Page 1


Conteúdo CAPA

24

45

| Hospitais veterinários crescem e se modernizam pra acompanhar o setor

EVENTO

INVESTIMENTO

40

05

| Feira se supera em expositores e público

LEGISLAÇÃO

MERCADO SERVIÇO

08

Redes disputam muitos, enquanto pequenos lutam para conquistar próximos

PESQUISA

PRODUTO

28

Foco de empresa é lançar produtos diferenciados

Seções

04

EDITORIAL

20

Transporte seguro para pet agora é lei

30 06

LITERATURA

Bigsal investe no futuro da Região Norte

EMPRESA

22

46

Qualidade como tônica para crescimento

DISTRIBUIDORA

Diagnóstico do varejo

07

CURSOS

36

DRA. VANESSA DA SILVA LOPES Bolas de pelos em felinos: o que fazer ?

Bem estar dos pássaros é prioridade para empresa

12

32

LANÇAMENTOS

NOTAS

VININHA F. CARVALHO A escolha correta do sexo do animal traz mais tranquilidade ao dono


Luanda

Editorial

Diretoria Osmar Silva José Haroldo G. Santos

petmagazine Edição 76 - Ano 2012

Editor Osmar Silva osmar@luanda.com.br

Redação Hylario Guerrero (Mtb 13.468) Rosangela Hilário (Mtb 46.219) Caroline Paiva (colaboradora) Miriam Temperani (colaboradora) Edison Rafael (Estagiário) Joelma Farias (Estagiária) Colaboradores Vininha F. Carvalho Arte e Diagramação Bruno Ricardo M. dos Santos Diego Igor de Oliveira arte@luanda.com.br midia@luanda.com.br

Fotos Equipe Luanda Editores

Diretor Comercial José Haroldo G. Santos haroldo@luanda.com.br

Publicidade: Luanda Brasil Serviços de Publicidade Paulo Frederico paulofrederico@luanda.com.br

Administração Fernanda Oliveira Jhonnatan da Silva André Juici Monteiro luanda@luanda.com.br

Impressão Northgraph R. Joaquim de Almeida Moraes, 273 Jd. Magali - Cep 02844-000 - São Paulo/SP Tel.: + 55 (11) 3461-8400 / 3461-8401 Fax + 55 (11) 3923-5374 luanda@luanda.com.br www.luanda.com.br A revista Petmagazine aceita matérias técnicas como colaboração para divulgação de projetos, trabalhos, novos produtos, etc. Os artigos deverão vir acompanhados de fotos ilustrativas com as respectivas legendas e curriculum do autor. A revista não se reponsabiliza por opiniões e artigos assinados que podem ou não expressar a mesma opinião do editor. As opiniões emitidas em artigos assinados são de responsabilidade do autor. A Petmagazine não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios veiculados, nem por aquisições em função destes. Todos os direitos reservados, sendo proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio, sob pena de procedimentos legais. A revista Petmagazine é uma publicação bimestral da Luanda Editores Associados LTDA e tem sua marca registrada no INPI sob o número 820.994.286

Os

latidos e miados aumentam nos lares brasileiros. Talvez, pela pressa que caracteriza as populações urbanas, onde se concentra a posse de pequenos animais. As pessoas têm menos tempo para dedicar a criação de filhos e crianças de forma geral e, estão optando por manter pets. Será mesmo verdadeira esta hipótese? Os animais de companhia exigem tratamento para o seu bem estar - tanto de saúde quanto de qualidade de vida, de tal forma que os pet shops oferecem uma infinidade de produtos em suas vitrines e prateleiras, além de serviços especializados, soma-se a isso as clínicas veterinárias com especialidades e tecnologia para atender aos tratamentos necessários a boa saúde e prevenção. Os hospitais veterinários, também estão disponibilizando profissionais com formação acadêmica cada vez mais específica e equipamentos modernos com tecnologia de última geração. Nunca foram publicados tantos livros tendo como foco pequenos animais. Fotógrafos especialistas em registrar com criatividade cães e gatos. Desfiles de moda com roupas e acessórios criados por artistas renomados na área e, outros tantos em embelezamento, banho e tosa. Hotéis exclusivos para hospedar pets. Profissionais especializados em adestramento, alguns sofisticados oferecendo serviços de psicólogos comportamentais, passeadores de cães, etc., etc. Feiras, palestras, congressos nacionais e internacionais, uma infinidade de atividades e serviços paralelos tendo como objetivo criar condições extremamente favoráveis à vida dos animais de companhia junto aos seus donos. Tudo isto resulta em investimentos de muitos milhares (ou milhões) de Reais em estrutura física dos estabelecimentos e desenvolvimento de produtos e serviços. Estima-se que o segmento de varejo pet tenha movimentado cerca de R$ 10,1 bilhões em 2010, e cresceu para R$ 11,3 bilhões em 2011 e, a expectativa é que alcance R$ 12,7 bilhões em 2012 (veja matéria na pág 30), e, haja em São Paulo, por exemplo, número maior de estabelecimentos de varejo dedicados à venda de produtos destinados aos pets, que padarias. Chavão? Lugar comum? Na verdade, as padarias são um fenômeno paulistano em número e de excelência de serviços. Comparação bastante pertinente. Dados da Associação Brasileira da Indústria de Animais de Estimação (Abinpet) apontam que o Brasil já é o segundo maior mercado Pet no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Com uma previsão de crescimento de 15,5% em relação ao ano passado, o setor movimentará cerca de R$ 21 bilhões no país até o final de 2012 no total de suas atividades. Em função destes números, também tem sido detectada preocupações de muitos especialistas em regulamentar as diversas áreas de serviços do segmento. Principalmente, no que diz respeito aos serviços hoteleiros, creches e babás ofertados. Desde o ano passado, os assuntos referentes a este setor passaram a ser discutidos dentro de um Grupo de Trabalho (GTPet), vinculado à Câmara Temática de Insumos Agropecuários. E em julho de 2012, o Ministério da Agricultura criou a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva dos Animais de Estimação (Pet), a fim de discutir a criação de leis e políticas públicas para o segmento. O grupo é formado por representantes da iniciativa privada e do governo, que juntos criaram a Agenda Estratégica Pet Brasil 2012-2017, com cinco prioridades: governança da cadeia, fomento, marco regulatório, marketing e promoção, e capacitação. No entanto, apesar desses esforços, a regulamentação propriamente dita ainda não está encaminhada. Espera-se que estas definições sejam rapidamente concretizadas para que os proprietários de animais possam utilizar estes serviços com total confiança. Todos nós

Foto da Capa: Hospital Veterinário Batel | Divulgação


Investimento

Bigsal investe no futuro da Região Norte A piscicultura é uma atividade que vem crescendo na Amazônia Ocidental de forma significativa. O peixe é um dos recursos naturais mais abundantes e consumidos na região amazônica. O número estimado de espécies biológicas gira em torno de 2.500, o que representa, aproximadamente, 8% dos peixes de todo o mundo, 30% dos peixes de água doce e 75% dos peixes de água doce do Brasil

44 petmagazine

Texto e imagem Divulgação

A

maior importância do peixe está relacionada, sem dúvida, à alimentação humana. O consumo per-capita/ano na Amazônia é estimado em 60 kg. Em Rondônia a piscicultura vem apresentando crescimento acelerado, principalmente pela falta de pescado no mercado, sem condições de ser suprida pela pesca extrativa. Neste Estado a estimativa de número é de 800 piscicultores, com uma produção média anual de quatro a cinco mil toneladas em mil hectares de área utilizada. A principal espécie criada é o tambaqui. É importante salientar que há uma excelente perspectiva de exportação. As populações dos países desenvolvidos demandam crescentemente as chama-

das “carnes brancas” com baixo teor de gordura, e também os produtos considerados ecologicamente corretos, ou seja, provenientes de processos de produção sustentáveis. Estas preferências normalmente são satisfeitas pelos produtos da piscicultura e por seus derivados. Informações levantadas junto a instituições envolvidas com a atividade na região norte revelam que um dos principais problemas sentidos pela piscicultura é a ausência de produção de ração em volume suficiente para atender a atual demanda e o promissor mercado de produção de peixes. Com objetivo de atender a contento esta demanda, atual e futura, a Bigsal, Empresa de Nutrição Animal, quadruplicou a sua produção de ração para peixes com a instalação de uma nova extrusora, fornecida pela Ferraz Máquinas e Engenharia. Foram investidos R$ 3 milhões nesta nova fábrica de rações, com capacidade de produção de seis toneladas por hora. Este equipamento estará em pleno funcionamento no início de novembro e foi instalada em tempo recorde para atender da melhor forma possível seus clientes. Atualmente a Bigsal possui uma linha específica de ração para peixes, a Big +, com alto padrão tecnológico que proporciona alta conversão alimentar em todas as fases de produção, desde alevinos até a terminação em sistemas intensivos e superintensivos, oferecendo palatabilidade e digestibilidade, gerando maior ganho de peso em menor tempo e garantindo ao piscicultor maior produtividade e melhores resultados. Para os animais onívoros são oferecidos vários tamanhos de ração e níveis de proteína específicos a cada fase da produção. A Bigsal também atende ao mercado de produção de peixes carnívoros com uma ração específica para ser oferecida aos peixes na fase de recria. •

petmagazine 05


Literatura

COMO CRIAR UM CÃO PERFEITO DESDE FILHOTINHO Para as milhões de pessoas que todos os anos consideram trazer um filhote de cachorro para suas vidas, bem como aqueles que já têm um cão em casa, Cesar Millan, especialista em comportamento do cão proeminente, diz: "Sim, você pode construir o cão perfeito! " Tudo começa com a criação adequada nos primeiros anos. Aqui, o autor diz tudo o que é preciso saber para criar o melhor ambiente para o cão, a fim de evitar problemas de comportamento no futuro, e mostra como corrigir os problemas de comportamento mais comum em cães jovens. // autor: Cesar Milan/editora: Nova Fronteira/408 páginas//

SEU CACHORRO É O SEU ESPELHO O treinador de cães Kevin Behan propõe um modelo para a compreensão do

06 petmagazine

comportamento canino. Com ideias originais, o livro está destinado a mudar completamente a maneira de se ver o melhor amigo do homem. O autor traz à tona a ideia de que as atitudes caninas são movidas por nossas emoções. Seu Cachorro é Seu Espelho mostra que os cães e os seres humanos têm uma ligação muito mais forte do que se imagina: estão ligados pelo coração. //autor: Kevin Behan/editora: Magnitude/208 páginas//

ADOTE UM AMIGO Foi por causa de um anúncio de uma feira de animais e de uma estranha mulher que o cãozinho Babe entrou para a família de Júnior e Igor. A partir daí a história se desenvolve e esses três amigos vão aprontar as maiores confusões. Muita aventura e comédia num livro que serve para adultos, adolescentes e para o público infantil. Com as irreverentes ilustrações de Orlando Pedroso, Adote um Amigo, mostra a relação pura de amizade e o cuidado entre as pessoas, crianças ou adultos, e os seus bichos queridos. //autor: Lino de Albergaria/editora: Formato/ 32 páginas //

