Issuu on Google+

COMUNIDADE Luciana Pombo

Moradora de Praia de Leste reclama de recursos que não foram aplicados pelo Município Robson do Walle

Eleições 2012 ainda em ritmo de calmaria

O dinheiro veio, mas não foi usado. Cobrei várias vezes e não sabem me dar explicações. É deprimente o descaso governamental aqui”, disse ela. Dinalva cobrou, mas não recebeu respostas. Ela promete avaliar na urna o governo de Rudisney Gimenes (PMDB). “Pontal é um diamante que precisa ser lapidado. Não podemos deixar que furtem de nós este diamante”, comentou. Dinalva integra agora o Movimento SOS Pontal. Ela pegou adesivos para serem colocados em seu carro. “Pontal tem como mudar e precisa mudar! Vamos trabalhar para isso”. Moradora reclama da falta de investimentos em Pontal

Casa de Carnes e Mercado Ipê

Jornal

A Verdade

Aceitamos encomendas Bebidas, carvão em geral Excelência em carne Domingo a domingo-

3458-3488

Rodovia PR-412, 1594 Balneário Praia de Leste

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

O mais lido do litoral do Paraná CNPJ: 09.719.718/0001-43 Tiragem: 3000 - Valor: R$ 60,00

Na reta inicial para a prefeitura de Pontal, nenhum candidato começou a fazer grandes investimentos. Na foto, Sandro Rogério ainda apoiava a candidatura de Edgar para a prefeitura. Agora, os dois são candidatos a prefeito de Pontal, ao lado de Marcos Casquinha. Mais na página 10.

Pontal do Paraná foi a cidade escolhida para sediar evento de mulheres recicladoras. Procuradoria do Meio Ambiente considera reciclagem do Município como incipiente. Detalhes na pág. 7

Não é raro encontrar acidentes no caminho entre Curitiba e Pontal do Paraná, pelo BR-277. Inauguração de alça na chegada de Paranaguá ajuda, mais ainda não é solução para problema. Veja na pág. 4 Luciana Pombo

Tia do deputado federal André Vargas (PT-PR), Dinalva Vargas é moradora de Pontal do Paraná há quatro anos. Amante das belezas naturais de Pontal do Paraná, ela sofre com o descaso das autoridades municipais. Um dos principais momentos que causaram indignação nela foi a liberação de emenda parlamentar do sobrinho dela no valor de R$ 100 mil para a construção de academias esportivas em outras regiões de Pontal, sem que os recursos tenham sido aplicados. “Temos algumas academias, mas o André (Vargas) quis liberar mais dinheiro para novas academias aqui. Precisamos de academias em Praia de Leste, por exemplo.

ANO: 02 Luciana Pombo

EDIÇÃO: 14

Luciana Pombo

16

3457-9588

Agrodog Visitas podem ser agendadas pelo telefone

A maior distribuidora de produtos para animais agora no Litoral do Paraná!

(41) 9229-1359

Veja também:

Recarga de Cartuchos | Digitação e Impressão | Xerox

(41) 3457-8502

*Adolescentes dizem que apanharam da polícia na Beira-Mar. Mães querem Justiça. Pág. 04

* Com dificuldade para andar, morador de Pontal pede ajuda da Secretaria de Saúde. Pág. 02


02 SAÚDE

15

Com 89 anos, paciente é abandonado por autoridades de Pontal do Paraná

Rádio Web volta a operar em Pontal do PR

Ciro Pombo

que ela pessoalmente desconhecia.

Luciana Pombo

O aposentado Tomé Geronimo de Souza, de 89 anos, precisa de uma cirurgia de emergência há alguns meses, mas não consegue ser encaminhado pelas unidades de saúde de Pontal do Paraná para algum hospital de Curitiba. Morador do Balneário Ipanema há seis anos, Tomé levou um golpe da sorte. Ele estava pendurando uma gaiola de passarinho em casa,quando caiu da cadeira e quebrou a bacia. O acidente ocorreu em 1989. “Na hora eu senti muita dor. Meus vizinhos é que vieram me ajudar. Eu não consegui mais andar”, contou ele. Tomé teve uma infecção óssea na perna esquerda e quebrou o fêmur. Passou por todas as unidades de saúde de Pontal do Paraná e conseguiu uma primeira cirurgia em Curitiba, quando ele colocou platina. Há um mês e meio, a perna começou a dar trabalho novamente. Abriu um buraco na região do fêmur e um líquido amarelo começou a sair. “Há um mês e meio estamos numa correria para conseguirmos internar meu marido. Mas não há jeito. Sempre tem algum problema. Não tem vaga em Curitiba – é o que me repetem sempre que precisamos de ajuda”, explicou Vilmara do Rocio Soares, mulher do Tomé. A perna do aposentado não dobra. Ele não consegue andar por causa da dor (nem com o andador, adquirido para isto). “A ferida está feia e precisamos de ajuda! Ele não pode ser colocado em carros e temos que depender dos agentes de saúde. Ele está com anemia também. Precisamos fazer algo urgente”,

3457-1341 | 9229-1359 Jornais, panfletos, diagramações, redações, revisões, fotos Rádio Web já está funcionando normalmente

