Issuu on Google+

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

2

Quinta-feira, 26 de setembro de 2013

OPINIÃO Mais um objetivo a se perseguir

Crime de que gostaria de ser acusado Roberto Silo

CRIME - Um leitor admite que gostaria muito de ser acusado pelo crime de lavagem de dinheiro. Ele não sabe bem como funciona esta história, mas fica fascinado com o volume de dinheiro lavado no país.

Assis está ausente do programa Cultura é Currículo, mantido pela Secretaria Estadual de Cultura pelo terceiro ano consecutivo, porque o convênio entre o município e aquele órgão não foi refeito no prazo previsto, em 2011, de forma que a cidade ficou fora do planejamento. O programa é um circuito que estimula a frequência regular de estudantes a unidades públicas culturais, visando o

enriquecimento curricular das escolas e a ampliação dos horizontes entre os alunos, que resulta do contato com as artes em geral. No caso de Assis, o projeto era aplicado por meio do sistema de museus e beneficiava a estudantes da maioria das cidades da região, previamente inscritas. Isto ampliava o fluxo cultural e permitia à Assis cumprir sua tarefa de centro regional

também em cultura, processo que se interrompeu desde aquele ano e pode perfeitamente se retomado a partir de 2014, bastando que os responsáveis pelo setor se mobilizem e cumpram as exigências formais da secretaria. Aliás, seria ideal inscrever o município em todos os programas culturais do Estado e do Sesc. Em geral, não custam nada e rendem fartos benefícios à população.

CRIME II - Todo dia tem notícia de cobrão acusado de lavar dinheiro e sempre de cacetada; não tem miséria. Quando falam R$ 2 milhões, é fichinha.

que até lavar não é muito complicado, mas secar o danado e deixar em condições de uso, exibe muito cérebro.

lavagem de dinheiro.

CRIME IV - Lavagem grande mesmo é acima de R$ 10 milhões, para compensar o gasto com os ingredientes e a enorme mão de obra. Um amigo dele que já lavou dinheiro, disse que o serviço dá um trabalho amuado.

CRIME VI - Para ir treinando, ele pretende começar lavando moeda de 10 centavos, depois aumenta para 25 centavos, depois 50, até chegar a 1 pau.

CRIME V - Principalmente para secar depois, por-

CRIME VII - Só então é que poderá se aventurar com as notas de 2 paus, mais tarde as de 5 paus e 10 paus, quando já estará doutorado em

CRIME VIII - Como não dispõe nem das moedas para começar o treinamento, vai propor uma sociedade ao seu sogro para o grande empreendimento do século: lavagem de dinheiro em família. CRIME IX - O velhote entra com o dinheiro a ser lavado e ele participa com a experiência e a mão de obra, para depois racharem o lucro na proporção de metade cada um.

ARTIGOS As maiores barreiras para ouvir bem

Para acertar na receita Quem entra em um restaurante quer ambiente agradável, bom atendimento e principalmente comida saborosa. Para chegar nisso, existe uma engrenagem que - sem intenção de fazer trocadilho tem de estar bem "azeitada" para conquistar o cliente. O ramo possui ainda regras próprias, mas nem sempre seguidas, a influenciar no resultado. Falo das medidas para garantir a segurança e qualidade dos alimentos e que atendem às exigências de higiene e limpeza da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O objetivo é evitar a ocorrência de doenças causadas por alimentos contaminados. Ao adotar as chamadas boas práticas dos serviços de alimentação, o estabelecimento não só cumpre normas, mas ganha valor, aumentando a possibilidade de ampliar sua fatia no bolo desse mercado. E que bolo. O brasileiro gasta 25% da sua renda com alimentação fora do lar, segundo o IBGE. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA), o setor tem crescido a uma média anual de 14,2%. O segmento de bares e restaurantes representa 2,4% do PIB e movimentou no último ano R$ 65,2 bilhões, informa a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). No dia a dia de restaurantes e afins podemos dizer que limpeza e higiene caminham juntas com organização. Cada coisa tem seu lugar. Os alimentos, estrelas do espetáculo, têm de manter distância das más companhias. Ficam longe do material de limpeza e da área de circulação de lixo. O ambiente precisa ser bem iluminado, ventilado e conservado. Piso frio, antiderrapante e sem desenhos é a melhor opção e, como parede e teto, não pode ter rachaduras, infiltrações e mofo. Pias e área de lavagem de panelas, louças e talheres devem ficar distantes de onde se prepara a comida. O pessoal da cozinha deve usar uniforme adequado, touca, estar com as mãos sempre limpas e sem anéis, brincos, pulseira, relógio ou esmalte nas unhas. Funcionário com tosse ou espirrando fica em casa. Esses são apenas alguns dos muitos cuidados. Se você é dono de um restaurante ou similar, procure informar-se para não fugir dos padrões, arriscar a reputação do negócio e ser punido pela

Nas ruas é comum encontrarmos pessoas usando óculos, mas não é isso o que acontece no caso da deficiência auditiva. Apenas 40% das pessoas com perda de audição reconhecem que ouvem mal. A falta de informação e o preconceito fazem com que a maioria demore vários anos para tomar uma providência. Ao sentir alguma dificuldade para ouvir, a pessoa deve consultar um especialista que irá avaliar a causa, o tipo e o grau da perda auditiva. A partir do resultado de testes como o de audiometria, será indicado o tratamento mais adequado. Muitas vezes, o uso de aparelho auditivo resolve o problema. Pessoas com perda auditiva têm dificuldades de relacionamento na família, no trabalho e entre amigos. O que ocorre é um constrangimento, de ambas as partes, devido à dificuldade na comunicação, o que acaba por afastar os deficientes auditivos do convívio em sociedade, podendo acarretar até mesmo depressão. Falar sobre deficiência auditiva nunca é fácil, por causa da resistência que as pessoas têm em admitir a surdez. Mas trazer à tona o problema é a melhor coisa a fazer. Familiares e amigos podem

Novo incentivo para o meio ambiente e a política de ocupação de solo Foi publicada em 27 de agosto, para vigorar imediatamente, a Lei nº 12.854/13 para fomento e incentivos de ações de recuperação florestal e implantação de sistemas

nais, além de outras fontes provenientes de acordos bilaterais ou multilaterais, de acordos decorrentes de ajustes, contratos de gestão e convênios celebrados com órgãos e

senvolvimento sócio econômico, aos interesses da segurança nacional e à proteção da dignidade da vida humana. Vale destacar, a ação governamental na manutenção do

agroflorestais em áreas rurais desapropriadas pelo Poder Público e em áreas degradadas em posse de agricultores familiares assentados, de quilombolas e de indígenas. Degradação, pela letra regulatória, é o processo resultante

entidades da Administração Pública federal, estadual ou municipal, de doações e, ainda, de verbas do orçamento da União ou privadas. Na essência, além da preservação ao meio ambiente, a novel legislação tem como fundamento

equilíbrio ecológico, considerado o meio ambiente como um patrimônio público a ser necessariamente assegurado e protegido, tem em vista o uso coletivo, a recuperação de

de danos ao meio ambiente que acarretam a perda ou reduzem, sensivelmente, propriedades do bem, tais como a qualidade ou capacidade produtiva dos recursos ambientais. A

a redefinição de ocupação do solo rural por meio de política agrícola e fundiária sustentáveis (art. 184 da CF). Por isso, as ações de reflorestamento deverão repre-

áreas degradadas, proteção de áreas ameaçadas de degradação e racionalização do uso do solo. Outro não foi o espírito de cooperação, inclusive, que norteou a criação da Política Nacional de Resíduos Sólidos pela Lei nº 12.305/

recuperação da área degrada tem como objetivo o retorno da área para obtenção de uma estabilidade do meio ambiente, de acordo com um plano preestabelecido para o uso do solo.

sentar alternativa econômica e de segurança alimentar e energética para o beneficiário do programa. Estes incentivos, previstos na lei, deverão buscar alternativas econô-

10, mais precisamente em seu art. 6º, VI, pela qual há "cooperação entre as diferentes esferas do poder público, o setor empresarial e demais segmentos da sociedade', sen-

Caberá ao Governo Federal a criação de mecanismos, mormente aqueles já previstos na Política Nacional de Meio Ambiente (art. 9º da Lei nº 6.938/81), para empregar as ações de recuperação florestal e implementar o sistema

micas aos agricultores familiares, em especial às famílias beneficiárias de programas de assentamento rural, pequenos produtores rurais, quilombolas e indígenas. Este panorama de cooperação nacional, diante de interesses maiores

do objetivo expresso (art. 7º, VIII), a 'articulação entre as diferentes esferas dos poder público, e destas com o setor empresarial, com vistas à cooperação técnica e financeira

agroflorestal em áreas de assentamento rural desapropriadas pelo Poder Público ou em áreas degradadas que sirvam para ocupação do solo rural. Sugerimos a edição de

que conaturalmente o meio ambiente equilibrado informa, não escapa do atual estágio de desenvolvimento da Administração Pública entre nós, vale dizer, a participação de-

para a gestão integrada de resíduos sólidos". A boa administração democrática do interesse público primário pelos mais variados segmentos sociais e a necessidade do Poder Público de fazer cumprir, com força de

decreto para regulamentar a forma pela qual o Poder Público irá empregar especificamente instrumentos de controle e fiscalização das medidas a serem implementadas, sob pena

mocrática em busca do esforço contínuo para tornar eficiente a gestão de valores que devem ser resguardados por todos e por gerações, dentre os quais se inclui, evidente-

autoexecutoriedade, o axioma constitucional de equilíbrio e cooperação do desenvolvimento nacional sustentável sem se olvidar de direitos fundamentais, tal como o direito ao

de insegurança jurídica. Nesse diapasão, este novo diploma legal impõe ao Poder Público a entrega de bem desapropriado com recuperação prévia de áreas degradadas, reflorestadas se o caso,

mente, a ocupação do solo a contento, o que, de resto, representa a política de meio ambiente. A Política Nacional do Meio Ambiente, atualizada por diversos instrumentos pós Carta da República de 1988,

solo, por certo encontra eco tranquilo no art. 225 da Constituição Federal, por meio do qual "todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum

para reassentamento de população rural de baixa renda, programa a ser financiado com recursos de fundos nacio-

tem por objetivo a preservação, melhoria e recuperação da qualidade ambiental, que visa assegurar condições ao de-

AMAREL O AMARELO

do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações."