OS ANIMAIS TÊM ALMA? Um dos pesquisadores espíritas do século XX, Ernesto Bozzano busca, nesta obra, quer comprovar cientificamente a existência e sobrevivência da alma dos animais. Para isso persegue dois objetivos: a determinação da atividade supranormal nos animais (telepatia, premonição, mediunidade etc.) e a comprovação de casos de aparição post-mortem de fantasmas de animais. //autor: Bozzano, Ernesto/ editora: Lachatre/160 páginas//


Cursos

ONCOLOGIA VETERINÁRIA

O curso atenderá os veterinários que se interessarem pela oncologia, tornando-os capacitados a exercê-la com experiência, prática e base científica. www.bioethicus.com.br

ALIMENTAÇÃO NATURAL E CASEIRA

A Dogreso promoverá no início de2013, o curso de alimentação natural para cães e gatos, ministrado pela veterinária Sylvia Angélico, fundadora do Cachorro Verde, que faz um trabalho de orientação alimentar para animais de estimação. O objetivo é incluir uma alimentação natural e de qualidade para melhorar o equilíbrio do corpo, bem estar e longevidade dos pets. De forma personalizada esse cuidado ajuda também na prevenção e controle de doenças crônicas como diabetes, câncer, cálculos urinários e obesidade. O curso, com duração de 5 horas, é voltado para os aspectos teóricos e práticos das dietas caseiras, ensinando sobre planejamento, quantidade, montagem das porções, armazenamento, etc. Vagas limitadas! www.dogresort.com.br

ACUPUNTURA VETERINÁRIA

Curso com título de especialização nas normas do IVAS, com material didático apenas em formato digital. Com 384 horas de aula, 116 horas de ambulatório, com total de 500 horas de acordo com a resolução do CFMV. Inscrição e matrícula: até 19 de julho de 2013. www.bioethicus.com.br

MEDICINA FELINA

O CETAC está com inscrições abertas para o primeiro curso de medicina felina, com duração de 10 meses. Inscrições abertas, as aulas iniciam em breve www.cetacvet.com.br

VI CURSO DE FISIOTERAPIA

Teórico/prático e contará com palestrantes renomados, nacionais e internacionais. Conta com unidade completa de atendimento em São Paulo – Capital. Possui esteira aquática e seca para estágios dos alunos do curso. Inscrições abertas. www.bioethicus.com.br


Mercado

Redes disputam muitos, enquanto pequenos lutam para conquistar próximos É essa a realidade que melhor define o cenário econômico do mercado pet. Cobasi e Pet Center Marginal disputam a liderança de ouro, enquanto as pequenas lojas, se esforçam e sobrevivem com menor intensidade

08 petmagazine


Texto Caroline Paiva imagens divulgação

F

oi-se o tempo em que os cães comiam restos de comida e serviam apenas para cuidar da casa. Hoje é até clichê afirmar que eles são tidos como verdadeiros membros da família, e assim como gatos, peixes, aves, roedores e animais exóticos, fizeram com que seus donos movimentassem sem dó - mais de 12 bilhões de reais no Brasil apenas no ano passado. E o balanço de 2012 ainda pode ser 13% maior, de acordo com a Abinpet. Ração balanceada, banhos relaxantes,

tosas diferenciadas, roupinhas fofas e visitas veterinárias periódicas agora fazem parte da rotina básica dos pets. Mas cuidar de tudo isso não é tarefa fácil para os cuidadores. Por isso o ideal é que a maratona seja feita de uma vez só. E por que não em um local com ares de shopping center, que reúna qualidade e variedade de produtos e serviços, possibilite a socialização com outros bichos e ainda proporcione um momento de lazer particular entre pet e dono? Sem dúvida você já viu um desses lugares muito bem localizados não muito longe da sua casa. Trata-se das gigantes redes Cobasi e Pet Center Marginal que rapidamente conquistaram a preferência dos brasileiros. Essas completíssimas

mega lojas hoje disputam ‘pau a pau’ o crescente nicho do mercado e deixam no chinelo os modestos 4 mil pet shops de bairro espalhados por São Paulo. Juntos os gigantes somam mais de ‘30’ pontos no país, sendo 16 apenas na capital, e comercializam mais de 20 mil itens nacionais e importados cada um. Em 1985 surgiu a Cobasi, a princípio destinada à comercialização de produtos agropecuários e para pequenos animais e que aos poucos foi conquistando espaço. “Atenta ao crescimento do mercado, a empresa maleavelmente se antecipou às novas necessidades e conseguiu reestruturar sua linha de produtos e serviços, tornando-se a primeira a estabelecer o conceito de shopping para animais”, con-

• petmagazine 09


Mercado

Cobasi ta Daniela Bochi, gerente de marketing da empresa. E em meio a tanta concorrência, além de pioneira hoje é considerada líder absoluta no mercado, com previsão de abertura de mais 6 lojas e uma flagship (loja conceito) nos próximos doze meses. “Temos em mente que não somos somente um comércio. A Cobasi não vende apenas produtos, ela lida com a emoção e o afeto entre o proprietário e seu animal de estimação, portanto queremos oferecer uma experiência única e marcar esse momento como algo inesquecível”, explica ela. O Pet Center Marginal nasceu 17 anos mais tarde com a expectativa de ocupar o 2ª lugar isolado em São Paulo. “O presidente do grupo havia acabado de fechar um atacado e um dos seus fornecedores na época sugeriu a ele que prestasse um pouco de atenção no segmento pet. Foi o que ele fez e descobriu que em São Paulo havia apenas um líder e ninguém ocupando o segundo lugar”, relembra Eugênia Fonseca, gerente de marketing do Pet Center Marginal. Atualmente já detém a vantagem de um hospital veterinário e algumas lo-

10 petmagazine

jas a mais do que o concorrente e corre atrás de um faturamento semelhante com diversas estratégias de fidelização de clientes. "Com o nosso programa de relacionamento, o Vale a Pena ser Fiel, o cliente ganha um bônus de 10% do valor das suas compras acima de R$150,00 para consumir no mês seguinte. E com ‘CãoPromisso Público’ de melhor preço, devolvemos o valor da diferença do produto anunciado pela concorrência direto no caixa e acrescido de 20% em desconto na compra, sem burocracia alguma", explica Eugênia. “Eu acredito que ainda há espaço para todos, mas a concorrência é realmente muito difícil. Hoje em dia muitos dos nossos antigos clientes fazem compras e levam seus animais para passear nessas grandes lojas. O que sobra para nós são as emergências do dia a dia, como a ração que acaba antes da hora”, desabafa Luiz Costa Souto, proprietário do Labrador Pet Shop que há 7 anos sobrevive no bairro de Moema em São Paulo. Ele também destaca a importância de estar atento às novidades do mercado e a qualidade no atendimento para não

Pet Center Marginal perder ainda mais clientes. “Além do tratamento mais intimista que podemos oferecer, o segredo é não deixar faltar nada, para que o consumidor não sinta a necessidade de procurar em outro lugar”. São inúmeros os Pet Shops, considerados intermediários, espalhados por todo país, ou seja, são pet shops não considerados ‘mega lojas’, porém de tamanho respeitável, com diversos departamentos, como serviço de hotelaria, hospitais de emergência, e, que servem com eficiência, bom estoque de produtos, linhas de pet food, medicamentos, acessórios, e muitos lançamentos para servir aos seus clientes, que buscam fidelização onde compram. Pets Shops Online: Hoje temos também o Pet Shop Virtual, são as vendas de produtos pela Internet que crescem a cada dia, onde pode ser encontrado todo tipo de produtos: de pet food à acessórios,além de enfeites, adornos , doces especiais, vestuários, produtos de higiene, e até medicamentos, o que não é recomendado comprar sem a avaliação ou receita médica do veterinário. •


Lançamentos Novidades para os pets

01 NUTRITIVO E SEM EXCESSO DE CASCAS 02 PARA AUMENTAR A ATIVIDADE CANINA

Alcon Club Coleiro é o alimento extrusado completo para a manutenção de Coleiros e outros pássaros como Pixoxós, Caboclinhos e Bigodinhos. Contém Prebiótico que promove o crescimento seletivo de bactérias benéficas presentes nos intestinos, melhorando o aproveitamento dos nutrientes. Facilita o manejo, pois não há necessidade da rotina diária de limpeza dos comedouros e evita o surgimento de doenças. www.alconpet.com.br

03 ALIMENTO BALANCEADO PARA PEIXES Alcon Guard Thymus lança no mercado alimento em flocos para peixes ornamentais tropicais e de água fria. Com os ingredientes naturais Tomilho e Chá Verde, é indicado para a manutenção rotineira do aquário e nutrição de peixes acometidos de doenças causadas por fungos, em tratamento com Labcon Aqualife. Apresenta Enzimas Digestivas e Prebiótico. Não contém corantes artificiais. www.alconpet.com.br

12 petmagazine

Super Pulga é o brinquedo-dispenser para petiscos que estimula o animal de qualquer porte a buscar o alimento enquanto gasta energia. A brincadeira reduz a vontade destrutiva em mastigar tudo que encontra pela frente por recompensar o esforço do cão. www.buddytoys.com.br

04 SANITÁRIO PARA CÃES A Pipi Dollys, lança produto higiênico composto por bandejas que recebem absorvente descartável, cobertas por grades removíveis com proteção antibacteriana que evitam o contato do animal com a urina. Mais bandejas podem ser acopladas para se adequar a qualquer porte, o sanitário do animal é fabricado com material que não deforma e permanece estável, para que o animal se sinta seguro e continue usando. O kit completo vem com porta-papel. www.pipidollys.com.br


06 LINHA COMPLETA DE ALIMENTOS PARA GATOS CASTRADOS 05 PARA RECOLHER DETRITOS ORGÂNICOS DE ANIMAIS A Embalixo desenvolveu saquinho específico para a coleta de resíduos orgânicos de animais, no tamanho ideal, resistente e com Microban (produtos antimicrobianos) para controle de odor e manuseio mais higiênico. www.embalixo.com.br

A Royal Canin lançou a linha completa de alimentos para gatos castrados Sterilised. O produto é nutritivo, mas evita o ganho excessivo de peso dos gatos castrados. São cinco produtos: Kitten Sterilised, para filhotes até o crescimento completo, Sterilised, para gatos de 1 a 7 anos de idade. Para felinos com maior apetite Sterilised Appetite Control, que favorece a saciedade e Sterilised 7+, para gatos entre 7 e 12 anos. Para os gatos a partir de 12 anos, a Royal Canin desenvolveu o Sterilised 12+. www.royalcanin.com.br

08 PARA AUXILIAR NA LIMPEZA DE PELOS

07 FESTA DE LANÇAMENTO DE ACESSÓRIOS E BEBIDAS No Rio de janeiro aconteceu o lançamento da marca de acessórios para pets Zee.Dog. O evento promoveu a socialização de cães e seus donos. A Dog Beer, primeira cerveja do país para pets, também lançou a sua linha de chopp durante o evento. www.zee-dog.com