Robson do Walle

Sorriso no rosto esconde as marcas e as dores da bacia quebrada

suplicou Vilmara. Tomé precisa usar fralda geriátrica e tem dificuldade de conseguir o produto – que não é fornecido pela Prefeitura de Pontal. “Ele não está mais comendo bem, tem que usar fraldas continuamente e a ferida por vezes melhora, por vezes piora. Nos jogam de um lado para o outro e não resolvem

nossa situação. Pedimos socorro para sermos atendidos, para ele conseguir tratamento e cirurgia médica!”. A reportagem do Jornal A Verdade entrou em contato com a secretária de Saúde de Pontal do Paraná que informou que irá atender emergencialmente o problema do aposentado,

D’Rose Pães & Doces (41) 3458-1170

Aberto das 6h30 às 22h

Rodovia PR-412, km 2 - 2215 Balneário Canoas - Pontal do Paraná - PR

Bebidas até 00h só no Doidão Distribuidora de Bebidas e Conveniências

Doidão

8522-3671

Rodovia PR-412, 6733 - Balneário Grajaú

Jornal

A Verdade

Comunidade

A comunidade em primeiro lugar

Rádio Cidadã da Câmara Municipal de Pontal do Paraná voltou a operar no dia 8 de maio e já foi acessada por mais de 4 mil internautas. A média de acesso diário é de 320. De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Valdevino Simões Périco (PR), os números demonstram que a população pontalense está realmente interessada em informações. “O povo quer saber não apenas as informações relacionadas à política local, mas também das áreas da saúde, cidadania, economia, política estadual e nacional”, disse o parlamentar, que resolveu reativar a rádio para dar o direito ao povo

pontalense do acesso à informação. Mesmo tendo uma programação padrão, a Rádio Cidadã, como tem sido chamada a rádio web da Câmara de Pontal do Paraná, ela está aberta a críticas e sugestões. “Queremos que a rádio seja cada vez mais atraente e útil para todos, principalmente para a população pontalense”, comentou Valdevino. Informações, questionamentos e sugestões podem ser feitas pelo telefone (41) 3455-8950. A rádio web pode ser acessada no site http://www.camarapontal. pr.gov.br/.


VINGANÇA FEMININA 1:

VINGANÇA FEMININA 2:

Um homem sempre zoava sua mulher que era loira. Um dia, ele passou na casa de seus amigos para que eles o acompanhassem ao aeroporto, porque sua mulher iria viajar. Como sempre zoava com ela, ele disse na frente de todo mundo: - Amor, traz uma francesinha de Paris pra mim? Ela abaixou a cabeça e embarcou muito chateada. A mulher passou quinze dias na França. O marido pediu que os amigos o acompanhassem novamente ao aeroporto. Ao chegar lá, ele perguntou para a mulher: - Amor, você trouxe minha francesinha? Ela disse: - Eu fiz o possível. Agora é só rezar para nascer menina!

O casal está passeando pela praia, e ela pede que ele lhe compre um biquíni. Ele responde: - Com esse corpo de máquina de lavar? Nem pensar! Continuam caminhando, e ela insiste: - Bom, então compra um vestido para mim? Ele responde: - Com esse corpo de máquina de lavar? Nem pensar!! Passa o dia. À noite, já na cama, o marido vir a para a esposa e pergunta: - E aí, mulher? Vamos botar a máquina de lavar para funcionar? E a mulher, com ar de desprezo, responde: - Para lavar só esse pedacinho de pano? Ah...! Lava na mão mesmo que dá menos trabalho!

Dona de casa reclama da falta de segurança em Pontal Ciro Pombo A dona de casa Marlene dos Santos não vê futuro para Pontal do Paraná, a não ser que haja mobilização social em prol da segurança pública. Moradora de Canoas, ela reclama da falta de ação dos governos municipal e estadual para acabar com a criminalidade em Pontal – que além de promover o tráfico indiscriminado de drogas, ainda não dá respostas para os altos índices de

homicídio (inclusive de mulheres). “Se a gente tivesse um prefeito que não fosse tão comodista, que fosse para as ruas e pedisse segurança junto com o povo, nossa situação seria diferente. Temos que apostar numa polícia eficiente e somente teremos uma polícia assim quando o povo for capaz de cobrar e de se indignar com a falta de ação em Pontal”, garantiu ela. Luciana Pombo

Hora de Sorrir

POLÍCIA Luciana Pombo

03

HUMOR

Luciana Pombo

14

Dona de casa reclama da falta de segurança em Pontal

Espaço Aberto Curitiba És morena pela manha e castanha a tardezinha. Galanteiam te tantos.Mas eu sei que me amas. Me ausento e volto.Chego,e passo à admira-la. Suas irmãs lhe imitam nos cabelos e no pentear. A essência do teu cheiro,são os teus encantos e elegância. Andas com o esplendor e Majestade de uma Princesa.As suas vestimentas,são a formosura e a simpatia.Elogiam-lhe muitos por aí a fora,lançam-lhes olhares lisonjeiros; e te enchem de mimos.Espero que ao olhares no espelho,suportes a tua gloria,e não se envaideças;e sejas sempre a minha amada, jovial,doce e calorosa. (Vilmar Bonfim)