Fábio Martins Di Jorge é especialista e mestrando em Direito Administrativo - fabio.martins@peixotoecury.com.br

03

Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP

MA GENT A MAGENT GENTA

conversação contém sons de alta frequência). Portanto, o primeiro sinal de presbiacusia pode ser a dificuldade de ouvir o que as pessoas dizem para você. Infelizmente, muitas vezes, quando o indivíduo procura tratamento, o caso já está mais grave. A perda se dá de maneira lenta e progressiva e, com o decorrer dos anos, a deficiência atinge um estágio mais avançado. Cabe aos fonoaudiólogos indicar qual tipo e modelo de aparelho que atende as necessidades do deficiente auditivo. O aparelho será então regulado para tornar os sons audíveis para o paciente. Não há demérito algum em usar uma prótese auditiva. Atualmente, existem aparelhos modernos, pequenos e alguns invisíveis no ouvido, como os da Telex Soluções Auditivas, com tecnologia digital, que não ofendem a vaidade de quem usa. Por que não fazer uso dessa tecnologia e voltar a ouvir, sentindo-se mais confiante para conversar com os familiares e colegas de trabalho? O aparelho auditivo contribui para melhorar a autoestima, proporcionando bem-estar, liberdade, alegria, qualidade de vida!

Marcella Vidal é fonoaudióloga da Telex Soluções Auditivas, graduada pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro); audiologista pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia e pós-graduada em Audiologia Clínica.

fiscalização. Trabalhar de forma correta é sempre a melhor receita.

CIANO

oferecer um apoio importante. Segundo a Sociedade Brasileira de Otologia, 25 milhões de brasileiros têm dificuldades para ouvir. Além de uma exposição contínua a ruídos - seja no trabalho, nas ruas ou em casa -, outros fatores podem levar à perda de audição: doenças congênitas ou adquiridas, traumas, uso de medicamentos ototóxicos e idade avançada. No caso dos idosos, o déficit auditivo pode ocorrer por causa de mudanças degenerativas naturais do envelhecimento, chamadas de presbiacusia. À medida em que você envelhece, as células ciliadas da orelha interna começam a se degenerar. Algumas pessoas perdem a audição mais cedo do que outras. Muitos já começam a sentir o problema quando estão na "faixa" dos 40 anos. Pesquisas revelam que um em cada cinco adultos com mais de 40 anos e mais da metade de todas as pessoas com idade acima de 80 sofrem de perda auditiva. A maioria das pessoas com presbiacusia começa a perder a audição quando há um declínio na sua capacidade de ouvir sons de alta frequência (uma

2013/ SETEMBRO/ 5ª FEIRA | Lua minguante

PRET O PRETO

Só aos grandes homens cabe terem grandes defeitos. ( François de La Rochefoucauld )


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Cidade

Quinta-feira, 03 de outubro de 2013

Governo investirá R$ 1 milhão na reforma do aeroporto local O prefeito Ricardo Pinheiro Santana e seu colega de Cândido Mota, Zacharias Jabur, bem como a presidente da Câmara Municipal daquela cidade, Inês Pimentel, representando o Civap (Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema), foram recebidos pelo superintendente do Daesp, Ricardo Volpi e informados que o governo do Estado vai investir R$ 1 milhão na reforma do terminal de passageiros do Aeroporto Estadual de Assis. Na audiência eles estavam acompanhados pelo deputado mauro Bragato. Segundo Volpi, a licitação deverá ser publicada até novembro. Serão realizados serviços de urbanização do entorno, recomposição de alambrado, revitalização do estacionamento, complementação da iluminação do pátio e iluminação do novo pátio, criação de saguão central, reforma de sanitários, entre outros. O objetivo é dotar o aeroporto de

(Foto: divulgação)

O presidente do Daesp, Ricardo Volpi, anunciou o investimento ao prefeito Ricardo Pinheiro Santana ontem

área de terminal compatível com as exigências operacionais, de segurança e de serviço instituídas pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). O próximo passo, segundo o prefeito Ricardo, será

buscar empresas aéreas comerciais interessadas em investir no local, instalando vôos regulares na cidade. Na avaliação de Bragato, esta conquista junto ao governo do Estado é o primeiro

Texto: Nathalia Fitipaldi Fotos: Bruno Muniz Silo

Roseanne: 70% da estrutura danificada

passo para o aumento de investimentos na região. "Será muito importante para Assis e toda a região ter de volta empresas aéreas utilizando comercialmente o aeroporto da cidade", comentou.

A área administrativa do asilo sofreu danos nas janelas e telhado

A ala de convivência dos idosos está destelhada e teve as janelas quebradas

vívio comum dos asilados foi atingida por destelhamentos e alagamentos; o madeiramento do telhado de todo o asilo ficou comprometido, apenas os dormitórios não sofreram danos; o barracão em construção também foi destelhado", enumera. Desde o acidente foram iniciadas reformas, porém como as chuvas sem mantêm constantes a operação não pode ser feita mais rapidamente. "Nós pedimos para que quem puder colaborar, que nos auxilie com doações em dinheiro; fizemos créditos nas três lojas onde estamos adquirindo o material para a reconstrução e quem puder ajudar pode procurar os gerentes das lojas: Eletrônica Brasília, Chalé Madeireira e Camargo Construções; podem ainda colaborar com doações na conta do asilo no Banco do Brasil, agência 0223-2, conta corrente 3328-6; recebemos também doações de alimentos e produtos de higiene", acrescenta. Atualmente o asilo abriga 39 idosos.

Contrato para duplicação da SP-333 é assinado O deputado Mauro Bragato, confirmou ontem que foi assinado contrato para execução das obras de duplicação da pista e melhorias na rodovia Miguel Jubran, entre os quilômetros 404 e 411, no municí-

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

3ª Feira das Nações começa hoje na Acia Começa hoje 3ª Feira das Nações organizada pelo curso de Administração da Fundação Educacional do Município no salão da Associação Comercial e Industrial. A iniciativa cumpre tarefa da disciplina de Marketing Internacional e visa permitir aos alunos uma experiência de atuação com marketing internacional e exportação, o

que exige conhecimento da cultura do país de interesse. Quem visitar a Feira das Nações hoje e amanhã poderá apreciar produtos típicos das cozinhas italiana, alemã, portuguesa, japonesa e outros. O público também irá se divertir com as apresentações culturais que serão exibidas nos dois dias. A entrada é franca.

Empresa orienta pais para cuidados com as crianças em casa

Asilo São Vicente ainda precisa de doações para recuperar prédio Com as intensas chuvas que atingiram a cidade no dia 21 de setembro, o Asilo São Vicente de Paulo, instalado no Bairro Rural Água do Matão, sofreu sérios danos em sua estrutura e agora necessita da colaboração da comunidade para a reconstrução de diversas alas. De acordo com sua assistente social, Roseanne Decanini, 70% de toda a estrutura sofreu danos com os ventos e chuvas. "Toda a área administrativa, assim como a ala de con-

3

pio de Assis. O contrato, no valor de R$ 50,4 milhões foi firmado entre o DER (Departamento de Estreadas de Rodagem) e a empresa Vale do Rio Novo Engenharia e Construções, com

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

vigência prevista de 18 meses. Além desse trecho, estão em andamento outros processos para implantação de terceiras faixas, acostamentos, dispositivos de acesso e outras melhorias na SP-333 até

a divisa com o Estado do Paraná, que vão beneficiar os municípios de Assis, Cândido Mota, Tarumã, Florínea e toda a região. Também há obras programadas em vários outros trechos da via no sentido Marília.

Segundo a ONG Criança Segura, os acidentes, ou lesões não-intencionais, representam a principal causa de morte de crianças com idades entre de 1 e 14 anos no Brasil. Dados do Ministério da Saúde, indicam que o choque elétrico é a sexta principal causa de morte entre crianças com idade entre 10 e 14 anos e menores de um ano. "As crianças são curiosas e o senso de perig muito pequeno. É comum, quando começam a andar, se agarrar no quem vem pela frente para equilibrar, se tivermos fios expostos, é um perigo. Outra situação comum, é colocar a mão ou objetos em tomadas e aí pode ser fatal", diz o engenheiro de Segurança do Trabalho da Vale Paranapanema, Vinícius Alferes de Oliveira Motta, que orienta os pais a usarem protetores nas tomadas. "Para os mais crescidinhos, que já alcançam e ainda se arriscam a colocar e tirar plugues de aparelhos de tomadas, a dica é tocar no corpo do plugue a nunca puxá-los pelos fios", recomenda. Fios expostos representam risco não só de choque elétrico, mas também de queda, pois os pequenos podem tropeçar e cair. "Neste caso, recomendamos o uso de canaletas, que deixam a fiação segura e longe da criançada", acrescenta. "Em caso de acidente jamais toque na vítima ou no fio, sem saber se estão desligados. Desligue o disjuntor elétrico ou chave geral da casa e chame os bombeiros", orienta. Eletricidade o Verifique sempre o estado das instalações elétricas. Fios desencapados podem ser muito perigosos; - Evite ligar vários aparelhos eletrônicos em uma

mesma tomada; - Substitua as fiações antigas e desencapadas. Os fios devem ficar isolados em locais adequados como canaletas e conduítes; - As tomadas devem estar protegidas por tampas apropriadas, esparadrapo, fita isolante ou mesmo cobertas por móveis; - Fios elétricos devem estar isolados e longe do alcance das crianças; - Evite usar benjamins ou extensões. Muitos aparelhos ligados na mesma tomada podem causar sobrecarga e curto circuito na fiação; - Só permita que as crianças empinem pipas em campos abertos, com boa visibilidade, sem a presença de fios e postes de eletricidade. Oriente-as quanto aos riscos do uso do cerol e de retirar a pipa caso enrosque na rede; - Oriente sobre os perigos de entrar nas áreas das estações de distribuição ou nas de torres de transmissão; o Cuidados com eletrodomésticos em mau estado de conservação como ventiladores e geladeiras, que podem causar choque e curto-circuito. Se possível, faça revisões ou a troca desses produtos e mantenha o hábito de usar chinelo de borracha; - Antes de consertos e reformas, desligue a chave geral. Prefira os serviços de um eletricista; - Desligue o chuveiro antes de mudar a chave verão/ inverno; o Não coloque objetos metálicos (facas, garfos, etc.) dentro de equipamentos elétricos; - Considere a instalação de um dispositivo de proteção residual (DR), no quadro de distribuição de energia elétrica, que tem a função de cortar a vazão de corrente elétrica que causa choques. Fonte: ONG Criança Segura


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

4

Quinta-feira, 03 de outubro de 2013

PROGRAMAÇÃO FILMES 1h55 Globo - Segundo em Comando (Second In Command, EUA/Romênia, 2006) Direção: Simon Fellows Sinopse: Ex-soldado da Marinha americana com experiências em combate assume sua nova posição em uma turbulenta nação da Europa Oriental. Lá, se depara com uma situação caótica: rebeldes muito bem armados tomaram conta da capital do país, mataram o embaixador norte-americano e estão ameaçando eliminar o novo presidente e sua frágil democracia. Ele precisa, então, encontrar uma maneira de acabar com a rebelião antes que a embaixada seja destruída.

