Page 343

naquilo; mas ela logo se consolou porque, afinal, como ela e Diana disseram, meninas grandes, de treze, quase catorze anos, eram velhas demais para diversões tão infantis, como casas de brinquedo, quando havia lugares mais fascinantes para se descobrir ao redor do lago. O lago era esplêndido para pescar truta da ponte, e as duas meninas aprenderam a remar sozinhas no pequeno bote de fundo chato que o sr. Barry usava para caçar patos. Anne foi quem teve a ideia de dramatizar Elaine. No inverno passado, elas haviam estudado o poema de Tennyson na escola, porque o ministro da Educação o havia incluído no curso de inglês de todas as escolas da Ilha Príncipe Eduardo. Elas o haviam analisado, desmembrado e esmiuçado, até poder ser considerado um milagre que ainda sobrasse qualquer significado para elas, mas pelo menos a donzela do lírio branco, Lancelot, Guinevere e o rei Arthur haviam se tornado pessoas reais, e Anne foi consumida por um desapontamento secreto de não ter nascido em Camelot. Como ela mesma disse, as pessoas naqueles dias eram muito mais românticas do que as de hoje. O plano de Anne foi recebido com entusiasmo. As meninas haviam descoberto que, se empurrassem o bote do atracadouro, ele seria levado pela correnteza por baixo da ponte e acabaria parando sozinho no outro promontório, que se projetava de uma curva do lago lá embaixo. Elas haviam remado muitas vezes até lá, e nada poderia ser mais conveniente para interpretar Elaine. – Está bem, eu vou ser Elaine – concordou Anne, relutante, porque, embora estivesse encantada por interpretar a personagem principal, seu sentido artístico exigia um preparo físico que, segundo ela, suas limitações tornavam impossível. – Ruby, você será o rei Arthur, Jane será Guinevere, e Diana será Lancelot. Mas primeiro teremos de ser o pai e os irmãos. Não teremos o velho servo mudo, porque não há espaço para duas pessoas no bote, quando 343

Profile for lucasportop2

Anne de Green Gables  

Anne de Green Gables  

Advertisement