Jornal

A Verdade O mais lido do litoral do Paraná

No olhar das adolescentes, o medo da violência

Protesto em Santa Terezinha descontentamento da população

mostrou

Acusado de abuso sexual contra crianças é preso em Monções Robson do Walle Policiais civis de prenderam em flagrante, no último dia 3 de agosto, um homem suspeito de abusar sexualmente de duas meninas – uma de 5 e outra de 7 anos de idade. De acordo com a polícia, Juarez dos Santos, 29 anos, praticava os crimes durante a ausência dos pais das crianças. O suspeito foi preso em casa, no Balneário Monções, em Pontal do Paraná. A polícia chegou até Juarez dos Santos depois de receber uma denúncia do Conselho Tutelar. O órgão foi notificado pela direção da escola onde as meninas estudam. Segundo as investigações, um dos irmãos das

meninas, de 9 anos, relatou que elas vinham sendo abusadas. O indiciado vai responder por crime de estupro de vulnerável. Ele foi encaminhado ao setor de carceragem temporária (Secat) de Pontal do Paraná. As crianças foram enviadas ao Instituto Médico Legal (IML), para que fosse procedido o exame de corpo de delito. Juarez dis Santos já contava com duas passagens pelo crime da Lei Maria da Penha. As vitimas são sobrinhas dele. Os pais das meninas não tinham conhecimento de que o autor abusava de suas filhas.

Marlene mora há oito anos no município. “Moro há oito anos aqui e não tenho sossego. Não sei o que vai acontecer. Não sou adepta a política. Mas quem assumir aqui tem que ser macho e cumprir o que prometer. Se não for macho, que nem vá disputar – que vá para casa lavar roupa. Tanque para o político que não cumpre o que diz”, disse a dona de casa.

Fugitivo de Pontal é preso pelo COPE em Curitiba Robson do Walle Preso de confiança que fugiu em maio em Pontal do Paraná foi detido pelo Cope (Centro de Operações Policiais Especiais) na capital paranaense. De acordo com informações policiais, Wilson Lima de Farias, de 48 anos, abusava da enteada de 13 anos desde que ela estava com apenas seis anos. Ele foi preso em setembro do ano passado e nega as acusações.

Vítimas eram sobrinhas dele


Seis adolescentes estavam de bicicleta seguindo de Praia de Leste para Ipanema, onde participariam do juramento da bandeira e iriam surfar. Mas foram interrompidos por uma abordagem policial. Um dos adolescentes diz que uma viatura policial, com dois militares dentro de nomes Cantelli e Farias, passou por eles e voltou. Na frente de recrutas que faziam o treinamento, os militares teriam descido da viatura e iniciado uma revista completamente fora dos padrões. Um deles, sem o uniforme da Polícia Militar (PM). “Eles chegaram brutamente e foram entortando minha bicicleta e chutando um colega meu. Falaram coisas horríveis, deram chutes e apertaram o saco para não deixarem marcas. Disseram que enquanto estávamos vadiando, a mãe da gente estava dando para um negão em casa”, contou o adolescente que teme sair de casa, tamanha a agressão psicológica que diz ter sofrido. Os adolescentes, além de surfistas, treinam outras modalidades esportivas. Todos garantem não ter qualquer tipo de vício e não entendem porque foram vítimas de tanta violência. A

mãe de um deles, Solange Jatobá, não esconde a raiva que sente por terem agredido injustamente o filho dela. “Que exemplo é este que o s policiais militares estão dando para o s meninos? Eles não são viciados, são atletas, todos amigos, de família, não fazem vandalismo. Por que resolveram fazer essa agressão? Alguém precisa nos explicar!”, disse Solange. Outra mãe, a advogada Josiane Gouvea Borges, disse que acredita na punição de todos os envolvidos na violência sofrida pelos adolescentes. “O que vimos é que os policiais aplicaram nos adolescentes sessões de tortura. Eles bateram e chutaram com o peito do pé, apertavam os dedos dos garotos, deram tapas na cara”, relatou. “Eu não tenho medo de defender o meu filho. Vou lutar até o fim agora. A gente trabalha, dá tudo para o filho e vem um qualquer bater nele? Não vou admitir”, retrucou Rita de Cássia Furman.

Mães prometem que não vão descansar enquanto não fizerem Justiça

Um dos adolescentes é campeão de surf em Santa Catarina e representa Pontal do Paraná. “Quantos casos como estes ocorrem em Pontal e não sabemos porque os pais ou os adolescentes temem falar? Isso não pode ficar assim”, disse Eva Gabardo. As mães já entraram com procedimento administrativo dentro da Polícia Militar e aguardam julgamento dos militares envolvidos. Elas também fizeram queixa na Delegacia de Ipanema.

Alça PR-407 já é realidade no litoral Robson do Walle A obra da nova alça rodoviária que dá acesso à PR-407, junto ao viaduto da BR-277, no sentido de Praia de Leste e Pontal do Paraná, já é realidade e acaba de ser inaugurada. Executada pela concessionária Ecovia ao custo de R$ 1,5 milhão, a obra fica na altura do Km 7, próximo a Paranaguá e foi um pedido do Movimento SOS Pontal para desafogar o tráfego de caminhões na região e reduzir a quantidade de acidentes. A obra melhora as condições de tráfego entre as duas rodovias, aumentando a segurança e o conforto dos usuários, além de facilitar o fluxo de veículos, em especial os caminhões que se dirigem ao Porto de Paranaguá. A alça rodoviária foi construída em conjunto com o viaduto para permitir a conversão em níveis diferentes. Antes da construção, os veículos que trafegavam pela BR-277 no sentido de Curitiba e que precisavam retornar para Paranaguá tinham de seguir até o quilômetro 12 para fazer o contorno. Agora é possível fazer o retorno pelo viaduto, com economia de tempo e de combustível, beneficiando principalmente os caminhões.

