Page 7

POSSIBILIDADES TEMÁTICAS DE LEITURAS DA CIDADE DE GOIÁS Com a proposição de possibilidades temáticas de leitura da cidade foram desenvolvidas atividades experimentais de cartografar lugares, momentos e situações do cotidiano. Como propostas metodológicas para leituras temáticas da cidade foram realizados três procedimentos de leitura dos territórios de análise que remetem aos conceitos de Certeau(1994): o percurso na condição de Flaneur que percorre e vivencia o cotidiano das cidades e como Voyeur que se utiliza de diversos indicadores – sociais, censitários, demográficos, econômicos e culturais para análise da condição urbana das cidades estudadas. Certeau (1994), ao explorar o conceito de cidade-panorama a partir das práticas urbanas, sugere que a leitura do espaço realizado a distância ou, como é recorrente nos dias de hoje, por recursos virtuais e por instrumentos de geo-processamentos, incide na compreensão virtual de um simulacro teórico para a realidade, Its hard to be down when you’re up. No entanto, isto não é compatível com a complexidade da cidade cotidiana, no rés-dochão. Para Certeau (1994), a cidade-panorama é um simulacro ‘teórico’ (ou seja, visual), em

suma um quadro que tem como condição de possibilidade um esquecimento e um desconhecimento das práticas (CERTEAU, 1994, p. 171). O autor questiona se a análise da imensa “texturologia” vista do alto como um observador voyeur não seria uma apreensão falseada pelas representações, um simulacro teórico. Estar “embaixo (down)” como sugere o autor trata-se de uma experiência de conhecer os praticantes ordinários do cotidiano da cidade, os caminhantes e pedestres que se inscrevem e escrevem o “texto” urbano, percorrendo os cheios e vazios da cidade. Os jogos dos passos moldam espaços. Tecem os lugares. Sob esse ponto de vista, as motricidades dos pedestres formam um desses sistemas reais cuja existência faz efetivamente a cidade, mas não tem nenhum receptáculo físico. Elas não se localizam, mas são elas que espacializam (CERTEAU, 1994 p. 176).

COSTA, Lucas Felício; NOGUEIRA, Emilliano Alves de Freitas: CARTOGRAFIAS EXPERIMENTAIS: Ações, registros e vivências, uma experiência pedagógica. GT História, Imagem e Cultura Visual, ANPUH-RS, 2017.

Catografias inventivas  
Catografias inventivas  
Advertisement