Page 302

Anne estava no meio delas, e seus olhos estavam tão brilhantes e animados como os delas; – de repente, Matthew sentiu que havia nela algo diferente das outras meninas. O que preocupou Matthew foi que a diferença que o impressionara era algo que não deveria existir. O rosto de Anne era mais alegre, e seus olhos eram maiores, mais deslumbrados, e suas feições mais delicadas do que qualquer uma das outras meninas; mesmo Matthew, que era tímido e pouco observador, aprendera a notar essas coisas; mas a diferença que o perturbava não se referia a nenhum desses aspectos. A que se referia, então? Matthew continuou obcecado com a pergunta muito tempo depois que as meninas haviam ido embora de braços dados pela vereda congelada e Anne voltado para seus livros. Ele não podia conversar com Marilla a respeito, porque sentia que ela certamente fungaria de desprezo e diria que a única diferença que via entre Anne e as outras meninas é que estas, às vezes, mantinham suas línguas em repouso. Matthew pressentia que isso não seria de nenhuma grande ajuda. Para a grande indignação de Marilla, naquela noite ele apelou para seu cachimbo para ajudá-lo a examinar o assunto. Depois de passar duas horas fumando e refletindo profundamente, Matthew encontrou a solução para o problema. Anne não estava vestida como as outras meninas! Quanto mais Matthew pensava a respeito, mais ficava convencido de que Anne nunca usara vestidos como os das outras meninas – nunca, desde que viera para Green Gables. Marilla a vestia com vestidos simples, de cor escura, todos cortados do mesmo molde invariável. Se Matthew sabia que havia algo como uma moda para os vestidos, isso era tudo o que sabia; porém, tinha certeza de que as mangas dos vestidos de Anne não se pareciam em nada com as mangas dos vestidos das outras meninas. Ele recordou o grupo de menininhas que vira em volta dela naquela tarde – todas usavam 302

Profile for lucasportop2

Anne de Green Gables  

Anne de Green Gables  

Advertisement