Inauguração foi feita pelo governo do Estado

Acidentes com caminhões são constantes na Serra do Mar

Pouco sobrou do caminhão na batida na 277

Um acidente entre três caminhões no Km 35 da BR277, em Morretes, no litoral do Paraná, deixou as duas faixas da pista sentido Paranaguá totalmente interditadas neste mês. Segundo a concessionária

Luciana Pombo

Ciro Pombo

13 RODOVIAS

Luciana Pombo

04 POLÍCIA Mães acusam policiais militares de bater em adolescentes em Praia de Leste

Quatro quilômetros de fila se formou na vinda para o litoral

que administra o trecho, Ecovia, uma pessoa ficou gravemente ferida e foi levada para o Hospital Regional de Paranaguá. Após a batida, um dos caminhões tombou e a carga de ureia e farelo de

soja ficou espalhada na pista. Quatro quilômetros de congestionamento se formaram no trecho. Quase todos os dias, são registrados acidentes com caminhões na Serra do Mar.


Ciro Pombo

Luciana Pombo

Em pelo menos duas oportunidades, a secretária de Saúde de Pontal do Paraná, Flora Eugênia Abraão afirmou que não existe uma política municipal de priorização da saúde pública no governo de Rudisney Gimenes (PMDB). Ela foi ouvida num Chá para Mulheres promovido pela Igreja do Evangelho Quadrangular do Balneário de Ipanema e na Câmara Municipal de Pontal do Paraná. “Falta técnico, agente comunitária de saúde, enfermeiras! Falta tudo na saúde

Secretária falou sobre problemas da saúde para mulheres em chá em Ipanema e na Câmara

e mesmo assim faço o que posso. Tenho que apagar um incêndio por dia e não tenho incentivos para isso”, falou a secretária. Mesmo com as deficiências, Flora diz que tem conseguido atender às urgências e procedimentos preferenciais para idosos, gestantes e crianças. Por mês, são realizadas 141 consultas de dermatologista, 108 de ginecologia, 50 de neurocirgurgia, 30 de gastroenterologista, 32 de psicologia, 50 de otorrinolaringologia, 48 de fonoaudiologia, 120 de geriatria e 80 de ecografia. As consultas eletivas não estão mais sendo realizadas desde dezembro de 2010. Oito médicos estariam atendendo em Pontal, além das especialidades. “Muitas vezes as pessoas reclamam que estão sendo mal tratadas nas unidades. Eu não tenho como saber e punir estes agentes que não cumprem suas obrigações. Peço apenas que me informem, que reclamem para mim diretamente. Tomarei providências”, garantiu ela. A secretária conta ainda na estrutura municipal com 30 agentes comunitárias de saúde e dois veículos para visitas do programa de atendimento domicilar. Os maiores problemas atuais no agendamento de consultas está na especialidade de ortopedia. Há sete meses, não tem vaga para cirurgia ortopédica e a situação está ficando complicada. “Somos reféns do sistema, temos que agendar e aguardar a vaga”, disse. A secretaria atende mensalmente cerca de 1,2 mil pessoas para agendamento de consultas e exames.

Voto é coisa séria! Pais, jovens, vamos todos juntos mudar o rumo do nosso Município, fazendo novos governantes com a força do nosso voto. Temos que fazer governantes de caráter, com força de vontade para tirar nosso Município e nossa população do fundo do esgoto que os atuais administradores deixaram. Pontal do Paraná está uma lástima, com população e o comércio falidos, lixo por todos os lados! Isso é uma vergonha!... Não, caros, não dá para deixarmos uma bancada de vereadores no Poder onde 98% agem como fantoches do atual prefeito. Na verdade são cartas marcadas, sem personalidade, com o comando do Ditador. Muitos podem perguntar, por que da nossa revolta? Faz oito anos que nós ambulantes e empresários fizemos um abaixo-assinado e protocolamos na Câmara de Vereadores para nos ajudar contra os paraquedistas que vem na temporada e não pagam qualquer tributo, mas os vereadores rejeitaram nosso abaixo-assinado porque tinham a maioria da Câmara e odeiam os ambulantes. Prova disto foi a reunião que fizemos com o prefeito, o Marcos Casquinha, o Tinoco e o Beto Silva em que nos prometeram mudanças e nada fizeram. Um levantamento que fizemos mostrou que mais de R$ 15 milhões foram levados pelos invasores do nosso município de Pontal do Paraná – que só aparecem nas temporadas. E a saúde? Sempre nos deixaram abandonados! Quando temos problemas de emergência temos que correr para outros lugares, municípios vizinhos. Cadê a Ação Social? Cadê a Secretaria de Saúde? Isso é humilhação. Sem falar na falta de segurança! A população já está com medo porque pais, mães e jovens morrem em Pontal do Paraná e nada é feito. Isso aqui está igual o Velho Oeste! E é por isso que nós convocamos jovens, pais, mães para que pensem bem na hora de votar! Acorda Pontal! Essa coluna é o nosso repúdio para todos os atuais administradores e grande parte dos vereadores de Pontal do Paraná! Ubirajara Gomes Paulo da Silva Xavier • As colunas assinadas e os informes publicitários são de responsabilidade exclusiva dos seus assinantes, não cabendo qualquer acionamento aos diretores e responsáveis pelo jornal.

