Page 348

já aconteceu há muito tempo. Eu acho seu cabelo muito bonito agora... estou falando sério. Vamos ser amigos. Anne hesitou por um momento. Debaixo da sua dignidade ultrajada, ela estava consciente, de uma forma estranha e recém-despertada, que a expressão meio tímida, meio ansiosa, nos olhos cor de avelã de Gilbert era algo muito bom de ver. Seu coração deu uma batidinha rápida, estranha. Mas o rancor da antiga ofensa paralisou imediatamente sua determinação vacilante. A cena de dois anos atrás passou como um raio pela sua mente, tão vívida como se tivesse acontecido ontem. Gilbert a chamara de... cenoura..., e a desgraçou diante de toda a escola. Seu ressentimento, cuja causa poderia parecer ridícula para as outras pessoas mais velhas, aparentemente não havia sido nem um pouco acalmado ou suavizado pela passagem do tempo. Ela odiava Gilbert Blythe! Ela nunca o perdoaria! – Não – respondeu com frieza –, nós nunca seremos amigos, Gilbert Blythe; e eu nem quero! – Pois muito bem! – respondeu Gilbert, saltando para dentro do bote com uma cor raivosa nas faces. – Eu nunca mais pedirei a você para sermos amigos, Anne Shirley. E também não me importo! Gilbert se afastou com remadas rápidas e desafiadoras, e Anne seguiu pela pequena trilha íngreme coberta de samambaias debaixo dos bordos. Ela mantinha a cabeça muito ereta, mas estava consciente de uma sensação estranha de remorso. Ela quase desejava ter respondido de outra forma. Claro que Gilbert a insultara horrivelmente, mas, ainda assim... Somando tudo, Anne pensou que seria um alívio sentar e derramar umas boas lágrimas. Ela realmente estava muito frágil emocionalmente, e o susto e a força que fez para permanecer agarrada na estaca começavam a ser sentidos. Quando estava na metade do caminho, ela se deparou com Jane e Diana, que voltavam correndo para o lago num estado bem próximo a um desvario real. O sr. e a sra. Barry haviam saído, e 348

Profile for lucasportop2

Anne de Green Gables  

Anne de Green Gables  

Advertisement