Page 1

O B J E T O INTERATIVO por Luara Oliveira


O B J E T O INTERATIVO por Luara Oliveira

Desenvolvido no Ateliê Integrado de Arquitetura no 2º semestre 2016


“Fundamentalmente, interação diz respeito à transmissão de informações entre dois sistemas,por exemplo, entre duas pessoas, entre duas máquinas, ou entre umapessoa e uma máquina. A chave, porém, é que essa transmissão deverá ser de alguma forma circular” [...] Usman Haque


A proposta da atividade visava a elaboração de um objeto que promovesse Interação de forma p

r

o

g

r

a

m

á

t

i

c

a

conceito Flusseriano em que a interface é convidativa e permitem múltiplas possibilidades a o s

s e

u s

u s u á r i o s

Os componentes eletrônicos entraram para tornar maior esse potencial de interação.


Primeira Ideia Inicialmente pensei em um objeto com diferentes formas geométricas tridimensionais a r t i c u l á v e i s

Através do movimento de girar peças, o usuário teria a possibilidade de controlar a potência das cores contidas nas luzes de LED presentes no interior das formas por meio de potênciômetros l i g a d o s

e m

c i r c u i t o s.

Dessa forma, interagindo e modificando as cores e a estrutura aparente do objeto por meio da liberdade de movimento incentivaria a

i m a g i n a ç ã o

d o

u s u á r i o.


Entretanto, a escolha das peças e suas posições limitou as possibilidades de modificação da estrutura do objeto afetando também o estímulo à imaginação e à interação.

A existência de uma peça central e maior prejudicou a noção de igualdade entre as peças tendendo à estruturas representativas .


Desenvolvendo a ideia Após algumas tentativas de descobrir quais formas geométricas usar e a maneira de estruturá-las no objeto em si, decidi incluir a ideia de figuras planas o que resolveria a tendência negativa do caráter representativo do objeto.

Além disso, ampliei o uso da eletrônica do objeto. Assim, somado aos circuitos de potenciômetros e LEDs teriam também circuitos de reed switch acionados pela proximidade com imãs contidos em algumas faces, provocando o movimento do vibra call ou o barulho do buzzer.

Dessa forma, a interação também seria ampliada.


Na escolha de qual material usar, optei pelo acetato devido à transparência que destacaria as luzes de LED além de deixar visível os circuitos que ao meu ver seria interessante.

Porém, após terminar algumas formas tridimensionais no acetato, percebi sua fragilidade de articulação no movimento de girar.


Dessa forma, encontrei a solução nas formas de acrílico que já vinham em formatos prontos de caixinhas.

Assim, os circuitos de LED controlados pelos potenciômetrosestariam contidos nas peças de acrílico, devido à sua maior resistência com os movimentos giratórios enquanto que nos acetatos coloquei os circuitos de reed switch e vibra call/ buzzer.


Nesse ponto eu já havia desconsiderado incluir figuras planas, pelo fato dos materiais escolhidos serem limitantes no sentido de serem diferentes quanto à rigidez

e dificuldades

de associar ambas as formas e interações em um só objeto. E assim, o projetode um só objeto articulado, tornou-se dois, diferentes em aspectos físicos mas ligados pela f o r m a d e i n t e r a ç ã o.


INÓRBITA


MATERIAIS UTILIZADOS

5 caixinhas de acrílico de formatos diferentes 18 LEDs de cores variadas 5 tampinhas de bateria 6 resistências de 10 K 5 potenciômetros 5 baterias de 9V Cola quente


MODO DE FAZER

É necessário, primeiramente, fazer circuitos em série de 3 LEDs ligados a um potenciômetro, uma bateria de 9 volts e uma resistência de 10 K (opcional). Cada circuito desse deve estar contido em uma das caixinhas, sendo que no caso da caixinha maior, deve haver um circuito paralelo de 6 LEDs com o diferencial de conter duas resistências de 10 K. Para a colocação dos circuitos no interior das caixinhas, é necessário fazer furos em áreas de preferência, desde que não atrapalhe o equilíbrio das peças e dê uma estrutura legal para o objeto. Depois de inserir os potenciômetros nesses furos é indicado passar cola quente no lado interno das caixinhas para dar a rigidez necessária para a articulação das peças. A resistência aumentará a durabilidade das luzes de LED e da bateria. O potenciômetro funcionará regulando a potência de cor das luzes de LED conforme girado. É válido ressaltar que para confeccionar o objeto Inórbita, é livre a escolha do formato das caixinhas e das cores das luzes de LED, reforçando a ideia de incentivar a imaginação dos seus usuários.


AZULINHO


MATERIAIS UTILIZADOS

Acetato Arame 3 imĂŁs 1 buzzer 1 vibra call 2 reed switch Cola quente 2 baterias de 9 V 2 tampinhas de bateria


MODO DE FAZER

Para confeccionar o Azulinho, é necessário fazer os contornos de formas geométricas planificadas conforme livre escolha. Dessa forma, os circuitos de vibra call ou buzzer devem ser ligados aos reed switch e às baterias de 9 V e inseridos no interior das peças de acetato já montadas e coladas por meio de dobraduras específicas para fechá-las ou mesmo com durex (o acabamento é essencial!). É válido ressaltar que os reed switch devem estar colados em faces estratégicas das peças de acetato já que para ligar os circuitos, deverão estar em contato próximo com os imãs, que estarão colados em faces de outras peças. A conexão das peças deve ser feita por meio de furos nas laterais com a posterior colocação de arames circulares. A interface do objeto pode ser decorada também por livre escolha. No caso do Azulinho original, foram usadas fitas de cetim. Dessa forma, o incentivo à imaginação é presente mais uma vez.


NOTAS FINAIS

O fato do projeto inicial de um único objeto articulado se transformar em dois, reforçou as particularidades de cada um, permitindo ao usuário optar por qual deles começar a interagir, e escolher interagir ou não com outras pessoas. Além disso, há a possibilidade de interagir em ambientes claros ou escuros e até mesmo de optar pelo barulho e pelas sensações táteis ou pelas impressões visuais. Vale acrescentar que essa mudança no projeto fez da própria construção do objeto um evento programático.


O B J E T O INTERATIVO por Luara Oliveira


O B J E T O INTERATIVO por Luara Oliveira

Caderno técnico: objeto interativo  
Caderno técnico: objeto interativo  
Advertisement