Robson do Walle De um dia para o outro o nome da Avenida Santa Mônica, na Vila Progresso, já havia sido alterado para Valdir Giglio. Sem qualquer informação para os moradores e sem motivo aparente, a mudança foi feita para o descontentamento de todos que ali moram. “O que fizeram é um absurdo. Mudam o nome da rua, descaracterizam nossa cidade e o que precisam fazer não fazem”, reclamou o morador Irineu Ivankio, comerciante. Desde 1982 com a família em Pontal do Paraná, o capitão José Ivankio considera a ação municipal como uma afronta. “Temos tantos problemas aqui e que não passam pelo nome da rua! Essa rua aqui alaga quando chove, não dá para a gente transitar, o comércio e as casas ficam quase

Luciana Pombo

Culpa da saúde em Pontal é da falta de prioridade do Município, diz secretária

Rua foi mudada de nome sem explicação para a população

Buraco feito pela Prefeitura não escoa água

abaixo d´água. Em vez de pensarem em drenagem, em bocas de lobo, eles fazem o absurdo de mudar de nome a rua”, falou.

Um bueiro artificial foi feito na rua, mas não consegue conter a chuva por causa da sujeira e da péssima manutenção. “Em ano político eles até

tentam fazer umas coisinhas e acham que fizeram demais”, comentou o capitão.

Carreador no Grajaú irrita moradores que querem uma rua em condições de tráfego Ciro Pombo Sem manilha, nem boca de lobo, a rua Trancredo Neves, no Balneário Grajaú, é um local intransitável – principalmente em dias de chuva. Há muitos anos, não passa na região uma máquina e os moradores improvisam buracos em muros para escoar a água e evitar alagamentos. “Comprei duas botas de borracha para passar aqui em dias de chuva. A água sobe e entra nas casas. Protocolei um pedido na prefeitura para melhoria da rua e mesmo assim há 20 anos não passa uma máquina aqui. Cheguei a ajudar a colocar uma placa aqui que dizia “obrigado prefeito, está de férias?”. O rapaz que encabeçou o movimento acabou tendo que deixar a cidade”, contou o mecânico aposentado Delmiro dos Santos Gomes. Delmiro mora há cinco anos em Pontal do Paraná e há dois anos atua no Balneário do Grajaú. Ele se diz indignado, inclusive com a pouca atuação das associações de moradores. “A gente pensa que pode contar com a associação local, mas não pode. Ninguém quer tomar nossas dores! Aqui está tudo abandonado”, disse ele. A situação mais grave é no cruzamento com a rua Luiz Carlos Prestes. Serviço: O pontalense que quiser pedir uma visita do Jornal A Verdade pode fazer um agendamento prévio pelo email averdadepontal@hotmail.com ou pelo telefone 9229.1359.

Luciana Pombo

Informe Publicitário

05 COMUNIDADE Comunidade não quer que vereador mude nome de ruas Luciana Pombo

12 POLÍTICA

Família de Delmiro reclama da péssima condição de rua no Grajaú


06

11

Opinião

EDITORIAL

Coluna Patti Simões

Editorial Não vou parar porque querem que eu pare. Não vou me recolher porque querem que eu me recolha. O Jornal A Verdade nasceu para ser grande e grande será hoje e sempre. Não vamos deixar de denunciar, independente de quem seja administrador municipal. Não vamos deixar de ouvir o povo, sofrido, que quer uma mudança de postura, investimentos na educação, na saúde e no turismo. Enquanto os cães latem, a caravana passa – já dizia um antigo pensamento árabe. E vamos que vamos. A direção.

Cartas O Município de Pontal do Paraná tem o IPTU mais caro do Brasil. Isso sem contar que somos em vários balneários (43) sem regularização, sem registro de imóveis. Exemplo: uma casa residencial no Balneário Guarapari com mais ou menos 300 metros quadrados teve o IPTU de 2012 aumentado de R$ 800 para R$ 1400. Sugestão: enviar para o jornal a reclamação enfileirada, com sugestão de mudança. Se compararmos o IPTU em outros lugares veremos que a situação é absurda. Um apartamento no Balneário Camboriú (SC) com 130 metros quadrados tem IPTU de R$ 400. Um apartamento em pleno Jardim Botânico, em Curitiba, com 110 metros quadrados custa R$ 350. E a situação de Pontal é absurda! A infraestrutura da cidade é precária, não tem esgoto, quando a gente quer colocar é cobrado um valor inviável. A mantenção da orla marítima é péssima. E o turismo, como fica? A baía é linda, mas temos que arrumar a Beira Mar. (Luiz Carlos Marini)