A Electrolux traz a edição especial para limpeza dos lares que possuem animais domésticos, o Ergolite Pet. O produto acompanha bocal mini turbo especial que é capaz de aspirar pelos de superfícies mais difíceis como carpetes, tapetes, sofás e cortinas. Para todos os tipos de pisos e três níveis de filtragem e capacidade para 1,25 litros e alça para transporte. www.electrolux.com.br

petmagazine 13


Lançamentos Novidades para os pets

09 MSD SAÚDE ANIMAL APRESENTA SUA LINHA DE PRODUTOS A MSD Saúde Animal, apresentou produtos de sua linha pet em que o antipulgas Activyl foi destaque. O evento se deu na cidade de Santos, no litoral paulistano, que sediou a 39ª edição do Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária – Conbravet. Com tecnologia inédita, o produto confere segurança ao animal, proprietários e meio ambiente. www.msd-saude-animal.com.br

10 ROUPAS DE NATAL A Petshop tem roupinhas de Natal feitas com cetim, confortáveis e fáceis de usar em seu pet. Adquirindo a roupa de natal ele também estará preparado para o ano novo, pois a roupa é 2x1. Veja detalhes no site www.petshop.com.br

11 PANETTONE

12 COLCHÃO CIRÚRGICO DO SEGMENTO VETERINÁRIO

Imagine todas as delícias da ceia de Natal para seu pet. Pensando em não fazer os animais passarem vontade, o Petshop disponibiliza o panettone da Panetteria di Canni para presentear o seu bichinho. Com ingredientes selecionados, o alimento é saudável e saboroso. www.petshop.com.br

O CETAC, desenvolveu produto inédito no mercado, o Colchão de Posicionamento Cirúrgico. Basta escolher o decúbito, definir o posicionamento da cabeça e dos membros, e fazer a moldagem através da bomba de vácuo. Sem calhas, amarras e desconforto. Disponível nos formatos grande e pequeno. www.cetacvet.com.br

14 petmagazine


carro, m u r i d e ep Você pod a casa . m u , r o m dinha. e o m um a a u s ede só a o pode parecer muito pouco. p e t n e g nh a al m real sozi mais um re raacc. u ais um real al para o g ital um real m doe um re uém. mas m um hosp ng ni de ia s, constroe ór sa st ui hi q ui. a es a aq p não mud oedinha dam nas todos, a ju gue essa m Jo de ! , lá al os re am il. V mais um ncer infant lição no câ s desejos. to e dão uma ui m ar dar a realiz ju a i va ê Voc o.

GRAACC,

it l vAle mu CAdA ReA

eAl A doAR 1 R liGue pAR

001 0 0 0 1 0 0 5 0

1000 005 real: 0500 doar 5 x 1 a ar 1000 025 p 0 ue g 50 0 Li 25 x 1 real: r oa d a ar Ligue p postos. + im o: r$ 0.31 telefone fix ligação de impostos. + 71 0, * custo da r$ lular: ação de ce custo da lig

www.graacc.org.br


Lançamentos Novidades para os pets

13 BRINQUEDOS PARA ENTRETENIMENTO DE GATOS Pet Games, lança o produto indicado para felinos de todas as idades para combater o sedentarismo. O brinquedo desperta o instinto de caça e permite interação entre o animal e seu dono. O kit é composto por um arame de aço carbonado flexível de 90 centímetros e cinco iscas atóxicas com formato de pequenos animais. www.petgames.com.br

14 AUXÍLIO NA LIMPEZA DOS DENTES CANINOS Ideal para cães de pequeno porte e filhotes, os ossinhos de nylon são leves e ótimos para roer. O modelo clássico pode ser usado na brincadeira do joga e traz enquanto que o ossinho, com textura, auxilia na redução do tártaro e a satisfazer o desejo natural de mastigar. www.buddytoys.com.br

15 APOSTA NO MERCADO PET BRASILEIRO Com foco em cães e gatos, a empresa Elanco Saúde Animal (divisão da farmacêutica norte-americana Eli Lilly), oferece serviços de suporte para o mercado como o antipulgas Comfortis que pode ser administrado via oral e tem ação rápida, preventiva e terapêutica. Após 30min. as pulgas começam a cair, e em 4h os cães estão 100% livres de parasitas. A proteção dura até 30dias. www.elancopet.com

16 petmagazine

16 TENDÊNCIAS PARA O VERÃO A alemã Flexi dispõe de guias retráteis, e traz ao mercado nacional duas inovações: as estampas modernas da linha Fashion e a linha Collection Fresh tendências primavera/verão 2012/2013. As guias da Collection Fresh estão disponíveis nos tamanhos pequeno Small (3 metros) e Medium (5 metros). www.flexi-guia-retratil.com.br


Lançamentos Novidades para os pets

17 SOLUÇÃO PARA CALOS CANINOS O Laboratório Mundo Animal apresenta solução para suavizar o problema de calos caninos. Trata-se da Loção para Calos da Linha Good Care. O produto é 100% natural com óleo de macadâmia e Aloe Vera, que hidratação e proteção a pele calejada. O sabor amargo das ervas na composição também impede que o cão retire o produto por meio das lambidas. www.mundoanimal.vet.br

18 PROTEÇÃO PARA AS PATINHAS O Petshop oferece a sandália que vai proteger a patinha do cão durante os dias mais quentes. Confortável, o acessório foi desenvolvido em borracha supermacia, com aberturas laterais que proporcionam muito mais ventilação e ajuste na patinha do pet. O velcro para fechar, proporciona ajuste na pata do seu cachorro. O modelo é confeccionado com sola antiderrapante e material atóxico. www.petshop.com.br

19 ÓCULOS DE SOL Petshop trouxe o primeiro óculos de sol desenvolvido para cães. São recomendados por veterinários para pets que possuem sensibilidade aos raios do sol, com ressecamento de córnea e para cães que andam com a cabeça para fora do carro. Protege contra o vento e pedregulhos que possam atingi-lo durante o movimento. www.petshop.com.br

18 petmagazine


Legislação

Com a proximidade do período de festas e férias, aumentam os deslocamentos das famílias e seus animais de estimação. Agora, transportar animais adequadamente é lei e o motorista flagrado conduzindo pets irregularmente, pagará multa e será pontuado na carteira de habilitação

Texto Joelma Farias Imagens divulgação

A

nimais de estimação, atualmente, são tratados como membros da família e devem ser acolhidos como tal. Condutores que possuem cães e gatos estão se conscientizando dos benefícios de transporte seguro. Agora, transportar animais de estimação corretamente é lei. O Código de Trânsito Brasileiro estabelece que animais não podem ser transportados na caçamba do carro, no colo do condutor nem entre o motorista e a porta. Como os automóveis não trazem equipamentos específicos para os bichos, alguns itens oferecidos pelos pet shops podem

20 petmagazine


Transporte seguro para pet agora é lei garantir mais segurança no trajeto. O motorista que for flagrado conduzindo animais sem os acessórios de segurança, receberá uma multa equivalente à R$ 85,00 mais quatro pontos da carteira de habilitação. Se o animal estiver na caçamba de um utilitário, a multa sobe para R$ 128,00 e cinco pontos na carteira de habilitação. Para que se possa ter uma ideia, um cão de apenas 5kg, em uma freada brusca, por exemplo, pode atingir o motorista com uma força de impacto equivalente a 100kg. Um acidente nessas proporções, seria fatal para o animal e, provavelmente, para quem estiver à sua frente. Relato de um acidente com final feliz A empresária Márcia Pastor, dona de Sophia, uma cadela labradora, passou por uma situação de acidente em companhia de seu bicho de estimação. Juntas sofreram um acidente de carro em que a empresária guiava. O impacto da batida poderia ter ocasionado um grave acidente para o animal, mas com a proteção do cinto de segurança para pet, o animalzinho saiu ileso. “A Sophia seria projetada contra o para-brisa e cairia em cima de minha mãe, que estava no banco do carona. As duas ficariam seriamente feridas”, diz. A empresária tem consciência de que, se não fosse o acessório, talvez não tivesse a mesma sorte. Sua mãe, que a acompanha-

va, também estava acolhida pelo cinto de segurança do veículo e nada sofreu. “A traseira do carro ficou completamente destruída, mas a minha Sophia estava perfeitamente bem. Só um pouco assustada”, afirma a empresária. Muitos animais já morreram em acidentes de carro por não terem nenhum tipo de segurança e com o impacto, são arremessados pela janela dos automóveis, assim como acontece também com os seres humanos desprotegidos pelo acessório do veículo. Equipamentos de segurança, acolhem os peludos que acompanham seus respectivos donos em viagens. Para evitar estresse dos bichanos, o ideal é levá-los em caixinhas transportadoras. Cachorros também podem ser transportados por esse meio, aqui o cuidado com o tamanho da caixa deve ser maior, especialmente se o pet for grande. Cães que gostam de passear de carro podem ser levados fora das caixas, mas devem ficar no banco de trás e usar cinto de segurança especial. Se a empresária Márcia Pontes não tomasse as medidas cabíveis de segurança, no transporte adequado a seu animal, certamente o desfecho dessa história poderia ter sido diferente. Dicas para uma viagem segura com o seu animal 1- Condutor responsável deve acostumar o seu animal a andar de carro.

2- A caixa de transporte deve ter espaço suficiente para o animal dar um giro completo em volta de si. 3- Não colocar o animal com a cabeça para fora do veículo em movimento. 4- Nunca deixe seu animal de estimação sozinho dentro do carro especialmente, se estiver muito frio ou calor. 5- Durante a viagem, faça paradas para que o animal possa se movimentar, fazer necessidades e beber água. 6- Antes de viajar, o pet deve ficar de jejum por quatro horas, caso tenha tendência a enjoos. 7- Os animais são muito sensíveis a mudanças, então o mais indicado é que você mantenha sua rotina e de seu animalzinho normalmente, para que ele não estranhe muito o local de destino e se acostume com maior facilidade. Continue a sair para passear e a dar comida e água nos mesmos horários que você costuma dar. O principal antes de cada viagem, é transmitir segurança e conforto ao seu melhor amigo, para que ele se sinta bem durante todo o percurso. Com essas pequenas ações, seu animalzinho poderá aproveitar muito mais cada momento junto ao seu dono. Boa viagem! •

petmagazine 21


Empresa

Fábrica de ração usa a qualidade como tônica para crescimento Texto e imagens divulgação

C

omo o próprio nome define – “nutrier”: uma nutrição melhor (sheer nutrition = nutrição completa / absoluta) – a proposta foi produzir rações para cães e gatos utilizando sempre ingredientes altamente selecionados e com formulações balanceadas para atender as necessidades das várias fases de vida do animal e suas diferentes raças. Na verdade, embora tenham buscado orientação de profissionais na área, a prática do dia a dia na fábrica e as pesquisas de mercado é que foram fundamentais para traçar os caminhos da empresa. A produção foi facilitada pela automação da fábrica, mas a formação da equipe – em média 20 funcionários - demandou uma busca incessante de profissionais capacitados para os setores da empresa, tanto nos serviços internos(fabricação e administração), quanto no departamento comercial, principalmente em vendas. O trabalho foi iniciado com o lançamento das rações premium da família Real (Real Cat, Real Dog, adulto e filhote) e Nuthi (manutenção). A escolha pela pulverização de vendas para vários Estados do Brasil ensejou grandes dificuldades de logística – a empresa não tem frota própria – além de um significativo grau de inadimplência dos