Você terá disposição de sobra para dar conta até daquelas tarefas mais chatas. Depois do almoço, será mais fácil lidar com mudanças. Se já encontrou sua cara-metade, aproveite a noite para fortalecer a união. Caso esteja livre, vai sonhar com um compromisso sério. Cor verde.

Você estará mais interessado(a) em se divertir e curtir a vida, mas não deixe o trabalho de lado. No final da tarde, estará mais produtivo(a) e vai dar conta de qualquer tarefa. Na paixão, pode ser hora de aprofundar laços. Uma paquera pode virar algo sério esta noite. • Cor creme.

HORIZONTAIS 1. Centro de Tratamento Intensivo/calafetar com estopa; 2. Comprimido recoberto de substância endurecida/epiderme; 3. Busca, procura/cada uma das diversas gradações de uma cor; 4. Conjunto de utensílios metálicos de cozinha/semelhante, análogo; 5. Número que identifica cada computador na Internet/inflamação da úvea; 6. Um estado dos EUA/expressa espanto ou admiração; 7. Dividir com instrumento de gume/capital da antiga Caldeia; 8. O auroque, boi selvagem europeu extinto/mata, pequena floresta; 9. Tratar de conseguir/tipo de navio de carga do século XVII; 10. Amarrei, prendi/habituar, acostumar; 11. Instrumento usado para tirar asperezas da madeira/és-sueste (sigla).

Na parte da manhã, procure se concentrar mais no trabalho e deixe os assuntos domésticos de lado. Depois do almoço, aproveite para retomar um projeto que estava engavetado. Bom momento para aprofundar os laços com quem ama. Se está só, vai sonhar com algo sério. • Cor preto.

Você terá facilidade para se aproximar das pessoas e fazer novos contatos. No final da tarde, poderá assumir novas responsabilidades. À noite, a vontade de fortalecer o relacionamento vai falar mais alto. Se está só, um bom papo pode ajudar na conquista. • Cor tons claros.

VERTICAIS 1. O Código de Defesa do Consumidor/atribuir (a alguém) a responsabilidade de; 2. Trapaça, velhacaria/um conceito fundamental da Geometria; 3. Barco particular de luxo/imagens sacras da Igreja Ortodoxa; 4. Ladrão/irmão do pai ou da mãe; 5. Escola Estadual/anota ou declara na margem de registro público; 6. Líquido fétido que escoa de úlcera ou ferida/partir (a madeira) em toros; 7. Engenhos de açúcar/volt-ampère (símbolo); 8. Exprime surpresa ou admiração/momento de um sistema de forças que tendem a causar rotação; 9. São usados para ajeitar os cabelos/a estorga ou erice, planta europeia; 10. Argola, aselha/nascidas no mais populoso país nórdico; 11. Avivar, salientar/cem metros quadrados.

A sua atenção vai se concentrar nas finanças. Aproveite para cortar alguns gastos e reveja alguns projetos que deixou de lado. O final da tarde será mais produtivo. Se está saindo com alguém, é hora de dar um passo mais sério. Se está só, vai querer compromisso. • Cor tons escuros.

Clima tenso no trabalho. Alguém que não gosta de você pode tentar estragar seus planos: faça suas tarefas sozinho(a). À tarde, ouça sua intuição. A insegurança pode abalar o romance: fique na sua. A paquera deixa a desejar e pode se envolver com alguém comprometido. • Cor creme.

Se está procurando emprego, conte com os amigos. Mas, se trabalha, vale a pena pedir conselhos a alguém próximo. À tarde, vai ser mais fácil retomar um projeto. Não tenha medo de dar um passo mais sério no relacionamento. Na paquera, pode se interessar por um amigo. • Cor azul.

Concentre toda a sua atenção no trabalho, na parte da manhã. Seu progresso vai depender do seu empenho e seus superiores estarão de olho no seu trabalho. Dê mais seriedade ao romance. Na paquera, você vai dar mais importância à aparência e à posição social. • Cor vermelho.

No campo profissional, mostre seu lado mais animado e procure contagiar os colegas com seu bom humor. À tarde, vai ser mais fácil se entender com os superiores. Na paquera, terá boas chances de fisgar alguém de fora. Se tem compromisso, é hora de sair da rotina. • Cor azul.

SOLUÇÃO: HORIZONTAIS: 1. CTI, Estopar, 2. Drágea, Pele, 3. Cata, Nuança, 4. Metais, Tal, 5. IP, Uveíte, 6. Maine, Nossa, 7. Cortar, Ur, 8. Uro, Bosque, 9. Tentar, Urca, 10. Atei, Avezar, 11. Rasoura, ESE. VERTICAIS: 1. CDC, Imputar, 2. Trampa, Reta, 3. Iate, Icones, 4. Gatuno, Tio, 5. EE, Averba, 6. Sânie, Torar, 7. Usinas, VA, 8. Opa, Torque, 9. Pentes, Urze, 10. Alça, Suecas, 11. Realçar, Are.

Mostre que leva suas tarefas a sério e concentre-se no que precisa fazer. À tarde, resgatar ideias e projetos pode ser uma boa. No começo da noite, um romance sério recebe boas energias: é hora de se comprometer. Você não vai se interessar por uma aventura sem futuro. • Cor cinza.

CAÇA PALAVRAS MALHAÇÃO I 17:30 I GLOBO Sofia se surpreende ao encontrar Ben praticando yoga, e Anita respira aliviada. Abelardo vê Caetano dar presentes a uma criança ao lado de uma mulher e supõe que seja sua outra família. Anita e Ben decidem arrumar um novo esconderijo para namorar. Bernardete convida Abelardo para acompanhá-la no jantar. João Luiz pede que Micaela filme sua aula cantada, e os alunos aprovam. Flaviana questiona Sofia sobre Meg, e avisa que a menina ainda pode dar trabalho. João Luiz se emociona ao falar sobre o amor. As meninas do projeto MICA conseguem tornar Micaela uma garota popular.

JÓIA RARA I 18:00 I GLOBO Franz não aceita a imposição de Silvia e decide levar Pérola para ver Amélia. Silvia diz a Manfred que incentivará a discórdia entre Viktor e o irmão. Franz estranha ao ver que o desenho de Pérola é parecido com uma foto que ele tirou com os monges. Miquelina e Arlindo se preocupam com a situação financeira do cabaré e resolvem fechá-lo. Venceslau descobre que Manfred e Silvia desviam dinheiro da fábrica e exige participar do desfalque. Silvia se atira da escada para evitar que Franz veja Amélia saindo da cadeia. Ernest usa sua influência para manter Mundo preso. Amélia ganha a liberdade e é recebida por Pérola e Franz na porta do presídio.

SANGUE BOM I 19:45 I GLOBO Érico hostiliza Verônica e Salma fica perplexa. Sandrona não perdoa Vitinho. Amora mente para não sair com o marido. Lucindo percebe a farsa de Damáris e fica revoltado. Bárbara leva Mari para ficar no lugar de Sandrona no seriado. Natan apresenta uma campanha para Nelson. Nelson se enfurece com Natan e Júlia pede demissão. Giane ajuda Fabinho a andar. Bento passeia sozinho por Santiago. Brenda não aceita que Xande seja garçom no Cantaí. Malu conta para Maurício que o bazar de Amora foi forjado. Bento não encontra Amora em seu quarto. Salma e Gilson estranham o comportamento de Érico. Caio exige que Fabinho se afaste de Giane. Érico ignora Verônica e pede para Renata ficar com ele.

AMOR À VIDA I 21:00 I GLOBO Paulinha discute com Bruno por causa de Ninho. Perséfone e Daniel contam para Patrícia, Guto, Michel e Silvia que vão se casar. César manda Eron transferir uma de suas propriedades para o nome de Jonathan. Carlito pede Valdirene em casamento. Eudóxia não aceita que Ignácio leve Valdirene e Márcia para morar com eles. Amarilys se desespera quando Niko leva Fabrício para o restaurante. César coloca no nome de Edith as propriedades que seriam para Jonathan. Aline decide ir à reunião marcada pelo marido na casa de Pilar. César exige que Paloma seja a representante de Pilar no hospital e divida a presidência com ele.

CHIQUITITAS I 20:30 I SBT É melhor redobrar a atenção no trabalho. Se puder, prefira trabalhar sozinho(a). Depois do almoço, sua intuição estará mais forte. Terá disciplina para terminar suas tarefas. À noite, não faltará charme para encantar quem deseja. Mas não confie em alguém mal conhece. • Cor amarelo.