Jornal pais não foi possível resolver. Agora mandei e-mail reclamando pra SMED e para o Sac da Prefeitura. Espero que alguma atitude seja tomada e que outros pais que tenham filhos que estudem na Escola juntemse à causa, só o que espero é um ambiente de respeito e dignidade para todas as crianças. Atenciosamente, Maristela de Lima Bueno Bacharel em Ciências Biológicas

A Verdade O mais lido do litoral do Paraná

Luciana,

Vimos através do programa Fantástico da Rede Globo, como funciona a corrupção praticada por empresas que prestam serviços a órgãos do governo. Isso não é novidade, ocorre em quase todos os municípios brasileiros. Aqui em Pontal do Paraná, não temos provas desse tipo de ocorrência, porém alguns procedimentos que podem levar ao desvio. Exemplo disso é o que observamos em Shangrilá, onde o secretário de obras do município é visto PARABÉNS PELO SEU TRABALHO NA BAND NEWS É A seguidamente em escritório de empreiteira. Fazendo NOSSA PONTAL SENDO MUITO BEM REPRESENTADA o quê? No mínimo podemos imaginar que ele leva NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DO PARANA. VOCE informações privilegiadas a essa empresa. O sistema de MERECE. licitações por carta convite dá ao governante a condição EQUIPE NOSSO GAS, BALNEARIO STA TEREZINHA de contratar serviços que podem facilitar a corrupção. Por que não adotar o pregão eletrônico? Venho através desse email reclamar do tratamento com os alunos de uma merendeira da Escola Municipal É sabido que prestadores de serviço ou fornecimento de materiais oferecem propina para ganhar licitações. Primavera. Minha filha de 7 anos reclamou que a merendeira é grossa com as crianças e coloca a comida A formação de cartel também é forma de tentar burlar no prato como de fosse lavagem. As crianças já passam o processo licitatório, favorecendo ora uma ora outra empresa. Existem meios de identificar as falcatruas. Um o dia todo na escola, comendo as mesmas comidas e trabalho de auditoria periódica seria um desses meios. ainda são tratadas dessa forma???? Lógico que já entrei em contato com a Escola, acontece É muito fácil trabalhar com dinheiro público, que parece não ter dono mas tem origem: o contribuinte. que a dita cuja é concursada e há anos ela age Ari J. de Sá dessa forma. Os responsáveis pela escola alegaram já conversar bastante com ela, mas sem o apoio dos

TELEFONES ÚTEIS: Polícia Militar - 190 Polícia Rodoviária Federal - 191 SAMU - 192

Contato comercial: Robson do Walle (41) 3457.1341 / 9181.1497 Charges: Roque Sponholz Impressão: Editora Folha de Londrina Ltda Publicação: Mensal

ENTENDA A IMPORTÂNCIA DO VOTO CONSCIENTE

A participação política não é tão somente uma dimensão constitutiva, mas também uma maneira exigente de viger NOSSO COMPROMISSO ao serviço dos outros, da coletividade e de uma sociedade. Mas, nós cidadãos, gostando ou não da política partidária, apesar de todas as decepções e todos os desgostos, somos convidados a participar efetivamente e ativamente com vistas a promover o Bem Comum. Omitir-se, politicamente, é a pior forma de participar da política. Este ano de 2012, um novo processo eleitoral abre mais uma possibilidade de participação política pelo voto. Para que um país seja, efetivamente, democrático não basta haver eleições. Mas, essas são, na verdade, o nervo da democracia. Eleições limpas, SEM COMPRA E VENDA DE VOTOS, participativas e sem fraudes, ou seja, éticas, são a chave inicial e a primeira garantia de vida democrática. O Voto Consciente é a forma de exercício mais claro, direto e evidente de cidadania e de expressão da vontade do cidadão, a quem pertence todo o poder político. Ninguém deve abster - se de

votar, muito menos, votar nulo ou em branco, por maior que seja seu desânimo. Omitir-se na política, é alimentar os camundongos! A pirâmide do poder político está apoiada na base constituída por prefeitos e vereadores, a quem também cabe desenvolver políticas públicas, voltadas para as necessidades concretas da realidade local. Nós, eleitores, precisamos reconstruir uma base sadia para essa pirâmide elegendo prefeitos e vereadores, realmente COMPROMETIDOS com o BEM COMUM. Atenção aos vereadores que pretende eleger, pois, o prefeito não pode agir sem leis voltadas pelas Câmaras, que, igualmente, fiscalizam sua atuação. O poder decisivo do Município se situa nas Câmaras. A eleição de homens e mulheres de caráter firme para as Prefeituras e Câmaras Municipais pode impedir alianças e cumplicidades corruptas. Compreendemos até certo ponto os eleitores desconfiados, desanimados e sem esperança nos políticos e na política. O que não falta é precedente. Porém, é preciso acreditar que ainda existam mulheres

Polícia Rodoviária estadual - 198 Corpo de Bombeiros - 193 Defesa Civil - 199 Narcodenúncia - 181 Procon - 151

Expediente: Redator e Editor: Toni Casagrande (tonicasagrande@hotmail.com) Criação e Diagramação: Margareth Souza (Ventura Comunicação & Marketing – CNPJ: 09.719.718/000143). Email: averdadepontal@hotmail.com.

políTiCa

Distribuição: Gratuita Exemplares: 3 mil

Anuncie neste jornal e tenha a garantia da qualidade de um jornal independente e com ética. Acesse a tabela de descontos no email lucianapombo@hotmail.com ou pelo telefone (41) 3457.1341.