22 petmagazine

clientes. A lição foi aprendida e motivou uma reestruturação do departamento específico. Buscou-se com campanhas a fidelização dos clientes, alguns ainda em outros Estados, mas a maioria em São Paulo. O resultado foi positivo e, um ano após, o crescimento da empresa exigiu a presença de um profissional com uma larga experiência no setor financeiro e planejamento. Para exercer essa função foi convidado o Sr. José Mauricio Conte, ex-gerente de uma instituição financeira e consultor do SEBRAE. No início de 2012, pela necessidade de uma produção maior para atender a demanda de mercado e melhorar a qualidade de seus produtos, a Nutrier convidou Florisvaldo Ferreira de Britto para participar da Empresa, e comandar toda a produção da fábrica. Foi um grande investimento de capital intelectual para a empresa, pois há 18 anos Florisvaldo iniciava uma carreira de sucesso em fábricas de ração. Aproveitou muito bem todas as oportunidades que lhe foram dadas para conhecer e trabalhar em caldeiras, secadores e extrusoras, além de liderar equipes em fábrica de renome nacional. Durante esse período fez vários cursos e treinamentos como Kaizen e Coaching que lhe sedi-

Rodrigo Maretti Nunes, Antonio Nunes e Florisvaldo F. de Britto


Pela percepção de que o mercado de rações pet estava em franco desenvolvimento e com a intenção de criar uma atividade paralela, após 35 anos exercendo a medicina, dr. Antonio Nunes e seu filho Rodrigo Maretti Nunes, administrador de empresas, decidiram criar a Nutrier Alimentos em abril de 2009

"Infelizmente, o Brasil não tem infraestrutura – situação de portos, principalmente – que garanta a entrega dos produtos nas condições desejáveis"

Antonio Nunes

mentaram a segurança e a capacidade de comando. Participou também de vários cursos de Brigadas de Incêndio. Hoje ele confessa que o sucesso do seu trabalho é fortemente sustentado pelo conhecimento acumulado de formulação de rações e pela destreza em lidar com as “manhas” das extrusoras. Seus comandados acrescentam que além da sua capacidade técnica, há um importante grau de companheirismo nas suas atitudes. Sob a orientação do Florisvaldo a Nutrier modernizou e aumentou a capacidade de seus equipamentos: adquiriu uma extrusora Ferraz para 06 toneladas/ hora e um moderno secador para 10 toneladas/hora. Garantida produção de qualidade, a empresa provocou uma reestruturação nos seus produtos. Transformou a família Real para Leal, acrescentou a Rufos (ração de manutenção) e criou a família VIVER +. Atualmente representada somente para cão adulto e que, brevemente, receberá a companhia da VIVER+ Pequenas Raças; VIVER + Cat; e VIVER + Filhote. O projeto de crescimento será alavancado ainda por produtos light, natural e nuggets. Todas essas decisões emanam de discussões no Comitê Executivo (Nunes, Rodrigo, Maurício e Florisvaldo), após

analisadas as ponderações do gerente comercial, este sim com as informações do mercado através de pesquisas e manifestações dos clientes. Hoje a empresa reconhece a necessidade de expandir as vendas, mas pela variedade de culturas no Brasil, os passos seguintes precisam ser muito bem estudados, pois cada região tem preferência por alguns tipos de rações e até as embalagens interferem na satisfação dos clientes. Como se não bastassem essas variáveis, as empresas são vítimas também da guerra tributária entre Estados, desestimulando muitas vezes a concretização de negócios. “Com relação à possibilidade de exportação sabemos que, infelizmente, o Brasil não tem uma infraestrutura – situação de portos, principalmente – que garanta a entrega dos produtos nas condições desejáveis. Pelas pesquisas de instituições ligadas ao ramo pet, o mercado interno a ser trabalhado ainda é de aproximadamente 50% e isso já exige uma preparação organizacional muito grande de todos nós”, disse Antonio Nunes que finalizou afirmando, “sabemos que estamos participando de um mercado amplo e supercompetitivo, mas acreditamos que o espaço ainda a ser ocupado pelas empresas dependerá de sua capacidade de entender a vontade da clientela com relação a qualidade e um bom serviço”, concluiu. •

petmagazine 23


Capa

Tratamentos antes inexistentes no país hoje são referência e estão à disposição, inclusive da população carente. Problemas simples de saúde que muitas vezes não eram nem identificados, hoje têm rápida solução, dando expectativa de vida aos bichos

24 petmagazine


Hospitais veterinรกrios crescem e se modernizam para acompanhar o setor Reportagem: Caroline Paiva

petmagazine 25


Capa

apenas a lg u mas décadas era comum ver animais sofrendo com problemas simples de saúde que muitas vezes não eram nem identificados, quem dirá com as doenças mais complexas que na época eram quase incuráveis. A expectativa de vida dos bichos era curta e por mais dinheiro e boa vontade que se tivesse não havia muito que pudesse ser feito. Mas, felizmente hoje o cenário é bem diferente. A nova geração de animais domésticos já é beneficiada com a possibilidade de uma vida longa e de qualidade, pois é cada vez mais comum a abertura de clínicas veterinárias modernas e estruturadas que oferecem de um tudo para tratamentos e diagnósticos perfeitos. Mais do que isso, são os grandes hospitais veterinários para o qual os pacientes são encaminhados quando as clínicas não dão conta ou não possuem equipamentos necessários para o acompanhamento. Ainda recém formado, e com muita vontade de cuidar dos animais, o veterinário Francisco Shigeru Hato começou seu negócio há 34 anos atrás com uma mesa comprada em leilão de móveis usados e um

26 petmagazine

balcão de atendimento de cimento que ele mesmo fez. “Naquela época por diversas vezes fui obrigado a realizar exames radiográficos em centros de diagnósticos humanos na calada da noite, como se fosse clandestino. Eu ficava grato ao amigo que me cedia o espaço e ao mesmo tempo constrangido por ter que me submeter a tal situação para realizar meu serviço com mais eficiência”, desabafa o proprietário e diretor do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 Horas, um dos melhores do país. Mas a dificuldade só lhe deu mais forças para transformar seu trabalho em centro médico cada vez mais completo. Localizado no município de Osasco, o local conta com uma equipe com cerca de 40 veterinários, oferece praticamente todos os tipos de exames e especialidades médicas veterinárias, pet shop e serviço de banho e tosa. Além disso, é pioneiro em ressonância magnética na América Latina e o primeiro do Brasil a adquirir um equipamento de tomografia 16 canais, que realiza exames com mais rapidez e detalhamento de imagem. Uma amostra da tamanha procura por esses serviços são os planos de saúde animais criados recentemente, que oferecem pacotes com vacinas, baterias de exames e tratamentos odontológicos de acordo com a possível necessidade do animal por um

preço um pouco menor pago mensalmente durante o ano. O Centro Veterinário Pet Care, surgido em 1990 já oferece essa opção, além de serviços médico-veterinário nos padrões humanos 24 horas por dia em dois endereços, no Morumbi e no Pacaembu em São Paulo. Como diferencial destaca a excelência dos exames tomográficos com um dos aparelhos mais modernos do mundo. “Possuímos o TC MULTISLICE de dois canais que permite a realização de exames com anestesia de ultracurta duração, uma enorme vantagem para os pacientes em estado clínico instável”, explica o veterinário André Romaldini, da equipe médica do Pet Care. Também no Pacaembu, está localizado o Hospital Veterinário Pet Center Marginal, o primeiro da rede não vinculado a uma loja, inaugurado há pouco mais de dois meses, mas que já é reconhecido pela qualidade e inovação. “O hospital realiza todos os tipos de cirurgia, inclusive a colocação de prótese de quadril, cotovelo e joelho, algo muito difícil de encontrar. Outro diferencial importante para o cliente que hoje vê seu animal como um filho. São as 2 salas Vips em que se pode com todo o conforto acompanhar o animal durante toda sua recuperação”, enfatiza a veterinária Valéria Pires Cor-


Hospitais veterinários prontos para o atendimento 24h Texto: Joelma Farias

rêa, responsável diretora técnica do Grupo Pet Center Marginal. Ela também revela que há planos de abertura de novas unidades semelhantes ou até maiores do que essa. Mas medicina especializada e estrutura de primeira linha não são apenas privilégios de São Paulo. É em Curitiba, no Paraná, que está localizado um dos melhores do Brasil, o Hospital Veterinário Batel, pioneiro e especialista em vídeo cirurgia e que assim como toda a categoria sentiu de perto a evolução dos diagnósticos e tratamentos para os bichos. A evolução da medicina além da mudança do perfil econômico do país, fizeram dos últimos 12 anos um divisor de águas. Saímos do "achismo" para as respostas com base científica, tratamentos com medicamentos de ponta e equipamentos equiparados aos de uso em humanos. Atualmente fica difícil imaginar como conseguíamos fazer no passado sem esses suportes, esclarece o veterinário Eros Luiz de Sousa, responsável técnico pelo hospital. Mas tanta tecnologia e especialização ainda custam caro e são inviáveis para os donos de baixa renda. Felizmente para suprir essa carência foi criado o primeiro hospital veterinário público de São Paulo em Itaquera. O local recebe cerca de R$ 600 mil em verbas municipais para oferecer serviços de qualidade gratuitamente aos animais que vivem em abrigos e aqueles cujos donos estão abaixo da linha da pobreza ou recebem ajuda de programas sociais como o Bolsa Família.

Inaugurado em 2007, em Campo Belo, Zona Sul de São Paulo, o Hospital Veterinário Vet Quality busca oferecer atendimento clínico e cirúrgico diferenciados e de qualidade. Sua infraestrutura atende, até mesmo, casos encaminhados por outros profissionais em veterinária de outros hospitais que não possui os mesmos equipamentos e sua tecnologia. O atendimento é feito 24h por dia. Possui equipe médica composta por 25 profissionais para o atendimento de emergência. Diagnósticos por imagens como radiografia e ultrassonografia. Localizado no Itaim Paulista em São Paulo, o Max Vet Hospital Veterinário oferece serviço de atendimento para cães, gatos e silvestres. Serviços 24h de clínica geral, cirurgias e internações. Oferece as especialidades de Raio X, Ultra-som, Laboratório, Endoscopia, Ortopedia, Dermatologia, Comportamento Animal, Oftalmologia, Odontologia, entre outras. Completo pet shop e estética animal. Ambulância em casos de emergência e necessidades de pronto atendimento. Com novo equipamento oftalmológico chamado Tonopen, capaz de medir a pressão intraocular dos animais em segundos e sem dor, a Arca de Noé Hospital Veterinário localizado em Guarulhos, na grande São Paulo, é referência nesse tipo de atendimento. Com o aparelho é possível realizar o exame durante as consultas oftálmicas, ou também se o paciente for encaminhado por outro veterinário. Neste caso, basta a solicitação do clínico ou do oftalmologista que estiver acompanhando o paciente, e não será necessário pagar consulta para realizar o teste. É o primeiro hospital veterinário 24h de Guarulhos que dispõe também de: Centro de Estética, Hotel, Pet Center e Táxi Dog. Localizado no bairro Tutunas, Ube-

raba, MG, o Hospital Veterinário de Uberaba é especializado em cirurgias de pequenos animais com doenças como: Hérnia diafragmática, Maceração fetal em gata com ruptura uterina, Obstrução uretral em distócia, Ruptura de útero em cadelas gestantes após a aplicação de ocitocina, Torção uterina em gata com piometra, Tumor venéreo transmissível, Uretrostomia escrotal no tratamento da ruptura da uretra. Diagnóstico por imagem em Laboratórios: de anatomia patológica e medicina veterinária preventiva, laboratório de patologia clínica, odontologia veterinária. O atendimento é feito em esquema 24h. Reconhecido nacionalmente por ter realizado tratamento inédito no Brasil, a aplicação de células-tronco em uma cachorrinha para ajudá-la na regeneração do seu fígado doente, o Hospital Veterinário Ecoville em Curitiba , PR, vem cada vez mais ganhando destaque. Esse procedimento tornou o Ecoville pioneiro nesse tipo de tratamento veterinário. Com atendimento 24h, o espaço oferece o que há de mais moderno em patologia clínica veterinária. Especialidades atendidas são: Acupuntura, Cardiologia, cirurgia, Dermatologia, diagnóstico por imagem, Endocrinologia, Fisioterapia, Geriatria, Odontologia, Oftalmologia e oncologia. Oferece também exames especializados nas áreas de Microbiologia, Endocrinologia, Toxicologia, Imunologia, entre outras. Antecipação de rotinas em casos de urgência. Critérios flexíveis para rejeição de amostras. Avaliação criteriosa de amostras insuficientes para evitar rejeição. Para mais informações consulte os sites: www.petcare.com.br www.petcentermarginal.com.br www.hvbatel.com.br www.caesegatos24h.com.br www.vetquality.com.br www.maxvethospital.com.br www.arcadenoe.com.br www.hvu.com.br www.hospitalveterinarioecovile.com.br


