma infraestrutura elogiável”, comentou Banzatto, representante da Prefeitura de Santo André na missão. A Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André), a Investe SP (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade), a Tec Mobile e outras entidades também participaram do evento internacional. “Nossa cidade vem se recuperando economicamente e os números de empregos e renda não mentem. Esse ambiente é muito favorável para estreitarmos relações com um país em crescimento, como a Colômbia. Hoje eles estão entre as economias que mais crescem, em franco desenvolvimento. Isso dá oportunidade para os empresários instalados na ci-

dade exportarem mercadorias e fazerem parcerias técnicas. Assim, podemos melhorar ainda mais a geração de emprego em Santo André”, enfatizou o prefeito Paulo Serra. A Colômbia está entre as economias mais promissoras da América Latina. O país se encontra em crescimento econômico há cerca dez anos consecutivos, com uma média anual de 4%, conforme dados do Banco Mundial. No país existem departamentos que tiram dúvidas referentes à legislação, tributação, além de informar quais negócios são mais carentes de investimento.

Foto: Divulgação


terça-feira, 12 de junho de 2018

16

www.jornalhojelivre.com.br

TECNO

números

SP Serviços ultrapassa os 13 milhões de downloads

O SP Serviços, junto com seus aplicativos, já ultrapassou os 13 milhões de downloads. Segundo estatísticas do fechamento do mês de maio, esse número representa um aumento de 3,8% no número de instalações dos apps em relação ao mês anterior. No total, o SP Serviços e seus aplicativos tiveram cerca de 500 mil downloads no mês de maio, totalizando 13,5 milhões de downloads desde a implantação em 2014.

Os aplicativos mais baixados atualmente na loja são os do Detran.SP com 4,1 milhões de instalações, o Simulado Detran.SP com 3,1 milhões e o Nota Fiscal Paulista com 1,2 milhão. O SP Serviços especificamente, que já incorpora os três apps do Poupatempo (Agendamento, Guia de Serviços e Achados e Perdidos), também se destaca com aproximadamente 2,2 milhões de downloads. Atualmente, a loja conta com 43 apps gratuitos de diferentes órgãos do governo paulista. Com isso, é possível realizar diversos serviços pelo celular, como consultar ou resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista, estudar para a prova da 1ª CNH, agendar a atualização do RG no Poupatempo, denunciar crimes contra o meio ambiente, conhecer os parques paulistas, saber os endereços das estações de trem, delegacias, entre muitos outros. O app mais recente do hub é o Metrô Conecta, que possibilita ao cidadão informar qualquer tipo de ocorrência nas estações ou trens, de natureza operacional ou de segurança, principalmente aquelas que dependem de atuação imediata, permitindo até mesmo a abertura de chat online e envio de fotos. O SP Serviços também funciona como um canal de co-

municação, permitindo que o Governo envie mensagens push de utilidade pública e até mesmo informações personalizadas para usuários autenticados com login e senha. Desenvolvido pela Prodesp, o SP Serviços integra o Poupatempo 2ª Geração, conjunto de iniciativas que tem como um de seus principais objetivos a ampliação da oferta de serviços públicos eletrônicos ao cidadão. Outras novidades A Prodesp também desenvolveu duas novas funcionalidades para o app Detran.SP: a possibilidade de fazer a indi-

cação do condutor pelo celular e a validação da Certidão de Prontuário da CNH. Com isso, todas as Certidões de Prontuário emitidas pelo portal do Detran.SP ou presencialmente passaram a contar, além do código numérico tradicional, com um QR Code que pode ser validado pelo aplicativo.

smartphone. SP Serviços Com 13,5 milhões de downloads, o SP Serviços é a solução mobile desenvolvida pela Prodesp para dar ao usuário a conveniência de ter todos os aplicativos do Governo do Estado de São Paulo disponíveis em um único lugar, com a garantia e a segurança de serem os oficiais.

Já no caso da Indicação de Condutor Infrator, a solicitação de transferência da pontuação da CNH das multas emitidas pelo Detran.SP agora pode ser feita pelo celular, por meio de uma “selfie” e uma assinatura no próprio

Disponibilidade Disponível na App Store e no Google Play, o SP Serviços reúne, além do Detran.SP, outros 42 apps gratuitos do Governo do Estado de São Paulo, incluindo os do Diário Oficial, Poupatempo, Metrô, Cetesb,

Nota Fiscal Paulista e Procon. SP. Prodesp A Prodesp é a empresa de Tecnologia da Informação do Governo do Estado de São Paulo. Criada em 1969, também é responsável pela gestão e operação dos programas Poupatempo e AcessaSP. Em 2016, foi eleita a melhor empresa do segmento Indústria Digital do Brasil, no ranking Melhores & Maiores da revista Exame. E, em 2017, foi contemplada com o Destaque do Ano do Anuário Informática Hoje, na categoria Prestador de Serviços para Governo (empresas de grande porte).

Hojelivre ed2798 120618  
Hojelivre ed2798 120618  
Advertisement