Diferença entre POLÍTICA e POLITICAGEM 1. POLITICA é amar pessoas compromissadamente. POLITICAGEM é usar pessoas descaradamente. 2. POLITICA é uma missão totalmente divina. POLITICAGEM é uma pratica totalmente satânica. 3. POLITICA implica respeitar, preservar e defender as instituições para que elas alcancem seus objetivos de promover as pessoas. POLITICAGEM implica manipular as instituições para que sirvam a objetivos corporativos e pessoais. 4. POLITICA é a arte de estabelecer fundamentos para o futuro a fim de que a próxima geração seja beneficiada, celebrando com gratidão a memória dos estadistas do passado. POLITICAGEM é o legado imoral recebido por filhos que dizem sem constrangimento: “estamos curtindo o que nossos pais roubaram do povo no passado”. 5. POLITICA deságua em fidelidade ante os compromissos feitos com o povo, administrando o bem publico para toda a comunidade. POLITICAGEM é a arte do cinismo, temperada com ostentação e riquezas provenientes do assalto ao fruto do suor do povo. 6. POLITICA sempre pensa na próxima geração. POLITICAGEM sempre pensa na próxima eleição. 7. POLITICA vislumbra um futuro repleto de justiça e dignidade para todos. POLITICAGEM embriaga os corruptos para levar vantagem sobre o povo. 8. POLITICA é generosamente conciliadora. POLITICAGEM é perversamente desagregadora. 9. POLITICA vê o adversário como um possível aliado no futuro, na defesa do bem-comum. POLITICAGEM sempre encara o adversário como um inimigo que precisa ser tirado do páreo a qualquer custo e com qualquer arma. 10. POLITICA caminha debaixo de princípios ideológicos e éticos. POLITICAGEM surfa no oportunismo cínico.

e homens limpos que investem na carreira política para trabalhar pelo Bem Comum. Em contrapartida, sempre vai existir aqueles que tentarão fazer da atividade política a arena de suas ambições, uma corrida aos próprios ganhos. O futuro e destinos desses cabem a nós, com o NOSSO VOTO! Lembrando que a compra de votos de eleitores além de crime é um desrespeito ao povo, pois se aproveitam da miséria e da carência de alguns para conseguirem seus “resultados eleitorais”. Este ano de 2012 é o momento da mudança. Que mereçam o mandato as mulheres e os homens sérios e comprometidos com o povo. Que ceifemos da vida pública os gananciosos, malandros e aproveitadores. Estamos cada vez mais indignados com a corrupção que vem acontecendo em todos os níveis, e por toda a sociedade. A corrupção vem nos corroendo por dentro. FAÇA VALER O PODER QUE VOCÊ TEM NAS MÃOS, VOTE CONSCIENTE!! Patti Simões.


Ciro Pombo

Ciro Pombo

Marcos Casquinha Vereador de Pontal do Paraná, Marcos é dono da Sorveterias Casquinha. Na administração de Rudisney Gimenes, ele atuou na Secretaria Municipal de Ação Social. É apoiado por Gimenes e representa a continuidade da atual administração.

Sandro Rogério Nascido em 10 de outubro de 1964, Sandro Rogério nunca ocupou cargo eletivo. É empresário e conduz a Adega, no Balneário Santa Terezinha. É uma candidatura alternativa, contando com o apoio apenas do seu próprio partido.

Momentos que marcaram a reta inicial da eleição em Pontal:

Procurador vê com tristeza falta de reciclagem no litoral

cidades litorâneas. “A coleta aqui é mínima. Pontal e Matinhos operam o aterro sanitário de Pontal e temos denúncias graves lá que serão investigadas. Sei que estão enterrando de tudo lá, o que é um absurdo nos tempos de hoje! Temos feito diversas ações judiciais no sentido de forçar os prefeitos e vereadores a tratarem efetivamente o lixo. Mas o resultado ainda é pouco efetivo!”, disse ele. Um dos grandes problemas analisados pelo promotor é a falta de ação do Poder Público. “Falta campanha institucional do Município para separação do lixo. O poder Público é omisso. As associações é que tem sobrevivido heroicamente nesse mar de incompreensões que temos e da falta de apoio governamental. Mesmo com o trabalho árduo dos recicladores, o resultado ainda é pequeno. Temos que entender que a reciclagem ajuda a salvar o meio ambiente, gera empregos e tira muita gente da criminalidade”, pontuou. Brechas legais – Saint Clair informou que as prefeituras podem e devem fazer projetos pagando diretamente os recicladores pela reciclagem, em vez de terceirizadas. A ação, que beneficia o Município, ainda pode ser feita sem licitação. “Existem soluções inteligentes que podem e devem ser trabalhadas, como em Rio Negro, Tibagi e Londrina. Nessas cidades, não existe coleta de lixo terceirizada, tudo é feito pelos coletores. Isso já fez girar a roda da renda financeira e permitiu

Encontro reuniu mulheres recicladoras de várias partes do Brasil

a criação de habitações populares com a economia feita e favoreceu plantações orgânicas de flores, com a coleta. Tem muito a ser feito, precisamos ter vontade e criatividade”, ensinou o procurador.