Produto

28 petmagazine


Foco de empresa é lançar produtos diferenciados A Dog Clean focou seus lançamentos em produtos que são considerados especiais no mercado, como o kit de óleo de “argan”, que tem feito grande sucesso e é chamado de ouro marroquino Texto e imagens: Hylario Guerrero

“Montamos o primeiro kit de ‘óleo de argan’ em 3 fases: shampoo, máscara de hidratação e fluído ‘anti frise’, para remover os pelos arrepiados - todos estes itens com propriedades e emolientes de hidratação. A Dog Clean foi pioneira no lançamento desse tipo de produto que tem procedência na cosmética humana. Hoje, consideramos esse produto o carro chefe da empresa”, afirma o gerente de produtos, Marcelo Martins. Toda a matéria-prima utilizada pela Dog Clean é importada. “O próprio óleo de argan é procedente do Marrocos - popularmente chamado de ‘ouro marroquino’. O produto é mais nobre, e agrega valor pelas especiarias que compõem sua formulação. O efeito no pelo do animal é espetacular. Aprocura é tanta que desenvolvemos a embalagem de 5 lts do shampoo, além da máscara de hidratação”, diz Marcelo. A empresa está há 12 anos no mercado, e serve como referência no setor buscando impactar sempre com suas inovações. Buscam toda espécie de tendência e inspiração na cosmética humana, como foi o caso do óleo de argan que em 2010 explodiu no cenário mundial. “Temos aproximadamente 600 itens diferentes, divididos entre as linhas: Dog Clean, Pet Clean e Dog Clean Premium. Realizamos diversas pesquisas para saber o que o público precisa, busca e exige. Porém, fazemos algumas apostas em cima das diferenças de mercado. Nossa rotulagem é para cães e felinos. Possuímos produtos específicos para gatos, que são muitos sensíveis, irritações podem ocorrer com facilidade, e procuramos não causar nenhum tipo de dano devido seus instintos naturais, como por exemplo, gatos com problemas de pele que se lambem

o tempo todo. De qualquer forma, nosso forte são os cães e gatos. A empresa conta com uma veterinária responsável técnica que nos orienta sobre quais produtos são compatíveis”, comenta o gerente de produtos que reitera, “Determinados produtos precisam de testes para que não haja irritabilidade, tendo em consideração que a função principal é limpar e hidratar, sem o uso de químicas fortes e pesadas”. A Dog Clean envia laudos técnicos dos seus produtos para os distribuidores, uma forma de ter o controle de qualidade mais rigoroso. “Tivemos nosso departamento de produção reformulado para atender às expectativas e necessidades dos clientes. Estamos sempre nos adequando ao momento do mercado, procuramos lançar novidades e a cada período inovar com diferentes linhas de produtos, como por exemplo, a máscara de morango com chantilly e proteína de leite, todos querem saber o que o nosso produto causará de diferente no pelo do animal”, explicita Marcelo. “Quando falo que o mercado se aprimorou e ficou mais exigente, basta relacionarmos o número de pet shops de 20 anos atrás. Atualmente temos o dobro de pets shops, encontramos um em cada esquina, e o cliente não se contenta mais em lavar seu animal com sabão de coco, querem o pelo hidratado, o pet perfumado, e senti-los como parte integrante da família. Temos que ter toda essa dinâmica”, coloca Marcelo, lembrando que a empresa só vende para grandes distribuidores, pois, para atenderem diretamente os pets shops, precisariam de diferenciada estrutura. “E nesse segmento, nosso foco seria o banho e tosa. Nossos produtos atendem às lojas que executam esse tipo de servi-

ço. Temos uma linha de produtos para os donos dos animais, até porque nem todos têm condições de levar seu animal para ser tratado e, realizam esse trabalho em casa mesmo. Mas sem generalizar, muitas famílias de alto padrão, também optam por dar banhos em seus pets em casa. Já recebemos propostas para trabalharmos com nossas linhas em um canil, porém, comercialmente, para nós não é viável”, diz Marcelo. O marketing da empresa começa no decorrer do desenvolvimento dos seus produtos, juntamente com pesquisas com seus distribuidores. Segundo Marcelo, a elaboração de anúncios, adesivos, lâminas, folhetos, divulgação de lançamentos, entre outros, obedecem a um plano de mídia. Reconhecemos as feiras como grandes vitrines. Treinamos nossos distribuidores, pois é importante que eles saibam para que serve cada produto, sua especificação, pois, quanto mais se conhece um produto, melhor é a sua divulgação”. A Dog Clean começou na Vila Carrão, São Paulo, em pouco tempo se instalou na cidade de Guarulhos, grande São Paulo, e a partir daí o crescimento foi inevitável. A empresa está sempre se atualizando e se transformando, sabem que muitos dos seus produtos ainda não são totalmente conhecidos no mercado, por isso, buscam capacitar seus distribuidores, para que levem as informações adiante. Marcelo Martins é gerente de produtos, paulistano, 30 anos, formado em Administração de Empresa, e Comércio Exterior, pela Uninove. “Estou fazendo pós-graduação em Negócios Internacionais, e estou há sete anos na empresa”, conclui. •

petmagazine 29


Pesquisa

Diagnóstico do varejo Estudo inédito sobre o mercado mostra constante crescimento e consumidores decididos sobre o que comprar Texto Miriam Temperani Imagens divulgação

30 petmagazine

A

GS&MD – Gouvêa de Souza, empresa com mais de 20 anos no desenvolvimento de consultoria e serviços voltados ao varejo, marketing e distribuição divulgou seu segundo estudo na área de Pet no Brasil. Segundo a consultoria, o tamanho do mercado cresceu de R$ 10,1 bilhões em 2010 para R$ 11,3 bilhões em 2011 e a expectativa é que alcance R$ 12,7 bilhões em 2012. A pesquisa realizada no ano passado revelou o perfil do consumidor final, quais os tipos de produtos que consome e quais os locais onde são adquiridos. Tendo em mãos esses dados a GS&MD buscou em 2012 aprofundar os estudos nos pontos de vendas, mais especificamente nos pets shops, responsáveis por 68,3% das vendas do setor, seguidos por super/hipermercados com 15,2%, pelas lojas de produtos agrícolas e aviculturas 8,8% e as megalojas especializadas com 5,5%. “Buscamos aprofundar as pesquisas e mostrar para onde vai esse mercado ainda tão carente e que cresce em uma velocidade muito grande, mas que precisa se profissionalizar. Os dados das duas pesquisas ajudarão, e muito, nesse processo”, declara Newton Guimarães, gerente de inteligência de mercado da GS&MD – Gouvêa de Souza e responsável pelo estudo.


Segundo a amostra existem hoje no país quase 50 milhões de pets, o que corresponde dizer que, um a cada quatro brasileiros possui um animal de estimação em seu lar. A grande maioria são cães, que somam aproximadamente 29 milhões. A pesquisa foi realizada entre julho e setembro deste ano e na fase qualitativa foram realizadas 32 filmagens em pets shops e dez entrevistas de profundidade. Já na fase quantitativa 822

pessoas foram entrevistadas, entre elas proprietários, gerentes, balconistas das regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste do país. “Procuramos entender a dinâmica desses locais que precisam ter um crescimento sustentável, atendendo os anseios do consumidor e promovendo o varejo pulverizado”, explica Newton. A pesquisa ressalta ainda que a alimentação é o carro chefe do setor, sendo res-

ponsável por quase um quarto do faturamento dos pet shops, o que equivale a 23% em venda de rações. Serviços de higiene e embelezamento correspondem a 14% e medicamentos e serviços veterinários com 10% cada. Em se tratando de serviço 92% dos estabelecimentos pesquisados oferecem banho, 90% tosa, 85% unhas, 84% beleza, 73% leva e traz, 66% serviços veterinários, 19% hotel, 10% creche e 7% adestramento. 

Dicas para o varejista | Newton Guimarães

 Se relacione com marcas fortes que possam agregar valor ao ponto de venda e oferecer material de apoio apropriado.  Qualifique seus serviços e funcionários, pois eles influenciam diretamente nos serviços de higiene e embelezamento dos pets.  Fidelize seu cliente, tenha um atendimento diferenciado. Assim conseguirá comercializar produtos de maior valor agregado.

Categorias comercializadas no varejo pet:

 23% - Ração  14% - Serviços de higiene e embelezamento  10% - Medicamentos veterinários  10% - Serviços veterinários  Snacks e petiscos  Produtos de higiene e embelezamento  Antipulgas/ carrapaticidas  Acessórios  Vitaminas  Vestuários  Outros serviços (hotel, leva e traz, etc.)

Confiança no veterinário O profissional responsável pela saúde do animal tem grande influência na venda. “Independentemente de o canal oferecer serviços veterinários, a importância do profissional médico se faz presente da mesma maneira para a venda de produtos, pois 65% dos medicamentos e 29% das rações são vendidas com receita nas lojas”, diz Luiz Goes, sócio sênior da GS&MD – Gouvêa de Souza.

Rápido e rasteiro

Ambiente Virtual

O estudo revelou também que os clientes são rápidos e decididos ao realizar suas compras, visto que o tempo de permanência na loja é de aproximadamente nove minutos. Cerca de 62% procuram sozinhos pelos produtos e de cada dez que entram na loja, 7 ou 8 realizam uma compra.

Praticamente não existe e-commerce no setor pet. Prova disto é que 74% dos locais pesquisados não possuem website, 68% não possuem perfil nas redes sociais e 87% não vendem pela internet e 76% também não compram pela internet. “Esse ambiente virtual é um nicho de mercado ainda não trabalhado pelo setor no Brasil. O estudo deixou isso claro e poderá seguir de parâmetro para ações voltadas a essa expansão sejam criadas por marcas e pelas lojas”, enfatiza.