Na parte da manhã, unir forças com os colegas será a melhor pedida. À tarde, você poderá contar com a ajuda de alguém com uma posição de destaque no trabalho. À noite, um lance recente pode se fortalecer. No romance, mostre ao seu amor que acredita nessa relação. • Cor verde.

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

15h55 Globo - Evelyn - Uma História Verdadeira (Evelyn, Alemanha, 2002) Direção: Bruce Beresford Elenco: Pierce Brosnan, Aidan Quinn, Julianna Margulies, Stephen Rea, John Lynch, Sophie Vavasseur. Sinopse: A história verídica de um pai que luta para criar sozinho os filhos na Irlanda de 1953. Ele fica arrasado quando as autoridades eclesiásticas e os tribunais irlandeses lhe tiram a custódia das crianças e as colocam em um orfanato. Com a ajuda de amigos e de um advogado, ele consegue fazer o que nunca ninguém fizera: desafiar uma lei inflexível.

As meninas colocam biquíni pra irem brincar no quintal. Mili diz que irá de shorts. No Café Boutique, Armando insiste demais em agradar o crítico. Maria Cecília não sabe o que fazer. Eduarda chega ao local e senta-se à mesa do crítico pra puxar assunto. O homem se incomoda. Em outra mesa, um rapaz pede pra Letícia lhe servir algo que ela ache que irá surpreendê-lo. A garçonete fica admirada com o jeito gentil do cliente. As crianças esperam encher a piscina enquanto comem churrasco. No Café Boutique, o homem levanta e diz que Armando é muito chato. Ele pede desculpa ao senhor Rui (nome do crítico). O homem diz que não é crítico e muito menos se chama Rui. Armando se pergunta quem é o crítico então. Enquanto isso, o outro rapaz agradece Letícia pela indicação e diz que adorou o café. Ela diz que é um prazer ver os clientes satisfeitos e ele garante que voltará mais vezes. No orfanato, as crianças insistem pra Mili entrar na piscina. A garota se irrita e diz que já disse que não. Mili sai correndo. Carol estranha o comportamento e vai atrás da pequenina pra checa o que acontece. Mili diz que virou mocinha e que está com vergonha. Carol aconselha, explica e acalma Mili. A garota diz que não quer que ninguém descubra isso. Carol diz que ajudará ela, mas que isso é uma coisa boa e é sinal de que ela está crescendo. No pátio, as meninas conversam e acham que Mili virou mocinha. Todas decidem disfarçar e esperar que Mili conte quando achar melhor. Bia não aguenta e assim que Mili chega ao pátio pergunta na frente das demais se ela virou mocinha. Mili pergunta como elas sabem. As meninas conversam enquanto os chiquititos comem hambúrguer. No Café Boutique, Armando chama à atenção de Armando pela falha.

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Encontre no quadro os nomes dos 16 países sedes de Copas do Mundo, incluindo as próximas definidas. As palavras podem estar nas horizontais, nas verticais e nas diagonais, inclusive de trás para frente e de cima para baixo. ÁFRICA DO SUL (2010) - ALEMANHA (1974 e 2006) - ARGENTINA (1978) BRASIL (1950 e 2014) - CHILE (1962) - CORÉIA DO SUL (2002) - ESPANHA (1982) ESTADOS UNIDOS (1994) -FRANÇA (1938 e 1998) - INGLATERRA (1966) - ITÁLIA (1934 e 1990) JAPÃO (2002) - MÉXICO (1970 e 1986) - SUÉCIA (1958) - SUÍÇA (1954) - URUGUAI (1930)


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Quinta-feira, 03 de outubro de 2013

polícia

5

Acusado por crime ambiental é preso e depois liberado NOTA DE FALECIMENTO Faleceu ontem nesta cidade, aos 72 anos a Sra. ANTONIA RAMÃO DA SILVA. Seu corpo foi velado no Velório Municipal da Prudenciana, de onde saiu o féretro ontem as 16:30 hs para o Cemitério Municipal local. Faleceu ontem na cidade de Paraguaçu Paulista, aos 79 anos o Sr. JOSE ANTONIO DA SILVA. Seu corpo foi velado na Rua Vital Brasil 40 - Paraguaçu Paulista, de onde saiu o féretro ontem as 17:00 hs para o Cemitério Municipal daquela cidade. Faleceu ontem na cidade de Paraguaçu Paulista, aos 87 anos a Sra. LOURDES MORENO DOS SANTOS. Seu corpo está sendo velado no Velório Municipal de Paraguaçu Paulista, de onde sairá o féretro hoje as 08:00 hs para o Cemitério Municipal daquela cidade. Faleceu ontem nesta cidade, aos 58 anos o Sr. ANTONIO CELSO DE CARVALHO VILELA RIBEIRO. Seu corpo está sendo velado no Centro Funerário São Vicente sala 02, de onde sairá o féretro hoje as 10:30 hs para o Cemitério Municipal local.

Por volta das 18 horas de terça-feira a Polícia Militar de Paraguaçu Paulista, prendeu no bairro rural Água de São Matheus, naquele município, M.A.R.F. de 44 anos, acusado de crime contra o meio ambiente, pois estaria abaten-

do javalis numa propriedade rural e sem autorização de seu dono. Ele foi levado para a delegacia da cidade junto com os animais abatidos e as armas que empregava, uma carabina Browning, calibre 308, de uso restri-

to; uma carabina FNAB, calibre 30WN, também de uso restrito; uma espingarda Rossi, calibre 12; uma espingarda CBC, calibre 12 e um revólver Rossi, calibre 357, igualmente de uso restrito. Ele apresentou a docu-

mentação das armas registradas em seu nome, bem como a autorização para a prática da caça, mas ainda assim foi lavrado o termo circunstanciado por crime ambiental, pois teria abatido animais da fauna silvestre e depois o acusado foi liberado.

Aumentam os crimes praticados por menores com armas de fogo A atual política brasileira de redução da quantidade de armas nas mãos dos cidadãos, por meio de campanhas de desarmamento e o aumento da burocracia nos processos de renovação das armas de fogo, não estão sendo capazes de reduzir os índices de violência no país. A polícia de alguns estados brasileiros

está preocupada com o aumento dos crimes praticados por crianças e adolescentes com armas de fogo. Em Teresina, Piauí, no primeiro semestre deste ano a Polícia Militar apreendeu 170 armas e 60% delas estavam com menores. Na capital paulista, dos presos em flagrante com

arma de fogo entre abril a junho de 2011, 60% tinham entre 18 e 25 anos, de acordo com o estudo "As armas do Crime", do Instituto Sou da Paz. O Estatuto do Desarmamento proíbe a compra e o registro de armas de fogo para menores de 25 anos. Com isso, os dados mostram que a maioria das armas de fogo usadas para cometer crimes são ilegais. Segundo o especialista em segurança pública e presidente da ONG Movimento Viva Brasil, Bene Barbosa, "hoje existe uma ampla ilegalidade, falta de controle e impunidade". Em média, apenas 8% dos homicídios são esclarecidos e um número muito menor chega a ser julgado e condenado. A taxa de impunidade alcança o patamar de 92%. Para Barbosa, como as armas utilizadas para se cometer um crime são ilegais, retirar de circulação armas legais em campanhas de desarmamento não funci-

ona no combate à violência. O bandido não irá entregar seu material de ataque. "É preciso buscar regras de controle e fiscalização, que levem em consideração a realidade brasileira", defende.

Carona que era procurado pela justiça acaba preso C.R.S. de 49 anos, tomou carona com um caminhoneiro no Mato Grosso do Sul e seguia com destino a São Paulo, quando o veículo foi submetido a uma fiscalização de rotina na base da Polícia Militar Rodoviária, em Assis. O caminhão e seu motoristas estavam com a documentação legalizada, mas a consulta sobre o passageiro, revelou que era procurado pela justiça em razão de um crime cometido em Dourados (MS). Por conta disso, foi ouvido no Plantão Policial e depois recolhido à cadeia de Lutécia.

VENDAS

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Cul tur a Cultur tura

6

Quinta-feira, 03 de outubro de 2013

Arrecadação de leite em show beneficiará projeto social Texto: Nayana Camoleze Fotos: Bruno Silo

O Teatro Municipal "Padre Enzo Ticinelli", mantido pela FAC - Fundação Assisense de Cultura -, abrigou no dia 27, o show "Música em Mim", da cantora e compositora assisense Vivi Paccini, que apresentou canções próprias de seu primeiro álbum e de outros grandes nomes da Música Popular Brasileira. A organização da ação cultural e social é da Casa e Coisa Utilidades, cuja entrada foi equivalente a doação de um litro de leite longa vida ou brinquedos, que serão doados a ONG Braços Abertos. "O show superou todas as nossas expectativas, tanto em público, como em arrecadação; tivemos os 440 ingressos previstos esgotados rapidamente, arrecadando mais de 400 litros de leite e muitos brinquedos

Vivi: ação cultural e social

que serão doados a ONG Braços Abertos e desde já agradecemos a participação de toda a população", agradece a cantora. "A surpresa maior foi ver a participação do público, cantando as minhas músicas, trabalho que tem sido divulgado pela internet e também pelo CD; foi realmente gra-

tificante", acrescentou Vivi. A banda conta ainda com Gustavo Tonia, Paulo Constantino e Gilmar Dalla Póla, que juntamente com Vivi, já passou por diversos festivais de MPB - Música Popular Brasileira -, como o 38º Festival Nacional MPB, de Ilha Solteira, em que o grupo ficou entre os dez finalistas. Este ano, Vivi Paccini participou com sua banda do 4º MúsicAssis, promovido em julho pela FAC, e participará ainda do Festival Nacional da Canção, considerado o maior festival de música do gênero no Brasil. Mais - O Projeto Braços Abertos é uma ONG, sem fins lucrativos, que trabalha com crianças em situação de risco. Interessados em colaborar doando brinquedos, artigos esportivos e alimentos, podem entrar em contato pelo 99143 1390 ou no endereço: rua Santa Rosa, 667.