Vários seminários foram feitos durante dois dias

Caminhão de Paranaguá despeja líquido em rio pontalense Robson do Walle Jaysha Azzi

Edgar Rossi Nascido em 30 de maio de 1968, Edgar é morador de Pontal e empresário. Dono do Pontalle e do Decore, ele é candidato de oposição a atual administração.

A Associação Banestado de Praia de Leste foi sede do encontro do Movimento Nacional de Mulheres Recicladoras. O objetivo foi a integração e a capacitação das mulheres, que representam um grande contingente da organização brasileira de recicláveis. De acordo com o procurador Saint-Clair Honorato Santos, do Ministério Público (MP) estadual, o Paraná não pratica a reciclagem. “O Paraná finge que recicla. Curitiba, que é uma cidade onde a reciclagem faz parte de muitos moradores, o índice de reciclagem é de apenas 35%, sendo que 25% da coleta é feita pelos catadores de papel”, contou o procurador de Meio Ambiente. Saint Clair disse que os aterros são mal gerenciado em grande parte dos municípios, chegando a cúmulos nas

Jaysha Azzi

liberados – ainda nem iniciaram. Para a prefeitura de Pontal, este ano apenas três são os concorrentes: Marcos “Casquinha” Fioravanti (PMDB), Edgar Rossi (PHS) e Sandro Rogério (PSL). Todos foram contactados pelo Jornal A Verdade para mandarem fotos e currículos, como nenhum mandou, a reportagem dáse o direito de ter buscado apenas as informações que entende importantes para que o eleitor saiba quem são os candidatos que disputam o eleitorado.

Luciana Pombo

Nas ruas de Pontal do Paraná são poucas as propagandas políticas e partidárias. Pelo menos, por enquanto. Os candidatos à prefeitura de Pontal estão esperando para investir em propagandas ou cabos eleitorais. As restrições impostas pelo juiz eleitoral Rodrigo Brum Lopes foram primordiais para o comportamento tímido inicial: nada de placas em residências, nada de propagandas em comércio, nada de muros pintados ou carros de som. Os comícios –

Mulheres Recicladoras buscam incentivos dos municípios litorâneos

Luciana Pombo

Candidatos apertam os cintos para a largada eleitoral

Patrícia Simões

07 MEIO AMBIENTE

ELEIÇÕES

Jaysha Azzi

10

Fotos foram publicadas na Internet

Moradores do Balneário Grajaú ficaram indignados ao verem um caminhão de uma empresa parnanguara despejando resíduos líquidos num

rio de Pontal do Paraná. A moradora Jaysha Azzi fez fotos da ação e denunciou no Facebook. “Liguei para a prefeitura na mesma hora e me disseram

que mandariam uma pessoa ver o que estava acontecendo. Ninguém apareceu! Um descaso”, relatou ela.


08 Na Boca do Povo

Na Boca do Povo

Curso de Política – O PDT fez em Curitiba um curso de formação política. Sete integrantes do partido em Pontal do Paraná foram participar do seminário, que contou com a presença de Manoel Dias – secretário geral do PDT Nacional.

Comando Geral – O coronel Luiz Henrique Pombo do Nascimento, primo da jornalista Luciana Pombo, assume dia 20 o Comando Geral do Corpo de Bombeiros. Pombinho, como é conhecido entre os amigos, já morou no Litoral e foi comandante dos bombeiros em Matinhos e em Paranaguá. Luciana Pombo

Luciana Pombo

Nem assim – Viatura do meio ambiente de Pontal parece que nem com guincho funciona. Ou é mentira?

Amor a Deus – Pontalenses participaram do Dia Municipal do Evangélico. Era para ser na Praça de Ipanema, mas a chuva impediu. As ações por uma Pontal de Jesus foram feitas na Igreja do Evangelho Quadrangular.

Restrições – Em Pontal do Paraná e em Matinhos, estão proibidos carros de som, muros pintados e placas em casas. Os candidatos terão que trabalhar de forma parecida para conquistar os eleitores.

Luciana Pombo

Luciana Pombo

De bem com a vida – Em Shangri-lá, a terceira idade também fez festa Julina. Foi um dia inteiro de diversão e muita música.

Voluntariado por Pontal - Moradores de Pontal programam um ato cívico em favor da praia do Município. O luau diferente será realizado em Santa Terezinha.

Concurso - O blog da jornalista Luciana Pombo acaba de ser novamente indicado para participar da seleção 2012. Por dois anos ele ficou entre os 100 mais lidos do Brasil. Agora quatro blogs administrados por ela estão inscritos no concurso.

EM ALTA

Luciana Pombo

Luciana Pombo

O bombeiro Luis Carlos Silveira está indignado com os buracos no Balneário Miami, onde ele tem casa. Com pouca chuva, formam-se piscinas por ali...

Ação política – Pedetistas de Pontal foram visitar a mulher mais velha de Pontal do Paraná, conhecida como Vozinha. Com 104 anos, ela carrega no coração a promessa de ajudar aos que mais precisam...

Luciana Pombo

Casagrande Luciana Pombo

Por Toni

09

Boa idade – O grupo de seresta “De Bem com a Vida” ensinou um pouco de dança, ritmo e alegria numa apresentação festiva na Casa da Cultura, no Balneário Ipanema.


Jornal A Verdade - agosto