Baixo índice de capacitação A pesquisa constatou que há um baixo nível de atualização de mercado por parte de donos e funcionários das lojas. Quando indagados se já participaram de algum curso ou treinamento na área, 79% responderam que não. Dos que disseram sim, 34% fizeram cursos técnicos, 28% gestão de negócios, 18% procedimentos, 18% marketing, 16% mercado, 15% marcas e 14% tendências. “É preciso direcionar todos os recursos da indústria para atender essa carência do ponto de venda principalmente no treinamento de produtos e serviços”, adverte Newton.

Novo estudo para 2013 A empresa já planeja um novo estudo para o ano de 2013 que pretende ser ainda mais abrangente e definir rumos definitivos para o setor no Brasil. “Estamos planejando fazer 2660 entrevistas por todo Brasil, para entender mais a fundo a relação cliente e pet shop, juntando os dois no próximo estudo”, antecipa Newton Guimarães. O estudo deve ficar pronto no segundo semestre do próximo ano.

petmagazine 31


Notas Breves notícias do mundo Pet

Pets idosos precisam de cuidados especiais Assim como acontece com os humanos, o envelhecimento nos animais de estimação vem acompanhado de fatores que influenciam o modo de vida do pet como problemas de visão, audição, artrite e outras doenças que são características nessa fase da vida. Os cães, por exemplo, começam a envelhecer a partir dos 7 ou 8 anos de idade, dependendo da raça. Os piores males são as doenças degenerativas como o câncer, insuficiência renal, hepática, diabetes, além dos problemas relacionados às articulações como a artrose.

Pets cada vez mais obesos

Calendário 2013 O Projeto Pelo Próximo – Solidariedade em 4 patas, que realiza um trabalho filantrópico de pet terapia no Rio de Janeiro, acaba de lançar seu calendário 2013 como o tema O Céu dos Anjos. Nas fotos registradas pela Estrella Photo Estúdio, 17 crianças selecionadas, foram vestidas com o uniforme do projeto e caracterizadas como anjos de guarda dos cães terapeutas em cenário montado para o calendário.Diferente dos outros anos, o calendário 2013, enfatiza a relação cão/ criança de uma forma lúdica, mostrando a inocência na relação de contato entre eles e levantando a questão de que os animais também possuem seu “anjinho” protetor durante a sua vida.

32 petmagazine

Mercado pet no setor de agronegócios Os diversos segmentos ligados à criação de animais de estimação já podem ser considerados parte de mais um setor do agronegócio brasileiro, a chamada “cadeia pet”, cujo faturamento cresce entre 4% a 5% ao ano e deve fechar 2012 com receita da ordem de R$ 13 bilhões. Representantes dos criadores, órgãos de governos, e das indústrias e revendas de ração, medicamentos e produtos de higiene e beleza participaram nesta terça-feira da instalação da Câmara Setorial de Animais de Estimação do Ministério da Agricultura, que será responsável pela definição de uma estratégia para o setor.

A obesidade não é mais um mal que atinge apenas os humanos. Os nossos “melhores amigos” estão sendo acometidos dessa mesma doença. Ela é a desordem nutricional mais comum entre cães e gatos e a incidência desse problema tem aumentado. Atualmente, a obesidade já atinge quase a metade da população dos animais de companhia no mundo inteiro. Há no país cerca de 35,7 milhões de cães e 19,8 milhões de gatos, por levantamentos da ABINPET em 2011.

Animais indefesos Policiais apreenderam 87 filhotes de cães em uma casa na cidade de Offerton, na Inglaterra. A maioria dos cachorrinhos estava vivendo dentro de baldes. As informações são do Daily Mail. Durante a ação, os policiais também encontraram quatro filhotes mortos. Os animais eram de diferentes raças, incluindo buldogues franceses e lulus da Pomerânia (miniatura do spitz alemão). Os cachorros foram examinados por um veterinário e levados a um canil.


Para todas as regiões O Pet Center Marginal, um dos maiores grupos de PetShop da América Latina, acaba de inaugurar em Brasília a primeira megaloja pet da região centro-oeste. Localizada no SIA, setor de indústria e abastecimento da Capital Federal, a loja é a primeira do grupo fora do Estado de São Paulo e tem cerca de 2mil m², oferecendo um mix de mais de 20 mil produtos, além de clínica veterinária, centro de estética e Pet Safari, área destinada a animais exóticos. O local possui dois pisos, o espaço será o primeiro a ter uma área de recreação, para que crianças e pets possam brincar enquanto adultos fazem compras. com animal é fundamental. Segundo ele, a troca de carinho com o cão libera no organismo os neurotransmissores endorfina, ocitocina e serotonina, que proporcionam sensação de bem-estar.

Ódio implícito Trabalho e rendimento Estudos apontam que a presença de animais de estimação no trabalho traz bem-estar e diminui o estresse do dia a dia. Pesquisadores da Universidade Virginia Commonwealth (EUA) colheram amostras de saliva de 450 funcionários de uma empresa de varejo durante uma semana. Cerca de 30 pessoas levaram seus cachorros para o trabalho pelo menos um dia. Nesse grupo, o nível de estresse caiu da manhã para a noite, diferente das pessoas que deixaram o bicho em casa. Quem não tinha qualquer animal apresentou maiores quantidades de cortisol, um dos hormônios associados ao estresse. O psiquiatra Elko Perissinotti, vice-diretor do Hospital Dia, do Instituto de Psiquiatria (IPq-HCFMUSP) afirma que a interação do ser humano

Homem foi detido na Flórida acusado de crueldade com animais, por manter quatro gatos, três deles ainda vivos, no congelador de sua casa, informou a polícia local. Rodney J. Blanchard, de 49 anos, foi preso depois que uma mulher que lhe visitou em sua casa, descobriu quatro gatinhos no congelador, um deles morto, e, quando tentou tirá-los, foi expulsa da casa pelo suspeito. Os gatos foram transferidos a um centro veterinário de emergência próximo, onde se recuperam do trauma.

Inversão de valores O Ibama anunciou a abertura de processo de consulta pública em relação às espécies da fauna nativa brasileira que poderão ser reproduzidas em criadouros para serem comercializadas como animais de estimação. O aviso sobre a realização

dessa consulta foi publicado no Diário Oficial da União.

Risco e segurança A WSPA realizou, em parceria com o Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal (FNPDA), o “Curso Introdutório de Manejo de Animais em Situações de Desastres – o papel do voluntário”, em São Paulo-SP. Com o objetivo de introduzir os conceitos básicos para a capacitação da sociedade civil no auxílio voluntário em desastres que envolvam animais. O curso reuniu cerca de 35 pessoas, entre agentes da Defesa Civil de São Paulo, agentes da guarda civil metropolitana, veterinários e protetores de diversas ONGs.

Pet diabético em foco Teve início a campanha “Mês do Pet Diabético”, que tem por objetivo conscientizar sobre o diabetes em pets. Criado em 2009, nos Estados Unidos, o projeto tem alcance mundial e este ano, pela primeira vez, ocorrerá no Brasil. Entre as ações que fazem parte do projeto estão previstas palestras direcionadas a veterinários do Nordeste.

petmagazine 33


Notas

Fama para animais SRD O Conjunto Nacional recebeu a exposição Celebridade Vira-Lata 2013 que, além de fotos de cães sem raça definida que ganharam uma vida digna, traz também, painéis educacionais. Através das lentes do fotógrafo Ricardo De Vicq, uma das grandes estrelas do mercado publicitário brasileiro. A exposição trouxe doze fotos inéditas das estrelas do calendário, com suas histórias.

Matando a fome

O grupo Pet Care está realizando uma campanha de conscientização através das redes sociais, incentivando a posse responsável de animais de estimação. Além disso, o grupo doará uma tonelada de ração para entidades de proteção animal, a fim de alimentar os cães e gatos dessas instituições.

Amor incondicional Uma cadela está cuidando de três filhotes de tigres do zoológico de Sochi, na Rússia. Os animais nasceram de uma tigresa que os rejeitou. Isso já havia acontecido em outras três ocasiões, e em uma delas os

34 petmagazine

filhotes acabaram morrendo. Desta vez, os veterinários do zoológico colocaram anúncio na internet, em busca de uma cadela que pudesse ajudar na tarefa. A cadela Tally amamenta os tigres junto com seus próprios nove filhotes, e trata todos da mesma forma.

de animais do SeaWorld fará todo o tratamento necessário, além de vacinações, até que eles possam ser adotados.

Do desastre para o lar Os meios de comunicação e redes sociais no mundo exibiram diariamente relatos de famílias que perderam tudo após a passagem do devastador furacão Sandy, nos Estados Unidos. São pessoas que encontram através deste meio uma oportunidade de contarem suas histórias e, assim, tocarem o coração daqueles que podem ajudar. Devido à solidariedade, essas famílias estão sendo atendidas e podendo aos poucos se recuperar da tragédia. Contando com isso, 60 cães e gatos que estavam em abrigos em Long Island e Delaware County ganharam lar seguro na Califórnia, onde ficarão até que possam ser adotados por novas famílias. A equipe de profissionais de salvamento

Cuidando dos companheiros No site hotel.info, serviço gratuito de reservas hoteleiras on line em mais de 210 mil hotéis em todo o mundo, é muito fácil encontrar uma lista completa de hotéis de luxo a hotéis- spa, e pousadas, que vão cuidar dos hóspedes – e de seus melhores amigos – com muito cuidado. Basta entrar em www.hotel.info, inserir o destino – nacional ou internacional – e especificar, na aba busca avançada, o item animais domésticos permitidos.