Foram arrecadados mais de 400 litros de leite, que serão doados a ONG Braços Abertos

Mostra fotográfica instalada no Memorial recebe alunos Texto: Nayana Camoleze Fotos: Bruno Silo

Ontem à tarde, ao menos 30 alunos da escola "Antônio Fontana", de Frutal do Campo, das 4ª e 5ª séries do ensino fundamental, visitaram o Memorial Rezende Barbosa, que abriga, em parceira com o governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), o Museu da Imagem e do Som (MIS-SP) e a prefeitura, a exposição fotográfica Timeless, com fotos de Marcelo Tinoco. Segundo a coordenação do Memorial, a mostra fica em cartaz até o dia 11, oferecendo às escolas interes-

Patrick: visita interessante

Escolas interessadas podem agendar visita monitorada até o dia 11

sadas e população, visitação monitorada. A mostra é composta por uma série fotográfica que re-

trata pessoas e lugares da atualidade, com um sentido atemporal e que parecem pertencer a uma época pas-

Av. Rui Barbosa, 513 - Assis-SP

VAGA PARA TOSADORA Interessados favor entregar curriculo no endereço abaixo Avenida Otto Ribeiro, 2272 - das

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

sada, outro século, outra década. O fotógrafo, curioso a respeito da magia do 'tempo', busca refletir sobre a

atemporalidade através de seu trabalho fotográfico. "Gostei bastante da visita à mostra; achei que ficou muito legal, a foto que mais gostei foi uma que tem umas bicicletas, achei interessante e acredito que crianças também podem fazer trabalhos como estes", comentou Patrick Lenadro de Carvalho Gonçalves, de 10 anos, aluno do 4º ano. Na mostra, o visitante conhece mais sobre o fotógrafo Marcelo Tinoco, que teve seus primeiros contatos com a fotografia através de sua mãe, a fotógrafa documentarista Dulce Soares. Desde pequeno, Tinoco frequentava os laboratórios de fotografia P&B e di-

versos cursos de fotografia. O fotógrafo comanda um estúdio fotográfico desde 1994, atuando na área editorial, campanhas publicitárias e em livros de arte. Os trabalhos externos, as locações e as viagens complementam sua atuação em estúdio. "É uma oportunidade ótima para os alunos conhecerem mais sobre a arte de fotografar", observou a professora de Artes, Silmara Dias. A visitação é gratuita e acontece de segunda à sexta, das 14 às 18 horas, no Memorial Rezende Barbosa, que fica na av. Nove de Julho, 106. Mais informações e agendamento de visitas monitoradas pelo (18) 3421-7033.


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Quinta-feira, 03 de outubro de 2013

Equipes de basquete feminino juvenil se classificam para as finais dos Jogos da Unimed A Cooperativa de Trabalho Médico Unimed Assis e a Estância Esportiva de Paraguaçu Paulista realizaram no último fim de semana no Ginásio de Esporte Silvio Magalhães Padilha, daquela cidade, mais uma rodada dos Jogos Unimed de Basquete Feminino, torneio desenvolvido pela UNICOP em parceria com as Unimeds Singulares da região e Liga de Basquete do Centro Oeste Paulista. Na primeira partida, as meninas da categoria sub 13 venceram por 52 a 21 e a sub 15 pelo placar de 74 a 19, desta forma, classificando-se para as quartas de final e ambas as categorias. Sábado, dia 5, haverá dois jogos de decisão. A equipe sub 13 decidirá a classificação contra o CTU de Presidente Prudente e a sub 15 decidirá o primeiro lugar da chave também contra a cidade de Presidente Prudente.

Eliana Camargo, vice-presidente da Unimed de Assis, que acompanha o projeto desde sua inauguração em 2006, explica que "o Lance Livre visa estimular o senso de cidadania por meio da prática esportiva. Está voltado para meninas com idades entre 7 e 15 anos, que aprendem a praticar um esporte que pode proporcionar várias oportunidades sociais, além de receberem orientações com palestras socioeducativas e acompanhamento por uma assistente social. O basquete é um esporte bastante dinâmico, que requer aprimoramento técnico e tático constante e proporciona desenvolvimento de habilidades físicas, emocionais e cognitivas", argumenta. A Unimed Assis parabeniza todas as jogadoras, técnico e participantes do Projeto Lance Livre pela classificação. (Foto: divulgação)

As atletas aprendem a prática da modalidade e recebem orientações gerais em saúde e educação

Esporte

7

Competidor da cidade vence um circuito regional de 5 quilômetros Domingo, o atleta da Unimed Assis, Cezídio Neto, conquistou a primeira colocação na categoria geral 5 quilômetros com o tempo de 15m53s, na disputa do Circuito Sesc de Corridas, em comemoração ao aniversário de Presidente Prudente, naquela cidade. Mais de 1.000 competidores, divididos nas categorias de 5 e 10 quilômetros disputaram o circuito.

"Me preparei e me dediquei muito para esta corrida e com a graça de Deus tive a felicidade de cruzar em primeiro lugar", comentou o atleta. Eliana Camargo, vice-presidente, em nome da diretoria da Unimed Assis e representando todos os colaboradores, parabeniza o atleta. "É um grande orgulho para a equipe tê-lo como nosso colaborador", diz.

(Foto: divulgação)

Cezídio exibe seu troféu de campeão na prova disputada em Presidente Prudente

Equipe de tênis de mesa conquista medalhas em competição regional Foi disputada domingo em Ourinhos, a VII Etapa da Copa Oeste Paulista de Tênis de Mesa, em que os competidores da Autarquia Municipal de Esportes se destacaram em diversas categorias e conquistaram a terceira posição na classificação geral. Dirigidos pelos treinadores, Basílio Fernando, Sheila Marisa e Laura Domingues, os 50 atletas da cidade disputaram os jogos em um alto nível, numa competição que reuniu delegações de 12 cidades da região. Os atletas cumprem seus treinamentos semanalmente na escola de base de tênis de mesa da Autarquia Municipal e na Escola Estadual Lourdes Pereira. Os destaques do torneio foram, Sheila Marisa (campeã), Basílio Fernando (campeão), Thalita Piovezani

(Foto: divulgação)

A equipe da cidade ficou em 3º lugar com 15 atletas entre os cinco primeiros colocados em suas categorias

(campeã), Victor de Godoy (vice-campeão), Rodrigo Bérgamo (3º colocado), Bruna Condolucci (3ª colocada), Marilice Barcarollo (3ª colocada), Gabriel Maia (5º

colocado), Amanda Domingues (5ª colocada), João Vi-

tor (5º colocado) e Mariana dos Santos (5º colocada).

Atletas da Terceira Idade disputam torneio de bochas

(Foto: divulgação)

Cléo e Laurindo venceram seus oponentes, Di e Zilda

O Clube da Terceira Idade, em comemoração à Semana do Idoso, celebrada de primeiro a seis de outubro, tem organizado uma série de atrações dirigidas a este público, incluindo a Copa Drogarias Catedral de Bochas, na categoria de duplas de casais. Estão inscritos 40 competidores, divididos em 20 casais que compõem os grupos A e B. Todos jogarão entre si até que se definam os vencedores

de cada grupo, para a disputa do título do campeonato. De acordo com o organizador da copa, professor César Nunes, os jogos que começaram no dia 16 de setembro, continuam até 17 de dezembro quando acontecerá a final e a premiação dos vencedores. Ele agradece pelo apoio que recebe da presidente do Clube da Terceira Idade, Dirce Zanquetta e ao patrocinador do torneio.

DUPLASENA - CONCURSO: 1.216 - DATA: 01/10/2013 1º SORTEIO: NÚMEROS SORTEADOS: 08 - 20 - 34 - 35 - 38 - 40 PREMIAÇÃO: N° de ganhadores: 0 VALOR ACUMULADO 1º SORTEIO: R$ 520.883,64 ESTIMATIVA DO PRÊMIO (DUPLASENA): R$ 800.000,00 PARA O PRÓXIMO CONCURSO, A SER REALIZADO AMANHÃ 2º SORTEIO: 03 - 04 - 21 - 24 - 30 - 37 PREMIAÇÃO: N° de ganhadores da sena: 0 N° de ganhadores da quina: 23 Rateio do prêmio da quina: R$ 4.570,15 N° de ganhadores da quadra: 1873 Rateio do prêmio da quadra: R$ 53,44 QUINA - Concurso: 3.305 - Data: 01/10/2013 09 - 15 - 23 - 31 - 54 VALOR ACUMULADO PARA O SORTEIO ESPECIAL DE SÃO JOÃO: R$ 24.542.746,60 ESTIMATIVA DO PRÊMIO (QUINA - ONTEM): R$ 500.000,00 Nº de ganhadores (quina): 1 Rateio do prêmio (quina): R$ 1.892.963,86 Nº de ganhadores (quadra): 172 Rateio do prêmio (quadra): R$ 3.094,53 Nº de ganhadores (terno): 9634 Rateio do prêmio (terno): R$ 78,92

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Ger al Geral

8

Quinta-feira, 03 de outubro de 2013

Chuvas ainda predominam até amanhã De acordo com o Instituto Climatempo, deve continuar chovendo na cidade até amanhã, porém as temperaturas permanecem agradáveis. O volume de precipitação pluviométrica registrado pela Apta - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios - ontem pela manhã, marcou 15 milímetros, acumulando 60,4 milímetros nos dois primeiros dias deste mês.

Para hoje a previsão é de sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado, sujeitos chuva a qualquer momento. A precipitação prevista é de 38 milímetros. A temperatura máxima chega a 27 graus, enquanto a mínima fica em 20. Amanhã o dia terá predomínio de sol e aumento de nuvens durante a tarde, com ocorrência de chuva a qualquer instante. A precipitação

é estimada em 20 milímetros. A temperatura oscila entre 20 e 25 graus. O sábado será de sol com muitas nuvens durante o dia, e períodos nublado, mas não chove. As temperaturas variam entre 14 e 29 graus. Para domingo a previsão é de sol com aumento de nuvens no final da manhã, sem chuvas. A temperatura máxima marca 27 graus e a mínima fica em 12.

