Page 285

Antes que Anne pudesse responder, a sra. Barry apareceu no meio daquela cena. Quando Anne a viu, tentou ficar em pé, mas deixou-se cair sentada novamente com um gritinho agudo de dor. – O que aconteceu? Você se machucou? – perguntou a sra. Barry. – Meu tornozelo – arfou Anne. – Oh, Diana, por favor, vá buscar seu pai, e peça a ele para me levar para casa. Eu nunca vou conseguir andar até lá. Eu tenho certeza de que não vou conseguir saltitar tão longe num pé só, se Jane não conseguiu saltitar nem em volta do jardim. Marilla estava no pomar enchendo uma panela com maçãs do verão, quando viu sr. Barry se aproximando pela ponte de troncos e pela ladeira com a sra. Barry ao seu lado, e uma procissão inteira de menininhas atrás dele. Ele carregava Anne nos braços, cuja cabeça estava molemente recostada no seu ombro. Naquele momento, Marilla teve uma revelação. Durante a pontada de medo que penetrou fundo no seu coração, ela soube o que Anne passou a significar para ela. Ela admitia que gostava de Anne – mais que isso, que ela estava muito afeiçoada a Anne. Mas agora, enquanto descia pela ladeira numa corrida desenfreada, ela sabia que a amava mais do que qualquer coisa na face da terra. – Sr. Barry, o que aconteceu? – arfou, mais branca e trêmula do que a Marilla sensata e autocontida havia sido há anos. Anne levantou a cabeça e tranquilizou-a: – Não se assuste, Marilla. Eu estava caminhando por cima da viga mestra e caí lá de cima. Acho que torci o tornozelo. Mas, Marilla, eu poderia ter quebrado o pescoço. É preciso ver o lado positivo das coisas. – Eu devia saber que você acabaria aprontando algo parecido, se eu a deixasse ir àquela festa – disse Marilla, perspicaz e aborrecida em meio ao seu alívio. – Sr. Barry, traga ela para cá e a deite no sofá. Minha nossa, a criança perdeu os sentidos, ela desmaiou! O que era verdade. Não aguentando mais a dor do ferimento, 285

Profile for lucasportop2

Anne de Green Gables  

Anne de Green Gables  

Advertisement