Page 204

– Minha última esperança se foi – ela disse a Marilla. – Fui ver a sra. Barry pessoalmente, e ela me tratou de uma maneira muito ofensiva. Marilla, não creio que ela tenha berço. Não há nada mais a fazer, a não ser rezar, e não espero que isso ajude muito, Marilla, pois não acredito que Deus possa fazer alguma coisa no caso de uma pessoa tão obstinada quanto a sra. Barry. – Anne, não diga uma coisa dessas – ralhou Marilla, esforçando-se para vencer a tendência perversa de rir que, para seu espanto, crescia dentro dela. E, de fato, ao contar a história toda a Matthew naquela noite, ela riu vigorosamente das aflições de Anne. Mas, ao entrar de mansinho no frontão leste antes de ir para a cama e descobrir que Anne havia chorado até adormecer, uma brandura incomum se insinuou em seu rosto. – Coitadinha – ela murmurou, tirando um cacho solto de cabelos da face manchada de lágrimas da criança. Em seguida, inclinou-se e beijou o rostinho corado sobre o travesseiro.

204

Profile for lucasportop2

Anne de Green Gables  

Anne de Green Gables  

Advertisement