Abertas as inscrições para o concurso do Samu Estão abertas as inscrições ao concurso público do Samu - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - organizado pelo Civap/ Saúde, que irá contratar para a Base Central de Assis, 7 médicos reguladores, mais 7 intervencionistas, 4 enfermeiros, 4 técnicos em enfermagem, 8 motoristas

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

de veículo de urgência, 2 auxiliares administrativos, 2 ajudantes de serviços, 6 telefonistas auxiliares de regulação médica, 1 farmacêutico e 4 rádio-operadores. Para atuar nas Bases Avançadas de Palmital, Tarumã e Paraguaçu Paulista, serão admitidos 4 técnicos de enfermagem e 4

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

motoristas de veículo de urgência para cada uma, somando, portanto, 69 profissionais. As inscrições serão recebidas até o dia 15, exclusivamente pela internet, no site do Civap. Para conferir o edital completo e se inscrever basta acessar, www.civap.com.br.


O N A AM IT C N E G L E A R M AOO AG TA LO TO TG P M R T

0 d o 3 e u Q a rt,d b 2 e n o u a irf0 t-i13 en0r5m aE N D znoO aO uandm chA isf1,d.ç09b–crãea2o,8steod7p,1lucm hvndxC iál9ã-vertrn1ea2doa:9rons1tcltiu$2e7r,vdu79noam Toracatr.) 0rnal:vom t(,r8e9edfoctrL.ln)seo1,4.:iisnan.,O puoc3em fga/lecos2tv3n20a3L,4n:oosB :R -11ol,50srT5tifm eui9.lho2t.,0r48giu8ióe-297lr4ptad,ç/02eoeorãaviT0x1sfntsd6luaooH 9V .1N 48gecD f1(9r57p6)teB :o6uçcr0.aa.ã6D -n!62e0(,Iíi35m aiR ,lebG tiO eoiurraú53tbncti-,0noraddcérst7.IV e2V o91aa2sonnpverorqf52-:ltM 3elt1t3or-TO 9t3er2P u,)63.b2t0vx1ra80so-rn3m 9vV 1-iu10lom rs0u,o:V 2tem ,es6or.a:4lrT 9o6-O :raT50O 07-rN .tG 2U 08D ,O 4.412Z5:8U E C ,ea3oesi,cto.ndB rlona-tS r,d., 3TO 2R 5A 2V U am opscae2o1:r,anslçtf009eor.tonap7c,f0rrgeT .pcm m oiN IS shd3ra.coD leaom m eaéeuvsctaV ,6nD v,oiétm N E N O S ax1.,prio24.u,toa0rsm ,tp/,re,Ú t,olC E V L:e,D o6iE g,1oaeánrtD ,a0c17.:::8noo5lG o0i9(954e-1te0m kpo0aeccom ceáeapLVe -cTN e9f7n89e74sof8:ea475sc5a1N T u15o1V n0hoM TO 5p26átE N ap8úerm d,aO m p0t.9co4G ,r1oat6çee-:rciãD d2r!8A m 2fóvaC $A rTo0.tD ,A n4hs:ç2alO 0ãc4dpcom elrsl.:1t,l9V 9oP 7E epN TevA 30IoiC r$na::e.4-D t0ndn6nqA M K d8P rsticO LM 0L,v,.4m 8H 2R t3nc93ó80log2i1iR 6:ev:-A V W D N :E llre9b54cpnT -2,.taa7el4ueP V E N D O V dno,aac9.m m :8on,:2c6C 99t,9oritnsndnfftfa0raeai8ceob66el6enou1.,pa4faat:dro:i.00:ásr0vpa3.,erT T 5to5r8ttsn,--8ca-82.(efe1or1)onlp6LnfX ..550n:io9988S n0on0ien5rv2ofeh,erpcz5at0d2oiI,):óaiaa32e9pl4n-$an1o00n.t,,l5m 44R E m Fvf:E el---tcoli,, T 8G r63tt21S 68o7-425v,uV 4-C (S 16N N 8lotE oe20vá34L dV 7..on:42t8ar,4ef9G 8o5s7rR -:O rE 0noE t7/2f5.0trTd3O AT Ve R P d c n a m : p 0 e l 5 (5nnofe)6st31G C oX c1gE a)D m ,Teon2rt2ton8dlcr(R 3T 5 9 8 4 C in –od i:ae7pasn:9ov3p3aV cm a1io:nr88.rm n430ú1hm ,ttpta2lvarS lld,iow rr,x: 2.Teu,r1aA A :roF-atl2e5L4a7-oum 80nr2trLld5n4a0.ao,nl070d,oFfopu6rc6cddda/221kP m 0E pi,ár40l,úçe8octodti,geã35noufcseactrdi,laoápvhdi,,tsH e2pT 0,lt-a--II88277R T 7l-A rcN i ó e a o T r 9,fdnTtdnca7eofcoáeoro5tLT sv.9a8.T 2-ropc6tO 311 19o0a0ao88u6v2I39T vcvV oR rl9e1K u$7D l00i1V Ve : L O G b a n c r o e d r 9 o rm oocdtT6rutulo.ruuc0o,sarpo9tue,oalVA TA C 2t05G G z, B aá55N cc2-enpo.ea0p/nvc,xo.ocd,.ad2O 0m kt0m in,m E d,í1rar1eérlfdc:ixno0ep,o,ipC 0S t,eu,basiúoeeiorcnm ,:rietá17lr6-po2atO 008899Ve 9C Ve C O R ,m taoc:o,ot9d.0vib,cr0rG oanIa:ok00f20icupm m H V o1---H 9 0 e . d n o s : m r l o a c 5 AV R S O E I : V e n b a c d o r n a c n : o 2 , 0 o e c 0 n o f x 6 . l e m a , : T r f t a e 9 7 8 0 o 3 1 4 9 u 5 7 2 . 5 3 2 1 0 4 u TA 1 5 E S N f e 2 o 5 s a 0 : c . 9 z o r u t o s 9 G : 0 2 a , A R I B n A n i m f 7 e a t 7 d c , a n 6 e . t uTpo$lnf,tr2t.laeaer,liT,.ú:rpttll1 V E , d 3 F a o 0 D 5 r k o r . r d 7 TO O M C R B a : V n e 2 n c , 0 z o 6 d 1 0 r . o l k 2 m : , o n f . e a T : r t a r d m a v r d e i l a t v n r m i A p s f á i . e a v : T c o m P 8 r 1 o a 5 9 l u 7 f l 2 9 7 3 0 7 4 9 o 5 u 4 2 V 0 E N 1 / S . D E : G E 2 o 1 l / q p 1 o u c n 2 r a p e , , p t l 2 e 0 2 . , R r v o 0 p c r 1 T R P O C S E : V e : o 9 n 7 f e 4 T a 5 9 r t 6 0 3 9 2 7 o 1 0 4 u 1 . R n v 2 a r $ 5 6 o l 0 . s , 0 . 026E C 0-O m rX t2N i,óO tnefM dt0n18roI89d104.$/,o8R o34A 10+:e,1p609ndcc.,0R sod2al6rxm 5$.cc:10ao4m 305e9C .7ap83B X akt0oi.O nr7D ,C :S odtnors9aO 4i1sp0-0earA o,fao9O n0.S 7R fTfeT2re1,1:S 6:92aaC T-O -3r0r26u5-sttS.90v:.2àiV T V m o.lia:3,scteodn5tafo2svcr,.eácei2,a.z0tr,:vo4,euxT4ltA -r,91lR m eso3aeE riL a2pV e5se4N aç-E i,t1d0.m ráN iC R om vtN 9a4rqV 9ucno,-s6b:.ra0veo,npts,closdm caC oS uO ,p$c:n0f7lo5uecT4a,.oip0d:á5trm P C E p F e l t , o e a 923óreU 7d1A oV 0lb0E un -E .oD NO U C :TV ds8eR 024p:.-o8,1$r486-/ U 1 6 . 0 , e d o n 0 p , t s o 0 z m , R u B A G l , a e . A o + I p t c l g s 2 a m ú v a c , v m , 3 n T 2 n e : 4 1 4 1 9 u 0 5 1 f T a r c s v e l cIA uaV oe6:E m 9.rniX d.:3,tcoE 2fe1m G s5p,nd,.om eP O c2is.odtaº:lnrivo3:d2npo,0oc1a8vsz,iea2tásaurcn,lásA S e0-rm M D ,cdrD eN lo3A t9,aC pG ,:A trLrct4u6-iE i7oN ipapcto9m or.S psneaog3d,ç.rsait1oin328rfae4m zrTO C A nPA V aE Vi ln9O auR do9Im pcTeR uS oN r5.1m 7FtstuE 1N 0-E LN O E R C D ec:ncb2m a:od,p2-0d–e,,oceã:.6roato0priap+Thtoa:rneerf5,lluip.upotta,-lTrl:rtodlaiuor, obR 9O fI7erde8oahS aC 9U T -.18a4,dQ 9aU an7m 6n:dA lf3M A ôo,a11 dg poonU aR cvB pliO olLqdtrS rP u:ce1C B uU aTR nf7lA r:C a1iãáI12q:or5o4at26uR fVe a3H e2o2F-S uLITa:1m thrN pG cl.:cr,N ooN iD í,apaD tom -Tc2.,A V açaP H ,M atam -:v63ao12acp-errcsx0, aot1i4ocIT glV 9oaeuH LO C X :-2ccA n0p4pm M N O A N E N ToI9LE nS 2irisP 1Ln02A 6V 0C M S deD rerh8S c0R oU aP ,z.-iO A a17fnm D M r,,et903n5f.0T,a,A ,v:3D ftei)7nftunrceoci6:-lsnkaoageepat.m F m aãA sC iLV A -aoópô1ebãxsm 2E d0pa,nnaf1V á15stD V: G nác2R dpd4o4ia1n8a02V 00co,:Iodorzs:ztc0t61am C :aeefoS cóíE eL.VA 2nVe arVe t201O lfI..R a0eu,7I(t88LN nU duopQ o)A iR a2cO oE u0t3E aam :FdóB 2nn2N onTA glp1huoA 8dís,gncngzm 9:E Ve V n7O N 6r1nl7vtse.0eaovnrkv9TF se6n:tl2u1dixrnlnl9:c.o1tv70oO R :ucbra2eao7:96R d0aan4á2r7.eur1ú9K .im tioyerinlueroa2fcnrfterrLT 3S oE nc28ofne3o2u-m -A T tioem cágaD cr,²pa5tC dq3cl8soe,nceoP R T.iG H H ,iioarroçr,::1m 0,ooreepnpnfft.t.aloeeelaarpT .a:rttlTr ólliao,dnF f3-V aO o4,.esvd-,oa5O m cniiasj3d,at:(e7sb1ecindT aefD m o21-Ve 636M 2htfr1m 0.¼ p4osenlxareos(aecticbnisrdaore,lo7sar2pnR rpvnuarm e.E Jrn-e5M uA rt11 s9d1zO G :1m oovro8:0vim ,l$tlioc50dlrst-c005dan3nua,p2oi-,07ocec70ko.S gV m s3p80icer1.5oxA nrt9,(su).c.oa.áieS :aeag0/rjtr-cn,o.i.Ve alr,cuaTeertA fV ihtlpspud4bri,,eslntdm 0m ,m --)cnzr,lim rp4o9d:sad,0nnt.ocem de9ningm of6ofo2m aeC rT 9,leda:ca4ninTsS 0E f,m Tdare8t1v94::2on0abL Ve :IeL66-O M rns)s-dn:a5lfm 0rT tuB 3soihe1ragtol,c6am D .,m ztead²j,bzoderitkoE saLS 11S 22U 00B 22E --T:6.:2e0xnlcn2,o0cdfzc0zom etiarldpdtsm fa)n:4laP em 5,r4azt5S :daN idardbpgu,M ú o L A h m b o c i ã s a o 2 1 d m u m T d o i o n u p e q e r a v n s i , o m r t é d , o e t r v s l i A Z C N c n o a m z o 4 , s t u 9ne,rsLo:oaT e$0E 8.o6c-eIn:eR 10b3-a.m d i , k v e t o c a o u a p ç r V O :rvt-U G m a m i ç r t R l d v a z , $ 0 . 3 . e 2 . o x m r l e l v q a s d s i r . n : c r 4 3 r 4 l f 5 S d e s n c o 1 n s m o b x g , A E R N G IE E L Ve O G : 5 G a i o 3 1 , r 3 f o e 2 , lo:L8ti16S o u 1 s t ( e d e r c z l i a t e t n o c n d i a b q x u , a e t i , é t o l eU (G :1C V v R .Lstvbna,op.drC o S eE feR çhJC eD aR luIol7-63)euceA b c1aC q 3 C O a R e : m v O x e , X E n L f A m a I o d b n 8 o 1 2 , : . 