Distribuidora

Bem estar do prioridade pa Texto Hylario Guerrero Imagens divulgação

A SETA Medicamentos surgiu em dezembro de 2009, com o objetivo de disponibilizar ao mercado produtos e serviços específicos, de qualidade para criadores de animais domésticos, especialmente para o segmento passeriforme. Dr. Robson Luiz Marchelli, consultor da empresa, explana sua historia, metas e compromissos com o mercado

36 petmagazine

“SETA é um símbolo gráfico usado para apontar ou indicar uma direção. E o nosso compromisso nada mais é do que oferecer aos criadores, destacando os criadores de pássaros , produtos e serviços específicos e de qualidade que sejam soluções definitivas para a saúde, embelezamento e produtividade dos animais, portanto, o nome para a empresa simboliza, aponta e orienta para o seu compromisso”, explica o doutor Robson Luiz Marchelli, Consultor para Novos Negócios. Desde a fundação da empresa, os sócios já tinham conhecimento e vasta experiência no segmento, com atuação no mercado nordestino. A expansão dos horizontes levou à transferência das atividades da empresa para a região Sudeste, especificamente para a capital de São Paulo, por seu potencial. Tendo iniciado as suas ativi-

dades contando com cerca de 30 colaboradores diretos e indiretos, sua especialidade está na distribuição de produtos que facilitam a criação doméstica dos animais, em especial das aves. Hoje tem em seu portfólio uma vasta linha de produtos como rações, medicamentos, suplementos nutricionais, gaiolas, viveiros e acessórios e, sempre esteve sediada no mesmo local, desde a sua transferência para São Paulo. Dr.Marchelli comenta sobre a logística, que sempre foi um grande desafio para os propósitos da distribuidora e, principal problema enfrentado para o crescimento da empresa. “Daí criamos uma logística própria, isso nos possibilitou desenvolver parcerias com empresas de renome que proporcionam entrega rápida e eficiente. Além disto, Fernando Gonçalves Filho profundo conhecedor da criação doméstica de aves e, sócio proprietário da SETA, percebeu que havia necessidade da melhoria do sistema de alimentação dos pássaros através de produtos melhor elaborados que garantissem que as aves tivessem


Imagens ilustrativas

os pássaros é ara empresa à disposição os nutrientes necessários para cada fase da vida. Desta forma, juntamente com laboratórios de renome no mercado, desenvolveu e lançou uma linha de produtos para suplementação nutricional, a Linha Seta de produtos para pássaros”, relata Marchelli. Ainda, segundo o consultor, esta linha, no momento, é composta por sete produtos especialmente formulados com vitaminas, aminoácidos, minerais e probióticos. Suas fórmulas são completas e equilibradas, com alta concentração e disponibilidade dos nutrientes importantes para cada fase da vida da ave. Estes suplementos nutricionais proporcionam mais beleza, saúde e produtividade para os pássaros criados domesticamente. Para elaborar estes produtos e coloca-los disponíveis ao mercado, atualmente o número de colaboradores da empresa ultrapassa a casa dos 60, entre diretos e indiretos. “O provimento das matérias primas selecionadas é feito no mercado nacional através de importadores e distribuidores previamente qualificados. O processo de fabricação é feito com

empresa terceirizada e devidamente licenciada pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, que cumpre com rigor os preceitos das Boas Práticas de Produção e Garantia da Qualidade para a fabricação de Suplementos Nutricionais”, coloca Marchelli, que nos lembra que as instalações da empresa são compostas pelos departamentos: Técnico; Comercial; Administrativo/Financeiro e Logística. Já, o departamento de Produção é terceirizado. As atividades relativas ao Marketing e Comunicação, também é feita por uma empresa terceirizada e contratada. “A distribuição dos produtos da Linha Seta é nacional. Temos atuação mais intensa nas regiões Sul e Sudeste, e já observamos a necessidade de também dedicar maior atenção ao mercado nordestino. Possuímos frota própria para entregas no Estado de São Paulo. Para outros estados contamos com parcerias em logística com empresas de comprovada eficiência”, afirma Machelli, que continua analisando: “considerando a Linha Seta, cujo lançamento se deu

neste segundo semestre de 2012, os resultados de vendas são otimistas e estão dentro do que havia sido planejado pela empresa”, prosseguindo acrescentando: “constatamos que o mercado de produtos para pássaros vem crescendo dentro do segmento pet, que além da satisfação da companhia, proporciona ao criador a satisfação de beleza e encantamento pelo colorido das plumas e da melodia do canto”. No aspecto relativo as recentes normas decretadas pelo governo, impondo aumentos nas alíquotas de impostos de vários itens importados, com a finalidade de proteger a indústria nacional, segundo anunciou, Marchelli afirma que a grande maioria das matérias-primas que compõem os produtos da empresa é importada e, certamente esta providência influencia no preço de venda ao consumidor. “Mais grave que o aumento dos impostos está sendo a morosidade na liberação da importação pela Anvisa. O fato ocasiona a indisponibilidade das matérias-primas nos importadores e consequentemente, aumento nos pre-

 petmagazine 37


Distribuidora

ços”. O consultor confessa que analisar as providências emanadas dos gabinetes do governo é algo complexo que exigi maiores e mais detalhadas informações, o que não é possível para quem está fora do ambiente que determinam o processo. “Sobre os impostos, considero uma questão estratégica do Governo e não possuo elementos para discorrer sobre o assunto de tal complexidade. Sobre a morosidade na liberação das importações, vejo que o simples aumento na disponibilidade de funcionários para a conferência dos processos seria eficiente". A pretensão da empresa no futuro é disponibilizar os produtos para países da América do Sul. "O Brasil produz poucas matérias-primas classificadas como de química fina e desta forma a importação é inevitável. A empresa não importa matéria-prima diretamente, e as necessárias para a fabricação de produtos são providas por importadores e distribuidores pré-qualificados. Nossos preços são competitivos. Ressalto que dentro do sistema de alimentação dos pássaros criados domesticamente, a suplementação nutricional é que impacta o menor custo por ave/dia e desta forma é a que apresenta o melhor custo benefício". 

para pássaros em fase de reprodução. SETA MUDA: suplemento vitamínico mineral e aminoácidos para pássaros na fase de muda de penas e bico. SETA MANUTENÇÃO: suplemento vitamínico mineral e aminoácidos para pássaros em repouso reprodutivo.

A linha SETA é composta por sete produtos. SETA CRESCIMENTO: suplemento vitamínico mineral e aminoácidos para pássaros em crescimento.

SETA CANTO: suplemento vitamínico mineral e aminoácidos para aves cantoras. SETA FORTE: suplemento vitamínico mineral e aminoácidos para aves de qualquer idade.

SETA REPRODUÇÃO: suplemento vitamínico mineral e aminoácidos

SETA CÁLCIO B12: suplemento vitamínico mineral e aminoácidos para pássaros de qualquer idade.

Em palestra realizada pela SETA Medicamentos, com o tema "A saúde dos pássaros" na qual o Dr. Robson Luiz Marchelli, consultor em nutrição clínica da empresa, abordou aspectos ligados ao manejo dos animais, controle sanitário, alimentação, além de apresentar a nova linha Seta. O evento ocorreu na Sociedade

Ornitológica Batistense em São João Batista – SC, na presença de criadores da região. “Esse tipo de evento não é comum, portanto, foi muito bem recebido e aprovado pelo público, pretendemos realizar diversas palestras pelo país. Após a exposição do tema, convidamos a todos a uma confraternização, onde os criadores trocaram informações, tiraram dúvidas”, comenta. “Em suma, não só o evento, mas também os produtos apresentados, foram muito bem aceitos pelo público. Foi colocado a nós, que a nova linha de produtos Seta atende exatamente às necessidades que eles apresentam hoje”, conclui Marchelli.

Robson Luiz Marchelli, Consultor de novos negócios

10 petmagazine


Evento

Feira se supera em expositores e público Nesta edição da Pet Sout America, registrou-se superação em número de expositores nacionais e internacionais, bem como o recorde de público, confirmando a importância e força do setor

40 petmagazine


Texto: Hylario Guerrero Imagens: equipe Luanda

O

mercado pet mundial apresenta mais de 50% em seu faturamento, num total de US$ 76 bilhões, concentrados nos Estados Unidos, Reino Unido, Japão e França. Em seguida está o Brasil, com cerca de 6% desta fatia, e expectativa de aumento de 12% para este ano, segundo a Abinpet. Estes dados puderam ser confirmados na 11ª edição da Pet South America, feira organizada pela NürnbergMesse Brasil, que aconteceu no Expo Center Norte, e registrou participação recorde de companhias e marcas internacionais. “Foram 17 empresas de diversos países como Estados Unidos, Bélgica, França,

Espanha, Argentina, China, Chile, Alemanha, México e Itália. Cada vez mais o Brasil destaca-se no segmento pet pela variedade criativa de inovação e tecnologia dos produtos e serviços ofertados. A feira reuniu as principais tendências e lançamentos, o que a cada edição, a torna mais atrativa para empresas e compradores internacionais”, explica Ligia Amorim, diretora-geral da NürnbergMesse Brasil. O interesse pelo mercado brasileiro é tão grande que a multinacional Elanco Saúde Animal, divisão da farmacêutica Eli Lilly, esteve presente como patrocinadora Diamante do Congresso de Especialidades. A marca Elanco se prepara para entrar no mercado brasileiro de medicamentos para animais de companhia: “Há um grande potencial de mercado na América Latina, pois com a melhora econômica

da região, as pessoas passam cada vez mais a olhar os pets como membros da família e investem mais na sua saúde. A Elanco quer ser umas das líderes de mercado rapidamente, então faremos investimentos compatíveis com esse objetivo", afirma o diretor de negócios, Mauri Ronan Moreira. Passaram pelo evento visitantes vindos de todo o Brasil, público formado por veterinários, acadêmicos, donos e funcionários de pet shops, que usufruíram dos lançamentos, tendências, espaço destinado a palestras, cursos e workshops paralelos, e a visitação aos estandes onde as novidades, curiosidades, muitos negócios e networking, onde adquiriram informações sobre inovações do segmento. Segundo a organizadora, Ligia Amorim, o sucesso também pode ser visto pela adesão maciça das empresas. “Atraímos expositores com o intuito de trazer mais opções; houve a contribuição para o enriquecimento científico de profissionais e estudantes; e firmamos sólidas parcerias com marcas renomadas, tudo isso constatado através do feedback que recebemos por parte de cada expositor”, analisou. Proprietários de clínicas e pet shops tiveram palestras sobre temas mercadológicos: inteligência emocional em vendas, sucesso em negociação e liderança. Para quem deseja ingressar nessa área, houve informação, conhecimento técnico e planejamento estratégico, pois o mercado vem crescendo de forma desordenada”, explica. Tosadores também puderam acompanhar amostras de tosa em diferentes raças caninas, tamanhos e pelagem. No Espaço Pet Groom, especialistas ensinaram a fazer penteados de festa em cães de pelo liso, com demonstrações ao vivo, uso de cores nos pelos, tatuagens, piercings e outros.

