Page 399

cansada, mas envolta numa aparência de triunfo contido. Quando chegou em Green Gables, Diana estava lá, e elas se encontraram como se tivessem ficado separadas durante anos. – Minha querida velha amiga, é perfeitamente esplêndido ter você de volta. Tenho a impressão de que se passaram anos desde que você foi para a cidade e, oh, Anne, como foi nos exames? – Acho que fui bem em tudo, menos em Geometria. Não sei se passei ou não na prova, e estou com um pressentimento horripilante de que não passei. Oh, é tão bom estar de volta! Green Gables é o lugar mais querido, mais lindo do mundo. – E como foram os outros? – As meninas disseram que sabem que não passaram, mas eu acho que elas até foram muito bem. Josie disse que a prova de Geometria foi tão fácil que até uma criança de dez anos teria sido capaz de fazê-la! Moody Spurgeon continuava achando que não passara em História, e Charlie disse que deve ter sido reprovado em Álgebra. Mas nós ainda não sabemos nada de concreto, e não saberemos até a lista ser publicada. E isso acontecerá somente daqui a duas semanas. Imagine viver duas semanas neste suspense! Eu queria poder adormecer e não acordar até elas terminarem. Como Diana sabia que seria inútil perguntar como Gilbert Blythe havia ido nas provas, ela apenas disse: – Oh, eu tenho certeza de que você vai passar. Não se preocupe. – Eu prefiro não passar a não ficar entre os primeiros colocados na lista – respondeu Anne com a rapidez de um raio, e Diana sabia que o que ela queria dizer era que o sucesso seria incompleto e doloroso se ela não passasse na frente de Gilbert Blythe. Com esse objetivo em vista, Anne havia exaurido cada um dos seus nervos durante os exames. E Gilbert também. Eles haviam se encontrado e passado um pelo outro na rua dezena de vezes sem dar o menor sinal de reconhecimento, e cada vez Anne erguia a cabeça um pouco mais e desejava um pouco mais seriamente ter feito 399

Profile for lucasportop2

Anne de Green Gables  

Anne de Green Gables  

Advertisement