0 p o e c 0 o r , t â 9 r , c191oX sao7(L7R cR pE ,G oN s4L )qdT0$cA b h t4áeO içoovD u3cU v.:rm iE lM o g h d r r i , g c 2 o a r s , m c n â d m r o d c , g a e c i s e a p h i t , e o r l v a i e D p i F m .t0daoxm M N A C S O I:rt: o9f7Tan9c:fer5ot8Y n1S a-.a63i-O r6LsdtC lfv51aoA AM D C Lum toãcneuam oppqiO oV m z3c54E E R n10In.flaA $T75tE :a0.oH p9N R a+:r,E cÕ 0,f968sN ee0.Icr36-l-T 0E $.S oerR 0n9arut4,2cnlafodrp0i1es-n1:a.p05.:tc,aC $l02-rtT epaQ vT dP m sedrl9L0E 8m 1S 4a,rA -.-R G V TrN oncndho94a:rTo.2ca9neocM seco,0v4paoeufiano5r8ílutcsdtsc,,eeravoiTO lPA r,tN ruolgaG :6C 57ov0pC 9+C .61aaIÉ 8rc8o-5P m nuTO n:eirpC aeu,nbnrfliitaddo.acor,lraecd:m (am r1.san:eéo2tf:ce,ur4eohqsnnndttoT oaR oJleb,R jiaehi:gdo9r9oubzxan7)6aaollVa 8t9pdm 1onM 4l.v.IR D 1tpecdsr,06,2olue,vO E 9i.cua34.dc8vaaV :,em dT $G ,2O 0L eV .lG ,m 42odeaptm 1Lxlerf9sS 7:cb$ie1oa²A r-b.4o),2C m 0rtlD m a.9cn6Tír1301itit,m d-:tM x6co0(a5á482deFuoi06tn9us3rxs0ea)beTpcc,9at3oi,u2m oasie0es8b,ír²--s3rnntrfaTa,,.f1.jre0etis92voaTsnure26cm nr:05g.oflara2çt9-pi1G d4oG aR i.oO 93r:::re8euoaoL 1-T D e:vae20.ir0dS coE hneR ld8a(n)oçlo:ie0s98R S laE aB M A C (eráD R vsm U S G S N vnotnV 9dnon97,aso4aúIcoad:526om no:efe02448croa.tT05-51ep:rt,4or,m 1T 04p,ch0iaeonur3rt,ts,cH areol,,9l,FA o6l,4lo1R vV e6inR n629TzE á4ouaonn1:sel5r9:t2o,o26acd-ç4r2.o.0:5ãm 5fR 1aR 7dicÁ e-R -C f1V v m r e c a r C O R A : e a 3 o , láTrelctoO : l 2 r b,gaheaL.Tlss7om O O L I d 5 0 e 4 0 . A N E V A T O É D 5 n 6 e f : . 1 8 v i r e a c d l d nu:orar1sq,cig)i3oeE haeãd2,fluoi,onsm a.i.texm ,v5uirfs,at./r3021O s m b u o r n f T á s c a v e r . O L n d a + iescFnfaTarq0od,3urnC pueiíis/cE fm d,rnnldungrihzráa(çS the:01eJT ifS e n f 6 e o 6 0 1 . 7 0 b s x o t k h , a m l , 2 o , 0 odçP 2 0 a G 1 n o O V : e L n d o c 1 p n c r l t 2sLrih2prç4oq:om R $R asC ra0io4pU ,72n1qrd540atze,$L.lh1voinrbcS 0 3 2 5 9 . 7 1 1D 7Te 1oA 4(c3TV Ve D R A D R E I V D : K m a V g e u d a E . 1 o n 9 c u N 6 h 4 o r: E N D O d P c a : o e m t o d n C r J o a v u e c v é m i a r n l S h e a i nfres.0ue7om -ddo8il1M 9nxvii2.de,loG 6acO nC O M S dK :G ú5eam 2oD 1R coa.eu6$V ,sm zcunortledsç.r,-aroãn9i:6estToovnaTrtçãro9on.7fe1a:om oE tl:,cri0oat5i.8rr9ap.tli,v,.iD C bS edczr,ai215oeA g-ris7í:rU m il09O ,óS .M ice1N arncTçbntoãem eikauE olxqtb,ib2an3ecoud18arofG 7Zn:U 6ds.Ionr)90o.xE N s2o:u+.heT 4a32iu20vx3,34A e6.0S E N O 2p.pr0cno25:atiil,os0:ea,-6rcF oaso8arm eTO aosozbeohxpi8,aTi39A 2Y 7nfm 0A euD F 0–A ,b9nefe/d,sraT /rcrcm /0,rfP hpV ,gO u5,8(tV veN ,7cm m FVa naodm ee-:jtn8rlcU laxã4A 0.9oS E e1m D rlvO T bdf0,.oagsrC or,ãli3m ,núcdooO 9o7n2fe5R :8-a3A rN v:1ó67E p2acV C –xt0-nriodasR m V E zD qT u7dtE stN ló.sa,grirltn,P nq,anD rn1feooS edc6ra2ir2ns3nC u7ftpa,0iíE l.-.xLte3oedgom F4Ti,Lasl1r29euV 0o-nK :f8o20ç4,petacdD i7(aã::ou,L65poa.)2m 4iou,l17fe1a:cTV 71-i3:rlcdineP 6-ioe1Tdh,rts0cl01aikfae.a,r2m bá9S d,oU ,cm zblauaeheinda,an1ihac1seeo:$30oC 3V essanE oo3E os:t,a,ao3etidsn,C rR n3V cV aaD m 7bem ouV bT rng$tR 9anu0ho:vN n0rahr7hrD ,:fass6zti4$2.lu2-eS 03iq,S a.A Ttrrtt3E R :lnIiLR –E 3soO M Im nT,9,8ao8coph1rD E 22644.66a..h1-vaN 1:--i5onE m cA rC p.e-aoiA 9r,E apd.oeS s1an0V V 6lM 1orO cl,S 2i.lG aW 1V TI-–A rpeTO m c:tºC aR ã0TadO aeG baB -lv2–iestA 2eçãge0.5,i8orVa m cdW 2orN $W rvdluorlpint1m m etS Va cãoa.oba9dS eo5c:7ovnN lN nG tc0Z9,U V 2oo0a,c1nY O :cs7Le:m N D n/,9Tv28rpicrgfort.T0,7a9E +/aO roe,a3t8..ilr,:1:oi3rt.2n46.lza-, raA T9LD oS sve:lci2ro5naoq,,cuo0ram rS 2,nitdusot3oE -a4gtR 8asoeC 6m 234O tro,osc:eoT4r,pltp--co,9oli9n,7fnX selaõ,aiV r3vVa eW i29trdos.bm a6/D c,rntob5fríe:2lixraac0dsm p6tn0,o3i7li8raáentkdb9:f.m 9nlád9E 7G feznV e8U 1R C Le1aE:rR V E N D 1E eoE Te11 :nsrl89s4$w xel–dicA V D 1S E 9a9E 2ardj$L3cm E A .áfió1)O R foircM IaErntO dC o-li)G eV a1cam srA r6óI9bfj,P i(deo.u:,otntm dm raS V sbztaR V o9m E -et5ádnoidi6p8cG et2r,ueb8oT an:l-ri5D ::lt,hunirm u1..9a3à0r,aiV :²o.0eadB m A eoastnzt.rrhm s0rda,9ooloet8Tauer0a,²s-ts3ico,iralt.72incr01fu1cl33.(i0oC f T a 4 r 0 . 1 a c ( ê t v l d n í u W r s p f i , C j , l q e r p e p ã c C h , c m , e é , g m o / m / 1 r b s r i a C V 1 0 d 4 s , c n q g b h q o a , r n u s z e l m n n a o n t m e n o r . s Va ) T 1 x e 5 r m R . 0 l e e 7 s u t s , í D P TO S R E T : S C I A T R AT A G E O , R I D T . A F R 3 O 9 4 7 6 0 1 8 , 9 N F : E Z R m v : o e r s n t , d 2 a i c 2 r a R o : l 0 v a n r , u 5 e l o 0 T p f n a t o l , 0 e r t . l : U o a 9 n f T r p d 7 a . M e 4 0 6 r o 3 6 b f e c 0 a i 2 . n 3 c 4 i á 8 r 6 F A C L A O R . M O S I 2 9 3 5 7 4 2 . 8 si-N roim S E A E :o,m R N O B IA P U D Là S :C V N D E LA D TE VA M E PA A M S C A R m iE p6ueonIhfr4iexcnsalpT7,t8r:dp4de-9rtaiooR 16Lcv.áa8:a0lrR rv,$7e5l0T,a0rt. l3A e,ôd1$rA o9cP m m aB )of-r6e,Ap–l.oIaÊiVLAO epC m e:lel5(r54ui$tm P r5xcíndsiTm E ,0TIEA ,052E AT H R O .,:M AO FR O 2uE 93N 4O 2U 1S -4L,E9So7:n2aeo8G f.3E :-M 5D 4R .D cdvnJ3uA rdE phS ltnzae6A rad7eldtTu,.325:oa05ao:gír²á-r1n.tc,4zes,e7oo:daa05.m ,783-eHiR esV ,ae3olN C gr.sN a2oplsoãO gte2da1hq4is,l6(drc7h5naocm eóiu1–0atls.1rL teCrlIFTIM s:fRLoG V 5M 2E 71H Fr. O IITO .9786-C O Je D oVe 3nfeTac2sboE r=:agratn1H -9co2noigx7as2i0olde6a8em .a,sz²/ls,C c1m zidhvl,d.TO a2aesiW ,nnA saoC S M E 9E o:vaU uV. çm 1nC e,8n3zr6sd2ie-W 3N rãtoeD N -O a39d7U n-2rfpA 2:3R o$2$N s0O 1sLA oT2H 4aoa2S fV T O c:ioR V nd9sm N O C 9orha71vcm v,dnqm 08npagoousn,fn21)S c7P m i:C r-O -adaoV N D E C Á 9itrtsl42cA A E N ,D v6A leE vc:ia.m oa9i0-oasp3rIe-T–trlm 0l,7pc:$v22íl0e9h14tpi2a-=6ios70tS 3R ooE 23O nutavrdoétVa m V e::d0A f1S 1eF p:– loE seLfIL :1A loA 15aauR R O Ç S E R p:O V IaFornaP uexia.noo9sr9vcuann7h3rffa$6pTle0eTra4a:5,0:r9tsta-,0.-.r1lf2 uLcR tiR nE iE8snBCÕ b2.oáR aC sls8erm tic4A d0P opdi8reS eaaE TR ru0im m S O L:A lR 3nriT,0aV alr.rtR ,tani.6²t5i7V roáaoT cm n2G srpcC eH ,.3C uC 2asdeucpor1idTu,qaPA o9n7fae4csaTe76:3rs-to4l2o8á1n.a35-zm ceouã3R isC ffcdC e5rt.2C fV prsá0M d.nm h4ór$ieesm bn33oeript,2l6l5das9,apcgoueie0vtA Á i:e47kotournm u.s,uoc,r-ndpailh²ctnm m écelhbuodm r:,rcidxS sE m sT3hC g2IO rm encis.aarm eo1urat,n2.:sTA 0cA eo.A r8iR qaaodan.2s7m otM a7A 573çlM f7P oR uaE .p,9ogN adngeroÁ tr6âe91pc–P 36z5im 3Tnetd67-pfnN :H 90azfoR 7sv267-.ca4–V u1oe8m 90dA .uM :S C 4laem 7i2Tr-on2nInatz2deTaºM s:olf--dm ab-fe,lo99oí7nf74eole0o6pi3a8na-fno:ct3O P :reefloag3lR 2E u-l9m 189LrR -:6H olon94ác2,m efa8çA 8V TaA 1v2r5tnm aodVa 6p0.rs3natodel.iO 1ia3pn0udP tA 2popisrtlnetor234Taícn:ad5,o3dC PA TC Ve A E :M O nlhaoibgu2tsI.3+dqaouaC sm 5ttjcC C E D R O N E V :sR ilgtrcoeInidalP :aR iacTtrafrO. oL6nfA 5eR :eN :a1E vTdraaá.I9zeihqooud.rni,rpaTem le9soT 9anufA 74A 1A 9iN 58TsB -8E S ut6l-zaVi A9TA S d5fE iopnT/3-R ulhtoi:,m nis3:dralc:eáo0jthsbiãaondsd(u1oP G O D E R D TU G A Ó $A d-6rapm P oO nE a-rd.M m sleF oa2iL2sE rO FR arldeO r.:C q7O nl,zsrP ,aosslúLer2:A 3m 0z9E ov9qlp355euV poTA d9H eD drauooIasE ntn--.ciie:,V 3tC -E 2.dA eaP noedcinafC r.9tl3faiO -.rd,2N 5E zN .sl.aC 8da4I19B 9T 3aP oT 50o-um n7do:1-:accL4-1Lsu9oegirm o-r3anhuals,:eo:i0sºtm b9cC ohVa a.dsct,qoib5tcefR taag.vrruo.daR m m LO nr,eam dcxP C drif-s O ojei²icganraícesrn)-a-idD óa,nvealorO ocote,snpr7nsf$A l03a0ilsu.ots-r,n0.:iJlDflta,booiLr9njM m lostC V N S E -m á5aed9cro6ll,cam ssoecget/c,iglriearaR TG roR tso7r-:edT n6fotdP 0naoB 1tU coog:m aeA rm 1aiM 4leiffC C taoeceD aA ,:nm A tsE IcodM lnG dL iaE 9LR o0T n.tám oiaa17A 0S M 2enN oTVrfP nas9rt3b.eca7.di0r:,6e0fl32-745 D N :E O N A AM C N R M A O AG TA LO TO TG


