Page 358

tenho certeza de que você sabe disso sem que ninguém precise dizer para você. – Eu certamente não sabia – respondeu Anne radiante. – Eu sei que não estou mais tão sardenta como costumava ser, então tenho muito para ser grata, mas eu realmente não ousava esperar que houvesse qualquer outra melhora. Estou tão contente que a senhora ache que sim, srta. Barry. A casa da srta. Barry era decorada com “grande magnificência”, como Anne contou depois para Marilla. As duas garotinhas provincianas ficaram muito desconcertadas com o esplendor da sala de visitas, onde a srta. Barry deixou-as enquanto ia cuidar do almoço. – Não é igualzinho a um palácio? – sussurrou Diana. – Eu nunca estive na casa da tia Josephine antes, e não fazia ideia de que era tão imponente. Eu queria tanto que Julia Bell pudesse ver isso... ela fica tão convencida quando fala da sala de visitas da mãe dela. – Um tapete de veludo – suspirou Anne diante daquele luxo – e cortinas de seda! Eu sonhei com tudo isso, Diana. Mas, sabe, eu acho que não me sinto muito confortável com elas no final das contas. Há tantas coisas neste quarto, e todas são tão esplêndidas que não sobra espaço para a imaginação. O que é um consolo quando você é pobre... há tantas outras coisas sobre as quais se pode imaginar. A estadia na cidade marcou Anne e Diana durante muitos anos. Ela foi ocupada com prazeres do princípio ao fim. Na quarta-feira, a srta. Barry levou-as para visitar a Exposição, onde passaram o dia. – Foi esplêndido – relatou Anne mais tarde para Marilla. – Eu nunca imaginei que algo pudesse ser tão interessante. Eu realmente não sei qual dos setores foi o mais importante. Os de que mais gostei foram os setores dos cavalos, das flores e dos bordados decorativos. Josie Pye tirou o primeiro lugar em renda de agulha. Eu realmente fiquei contente por ela. E fiquei contente por me sentir 358

Profile for lucasportop2

Anne de Green Gables  

Anne de Green Gables  

Advertisement