petmagazine 41


Evento

42 petmagazine


Lançamentos e tendências não faltaram Taís Milena, conta que a Imeve apresentou nova linha de shampoos e condicionadores para embelezamento com quatro novas fragrâncias. “Também o shampoo três em um, com condicionador e branqueador, e, toda a reformulação da marca, além de novas embalagens”. Já a Chocolate & Mia, segundo Lilliam Cerqueira, trouxe novos peitorais com motivos de Natal e Halloween, além de flores recortadas à laser, acabamento em strass; mini saia, em tecido de musseline com detalhes coloridos, e as coleiras com strass, a moda spike que faz menção ao rock e ao punk. Cristiane Campelo comentou que a Pipi Dolly's, selou parceria com a empresa Microban, que desenvolveu produto com eficiente princípio ativo para proteção antibacteriana para os sanitários, contra fungos e bactérias. “A intenção é que os filhotes não se contaminem com os micróbios das louças do banheirinho e outros utensílios”, disse. Segundo Erikson Turine, da Organnact, a empresa inovou com dois produtos específicos para os felinos, Calmim Cat, que acalma o gato em situações de estresse. E o Ipercal Cat, suplemento vitamínico hipercalórico, não substitui a alimentação e é indicado para animais convalescentes. “A MSD Animal trouxe o Activyl, para cães e gatos, produto antipulgas. O dife-

rencial do produto é indoxacarbe, pertencente à ultima geração de inseticidas – as oxidiazinas que age por bioativação, altamente ativo age no interior da pulga, com grande grau de segurança”, explicou Andrea Bonates. Ruth Bragheto da Imbramaq conta que a empresa fabrica extrusoras para todos os tipos de rações, e explica que para elaborar os formatos e tipos de rações, o importante é o molde empregado, que varia de acordo com cada cliente. Daí, muda-se a formulação e o molde, é o que diferencia a ração para cão, para gatos, ou roedor, tudo está na formulação. A Merial apresentou o Certifect produto específico para combater os carrapatos e prevenir as doenças que eles podem causar, afirmou Marcel Pereira. “A Alcon trouxe o Alcon Club farinhada pimenta, um alimento completo, e os ingredientes diferenciados são: a pimenta e o pimentão. Iguarias benéficas para as aves em período de reprodução e pré-campeonato. E também Alcon Club Coleiro para completar a linha de aves pequenas como curiós, periquitos, canários e outros. Na linha de peixes, temos dois relançamentos, como o Alcon Shrimp, agora com uma formulação mais reforçada, com mais camarão,

artêmia, e lula, com atratividade ainda maior, para peixes carnívoros. E a nova apresentação do alimento Alcon Spirulina, com rótulo novo, e formulação diferenciada, contém mais espirulina trazendo mais benefícios ao sistema imunológico, bem como às cores dos peixes”, comentou Rodrigo Barreto. Segundo Edson Rogério, o lançamento da Arara Azul (Atacama) é a banheira de inox parar cães de grande porte, com o diferencial que é a escada e a porta, que favorece a entrada do animal sem que o banhista tenha que suspendê-lo. E também a mesa elevatória, que sobe na altura que o tosador necessitar sem ter que ficar bombeando ou usando motor elétrico. “Estamos com o aparelho de gasometria da Roche para exame de sangue. O PotVet, um aparelho para hematologia, bioquímica, e o monitor veterinário multi paramédico, podendo acompanhar até 999 batimentos cardíacos por minuto, a frequência cardíaca dele vai até 200 varreduras de ECG. Finalizando com o equipamento de anestesia inalatória”, disse Marcio de Castro da Davol. Segundo Cesar Dimitrius, a Sanol Dog trouxe o banho a seco, e seu diferencial é o neutralizador de odores, o tiramanchas pet para tecidos, e juntamente a linha de xampus: tonalizantes de

petmagazine 43


Evento

pelos claros, hipoalergênicos e neutralizador de odores. Leonardo Freire, afirmou que a Brasmed, apresentou balança própria para veterinário, e a bolsa de contenção de gás, ambas importadas da Dinamarca. "Mesa calha multiuso, a única que faz todos os movimentos automáticos, não se toca as mãos nela, faz tudo com o pé". Segundo Elza Helena, da Vest Dog, o lançamento da empresa é o colar Best Flex. Trata-se de um colar elisabetano, transparente, confortável, leve e de boa visibilidade. Angela Barrichelo afirmou que a Empórium Pet trouxe o ouro marroquino, trata-se de um óleo orgânico e um kit de tratamento de pelagem para finalização e hidratação. E o kit box com shampoo e condicionador, de brinde um perfume chá verde, lembrando as fragrâncias francesas. A Flor de Prata inovou sendo a única

44 petmagazine

empresa, no Brasil, que trabalha no segmento de semijóias para os apreciadores de animais. “Ressaltamos que nossos produtos não são para os bichinhos e sim para seus donos. Atualmente criamos a linha mãe de bicho, que remete a ideia de ter seus animais de estimação no peito. Temos também as pulseiras da linha - Quem Ama Adota”, expôs Marisa Barretos. “A Bag Dog apresentou nova linha completa para gatos, com brinquedos, cama de couro e almofadas em estampas de felinos. Também a linha de camisetas para humanos, com motivos pet”, explicou Giovana Melo. “Estamos com a linha “pet care”, que se refere à alimentação de animais convalescentes, além de produtos da nossa linha de aves ornamentais”, comentou André Luiz Silveira da Jofadel. Segundo Madalena Spinazzola, da Premier Pet, a empresa lançou dois produ-

tos na linha Golden, é a Super Premium e a Premium. “Temos a Golden Gatos sabor carne em embalagem única, e a Golden Duo para gatos em sabor cordeiro e salmão, embaladas juntas, embora estejam separadas, sem que uma pegue o gosto da outra”, explicou. Daniela Maldonado disse que o lançamento da empresa foi a grife de acessórios para a Pet MyNiCO. Idealizada pela empresária, sócia-proprietária da Macroport Distribuidora e Importadora, a marca aposta alto no potencial do mercado interno, e na qualidade e acabamento premium. A linha foi desenvolvida no Brasil e produzida na Ásia. A linha se destaca pelo design e grafismos contemporâneos: São oito cores vivas entre como a coleira em LED, camas, brinquedos, comedouros, malas de transporte e tapetes higiênicos. Segundo José Luiz Ferraz, a Ferraz Máquinas trouxe a linha completa de produtos destinados a equipamentos que produzem pequenas quantidades de rações extrusadas. Os misturadores de dois eixos que destinam à incorporação e mistura dos líquidos (óleo, gorduras e palatabilizantes) às rações. Extrusoras de rosca-dupla (micro pellets), oferecem a possibilidade de produtos de micro pellets destinados à alimentação de alevinos, e a produção de rações com recheios (nuggets). Moinhos de alta rotação, que utilizam motores de 3.500rpm na remoagem de rações balanceadas. •


Dra. Vanessa da Silva Lopes Responsável técnica do Laboratório Veterinário Mundo Animal

Bolas de pelos em felinos: o que fazer ?

O

s felinos possuem em sua língua, papilas filiformes que funcionam como uma “lixa ou escova”, que retiram os pelos mortos soltos na superfície da pele ao se lamberem. Estes pelos, na maioria das vezes, são deglutidos pelo gato e em seu estômago, acabam se misturando com restos de alimentos e secreções gástricas formando assim as “bolas de pelos” que tecnicamente são chamadas de tricobezoares. Outro fator que pode colaborar para a formação das bolas é o fornecimento de ração dietética inadequada, que pode promover o aumento da formação dos tricobezoares. As raças de pelos longos podem consumir quantidade ainda maior de pelos durante o período de troca. Os tricobezoares podem ser uma das causas de regurgitação ou vômito. Eles normalmente se originam dos hábitos normais de limpeza, mas podem provir também de distúrbios comportamentais ou neurológicos (lambedura excessiva) e distúrbios gastrointestinais primários (como problemas de motilidade e doenças infiltrativas). O felino normal, pode regurgitar ou ter um episódio de vômito esporadicamente, sem apresentar entretanto qualquer outro sintoma clínico associado. Os principais sinais clínicos de animais com a formação das bolas de pelos podem variar entre falta de apetite, perda de peso progressiva, depressão (o gato dorme além do normal, não levanta e não brinca), a formação de gases intestinais, e redução da quantidade de fezes. Além disso, como mecanismo de defesa do

organismo do animal, ocorrem episódios frequentes de vômitos, visando a eliminação do “corpo estranho” que está alojado no trato gastrointestinal do felino, e desta maneira aumenta a chance da formação de úlceras. A maioria dos gatos elimina as bolas de pelos sem maiores problemas, embora raramente estas possam causar obstrução intestinal, obrigando o animal a passar por procedimentos de lavagem intestinal ou até mesmo por intervenção cirúrgica. A prevenção das bolas de pelos, depende principalmente das atitudes do dono do animal. Escovação diá ria e frequente de animais de pelo longo, a tosa a cada 3 ou 4 meses para minimizar a ingestão, fornecimento de rações específicas, de qualidade e com grande quantidade de fibras – as rações para felinos já têm em sua formulação ativos que minimizam o problema. Além disso, existem no mercado pet, pomadas à base de malte, que tem por intuito promover a eliminação das bolas de pelo aumentando dos movimentos gástricos esofágicos, facilitando a eliminação pelas fezes. O animal que desde filhote, tem que acostumar a utilizar este tipo de suplemento (pomada), podendo apresentar bem menos incidência de bolas de pelos. Também pode-se evitar situações não deixando que ocorra lambedura excessiva psicogênica e alterações intestinais. Sempre procure conhecer um pouco mais sobre o comportamento e os hábitos de seu pet, para que atitudes consideradas normais, não se transformem em problema mais tarde. Em caso de dúvidas, procure o serviço de um profissional para esclarecimentos e orientações sobre formas de prevenção e tratamento do problema. 

petmagazine 45


Vininha F. Carvalho

Editora do Portal Animalivre: www.animalivre.org.br *

A escolha correta do sexo do animal traz mais tranquilidade ao dono

N

esta época do ano, quando muitas pessoas estão motivadas a adquirir um animal, é preciso refletir sobre quais as qualidades mais desejadas no comportamento do animal, que irá conviver no seu lar, por muitos anos. A comunicação entre os animais é vital para a sua sobrevivência na natureza, tendo em vista que são seres sociais, acostumados a viver em matilhas desde a antiguidade, com características marcantes no seu comportamento. Na maioria das vezes, a relação entre o animal e o seu dono, fica comprometida devido a uma falha na comunicação ou na escolha errada do sexo do animal. O animal sente e reage de acordo com os estímulos promovidos pelo ambiente, portanto se houver respeito e carinho, a reação do animal será à altura, mas existe uma grande diferença no comportamento da fêmea em relação ao do macho. As fêmeas geralmente são mais dóceis, meigas e apegadas aos membros da família. Costumam fazer mais companhia e serem mais caseiras. Raramente fogem de casa. Os machos possuem um temperamento mais constante, pois são menos atingido pelas oscilações hormonais, embora sejam em geral, mais transgressores. Com seu forte espírito explorador e reprodutivo, o macho se aventura, pulando até muros, com muito mais facilidade. Para a espécie canina as pessoas da casa são membros de sua matilha. Porém, os machos, estão sempre disputando a liderança dessa

46 petmagazine

matilha, enquanto as fêmeas dificilmente o fazem, aceitando as ordens com facilidade, sendo portanto, mais fáceis de serem educadas, raramente elas tentam impor suas vontades. As fêmeas são mais receptivas aos ensinamentos relativos a higiene, em especial quanto ao ato de urinar, que para elas significa simplesmente esvaziar a bexiga , enquanto que para os machos representa demarcação de seu território. Por isso, é mais difícil ensina-lo a urinar apenas no local desejado. Os machos tem mais exuberância na aparência física, inclusive no que diz respeito a pelagem. Em certas raças, possuem massa muscular muito mais desenvolvida, sendo considerados mais bonitos e fortes que as fêmeas. Quanto à eficiência na guarda, o macho é sem dúvida mais imponente, em geral, são mais agressivos e alertas. Requer cuidados especiais, se o local onde for ficar, não for bem cercado, pois ele poderá ser atraído por odores que despertam seu interesse, como os de cadelas no cio ou de presas para caçar, e isto, propiciará a ocorrência de acidentes e, até seu desaparecimento. Uma boa opção é combinar um macho com uma fêmea, aliando as qualidades de cada um. Juntar mais de um macho com uma fêmea, não é recomendável, podendo provocar brigas entre os machos. Várias fêmeas e um macho, podem causar brigas de ciúmes entre as fêmeas. Várias fêmeas e machos também gera um ambiente de disputa e brigas. Portanto, formar um casal é o ideal. 


Revista Petmagazine 76  

Petmagazine edição 76 | 2012

Advertisement