AM IT C AG TA TG Q e f ip 0ONAa m Id1ugAmoOpNadtuicztenrdãoEpDdwçaênemeAs,ocIsPsaócultitrearêéwnxEdEpionMdvseSaonPusiRTw.e(rGrcbi--tIeLo.LOaopúvn)lis)rdstEbraccoaouAianRMlrm59sdtdTuidTOAeCaoenAa,eºm8sapoãtmdtoesCeIdnrnO,1ávsreincovOsdnptaoIl,iiovcSisPaergcsdEOpa.tãbnomo,PeIrpelínu.iiantss.--,b)mecOrel.muiobPdamgraoemrzoixaeddçãpIrodemcnptxutdiavaMzrHêoamdrsdqeua.e2Paeuoam0dsIpc(iMeeêompmáosóoan,ner,jttdasal--onc)penexdatiorsIhrdesiiooaíO,mejdm cgmIcmeasstelituverpqcoiimu.neOanteucsom ctctiqntfpc--iloreissu,onralrausálirA çeuaso-an3v,02iser1t,dorubted3 a ó o tM d m a a IS m (d e n o .cb só rts d a p u s(a sg re a lin d u o e n m o p n m d e m sra rcín a sp 3 o e ccd n sro i0 p a irsa cp o 0 d 4 a e m 2 ú 0 9 vvp .d b s--fC tru ia u fié se E o tf--)ou e n cs0 n h a d -p a h m 1 ãa ,u lsd u e .(scia á ta m e ,sn o n â ia n fc,rá sb e m o re m o @ d iO e m c,i-tso A e xo p a n s,vã e d o cê rlle ie id tisn e g csu lp ta m s.i.s0 C é d n sov g p .tsslro balsr.e .rcie ad m o icn m d n o cd te d iíM cn aeso ia íce n can slA ,o im á fcn t,A lm n tlscA o d m li,cili d rS e n e p o l,u a t-0 h tisn DT p slA czie g ia d o s,g u u an te d m e o d ra e n n e m íD cé a ca á iaío rlitsn fm çd a b ,id q ro A ,iA an tq s3 ié o B o e a C iarrg tu só m F a n cra ce b M a lisa ah rm G P a d rP e u rtii---é ã e b R S o P a te o s,p

S ã Ja B ig S Jd a Se C é so ,sa ré m io -M cO e n ,ã Te u o S tsê ip a ra s.V J,tlo d e rR vo e é O rsé a e d i uam ci0ejur,dnisiuteêooM oçarm rçauroanãdspJm sroPecispadantecp1pdbitTO ustEm ebm iVrcA taasâze1osidralo, nori14ccdeãltM hdjrBe esteo,Fbm A ta eú iro a ticjrulni C h 8 a o ,d lP n ,,p o c0 içd tm n sçva t--d a d2 e u g d C o so a itch n n o e A sn é e p ra sLi,b tb sligi d o e d p a e d u M itd o a B u o rvci P S (a D o a B .e )sq m u ia ré E d 2 1 sg iilo e su ã e o rm m tã a o ta .rn A p u ó p ê ,rfd e tp vu e i--e d e o sln a rõ n ise çrstlco lsp d d ia d á e zadu a in lce vo tã e a,lrrtaia n sitê o p rn ire rd a e n a ím sa isã ru çC m e .,á iá p o cip a n çu e o t--sa vg ia â A r. rjo a a ln a u ásrd scJd to B sd é o 10 o ád 0 ,p cfsp 1 .tT

O N A AM IT C N P E R G L E A R M T AOO AG TA LO TO TG M


03 10